Projeto SIGADEx. Sistema Informatizado de Gestão Arquivística e Documental do Exército

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Projeto SIGADEx. Sistema Informatizado de Gestão Arquivística e Documental do Exército"

Transcrição

1 Projeto SIGADEx Sistema Informatizado de Gestão Arquivística e Documental do Exército Slide 1

2 OBRIGADO! Slide 2

3 Objetivos Conhecer os principais aspectos do Projeto SIGADEx. Conhecer o SPED (solução GED Corporativa do EB), suas possibilidades e limitações. Slide 3

4 Sumário Introdução Desenvolvimento Conceitos iniciais. Principais aspectos do projeto SIGADEx. SPED Sistema de Protocolo Eletrônico Documentos. de Conclusão Slide 4

5 Projeto SIGADEx - Introdução GED (Gerenciamento Eletrônico de Documentos) Conjunto de tecnologias que permitem o gerenciamento de documentos de forma digital. Documentos oriundos de: Papel. Microfilme. Som. Imagem. Arquivos já criados na forma digital. Slide 5

6 Projeto SIGADEx - Introdução O GED envolve, basicamente, cinco funcionalidades que, trabalhando reunidas ou isoladamente, organizam as informações nãoestruturadas: Captação. Armazenamento. Gerenciamento. Distribuição. Preservação. Slide 6

7 Projeto SIGADEx - Introdução Sistema de Informatizado de Gestão Arquivística e Documental. Iniciou-se em CONARQ: Conselho Nacional de Arquivos. Ações previstas em PSCT (Ação 3141). SPED iniciou-se no ano de Projeto iniciado no CDS para o TODO o EB. Início de 2007 Parceria com a FAB. Slide 7

8 Projeto SIGADEx - Objetivos Objetivos do Projeto: Reduzir custos com cópias em papel. Melhorar o controle nos processos de gerenciamento e arquivamento da documentação. Permitir maior precisão e agilidade na consulta e localização de documentos. Imprimir melhoria no processo de tomada de decisões, (informações just-in-time ). Diminuir o extravio ou adulteração de documentos. Integrar-se com outros sistemas e tecnologias (Sempre que possível e necessário). Slide 8

9 Projeto SIGADEx Análise de Alternativas Análise de alternativas: Tipo de solução Análise Proprietária Livre Problemas com requisitos. Problemas com requisitos. Adoção de Sem transferência de Questão Política (Expresso). solução Tecnologia. Sérios problemas de segurança preexistente Custos com as licenças (com (PECM). no mercado Software e Sistema Customização = Novo Projeto. Operacional). Alto e impeditivo para o Otimizados (médio e longo EB. prazo). (O que leva uma empresa Desenvolvimento. a implementar mudanças Capacitação. em seus produtos? Domínio tecnológico. Independência de terceiros. Dinheiro!). Custos Slide 9

10 Projeto SIGADEx Análise de Alternativas Análise de alternativas: Análise Tecnologias Requisito Ênfase à adoção de tecnologias que possibilitassem: Domínio do código e do processo pelo EB. Maior tempo de vida útil, comparada às proprietárias. Políticas e especificações técnicas que possibilitassem a interação com os demais sistemas corporativos (QFC). Segurança na codificação (e rápida correção de erros). Desde 2003, a adoção do Software Livre já era uma questão estratégica para o Governo Federal. Aviso Circular nº 40 /SE-C.Civil/PR, de 24 de novembro de Diretrizes do 2003 (Ministro-Chefe da Casa Civil, José Dirceu). Governo Federal Resultado do Planejamento Estratégico do Comitê Técnico (GF) de Implementação do Software Livre no GF, (02/10/2003). e-ping (Padrões de Interoperabilidade de Governo Eletrônico) Guia Livre - Referência de Migração para Software Livre. Slide 10

11 Projeto SIGADEx Slide 11

12 Projeto SIGADEx Slide 12

13 Projeto SIGADEx Macro etapas futuras Próximas etapas: Módulo Integrador. Certificação Digital. Slide 13

14 SPED Sistema de Protocolo Eletrônico de Documentos SPED Slide 14

15 SPED Características Características Principais: Concepção corporativa. Não incorpora particularidades de OM. Rastreabilidade (Despachos/Encaminhamentos). Fácil uso e instalação. Sem ônus para a OM/EB. Elaboração de documentos interna (editor interno). Alinhado com as EB10-IG Ofício, DIEx e DIEx simplificado. NUD/NUP (possibilita também reserva de NUD/NUP). Controle do ciclo documental. Slide 15

16 SPED Características Características Principais: Criação de documento resposta. Delegação de contas. Múltiplas contas por usuário. Elaboração colaborativa. Impede assinatura indevida. Relatórios gerenciais. O usuário participa do desenvolvimento. Relatório de erros Sistema lançado... aperfeiçoado... lançado... Slide 16

17 SPED Características Características Principais: Estrutura de suporte ao usuário: Nível ZERO Manual do SPED. 1 Nível: Administrador da OM. 2 Nível: CT/CTA. 3 Nível: Site de Suporte. Helpdesk. Downloads de versões e atualizações. Perguntas Frequentes. Tutoriais. Site de demonstração ( atualização. - em Slide 17

18 Conclusão O projeto SIGADEx é a Solução CORPORATIVA, para atingir o GED no Exército. É fruto do envolvimento do usuário no processo de desenvolvimento. Durante o seu ciclo de vida, vem incorporando funcionalidades a fim de possibilitar adequação às necessidades do EB. Além da criação de ferramentas. Envolve toda uma mudança de cultura, de normatização e de processos, em todo o EB. É uma questão estratégica para o EB. Slide 18

19 Projeto SIGADEx O SPED (e o SIGADEx) será tão bom quanto nós todos queiramos que ele seja! Slide 19

Art. 1º Aprovar a Diretriz de Implantação do Sistema de Protocolo Eletrônico de Documentos (SPED) no âmbito do Exército Brasileiro.

