HORÁRIOS DE NEGOCIAÇÃO - SEGMENTO BM&F. Contratos Futuros, de Opções e Operações Estruturadas Referenciados em Taxa de Juro em Reais

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "HORÁRIOS DE NEGOCIAÇÃO - SEGMENTO BM&F. Contratos Futuros, de Opções e Operações Estruturadas Referenciados em Taxa de Juro em Reais"

Transcrição

1 HORÁRIOS DE NEGOCIAÇÃO SEGMENTO BM&F s Futuros, Opções e Operações Estruturadas Referenciados em Taxa Juro em Reais Futuro DI1 FUT DI1 09: :00 16:07 16:10 16:10 16:42 16:45 16: :00 Futuro DI Longo FUT DIL 09: :00 16:07 16:45 16: :00 Opção s/ fut. DI1 OPF DI 09: :00 16:07 16:45 16: :00 Opção s/ IDI OPD IDI 09: :00 16:07 16:45 16: :00 Volatilida DI1 OPF VF 11: :00 Volatilida IDI OPD VID 11: :00 1 Início após o call abertura. 2 A fase préabertura terá início 5 minutos antes do início da fase negociação. s Futuros, Opções e Operações Estruturadas Referenciados em Taxa Juro em Dólares Futuro Cupom Cambial FRA Cupom Cambial FUT DDI FUT FRC 09: : :00 16:00 16:07 16:07 17:00 16:10 16: :57 17:00 17: : :00 18:00 Swap Cambial FUT SCC 09: :00 16:07 17:00 17: :00 Futuro ABond FUT A18 09: :00 Futuro Global Bonds FUT B 09: :00 Futuro US TNote FUT T10 09: :00 Futuro CDS Brasil FUT BC 09: :00 1 A fase préabertura terá início 5 minutos antes do início da fase negociação. 2 Exclusivamente para o FRA Cupom Cambial, todas as ofertas que restarem no livro ofertas ao final da fase que antece o serão canceladas pela Bolsa. Dólar Pronto e s Futuros, Opções e Operações Estruturadas Referenciados em Taxa Câmbio

2 Dólar Pronto USD 09:00 16:15 3 Futuro Dólar FUT DOL 09: :00 Futuro Dólar da Nova Zelândia FUT NZD 09: :00 Futuro Franco Suíço FUT CHF 09: :00 Futuro Iuan FUT CNY 09: :00 Futuro Lira Turca FUT TRY 09: :00 Futuro Peso Chileno FUT CLP 09: :00 Futuro Ran da África do Sul FUT ZAR 09: :00 Futuro Euro FUT EUR 09: :00 Futuro Euro x Real FUT EBR 09: :00 Futuro Dólar Australiano FUT AUD 09: :00 Futuro Dólar Cananse FUT CAD 09: :00 Futuro Iene FUT JPY 09: :00 Futuro Libra Esterlina FUT GBP 09: :00 Futuro Peso Mexicano FUT MXN 09: :00 Futuro Míni Reais por Dólar FUT WDO 09: :00 Comercial Futuro Míni Reais por Euro FUT WEU 09: :00 Forward Points Dólar FUT FRP0 09: :00 Forward Points Dólar FUT FRP1 09: :00 Rolagem Futuro Dólar FUT DR1 09: :00 Opção Dólar OPD DOL 09: :00 Volatilida Dólar OPD VTC 10: :00

3 Opção Dólar com Ajuste OPD DLA 09: :00 Volatilida Dólar Ajuste OPD VCA 10:15 16:00 16:27 16:30 16:30 Opção sobre Futuro Dólar OPF DOL 09: :00 1 Início após o call abertura. 2 A fase préabertura terá início 5 minutos antes do início da fase negociação. 3 Operações com liquidação em D0 encerramse às 10:15.

4 s Futuros, Opções e Operações Estruturadas Referenciados em Índice Inflação e Cupom Inflação Futuro Cupom IGPM FUT DDM 09: :00 Futuro Cupom IPCA FUT DAP 09: :00 FRA Cupom IGPM FUT FRM 09: :00 FRA IGPM FUT FRG 09: :00 FRA IPCA FUT FRI 09: :00 Futuro IGPM FUT IGM 09: :00 Futuro IPCA FUT IAP 09: :00 1 A fase préabertura terá início 5 minutos antes do início fase negociação.

5 s Futuros, Opções e Operações Estruturadas Referenciados em Índice Ações Futuro Ibovespa FUT IND 09: :30 3 Futuro Ibovespa Míni FUT WIN 09: :30 3 Forward Points Ibovespa FUT FWI 09: :00 Rolagem Futuro Ibovespa FUT IR1 09: :30 3 Futuro IBrX50 FUT BRI 09: :30 3 Opção sobre Futuro Ibovespa OPF IND 09: :30 3 Volatilida Ibovespa OPF VOI 11:00 (1)(2) 17: Início após o call abertura eletrônico. 2 s diários às 11:00 e 15:00. 3 No dia do vencimento do contrato futuro, a negociação normal encerrase as 17:00 para os contratos vincendos. 4 A fase préabertura terá início 5 minutos antes do início da fase negociação.

