ARTE FOTOGRÁFICA DIGITAL 2015 PRESENCIAL MODULAR SEMESTRAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ARTE FOTOGRÁFICA DIGITAL 2015 PRESENCIAL MODULAR SEMESTRAL"

Transcrição

1 ARTE FOTOGRÁFICA DIGITAL 2015 PRESENCIAL MODULAR SEMESTRAL Curso Credenciado pela Portaria MEC; No. do Documento: 747 de 26/05/2000 e Regulamentado pela Resolução CES 01/2007 do Conselho Nacional de Educação; Autorizado de acordo com o Regimento do IESAM. VALIDADE EM TODO O TERRITÓRIO NACIONAL Objetivo Geral: Especializar pessoas formadas nas áreas de comunicação e outras áreas acadêmica, que já trabalham ou desejam iniciar suas atividades profissionais no campo das imagens para atuação em moda, publicidade, jornalismo, artes, retratos, registro de eventos históricos, urbanos e ambientais. Com o avanço tecnológico, a fotografia populariza-se ainda mais, com a facilidade de captação da imagem, através de celulares, câmeras fotográficas e demais equipamentos multimídia de captura de imagem. O curso abordará o olhar estético e crítico na fotografia visando aprimorar o conhecimento técnico e prático do aluno, através meios para transpor ideia para uma imagem aplicando a linguagem fotográfica. Objetivos Específicos: Refletir as novas perspectivas de uso da fotografia na comunicação social e nas ciências humanas; Refletir sobre a presença da fotografia no mercado da comunicação e da arte; Desenvolver o senso crítico na interpretação da imagem fotográfica; Estudar métodos de gerenciamento de arquivos digitais e de conservação de acervos fotográficos; Estimular a prática experimental da fotográfica documental. Público Alvo: Graduados em Jornalismo, Propaganda, Marketing, Comunicação Social, Multimídia e áreas afins, que desejam aprofundar a compreensão da linguagem fotográfica. Coordenação: Esp. César Sarmento (Graduado em Comunicação Social com habilitação Multimídia / Pós graduado em Produção Audiovisual, Cerimonial e Eventos) Carga Horária: 477 horas. Horário das Aulas: Aulas aos sábados, de 08 às 12:20 / 13:40 às 18h (10 aulas de 50 minutos cada, com 10 minutos de intervalo em cada período. (Intervalo de 1h20min para almoço.) Período de duração do curso: 20 (vinte) meses /aulas (26 parcelas) Pré requisito: O aluno deverá possuir equipamento e conhecimento fotográfico. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E CARGA HORÁRIA A Grade será dividia em módulos semestrais conforme calendário acadêmico de Pós Graduação.

2 DISCIPLINAS CH Nivelamento 5 Consultoria e empreendedorismo 10 Didática para o ensino superior e treinamentos especializados 10 Gerenciamento de projetos 10 Direito autoral da imagem 20 Antropologia da imagem 20 Luz 40 Fotografia experimental e autoral 30 Análise semiótica da fotografia 20 Fotojornalismo e fotojornalismo corporativo 30 História da arte moderna e contemporâne da fotografia. 30 Fotografia na web 30 Edição e tratamento da imagem 30 Câmera ( analógica e digital) 30 Fotografia, cultura e sociedade 30 Fotografia amazônica 20 Designer aplicado a fotografia. 30 Fotografia publicitária 20 Trabalho de conclusão de curso 40 Avaliação tcc Conteúdo Programático / es Disciplina NIVELAMENTO Carga Horária 5 horas/aula Objetivo Apresentar ao aluno a forma de funcionamento da Instituição e o contexto do curso dentro dela. Ementa Apresentação do IESAM, estrutura física, Normas internas, Normalização de Trabalhos Acadêmicos. Uso das ferramentas de pesquisa disponíveis no SIBIESAM. Plataformas Moodle e Geol. Bibliografia SIBIESAM. Manual para Elaboração de Trabalhos Acadêmicos do IESAM. Belém: Rosemarie Costa Possui graduação em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Pará (1988), Especialização em Administração de Bibliotecas pela Universidade Federal do Pará (1992) e Mestrado em Ciência da Informação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2000). Atualmente é professora de graduação e pós-graduação do Instituto de Estudos Superiores da Amazônia (IESAM); Coordenadora do Sistema de Informação e Biblioteca do IESAM (SIBIESAM); Assessora do Núcleo de Tecnologias Interativas de Aprendizagem (NUTEIA/IESAM); é bibliotecário/documentalista da Universidade Federal do Pará. Possui aperfeiçoamento profissional para Docência em EAD, Design Instrucional e Novas Tecnologias para EAD. Tem experiência na área de Metodologia Científica, Ciência da Informação, com ênfase em Gestão da Informação, atuando principalmente nos seguintes temas: metodologia científica; sistemas de informação; tecnologia da informação; ciência da informação; projeto, administração e gestão de unidades de informação; tecnologias para EAD e e-learning; design instrucional para EAD; ambientes virtuais de aprendizagem (AVA) e desenvolvimento de recursos digitais em ambientes web. Contratação Serviços Prestados Disciplina CONSULTORIA E EMPREENDEDORISMO Carga Horária 10 horas/aula Objetivo Introduzir ao participante no conhecimento do processo de desenvolvimento pessoal e empresarial da consultoria.

3 Ementa Estratégias de desenvolvimento pessoal do consultor. Estratégias de identificação de mercados para a consultoria. Aspectos operacionais da consultoria. Aspectos técnicos e econômicos da consultoria. Aspectos legais e éticos da consultoria. Planejamento estratégico do negócio de consultoria. A prática da consultoria. Bibliografia BLOCK, Peter. Consultoria: o desafio da liberdade. 2. ed. Sao Paulo: Makron Books, DORNELAS, Jose Carlos Assis. Empreendedorismo: transformando ideias em negócios. 2.ed. Rio de Janeiro, RJ: Campus, FENTON, John. 101 maneiras para aperfeiçoar seu desempenho profissional. São Paulo: Nobel, Dr. Rinaldo Moraes Consultor e professor universitário. É doutor pela Universidade Federal do Pará (UFPA - (Núcleo de Altos Estudos Amazônicos - NAEA) em Desenvolvimento Socioambiental. Possui graduação em Administração, Economia e Ciências Contábeis. Atualmente é professor de Pós Graduação da Universidade Federal do Pará, Universidade do Estado do Pará, Faculdade Ideal (FACI) e Instituto de Estudos Superiores da Amazônia (IESAM). Leciona e orienta mestrandos da Universidade Lusófona (Portugal). Atua nas seguintes áreas: gestão privada, planejamento estratégico, empreendedorismo, gestão pública, economia e outras áreas ligadas à administração de empresas e contabilidade. Disciplina Carga Horária Objetivo Ementa DIDÁTICA PARA O ENSINO SUPERIOR E TREINAMENTOS ESPECIALIZADOS 10 horas/aula Abordar os fundamentos do processo didático-pedagógico e técnicas de ensino-aprendizagem no ensino superior. Principais elementos do processo didático-pedagógico: planejamento, objetivos, metodologia e avaliação. Técnicas de ensino-aprendizagem. Bibliografia ZABALA, Antônio. A pratica educativa: como ensinar. Porto Alegre: ArtMed, MASETTO, Marcos Tarciso.. Didática: a aula como centro. São Paulo: FTD, SANT''ANNA, Ilza Martins; MENEGOLLA, Maximiliano. ; MENEGOLLA, Maximiliano. Didática: aprender a ensinar: técnicas e reflexões pedagógicas para formação de professores. 7.ed. São Paulo, SP: Loylola, MIRANDA, Simão de., não deixe a peteca cair! 63 ideias para aulas criativas. 2.ed. São Paulo, SP: Papirus, Disciplina Carga Horária Objetivo Ementa Bibliografia GERENCIAMENTO DE PROJETOS 10 horas/aula Introduzir ao aluno nos fundamentos em gerenciamento de projetos. Introdução ao Conceito de Projeto. Fundamentos em Gerenciamento de Projetos. Iniciação de um Projeto. Planejamento de Projeto. MARTINS, Jose Carlos Cordeiro. Gerenciando projetos de desenvolvimento de software com PMI, RUP e UML. 4.ed. Sao Paulo, SP: Brasport, FERNANDES, Jorge Monteiro.. Gestao da tecnologia como parte da estrategia competitiva das empresas. Brasilia: IPDE, M.Sc. Eduardo Otávio Ferreira Vasconcelos Mestre em Gestão e Desenvolvimento Regional pela Universidade de Taubaté - UNITAU (2008). Bacharel em Administração pelo Instituto de Estudos Superiores da Amazônia - IESAM (2004). Atualmente é professor das Faculdade Integradas Ipiranga e Coordenador adjunto dos cursos de Administração, Gestão Comercial, Gestão Pública, Processos Gerenciais, Gestão Financeira, Recursos Humanos, Marketing e Logística da referida Instituição. É orientador e professor nos cursos de Pós-Graduação em Gestão e Responsabilidade Social, Pedagogia Empresarial, Formação de es, Gestão Ambiental, dentre outros. É coordenador do curso de Especialização em Gestão de Pessoas. Possui experiência na área de Administração e orientação de projetos, com ênfase em Administração de Empresas, artigos publicados em eventos internacionais. Participou do

