Não obstante, passou a existir algumas estabilidades provisórias em detrimento de casos específicos como será visto posteriormente.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Não obstante, passou a existir algumas estabilidades provisórias em detrimento de casos específicos como será visto posteriormente."

Transcrição

1 DIREITO DO TRABALHO 1. Estabilidade Anteriormente a lei do FGTS, o empregado adquiria a estabilidade no emprego após 10 anos de serviço no mesmo empregador. Assim, a partir disso, o empregado estável ficava imune à demissão, exceto por falta grave ou força maior. Quando da dispensa do empregado estável, em ocorrendo, o empregador era obrigado a indenizar o mesmo ao valor equivalente a um salário por ano de serviço. A partir da Constituição Federal de 1988 e o advento do FGTS Fundo de Garantia por Tempo de Serviço a estabilidade antes existente acabou extinta uma vez que referido instrumento acabou estendendo a todos empregados, com algumas exceções. Não obstante, passou a existir algumas estabilidades provisórias em detrimento de casos específicos como será visto posteriormente Estabilidade Provisória A estabilidade provisória surgiu em decorrência de circunstâncias consideradas passageiras, com o escopo de proteger interesses especiais da sociedade como nos 1

2 casos de acidentes do trabalho, período de gestação e amamentação. Assim faz jus a estabilidade provisória: a. membro da CCP Comissão de Conciliação Prévia, sendo titular ou suplente, pelo período de até um ano após o final do mandato; b. dirigente sindical, a partir de sua candidatura, até um ano após o final do mandato; c. diretor e suplente da CIPA, até um ano após o término de seu mandato; d. empregado acidentado, até 12 meses, após a cessação do auxílio doença; e. empregada gestante, desde a confirmação da gravidez até o quinto mês após o parto; Consoante súmula 396 do TST, em casos de dispensa injusta, poderá o empregado com estabilidade provisória ser reintegrado no emprego, mediante ação judicial. No caso do dirigente sindical, se faz necessário para a dispensa, a instauração de inquérito judicial para apuração de falta grave arts. 853 e ss.; e Súmula 379 do TST. Os outros empregados, podem ser demitidos sem formalidades especiais. 2. FGTS Fundo de Garantia por Tempo de Serviço O FGTS Fundo de Garantia por Tempo de Serviço foi instituído pela Lei nº 5.107/66 e está regulado pela Lei nº 8.036/90. É um fundo com escopo de garantir a sobrevivência do empregado dispensado sem justa causa, ao qual referido valor será mensalmente depositado pelo 2

3 empregador em conta vinculada junto a Caixa Econômica Federal. Referido valor é de ônus do empregador no montante de 8% (oito por cento) calculados sobre a remuneração (salário + outros benefícios financeiros) do empregado, relativa ao mês anterior e depositados todo dia 7 de cada mês. Para o computo do FGTS, não entram os valores correspondentes ao valor das férias indenizadas, férias abonadas, ajuda de custo indenizatória, salário família e participação nos lucros não remuneratória. Nos casos de afastamento por acidente de trabalho e para prestar o serviço militar, o recolhimento do FGTS é obrigatório também. Apesar de haver divergências quanto a classificação tributária do FGTS, a posição dominante é que o mesmo é considerado uma contribuição previdenciária, cujo prazo prescricional é de 30 anos. No que tange ao FGTS, a legislação classifica como direito trabalhista, uma vez que: -a Constituição Federal vigente arrola o FGTS como direitos trabalhistas fundamentais art. 7º, III; -os créditos concernentes ao FGTS gozam de mesmo privilégio que os créditos trabalhistas art. 2º, 3º da lei nº 8.844/94; -e é competente a Justiça do Trabalho para as ações que visam a compelir o empregador a efetuar os depósitos fundiários. 3

4 Os depósitos relativos ao FGTS podem ser reclamados pela Fazenda Nacional ou pela Caixa Econômica Federal CEF mediante inscrição na dívida ativa e posterior cobrança executiva hipóteses de saque do FGTS Os valores depositados em conta vinculada do FGTS poderão ser movimentados pelo empregado nas seguintes hipóteses: a. despedida sem justa causa ou rescisão indireta, culpa recíproca ou força maior; b. em caso de extinção da empresa ou de quaisquer de seus estabelecimentos, filiais ou agências, supressão de parte de suas atividades e também no caso de falecimento do empregador individual, sempre que qualquer dessas ocorrências implique em rescisão de contrato de trabalho, comprovada por declaração escrita da empresa ou quando suprida por decisão judicial transitada em julgada; c. trabalhador ou qualquer de seus dependentes for acometido de neoplasia maligna câncer; d. suspensão total do trabalho avulso por 90 dias ou mais, comprovada por declaração do sindicato representativo da categoria profissional; e. extinção do contrato a termo, inclusive de trabalhadores temporários; 4

5 f. quando permanecer o trabalhador pelo período de três anos ininterruptos, fora do regime do FGTS; g. para pagamento total ou parcial do preço da aquisição de moradia própria, observadas: 1. o mutuário deverá contar com no mínimo três anos de trabalho sob o regime do FGTS; 2.seja a operação financiável nas condições vigentes do SFH; h. para liquidação ou amortização extraordinária de saldo devedor de financiamento imobiliário, sendo necessário o mínimo de dois anos para cada movimentação; i. para pagamento de parte das prestações de financiamento habitacional concedido pelo SFH desde que observados: 1. que o mutuário conte com o mínimo de 3 anos de trabalho sob o regime do FGTS; 2.o valor bloqueado seja utilizado pelo prazo mínimo de 12 meses; 3.o valor do abatimento atinja o máximo de 80% do montante da prestação. j. Falecimento do trabalhador, cujo saldo será pago aos dependentes habilitados pela Previdência Social ou caso não haja, seus sucessores, previsto na lei civil ou aqueles indicados em alvará judicial; k. Aposentadoria junto a Previdência Social; Com fundamento na lei nº 7.670/88, os Tribunais Regionais Federais tem determinado a liberação do FGTS fundo de garantia por tempo de serviço também quando o cônjuge ou dependentes do empregado são acometidos pelo vírus da AIDS. 5

