Parceirização. Norberto Odebrecht

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Parceirização. Norberto Odebrecht"

Transcrição

1 Fornecedores

2 Parceirização No mundo empresarial, a concentração no que é prioritário, importante e possa fazer diferença para o Cliente tem estimulado a chamada terceirização. Em face de uma cultura que valoriza o envolvimento e o comprometimento de todos em busca da produtividade total, bem como a criação de laços fundados na disciplina, no respeito, na amizade e na lealdade, a terceirização é insuficiente. Mais do que terceirizar, é preciso parceirizar. No que se refere a Fornecedores e Prestadores de Serviços estruturados em bases empresariais, é relativamente simples estabelecer relações fundadas na parceria. Norberto Odebrecht

3 Apresentação Esta cartilha é mais um canal de comunicação entre a Braskem e seus Fornecedores, informando, esclarecendo e alinhando os processos e as práticas existentes na Braskem, compartilhando os principais pontos de atenção referente ao fornecimento de insumos, materiais e serviços. Índice 1. Perfil Quem somos 1.1 Visão Braskem 1.2 Princípios e Valores 1.3 Presença Global e Novos Projetos 1.4 Visão Gestão de Suprimentos 3. Principais Pontos de Instrução 3.1 Prestação de serviço nas instalações Braskem 3.2 Cadastro 3.3 Cotação 3.4 Assinatura do Contrato 3.5 Condições de Pagamento 3.6 Entrega do Material ou Serviço 3.7 Faturamento Entrega de Notas Fiscais 3.8 Importação 4. Programa Excellence 5. Inovação e Novos Projetos

4 1 Perfil 1.1 Visão Braskem Braskem na vida de milhões de pessoas ao redor do mundo Fundada em 16 de agosto de 2002, a Braskem conquistou em poucos anos um espaço relevante no cenário global petroquímico e isso é mérito de um conjunto de competências e características marcantes, como o foco em inovação, a busca pela condução dos negócios em linha com as premissas globais da sustentabilidade e a capacidade de realização de cada profissional que faz parte desta equipe de Integrantes das mais diversas culturas, origens e formações. Esse perfil faz com que a nossa empresa seja reconhecida pelo mercado como a maior produtora de resinas termoplásticas das Américas e líder mundial na produção de biopolímeros. Com atuação no setor químico e petroquímico, a Braskem possui um dos portfólios mais completos do mercado. Nossa produção é focada nas resinas termoplásticas polietileno (PE), polipropileno (PP) e policloreto de vinila (PVC), além de insumos químicos básicos, como eteno, propeno, butadieno, benzeno, tolueno, cloro, soda, solventes, água e vapor, entre outros. O modelo de negócios da Braskem integra a 1ª e a 2ª gerações petroquímicas, o que permite assegurar uma maior eficiência operacional nesta parte da cadeia. A primeira geração é responsável pelo ciclo de negócios ligado à produção de matérias-primas básicas como eteno e propeno, fundamentais para a segunda geração, que produz resinas termoplásticas como o polietileno, polipropileno e PVC. Braskem no dia a dia das pessoas Por meio de seus Clientes, que estão em mais de 60 países, em todos os continentes, a Braskem está presente na vida de milhões de pessoas de várias culturas e origens. Isso porque nossos produtos são essenciais para a cadeia de produção dos mais variados setores, tais como: alimentício, para a confecção de embalagens plásticas; construção civil, para a produção de tubos, conexões, esquadrias e módulos para construção; automotivo, para produção de peças de plástico de alta performance e leveza; saúde, para itens fundamentais como bolsas de soro e sangue, além dos mais diversos utensílios e componentes médicos; bens de consumo em geral, para a fabricação de itens de plástico e outros que utilizam produtos químicos e petroquímicos em sua composição. Braskem em números Alguns números chamam a atenção na trajetória da Braskem no setor químico e petroquímico. Números que mostram a atuação e a dimensão da empresa, uma das maiores do mundo em seu setor.

5 Braskem em números Receita Bruta R$ 39,8 bilhões / US$ 23,8 bi Receita Líquida R$ 33,2 bilhões / US$ 19,9 bi EBITDA R$ 3,7 bilhões / US$ 2,2 bi Receita com Exportações US$ 5,8 bilhões Investimentos R$ 2,07 bilhões / US$ 1,2 bi Dispêndio em Inovação e Tecnologia R$ 155 milhões Fornecedores A Braskem entende e ressalta que seus Fornecedores são parte fundamental do seu sucesso, crescimento e de sua contribuição para sociedade. São mais de Fornecedores ativos que, assim como a Braskem, buscam a satisfação dos Clientes, a atuação responsável e o crescimento de todos. 1.2 Princípios e valores A liderança e o reconhecimento alcançados pela Braskem junto aos Clientes e ao mercado estão alicerçados em princípios e valores intensamente disseminados entre seus Integrantes e praticados no dia a dia. Número de Integrantes Patentes 445 Inovação 300 profissionais especializados Capacidade de produção Cultura empresarial A Tecnologia Empresarial Odebrecht, filosofia criada pelo fundador da Organização Odebrecht (controladora da Braskem), Norberto Odebrecht, orienta a forma de atuação da empresa. É valorizada por seus Integrantes e aplicada em benefício do desenvolvimento da companhia, pelo acesso ao conhecimento, experiência e relacionamentos que tornaram a Organização Odebrecht uma das maiores do mundo, com mais de 160 mil Integrantes em todos os continentes. Código de conduta Tem por objetivo estabelecer os princípios éticos e normas de conduta que a Braskem entende que devem orientar as relações internas e externas de todos os Integrantes e que devem ser praticadas por toda a sua cadeira de valor. Mais de 16 milhões de toneladas / ano, entre resinas termoplásticas e produtos petroquímicos básicos Fábricas 35 unidades industriais, sendo: 28 no Brasil, 5 nos EUA e 2 na Alemanha Linha de ética Para apoiar a manutenção de um ambiente corporativo, seguro, ético, transparente e produtivo, a Braskem disponibiliza a Linha de Ética para seus Integrantes, Fornecedores, Clientes e outros públicos de relacionamento da empresa. Por meio desse canal, é possível entrar em contato de forma anônima com o Comitê de Ética da Braskem para relatar informações e fatos que violam os princípios da empresa.

6 Qualidade, Saúde, Segurança e Meio Ambiente Segurança na Braskem é um valor e tem que estar presente em nossas atitudes, decisões e comportamentos no dia a dia. Por isso, é fundamental que nossos Fornecedores tenham o mesmo tipo de postura, ajudando a construir um ambiente seguro para todos. Política de QPSSMA Abaixo, alguns destaques da Política de Qualidade, Saúde, Segurança e Meio Ambiente da Braskem, que representa o compromisso de todos os Integrantes da Companhia, prática esta que agrega valor aos negócios: Atender às expectativas dos Clientes; Assegurar cooperação e parceria aos Fornecedores; Promover o desenvolvimento das pessoas; Manter relacionamento construtivo com as comunidades onde atua; Melhorar continuamente seus processos, produtos e serviços; Atuar na promoção da saúde e da qualidade de vida das pessoas. Regras de Ouro Braskem - Compromisso com a Vida As Regras de Ouro são mandamentos cuja obediência salva vidas. Tais regras foram definidas em alinhamento com a TEO, que estabelece a segurança como valor essencial que deve orientar nossas atitudes, comportamentos e decisões no dia-a-dia, o que sustenta nossa crença de que toda perda pode e deve ser evitada. As pessoas são o principal elo capaz de manter a Braskem no caminho da excelência empresarial. Portanto, os cuidados com sua segurança e bem-estar serão sempre fundamentais. Com estas regras pretendemos reforçar a disciplina, pois ela é fundamental para o fortalecimento da nossa cultura de prevenção e, consequentemente, para melhoria contínua do nosso desempenho em segurança. Carlos Fadigas CEO Regras de Ouro Nós comunicamos e tratamos todo o cenário de alto risco assim que identificado; Nós realizamos qualquer atividade em condições seguras e nos recusamos a realizar o trabalho caso haja indício de insegurança; Nós permitimos a realização de atividades críticas somente por pessoas qualificadas e aptas; Nós só deixamos os sistemas instrumentados de segurança e alarmes indisponíveis mediante autorização formal; Nós não aceitamos a violação de qualquer Regra de Ouro. Nós liberamos a Permissão de Trabalho (PT) no local do serviço e implementamos todas as salvaguardas necessárias; Nós realizamos todas as atividades com Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e ferramentas adequadas; Nós asseguramos o isolamento e o bloqueio de fontes de energia perigosas; Nós registramos, comunicamos e investigamos 100% dos acidentes e todos os incidentes considerados de alto potencial de gravidade;

7 1.3 Presença Global e Novos Projetos Crescimento com melhoria na competitividade Por meio de seus escritórios nas Américas, Europa e Ásia, a Braskem atua em parceria com Clientes de mais de 60 países do mundo, firmando-se como um importante player global no mercado de resinas termoplásticas (polipropileno, polietileno e PVC) e produtos químicos. Ao todo, são 16 milhões de toneladas/ano de produtos fabricados em 35 unidades industriais instaladas no Brasil, nos Estados Unidos e na Alemanha. BRAsIL A filosofia da equipe Braskem é desenvolver parcerias de sucesso e agregar valor e competitividade ao negócio do Cliente, por meio de um atendimento personalizado e da oferta de produtos com qualidade certificada, além de serviços como assistência técnica pré e pós-venda, logística diferenciada e estrutura para testes e desenvolvimentos de produtos específicos. 35 unidades industriais 9 Escritórios Internacionais BRAsIL Bahia 1 UNIB 1 4 PE 1 PP 1 PVC 1 Cloro Soda 1 Escritório Alagoas 1 PVC 1 Cloro Soda Projetos Presença Industrial 200kt/a de PVC em Alagoas Investimentos de cerca de US$ 500 milhões e início esperado para o 1º semestre de 2012 Butadieno Rio Grande do sul Expansão da capacidade para 100kt/a com investimentos de R$ 300 milhões Parceria com a Petrobras em novos projetos (em avaliação) Comperj: produção e comercialização de resinas e produtos petroquímicos 2 UNIB 3 2 PE 2 PP 1 Escritório básicos localizada no estado do RJ Novos Projetos Projetos com a Petrobras Rio de Janeiro 1 UNIB 4 1 PE 1 PP 1 Escritório VENEzUELA Rio Grande do sul JV com Pequiven através de financiamento de projeto com patrimônio líquido de apenas 30% (em análise) Estados Unidos Argentina, Chile, Perú, Colômbia, Estados Unidos, México, Holanda, Cingapura, Venezuela Expansão da capacidade para são Paulo 2 UNIB 2 5 PE 2 PP Escritórios Internacionais PVC Alagoas 5 PP Neal La Porte Marcus Hook Freeport Seadrift Polipropileno del sur Propilsur Alemanha Polietilenos de America Polimerica 2 PP Wesseling Schkopau 1.3Mt de etileno e 1.1 Mt/a de PE PERU Braskem, Petrobras e PetroPerú concluíram estudos para a fase de pré-viabilidade técnica e econômica de um projeto integrado para produzir de 600kt a kt/a de eteno e polietileno, usando o gás natural disponível no Peru como matéria-prima

8 MÉXICO Projeto Etileno XXI: Início em 2015 Parceria com o grupo mexicano IDESA (65% Braskem, 35% IDESA) para a construção de um complexo petroquímico integrado de 1 mt/a de etileno e 1 Mt/a de PE com matéria-prima fornecida pela PEMEX (etano) Investimentos estimados em US$ 3 bilhões 1.4. Visão 2020 Visão 2020: ser a líder mundial da química sustentável, inovando para melhor servir às pessoas A visão de uma empresa contém ao mesmo tempo o sonho e o direcionamento estratégico, o intangível e o atingível. É a visão que une uma grande equipe, que provoca entusiasmo, engajamento e torna claro o futuro que todos devem buscar. Com apenas alguns anos de vida, crescimento acelerado e muita determinação em contribuir cada vez mais para um mundo melhor, a Braskem já superou desafios importantes ao longo de sua trajetória. Em 2010, a Braskem definiu a Visão 2020 e está determinada a contribuir para a transformação e evolução da indústria química, assumindo a liderança global da química sustentável. Para a Braskem, negócios e sustentabilidade estão intrinsecamente relacionados. A Visão 2020 da Braskem explicita o alinhamento da estratégia de negócios com os princípios do desenvolvimento sustentável, evidenciando o compromisso da Companhia em fazer parte, ativamente, da solução de problemas sociais e ambientais que afligem o mundo do século XXI. Como caminhar na direção 2020? Em primeiro lugar, assumindo uma postura ativa e participativa a partir do entendimento sobre seu papel para a evolução sustentável da sociedade e a melhoria da qualidade de vida das pessoas em todo o mundo. Aprimorando constantemente a ecoeficiência de suas operações, o que permite a geração de riquezas de forma responsável. Inovando com o objetivo de criar e/ou aprimorar soluções, tecnologias e produtos que melhorem a vida das pessoas e sejam ambientavelmente eficientes.

9 2 Gestão de Suprimentos Mais do que negociar um desconto ou colocar um pedido, Suprimentos é o canal de comunicação entre as áreas de Engenharia, Logística, Produção, Vendas e Finanças junto à sua cadeia de Fornecedores. Porém, seu papel não é somente de comunicar, mas sim interpretar, viabilizar, negociar, sugerir e fazer com que este fluxo esteja sempre ativo, buscando o fortalecimento da relação de parceria através de um processo estruturado de acompanhamento, feedback e melhoria contínua. Código de Conduta Braskem A escolha e a contratação de Fornecedores devem ser sempre baseadas em critérios técnicos, profissionais e éticos, alinhadas com as diretrizes gerais da Braskem, e conduzidas por meio de processo objetivo predeterminado, tal como concorrência ou cotação de preços, que garanta a melhor relação custo-benefício. A relação com Fornecedor deve ser duradoura, sem prejuízo dos princípios da livre iniciativa e da lealdade na concorrência. Atuação da área de Suprimentos No inicio de 2011, a área de Suprimentos entendeu ser necessário rever seu modelo de atuação, com objetivo de melhor suportar o crescimento e internacionalização da Braskem, proporcionado os seguintes benefícios: maior proximidade e suporte aos usuários e agregação de valor; mais agilidade e segurança dos processos; e melhor gestão do conhecimento, com isso gerando maior eficiência e melhor desempenho. Nesse cenário, a área se reestruturou criando a Gestão Central e Gestão Regional, com papéis bastante distintos, mas mantendo, no entanto, o importante alinhamento entre suas equipes. Gestão Central Equipe de Suprimentos que tem como papel principal definir e atuar na estratégia de Contratação de Serviços, MRO e Insumos, buscando pleno alinhamento com as áreas demandantes, identificando oportunidades de sinergia e aplicação das melhores práticas para a Braskem como um todo. Os profissionais dessa área atuam, utilizando a metodologia do Strategic Sourcing, em categorias estratégicas e críticas e visam conhecer, profundamente, o que estão negociando e o mercado Fornecedor, desenvolvendo um modelo de contratação que busca o melhor custo total (TCO) de forma sustentável. É ainda responsável por disseminar internamente as melhores práticas de contratação, propor procedimentos, fortalecer o canal de comunicação com os Fornecedores e apoiar a área de Suprimentos Regionais na operação dos contratos existentes. Gestão de MRO Equipe lotada no escritório de São Paulo (SP), responsável por negociar contratos de materiais (MRO). Engloba todo material indireto não relacionado diretamente ao produto e serviços que são vitais para o contínuo funcionamento da indústria. Estes itens variam de baixo valor agregado e grande volume (por exemplo, arruelas) a itens de alto valor e consumo específico (por exemplo, serpentinas de fornos de pirólise).