4 livro Estudos Interdisciplinares na Docência Superior no Pará. Disciplina Carga Horária Objetivo Ementa Bibliografia Disciplina Carga Horária Objetivo TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 40 horas/aula Elaborar o Trabalho de Conclusão de Curso (obrigatório por Lei Res. 01/2007 CNE) O que é Pesquisa Aplicada. Linhas de Trabalho do Curso em questão. Projetos x Mercado, quais as áreas escolhidas para o Trabalho de Conclusão de Curso na Turma. Revisão de Duplas e Trios e Individuais (cursos com CREA, somente poderá ser em dupla). Revisão da escolha do Tema de Pesquisa dentro dos lineamentos formulados. Como formular um Problema de Pesquisa numa pesquisa aplicada. Como formular um Objetivo Geral de Pesquisa para o projeto específico escolhido. Como formular os Objetivos Específicos de Pesquisa. Como fazer uma revisão de Autores e outras Fontes de Pesquisa para dar suporte conceitual ao projeto. Como formular a Metodologia a ser utilizada no projeto, com escolha das apreendidas ao longo do curso e de acordo com as diretrizes indicadas para o projeto. Como apresentar a Ideia Projeto. Orientação geral sobre as Técnicas e Métodos de Pesquisa apresentados e as disponíveis e compatíveis próprias do Curso. Orientação geral sobre: o Universo de Pesquisa, Caracterização do Objeto de Pesquisa, Coleta de Dados e Fontes de Pesquisa. Como apresentar o Pré-projeto. Correção da Ideia Projeto dos TCC. Elementos do TCC (pré-textuais, textuais e pós-textuais). Normativa ABNT e Normativa IESAM (Guia Passo a Passo para Elaboração do TCC). Como fazer uma Introdução e um. Como finalizar o projeto de pesquisa aplicada para apresentação como Projeto de TCC. Correção dos Pré-projetos dos TCC. Correção dos Projetos de TCC. CONDURU, Marise Teles; PEREIRA, José Almir Rodrigues. ; PEREIRA, Jose Almir Rodrigues. Elaboração de trabalhos acadêmicos: normas, critérios e procedimentos. Belém, PA: UFPA/NUMA; EDUFPA, LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. ; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de metodologia cientifica. 5.ed. Sao Paulo: Atlas, HUBNER, Maria Martha. Guia para elaboração de monografias e projetos de dissertação de mestrado e doutorado. São Paulo: Pioneira Thompson Learning, BASTOS, Lilia da Rocha; PAIXAO, Lyra; FERNANDES, Lucia Monteiro; DELUIZ, Neise. ; PAIXAO, Lyra; FERNANDES, Lucia Monteiro; DELUIZ, Neise. Manual para a elaboração de projetos e relatórios de pesquisa, teses, dissertações e monografias. 6.ed. Rio de Janeiro, RJ: LTC, MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria; LAKATOS, Eva Maria. Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisa, elaboração, analise e interpretação de dados. 5.ed. São Paulo: Atlas, (escolha da coordenação) AVALIAÇÃO TCC 22 horas/aula Avaliar os Trabalhos de Conclusão de Curso (obrigatório por Lei Res. 01/2007 CNE) Serviços Prestados Disciplina DIREITO AUTORAL DA IMAGEM Carga Horária 20 Objetivo Analisar a Lei de Direitos Autorais e a Constituição Federal. Uso de imagem nas mídias. Discutir textos e artigos que regem o direito autoral do fotografo. Direito autoral de imagem e imagem digital. Direito autoral e internet. Ementa Lei do Direito Autorial. Uso da imagem para mídias. A Lei /03, que versa sobre o ensino da história e cultura afro-brasileira e africana, ressalta a importância da cultura negra na formação da sociedade brasileira. Bibliografia BIBLIOGRAFIA DIREITO AUTORAL NO BRASIL COSTA NETTO, Jose Carlos. Direito autoral no Brasil. São Paulo: FTD, São Paulo.

5 O DIREITO DE AUTOR NA MULTIMIDIA CARBONI, Guilherme C. O direito de autor na multimídia. São Paulo, SP: Quartier Latin, São Paulo, SP. A NOVA LEI DE DIREITOS AUTORAIS: COMENTARIOS CABRAL, Plinio. A nova lei de direitos autorais: comentários. 4. ed São Paulo, SP: Harbra, São Paulo, SP. RESPONSABILIDADE POR PUBLICACOES NA INTERNET REINALDO FILHO, Democrito Ramos. Responsabilidade por publicações na Internet. Rio de Janeiro, RJ: Forense, Rio de Janeiro, RJ. A REALIDADE DO MUNDO VIRTUAL EM FASE DA LEI 9.610/98 ALMEIDA JUNIOR, Mario Cruz de. A realidade do mundo virtual em fase da lei 9.610/98. Belém, PA: IESAM, Belém, PA. Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, que altera, atualiza e consolida a legislação sobre direitos autorais e dá outras providências. PATRICIA COIMBRA Especialização em MBA em Direito do Estado, FAP, Belém, Brasil Título: O Tratamento de Esgoto Doméstico: ato vinculado ou discricionário do poder público Especialização em Direito Ambiental e Políticas Públicas. Universidade Federal do Pará, UFPA, Belém, Brasil Graduação em Direito. Universidade da Amazônia, UNAMA, Belém, Brasil. Disciplina ANTROPOLOGIA DA IMAGEM Carga Horária 20 Objetivo A disciplina abordará a imagem poética e filosófica a través de referências visuais e textuais, podendo ser debatido com base, num mapeamento de um lugar específico, cruzando imagens e lugares distintos ou semelhantes, num diálogo filosóficos com sujeitos em espaço numa mera observação de gestualidades, movimentos e olhares. Ementa Teorias sobre a imagem, A fotografia, e sua relação com a Antropologia Visual. Abordagem da linguagem visual enquanto recurso etnográfico para a representações/apresentações do homem. Questionamento da fotografia em sua virtualidade para documento e ficção. Bibliografia ACHUTI, Luiz Eduardo Robinson. Fotoetnografia, um estudo de antropologia visual sobre cotidiano, lixo e trabalho. Porto Alegre: Tomo Editorial, ANDRADE, Rosane. Fotografia e Antropologia. São Paulo: Estação Liberdade; EDUC, ASCH, Timothy. Porque e como os filmes são feitos. Cadernos de Antropologia e Imagem 3: 85-98, ASSOULINE, Pierre. Cartier-Bresson, o olhar do século. Porto Alegre: L&PM Ed., AUMONT, Jacques. A Imagem. Campinas: Papirus, BAIRON, Sérgio & Ribeiro, José da Silva (orgs.). Antropologia visual e hipermedia. Porto: Edições Afrontamento, BARBOSA, Andréa; CUNHA, Edgar T. Antropologia e Imagem. RJ: Jorge Zahar Ed., BARBOSA, Andréa; CUNHA, Edgar; HIKIJI, Rose Satiko. Imagem-conhecimento: Antropologia, cinema e outros diálogos. Campinas: Papirus, BARTHES, Roland. A Câmara Clara. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, BENJAMIM, Walter. A obra de arte na época de suas técnicas de reprodução. In Os Pensadores, vol. XLVIII. Ed. Abril. Magia e Técnica, arte e política - ensaios sobre literatura e história da cultura. São Paulo: Ed. Brasiliense, CUNHA, M. Carneiro da. Imagens de Indios do Brasil: O Século XVI. IN Revista de Estudos Avançados vol. 4, n. 10, CANEVACCI, Massimo. Antropologia da Comunicação Visual. Rio de Janeiro: DP e A Editora, DUBOIS, Philippe. O Acto Fotográfico. Lisboa: Ed. Vega, Fabris, Annateresa (Org.). Fotografia, usos e funções no século XIX. São Paulo: EDUSP, Freund, Gisèle. Fotografia e Sociedade. Lisboa: Ed. Vega, sd. Mémoires de l oeil. Paris: Seuil. GONÇALVES, Marco Antonio & HEAD, S. (orgs.). Devires imagéticos: a etnografia, o

