COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº001/01. Ref.: Contratos a Termo de Moeda Sem Entrega Física.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº001/01. Ref.: Contratos a Termo de Moeda Sem Entrega Física."

Transcrição

1 COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº001/01 Aos Participantes do Sistema de Contratos a Termo Ref.: Contratos a Termo de Moeda Sem Entrega Física. A Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos CETIP, em complemento à Carta Circular Nº 337, de 17/12/2001, informa através deste Comunicado e seus anexos, as características e modalidades dos Contratos a Termo de Moeda Sem Entrega Física. O Regulamento de Operações do Sistema estará disponível para download no endereço na seção Doc. dos Sistemas no link Regulamentos e poderão ser obtidas cópias nos escritórios da CETIP no Rio de Janeiro ou São Paulo. O Manual de Operações interativo e on line que contém as informações detalhadas a respeito do sistema encontra-se no item Ajuda do menu principal. Para solicitação de treinamento da área de back-office, esclarecimentos adicionais e obtenção do Manual de Transferência de Arquivos, favor contatar: Gerência de Operações Depto de Engenharia de Produtos Tel.: (0xx11) Tel.: (0xx11) Os registros dos contratos e demais operações serão cobrados conforme abaixo: Contratos registrados com clientes conta 10: R$ 20,00 (vinte reais), cobrados unicamente do membro de mercado; Demais contratos registrados: R$ 15,00 (quinze reais), cobrados dos dois participantes envolvidos; Cessão de contrato com clientes - conta 10: R$ 20,00 (vinte reais) cobrados do adquirente; Cessão de contrato demais clientes: R$ 15,00 (quinze reais), cobrados do adquirente; Antecipações e Alterações com clientes - conta 10: R$ 2,00 (dois reais), cobrados unicamente do membro de mercado;

2 Comunicado Sistema de Contratos a Termo Nº001/01- fls.02 Antecipações e Alterações demais clientes: R$ 2,00 (dois reais) cobrados dos dois participantes envolvidos; Intermediação de contrato: R$ 10,00 (dez reais) cobrados unicamente do intermediador. Rio de Janeiro, 18 de dezembro de Anexo I: Especificações Gerais. Anexo II: Taxas de câmbio utilizadas para avaliação. Anexo III: Tabela de moedas autorizadas para registro de contratos. Anexo IV: Regras de arredondamento. Paulo Roberto Mendonça Superintendente Geral

3 Anexo do Comunicado Sistema de Contratos a Termo Nº 001/01 fls.01 ANEXO I Contrato a Termo de Moeda Sem Entrega Física Especificações Gerais Denominação: Contrato a Termo de Moeda Sem Entrega Física. Objeto do Contrato a Termo: As taxas de câmbio de reais por moedas previamente pactuadas entre os contratantes - Comprador e Vendedor -, conforme as alternativas possíveis descritas no ANEXO II. Moeda de Referência: As moedas definidas no ANEXO III. Tamanho do Contrato: Livremente pactuado entre os contratantes. Valores Base expressos em quantidades da moeda de referência. Prazo de Vencimento: Livremente pactuado entre os contratantes. Taxa de Câmbio a Termo (Taxa Forward): Valor livremente pactuado entre os contratantes. Cessão de Contratos: São permitidas as transferências de posições assumidas pelos contratantes de acordo com as regras estabelecidas no art. 25 do Regulamento de Operações do Sistema de Contratos a Termo.

4 Liquidação no Vencimento: Anexo do Comunicado Sistema de Contratos a Termo Nº 001/01 fls.02 Sem entrega física de moeda. Valor calculado pela diferença financeira entre o valor vigente da Taxa de Câmbio utilizada para avaliação e liquidação pactuada no registro do contrato, conforme as alternativas descritas no ANEXO II, e o valor da Taxa de Câmbio a Termo pactuado no registro do contrato, conforme as fórmulas abaixo: Liquidação Financeira - Comprador: VL = VB "! ( TC FWD) Liquidação Financeira - Vendedor: ( FWD TC) VL = VB"!, onde: VL = Valor de Liquidação financeira no vencimento do contrato expresso em Reais VB = Valor Base expresso em quantidades da Moeda de referência TC = Valor da Taxa de Câmbio vigente utilizada para avaliação e liquidação FWD = Valor pactuado da Taxa de Câmbio a Termo. Liquidação Antecipada: Sem entrega física de moeda. Pode ser total ou parcial. Valor calculado pela diferença financeira entre o valor da Taxa de Câmbio a Termo utilizada para reversão e o valor da Taxa de Câmbio a Termo pactuado no registro do contrato, levando-se em consideração a taxa de juros de descapitalização, conforme abaixo: Liquidação Financeira da Antecipação - Comprador: VLa = VB ( ( FWDr ' FWD) n & & i # # $ $!+ 1! 252 % % 100 " "

5 Anexo do Comunicado Sistema de Contratos a Termo Nº 001/01 fls.03 Liquidação Financeira da Antecipação - Vendedor: VLa = VB ( ( FWD ' FWDr) n & & i # # $ $!+ 1! 252 % % 100 " ", onde: VLa = Valor de Liquidação financeira antecipada do contrato expresso em Reais VB = Valor Base total ou parcial expresso em quantidades da Moeda de referência FWDr = Valor da Taxa de Câmbio a Termo utilizada para reversão FWD = Valor pactuado da Taxa de Câmbio a Termo i = Taxa de juros de descapitalização n = Número de dias úteis contados data de antecipação, inclusive, até a data de vencimento original do contrato, exclusive. Cross Rate: A Taxa de câmbio embutida entre duas moedas, derivada das respectivas taxas de câmbio, relativamente a uma terceira moeda. A CETIP adotará dois processos para obtenção das taxas de câmbio resultantes expressas em Reais por Moeda para avaliações intermediárias e avaliação para liquidação no vencimento, conforme o tipo da moeda de referência. As alternativas de utilização de cotações de compra, venda ou média entre compra e venda estão descritas no ANEXO II. 1 - Para REAL e uma outra moeda do Tipo A: Através da divisão da taxa de câmbio de Reais por Dólar dos Estados Unidos pela paridade definida por Moeda/Dólar dos Estados Unidos. Re al / MoedaA = & $ % & Re al # $! % USD " MoedaA#! USD " 2 - Para REAL e uma moeda do Tipo B:

6 Anexo do Comunicado Sistema de Contratos a Termo Nº 001/01 fls.04 Através da multiplicação da taxa de câmbio de Reais por Dólar dos Estados Unidos pela paridade definida por Dólar dos Estados Unidos/Moeda. & Re al Re al / MoedaB = $ % USD #!' " & $ % USD MoedaB #! "

7 Anexo do Comunicado Sistema de Contratos a Termo Nº 001/01 fls.05 ANEXO II Taxas de Câmbio Utilizadas para Avaliação e Liquidação dos Contratos a Termo de Moedas Sem Entrega Física Serão aceitas as taxas de câmbio de Reais por Moedas definidas segundo a legislação em vigor e as características abaixo relacionadas, apuradas e divulgadas pelas fontes a seguir especificadas. A - FONTE BANCO CENTRAL DO BRASIL - BACEN Os valores relativos às cotações utilizados para avaliação e liquidação dos contratos serão obtidos através de consulta ao SISBACEN, conforme abaixo, em processo automático operacionalizado pela CETIP. 1. Taxas de Câmbio de Reais por Dólar dos Estados Unidos: Taxa de Câmbio referente aos dois dias úteis anteriores ao do vencimento dos contratos - exclusivamente para contratos com data de vencimento posterior à vigência do Sistema de Pagamentos Brasileiro: Transação: PTAX 800 Opção: 07 Cotações por Moeda Moeda: 220 Dólar dos Estados Unidos Número do Boletim Intermediário para horário das 11:00 h, 12:00 h e 15:30 h Número do Boletim de Fechamento para horário aproximado das 17:30 h Cotações em Real: Taxa de Venda Taxa de Câmbio referente ao dia útil anterior ao do vencimento dos contratos: Transação: PTAX 800 Opção: 07 Cotações por Moeda Moeda: 220 Dólar dos Estados Unidos Número do Boletim Intermediário para horário das 11:00 h, 12:00 h e 15:30 h Número do Boletim de Fechamento para horário aproximado das 17:30 h Cotações em Real: Taxa de Venda