6 Referências bibliográficas: Carrion. V. Comentários à Consolidação das Leis do Trabalho. 33ª edição. São Paulo. Saraiva Constituição da República Federativa do Brasil. São Paulo. Saraiva

SISTEMA DE INDENIZAÇÃO DO TEMPO DE SERVIÇO (FGTS) DIREITO DO TRABALHO II. Aula 9 Indenização do tempo de serviço. Conteúdo Programático desta aula

SISTEMA DE INDENIZAÇÃO DO TEMPO DE SERVIÇO (FGTS) DIREITO DO TRABALHO II. Aula 9 Indenização do tempo de serviço. Conteúdo Programático desta aula Aula 9 Indenização do tempo de serviço Conteúdo Programático desta aula Indenização por tempo de serviço: conceito, fundamentos jurídicos e evolução histórica. O sistema do FGTS: evolução histórica; natureza

Leia mais

Como proceder nos contratos por prazo O que é estabilidade provisória? determinado?

Como proceder nos contratos por prazo O que é estabilidade provisória? determinado? O que é estabilidade provisória? É o período em que o empregado tem seu emprego garantido, não podendo ser dispensado por vontade do empregador, salvo por justa causa ou força maior. Encontram-se previstas

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS COORDENAÇÃO DO CURSO DE DIREITO

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS COORDENAÇÃO DO CURSO DE DIREITO ESTABILIDADES NO EMPREGO *Estabilidade x garantia de emprego - segundo Vólia Bonfim, a estabilidade é uma espécie do gênero garantia de emprego. Nesse sentido, todas as formas de se estimular o emprego,

Leia mais

ESTABILIDADE E GARANTIA DE EMPREGO DIREITO DO TRABALHO II. - Aula 3 Estabilidade x Garantia de Emprego. Conteúdo Programático desta aula

ESTABILIDADE E GARANTIA DE EMPREGO DIREITO DO TRABALHO II. - Aula 3 Estabilidade x Garantia de Emprego. Conteúdo Programático desta aula - Aula 3 Estabilidade x Garantia de Emprego Conteúdo Programático desta aula Estabilidade: Conceito. - Estabilidade x Garantia de Emprego - Reintegração x Readmissão; - Hipóteses de estabilidade: decenal,

Leia mais

DOCUMENTOS PARA FAZER HOMOLOGAÇÃO

DOCUMENTOS PARA FAZER HOMOLOGAÇÃO DOCUMENTOS PARA FAZER HOMOLOGAÇÃO Conforme Instrução Normativa SRT/MTE nº 15 de 14/07/2010 1 APRESENTAR CARTA DE PREPOSTO SE FOR FUNIONÁRIO DO CARTÓRIO, COM CTPS, CRACHÁ OU FICHA DE FUNCIONÁRIO (TRAZER

Leia mais

TEMA: ESTABILIDADES 1 ESTABILIDADE DA GESTANTE SUM 244 GESTANTE. ESTABILIDADE PROVISÓRIA (incorporadas as Orientações Jurisprudenciais nºs 88 e 196 da SBDI 1) Res. 129/2005, DJ 20, 22 e 25.04.2005 I O

Leia mais

ESTUDO DIRIGIDO 9 RESPOSTAS

ESTUDO DIRIGIDO 9 RESPOSTAS ESTUDO DIRIGIDO 9 RESPOSTAS 1. Garantias no Emprego 1.1. As duas figuras são extremamente próximas, já que ambas restringem as alternativas de extinção do contrato de trabalho. Não obstante a forte proximidade

Leia mais

Curso Êxito e Prof. Bruno Creado

Curso Êxito e Prof. Bruno Creado Curso Êxito e Prof. Bruno Creado Questões Comentadas (Aula 3) Segue às questões da Vunesp do concurso de procurador municipal, devidamente comentada. Alteração do contrato 1. Complete a frase: A mudança

Leia mais

SUSPENSÃO E INTERRUPÇÃO DO CONTRATO DE TRABALHO

SUSPENSÃO E INTERRUPÇÃO DO CONTRATO DE TRABALHO SUSPENSÃO E INTERRUPÇÃO DO CONTRATO DE TRABALHO FUNDAMENTOS Como um dos princípios do Direito do Trabalho, a continuidade da relação de emprego reflete-se no ordenamento jurídico, entre outros, por meio

Leia mais

DIREITOS TRABALHISTAS

DIREITOS TRABALHISTAS DIREITOS TRABALHISTAS 1. DA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES É obrigatória a contratação de professores em todas as escolas de Educação Infantil, para atendimento de crianças de 0 a 5 anos e 11 meses de idade.

Leia mais

Disciplina: Direito e Processo do Trabalho 3º Semestre Professor Donizete Aparecido Gaeta Resumo de Aula. 16º Ponto Estabilidade

Disciplina: Direito e Processo do Trabalho 3º Semestre Professor Donizete Aparecido Gaeta Resumo de Aula. 16º Ponto Estabilidade 1. Conceito. 2. Classificação da estabilidade. 3. Tipos de estabilidade: Tempo de serviço. Dirigente sindical. Membro da CIPA. Gestante. Acidentado. Membro do FGTS. Diretor de cooperativa. Membro da Comissão

Leia mais

EQUIPE DE PROFESSORES DE TRABALHO DO DAMÁSIO CURSO DE 2ª FASE DA OAB EXAME PLANO DE ESTUDO - DIREITO DO TRABALHO

EQUIPE DE PROFESSORES DE TRABALHO DO DAMÁSIO CURSO DE 2ª FASE DA OAB EXAME PLANO DE ESTUDO - DIREITO DO TRABALHO EQUIPE DE PROFESSORES DE TRABALHO DO DAMÁSIO CURSO DE 2ª FASE DA OAB EXAME 2011.2 PLANO DE ESTUDO - DIREITO DO TRABALHO 1ª SEMANA Princípios 1. Princípios norteadores do Direito do Trabalho: 1.1 Princípio

Leia mais

Direito Trabalhista 1

Direito Trabalhista 1 Direito Trabalhista 1 Homologação. Seguro desemprego. Verbas rescisórias. Homologação da rescisão contratual Os contratos de trabalho com duração igual ou superior a 12 meses, quando rescindidos, há necessidade

Leia mais

Direito do Trabalho CARACTERÍSTICAS. Empregados urbanos e rurais contratados a partir de 1988 inserem-se automaticamente no sistema do FGTS.