6 s Futuros, Opções e Operações Estruturadas Referenciados em Commodities Agropecuárias Válido 27/02/2012 até 09/03/2012 Futuro Café Arábica FUT ICF 09: :35 15:42 15:45 15:45 16: :00 Futuro Café Arábica Míni FUT WCF 09: :35 Rolagem Futuro Café Arábica FUT CR1 09: :35 15:42 15:45 16: :00 Futuro Boi Gordo FUT BGI 09: :00 16:07 16:10 16:10 17: :00 Futuro Boi Gordo Míni FUT WBG 09: :00 Rolagem Futuro Boi Gordo FUT BR1 09: :00 16:07 16:10 17: :00 Futuro Etanol FUT ETN 09: :00 15:07 15:10 15:10 15: :00 Futuro Etanol Financeiro FUT ETH 09: :15 15:22 15:25 15:25 16: :00 Futuro Açúcar FUT ISU 09: :45 14:52 14:55 14:55 15: :00 Futuro Milho Financeiro FUT CCM 09: :30 15:37 15:40 15:40 16: :00 Base Preço Milho FUT CTM 09: :00 15:07 15:10 15:10 15: :00 Base Preço Milho FUT COP 09: :00 15:07 15:10 15:10 15: :00 Base Preço Milho FUT CRV 09: :00 15:07 15:10 15:10 15: :00 Base Preço Milho FUT CPG 09: :00 15:07 15:10 15:10 15: :00 Rolagem Futuro Milho FUT MR1 09: :30 15:37 15:40 16: :00 Futuro Soja FUT SOJ 09: :45 14:52 14:55 14:55 15: :00 Rolagem Futuro Soja FUT SR1 09: :45 14:52 14:55 15: :00 Futuro Soja Financeira FUT SFI 09: :00 16:07 16:10 16:10 16: :00 Opção sobre Futuro Açúcar OPF ISU 09: :45 Opção sobre Futuro Boi Gordo OPF BGI 09: :00

7 Opção sobre Futuro Etanol Financeiro OPF ETH 09: :15 Opção sobre Futuro Café Arábica OPF ICF 09: :35 2 Opção sobre Futuro Milho Financeiro OPF CCM 09: :30 Opção sobre Futuro Soja OPF SOJ 09: :45 Opção sobre Futuro Soja Financeira OPF SFI 09: :00 1 A fase préabertura terá início 5 minutos antes do início da fase negociação. 2 Exercício até 16:35. s Futuros, Opções e Operações Estruturadas Referenciados em Commodities Agropecuárias Válido a partir 12/03/2012 Futuro Café Arábica FUT ICF 09: :35 14:42 14:45 14:45 15: :00 Futuro Café Arábica Míni FUT WCF 09: :35 Rolagem Futuro Café Arábica FUT CR1 09: :35 14:42 14:45 15: :00 Futuro Boi Gordo FUT BGI 09: :00 16:07 16:10 16:10 17: :00 Futuro Boi Gordo Míni FUT WBG 09: :00 Rolagem Futuro Boi Gordo FUT BR1 09: :00 16:07 16:10 17: :00 Futuro Etanol FUT ETN 09: :00 15:07 15:10 15:10 15: :00 Futuro Etanol Financeiro FUT ETH 09: :15 15:22 15:25 15:25 16: :00

8 Futuro Açúcar FUT ISU 09: :45 14:52 14:55 14:55 15: :00 Futuro Milho Financeiro FUT CCM 09: :30 15:37 15:40 15:40 16: :00 Base Preço Milho FUT CTM 09: :00 15:07 15:10 15:10 15: :00 Base Preço Milho FUT COP 09: :00 15:07 15:10 15:10 15: :00 Base Preço Milho FUT CRV 09: :00 15:07 15:10 15:10 15: :00 Base Preço Milho FUT CPG 09: :00 15:07 15:10 15:10 15: :00 Rolagem Futuro Milho FUT MR1 09: :30 15:37 15:40 16: :00 Futuro Soja FUT SOJ 09: :45 14:52 14:55 14:55 15: :00 Rolagem Futuro Soja FUT SR1 09: :45 14:52 14:55 15: :00 Futuro Soja Financeira FUT SFI 09: :00 15:07 15:10 15:10 15: :00 Opção sobre Futuro Açúcar OPF ISU 09: :45 Opção sobre Futuro Boi Gordo OPF BGI 09: :00 Opção sobre Futuro Etanol Financeiro OPF ETH 09: :15 Opção sobre Futuro Café Arábica OPF ICF 09: :35 2 Opção sobre Futuro Milho Financeiro OPF CCM 09: :30 Opção sobre Futuro Soja OPF SOJ 09: :45 Opção sobre Futuro Soja Financeira OPF SFI 09: :00 1 A fase préabertura terá início 5 minutos antes do início da fase negociação. 2 Exercício até 15:35.

9 s Disponível, Futuros, Opções e a Termo Referenciados em Ouro Futuro Ouro 250g FUT OZ1 09: :00 Ouro 250g DIS OZ1 09: :00 Ouro 10g DIS OZ2 09: :00 Ouro 0,225g DIS OZ3 09: :00 Opção Ouro 250g OPD OZ1 09: :00 Termo Ouro 250g TMO OZ1 09: :00 1 A fase préabertura terá início 5 minutos antes do início da fase negociação.

Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA Segmentos BOVESPA e BM&F

Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA Segmentos BOVESPA e BM&F 01 de julho de 2016 061/2016-DO C O M U N I C A D O E X T E R N O Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA Segmentos BOVESPA e BM&F Ref.: Registro da BM&FBOVESPA pela U.S. Commodity Futures Trading Commission

Leia mais

PRODUTOS AUTORIZADOS PARA NEGOCIAÇÃO EM MERCADO DE BOLSA OU BALCÃO ORGANIZADO

PRODUTOS AUTORIZADOS PARA NEGOCIAÇÃO EM MERCADO DE BOLSA OU BALCÃO ORGANIZADO PRODUTOS AUTORIZADOS PARA NEGOCIAÇÃO EM MERCADO DE BOLSA OU BALCÃO ORGANIZADO 1. SEGMENTO BM&F Contratos Derivativos Ouro Futuro de Ouro (OZ1) Opção de Compra sobre Disponível Padrão Ouro Opção de Venda

Leia mais

O F Í C I O C I R C U L A R. Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA Segmentos BOVESPA e BM&F

O F Í C I O C I R C U L A R. Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA Segmentos BOVESPA e BM&F 23 de agosto de 2016 082/2016-DP O F Í C I O C I R C U L A R Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA Segmentos BOVESPA e BM&F Ref.: Produtos Autorizados para Negociação e Registro nos Mercados de Bolsa