8 Anexo do Comunicado Sistema de Contratos a Termo Nº 001/01 fls Taxa de Câmbio referente ao próprio dia do vencimento dos contratos: Transação: PTAX 800 Opção: 07 Cotações por Moeda Moeda: 220 Dólar dos Estados Unidos Número do Boletim Intermediário para horário das 11:00 h Cotações em Real: Taxa de Venda 2. Taxas de Câmbio de Reais por Moedas: Taxa de Câmbio referente aos dois dias úteis anteriores ao do vencimento dos contratos - exclusivamente para contratos com data de vencimento posterior à vigência do Sistema de Pagamentos Brasileiro: Transação: PTAX 800 Opção: 05 - Cotações para Contabilidade Moeda: Conforme códigos na Tabela de moedas no ANEXO III Cotações em Real: Taxa de Venda Taxa de Câmbio referente ao dia útil anterior ao do vencimento dos contratos: Transação: PTAX 800 Opção: 05 - Cotações para Contabilidade Moeda: Conforme códigos na Tabela de moedas no ANEXO III Cotações em Real: Taxa de Venda B FONTE FEEDER DE MOEDAS Os valores relativos às cotações podendo ser de compra, venda ou média entre compra e venda - das taxas de câmbio e paridades, neste último caso se utilizado o cross rate, utilizados para avaliação e liquidação dos contratos serão informados, através de função específica no sistema, pelos participantes registradores conforme opção pelo Feeder de moeda e a data de avaliação do contrato previamente pactuados no registro. C FONTE BANCO CENTRAL DO BRASIL - BACEN E FEEDER DE MOEDAS Alternativa válida exclusivamente para contratos que utilizam o cross rate.

9 Anexo do Comunicado Sistema de Contratos a Termo Nº 001/01 fls.07 Os valores relativos às cotações de venda da taxa de câmbio de Reais por Dólar dos Estados Unidos e compra, venda ou média entre compra e venda para as paridades utilizados para avaliação e liquidação dos contratos serão obtidos de acordo com as duas alternativas descritas acima nos itens A e B. D FONTE SPOT Alternativa disponível somente para a moeda Dólar dos Estados Unidos. Os valores relativos à cotação - podendo ser de compra, venda ou média entre compra e venda - das taxas de câmbio utilizadas para avaliação e liquidação dos contratos serão informados, através de função específica no sistema, pelos participantes registradores conforme as características do contrato pactuadas no registro respectivo.

10 ANEXO III Moedas Autorizadas para Registro de Contratos a Termo Anexo do Comunicado Sistema de Contratos a Termo Nº 001/01 fls.08 MOEDA TIPO PAÍS SÍMBOLO CÓDIGO MOEDA SISBACEN Peso Argentino A Argentina ARS 706 Dólar Australiano B Austrália AUD 150 Boliviano A Bolívia BOB 30 Dólar Canadense A Canadá CAD 165 Peso Chileno A Chile CLP 715 Peso Colombiano A Colômbia COP 720 Euro B Comunidade Européia EUR 978 Coroa Dinamarquesa A Dinamarca DKK 055 Sucre A Equador ECS 895 Dólar dos Estados Unidos - Estados Unidos USD 220 Iene Japonês A Japão JPY 470 Peso Mexicano A México MXN 741 Coroa Norueguesa A Noruega NOK 065 Novo-Sol A Peru PEN 660 Libra Esterlina B Reino Unido GBP 540 Coroa Sueca A Suécia SEK 070 Franco Suíço A Suíça CHF 425 Bolivar A Venezuela VEB 25 Obs.: Moeda Tipo A: Cotações expressas em quantidades de moeda por uma unidade de USD; Moeda Tipo B: Cotações expressas em quantidades de USD por moeda.

11 Anexo do Comunicado Sistema de Contratos a Termo Nº 001/01 fls.09 ANEXO IV Regras de Arredondamento Registro de Contrato Os Valores Base devem ser informados com duas casas decimais. Ficam estabelecidos dois critérios quanto ao número de casas decimais a serem utilizadas, de acordo com as moedas de referência negociadas: a) para a moeda de referência Dólar dos Estados Unidos, a taxa de câmbio a termo deve ser informada com seis casas decimais; b) para as demais moedas de referência, conforme a tabela abaixo, a taxa de câmbio a termo deve ser informada com oito casas decimais.

12 Anexo do Comunicado Sistema de Contratos a Termo Nº 001/01 fls.10 MOEDA TIPO PAÍS SÍMBOLO CÓDIGO MOEDA SISBACEN CASAS DECIMAIS NO REGISTRO Peso Argentino A Argentina ARS Dólar Australiano B Austrália AUD Boliviano A Bolívia BOB 30 8 Dólar Canadense A Canadá CAD Peso Chileno A Chile CLP Peso Colombiano A Colômbia COP Euro B Comunidade EUR Européia Coroa Dinamarquesa A Dinamarca DKK Sucre A Equador ECS Dólar dos Estados - Estados Unidos USD (seis) Unidos Iene Japonês A Japão JPY Peso Mexicano A México MXN Coroa Norueguesa A Noruega NOK Novo-Sol A Peru PEN Libra Esterlina B Reino Unido GBP Coroa Sueca A Suécia SEK Franco Suíço A Suíça CHF Bolivar A Venezuela VEB 25 8

13 Anexo do Comunicado Sistema de Contratos a Termo Nº 001/01 fls.11 Liquidação do Contrato no Vencimento e Avaliações Intermediárias Liquidação Financeira - Comprador: VL = VB"! ( TC FWD) Liquidação Financeira - Vendedor: ( FWD TC) VL = VB"! onde: VL = Valor de Liquidação financeira no vencimento do contrato expresso em Reais. VB = Valor Base expresso em quantidades da Moeda de referência. TC = Valor da Taxa de Câmbio vigente utilizada para avaliação e liquidação. FWD = Valor pactuado da Taxa de Câmbio a Termo. 1 Para Dólar dos Estados Unidos: O diferencial entre (TC FWD) ou (FWD TC) será calculado com seis casas decimais. 2 Para as demais moedas: O diferencial entre (TC FWD) ou (FWD TC) será calculado com oito casas decimais. 3 - O Valor de Liquidação VL será calculado com duas casas decimais, sem arredondamento. Registro de Antecipação Liquidação Financeira - Comprador: VLa = VB( ( FWDr ' FWD) n & & i # # $ $!+ 1! 252 % % 100 " "

