X(20) 7-26 Nome Simplificado da Entidade que gerou o arquivo. Data X(8) Formato AAAAMMDD Filler X(1022)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "X(20) 7-26 Nome Simplificado da Entidade que gerou o arquivo. Data X(8) Formato AAAAMMDD Filler X(1022)"

Transcrição

1 1

2 Opções Flexíveis sobre Taxa de Câmbio Nome do Arquivo Tamanho do Registro DPOSICAO Opções Flexíveis sobre Taxa de Câmbio Caracteres 1056 Header Campo Formato Posição Descrição/conteúdo ID do Sistema X(5) 1-5 OPÇÃO ID Tipo de Linha X(1) Linha de Header Entidade que gerou o Arquivo X(20) 7-26 Nome Simplificado da Entidade que gerou o arquivo. Data X(8) Formato AAAAMMDD Filler X(1022) Dados Campo Formato Posição Descrição/conteúdo ID do Sistema X(5) 1-5 OPÇÃO ID Tipo de Linha X(1) Linha de Dados Separador X(1) 7-7 Ponto e vírgula (;). Conta Titular X(10) 8-17 Código Cetip do participante Titular Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Nome do Titular X(100) Razão social do participante titular Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Conta Lançador X(10) Código Cetip do participante Lancador Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Nome do Lancador X(100) Razão social do participante Lancador Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Tipo do Contrato X(4) Tipo de Contrato: BOX2 - Estratégia OFCC - Opção Flexível de compra de cambio OFCV - Opção Flexível de venda de cambio Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Contrato X(11) PPPPPAAXSSS - Código do Contrato de estratégia. Formato : PPPPPAAXSSS PPPPP: Mnemônico do participante Lançador AA: Os dois últimos dígitos do ano de registro X : digito numérico. (0 a 9) SSS: dígitos alfanumericos Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Data de Inicio X(10) DD/MM/AAAA Data de Inicio do Contrato Separador X(1) Ponto e vírgula (;). 1

3 Data de Vencimento X(10) DD/MM/AAAA Data de vencimento do contrato. Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Código SISBACEN da Moeda Base X(3) Código sisbacen: AÇÃO ACO BATH/TAILANDIA COROA SUECA DÓLAR CANADENSE DÓLAR AMERICANO DOLAR/CINGAPURA DOLAR/HONG-KONG EURO FRANCO SUIÇO IENE IBOVESPA IBO INDICE DI - IDI IUAN RENMIMBI/CHI LIBRA NOVO DOLAR/TAIWAN REAL/BRASIL WON/COREIA NORTE WON/COREIA SUL Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Símbolo da Moeda Base X(7) Código sisbacen: AÇÃO - ACOES BATH/TAILANDIA - THB COROA SUECA - SEK DÓLAR CANADENSE - CAD DÓLAR AMERICANO - USD DOLAR/CINGAPURA - SGD DOLAR/HONG-KONG - HKD EURO - EUR FRANCO SUIÇO - CHF IENE - JPY IBOVESPA - IBOVESPA INDICE DI - IDI IUAN RENMIMBI/CHI - CNY LIBRA - GBP NOVO DOLAR/TAIWAN - TWD REAL/BRASIL - BRL WON/COREIA NORTE - KPW WON/COREIA SUL - KRW Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Valor da Aplicação X(17) Valor financeiro da aplicação na data do registro do contrato (14,2) Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Valor Base Moeda Estrangeira X(17) Quantidade de moeda estrangeira, objeto da estratégia (14,2) Separador X(1) Ponto e vírgula (;). 2

4 Valor Base Remanescente X(17) Valor da antecipação em moeda estrangeira (14,2) Moeda Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Valor Resgate X(17) Valor financeiro na data de resgate do contrato (14,2) Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Data de Alteração X(10) Data da alteração do contrato Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Situação do Contrato X(30) Situação: 1 - REGISTRADO 2 - CANCELADO 3 - CONFIRMADO 4 - AVALIADO 5 - ANTECIPADO TOTAL 6 - PENDENTE DE AVALIACAO 7 - VENCIDO 8 - RESGATADO 9 - VENCIDO E NAO PAGO 10 - NAO EXERCIDO 11 - AGUARDANDO TRIGGER IN 12 - PENDENTE DE VERIFICAÇÃO 13 - CEDIDO 14 - RESCINDIDO P/ TRIGGER Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Tipo de Exercício X(20) BOX = Européia OPCAO= Americana ou Européia Européia: exercício somente na data do vencimento. Americana: exercício em qualquer momento. Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Preço de Exercício de X(19) Valor de compra no dia do exercício (10,8) Call Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Preço de Exercício de X(19) Valor de venda no dia do exercício (10,8) Put Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Prêmio Unitário de Call X(19) Preço unitario a ser pago pelo titular ao Lançador (10,8) Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Prêmio Unitário de Put X(19) Preço unitário a ser pago pelo titular ao Lançador (10,8) Separador X(1) Ponto e vírgula (;). 3

5 Fonte de Informação X(20) Indica a fonte a ser utilizada para cotação da moeda. SISBACEN FEEDER SPOT SISBACEN/FEEDER Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Boletim X(1) Indica o código do horário do BOLETIM. 5-11:00, 6-12:00, 7-15:30 ou 3-18:00 Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Horário do Boletim do contrato X(5) HH:MM - Horário do boletim utilizado para atualizar a cotação do contrato. 11:00,12:00,15:30,18:00 Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Cotação para Vencimento X(1) Indica em que data sera utilizada a cotação para avaliação final do contrato. 0-indica D0, 1-indica D-1, 2-indica D-2 Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Descrição de Cotação para Vencimento X(3) Indica em que data sera utilizada a cotação para avaliação do contrato. 0-indica D0, 1-indica D-1, 2-indica D-2 Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Fonte de Consulta X(20) Nome da fonte utilizada para apuração da cotação da moeda, caso não seja SISBACEN. 0-Outros/SPOT; 1-Reuters; 2-Broadcast; ou 3-Bloomberg. Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Outra fonte de Consulta X(20) Nome da função de consulta ou código de tela, que sera utilizada para cotação Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Tela ou Função de Consulta X(20) Outra fonte que não esteja incluída na lista (texto livre) Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Praça de Negociação X(20) Localidade onde foi efetuada a negociação (ex. SP, NY, Londres) Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Horário da Consulta X(5) HH:MM - Horário da consulta da Cotação Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Cotação Taxa de Câmbio - R$ / US$ X(6) Cotação da Taxa de cambio = compra,venda ou media. 1 VENDA; 2 COMPRA; 3 MEDIA; ou 0 NENHUM OBS.: Para fonte de Informação SISBACEN é sempre venda. 4