Direito do Trabalho CARACTERÍSTICAS. Empregados urbanos e rurais contratados a partir de 1988 inserem-se automaticamente no sistema do FGTS. CARACTERÍSTICAS Empregados urbanos e rurais contratados a partir de 1988 inserem-se automaticamente no sistema do FGTS. O FGTS consiste em recolhimentos pecuniários mensais feitos pelo empregador em uma

Leia mais

Ementa aulas dia 27 de abril de 2015 ACADEMIA BRASILEIRA DE DIREITO CONSTITUCIONAL PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO CONSTITUCIONAL

Ementa aulas dia 27 de abril de 2015 ACADEMIA BRASILEIRA DE DIREITO CONSTITUCIONAL PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO CONSTITUCIONAL Ementa aulas dia 27 de abril de 2015 ACADEMIA BRASILEIRA DE DIREITO CONSTITUCIONAL PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO CONSTITUCIONAL Professor: Pós-Doutor Marco Antônio César Villatore (Titular do Doutorado em Direito

Leia mais

ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL. DEPARTAMENTO PESSOAL ONLINE

ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL. DEPARTAMENTO PESSOAL ONLINE ÍNDICE INTRODUÇÃO... 008 DISPOSIÇÕES GERAIS... 009 Conceito de empregador... 009 Conceito de empregado... 009 Direitos do empregado... 010 ASSÉDIO MORAL E SEXUAL NO TRABALHO... 014 Assédio moral no trabalho...

Leia mais

Sumário. Introdução, 1

Sumário. Introdução, 1 S Sumário Introdução, 1 1 Folha de Pagamento, 7 1 Salário, 8 1.1 Salário-hora para 40 horas semanais: divisor 200 (duzentos), 9 1.2 Depósito de salários em conta bancária, 9 2 Horas extras, 10 2.1 Integração

Leia mais

Relatório - Plano de Aula 28/01/ :34

Relatório - Plano de Aula 28/01/ :34 Página: 1/9 Disciplina: CCJ0101 - TÓPICOS INTERDISCIPLINARES Semana Aula: 4 Direito do Trabalho e Processual do Trabalho (Aula 3/5) Ao final da aula, o aluno deverá ser capaz de: DESCRIÇÃO DO PLANO DE

Leia mais

Aula 12 Constituição Formal de Empresa

Aula 12 Constituição Formal de Empresa Considerações iniciais Todas as sociedades empresariais e entidades, independente do seu objeto social e porte econômico, estão sujeitas às regras estabelecidas pelo MTE, quando tiverem pessoas físicas

Leia mais

ASSISTÊNCIA E HOMOLOGAÇÃO DE RESCISÃO DE CONTRATO DE TRABALHO

ASSISTÊNCIA E HOMOLOGAÇÃO DE RESCISÃO DE CONTRATO DE TRABALHO ASSISTÊNCIA E HOMOLOGAÇÃO DE RESCISÃO DE CONTRATO DE TRABALHO A Advocacia Scalassara & Associados atua sistematicamente na defesa do TRABALHO DIGNO, por se tratar de condição imprescindível para o trabalhador

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Geração SEFIP código 650

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Geração SEFIP código 650 Geração SEFIP código 650 14/02/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 3.1 Competência da GFIP/SEFIP... 5 4. Conclusão...

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos http://www.planalto.gov.br/ccivil/mpv/.htm Página 1 de 5 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos MEDIDA PROVISÓRIA N o 2.164-41, DE 24 DE AGOSTO DE 2001. Altera a Consolidação

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO I. Dos Princípios e Fontes do Direito do Trabalho.... 002 II. Dos Direitos Constitucionais dos Trabalhadores (Art. 7.º da CRFB/88)... 010 III. Da Relação de Trabalho e da Relação de

Leia mais

O que estudamos aula passada

O que estudamos aula passada O que estudamos aula passada Cessação, suspensão e interrupção dos contratos de trabalho Rescisão Contratual As formas de extinção do Contrato de Trabalho Pedido de demissão Dispensa sem justa causa Dispensa

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 15ª REGIÃO 2ª Vara do Trabalho de Sorocaba

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 15ª REGIÃO 2ª Vara do Trabalho de Sorocaba PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 15ª REGIÃO 2ª Vara do Trabalho de Sorocaba PODER JUDICIÁRIO FEDERAL Justiça do Trabalho - 15ª Região 2ª Vara do Trabalho de Sorocaba

Leia mais

Sumário. Direito_Trabalho_Simplificado_Cad_00.indd 13 24/06/ :03:33

Sumário. Direito_Trabalho_Simplificado_Cad_00.indd 13 24/06/ :03:33 Sumário Capítulo 1 História e Evolução do Direito do Trabalho... 1 1.1. Sumário da Evolução Histórica do Direito do Trabalho no Mundo... 1 1.2. Sumário da Evolução Histórica do Direito do Trabalho no Brasil...

Leia mais

Coleção Sinopses para Concursos Guia de leitura da Coleção... 17

Coleção Sinopses para Concursos Guia de leitura da Coleção... 17 Coleção Sinopses para Concursos... 15 Guia de leitura da Coleção... 17 Capítulo 1 FONTES DO DIREITO DO TRABALHO... 19 1. Conceito... 19 2. Classificação... 19 2.1. Fontes materiais... 19 2.2. Fontes formais...

