COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO"

Transcrição

1 COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO Uberlândia MG, Maio de 2013 A Algar Telecom, Companhia completa e integrada de telecomunicações e TI, detentora da marca CTBC, divulga seus resultados do 1º Trimestre de 2013 (1T13). As informações financeiras e operacionais consolidadas da Companhia foram elaboradas de acordo com os Padrões Internacionais de Demonstrações Financeiras (International Financial Reporting Standards IFRS), Lei das Sociedades Anônimas do Brasil e normas da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), em moeda local (Reais - R$). As comparações, exceto quando indicado o contrário, são feitas em relação ao 1º trimestre de 2012 (1T12). DESTAQUES 1T13 Crescimento de 16,8% nas Unidades Geradoras de Receitas, atingindo mais de 2,4 milhões; EBITDA atinge R$ 94,5 milhões, evolução de 10,4% em relação ao 1T12. Margem de 22%, ante 20% no 1T12; Lucro líquido alcança R$ 16,6 milhões, 10,2% superior ao do 1T12, com margem de 4%. Contatos de Relações com Investidores (+55 34) Rua José Alves Garcia, Uberlândia - MG

2 PERFIL CORPORATIVO A Algar Telecom, Companhia Aberta desde 2007, não listada em bolsa, é uma empresa completa e integrada de telecomunicações e TI, que se diferencia pelo atendimento eficaz e relacionamento próximo ao cliente. Seu portfólio completo de produtos e serviços está distribuído em três segmentos de negócios: TELECOM TECNOLOGIA DE PROCESSOS DE NEGÓCIOS NEGÓCIOS COMPLEMENTARES Reúne os serviços de telefonia fixa, internet banda larga, comunicação de dados, telefonia móvel e TV por assinatura. Soluções tecnológicas para processos de negócios por meio de Business Process Outsourcing(BPO) e Tecnologia da Informação (TI). Concentra os serviços de engenharia de telecomunicações e de listas e guias telefônicos. 76% 19% 5% Contribuição do segmento para a receita bruta consolidada do 1T13. TELECOM Os serviços de telecomunicações são prestados em duas áreas distintas, concessão e autorização. A área de concessão, onde a Companhia opera há 59 anos, é formada por 87 municípios distribuídos nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Goiás e Mato Grosso do Sul. Nesta região, a Algar Telecom oferta serviços de telefonia fixa e móvel, internet banda larga, comunicação de dados e TV aos segmentos residencial e empresarial. A Algar Telecom tem, ainda, autorização para prestar serviços de voz, dados e TV em todo o País. Nesse segmento iniciou sua expansão geográfica selecionando as regiões de maior interesse comercial em torno de seu backbone. Atualmente, sua área de autorização abrange as principais capitais do Brasil e seus entornos, incluindo, São Paulo, Campinas, Ribeirão Preto, Araraquara, São Carlos, São José do Rio Preto, Goiânia, Brasília, Belo Horizonte, Divinópolis, Juiz de Fora, Rio de Janeiro e Curitiba. Nesta área, de importante potencial de crescimento, o foco da Algar Telecom é a oferta de soluções de voz e dados ao mercado empresarial. Em novembro de 2011, a Companhia deu mais um passo em sua expansão geográfica, passando a atuar, por meio da marca CTBC, no varejo de 19 novas cidades de Minas Gerais (DDD 34, 35 e 37).

3 TELECOM: Áreas de atuação TECNOLOGIA DE PROCESSOS DE NEGÓCIOS A Algar Tecnologia atua no mercado corporativo há mais de 13 anos, oferecendo soluções em tecnologia de processos de negócios por meio de infraestrutura de TI, serviços gerenciados, aplicações de negócios, gestão de negócios e relacionamento com o cliente. Em infraestrutura de TI, a Empresa possui três data centers estrategicamente localizados que servem a todo o Brasil e exterior. Já em serviços gerenciados, a Algar Tecnologia oferece soluções de service desk, gestão de ativos de TI, entre outros. Completam ainda o portfólio de TI as soluções de aplicações de negócios com licenciamento, sustentação, consultoria e fábrica de software. Em gestão de negócios, a Empresa oferece gestão de risco de crédito e na linha de relacionamento com o cliente, atendimento, televendas e gestão da experiência do cliente. Tudo isso com o apoio de um time de mais de 10 mil profissionais que usam cerca de 7,5 mil posições de trabalho.

4 NEGÓCIOS COMPLEMENTARES Por meio da Engeset, empresa fundada há 20 anos, a Companhia oferece soluções completas em infraestrutura de tecnologia da informação e telecomunicações. Com diversas unidades de negócios espalhadas por todo o País, visando garantir um atendimento ágil e eficiente aos clientes, a Engeset tem mais de 20 mil km de rotas ópticas implantadas e mais de 23 mil km sob sua manutenção, além dos certificados e premiações conquistadas ao longo dos anos. A subsidiária Algar Mídia, por sua vez, dispõe de veículos de comunicação como a lista telefônica Sabe e o Guia Sei, além de versão online, o Netsabe site de buscas com os conteúdos das listas e guias - e o jornal Correio de Uberlândia - versões impressa e on-line. Finalmente, a Rede Alooh, rede de mídia out-of-home, uma recém-lançada frente de negócio com atuação on-line e off-line.

5 DESEMPENHO OPERACIONAL TELECOM Ao final do 1T13, a Algar Telecom apresentava mais de 2,4 milhões de unidades geradoras de receitas (UGR) em seu segmento de TELECOM, um crescimento de 16,8% em relação ao 1T12 impulsionado por todos os serviços. Unidades Geradoras de Receitas UGR Em mil Em % 16,8% % % UGRs 46% 32% T12 1T13 Telefonia fixa Telefonia Celular Banda larga TV Banda Larga O serviço de banda larga atingiu 420 mil acessos, um incremento de 16,3% em relação ao 1T12, refletindo o crescimento tanto da base de banda larga fixa quanto móvel. A banda larga fixa (ADSL) evoluiu 8,5% em virtude principalmente dos pacotes com planos de internet Ultra Banda Larga, de até 100 Mbps. Na tecnologia 3G, importante complemento de oferta, o número de clientes ao final do trimestre superou em 55,3% o do 1T12, passando de 60 mil para 93 mil.

6 TV por Assinatura A base de clientes de TV por Assinatura totalizou 120 mil ao final trimestre, um aumento de 23,3% se comparado ao 1T12, quando registrou 98 mil. Desde dezembro de 2012 a Companhia oferece 44 canais HD tanto para planos de TV a cabo quanto satélite. Telefonia Fixa A Companhia encerrou o trimestre com 1,102 milhão de linhas fixas, um crescimento de 14,0% em relação ao mesmo período do ano anterior impulsionado tanto pela área de concessão quanto pela autorização. Na concessão, os pacotes que combinam telefonia fixa, banda larga e TV permitiram a evolução de 714 mil para 774 mil linhas fixas. Na área de autorização, o incremento foi de 30,1%, passando de 253 mil para 329 mil linhas, reflexo da conquista de clientes corporativos nas cidades em torno do backbone. Telefonia Móvel No 1T13, o número de clientes de telefonia móvel somou 764 mil, superando em 20,2% o registrado no 1T12. Esse desempenho é resultado das novas campanhas e pacotes mais competitivos ofertados pela Companhia, desde o início do ano, principalmente para o segmento pré-pago. O número de clientes pré-pagos cresceu 29,3%, passando de 428 mil no 1T12 para 553 mil no 1T13. Dados operacionais 1T12 1T13 % var. UNIDADES GERADORAS DE RECEITAS (MIL) ,8% Telefonia fixa ,0% Autorização ,1% Concessão ,4% Banda larga ,3% ADSL ,5% Móvel ,3% Telefonia móvel ,2% Pré-paga ,3% Pós-paga ,3% TV ,3%

7 DESEMPENHO ECONÔMICO-FINANCEIRO RECEITA BRUTA CONSOLIDADA A receita bruta consolidada da Algar Telecom somou R$ 558,5 milhões no 1T13, praticamente estável quando comparada ao 1T12, quando somou R$ 559,7 milhões. Este resultado é decorrente da combinação entre maiores receitas de dados, engenharia de telecomunicações e TV por assinatura e menores receitas de voz fixa, interconexão e tecnologia de processos de negócios. A queda das receitas e dos custos de interconexão, no negócio móvel, foi decorrente de dois fatores: (i) do impacto regulatório da redução da VUM a partir de fevereiro de 2012, com a edição do Regulamento sobre Critérios de Reajuste das Tarifas das Chamadas do STFC envolvendo redes de SMP e SME, aprovado pela Resolução nº 576 de 2011, e (ii) das ações de aprimoramento do ambiente concorrencial aprovadas pela ANATEL, em novembro de 2012, por meio da Resolução nº 600 de 2012, com o Plano Geral de Metas de Competição - PGMC. As regras do PGMC, ao alterarem a metodologia de cobrança do tráfego móvel-móvel local propiciaram, para a Algar Telecom, a oferta de planos mais competitivos na telefonia móvel, além da queda de receitas e custos de interconexão, com impacto positivo na margem EBITDA. Ao final do trimestre, a receita total da Companhia era assim distribuída: negócio fixo (63%), negócio móvel (13%), tecnologia de processos de negócios (19%) e negócios complementares (5%). É importante mencionar que, a partir deste trimestre (1T13), a Companhia decidiu realizar algumas alterações no agrupamento de suas receitas de forma a dar, em sua divulgação de resultados, uma visão atualizada sobre a forma como a Companhia tem acompanhado seus negócios.

