1T10 RESULTADOS. Fitch ratings eleva de A para A+(bra) o Rating Nacional de Longo Prazo da Algar Telecom

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1T10 RESULTADOS. Fitch ratings eleva de A para A+(bra) o Rating Nacional de Longo Prazo da Algar Telecom"

Transcrição

1 RESULTADOS 1T10 Uberlândia MG, Maio de 2010 A Algar Telecom, Empresa integrada de telecomunicações com um portfólio completo de serviços, divulga seus resultados do 1º Trimestre de 2010 (1T10). As Informações Trimestrais Consolidadas da Companhia são elaboradas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, na lei das Sociedades por Ações, cujos valores monetários, exceto quando indicado o contrário, estão expressos em milhões de Reais. Fitch ratings eleva de A para A+(bra) o Rating Nacional de Longo Prazo da Algar Telecom Algar Tecnologia, subsidiária integral da Algar Telecom que atua nos negócios de BPO/TI e Consultoria, adquire a Synos Technologies fábrica de desenvolvimento e manutenção de software, sediada em Belo Horizonte (MG) Base de clientes de banda larga móvel atinge 39 mil, ante 12 mil no 1T09 Percentual de clientes celular alocados em planos pós-pagos é de 32%, com ARPU de R$ 41,7 reais, melhor resultado dentre as operadoras celulares do País Receita líquida consolidada atinge R$ 365 milhões no 1T10, um crescimento de 11,5% em relação ao 1T09 Receita bruta do segmento de negócios de comunicação multimídia soma R$ 60 milhões no 1T10, 17,1% superior à do 1T09 O EBITDA consolidado atinge R$ 102 milhões no 1T10, 13,7% superior ao do 1T09, com margem EBITDA de 28% Lucro consolidado, antes das participações,soma R$ 20,1 milhões no 1T10, 73,6% superior ao do 1T09 Relações com Investidores Diretor: Tatiane de Souza Lemes Panato - Analista: Érika Marques Andrade Tel: (34) Website de RI: Endereço: Rua José Alves Garcia, Uberlândia - MG.

2 DESEMPENHO OPERACIONAL Telecom: Unidades Geradoras de Receitas (UGR) (mil) T09 Telefonia Fixa Telefonia Celular Banda Larga Provedor de internet T10 TV por assinatura A Algar Telecom é composta por 3 segmentos de negócios. Os serviços de telefonia fixa, internet banda larga, comunicação de dados, telefonia celular, redes multimídia, provedor de internet e TV por assinatura, formam o segmento de negócio denominado TELECOM. O segundo segmento, formado pela Algar Tecnologia, é responsável pelos serviços de BPO/TI E CONSULTORIA e o terceiro NEGÓCIOS COMPLEMEN- TARES, concentra os serviços de engenharia de redes de telecomunicações e de listas e guias telefônicos. TELECOM Ao final do 1T10 a Algar Telecom apresentava mais de 1,6 milhão de unidades geradoras de receitas (UGR) em seu segmento de TELECOM, as quais estavam distribuídas entre os diferentes serviços. Comentários sobre os desempenhos dos serviços encontram-se a seguir. Telefonia Fixa Ao final do 1T10, a base de linhas fixas era de 720 mil, número 7,0% maior que o do 1T09 em função principalmente do crescimento do número de terminais na área de expansão da Companhia, os quais passaram de 72 mil para 117 mil no 1T10. Na área de concessão, o número de terminais encerrou o trimestre em 604 mil, ante 602 mil no mesmo trimestre do ano anterior. Em 2009, a Algar Telecom adotou a estratégia de incentivar os planos alternativos de franquia, em detrimento dos planos puramente pré-pagos e, como resultado, a base de clientes pós-paga saltou de 460 mil para 558 mil, enquanto a pré-paga passou de 214 mil no 1T09 para 163 mil no 1T10.

3 Banda Larga A base de clientes de banda larga atingiu 247 mil no 1T10, um crescimento de 10,8% em relação ao 1T09 em razão do crescimento da banda larga móvel, cujo número de clientes passou de 12 mil no 1T09 para 39 mil no 1T10. A banda larga via ADSL, por sua vez, registrou uma queda de 1,3%, encerrando o trimestre com 208 mil clientes. Telefonia Celular Na telefonia celular, a base de clientes cresceu 13,6%, encerrando o 1T10 em 518 mil. No segmento pós-pago foco estratégico da Companhia, o número de clientes passou de 141 mil ao final do 1T09 para 164 mil ao final do 1T10, um crescimento de 16,2%. No segmento pré-pago, o crescimento foi de 12,5%, fazendo com que o número de clientes alcançasse 354 mil no 1T10, ante 314 mil no 1T09. Ao final do 1T10, a Algar Telecom apresentava 32% de seus clientes alocados em planos pós-pagos e o maior ARPU R$ 41,70 dentre as operadoras do País. Comunicação Multimídia Este segmento de negócios oferta os serviços de redes multimídia e provedor de internet a pequenas e médias empresas, principalmente na área de expansão da Companhia. Ao longo do trimestre, estes serviços continuaram em franca expansão, com destaque aos produtos de redes multimídia, que proveem acesso para transmissão de dados, voz e imagem. A base de clientes do provedor de internet Netsite, por sua vez, encerrou o 1T10 em 126 mil, ante 116 mil no 1T09. TV por Assinatura O negócio de TV por assinatura, operacionalizado pela Image subsidiária integral da Algar Telecom encerrou o 1T10 com 32,6 mil clientes, ante 32,0 mil no 1T09.

4 BPO/TI E CONSULTORIA No 1T10 a Algar Tecnologia deu um importante passo em direção ao seu planejamento estratégico e adquiriu a Synos Technologies - fábrica de desenvolvimento e manutenção de software, sediada em Belo Horizonte (MG) que oferece soluções como outsourcing e manutenção de aplicativos, projetos de software, consultoria, treinamento e licenciamento. Com esta aquisição, além de complementar o seu portfólio de serviços, que já inclui hosting, co-location, service desk, gerenciamento de aplicações, dados e voz, customer services, segurança de TI, gestão de saúde, recuperação de crédito, entre outros, a Algar Tecnologia incorporou à sua carteira mais de 40 clientes dos setores privado e, principalmente, público. NEGÓCIOS COMPLEMENTARES No 1T10 os negócios de engenharia de redes de telecomunicações e listas e guias telefônicos deram continuidade aos seus planos de negócios. A evolução das receitas desses serviços será analisada no capítulo de desempenho econômico-financeiro. 04

5 Algar Telecom 3 o Trimestre de 2009 Tabela 1: Dados operacionais (mil) Dados operacionais 1T09 1T10 % Var. TELEFONIA FIXA Linhas em Serviço Residencial Empresarial Corporativo Operadoras Telefones Públicos - TPs Por área de atuação Expansão Concessão Por perfil de plano Pré-pago Pós-pago ARPU (com ADSL) - R$ BANDA LARGA ADSL Móvel TELEFONIA CELULAR Total de clientes Pré-pago Pós-pago Adições brutas Pré-pago Pós-pago Adições líquidas Pré-pago Pós-pago Cancelamentos Pré-pago Pós-pago ARPU: Receita Média Mensal por Usuário ,2 85,1-4,6% ,8% ,3% 219,4% ,0% -5,9% 19,3% 44,2% 21,9% -1,6% 7,0% 62,9% 0,3% 7,0% -23,8% 21,3% 13,6% 12,5% 16,2% 49,5% 53,1% 34,6% 80,3% -33,6% 459,9% 46,4% 61,3% -16,4% ARPU - R$ 39,7 41,7 5,0% PROVEDOR DE INTERNET ,4% TV POR ASSINATURA 32,0 32,6 2,1% 05