Leia mais

O F Í C I O C I R C U L A R. Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA Segmentos BOVESPA e BM&F

O F Í C I O C I R C U L A R. Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA Segmentos BOVESPA e BM&F 10 de fevereiro de 2017 013/2017-DP O F Í C I O C I R C U L A R Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA Segmentos BOVESPA e BM&F Ref.: Produtos Autorizados para Negociação e Registro nos Mercados de

Leia mais

Valor dos Pontos de Contratos

Valor dos Pontos de Contratos s s s s Tamanho Unida Futuro 250g grama 250 Opções sobre Disponível Padrão 250g grama 250 Termo 250g grama 250 Futuro Hang Seng Hang Seng Hang Seng x 0,65 BRL 0,65 Futuro MICEX MICEX MICEX x 4,5 BRL 4,5

Leia mais

Regras para Criação e Exclusão de Vencimentos e Séries de Derivativos

Regras para Criação e Exclusão de Vencimentos e Séries de Derivativos Regras para Criação e Exclusão de Vencimentos e Séries de Derivativos B3: o resultado da combinação entre a BM&FBOVESPA e a Cetip. A B3 foi criada em março de 2017 como fruto da combinação entre a BM&FBOVESPA

Leia mais

PROGRAMA DE INCENTIVO PARA NOVOS INVESTIDORES NÃO RESIDENTES PRODUTOS ELEGÍVEIS E VALORES DOS PONTOS POR CONTRATO

PROGRAMA DE INCENTIVO PARA NOVOS INVESTIDORES NÃO RESIDENTES PRODUTOS ELEGÍVEIS E VALORES DOS PONTOS POR CONTRATO PROGRAMA DE INCENTIVO PARA NOVOS INVESTIDORES NÃO RESIDENTES PRODUTOS ELEGÍVEIS E VALORES DOS PONTOS POR CONTRATO Conforme Ofício Circular 041/2017-DP, de 12/07/2017, o Programa de Incentivo para Novos

Leia mais

FUT - ICF - Café arábica Z12 2.552,21 2.552,27. FUT - ICF - Café arábica H13 2.628,70 2.628,68. FUT - ICF - Café arábica K13 2.662,62 2.

FUT - ICF - Café arábica Z12 2.552,21 2.552,27. FUT - ICF - Café arábica H13 2.628,70 2.628,68. FUT - ICF - Café arábica K13 2.662,62 2. FUT - ICF - Café arábica Z12 2.552,21 2.552,27 FUT - ICF - Café arábica H13 2.628,70 2.628,68 FUT - ICF - Café arábica K13 2.662,62 2.662,58 FUT - ICF - Café arábica N13 2.679,18 2.679,26 FUT - ICF - Café

Leia mais

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Novembro 2016

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Novembro 2016 Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Novembro 2016 Informamos os procedimentos a serem aplicados durante o mês de novembro de 2016 para a apuração dos

Leia mais

CRITÉRIOS PARA A APURAÇÃO DOS PREÇOS DE AJUSTE E PRÊMIOS DAS OPÇÕES DE COMPRA E DE VENDA MAIO 2017

CRITÉRIOS PARA A APURAÇÃO DOS PREÇOS DE AJUSTE E PRÊMIOS DAS OPÇÕES DE COMPRA E DE VENDA MAIO 2017 CRITÉRIOS PARA A APURAÇÃO DOS PREÇOS DE AJUSTE E PRÊMIOS DAS OPÇÕES DE COMPRA E DE VENDA MAIO 2017 28/04/2017 Informamos os procedimentos a serem aplicados durante o mês de maio de 2017 para a apuração

Leia mais

O F Í C I O C I R C U L A R. Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA Segmentos BOVESPA e BM&F

O F Í C I O C I R C U L A R. Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA Segmentos BOVESPA e BM&F 19 de setembro de 2016 094/2016-DP O F Í C I O C I R C U L A R Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA Segmentos BOVESPA e BM&F Ref.: Novos Horários de Segmentos BOVESPA e BM&F. A BM&FBOVESPA informa

Leia mais

O F Í C I O C I R C U L A R. Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA Segmentos BOVESPA e BM&F

O F Í C I O C I R C U L A R. Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA Segmentos BOVESPA e BM&F 1 de fevereiro de 2017 008/2017-DP O F Í C I O C I R C U L A R Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA Segmentos BOVESPA e BM&F Ref.: Novos Horários de Segmentos BOVESPA e BM&F. A BM&FBOVESPA informa

Leia mais

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Maio 2011

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Maio 2011 Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Maio 2011 Informamos os procedimentos a serem aplicados durante o mês de maio de 2011 para a apuração dos preços

Leia mais

O F Í C I O C I R C U L A R. Participantes dos Mercados da B3 Segmento BM&FBOVESPA. Ref.: Novos Horários de Negociação Segmentos BM&F e Bovespa.

O F Í C I O C I R C U L A R. Participantes dos Mercados da B3 Segmento BM&FBOVESPA. Ref.: Novos Horários de Negociação Segmentos BM&F e Bovespa. 25 de setembro de 2017 012/2017-DO O F Í C I O C I R C U L A R Participantes dos Mercados da B3 Segmento BM&FBOVESPA Ref.: Novos Horários de Segmentos BM&F e Bovespa. A B3 informa que, devido ao início

Leia mais

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Dezembro 2015

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Dezembro 2015 Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Dezembro 2015 Informamos os procedimentos a serem aplicados durante o mês de dezembro 2015 para a apuração dos preços

Leia mais

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Agosto 2016

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Agosto 2016 Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Agosto 2016 Informamos os procedimentos a serem aplicados durante o mês de agosto de 2016 para a apuração dos preços

Leia mais

O F Í C I O C I R C U L A R. Participantes dos Mercados da B3 Segmento BM&FBOVESPA