8 R$ milhões 1T12 1T13 % var. RECEITA BRUTA 559,7 558,5-0,2% TELECOM 425,7 426,6 0,2% NEGÓCIO FIXO 349,0 353,0 1,2% SERVIÇOS DE VOZ FIXA 118,3 95,0-19,6% USO DE REDE 16,3 18,4 12,7% DADOS 186,1 204,2 9,7% TV POR ASSINATURA 19,1 23,3 22,4% OUTROS SERVIÇOS 9,2 12,0 31,3% NEGÓCIO MÓVEL 76,7 73,6-4,0% SERVIÇOS DE VOZ MÓVEL 48,0 51,3 6,8% BANDA LARGA 7,0 9,6 37,9% INTERCONEXÃO 15,1 5,6-62,8% SERVIÇOS DE VALOR AGREGADO 1,9 2,1 15,2% APARELHOS E ACESSÓRIOS 4,7 4,9 4,4% OUTROS SERVIÇOS - - 0,0% TEC. DE PROCESSOS DE NEGÓCIOS 110,5 103,9-6,0% NEGÓCIOS COMPLEMENTARES 23,5 27,9 19,0% ENGENHARIA DE TELECOM 19,9 24,0 20,4% LISTAS E GUIAS TELEFÔNICOS 3,5 3,9 10,8% Impostos e Deduções (122,9) (128,2) 4,4% RECEITA LÍQUIDA 436,8 430,2-1,5% TELECOM NEGÓCIO FIXO A receita bruta consolidada do negócio fixo contabilizou R$ 353,0 milhões, 1,2% superior à registrada no 1T12. Serviços de voz fixa As receitas dos serviços de voz fixa somaram R$ 95,0 milhões no trimestre, uma queda de 19,6% em relação ao 1T12. Esse resultado é explicado pela redução das receitas de telefonia local, longa distância e da retração na venda de cartões. Estas reduções são decorrentes, sobretudo, do crescimento da planta móvel do País, com consequente aumento do tráfego móvel-móvel. Uso de rede As receitas de interconexão aumentaram R$ 2,1 milhões (12,7%) em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, totalizando R$ 18,4 milhões em razão, sobretudo, da maior receita de terminação de tráfego.

9 Dados As receitas de dados cresceram 9,7% quando comparadas ao 1T12, atingindo R$ 204,2 milhões. Essa evolução é decorrente do crescimento tanto dos serviços de banda larga (18,8%), em virtude do aumento da base de clientes e da migração de clientes para planos de maior ticket médio, quanto dos serviços de dados prestados ao mercado corporativo (8,7%). TV por assinatura No 1T13 as receitas de TV por assinatura da Companhia apresentaram evolução de 22,4%, atingindo R$ 23,3 milhões impulsionadas pelas novas ofertas e a maior competitividade do produto, com maior número de canais e digitalização da rede. Outros serviços As receitas com outros serviços encerraram o trimestre em R$ 12,0 milhões, acréscimo de 31,3% em relação ao registrado no 1T12, justificado pelo aumento da receita de aluguel de infraestrutura e de serviços de Internet provedor e manutenção. NEGÓCIO MÓVEL No 1T13, o negócio móvel da Algar Telecom contabilizou receita bruta de R$ 73,6 milhões, 4,0% menor que a registrada no mesmo trimestre do ano anterior. Serviços de voz móvel As receitas com serviço de voz móvel encerraram o trimestre em R$ 51,3 milhões, uma variação positiva de 6,8% em relação ao 1T12. O aumento da base de clientes e a maior utilização, sobretudo nos planos pré-pagos com a promoção de R$ 0,12 por chamada para CTBC e R$ 0,20 por chamada para outras operadoras, possibilitaram o melhor desempenho deste serviço. Banda larga móvel (3G) No 1T13, o serviço de banda larga móvel registrou um crescimento de 37,9% da receita quando comparada com o 1T12, alcançando R$ 9,6 milhões frente aos R$ 7,0 milhões apurados no ano anterior. O resultado foi decorrente do maior volume de vendas de pacote de dados e do crescimento da base de clientes. Interconexão As receitas de interconexão totalizaram R$ 5,6 milhões no trimestre, 62,8% inferiores às do 1T12 em razão da nova metodologia de cobrança do tráfego móvel-móvel local adotada pela Anatel com o PGMC a partir de janeiro de 2013.

10 Serviços de valor agregado A elevação da base de clientes resultou no aumento do volume de SMS, permitindo o crescimento de 15,2% na receita de serviços de valor agregado, apurada em R$ 2,1 milhões no 1T13. Aparelhos e acessórios As receitas com aparelhos e acessórios encerraram o trimestre em R$ 4,9 milhões, praticamente iguais à registrada no 1T12 (R$ 4,7 milhões). TECNOLOGIA DE PROCESSOS DE NEGÓCIOS A receita do segmento Tecnologia de processos de negócios encerrou o trimestre em R$ 103,9 milhões, decréscimo de 6,0% quando comparada ao 1T12. O resultado foi decorrente da queda de 12% nas receitas de contact center fruto do encerramento de alguns contratos, parcialmente compensada pelo crescimento de 13% nas receitas de TI. Ao final do 1T13 as receitas de TI representavam 30% das receitas totais deste segmento, ante 25% no 1T12. NEGÓCIOS COMPLEMENTARES A receita bruta gerada pelos Negócios complementares aumentou 19,0% em relação ao 1T12, atingindo R$ 27,9 milhões. Esse desempenho é explicado pelos novos contratos firmados pelo negócio de engenharia de telecomunicações, que contempla serviços de construção e manutenção de rede e gerenciamento de projetos, e pela melhor performance do Núcleo On Line no negócio mídia. RECEITA LÍQUIDA CONSOLIDADA A receita líquida consolidada da Algar Telecom atingiu R$ 430,2 milhões, uma redução de 1,5% em relação ao 1T12, quando somou R$ 436,8 milhões. CUSTOS E DESPESAS CONSOLIDADOS Os custos e despesas operacionais consolidados, excluindo amortização e depreciação, totalizaram R$ 335,7 milhões no 1T13, um decréscimo de 4,4% em relação ao 1T12, quando somaram R$ 351,2 milhões. A redução nas linhas de pessoal e interconexão foram os principais impactos positivos do período.

11 R$ milhões 1T12 1T13 % var. CUSTOS E DESPESAS OPERACIONAIS (351,2) (335,7) -4,4% Pessoal (144,1) (138,8) -3,7% Interconexão e meios de conexão (62,8) (48,1) -23,4% Serviços de terceiros (81,1) (86,5) 6,7% Aluguéis e seguros (17,7) (17,2) -2,7% Materiais (11,0) (11,7) 6,3% Propaganda e Marketing (8,6) (10,3) 19,8% PCLD (5,9) (8,1) 37,8% Outros* (20,0) (15,0) -25,3% * Inclui outras receitas (despesas) operacionais. Pessoal Os custos e despesas com pessoal encerraram o trimestre em R$ 138,8 milhões, uma redução de 3,7% em relação ao mesmo período do ano anterior. Esse comportamento é explicado pelo encerramento de alguns contratos e desoneração da folha de pagamentos (Plano Brasil Maior) do segmento de Tecnologia de processos de negócios compensados, em parte, pelo reajuste advindo de acordo coletivo nos demais segmentos. Interconexão e meios de conexão Os custos totalizaram R$ 48,1 milhões no 1T13, 23,4% inferiores aos do 1T12 em razão do Plano Geral de Metas de Competição PGMC, que alterou a metodologia de cobrança do tráfego móvel-móvel local. Serviços de terceiros Os custos e despesas com serviços de terceiros somaram R$ 86,5 milhões no 1T13, um incremento de 6,7% (R$ 5,4 milhões) quando comparados ao 1T12. Este aumento é composto, sobretudo, por: (i) maiores custos com programação e manutenção da transmissão da TV via satélite em virtude da elevação na base de clientes; (ii) maiores custos do negócio de engenharia de telecomunicações em virtude de novos contratos firmados; e (iii) maiores despesas com comissões de vendas; Aluguéis e seguros Os custos e despesas com aluguéis e seguros foram de R$ 17,2 milhões no 1T13, ante R$ 17,7 milhões no 1T12. A variação, de 2,7%, é resultado do menor custo de aluguel do negócio de Tecnologia de processos de negócios em virtude do encerramento de contratos, compensado por reajustes dos contratos de aluguel de postes e imóveis, além da ampliação de sites;

12 Materiais Os custos com materiais superaram em 6,3% o registrado no mesmo período do ano anterior, atingindo R$ 11,7 milhões no 1T13, ante R$ 11 milhões no 1T12. Propaganda e marketing As despesas com propaganda e marketing totalizaram R$ 10,3 milhões, incremento de 19,8% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior em razão, principalmente, do lançamento de novas campanhas da telefonia móvel. Provisão para créditos de liquidação duvidosa As despesas com PCLD encerraram o trimestre em R$ 8,1 milhões, um aumento de 2,2 milhões quando comparadas ao 1T12. A relação PCLD/receita bruta foi de 1,5%, ante 1,1% no 1T12. O nível de inadimplência reflete o movimento natural da economia e a elevação ocorrida neste primeiro trimestre do ano. A Companhia continuará mantendo rígido controle sobre as ações de crédito e cobrança de forma a manter estes índices controlados. Outros Os custos e despesas com outros encerraram o trimestre em R$ 15,0 milhões, decréscimo de 25,3% em relação ao registrado no 1T12. Esse comportamento é resultado, principalmente, de maiores despesas incorridas no 1T12 com provisões para processos judiciais e administrativos. Custos e Despesas Consolidados - 1T13 2% 5% 3% Pessoal 4% Interconexão e meios de conexão 5% Serviços de terceiros 26% R$ 335,7 milhões 41% Aluguéis e seguros Materiais Propaganda e Marketing 14% PCLD Outros

13 EBITDA O EBITDA consolidado da Algar Telecom atingiu R$ 94,5 milhões, acréscimo de 10,4% se comparado aos R$ 85,6 milhões registrados no 1T12. A margem EBITDA alcançou 22%, ante 20% no mesmo período do ano anterior. EBITDA (em R$ milhões) e margem 20% 22% 85,6 10,4% 94,5 1T12 1T13 Telecom O EBITDA do segmento Telecom alcançou R$ 83,2 milhões no 1T13, representando uma expansão de 10,3% sobre o 1T12. Tal crescimento é resultado tanto do impacto positivo da nova metodologia de cobrança do tráfego móvel-móvel local, quanto da busca por eficiência e rigoroso controle de despesas realizado pela Companhia. A margem EBITDA do segmento apresentou ganho de 3 pontos percentuais ante o mesmo período do ano anterior, atingindo 27%. Tecnologia de processos de negócios No segmento de Tecnologia de processos de negócios, o EBITDA superou em 33,2% o registrado no mesmo período do ano anterior, atingindo R$ 11,4 milhões. A margem EBITDA alcançou 11%, ante 7% registrado no 1T12. Esta evolução é decorrente da melhor performance operacional, advinda de projetos de eficiência e qualidade, e do Plano Brasil Maior, que desonerou a folha de pagamentos para serviços de contact center.

14 Negócios complementares O EBITDA do segmento de Negócios complementares foi de R$ (0,1) milhão no 1T13, ante R$ 1,4 milhão no 1T12. A margem EBITDA, por sua vez, encerrou o trimestre em 0%, ante 4% no 1T12. R$ milhões EBITDA e margem 1T12 1T13 % var. Telecom 75,4 83,2 10,3% margem 24% 27% - Tec. de processos de negócios 8,6 11,4 33,2% margem 7% 11% - Negócios complementares 1,4-0,1-108,7% margem 4% 0% - EBITDA CONSOLIDADO 85,6 94,5 10,4% margem 20% 22% - RESULTADO FINANCEIRO O resultado financeiro líquido da Algar Telecom no 1T13 totalizou uma despesa financeira de R$ 21,5 milhões, praticamente estável em relação aos R$ 21,4 milhões registrados no 1T12. Esse desempenho é resultado de maiores despesas de juros, em virtude da maior dívida média, compensadas pela redução na taxa média do CDI e aumento da receita com aplicações financeiras. LUCRO LÍQUIDO DO PERÍODO No 1T13, o lucro líquido consolidado da Companhia foi de R$ 16,6 milhões, ante R$ 15,0 milhões no 1T12, um aumento de 10,2% em virtude da melhor performance operacional medida pelo EBITDA. A margem líquida encerrou o trimestre em 3,9%, com uma variação positiva de 0,5 ponto percentual em relação ao mesmo período do ano anterior. INVESTIMENTOS Os investimentos da Algar Telecom totalizaram R$ 70,6 milhões no 1T13, ante R$ 54,5 milhões no 1T12. Do total de investimentos, 69% foi direcionado para a expansão de redes - com destaque para a rede de banda larga, 3% para o crescimento dos serviços de tecnologia de processos de negócios e 28% para garantir a manutenção e a qualidade das operações.

15 Capex 28% 3% R$ 70,6 mi 69% Expansão de Redes Expansão tec. de processos de negócios Manutenção da Operação ENDIVIDAMENTO A dívida bruta consolidada da Companhia encerrou o 1T13 em R$ 988,1 milhões, representando um aumento de 6,8% em relação a dezembro de Esse aumento é resultado, principalmente, da primeira liberação, no valor de R$ 81 milhões, de novo contrato de dívida firmado junto ao BNDES, parcialmente compensado por amortizações e vencimentos no período. O perfil da dívida é de longo prazo, com 12% vencendo nos próximos doze meses. A dívida líquida, por sua vez, encerrou o trimestre em R$ 767,2 milhões, ante R$ 738,7 milhões no final de 2012, um aumento de 3,9%. A relação dívida líquida/ebitda foi de 1,7 no período de 12 meses encerrados no 1T13. Endividamento (R$ milhões) 925, ,1 738, , dez/ Bruta Líquida

16 Anexo I - Demonstração do Resultado Consolidado (Em R$ milhões) 1T12 1T13 % var. RECEITA BRUTA 559,7 558,5-0,2% Telecom 425,7 426,6 0,2% Tecnologia de processos de negócios 110,5 103,9-6,0% Negócios Complementares 23,5 27,9 19,0% Impostos e deduções (122,9) (128,2) 4,4% RECEITA LÍQUIDA 436,8 430,2-1,5% CUSTOS E DESPESAS OPERACIONAIS (342,8) (336,3) -1,9% Pessoal (144,1) (138,8) -3,7% Materiais (4,8) (5,5) 15,3% Serviços de terceiros (81,1) (86,5) 6,7% Interconexão e meios de conexão (62,8) (48,1) -23,4% Propaganda e Marketing (8,6) (10,3) 19,8% PCLD (5,9) (8,1) 37,8% Aluguéis e seguros (17,7) (17,2) -2,7% Outros (11,6) (15,6) 33,9% Custo das Mercadorias Vendidas (6,2) (6,1) -0,7% OUTRAS RECEITAS (DESPESAS) OPERACIONAIS (8,4) 0,6-107,3% EBITDA 85,6 94,5 10,4% Margem % 19,6% 22,0% - Depreciações e amortizações (38,1) (45,6) 19,7% EBIT 47,5 48,9 2,9% Financeiras, líquidas (21,4) (21,5) 0,5% Equiv. Patrimonial 0,0 (0,0) -109,0% LUCRO ANTES DOS IMPOSTOS 26,1 27,4 4,9% Imposto de renda e contribuição social (11,1) (10,8) -2,3% LUCRO LÍQUIDO 15,0 16,6 10,2% Margem % 3,4% 3,9% -

17 Anexo II Receita Operacional Bruta Consolidada (Em R$ milhões) 1T12 1T13 % var. RECEITA BRUTA 559,7 558,5-0,2% TELECOM 425,7 426,6 0,2% NEGÓCIO FIXO 349,0 353,0 1,2% SERVIÇOS DE VOZ FIXA 118,3 95,0-19,6% USO DE REDE 16,3 18,4 12,7% DADOS 186,1 204,2 9,7% TV POR ASSINATURA 19,1 23,3 22,4% OUTROS SERVIÇOS 9,2 12,0 31,3% NEGÓCIO MÓVEL 76,7 73,6-4,0% SERVIÇOS DE VOZ MÓVEL 48,0 51,3 6,8% BANDA LARGA 7,0 9,6 37,9% INTERCONEXÃO 15,1 5,6-62,8% SERVIÇOS DE VALOR AGREGADO 1,9 2,1 15,2% APARELHOS E ACESSÓRIOS 4,7 4,9 4,4% OUTROS SERVIÇOS - - 0,0% TEC. DE PROCESSOS DE NEGÓCIOS 110,5 103,9-6,0% NEGÓCIOS COMPLEMENTARES 23,5 27,9 19,0% ENGENHARIA DE TELECOM 19,9 24,0 20,4% LISTAS E GUIAS TELEFÔNICOS 3,5 3,9 10,8% Impostos e Deduções (122,9) (128,2) 4,4% RECEITA LÍQUIDA 436,8 430,2-1,5%