6 Tabela 2: Demonstração de resultado consolidado R$ milhões 1T09 1T10 % Var. RECEITA BRUTA 431,0 469,0 8,8% Telefonia fixa Telefonia celular Comunicação Multimídia TV por assinatura BPO/TI econsultoria Demais negócios Impostos e deduções RECEITA LÍQUIDA 235,2 63,6 51,3 5,8 59,6 15,5 (103,4) 327,6 236,2 75,9 60,1 6,0 77,0 13,8 (103,6) 365,4 0,4% 19,4% 17,1% 4,2% 29,1% -10,8% 0,2% 11,5% CUSTOS EDESPESAS OPERACIONAIS Pessoal Materiais Serviços de terceiros Interconexão Meios de Conexão - EILD Propaganda e Marketing PDD Outros Custo das Mercadorias Vendidas OUTRAS RECEITAS (DESPESAS) OPERACIONAIS EBITDA (233,6) (81,5) (6,8) (50,7) (54,0) (7,1) (3,7) (8,2) (18,5) (3,2) (4,1) 89,9 (260,0) (95,7) (6,8) (56,0) (53,2) (7,6) (7,8) (5,1) (18,4) (9,4) (3,2) 102,2 11,3% 17,5% 0,4% 10,4% -1,4% 6,9% 112,0% -37,9% -0,5% 196,3% -22,3% 13,7% Margem % Depreciações e amortizações Leasing EBIT Financeiras, líquidas LUCRO ANTES DOS IMPOSTOS Imposto de renda e contribuição social LUCRO ANTES DE PARTICIPAÇÕES Participação dos acionistas minoritários LUCRO LÍQUIDO Margem % 27,4% (36,3) (0,1) 53,4 (36,0) 28,0% (39,2) (0,1) - 7,9% -8,4% 62,9 17,7% (28,1) -21,9% 17,5 34,8 99,2% (5,9) 11,6 (14,7) 20,1 149,4% 73,6% 0,1 (1,3) -1478,4% 11,7 18,8 61,0% 3,6% 5,1% 44,4% 06

7 RECEITA BRUTA CONSOLIDADA No 1T10 a receita bruta consolidada da Algar Telecom contabilizou R$ 469,0 milhões, um aumento de 8,8% em relação ao 1T09, quando a receita foi de R$ 431,0 milhões. Este resultado decorreu, principalmente, do desempenho dos negócios de BPO/TI e Consultoria, Telefonia celular e Comunicação multimídia. Distribuição da Receita Bruta Consolidada R$ milhões 1T09 1T10 A seguir estão detalhadas as principais variações e análises por segmento de negócio. Ressalta-se que as receitas apresentam-se consolidadas e, portanto, já consideram as eliminações de receitas entre os segmentos. 07

8 Algar Telecom Comentário de desempenho consolidado 3 o Trimestre de 2009 Tabela 3: Receita Operacional Bruta Consolidada R$ milhões 1T09 1T10 % Var. RECEITA BRUTA Telefonia fixa Telefonia local VoIP Longa Distância Cartões Pré-pagos Públicos Interconexão Comunicação de Dados EILD Banda larga Outros Serviços de Dados Serviços Adicionais Telefonia celular Serviços Serviços de voz Banda larga Interconexão Serviços Adicionais Material de Revenda (aparelhos) Comunicação multimídia Redes Multimídia Internet TV por assinatura BPO/TI e Consultoria Negócios Complementares Listas e guias telefônicos Engenharia de redes de telecomunicações Impostos e Deduções RECEITA LÍQUIDA 431,0 469,0 8,8% 235,2 236,2 0,4% 83,8 83,5-0,3% 2,7 7,8 186,2% 34,8 36,4 4,7% 27,7 22,1-20,3% 20,5 15,9-22,4% 7,2 6,2-14,3% 14,8 14,6-1,5% 67,5 68,5 1,5% 14,8 14,8 0,1% 43,3 43,2-0,3% 9,3 10,5 12,3% 3,9 3,3-15,0% 63,6 75,9 19,4% 59,6 71,2 19,4% 43,5 1,4 13,0 1,7 3,9 51,3 60,1 17,1% 45,2 53,1 17,4% 6,1 7,0 14,5% 5,8 6,0 4,2% 59,6 77,0 29,1% 15,5 13,8-10,8% 4,2 11,3 (103,4) 327,6 46,1 5,3 13,3 6,5 4,7 4,2 9,6 (103,6) 365,4 6,0% 274,6% 2,5% 276,9% 19,6% 0,6% -15,1% 0,2% 11,5% 08

9 TELEFONIA FIXA No 1T10 a receita bruta consolidada de telefonia fixa foi de R$ 236,2 milhões, 0,4% maior que a do 1T09. Este resultado evidencia o efeito líquido do aumento das receitas de VoIP, interconexão e chamadas de longa distância e da queda das receitas de Exploração Industrial de Linhas Dedicadas EILD. Telefonia local A receita bruta de telefonia local contabilizou R$ 83,5 milhões no 1T10, 0,3% menor que a do 1T09. Esta variação é decorrente do fato da queda de 18,5% das receitas de tráfego local ter sido praticamente compensada pelo aumento de 5,3% nas receitas de assinaturas. As maiores receitas de assinatura se devem ao crescimento dos planos de franquia, em que o valor fixo pago é contabilizado em assinatura e totalmente revertido em utilização. VoIP A receita dos serviços de VoIP alcançou R$ 7,8 milhões no 1T10, ante R$ 2,7 milhões no 1T09. Este crescimento de 186,2% é resultado, principalmente, do aumento das receitas de VoIP na área de expansão da Companhia, onde há a oferta de pacote de voz e dados às pequenas e médias empresas. Serviços de longa distância No 1T10, as receitas de chamadas de longa distância apresentaram um aumento de 4,7%, tendo passado de R$ 34,8 milhões no 1T09 para R$ 36,4 milhões em razão da migração de clientes pré-pagos para planos pós-pagos. Com isto, as chamadas de longa distância, que quando originadas por clientes pré-pagos são contabilizadas em cartões, passaram a fazer parte do grupo de receitas de serviços de longa distância. 09

10 Cartões (públicos e pré-pagos) A receita de cartões contabilizou R$22,1 milhões no 1T10, uma queda de 20,3% se comparada à do 1T09. A queda desta receita é decorrente de: (i) receitas de cartões pré-pagos menores em 22,4% - fruto da estratégia adotada pela Companhia, a partir do 2º semestre de 2009, de substituir a oferta de planos pré-pagos por planos com franquia; e (ii) de receitas de cartões públicos menores em 14,3% resultado principalmente do aumento da planta móvel do País. Remuneração pelo uso de rede - interconexão No 1T10 as receitas de interconexão totalizaram R$ 14,6 milhões, 1,5% menores que as do 1T09 em razão das campanhas promocionais incentivando o tráfego intra-redes. Receita de comunicação de dados As receitas de comunicação de dados totalizaram R$ 68,5 milhões no 1T10, 1,5% maiores que as do 1T09. Este resultado é decorrente, basicamente, do aumento das vendas do serviço de Rede Privada Virtual VPN, constante nos outros serviços de dados. A receita de banda larga ADSL, por sua vez, apresentou uma queda de 0,3% em relação ao 1T09. Serviços adicionais As receitas provenientes de serviços adicionais foram de R$ 3,3 milhões no 1T10, ante R$ 3,9 milhões no 1T09 em razão de menores receitas com aluguel de infra-estrutura própria. 10

11 TELEFONIA CELULAR No 1T10 a receita bruta consolidada do negócio telefonia celular totalizou R$ 75,9 milhões, um aumento de 19,4% em relação ao 1T09. As principais razões dessas variações são analisadas a seguir. Serviços de voz As receitas de serviços de voz somaram R$46,1 milhões no 1T10, 6,0% maiores que as do 1T09 em razão do crescimento de 17,6% nas receitas de utilização. Este crescimento foi, em parte, compensado pela queda de 36,3% nas receitas de assinatura - causada pelo crescimento dos planos de franquia, nos quais o valor pago é todo convertido em consumo. Banda larga móvel (3G) No 1T10 as receitas de banda larga móvel atingiram R$ 5,3 milhões, ante R$ 1,4 milhão no 1T09 um crescimento de 274,6%, causado pelo aumento do número de clientes da tecnologia 3G. Remuneração pelo uso de rede móvel No 1T10 as receitas de remuneração pelo uso de rede totalizaram R$ 13,3 milhões, um aumento de 2,5% em relação ao 1T09 em razão do aumento da planta móvel. 11