Leia mais

DECRETO Nº , DE 9 DE MARÇO DE PUBLICADO NO DOU DE 9/03/1973

DECRETO Nº , DE 9 DE MARÇO DE PUBLICADO NO DOU DE 9/03/1973 DECRETO Nº 71.885, DE 9 DE MARÇO DE 1973. PUBLICADO NO DOU DE 9/03/1973 O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, usando da atribuição que lhe confere o artigo 81, item III, da Constituição, e tendo em vista o disposto

Leia mais

Posicionamento Consultoria De Segmentos Contrato de Experiência - Afastamento

Posicionamento Consultoria De Segmentos Contrato de Experiência - Afastamento Contrato de Experiência - Afastamento 03/06/2016 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 6 5. Informações Complementares...

Leia mais

Orientações Consultoria de Segmentos. Atraso no pagamento das verbas rescisórias (Art. 477, 8º- CLT)

Orientações Consultoria de Segmentos. Atraso no pagamento das verbas rescisórias (Art. 477, 8º- CLT) Atraso no pagamento das verbas rescisórias (Art. 477, 8º- CLT) 29/03/2017 Sumário 1 Questão... 3 2 Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3 Análise da Consultoria... 4 4 Conclusão... 5 5 Informações Complementares...

Leia mais

SENADO FEDERAL PROJETO DE RESOLUÇÃO DO SENADO Nº 26, DE 2011

SENADO FEDERAL PROJETO DE RESOLUÇÃO DO SENADO Nº 26, DE 2011 SENADO FEDERAL PROJETO DE RESOLUÇÃO DO SENADO Nº 26, DE 2011 Autoriza o Estado do Rio de Janeiro a criar conta garantidora, com recursos de até R$ 200.000.000,00 (duzentos milhões de reais), para garantir

Leia mais

RENATA TIVERON NOÇÕES DE DIREITO DO TRABALHO. 1ª Edição JUN 2013

RENATA TIVERON NOÇÕES DE DIREITO DO TRABALHO. 1ª Edição JUN 2013 RENATA TIVERON NOÇÕES DE DIREITO DO TRABALHO 174 QUESTÕES DE PROVAS DE CONCURSOS GABARITADAS Seleção das Questões: Prof.ª Renata Tiveron Coordenação e Organização: Mariane dos Reis 1ª Edição JUN 2013 TODOS

Leia mais

TERMINAÇÃO CONTR. E PROTEÇÃO EM FACE DA DISPENSA 1

TERMINAÇÃO CONTR. E PROTEÇÃO EM FACE DA DISPENSA 1 Aula 8: FGTS... 2 Introdução... 2 Conteúdo... 3 Fundo de garantia por tempo de serviço - FGTS... 3 O que é o FGTS?... 3 Natureza jurídica... 4 O novo prazo prescricional de cobrança de verbas de FGTS...

Leia mais

S UMÁRIO. Capítulo 1 Direito do Trabalho... 1

S UMÁRIO. Capítulo 1 Direito do Trabalho... 1 S UMÁRIO Capítulo 1 Direito do Trabalho... 1 1. Trabalho...1 1.1. Origem da palavra...1 1.2. Definição... 1 1.3. Conceito... 2 1.4. Característica...2 1.5. Divisão... 2 1.6. Fundamento...3 1.7. Breve histórico

Leia mais

TERMINAÇÃO DO CONTRATO DE TRABALHO

TERMINAÇÃO DO CONTRATO DE TRABALHO Aula 3 Terminação do Contrato de Trabalho Professora: Maria Inês Gerardo www.mariainesgerardo.com.br MARIA INÊS GERARDO Conteúdo Programático desta aula Causas de extinção do contrato de trabalho e os

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO. Término do contrato de trabalho. Prof. Hermes Cramacon

DIREITO DO TRABALHO. Término do contrato de trabalho. Prof. Hermes Cramacon DIREITO DO TRABALHO Término do contrato de trabalho Prof. Hermes Cramacon Resilição do contrato de trabalho Uma ou ambas as partes resolvem, sem justo motivo, romper o pacto laboral. Dispensa sem justa

Leia mais

Direito do Trabalho Extinção do Contrato Konrad Mota Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

Direito do Trabalho Extinção do Contrato Konrad Mota Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Direito do Trabalho Extinção do Contrato Konrad Mota 2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. SUMÁRIO Dispensa sem justa causa Dispensa por justa causa Rescisão indireta

Leia mais

Rio de Janeiro, 20 de janeiro de Á

Rio de Janeiro, 20 de janeiro de Á Rio de Janeiro, 20 de janeiro de 2016. Á FEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE TELECOMUNICAÇÕES ATT: Cenise Monteiro Comissão Nacional de Negociação da Fenattel Ref: Formalização da Proposta

Leia mais

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação.

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. PLANO DE CURSO 2012/01 DISCIPLINA: DIREITO DO II PROFESSOR: FRANCISCA JEANE PEREIRA DA SILVA MARTINS TURMAS: 8

Leia mais

2.4. Os EMPREGADOS demitidos por justa causa, não farão jus à participação nos lucros ou resultados.

2.4. Os EMPREGADOS demitidos por justa causa, não farão jus à participação nos lucros ou resultados. CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO E DA VIGÊNCIA 1.1 O presente Acordo tem por objeto estabelecer as regras para a participação dos EMPREGADOS nos lucros ou resultados da EMPRESA, na forma disposta na Lei 10.101,

Leia mais

DIREITOS BÁSICOS DOS MÉDICOS VETERINÁRIOS REGIDOS PELA CLT Por Rafael Carneiro de Araújo, OAB nº Advogado SINDIMEV - BA O médico veterinário

DIREITOS BÁSICOS DOS MÉDICOS VETERINÁRIOS REGIDOS PELA CLT Por Rafael Carneiro de Araújo, OAB nº Advogado SINDIMEV - BA O médico veterinário DIREITOS BÁSICOS DOS MÉDICOS VETERINÁRIOS REGIDOS PELA CLT Por Rafael Carneiro de Araújo, OAB nº 28.206 Advogado SINDIMEV - BA O médico veterinário pode atuar profissionalmente com naturezas de prestação

Leia mais

SUMÁRIO. Direito do Trabalho Direito Processual Civil Direito Processual do Trabalho

SUMÁRIO. Direito do Trabalho Direito Processual Civil Direito Processual do Trabalho SUMÁRIO Direito do Trabalho... 05 Direito Processual Civil... 139 Direito Processual do Trabalho... 195 DIREITO DO TRABALHO ÍNDICE CAPÍTULO 01... 7 Fontes e Princípios de Direito do Trabalho... 7 Surgimento

Leia mais

Tempo de serviço (número de dias)

Tempo de serviço (número de dias) DIREITOS TRABALHISTAS 1. DA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES É obrigatória a contratação de professores em todas as escolas de Educação Infantil, para atendimento de crianças de 0 a 5 anos e 11 meses de idade.