18 Anexo III Custos e Despesas Consolidados (Em R$ milhões) 1T12 1T13 % var. RECEITA LÍQUIDA 436,8 430,2-1,5% CUSTOS DOS SERVIÇOS E MERCADORIAS (272,0) (263,0) -3,3% Custo dos serviços (265,9) (256,9) -3,4% Pessoal (100,8) (92,2) -8,5% Materiais (4,2) (4,9) 16,7% Serviços de terceiros (40,7) (44,4) 9,1% Interconexão e meios de conexão (62,8) (48,1) -23,4% Aluguéis e seguros (13,6) (12,7) -6,5% Depreciação e amortização (33,0) (39,3) 19,1% Outros (10,8) (15,2) 41,3% Custo das mercadorias (6,2) (6,1) -0,7% LUCRO BRUTO 164,8 167,2 1,4% DESPESAS COMERCIAIS (62,1) (72,1) 16,2% Pessoal (25,0) (27,0) 8,0% Materiais (0,3) (0,4) 22,1% Serviços de terceiros (18,9) (21,8) 15,3% Propaganda e Marketing (8,6) (10,3) 19,8% PCLD (5,9) (8,1) 37,8% Aluguéis e seguros (2,7) (3,0) 13,3% Depreciação e amortização (0,7) (1,3) 97,6% Outros (0,1) (0,2) 246,3% DESPESAS GERAIS E ADMINISTRATIVAS (46,9) (46,8) -0,1% Pessoal (18,4) (19,6) 6,7% Materiais (0,3) (0,3) -12,5% Serviços de terceiros (21,5) (20,3) -5,5% Aluguéis e seguros (1,4) (1,5) 2,6% Depreciação e amortização (4,5) (5,1) 12,4% Outros (0,8) (0,1) -84,2% OUTRAS RECEITAS (DESPESAS) OPERACIONAIS (8,4) 0,6-107,3% Equiv. Patrimonial 0,0 (0,0) -109,0% Outras (8,4) 0,6-107,3% EBIT 47,5 48,9 2,9% 1T12 1T13 % var. CUSTOS E DESPESAS OPERACIONAIS (389,4) (381,4) -2,1% Pessoal (144,1) (138,8) -3,7% Materiais (11,0) (11,7) 6,3% Serviços de terceiros (81,1) (86,5) 6,7% Interconexão e meios de conexão (62,8) (48,1) -23,4% Propaganda e Marketing (8,6) (10,3) 19,8% PCLD (5,9) (8,1) 37,8% Aluguéis e seguros (17,7) (17,2) -2,7% Depreciação e amortização (38,1) (45,6) 19,7% Outros* (20,0) (15,0) -25,3% * Inclui outras receitas (despesas) operacionais.

Resultados do 2T08. Destaques. Relações com Investidores

Resultados do 2T08. Destaques. Relações com Investidores Resultados do 2T08 Uberlândia MG, Agosto de 2008 A CTBC Companhia de Telecomunicações do Brasil Central S.A, empresa integrada de telecomunicações com um portfólio completo de serviços, divulga seus resultados

Leia mais

Algar Telecom. Abril de 2013

Algar Telecom. Abril de 2013 Algar Telecom Abril de 2013 Algar Telecom Portfólio diversificado e complementar. Soluções em Telecom e Tecnologia de Processos de negócios Foco na qualidade de atendimento e relacionamento com seus clientes.

Leia mais

Apresentação de resultados. Algar Telecom 1T10

Apresentação de resultados. Algar Telecom 1T10 Apresentação de resultados Algar Telecom Destaques do Fitch ratings eleva de A para A+(bra) o Rating Nacional de Longo Prazo da Algar Telecom Algar Tecnologia, subsidiária integral da Algar Telecom que

Leia mais

Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009

Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009 Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009 EBITDA atingiu a soma de R$ 391 milhões no ano passado São Paulo, 24 de março de 2010 A Algar Telecom, empresa de telecomunicações do Grupo Algar,

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) EBITDA 464,6 354,2 527,7 13,6% 49,0%

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) EBITDA 464,6 354,2 527,7 13,6% 49,0% Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 26 de abril de 2006 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (NYSE:EMT;BOVESPA:EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

1T10 RESULTADOS. Fitch ratings eleva de A para A+(bra) o Rating Nacional de Longo Prazo da Algar Telecom

1T10 RESULTADOS. Fitch ratings eleva de A para A+(bra) o Rating Nacional de Longo Prazo da Algar Telecom RESULTADOS 1T10 Uberlândia MG, Maio de 2010 A Algar Telecom, Empresa integrada de telecomunicações com um portfólio completo de serviços, divulga seus resultados do 1º Trimestre de 2010 (1T10). As Informações

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 4T05 e 2005 Americana SP, 23 de março de 2005 A VIVAX S.A. (Bovespa: VVAX11), ou Companhia, segunda maior operadora de TV a Cabo do Brasil, em número de assinantes, e uma das principais

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO 1. DESTAQUES O ano de 2015 está demonstrando ser muito desafiador, apresentando um cenário macroeconômico incerto, onde as expectativas do mercado preveem redução do PIB, aumento da inflação e da taxa

Leia mais

Prolagos S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 02.382.073/0001-10 NIRE: 33.300.167.285 Código CVM 2346-9. Destaques

Prolagos S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 02.382.073/0001-10 NIRE: 33.300.167.285 Código CVM 2346-9. Destaques Prolagos S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 02.382.073/0001-10 NIRE: 33.300.167.285 Código CVM 2346-9 Receita Líquida¹ no 1T16 atinge R$69,6 milhões, alta de 24,8% em comparação ao mesmo período do ano anterior

Leia mais

Apresentação de resultados. Algar Telecom 3T10

Apresentação de resultados. Algar Telecom 3T10 Apresentação de resultados Algar Telecom Destaques do Lucro Líquido consolidado de R$ 32,8 milhões, 49,5% maior que o do. Margem de 8,6% no, ante 6,2% no. Algar Telecom inicia oferta de varejo (voz, banda

Leia mais

Divulgação de Resultados 1º Trimestre de 2009

Divulgação de Resultados 1º Trimestre de 2009 GVT (Holding) S.A. Divulgação de Resultados 1º Trimestre de 2009 Curitiba, 22 de Abril de 2009 Curitiba, 22 de abril de 2009: A GVT (Holding) S.A. (Bovespa: GVTT3, Reuters: GVTT3.SA e Bloomberg GVTT3:BZ),

Leia mais

www.telemar.com.br/ri Maio - 2004

www.telemar.com.br/ri Maio - 2004 Apresentação Corporativa Maio - 2004 Apresentação Telemar - Agenda 1. Destaques 2003/2004 1 2. Estratégia de Crescimento 3 3. Revisão do Resultado Operacional 12 4. Resultados Financeiros 20 1 Destaques

Leia mais

AES Brasil investe R$ 164 milhões no primeiro trimestre do ano

AES Brasil investe R$ 164 milhões no primeiro trimestre do ano São Paulo, 17 de maio de 2010. AES Brasil investe R$ 164 milhões no primeiro trimestre do ano Valor dos investimentos é 6,6% superior ao registrado no mesmo período de 2009 A AES Brasil investiu R$ 164

Leia mais

Apresentação de resultados. Algar Telecom. Reunião Gerencial, 20/05/2008

Apresentação de resultados. Algar Telecom. Reunião Gerencial, 20/05/2008 Apresentação de resultados Algar Telecom 2008 Agenda Segmentos de negócios Concessão e Expansão Resultados de 2008 Agenda Segmentos de negócios Concessão e Expansão Resultados de 2008 Segmentos de negócios

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO COMENTÁRIO DE DESEMPENHO 1. DESTAQUES A Receita dos Serviços de Locação da Ouro Verde registrou novamente crescimento significativo, de 25,0% na comparação com o 1S13. A receita líquida total, incluindo

Leia mais

RELATÓRIO TRIMESTRAL 4T14 2014. Informações e Resultados Consolidados (Não Auditados) Oi S.A. www.oi.com.br/ri. Relações com Investidores

RELATÓRIO TRIMESTRAL 4T14 2014. Informações e Resultados Consolidados (Não Auditados) Oi S.A. www.oi.com.br/ri. Relações com Investidores 4T14 2014 Relações com Investidores RELATÓRIO TRIMESTRAL Informações e Resultados Consolidados (Não Auditados) Este relatório contempla o desempenho operacional e financeiro da Oi S.A. e de suas controladas