O F Í C I O C I R C U L A R. Participantes dos Mercados da B3 Segmento BM&FBOVESPA 12 de julho de 2017 041/2017-DP O F Í C I O C I R C U L A R Participantes dos Mercados da B3 Segmento BM&FBOVESPA Ref.: Programa de Incentivo para Novos Investidores Não Residentes. A B3 promoverá, a partir

Leia mais

Garantias Depositadas

Garantias Depositadas Boletim Diário Segmento BM&F REFERENTE A quinta-feira - 2 de janeiro 2014 - Nº 1 Índice Resumo geral das operações Resumo das operações Clearing de câmbio Sistema Sisbex/Clearing de ativos Margens de garantia

Leia mais

SISTEMA DE RISCO DO SEGMENTO BM&F SUBSISTEMA DE MARGEM PARA ATIVOS LÍQUIDOS ANEXO III FUTUROS DE MOEDAS E AGROPECUÁRIOS COM LIQUIDAÇÃO FINANCEIRA

SISTEMA DE RISCO DO SEGMENTO BM&F SUBSISTEMA DE MARGEM PARA ATIVOS LÍQUIDOS ANEXO III FUTUROS DE MOEDAS E AGROPECUÁRIOS COM LIQUIDAÇÃO FINANCEIRA 1/2011 Bolsa de Valores, Mercadorias & Futuros SISTEMA DE RISCO DO SEGMENTO BM&F SUBSISTEMA DE MARGEM PARA ATIVOS LÍQUIDOS ANEXO III FUTUROS DE MOEDAS E AGROPECUÁRIOS COM LIQUIDAÇÃO FINANCEIRA Neste anexo,

Leia mais

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Setembro 2013

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Setembro 2013 Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Setembro 2013 Informamos os procedimentos a serem aplicados durante o mês de setembro de 2013 para a apuração dos

Leia mais

DEPARTAMENTO DE CONTABILIDADE E ATUÁRIA DA FEA/USP. Aula 04 Contratos Futuro e a Termo

DEPARTAMENTO DE CONTABILIDADE E ATUÁRIA DA FEA/USP. Aula 04 Contratos Futuro e a Termo DEPARTAMENTO DE CONTABILIDADE E ATUÁRIA DA FEA/USP EAC 0466 Precificação de Derivativos e Outros Produtos Aula 04 Contratos Futuro e a Termo Ciências Atuariais 2017 Programa 2. Mercado a Termo Mercado

Leia mais

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Setembro 2015

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Setembro 2015 Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Setembro 2015 Informamos os procedimentos a serem aplicados durante o mês de setembro 2015 para a apuração dos preços

Leia mais

1.1. Resumo do enquadramento de operações para procedimentos especiais

1.1. Resumo do enquadramento de operações para procedimentos especiais 1. Leilão 1.1. Resumo do enquadramento de operações para procedimentos especiais Caso não ocorram negócios na fase de pré-abertura, o primeiro negócio da fase de negociação será automaticamente submetido

Leia mais

Contratos Derivativos Futuro de Taxa de Câmbio

Contratos Derivativos Futuro de Taxa de Câmbio Opções Sobre Futuro de Milho Contratos Derivativos Proteção contra variação de taxa de câmbio de moedas estrangeiras ante o real. O produto Os contratos futuros de taxa de ca mbio sa o instrumentos derivativos

Leia mais

O F Í C I O C I R C U L A R. Ref.: Alteração na Política de Tarifação de Produtos e Serviços da BM&FBOVESPA.

O F Í C I O C I R C U L A R. Ref.: Alteração na Política de Tarifação de Produtos e Serviços da BM&FBOVESPA. 27 de outubro de 2008 070/2008-DP O F Í C I O C I R C U L A R Participantes dos mercados BM&FBOVESPA Ref.: Alteração na Política de Tarifação de Produtos e Serviços da BM&FBOVESPA. A BM&FBOVESPA informa

Leia mais

Manual de Apreçamento da BM&FBOVESPA

Manual de Apreçamento da BM&FBOVESPA Classificação das Informações [ ] Confidencial [ ] Uso Interno [ x ] Uso Público ÍNDICE CONTRATOS FUTUROS FINANCEIROS E AGROPECUÁRIOS... 3 1. CONTRATOS FUTUROS SOBRE ATIVOS FINANCEIROS... 3 1.1. Contrato

Leia mais

Conteúdo. Participante 2

Conteúdo. Participante 2 Versão: 22/08/2011 Conteúdo 1 - Opções Flexíveis sobre Taxa de Câmbio... 3 1.1 - DPOSICAO Estratégia de Renda Fixa e Opções Flexíveis... 3 1.2 - Recibo de Registro de Contrato de Opção Flexível... 10 2

Leia mais

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Outubro 2011

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Outubro 2011 Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Outubro 2011 Informamos os procedimentos a serem aplicados durante o mês de outubro de 2011 para a apuração dos

Leia mais

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste Janeiro 2009.

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste Janeiro 2009. Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste Jaeiro 2009. Iformamos os procedimetos a serem aplicados durate o mês de jaeiro de 2009 para a apuração dos preços de ajustes diários dos cotratos derivativos

Leia mais

Bo l e t i m BM&FBOVESPA

Bo l e t i m BM&FBOVESPA Bo l e t i m BM&FBOVESPA REFERENTE A sextafeira 28 de dezembro 2012 Nº 246 Resumo das operações período diurno segmento Bovespa DISCRIMINAÇÃO NEGÓCIOS TÍTULOS MIL PART. (%) VALOR EM R$ MIL PART. (%) LOTEPADRÃO

Leia mais

Mecanica Operacional dos Mercados Futuros e a Termo. EAD Caderno 2 FEA / USP

Mecanica Operacional dos Mercados Futuros e a Termo. EAD Caderno 2 FEA / USP 2.1 Mecanica Operacional dos Mercados Futuros e a Termo EAD 733 - Caderno 2 FEA / USP 2.2 Contratos Futuros vs Contratos a Termo TERMO Contrato particular entre duas partes Contrato não padronizado Usualmente