Art. 1º Aprovar a Diretriz de Implantação do Sistema de Protocolo Eletrônico de Documentos (SPED) no âmbito do Exército Brasileiro. PORTARIA Nº 002-EME, DE 17 DE JANEIRO DE 2012. Aprova a Diretriz de Implantação do Sistema de Protocolo Eletrônico de Documentos (SPED) no âmbito do Exército Brasileiro. O CHEFE DO ESTADO-MAIOR DO EXÉRCITO,

Leia mais

SPED Sistema de Protocolo Eletrônico de Documentos. 1º Ten Cristina 7º CTA

SPED Sistema de Protocolo Eletrônico de Documentos. 1º Ten Cristina 7º CTA 1º Ten Cristina 7º CTA Objetivo Apresentar o - SPED e demostrar as principais funcionalidades do sistema para usuários convencional e protocolista. 2 1. Introdução 2. Aspectos do sistema; 3. Tipos de usuário;

Leia mais

ASSINATURA E EXPEDIÇÃO DIGITAL NA AERONÁUTICA AGILIZA PROCESSOS E TORNA O SONHO 'PAPERLESS' ALCANÇÁVEL

ASSINATURA E EXPEDIÇÃO DIGITAL NA AERONÁUTICA AGILIZA PROCESSOS E TORNA O SONHO 'PAPERLESS' ALCANÇÁVEL ASSINATURA E EXPEDIÇÃO DIGITAL NA AERONÁUTICA AGILIZA PROCESSOS E TORNA O SONHO 'PAPERLESS' ALCANÇÁVEL Perfil A Força Aérea Brasileira (FAB) é o "braço-armado" da Aeronáutica brasileira, e uma das três

Leia mais

A Empresa. Alguns Clientes que já utilizam nossa tecnologia.

A Empresa. Alguns Clientes que já utilizam nossa tecnologia. A Empresa A GDDoc é uma empresa especializada na gestão de documentos digitais e arquivos, auxilia as empresas a administrar através da tecnologia o uso de papel, para alcançar estes objetivos fazemos

Leia mais

Carta para a Preservação do Patrimônio Arquivístico Digital Preservar para garantir o acesso

Carta para a Preservação do Patrimônio Arquivístico Digital Preservar para garantir o acesso Carta para a Preservação do Patrimônio Arquivístico Digital Preservar para garantir o acesso Considerando que a informação arquivística, produzida, recebida, utilizada e conservada em sistemas informatizados,

Leia mais

Modelo de Requisitos para Sistemas Informatizados de Gestão Arquivística de documentos

Modelo de Requisitos para Sistemas Informatizados de Gestão Arquivística de documentos Modelo de Requisitos para Sistemas Informatizados de Gestão Arquivística de documentos Margareth da Silva Arquivo Nacional XII Encontro Catarinense de Arquivos Jaraguá do Sul 23 de outubro de 2007 e-arq

Leia mais

Gestão de Acervos Municipais: Físico, Digitalizado e Memória

Gestão de Acervos Municipais: Físico, Digitalizado e Memória Gestão de Acervos Municipais: Físico, Digitalizado e Memória Erenilda Custódio dos Santos Amaral Salvador Objetivo; Motivação; Proposta; AGENDA O que se entende nesta proposta como Política de Gestão Documental;

Leia mais

Explorando o SharePoint como ferramenta de uma nova Gestão de Documentos Corporativos

Explorando o SharePoint como ferramenta de uma nova Gestão de Documentos Corporativos Explorando o SharePoint como ferramenta de uma nova Gestão de Documentos Marcos Moysés da Cunha marcos.cunha@eletrobras.com (21) 2514-5695 Gestão de Documentos SharePoint GED... caminho... Gestão de Documentos

Leia mais

Software Livre e proprietário: Coexistência de diferentes formas de Licenciamento, interoperabilidade e eficiência na inclusão digital e social.

Software Livre e proprietário: Coexistência de diferentes formas de Licenciamento, interoperabilidade e eficiência na inclusão digital e social. Software Livre e proprietário: Coexistência de diferentes formas de Licenciamento, interoperabilidade e eficiência na inclusão digital e social. Palestrante: Paulo Cesar Alves 19/09/2005 Agenda Formulação

Leia mais

Aplicações práticas das diretrizes InterPARES em documentos arquivísticos digitais Daniela Francescutti Martins Hott

Aplicações práticas das diretrizes InterPARES em documentos arquivísticos digitais Daniela Francescutti Martins Hott Brasília,. Aplicações práticas das diretrizes InterPARES em documentos arquivísticos digitais Daniela Francescutti Martins Hott E-mail: daniela.martins@camara.leg.br Panorama Arquivologia 2.0 nas empresas

Leia mais

PORTARIA Nº 412, DE 5 DE SETEMBRO DE 2012

PORTARIA Nº 412, DE 5 DE SETEMBRO DE 2012 PORTARIA Nº 412, DE 5 DE SETEMBRO DE 2012 Estabelece diretrizes para a implementação da política de Gestão da Informação Corporativa no âmbito do Ministério da Previdência Social e de suas entidades vinculadas

Leia mais

Experiência: Gestão Eletrônica de Documentos no INPE Iamara Virginia de Mendonça Motta - INPE/STI

Experiência: Gestão Eletrônica de Documentos no INPE Iamara Virginia de Mendonça Motta - INPE/STI Experiência: Gestão Eletrônica de Documentos no INPE Iamara Virginia de Mendonça Motta - INPE/STI I Ciclo de Palestras sobre a Gestão Arquivística de Documentos, 13 de junho de 2013 Objetivo Esta apresentação