Leia mais

Apresentação de resultados. Algar Telecom 2T10

Apresentação de resultados. Algar Telecom 2T10 Apresentação de resultados Algar Telecom 2T10 Destaques do 2T10 A Algar ficou com a 6 melhor colocação no setor de Telecomunicações e a 1ª no ranking de rentabilidade, conforme publicado pela Revista Exame

Leia mais

31 de Março 2010 Divulgação dos Resultados Pro Forma do ano de 2009

31 de Março 2010 Divulgação dos Resultados Pro Forma do ano de 2009 31 de Março 2010 Divulgação dos Resultados Pro Forma do ano de 2009 CRIAÇÃO DA MULTIPLUS S.A. Ao longo do segundo semestre de 2009 a TAM S.A. concluiu a montagem de sua subsidiária, a Multiplus S.A., que

Leia mais

A TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE DE 2000 E DO ANO DE 2000

A TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE DE 2000 E DO ANO DE 2000 TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. João Cox Vice Presidente de Finanças e Diretor de Relações com Investidores jcox@telepart.com.br 0XX61-429-5600 Leonardo Dias Gerente de Relações com Investidores

Leia mais

Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S/A Resultados do 3º trimestre de 2015

Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S/A Resultados do 3º trimestre de 2015 Resultados do 3º trimestre de 2015 São Paulo, 13 de novembro de 2015 A Administração da Empresa de Distribuição de Energia do Vale Paranapanema ( EDEVP ou Companhia ) apresenta os resultados do terceiro

Leia mais

Apresentação APIMEC. Dezembro 2010. Investor Relations. Investor Relations

Apresentação APIMEC. Dezembro 2010. Investor Relations. Investor Relations Apresentação APIMEC Dezembro 2010 AGENDA 03. Mercado Brasileiro de Telecom 06. Oi: Perfil e Estratégia 13. Resultados Operacionais e Financeiros 19. Aliança com a Portugal Telecom Mercado Brasileiro de

Leia mais

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011

Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011 Magazine Luiza S.A. Divulgação de Resultados do 4 o Trimestre de 2011 São Paulo, 22 de março de 2012 - Magazine Luiza S.A. (BM&FBOVESPA: MGLU3), uma das maiores redes varejistas com foco em bens duráveis

Leia mais

Divulgação de Resultados do 4 Trimestre de 2007. Curitiba, 14 de janeiro de 2008

Divulgação de Resultados do 4 Trimestre de 2007. Curitiba, 14 de janeiro de 2008 Divulgação de Resultados do 4 Trimestre de 2007 Curitiba, 14 de janeiro de 2008 No 4T07, a receita da GVT aumentou 29%, a receita relativa ao core business cresceu 37%, o EBITDA aumentou 41% alcançando

Leia mais

LOJAS AMERICANAS S.A.

LOJAS AMERICANAS S.A. CNPJ. 33.014.556/0001-96 LOJAS AMERICANAS S.A. Companhia Aberta FATO RELEVANTE 1. LOJAS AMERICANAS S.A. ( LASA ) e BANCO ITAÚ HOLDING FINANCEIRA S.A. ( ITAÚ ) anunciam associação que tem como objetivo

Leia mais

Net Serviços de Comunicação S.A. Resultados do 1T08

Net Serviços de Comunicação S.A. Resultados do 1T08 Net Serviços de Comunicação S.A. Resultados do 1T08 Destaques do Trimestre 2 Lançamento recente do Net Fone.com, produto que combina os serviços de telefonia, acesso rápido à internet e melhoria de imagem,

Leia mais

Outras Receitas (Despesas) Operacionais A tabela a seguir detalha os principais itens desta rubrica, em R$ milhões.

Outras Receitas (Despesas) Operacionais A tabela a seguir detalha os principais itens desta rubrica, em R$ milhões. Desempenho Operacional e Financeiro Consolidado As informações contidas neste comunicado são apresentadas em Reais e foram preparadas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil que compreendem

Leia mais

ITAUTEC S.A. - GRUPO ITAUTEC RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE MARÇO DE 2013

ITAUTEC S.A. - GRUPO ITAUTEC RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE MARÇO DE 2013 ITAUTEC S.A. - GRUPO ITAUTEC RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE MARÇO DE 2013 A Itautec S.A., companhia brasileira de capital aberto atuante no setor de tecnologia em soluções de automação bancária, automação

Leia mais

Bovespa: BBDC3, BBDC4 Latibex: XBBDC NYSE: BBD

Bovespa: BBDC3, BBDC4 Latibex: XBBDC NYSE: BBD PRESS RELEASE Bovespa: BBDC3, BBDC4 Latibex: XBBDC NYSE: BBD Segunda-feira, 3/5/2004 Divulgação dos Resultados do 1 º trimestre 2004 O Banco Bradesco apresentou Lucro Líquido de R$ 608,7 milhões no 1 º

Leia mais

Resultados 3T06 8 de novembro de 2006

Resultados 3T06 8 de novembro de 2006 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 49% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 35% MARGEM DE EBITDA ATINGIU 29% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 3T06. As demonstrações financeiras

Leia mais

Lâmina de Informações Essenciais do. Título Fundo de Investimento Multimercado Longo Prazo (Título FIM-LP) CNPJ/MF: 02.269.

Lâmina de Informações Essenciais do. Título Fundo de Investimento Multimercado Longo Prazo (Título FIM-LP) CNPJ/MF: 02.269. Lâmina de Informações Essenciais do Informações referentes à Dezembro de 2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o TÍTULO FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO - LONGO PRAZO (Título

Leia mais

Apresentação de Resultados 1T08. 19 de Maio de 2008

Apresentação de Resultados 1T08. 19 de Maio de 2008 Apresentação de Resultados 1T08 19 de Maio de 2008 Agenda A Companhia Resultados Operacionais Resultados Financeiros 2 Operação Virtual Canal Lojas A Companhia Globex S.A. Globex Utilidades S.A.: operadora

Leia mais

AGÊNCIA ESPECIAL DE FINANCIAMENTO INDUSTRIAL FINAME RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE DEZEMBRO DE 2008

AGÊNCIA ESPECIAL DE FINANCIAMENTO INDUSTRIAL FINAME RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE DEZEMBRO DE 2008 AGÊNCIA ESPECIAL DE FINANCIAMENTO INDUSTRIAL FINAME RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO 31 DE DEZEMBRO DE 2008 Senhor acionista e demais interessados: Apresentamos o Relatório da Administração e as informações

Leia mais

Abril Educação S.A. Informações Pro Forma em 31 de dezembro de 2011

Abril Educação S.A. Informações Pro Forma em 31 de dezembro de 2011 Informações Pro Forma em 31 de dezembro de 2011 RESULTADOS PRO FORMA NÃO AUDITADOS CONSOLIDADOS DA ABRIL EDUCAÇÃO As informações financeiras consolidadas pro forma não auditadas para 31 de dezembro de

Leia mais

Apresentação institucional CTBC 1T07

Apresentação institucional CTBC 1T07 Apresentação institucional CTBC 1T07 1 Visão geral Empresa integrada de telecomunicações - há mais de 53 anos no mercado de telecom - portfolio completo de serviços - forma de atuação regional (proximidade

Leia mais

TIM BRASIL MARIO CESAR ARAUJO

TIM BRASIL MARIO CESAR ARAUJO MARIO CESAR ARAUJO Agenda Destaques dos resultados de 2007 O contexto do mercado brasileiro Visão geral do plano 2008-10 Metas para 2008-10 1 Destaques 2007 TIM Brasil está posicionada como líder em valor

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ESTRUTURADO BOLSA EUROPEIA 3 MULTIMERCADO 11.714.787/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ESTRUTURADO BOLSA EUROPEIA 3 MULTIMERCADO 11.714.787/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ESTRUTURADO BOLSA EUROPEIA 3 MULTIMERCADO 11.714.787/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos.

O Lucro Líquido do 1T12 foi de R$2,5 MM, superior em R$10,7 MM ao prejuízo do 1T11, de R$8,2 MM negativos. São Paulo, 13 de maio de 2013 - A Unidas S.A. ( Companhia ou Unidas ) anuncia os seus resultados do primeiro trimestre de 2012 (). As informações financeiras são apresentadas em milhões de Reais, exceto

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO 1. DESTAQUES O ano de 2016 começou com o cenário macroeconômico muito parecido de 2015, uma vez que o mercado continua com tendências negativas em relação a PIB, inflação e taxa de juros. Novamente a Ouro

Leia mais

1T05. Celesc apresenta lucro líquido de R$ 23 milhões no 1 o trimestre de 2005. Resultado do 1 o trimestre de 2005. Principais Destaques

1T05. Celesc apresenta lucro líquido de R$ 23 milhões no 1 o trimestre de 2005. Resultado do 1 o trimestre de 2005. Principais Destaques Celesc apresenta lucro líquido de R$ 23 milhões no 1 o trimestre de 2005 Divulgação Imediata Cot. da Ação PNB CLSC6) em 31/03/05: R$ 0,90/ação Valoriz. No 1T05: -16% Valor de Mercado R$ : 694 milhões US$

Leia mais

Net Serviços de Comunicação S.A. Resultados 2T09

Net Serviços de Comunicação S.A. Resultados 2T09 Net Serviços de Comunicação S.A. Resultados 2T09 1 DESTAQUES DO 2T09 2 Base de Clientes TV a Cabo: 3,5 milhões Base de Clientes Net Vírtua: 2,6 milhões Base de Clientes em Voz: 2,3 milhões ARPU: oportunidade

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SOBERANO CURTO PRAZO 04.871.634/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SOBERANO CURTO PRAZO 04.871.634/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SOBERANO CURTO PRAZO 04.871.634/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER

Leia mais

IDEIASNET ANUNCIA RECEITA BRUTA RECORDE EM 2005

IDEIASNET ANUNCIA RECEITA BRUTA RECORDE EM 2005 IDEIASNET ANUNCIA RECEITA BRUTA RECORDE EM 2005 Rio de Janeiro, 04 de abril de 2006 A Ideiasnet S.A. (Bovespa: IDNT3), veículo para investimento de longo prazo em Tecnologia de Informação (TI) no Brasil,

Leia mais

MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO 1 DESTAQUES 2 RECEITAS OPERACIONAIS 4 GASTOS OPERACIONAIS 6 DADOS FINANCEIROS 8 NOTAS ADICIONAIS 11 MERCADO DE CAPITAIS 13

MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO 1 DESTAQUES 2 RECEITAS OPERACIONAIS 4 GASTOS OPERACIONAIS 6 DADOS FINANCEIROS 8 NOTAS ADICIONAIS 11 MERCADO DE CAPITAIS 13 Resultados Janeiro Março / 2011 ÍNDICE MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO 1 DESTAQUES 2 RECEITAS OPERACIONAIS 4 GASTOS OPERACIONAIS 6 DADOS FINANCEIROS 8 NOTAS ADICIONAIS 11 MERCADO DE CAPITAIS 13 DIVIDENDOS E

Leia mais

Transcrição da Teleconferência Resultados 2T14 em português TOTVS (TOTS3 BZ) 31 de julho de 2014

Transcrição da Teleconferência Resultados 2T14 em português TOTVS (TOTS3 BZ) 31 de julho de 2014 Operadora: Bom dia. Sejam bem-vindos à teleconferência da TOTVS referente aos resultados do 2T14. Estão presentes os senhores Alexandre Mafra, Vice-Presidente Executivo e Financeiro e Vice-Presidente de

Leia mais

Resultados do 4T05 e do ano de 2005

Resultados do 4T05 e do ano de 2005 Resultados do 4T05 e do ano de 2005 Teleconferência 24/03/2006 1 Considerações Futuras Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais

Leia mais

FATO RELEVANTE. Fernando Nobert. ON: 51,6% PN: 0,0% Total: 17,2% ON: 52,6% PN: 0,0% Total: 26,7% VIVAX S.A.

FATO RELEVANTE. Fernando Nobert. ON: 51,6% PN: 0,0% Total: 17,2% ON: 52,6% PN: 0,0% Total: 26,7% VIVAX S.A. Net Serviços de Comunicação S.A. CNPJ/MF nº 00.108.786/0001-65 NIRE nº 35.300.177.240 Companhia Aberta Rua Verbo Divino nº 1.356-1º andar, São Paulo-SP FATO RELEVANTE A Net Serviços de Comunicação S.A.

Leia mais

PLANO DE AÇÃO PARA MELHORIA DA PRESTAÇÃO DO SERVIÇO DE TELEVISÃO POR ASSINATURA.

PLANO DE AÇÃO PARA MELHORIA DA PRESTAÇÃO DO SERVIÇO DE TELEVISÃO POR ASSINATURA. PLANO DE AÇÃO PARA MELHORIA DA PRESTAÇÃO DO SERVIÇO DE TELEVISÃO POR ASSINATURA. CTBC CELULAR S/A IMAGE TELECOM TV VÍDEO CABO LTDA Sobre a Algar Telecom Diferenciada pelo atendimento eficaz e uso de tecnologias

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI VALOR AÇÕES 15.323.164/0001-27 Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI VALOR AÇÕES 15.323.164/0001-27 Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI VALOR AÇÕES 15.323.164/0001-27 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER FUNDO

Leia mais

REGULAMENTO OFERTAS LIGADO EXCLUSIVO PARA A CIDADE UBERLÂNDIA

REGULAMENTO OFERTAS LIGADO EXCLUSIVO PARA A CIDADE UBERLÂNDIA REGULAMENTO OFERTAS LIGADO EXCLUSIVO PARA A CIDADE UBERLÂNDIA 1. OBJETIVO: o presente regulamento tem por objetivo estabelecer a relação entre as empresas Companhia de Telecomunicações do Brasil Central,

Leia mais

INFORME AOS INVESTIDORES 2T14

INFORME AOS INVESTIDORES 2T14 INFORME AOS INVESTIDORES 2T14 São Paulo, 14 de agosto de 2014 A BRADESPAR [BM&FBOVESPA: BRAP3 (ON), BRAP4 (PN); LATIBEX: XBRPO (ON), XBRPP (PN)] anuncia os resultados referentes ao 2T14. Estrutura dos

Leia mais

FUNDAÇÃO DE APOIO AO COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS FACPC. Relatório dos auditores independentes

FUNDAÇÃO DE APOIO AO COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS FACPC. Relatório dos auditores independentes FUNDAÇÃO DE APOIO AO COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS FACPC Relatório dos auditores independentes Demonstrações contábeis Em 31 de dezembro de 2015 e 2014 FPRJ/ORN/TMS 0753/16 FUNDAÇÃO DE APOIO AO COMITÊ

Leia mais

Apresentação de Resultados 1T13

Apresentação de Resultados 1T13 Apresentação de Resultados 14 de Maio de 2013 Resultados Resultados 4T13/2013 13 de Maio de 2014 28 de Fevereiro de 2014 Destaques do Período Receita Líquida - R$ mm EBITDA ajustado & Margem (%) - R$ mm

Leia mais

Curitiba, 25 de agosto de 2010. SUBSÍDIOS À CAMPANHA SALARIAL COPEL 2010 DATA BASE OUTUBRO 2010

Curitiba, 25 de agosto de 2010. SUBSÍDIOS À CAMPANHA SALARIAL COPEL 2010 DATA BASE OUTUBRO 2010 Curitiba, 25 de agosto de 2010. SUBSÍDIOS À CAMPANHA SALARIAL COPEL 2010 DATA BASE OUTUBRO 2010 1) Conjuntura Econômica Em função dos impactos da crise econômica financeira mundial, inciada no setor imobiliário

Leia mais

Hering inicia o ano com crescimento de 41% do EBITDA e salto de 35% em vendas

Hering inicia o ano com crescimento de 41% do EBITDA e salto de 35% em vendas Blumenau, 07 de maio de 2008 Cia. Hering (Bovespa: HGTX3), uma das maiores empresas de varejo e design de vestuário do Brasil, divulga os resultados do 1º trimestre de 2008 (1T08). As informações operacionais

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - PORTO SEGURO SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2012 - PORTO SEGURO SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

GERDAU S.A. Informações consolidadas 1T09 07/05/09

GERDAU S.A. Informações consolidadas 1T09 07/05/09 Visão Ser uma empresa siderúrgica global, entre as mais rentáveis do setor. Missão A Gerdau é uma empresa com foco em siderurgia, que busca satisfazer as necessidades dos clientes e criar valor para os

Leia mais

ATIVO Explicativa 2012 2011 PASSIVO Explicativa 2012 2011

ATIVO Explicativa 2012 2011 PASSIVO Explicativa 2012 2011 SUR - REDE UNIVERSITÁRIA DE DIREITOS HUMANOS QUADRO I - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO Nota Nota ATIVO Explicativa 2012 2011 PASSIVO Explicativa 2012 2011 CIRCULANTE CIRCULANTE Caixa e equivalentes

Leia mais

Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA 1T13. Abril 2013

Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA 1T13. Abril 2013 Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA Abril 2013 1T13 Estratégia RESIDENCIAL Convergência de serviços com crescimento de Banda Larga e TV Paga MOBILIDADE PESSOAL Crescimento do pós e rentabilização