10 A operação de compras de materiais de MRO visa suprir a necessidade de um requisitante ou usuário. A compra também pode ter por objetivo a construção ou reposição de estoques de segurança, sem consumo imediato. Existem na natureza de MRO alguns fatores críticos a serem considerados, tais como: Foco no aumento de confiabilidade e da disponibilidade dos equipamentos e máquinas; Grande demanda de materiais durante eventos de paradas de manutenção; Possibilidade de utilização de Lojas in House; Necessidade de automatização da emissão dos pedidos cotidianos e de baixo valor; Maior parte dos itens de MRO tem demanda irregular e intermitente criando desafios para prever a demanda futura e gerenciar estoques. Responsável: André Luis Cardoso - Central de Serviços Equipe também lotada no escritório de São Paulo (SP), responsável por negociar contratos das grandes categorias de Serviços, sempre com foco corporativo em substituição a uma visão mais regional. Atua em diversos contratos críticos e estratégicos, buscando padronização dos escopos e melhores formas de controle, replicando as melhores práticas entre as plantas da Braskem. O processo de contratação de Serviços demanda muito alinhamento com os usuários e grande conhecimento do mercado Fornecedor. O principal objetivo dessa área, muito mais do que o simples processo de concorrência, é de buscar formas criativas para se fazer mais utilizando menos recursos, estabelecendo parcerias sustentáveis a longo prazo. Existem na natureza de Serviços alguns fatores críticos a serem considerados, tais como: Busca permanente por aumento de produtividade, sem abrir mão da segurança; Foco na sustentabilidade dos Fornecedores (saúde financeira, segurança, meio ambiente e questões trabalhistas); Realizar serviços fora das plantas, reduzindo a exposição das pessoas a riscos; Necessidade de manter contratos de longo prazo, fortalecendo a relação de confiança e estabelecendo uma agenda positiva de ganhos mútuos; Importância de manter um bom clima organizacional para melhor qualidade dos trabalhos. Responsável: Alessandro scapol - Central de Insumos Equipe lotada no escritório de Salvador (BA), responsável pelo planejamento e execução da estratégia e política de Insumos, incluindo a negociação dos contratos das categorias da área, que estão distribuídas em Commodities, Especialidades, Utilidades e Embalagens.

11 As operações, em sua maioria, envolvem itens de alto valor agregado, com grande impacto nos custos variáveis das plantas industriais. Estão sempre focadas na redução do custo total nas compras de matérias-primas e insumos críticos. Pelo seu caráter estratégico, sempre é considerado: Compra de itens de acordo com nossas especificações e que garantam a continuidade operacional das plantas; Pleno alinhamento e integração com as Unidades de Negócios e com a visão da Braskem; Busca da perpetuidade da competitividade das nossas unidades industriais, através do desenvolvimento de produtos/fornecedores alternativos; Soluções criativas que possam promover a captura de sinergias no Brasil e exterior, considerando a transversalidade entre as diversas unidades; Desenvolvimento e consolidação do relacionamento com Fornecedores comprometidos com nosso modelo de gestão e que partilhem dos nossos princípios, valores e priorizem relacionamentos de longo prazo; Contínua adoção dos critérios de responsabilidade social e de sustentabilidade da Braskem, atuação de maneira preventiva quanto aos impactos ao meio ambiente, à saúde e à segurança nas ações de todos os Integrantes. Responsável: Silvio Carvalho - Gestão Regional Responsável pelo atendimento das unidades industriais e corporativo, com foco no entendimento das necessidades dos usuários e nas compras emergenciais. Principal elo entre os usuários e Fornecedores, atuando na implementação de todos os contratos, inclusive os negociados pela Gestão Central, desde a requisição até o pagamento. Esta equipe também é responsável pela gestão de estoque (MRO), lojas in-house, importação, pedidos spot e compras para as demais categorias. Responsáveis: Alberto Lewis (regional Sul e importação) - Almir Rocha (regional SP) - Claudia Pellegrini (Corporativo) - Marcos Vieira (regional RJ e gestão de estoque) - Maria Del Pilar Y Garcia (regional NE) - Planejamento e Desempenho Responsável pelo planejamento e desempenho da área de Suprimentos, com destaque para os indicadores de processos e negócios, avaliação de fornecedores, inteligência do mercado Fornecedor e gestão dos processos de melhoria contínua. Responsável: Dimas do Nascimento -

12 Metodologia utilizada pela Gestão Central Strategic Sourcing É uma metodologia de compras que visa reduzir de maneira sustentável os custos totais de aquisição de cada categoria de produtos ou serviços através do mapeamento do consumo, entendimento e avaliação das especificações, do mercado Fornecedor, dos modelos de fornecimento e de negociações baseadas em fatos. Etapas internas (sem CONTATO COM os FORNECEDOREs) ETAPAs EXTERNAs (COM CONTATO COM os FORNECEDOREs) Definir ReqUERIMENTOs INTERNOs ANALIsar MERCADO FORNECEDOR ConsTRUIR MODELO de Custo TOTAL DesENVOLVER MODELO de FORNECIMENTO CONDUzir Análise de FORNECEDOREs COMPLETAR PROCEsso de Cotação CONDUzir NEGOCIAções IMPLEMENTAR ACORDOs de FORNECIMENTO Coletar dados para Analisar Identificar áreas Revisar Determinar critérios Estruturar processo Avaliar respostas Fechar versão final utilização complexidade do e componentes dos características do de avaliação dos de cotação recebidas do acordo e definir Coletar especificações e mercado Pesquisar custos Popular modelo de modelo atual e buscar alternativas Fornecedores Coletar e analisar Enviar Solicitação de Cotação aos Estabelecer Níveis de Serviço plano de implantação Confirmar critérios padrões existentes Revisar processo atual de compras Analisar criticidade interna Pesquisar barreiras atuais de compras e poder de compra tendências do mercado Identificar potenciais Fornecedores e segmentos de mercado Pesquisar estrutura de custos da indústria e comparar com preço Custo Total com custos atuais e estudo de preços de mercado Selecionar modelo(s) informações Fazer ranking de Fornecedores Definir critérios preliminares para avaliação de performance Fornecedores Inserir alternativas para alavancar benefícios na cotação Estruturar modelo do acordo (minuta preliminar) Planejar e conduzir negociações Selecionar Fornecedores e documentar benefícios Obter aprovação para o Fornecedor selecionado e implantar processo de avaliação de performance Divulgar implantação dos acordos junto aos usuários atual

13 3 Principais pontos de Instrução Este tópico tem como objetivo instruir e esclarecer processos e procedimentos que vão da compra de materiais e serviços até o pagamento, incluindo algumas melhorias desejáveis na agilidade do fluxo de documentos na Braskem. 3.1 Prestação de serviço nas instalações Braskem Visando atingir e manter a excelência em SSMA, é esperado que o Fornecedor esteja comprometido e assegure práticas, procedimentos e desempenho alinhados aos valores e princípios de SSMA da Braskem durante a execução de suas atividades em nossas instalações. Equipamento de Proteção Individual Básicos Calça jeans com o nome da empresa ou jaleco identificado na altura do joelho; Camisa jeans de manga comprida com o nome da empresa ou jaleco identificado na altura do joelho; Bota de segurança; Óculos de proteção; Protetor auricular; Capacete com jugular. As análises de RISCO e IMPACTOS em SSMA devem ser realizadas em todas as atividades (rotineiras ou não), processos, produtos, serviços e instalações; Estas análises devem considerar as consequências de caráter ambiental, econômico e social das atividades, processos, produtos, serviços e instalações contemplando os interesses de todas as partes envolvidas; Os procedimentos operacionais devem deixar claras as medidas a serem tomadas para corrigir e/ou evitar desvios que possam resultar em perdas à saúde, segurança e meio ambiente; As pessoas devem estar capacitadas para seguir disciplinadamente os padrões e procedimentos; As auditorias periódicas de PT - Permissão de Trabalho devem ser realizadas, avaliando os procedimentos e documentações necessárias; As atividades consideradas críticas para saúde, segurança e meio ambiente devem ter definidas práticas de trabalhos limpas, seguras e saudáveis, tais como: Trabalho em altura, trabalho em ambiente confinado, trabalho a quente, bloqueio de energias perigosas, purgas e Drenagens, trabalhos em sistemasenergizados, trabalho com movimentação de cargas elevadas, trabalho com movimentação de terra, abertura de equipamentos com materiais perigosos, trabalhos com materiais radioativos, intervenção em sistemas instrumentados de segurança. Os Fornecedores de serviços devem receber um treinamento de integração em SSMA antes de iniciar suas atividades (ambientação); As empresas prestadoras de serviços devem manter o contínuo monitoramento dos requisitos legais e voluntários, conduzindo de forma a garantir o conhecimento antecipado e a manter os padrões e procedimentos adequados.