Leia mais

Processo Aplicado Contabilidade EV Doc

Processo Aplicado Contabilidade EV Doc Processo Aplicado Contabilidade EV Doc EV DOC DIGITALIZAÇÃO E GESTÃO ELETRÔNICA DE DOCUMENTOS (GED) Digitalize e gerencie de forma simples os documentos e informações de sua empresa utilizando uma plataforma

Leia mais

Planejamento Estratégico de TIC. da Justiça Militar do Estado. do Rio Grande do Sul

Planejamento Estratégico de TIC. da Justiça Militar do Estado. do Rio Grande do Sul Planejamento Estratégico de TIC da Justiça Militar do Estado do Rio Grande do Sul MAPA ESTRATÉGICO DE TIC DA JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO (RS) MISSÃO: Gerar, manter e atualizar soluções tecnológicas eficazes,

Leia mais

TCU - Ciclo de Palestras 2011. Papel da Alta Administração na Governança de TI

TCU - Ciclo de Palestras 2011. Papel da Alta Administração na Governança de TI TCU - Ciclo de Palestras 2011 Papel da Alta Administração na Governança de TI Missão do CNJ O Conselho Nacional de Justiça tem o propósito de realizar a gestão estratégica e o controle administrativo do

Leia mais

SPED Projeto SIGADEx

SPED Projeto SIGADEx SPED Projeto SIGADEx SPED Projeto SIGADEx 1. Introdução 2. Desenvolvimento Acesso ao sistema; Tipos de usuário; Área de trabalho; Trâmite de documento; e Elaborando um documento 3. Conclusão 2 1. Introdução

Leia mais

O e-docs foi testado e homologado pela Microsoft via certificadora internacional Verisign.

O e-docs foi testado e homologado pela Microsoft via certificadora internacional Verisign. O e-docs Uma ferramenta com interface intuitiva, simples e dinâmica para você que necessita: Centralizar e estruturar o conhecimento corporativo. Manter a flexibilidade necessária para a colaboração. Permite

Leia mais

Sistema Informatizado Unificado de Gestão Arquivística de Documentos e Informações - SPdoc

Sistema Informatizado Unificado de Gestão Arquivística de Documentos e Informações - SPdoc 77ª REUNIÃO GETIC Sistema Informatizado Unificado de Gestão Arquivística de Documentos e Informações - SPdoc Prof. Dr. Carlos de Almeida Prado Bacellar Coordenador do Arquivo Público do Estado e do Casa

Leia mais

Nome do Sistema DESARM- Sistema De Guarda E Rastreabilidade de Armas de Fogo. Equipe Dr. ERNESTO ANSELMO QUEIROZ CHÍXARO Juiz Auxiliar da Corregedoria

Nome do Sistema DESARM- Sistema De Guarda E Rastreabilidade de Armas de Fogo. Equipe Dr. ERNESTO ANSELMO QUEIROZ CHÍXARO Juiz Auxiliar da Corregedoria Órgão Tribunal de Justiça do Amazonas Email para contato sidney.brito@tjam.jus.br Nome do Sistema DESARM- Sistema De Guarda E Rastreabilidade de Armas de Fogo Equipe Dr. ERNESTO ANSELMO QUEIROZ CHÍXARO

Leia mais

SIMARPE Sistema de Arquivo Permanente

SIMARPE Sistema de Arquivo Permanente SIMARPE Sistema de Arquivo Permanente Documentos formam a grande massa de conhecimentos de uma organização seja ela privada ou pública, esses documentos em sua maioria são parte do seu patrimônio. A Gestão

Leia mais

Apresentação Comercial Gestão Documental

Apresentação Comercial Gestão Documental Apresentação Comercial Gestão Documental Gestão Documental Como é possível administrar sua empresa de forma eficiente? Quais os passos para tornar seu empreendimento mais competitivo? Como é possível saber

Leia mais

Importância do GED. Implantação de um Sistema de GED

Importância do GED. Implantação de um Sistema de GED Implantação de um Sistema de GED Gerenciamento Eletrônico de Documentos Importância do GED O GED tem uma importante contribuição na tarefa da gestão eficiente da informação; É a chave para a melhoria da

Leia mais

Resolução CC-52, de 23-6-2004

Resolução CC-52, de 23-6-2004 Resolução CC-52, de 23-6-2004 ANEXO I Institui a Política e o Plano Estratégico de Uso de Software na Administração Pública Estadual O Secretário-Chefe da Casa Civil, na qualidade de Presidente do Comitê

Leia mais

Tecnologia para garantir qualidade e eficiência

Tecnologia para garantir qualidade e eficiência Tecnologia para garantir qualidade e eficiência 20 Fenacon em Serviços Julho/Agosto 2010 É cada vez maior o número de empresas que adotam a virtualização de documentos. Além de economia em tempo e papel,

Leia mais

I Ciclo de Palestras sobre a Gestão Arquivística de Documentos no INPE A Organização da Gestão Documental do MCTI

I Ciclo de Palestras sobre a Gestão Arquivística de Documentos no INPE A Organização da Gestão Documental do MCTI I Ciclo de Palestras sobre a Gestão Arquivística de Documentos no INPE A Organização da Gestão Documental do MCTI Sonia Maria/Ronal Guedes Informações Iniciais Sobre o MCTI Criação e finalidade A unidade

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001, 10 de março de 2009. FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA GABINETE DO REITOR

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001, 10 de março de 2009. FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA GABINETE DO REITOR INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001, 10 de março de 2009. FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA GABINETE DO REITOR Dispõe sobre a Política de uso de Softwares Livres no âmbito da UDESC O REITOR da FUNDAÇÃO

Leia mais

Gestão e preservação de documentos digitais

Gestão e preservação de documentos digitais Gestão e preservação de documentos digitais I Congresso Nacional de Arquivologia Brasília novembro 2004 Contexto Internacional Na década de 90, a comunidade arquivística internacional dá início aos primeiros