6 outro e suas imagens. Rio de Janeiro: Faperj/ 7 letras, Kossoy, Boris. Fotografia & História. São Paulo: Ateliê Editorial, ª. Edição revista. Realidades e Ficções na Trama Fotográfica. São Paulo: Ateliê Editorial, FLUSSER, Vílen. Filosofia da caixa preta. São Paulo: Annablume, GONÇALVES, Marco Antônio e HEAD, Scott (orgs). Devires imagéticos: a etnografia, o outro e suas imagens. Rio de Janeiro: Letras, KOSSO, Boris. Fotografia e História. São Paulo: Ateliê Editorial, LIMA, Ivan. A fotografia é a sua linguagem. Rio de Janeiro: Espaço e Tempo, EDILSON PANTOJA Edílson Pantoja da Silva - Graduado em Filosofia (Universidade Federal do Pará, 2000), mestre em Estudos Literários (Universidade Federal do Pará, 2006) e doutorando em Antropologia Social no Programa de Pós-Graduação em Antropologia (PPGA) da Universidade Federal do Pará, com pesquisa sobre Antropologia e Fotografia. É professor efetivo de Filosofia da Secretaria de Estado de Educação do Pará, professor horista do Instituto de Estudos Superiores da Amazônia (IESAM), e do PARFOR/UFPA - Curso de Filosofia. Tem experiência na área de Filosofia e Literatura, Filosofia da Ciência e da Tecnologia, Ética, Cibercultura e Filosofia da Linguagem. Disciplina LUZ Carga Horária 40 Objetivo Instruir o uso de equipamentos de iluminação, apoiado com as teorias da imagem para realizar produções digitais, destacando-a como informação. Ementa Noções de cor e sensitometria, luz e fotometria, uso de filtros, equipamentos de iluminação, tipos de filme e marcação de luz em laboratório, o processo de comunicação da imagem, Luz Artificial e Natural. Bibliografia WATTS, Harris.. Direção de câmera: um manual de técnicas de vídeo e cinema. Sao Paulo, SP: Summus Editorial, 1999; WATTS, Harris.. On Camera: o curso de produção de filme e vídeo da BBC. 5.ed. Sao Paulo,SP: Summus Editorial, César Sarmento Disciplina FOTOGRAFIA EXPERIMENTAL E AUTORAL Objetivo Desenvolver e elaborar projetos de cunho autoral, contemplando diversos estilos da fotografia, aplicando o conhecimento da técnica e da linguagem fotográfica digital e, na composição, possibilitar o desenvolvimento do olhar na interferência de seu estilo. Ementa A realidade e a ficção fotográfica. Estética. Sistemas de leitura Visual. Arte Fotográfica. Bibliografia BIBLIOGRAFIA KOSSOY Boris, Realidades e Ficção na Trama Fotografia, 3ªed. Cotias São Paulo Editora: Ateliê Editorial. DUBOIS Philippe, O ato Fotográfico. 9ª ed. -Campinas, São Paulo: Editora Papirus, BARILLI, Renato Teoria da Arte Curso de Estética. Editora : Estampa FILHO, João Gomes, Gestalt do Objeto, Sistema de Leitura Visual da Forma.5ªed. São Paulo: Editora: Escritura São Paulo, BUSSELLE, Michael Tudo Sobre Fotografia, 1ªed: Editora Thomson Pioneira, São Pauo-SP Barbara freire Especialista no Ensino das Artes na Educação Básica pela Universidade Estadual do Pará (2005), graduada em Educação Artística pela Universidade Federal do Pará (2001). Atualmente é professora titular da Escola Superior Madre Celeste, professora AD-4 efetiva - Secretaria de Estado de Educação do Pará. Possui experiência na área de Artes, com ênfase em Fotografia, atuando principalmente nos seguintes temas: educação, artes visuais e fotografia. Prêmio Cobra Criada, Fundação Curro Velho Menção Honrosa, CCBEU Mostra de Arte Primeiros Passos, CCBEU Disciplina ANÁLISE SEMIÓTICA DA FOTOGRAFIA Carga Horária 20

7 Objetivo Ementa Proporcionar aos alunos sobre as técnicas de análise da imagem fotográfica utilizada em revistas, jornais, propaganda, exposições, literatura. Identificando a arte e a técnica no processo de composição de imagens. Ponto de vista físico, Atitude das personagens. Qualificadores, Olhares das personagens, Enunciação, Relações intertextuais. Bibliografia JOLY, Martine. Introducao a análise da imagem. 10.ed. Campinas, SP: Papirus, https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/cso/article/viewfile/1083/1584 Dr. Erasmo Borges Disciplina FOTOJORNALISMO E FOTOJORNALISMO CORPORATIVO Objetivo Ter conhecimento e domínio das técnicas e conceitos do fotojornalismo e reconhecer e aplicá-los na produção de informação com atribuições estéticas e informacionais. Ter uma compreensão e domínio das relações que norteiam as interações do fotojornalismo como os demais gêneros jornalísticos. Ementa Historia do fotojornalismo, Reflexões iniciais Sentido e o porquê do gênero, Histórico formal, Foto documentarismo, Exemplos dos clássicos de Linguagem fotográfica e sentido, Pautas e notícias, Organizando-se sobre o que fotografar e o que se pautar, Pautas gerais, Relação texto e imagem, Foto-denúncia, Ética e Social. Bibliografia REGO, Francisco Drudêncio Torquarto -Jornalismo Empresarial 2.ed.:São Paulo: editora Summus Editorial. LAGE Nilson Linguagem Jornalistica 7 ed. São Paulo: Editora Ática KOSOVSKI Ester- Ética na Comunicação 3ª ed. São Paulo editora : Mauad JEOVAH, F. Fundamentos do jornalismo fotográfico. São Paulo : Editora Iris, KEENE, Martin. Fotojornalismo: guia profissional. Lisboa: Dinalivros, Anderson Coelho Mestrado em Comunicação Visual. Universidade Estadual de Londrina, UEL, Londrina, Brasil Orientador: Paulo César Boni 2012 Especialização em Fotografia: Práxis e Discurso Fotográfico. Universidade Estadual de Londrina, UEL, Londrina, Brasil Graduação em Letras. Universidade Federal do Pará, UFPA, Belém, Brasil Título: Brandão que a cidade comeu: Visões de cidades na Belém fotográfica do Diário do Pará e na São Paulo de Não verás país nenhum de Ignácio de Loyola Brandão Disciplina HISTÓRIA DA ARTE MODERNA E CONTEMPORÂNE DA FOTOGRAFIA. Objetivo Uma abordagem do Renascimento ao encontro da cultura moderna e o desenvolvimento da linguagem e suas consequências e transformações culturais que ocorreram no Brasil Moderno. Entender a evolução e a transformação da linguagem fotográfica partindo do conceito chamado moderno. Ter uma consciência critica no nosso ambiente cultural e o resgate dessa produção na fotografia contemporânea. Ementa Fotografia e Historia; Fundamentos teóricos; Fotografia e Memória; A Fotografia no século XIX; A Fotografia moderna no Brasil; Anita Malfatti no tempo e no espaço. Bibliografia DONDIS, Donis A. Sintaxe de Linguagem Visual. São Paulo: Martins Fontes, OSTROWER, Fayga. A Sensibilidade do Intelecto, Rio de Janeiro; Campus, FLUSSER, Villen, O universo das imagens técnicas. Ed. Anna Blumen, SP.