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO II AVISO PRÉVIO

DIREITO DO TRABALHO II AVISO PRÉVIO DIREITO DO TRABALHO II AVISO PRÉVIO CLT ART. 487 PRÉVIO Art. 487 - Não havendo prazo estipulado, a parte que, sem justo motivo, quiser rescindir o contrato deverá avisar a outra da sua resolução com a

Leia mais

Instruções e Formulários para utilização do FGTS para pagamento parcial das parcelas (DAMP III)

Instruções e Formulários para utilização do FGTS para pagamento parcial das parcelas (DAMP III) Para utilização dos recursos de seu Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para pagamento parcial das parcelas de seu contrato de financiamento imobiliário, você encontra neste material: Informações

Leia mais

Tabela de Incidência INSS/FGTS/IRRF INCIDÊNCIAS INSS FGTS IR

Tabela de Incidência INSS/FGTS/IRRF INCIDÊNCIAS INSS FGTS IR Tabela de Incidência INSS/FGTS/IRRF INCIDÊNCIAS Abono Adicionais RUBRICAS de qualquer natureza, salvo o de férias pecuniário de férias (Insalubridade, periculosidade, noturno, de função e tempo de serviço,

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO PARA

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO PARA CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO PARA 2007-2008. Pela presente CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO que celebra de um lado o SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS METALÚRGICAS, MECÂNICAS E DO MATERIAL ELÉTRICO

Leia mais

Sumário Outros princípios Fontes do Direito do Trabalho Fontes heterônomas ou estatais... 22

Sumário Outros princípios Fontes do Direito do Trabalho Fontes heterônomas ou estatais... 22 Sumário Capítulo I INTRODUÇÃO AO DIREITO DO TRABALHO... 17 1. Conceito e denominação do Direito do Trabalho... 17 2. Princípios do direito individual do trabalho... 17 2.1. In dubio pro operario... 18

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO ACÓRDÃO 9ª Turma ESTABILIDADE GESTANTE. PRAZO PARA AJUIZAMENTO DA AÇÃO. Segundo dispõe o art. 7º, XXIX da CF/88, é direito do trabalhador propor ação, quanto aos créditos resultantes das relações de trabalho,

Leia mais

ARTIGO 65 DA LEI Nº , DE 11 DE JUNHO DE Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial ARTIGO 65

ARTIGO 65 DA LEI Nº , DE 11 DE JUNHO DE Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial ARTIGO 65 ARTIGO 65 LEI Nº 12.249, DE 11 DE JUNHO DE 2010 Art. 65. Poderão ser pagos ou parcelados, em até 180 (cento e oitenta) meses, nas condições desta Lei, os débitos administrados pelas autarquias e fundações

Leia mais

ALVARÁ DE LICENÇA E FUNCIONAMENTO FINALIDADE: FUNCIONAMENTO DE ESTABELECIMENTO

ALVARÁ DE LICENÇA E FUNCIONAMENTO FINALIDADE: FUNCIONAMENTO DE ESTABELECIMENTO PREFEITURA DE SÃO LUÍS SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA 2015 ALVARÁ DE LICENÇA E FUNCIONAMENTO FINALIDADE: FUNCIONAMENTO DE ESTABELECIMENTO ATIVIDADE: 020128 - Taxa TLVLF Outras Atividades - Pequeno Porte

Leia mais

Quadro Comparativo das Alterações do Regulamento do Plano de Aposentadoria Suplementar da PREVI-SIEMENS

Quadro Comparativo das Alterações do Regulamento do Plano de Aposentadoria Suplementar da PREVI-SIEMENS Capítulo B.1. Do Objeto Capítulo B.1. Do Objeto Item B.1.2.1 Item B.1.2.1 A partir de 1º. de janeiro de 2009 serão vedadas inscrições de novos Participantes neste Plano, caracterizando-se como plano em

Leia mais

Aviso Prévio indenizado OBS: o posicionamento do STJ não há a incidência de INSS sobre o aviso prévio indenizado, devendo o verificado o posicionament

Aviso Prévio indenizado OBS: o posicionamento do STJ não há a incidência de INSS sobre o aviso prévio indenizado, devendo o verificado o posicionament de qualquer natureza, salvo o de férias Sim. Art. 28, I, Lei nº e 1º, art. 457 da CLT Abono Adicionais (Insalubridade, periculosidade, noturno, de função e tempo de serviço, de transferência, Horas extras)

Leia mais

Tabela de incidência de INSS, FGTS e Imposto de Renda e legislação correlata

Tabela de incidência de INSS, FGTS e Imposto de Renda e legislação correlata Tabela de incidência de INSS, FGTS e Imposto de Renda e legislação correlata RUBRICAS INCIDÊNCIAS INSS FGTS IR Abono de qualquer natureza, salvo o de férias Incide Art. 28, I, Lei nº e 1º, art. 457 da

Leia mais

ALVARÁ DE LICENÇA E FUNCIONAMENTO FINALIDADE: FUNCIONAMENTO DE ESTABELECIMENTO

ALVARÁ DE LICENÇA E FUNCIONAMENTO FINALIDADE: FUNCIONAMENTO DE ESTABELECIMENTO PREFEITURA DE SÃO LUÍS SECRETARIA MUNICIPAL DE FAZENDA 2016 ALVARÁ DE LICENÇA E FUNCIONAMENTO FINALIDADE: FUNCIONAMENTO DE ESTABELECIMENTO INSCRIÇÃO MUNICIPAL CPF/CNPJ 54125003 06.042.030/0001-47 RAZÃO