Leia mais

PROJETO PARA INSTALAÇÃO DE LABORATÓRIO DE DIGITALIZAÇÃO E GESTÃO DE REPOSITÓRIOS DE DOCUMENTOS ARQUIVÍSITCOS DIGITAIS AUTÊNTICOS

PROJETO PARA INSTALAÇÃO DE LABORATÓRIO DE DIGITALIZAÇÃO E GESTÃO DE REPOSITÓRIOS DE DOCUMENTOS ARQUIVÍSITCOS DIGITAIS AUTÊNTICOS ARQUIVO CENTRAL DO SISTEMA DE ARQUIVOS PROJETO PARA INSTALAÇÃO DE LABORATÓRIO DE DIGITALIZAÇÃO E GESTÃO DE REPOSITÓRIOS DE DOCUMENTOS ARQUIVÍSITCOS DIGITAIS AUTÊNTICOS 2011 PROJETO PARA INSTALAÇÃO DE LABORATÓRIO

Leia mais

O Módulo Risk Manager fornece workflow para tratamento dos riscos identificados nas avaliações e priorização das ações.

O Módulo Risk Manager fornece workflow para tratamento dos riscos identificados nas avaliações e priorização das ações. GRC - Governança, Riscos e Compliance já é uma realidade nas organizações. Sua adoção, no entanto, implica no desenvolvimento e na manutenção de um framework que viabilize a integração e colaboração entre

Leia mais

ATO DA MESA Nº 48, DE 16/7/2012

ATO DA MESA Nº 48, DE 16/7/2012 CÂMARA DOS DEPUTADOS Centro de Documentação e Informação ATO DA MESA Nº 48, DE 16/7/2012 Institui a Política de Preservação Digital da Câmara dos Deputados. A MESA DA CÂMARA DOS DEPUTADOS, usando de suas

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 2989/2015-PGJ

RESOLUÇÃO Nº 2989/2015-PGJ RESOLUÇÃO Nº 2989/2015-PGJ Adota o uso de formatos abertos de arquivos para criação, edição, armazenamento e disponibilização digital de documentos editáveis para aplicações de escritório dos tipos texto,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA Cássia Regina Batista Clarissa Kellermann de Moraes Ivan Mário da Silveira Márcia Dietrich Santiago Proposta

Leia mais

1. Qual a importância da gestão de documentos no desenvolvimento de sistemas informatizados de gerenciamento de arquivos?

1. Qual a importância da gestão de documentos no desenvolvimento de sistemas informatizados de gerenciamento de arquivos? CONSIDERAÇÕES DO ARQUIVO NACIONAL, ÓRGÃO CENTRAL DO SISTEMA DE GESTÃO DE DOCUMENTOS DE ARQUIVO SIGA, DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA FEDERAL ACERCA DO SISTEMA ELETRÔNICO DE INFORMAÇÕES SEI O Arquivo Nacional,

Leia mais

TRATAMENTO E GESTÃO DOCUMENTAL DIARQ/CDA/CGLA/SPOA/SE/MDS

TRATAMENTO E GESTÃO DOCUMENTAL DIARQ/CDA/CGLA/SPOA/SE/MDS TRATAMENTO E GESTÃO DOCUMENTAL DIARQ/CDA/CGLA/SPOA/SE/MDS 1 Divisão de Arquivo está subordinada à Coordenação de Documentação e Arquivo Atividades Arquivar e desarquivar documentos/processos; Dar orientação

Leia mais

Sociedade do Conhecimento

Sociedade do Conhecimento Gerenciamento (Gestão) Eletrônico de Documentos GED Introdução Gerenciamento Eletrônico de Documentos - GED Sociedade do Conhecimento Nunca se produziu tanto documento e se precisou de tanta velocidade

Leia mais

A concatenação de profissionais experientes, percepções modernas do mercado e ferramentas avançadas de gestão fazem com que a Menchën ofereça ao seu

A concatenação de profissionais experientes, percepções modernas do mercado e ferramentas avançadas de gestão fazem com que a Menchën ofereça ao seu A concatenação de profissionais experientes, percepções modernas do mercado e ferramentas avançadas de gestão fazem com que a Menchën ofereça ao seu cliente um produto final mais completo e robusto, que

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Competências Analista 1. Administração de recursos de infra-estrutura de tecnologia da informação 2.

Leia mais

Orientações para contratação de SIGAD e serviços correlatos

Orientações para contratação de SIGAD e serviços correlatos Conselho Nacional de Arquivos Câmara Técnica de Documentos Eletrônicos Orientação Técnica n.º 1 Abril / 2011 Orientações para contratação de SIGAD e serviços correlatos Este documento tem por objetivo

Leia mais

Sistemas Informatizados. Alfonso Izarra

Sistemas Informatizados. Alfonso Izarra Sistemas Informatizados Alfonso Izarra Objetivo Salientar da importância de utilizar Sistemas Informatizados que atendam os Requisitos do Negócio e das Partes Impactadas Sistemas de Informação Por que?

Leia mais

Gestão de documentos para a garantia de fidedignidade e autenticidade dos documentos digitais: normatização e implementação

Gestão de documentos para a garantia de fidedignidade e autenticidade dos documentos digitais: normatização e implementação Gestão de documentos para a garantia de fidedignidade e autenticidade dos documentos digitais: normatização e implementação Luciane Tomé da Cunha lucianetome@issx.com.br EU QUERO UM ECM O QUE O SE ESPERA

Leia mais

Coordenadoria de Tecnologia da Informação. Documentos Formais. Governança de Auditoria Interna de TI com AGIL-GPR

Coordenadoria de Tecnologia da Informação. Documentos Formais. Governança de Auditoria Interna de TI com AGIL-GPR Coordenadoria de Tecnologia da Informação Documentos Formais Governança de Auditoria Interna de TI com AGIL-GPR NOV/2011 1 Sumário 1 Introdução... 03 2 Políticas de Governança de Auditoria Interna de TI...