8 BERGSON, Henri, Matéria e Memória. Martins Fontes, SP. ROUILLÉ, Andre A Fotografia entre documento e arte contemporânea, Ed. SENAC, SP. COMBRICH, F. H. A historia da arte, LTC. KOSSAY, Boris. Fotografia e Historia, São Paulo- Ateliê Editorial, CHIARELLI, Tadeu. Arte Internacional brasileira Lemos Editorial- 2 edição. COSTA, Heloise; RODRIGUES,Renato. A Fotografia Moderna no Brasil- Ministerio da Cultura FUNARTE/ IPHAN. Ma. Magalene Royal Possui graduação em Educação Artística pela Universidade da Amazônia (1994) e Mestrado em Artes Plásticas pela Université de Paris- França (2002).Atualmente em fase final do Doutorado em Artes Plásticas Universidade de Paris- França. a pesquisadora na área de Arte Ecologia com ênfase em Artes Plásticas, atuando principalmente nos seguintes temas: identidade ribeirinha, cultura local,reciclagem, formas e arte marajoara. Em 2011 participou do Inventario do Acervo do Museu de Artes da Universidade Federal do Pará. Apresenta especialização na arte marajoara contemporânea. Em 2010 na Université Paris 8- França, fez uma mostra sobre a cultura local dos ribeirinhos das ilhas de Cotijuba e de Cachoeira do Arari, cujo enfoque era a cultura Marajoara, teve como tema da exposição: Arte e Ecologia: Um olhar moderno de Caratateua. Disciplina FOTOGRAFIA NA WEB Objetivo A disciplina irá apresentar ao aluno as novas tecnologias de comunicação e interação com objetivo de prepará-lo para ter uma presença digital eficaz e eficiente. Preparar estratégias de marketing digital, selecionar as mídias, perfil e segmento de atualização e obter retorno no uso delas. Ementa O uso da imagem nas Mídias digitais. Arquivamento e indexação da fotografia online, Marketing e gestão em fotografia. Comercio eletrônico de imagens na web. Bibliografia NIELSEN, Jakob- Projetando websites São Palo Editora: Campos KELBY, Scott Adobe Photoshop para fotógrafos digitais São Paulo Editora: Prentice Hall. BUGAY, Edson Luiz. Imagem Digital com Bridge e Câmera Raw. Editora Visual Books, LIMEIRA, Tania M. Vidigal. E-Marketing: o marketing na internet com casos brasileiros. São Paulo.2ª ed. Editora Saraiva, James A. Fitzsimmons, Mona J. Fitzsimmons. Administração de Serviços: Operações, Estratégia e Tecnologia da Informação. 6ª ed. São Paulo. Bookman, Disciplina EDIÇÃO E TRATAMENTO DA IMAGEM Objetivo Capacitar o aluno a entender uma composição, através da imagem, e transformá-la em um produto para o mercado efetivamente competitivo, onde o tratamento da imagem a partir de softwares específicos enriqueça a criação final. Ementa Elementos Gráficos do Tratamento da Fotografia Elementos Estéticos do Tratamento da Fotografia Formatos de Arquivos Digitais Características da Imagem Digital Tratamento da Imagem Digital Softwares de Tratamento da Imagem Digital Técnicas Básicas com o Adobe Photoshop Técnicas Avançadas com o Adobe Photoshop

9 Bibliografia Composição de Imagens Complexas Processos de Automatização de Tratamento Disciplina CÂMERA ( ANALÓGICA E DIGITAL) Objetivo Com o conceito fotográfico, o aluno adquiri a liberdade de utilizar diversas técnicas, através de exercícios de criatividade que exploram o uso da luz natural e artificial, através da compreensão da ótica, analisando e explorando artisticamente as imagens produzidas. Ementa Produção de lentes e câmeras artesanais, a utilização da câmera analógica. Estudo da luz e da ótica. Produção e experimentação em laboratório fotográfico preto e branco manual. Bibliografia BUSSELLE Michael Tudo sobre fotografia, FILHO Ogê Marques- Processamento Digital de Imagens, HOXTER Erwin A - Introdução à técnica Radiográfica, KOSSOY Boris Realidades e ficções na trama fotográfica. César Sarmento Laboratorista Fotográfico, Graduado em Comunicação Social com Habilitação Multimídia, pelo IESAM, Pós graduado em Produção Audiovisual e Cerimonial e Eventos no IESAM. Ministrou Aula no projeto IESAM Capacita, Atua no meio fotográfico desde Após longa experiência no meio fotográfico tendo suas fotografias selecionadas para diversas exposições, e agraciado com algumas fotografias de seu acervo, publicadas no Livro do Círio 2009., 2010, 2011, 2012 e Disciplina FOTOGRAFIA, CULTURA E SOCIEDADE Objetivo O estudo da relação entre fotografia e sociedade e da penetração e importância da fotografia nos mais diversos campos do fazer humano, indo da comunicação à política, passando ainda pela história e pela arte. Ementa Aula discursiva, Produção de resumos escritos em equipe, exercícios em sala, Produção fotográfica relacionados aos temas propostos em sala, Exposições periódicas da produção prática dos alunos em sala, Fotografia analógica e suas implicações na sociedade, Fotografia e contemporaneidade. Bibliografia BIBLIOGRAFIA BIBLIOGRAFIA BENJAMIN, Walter. Pequena História da Fotografia. In: Magia e técnica, arte e política. São Paulo: Brasiliense, 1987 BRAUNE. Fernando. O surrealismo e a estética fotográfica. Rio de Janeiro: 7Letras, FABRIS, Anna Teresa. Identidades virtuais: uma leitura do retrato fotográfico. Belo Horizonte: Ed. UFMG, FONTCUBERTA, Joan. A câmera de Pandora. A fotografia depois da fotografia FREUND, Gisele. A fotografia como documento social KOSSOY, Boris. Fotografia e Historia KOSSOY, Boris. Realidades e ficções na trama fotográfica KRAUSS, Rosalind E. O fotográfico MELLO, Maria Tersa Villela Bandeira de. Arte e Fotografia: o movimento Pictorialista no Brasil. Rio de Janeiro: Funarte, 1998 ROUILLE, Andre. A fotografia entre documento e arte contemporânea SCHWARCZ, Lilia Moritz; MAMMI, Lorenzo (Orgs.). 8 X fotografia SONTAG, Susan. Sobre fotografia. BIBLIOGRAFIA DUBOIS, Philippe. Ato fotográfico, ofício de arte e forma FONTCUBERTA, Joan. A câmera de Pandora. A fotografia depois da fotografia FREUND, Gisele. A fotografia como documento social KOSSOY, Boris. Fotografia e Historia KOSSOY, Boris. Realidades e ficções na trama fotográfica KRAUSS, Rosalind E. O fotográfico ROUILLE, Andre. A fotografia entre documento e arte contemporânea SCHWARCZ, Lilia Moritz; MAMMI, Lorenzo (Orgs.). 8 X fotografia SONTAG, Susan. Sobre fotografia. ANGELA GONZALE Bacharel em Comunicação Social Jornalismo ( ) Universidade Federal do Pará UFPa TCC com o tema Fotografia: História e Atualidades Pós-Graduação em nível de Especialização - "Artes Visuais: Cultura & Criação" (

10 ) TCC com o tema: Cenas alteradas um estudo das alterações de cor e forma em fotografias de câmeras estenopeicas Mestrado Interdisciplinar em Cultura e Sociedade (2012) Universidade Federal do Maranhão (UFMA) Dissertação: Capital social na web: como falam de si mesmos os usuários do Facebook. Disciplina FOTOGRAFIA AMAZÔNICA Carga Horária 20 Objetivo Desenvolver uma reflexão sobre os percursos da fotografia paraense, através da analise dos autores de diferentes épocas, refletir sobre a identidade da fotografia paraense. Ementa A desconstrução da fotografia paraense, Foto Clubismo no Pará, Aula expositiva, leitura e discussão de textos propostos, apresentação e discussão de filmes, prática fotográfica onde procederemos a descoberta, desenvolvimento e a reflexão do fazer artístico. Bibliografia FELDMAN, Bela Bianco, e LEITE, Miriam Moreira (orgs). Os desafios da imagem...? LEITE, Miriam Moreira. Retratos de Família: Leitura da Fotografia Histórica.São Paulo : Editora da Universidade de São Paulo, NOVAES, Adauto. O Olhar. São Paulo, SP: Companhia das Letras, 1988 SONTAG, Susan. Sobre fotografia São Paulo: Companhia das Letras, 2005 TURAZZI, Maria Inez (org.). Revista do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Nº 27 - Fotografia Simone Alves Machado Mestre em Artes Visuais pelo Instituto de Ciências da Arte ICA/UFPA Bacharel em Direito UFPA (Universidade Federal do Pará) Áreas de pesquisa: movimentos fotográficos em Belém da fotografia popular ao fotojornalismo, história de vida dos artistas da fotografia popular. Linguagem visual - o novo deslocamento do olhar (do tradicional para o digital) e a percepção visual na era digital. Disciplina DESIGNER APLICADO A FOTOGRAFIA. Objetivo Avaliar e compreender as ferramentas de designer para utilizar na linguagem fotográfica e no processo de produção, o processo criativo de cumprir a solicitação do mercado. Ementa Referências visuais, Análise da concorrência, Design na pré produção, Design na pós produção, Design na elaboração de portfólio, Importância. das etapas do processo fotográfico. Bibliografia MUNARI, Bruno, Designer e Comunicação Visual, SP Martins Fontes, DENIS,Cardoso Rafael, Uma introdução à história do designr, SP Edgard Blucher, COLLARO, Antônio Celso, Produção gráfica arte e técnica da mídia impressa, SP Pearson MATINS, Nelson, Fotografia: da analógica à digital, RJ Senac Nacional Lorena Souza Graduada em Comunicação Social Com Habilitação em Multimídia no IESAM, Pós graduada em Design Computação Gráfica e Multimídia, no IESAM, dedica-se a pesquisas sobre usabilidade e interação, trabalha com ilustração e planejamento estratégico. Atua como Design de criação das interfaces de aplicativos para web e outros dispositivos, além da produção de peças publicitárias, estratégias e pesquisas na área da comunicação, assim como pesquisas sobre Redes sociais e Análise de Mídia. Disciplina FOTOGRAFIA PUBLICITÁRIA Carga Horária 20 Objetivo Aplicar os conceitos da fotografia publicitária, através das técnicas e equipamentos de iluminação, produção, locações, direção de modelos, dando suporte para analisarmos as fotos produzidas nos exercício solicitado em estúdio. Ementa Still life / Fotografia de Moda / Tratamento de Imagens. Fotografia de moda, Fotografia Publicitária, Direção de modelos, Semiótica na fotografia de moda e Tratamento de imagem

11 Bibliografia para moda Moda é Comunicação (Carol Garcia e Ana Paula de Miranda) Discursos de moda, semiótica, design e corpo ( Katia Castillo e Marcelo M. Martins), Anhembi Morumbi Making Of Revelações sobre o dia a dia da fotografia - Newton César & Marco Piovan Editora SENAC Fotografo de Retratos- Bill Hurter - Editora Photos, Os diários da luz sublime MacNally editora Altabooks Neto Soares Fotógrafo Publicitário com enfase em moda, Graduado em Comunicação Social Multimídia, Pós graduado em Artes Visuais com pesquisa em fotografia publicitária para moda com utilização de referência de artistas modernos.

ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL, PÚBLICA E COM PESSOAS 2015 - PRESENCIAL MODULAR SEMESTRAL

ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL, PÚBLICA E COM PESSOAS 2015 - PRESENCIAL MODULAR SEMESTRAL ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL, PÚBLICA E COM PESSOAS 2015 - PRESENCIAL MODULAR SEMESTRAL Objetivos: Oferecer todo o suporte necessário para garantir a formação de especialistas aptos a planejar,

Leia mais

GESTÃO EMPRESARIAL TECNOLÓGICA 2015 - PRESENCIAL MODULAR SEMESTRAL

GESTÃO EMPRESARIAL TECNOLÓGICA 2015 - PRESENCIAL MODULAR SEMESTRAL GESTÃO EMPRESARIAL TECNOLÓGICA 2015 - PRESENCIAL MODULAR SEMESTRAL Objetivos: Formar especialistas aptos a atuar como Gestores Empresariais com o apoio tecnológico, para empresas públicas, privadas, mistas

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Curso de Jornalismo CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Área 1 Jornalismo Especializado (1 vaga) Graduação Exigida: Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo Titulação mínima exigida:

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA

Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA 1. Curso: COMUNICAÇÃO SOCIAL 2. Código: 12 3.Modalidade(s): Bacharelado X Licenciatura Profissional

Leia mais

DESIGN GRÁFICO, COMPUTAÇÃO E MULTIMÍDIA 2015 - PRESENCIAL MODULAR SEMESTRAL

DESIGN GRÁFICO, COMPUTAÇÃO E MULTIMÍDIA 2015 - PRESENCIAL MODULAR SEMESTRAL DESIGN GRÁFICO, COMPUTAÇÃO E MULTIMÍDIA 2015 - PRESENCIAL MODULAR SEMESTRAL Objetivos: Promover a formação de especialistas capazes de conceber e produzir animações bi e tridimensionais com inclusão de

Leia mais

CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM JOGOS DIGITAIS ANO 2015

CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM JOGOS DIGITAIS ANO 2015 CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM JOGOS DIGITAIS ANO 2015 Carla de Cássia Carvalho Cassado (Doutora) Regime de Trabalho: Tempo Parcial Área de Conhecimento: Ciências Humanas Qualificação

Leia mais

COMUNICAÇÃO DIGITAL 2015 - PRESENCIAL MODULAR SEMESTRAL. Período de duração do curso: 20 (vinte) meses /aulas (26 parcelas)

COMUNICAÇÃO DIGITAL 2015 - PRESENCIAL MODULAR SEMESTRAL. Período de duração do curso: 20 (vinte) meses /aulas (26 parcelas) COMUNICAÇÃO DIGITAL 2015 - PRESENCIAL MODULAR SEMESTRAL Objetivo Geral: aprender a planejar, criar e executar projetos de comunicação para ambientes digitais, como web sites, redes sociais, dispositivos

Leia mais

Período de duração do curso: 20 (vinte) meses /aulas (26 parcelas)

Período de duração do curso: 20 (vinte) meses /aulas (26 parcelas) GESTÃO, CONSULTORIA, AUDITORIA, PERÍCIA E FISCALIZAÇÃO AMBIENTAL 2015 - PRESENCIAL MODULAR SEMESTRAL Objetivos: Formar especialistas aptos a planejar, controlar, auditar e gerenciar aspectos e impactos

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO PUBLICIDADE E PROPAGANDA GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS Cultura Brasileira 1º PERÍODO O fenômeno cultural. Cultura(s) no Brasil. Cultura regional e

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM DOCÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR

PÓS-GRADUAÇÃO EM DOCÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR PÓS-GRADUAÇÃO EM DOCÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR Instituição Certificadora: FALC Amparo Legal: Resolução CNE CES 1 2001 Resolução CNE CES 1 2007 Carga Horária: 460h Período de Duração: 12 meses (01 ano) Objetivos:

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02 Sumário Pág. I) OBJETIVO 02 II) ESTRUTURA DO CURSO 1) Público alvo 02 2) Metodologia 02 3) Monografia / Trabalho final 02 4) Avaliação da aprendizagem 03 5) Dias e horários de aula 03 6) Distribuição de

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO 1 CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM DESIGN GRÁFICO EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) Consuni nº. 63/14, 2011 de 10 de dezembro de 2014. 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 3 01 INTRODUÇÃO AO CONHECIMENTO TECNOLÓGICO...

Leia mais

MBA em Gestão Estratégica e Marketing Digital Objetivo do curso:

MBA em Gestão Estratégica e Marketing Digital Objetivo do curso: Com carga horária de 420 horas o curso MBA em Gestão Estratégica e Marketing Digital é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros no curso: 04) para avaliação nos

Leia mais

Período de duração do curso: 20 (vinte) meses /aulas (26 parcelas)

Período de duração do curso: 20 (vinte) meses /aulas (26 parcelas) DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS WEB 2015 - PRESENCIAL MODULAR SEMESTRAL Geral e Específico: Formar especialistas para desenvolver soluções integrais de Web; em nível de gerenciamento, segurança, design e E-Commerce.

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Metodologia Científica Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º 1 - Ementa (sumário, resumo) Conceito e concepção de ciência

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02 Sumário Pág. I) OBJETIVO 02 II) ESTRUTURA DO CURSO 1) Público alvo 02 2) Metodologia 02 3) Monografia / Trabalho final 02 4) Avaliação da aprendizagem 03 5) Dias e horários de aula 03 6) Distribuição de

Leia mais

Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 DOU Nº 165 de 27/08/10. Componente Curricular: Trabalho de Conclusão de Curso II

Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 DOU Nº 165 de 27/08/10. Componente Curricular: Trabalho de Conclusão de Curso II C U R S O D E E N G E N H A R I A D E P R O D U Ç Ã O Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 DOU Nº 165 de 27/08/10 Componente Curricular: Trabalho de Conclusão de Curso II Código: ENGP 113 Pré-requisito:

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: Tecnologia em Sistemas para Internet FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/ 2013

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO/ 2013 Curso: Graduação: Habilitação: Regime: Duração: COMUNICAÇÃO SOCIAL BACHARELADO MATRIZ CURRICULAR PUBLICIDADE E PROPAGANDA SERIADO ANUAL - NOTURNO 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL

Leia mais

COORDENAÇÃO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

COORDENAÇÃO DO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL Disciplina: CRIAÇÃO PUBLICITÁRIA I Código: HT/OC 261 Curso: Comunicação Social Publicidade e Propaganda Pré-requisito: não tem Natureza: Semestral Carga horária: Aulas teóricas: 30 horas-aula Aulas práticas:

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02 Sumário Pág. I) OBJETIVO 02 II) ESTRUTURA DO CURSO 1) Público alvo 02 2) Metodologia 02 3) Monografia / Trabalho final 02 4) Avaliação da aprendizagem 03 5) Dias e horários de aula 03 6) Distribuição de

Leia mais

CURSO DE POS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EM FOTOGRAFIA DIGITAL

CURSO DE POS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EM FOTOGRAFIA DIGITAL CURSO DE POS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EM FOTOGRAFIA DIGITAL INFORMAÇÕES GERAIS: Em um mercado como o Brasil, país com um enorme potencial de profissionais criativos, fotógrafos sem uma formação adequada, além

Leia mais

Projeto Integrador. Faculdade Senac

Projeto Integrador. Faculdade Senac Projeto Integrador Faculdade Senac Faculdade de Tecnologia SENAC Goiás adota o Projeto Integrador nos cursos da área de Tecnologia da Informação com o intuito de possibilitar ao aluno criação de um produto

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA OBJETIVOS

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA OBJETIVOS Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO CURSO: INFORMÁTICA FORMA/GRAU:( X)integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE:

Leia mais

Pós-graduação Lato Sensu em Informática Aplicada na Educação

Pós-graduação Lato Sensu em Informática Aplicada na Educação Pós-graduação Lato Sensu em Informática Aplicada na Educação 1. Público Alvo Este curso de Pós-Graduação Lato Sensu é destinado principalmente a alunos graduados em cursos da área de Educação (Pedagogia

Leia mais

CURSO DE DESIGN DE MODA

CURSO DE DESIGN DE MODA 1 CURSO DE MATRIZ CURRICULAR 2016.1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS BRUSQUE (SC) Consuni nº. 49/15, 2015 de 7 de outubro de 2015. SUMÁRIO 2 1ª FASE... 4 01 DESENHO DE MODA I... 4 02 HISTÓRIA: ARTE E INDUMENTÁRIA...