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG004077/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 07/10/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR056169/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46246.002361/2011-70 DATA DO

Leia mais

José Alberto Couto Maciel

José Alberto Couto Maciel SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL PROÍBE A DISPENSA IMOTIVADA EM EMPRESAS PÚBLICAS ESTATAIS, SOCIEDADES DE ECONOMIA MISTA DA UNIÃO E DOS ESTADOS, MUNICÍPIOS E DISTRITO FEDERAL. José Alberto Couto Maciel Da Academia

Leia mais

INSS/FGTS/IRRF Tabela de incidências

INSS/FGTS/IRRF Tabela de incidências INSS/FGTS/IRRF Tabela de incidências Tabela de incidências Fonte: ECONET EDITORA RUBRICAS INCIDÊNCIAS INSS FGTS IR 28, I, Lei n de qualquer natureza, salvo o de Sim. Arts. 3 e 7 e 1, art. férias 457 da

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 MINUTA CONVENÇÃO COLETIVA SINDICRECHES X SINURGS

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 MINUTA CONVENÇÃO COLETIVA SINDICRECHES X SINURGS CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2014/2015 MINUTA CONVENÇÃO COLETIVA SINDICRECHES X SINURGS CLÁUSULA PRIMEIRA - VIGÊNCIA E DATA-BASE As partes fixam a vigência da presente Convenção Coletiva de Trabalho

Leia mais

Janeiro-Dezembro/2014

Janeiro-Dezembro/2014 IRRF - Décimo terceiro salário 2014 - Roteiro Aqui serão analisados os aspectos gerais relacionados à retenção do Imposto de Renda incidente no pagamento do décimo terceiro salário. Introdução Os rendimentos

Leia mais

DICAS DE NOVEMBRO / 2014

DICAS DE NOVEMBRO / 2014 DICAS DE NOVEMBRO / 2014 DICA 01 O segurado especial é o único segurado da previdência social que poderá ter sua inscrição feita após sua morte. DICA 02 O benefício de prestação continuada da Assistência

Leia mais

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação. PLANO DE CURSO 2011

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação. PLANO DE CURSO 2011 Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação. PLANO DE CURSO 2011 DISCIPLINA: DIREITO DO II PROFESSOR: MARCELLO MANCILHA TURMA: 3º ANO INTEGRAL UNIDADES CONTEÚDOS

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL DIRETORIA DE ATENDIMENTO. Programa de Educação Previdenciária

INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL DIRETORIA DE ATENDIMENTO. Programa de Educação Previdenciária Ministério da Previdência Social INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL DIRETORIA DE ATENDIMENTO Todos que se inscrevem na Previdência Social podem escolher como vão contribuir. Isso permite que o segurado

Leia mais

FGTS E ESTABILIDADE. Paula Freire Unimonte 2014

FGTS E ESTABILIDADE. Paula Freire Unimonte 2014 FGTS E ESTABILIDADE Paula Freire Unimonte 2014 REFERÊNCIAS NORMATIVAS E JURISPRUDENCIAIS: Legislação básica:, art. 7º, III; Lei 8.036/90, art. 1º-30. Legislação para estudo avançado: Decreto 99.684/90.

Leia mais

As hipóteses de movimentação de conta vinculada são as previstas nas Leis nºs 7.670/88, 8.630/93 e 8.036/90, e suas alterações.

As hipóteses de movimentação de conta vinculada são as previstas nas Leis nºs 7.670/88, 8.630/93 e 8.036/90, e suas alterações. FGTS - HIPÓTESES DE SAQUE - Considerações Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 02/04/2012. Sumário: 1 - Introdução 2 - Situações que Autorizam o Saque do FGTS 3 - Especificações da Movimentação

Leia mais

ESTABILIDADE- DIRIGENTE SINDICAL

ESTABILIDADE- DIRIGENTE SINDICAL AULA 4: Estabilidade e garantia de emprego: Dirigente sindical. Representantes dos empregados na CIPA e na CCP. Representantes dos empregados no Conselho Curador do FGTS e no Conselho Previdenciário; Servidor

Leia mais

CAPÍTULO I DO PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA - PMCMV

CAPÍTULO I DO PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA - PMCMV DECRETO Nº 6819, DE 13 DE ABRIL DE 2009 (DOU DE 13.04.2009 - EDIÇÃO EXTRA) Regulamenta as Seções II, III e IV do Capítulo I da Medida Provisória nº 459, de 25 de março de 2009, que dispõe sobre o Programa

Leia mais

GABINETE DO MINISTRO COMITÊ GESTOR DO ESOCIAL RESOLUÇÃO Nº 1, DE 20 DE FEVEREIRO DE 2015

GABINETE DO MINISTRO COMITÊ GESTOR DO ESOCIAL RESOLUÇÃO Nº 1, DE 20 DE FEVEREIRO DE 2015 GABINETE DO MINISTRO COMITÊ GESTOR DO ESOCIAL RESOLUÇÃO Nº 1, DE 20 DE FEVEREIRO DE 2015 Dispõe sobre o Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (esocial).

Leia mais

CAPÍTULO III DA CONTRIBUIÇÃO SINDICAL SEÇÃO I

CAPÍTULO III DA CONTRIBUIÇÃO SINDICAL SEÇÃO I CAPÍTULO III DA CONTRIBUIÇÃO SINDICAL SEÇÃO I Da Fixação e do Recolhimento da Contribuição Sindical (Vide o Lei Complementar nº 123 (art. 53) - DOU 15/12/2006) Art. 578 - As contribuições devidas aos Sindicatos

Leia mais

A Repercussão Previdenciária e Tributária dos Acidentes de Trabalho

A Repercussão Previdenciária e Tributária dos Acidentes de Trabalho A Repercussão Previdenciária e Tributária dos Acidentes de Trabalho Orion Sávio Santos de Oliveira Analista Técnico de Políticas Sociais ATPS DPSSO/SPPS/MF orion.oliveira@previdencia.gov.br Roteiro da

Leia mais

Resumo Aula-tema 03: Admissão de Empregado. Alteração nas Condições de Trabalho. Suspensão e Interrupção do Contrato.