Leia mais

Demonstrativo da Composição e Diversificação da Carteira

Demonstrativo da Composição e Diversificação da Carteira Demonstrativo da Composição e Diversificação da Carteira Mês/Ano: 31 de março de 2016 Nome do Fundo: Alfa I - Fundo Mútuo de CNPJ: 03.919.892/0001-17 Administrador: Banco Alfa de Investimento S.A. CNPJ:

Leia mais

COMPANHIA DE LOCAÇÃO DAS AMÉRICAS - LOCAMÉRICA 4ª Emissão de Debêntures Simples

COMPANHIA DE LOCAÇÃO DAS AMÉRICAS - LOCAMÉRICA 4ª Emissão de Debêntures Simples COMPANHIA DE LOCAÇÃO DAS AMÉRICAS - LOCAMÉRICA 4ª Emissão de Debêntures Simples ÍNDICE CARACTERIZAÇÃO DA EMISSORA...3 CARACTERÍSTICAS DAS DEBÊNTURES...3 DESTINAÇÃO DE RECURSOS...5 ASSEMBLÉIAS DE DEBENTURISTAS...5

Leia mais

APIMEC SP Maio 2006 1

APIMEC SP Maio 2006 1 APIMEC SP Maio 2006 1 Considerações Futuras Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas

Leia mais

4 T 10 RESULTADOS DO 4T10. Dados em 31/12/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 16,00. Valor de Mercado R$ 338,0 milhões

4 T 10 RESULTADOS DO 4T10. Dados em 31/12/2010. Grazziotin PN (CGRA4) R$ 16,00. Valor de Mercado R$ 338,0 milhões 4 T 10 Passo Fundo, 14 de março de 2011 A Grazziotin (BM&FBOVESPA: CGRA3 e CGRA4), empresa de comércio varejista do segmento de vestuário e utilidades domésticas, localizada na região sul do país, divulga

Leia mais

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 11 de fevereiro de 2010.

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 11 de fevereiro de 2010. Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 11 de fevereiro de 2010. Embratel Participações S.A. ( Embrapar ) (BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,2 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ), 100,0

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Hospital da Criança (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.)

Fundo de Investimento Imobiliário Hospital da Criança (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo 2008 2007 Passivo e patrimônio líquido 2008 2007 Circulante Circulante Bancos 3 15 Rendimentos a distribuir 412 366 Aplicações financeiras de renda fixa 28 8

Leia mais

Aula 12. Definição do Orçamento do Plano de Marketing. Profa. Daniela Cartoni

Aula 12. Definição do Orçamento do Plano de Marketing. Profa. Daniela Cartoni Aula 12 Definição do Orçamento do Plano de Marketing Profa. Daniela Cartoni Orçamento do Plano de Marketing Em paralelo ao plano de ação, é necessário que a empresa constitua um orçamento de apoio. Na

Leia mais

Fundação Amazonas Sustentável Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2008 e parecer dos auditores independentes

Fundação Amazonas Sustentável Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2008 e parecer dos auditores independentes Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2008 e parecer dos auditores independentes 2 Balanços patrimoniais em 31 de dezembro de 2008 Em milhares de reais Ativo Passivo e patrimônio social Circulante

Leia mais

Building, Construction & Real Estate

Building, Construction & Real Estate Building, Construction & Real Estate Uma abordagem integrada para o investimento imobiliário Financial Services kpmg.com/br Como podemos ajudar Com uma equipe focada no setor de Real Estate, a KPMG no

Leia mais

AUMENTO DE 17,9% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$797 MILHÕES NO 2T14

AUMENTO DE 17,9% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$797 MILHÕES NO 2T14 AUMENTO DE 17,9% NO VOLUME FINANCEIRO E LUCRO LÍQUIDO DE R$797 MILHÕES NO 2T14 Barueri, 29 de Julho de 2014 A Cielo S.A. (BM&FBOVESPA: CIEL3 / OTCQX: CIOXY) anuncia hoje seus resultados do segundo trimestre

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01907-0 CALAIS PARTICIPAÇÕES S.A. 04.034.792/0001-76 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01907-0 CALAIS PARTICIPAÇÕES S.A. 04.034.792/0001-76 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/28 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

PrimeGlobal PGBR. Uma excelente alternativa em serviços de auditoria, consultoria e Impostos. Diferença PrimeGlobal

PrimeGlobal PGBR. Uma excelente alternativa em serviços de auditoria, consultoria e Impostos. Diferença PrimeGlobal PrimeGlobal PGBR Uma excelente alternativa em serviços de auditoria, consultoria e Impostos Somos uma empresa de auditoria, consultoria e impostos, criada á partir da junção de importantes empresas nacionais,

Leia mais

Ao final de 2008, a Contax contava com 74.499 colaboradores, sendo uma das maiores empregadoras do país.

Ao final de 2008, a Contax contava com 74.499 colaboradores, sendo uma das maiores empregadoras do país. Senhores Acionistas, A Administração da Contax Participações S.A. ( Contax Participações ) submete, em conjunto com as demonstrações financeiras e o parecer dos auditores independentes, o Relatório da

Leia mais

Resultados 2T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Julho de 2014.

Resultados 2T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Julho de 2014. Resultados _ Julho de 2014. Destaques do DESTAQUES OPERACIONAL FINANCEIRO Crescente market share de pós-pago contribuindo para uma maior adoção de dados e crescimento do ARPU. Crescimento de Acessos Pós-Pagos

Leia mais

7 a Conferência Brasil Anual Santander Banespa. 21 e 22 de agosto de 2006

7 a Conferência Brasil Anual Santander Banespa. 21 e 22 de agosto de 2006 7 a Conferência Brasil Anual Santander Banespa 21 e 22 de agosto de 2006 1 Considerações Futuras Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados

Leia mais

FATO RELEVANTE RESTOQUE COMÉRCIO E CONFECÇÕES DE ROUPAS S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 49.669.856/0001-43

FATO RELEVANTE RESTOQUE COMÉRCIO E CONFECÇÕES DE ROUPAS S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 49.669.856/0001-43 FATO RELEVANTE RESTOQUE COMÉRCIO E CONFECÇÕES DE ROUPAS S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 49.669.856/0001-43 Restoque incorporará 100% das ações da S.A. A Restoque Comércio e Confecções de Roupas S.A. (BM&FBovespa:

Leia mais

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 3T14

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 3T14 TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 3T14 RESULTADOS FINANCEIROS CONSOLIDADOS (R$ MILHÕES) 3T13 3T14 Var.% 9M13 9M14 Var.% RECEITA LÍQUIDA 315,8 342,8 8,5% 858,4 937,5 9,2% EBITDA AJUSTADO¹ 67,1 78,3 16,7% 157,5

Leia mais

SUR REDE UNIVERSITÁRIA DE DIREITOS HUMANOS

SUR REDE UNIVERSITÁRIA DE DIREITOS HUMANOS SUR REDE UNIVERSITÁRIA DE DIREITOS HUMANOS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 SUR REDE UNIVERSITÁRIA DE DIREITOS HUMANOS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 CONTEÚDO

Leia mais

Tele Nordeste Celular Participações S.A. Anuncia os Resultados de 1998

Tele Nordeste Celular Participações S.A. Anuncia os Resultados de 1998 Contatos: Tele Nordeste Celular Mário Gomes 0xx81.216.2592 Fabíola Almeida 0xx81.216.2594 Octavio Muniz 0xx81.216.2593 Tele Nordeste Celular Participações S.A. Anuncia os Resultados de 1998 Brasília, Brasil

Leia mais

ANEXO II DESTINAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO ANEXO 9-1-II DA INSTRUÇÃO CVM Nº. 481/2009 2014 (R$) 949.176.907,56

ANEXO II DESTINAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO ANEXO 9-1-II DA INSTRUÇÃO CVM Nº. 481/2009 2014 (R$) 949.176.907,56 ANEXO II DESTINAÇÃO DO LUCRO LÍQUIDO ANEXO 9-1-II DA INSTRUÇÃO CVM Nº. 481/2009 1. Informar o lucro líquido do exercício. 949.176.907,56 2. Informar o montante global e o valor por ação dos dividendos,

Leia mais

REGULAMENTO. As empresas de Utilities e Telecom e seus fornecedores podem inscrever um ou mais Cases nas categorias:

REGULAMENTO. As empresas de Utilities e Telecom e seus fornecedores podem inscrever um ou mais Cases nas categorias: REGULAMENTO 1. O PRÊMIO O PRÊMIO SMART Utilities & Telecom, regido por este regulamento, tem como objetivo distinguir e reconhecer as melhores práticas de relacionamento com o cliente em Utilities e Telecom:

Leia mais

DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09

DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09 Divulgação de Resultados 3T09 DIRECIONAL ANUNCIA RECORDE HISTÓRICO DE VENDAS NO 3T09 - VENDAS CONTRATADAS DE R$242,7 MILHÕES NO 3T09, COM VSO 45% - - EBITDA DE R$35,0 MILHÕES, COM 31,1% DE MARGEM EBITDA