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 8º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 8º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Acompanhamento aos Projetos de Pesquisa II Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 8º 1 - Ementa (sumário, resumo) Espaço destinado

Leia mais

CORPO DOCENTE DO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL RELAÇÕES PÚBLICAS

CORPO DOCENTE DO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL RELAÇÕES PÚBLICAS CORPO DOCENTE DO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL RELAÇÕES PÚBLICAS Alcyr de Morisson Faria Neto (Especialista) Regime de Trabalho: Área de conhecimento: Engenharia Qualificação profissional: Arquitetura e

Leia mais

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro Educação a Distância Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. A única diferença é a sala de aula que fica em suas

Leia mais

GESTÃO DA COMUNICAÇÃO NAS ATIVIDADES CRIATIVAS E CULTURAIS. Proposta de curso. Edição 2014.

GESTÃO DA COMUNICAÇÃO NAS ATIVIDADES CRIATIVAS E CULTURAIS. Proposta de curso. Edição 2014. GESTÃO DA COMUNICAÇÃO NAS ATIVIDADES CRIATIVAS E CULTURAIS Proposta de curso Edição 2014. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Título: Gestão da Comunicação nas Atividades Criativas e Culturais Local de realização:

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Multimídia Área de Comunicação Produção Multimídia Curta Duração Produção Multimídia Carreira em Produção Multimídia O curso superior de Produção Multimídia da FIAM FAAM forma profissionais preparados para o mercado

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria nº 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: Empreendedorismo

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria nº 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: Empreendedorismo CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria nº 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: Empreendedorismo Código: CTB-251 Pré-requisito: ---------- Período Letivo: 2015.2 Professor:

Leia mais

Qualificar o egresso do curso para a docência no ensino superior.

Qualificar o egresso do curso para a docência no ensino superior. AUDITORIA FISCAL E GESTÃO DE TRIBUTOS 2015 RESENCIAL MODULAR SEMESTRAL Objetivo: Qualificar o egresso do curso, em nível de especialização, para o desempenho de cargos e o exercício de funções na área

Leia mais

Faculdade da Alta Paulista

Faculdade da Alta Paulista PLANO DE ENSINO DISCIPLINA SÉRIE PERÍODO LETIVO CARGA HORÁRIA Gestão de Marketing 2ª. Série 2014 I EMENTA Função e cenário mercadológico. Inter-relacionamento da função mercadológica com as demais funções

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA. 1. Curso: Comunicação Social 2.

Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA. 1. Curso: Comunicação Social 2. Ministério da Educação Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação PROGRAMA DE DISCIPLINA 1. Curso: Comunicação Social 2. Código: 12 3.Modalidade(s): Bacharelado X Licenciatura Profissional

Leia mais

ANEXO I AO EDITAL PROP N 010/2013 ESPECIALIZAÇÕES 2014.1. Cursos de Especialização oferecidos: (CAMPI/NÚCLEOS)

ANEXO I AO EDITAL PROP N 010/2013 ESPECIALIZAÇÕES 2014.1. Cursos de Especialização oferecidos: (CAMPI/NÚCLEOS) ANEXO I AO EDITAL PROP N 010/2013 ESPECIALIZAÇÕES 2014.1 Edital de ofertas de cursos para o Programa de Pós- Graduação Lato Sensu da UESPI, conforme Resolução CONSUN nº 045/2003. Cursos de Especialização

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS PLANO DE ENSINO 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS PLANO DE ENSINO 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CÓDIGO UNIDADE 042 CÓD. CURSO CURSO 42501 COMUNICAÇÃO SOCIAL HAB: JORNALISMO CÓD. DISC. DISCIPLINA ETAPA CH SEM CH TOTAL SEM/ANO 121.3205.5 FOTOJORNALISMO 2ª 04 68 1º/2010 OBJETIVOS O aluno ao final do

Leia mais

CURSO DE FISIOTERAPIA

CURSO DE FISIOTERAPIA CURSO DE FISIOTERAPIA Autorizado pela Portaria nº 377 de 19/03/09 DOU de 20/03/09 Seção 1. Pág. 09 Componente Curricular: Trabalho de Conclusão de Curso II Código: FISIO 212 Pré-Requisito: - Período Letivo:

Leia mais

2º SEMESTRE CARGA HORÁRIA

2º SEMESTRE CARGA HORÁRIA ESTRUTURA CURRICULAR Universidade Estadual da Paraíba UEPB Campina Grande - Campus I DIURNO 1º SEMESTRE CARGA HORÁRIA História da Comunicação (básica) 30 02 Filosofia da Comunicação (complementar) 30 02

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular TÉCNICAS DE FOTOGRAFIA Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular TÉCNICAS DE FOTOGRAFIA Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular TÉCNICAS DE FOTOGRAFIA Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Comunicação e Multimédia 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS PLANO DE ENSINO 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS PLANO DE ENSINO 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CÓDIGO UNIDADE 042 CÓD. CURSO CURSO 42501 JORNALISMO CÓD. DISC. DISCIPLINA ETAPA CH SEM CH TOTAL SEM/ANO 121.3213.1 METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO PROFESSOR (A) NÚCLEO TEMÁTICO HUMANIDADES E CIÊNCIAS

Leia mais

Arte e Entretenimento Midiático

Arte e Entretenimento Midiático PLANO DE ENSINO CURSO: Publicidade e Propaganda DISCIPLINA: Arte e Entretenimento Midiático PERÍODO: Noturno CARGA HORÁRIA: 80 SEMESTRE / ANO: 2º Semestre / 2015 PROFESSOR: Israel Antonio Manoel Pereira

Leia mais

Banco de dados para consulta e pesquisa da criação publicitária realizada no meio universitário contemporâneo. 1

Banco de dados para consulta e pesquisa da criação publicitária realizada no meio universitário contemporâneo. 1 Banco de dados para consulta e pesquisa da criação publicitária realizada no meio universitário contemporâneo. 1 Ricardo Bruscagin Morelatto. 2 Universidade Mackenzie. Resumo: Registro da produção criativa

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM FOTOGRAFIA REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições Gerais O presente

Leia mais

CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL ANO 2015

CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL ANO 2015 CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL ANO 2015 Anderson José Costa Sena (Mestre) Regime de Trabalho: Tempo Integral Qualificação Profissional: Engenharia Elétrica Doutorando

Leia mais

ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO 2015 - PRESENCIAL MODULAR SEMESTRAL

ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO 2015 - PRESENCIAL MODULAR SEMESTRAL ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO 2015 - PRESENCIAL MODULAR SEMESTRAL Objetivos Geral: Formar profissionais especializados na integração de conhecimentos de mecânica, eletrônica e computação para fornecer

Leia mais

Componente Curricular: Metodologia da Pesquisa Científica PLANO DE CURSO

Componente Curricular: Metodologia da Pesquisa Científica PLANO DE CURSO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Reconhecimento Renovado pela Portaria MEC nº 264 de 14.07.11, DOU de 19.07.11. Componente Curricular: Metodologia da Pesquisa Científica Código: CTB-190 Pré-requisito: ----------

Leia mais

CEPPG Coordenação de Extensão, Pesquisa e Pós Graduação 1

CEPPG Coordenação de Extensão, Pesquisa e Pós Graduação 1 1 Nome do curso: Área: O Curso: Objetivos: Diferenciais: Público Alvo: Ementa Disciplinas MBA EM GESTÃO DE NEGÓCIOS EM TURISMO: EVENTOS, LAZER, VIAGENS E HOTELARIA. Ciências Sociais O curso foi desenvolvido

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE PLANO DE CURSO FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Licenciatura em Letras com Habilitação em Português e Inglês Disciplina: Estágio Supervisionado I Professor: Joranaide

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Reconhecimento Renovado pela Portaria MEC nº 264 de 14.07.11, DOU de 19.07.11.