Resumo Aula-tema 03: Admissão de Empregado. Alteração nas Condições de Trabalho. Suspensão e Interrupção do Contrato. Resumo Aula-tema 03: Admissão de Empregado. Alteração nas Condições de Trabalho. Suspensão e Interrupção do Contrato. Os temas centrais desta aula são: o início de uma relação de emprego, as possíveis

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2001/2002 EMPREGADOS EM EMPRESAS LOCADORA DE FILMES 1. BENEFICIÁRIOS: São beneficiários do presente instrumento todos

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2001/2002 EMPREGADOS EM EMPRESAS LOCADORA DE FILMES 1. BENEFICIÁRIOS: São beneficiários do presente instrumento todos CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2001/2002 EMPREGADOS EM EMPRESAS LOCADORA DE FILMES 1. BENEFICIÁRIOS: São beneficiários do presente instrumento todos os empregados em empresas locadoras de filmes e/ou jogos

Leia mais

Salário-Família & Salário-Maternidade

Salário-Família & Salário-Maternidade Salário-Família & Salário-Maternidade Temas apresentados pelos alunos: Camila Coutinho Daniel Cândido Marcos Baeta Salário-Família O que é? Benefício pago aos segurados empregados, exceto os domésticos,

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015. Confira a autenticidade no endereço

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015. Confira a autenticidade no endereço ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2014/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR001403/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 20/04/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR072431/2014 NÚMERO DO PROCESSO: 46212.005616/2015-77 DATA DO

Leia mais

Curso de 13 Salário. Capacitação e Treinamento

Curso de 13 Salário. Capacitação e Treinamento Curso de 13 Salário Capacitação e Treinamento Conteúdo 1. DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO... 3 1.1. Contagem de Avos... 3 1.2. Primeira Parcela Pagamento até 30/11... 3 1.3. Empregados não disponíveis durantes

Leia mais

CALENDÁRIO DAS OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS e PREVIDENCIÁRIAS DEZEMBRO/2010

CALENDÁRIO DAS OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS e PREVIDENCIÁRIAS DEZEMBRO/2010 1 CALENDÁRIO DAS OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS e PREVIDENCIÁRIAS DEZEMBRO/2010 Dia 06-12-2010 (Segunda-feira): SALÁRIOS Todos os empregadores, assim definidos pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Fato

Leia mais

INDENIZAÇÃO ADICIONAL - DEVIDA NA DESPEDIDA ANTES DA DATA-BASE

INDENIZAÇÃO ADICIONAL - DEVIDA NA DESPEDIDA ANTES DA DATA-BASE INDENIZAÇÃO ADICIONAL - DEVIDA NA DESPEDIDA ANTES DA DATA-BASE A Lei 6.708/79 e a Lei 7.238/84, ambas no artigo 9º, determinam uma Indenização Adicional, equivalente a um salário mensal, no caso de dispensa

Leia mais

Posicionamento Consultoria de Segmentos Empregado com mais de um Vínculo Empregatício

Posicionamento Consultoria de Segmentos Empregado com mais de um Vínculo Empregatício Empregado com mais de um Vínculo Empregatício 25/09/2015 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 6 5. Informações

Leia mais

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação.

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. PLANO DE CURSO 2014/01 DISCIPLINA: DO II PROFESSOR: FRANCISCA JEANE PEREIRA DA SILVA MARTINS TURMA: 8º DM / EN

Leia mais

Ref.: Liquidação antecipada do saldo devedor de contrato de financiamento imobiliário.

Ref.: Liquidação antecipada do saldo devedor de contrato de financiamento imobiliário. , de de. Ao Banco Santander (Brasil) S.A. Crédito Imobiliário Ref.: Liquidação antecipada do saldo devedor de contrato de financiamento imobiliário. Solicito a Liquidação Antecipada do Saldo Devedor do

Leia mais

ATUALIZAÇÃO TRABALHISTA. Alexandre Corrêa

ATUALIZAÇÃO TRABALHISTA. Alexandre Corrêa ATUALIZAÇÃO TRABALHISTA Alexandre Corrêa ROTINAS TRABALHISTAS AVISO PRÉVIO PROPORCIONAL ADVERTÊNCIA E SUSPENSÃO CONTRATO DE EXPERIÊNCIA EXAMES OCUPACIONAIS AVISO PRÉVIO A Lei nº 12.506/2011 institui a

Leia mais

Ensaio sobre a nova Lei dos Empregados Domésticos

Ensaio sobre a nova Lei dos Empregados Domésticos www.fagnersandes.com.br Preparando você para o sucesso! Ensaio sobre a nova Lei dos Empregados Domésticos Regulamentado pela Lei Complementar n. 150/15, empregado doméstico é aquele que presta serviços

Leia mais

Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 06/08/2010.

Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 06/08/2010. SALÁRIO-FAMÍLIA - Considerações Gerais Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 06/08/2010. Sumário: 1 - Introdução 2 - Beneficiários 2.1 - Verificação da Invalidez 2.2 - Pai e Mãe 3 - Início

Leia mais

Direitos Trabalhistas Justiça do Trabalho e Recursos Humanos

Direitos Trabalhistas Justiça do Trabalho e Recursos Humanos Direitos Trabalhistas Justiça do Trabalho e Recursos Humanos Palestrante: Estabilidade gestante Estabilidade Acidentária Jornada 12 x 36 Períodos de Intervalo Insalubridade Prof. Cristiano Magalhães 1

Leia mais

PRIMEIRO PROGRAMA DE OUTORGA DE AÇÕES

PRIMEIRO PROGRAMA DE OUTORGA DE AÇÕES PRIMEIRO PROGRAMA DE OUTORGA DE AÇÕES 1. Aprovação 1.1. O Conselho de Administração do CTC Centro de Tecnologia Canavieira ( CTC ou Companhia ), em reunião realizada em 24 de fevereiro de 2016, aprovou