12 Serviços adicionais As receitas de serviços adicionais somaram R$ 6,5 milhões no trimestre, ante R$ 1,7 milhão no 1T09. Este crescimento é resultado, principalmente, de maiores receitas com tráfego de dados e envio de torpedos pelo celular, além de um aumento nas receitas de aluguel de infra-estrutura. Aparelhos As receitas com a venda de aparelhos totalizaram R$ 4,7 milhões no 1T10, ante R$ 3,9 milhões no 1T09 em razão do aumento da base de clientes. 12

13 COMUNICAÇÃO MULTIMÍDIA A receita bruta do segmento de negócio de comunicação multimídia atingiu R$ 60,1 milhões no 1T10, um crescimento de 17,1% se comparada ao mesmo período do ano anterior. O serviço de redes multimídia, o mais representativo do segmento, foi o que apresentou maior crescimento, com uma evolução de 17,4% na receita, propiciada pela expansão da carteira de clientes de soluções de dados, sobretudo, na área de expansão da Companhia. O serviço de provedor de internet, por sua vez, obteve um crescimento de 14,5% em sua receita, que somou R$ 7,0 milhões no trimestre. TV POR ASSINATURA No 1T10 a receita bruta consolidada do serviço de TV por assinatura foi de R$ 6,0 milhões, ante R$ 5,8 milhões no 1T09, um crescimento de 4,2% em razão da venda de pacotes de maior valor a alguns dos clientes atuais. BPO/TI e Consultoria No 1T10 a receita bruta consolidada do negócio de BPO/TI e Consultoria atingiu R$ 77,0 milhões, um aumento de 29,1% em relação ao 1T09. Este crescimento foi ocasionado por dois movimentos: (i) receitas de serviços de TI e BPO maiores em R$ 7,3 milhões, o que ocorreu tanto junto a atuais clientes quanto a novos clientes; e (ii) consolidação do faturamento da Synos Technologies empresa adquirida pela Algar Tecnologia, no valor de R$ 10,1 milhões. Ressalta-se que deste valor R$ 2,9 milhões são referentes às receitas de serviços do mês de março, mês de aquisição da empresa, e R$ 7,2 milhões referem-se a receitas oriundas da venda de equipamentos por parte da empresa adquirida. 13

14 NEGÓCIOS COMPLEMENTARES A receita bruta consolidada gerada pelos negócios complementares da Algar Telecom somou R$ 13,8 milhões no 1T10, ante R$ 15,5 milhões no 1T09, uma queda de 10,8%. As menores receitas são decorrentes do encerramento de um contrato com um cliente do serviço de engenharia de redes de Telecom, o que ocorreu no 2º semestre de RECEITA LÍQUIDA CONSOLIDADA A receita líquida consolidada da Algar Telecom atingiu R$ 365,4 milhões, 11,5% maior que a do 1T09, quando a receita foi de R$ 327,6 milhões. 14

15 Tabela 4: Custos e despesas operacionais consolidados R$ milhões 1T09 1T10 % Var. RECEITA LÍQUIDA CUSTOS DOS SERVIÇOS E MERCADORIAS Serviços Pessoal Materiais Serviços de terceiros Interconexão Meios de Conexão - EILD Outros Depreciação eamortização Leasing Venda de mercadorias LUCRO BRUTO DESPESAS COMERCIAIS Pessoal Materiais Serviços de terceiros Propaganda e Marketing PDD Outros Depreciação eamortização 327,6 (199,1) (195,9) (56,7) (6,3) (24,3) (54,0) (7,1) (14,0) (33,5) (0,1) (3,2) 128,5 (38,4) (13,5) (0,3) (9,1) (3,7) (8,2) (3,1) (0,4) 365,4 (217,3) (207,9) (62,8) (6,2) (27,2) (53,2) (7,6) (15,0) (35,8) (0,1) (9,4) 148,1 (48,2) (19,5) (0,4) (12,8) (7,8) (5,1) (2,1) (0,5) 11,5% 9,2% 6,1% 10,8% -2,2% 12,1% -1,4% 6,9% 7,2% 7,0% - 196,3% 15,2% 25,6% 44,2% 26,9% 40,3% 112,0% -37,9% -31,9% 13,4% DESPESAS GERAIS E ADMINISTRATIVAS Pessoal Materiais Serviços de terceiros Outros Depreciação eamortização OUTRAS RECEITAS (DESPESAS) OPERACIONAIS Outras EBIT (32,6) (11,2) (0,1) (17,3) (1,4) (2,4) (4,1) (4,1) 53,4 (33,8) (13,4) (0,2) (16,0) (1,3) (2,9) (3,2) (3,2) 62,9 3,8% 19,2% 71,7% -7,7% -9,1% 18,6% - -22,3% 17,7% R$ milhões 1T09 1T10 % Var. CUSTOS E DESPESAS OPERACIONAIS Pessoal Materiais Serviços de terceiros Interconexão Meios de Conexão - EILD Propaganda e Marketing PDD Outros* (237,7) (81,5) (9,9) (50,7) (54,0) (7,1) (3,7) (8,2) (22,6) (263,2) (95,7) (16,2) (56,0) (53,2) (7,6) (7,8) (5,1) (21,6) 10,7% 17,5% 62,9% 10,4% -1,4% 6,9% 112,0% -37,9% -4,5% * Inclui outras receitas (despesas) operacionais. 15

16 Os custos e despesas operacionais consolidados (excluindo amortização, depreciação e leasing) totalizaram R$ 263,2 milhões no 1T10, um aumento de 10,7% em relação ao 1T09. As principais causas das variações são analisadas a seguir. Os custos e despesas com pessoal foram de R$ 95,7 milhões no 1T10, 17,5% maiores que os do 1T09. Este crescimento foi decorrente principalmente: (i) de custos de pessoal do negócio de BPO/TI e Consultoria maiores em R$ 3,4 milhões - custos diretos para o atendimento de novos clientes; e (ii) do aumento dos custos e despesas de pessoal para fazer frente ao crescimento dos serviços de voz e dados prestados a pequenas e médias empresas na área de expansão da Companhia. Os custos e despesas com materiais foram de R$ 16,2 milhões, um aumento de 62,9% em razão basicamente da compra de equipamentos, por parte da Synos Technologies, com a finalidade de venda, equipamentos estes no valor de R$ 6,1 milhões. Os custos e despesas com serviços de terceiros (excluindo propaganda, marketing e PDD), contabilizaram R$ 56,0 milhões no 1T10, um crescimento de 10,4% em relação ao 1T09. Estes aumentos são decorrentes de: consultorias contratadas para apoiar o planejamento estratégico da Empresa, auxiliar na conversão dos padrões contábeis para os padrões internacionais e assessorar a Companhia em aspectos fiscais. Os custos de interconexão totalizaram R$ 12,5 milhões no 1T10, 1,6% inferiores aos do 1T09 em razão do menor volume de tráfego gerado pelos clientes da Companhia para outras operadoras. Os custos e despesas com EILD, por sua vez, foram de R$ 7,6 milhões no 1T10, um aumento de 6,9% em razão da contratação de última milha para o atendimento a clientes de dados na área de expansão da Companhia. 16

17 As despesas com propaganda e marketing contabilizaram R$ 7,8 milhões no 1T10, ante R$ 3,7 milhões no 1T09. Este crescimento é decorrente de gastos incorridos no processo de renovação de sua marca. As despesas para a provisão de devedores duvidosos PDD encerraram o trimestre em R$ 5,1 milhões, ante R$ 8,2 milhões no 1T09. Esta queda é resultado do foco e rigor da Companhia nas ações de crédito e cobrança, propiciando uma melhoria nos resultados. Ao final do 1T10, a relação PDD/receita bruta era de 1,1% ante 1,9% no 1T09. 17