Leia mais

Software de gerenciamento de trabalho

Software de gerenciamento de trabalho Software de gerenciamento de trabalho Software de gerenciamento de trabalho GoalPost O software de gerenciamento de trabalho (LMS) GoalPost da Intelligrated fornece informações sob demanda para medir,

Leia mais

Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre

Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Implantação do Sistema de Gestão de Documentos (SIGED): Experiência do Governo de Minas Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão Superintendência Central de Governança Eletrônica Diretoria Central

Leia mais

Certificação ISO/IEC 27001. SGSI - Sistema de Gestão de Segurança da Informação. A Experiência da DATAPREV

Certificação ISO/IEC 27001. SGSI - Sistema de Gestão de Segurança da Informação. A Experiência da DATAPREV Certificação ISO/IEC 27001 SGSI - Sistema de Gestão de Segurança da Informação A Experiência da DATAPREV DATAPREV Quem somos? Empresa pública vinculada ao Ministério da Previdência Social, com personalidade

Leia mais

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ANEXO À RESOLUÇÃO Nº /2010 REGIMENTO DA DIRETORIA DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Art. 1º - A Diretoria de Tecnologia de Informação e Comunicação DTIC da Universidade FEDERAL DO ESTADO DO RIO

Leia mais

A GESTÃO DE DOCUMENTOS COMO UM DOS FUNDAMENTOS PARA A INTELIGÊNCIA COMPETITIVA

A GESTÃO DE DOCUMENTOS COMO UM DOS FUNDAMENTOS PARA A INTELIGÊNCIA COMPETITIVA A GESTÃO DE DOCUMENTOS COMO UM DOS FUNDAMENTOS PARA A INTELIGÊNCIA COMPETITIVA Renato Tarciso Barbosa de Sousa Universidade de Brasília renasou@unb.br A organização 1. Os fatos 2. O Discurso 3. As considerações

Leia mais

Os Esforços e Avanços da Sefaz na Gestão Documental. Alexandre Mendonça Secretaria da Fazenda Departamento de Tecnologia da Informação 28/03/2013

Os Esforços e Avanços da Sefaz na Gestão Documental. Alexandre Mendonça Secretaria da Fazenda Departamento de Tecnologia da Informação 28/03/2013 Os Esforços e Avanços da Sefaz na Gestão Documental Alexandre Mendonça Secretaria da Fazenda Departamento de Tecnologia da Informação 28/03/2013 Gestão de Conteúdo Digital - ECM GED/ECM é um conjunto de

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 080/2014, DE 25 DE JUNHO DE 2014 CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG

RESOLUÇÃO Nº 080/2014, DE 25 DE JUNHO DE 2014 CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG RESOLUÇÃO Nº 080/2014, DE 25 DE JUNHO DE 2014 CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL-MG O Conselho Universitário da UNIFAL-MG, no uso de suas atribuições regimentais e estatutárias,

Leia mais

COMPATIBILIZANDO CADASTROS

COMPATIBILIZANDO CADASTROS COMPATIBILIZANDO CADASTROS EM PROJETO SIG Cristiane Vaz Domingues cristiane.vaz@uol.com.br FOTOGRAFIA Hoje nas instituiçõesições públicas existem: informações repetidas e/ou complementares distribuídas

Leia mais

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4.

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. 1 Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. Interface do sistema... 4 1.4.1. Janela Principal... 4 1.5.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Contratação de consultoria pessoa física para serviços de preparação

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DE PROJETOS

IMPLANTAÇÃO DE PROJETOS IMPLANTAÇÃO DE PROJETOS GERENCIAMENTO DE PROJETOS CICLO DE VIDA DE PROJETOS (viabilidade até a entrega / iniciação ao encerramento) RELEVÂNCIA SOBRE AS AREAS DE CONHECIMENTO FATORES IMPACTANTES EM PROJETOS

Leia mais

INTERNET HOST CONNECTOR

INTERNET HOST CONNECTOR INTERNET HOST CONNECTOR INTERNET HOST CONNECTOR IHC: INTEGRAÇÃO TOTAL COM PRESERVAÇÃO DE INVESTIMENTOS Ao longo das últimas décadas, as organizações investiram milhões de reais em sistemas e aplicativos

Leia mais

Ações de gestão da informação de C&T em andamento. Brasília,10 de dezembro de 2013

Ações de gestão da informação de C&T em andamento. Brasília,10 de dezembro de 2013 Ações de gestão da informação de C&T em andamento Brasília,10 de dezembro de 2013 Embrapa Informação Tecnológica Gestão da informação : Aplicação de metodologias adequadas aos processos de identificação,

Leia mais

PDTI - Definição. Instrumento de diagnóstico, planejamento e

PDTI - Definição. Instrumento de diagnóstico, planejamento e PDTI - Definição Instrumento de diagnóstico, planejamento e gestão dos recursos e processos de Tecnologia da Informação que visa atender às necessidades tecnológicas e de informação de um órgão ou entidade

Leia mais

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING 1 ÍNDICE 03 04 06 07 09 Introdução Menos custos e mais controle Operação customizada à necessidade da empresa Atendimento: o grande diferencial Conclusão Quando

Leia mais

PROCESSO ADMINISTRATIVO ELETRÔNICO. Samuel Fernandes Ribeiro Gerente do Projeto

PROCESSO ADMINISTRATIVO ELETRÔNICO. Samuel Fernandes Ribeiro Gerente do Projeto PROCESSO ADMINISTRATIVO ELETRÔNICO Samuel Fernandes Ribeiro Gerente do Projeto Agenda Contextualização Trabalho colaborativo Plataforma PAE Apresentação do Software Plano de sustentação e continuidade

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.821/07 (Publicada no D.O.U. de 23 nov. 2007, Seção I, pg. 252)