14 Anexo do Comunicado Sistema de Contratos a Termo Nº 001/01 fls.12 Liquidação Financeira - Vendedor: VLa = VB( ( FWD ' FWDr) n & & i # # $ $!+ 1! 252 % % 100 " ", onde: VLa = Valor de Liquidação financeira antecipada do contrato expresso em Reais VB = Valor Base total ou parcial expresso em quantidades da Moeda de referência FWDr = Valor da Taxa de Câmbio a Termo utilizada para reversão FWD = Valor pactuado da Taxa de Câmbio a Termo i = Taxa de juros de descapitalização n = Número de dias úteis contados data de antecipação, inclusive, até a data de vencimento original do contrato, exclusive. 1 - Para Dólar dos Estados Unidos: O diferencial entre (FWDr FWD) ou (FWD FWDr) será calculado com seis casas decimais. 2 - Para as demais moedas: O diferencial entre (FWDr FWD) ou (FWD FWDr) será calculado com oito casas decimais. 3 A taxa de juros i deve ser informada com quatro casas decimais; 4 O fator de Juros de descapitalização arredondamento de nove casas decimais. && i # # $ $! + 1! %% 100 " " n 252 será calculado com 5 O resultado da divisão da expressão contida nos itens 1.1 ou 2.1 pelo fator de juros de descapitalização acima mencionado será calculado com seis casas decimais, sem arredondamento, para a moeda Dólar dos Estados Unidos e oito casas decimais, sem arredondamento, para as outras moedas. 6 - O Valor de Liquidação VLa será calculado com duas casas decimais, sem arredondamento.

15 Anexo do Comunicado Sistema de Contratos a Termo Nº 001/01 fls.13 Comissão de Intermediação VLC onde : &- - p ** $ + VB' + ((' Ptax800 %,, 100 )) iv = d.1 #! " VLC iv = Valor de liquidação da comissão de intermediação paga no início, vencimento do contrato ou conforme antecipação expresso em Reais. VB = Valor base expresso em quantidades da moeda de referência. p = Percentual da comissão de intermediação. Ptax800 d-1 = Taxa de câmbio de R$/Moeda referente à data de início, vencimento ou conforme antecipação de contrato, conforme Item 2.2 e do ANEXO II. 1 Percentual da comissão de intermediação deve ser informado com quatro casas decimais. 2 - VLC iv será calculado com duas casas decimais sem arredondamento. Informação de Taxa de Câmbio para Avaliação Ficam estabelecidos os seguintes critérios quanto à moeda de referência e utilização de cross rate. A - A taxa de câmbio de Reais por Dólar dos Estados Unidos deve ser informada com seis casas decimais. B - A taxa de câmbio de Reais por moedas deve ser informada com oito casas decimais. C - As paridades Dólar dos Estados Unidos por Moeda ou Moeda por Dólar dos Estados Unidos devem ser informadas com oito casas decimais. Cross Rate Para cálculo do cross rate, conforme especificado no ANEXO I, tanto para avaliações intermediárias (quando aplicável) como para liquidação dos contratos no vencimento, a taxa de câmbio resultante a ser comparada com a taxa de câmbio a termo deve ser calculada com arredondamento de oito casas decimais.

COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº 003/03

COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº 003/03 COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº 003/03 Aos Participantes do Sistema de Contratos a Termo Ref.: Trata de alteração no layout dos arquivos de movimentação DMOVIMENTO e de posição DPOSICAO de contratos

Leia mais

Comunicado CETIP n 102/05 15 de setembro de 2005

Comunicado CETIP n 102/05 15 de setembro de 2005 Comunicado CETIP n 102/05 15 de setembro de 2005 Assunto:Arquivo de Movimento do Termo de Moedas. A CETIP Câmara de Custódia e Liquidação comunica que, a partir de 14/10/2005, irá alterar o layout do arquivo

Leia mais

Campo Formato Posição Conteúdo Descrição Data X(10) 1-10 Data da operação. Formato: AAAA-MM-DD.

Campo Formato Posição Conteúdo Descrição Data X(10) 1-10 Data da operação. Formato: AAAA-MM-DD. Termo de Moedas Nome do Arquivo Registro de Contrato do Participante Header Campo Formato Posição Conteúdo Descrição Data X(10) 1-10 Data da operação. Formato: AAAA-MM-DD. Registro Campo Formato Posição

Leia mais

Conteúdo. Participante 2

Conteúdo. Participante 2 Versão: 22/08/2011 Conteúdo 1 - Opções Flexíveis sobre Taxa de Câmbio... 3 1.1 - DPOSICAO Estratégia de Renda Fixa e Opções Flexíveis... 3 1.2 - Recibo de Registro de Contrato de Opção Flexível... 10 2

Leia mais

O F Í C I O C I R C U L A R. Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA (BVMF) Segmento BM&F. Ref.: Lançamento do Contrato a Termo de Taxa de Câmbio.

O F Í C I O C I R C U L A R. Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA (BVMF) Segmento BM&F. Ref.: Lançamento do Contrato a Termo de Taxa de Câmbio. 23 de dezembro de 2009 081/2009-DP O F Í C I O C I R C U L A R Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA (BVMF) Segmento BM&F Ref.: Lançamento do Contrato a Termo de Taxa de Câmbio. Comunicamos que, a

Leia mais

1 Receber Arquivos. Opções Flexíveis sobre Taxa de Câmbio Nome do Arquivo 1.1 DPOSICAO Estratégia de Renda Fixa e Opções Flexíveis

1 Receber Arquivos. Opções Flexíveis sobre Taxa de Câmbio Nome do Arquivo 1.1 DPOSICAO Estratégia de Renda Fixa e Opções Flexíveis 1 Sumário 1 Receber Arquivos... 3 1.1 DPOSICAO Estratégia de Renda Fixa e Opções Flexíveis... 3 1.2 DPOSICAO (AAAAMMDDPO.TER)... 9 2 Enviar Arquivos...17 2.1 Registro da Operação de Renda Fixa - Box de

Leia mais

TERMO DE MOEDAS SEM GARANTIA. Especificações. Paridade Objeto de negociação do contrato, quando a relação for estabelecida em:

TERMO DE MOEDAS SEM GARANTIA. Especificações. Paridade Objeto de negociação do contrato, quando a relação for estabelecida em: TERMO DE MOEDAS SEM GARANTIA Especificações 1. Definições Taxa de câmbio Objeto de negociação do contrato quando a relação for estabelecida em quantidade de reais por unidade de moeda estrangeira (Ex.:

Leia mais

Índice 1 Atualizações Enviar Arquivos... 4

Índice 1 Atualizações Enviar Arquivos... 4 Índice 1 Atualizações... 3 2 Enviar Arquivos... 4 2.1 Registro de Contrato do Participante... 4 2.2 ANTECIPACAOTER Antecipação TER... 10 2.3 TAXACAMBIOTER Taxa de Câmbio para Avaliação TER... 12 2 1 Atualizações

Leia mais

1 Atualizações. Acerto do formato do campo cotação para fixing sequência 46. Atualizado em. 25/10/2016 Capa Inclusão da data conforme o comunicado.