18 EBITDA O EBITDA do segmento de Telecom atingiu R$ 90,6 milhões no 1T10, ante R$ 80,6 milhões no 1T09. A margem foi de 32,0%, ante 31% no mesmo trimestre do ano anterior. A melhoria no EBITDA e na margem é decorrente não apenas do crescimento das vendas dos serviços de Telecom mas também do foco na otimização de custos e despesas por parte da Companhia. O segmento de BPO/TI e Consultoria apresentou EBITDA de R$ 9,9 milhões no trimestre, ante R$ 8,7 milhões no 1T09, com margens de 12% e 13% respectivamente. A queda na margem ocorreu em razão de custos incorridos nos processo de estruturação de novas operações por parte da Algar Tecnologia. O EBITDA dos negócios complementares foi de R$ 1,1 milhão no 1T10, ante R$0,0 milhão no 1T09. A margem EBITDA foi de 5% no trimestre, ante 0% no mesmo período do ano passado. A melhoria tanto do EBITDA quanto da margem são decorrentes de uma adequação de contratos promovida pelo negócio de engenharia de redes de Telecom. Como resultado, o EBITDA consolidado da Algar Telecom totalizou R$ 102,2 milhões, ante R$ 89,9 milhões no 1T09, um aumento de 13,7% em virtude tanto da maior receita da Companhia quanto da otimização dos custos e despesas. A margem EBITDA consolidada foi de 28,0% no 1T10 e 27,4% no 1T09. EBITDA emargem 1T09 1T10 Telecom (1) 80,6 90,6 margem 31% 32% BPO/TI e Consultoria 8,7 9,9 margem 13% 12% Negócios Complementares(2) 0,0 1,1 margem 0% 5% EBITDA CONSOLIDADO 89,9 102,2 margem 27,4% 28,0% (1) Negócios de telefonia fixa, celular, comunicação multimídia e TV por assinatura. (2) Negócios de engenharia de redes de telecom elistas eguias telefônicos. 18

19 DESPESAS FINANCEIRAS LÍQUIDAS No 1T10 as despesas financeiras líquidas totalizaram R$ 28,1 milhões, ante R$ 36,0 milhões no 1T09, uma queda de 21,9% em razão, basicamente: (i) da Companhia apresentar um dos mais altos níveis de caixa dos últimos anos, propiciando uma redução de custos financeiros de utilização de recursos de terceiros e maiores receitas financeiras; e (ii) da menor taxa básica de juros e seu reflexo no CDI. RESULTADO DO PERÍODO Como resultado da melhor performance das operações e das menores despesas financeiras, o lucro consolidado, antes das participações, foi de R$ 20,2 milhões no 1T10, frente a R$ 11,6 milhões no 1T09. A margem líquida foi de 5,1%, ante 3,6% no mesmo trimestre do ano anterior. INVESTIMENTOS No 1T10 os investimentos somaram R$ 29,5 milhões, ante R$ 28,4 milhões no 1T09. Dentre os investimentos destacam-se os produtos de dados (26%), o programa i.você (19%), e o segmento de BPO/TI e Consultoria (11%). 19

20 ENDIVIDAMENTO Ao final de março de 2010, a Algar Telecom apresentava uma dívida bruta consolidada de R$ 650,8 milhões, ante R$ 670,4 milhões em dezembro de A dívida líquida, por sua vez, era de R$ 476,7 milhões, 6% inferior à do mesmo trimestre de 2009 em razão da Empresa apresentar uma de suas melhores posições de caixa dos últimos anos resultado tanto da melhor geração de caixa da Companhia quanto da entrada de linhas de créditos de bancos de desenvolvimento. Ressalta-se ainda o constante trabalho da administração da Companhia na otimização do endividamento, com reflexos positivos em seus prazos de amortização. dez/09 mar/10 R$ milhões % R$ milhões % Em 1 ano 150,8 22,2% 144,3 21,9% De 1 a 2 anos 133,2 19,6% 151,4 23,0% De 2 a 3 anos 109,6 16,1% 117,9 17,9% De 3 a 4 anos 108,4 16,0% 110,0 16,7% Após 4 anos 176,8 26,1% 135,9 20,6% Total 678,7 100% 659,4 100% Caixa e equivalentes 162,6 174,2 Créditos com partes relacionadas 8,3 8,5 Dívida líquida 507,8 476,7 INFORMAÇÕES NÃO REVISADAS PELOS AUDITORES INDEPENDENTES O Comentário do Desempenho inclui informações relacionadas a investimentos projetados e realizados, dados operacionais tais como unidades geradoras de receita, linhas em serviço e número de clientes, os quais não fazem parte do escopo de revisão das Informações Trimestrais e conseqüentemente não foram examinadas pela KPMG Auditores Independentes. 20

21 As afirmações contidas neste documento relacionadas a perspectivas sobre os negócios, projeções sobre resultados operacionais e financeiros e aquelas relacionadas a perspectivas de crescimento da Algar Telecom são meramente projeções e, como tais, são baseadas exclusivamente nas expectativas da Companhia sobre o futuro dos negócios. Essas expectativas dependem, substancialmente, de mudanças nas condições de mercado, do desempenho da economia brasileira, do setor e dos mercados internacionais e, portanto, sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Os resultados futuros das operações da Companhia podem divergir das atuais expectativas e o leitor não deve se basear exclusivamente nas posições aqui realizadas. Estas previsões emitem a opinião unicamente na data em que são feitas e a Algar Telecom não se obriga a atualizá-las à luz de novas informações ou de seus desdobramentos futuros. 21

Resultados do 2T08. Destaques. Relações com Investidores

Resultados do 2T08. Destaques. Relações com Investidores Resultados do 2T08 Uberlândia MG, Agosto de 2008 A CTBC Companhia de Telecomunicações do Brasil Central S.A, empresa integrada de telecomunicações com um portfólio completo de serviços, divulga seus resultados

Leia mais

Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009

Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009 Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009 EBITDA atingiu a soma de R$ 391 milhões no ano passado São Paulo, 24 de março de 2010 A Algar Telecom, empresa de telecomunicações do Grupo Algar,

Leia mais

Apresentação de resultados. Algar Telecom 1T10

Apresentação de resultados. Algar Telecom 1T10 Apresentação de resultados Algar Telecom Destaques do Fitch ratings eleva de A para A+(bra) o Rating Nacional de Longo Prazo da Algar Telecom Algar Tecnologia, subsidiária integral da Algar Telecom que

Leia mais

COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO

COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO Uberlândia MG, Maio de 2013 A Algar Telecom, Companhia completa e integrada de telecomunicações e TI, detentora da marca CTBC, divulga seus resultados do 1º Trimestre

Leia mais

Apresentação de resultados. Algar Telecom 3T10

Apresentação de resultados. Algar Telecom 3T10 Apresentação de resultados Algar Telecom Destaques do Lucro Líquido consolidado de R$ 32,8 milhões, 49,5% maior que o do. Margem de 8,6% no, ante 6,2% no. Algar Telecom inicia oferta de varejo (voz, banda

Leia mais

Apresentação de resultados. Algar Telecom 2T10

Apresentação de resultados. Algar Telecom 2T10 Apresentação de resultados Algar Telecom 2T10 Destaques do 2T10 A Algar ficou com a 6 melhor colocação no setor de Telecomunicações e a 1ª no ranking de rentabilidade, conforme publicado pela Revista Exame

Leia mais

Apresentação de resultados. Algar Telecom. Reunião Gerencial, 20/05/2008

Apresentação de resultados. Algar Telecom. Reunião Gerencial, 20/05/2008 Apresentação de resultados Algar Telecom 2008 Agenda Segmentos de negócios Concessão e Expansão Resultados de 2008 Agenda Segmentos de negócios Concessão e Expansão Resultados de 2008 Segmentos de negócios

Leia mais

Número de acessos à internet banda larga atinge 176 mil, um crescimento de 72,7% em relação ao 3T06.