Leia mais

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO Juros reais em baixa No período entre os dias 06 e 13 de maio, o IPCA projetado para os próximos 12 meses apresentou queda, da mesma forma a estimativa para o fechamento de 2017. A estrutura a termo da

Leia mais

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO Ancoragem das expectativas inflacionárias Por motivos internos e externos, na semana de 08 a 15 de abril, o prêmio de risco soberano brasileiro reduziu-se em 48 pontos básicos. A expectativa de um eventual

Leia mais

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Abril 2014

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Abril 2014 Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Abril 2014 Informamos os procedimentos a serem aplicados durante o mês de abril 2014 para a apuração dos preços

Leia mais

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO Efeitos limitados do BREXIT O comportamento das variáveis de mercado entre os dias 17 e 24 de junho foi fundamentalmente influenciado pelos sentimentos acerca do BREXIT. Com os prováveis desdobramentos

Leia mais

1 Receber Arquivos. Opções Flexíveis sobre Taxa de Câmbio Nome do Arquivo 1.1 DPOSICAO Estratégia de Renda Fixa e Opções Flexíveis

1 Receber Arquivos. Opções Flexíveis sobre Taxa de Câmbio Nome do Arquivo 1.1 DPOSICAO Estratégia de Renda Fixa e Opções Flexíveis 1 Sumário 1 Receber Arquivos... 3 1.1 DPOSICAO Estratégia de Renda Fixa e Opções Flexíveis... 3 1.2 DPOSICAO (AAAAMMDDPO.TER)... 9 2 Enviar Arquivos...17 2.1 Registro da Operação de Renda Fixa - Box de

Leia mais

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO Seguindo os ventos externos A projeção do IPCA para os próximos 12 meses voltou a apresentar queda, contudo mesmo a estimativa para 2017 está ainda distante do centro da meta. Apesar das incertezas locais,

Leia mais

Produtos BM&FBovespa. BTG Pactual CTVM. BTG Pactual

Produtos BM&FBovespa. BTG Pactual CTVM. BTG Pactual Conheça alguns dos produtos negociados pela Renda Variável Compõe-se de ativos de renda variável, quais sejam, aqueles cuja remuneração ou retorno de capital não pode ser dimensionado no momento da aplicação.

Leia mais

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO Readequação nos juros de curto prazo Expectativas de inflação Na semana do dia 24 de junho ao 01 de julho, as incertezas quanto aos prováveis desdobramentos do Brexit não foram capazes de afetar negativamente

Leia mais

O F Í C I O C I R C U L A R. Participantes dos Mercados da B3 Segmentos BM&FBOVESPA e Cetip UTVM

O F Í C I O C I R C U L A R. Participantes dos Mercados da B3 Segmentos BM&FBOVESPA e Cetip UTVM 05 de fevereiro de 2018 008/2018-PRE O F Í C I O C I R C U L A R Participantes dos Mercados da B3 Segmentos BM&FBOVESPA e Cetip UTVM Ref.: Horários de Negociação, de Pós-Negociação e de Registro de Operações

Leia mais

Míni de Café WEBTRADING. É acessível. É descomplicado. É para você.

Míni de Café WEBTRADING. É acessível. É descomplicado. É para você. Míni de Café WEBTRADING É acessível. É descomplicado. É para você. WEBTRADING O futuro em um clique Com apenas um clique, você pode negociar minicontratos. O acesso ao WTr é simples, rápido e seguro. A

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 10 de setembro de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 10 de setembro de 2015 Jornal Oficial C 298 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 10 de setembro de 2015 Índice IV Informações INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

Campo Formato Posição Conteúdo Descrição Data X(10) 1-10 Data da operação. Formato: AAAA-MM-DD.

Campo Formato Posição Conteúdo Descrição Data X(10) 1-10 Data da operação. Formato: AAAA-MM-DD. Termo de Moedas Nome do Arquivo Registro de Contrato do Participante Header Campo Formato Posição Conteúdo Descrição Data X(10) 1-10 Data da operação. Formato: AAAA-MM-DD. Registro Campo Formato Posição

Leia mais

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste Fevereiro 2009.

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste Fevereiro 2009. Criérios para a Apuração dos Preços de Ajuse Fevereiro 2009. Iformamos os procedimeos a serem aplicados durae o mês de fevereiro de 2009 para a apuração dos preços de ajuses diários dos coraos derivaivos

Leia mais

COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº001/01. Ref.: Contratos a Termo de Moeda Sem Entrega Física.

COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº001/01. Ref.: Contratos a Termo de Moeda Sem Entrega Física. COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº001/01 Aos Participantes do Sistema de Contratos a Termo Ref.: Contratos a Termo de Moeda Sem Entrega Física. A Central de Custódia e de Liquidação Financeira

Leia mais

SISTEMA DE RISCO DO SEGMENTO BM&F SUBSISTEMA DE MARGEM PARA ATIVOS LÍQUIDOS ANEXO III FUTUROS DE MOEDAS E AGROPECUÁRIOS COM LIQUIDAÇÃO FINANCEIRA

SISTEMA DE RISCO DO SEGMENTO BM&F SUBSISTEMA DE MARGEM PARA ATIVOS LÍQUIDOS ANEXO III FUTUROS DE MOEDAS E AGROPECUÁRIOS COM LIQUIDAÇÃO FINANCEIRA 8/2011 Bolsa de Valores, Mercadorias & Futuros SISTEMA DE RISCO DO SEGMENTO BM&F SUBSISTEMA DE MARGEM PARA ATIVOS LÍQUIDOS ANEXO III FUTUROS DE MOEDAS E AGROPECUÁRIOS COM LIQUIDAÇÃO FINANCEIRA Neste anexo,

Leia mais

INICIATIVAS DE DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS

INICIATIVAS DE DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS INICIATIVAS DE DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS Diretoria Internacional, Comercial e de Desenvolvimento de Mercado Agosto 2016 1 Confidencial Uso Interno Público EMPRÉSTIMO DE ATIVOS Frentes de atuação Operacional

Leia mais

IPN - Integração da Pós Negociação

IPN - Integração da Pós Negociação IPN - Integração da Pós Negociação Roteiro Sugerido de Certificação Fase 6 Arquivos do icad-x, Preços e Instrumentos. Setembro / 2013 Versão 1.0 Índice 1 Sumário executivo... 3 2 Histórico de Alterações...