1 Atualizações. Acerto do formato do campo cotação para fixing sequência 46. Atualizado em. 25/10/2016 Capa Inclusão da data conforme o comunicado. Índice 1 Atualizações... 3 2 Enviar Arquivos... 4 2.1 Registro de Contrato do Participante... 4 3 Receber Arquivos... 10 3.1 DPOSICAO (AAAAMMDDPO.TER)... 10 3.2 DMOVIMENTO (AAAAMMDDPO.TER)... 17 1 Atualizações

Leia mais

Conteúdo 1 DPOSICAO (AAAAMMDDPO.TER) Participante

Conteúdo 1 DPOSICAO (AAAAMMDDPO.TER) Participante Versão: 24/10/2011 Conteúdo 1 DPOSICAO (AAAAMMDDPO.TER)... 3 2 Termo de Moedas, e de Nome do Arquivo 1 DPOSICAO (AAAAMMDDPO.TER) Campo Descrição/Conteúdo Aplica-se a Termo(s) de: Data do Arquivo Data de

Leia mais

PROGRAMA DE INCENTIVO PARA NOVOS INVESTIDORES NÃO RESIDENTES PRODUTOS ELEGÍVEIS E VALORES DOS PONTOS POR CONTRATO

PROGRAMA DE INCENTIVO PARA NOVOS INVESTIDORES NÃO RESIDENTES PRODUTOS ELEGÍVEIS E VALORES DOS PONTOS POR CONTRATO PROGRAMA DE INCENTIVO PARA NOVOS INVESTIDORES NÃO RESIDENTES PRODUTOS ELEGÍVEIS E VALORES DOS PONTOS POR CONTRATO Conforme Ofício Circular 041/2017-DP, de 12/07/2017, o Programa de Incentivo para Novos

Leia mais

X(20) 7-26 Nome Simplificado da Entidade que gerou o arquivo. Data X(8) Formato AAAAMMDD Filler X(1022)

X(20) 7-26 Nome Simplificado da Entidade que gerou o arquivo. Data X(8) Formato AAAAMMDD Filler X(1022) 1 Opções Flexíveis sobre Taxa de Câmbio Nome do Arquivo Tamanho do Registro DPOSICAO Opções Flexíveis sobre Taxa de Câmbio Caracteres 1056 Header Campo Formato Posição Descrição/conteúdo ID do Sistema

Leia mais

ANO XXVI ª SEMANA DE AGOSTO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 32/2015

ANO XXVI ª SEMANA DE AGOSTO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 32/2015 ANO XXVI - 2015-1ª SEMANA DE AGOSTO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 32/2015 IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA TAXAS DE CÂMBIO PARA ATUALIZAÇÃO DOS CRÉDITOS E OBRIGAÇÕES EM MOEDA ESTRANGEIRA ATUALIZAÇÃO EM

Leia mais

BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. 17. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) (ÍNDICE) Entrada em vigor: 06-dez

BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. 17. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) (ÍNDICE) Entrada em vigor: 06-dez 17.1. Depósitos à ordem Conta Cliente de Solicitador: O titular é o Solicitador; montante mínimo de abertura: N.A. Conta Cliente de Solicitador < 30.000 0,000% 30.000 a 50.000 0,0625% Períodicidade mensal.

Leia mais

Taxa Anual Nominal Bruta (TANB)

Taxa Anual Nominal Bruta (TANB) 19.1. Depósitos à ordem Tipo de Conta Conta Cliente de Solicitador: O titular é o Solicitador; montante mínimo de abertura: n.a. Conta Cliente de Solicitador < 30.000 0,000% 30.000 a 50.000 0,0625% > 50.000

Leia mais

Atualização da Versão Introdução ao Termo... 4 Conhecendo o Produto... 5 Ações dos Botões das Telas... 6

Atualização da Versão Introdução ao Termo... 4 Conhecendo o Produto... 5 Ações dos Botões das Telas... 6 Conteúdo Atualização da Versão... 3 Introdução ao Termo... 4 Conhecendo o Produto... 5 Ações dos Botões das Telas... 6 Lançamentos... 7 Contrato a Termo de Moedas... 8 Antecipação... 19 Intermediação de

Leia mais

Contrato a Termo de Metais Especificações

Contrato a Termo de Metais Especificações Contrato a Termo de Metais Especificações 1. Definições Contrato (especificações): termos e regras sob os quais as operações serão realizadas e liquidadas. Preço do metal (MT): preço do metal, objeto de

Leia mais

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Setembro 2013

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Setembro 2013 Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Setembro 2013 Informamos os procedimentos a serem aplicados durante o mês de setembro de 2013 para a apuração dos

Leia mais

Opção de Metais. Especificações

Opção de Metais. Especificações Opção de Metais Especificações 1. Definições Preço do metal Preço do metal, objeto de negociação, expresso em dólares dos Estados Unidos da América por tonelada métrica, especificado pela BM&FBOVESPA dentre

Leia mais

Termo de Metais. Especificações

Termo de Metais. Especificações Termo de Metais Especificações 1. Definições Preço do metal Preço do metal, objeto de negociação, expresso em dólares dos Estados Unidos da América por tonelada métrica, especificado pela BM&FBOVESPA dentre

Leia mais

TERMO DE MOEDA - CONTRATADO COM CONTRAPARTE CENTRAL GARANTIDORA ( COM GARANTIA ) Especificações para Registro

TERMO DE MOEDA - CONTRATADO COM CONTRAPARTE CENTRAL GARANTIDORA ( COM GARANTIA ) Especificações para Registro TERMO DE MOEDA - CONTRATADO COM CONTRAPARTE CENTRAL GARANTIDORA ( COM GARANTIA ) Especificações para Registro 02/10/2017 SUMÁRIO 1 DEFINIÇÕES... 3 2 OBJETO DE REGISTRO... 6 3 DADOS DA OPERAÇÃO... 7 4 CRITÉRIO

Leia mais

O F Í C I O C I R C U L A R. Participantes dos Mercados da B3 Segmento BM&FBOVESPA

O F Í C I O C I R C U L A R. Participantes dos Mercados da B3 Segmento BM&FBOVESPA 12 de julho de 2017 041/2017-DP O F Í C I O C I R C U L A R Participantes dos Mercados da B3 Segmento BM&FBOVESPA Ref.: Programa de Incentivo para Novos Investidores Não Residentes. A B3 promoverá, a partir

Leia mais

17. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES)

17. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) 17.1. Depósitos à ordem Contas à ordem 0,000% 28,00% no Os juros obtidos estão sujeitos a retenção na fonte de imposto sobre o rendimento, à taxa que estiver em vigor na data de pagamento de juros. e (2)

Leia mais

17. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES)

17. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) 17.1. Depósitos à ordem Contas à ordem Os juros obtidos estão sujeitos a retenção na fonte de imposto sobre o rendimento, à taxa que estiver em vigor na data de pagamento de juros. (2) Aplicável a todas

Leia mais

17. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES)

17. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) 17.1. Depósitos à ordem Contas à ordem Os juros obtidos estão sujeitos a retenção na fonte de imposto sobre o rendimento, à taxa que estiver em vigor na data de pagamento de juros. (2) Aplicável a todas

Leia mais

COMUNICADO SPR N.º 002/94

COMUNICADO SPR N.º 002/94 COMUNICADO SPR N.º 002/94 Aos Participantes do Sistema de Proteção Contra Riscos Financeiros SPR A Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos CETIP, informa os procedimentos a serem adotados

Leia mais

COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº 004/03

COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº 004/03 COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº 004/03 Aos Participantes do Sistema de Contratos a Termo Ref.: Trata da inclusão do campo Data Emissão no layout do arquivo de posição de contratos de Termo de

Leia mais

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Maio 2011

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Maio 2011 Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Maio 2011 Informamos os procedimentos a serem aplicados durante o mês de maio de 2011 para a apuração dos preços

Leia mais

Índice. 1 Atualizações Enviar Arquivos Registro de Contrato de Opção Flexível... 4

Índice. 1 Atualizações Enviar Arquivos Registro de Contrato de Opção Flexível... 4 Índice 1 Atualizações... 3 2 Enviar Arquivos... 4 2.1 Registro de Contrato de Opção Flexível... 4 2 1 Atualizações Atualizado em 18/09/2015-27/08/2015 - Referência Atualização Postergação para novembro/15,