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Reconhecimento Renovado pela Portaria MEC nº 264 de 14.07.11, DOU de 19.07.11. CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Reconhecimento Renovado pela Portaria MEC nº 264 de 14.07.11, DOU de 19.07.11. Componente Curricular: ESTÁGIO II Código: CTB - 482 CH Total: 180 horas (60h em sala) Pré-Requisito:

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições;

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições; SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 06/2014 Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

Faculdade Independente do Nordeste Credenciada pela Portaria MEC 1.393, de 04/07/2001 publicada no D.O.U. de 09/07/2001.

Faculdade Independente do Nordeste Credenciada pela Portaria MEC 1.393, de 04/07/2001 publicada no D.O.U. de 09/07/2001. CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: Gestão Ambiental e Desenvolvimento Sustentável Código: ADM 454 Período Letivo: 2013.1 Professor:

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. Sumário I) OBJETIVO 02. 1) Público alvo 02. 2) Metodologia 02. 3) Monografia / Trabalho final 02 Sumário Pág. I) OBJETIVO 02 II) ESTRUTURA DO CURSO 1) Público alvo 02 2) Metodologia 02 3) Monografia / Trabalho final 02 4) Avaliação da aprendizagem 03 5) Dias e horários de aula 03 6) Distribuição de

Leia mais

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo FESPSP PLANO DE ENSINO (2013)

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo FESPSP PLANO DE ENSINO (2013) Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo FESPSP PLANO DE ENSINO (2013) I. IDENTIFICAÇÃO DISCIPLINA PROJETOS CULTURAIS CARGA HORÁRIA 72 h CURSO Biblioteconomia e Ciência SEMESTRE 5 o semestre

Leia mais

CALENDÁRIO - PED TECNOLOGIAS EM ENSINO A DISTÂNCIA Grupo 097 - Junho/2012

CALENDÁRIO - PED TECNOLOGIAS EM ENSINO A DISTÂNCIA Grupo 097 - Junho/2012 informações: 1.º 2.º 3.º CALENDÁRIO - PED TECNOLOGIAS EM ENSINO A DISTÂNCIA Grupo 097 - Junho/2012 Estrutura do Calendário Antes de utilizar o Calendário do Curso, leia atentamente o Manual do Aluno de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA PLANO DE ENSINO 2011-1 DISCIPLINA: Arte e Educação - JP0029 PROFESSOR: Ms. Clóvis Da Rolt I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Carga Horária Teórica: 60h Carga Horária Prática: 15h II EMENTA A disciplina de Arte e

Leia mais

DIRETORIA GERAL DIRETORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E EXTENSÃO COORDENAÇÃO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

DIRETORIA GERAL DIRETORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E EXTENSÃO COORDENAÇÃO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO INSTITUTO DE ESTUDOS SUPERIORES DA AMAZÔNIA IESAM Av. Gov. José Malcher, 1148 Belém, PA CEP. 66055-260 CNPJ nº 03.137.964/0001-74 Fone/Fax: (91) 4005-5400 / (91) 4005-5407 www.iesam-pa.edu.br DIRETORIA

Leia mais

DESIGN DE INTERAÇÃO E INTERFACES DIGITAIS - NPG1143 DESIGN DE INTEGRAÇÃO E INTERFACES DIGITAIS (04/08/2014) Perfil Docente

DESIGN DE INTERAÇÃO E INTERFACES DIGITAIS - NPG1143 DESIGN DE INTEGRAÇÃO E INTERFACES DIGITAIS (04/08/2014) Perfil Docente DESIGN DE INTERAÇÃO E INTERFACES DIGITAIS - NPG1143 DESIGN DE INTEGRAÇÃO E INTERFACES DIGITAIS (04/08/2014) Perfil Docente Pós-graduação lato ou stricto sensu na área da disciplina. Currículo publicado

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: Tecnólogo em Sistemas para Internet FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO ALTO VALE DO ITAJAÍ CEAVI DIREÇÃO DE ENSINO DEN PLANO DE ENSINO DEPARTAMENTO: CIÊNCIAS CONTÁBEIS DISCIPLINA: ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado plea Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado plea Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado plea Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO Código: ADM 150 Pré-Requisito: ------ Período Letivo: 2013.1 Professor:

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO CURSO: TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO. Ingresso Janeiro 2012. ESPM Unidade Porto Alegre. Rua Guilherme Schell, 350 Santo Antônio Porto Alegre/RS.

MANUAL DO CANDIDATO. Ingresso Janeiro 2012. ESPM Unidade Porto Alegre. Rua Guilherme Schell, 350 Santo Antônio Porto Alegre/RS. ORGANIZAÇÃO DE ACERVO FOTOGRÁFICO DIGITAL MANUAL DO CANDIDATO Ingresso Janeiro 2012 ESPM Unidade Porto Alegre Rua Guilherme Schell, 350 Santo Antônio Porto Alegre/RS. Informações: Central de Candidatos:

Leia mais

Comunicação LABORATÓRIO DE CRIAÇÃO DE IMAGENS EM MÍDIAS DIGITAIS - ESPAÇO DE (RE)SIGNIFICAÇÃO DO OLHAR POR VIA DE IMAGENS TÉCNICAS

Comunicação LABORATÓRIO DE CRIAÇÃO DE IMAGENS EM MÍDIAS DIGITAIS - ESPAÇO DE (RE)SIGNIFICAÇÃO DO OLHAR POR VIA DE IMAGENS TÉCNICAS Comunicação LABORATÓRIO DE CRIAÇÃO DE IMAGENS EM MÍDIAS DIGITAIS - ESPAÇO DE (RE)SIGNIFICAÇÃO DO OLHAR POR VIA DE IMAGENS TÉCNICAS SANTOS, Noeli Batista dos 1 Palavras-chave: imagem, ensino, tecnologia.

Leia mais

fotografia fotografia GLOBAL ESSENCIAL curso de fotografia sobre criação, poesia e percepção

fotografia fotografia GLOBAL ESSENCIAL curso de fotografia sobre criação, poesia e percepção fotografia fotografia GLOBAL ESSENCIAL curso de fotografia sobre criação, poesia e percepção curso de fotografia sobre criação, poesia e percepção Por que tenho saudade de você, no retrato ainda que o

Leia mais

fotografia ESSENCIAL curso de fotografia sobre criação, poesia e percepção

fotografia ESSENCIAL curso de fotografia sobre criação, poesia e percepção fotografia ESSENCIAL curso de fotografia sobre criação, poesia e percepção Por que tenho saudade de você, no retrato ainda que o mais recente? E por que um simples retrato, mais que você, me comove, se

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Carga Horária Semestral: 40h Semestre do Curso: 1º

PLANO DE ENSINO. Carga Horária Semestral: 40h Semestre do Curso: 1º PLANO DE ENSINO Curso: TURISMO Disciplina: Metodologia Científica Aplicada ao Turismo Carga Horária Semestral: 40h Semestre do Curso: 1º 1 - Ementa (sumário, resumo) Métodos das ciências e a interdisciplinaridade

Leia mais

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária

Área de Comunicação. Tecnologia em. Produção Publicitária Área de Comunicação Tecnologia em Produção Publicitária Curta Duração Tecnologia em Produção Publicitária CARREIRA EM PRODUÇÃO PUBLICITÁRIA Nos últimos anos, a globalização da economia e a estabilização

Leia mais

Como as tecnologias podem ser usadas para a melhoria da qualidade e eficácia da educação superior?