14 3.2 Cadastro Os Fornecedores devem manter os seus dados cadastrais sempre atualizados ( , telefone e dados bancários). 3.3 Cotação As cotações devem ser respondidas dentro do prazo solicitado. Propostas enviadas após o prazo podem ser desconsideradas, independente da sua atratividade financeira; As condições apresentadas e aceitas entre as partes devem ser cumpridas. E qualquer alteração deve ser comunicada de imediato; A qualidade das cotações será considerada no processo. Propostas incompletas, sem informação do prazo de pagamento, prazo de entrega, incoterm, impostos inclusos e outras informações relevantes podem ser desconsideradas pela Braskem. 3.4 Assinatura de Contrato Apenas procuradores legais das empresas poderão assinar o contrato/aditivo e seus anexos. Todas as páginas deverão ser rubricadas originalmente. A 2ª via não pode ser uma cópia das páginas já rubricadas; Todas as páginas do contrato/aditivo e todos os seus anexos devem ser rubricados e a assinatura feita em local indicado para Contratada. É importante que os campos abaixo das assinaturas sejam preenchidos de forma legível, com todas as informações; É necessário o reconhecimento de firma dos procuradores que assinaram os documentos; O campo de Testemunha deverá também ser assinado por um representante (não precisa ser representante legal) da Contratada. Apenas um campo de Testemunha deve ser assinado, pois o outro será assinado pelo Gestor do Contrato da Braskem; É necessário que, juntamente com os documentos assinados, seja enviada uma cópia simples da procuração dando poderes aos representantes que assinaram o contrato/aditivo. 3.5 Condições de Pagamento A Braskem, visando melhorar seu processo de pagamento, passa a trabalhar preferencialmente com pagamentos nos dias 15 ou 30, no conceito de X dias fora a quinzena (FQ) ou fora o mês (FM) da emissao da NF. Onde X será sempre multiplo de 15. Exemplo: 15 FQ (15 dias fora a quinzena), 30 FM (30 dias fora o mês). Essa ação permitirá aos Fornecedores melhor planejamento dos recebiveis. 3.6 Entrega do Material ou Serviço Entregar o material conforme especificado no pedido; Somente fornecer material ou serviço com o documento formal da Braskem (Pedido ou FRS); Para segurança empresarial das partes envolvidas, será mantida a obrigatoriedade da existência de Contrato Formal. Os serviços recorrentes estarão suportados por contrato, devidamente assinados pelas partes envolvidas, e seu início só estará autorizado após a sua formalização. 3.7 Faturamento Emitir a Nota Fiscal (NF) para a unidade da Braskem (centro logístico) que está adquirindo o produto ou o serviço prestado; Atentar para o correto preenchimento do número do Pedido de Compra ou Folha de Registro de Serviço (FRS) que deve constar no corpo da NF; Faturar o material conforme especificado no pedido (preço, unidade, impostos, descrição etc.); Utilizar, preferencialmente, o máximo de 6 (seis) itens por NF; Incluir no arquivo XML da DANFE (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica) a informação do código do pedido/linha da Braskem para cada linha de material constante na nota fiscal; Nos casos em que é efetuado adiantamento ao Fornecedor, a NF deve ser emitida pelo mesmo CNPJ que recebeu o valor adiantado;

15 Quando houver emissão de boleto bancário, informar como número do documento no boleto o mesmo número da Nota Fiscal. Emitir, preferencialmente, boletos registrados. A Braskem preferencialmente trabalha com deposito em conta, evitando pagamentos de boleto; A praça de pagamentos da Braskem é em Salvador (BA), logo este deve ser o endereço de cobrança Entrega de Notas Fiscais Prazo de entrega de NF de Serviços: Cooperativas e Autônomos - até o dia 15 de cada mês. Demais empresas - até o dia 20 de cada mês; As notas fiscais eletrônicas (NF-e) de serviço devem ser enviadas para o endereço eletrônico: As notas fiscais de materiais devem ser entregues junto com as mercadorias nos Almoxarifados de cada unidade da Braskem; Cancelamento de notas devem ser informado ao endereço: Ao emitir as Notas Fiscais, sempre confirme e destaque as seguintes informações: Nº da Folha de Registro de Serviço FRS ou Pedido PEQ, local da prestação dos serviços, citando também o município em que foram prestados e informe o no campo do tomador dos serviços, pois desta forma sua nota fiscal já será automaticamente enviada no momento da emissão; O arquivo XML da NF-e de material deve ser enviado para o endereço eletrônico: no caso de Conhecimento de Frete eletrônico (CT-e) o XML deve ser encaminhado para o endereço: Manter atualizados os dados cadastrais referentes e contato, principalmente o para fins de recebimento de avisos via workflow quando necessário; As notas fiscais de formulário de serviço devem ser entregues nas Centrais de Recebimento localizadas nas unidades, conforme abaixo: BRASKEM Camaçari BA, UNIB1 Portaria PV1; Maceió AL, Unidade de Cloro Soda Prédio administrativo Sala 41; Triunfo RS, UNIB2 Prédio administrativo A; Paulínia SP, PP3 Portaria de entrada; Mauá SP (ABC e Cubatão) QBIN Portaria de entrada; Duque de Caxias RJ, Unidade PE9 Prédio Administrativo 1º andar. quantiq São Paulo Guarulhos SP13 Prédio Administrativo - QQ-GRU Duque de Caxias - SP CD Duque de Caxias - QQ-DQX Visando maior transparência e acessibilidade às informações, indicamos abaixo os canais de comunicação disponíveis ao fornecedor. Em caso de consultas/dúvidas de pagamentos e solicitações de comprovantes, favor entrar em contato com a nossa Central de Atendimento, através do telefone (71) , ou pelo Portal de Fornecedores no site da Braskem. Importante observar que o emitente da NF-e é obrigado a encaminhar ou disponibilizar download do arquivo XML da NF-e e seu respectivo protocolo de autorização para o destinatário, conforme definido no Ajuste SINIEF 11/08; Os boletos bancários podem ser enviados eletronicamente para o endereço:

POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO DO SISTEMA ELETROBRÁS. Sistema. Eletrobrás

POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO DO SISTEMA ELETROBRÁS. Sistema. Eletrobrás POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO DO SISTEMA ELETROBRÁS Sistema Eletrobrás Política de Logística de Suprimento do Sistema Eletrobrás POLÍTICA DE LOGÍSTICA DE SUPRIMENTO 4 POLÍTICA DE Logística de Suprimento

Leia mais

Política de Logística de Suprimento

Política de Logística de Suprimento Política de Logística de Suprimento Política de Logística de Suprimento Política de Logística de Suprimento 5 1. Objetivo Aumentar a eficiência e competitividade das empresas Eletrobras, através da integração

Leia mais

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE 1) OBJETIVOS - Apresentar de forma transparente as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente

Leia mais

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Toda empresa privada deseja gerar lucro e para que chegue com sucesso ao final do mês ela precisa vender, sejam seus serviços

Leia mais

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS À BRASKEM. PROIBIDA REPRODUÇÃO OU ALTERAÇÃO DO DOCUMENTO.

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS À BRASKEM. PROIBIDA REPRODUÇÃO OU ALTERAÇÃO DO DOCUMENTO. Agenda A BRASKEM PORQUE INOVAR? A INOVAÇÃO NA BRASKEM A GESTÃO DA INOVAÇÃO E O PLANEJAMENTO TECNOLÓGICO Indústria Petroquímica Brasileira INTEGRAÇÃO COMPETITIVA NAFTA CONDENSADO GÁS VALOR ADICIONADO COMPETITIVIDADE

Leia mais

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades;

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades; POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE OBJETIVO Esta Política tem como objetivos: - Apresentar as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente as inovações

Leia mais

MANUAL PARA FORNECEDORES

MANUAL PARA FORNECEDORES Página 1 de 11 SUMÁRIO: 1 VISÃO...3 2 MISSÃO...3 3 PRINCÍPIOS...3 4 POLÍTICA DE GESTÃO INOVA...4 5 - MENSAGEM AO FORNECEDOR...4 6 - OBJETIVO DO MANUAL...5 7 - REQUISITOS BÁSICOS DO SGQ...5 8 - AVALIAÇÃO

Leia mais

Planejamento de Manutenção e Fiscalização de Obras Industriais, Gestão de Materiais, Inventário de Estoques e Bens Patrimoniais.

Planejamento de Manutenção e Fiscalização de Obras Industriais, Gestão de Materiais, Inventário de Estoques e Bens Patrimoniais. Planejamento de Manutenção e Fiscalização de Obras Industriais, Gestão de Materiais, Inventário de Estoques e Bens Patrimoniais. Quem Somos A MDS soluções é uma prestadora de serviços que procura apoiar

Leia mais

Ser referência de excelência nas soluções de consultoria e desenvolvimento de sistemas de informação, superando as expectativas dos clientes.