Leia mais

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A

AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A AGENDA T R A B A L H I S T A E P R E V I D E N C I Á R I A NOVEMBRO / 2016 D S T Q Q S S 01 02 03 04 05 06 07 07 08 09 10 10 11 12 13 14 14 15 16 16 17 18 18 19 20 21 22 23 24 25 25 26 27 28 29 30 30-1

Leia mais

REMÉDIOS CONSTITUCIONAIS REMÉDIOS CONSTITUCIONAIS JUDICIAIS

REMÉDIOS CONSTITUCIONAIS REMÉDIOS CONSTITUCIONAIS JUDICIAIS REMÉDIOS CONSTITUCIONAIS ADMINISTRATIVOS E JUDICIAIS Remédios constitucionais administrativos São a todos assegurados, independentemente do pagamento de taxas: Direito de petição: o direito de petição

Leia mais

CAPÍTULO 10 DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO

CAPÍTULO 10 DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO Capítulo 10 DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO 109 CAPÍTULO 10 DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO 1. DÉCIMO TERCEIRO SALÁRIO O décimo terceiro salário é devido aos empregados urbanos, rurais e domésticos, bem como aos trabalhadores

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS (FCC) TRT s 18 PROVAS 140 QUESTÕES ( )

DIREITO DO TRABALHO FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS (FCC) TRT s 18 PROVAS 140 QUESTÕES ( ) DIREITO DO TRABALHO FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS (FCC) TÉCNICO TRT s 18 PROVAS 140 QUESTÕES (2012 2008) A apostila contém provas de Direito do Trabalho de concursos da Fundação Carlos Chagas (FCC), realizadas

Leia mais

Agenda de Contribuições, Tributos e Obrigações. Mês de Fevereiro de 2017.

Agenda de Contribuições, Tributos e Obrigações. Mês de Fevereiro de 2017. Agenda de Contribuições, Tributos e Obrigações. Mês de Fevereiro de 17. DIAS OBRIGAÇÕES D E S C R I Ç Ã O FUNDAMENTAÇÃO LEGAL 17.01 à 17.03.17 03 06 RAIS SALÁRIOS SECONCI O Ministério do Trabalho e Emprego,

Leia mais

Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano II de Aposentadoria da Fundação Banestes de Seguridade Social BANESES

Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano II de Aposentadoria da Fundação Banestes de Seguridade Social BANESES Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano II de Aposentadoria da Fundação Banestes de Seguridade Social BANESES B.2.40 "Término do Vínculo Empregatício": significará a perda da condição

Leia mais

1) O que caracteriza a utilidade com natureza salarial e a utilidade com natureza indenizatória?

1) O que caracteriza a utilidade com natureza salarial e a utilidade com natureza indenizatória? CADERNO DE EXERCÍCIOS 1) O que caracteriza a utilidade com natureza salarial e a utilidade com natureza indenizatória? 2) Vale transporte pago em dinheiro, vale refeição pago em dinheiro, concessão de

Leia mais

Participação dos Trabalhadores nos Lucros ou Resultados

Participação dos Trabalhadores nos Lucros ou Resultados Participação dos Trabalhadores nos Lucros ou Resultados Palestra na Câmara de Comércio e Indústria Japonesa do Brasil 25 de julho de 2013 Previsão legal Constituição da República Federativa do Brasil "Art.

Leia mais

SUMÁRIO PARTE I SÚMULAS DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL CAPÍTULO I DIREITO ADMINISTRATIVO... 19

SUMÁRIO PARTE I SÚMULAS DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL CAPÍTULO I DIREITO ADMINISTRATIVO... 19 SUMÁRIO 7 SUMÁRIO PARTE I SÚMULAS DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL CAPÍTULO I DIREITO ADMINISTRATIVO... 19 1. Atos administrativos... 19 2. Bens públicos... 24 3. Concurso público... 26 4. Desapropriação...

Leia mais

MANUTENÇÃO, PERDA E REAQUISIÇÃO DA QUALIDADE DE SEGURADO

MANUTENÇÃO, PERDA E REAQUISIÇÃO DA QUALIDADE DE SEGURADO MANUTENÇÃO, PERDA E REAQUISIÇÃO DA QUALIDADE DE SEGURADO MANUTENÇÃO, PERDA E REAQUISIÇÃO DA QUALIDADE DE SEGURADO A Previdência Social tem caráter contributivo e de filiação obrigatória. Pela lógica, os

Leia mais

RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO

RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO MÓDULO 10 RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO 10.6 MOVIMENTAÇÃO DA CONTA VINCULADA DO FGTS DEPARTAMENTO DE PESSOAL MANUAL DE PROCEDIMENTOS ÍNDICE ASSUNTO PÁGINA 10.6. MOVIMENTAÇÃO DA CONTA VINCULADA DO FGTS...

Leia mais

Direito Previdenciário

Direito Previdenciário Direito Previdenciário Prof. Hugo Goes www.hugogoes.com.br SEGURADO EMPREGADO DOMÉSTICO Aquele que presta serviços de forma contínua, subordinada, onerosa e pessoal e de finalidade não lucrativa à pessoa

Leia mais

TERMINAÇÃO CONTR. E PROTEÇÃO EM FACE DA DISPENSA 1

TERMINAÇÃO CONTR. E PROTEÇÃO EM FACE DA DISPENSA 1 Aula 7: Estabilidade e Garantias de Emprego... 2 Introdução... 2 Conteúdo... 3 Estabilidade e garantia do emprego... 3 Atividade proposta... 3 Estabilidade e garantia de emprego... 4 Aprenda Mais... 6

Leia mais

Walter S. de Macedo Advocacia

Walter S. de Macedo Advocacia SOBRE O FGTS. O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), foi instituído em 1966 e é atualmente regulado pela Lei nº 8.036/90 e pelo Decreto 99.684/90 1. Trata-se de um conjunto de recursos captados

Leia mais