Leia mais

SISTEMA DE RISCO DO SEGMENTO BM&F SUBSISTEMA DE MARGEM PARA ATIVOS LÍQUIDOS ANEXO III FUTUROS DE MOEDAS E AGROPECUÁRIOS COM LIQUIDAÇÃO FINANCEIRA

SISTEMA DE RISCO DO SEGMENTO BM&F SUBSISTEMA DE MARGEM PARA ATIVOS LÍQUIDOS ANEXO III FUTUROS DE MOEDAS E AGROPECUÁRIOS COM LIQUIDAÇÃO FINANCEIRA 1/2011 Bolsa de Valores, Mercadorias & Futuros SISTEMA DE RISCO DO SEGMENTO BM&F SUBSISTEMA DE MARGEM PARA ATIVOS LÍQUIDOS ANEXO III FUTUROS DE MOEDAS E AGROPECUÁRIOS COM LIQUIDAÇÃO FINANCEIRA Neste anexo,

Leia mais

Carta Circular N.º 312. REF: Consulta de Índices de Preços, Taxas, Moedas e Valores no Menu de Funções.

Carta Circular N.º 312. REF: Consulta de Índices de Preços, Taxas, Moedas e Valores no Menu de Funções. Carta Circular N.º 312 Aos Participantes de Todos os Sistemas REF: Consulta de Índices de Preços, Taxas, Moedas e Valores no Menu de Funções. A Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos

Leia mais

Atualização: 16/10/17 Comunicados : 008/2017 DN Homologação: - Versão: Jan/18

Atualização: 16/10/17 Comunicados : 008/2017 DN Homologação: - Versão: Jan/18 Atualização: 16/10/17 Comunicados : 008/2017 DN Homologação: - Versão: Jan/18 Índice 1 Atualizações... 3 2 Mensageria... 4 2.1.1 CTP9003 - IF requisita registro de contrato de Termo... 4 2 1 Atualizações

Leia mais

Preçário BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 01-out-2016

Preçário BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 01-out-2016 Preçário BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 01-out-2016 Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo do Banco

Leia mais

Comissões Euros (Mín/Máx) Valor Anual

Comissões Euros (Mín/Máx) Valor Anual 9.1. Depósitos à ordem Conta Associações Sem Fins Lucrativos: Destina-se a Entidades que comprovem através dos estatutos ou pacto social que não têm fins lucrativos; montante mínimo de abertura: N.A Conta

Leia mais

COMUNICADO SPR N.º 007/94

COMUNICADO SPR N.º 007/94 COMUNICADO SPR N.º 007/94 Aos Participantes do Sistema de Proteção Contra Riscos Financeiros SPR A Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos CETIP, comunica que, a partir do dia 22.09.94,

Leia mais

Preçário BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 06-dez-2017

Preçário BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 06-dez-2017 Preçário BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo do Banco Comercial Português, S.A., contém

Leia mais

Tipo de custo Situação Condições Unidade Notas

Tipo de custo Situação Condições Unidade Notas Comissão de custódia Gratuito A tramitação de eventos corporativos, quer sejam voluntários ou obrigatórios Gratuito Conversão cambial 2,5% % de mark-up sobre o par cambial utilizado na conversão dos ganhos

Leia mais

CARTA CIRCULAR N.º 170

CARTA CIRCULAR N.º 170 CARTA CIRCULAR N.º 170 Aos Participantes dos Sistema Nacional de Debêntures SND, Sistema de Letras Hipotecárias SLH e Sistema de Notas Promissórias Nota. A Central de Custódia e de Liquidação Financeira

Leia mais

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 21 de setembro de 2017

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 21 de setembro de 2017 Jornal Oficial C 313 da União Europeia 60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 21 de setembro de 2017 Índice IV Informações INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

Contrato de Opção Flexível de Compra sobre Metais Especificações

Contrato de Opção Flexível de Compra sobre Metais Especificações Contrato de Opção Flexível de Compra sobre Metais Especificações 1. Definições Contrato (especificações): termos e regras sob os quais as operações serão realizadas e liquidadas. Preço do metal (MT): preço

Leia mais

Diretoria de Comércio Exterior GECEX Campinas Gerência Regional de Apoio ao Comércio Exterior

Diretoria de Comércio Exterior GECEX Campinas Gerência Regional de Apoio ao Comércio Exterior Diretoria de Comércio Exterior GECEX Campinas Gerência Regional de Apoio ao Comércio Exterior CÂMBIO E POLÍTICA CAMBIAL Câmbio: compra e venda de moedas ou papéis conversíveis. Divisas - São as disponibilidades

Leia mais

Custos de Financiamento

Custos de Financiamento Custos de Financiamento CFDs sobre Acções e Índices No final de cada dia de negociação (17h00 de Nova Iorque), as posições abertas podem estar sujeitas a custos de financiamento, uma vez que a negociação

Leia mais

Contrato de Opção Flexível de Venda sobre o Contrato Futuro de Soja em Grão a Granel - Especificações -

Contrato de Opção Flexível de Venda sobre o Contrato Futuro de Soja em Grão a Granel - Especificações - Contrato de Opção Flexível de Venda sobre o Contrato Futuro de Soja em Grão a Granel - Especificações - 1. Definições Contrato (especificações): termos e regras sob os quais as operações serão realizadas

Leia mais

Contrato de Opção Flexível de Compra sobre o Contrato Futuro de Soja em Grão a Granel - Especificações -

Contrato de Opção Flexível de Compra sobre o Contrato Futuro de Soja em Grão a Granel - Especificações - 1. Definições Contrato (especificações): Compra de um contrato: Venda de um contrato: Contrato Futuro de Soja: Preço futuro da soja: Contrato de Opção Flexível de Compra sobre o Contrato Futuro de Soja

Leia mais

O F Í C I O C I R C U L A R. Membros de Compensação, Corretoras Membros e Operadores Especiais.

O F Í C I O C I R C U L A R. Membros de Compensação, Corretoras Membros e Operadores Especiais. 29 de maio de 2008 006/2008-DP O F Í C I O C I R C U L A R Membros de Compensação, Corretoras Membros e Operadores Especiais. Ref.: Margem de Garantia e Limites de Preço para os Contratos a Termo e de

Leia mais

Atualização da Versão Introdução ao Termo... 6 Conhecendo o Produto... 7 Ações dos Botões das Telas... 9

Atualização da Versão Introdução ao Termo... 6 Conhecendo o Produto... 7 Ações dos Botões das Telas... 9 Conteúdo Atualização da Versão... 3 Introdução ao Termo... 6 Conhecendo o Produto... 7 Ações dos Botões das Telas... 9 Lançamentos... 11 Contrato a Termo de Mercadoria (Commodities)... 12 Registro de Contrato

Leia mais

MANUAL DE NORMAS TERMO DE MOEDA

MANUAL DE NORMAS TERMO DE MOEDA MANUAL DE NORMAS TERMO DE MOEDA VERSÃO: 23/05/2011 2/10 MANUAL DE NORMAS TERMO DE MOEDA ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO SEGUNDO DAS DEFINIÇÕES 3 CAPÍTULO TERCEIRO DOS PARTICIPANTES 6 CAPÍTULO

Leia mais

Parágrafo 1º Para a apuração do limite estabelecido no caput define-se como:

Parágrafo 1º Para a apuração do limite estabelecido no caput define-se como: CIRCULAR Nº 2894 Documento normativo revogado pela Circular 3.367, de 12/09/2007. Estabelece procedimentos para o cálculo do limite de exposição em ouro e em ativos e passivos referenciados em variação