Número de acessos à internet banda larga atinge 176 mil, um crescimento de 72,7% em relação ao 3T06. Resultados do 3T07 Uberlândia MG, novembro de 2007 A CTBC Companhia de Telecomunicações do Brasil Central S.A., empresa integrada de telecomunicações com um portfólio completo de serviços, divulga seus

Leia mais

Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA 1T13. Abril 2013

Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA 1T13. Abril 2013 Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA Abril 2013 1T13 Estratégia RESIDENCIAL Convergência de serviços com crescimento de Banda Larga e TV Paga MOBILIDADE PESSOAL Crescimento do pós e rentabilização

Leia mais

Brasil Telecom. Café da Manhã com Investidores Unibanco. Fevereiro 2003

Brasil Telecom. Café da Manhã com Investidores Unibanco. Fevereiro 2003 Brasil Telecom Café da Manhã com Investidores Unibanco Fevereiro 2003 1 Estratégia 2 Mercado Metas Metas Garantir a liderança na Região II, focando nos clientes de alto valor. Garantir a liderança na Região

Leia mais

Apresentação institucional CTBC 1T07

Apresentação institucional CTBC 1T07 Apresentação institucional CTBC 1T07 1 Visão geral Empresa integrada de telecomunicações - há mais de 53 anos no mercado de telecom - portfolio completo de serviços - forma de atuação regional (proximidade

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 Americana SP, 23 de março de 2005 A VIVAX S.A. (Bovespa: VVAX11), ou Companhia, segunda maior operadora de TV a Cabo do Brasil, em número de assinantes, e uma das principais

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 2010

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 2010 RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 2010 SENHORES ACIONISTAS: A Administração da Algar Telecom ( Companhia, Empresa, ou Algar Telecom ) tem a satisfação de submeter à sua apreciação o Relatório da Administração

Leia mais

Resultados 1T07 10 de maio de 2007

Resultados 1T07 10 de maio de 2007 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 102% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 32% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 1T07. As demonstrações financeiras da Companhia são elaboradas

Leia mais

TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o Terceiro Trimestre de 2005 Publicação, 08 de novembro de 2005 (07 páginas)

TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o Terceiro Trimestre de 2005 Publicação, 08 de novembro de 2005 (07 páginas) TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o Terceiro Trimestre de 2005 Publicação, 08 de novembro de 2005 (07 páginas) Para maiores informações, contatar: Daniel de Andrade Gomes TELEFÔNICA

Leia mais

EMBRATEL PARTICIPAÇÕES TEM RECEITA LÍQUIDA DE R$ 1,5 BILHÕES NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2000, 26 PORCENTO ACIMA DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 1999

EMBRATEL PARTICIPAÇÕES TEM RECEITA LÍQUIDA DE R$ 1,5 BILHÕES NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2000, 26 PORCENTO ACIMA DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 1999 INFORMATIVO Silvia M.R. Pereira Relações com Investidores tel: BR 55 21 519-9662 fax: 55 21 519-6388 Wallace Borges Grecco Relações com a Imprensa tel: BR 21 519-7282 fax: 021-519-8010 EMBRATEL PARTICIPAÇÕES

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2T15. 31 de julho de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2T15 31 de julho de 2015 Magazine Luiza Destaques do 2T15 Vendas E-commerce Ganho consistente de participação de mercado Redução na receita líquida de 10,1% para R$2,1 bilhões

Leia mais

Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ).

Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ). Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 25 de Outubro de 2005. Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ). (Os

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 1T15. 8 de maio de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2015 Magazine Luiza Destaques do Vendas E-commerce Despesas Operacionais EBITDA Luizacred Lucro Líquido Ganhos de market share, principalmente em tecnologia Receita

Leia mais

Algar Telecom. Abril de 2013

Algar Telecom. Abril de 2013 Algar Telecom Abril de 2013 Algar Telecom Portfólio diversificado e complementar. Soluções em Telecom e Tecnologia de Processos de negócios Foco na qualidade de atendimento e relacionamento com seus clientes.

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14. 27 de fevereiro de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14. 27 de fevereiro de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 2014 e 4T14 27 de fevereiro de 2015 Magazine Luiza Destaques 2014 Vendas E-commerce Despesas Operacionais EBITDA Ajustado Luizacred Lucro Líquido Ajustado Crescimento da receita

Leia mais

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 11 de fevereiro de 2010.

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 11 de fevereiro de 2010. Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 11 de fevereiro de 2010. Embratel Participações S.A. ( Embrapar ) (BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,2 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ), 100,0

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) EBITDA 464,6 354,2 527,7 13,6% 49,0%

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) EBITDA 464,6 354,2 527,7 13,6% 49,0% Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 26 de abril de 2006 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (NYSE:EMT;BOVESPA:EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014

Teleconferência de Resultados 1T14 8 de maio de 2014 Teleconferência de Resultados 8 de maio de 2014 Destaques do Expressivo crescimento em vendas mesmas lojas (25,4%) com rentabilidade Crescimento da receita líquida total: 28,5% versus 1T13 R$2,3 bilhões

Leia mais

CONFERENCE CALL DE APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 2T09 - GLOBEX. Rio de Janeiro, 11 de setembro de 2009.

CONFERENCE CALL DE APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 2T09 - GLOBEX. Rio de Janeiro, 11 de setembro de 2009. CONFERENCE CALL DE APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 2T09 - GLOBEX Rio de Janeiro, 11 de setembro de 2009. 1 DRE PRO-FORMA Com objetivo de haver comparabilidade na análise de resultados, os comentários de

Leia mais

Resultados do 1 Trimestre de 2007. GVT (Holding) S.A.

Resultados do 1 Trimestre de 2007. GVT (Holding) S.A. Resultados do 1 Trimestre de 2007 GVT (Holding) S.A. RECEITA LÍQUIDA DA GVT CRESCE 25,2% E EBITDA AJUSTADO ATINGE CRESCIMENTO DE 38,6% NO 1T07 Durante o 1T07 a GVT completou seu IPO que atingiu um acréscimo

Leia mais

TIM Participações S.A. Resultados do 1T06. 5 de Maio de 2006

TIM Participações S.A. Resultados do 1T06. 5 de Maio de 2006 TIM Participações S.A. Resultados do 5 de Maio de 2006 1 Principais realizações Desempenho do Mercado Desempenho Financeiro 2 Status da Reestruturação Corporativa Principais realizações Melhorando a Estrutura

Leia mais

Divulgação de Resultados do 2º Trimestre de 2008

Divulgação de Resultados do 2º Trimestre de 2008 GVT (Holding) S.A. Divulgação de Resultados do 2º Trimestre de 2008 Curitiba, 14 de julho de 2008 Curitiba, 14 de julho de 2008: A GVT (Holding) S.A. (Bovespa: GVTT3, Reuters: GVTT3.SA e Bloomberg GVTT3:BZ),

Leia mais

Resultados 3T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro de 2014.

Resultados 3T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro de 2014. Resultados 3T14_ Novembro de 2014. Disclaimer Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes, um detalhamento

Leia mais

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos.

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos. São Paulo, 14 de maio de 2012 - A Unidas S.A. anuncia os seus resultados do primeiro trimestre de 2012 (). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto quando indicado o contrário.