6 Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Tipo de Paridade X(6) Tipo de Taxa de paridade para CROSS RATE 1 VENDA; 2 COMPRA; 3 MEDIA; ou 0 NENHUM. Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Data de Avaliação X(10) DD/MM/AAAA Data a partir da qual o contrato deve ser avaliado Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Conta Intermediador X(10) Código Cetip do participante Intermediador (pode existir sem existir comissão) Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Nome do X(100) Razão Social do Intermediador Intermediador Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Comissão em R$ paga pelo Titular X(17) Valor da Comissão paga pelo Titular, caso exista intermediador (14,2) Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Comissão em R$ paga pelo Lancador X(17) Valor da comissão paga pelo Lançador, caso exista intermediador (14,2) Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Contrato Global X(3) SIM ou NAO Indica se o Contrato e global Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Valor da Aplicação X(17) Valor da aplicação valorizado (14,2) Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Valor Base Original X(17) Valor Base do Contrato expresso em reais (14,2) Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Valor Base Remanescente X(17) Valor Base Remanescente do Contrato em reais (14,2) Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Data de Registro X(10) Data do registro do CONTRATO Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Cotação Barreira X(19) Limite de alta ou de baixa do contrato de OPCAO (10,8) Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Cotação de Avaliação X(19) Cotação de avaliação informada pelas partes (10,8) Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Taxa de Paridade X(19) Valor da Cotação da taxa de paridade (10,8) Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Taxa de Aplicação X(17) Taxa de aplicação (12,4) (%) Separador X(1) Ponto e vírgula (;). 5

7 Dias Uteis da X(4) Quantidade em dias úteis Aplicação Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Natureza Econômica X(4) Natureza Economica do Titular do Contrato do Titular Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Código SISBACEN da X(3) Moeda Cotada Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Símbolo da Moeda X(7) Cotada Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Tipo de Barreira X(12) " " - NENHUMA; 1-Knock In; 2-Knock Out; e 3-Knock In-Out. Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Trigger In X(19) Trigger In (10,8) Separador X(1) Ponto e vírgula (;). Trigger Out X(19) Trigger Out (10,8) Separador X(1) Ponto e vírgula (;) Média Opção Asiática X(10) " " - NENHUMA; 1 - ARITMÉTICA; ou 2 - PONDERADA. Separador X(1) Ponto e vírgula (;) Primeira Data de Verificação X(10) Separador X(1) Ponto e vírgula (;) Número de Datas de Verificação X(3) Número de datas de verificação, incluindo a primeira e a última (vencimento). Separador X(1) Ponto e vírgula (;) Cesta de Garantias X(3) Lançador 1046 SIM ou NÃO Separador X(1) Ponto e vírgula (;) 1047 Código da Cesta de X(8) Código da Cesta de Garantias Garantias 1055 Separador X(1) Ponto e vírgula (;) Footer Campo Formato Posição Descrição/conteúdo ID do Sistema X(5) 1-5 OPÇÃO ID Tipo de Linha X(1) Linha de Footer Quantidade de X(10) 7-16 Registros Filler X(1040)

1 Atualizações. Acerto do formato do campo cotação para fixing sequência 46. Atualizado em. 25/10/2016 Capa Inclusão da data conforme o comunicado.

1 Atualizações. Acerto do formato do campo cotação para fixing sequência 46. Atualizado em. 25/10/2016 Capa Inclusão da data conforme o comunicado. Índice 1 Atualizações... 3 2 Enviar Arquivos... 4 2.1 Registro de Contrato do Participante... 4 3 Receber Arquivos... 10 3.1 DPOSICAO (AAAAMMDDPO.TER)... 10 3.2 DMOVIMENTO (AAAAMMDDPO.TER)... 17 1 Atualizações

Leia mais

Campo Formato Posição Descrição/conteúdo ID do Sistema X(05) 1-5 OPCAO ID Tipo de Linha 9(01) 6-6 Linha de Header = 0 Código da

Campo Formato Posição Descrição/conteúdo ID do Sistema X(05) 1-5 OPCAO ID Tipo de Linha 9(01) 6-6 Linha de Header = 0 Código da Opções Flexíveis Nome do Arquivo Registro de Contrato de Opção Flexível Tamanho do Registro Caracteres Header Campo Formato Posição Descrição/conteúdo ID do Sistema X(05) 1-5 OPCAO ID Tipo de Linha 9(01)

Leia mais

Campo Formato Posição Conteúdo Descrição Data X(10) 1-10 Data da operação. Formato: AAAA-MM-DD.

Campo Formato Posição Conteúdo Descrição Data X(10) 1-10 Data da operação. Formato: AAAA-MM-DD. Termo de Moedas Nome do Arquivo Registro de Contrato do Participante Header Campo Formato Posição Conteúdo Descrição Data X(10) 1-10 Data da operação. Formato: AAAA-MM-DD. Registro Campo Formato Posição

Leia mais

COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº 003/03

COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº 003/03 COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº 003/03 Aos Participantes do Sistema de Contratos a Termo Ref.: Trata de alteração no layout dos arquivos de movimentação DMOVIMENTO e de posição DPOSICAO de contratos

Leia mais

COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº001/01. Ref.: Contratos a Termo de Moeda Sem Entrega Física.

COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº001/01. Ref.: Contratos a Termo de Moeda Sem Entrega Física. COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº001/01 Aos Participantes do Sistema de Contratos a Termo Ref.: Contratos a Termo de Moeda Sem Entrega Física. A Central de Custódia e de Liquidação Financeira

Leia mais

Registro de Contrato Fluxo Constante Caracteres: 1771

Registro de Contrato Fluxo Constante Caracteres: 1771 Versão: 25/10/2010 SWAP Nome do Arquivo Tamanho do Registro Registro de Contrato Fluxo Constante Caracteres: 1771 Header Campo Formato Posição Descrição/conteúdo ID do Sistema X(05) 1-5 SWAP ID Tipo de

Leia mais

REGISTRO. Código CETIP da contraparte na operação. CPF/CNPJ Cliente CPF ou CNPJ da contraparte quando for cliente 1.

REGISTRO. Código CETIP da contraparte na operação. CPF/CNPJ Cliente CPF ou CNPJ da contraparte quando for cliente 1. 1 Swap SWAP Nome do Arquivo DPOSICAO (DPOSICAO-SWAP.TXT) REGISTRO Campo Tipo do contrato. Possíveis valores: 00 (CONSTANTE), 01 Tipo de Contrato (NÃO CONSTANTE) ou 02 (PAGAMENTO FINAL) Data Data Contrato

Leia mais

Introdução às Opções Flexíveis... 5. Registro... 9. Operações... 69. Consultas... 89. Informações Adicionais... 98

Introdução às Opções Flexíveis... 5. Registro... 9. Operações... 69. Consultas... 89. Informações Adicionais... 98 Versão:10/12/2012 Atualizado em: 07/08/2013 i Opções Flexíveis sobre Taxa de Câmbio, Ações ou Índices Conteúdo Introdução às Opções Flexíveis... 5 Conhecendo o produto... 6 Ações dos botões das telas...