Leia mais

O F Í C I O C I R C U L A R. Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA Segmentos BOVESPA e BM&F

O F Í C I O C I R C U L A R. Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA Segmentos BOVESPA e BM&F 31 de março de 2016 023/2016-DP O F Í C I O C I R C U L A R Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA Segmentos BOVESPA e BM&F Ref.: Programa de Incentivo para os Contratos Futuros sobre Commodities. A

Leia mais

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 26 de julho de 2017

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 26 de julho de 2017 Jornal Oficial C 241 da União Europeia 60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 26 de julho de 2017 Índice IV Informações INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO

Leia mais

Roteiro Derivativo Financeiros

Roteiro Derivativo Financeiros Roteiro Derivativo Financeiros PERFIL DOS CLIENTES Pessoa Física: Investidores Pessoa Jurídica: Agentes Financeiros (Fundos e Tesourarias); Não Financeiros (Exportadores, Tradings, Indústria); Não Residentes

Leia mais

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO Menor aversão ao risco, mesmo com incertezas domésticas A semana do dia 24 de março a primeiro de abril ficou marcada por movimentos favoráveis no mercado de câmbio e de juros, nas expectativas inflacionárias

Leia mais

Comunicado CETIP n 102/05 15 de setembro de 2005

Comunicado CETIP n 102/05 15 de setembro de 2005 Comunicado CETIP n 102/05 15 de setembro de 2005 Assunto:Arquivo de Movimento do Termo de Moedas. A CETIP Câmara de Custódia e Liquidação comunica que, a partir de 14/10/2005, irá alterar o layout do arquivo

Leia mais

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO jan/15 jan/15 Acomodação com o cenário externo A semana de 19 a 26 de fevereiro apresentou movimentos moderados nas principais variáveis de mercado. A despeito do resultado negativo para o IPCA-15 de fevereiro,

Leia mais

COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº 003/03

COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº 003/03 COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº 003/03 Aos Participantes do Sistema de Contratos a Termo Ref.: Trata de alteração no layout dos arquivos de movimentação DMOVIMENTO e de posição DPOSICAO de contratos

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 23 de abril de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 23 de abril de 2015 Jornal Oficial C 131 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 23 de abril de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 8 de setembro de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 8 de setembro de 2015 Jornal Oficial C 295 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 8 de setembro de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 15 de agosto de 2017

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 15 de agosto de 2017 Jornal Oficial C 270 da União Europeia 60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 15 de agosto de 2017 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 21 de setembro de 2017

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 21 de setembro de 2017 Jornal Oficial C 313 da União Europeia 60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 21 de setembro de 2017 Índice IV Informações INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

MANUAL DE APREÇAMENTO DA BM&FBOVESPA

MANUAL DE APREÇAMENTO DA BM&FBOVESPA Iformação Pública 1/6/2016 ÍNDICE 1 CONTRATOS FUTUROS SOBRE ATIVOS FINANCEIROS... 4 1.1 Cotrato Futuro de DI... 4 1.2 Cotrato FRA de Futuro de Cupom Cambial FRC... 7 1.3 Cotrato Futuro de Cupom Cambial

Leia mais

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO jan/15 fev/15 Ligeira deterioração nos principais indicadores Com o feriado da Semana Santa, os principais indicadores para a semana de 18 a 24 de março apresentaram relativa estabilidade, com os mercados

Leia mais

X(20) 7-26 Nome Simplificado da Entidade que gerou o arquivo. Data X(8) Formato AAAAMMDD Filler X(1022)

X(20) 7-26 Nome Simplificado da Entidade que gerou o arquivo. Data X(8) Formato AAAAMMDD Filler X(1022) 1 Opções Flexíveis sobre Taxa de Câmbio Nome do Arquivo Tamanho do Registro DPOSICAO Opções Flexíveis sobre Taxa de Câmbio Caracteres 1056 Header Campo Formato Posição Descrição/conteúdo ID do Sistema

Leia mais

Mercado de Capitais e seu Papel Indutor no Desenvolvimento do Agronegócio

Mercado de Capitais e seu Papel Indutor no Desenvolvimento do Agronegócio Mercado de Capitais e seu Papel Indutor no Desenvolvimento do Agronegócio Fabio Dutra Diretor Comercial e de Desenvolvimento de Mercados 16/06/2015 1 AGENDA DESAFIOS DO AGRONEGÓCIO MERCADO DE CAPITAIS

Leia mais

CFDs Acções. País Divisa Posições longas Posições curtas Tarifário Pontos básicos Pontos básicos

CFDs Acções. País Divisa Posições longas Posições curtas Tarifário Pontos básicos Pontos básicos AUD 550 550 Standard Posições longas (investidor paga juros): Libor da Moeda AUD +550 pontos básicos; Posições curtas: Libid da moeda AUD - Canadá CAD 550 550 Standard Posições longas (investidor paga

Leia mais

Taxa Anual Nominal Bruta (TANB)

Taxa Anual Nominal Bruta (TANB) 19.1. Depósitos à ordem Tipo de Conta Conta Cliente de Solicitador: O titular é o Solicitador; montante mínimo de abertura: n.a. Conta Cliente de Solicitador < 30.000 0,000% 30.000 a 50.000 0,0625% > 50.000

Leia mais

Boletim Diário Segmento de Derivativos

Boletim Diário Segmento de Derivativos Boletim Diário Segmento de Derivativos REFERENTE A SEXTA-FEIRA - 12 DE MAIO 2017 - Nº 89 Índice Resumo geral das operações Resumo das operações Clearing de câmbio Sistema Sisbex/Clearing de ativos Informações

Leia mais

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste Março 2009.