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 8 de setembro de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 8 de setembro de 2015 Jornal Oficial C 295 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 8 de setembro de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

CFDs Acções. País Divisa Posições longas Posições curtas Tarifário Pontos básicos Pontos básicos

CFDs Acções. País Divisa Posições longas Posições curtas Tarifário Pontos básicos Pontos básicos AUD 550 550 Standard Posições longas (investidor paga juros): Libor da Moeda AUD +550 pontos básicos; Posições curtas: Libid da moeda AUD - Canadá CAD 550 550 Standard Posições longas (investidor paga

Leia mais

O F Í C I O C I R C U L A R. Associados da BM&F e Participantes do Mercado de Títulos Públicos

O F Í C I O C I R C U L A R. Associados da BM&F e Participantes do Mercado de Títulos Públicos 04 de dezembro de 2006 135/2006-DG O F Í C I O C I R C U L A R Associados da BM&F e Participantes do Mercado de Títulos Públicos Ref: SISBEX Introdução do Contrato de Operações Compromissadas Genéricas

Leia mais

Anexo I ao Ofício Circular 140/2005-DG

Anexo I ao Ofício Circular 140/2005-DG Anexo I ao Ofício Circular 140/2005-DG Contrato-Padrão de Compra e Venda Cumulada com Operação Relativa a Compromisso de Revenda e Recompra com Foco em Lastro Específico e Livre Movimentação dos Títulos

Leia mais

ANO XXVII ª SEMANA DE DEZEMBRO DE 2016 BOLETIM INFORMARE Nº 49/2016

ANO XXVII ª SEMANA DE DEZEMBRO DE 2016 BOLETIM INFORMARE Nº 49/2016 ANO XXVII - 2016-2ª SEMANA DE DEZEMBRO DE 2016 BOLETIM INFORMARE Nº 49/2016 IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA FESTAS DE FIM DE ANO, BRINDES E CESTAS DE NATAL - TRATAMENTO FISCAL... Pág. 682 TAXAS DE CÂMBIO

Leia mais

REGISTRO. Código CETIP da contraparte na operação. CPF/CNPJ Cliente CPF ou CNPJ da contraparte quando for cliente 1.

REGISTRO. Código CETIP da contraparte na operação. CPF/CNPJ Cliente CPF ou CNPJ da contraparte quando for cliente 1. 1 Swap SWAP Nome do Arquivo DPOSICAO (DPOSICAO-SWAP.TXT) REGISTRO Campo Tipo do contrato. Possíveis valores: 00 (CONSTANTE), 01 Tipo de Contrato (NÃO CONSTANTE) ou 02 (PAGAMENTO FINAL) Data Data Contrato

Leia mais

", em que: RWA CAM F EXP. Exp 1 CIRCULAR Nº 3.641, DE 4 DE MARÇO DE 2013

, em que: RWA CAM F EXP. Exp 1 CIRCULAR Nº 3.641, DE 4 DE MARÇO DE 2013 CIRCULAR Nº 3.641, DE 4 DE MARÇO DE 2013 Estabelece os procedimentos para o cálculo da parcela dos ativos ponderados pelo risco (RWA) referente às exposições em ouro, em moeda estrangeira e em ativos sujeitos

Leia mais

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 26 de julho de 2017

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 26 de julho de 2017 Jornal Oficial C 241 da União Europeia 60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 26 de julho de 2017 Índice IV Informações INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO

Leia mais

Registro de Contrato Fluxo Constante Caracteres: 1771

Registro de Contrato Fluxo Constante Caracteres: 1771 Versão: 25/10/2010 SWAP Nome do Arquivo Tamanho do Registro Registro de Contrato Fluxo Constante Caracteres: 1771 Header Campo Formato Posição Descrição/conteúdo ID do Sistema X(05) 1-5 SWAP ID Tipo de

Leia mais

Contrato de Opção Flexível de Compra sobre. - Especificações -

Contrato de Opção Flexível de Compra sobre. - Especificações - Contrato de Opção Flexível de Compra sobre It Now IFNC Fundo de Índice (FIND11) - Especificações - 1. Definições Contrato (especificações): It Now IFNC Fundo de Índice (FIND11): Contrato negociado: Compra

Leia mais

Preçário para Investidores não qualificados nos termos da instrução nº1/2013 da CMVM

Preçário para Investidores não qualificados nos termos da instrução nº1/2013 da CMVM Preçário para Investidores não qualificados nos termos da instrução nº1/2013 da CMVM Clientes utilizadores de meios eletrónicos Caixadirecta Invest Entrada em vigor: 01 Julho 2016 Aviso nos termos da instrução

Leia mais

Orientações finais. Orientações revistas sobre a especificação adicional dos indicadores de importância sistémica global e sua divulgação

Orientações finais. Orientações revistas sobre a especificação adicional dos indicadores de importância sistémica global e sua divulgação EBA/GL/2016/01 13 de janeiro de 2016 Orientações finais Orientações revistas sobre a especificação adicional dos indicadores de importância sistémica global e sua divulgação Natureza das presentes Orientações

Leia mais

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 15 de agosto de 2017

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 15 de agosto de 2017 Jornal Oficial C 270 da União Europeia 60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 15 de agosto de 2017 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

Descrição/conteúdo. Código CETIP que identifica o Participante, parte

Descrição/conteúdo. Código CETIP que identifica o Participante, parte Derivativos Realizados no Exterior Nome do Arquivo DPOSIÇÃO - DCE Campo Data de Registro Data de Registro do Contrato Código do IF Código do Contrato Conta Registradora Código CETIP que identifica o que

Leia mais

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES. CIRCULAR Nº 18/2009, de 6 de março de 2009

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES. CIRCULAR Nº 18/2009, de 6 de março de 2009 BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES CIRCULAR Nº 18/2009, de 6 de março de 2009 Ref.: Linhas de Financiamento BNDES-exim Pré-embarque, Pré-embarque Ágil, Préembarque Empresa Âncora

Leia mais

Registro. Código identificador da Cesta de Garantias da Contraparte (caso haja)

Registro. Código identificador da Cesta de Garantias da Contraparte (caso haja) Versão: 25/10/2010 SWAP Nome do Arquivo DPOSICAO (DPOSICAO-SWAP.TXT) Tipo de Contrato Data Contrato Participante Campo Registro Descrição Tipo do contrato. Possíveis valores: 00 (CONSTANTE), 01 (NÃO CONSTANTE)

Leia mais

ANEXO II. Da Instrução CVM Nº 404, de 13 de fevereiro de Rendimento pelo IGP-M + Juros

ANEXO II. Da Instrução CVM Nº 404, de 13 de fevereiro de Rendimento pelo IGP-M + Juros ANEXO II Da Instrução CVM Nº 404, de 13 de fevereiro de 2004 Rendimento pelo IGP-M + Juros TERMO DE ADITAMENTO À ESCRITURA DA [N.º de ordem da emissão] EMISSÃO DE DEBÊNTURES SIMPLES DA [Nome da Companhia

Leia mais

HORÁRIOS DE NEGOCIAÇÃO - SEGMENTO BM&F. Contratos Futuros, de Opções e Operações Estruturadas Referenciados em Taxa de Juro em Reais

HORÁRIOS DE NEGOCIAÇÃO - SEGMENTO BM&F. Contratos Futuros, de Opções e Operações Estruturadas Referenciados em Taxa de Juro em Reais HORÁRIOS DE NEGOCIAÇÃO SEGMENTO BM&F s Futuros, Opções e Operações Estruturadas Referenciados em Taxa Juro em Reais Futuro DI1 FUT DI1 09:00 2 16:00 16:07 16:10 16:10 16:42 16:45 16:50 2 18:00 Futuro DI

Leia mais

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Outubro 2011

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Outubro 2011 Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Outubro 2011 Informamos os procedimentos a serem aplicados durante o mês de outubro de 2011 para a apuração dos

Leia mais

Contratos Derivativos Futuro de Taxa de Câmbio

Contratos Derivativos Futuro de Taxa de Câmbio Opções Sobre Futuro de Milho Contratos Derivativos Proteção contra variação de taxa de câmbio de moedas estrangeiras ante o real. O produto Os contratos futuros de taxa de ca mbio sa o instrumentos derivativos

Leia mais

Contrato Futuro de Soja com Liquidação Financeira pelo Preço do Contrato Futuro Míni de Soja do CME Group Especificações. realizadas e liquidadas.