Leia mais

COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº 004/03

COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº 004/03 COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº 004/03 Aos Participantes do Sistema de Contratos a Termo Ref.: Trata da inclusão do campo Data Emissão no layout do arquivo de posição de contratos de Termo de

Leia mais

Comunicado CETIP n 102/05 15 de setembro de 2005

Comunicado CETIP n 102/05 15 de setembro de 2005 Comunicado CETIP n 102/05 15 de setembro de 2005 Assunto:Arquivo de Movimento do Termo de Moedas. A CETIP Câmara de Custódia e Liquidação comunica que, a partir de 14/10/2005, irá alterar o layout do arquivo

Leia mais

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Setembro 2013

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Setembro 2013 Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Setembro 2013 Informamos os procedimentos a serem aplicados durante o mês de setembro de 2013 para a apuração dos

Leia mais

Índice. 1 Atualizações Enviar Arquivos Lançamento de Operações COE... 4

Índice. 1 Atualizações Enviar Arquivos Lançamento de Operações COE... 4 Índice 1 Atualizações... 3 2 Enviar Arquivos... 4 2.1 Lançamento de Operações COE... 4 2 1 Atualizações Atualizado em Referência Atualização 16/10/2015 - Postergação da versão conforme comunicado 094/15.

Leia mais

Atualizações da Versão... 3. Introdução às Opções Flexíveis... 5 Conhecendo o produto... 6 Ações dos botões das telas... 8. Lançamentos...

Atualizações da Versão... 3. Introdução às Opções Flexíveis... 5 Conhecendo o produto... 6 Ações dos botões das telas... 8. Lançamentos... Conteúdo Atualizações da Versão... 3 Introdução às Opções Flexíveis... 5 Conhecendo o produto... 6 Ações dos botões das telas... 8 Lançamentos... 9 Registro de Contrato... 10 Registro de Mercadoria...

Leia mais

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Maio 2011

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Maio 2011 Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Maio 2011 Informamos os procedimentos a serem aplicados durante o mês de maio de 2011 para a apuração dos preços

Leia mais

HORÁRIOS DE NEGOCIAÇÃO - SEGMENTO BM&F. Contratos Futuros, de Opções e Operações Estruturadas Referenciados em Taxa de Juro em Reais

HORÁRIOS DE NEGOCIAÇÃO - SEGMENTO BM&F. Contratos Futuros, de Opções e Operações Estruturadas Referenciados em Taxa de Juro em Reais HORÁRIOS DE NEGOCIAÇÃO SEGMENTO BM&F s Futuros, Opções e Operações Estruturadas Referenciados em Taxa Juro em Reais Futuro DI1 FUT DI1 09:00 2 16:00 16:07 16:10 16:10 16:42 16:45 16:50 2 18:00 Futuro DI

Leia mais

Arquivos de Parâmetros, Cenários e Simulação de Risco Relatório de Definições de Arquivos

Arquivos de Parâmetros, Cenários e Simulação de Risco Relatório de Definições de Arquivos Arquivos de Parâmetros, Cenários e Simulação Relatório de Definições de Arquivos Este documento descreve um conjunto de definições de arquivos desenvolvidos pela BM&FBOVESPA, a serem utilizados no processo

Leia mais

Versão: 01/07/2013 Atualizado em: 01/07/2013

Versão: 01/07/2013 Atualizado em: 01/07/2013 Versão: 01/07/2013 Atualizado em: 01/07/2013 i Termo de Mercadorias Conteúdo Introdução ao Termo de Mercadorias... 1 Conhecendo o produto... 2 Ações dos botões das telas... 4 Registro... 5 Registro de

Leia mais

Nome Simplificado do Participante que 4. gerou o arquivo 5 Data 9(08) Data da operação. Formato: AAAAMMDD.

Nome Simplificado do Participante que 4. gerou o arquivo 5 Data 9(08) Data da operação. Formato: AAAAMMDD. Conteúdo 1 Enviar Arquivos... 3 1.1 Cadastro de Cliente... 3 1.2 Confirmação de Dados do comitente... 8 2 Receber Arquivos... 9 2.1 DCADCOMITENTE... 9 2.2 DPOSCUSTCONSOLIDADO... 14 2.3 DMOVCUSTODIA...

Leia mais

59. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 14 de janeiro de 2016

59. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 14 de janeiro de 2016 Jornal Oficial C 11 da União Europeia 59. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 14 de janeiro de 2016 Índice IV Informações INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 15 de agosto de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 15 de agosto de 2015 Jornal Oficial C 269 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 15 de agosto de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

TERMO DE MOEDAS SEM GARANTIA. Especificações. Paridade Objeto de negociação do contrato, quando a relação for estabelecida em:

TERMO DE MOEDAS SEM GARANTIA. Especificações. Paridade Objeto de negociação do contrato, quando a relação for estabelecida em: TERMO DE MOEDAS SEM GARANTIA Especificações 1. Definições Taxa de câmbio Objeto de negociação do contrato quando a relação for estabelecida em quantidade de reais por unidade de moeda estrangeira (Ex.:

Leia mais

BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. 17. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) (ÍNDICE) Entrada em vigor: 06-dez

BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. 17. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) (ÍNDICE) Entrada em vigor: 06-dez 17.1. Depósitos à ordem Conta Cliente de Solicitador: O titular é o Solicitador; montante mínimo de abertura: N.A. Conta Cliente de Solicitador < 30.000 0,000% 30.000 a 50.000 0,0625% Períodicidade mensal.

Leia mais

CFDs Acções. País Divisa Posições longas Posições curtas Tarifário Pontos básicos Pontos básicos

CFDs Acções. País Divisa Posições longas Posições curtas Tarifário Pontos básicos Pontos básicos AUD 550 550 Standard Posições longas (investidor paga juros): Libor da Moeda AUD +550 pontos básicos; Posições curtas: Libid da moeda AUD - Canadá CAD 550 550 Standard Posições longas (investidor paga

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 9 de setembro de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 9 de setembro de 2015 Jornal Oficial C 297 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 9 de setembro de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

Orientações finais. Orientações revistas sobre a especificação adicional dos indicadores de importância sistémica global e sua divulgação

Orientações finais. Orientações revistas sobre a especificação adicional dos indicadores de importância sistémica global e sua divulgação EBA/GL/2016/01 13 de janeiro de 2016 Orientações finais Orientações revistas sobre a especificação adicional dos indicadores de importância sistémica global e sua divulgação Natureza das presentes Orientações

Leia mais

Biblioteca de Estruturas COE

Biblioteca de Estruturas COE COE - Certificado de Operações Estruturadas Biblioteca de Estruturas COE Versão 1.1 Fevereiro/2014 Em caso de dúvidas, consultas ou para solicitação de novas estruturas favor contatar: Natalia Cristina

Leia mais

Versão: 01/07/2013 Atualizado em: 01/07/2013

Versão: 01/07/2013 Atualizado em: 01/07/2013 Versão: 01/07/2013 Atualizado em: 01/07/2013 Conteúdo Introdução ao Termo de Moedas... 1 Conhecendo o Produto... 2 Ações dos Botões das Telas... 4 Registros... 5 Registro de Contrato a Termo Simples -

Leia mais

Ativo Ativo--Objeto da Ação Objeto da Ação Ativo Ativo--Objeto da Ação Objeto da Ação ativ ati o v s tangíveis tangívei ou físic físi o c s, como

Ativo Ativo--Objeto da Ação Objeto da Ação Ativo Ativo--Objeto da Ação Objeto da Ação ativ ati o v s tangíveis tangívei ou físic físi o c s, como O QUE É? OPÇÕES AULA 9 É O DIREITO DE COMPRAR OU VENDER UM ATIVO AUM PREÇO PRÉ ESTABELECIDO DENTRO DE UM DETERMINADO PRAZO. Ativo-Objeto da Ação ativos tangíveis ou físicos, como ouro em lingotes ou um

Leia mais

COE - Certificado de Operações Estruturadas. Biblioteca de Estruturas COE

COE - Certificado de Operações Estruturadas. Biblioteca de Estruturas COE COE - Certificado de Operações Estruturadas Biblioteca de Estruturas COE Versão 1.2 Maio/14 Data Versão Descrição Fev/2014 1.1. Versão Inicial Maio/2014 1.2. 1. Características Funcionais do COE Inclusão

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 5 de setembro de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 5 de setembro de 2015 Jornal Oficial C 293 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 5 de setembro de 2015 Índice IV Informações INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

Arquivos de Parâmetros, Cenários e Simulação de Risco Relatório de Definições de Arquivos

Arquivos de Parâmetros, Cenários e Simulação de Risco Relatório de Definições de Arquivos Arquivos de Parâmetros, Cenários e Simulação Relatório de Definições de Arquivos Este documento descreve um conjunto de definições de arquivos desenvolvidos pela BM&FBOVESPA, a serem utilizados no processo

Leia mais

PROFESSIONAL CFD s Instrumentos Financeiros Spread Variável de Execução ao Mercado

PROFESSIONAL CFD s Instrumentos Financeiros Spread Variável de Execução ao Mercado PROFESSIONAL CFD s Instrumentos Financeiros Spread Variável de Execução ao Mercado Símbolo Instrumento Descrição Valor nominal de um lote Tamanho de um pip Variação minima da cotação (em pontos) Comissão

Leia mais

O F Í C I O C I R C U L A R. Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA (BVMF) Segmento BM&F. Ref.: Lançamento do Contrato a Termo de Taxa de Câmbio.

O F Í C I O C I R C U L A R. Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA (BVMF) Segmento BM&F. Ref.: Lançamento do Contrato a Termo de Taxa de Câmbio. 23 de dezembro de 2009 081/2009-DP O F Í C I O C I R C U L A R Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA (BVMF) Segmento BM&F Ref.: Lançamento do Contrato a Termo de Taxa de Câmbio. Comunicamos que, a

Leia mais

Manual de Apreçamento da BM&FBOVESPA

Manual de Apreçamento da BM&FBOVESPA Classificação das Informações [ ] Confidencial [ ] Uso Interno [ x ] Uso Público ÍNDICE CONTRATOS FUTUROS FINANCEIROS E AGROPECUÁRIOS... 3 1. CONTRATOS FUTUROS SOBRE ATIVOS FINANCEIROS... 3 1.1. Contrato

Leia mais

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO Menor aversão ao risco, mesmo com incertezas domésticas A semana do dia 24 de março a primeiro de abril ficou marcada por movimentos favoráveis no mercado de câmbio e de juros, nas expectativas inflacionárias

Leia mais

Atualizações da Versão Introdução... 4 Conhecendo o Produto... 5 Ações dos Botões das Telas... 6

Atualizações da Versão Introdução... 4 Conhecendo o Produto... 5 Ações dos Botões das Telas... 6 Versão: 27/05/2016 Atualizado em: 31/05/2016 1 Conteúdo Atualizações da Versão... 3 Introdução... 4 Conhecendo o Produto... 5 Ações dos Botões das Telas... 6 Consultas... 7 Consulta de Cotações... 8 Consultar

Leia mais

Comissões Euros (Mín/Máx) Valor Anual

Comissões Euros (Mín/Máx) Valor Anual 9.1. Depósitos à ordem Conta Associações Sem Fins Lucrativos: Destina-se a Entidades que comprovem através dos estatutos ou pacto social que não têm fins lucrativos; montante mínimo de abertura: N.A Conta

Leia mais

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO jan/15 jan/15 Acomodação com o cenário externo A semana de 19 a 26 de fevereiro apresentou movimentos moderados nas principais variáveis de mercado. A despeito do resultado negativo para o IPCA-15 de fevereiro,

Leia mais

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO jan/15 fev/15 Ligeira deterioração nos principais indicadores Com o feriado da Semana Santa, os principais indicadores para a semana de 18 a 24 de março apresentaram relativa estabilidade, com os mercados

Leia mais

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO

COMPORTAMENTO SEMANAL DE MERCADO Seguindo os ventos externos A projeção do IPCA para os próximos 12 meses voltou a apresentar queda, contudo mesmo a estimativa para 2017 está ainda distante do centro da meta. Apesar das incertezas locais,

Leia mais

Índice. 1 Atualizações Receber Arquivos DPOSICAOATIVOSGRAVADOS DOPERACOESGRAVAME DREGISTROGRAVAME...

Índice. 1 Atualizações Receber Arquivos DPOSICAOATIVOSGRAVADOS DOPERACOESGRAVAME DREGISTROGRAVAME... Índice 1 Atualizações... 3 2 Receber Arquivos... 4 2.1 DPOSICAOATIVOSGRAVADOS... 4 2.2 DOPERACOESGRAVAME... 6 2.3 DREGISTROGRAVAME... 8 2 1 Atualizações Atualizado em Referência Atualização 30/08/2016-05/05/2016-26/02/2016

Leia mais

O F Í C I O C I R C U L A R. Membros de Compensação, Corretoras Associadas e Operadores Especiais

O F Í C I O C I R C U L A R. Membros de Compensação, Corretoras Associadas e Operadores Especiais 14 de agosto 2003 081/2003-DG O F Í C I O C I R C U L A R Membros de Compensação, Corretoras Associadas e Operadores Especiais Ref.: Alteração nos Critérios de Cálculo da Margem de Garantia das Opções

Leia mais

Caderno de Fórmulas. Opções Flexíveis

Caderno de Fórmulas. Opções Flexíveis Última Atualização: 01/06/2016 Apresentação O Caderno de Fórmulas tem por objetivo orientar os usuários dos contratos de Opção Flexível sobre Taxa de Câmbio, dos contratos de Opção Flexível sobre Ações

Leia mais

Câmbio: Mecanismos de hedge. Reinaldo Gonçalves

Câmbio: Mecanismos de hedge. Reinaldo Gonçalves Câmbio: Mecanismos de hedge Reinaldo Gonçalves reinaldogoncalves1@gmail.com 1 Sumário 1. Swap 2. Swap cambial reverso 3. Swap inter-bancário de moedas 4. Mercado de futuros (futures) 5. Mercado a termo

Leia mais

Carta Circular N.º 312. REF: Consulta de Índices de Preços, Taxas, Moedas e Valores no Menu de Funções.

Carta Circular N.º 312. REF: Consulta de Índices de Preços, Taxas, Moedas e Valores no Menu de Funções. Carta Circular N.º 312 Aos Participantes de Todos os Sistemas REF: Consulta de Índices de Preços, Taxas, Moedas e Valores no Menu de Funções. A Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos

Leia mais

", em que: RWA CAM F EXP. Exp 1 CIRCULAR Nº 3.641, DE 4 DE MARÇO DE 2013

, em que: RWA CAM F EXP. Exp 1 CIRCULAR Nº 3.641, DE 4 DE MARÇO DE 2013 CIRCULAR Nº 3.641, DE 4 DE MARÇO DE 2013 Estabelece os procedimentos para o cálculo da parcela dos ativos ponderados pelo risco (RWA) referente às exposições em ouro, em moeda estrangeira e em ativos sujeitos

Leia mais

Preçário CAIXA ECONÓMICA MONTEPIO GERAL

Preçário CAIXA ECONÓMICA MONTEPIO GERAL Preçário CAIXA ECONÓMICA MONTEPIO GERAL Instituição de Crédito com sede em território nacional, de acordo com o previsto no Regime Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras Consulte o

Leia mais

Preçário BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 01-out-2016

Preçário BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 01-out-2016 Preçário BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 01-out-2016 Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo do Banco

Leia mais

Arquivos de Parâmetros, Cenários e Simulação de Risco Relatório de Definições de Arquivos

Arquivos de Parâmetros, Cenários e Simulação de Risco Relatório de Definições de Arquivos Arquivos de Parâmetros, Cenários e Simulação Relatório de Definições de Arquivos Este documento descreve um conjunto de definições de arquivos desenvolvidos pela BM&FBOVESPA, a serem utilizados no processo

Leia mais

Títulos e Valores Mobiliários Nome do Arquivo Registro de CDA/WA. Header. Seq. Campo

Títulos e Valores Mobiliários Nome do Arquivo Registro de CDA/WA. Header. Seq. Campo Versão: 25/10/2010 Títulos e Valores Mobiliários Nome do Arquivo 1.1.1 Registro de CDA/WA Header Seq. Campo Formato Posição Descrição/conteúdo 0 ID X(10) Codificação do Tipo do Instrumento Financeiro Veja

Leia mais

Contrato de Opção Flexível de Compra sobre Ibovespa Especificações

Contrato de Opção Flexível de Compra sobre Ibovespa Especificações Contrato de Opção Flexível de Compra sobre Ibovespa Especificações 1. Definições Contrato (especificações): termos e regras sob os quais as operações serão realizadas e liquidadas. Ibovespa: índice de

Leia mais

Diretoria de Comércio Exterior GECEX Campinas Gerência Regional de Apoio ao Comércio Exterior

Diretoria de Comércio Exterior GECEX Campinas Gerência Regional de Apoio ao Comércio Exterior Diretoria de Comércio Exterior GECEX Campinas Gerência Regional de Apoio ao Comércio Exterior CÂMBIO E POLÍTICA CAMBIAL Câmbio: compra e venda de moedas ou papéis conversíveis. Divisas - São as disponibilidades

Leia mais

Layout do Arquivo do imercado. Data: 31/07/2015

Layout do Arquivo do imercado. Data: 31/07/2015 Layout do Arquivo do imercado 1 Histórico de alterações Data de atualização Versão Informações 31/07/2015 1.0 Divulgação dos atributos do Arquivo do imercado que substituirá os arquivos CINF e CINFD; além

Leia mais

INTRODUÇÃO 4 ELEGIBILIDADE 7 METODOLOGIA 9 CÁLCULOS DO DELTA ( ) 17 EXEMPLOS 18 I. TERMO DE MOEDAS 18 II. SWAP 22 III. OPÇÕES 24

INTRODUÇÃO 4 ELEGIBILIDADE 7 METODOLOGIA 9 CÁLCULOS DO DELTA ( ) 17 EXEMPLOS 18 I. TERMO DE MOEDAS 18 II. SWAP 22 III. OPÇÕES 24 13/01/2012 INTRODUÇÃO 4 DISPOSIÇÕES GERAIS SOBRE O IOF 4 RECOLHIMENTO DO TRIBUTO 5 RELATÓRIO ENVIADOS PELAS CÂMARAS 6 ELEGIBILIDADE 7 OPERAÇÕES ELEGÍVEIS À TRIBUTAÇÃO DO IOF 7 OPERAÇÕES INELEGÍVEIS À TRIBUTAÇÃO

Leia mais

Contrato de Opção Flexível de Compra sobre. ishares Ibovespa Fundo de Índice (BOVA11): - Especificações -

Contrato de Opção Flexível de Compra sobre. ishares Ibovespa Fundo de Índice (BOVA11): - Especificações - Contrato de Opção Flexível de Compra sobre ishares Ibovespa Fundo de Índice (BOVA11) - Especificações - 1. Definições Contrato (especificações): ishares Ibovespa Fundo de Índice (BOVA11): Contrato negociado:

Leia mais

CONSÓRCIO BANRISUL. Layout Para Arquivo de Cobrança de Parcelas de Consórcio Sistema BDL-Carteira de Letras

CONSÓRCIO BANRISUL. Layout Para Arquivo de Cobrança de Parcelas de Consórcio Sistema BDL-Carteira de Letras 1 CONSÓRCIO BANRISUL Layout Para Arquivo de Cobrança de Parcelas de Consórcio Sistema BDL-Carteira de Letras Troca de Informações Via Arquivo Magnético Unidade Atendimento e Serviços Unidade de Gestão

Leia mais

Versão: 01/07/2013 Atualizado em: 06/09/2013

Versão: 01/07/2013 Atualizado em: 06/09/2013 Versão: 01/07/2013 Atualizado em: 06/09/2013 i Conteúdo Conteúdo Introdução ao Swap... 1 Conhecendo o Produto... 2 Ações dos botões das telas... 5 Lançamento... 7 Registro de Contrato - Fluxo Constante...

Leia mais

BOLETIM FINANCEIRO. H.Commcor 2016 EQUIPE. Quinta-feira, 04 de Fevereiro de 2016 PANORAMA

BOLETIM FINANCEIRO. H.Commcor 2016 EQUIPE. Quinta-feira, 04 de Fevereiro de 2016 PANORAMA BOLETIM FINANCEIRO Quinta-feira, 04 de Fevereiro de 2016 EQUIPE Luiz Henrique luizhmp@commcor.com.br Cleber Alessie cleber@commcor.com.br Lucio Baggio luciobagio@commcor.com.br Caio Liberato caiocosta@commcor.com.br

Leia mais

Quadro aplicável às taxas de câmbio de referência do euro

Quadro aplicável às taxas de câmbio de referência do euro Quadro aplicável às taxas de câmbio de referência do euro As taxas de câmbio de referência do euro publicadas pelo Banco Central Europeu (BCE) (também designadas taxas de referência do BCE ), o BCE, na

Leia mais

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES. CIRCULAR Nº 18/2009, de 6 de março de 2009

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES. CIRCULAR Nº 18/2009, de 6 de março de 2009 BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES CIRCULAR Nº 18/2009, de 6 de março de 2009 Ref.: Linhas de Financiamento BNDES-exim Pré-embarque, Pré-embarque Ágil, Préembarque Empresa Âncora

Leia mais

Mercado Cambial é a parte do mercado financeiro onde se realizam as operações de compra e venda de moeda estrangeira Funciona 24 h à escala

Mercado Cambial é a parte do mercado financeiro onde se realizam as operações de compra e venda de moeda estrangeira Funciona 24 h à escala MERCADO CAMBIAL 1 Mercado Cambial é a parte do mercado financeiro onde se realizam as operações de compra e venda de moeda estrangeira Funciona 24 h à escala planetária (devido á diferença horária entre

Leia mais

MBA/CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANÁLISE FINANCEIRA FINANÇAS INTERNACIONAIS FINANÇAS INTERNACIONAIS

MBA/CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANÁLISE FINANCEIRA FINANÇAS INTERNACIONAIS FINANÇAS INTERNACIONAIS MBA/CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ANÁLISE FINANCEIRA FINANÇAS INTERNACIONAIS MÓDULO II ISEG/UTL Objectivo Os Mercados Cambiais As Taxas de Câmbio Determinantes Cambiais 1 Arbitragem FINANÇAS INTERNACIONAIS

Leia mais

PROSPETO INFORMATIVO EUR NB DUAL EUROPA PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

PROSPETO INFORMATIVO EUR NB DUAL EUROPA PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO PROSPETO INFORMATIVO EUR NB DUAL EUROPA 2015-2019 PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Designação Depósito EUR NB DUAL EUROPA 2015-2019 Classificação Caracterização do produto Produto Financeiro Complexo Depósito

Leia mais

SISTEMA DE RISCO DO SEGMENTO BM&F SUBSISTEMA DE MARGEM PARA ATIVOS LÍQUIDOS ANEXO III FUTUROS DE MOEDAS E AGROPECUÁRIOS COM LIQUIDAÇÃO FINANCEIRA

SISTEMA DE RISCO DO SEGMENTO BM&F SUBSISTEMA DE MARGEM PARA ATIVOS LÍQUIDOS ANEXO III FUTUROS DE MOEDAS E AGROPECUÁRIOS COM LIQUIDAÇÃO FINANCEIRA 1/2011 Bolsa de Valores, Mercadorias & Futuros SISTEMA DE RISCO DO SEGMENTO BM&F SUBSISTEMA DE MARGEM PARA ATIVOS LÍQUIDOS ANEXO III FUTUROS DE MOEDAS E AGROPECUÁRIOS COM LIQUIDAÇÃO FINANCEIRA Neste anexo,

Leia mais

1º TESTE INTERMÉDIO DE INTRODUÇÃO AOS MERCADOS FINANCEIROS

1º TESTE INTERMÉDIO DE INTRODUÇÃO AOS MERCADOS FINANCEIROS INSTITUTO SUPERIOR DE GESTÃO BANCÁRIA 1º TESTE INTERMÉDIO DE INTRODUÇÃO AOS MERCADOS FINANCEIROS ANO LECTIVO 2008/2009 ÉPOCA NORMAL Duração: 1,5 horas Já com a tolerância Atenção: Não se esqueça de indicar

Leia mais

Arquivo de Séries Autorizadas por Empresa e Pontos de Índices: SI_D_SEDE V 1.0

Arquivo de Séries Autorizadas por Empresa e Pontos de Índices: SI_D_SEDE V 1.0 Arquivo de Séries Autorizadas por Empresa e Pontos de Índices: SI_D_SEDE V 1.0 Externa 1/7 Arquivo de Séries Autorizadas por Empresa e Pontos de Índices: SI_D_SEDE V 1.0 Classificação das Informações Confidencial

Leia mais

Dynamic Currency Conversion

Dynamic Currency Conversion Serviço (DCC) Perguntas Frequentes 1- Quais as moedas abrangidas pelo serviço DCC? Com o serviço DCC o comerciante pode oferecer aos seus clientes com cartões emitidos em Libras Esterlinas, Dólares Norte-Americanos,

Leia mais

Tamanho mínimo da posição (em USD) *4, 16. Tamanho de um PIP / / / 3500

Tamanho mínimo da posição (em USD) *4, 16. Tamanho de um PIP / / / 3500 European Short-Term Digital Options Símbolo Descrição Instrument o Preço de referência de um PIP mínimo da posição (em USD) *4, 16 máximo da posição (em USD) *3, 16 Minímo/Máxi mo da posição (em USD) *

Leia mais

MANUAL DE NORMAS TERMO DE MOEDA

MANUAL DE NORMAS TERMO DE MOEDA MANUAL DE NORMAS TERMO DE MOEDA VERSÃO: 23/05/2011 2/10 MANUAL DE NORMAS TERMO DE MOEDA ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO SEGUNDO DAS DEFINIÇÕES 3 CAPÍTULO TERCEIRO DOS PARTICIPANTES 6 CAPÍTULO

Leia mais

PROSPETO INFORMATIVO EUR NB DUAL PETRÓLEO PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

PROSPETO INFORMATIVO EUR NB DUAL PETRÓLEO PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO PROSPETO INFORMATIVO EUR NB DUAL PETRÓLEO 2016-2018 PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Designação EUR NB DUAL PETRÓLEO 2016-2018 Classificação Caracterização do produto Produto Financeiro Complexo Depósito Dual

Leia mais

Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA Segmentos BOVESPA e BM&F

Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA Segmentos BOVESPA e BM&F 01 de julho de 2016 061/2016-DO C O M U N I C A D O E X T E R N O Participantes dos Mercados da BM&FBOVESPA Segmentos BOVESPA e BM&F Ref.: Registro da BM&FBOVESPA pela U.S. Commodity Futures Trading Commission

Leia mais

Certificação CPA20 V 9.8

Certificação CPA20 V 9.8 3.5 Derivativos... 2 3.5.1 Termo, Futuros, Swaps e Opções: Características Formais dos Derivativos... 2 3.5.1.1 Contratos a Termo... 2 3.5.1.2 Contratos Futuros... 4 3.5.1.3 Contrato de SWAP... 5 3.5.1.4

Leia mais

Introdução aos Derivativos de Crédito... 1. Conhecendo o produto... 2 Ações dos botões das telas... 5. Registro... 7

Introdução aos Derivativos de Crédito... 1. Conhecendo o produto... 2 Ações dos botões das telas... 5. Registro... 7 Versão: 28/12/2009 Conteúdo Introdução aos Derivativos de Crédito... 1 Conhecendo o produto... 2 Ações dos botões das telas... 5 Registro... 7 Registro de Contrato... 8 Atualização de PU/Fator... 20 Informação

Leia mais

Entendendo os Futuros de FX

Entendendo os Futuros de FX MOEDAS Entendendo os Futuros de FX 22 DE ABRIL DE 2013 John W. Labuszewski Sandra Ro David Gibbs Diretor-Gerente Diretor Executivo Diretor Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos 312-466-7469 jlab@cmegroup.com

Leia mais

BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. 19. CONTAS DE DEPÓSITO (OUTROS CLIENTES)

BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. 19. CONTAS DE DEPÓSITO (OUTROS CLIENTES) 19.1. Depósitos à ordem Tipo de Conta Conta Cliente de Solicitador: O titular é o Solicitador; montante mínimo de abertura: n.a. Conta Cliente de Solicitador < 30.000 0,000% 30.000 a 50.000 0,0625% > 50.000

Leia mais

PRÓS E CONTRAS NA TROCA DE MOEDA. Edmilson Milan

PRÓS E CONTRAS NA TROCA DE MOEDA. Edmilson Milan PRÓS E CONTRAS NA TROCA DE MOEDA Edmilson Milan DÓLAR x REAL Eleições 2002 Crise 2008 Janeiro 1999 DÓLAR x YEN DÓLAR x EURO CENÁRIOS FINANCEIROS A construção de cenário pode contemplar, entre outros: Inflação;

Leia mais

BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. 1. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) Entrada em vigor: 21-out-2015 (ÍNDICE) 1.1. Depósitos à ordem

BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. 1. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) Entrada em vigor: 21-out-2015 (ÍNDICE) 1.1. Depósitos à ordem 1.1. Depósitos à ordem Comissões Euros (Mín/Máx) Valor Anual Imposto 1ª Conta: O único titular é o menor que deverá ter entre 0 e 13 anos de idade; montante mínimo de abertura: 50 (ou equivalente noutra

Leia mais

Tipo de custo Situação Condições Unidade Notas

Tipo de custo Situação Condições Unidade Notas Despesas de manutenção da conta A tramitação de eventos corporativos, quer sejam voluntários ou obrigatórios Conta sem actividade durante 6 meses 100 USD Aplicar-se-á uma comissão de inactividade de 100

Leia mais

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Dezembro 2015

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Dezembro 2015 Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Dezembro 2015 Informamos os procedimentos a serem aplicados durante o mês de dezembro 2015 para a apuração dos preços

Leia mais

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Outubro 2011

Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Outubro 2011 Critérios para a Apuração dos Preços de Ajuste e Prêmios das Opções de Compra e de Venda Outubro 2011 Informamos os procedimentos a serem aplicados durante o mês de outubro de 2011 para a apuração dos

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS DA BOLSA DE VALORES DE SÃO PAULO S.A. 1 / 6. Capítulo Revisão Data

MANUAL DE PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS DA BOLSA DE VALORES DE SÃO PAULO S.A. 1 / 6. Capítulo Revisão Data DA BOLSA DE VALORES DE SÃO PAULO S.A. 1 / 6 CAPÍTULO X DO MERCADO DE OPÇÕES 10.1 CODIFICAÇÃO DAS SÉRIES A codificação utilizada no mercado de opções é composto de 5 letras (as 4 primeiras correspondem

Leia mais

Prospecto Informativo Invest Farmacêuticas Agosto 2015

Prospecto Informativo Invest Farmacêuticas Agosto 2015 Prospecto Informativo Invest Farmacêuticas Agosto 2015 Agosto de 2015 Designação: Invest Farmacêuticas Agosto 2015 Classificação: Caracterização do Produto: Produto financeiro complexo Depósito Indexado.

Leia mais

17. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES)

17. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) 17.1. Depósitos à ordem Contas à ordem Os juros obtidos estão sujeitos a retenção na fonte de imposto sobre o rendimento, à taxa que estiver em vigor na data de pagamento de juros. (2) Aplicável a todas

Leia mais

Preçário ABANCA CORPORACIÓN BANCARIA, S.A. - SUCURSAL EM PORTUGAL

Preçário ABANCA CORPORACIÓN BANCARIA, S.A. - SUCURSAL EM PORTUGAL Preçário ABANCA CORPORACIÓN BANCARIA, S.A. - SUCURSAL EM PORTUGAL Sucursal de Instituição de Crédito com sede no estrangeiro (autorizada noutro estado membro da Comunidade Europeia) Consulte o FOLHETO

Leia mais

PROSPETO INFORMATIVO Depósito Indexado - Produto Financeiro Complexo

PROSPETO INFORMATIVO Depósito Indexado - Produto Financeiro Complexo Designação Classificação Caracterização do Produto Garantia de Capital Caixa JPY Down agosto 2017_PFC Produto Financeiro Complexo Depósito Indexado Depósito indexado, pelo prazo de 1 ano, não mobilizável

Leia mais

19. CONTAS DE DEPÓSITO (OUTROS CLIENTES) (ÍNDICE)

19. CONTAS DE DEPÓSITO (OUTROS CLIENTES) (ÍNDICE) 19.1. Depósitos à ordem Contas de Depósitos à Ordem Conta Clássica Até 14.960,00 0,000% Superior a 14.960,00 0,000% Conta Gestão Tesouraria Banif Rendimento >= 2.500 Conta Condomínio 0,500% Superior a

Leia mais

MANUAL DE MARCAÇÃO A MERCADO

MANUAL DE MARCAÇÃO A MERCADO MANUAL DE MARCAÇÃO A MERCADO BNP PARIBAS ASSET MANAGEMENT ÚLTIMA VERSÃO: 24/06/2010 RESPONSÁVEL: MARIA CARLOTA SENGER MARIA.SENGER@BR.BNPPARIBAS.COM SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 2. PROCESSOS E ESTRUTURAS

Leia mais

Versão: 22/07/2013 Atualizado em: 22/07/2013

Versão: 22/07/2013 Atualizado em: 22/07/2013 Versão: 22/07/2013 Atualizado em: 22/07/2013 i Derivativos Realizados no Exterior Conteúdo Introdução aos Derivativos Realizados no Exterior... 1 Conhecendo o Produto... 2 Ações dos Botões das Telas...

Leia mais

Manual de. Brazil Risk Dept. Novembro /2015. Marcação a Mercado

Manual de. Brazil Risk Dept. Novembro /2015. Marcação a Mercado Manual de Brazil Risk Dept. Novembro /2015 Marcação a Mercado 1 1. INTRODUÇÃO... 3 2. PROCESSOS E ESTRUTURAS ORGANIZACIONAIS ENVOLVIDAS... 4 3. ASPECTOS METODOLÓGICOS... 6 3.1. COTA ABERTURA VS. COTA DE

Leia mais

Índice 1 Atualizações Receber Arquivos... 4

Índice 1 Atualizações Receber Arquivos... 4 Índice 1 Atualizações... 3 2 Receber Arquivos... 4 2.1.1 Saldos Modificados Consolidados Escriturador DSMODIFCONSOLIDADO_ESCRITURADOR... 4 2.1.2 Saldos Modificados Consolidados Custodiante do Emissor DSMODIFCONSOLIDADO_CEMISSOR...

Leia mais

Preçário CAIXA ECONÓMICA MONTEPIO GERAL

Preçário CAIXA ECONÓMICA MONTEPIO GERAL Preçário CAIXA ECONÓMICA MONTEPIO GERAL Instituição de Crédito com sede em território nacional, de acordo com o previsto no Regime Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras Consulte o

Leia mais

PROGRAMA DE RELACIONAMENTO BRASILIA DA GENTE

PROGRAMA DE RELACIONAMENTO BRASILIA DA GENTE 1. OBJETIVO PROGRAMA DE RELACIONAMENTO BRASILIA DA GENTE 1.1 Este instrumento tem como objetivo regulamentar a participação dos titulares dos cartões de crédito da Cartão BRB, participantes do Programa

Leia mais

ANEXO II. Da Instrução CVM Nº 404, de 13 de fevereiro de Rendimento pelo IGP-M + Juros

ANEXO II. Da Instrução CVM Nº 404, de 13 de fevereiro de Rendimento pelo IGP-M + Juros ANEXO II Da Instrução CVM Nº 404, de 13 de fevereiro de 2004 Rendimento pelo IGP-M + Juros TERMO DE ADITAMENTO À ESCRITURA DA [N.º de ordem da emissão] EMISSÃO DE DEBÊNTURES SIMPLES DA [Nome da Companhia

Leia mais

Jornal Oficial da União Europeia L 147. Legislação. Atos não legislativos. 59. o ano. Edição em língua portuguesa. 3 de junho de 2016.

Jornal Oficial da União Europeia L 147. Legislação. Atos não legislativos. 59. o ano. Edição em língua portuguesa. 3 de junho de 2016. Jornal Oficial da União Europeia L 147 Edição em língua portuguesa Legislação 59. o ano 3 de junho de 2016 Índice II Atos não legislativos REGULAMENTOS Regulamento de Execução (UE) 2016/869 da Comissão,

Leia mais

O que explica o movimento conjunto das moedas?

O que explica o movimento conjunto das moedas? Macro Visão maio de 2015 O que explica o movimento conjunto das moedas? Além dos fatores idiossincráticos de cada país, existem também fatores comuns a todas as moedas que fazem com que elas se movimentem

Leia mais

Preçário ABANCA CORPORACIÓN BANCARIA, S.A. - SUCURSAL EM PORTUGAL

Preçário ABANCA CORPORACIÓN BANCARIA, S.A. - SUCURSAL EM PORTUGAL Preçário ABANCA CORPORACIÓN BANCARIA, S.A. - SUCURSAL EM PORTUGAL Sucursal de Instituição de Crédito com sede no estrangeiro (autorizada noutro estado membro da Comunidade Europeia) Consulte o FOLHETO

Leia mais

Parágrafo 1º Para a apuração do limite estabelecido no caput define-se como:

Parágrafo 1º Para a apuração do limite estabelecido no caput define-se como: CIRCULAR Nº 2894 Documento normativo revogado pela Circular 3.367, de 12/09/2007. Estabelece procedimentos para o cálculo do limite de exposição em ouro e em ativos e passivos referenciados em variação

Leia mais

EJA 5ª FASE PROF. JEFFERSON OLIVEIRA PROF.ª LUDMILA DUTRA

EJA 5ª FASE PROF. JEFFERSON OLIVEIRA PROF.ª LUDMILA DUTRA EJA 5ª FASE PROF. JEFFERSON OLIVEIRA PROF.ª LUDMILA DUTRA Unidade III O Continente Europeu e CEI 2 Aula 13.2 Conteúdo União Europeia 3 Habilidade Analisar a importância que a União Europeia possui para

Leia mais