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste Março 2009. Criérios para a Apuração dos Preços de Ajuse Março 2009. Iformamos os procedimeos a serem aplicados durae o mês de março de 2009 para a apuração dos preços de ajuses diários dos coraos derivaivos fiaceiros

Leia mais

CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO CAPÍTULO 2 CONCEITOS BÁSICOS DE MERCADOS FUTUROS CAPÍTULO 3 MERCADO FUTURO DE DÓLAR COMERCIAL

CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO CAPÍTULO 2 CONCEITOS BÁSICOS DE MERCADOS FUTUROS CAPÍTULO 3 MERCADO FUTURO DE DÓLAR COMERCIAL SUMÁRIO CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO CAPÍTULO 2 CONCEITOS BÁSICOS DE MERCADOS FUTUROS 2.1. Introdução 2.2. Posições 2.3. Padronização dos Contratos 2.4. Margem e Ajustes Diários 2.5. Custos Operacionais 2.6.

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 2 de setembro de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 2 de setembro de 2015 Jornal Oficial C 288 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 2 de setembro de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

Mercado de Derivativos

Mercado de Derivativos Mercado de Derivativos Contratos de Futuros Prof. Bertolo OBJETIVOS definir derivativos; indicar as aplicações práticas das operações com derivativos; apontar as diferenças entre contratos a termo, contratos

Leia mais

59. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 14 de janeiro de 2016

59. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 14 de janeiro de 2016 Jornal Oficial C 11 da União Europeia 59. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 14 de janeiro de 2016 Índice IV Informações INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO

Leia mais

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Maio 2009

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Maio 2009 Criérios para a Apuração dos Preços de Ajuse e Prêmios das Opções de Compra e de Veda Maio 2009 Iformamos os procedimeos a serem aplicados durae o mês de maio de 2009 para a apuração dos preços de ajuses

Leia mais

PROFESSIONAL CFD s Instrumentos Financeiros Spread Variável de Execução ao Mercado

PROFESSIONAL CFD s Instrumentos Financeiros Spread Variável de Execução ao Mercado PROFESSIONAL CFD s Instrumentos Financeiros Spread Variável de Execução ao Mercado Símbolo Instrumento Descrição Valor nominal de um lote Tamanho de um pip Variação minima da cotação (em pontos) Comissão

Leia mais

Orientações finais. Orientações revistas sobre a especificação adicional dos indicadores de importância sistémica global e sua divulgação

Orientações finais. Orientações revistas sobre a especificação adicional dos indicadores de importância sistémica global e sua divulgação EBA/GL/2016/01 13 de janeiro de 2016 Orientações finais Orientações revistas sobre a especificação adicional dos indicadores de importância sistémica global e sua divulgação Natureza das presentes Orientações

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 21 de agosto de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 21 de agosto de 2015 Jornal Oficial C 276 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 21 de agosto de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

DEPARTAMENTO DE CONTABILIDADE E ATUÁRIA DA FEA/USP. Aula 05.1 Opções Padrão (vanilla option)

DEPARTAMENTO DE CONTABILIDADE E ATUÁRIA DA FEA/USP. Aula 05.1 Opções Padrão (vanilla option) DEPARTAMENTO DE CONTABILIDADE E ATUÁRIA DA FEA/USP EAC 0466 Precificação de Derivativos e Outros Produtos Aula 05.1 Opções Padrão (vanilla option) Ciências Atuariais 2017 Programa 1. Introdução 2. Aspectos

Leia mais

Telas de controle de posições e de liquidação

Telas de controle de posições e de liquidação Workshop Certificação Fase 5 Telas de controle de posições e de liquidação Agosto de 2013 A implantação da integração das clearings da BM&FBOVESPA e do novo sistema de risco CORE (Closeout Risk Evaluation)

Leia mais

Taxa Anual Nominal Bruta (TANB)

Taxa Anual Nominal Bruta (TANB) 19.1. Depósitos à ordem Tipo de Conta Conta Cliente de Solicitador: O titular é o Solicitador; montante mínimo de abertura: n.a. Conta Cliente de Solicitador < 30.000 0,000% 30.000 a 50.000 0,0625% > 50.000

Leia mais

Workshop Certificação Fase 7 Mensagens de alocação, repasse, controle de posições e de liquidação

Workshop Certificação Fase 7 Mensagens de alocação, repasse, controle de posições e de liquidação Workshop Certificação Fase 7 Mensagens de alocação, repasse, controle de posições e de liquidação Outubro de 2013 A implantação da integração das clearings da BM&FBOVESPA e do novo sistema de risco CORE

Leia mais

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Junho 2016

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Junho 2016 Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Junho 2016 Informamos os procedimentos a serem aplicados durante o mês de junho de 2016 para a apuração dos preços

Leia mais

Tipo de custo Situação Condições Unidade Notas

Tipo de custo Situação Condições Unidade Notas Comissão de custódia Gratuito A tramitação de eventos corporativos, quer sejam voluntários ou obrigatórios Gratuito Conversão cambial 2,5% % de mark-up sobre o par cambial utilizado na conversão dos ganhos

Leia mais

IPN - Integração da Pós Negociação

IPN - Integração da Pós Negociação IPN - Integração da Pós Negociação Roteiro Sugerido de Certificação Índice 1 Sumário executivo... 3 2 Histórico de alterações... 4 3 Fases da certificação... 5 4 Fase 5... 6 4.1 Ambiente... 6 4.2 Massa

Leia mais

BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. 17. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) (ÍNDICE) Entrada em vigor: 06-dez

BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. 17. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) (ÍNDICE) Entrada em vigor: 06-dez 17.1. Depósitos à ordem Conta Cliente de Solicitador: O titular é o Solicitador; montante mínimo de abertura: N.A. Conta Cliente de Solicitador < 30.000 0,000% 30.000 a 50.000 0,0625% Períodicidade mensal.

Leia mais

Contratos Derivativos. Futuro de Soja Financeira. Contratos Derivativos. Operações de Rolagem

Contratos Derivativos. Futuro de Soja Financeira. Contratos Derivativos. Operações de Rolagem Futuro de Soja Financeira Contratos Derivativos Possibilitam a negociação de diferencial de preço entre dois vencimentos em uma única operação e, por isso, reduzem o risco de execução. O produto As operações

Leia mais

Túnel de Negociação 1 INFORMAÇÕES GERAIS. Índice

Túnel de Negociação 1 INFORMAÇÕES GERAIS. Índice Túnel de Negociação Índice 1 INFORMAÇÕES GERAIS 1 2 METODOLOGIA DE CÁLCULO DE TÚNEIS DE NEGOCIAÇÃO 2 3 MERCADO DE OPÇÔES 5 1 INFORMAÇÕES GERAIS Com o intuito de aperfeiçoar o processo de negociação eletrônica,

Leia mais

Capítulo 12 Regulamento de Operações Segmento BM&F

Capítulo 12 Regulamento de Operações Segmento BM&F Capítulo 12 Regulamento de Operações Segmento BM&F 12.1 Apresentação do capítulo O objetivo deste capítulo é apresentar principais definições, características e requisitos das operações realizadas no segmento

Leia mais

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 7 de junho de 2017

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 7 de junho de 2017 Jornal Oficial C 179 da União Europeia 60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 7 de junho de 2017 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO

Leia mais

JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS, MOEDAS E COMMODITIES

JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS, MOEDAS E COMMODITIES JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS, MOEDAS E COMMODITIES JUROS TAXA DE JUROS DO TÍTULO DE 10 ANOS DO TESOURO AMERICANO 2006-2013. Fonte: Bloomberg ESTADOS UNIDOS: TAXAS DE JUROS DE 10 ANOS (% a.a.) 03/04/14

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 15 de agosto de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 15 de agosto de 2015 Jornal Oficial C 269 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 15 de agosto de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 19 de julho de 2017

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 19 de julho de 2017 Jornal Oficial C 233 da União Europeia 60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 19 de julho de 2017 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

DEPARTAMENTO DE CONTABILIDADE E ATUÁRIA DA FEA/USP. Aula 03 Swaps

DEPARTAMENTO DE CONTABILIDADE E ATUÁRIA DA FEA/USP. Aula 03 Swaps DEPARTAMENTO DE CONTABILIDADE E ATUÁRIA DA FEA/USP EAC 0466 Precificação de Deriatios e Outros Produtos Aula 03 Ciências Atuariais 2017 Agenda 1. Conceitos 2. Preço de Swap 3. Swap PRE x DOL 4. Swap DI

Leia mais

UMe Sobre a Um Investimentos

UMe Sobre a Um Investimentos UMe Sobre a Um Investimentos A UM INVESTIMENTOS é uma instituição financeira independente e atua no mercado financeiro há 44 anos. Atualmente é a maior corretora de investimentos brasileira nas redes sociais,

Leia mais

UMe Sobre a Um Investimentos

UMe Sobre a Um Investimentos UMe Sobre a Um Investimentos A UM INVESTIMENTOS é uma instituição financeira independente e atua no mercado financeiro há 44 anos. Atualmente é a maior corretora de investimentos brasileira nas redes sociais,

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO...1 CAPÍTULO 2 CONCEITOS BÁSICOS DE MERCADOS FUTUROS..5 CAPÍTULO 3 MERCADO FUTURO DE DÓLAR COMERCIAL...

SUMÁRIO CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO...1 CAPÍTULO 2 CONCEITOS BÁSICOS DE MERCADOS FUTUROS..5 CAPÍTULO 3 MERCADO FUTURO DE DÓLAR COMERCIAL... SUMÁRIO CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO..................................1 CAPÍTULO 2 CONCEITOS BÁSICOS DE MERCADOS FUTUROS..5 2.1 Introdução...........................................5 2.2 Posições.............................................6

Leia mais

MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES

MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES 14/06/11 12/07/11 09/08/11 06/09/11 04/10/11 01/11/11 29/11/11 27/12/11 24/01/12 21/02/12 20/03/12 17/04/12 15/05/12 12/06/12 10/07/12 07/08/12 04/09/12

Leia mais

MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES

MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES 23/09/11 21/10/11 18/11/11 16/12/11 13/01/12 10/02/12 09/03/12 06/04/12 04/05/12 01/06/12 29/06/12 27/07/12 24/08/12 21/09/12 19/10/12 16/11/12 14/12/12

Leia mais

BM&FBOVESPA S.A. - BOLSA DE VALORES, MERCADORIAS E FUTUROS CNPJ nº / NIRE

BM&FBOVESPA S.A. - BOLSA DE VALORES, MERCADORIAS E FUTUROS CNPJ nº / NIRE BM&FBOVESPA S.A. - BOLSA DE VALORES, MERCADORIAS E FUTUROS CNPJ nº 09.346.601/0001-25 NIRE 35.300.351.452 BM&FBOVESPA divulga balanço de operações de abril de 2011 Destaques: Média diária de contratos

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 18 de junho de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 18 de junho de 2015 Jornal Oficial C 201 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 18 de junho de 2015 Índice III Atos preparatórios Banco Central Europeu 2015/C 201/01 Recomendação

Leia mais

Forward Points de Dólar

Forward Points de Dólar Contratos Derivativos (FRP) A operação estruturada proporciona aos investidores o hedge de operações cambiais nos mercados a vista e futuro em uma única cotação. O produto O (FRP) é uma operação estruturada

Leia mais