Leia mais

EARNINGS RELEASE 2T12 e 1S12

EARNINGS RELEASE 2T12 e 1S12 São Paulo, 15 de agosto de 2012 - A Inbrands S.A. ( Inbrands ou Companhia ), uma empresa de consolidação e gestão de marcas de lifestyle e moda premium do Brasil, anuncia hoje os resultados do segundo

Leia mais

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA APRESENTAÇÃO CORPORATIVA Julho de 2011 Mercado Brasileiro de Telecomunicações Oi: Perfil, Cobertura e Estratégia Resultados Operacionais e Financeiros Aliança com a Portugal Telecom e Aumento de Capital

Leia mais

Tele Celular Sul. Apresentação dos Resultados do 1º Trimestre/2002

Tele Celular Sul. Apresentação dos Resultados do 1º Trimestre/2002 Tele Celular Sul Apresentação dos Resultados do 1º Trimestre/2002 8 de Maio, 2002 Agenda Estratégia Operacional Realizações no 1º Trimestre/2002 Estratégia Operacional Ações para 2002 Capacidade do CRM

Leia mais

Destaques do trimestre

Destaques do trimestre Resultados 3T12 Destaques do trimestre 1 Empresa integrada é líder no índice de satisfação do cliente 2 Líder indiscutível nos segmentos de maior receita com foco na geração de valor 3 Melhora sequencial

Leia mais

Relatório da Administração 2008

Relatório da Administração 2008 1 Base de clientes (mil) 1.202 A ALGAR TELECOM EM NÚMEROS 11,84% 1.344 Receita bruta - R$ milhões 1.501 11,4% 1.673 2007 2008 2007 2008 Lucro líquido - R$ milhões 25 121,2% 56 2007 2008 Aos acionistas:

Leia mais

RESULTADOS DO 1T11. Destaques do Resultado

RESULTADOS DO 1T11. Destaques do Resultado RESULTADOS DO 1T11 CAPTAÇÃO RECORDE com mais de 73 mil novos alunos (24% acima do 1T10) Aumento de 21% no EBITDA, que totalizou R$48 milhões, e ganho de 1,9 p.p. na Margem, que atingiu 17,4% no 1T11 Rio

Leia mais

Divulgação de resultados 3T13

Divulgação de resultados 3T13 Brasil Brokers divulga seus resultados do 3º Trimestre do ano de 2013 Rio de Janeiro, 13 de novembro de 2013. A Brasil Brokers Participações S.A. (BM&FBovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no

Leia mais

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000)

DESTAQUES NO PERÍODO. Dados Financeiros (R$ x 1.000) Blumenau SC, 27 de julho de 2007 A Cremer S.A. (Bovespa: CREM3), distribuidora de produtos para a saúde e também líder na fabricação de produtos têxteis e adesivos cirúrgicos, anuncia hoje seus resultados

Leia mais

A TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE DE 2000 E DO ANO DE 2000

A TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE DE 2000 E DO ANO DE 2000 TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. João Cox Vice Presidente de Finanças e Diretor de Relações com Investidores jcox@telepart.com.br 0XX61-429-5600 Leonardo Dias Gerente de Relações com Investidores

Leia mais

Resultados do 4T05 e do ano de 2005

Resultados do 4T05 e do ano de 2005 Resultados do 4T05 e do ano de 2005 Teleconferência 24/03/2006 1 Considerações Futuras Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais

Leia mais

Resultados 1T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Maio, 2015.

Resultados 1T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Maio, 2015. Resultados _ Relações com Investidores Maio, 2015. Disclaimer Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes,

Leia mais

Expomoney São Paulo. Setembro de 2012

Expomoney São Paulo. Setembro de 2012 Expomoney São Paulo Setembro de 2012 Contax Visão Geral Contact Center Brasil Resultados Financeiros Contax Visão Geral GRUPO CONTAX Principais serviços: Atendimento, Cobrança, Televendas, Retenção, Trade

Leia mais

Teleconferência. Resultados do 2 o Trimestre de 2007

Teleconferência. Resultados do 2 o Trimestre de 2007 Teleconferência Resultados do 2 o Trimestre de 2007 Aviso Legal Este documento contém declarações futuras, que podem ser identificadas por palavras como espera, pretende, planeja, acredita, procura, estima

Leia mais

Teleconferência de Resultados 3T15. 10 de novembro de 2015. Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 3T15. 10 de novembro de 2015. Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 3T15 10 de novembro de 2015 Magazine Luiza Destaques do 3T15 Vendas E-commerce Ganho de participação de mercado com aumento da margem bruta Receita bruta consolidada de R$2,4

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 1. Introdução Em 31 de dezembro de 2014 a SANEAGO operava os sistemas de abastecimento de água e coleta e/ou tratamento de esgoto de 225 dos 246 municípios do Estado de Goiás,

Leia mais

Net Serviços de Comunicação S.A. Resultados 2T09

Net Serviços de Comunicação S.A. Resultados 2T09 Net Serviços de Comunicação S.A. Resultados 2T09 1 DESTAQUES DO 2T09 2 Base de Clientes TV a Cabo: 3,5 milhões Base de Clientes Net Vírtua: 2,6 milhões Base de Clientes em Voz: 2,3 milhões ARPU: oportunidade

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011 Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011 São Paulo, 22 de março de 2012 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis

Leia mais

1T11 RESULTADOS. Relações com Investidores. Uberlândia MG, Maio de 2011 A Algar Telecom, Empresa integrada de telecomunicações

1T11 RESULTADOS. Relações com Investidores. Uberlândia MG, Maio de 2011 A Algar Telecom, Empresa integrada de telecomunicações RESULTADOS 1T11 Uberlândia MG, Maio de 2011 A Algar Telecom, Empresa integrada de telecomunicações Algar Telecom com Comentário um portfólio de completo Desempenho de serviços, Consolidado divulga seus

Leia mais

Divulgação de Resultados 1º Trimestre de 2009

Divulgação de Resultados 1º Trimestre de 2009 GVT (Holding) S.A. Divulgação de Resultados 1º Trimestre de 2009 Curitiba, 22 de Abril de 2009 Curitiba, 22 de abril de 2009: A GVT (Holding) S.A. (Bovespa: GVTT3, Reuters: GVTT3.SA e Bloomberg GVTT3:BZ),

Leia mais

2002 - Serviços para empresas

2002 - Serviços para empresas 2002 - Serviços para empresas Grupo Telefónica Data. Resultados Consolidados 1 (dados em milhões de euros) Janeiro - Dezembro 2002 2001 % Var. Receita por operações 1.731,4 1.849,7 (6,4) Trabalho para

Leia mais

METANOR S.A. Metanol do Nordeste Camaçari - Bahia - Brasil Relatório da Administração de 2011

METANOR S.A. Metanol do Nordeste Camaçari - Bahia - Brasil Relatório da Administração de 2011 METANOR S.A. Camaçari - Bahia - Brasil Relatório da Administração de 2011 Senhores Acionistas, Em conformidade com as disposições legais e estatutárias, a administração da METANOR S.A. submete à apreciação

Leia mais

Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p.

Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p. Lucro Líquido de R$ 239 milhões no 1T15, crescimento de 34%; Margem EBITDA de 9,6%, com aumento de 0,7 p.p. No 1T15, a receita líquida totalizou R$ 5,388 bilhões, estável em relação ao 1T14 excluindo-se

Leia mais

EARNINGS RELEASE 1T12

EARNINGS RELEASE 1T12 São Paulo, 16 de maio de 2012 - A Inbrands S.A. ( Inbrands ou Companhia ), uma empresa de consolidação e gestão de marcas de lifestyle e moda premium do Brasil, anuncia hoje os resultados do 1º trimestre

Leia mais

Destaques do Período. Crescimento de dois dígitos em Reservas Confirmadas e Embarcadas, EBITDA e Lucro Líquido Ajustado no 2T15

Destaques do Período. Crescimento de dois dígitos em Reservas Confirmadas e Embarcadas, EBITDA e Lucro Líquido Ajustado no 2T15 Santo André, 05 de Agosto de 2015: CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens S.A. (BM&FBOVESPA: CVCB3), maior operadora de turismo das Américas, informa aos seus acionistas e demais participantes do mercado

Leia mais

Teleconferência de Resultados. Desempenho do 4T 2013 e de 2013. MAHLE Metal Leve S.A. 20 de março de 2014 12h00 (horário de Brasília) 1 MAHLE

Teleconferência de Resultados. Desempenho do 4T 2013 e de 2013. MAHLE Metal Leve S.A. 20 de março de 2014 12h00 (horário de Brasília) 1 MAHLE Teleconferência de Resultados Desempenho do 4T 2013 e de 2013 MAHLE Metal Leve S.A. 20 de março de 2014 12h00 (horário de Brasília) 1 Destaques 2013 Receita Líquida de Vendas de R$ 2.393,8 milhões em 2013,