Contrato Futuro de Soja com Liquidação Financeira pelo Preço do Contrato Futuro Míni de Soja do CME Group Especificações. realizadas e liquidadas. Contrato Futuro de Soja com Liquidação Financeira pelo Preço do Contrato Futuro Míni de Soja do CME Group Especificações 1. Definições Contrato (especificações): Taxa de câmbio referencial BM&FBOVESPA:

Leia mais

C O M U N I C A D O E X T E R N O

C O M U N I C A D O E X T E R N O 22 de agosto de 2017 081/2017-DO C O M U N I C A D O E X T E R N O Participantes dos Mercados da B3 Segmento Cetip UTVM Ref.: Oferta Pública de NTN-B Leilões de Compra de Títulos pela STN Módulo Leilão

Leia mais

Contrato de Opção Flexível de Compra sobre. ishares Ibovespa Fundo de Índice (BOVA11): - Especificações -

Contrato de Opção Flexível de Compra sobre. ishares Ibovespa Fundo de Índice (BOVA11): - Especificações - Contrato de Opção Flexível de Compra sobre ishares Ibovespa Fundo de Índice (BOVA11) - Especificações - 1. Definições Contrato (especificações): ishares Ibovespa Fundo de Índice (BOVA11): Contrato negociado:

Leia mais

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO DE LONGA DISTÂNCIA INTERNACIONAL PLANO ALTERNATIVO N LD

PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO DE LONGA DISTÂNCIA INTERNACIONAL PLANO ALTERNATIVO N LD PLANO ALTERNATIVO DE SERVIÇO DE LONGA DISTÂNCIA INTERNACIONAL PLANO ALTERNATIVO N 237 - LD 1. EMPRESA Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. EMBRATEL. 2. NOME DO PLANO Plano PAS 237 LDI 3. MODALIDADE

Leia mais

3.1 Estrutura Cambial Brasileira e Mundial

3.1 Estrutura Cambial Brasileira e Mundial 3.1 Estrutura Cambial Brasileira e Mundial DISCIPLINA: Negócios Internacionais FONTES: VAZQUEZ, José Lopes. Comércio Exterior Brasileiro. São Paulo, Atlas, 2003. SILVA, Luiz Augusto Tagliacollo. Logística

Leia mais

MANUAL DE NORMAS OPÇÃO FLEXÍVEL SOBRE TAXA DE CÂMBIO

MANUAL DE NORMAS OPÇÃO FLEXÍVEL SOBRE TAXA DE CÂMBIO MANUAL DE NORMAS OPÇÃO FLEXÍVEL SOBRE TAXA DE CÂMBIO VERSÃO: 01/7/2008 2/11 MANUAL DE NORMAS OPÇÃO FLEXÍVEL SOBRE TAXA DE CÂMBIO ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO SEGUNDO DAS DEFINIÇÕES 3

Leia mais

MANUAL DE NORMAS TERMO DE MERCADORIA

MANUAL DE NORMAS TERMO DE MERCADORIA MANUAL DE NORMAS TERMO DE MERCADORIA VERSÃO: 10/02/2009 2/9 MANUAL DE NORMAS TERMO DE MERCADORIA ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO SEGUNDO DAS DEFINIÇÕES 3 CAPÍTULO TERCEIRO DOS PARTICIPANTES

Leia mais

MANUAL DE NORMAS SWAP DE CRÉDITO

MANUAL DE NORMAS SWAP DE CRÉDITO MANUAL DE NORMAS SWAP DE CRÉDITO VERSÃO: 01/7/2008 2/8 MANUAL DE NORMAS SWAP DE CRÉDITO ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO SEGUNDO DAS DEFINIÇÕES 3 CAPÍTULO TERCEIRO DOS PARTICIPANTES 5 CAPÍTULO

Leia mais

MANUAL DE NORMAS DIREITO CREDITÓRIO DE EXPORTAÇÃO

MANUAL DE NORMAS DIREITO CREDITÓRIO DE EXPORTAÇÃO MANUAL DE NORMAS DIREITO CREDITÓRIO DE EXPORTAÇÃO VERSÃO: 01/7/2008 2 / 6 MANUAL DE NORMAS DIREITO CREDITÓRIO DE EXPORTAÇÃO ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO SEGUNDO DAS DEFINIÇÕES 3 CAPÍTULO

Leia mais

Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA Segmentos BOVESPA e BM&F

Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA Segmentos BOVESPA e BM&F 01 de julho de 2016 061/2016-DO C O M U N I C A D O E X T E R N O Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA Segmentos BOVESPA e BM&F Ref.: Registro da BM&FBOVESPA pela U.S. Commodity Futures Trading Commission

Leia mais

CIRCULAR Nº 3.814, DE 7 DE DEZEMBRO DE 2016

CIRCULAR Nº 3.814, DE 7 DE DEZEMBRO DE 2016 CIRCULAR Nº 3.814, DE 7 DE DEZEMBRO DE 2016 Altera a Circular nº 3.689, de 16 de dezembro de 2013, que regulamenta, no âmbito do Banco Central do Brasil, as disposições sobre o capital estrangeiro no País

Leia mais

CIRCULAR Nº Arnim Lore Diretor. Este texto não substitui o publicado no DOU e no Sisbacen.

CIRCULAR Nº Arnim Lore Diretor. Este texto não substitui o publicado no DOU e no Sisbacen. 1 CIRCULAR Nº 1.547 Documento normativo revogado pela Circular 3.081, de 17/01/2002. Comunicamos que a Diretoria do Banco Central do Brasil, considerando o disposto na Resolução nº 1.662, desta data, decidiu

Leia mais

Contrato de Opção Flexível de Compra sobre Ibovespa Especificações

Contrato de Opção Flexível de Compra sobre Ibovespa Especificações Contrato de Opção Flexível de Compra sobre Ibovespa Especificações 1. Definições Contrato (especificações): termos e regras sob os quais as operações serão realizadas e liquidadas. Ibovespa: índice de

Leia mais

ANO XXVII ª SEMANA DE JUNHO DE 2016 BOLETIM INFORMARE Nº 23/2016

ANO XXVII ª SEMANA DE JUNHO DE 2016 BOLETIM INFORMARE Nº 23/2016 ANO XXVII - 2016-1ª SEMANA DE JUNHO DE 2016 BOLETIM INFORMARE Nº 23/2016 ASSUNTOS CONTÁBEIS BALANÇO PATRIMONIAL - CONSIDERAÇÕES GERAIS... Pág. 350 IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA TAXAS DE CÂMBIO PARA