Ser referência de excelência nas soluções de consultoria e desenvolvimento de sistemas de informação, superando as expectativas dos clientes. DOMPER CONSULTORIA E SISTEMAS LTDA Rua Dr. Flores, 273 Sala 30-1 andar Ed. Frozzi CEP: 95.200-000 - Vacaria RS Fone (54) 3232-6119 / (54) 3232-8484 / (54) 3232-1471 CNPJ: 08.020.035/0001-02 IE: 154/0101158

Leia mais

Química Verde e Petroquímica Impactos na Distribuição Décio Oddone Vice-presidente responsável pela quantiq

Química Verde e Petroquímica Impactos na Distribuição Décio Oddone Vice-presidente responsável pela quantiq Química Verde e Petroquímica Impactos na Distribuição Décio Oddone Vice-presidente responsável pela quantiq AGENDA BRASKEM DESENVOLVIMENTO QUÍMICA PILARES FUTURO FUTURO DA DISTRIBUIÇÃO AGENDA BRASKEM DESENVOLVIMENTO

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

LMA, Solução em Sistemas

LMA, Solução em Sistemas LMA, Solução em Sistemas Ao longo dos anos os sistemas para gestão empresarial se tornaram fundamentais, e por meio dessa ferramenta as empresas aperfeiçoam os processos e os integram para uma gestão mais

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental

Política de Responsabilidade Socioambiental Política de Responsabilidade Socioambiental SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 OBJETIVO... 3 3 DETALHAMENTO... 3 3.1 Definições... 3 3.2 Envolvimento de partes interessadas... 4 3.3 Conformidade com a Legislação

Leia mais

Braskem protege investimentos de R$ 1,6 bilhão com CA Clarity PPM

Braskem protege investimentos de R$ 1,6 bilhão com CA Clarity PPM CUSTOMER SUCCESS STORY Braskem protege investimentos de R$ 1,6 bilhão com CA Clarity PPM PERFIL DO CLIENTE Indústria: Química Companhia: Braskem EMPRESA A Braskem é a maior produtora de resinas termoplásticas

Leia mais

PROGRAMA DE PATROCÍNIO DA COSERN

PROGRAMA DE PATROCÍNIO DA COSERN PROGRAMA DE PATROCÍNIO DA COSERN Resumo das diretrizes e critérios da COSERN/ Grupo Neoenergia para patrocínios a projetos socioculturais e ambientais. Guia Básico do Proponente 1 Índice Introdução 2 1.

Leia mais

Plano de Sustentabilidade da Unilever

Plano de Sustentabilidade da Unilever Unilever Plano de Sustentabilidade da Unilever Eixo temático Governança Principal objetivo da prática Para a Unilever, o crescimento sustentável e lucrativo requer os mais altos padrões de comportamento

Leia mais

Política de Gestão de Pessoas

Política de Gestão de Pessoas julho 2010 5 1. Política No Sistema Eletrobras, as pessoas são agentes e beneficiárias do fortalecimento organizacional, contribuindo para a competitividade, rentabilidade e sustentabilidade empresarial.

Leia mais

TÍTULO Norma de Engajamento de Partes Interessadas GESTOR DRM ABRANGÊNCIA Agências, Departamentos, Demais Dependências, Empresas Ligadas

TÍTULO Norma de Engajamento de Partes Interessadas GESTOR DRM ABRANGÊNCIA Agências, Departamentos, Demais Dependências, Empresas Ligadas NORMA INTERNA TÍTULO Norma de Engajamento de Partes Interessadas GESTOR DRM ABRANGÊNCIA Agências, Departamentos, Demais Dependências, Empresas Ligadas NÚMERO VERSÃO DATA DA PUBLICAÇÃO SINOPSE Dispõe sobre

Leia mais

O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade).

O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade). O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade). Coordenação Sindicato dos Centros de Formação de Condutores

Leia mais

Planejar Soluções em TI e Serviços para Agronegócio. Software de Gestão Rural ADM Rural 4G

Planejar Soluções em TI e Serviços para Agronegócio. Software de Gestão Rural ADM Rural 4G Planejar Soluções em TI e Serviços para Agronegócio Software de Gestão Rural ADM Rural 4G 2011 ADM Rural 4G Agenda de Apresentação E Empresa Planejar O Software ADM Rural 4G Diferenciais Benefícios em

Leia mais

LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza

LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza LOGÍSTICA Professor: Dr. Edwin B. Mitacc Meza edwin@engenharia-puro.com.br www.engenharia-puro.com.br/edwin Nível de Serviço ... Serviço ao cliente é o resultado de todas as atividades logísticas ou do

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA APLICADO AOS ATORES DIRETOS

CÓDIGO DE ÉTICA APLICADO AOS ATORES DIRETOS Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação e Comunicação da Região Central do Centro do Rio Grande do Sul CÓDIGO DE ÉTICA APLICADO AOS ATORES DIRETOS Outubro de 2013 MISSÃO Fortalecer, qualificar,

Leia mais

Pessoas e Negócios em Evolução

Pessoas e Negócios em Evolução Empresa: Atuamos desde 2001 nos diversos segmentos de Gestão de Pessoas, desenvolvendo serviços diferenciados para empresas privadas, associações e cooperativas. Prestamos serviços em mais de 40 cidades

Leia mais

Gestão estratégica em finanças

Gestão estratégica em finanças Gestão estratégica em finanças Resulta Consultoria Empresarial Gestão de custos e maximização de resultados A nova realidade do mercado tem feito com que as empresas contratem serviços especializados pelo

Leia mais

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras 1. DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente para o desenvolvimento sustentável, das áreas onde atuamos e

Leia mais

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes

POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes POLÍTICA DE SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE - SMS. Elaboração Luiz Guilherme D CQSMS 10 00 Versão Data Histórico Aprovação 00 20/10/09 Emissão de documento Aldo Guedes Avaliação da Necessidade de Treinamento

Leia mais

Teleconferência de Resultados 4T14 e 2014. São Paulo, 12 de fevereiro de 2015

Teleconferência de Resultados 4T14 e 2014. São Paulo, 12 de fevereiro de 2015 Teleconferência de Resultados 4T14 e 2014 São Paulo, 12 de fevereiro de 2015 Ressalva sobre declarações futuras Esta apresentação contém declarações prospectivas. Tais informações não são apenas fatos

Leia mais

DOW BUSINESS SERVICES Diamond Value Chain Consulting

DOW BUSINESS SERVICES Diamond Value Chain Consulting DOW BUSINESS SERVICES Diamond Value Chain Consulting Soluções personalizadas para acelerar o crescimento do seu negócio Estratégia Operacional Projeto e Otimização de Redes Processos de Integração Eficácia

Leia mais

DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL

DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL DIRETRIZES PARA UM FORNECIMENTO SUSTENTÁVEL APRESENTAÇÃO A White Martins representa na América do Sul a Praxair, uma das maiores companhias de gases industriais e medicinais do mundo, com operações em

Leia mais

Conceito de NF-e. Conexão NF-e

Conceito de NF-e. Conexão NF-e WHITE PAPER Sumário Conceito de NF-e... 3 Conexão NF-e... 3 Validador de Arquivos da Nota de Entrada... 4 Importador da Nota de Entrada Para o ERP E M S... 5 Manifesto do Destinatário Eletrônico (MD-e)...

Leia mais

Manual para Transportadoras

Manual para Transportadoras Índice 1 Objetivo... 3 2 O Projeto e-suprir... 3 3 Introdução... 3 4 Informações Básicas... 4 4.1 Painel de Controle Compras... 4 5 Acessando o Pedido... 5 6 Digitando o Espelho de Nota Fiscal... 7 6.1

Leia mais

Desenvolvimento da agenda sustentabilidade & negócios

Desenvolvimento da agenda sustentabilidade & negócios Desenvolvimento da agenda sustentabilidade & negócios Em 2013, a Duratex lançou sua Plataforma 2016, marco zero do planejamento estratégico de sustentabilidade da Companhia. A estratégia baseia-se em três

Leia mais

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti e d a id 4 m IN r fo a n m Co co M a n ua l Governança AMIGA Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti Um dos grandes desafios atuais da administração

Leia mais

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações

O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Projeto Saber Contábil O Papel Estratégico da Gestão de Pessoas para a Competitividade das Organizações Alessandra Mercante Programa Apresentar a relação da Gestão de pessoas com as estratégias organizacionais,

Leia mais

Declaração de Escopo

Declaração de Escopo 1/9 Elaborado por: Adriano Marra, Bruno Mota, Bruno Leite, Janaina Versão: 1.4 Lima, Joao Augusto, Paulo Takagi, Ricardo Reis. Aprovado por: Porfírio Carlos Roberto Junior 24/08/2010 Time da Equipe de

Leia mais

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS METODOLOGIA DE AUDITORIA PARA AVALIAÇÃO DE CONTROLES E CUMPRIMENTO DE PROCESSOS DE TI NARDON, NASI AUDITORES E CONSULTORES CobiT

Leia mais

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO X PROJETO BÁSICO: DESCRIÇÃO DOS PROCESSOS DE TI

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO X PROJETO BÁSICO: DESCRIÇÃO DOS PROCESSOS DE TI CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO X PROJETO BÁSICO: DESCRIÇÃO DOS PROCESSOS DE TI 1. PI06 TI 1.1. Processos a serem Atendidos pelos APLICATIVOS DESENVOLVIDOS Os seguintes processos do MACROPROCESSO

Leia mais

Alinhamento entre Estratégia e Processos

Alinhamento entre Estratégia e Processos Fabíola Azevedo Grijó Superintendente Estratégia e Governança São Paulo, 05/06/13 Alinhamento entre Estratégia e Processos Agenda Seguros Unimed Modelo de Gestão Integrada Kaplan & Norton Sistema de Gestão

Leia mais

SUMÁRIO. Elaborado por: Revisado por: Aprovado por: Coordenação de Qualidade e Meio Ambiente. Gerência Suprimentos e Logística

SUMÁRIO. Elaborado por: Revisado por: Aprovado por: Coordenação de Qualidade e Meio Ambiente. Gerência Suprimentos e Logística Suprimentos e Logística Pág. 1 de 14 SUMÁRIO 1 OBJETIVO... 2 2 ABRANGÊNCIA / NÍVEL DE DISTRIBUIÇÃO... 2 3 SIGLAS UTILIZADAS... 2 4 GLOSSÁRIO / CONCEITOS... 2 5 DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA... 3 6 CONTEÚDO...

Leia mais

Atualização do Sistema T-Car-Win Versão 1.15.5

Atualização do Sistema T-Car-Win Versão 1.15.5 Atualização do Sistema T-Car-Win Versão 1.15.5 O sistema T-Car-Win está sendo atualizado para a versão 1.15.5. Esta versão tem o objetivo de agregar as seguintes funcionalidades ao sistema: Possibilidade

Leia mais

Gerenciamento de Serviços de TI ITIL v2 Módulo 1 Conceitos básicos

Gerenciamento de Serviços de TI ITIL v2 Módulo 1 Conceitos básicos Gerenciamento de Serviços de TI ITIL v2 Módulo 1 Conceitos básicos Referência: An Introductory Overview of ITIL v2 Livros ITIL v2 Cenário de TI nas organizações Aumento da dependência da TI para alcance

Leia mais

ANEXO 2 Estrutura Modalidade 1 ELIS PMEs PRÊMIO ECO - 2015

ANEXO 2 Estrutura Modalidade 1 ELIS PMEs PRÊMIO ECO - 2015 ANEXO 2 Estrutura Modalidade 1 ELIS PMEs PRÊMIO ECO - 2015 Critérios Descrições Pesos 1. Perfil da Organização Breve apresentação da empresa, seus principais produtos e atividades, sua estrutura operacional

Leia mais

Apresentação Plano de Integridade Institucional da Controladoria-Geral da União (PII)

Apresentação Plano de Integridade Institucional da Controladoria-Geral da União (PII) PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO Secretaria-Executiva Diretoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional Plano de Integridade Institucional (PII) 2012-2015 Apresentação Como

Leia mais

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Justificativa: As transformações ocorridas nos últimos anos têm obrigado as organizações a se modificarem constantemente e de forma

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.036/05

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.036/05 RESOLUÇÃO CFC Nº 1.036/05 Aprova a NBC T 11.8 Supervisão e Controle de Qualidade. O Conselho Federal de Contabilidade, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, Considerando que as Normas

Leia mais

MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE

MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE Revisão: 07 Data: 05.03.09 Página 1 de 7 Copia controlada MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE José G. Cardoso Diretor Executivo As informações contidas neste Manual são de propriedade da Abadiaço Ind. e Com.

Leia mais

Linha BNDES Exim Automático

Linha BNDES Exim Automático Linha BNDES Exim Automático Ajudando sua empresa a exportar mais através da rede de bancos credenciados do BNDES no exterior Como incrementar as exportações da minha empresa oferecendo mais prazo de pagamento

Leia mais

MANUAL FORNECEDORES. Santo Ângelo (RS) 16/09/2015 REV.02

MANUAL FORNECEDORES. Santo Ângelo (RS) 16/09/2015 REV.02 Santo Ângelo (RS) 16/09/2015 REV.02 MANUAL FORNECEDORES A Fundimisa Fundição e Usinagem Ltda pretende com este Manual aprimorar a relação com seus fornecedores e padronizar informações entre as partes.

Leia mais

CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS INOVAÇÃO EM FINANCIAMENTO

CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS INOVAÇÃO EM FINANCIAMENTO CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS INOVAÇÃO EM FINANCIAMENTO FUNDO COMUM PARA OS PRODUTOS BÁSICOS (FCPB) BUSCA CANDIDATURAS A APOIO PARA ATIVIDADES DE DESENVOLVIMENTO DOS PRODUTOS BÁSICOS Processo de

Leia mais

GESTÃO DO NÍVEL DE SERVIÇO E SEGMENTAÇÃO DE MERCADO PARA DIFERENCIAÇÃO DOS SERVIÇOS DE RH. PROFa. EVELISE CZEREPUSZKO

GESTÃO DO NÍVEL DE SERVIÇO E SEGMENTAÇÃO DE MERCADO PARA DIFERENCIAÇÃO DOS SERVIÇOS DE RH. PROFa. EVELISE CZEREPUSZKO GESTÃO DO NÍVEL DE SERVIÇO E SEGMENTAÇÃO DE MERCADO PARA DIFERENCIAÇÃO DOS SERVIÇOS DE RH PROFa. EVELISE CZEREPUSZKO O QUE É NÍVEL DE SERVIÇO LOGÍSTICO? É a qualidade com que o fluxo de bens e serviços

Leia mais

Política de Sustentabilidade

Política de Sustentabilidade Política de Sustentabilidade Síntese O Compromisso ALIANSCE para a Sustentabilidade demonstra o nosso pacto com a ética nos negócios, o desenvolvimento das comunidades do entorno de nossos empreendimentos,

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DA MULTIPLAN EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S.A.

CÓDIGO DE CONDUTA DA MULTIPLAN EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S.A. CÓDIGO DE CONDUTA DA MULTIPLAN EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S.A. O presente Código de Conduta da Multiplan Empreendimentos Imobiliários S.A. (a Companhia ), visa cumprir com as disposições do Regulamento

Leia mais

LINHA DE APRENDIZADO. Departamento de Compras. Modelo de Negócio. Central de Compras. Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar

LINHA DE APRENDIZADO. Departamento de Compras. Modelo de Negócio. Central de Compras. Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar AGOSTO/2015 LINHA DE APRENDIZADO Departamento de Compras Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar Central de Compras Modelo de Negócio Fundada há 120 anos. Atendimento de média e alta

Leia mais

Terceirização de Serviços de TI

Terceirização de Serviços de TI Terceirização de Serviços de TI A visão do Cliente PACS Quality Informática Ltda. 1 Agenda Terceirização: Perspectivas históricas A Terceirização como ferramenta estratégica Terceirização: O caso específico

Leia mais

Pitrez Informática MANUAL DA QUALIDADE. Norma NBR ISO 9001:2008

Pitrez Informática MANUAL DA QUALIDADE. Norma NBR ISO 9001:2008 Título Manual da Qualidade Folha: 1 de 20 Pitrez Informática MANUAL DA QUALIDADE Norma NBR ISO 9001:2008 Título Manual da Qualidade Folha: 2 de 20 Título Manual da Qualidade Folha: 3 de 20 Índice 1. Apresentação...

Leia mais

Gestão da Inovação no Contexto Brasileiro. Hugo Tadeu e Hérica Righi 2014

Gestão da Inovação no Contexto Brasileiro. Hugo Tadeu e Hérica Righi 2014 Gestão da Inovação no Contexto Brasileiro Hugo Tadeu e Hérica Righi 2014 INTRODUÇÃO Sobre o Relatório O relatório anual é uma avaliação do Núcleo de Inovação e Empreendedorismo da FDC sobre as práticas

Leia mais

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar.

C O B I T. Gerenciamento dos Riscos Mitigação. Aceitação. Transferência. Evitar/Eliminar. C O B I T Evolução Estratégica A) Provedor de Tecnologia Gerenciamento de Infra-estrutura de TI (ITIM) B) Provedor de Serviços Gerenciamento de Serviços de TI (ITSM) C) Parceiro Estratégico Governança

Leia mais

POLÍTICA DE RELACIONAMENTO COM FORNECEDORES

POLÍTICA DE RELACIONAMENTO COM FORNECEDORES POLÍTICA DE RELACIONAMENTO COM FORNECEDORES Versão JUNHO/2014 ORIENTAÇÕES AO FORNECEDOR Atendimento à legislação A relação entre a GLOBOSAT e seus fornecedores deve ser construída em padrões de rigor no

Leia mais

COORDENADOR SÊNIOR (CONSULTORIAS) (Candidaturas serão aceitas até o dia 22/2/2013 envie seu CV para asantos@uniethos.org.br)

COORDENADOR SÊNIOR (CONSULTORIAS) (Candidaturas serão aceitas até o dia 22/2/2013 envie seu CV para asantos@uniethos.org.br) COORDENADOR SÊNIOR (CONSULTORIAS) DESCRIÇÃO GERAL: O Coordenador Sênior do Uniethos é responsável pelo desenvolvimento de novos projetos, análise de empresas, elaboração, coordenação, gestão e execução

Leia mais

PROGRAMA FORTALECER Edital de Projetos REGULAMENTO

PROGRAMA FORTALECER Edital de Projetos REGULAMENTO PROGRAMA FORTALECER Edital de Projetos REGULAMENTO Sumário 1. O EDITAL... 2 1.1. Natureza e objetivos... 2 1.2. Princípios orientadores... 2 1.3. Foco temático do edital... 2 2. QUEM PODE PARTICIPAR...

Leia mais

www.avantassessoria.com.br

www.avantassessoria.com.br www.avantassessoria.com.br Nossa Empresa A AVANT Assessoria Contábil e Tributária é uma empresa de contabilidade especializada em consultoria e assessoria de empresas e profissionais liberais, oferecendo

Leia mais

O Grupo Gerdau incentiva o trabalho em equipe e o uso de ferramentas de gestão pela qualidade na busca de soluções para os problemas do dia-a-dia.

O Grupo Gerdau incentiva o trabalho em equipe e o uso de ferramentas de gestão pela qualidade na busca de soluções para os problemas do dia-a-dia. O Grupo Gerdau incentiva o trabalho em equipe e o uso de ferramentas de gestão pela qualidade na busca de soluções para os problemas do dia-a-dia. Rio Grande do Sul Brasil PESSOAS E EQUIPES Equipes que

Leia mais

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação

NORMAS DE CONDUTA. Apresentação NORMAS DE CONDUTA Apresentação Adequando-se às melhores práticas de Governança Corporativa, a TITO está definindo e formalizando as suas normas de conduta ( Normas ). Estas estabelecem as relações, comportamentos

Leia mais

INSTRUÇÃO DE TRABALHO PARA INFORMAÇÕES GERENCIAIS

INSTRUÇÃO DE TRABALHO PARA INFORMAÇÕES GERENCIAIS INSTRUÇÃO DE TRABALHO PARA INFORMAÇÕES GERENCIAIS Asia Shipping Transportes Internacionais Ltda. como cópia não controlada P á g i n a 1 7 ÍNDICE NR TÓPICO PÁG. 1 Introdução & Política 2 Objetivo 3 Responsabilidade

Leia mais

Padrões para Fornecedores da GS1 BRASIL

Padrões para Fornecedores da GS1 BRASIL Padrões para Fornecedores da GS1 BRASIL O objetivo deste documento é informar aos fornecedores dos pontos e valores fundamentais de nosso processo de compras. A GS1 Brasil mantém a ética, a transparência

Leia mais

Líder em consultoria no agronegócio

Líder em consultoria no agronegócio MPRADO COOPERATIVAS mprado.com.br COOPERATIVAS 15 ANOS 70 Consultores 25 Estados 300 cidade s 500 clientes Líder em consultoria no agronegócio 3. Gestão empresarial 3.1 Gestão empresarial Objetivo: prover

Leia mais

Cadastro de Fornecedores. de Bens e Serviços da Petrobras

Cadastro de Fornecedores. de Bens e Serviços da Petrobras Cadastro de Fornecedores de Bens e Serviços da Petrobras Plano Estratégico PETROBRAS Missão Atuar de forma segura e rentável, com responsabilidade social e ambiental, nos mercados nacional e internacional,

Leia mais

CONSULTORIA MUDAR NEM SEMPRE É FÁCIL, MAS AS VEZES É NECESSÁRIO

CONSULTORIA MUDAR NEM SEMPRE É FÁCIL, MAS AS VEZES É NECESSÁRIO MUDAR NEM SEMPRE É FÁCIL, MAS AS VEZES É NECESSÁRIO CONTEÚDO 1 APRESENTAÇÃO 2 PÁGINA 4 3 4 PÁGINA 9 PÁGINA 5 PÁGINA 3 APRESENTAÇÃO 1 O cenário de inovação e incertezas do século 21 posiciona o trabalho

Leia mais

PUBLICADO EM 01/08/2015 VÁLIDO ATÉ 31/07/2020

PUBLICADO EM 01/08/2015 VÁLIDO ATÉ 31/07/2020 PUBLICADO EM 01/08/2015 VÁLIDO ATÉ 31/07/2020 INDICE POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL 1. Objetivo...2 2. Aplicação...2 3. implementação...2 4. Referência...2 5. Conceitos...2 6. Políticas...3

Leia mais

Soluções em Tecnologia da Informação

Soluções em Tecnologia da Informação Soluções em Tecnologia da Informação Curitiba Paraná Salvador Bahia A DTS Sistemas é uma empresa familiar de Tecnologia da Informação, fundada em 1995, especializada no desenvolvimento de soluções empresariais.

Leia mais

CIGAM SOFTWARE CORPORATIVA LTDA.

CIGAM SOFTWARE CORPORATIVA LTDA. CIGAM SOFTWARE CORPORATIVA LTDA. Raquel Engeroff Neusa Cristina Schnorenberger Novo Hamburgo RS Vídeo Institucional Estratégia Visão Missão Ser uma das 5 maiores empresas de software de gestão empresarial

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

POLÍTICA DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES INVEPAR. A melhor forma de usar nossos recursos.

POLÍTICA DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES INVEPAR. A melhor forma de usar nossos recursos. POLÍTICA DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES INVEPAR. A melhor forma de usar nossos recursos. 1. OBJETIVO Este documento tem a finalidade de estabelecer diretrizes para a aquisição de bens e serviços nas empresas

Leia mais

WORKSHOP INTERNACIONAL DE CONTROLE, PREVENÇÃO E REPRESSÃO DO DESVIO DE PRODUTOS QUÍMICOS. Abril/2013

WORKSHOP INTERNACIONAL DE CONTROLE, PREVENÇÃO E REPRESSÃO DO DESVIO DE PRODUTOS QUÍMICOS. Abril/2013 WORKSHOP INTERNACIONAL DE CONTROLE, PREVENÇÃO E REPRESSÃO DO DESVIO DE PRODUTOS QUÍMICOS Abril/2013 Agenda 1 2 Mercado de Distribuição de Químicos A quantiq 3 O PRODIR e a Gestão Regulatória na Distribuição

Leia mais

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE

POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE 1. OBJETIVO E ABRANGÊNCIA Esta Política tem como objetivos: Apresentar de forma transparente os princípios e as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e direcionam

Leia mais

BPMs Alavanca para a excelência operacional de processos transacionais

BPMs Alavanca para a excelência operacional de processos transacionais BPMs Alavanca para a excelência operacional de processos transacionais ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO A Unimed Londrina; Objetivos do Projeto; Estratégia Adotada; Comunicação; Características da solução; Processos

Leia mais

Contas a Pagar - Política de Pagamentos a Fornecedores

Contas a Pagar - Política de Pagamentos a Fornecedores Contas a Pagar - Política de Pagamentos a Fornecedores Setembro / 2013 Bem vindo ao sistema de consultas de pagamentos da TOTVS S/A. Aqui você encontrará informações sobre condições de pagamentos, bem

Leia mais

Artigo 1º - Aprovar revisão da Política de Segurança da PRODEB, que com esta se publica.

Artigo 1º - Aprovar revisão da Política de Segurança da PRODEB, que com esta se publica. Classificação: RESOLUÇÃO Código: RP.2007.077 Data de Emissão: 01/08/2007 O DIRETOR PRESIDENTE da Companhia de Processamento de Dados do Estado da Bahia - PRODEB, no uso de suas atribuições e considerando

Leia mais

Avaliação de Serviços de Higiene Hospitalar

Avaliação de Serviços de Higiene Hospitalar Avaliação de Serviços de Higiene Hospitalar MANUAL DO AVALIADOR Parte I 1.1 Liderança Profissional habilitado ou com capacitação compatível. Organograma formalizado, atualizado e disponível. Planejamento

Leia mais

Planejamento Estratégico de TIC. da Justiça Militar do Estado. do Rio Grande do Sul

Planejamento Estratégico de TIC. da Justiça Militar do Estado. do Rio Grande do Sul Planejamento Estratégico de TIC da Justiça Militar do Estado do Rio Grande do Sul MAPA ESTRATÉGICO DE TIC DA JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO (RS) MISSÃO: Gerar, manter e atualizar soluções tecnológicas eficazes,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Contratação de consultoria pessoa física para serviços de preparação

Leia mais

Código de Fornecimento Responsável

Código de Fornecimento Responsável Código de Fornecimento Responsável Breve descrição A ArcelorMittal requer de seus fornecedores o cumprimento de padrões mínimos relacionados a saúde e segurança, direitos humanos, ética e meio ambiente.

Leia mais

Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catarina IEL/SC

Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catarina IEL/SC Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catarina IEL/SC Uma estrutura de apoio à Inovação Eliza Coral, Dr. Eng., PMP Outubro, 2010 Diretrizes Organizacionais Missão Contribuir para o desenvolvimento sustentável

Leia mais

CRESCIMENTO DE VOLUME

CRESCIMENTO DE VOLUME CRESCIMENTO DE VOLUME 12% EM 2009 42 A Oxiteno iniciou 2009 com uma escala significativamente maior, como resultado do programa de investimentos em ampliação de sua capacidade produtiva conduzido nos últimos

Leia mais

Manual do Sistema de Gestão Ambiental - Instant Solutions. Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa

Manual do Sistema de Gestão Ambiental - Instant Solutions. Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa Manual do Sistema de Gestão Ambiental da empresa Data da Criação: 09/11/2012 Dara de revisão: 18/12/2012 1 - Sumário - 1. A Instant Solutions... 3 1.1. Perfil da empresa... 3 1.2. Responsabilidade ambiental...

Leia mais

MANUAL DA QUALIDADE Viva Vida Produtos de Lazer Ltda. Manual da Qualidade - MQ V. 1 Sistema de Gestão da Qualidade Viva Vida - SGQVV

MANUAL DA QUALIDADE Viva Vida Produtos de Lazer Ltda. Manual da Qualidade - MQ V. 1 Sistema de Gestão da Qualidade Viva Vida - SGQVV MANUAL DA QUALIDADE Manual da Qualidade - MQ Página 1 de 15 ÍNDICE MANUAL DA QUALIDADE 1 INTRODUÇÃO...3 1.1 EMPRESA...3 1.2 HISTÓRICO...3 1.3 MISSÃO...4 1.4 VISÃO...4 1.5 FILOSOFIA...4 1.6 VALORES...5

Leia mais

O Impacto da Gestão da Cadeia de Fornecedores na Sustentabilidade das Organizações

O Impacto da Gestão da Cadeia de Fornecedores na Sustentabilidade das Organizações Webinar O Impacto da Gestão da Cadeia de Fornecedores na Sustentabilidade das Organizações Juliana Scalon 4 de Setembro de 2013 Aprimore o desempenho dos fornecedores Para se sobressair no mercado atual

Leia mais

Apresentação Institucional. Metodologia com alta tecnologia para soluções sob medida

Apresentação Institucional. Metodologia com alta tecnologia para soluções sob medida Apresentação Institucional Metodologia com alta tecnologia para soluções sob medida A empresa que evolui para o seu crescimento A VCN Virtual Communication Network, é uma integradora de Soluções Convergentes

Leia mais

Liderança, Cultura e Segurança

Liderança, Cultura e Segurança Liderança, Cultura e Segurança Uma Introdução à Abordagem Liderando Com Segurança (LWS ) da BST A obtenção de melhores resultados em segurança está associada à capacidade da organização de conectar as

Leia mais

Tecnologia da Informação CAASP. DIS Departamento de Informática e Sistemas. Relatório Anuário 2008 Att. Gerência Geral e Diretoria CAASP

Tecnologia da Informação CAASP. DIS Departamento de Informática e Sistemas. Relatório Anuário 2008 Att. Gerência Geral e Diretoria CAASP Tecnologia da Informação CAASP DIS Relatório Anuário 2008 Att. Gerência Geral e Diretoria CAASP Introdução...03 Projetos e Fatos Relevantes 2008...03 Raio X de Investimentos e Custos...10 Considerações

Leia mais

DELOITE TOUCHE TOHMATSU Código PO-SIGA POLITICA CORPORATIVA Revisão 02

DELOITE TOUCHE TOHMATSU Código PO-SIGA POLITICA CORPORATIVA Revisão 02 Pagina 1/6 ÍNDICE 1. OBJETIVO...3 2. ABRANGÊNCIA / APLICAÇÃO...3 3. REFERÊNCIAS...3 4. DEFINIÇÕES...3 5. DIRETRIZES E RESPONSABILIDADES...4 5.1 POLITICAS...4 5.2 COMPROMISSOS...4 5.3 RESPONSABILIDADES...5

Leia mais

Comex Exportação. Comercial. A partir de integração com o módulo de faturamento, o sistema de controle de exportação,

Comex Exportação. Comercial. A partir de integração com o módulo de faturamento, o sistema de controle de exportação, Comex Exportação A partir de integração com o módulo de faturamento, o sistema de controle de exportação, facilita a impressão dos principais documentos da exportação como fatura comercial, packing list,

Leia mais

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Setembro de 2010 Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente

Leia mais

Gestão eficaz de pessoas melhorando a produtividade, qualidade e resultados organizacionais. Mário Ibide

Gestão eficaz de pessoas melhorando a produtividade, qualidade e resultados organizacionais. Mário Ibide Gestão eficaz de pessoas melhorando a produtividade, qualidade e resultados organizacionais. Mário Ibide A Nova América na vida das pessoas 8 Cultural Empresarial Missão Do valor do campo ao campo de valor

Leia mais

As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012

As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012 As novas tecnologias podem finalmente - viabilizar o RH Estratégico? Thais Silva I Janeiro 2012 Universo TOTVS Fundada em 1983 6ª maior empresa de software (ERP) do mundo Líder em Software no Brasil e

Leia mais

Isabella relacionados à função. 02 27/08/09 Alterado o Título do cargo. Isabella 03 30/01/10 Alterado item 12. Isabella

Isabella relacionados à função. 02 27/08/09 Alterado o Título do cargo. Isabella 03 30/01/10 Alterado item 12. Isabella FUNÇÃO: Auxiliar Administrativo de Ponto de Venda PÁGINA: 1 de 5 ATRIBUIÇÃO OPERACIONAL AUXILIAR ADMINISTRATIVO I APLICAÇÃO: PONTOS DE VENDA Nº da Revisão Data da revisão Descrição da alteração Responsável

Leia mais

Introdução. Benefícios para todos

Introdução. Benefícios para todos Introdução Esta cartilha tem a finalidade de guiar as empresas na implantação da Nota Fiscal Eletrônica e demonstrar as facilidades e vantagens do sistema para o contribuinte e para a sociedade A Nota

Leia mais

Sustentabilidade no Grupo Boticário. Atuação com a Rede de Franquias

Sustentabilidade no Grupo Boticário. Atuação com a Rede de Franquias Sustentabilidade no Grupo Boticário Atuação com a Rede de Franquias Mais de 6.000 colaboradores. Sede (Fábrica e Escritórios) em São José dos Pinhais (PR) Escritórios em Curitiba (PR) e São Paulo (SP).

Leia mais

Página 1 de 19 Data 04/03/2014 Hora 09:11:49 Modelo Cerne 1.1 Sensibilização e Prospecção Envolve a manutenção de um processo sistematizado e contínuo para a sensibilização da comunidade quanto ao empreendedorismo

Leia mais

Manual do Fornecedor Processo Transparente, Ágil e Seguro

Manual do Fornecedor Processo Transparente, Ágil e Seguro FORNECEDORES A Rentauto mantém e estimula um relacionamento de longo prazo com seus fornecedores e parceiros, baseado na ética, transparência e respeito mútuo. 1 Sumário Introdução ao Portal do Fornecedor

Leia mais