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.821/07 (Publicada no D.O.U. de 23 nov. 2007, Seção I, pg. 252) RESOLUÇÃO CFM Nº 1.821/07 (Publicada no D.O.U. de 23 nov. 2007, Seção I, pg. 252) Aprova as normas técnicas concernentes à digitalização e uso dos sistemas informatizados para a guarda e manuseio dos documentos

Leia mais

Planejamento 2008 Comitê Técnico de Implementação de Software Livre - CISL

Planejamento 2008 Comitê Técnico de Implementação de Software Livre - CISL Planejamento 2008 Comitê Técnico de Implementação de Software Livre - CISL Diretrizes, ações e objetivos para implementação de Software Livre no Governo Federal 2009/2010. I Fórum de Tecnologia em Software

Leia mais

GESTÃO DAS INFORMAÇÕES DAS ORGANIZAÇÕES MÓDULO 11

GESTÃO DAS INFORMAÇÕES DAS ORGANIZAÇÕES MÓDULO 11 GESTÃO DAS INFORMAÇÕES DAS ORGANIZAÇÕES MÓDULO 11 Índice 1. Importância do ERP para as organizações...3 2. ERP como fonte de vantagem competitiva...4 3. Desenvolvimento e implantação de sistema de informação...5

Leia mais

O caminho da Informação do Papel ao Digital

O caminho da Informação do Papel ao Digital O caminho da Informação do Papel ao Digital Programa de Tratamento Integrado de Acervos - PROPTIA Conceitos Necessários a Equipe do Projeto Informacional - PI reflexão Gestão de Acervos - Premissas do

Leia mais

Universidade de Brasília. Departamento de Ciência da Informação e Documentação. Prof a.:lillian Alvares

Universidade de Brasília. Departamento de Ciência da Informação e Documentação. Prof a.:lillian Alvares Universidade de Brasília Departamento de Ciência da Informação e Documentação Prof a.:lillian Alvares Fóruns óu s/ Listas de discussão Espaços para discutir, homogeneizar e compartilhar informações, idéias

Leia mais

SEPLAN. Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Econômico. RESOLUÇÃO Nº 003/2006 - CEPINF de 15 de agosto de 2006.

SEPLAN. Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Econômico. RESOLUÇÃO Nº 003/2006 - CEPINF de 15 de agosto de 2006. RESOLUÇÃO Nº 003/2006 - CEPINF de 15 de agosto de 2006. DEFINE a Política de Informática do Estado do Amazonas. O PRESIDENTE DO COMITÊ ESTADUAL DE POLÍTICA DE INFORMÁTICA, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br Corporativo Transformar dados em informações claras e objetivas que possibilitem às empresas tomarem decisões em direção ao sucesso. Com essa filosofia a Star Soft Indústria de Software e Soluções vem

Leia mais

SIMARPE Sistema de Arquivo Permanente

SIMARPE Sistema de Arquivo Permanente SIMARPE Sistema de Arquivo Permanente Documentos formam a grande massa de conhecimentos de uma organização seja ela privada ou pública, esses documentos em sua maioria são parte do seu patrimônio. A Gestão

Leia mais

Gerenciamento Eletrônico de Documentos. Resumo. Palavras-chave. Summary. Word-key

Gerenciamento Eletrônico de Documentos. Resumo. Palavras-chave. Summary. Word-key Gerenciamento Eletrônico de Documentos Alexandra Holanda Jaber 1 Marina Vaz Cunha da Silva 1 Rogério Rodrigues de Andrade 1 Pedro Nogueira de Souza 1 Resumo O GED é um Sistema desenvolvido para agilizar

Leia mais

Panorama da educação a distância na formação dos magistrados brasileiros

Panorama da educação a distância na formação dos magistrados brasileiros Panorama da educação a distância na formação dos magistrados brasileiros 7 e 8 de maio de 2015 Encontro de integração das Escolas da Magistratura Tema: Potencialidades e Desafios do Moodle um ambiente

Leia mais

EMENTÁRIO DE COMPONENTES CURRICULARES

EMENTÁRIO DE COMPONENTES CURRICULARES Disciplinas obrigatórias: ICIA39 Administração de Unidades de Básica EMENTA: Conceitos de informação e gestão de organizações. Qualidade e competitividade (noções). Estudo de serviços de informação em

Leia mais

ANEXO I A Estratégia de TIC do Poder Judiciário

ANEXO I A Estratégia de TIC do Poder Judiciário RESOLUÇÃO Nº 99, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2009 Dispõe sobre o Planejamento Estratégico de TIC no âmbito do Poder Judiciário e dá outras providências. ANEXO I A Estratégia de TIC do Poder Judiciário Planejamento

Leia mais

Diretrizes e Políticas de Segurança da Informação Organização CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A (CNPJ: 08.602.

Diretrizes e Políticas de Segurança da Informação Organização CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A (CNPJ: 08.602. CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO RESOLUÇÃO N.º 4/2008 O Conselho de Administração, com base no disposto no Art. 17 do Estatuto da CAPEMISA Seguradora de Vida e Previdência, em reunião do dia 19 de fevereiro de

Leia mais

Desafios Motivadores do Investimento

Desafios Motivadores do Investimento Desafios Motivadores do Investimento Governança Corporativa Auditoria Aumentar as Receitas Reports para Acionistas Prevenção Compliance Mitigar Riscos Reduzir Custos Diminuir a carga Operacional Eliminar

Leia mais

Implantação da Governança a de TI na CGU

Implantação da Governança a de TI na CGU Implantação da Governança a de TI na CGU José Geraldo Loureiro Rodrigues Diretor de Sistemas e Informação Controladoria-Geral da União I Workshop de Governança de TI da Embrapa Estratégia utilizada para

Leia mais

Gestão eletrônica de contratos de locação de Shopping Center

Gestão eletrônica de contratos de locação de Shopping Center Gestão eletrônica de contratos de locação de Shopping Center 1. INTRODUÇÃO Os shopping centers têm como parte importante de sua receita a locação de imóveis (salas e lojas) e outros espaços (vagas de garagem,

Leia mais

RELATÓRIO DESCRITIVO DA ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE RISCOS DA PORTO SEGURO INVESTIMENTOS

RELATÓRIO DESCRITIVO DA ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE RISCOS DA PORTO SEGURO INVESTIMENTOS RELATÓRIO DESCRITIVO DA ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE RISCOS DA PORTO SEGURO INVESTIMENTOS 1. CONTEXTO A Porto Seguro Investimentos é uma Instituição Financeira privada, constituída em 8 de abril de 1991,

Leia mais

Universidade Federal de Santa Catarina Centro de Ciências da Educação Departamento de Ciência da Informação

Universidade Federal de Santa Catarina Centro de Ciências da Educação Departamento de Ciência da Informação Universidade Federal de Santa Catarina Centro de Ciências da Educação Departamento de Ciência da Informação Daniela Sardá da Conceição Juliana Ribeiro Letícia Jansen Gonçalves IMPLEMENTAÇÃO SOFTWARE EMPRESA

Leia mais

Software. Bem vindo ao mundo do GED e Tecnologias Digitais. Gerenciamento Eletrônico de Documentos, Softwares, e muito mais...

Software. Bem vindo ao mundo do GED e Tecnologias Digitais. Gerenciamento Eletrônico de Documentos, Softwares, e muito mais... Software www.imagecomnet.com.br Bem vindo ao mundo do GED e Tecnologias Digitais Gerenciamento Eletrônico de Documentos, Softwares, e muito mais... A Empresa A Imagecom, uma empresa conceituada no ramo

Leia mais

Anexo VI Edital nº 03361/2008. Projeto de Integração das informações de Identificação Civil. 1. Definições de interoperabilidade adotadas pela SENASP

Anexo VI Edital nº 03361/2008. Projeto de Integração das informações de Identificação Civil. 1. Definições de interoperabilidade adotadas pela SENASP Anexo VI Edital nº 03361/2008 Projeto de Integração das informações de Identificação Civil 1. Definições de interoperabilidade adotadas pela SENASP A Senasp procura adotar os padrões de interoperabilidade

Leia mais

Preservando documentos arquivísticos digitais autênticos

Preservando documentos arquivísticos digitais autênticos Projeto InterPARES Preservando documentos arquivísticos digitais autênticos Cláudia Lacombe Rocha Audiência Pública sobre Gestão Eletrônica de Documentos desafios e perspectivas 5 de julho de 2011 - Brasília

Leia mais

GRUPO XV GRUPO DE ESTUDO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA, PESQUISA E DESENVOLVIMENTO GPD GESTÃO DOCUMENTAL NA COPEL

GRUPO XV GRUPO DE ESTUDO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA, PESQUISA E DESENVOLVIMENTO GPD GESTÃO DOCUMENTAL NA COPEL SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA GPD - 23 16 a 21 Outubro de 2005 Curitiba - Paraná GRUPO XV GRUPO DE ESTUDO DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA, PESQUISA E DESENVOLVIMENTO GPD

Leia mais

Interact Solutions Apresentação do SA-Performance Manager. Por: Anderson Pereira Diretor de Negócios Unidade Excellence

Interact Solutions Apresentação do SA-Performance Manager. Por: Anderson Pereira Diretor de Negócios Unidade Excellence Interact Solutions Apresentação do SA-Performance Manager Por: Anderson Pereira Diretor de Negócios Unidade Excellence Interact Group Fundação: agosto / 1999 80 Colaboradores diretos 85 Colaboradores nas

Leia mais

EXPERIÊNCIA DO METRÔ GESTÃO DE DOCUMENTOS ARQUIVÍSTICOS E DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

EXPERIÊNCIA DO METRÔ GESTÃO DE DOCUMENTOS ARQUIVÍSTICOS E DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO EXPERIÊNCIA DO METRÔ GESTÃO DE DOCUMENTOS ARQUIVÍSTICOS E DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO GESTÃO DE DOCUMENTOS ARQUIVÍSTICOS X SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO LEGISLAÇÃO - Art. 9º da Lei Federal 8.159/91 (Política

Leia mais

Curso de Gestão Arquivística de. Documentos Digitais. Gestão arquivística de documentos digitais

Curso de Gestão Arquivística de. Documentos Digitais. Gestão arquivística de documentos digitais Curso de Gestão Arquivística de Documentos Digitais Gestão arquivística de documentos digitais Programa 1. Introdução: Gestão de documentos Conceitos Impacto do formato digital para a gestão de documentos

Leia mais

GESTÃO. Educacional. www.semeareducacional.com.br. Sistema Municipal de Excelência ao Atendimento da Rede

GESTÃO. Educacional. www.semeareducacional.com.br. Sistema Municipal de Excelência ao Atendimento da Rede GESTÃO Educacional A P R E S E N T A Ç Ã O www.semeareducacional.com.br Sistema Municipal de Excelência ao Atendimento da Rede A EXPANSÃO TECNOLOGIA Nossa MISSÃO: Transformação de Dados em Informação Transformação

Leia mais

Soluções de Tecnologia da Informação

Soluções de Tecnologia da Informação Soluções de Tecnologia da Informação Software Corporativo ERP ProdelExpress Diante da nossa ampla experiência como fornecedor de tecnologia, a PRODEL TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO oferece aos seus clientes

Leia mais

Diretoria de Informática

Diretoria de Informática Diretoria de Informática Estratégia Geral de Tecnologias de Informação para 2013-2015 EGTI 2013-2015 Introdução: Este documento indica quais são os objetivos estratégicos da área de TI do IBGE que subsidiam

Leia mais

Minuta REGIMENTO DO ARQUIVO CENTRAL DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA CAPÍTULO I DA NATUREZA, COMPOSIÇÃO E OBJETIVOS

Minuta REGIMENTO DO ARQUIVO CENTRAL DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA CAPÍTULO I DA NATUREZA, COMPOSIÇÃO E OBJETIVOS Minuta REGIMENTO DO ARQUIVO CENTRAL DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA CAPÍTULO I DA NATUREZA, COMPOSIÇÃO E OBJETIVOS Art. 1.º O ARQUIVO CENTRAL (ACE) é órgão de natureza complementar da Fundação Universidade

Leia mais

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Roberto Marcello SI Sistemas de gestão A Gestão dos Sistemas Integrados é uma forma organizada e sistemática de buscar a melhoria de resultados.

Leia mais

Sistemas informatizados para a guarda do prontuário médico - Resolução: 1639 de 10/7/2002

Sistemas informatizados para a guarda do prontuário médico - Resolução: 1639 de 10/7/2002 Sistemas informatizados para a guarda do prontuário médico - Resolução: 1639 de 10/7/2002 Ementa: Aprova as "Normas Técnicas para o Uso de Sistemas Informatizados para a Guarda e Manuseio do Prontuário

Leia mais

PORTARIA TC Nº 433, DE 5 DE DEZEMBRO DE 2014.

PORTARIA TC Nº 433, DE 5 DE DEZEMBRO DE 2014. PORTARIA TC Nº 433, DE 5 DE DEZEMBRO DE 2014. Institui o processo administrativo eletrônico no âmbito do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco. O PRESIDENTE DO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, no uso de suas

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA DE CONSULTORES POR PRODUTOS

TERMO DE REFERÊNCIA DE CONSULTORES POR PRODUTOS TERMO DE REFERÊNCIA DE CONSULTORES POR PRODUTOS Projeto OEI/BRA/09/005 Desenvolvimento da Gestão Estratégica do Ibram e dos Museus Brasileiros para o Fortalecimento Institucional na Formulação e Implantação

Leia mais

Acesso aberto e repositórios institucionais: repensando a comunicação e a gestão da informação científica

Acesso aberto e repositórios institucionais: repensando a comunicação e a gestão da informação científica Acesso aberto e repositórios institucionais: repensando a comunicação e a gestão da informação científica Fernando César Lima Leite fernandodfc@gmail.com 1. A comunicação científica e sua importância Qualquer

Leia mais

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS

CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS CobiT 4.01 OBJETIVOS DE CONTROLE PARA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIAS RELACIONADAS METODOLOGIA DE AUDITORIA PARA AVALIAÇÃO DE CONTROLES E CUMPRIMENTO DE PROCESSOS DE TI NARDON, NASI AUDITORES E CONSULTORES CobiT

Leia mais

A sua Empresa reúne os profissionais que necessita para a implementação da estratégia de negócio? para Seleção, Desenvolvimento e Feedback 360

A sua Empresa reúne os profissionais que necessita para a implementação da estratégia de negócio? para Seleção, Desenvolvimento e Feedback 360 A Swiss P ro d u c t para Seleção, Desenvolvimento e Feedback 360 A sua Empresa reúne os profissionais que necessita para a implementação da estratégia de negócio? Desenvolvido durante varios anos por

Leia mais

Especificação e Proposição de uma Solução de GED e Workflow para a UFRJ

Especificação e Proposição de uma Solução de GED e Workflow para a UFRJ 05. 09. 2013 Especificação e Proposição de uma Solução de GED e Workflow para a UFRJ Lilian Bitton Migon CISI/DPA/COPPE Motivação do Projeto Plano Diretor da TIC: A situação atual na UFRJ, com algumas

Leia mais

RAPHAEL MANDARINO JUNIOR Diretor do Departamento de Segurança da Informação e Comunicações

RAPHAEL MANDARINO JUNIOR Diretor do Departamento de Segurança da Informação e Comunicações 16/IN01/DSIC/GSIPR 00 21/NOV/12 1/8 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Gabinete de Segurança Institucional Departamento de Segurança da Informação e Comunicações DIRETRIZES PARA DESENVOLVIMENTO E OBTENÇÃO DE SOFTWARE

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL INSTRUÇÃO NORMATIVA SECOM-PR N o 8 DE 19 DE DEZEMBRO DE 2014 Disciplina a implantação e a gestão da Identidade Padrão de Comunicação Digital das

Leia mais

Amplie os horizontes da sua empresa com o Software Assurance e o Windows Vista.

Amplie os horizontes da sua empresa com o Software Assurance e o Windows Vista. Amplie os horizontes da sua empresa com o Software Assurance e o Windows Vista. Introdução Software Assurance Windows Vista Trazendo uma série de novas ofertas para maximizar o seu investimento, o Software

Leia mais

Resoluções nº 90 e nº 99 de 2009 CNJ

Resoluções nº 90 e nº 99 de 2009 CNJ Resoluções nº 90 e nº 99 de 2009 CNJ Março COMITÊ GESTOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO - CGTIC 2 ÍNDICE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO... 3 Apresentação...

Leia mais

Gestão eletrônica do cadastro de corretora de valores

Gestão eletrônica do cadastro de corretora de valores Gestão eletrônica do cadastro de corretora de valores 1. INTRODUÇÃO As corretoras de valores devem armazenar todos os documentos cadastrais de seus clientes para ter acesso a esse material quando necessário.

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DE PROGRAMAS DE GESTÃO DE DOCUMENTOS NO ÓRGÃOS E ENTIDADES INTEGRANTES DO SIGA

A IMPORTÂNCIA DE PROGRAMAS DE GESTÃO DE DOCUMENTOS NO ÓRGÃOS E ENTIDADES INTEGRANTES DO SIGA V ENCONTRO TÉCNICOS DOS INTEGRANTES DO SISTEMA DE GESTÃO DE DOCUMENTOS DE ARQUIVO SIGA, DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA FEDERAL V SEMINÁRIO A GESTÃO DE DOCUMENTOS ARQUIVÍSTICOS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA FEDERAL

Leia mais