Leia mais

CONTRATO DE OPÇÃO DE COMPRA SOBRE FUTURO DE S&P 500. Especificações

CONTRATO DE OPÇÃO DE COMPRA SOBRE FUTURO DE S&P 500. Especificações CONTRATO DE OPÇÃO DE COMPRA SOBRE FUTURO DE S&P 500 1. Definições Contrato Futuro de S&P 500 Compra de um contrato Venda de um contrato Especificações Contrato Futuro de S&P 500 com Liquidação Financeira

Leia mais

Manual de Apreçamento da BM&FBOVESPA

Manual de Apreçamento da BM&FBOVESPA Classificação das Informações [ ] Confidencial [ ] Uso Interno [ x ] Uso Público ÍNDICE CONTRATOS FUTUROS FINANCEIROS E AGROPECUÁRIOS... 3 1. CONTRATOS FUTUROS SOBRE ATIVOS FINANCEIROS... 3 1.1. Contrato

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 18 de junho de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 18 de junho de 2015 Jornal Oficial C 201 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 18 de junho de 2015 Índice III Atos preparatórios Banco Central Europeu 2015/C 201/01 Recomendação

Leia mais

Jornal Oficial da União Europeia L 147. Legislação. Atos não legislativos. 59. o ano. Edição em língua portuguesa. 3 de junho de 2016.

Jornal Oficial da União Europeia L 147. Legislação. Atos não legislativos. 59. o ano. Edição em língua portuguesa. 3 de junho de 2016. Jornal Oficial da União Europeia L 147 Edição em língua portuguesa Legislação 59. o ano 3 de junho de 2016 Índice II Atos não legislativos REGULAMENTOS Regulamento de Execução (UE) 2016/869 da Comissão,

Leia mais

17. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES)

17. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) 17.1. Depósitos à ordem Contas à ordem 0,000% 28,00% no Os juros obtidos estão sujeitos a retenção na fonte de imposto sobre o rendimento, à taxa que estiver em vigor na data de pagamento de juros. e (2)

Leia mais

BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. 1. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) Entrada em vigor: 20-out-2017 (ÍNDICE) 1.1. Depósitos à ordem

BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. 1. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) Entrada em vigor: 20-out-2017 (ÍNDICE) 1.1. Depósitos à ordem 1.1. Depósitos à ordem Comissões Euros (Mín/Máx) Valor Anual Conta Millennium Start: O único titular é o menor que deverá ter entre 0 e 17 anos de idade; montante mínimo de abertura: 50 (ou equivalente

Leia mais

Assunto:Registro de Cédula de Credito à Exportação CCE e de Nota de Crédito à Exportação NCE SNA.

Assunto:Registro de Cédula de Credito à Exportação CCE e de Nota de Crédito à Exportação NCE SNA. Comunicado CETIP n o 101/04 12 de novembro de 2004 Assunto:Registro de Cédula de Credito à Exportação CCE e de Nota de Crédito à Exportação NCE SNA. A CETIP Câmara de Custódia e Liquidação, com base no

Leia mais

CUSTÓDIA (POR SEMESTRE OU NA DATA DA LIQUIDAÇÃO DA CONTA TÍTULO) (*) EURO IMPOSTO Em todas as Bolsas 12,00 IVA

CUSTÓDIA (POR SEMESTRE OU NA DATA DA LIQUIDAÇÃO DA CONTA TÍTULO) (*) EURO IMPOSTO Em todas as Bolsas 12,00 IVA 1. CONTAS DE TÍTULOS CUSTÓDIA (POR SEMESTRE OU NA DATA DA LIQUIDAÇÃO DA CONTA TÍTULO) (*) Em todas as Bolsas 12,00 (*) - Aplicável a todas as Contas Título com saldo médio diário superior a 0 (zero) no

Leia mais

Valor dos Pontos de Contratos

Valor dos Pontos de Contratos s s s s Tamanho Unida Futuro 250g grama 250 Opções sobre Disponível Padrão 250g grama 250 Termo 250g grama 250 Futuro Hang Seng Hang Seng Hang Seng x 0,65 BRL 0,65 Futuro MICEX MICEX MICEX x 4,5 BRL 4,5

Leia mais

Instrumentos Financeiros Derivativos

Instrumentos Financeiros Derivativos Instrumentos Financeiros Derivativos 1. As operações com instrumentos financeiros derivativos realizadas por conta própria pelas instituições financeiras, demais instituições autorizadas a funcionar pelo

Leia mais

MANUAL DE NORMAS DISTRIBUIÇÃO

MANUAL DE NORMAS DISTRIBUIÇÃO MANUAL DE NORMAS DISTRIBUIÇÃO VERSÃO: 28/02/2011 2/7 MANUAL DE NORMAS DE DISTRIBUIÇÃO ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO SEGUNDO DAS DEFINIÇÕES 3 CAPÍTULO TERCEIRO DOS PARTICIPANTES 5 CAPÍTULO

Leia mais

BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. 19. CONTAS DE DEPÓSITO (OUTROS CLIENTES)

BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. 19. CONTAS DE DEPÓSITO (OUTROS CLIENTES) 19.1. Depósitos à ordem Tipo de Conta Conta Cliente de Solicitador: O titular é o Solicitador; montante mínimo de abertura: n.a. Conta Cliente de Solicitador < 30.000 0,000% 30.000 a 50.000 0,0625% > 50.000

Leia mais

MANUAL DE NORMAS SWAP ÍNDICE CAPÍTULO I DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO II DAS DEFINIÇÕES 3 CAPÍTULO III DOS PARTICIPANTES 4 CAPÍTULO IV DO SWAP 4

MANUAL DE NORMAS SWAP ÍNDICE CAPÍTULO I DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO II DAS DEFINIÇÕES 3 CAPÍTULO III DOS PARTICIPANTES 4 CAPÍTULO IV DO SWAP 4 2 / 10 MANUAL DE NORMAS SWAP ÍNDICE CAPÍTULO I DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO II DAS DEFINIÇÕES 3 CAPÍTULO III DOS PARTICIPANTES 4 CAPÍTULO IV DO SWAP 4 CAPÍTULO V DOS PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS 6 SEÇÃO I DO PROCEDIMENTO

Leia mais

MANUAL DE NORMAS SWAP

MANUAL DE NORMAS SWAP MANUAL DE NORMAS SWAP VERSÃO: 01/7/2008 2/8 MANUAL DE NORMAS SWAP ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO SEGUNDO DAS DEFINIÇÕES 3 CAPÍTULO TERCEIRO DOS PARTICIPANTES 5 CAPÍTULO QUARTO DO SWAP

Leia mais

CONTRATO FUTURO DE CUPOM DE IPCA. Especificações

CONTRATO FUTURO DE CUPOM DE IPCA. Especificações CONTRATO FUTURO DE CUPOM DE IPCA Especificações 1. Definições IPCA Taxa DI Preço unitário (PU) Saque-reserva Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, expresso em número-índice (número de pontos),

Leia mais

ANO XXVI ª SEMANA DE JULHO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 28/2015

ANO XXVI ª SEMANA DE JULHO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 28/2015 ANO XXVI - 2015-2ª SEMANA DE JULHO DE 2015 BOLETIM INFORMARE Nº 28/2015 IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA TAXAS DE CÂMBIO PARA ATUALIZAÇÃO DOS CRÉDITOS E OBRIGAÇÕES EM MOEDA ESTRANGEIRA ATUALIZAÇÃO EM 30.06.2015...

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 21 de agosto de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 21 de agosto de 2015 Jornal Oficial C 276 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 21 de agosto de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais