Princípios de modelagem de Domínio e Projeto(design) de Software Parte 2

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Princípios de modelagem de Domínio e Projeto(design) de Software Parte 2"

Transcrição

1 Princípios de modelagem de Domínio e Projeto(design) de Software Parte 2 Prof. Gustavo Willam Pereira ENG10082 Programação II Créditos: Prof. Clayton Vieira Fraga Filho

2 Análise de Casos de Uso (continuação) Diagrama de casos de uso Importante salientar que antes de iniciar a análise de cada caso de uso em específico, é importante ter a visão geral do sistema que está sendo proposto, por meio das definições de todos os casos de uso. Para isso, utiliza-se o diagrama de casos de uso, composto de: Atores; Casos de uso; Relacionamentos. 2

3 Análise de Casos de Uso (continuação) Diagrama de casos de uso O Ator, em um diagrama de Casos de Uso (dcu) é um PAPEL DESEMPENHADO POR ALGUMA COISA EXTERNA ao sistema (não necessariamente uma pessoa). Outros sistemas (externos) também podem ser atores. A representação do Caso de Uso no Diagrama é simples: a elipse representa uma forma que o sistema se comporta do ponto de vista do Ator. O nome do Caso de Uso é uma forma de elucidar esse comportamento do sistema, assim sendo, o nome do caso de uso define o OBJETIVO do Ator, isto é, o que ele quer fazer no sistema. uc Casosd... Ator uc CasosdeUso Cadastrar clientes 3

4 Análise de Casos de Uso (continuação) Diagrama de casos de uso A notação básica do diagrama são Atores representados pelos bonequinhos. Uma linha conecta atores aos Casos de Uso informando que o sistema permitirá ao Ator usar o Caso de Uso diretamente. Os Casos de Uso são representados por elipses uc CasosdeUso uc: exemplo sistema de vendas Vendedor Cadastrar clientes Cadastrar produtos Efetuar v endas Gerente Registrar recebimentos 4

5 Análise de Casos de Uso (continuação) Após a identificação de todos os casos de uso que devem atender o que os clientes querem para o sistema; De posse da descrição expandida (narrativa) de cada um deles: Verificar o texto dos casos de uso expandidos Selecionar termos que representam informação transmitida do ator para o sistema Agrupar sinônimos 5

6 Análise de Casos de Uso (continuação) Caso de Uso Essencial Cadastrar um cliente Fluxo principal 1. O cliente chega ao balcão para fazer seu cadastro 2. O atendente solicita seu nome e um comprovante de renda (com valor total da renda atualizado) 3. O atendente faz a classificação do cliente e atribui um percentual de desconto 4. O atendente informa ao cliente que seu registro foi feito com sucesso. Fluxos de exceção FE1 - Cliente não lembra sua renda 1. O cliente não tem um comprovante de renda 2. O atendente solicita que seja providenciado 3. O cliente se dispõe a providenciar 4. O registro é suspenso. Fluxos alternativos Não há

7 Análise de Casos de Uso (continuação) Termos identificados na 1º avaliação do analista: Cliente Nome Comprovante de Renda Classificação do cliente Percentual de Desconto Em um outro momento o analista pode necessitar esclarecer junto ao stakeholder: Por que é necessário ter um comprovante de renda? O que é classificação do cliente e como é feita a classificação? Como o percentual de desconto é atribuído? Ou pode ser que essas informações tenham sido obtidas em uma conversa prévia, que tenha sido inclusive gravada em áudio.

8 Análise de Casos de Uso (continuação) O cliente pode explicar ao analista que (quase nunca de forma tão direta como segue): A empresa mantém um cadastro de clientes, com seu código, nome, renda e tipo (Prata e Ouro). Os clientes podem se cadastrar na empresa e participar de 2 categorias (tipos) distintos. Clientes tipo Ouro são aqueles com renda superior a 1000 reais. Estes têm 10% de desconto no valor das suas faturas. Clientes prata são aqueles com renda entre 300 e 1000 reais e tem desconto de 5%. Os demais clientes cadastrados com renda inferior a 300 reais não tem classificação (tipo) e não possuem desconto;

9 Análise de Casos de Uso (continuação) O analista pode identificar a classe de domínio Cliente, como segue: class Venda class Venda class Venda Cliente - codcliente -/ desconto - nome - renda - tipo ou ClienteOuro Cliente - codcliente -/ desconto - nome - renda ClientePrata ou Cliente - codcliente -/ desconto - nome - renda 1 +tipo 1 Tipo - desconto - limiteinferiorrenda - limitesuperiorrenda - tipo

10 Análise de Casos de Uso (continuação) Passos da Atividade de Análise: Identificar as classes Identificar responsabilidades das classes Identificar relacionamentos Identificar atributos Identificar persistência 10

11 Análise de Casos de Uso (continuação) Identificando as classes No primeiro passo de análise, identificaremos três tipos de classes: Fronteira Entidade Controle Tais classes são identificadas separadamente para cada caso de uso 11

12 Análise de Casos de Uso (continuação) Caso de Uso Essencial Cadastrar um cliente Fluxo principal 1. O cliente chega ao balcão para fazer seu cadastro 2. O atendente informa o procedimento e solicita o nome do cliente e um comprovante de renda (com valor total da renda atualizado) [FE1] 3. [EV] O atendente registrar o nome e a renda do cliente 4. [RS] O sistema exibe a classificação do cliente e o percentual de desconto autorizado. 5. O atendente informa ao cliente que seu registro foi feito com sucesso. Fluxos de exceção FE1 - Cliente não lembra sua renda 1. O cliente não tem um comprovante de renda 2. O atendente solicita que seja providenciado 3. O cliente se dispõe a providenciar 4. O registro é suspenso. Fluxos alternativos Não há

13 Análise de Casos de Uso (continuação) Exemplo Que classes preciso criar? uma classe de fronteira para lidar com a interação dos atores com o sistema uma classe de entidade para representar as informações relevantes do cliente uma classe de controle para gerenciar o fluxo de execução do caso de uso 13

14 Análise de Casos de Uso (continuação) Exemplo TelaCadastroCliente ControladorCliente Cliente Há diferentes opções de visualização dos estereótipos, por exemplo modo texto: <<boundary>> TelaCadastroCliente <<control>> ControladorCliente <<entity>> Cliente 14

15 Análise de Casos de Uso (continuação) Exemplo <<boundary>> TelaCadastroCliente <<control>> ControladorCliente <<entity>> Cliente Só teremos um cliente? Onde ficarão armazenados os demais? Que classe será responsável por realizar as tarefas de persistência? 15

16 Análise de Casos de Uso (continuação) Para cada classe de entidade que precise ser persistente, é criada uma nova classe com o estereótipo <<entity collection>> ou <<persistence>>. <<boundary>> TelaCadastroCliente <<control>> ControladorCliente <<entity>> Cliente <<entity collection>> CadastroClientes Compatível com o vetor de clientes, ou lista de clientes na programação estruturada. 16

17 Diagramas de interação Após a identificação das classes, é necessário descobrir quais são as responsabilidades de cada classe, o que cada uma precisa fazer. Os diagramas de interação (seqüência e colaboração) são muito úteis nesta tarefa. Inicialmente deve-se identificar as informações trocadas entre os elementos identificados durante e categorizados pela método BCE. 17

18 Diagramas de interação: Sequência : CadastroClientes : Atendente : TelaCadastroCliente : ControladorCliente : Cliente 1 : nome, renda() 2 : nome, renda() 3 : calcula o % de desconto() 4 : classifica o cliente() 5 : Cria a entidade() 6 : Cadastra a entidade na lista() 18

19 Diagrama de Sequência: Overview Instância da classe, ou ator. Pode ter o nome ou o tipo, ou ambos. : CadastroClientes : Atendente : TelaCadastroCliente : ControladorCliente : Cliente 1 : nome, renda() Região de execução 2 : nome, renda() 3 : calcula o % de desconto() 4 : classifica o cliente() Estímulo ou mensagem enviada de um objeto para o outro, ou executada pelo mesmo objeto 5 : Cria a entidade() 6 : Cadastra a entidade na lista() Linha de vida: o sistema ou o ator está inativo, mas está instanciado Quando a linha está cheia, o sistema está ativo (operando ou aguardando o resultado de alguma operação) 19

20 Diagramas de interação : CadastroClientes : Atendente : TelaCadastroCliente : ControladorCliente : Cliente 1 : nome, renda() 2 : nome, renda() 3 : calcula o % de desconto() Por que existe esse envio de informações? O que TelaCadastroCliente precisa fazer? O mesmo vale para as demais 4 : classifica o cliente() 5 : Cria a entidade() 6 : Cadastra a entidade na lista() 20

21 Alocando responsabilidades Após identificarmos as responsabilidades (métodos) pelos diagramas de interação, devemos acrescentar os métodos nas classes previamente identificadas (1º passo); Exemplo das classes com métodos: <<boundary>> TelaCadastroCliente <<control>> ControladorCliente +cadastrar(nome, renda) +cadastrar(nome, renda) +calculadesconto() +classificacliente() <<entity collection>> CadastroClientes <<entity>> Cliente +clientes +cadastrar(nome, renda, desconto, tipo) +nome +renda +desconto 21

22 Identificando Atributos Também é necessário identificar quais os atributos das classes Um bom conhecimento do domínio do problema é bastante importante para esta tarefa, principalmente na identificação de atributos das classes de entidade Nesta etapa ainda não precisamos indicar quais os tipos dos atributos 22

23 Diagrama final 23

24 Análise de Casos de Uso (continuação) Outro exemplo Efetuar Login (resumo do caso de uso) Fluxo principal: 1. Usuário informa login e senha 24

25 Análise de Casos de Uso (continuação) Exemplo Que classes preciso criar? uma classe de fronteira para lidar com a interação dos atores com o sistema uma classe de entidade para representar as informações relevantes do aluno uma classe de controle para gerenciar o fluxo de execução do caso de uso 25

26 Análise de Casos de Uso (continuação) Exemplo TelaLogin ControladorLogin Us uario Há diferentes opções de visualização dos estereótipos, por exemplo modo texto: < < boundary > > Tela Login < < c ontrol> > ControladorLogin < < entity > > Us uario 26

27 Análise de Casos de Uso (continuação) Exemplo < < boundary > > Tela Login < < c ontrol> > ControladorLogin < < entity > > Us uario Só teremos um usuário? Onde ficarão armazenados os demais usuários? Que classe será responsável por realizar as tarefas de persistência? 27

28 Análise de Casos de Uso (continuação) Para cada classe de entidade que precise ser persistente, é criada uma nova classe com o estereótipo <<entity collection>> ou <<persistence>> <<boundary>> TelaLogin <<control>> ControladorLogin <<entity collection>> CadastroUsuarios <<entity>> Usuario 28

29 Diagramas de interação Após a identificação das classes, é necessário descobrir quais são as responsabilidades de cada classe, o que cada uma precisa fazer. Os diagramas de interação (seqüência e colaboração) são muito úteis nesta tarefa. Inicialmente deve-se identificar as informações trocadas entre os elementos identificados durante e categorizados pela método BCE. 29

30 Diagramas de interação Após a identificação das classes, é necessário descobrir quais são as responsabilidades de cada classe, o que cada uma precisa fazer. Os diagramas de interação (sequência e colaboração) são muito úteis nesta tarefa : usuário : TelaLogin : Con trolado rlogin : Cadas troalunos efetuarlogin(login, senha) efetuarlogin(login, senha) checar(login, senha) regis trars es sao() 30

31 Alocando responsabilidades Após identificarmos as responsabilidades (métodos) pelos diagramas de interação, devemos acrescentar os métodos nas classes previamente identificadas (1º passo); Exemplo das classes com métodos: <<boundary>> TelaLogin efetuarlogin(login, senha) <<control>> ControladorLogin efetuarlogin(login, senha) registrarsessao() <<entity collec tion>> CadastroUsuarios <<entity>> Usuario checar(login, senha) 31

32 Identificando Atributos Também é necessário identificar quais os atributos das classes Um bom conhecimento do domínio do problema é bastante importante para esta tarefa, principalmente na identificação de atributos das classes de entidade Nesta etapa ainda não precisamos indicar quais os tipos dos atributos 32

33 Diagrama final 33

34 Pausa para organizar os elementos: Classe criada para receber a interação <<boundary>> TelaLogin * efetuarlogin(login, senha) 1 Classe criada para controlar interação <<control>> ControladorLogin efetuarlogin(login, senha) registrarsessao() 1 <<entity collection>> 1 CadastroUsuarios checar(login, senha) Classe criada para armazenar (servir de depósito, repositório) de usuários <<entity>> Usuario login senha Conceito do domínio do problema 34

35 Pausa para organizar os elementos: Pacotes Em UML, um pacote é definido como: "Um mecanismo de propósito geral para organizar elementos semanticamente relacionados em grupos." Todos os modelos de elementos que são ligados ou referenciados por um pacote são chamados de "Conteúdo do pacote". Um pacote possui vários modelos de elementos, e isto significa que estes não podem ser incluídos em outros pacotes. InterfaceGrafica Domínio Vejamos um exemplo no StarUML Controladora Persistencia 35

36 Diagrama de Casos de Uso: uma atualização Após a descrição (expansão) de todos os casos de uso, obtemos uma versão final do diagrama de casos de uso, considerando os pontos de inclusão e extensão. uc CasosdeUso Versão inicial do UD uc CasosdeUso Outra versão do UD Cadastrar clientes Cadastrar clientes Cadastrar produtos «extend» Vendedor Cadastrar produtos Vendedor «extend» Efetuar v endas Efetuar v endas Consultar v endas «extend» Gerente Registrar recebimentos Registrar recebimentos Gerente 36

37 Diagrama de Casos de Uso: mais conceitos Pontos de Extensão <<extend>> Início da técnica de Caso de Uso: analistas tinham um problema para acrescentar comportamentos em Casos de Uso que já estavam definidos. Eles imaginavam que seria muito bom se o Caso de Uso definido abrisse uma porta para que os novos comportamentos da evolução do software fossem incorporados. Essa foi a motivação do relacionamento «extend». Um Caso de Uso disponibiliza um ponto de extensão (extension point) que outros Casos de Uso podem observar e de acordo com uma condição, este Caso de Uso que está observando pode assumir o controle e embutir os seus comportamentos. 37

38 Diagrama de Casos de Uso: mais conceitos Pontos de Extensão <<extend>> uc CasosdeUso Cadastrar clientes Cadastrar produtos «extend» Vendedor «extend» Efetuar v endas Consultar v endas «extend» Registrar recebimentos Gerente 38

39 Diagrama de Casos de Uso: mais conceitos Pontos de Inclusão <<include>> O ponto de inclusão é usado quando um caso de uso deve incluir o comportamento do outro. Significa que o caso de uso A inclui o comportamento do caso de uso B. É representada pelo estereótipo <<include>> uc CasosdeUso A «include» B Exemplo: O stakeholder do sistema de pedidos solicitou que exista uma forma de imprimir a segunda via da Venda realizada. Considerando que o caso de uso Efetuar Vendas (já existente) tenha em seu fluxo principal a opção de imprimir a venda que está sendo feita, podese extrair o trecho e criar um caso de uso Imprimir cópia da venda 39

40 Diagrama de Casos de Uso: mais conceitos Pontos de Inclusão <<include>>: O ponto de inclusão é usado quando um caso de uso deve incluir o comportamento do outro. A inclusão sempre é executada. Exemplo: Imagine que o stakeholder do sistema de pedidos solicitou que exista uma forma de imprimir a segunda via da Venda realizada. Considerando que o caso de uso Efetuar Vendas (já existente) tenha em seu fluxo principal a opção de imprimir a venda que está sendo feita, pode-se extrair o trecho e criar um caso de uso Imprimir cópia da venda 40

41 Diagrama de Casos de Uso: mais conceitos Pontos de Inclusão <<include>> O diagrama final ficaria: uc CasosdeUso Cadastrar clientes Cadastrar produtos «extend» Vendedor «extend» Efetuar v endas Consultar v endas «include» «extend» Imprimir cópia da Venda Registrar recebimentos Gerente 41

Casos de Uso. Prof. Clayton Vieira Fraga Filho site: www.claytonfraga.pro.br e-mail: claytonfraga@gmail.com ENG10015 Engenharia de Software

Casos de Uso. Prof. Clayton Vieira Fraga Filho site: www.claytonfraga.pro.br e-mail: claytonfraga@gmail.com ENG10015 Engenharia de Software Prof. Clayton Vieira Fraga Filho site: www.claytonfraga.pro.br e-mail: claytonfraga@gmail.com ENG10015 Engenharia de Software Um caso de uso descreve o que seu sistema faz para atingir determinado objetivo

Leia mais

Tarciane Andrade. tarcianeandrade@gmail.com

Tarciane Andrade. tarcianeandrade@gmail.com Tarciane Andrade tarcianeandrade@gmail.com Contexto Análise Passando de casos de uso para diagramas de classes 2 Após a etapa de análise de requisitos, temos documentos de requisitos e os casos de uso

Leia mais

Curso de Licenciatura em Informática

Curso de Licenciatura em Informática Curso de Licenciatura em Informática Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas Professor: Rafael Vargas Mesquita EXERCÍCIOS SOBRE MODELAGEM DE CASOS DE USO Exercício 1: construa um Diagrama de Casos de

Leia mais

Modelagem de Sistemas Prof. Marcos Roberto e Silva

Modelagem de Sistemas Prof. Marcos Roberto e Silva Modelagem de Sistemas Prof. Marcos Roberto e Silva Diagrama de Casos de Uso Demonstra o comportamento externo do sistema, através de uma linguagem simples. Apresentando o sistema sobre a perspectiva do

Leia mais

Engenharia de Software III

Engenharia de Software III Engenharia de Software III Casos de uso http://dl.dropbox.com/u/3025380/es3/aula6.pdf (flavio.ceci@unisul.br) 09/09/2010 O que são casos de uso? Um caso de uso procura documentar as ações necessárias,

Leia mais

Uma visão mais clara da UML Sumário

Uma visão mais clara da UML Sumário Uma visão mais clara da UML Sumário 1 Definição de Objeto...2 2 Estereótipos...3 2.1 Classe fronteira (boundary):...3 2.2 Classe de Entidade (entity):...3 2.3 Classe de Controle (control):...4 3 Interação

Leia mais

A Linguagem de Modelagem Unificada (UML)

A Linguagem de Modelagem Unificada (UML) Aécio Costa A Linguagem de Modelagem Unificada (UML) Percebeu-se a necessidade de um padrão para a modelagem de sistemas, que fosse aceito e utilizado amplamente. Surge a UML (Unified Modeling Language)

Leia mais

04/07/2015 UML. Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@hotmail.com DEFINIÇÃO DE REQUSIITOS

04/07/2015 UML. Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@hotmail.com DEFINIÇÃO DE REQUSIITOS UML Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@hotmail.com DEFINIÇÃO DE REQUSIITOS 1 REQUISITOS São os serviços fornecidos para um sistema. São classificados em requisitos

Leia mais

Introdução Diagramas de Casos de Uso Diagramas de Classes Estoque Fácil

Introdução Diagramas de Casos de Uso Diagramas de Classes Estoque Fácil UFCG Introdução Diagramas de Casos de Uso Diagramas de Classes Estoque Fácil Arthur Silva Freire Caio César Meira Paes Carlos Artur Nascimento Vieira Matheus de Araújo Maciel Tiago Brasileiro Araújo Engenharia

Leia mais

Princípios de modelagem de Domínio e Projeto(design) de Software Parte 1

Princípios de modelagem de Domínio e Projeto(design) de Software Parte 1 Princípios de modelagem de Domínio e Projeto(design) de Software Parte 1 Prof. Gustavo Willam Pereira ENG10082 Programação II Créditos: Prof. Clayton Vieira Fraga Filho Apesar de todas as vantagens que

Leia mais

DIAGRAMA DE CASO DE USO

DIAGRAMA DE CASO DE USO DIAGRAMA DE CASO DE USO Descrição do Caso de Uso R1. O sistema permite o atendente cadastrar cliente. R2. O sistema permite o atendente atualizar dados do cliente. R3. O sistema permite o atendente listar

Leia mais

Simulador de Pagamento

Simulador de Pagamento Simulador de Pagamento Versão: VS01 Data: 10/03/13 Identificador do documento: Wytor, Náthilla, Pedro Náthilla 1 Histo rico de reviso es Versão Data Autor Descrição Localização VS01 05/006/2013 Wytor Náthilla

Leia mais

CASO DE USO. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com

CASO DE USO. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com CASO DE USO Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com Caso de Uso Descreve o modelo funcional (comportamento) do sistema Técnica de especificaçao de requisitos Especifica um serviço que o sistema

Leia mais

Modelagem de Software Prof. Flávio de Oliveira Silva, Ph.D.

Modelagem de Software Prof. Flávio de Oliveira Silva, Ph.D. UML Diagramas Um diagrama é a apresentação gráfica de um conjunto de elementos, onde os vértices são ITENS e os arcos RELACIONAMENTOS UML 2.0 possui os seguintes diagramas: Diagrama de Classes (Class Diagram)

Leia mais

Modelagem de Casos de Uso (Parte 1)

Modelagem de Casos de Uso (Parte 1) Modelagem de Casos de Uso (Parte 1) Roteiro Introdução Descrição: Sistema de Ponto de Vendas Casos de Usos Atores Fluxo de Eventos Cenários Formato de Documentação de Casos de Uso Diagramas de Casos de

Leia mais

CADASTROS DE VENDAS, PEDIDOS, ORÇAMENTOS OU DEVOLUÇÕES

CADASTROS DE VENDAS, PEDIDOS, ORÇAMENTOS OU DEVOLUÇÕES Vamos detalhar neste tutorial o processamento de lançamento das vendas, pedidos de representantes, orçamentos para clientes e devoluções de mercadorias. No sistema TOPONe todas estas operações podem ser

Leia mais

Modelagem de Casos de Uso! Um modelo funcional

Modelagem de Casos de Uso! Um modelo funcional Modelagem de Casos de Uso Diagrama de Casos de Uso Especificação de Cenários! Um modelo funcional! Mostra como os valores são processados, sem preocupações com:! ordenamento (seqüência) das ações;! as

Leia mais

Diagrama de Casos de Uso

Diagrama de Casos de Uso Diagrama de Casos de Uso Curso de Especialização DEINF - UFMA Desenvolvimento Orientado a Objetos Prof. Geraldo Braz Junior Referências: Booch, G. et al. The Unified Modeling Language User Guide Medeiros,

Leia mais

VIA FÁCIL - BOMBEIROS

VIA FÁCIL - BOMBEIROS SECRETARIA DO ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO CORPO DE BOMBEIROS VIA FÁCIL - BOMBEIROS MANUAL DO USUÁRIO Versão V1.0 1 Índice A INTRODUÇÃO 4 B USUÁRIO NÃO

Leia mais

Os casos de uso dão conta da maioria dos requisitos de um sistema computacional.

Os casos de uso dão conta da maioria dos requisitos de um sistema computacional. Unidade 3: Modelagem de requisitos e de soluções (Parte a) 1 Casos de uso 1.1 Conceitos básicos e parâmetros de descrição Os casos de uso dão conta da maioria dos requisitos de um sistema computacional.

Leia mais

Casos de Uso. Professor MSc Wylliams Barbosa Santos wylliamss@gmail.com wylliams.wordpress.com Laboratório de Programação

Casos de Uso. Professor MSc Wylliams Barbosa Santos wylliamss@gmail.com wylliams.wordpress.com Laboratório de Programação Casos de Uso Professor MSc Wylliams Barbosa Santos wylliamss@gmail.com wylliams.wordpress.com Laboratório de Programação Agenda Caso de Uso Conceitos Iniciais Cenário Principal Cenários Alternativos Atores

Leia mais

Modelos de Sistemas Casos de Uso

Modelos de Sistemas Casos de Uso Modelos de Sistemas Casos de Uso Auxiliadora Freire Fonte: Engenharia de Software 8º Edição / Ian Sommerville 2000 Slide 1 Modelagem de Sistema UML Unified Modeling Language (Linguagem de Modelagem Unificada)

Leia mais

InfoMix Tecnologia. SYSFARM Sistema de Gerenciamento de Farmácias. Especificação de Caso de Uso UC - 0001 - Efetuar Vendas. Versão 1.

InfoMix Tecnologia. SYSFARM Sistema de Gerenciamento de Farmácias. Especificação de Caso de Uso UC - 0001 - Efetuar Vendas. Versão 1. SYSFARM Sistema de Gerenciamento de Farmácias Especificação de Caso de Uso UC - 0001 - Efetuar Vendas Versão 1.0 Histórico de Revisão Data 23/10/2 009 Vers Descrição Autor ão 1.0 Versão inicial do documento

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Engenharia de Software Trabalho 2 Modelagem Dinâmica do Sistema ViajarFácil.com.br Disciplina: INF318 - Modelagem Orientada a Objetos e Projeto Arquitetural Profa. Dra. Cecília M. F. Rubira Equipe 5 Jeniffer

Leia mais

Engenharia de Software I

Engenharia de Software I Engenharia de Software I Rogério Eduardo Garcia (rogerio@fct.unesp.br) Bacharelado em Ciência da Computação Aula 05 Material preparado por Fernanda Madeiral Delfim Tópicos Aula 5 Contextualização UML Astah

Leia mais

ANÁLISE E PROJETO ORIENTADO A OBJETOS. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com

ANÁLISE E PROJETO ORIENTADO A OBJETOS. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com ANÁLISE E PROJETO ORIENTADO A OBJETOS Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com Análise Descrição do problema a ser implementado Descrição dos objetos e classes que fazem parte do problema, Descrição

Leia mais

Exercícios Diagrama de Casos de Uso. Disciplina: Engenharia de Requisitos

Exercícios Diagrama de Casos de Uso. Disciplina: Engenharia de Requisitos Exercícios Diagrama de Casos de Uso Disciplina: Engenharia de Requisitos Gilmar Luiz de Borba 2010-1 Página: 1 1. CASO DE USO CONTROLE DE PROVAS OBJETIVO: Construir um diagrama de caso de uso simples.

Leia mais

Análise e Projeto Orientado a Objetos. Modelagem de Domínio

Análise e Projeto Orientado a Objetos. Modelagem de Domínio + Análise e Projeto Orientado a Objetos Modelagem de Domínio Introdução 2 n A modelagem do domínio está relacionada à descoberta das informações que são gerenciadas pelo sistema. O resultado dessa investigação

Leia mais

UML. Diagrama de Seqüência

UML. Diagrama de Seqüência UML Diagrama de Seqüência Introdução Diagramas de Seqüência apresentam a interação entre um grupo de objetos (ou classes) de um sistema, através de mensagens ou controles, em um determinado Cenário. Servem

Leia mais

Desenvolvimento de uma Etapa

Desenvolvimento de uma Etapa Desenvolvimento de uma Etapa A Fase Evolutiva do desenvolvimento de um sistema compreende uma sucessão de etapas de trabalho. Cada etapa configura-se na forma de um mini-ciclo que abrange as atividades

Leia mais

Modelagem de Casos de Uso (Parte 2)

Modelagem de Casos de Uso (Parte 2) Modelagem de Casos de Uso (Parte 2) Roteiro (1) Método para Modelagem de Casos De Uso Estudo de Caso: Sistema de Controle para Videolocadora Levantamento Inicial dos Casos de Uso Identificação dos Casos

Leia mais

Resolução da lista de exercícios de casos de uso

Resolução da lista de exercícios de casos de uso Resolução da lista de exercícios de casos de uso 1. Explique quando são criados e utilizados os diagramas de casos de uso no processo de desenvolvimento incremental e iterativo. Na fase de concepção se

Leia mais

Análise Orientada a Objetos Modelagem Requisitos usando Casos de Uso

Análise Orientada a Objetos Modelagem Requisitos usando Casos de Uso Análise Orientada a Objetos Modelagem Requisitos usando Casos de Uso Não diga pouco em muitas palavras, mas sim, muito em poucas. Pitágoras Especificação e Modelagem de Requisitos Regras de Negócio Glossário

Leia mais

Documentação de visão: Sistema de Controle de ponto eletrônico para empresas. Documentados por: Halison Miguel e Edvan Pontes

Documentação de visão: Sistema de Controle de ponto eletrônico para empresas. Documentados por: Halison Miguel e Edvan Pontes Documentação de visão: Sistema de Controle de ponto eletrônico para empresas Documentados por: Halison Miguel e Edvan Pontes Versão do documento: 1.4 Data de atualização: 04 de Fevereiro de 2012 Histórico

Leia mais

IF-718 Análise e Projeto de Sistemas

IF-718 Análise e Projeto de Sistemas Centro de Informática - Universidade Federal de Pernambuco Especificação de Requisitos do Software Sistema de Gerenciamento de Restaurantes IF-718 Análise e Projeto de Sistemas Equipe: Jacinto Filipe -

Leia mais

Manual de Utilização ZENDESK. Instruções Básicas

Manual de Utilização ZENDESK. Instruções Básicas Manual de Utilização ZENDESK Instruções Básicas Novembro/2013 SUMÁRIO 1 Acesso à ferramenta... 3 2 A Ferramenta... 4 3 Tickets... 8 3.1 Novo Ticket... 8 3.2 Acompanhamentos de Tickets já existentes...

Leia mais

Documento de Análise e Projeto VideoSystem

Documento de Análise e Projeto VideoSystem Documento de Análise e Projeto VideoSystem Versão Data Versão Descrição Autor 20/10/2009 1.0 21/10/2009 1.0 05/11/2009 1.1 Definição inicial do documento de análise e projeto Revisão do documento

Leia mais

Modelagem de Casos de Uso (Parte 2)

Modelagem de Casos de Uso (Parte 2) Modelagem de Casos de Uso (Parte 2) Roteiro (1) Método para Modelagem de Casos De Uso Estudo de Caso: Sistema de Controle para Videolocadora Levantamento Inicial dos Casos de Uso Identificação dos Casos

Leia mais

Guia de Modelagem de Casos de Uso

Guia de Modelagem de Casos de Uso Guia de Modelagem de Casos de Uso Sistema de e-commerce de Ações Versão 1.1 1 Histórico da Revisão. Data Versão Descrição Autor 13 de Setembro de 2008 1.0 Criação do documento Antonio Marques 28 de Setembro

Leia mais

UML & Padrões Aula 7. UML & Padrões - Profª Kelly C C Silva

UML & Padrões Aula 7. UML & Padrões - Profª Kelly C C Silva UML & Padrões Aula 7 UML & Padrões - Profª Kelly C C Silva Divisão das classes do Modelo de Análise Jacobson propõe a divisão das classes do Modelo de Análise de acordo com os seguintes estereótipos: entidades

Leia mais

Franklin Ramalho Universidade Federal de Campina Grande - UFCG

Franklin Ramalho Universidade Federal de Campina Grande - UFCG Agenda - Motivação e Introdução Diagrama de - - Atores - Fluxo de eventos - Relacionamentos Franklin Ramalho Universidade Federal de Campina Grande - UFCG - Diagramas de - Exemplos - Meta-modelo MOF -

Leia mais

Modelagem Estática. Modelagem Estática. INF318 - Análise Orientada a Objetos e Projeto Arquitetural

Modelagem Estática. Modelagem Estática. INF318 - Análise Orientada a Objetos e Projeto Arquitetural Modelagem Estática Grupo 3: Caio Gomes Geovane Godoi Leonardo Tamura Roberto Honda Rosana Fagundes Talita Malaquias Página 1 1. Índice 1. Índice... 2 2. Caso de Uso #04 Reservar pacote... 3 3. Caso de

Leia mais

Universidade Federal Rural de Pernambuco. Bacharelado em Sistemas de Informação. Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas de Informação

Universidade Federal Rural de Pernambuco. Bacharelado em Sistemas de Informação. Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas de Informação Universidade Federal Rural de Pernambuco Bacharelado em Sistemas de Informação Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas de Informação Docente: Rodrigo Aluna: Thays Melo de Moraes Diagramas do Projeto

Leia mais

TOTVS Série 1 Varejo (Simples) - Módulo e-commerce

TOTVS Série 1 Varejo (Simples) - Módulo e-commerce Novo Módulo disponível no TOTVS S1 Varejo: permissão de utilização através de licença específica. Mesmo não adquirindo a licença de uso do módulo ele continuará presente na tela do usuário. 1 Na opção

Leia mais

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA.

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA MANUAL DO VTWEB CLIENT CADASTROS /PEDIDOS E PROCEDIMENTOS Resumo Esse manual tem como o seu objetivo principal a orientação de uso do

Leia mais

Micro Mídia Informática Fevereiro/2009

Micro Mídia Informática Fevereiro/2009 Micro Mídia Informática Fevereiro/2009 1 UML Introdução Fases de Desenvolvimento Notação Visões Análise de Requisitos Casos de Uso StarUML Criando Casos de Uso Orientação a Objetos Diagrama de Classes

Leia mais

ViajarFácil Sistema de Reserva de Viagens

ViajarFácil Sistema de Reserva de Viagens ViajarFácil Sistema de Reserva de Viagens Modelagem Estática UNICAMP - Universidade Estadual de Campinas Especialização Engenharia de Software - INF318/2011 Equipe Aline Gomes André Rodrigues Fonseca Diego

Leia mais

Operações de Caixa. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais

Operações de Caixa. Versão 2.0. Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Operações de Caixa Versão 2.0 Manual destinado à implantadores, técnicos do suporte e usuários finais Sumário Introdução... 3 Suprimento... 3 Sangria... 4 Abertura de Caixa... 6 Fechamento de Caixa...

Leia mais

Complemento da Versão 2.3 Categorização Pagina 1 Fone: (17) 3426-5560 www.megaonline.com.br/hoken. Agenda Hoken Versão 2.

Complemento da Versão 2.3 Categorização Pagina 1 Fone: (17) 3426-5560 www.megaonline.com.br/hoken. Agenda Hoken Versão 2. Pagina 1 Fone: (17) 3426-5560 www.megaonline.com.br/hoken Agenda Hoken Versão 2.3 Categorização Pagina 2 Fone: (17) 3426-5560 www.megaonline.com.br/hoken Abaixo iremos mostrar através de explicações e

Leia mais

Manual Ilustrado Marketing Receptivo - HMR

Manual Ilustrado Marketing Receptivo - HMR Manual Ilustrado Marketing Receptivo - HMR Agosto/2014 Índice Título do documento 1. Objetivo... 3 2. Papéis e Usuários... 3 3. Fluxo Geral do HMR... 5 4. Manter Parâmetros Marketing Receptivo... 5 5.

Leia mais

HMR Marketing Receptivo. 12.1.x. abril de 2015. Versão: 2.0

HMR Marketing Receptivo. 12.1.x. abril de 2015. Versão: 2.0 HMR Marketing Receptivo 12.1.x abril de 2015 Versão: 2.0 1 Sumário 1 Objetivo... 3 2 Papéis e Usuários... 3 3 Fluxo Geral do HMR... 6 4 Manter Parâmetros Marketing Receptivo... 7 5 Manter Categoria de

Leia mais

Manual do sistema SMARsa WEB

Manual do sistema SMARsa WEB Manual do sistema SMARsa WEB Módulo Solicitação/Ouvidoria SMARsa WEB Solicitação/Ouvidoria Versão 2.7 1 Sumário INTRODUÇÃO...4 OBJETIVOS...4 Bem-vindo ao sistema SMARsa WEB: Módulo solicitação/ouvidoria...5

Leia mais

Diagrama de Caso de Uso e Diagrama de Sequência

Diagrama de Caso de Uso e Diagrama de Sequência Diagrama de Caso de Uso e Diagrama de Sequência Milena Alexandre dos Santos Baesso (Mestranda em Engenharia Elétrica) Agenda Ciclo de Vida de um Sistema A Fase de Análise Análise Orientada à Objetos Diagramas

Leia mais

UML Itens Estruturais - Interface

UML Itens Estruturais - Interface Itens Estruturais - Interface Coleção de operações que especificam serviços de uma classe ou componente Descreve o comportamento visível externamente Raramente aparece sozinha. Em geral vem anexada à classe

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. Conteúdo 1. Descrição geral 2 2. Resumo das funcionalidades 3 3. Efetuar cadastro no sistema 4 4. Acessar o sistema 6 5. Funcionalidades do menu 7 5.1 Dados cadastrais 7 5.2 Grupos de usuários 7 5.3 Funcionários

Leia mais

Manual do usuário. v1.0

Manual do usuário. v1.0 Manual do usuário v1.0 1 Iniciando com o Vivo Gestão 1. como fazer login a. 1º acesso b. como recuperar a senha c. escolher uma conta ou grupo (hierarquia de contas) 2. como consultar... de uma linha a.

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO VIA FÁCIL BOMBEIROS SECRETARIA DO ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO

MANUAL DO USUÁRIO VIA FÁCIL BOMBEIROS SECRETARIA DO ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DO ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO CORPO DE BOMBEIROS Serviço de Segurança contra Incêndio MANUAL DO USUÁRIO versão atualizada em novembro de

Leia mais

E-Commerce Master. Versão: 1.0 Data: 05/06/2013 Identificador do documento: EM

E-Commerce Master. Versão: 1.0 Data: 05/06/2013 Identificador do documento: EM E-Commerce Master Versão: 1.0 Data: 05/06/2013 Identificador do documento: EM Histórico de revisões Versão Data Autor Descrição Localização 1.0 05/06/2013 Thyago Ferreira 1.0 05/06/2013 Vilmar de Sousa

Leia mais

Engenharia de Requisitos Estudo de Caso

Engenharia de Requisitos Estudo de Caso Engenharia de Requisitos Estudo de Caso Auxiliadora Freire Fonte: Engenharia de Software 8º Edição / Ian Sommerville 2007 Slide 1 Engenharia de Requisitos Exemplo 1 Reserva de Hotel 1. INTRODUÇÃO Este

Leia mais

UML: Casos de Uso. Projeto de Sistemas de Software

UML: Casos de Uso. Projeto de Sistemas de Software UML: Casos de Uso Projeto de Sistemas de Software UML Casos de Uso Introdução Casos de uso Elementos do diagrama de casos de uso Descrição de casos de uso Exemplo: Blog Ferramentas de modelagem Bibliografia

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO - VISÃO DE EMPRESAS. Todos os direitos reservados à Softbox

MANUAL DE UTILIZAÇÃO - VISÃO DE EMPRESAS. Todos os direitos reservados à Softbox MANUAL DE UTILIZAÇÃO - VISÃO DE EMPRESAS 2012 Todos os direitos reservados à Softbox 1101001112211110000212451 Seja bem vindo! Você está recebendo o MANUAL DE UTILIZAÇÃO VISÃO DE EMPRESAS. Este manual

Leia mais

Modelo conceitual Aula 08

Modelo conceitual Aula 08 Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Sistemas de Informação - CPCX Modelo conceitual Aula 08 Prof. Fernando Maia da Mota Slides gentilmente cedidos por Profa. Dra. Maria Istela Cagnin Machado UFMS/FACOM

Leia mais

Documento de Projeto de Software

Documento de Projeto de Software Documento de Projeto de Software Projeto: Vídeo Locadora Passatempo Versão: 1.0 Responsável: Ricardo de Almeida Falbo 1. Introdução Este documento apresenta o documento de projeto (design) do sistema de

Leia mais

09/09/2013. Roteiro. Aula 2 Revisão 2:Diagrama de Sequência. Diagrama de Sequência. Diagrama de Sequência. Biblioteca. Atributos

09/09/2013. Roteiro. Aula 2 Revisão 2:Diagrama de Sequência. Diagrama de Sequência. Diagrama de Sequência. Biblioteca. Atributos Aula 2 Revisão 2:Diagrama de Sequência UML Roteiro Diagrama Sequência Mostra: a evolução de uma dada situação em determinado momento do software uma dada colaboração entre duas ou mais classes a interação

Leia mais

Dell Premier. Guia de Compras e Pedidos. Fazendo Login na sua Página Premier. Três formas de comprar

Dell Premier. Guia de Compras e Pedidos. Fazendo Login na sua Página Premier. Três formas de comprar Dell Premier Guia de Compras e Pedidos A Dell Premier é o seu próprio site de suporte e compras seguro e personalizado, que permite um processo de compra fácil, eficiente e econômico. Examine este Guia

Leia mais

MODELAGEM DE SISTEMAS

MODELAGEM DE SISTEMAS MODELAGEM DE SISTEMAS Diagramas de Casos de Uso Profa. Rosemary Melo Diagrama de Casos de Uso Modelagem de Sistemas Apresenta uma visão externa geral das funções ou serviços que o sistema deverá oferecer

Leia mais

Tópicos Especiais em Sistemas de Telecomunicações IV

Tópicos Especiais em Sistemas de Telecomunicações IV Sumário Tópicos Especiais em Sistemas de Telecomunicações IV Modelagem de Sistemas de Software Departamento de Engenharia de Telecomunicações Escola de Engenharia Universidade Federal Fluminense Setembro

Leia mais

Gerenciamento Incidentes, Problemas e de Nível de Serviço. Treinamento OTRS ITSM

Gerenciamento Incidentes, Problemas e de Nível de Serviço. Treinamento OTRS ITSM Gerenciamento Incidentes, Problemas e de Nível de Serviço Treinamento OTRS ITSM Sumário Gerenciamento de Incidentes e Problemas...3 Cadastro de Serviços...4 Tipo de Serviço...4 Criticidade (Criticalidade)...4

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE PROGRAMAS

ESPECIFICAÇÃO DE PROGRAMAS Página 1 de 7 Especificação de Programa Sistema de Vendas de Pizzas Online () - Versão 1.0 Autenticar Usuários Versão do Documento:1.0 Página 2 de 7 Histórico de Revisão Data Versão do Documento 26/08/2011

Leia mais

UML Aula I Diagramas de Caso de Uso, Sequência e Colaboração

UML Aula I Diagramas de Caso de Uso, Sequência e Colaboração UML Aula I Diagramas de Caso de Uso, Sequência e Colaboração Ricardo Argenton Ramos Engenharia de Software II 2013.1 Um Exercício Como você pode representar? Uma casa de 2 andares, 4 quartos, 2 banheiros,

Leia mais

Estudo de Caso Sistema de Caixa Automático

Estudo de Caso Sistema de Caixa Automático Estudo de Caso Sistema de Caixa Automático Curso de Especialização DEINF - UFMA Desenvolvimento Orientado a Objetos Prof. Geraldo Braz Junior Referências: Notas de Aula Ulrich Schiel Notas de Aula Ariadne

Leia mais

Diagrama de Caso de Uso. Biblioteca

Diagrama de Caso de Uso. Biblioteca Diagrama de Caso de Uso Biblioteca Caso de Uso -Reservar Livro Objetivo: Este caso de uso possibilita a um usuário da biblioteca fazer a reserva de um livro. Esta reserva é efetuada diretamente pelo Usuário

Leia mais

Engenharia de Software Unidade XI UML Parte 2

Engenharia de Software Unidade XI UML Parte 2 Engenharia de Software Unidade XI UML Parte 2 Prof. Francisco Gerson A. de Meneses Diagramas de Interação... O diagrama de interação na verdade é um termo genérico aplicado à junção de dois outros diagramas:

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Engenharia de Software Trabalho 1 Modelagem Estática do Sistema ViajarFácil.com.br Disciplina: INF318 - Modelagem Orientada a Objetos e Projeto Arquitetural Profa. Dra. Cecília M. F. Rubira Equipe 5 Jeniffer

Leia mais

2 Diagrama de Caso de Uso

2 Diagrama de Caso de Uso Unified Modeling Language (UML) Universidade Federal do Maranhão UFMA Pós Graduação de Engenharia de Eletricidade Grupo de Computação Assunto: Diagrama de Caso de Uso (Use Case) Autoria:Aristófanes Corrêa

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Prof. M.Sc. Ronaldo C. de Oliveira ronaldooliveira@facom.ufu.br FACOM - 2011 Exemplo de Diagrama de Caso de Uso Sistema de Locadora de Filmes Sistema de Vídeo Locadora Você foi contratado para desenvolver

Leia mais

UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas

UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Sistemas de Informação e Tecnologia em 3º Semestre Análise Orientada aos Objetos Modelagem de Casos de Uso Objetivo: Apresentar

Leia mais

Produtos Manual de Uso do Revendedor

Produtos Manual de Uso do Revendedor Manual da Intranet Versão 2.0 Produtos Manual de Uso do Revendedor Gerência de Operações Tmx Este manual destina-se a orientar nossas revendas no manuseio deste sistema, que veio para facilitar todo o

Leia mais

DESENVOLVENDO O SISTEMA

DESENVOLVENDO O SISTEMA DESENVOLVENDO O SISTEMA Declaração da Necessidade O primeiro passo do processo de análise de sistema envolve a identificação da necessidade [Pressman-95]. Normalmente o analista reúne-se com o usuário

Leia mais

Manual Geral do OASIS

Manual Geral do OASIS Manual Geral do OASIS SISTEMA DE GESTÃO DE DEMANDA, PROJETO E SERVIÇO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO OASIS Introdução Esse manual tem como objetivo auxiliar aos usuários nos procedimentos de execução do sistema

Leia mais

UML Aspectos de projetos em Diagramas de classes

UML Aspectos de projetos em Diagramas de classes UML Aspectos de projetos em Diagramas de classes Após ser definido o contexto da aplicação a ser gerada. Devemos pensar em detalhar o Diagrama de Classes com informações visando uma implementação Orientada

Leia mais

Novidades da Versão 3.0.0.30

Novidades da Versão 3.0.0.30 Novidades da Versão 3.0.0.30 Alteração Equipamento Unidade Instalação Inserida informação Telemetria na Tela de Alteração de Equipamento Unidade de Instalação (326). A informação Roaming Internacional

Leia mais

CAPTAÇÃO DE PEDIDOS DO REVENDEDOR

CAPTAÇÃO DE PEDIDOS DO REVENDEDOR CAPTAÇÃO DE PEDIDOS DO REVENDEDOR 1. Captação de Pedidos - pela Central (Back office) 1 2. Como consultar Pedido 16 3. Como visualizar Detalhes de um Pedido 19 4. Como consultar Vendas/Cortes em Pedidos

Leia mais

Online Store. Documento de Requisitos. Universidade Federal de Pernambuco. Centro de Informática. Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas (IF718)

Online Store. Documento de Requisitos. Universidade Federal de Pernambuco. Centro de Informática. Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas (IF718) Universidade Federal de Pernambuco Centro de Informática Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas (IF718) Professor: Augusto Sampaio (acas@cin.ufpe.br) Online Store Documento de Requisitos Equipe: Edilson

Leia mais

Histórico da Revisão. Data Versão Descrição Autor

Histórico da Revisão. Data Versão Descrição Autor Sistema de Gerenciamento de Loja - SIGEL Documento de Visão Versão 1.0.0 Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor 13/01/2011 0.1 Versão preliminar do levantamento de requisitos funcionais e não

Leia mais

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet.

Está apto a utilizar o sistema, o usuário que tenha conhecimentos básicos de informática e navegação na internet. 1. Descrição Geral Este manual descreve as operações disponíveis no módulo VTWEB Client, cuja finalidade é gerenciar cadastros de funcionários, realização de pedidos e controle financeiro dos pedidos.

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. 1 Sumário: Tópico: Página: 2 Apresentação: O Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços ou SIG-ISS é um sistema para gerenciamento

Leia mais

Vitória (ES), 13 de março de 2009. À T.O.D.O.S. OPERADORES S/A.

Vitória (ES), 13 de março de 2009. À T.O.D.O.S. OPERADORES S/A. Vitória (ES), 13 de março de 2009. À T.O.D.O.S. OPERADORES S/A. O OGMO-ES está empenhado em oferecer aos requisitantes de mão-de-obra cada vez mais agilidade no envio e retorno das informações sob sua

Leia mais

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual Aplicativo da Manifestação do Destinatário Manual Novembro de 2012 1 Sumário 1 Aplicativo de Manifestação do Destinatário...4 2 Iniciando o aplicativo...4 3 Menus...5 3.1 Manifestação Destinatário...5

Leia mais

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel

Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado. Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Cadastramento e compra de vale transporte para o Cartão Metrocard Metropolitano Integrado Em substituição ao Vale Transporte Temporário de Papel Acesso para cadastramento da empresa 2 Caso já tenha se

Leia mais

Guia de utilização da notação BPMN

Guia de utilização da notação BPMN 1 Guia de utilização da notação BPMN Agosto 2011 2 Sumário de Informações do Documento Documento: Guia_de_utilização_da_notação_BPMN.odt Número de páginas: 31 Versão Data Mudanças Autor 1.0 15/09/11 Criação

Leia mais

Adm. Vinicius Braga admviniciusbraga@gmail.com. Prof. Msc. Wilane Carlos da Silva Massarani wilane@cercomp.ufg.br

Adm. Vinicius Braga admviniciusbraga@gmail.com. Prof. Msc. Wilane Carlos da Silva Massarani wilane@cercomp.ufg.br Adm. Vinicius Braga admviniciusbraga@gmail.com Prof. Msc. Wilane Carlos da Silva Massarani wilane@cercomp.ufg.br Objetivos Contextualização Conceitos Boas práticas de modelagem Elementos do BPMN Tipos

Leia mais

MANUAL PARA ACESSO AO SISTEMA AOS REPRESENTANTES

MANUAL PARA ACESSO AO SISTEMA AOS REPRESENTANTES MANUAL PARA ACESSO AO SISTEMA AOS REPRESENTANTES Índice 1 Acesso ao Sistema... 3 2 Inclusão de Novos Pedidos... 5 3 Carteira de Pedidos... 13 4 Consulta à clientes... 15 5 Consulta a Informações dos Clientes...

Leia mais

Alterações/Desenvolvimento - Sistema OnixNet / TrucksNet

Alterações/Desenvolvimento - Sistema OnixNet / TrucksNet Alterações/Desenvolvimento - Sistema OnixNet / TrucksNet Comercial Cadastros o (202) Cadastro de Vendedores Flag Enviar Previsão: Flag Enviar Previsão: Foi inserido um novo flag no cadastro de vendedores.

Leia mais

BEM-VINDO AO dhl PROVIEW

BEM-VINDO AO dhl PROVIEW BEM-VINDO AO dhl PROVIEW Guia de Usuário O DHL PROVIEW COLOCA VOCÊ NO CONTROLE DE SEUS ENVIOS. PROVIEW O DHL ProView é uma ferramenta de rastreamento on-line que permite o gerenciamento dos envios, a programação

Leia mais