Leia mais

Apresentação de Resultados 1T15

Apresentação de Resultados 1T15 Apresentação de Resultados 1T15 1 Destaques do Período Início da operação comercial de quatro parques do LEN A-3 2011 Início da operação comercial: 04 de março de 2015 Os outros 5 parques serão conectados

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 2º Trimestre de 2013

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 2º Trimestre de 2013 . São Paulo, 06 de agosto de 2013 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis e com grande presença nas classes populares do Brasil, divulga seus

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS De acordo com o comando a que cada um dos itens de 51 a 120 se refira, marque, na folha de respostas, para cada item: o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado com

Leia mais

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T15

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T15 TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T15 RESULTADOS FINANCEIROS CONSOLIDADOS RECEITA LÍQUIDA 300,1 361,1 20,3% EBITDA AJUSTADO 56,5 68,7 21,6% MARGEM EBITDA AJUSTADO 1 17,9% 18,4% 0,5 p.p. LUCRO LÍQUIDO AJUSTADO

Leia mais

Teleconferência de Resultados. 4T12 e 2012

Teleconferência de Resultados. 4T12 e 2012 Teleconferência de Resultados e 2012 28 de fevereiro de 2013 Aviso Legal Algumas das informações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T11

Teleconferência de Resultados 1T11 Teleconferência de Resultados 1T11 13 de Maio de 2011 Aviso Legal Algumas das informações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar

Leia mais

Divulgação de Resultado Consolidado

Divulgação de Resultado Consolidado Divulgação de Resultado Consolidado 4º Trimestre 2006 Não Auditado Brasília, 30 de janeiro de 2007 BRTO3: R$ 25,70 / 1.000 ações BRTO4: R$ 9,90 / 1.000 ações BTM: US$ 13,84 / ADR Valor de Mercado: R$ 9.497,0

Leia mais

Hering inicia o ano com crescimento de 41% do EBITDA e salto de 35% em vendas

Hering inicia o ano com crescimento de 41% do EBITDA e salto de 35% em vendas Blumenau, 07 de maio de 2008 Cia. Hering (Bovespa: HGTX3), uma das maiores empresas de varejo e design de vestuário do Brasil, divulga os resultados do 1º trimestre de 2008 (1T08). As informações operacionais

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 1º Trimestre de 2013

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 1º Trimestre de 2013 . São Paulo, 13 de maio de 2013 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis e com grande presença nas classes populares do Brasil, divulga seus

Leia mais

Resultados 3T06 8 de novembro de 2006

Resultados 3T06 8 de novembro de 2006 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 49% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 35% MARGEM DE EBITDA ATINGIU 29% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 3T06. As demonstrações financeiras

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T14

Divulgação de Resultados 1T14 Divulgação de Resultados 1T14 A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private-equity ( Fundos

Leia mais

Earnings Release 1T15

Earnings Release 1T15 Santo André, 05 de maio de 2015: A CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens S.A. (BM&FBOVESPA: CVCB3), maior operadora de turismo das Américas, informa aos seus acionistas e demais participantes do mercado

Leia mais

metanor s.a. METANOR S.A. Metanol do Nordeste Camaçari - Bahia - Brasil Relatório da Administração de 2010 Metanol do Nordeste

metanor s.a. METANOR S.A. Metanol do Nordeste Camaçari - Bahia - Brasil Relatório da Administração de 2010 Metanol do Nordeste METANOR S.A. Camaçari - Bahia - Brasil Relatório da Administração de 2010 Senhores Acionistas, Em conformidade com as disposições legais e estatutárias, a administração da METANOR S.A. submete à apreciação

Leia mais

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015

RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 RESULTADOS 2T15 Teleconferência 10 de agosto de 2015 AVISO Nesta apresentação nós fazemos declarações prospectivas que estão sujeitas a riscos e incertezas. Tais declarações têm como base crenças e suposições

Leia mais

Divulgação de Resultados 2014

Divulgação de Resultados 2014 São Paulo - SP, 10 de Fevereiro de 2015. A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private-equity

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T15

Divulgação de Resultados 1T15 São Paulo - SP, 06 de Maio de 2015. A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private equity

Leia mais

Resultados do 1T14 09 de Maio de 2014

Resultados do 1T14 09 de Maio de 2014 Resultados do T4 09 de Maio de 204 Destaques do T4 x T3 FINANCEIROS Receita Bruta: R$ 287,6 milhões 7,6% Lucro Líquido Ajustado (cash earnings): R$ 33,3 milhões 4,7% Unidade de Títulos e Valores Mobiliários:

Leia mais

Resultados 2T12 FLRY 3. Agosto / 2012

Resultados 2T12 FLRY 3. Agosto / 2012 Resultados 2T12 FLRY 3 Agosto / 2012 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2012 Aviso Legal Esta apresentação pode conter informações sobre eventos futuros. Tais informações não seriam apenas fatos históricos,

Leia mais

4 T 10 RESULTADOS DO 4T10. Dados em 31/12/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 16,00. Valor de Mercado R$ 338,0 milhões

4 T 10 RESULTADOS DO 4T10. Dados em 31/12/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 16,00. Valor de Mercado R$ 338,0 milhões 4 T 10 Passo Fundo, 14 de março de 2011 A Grazziotin (BM&FBOVESPA: CGRA3 e CGRA4), empresa de comércio varejista do segmento de vestuário e utilidades domésticas, localizada na região sul do país, divulga

Leia mais

Resultados 4T13_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Fevereiro, 2014.

Resultados 4T13_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Fevereiro, 2014. Resultados 4T13_ Fevereiro, 2014. Destaques do 4T13 e ano de 2013 DESTAQUES Móvel Fixo Operacional Sustentando o crescimento superior em adições de pós-pago resultando em uma maior adoção de dados e crescimento

Leia mais

Press Release 2T15 12/08/2015

Press Release 2T15 12/08/2015 Press Release 2T15 12/08/2015 Sumário 1. Destaques do período... 4 2. Sumário de resultados... 5 3. Receita bruta... 6 3.1 Produtos de bancassurance... 6 3.1.1 Vida... 7 3.1.2 Habitacional... 7 3.1.3 Prestamista...

Leia mais

Número de operações: 93

Número de operações: 93 APIMEC Maio de 2010 PRESENÇA GEOGRÁFICA 2 Número de operações: 93 Principais cidades São Paulo Rio de Janeiro Belo Horizonte Recife Brasília Manaus Curitiba Florianópolis Porto Alegre Guarulhos Ponta Grossa

Leia mais

ARTERIS TRANSCRIÇÃO DA TELECONFERÊNCIA RESULTADOS DO 2T15

ARTERIS TRANSCRIÇÃO DA TELECONFERÊNCIA RESULTADOS DO 2T15 1 ARTERIS TRANSCRIÇÃO DA TELECONFERÊNCIA RESULTADOS DO 2T15 Operadora: Bom dia senhoras e senhores, e obrigada por aguardarem. Sejam bem-vindos à teleconferência da Arteris, para discussão dos resultados

Leia mais

Apresentação de Resultados 4T11. 1º de Março de 2012

Apresentação de Resultados 4T11. 1º de Março de 2012 Apresentação de Resultados 4T11 1º de Março de 2012 Contax Visão Geral GRUPO CONTAX Operação em 4 países: Brasil, Colômbia, Argentina e Peru Líder na América Latina em serviços de relacionamento com consumidores

Leia mais

Operadora: Indicadores econômico-financeiros

Operadora: Indicadores econômico-financeiros Número 02 São Paulo, 13 de agosto de 2013 Operadora: Indicadores econômico-financeiros RESUMO A GVT tem apresentado variações positivas significativas na quantidade de acessos nos últimos três anos, e

Leia mais

Relações com Investidores

Relações com Investidores São Paulo, 14 de novembro de 2011 A Inbrands anuncia hoje os resultados do terceiro trimestre de 2011 (3T11). Bruno Medeiros CEO Relações com Investidores Arnaldo Faissol Mendes CFO e Diretor de RI Clarice

Leia mais

AVISO LEGAL. A VALID isenta-se expressamente do dever de atualizar qualquer uma das declarações e informações prospectivas.