Como as tecnologias podem ser usadas para a melhoria da qualidade e eficácia da educação superior? Como as tecnologias podem ser usadas para a melhoria da qualidade e eficácia da educação superior? Roland Zottele XII Congresso Brasileiro de Gestão Educacional De onde falo Senac Abrangência nacional:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação a Distância SEED Departamento de Regulação e Supervisão da Educação a Distância Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado plea Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado plea Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Autorizado plea Portaria nº 1.399 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: AMPE - ADM DE MICRO E PEQ EMPRESAS Código: ADM 253 Pré-requisito: ------ Período Letivo: 2013.2

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO PROJETOS DIGITAIS

PÓS-GRADUAÇÃO PROJETOS DIGITAIS PÓS-GRADUAÇÃO PROJETOS DIGITAIS Coordenadora: Pedro Segreto 06/04/2015 > 09/2016 400 horas Idioma: Português Aulas: Segundas e quartas das 19h30 às 22h30 PÚBLICO-ALVO Profissionais e pesquisadores das

Leia mais

Programa de Pós Graduação FAPAM

Programa de Pós Graduação FAPAM Confraria Nossa Senhora da Piedade da Paróquia de Nossa Senhora da Piedade Faculdade de Pará de Minas - FAPAM Reconhecida pelo Decreto 79090, de 04/01/77 Rua Ricardo Marinho, 110 - São Geraldo - Pará de

Leia mais

Vídeo institucional para a Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá: apoio e solidariedade 1

Vídeo institucional para a Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá: apoio e solidariedade 1 Vídeo institucional para a Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá: apoio e solidariedade 1 Welytton Cesar Cabral Mazzer HERRERA 2 Ailton Pereira BARBOSA 3 Gilson Moraes da COSTA 4 Antonio Carlos do AMARAL

Leia mais

TÍTULO / TÍTULO: TV EXPERIMENTAL DE COMUNICAÇÃO: PROJETO INTEGRADO DE EXTENSÃO E COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA

TÍTULO / TÍTULO: TV EXPERIMENTAL DE COMUNICAÇÃO: PROJETO INTEGRADO DE EXTENSÃO E COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA TÍTULO / TÍTULO: TV EXPERIMENTAL DE COMUNICAÇÃO: PROJETO INTEGRADO DE EXTENSÃO E COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA AUTOR / AUTOR: Ruy Alkmim Rocha Filho INSTITUIÇÃO / INSTITUCIÓN: Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 19-CEPE/UNICENTRO, DE 6 DE MARÇO DE 2009. Aprova o Curso de Especialização em Mercados Emergentes em Comunicação, modalidade modular, a ser ministrado no Campus Santa Cruz, da UNICENTRO. O

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico ETEC Paulino Botelho Código: 91 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Técnico em Informática para Internet

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Curso TUR D1 - Turismo. Ênfase. Disciplina T1.7027S - Introdução ao Estágio Supervisionado

Plano de Ensino. Identificação. Curso TUR D1 - Turismo. Ênfase. Disciplina T1.7027S - Introdução ao Estágio Supervisionado Curso TUR D1 - Turismo Ênfase Identificação Disciplina T1.7027S - Introdução ao Estágio Supervisionado Docente(s) Fernando Protti Bueno Unidade Câmpus Experimental de Rosana Departamento Coordenadoria

Leia mais

DIRETORIA GERAL DIRETORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E EXTENSÃO COORDENAÇÃO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

DIRETORIA GERAL DIRETORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E EXTENSÃO COORDENAÇÃO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DIRETORIA GERAL DIRETORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E EXTENSÃO COORDENAÇÃO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO Turma 2013 1. Nome do Curso e Área de Conhecimento:

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Administração Disciplina: Filosofia Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 1º 1 - Ementa (sumário, resumo) Introdução à Filosofia, o estudo da filosofia;

Leia mais

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DO MARANHÃO-IESMA UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR DO SUL DO MARANHÃO-UNISULMA NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DO MARANHÃO-IESMA UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR DO SUL DO MARANHÃO-UNISULMA NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DO MARANHÃO-IESMA UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR DO SUL DO MARANHÃO-UNISULMA NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Especialização em Metodologia do Ensino Superior Imperatriz

Leia mais

MBA em Marketing Estratégico

MBA em Marketing Estratégico MBA em Marketing Estratégico Início em 28 de setembro de 2015 Aulas as segundas e quartas, das 19h às 22h Valor do curso: R$ 21.600,00 À vista com desconto: R$ 20.520,00 Consultar planos de parcelamento.

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 1º Semestre. Karlise Soares Nascimento

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 1º Semestre. Karlise Soares Nascimento Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO CURSO: SUPERIOR EM TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET FORMA/GRAU:( ) integrado ( ) subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado

Leia mais

Apresentação da FAMA

Apresentação da FAMA Pós-Graduação Lato Sensu CURSO DE ESPECIIALIIZAÇÃO 444 horras/aulla 1 Apresentação da FAMA A FAMA nasceu como conseqüência do espírito inovador e criador que há mais de 5 anos aflorou numa família de empreendedores

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO - UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 60/00-CEPE RESOLVE:

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO - UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 60/00-CEPE RESOLVE: RESOLUÇÃO Nº /00-CEPE 1 Fixa o Currículo Pleno do Curso de Comunicação Social, Habilitações em Jornalismo, Relações Públicas e Publicidade e Propaganda, do Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes. O,

Leia mais

Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Câmpus de Bauru PLANO DE DISCIPLINA

Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Câmpus de Bauru PLANO DE DISCIPLINA PLANO DE DISCIPLINA 1. UNIDADE: Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação 2. PROGRAMA: Pós-graduação em Televisão Digital: Informação e Conhecimento 3. NÍVEL: Mestrado Profissional 4. ÁREA DE CONCENTRAÇÃO:

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA DIVISÃO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS PROGRAMA DE DISCIPLINA DEPARTAMENTO DE SAÚDE CÓDIGO: SAU532 DISCIPLINA: GESTÃO EMPRESARIAL EM ORGANIZAÇÕES NA ÁREA DA SAÚDE CARGA HORÁRIA: 45h EMENTA: Abordagens contemporâneas

Leia mais

1. Gestão de Pessoas I e II (Administração Integrada ao Ensino Médio)

1. Gestão de Pessoas I e II (Administração Integrada ao Ensino Médio) 1. Gestão de Pessoas I e II (Administração Integrada ao Ensino Médio) Administração Administração (EII) Administração - Habilitação em Administração de Empresas Administração - Habilitação em Administração

Leia mais

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Gestão de Marketing e Vendas

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Gestão de Marketing e Vendas DESCRITIVO DE CURSO MBA em Gestão de Marketing e Vendas 1. Posglobal Após a profunda transformação trazida pela globalização estamos agora em uma nova fase. As crises econômica, social e ambiental que

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Centro de Comunicação e Letras Curso de Propaganda, Publicidade e Criação PLANO DE ENSINO PLANO DE ENSINO CÓDIGO 042 CÓD. CURSO CÓD. DISC. 04035356 CRÉDITOS UNIDADE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS CURSO PROPAGANDA, PUBLICIDADE E CRIAÇÃO DISCIPLINA DESIGN GRÁFICO EM PUBLICIDADE ETAPA 3 Período

Leia mais

6. movimentos da câmara fotográfica.

6. movimentos da câmara fotográfica. Ficha de Unidade Curricular Designação - Fotografia Área Científica - FOT Ciclo de Estudos 1º Ciclo/ Lic. Som e Imagem Carácter - Obrigatória Semestre 2º Semestre ECTS - 6 Tempo de Trabalho- Total: 150h

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: Tecnólogo em Sistemas para Internet FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura

Leia mais

Design Manual do curso

Design Manual do curso Design Manual do curso Informações gerais INFORMAÇÕES GERAIS Nome: curso de Design, bacharelado Código do currículo: 2130 Nível: curso superior de graduação Início: o curso de Design com habilitação em

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online MBA EM GESTÃO EMPRESARIAL EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

Programa de Pós Graduação FAPAM

Programa de Pós Graduação FAPAM Confraria Nossa Senhora da Piedade da Paróquia de Nossa Senhora da Piedade Faculdade de Pará de Minas - FAPAM Reconhecida pelo Decreto 79090, de 04/01/77 Rua Ricardo Marinho, 110 - São Geraldo - Pará de

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico Unidade Universitária: 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS Curso: 42501 Jornalismo Disciplina: Fotografia e Tratamento de Imagem Núcleo Temático: Aplicação processual Código da Disciplina: ENEX00474 Professor(es):

Leia mais

CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE ENGENHARIA CIVIL

CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE ENGENHARIA CIVIL CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE ENGENHARIA CIVIL Alcyr de Morisson Faria Neto (Especialista) Regime de Trabalho: Horista Área de conhecimento: Ciências Sociais Aplicadas Qualificação profissional: Arquitetura

Leia mais

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Gestão de Projetos

DESCRITIVO DE CURSO. MBA em Gestão de Projetos DESCRITIVO DE CURSO MBA em Gestão de Projetos 1. Posglobal Após a profunda transformação trazida pela globalização estamos agora em uma nova fase. As crises econômica, social e ambiental que apontam a

Leia mais

CURSO DE FARMÁCIA Autorizado pela Portaria nº 991 de 01/12/08 DOU Nº 235 de 03/12/08 Seção 1. Pág. 35 PLANO DE CURSO

CURSO DE FARMÁCIA Autorizado pela Portaria nº 991 de 01/12/08 DOU Nº 235 de 03/12/08 Seção 1. Pág. 35 PLANO DE CURSO CURSO DE FARMÁCIA Autorizado pela Portaria nº 991 de 01/12/08 DOU Nº 235 de 03/12/08 Seção 1. Pág. 35 Componente Curricular: Gestão Farmacêutica Código: FAR - 104 Pré-requisito: ----- Período Letivo: 2013.2

Leia mais