Leia mais

MAHLE REPORTA EBITDA DE R$ 104,6 MILHÕES NO 2T14; MARGEM DE 17,7%

MAHLE REPORTA EBITDA DE R$ 104,6 MILHÕES NO 2T14; MARGEM DE 17,7% MAHLE REPORTA EBITDA DE R$ 104,6 MILHÕES NO 2T14; MARGEM DE 17,7% Mogi Guaçu (SP), 11 de agosto de 2014 - A MAHLE Metal Leve S.A. (BM&FBOVESPA: LEVE3), Companhia líder na fabricação e comercialização de

Leia mais

Barômetro. Cisco. Banda Larga. Análise de mercado. 2 o semestre/2005 1 o trimestre/2006

Barômetro. Cisco. Banda Larga. Análise de mercado. 2 o semestre/2005 1 o trimestre/2006 Barômetro Cisco Banda Larga da Análise de mercado 2 o semestre/2005 1 o trimestre/2006 Barômetro Cisco da Banda Larga Introdução Você está recebendo a nova edição do Barômetro Cisco da Banda Larga, indicador

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO FATOR MAX CORPORATIVO DE RENDA FIXA

FUNDO DE INVESTIMENTO FATOR MAX CORPORATIVO DE RENDA FIXA LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O FUNDO FUNDO DE INVESTIMENTO FATOR MAX CORPORATIVO DE RENDA FIXA CNPJ: 00.828.035/0001-13 Informações referentes a Novembro/2015 Esta lâmina contém um resumo das

Leia mais

LOJAS COLOMBO S.A. - COMÉRCIO DE UTILIDADES DOMÉSTICAS E EMPRESAS CONTROLADAS

LOJAS COLOMBO S.A. - COMÉRCIO DE UTILIDADES DOMÉSTICAS E EMPRESAS CONTROLADAS LOJAS COLOMBO S.A. - COMÉRCIO DE UTILIDADES DOMÉSTICAS E EMPRESAS CONTROLADAS RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Senhores Acionistas: Atendendo às disposições legais e estatutárias, a administração de Lojas Colombo

Leia mais

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2015 (2T15 ) LOJAS RENNER S.A.

LOJAS RENNER S.A. RESULTADOS DO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2015 (2T15 ) LOJAS RENNER S.A. Resultados 2T15 LOJAS RENNER S.A. Companhia constituída em 1965 e de capital aberto desde 1967. Capital totalmente pulverizado desde 2005, com 100% de free float, sendo considerada a primeira corporação

Leia mais

Memorando de Aquisição - Drive

Memorando de Aquisição - Drive Memorando de Aquisição - Drive Contatos de RI Thiago Rocha Diretor de RI thiago.rocha@seniorsolution.com.br (11) 2182-4922 Jaqueline Visentin Analista de RI jaqueline.visentin@seniorsolution.com.br (11)

Leia mais

Desafios no acesso à internet móvel: penetração, qualidade e gestão do espectro

Desafios no acesso à internet móvel: penetração, qualidade e gestão do espectro Desafios no acesso à internet móvel: penetração, qualidade e gestão do espectro Miriam Wimmer Diretora do Departamento de Serviços e de Universalização de Telecomunicações Secretaria de Telecomunicações

Leia mais

RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre de 2011. RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre 2011

RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre de 2011. RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre 2011 3º Trimestre 2011 Esta apresentação não constitui uma oferta, convite ou pedido de qualquer forma, para a subscrição ou compra de ações ou qualquer outro instrumento financeiro, nem esta apresentação ou

Leia mais

Press Release 2T15 12/08/2015

Press Release 2T15 12/08/2015 Press Release 2T15 12/08/2015 Sumário 1. Destaques do período... 4 2. Sumário de resultados... 5 3. Receita bruta... 6 3.1 Produtos de bancassurance... 6 3.1.1 Vida... 7 3.1.2 Habitacional... 7 3.1.3 Prestamista...

Leia mais

Inepar Telecomunicações S.A. Demonstrações Contábeis em 31 de dezembro de 2008 e 2007

Inepar Telecomunicações S.A. Demonstrações Contábeis em 31 de dezembro de 2008 e 2007 80 Inepar Telecomunicações S.A. Demonstrações Contábeis em 31 de dezembro de 2008 e 2007 Parecer dos Auditores Independentes 81 Aos Acionistas da Inepar Telecomunicações S.A Curitiba - PR 1. Examinamos

Leia mais

Transcrição da Teleconferência Resultados do 4T12 Contax (CTAX4 BZ) 26 de fevereiro de 2013. Tales Freire, Bradesco:

Transcrição da Teleconferência Resultados do 4T12 Contax (CTAX4 BZ) 26 de fevereiro de 2013. Tales Freire, Bradesco: Tales Freire, Bradesco: Bom dia a todos. Eu sei que a Companhia é bastante criteriosa para definir algum tipo de despesa como não recorrente, mas observando o resultado, vimos que outras despesas operacionais

Leia mais

Resultados Janeiro Março / 2014. Resultados 4T13 Telefônica Brasil S.A.

Resultados Janeiro Março / 2014. Resultados 4T13 Telefônica Brasil S.A. Resultados Janeiro Março / 2014 Resultados 4T13 0+ TELEFÔNICA BRASIL ATINGE MARGEM DE 29,8% COM FORTE CONTROLE EM CUSTOS MESMO EM FACE À MAIOR ATIVIDADE COMERCIAL NO PERÍODO DESTAQUES Aceleração no crescimento

Leia mais

Divulgação de Resultados do 4T10

Divulgação de Resultados do 4T10 Divulgação de Resultados do 4T10 23 de fevereiro de 2011 Aviso Importante Esse material pode conter previsões de eventos futuros.tais previsões refletem apenas expectativas dos administradores da Companhia,

Leia mais

Brasil Telecom Participações S.A.

Brasil Telecom Participações S.A. BRTP3: R$21,00 / 1.000 ações BRTP4: R$17,80 / 1.000 ações BRP: US$31,35 / ADR Valor de Mercado: R$6.838 milhões Fechamento de 01 de novembro de 2004 Brasil Telecom Participações S.A. Divulgação de Resultado

Leia mais

Sumário Estatístico dos Exames ANBIMA. Certificação Dados obtidos até: 31.12.2015 Relatório Gerado em: 13.01.2016

Sumário Estatístico dos Exames ANBIMA. Certificação Dados obtidos até: 31.12.2015 Relatório Gerado em: 13.01.2016 Sumário Estatístico dos Exames ANBIMA Certificação Dados obtidos até: 31.12.2015 Relatório Gerado em: 13.01.2016 Números consolidados dos Exames de Certificação ANBIMA CPA-10 CPA-20 CGA** CEA Total Inscrições

Leia mais

2. Referencial Prático 2.1 Setor das Telecomunicações

2. Referencial Prático 2.1 Setor das Telecomunicações 19 2. Referencial Prático 2.1 Setor das Telecomunicações Até os anos 50, as concessões dos serviços de telecomunicações eram distribuídas indistintamente pelos governos federal, estadual e municipal. Tal

Leia mais

Transcrição Teleconferência Resultados 3T07 Trisul 14 de Novembro de 2007

Transcrição Teleconferência Resultados 3T07 Trisul 14 de Novembro de 2007 Boa tarde, senhoras e senhores. Sejam bem-vindos à teleconferência dos resultados referentes ao 3T07 da. Hoje nós temos a presença do Sr. Jorge Cury Neto, Diretor Presidente, Sr. Marco Antonio Cattini

Leia mais

GesANTT PLANO DO PROJETO EPP.PP.01 1.1. ProPass Brasil Projeto da Rede Nacional de Transporte Rodoviário Interestadual e Internacional de Passageiros

GesANTT PLANO DO PROJETO EPP.PP.01 1.1. ProPass Brasil Projeto da Rede Nacional de Transporte Rodoviário Interestadual e Internacional de Passageiros 1 Nome do Projeto ProPass Brasil Projeto da Rede Nacional de Transporte Rodoviário Interestadual e Internacional de Passageiros 2 Chefe do Projeto Maria Ângela Cavalcanti Oliveira 3 Gestor do Projeto Sonia

Leia mais

Estudo Especial. Evolução do EC Bahia Finanças e Marca 2008/2012

Estudo Especial. Evolução do EC Bahia Finanças e Marca 2008/2012 Estudo Especial Evolução do EC Bahia Finanças e Marca 2008/2012 1 Sumário Introdução... pg 04 Análise do Balanço Patrimonial... pg 05 Highlights... pg 06 Principais Indicadores... pg 16 Valor da Marca...

Leia mais