AVISO LEGAL. A VALID isenta-se expressamente do dever de atualizar qualquer uma das declarações e informações prospectivas. APIMEC VALID 2013 AVISO LEGAL Esta apresentação pode conter declarações e informações que constituem previsões para o futuro. Tais declarações e informações prospectivas são unicamente previsões e não

Leia mais

Discussão dos Resultados 1T10. 07 de Maio de 2010

Discussão dos Resultados 1T10. 07 de Maio de 2010 Discussão dos Resultados 1T10 07 de Maio de 2010 0 Aviso Esta apresentação poderá conter certas projeções e tendências que não são resultados financeiros realizados, nem informação histórica. Estas projeções

Leia mais

Divulgação de Resultados do 4 Trimestre de 2007. Curitiba, 14 de janeiro de 2008

Divulgação de Resultados do 4 Trimestre de 2007. Curitiba, 14 de janeiro de 2008 Divulgação de Resultados do 4 Trimestre de 2007 Curitiba, 14 de janeiro de 2008 No 4T07, a receita da GVT aumentou 29%, a receita relativa ao core business cresceu 37%, o EBITDA aumentou 41% alcançando

Leia mais

RESULTADOS 3T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 4 de novembro de 2011

RESULTADOS 3T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 4 de novembro de 2011 RESULTADOS 3T11 Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades 4 de novembro de 2011 ELETRO GPA ALIMENTAR AGENDA RESULTADOS Supermercados Proximidade Atacarejo Postos e Drogarias Hipermercado Lojas Especializadas

Leia mais

BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO

BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO BUSINESS TO WORLD COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO Teleconferência e Webcast de Resultados Sexta-feira, 5 de novembro de 2010 Horário: 12:00 p.m. (Brasil) 10:00 a.m. (US EDT) Telefone: +55 (11) 4688.6361 Código:

Leia mais

Resultados 2005 Resultados 2005

Resultados 2005 Resultados 2005 Resultados 2005 Resultados 2005 Resultados 1T06 Bovespa: RSID3 NYSE (ADR): RSR2Y Receita Líquida alcança R$ 85,2 milhões VGV totaliza R$ 94,3 milhões Vendas contratadas crescem 63% São Paulo, 11 de maio

Leia mais

AGENDA. Destaques do Período Rede de Lojas e Desempenho de Vendas Desempenho Econômico Financeiro

AGENDA. Destaques do Período Rede de Lojas e Desempenho de Vendas Desempenho Econômico Financeiro 1 Aviso Legal Bento Gonçalves, RS, 20 de março de 2015. A Unicasa Indústria de Móveis S.A. (BM&FBOVESPA: UCAS3, Bloomberg: UCAS3:BZ, Reuters: UCAS3.SA), uma das maiores empresas do setor de móveis planejados

Leia mais

RESULTADOS 2T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 26 de julho de 2011

RESULTADOS 2T11. Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades. 26 de julho de 2011 RESULTADOS 2T11 Grupo Pão de Açúcar e Globex Utilidades 26 de julho de 2011 DESTAQUES DO 2T11 Impacto macroeconômico > IPCA 12 meses: +6,7% > Crescimento real GPA Alimentar: +2,3% > Aumento taxa Selic

Leia mais

Resultados 2014 Fevereiro, 2015

Resultados 2014 Fevereiro, 2015 Resultados Fevereiro, 2015 Destaques do e Afluência na região SE/CO em de 69% da MLT 1 (vs. 102% em ) Hidrologia Nível de reservatórios das usinas da AES Tietê encerraram em 34,7% vs. 51,1% em Rebaixamento

Leia mais

Anhanguera reporta crescimento de 139,1% na Receita Líquida e de 103,0% no EBITDA Ajustado no ano de 2008. 03 de abril de 2009 03 de abril de 2009

Anhanguera reporta crescimento de 139,1% na Receita Líquida e de 103,0% no EBITDA Ajustado no ano de 2008. 03 de abril de 2009 03 de abril de 2009 Anhanguera reporta crescimento de 139,1% na Receita Líquida e de 103,0% no EBITDA Ajustado no ano de 2008 www.unianhanguera.edu.br 4T08 Ricardo Scavazza Vice Presidente Operacional e Relações com Investidores

Leia mais

RESULTADOS BRASIL BROKERS

RESULTADOS BRASIL BROKERS RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre 2010 Esta apresentação não constitui uma oferta, convite ou pedido de qualquer forma, para a subscrição ou compra de ações ou qualquer outro instrumento financeiro,

Leia mais

Número 03 São Paulo, 15 de julho de 2013. Operadora: Indicadores econômico-financeiros

Número 03 São Paulo, 15 de julho de 2013. Operadora: Indicadores econômico-financeiros Número 03 São Paulo, 15 de julho de 2013 Operadora: Indicadores econômico-financeiros 1. Desempenho Operacional A Claro encerrou 2012 com 65,2 milhões de celulares no país, variação de 8% em relação a

Leia mais

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2015 (1T15 ) Resultados 1T15. www.lojasrenner.com.br/ri Página 0 de 9

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2015 (1T15 ) Resultados 1T15. www.lojasrenner.com.br/ri Página 0 de 9 Resultados 1T15 www.lojasrenner.com.br/ri Página 0 de 9 LOJAS RENNER S.A. Companhia constituída em 1965 e de capital aberto desde 1967. Capital totalmente pulverizado desde 2005, com 100% de free float,

Leia mais

RELATÓRIO TRIMESTRAL 4T14 2014. Informações e Resultados Consolidados (Não Auditados) Oi S.A. www.oi.com.br/ri. Relações com Investidores

RELATÓRIO TRIMESTRAL 4T14 2014. Informações e Resultados Consolidados (Não Auditados) Oi S.A. www.oi.com.br/ri. Relações com Investidores 4T14 2014 Relações com Investidores RELATÓRIO TRIMESTRAL Informações e Resultados Consolidados (Não Auditados) Este relatório contempla o desempenho operacional e financeiro da Oi S.A. e de suas controladas

Leia mais

Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa

Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa Análise XP Fundamentos Senior Solution (SNSL3) Conhecendo a empresa A Empresa A Senior Solution está presente, há mais de 17 anos, no segmento de Tecnologia da Informação no mercado brasileiro, sendo uma

Leia mais

Brasil Telecom. Gigantes dos Mercados Emergentes UBS Warburg. Dezembro de 2002

Brasil Telecom. Gigantes dos Mercados Emergentes UBS Warburg. Dezembro de 2002 Brasil Telecom Gigantes dos Mercados Emergentes UBS Warburg Dezembro de 2002 1 OSetor de Telecomunicações no Brasil 2 Empresas de Telefonia Fixa Região IV (Somente Longa Distância) Preço Mínimo: US$1.548

Leia mais

Receita Operacional Líquida no trimestre de R$ 1.559,7 milhões (+7,0%) e acumulada de R$ 5.656,2 milhões (+11,3%)

Receita Operacional Líquida no trimestre de R$ 1.559,7 milhões (+7,0%) e acumulada de R$ 5.656,2 milhões (+11,3%) Resultados 4º Trimestre e Acumulado 2006 Web Conference Xx de Março de 2007 Erik Breyer Diretor Financeiro e de Relações com Investidores DESTAQUES Receita Operacional Líquida no trimestre de R$ 1.559,7

Leia mais

Divulgação de Resultados do 4T10

Divulgação de Resultados do 4T10 Divulgação de Resultados do 4T10 23 de fevereiro de 2011 Aviso Importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros.tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia,

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - TECNISA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 31/03/2012 - TECNISA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais