Projetos, Benefícios e Valor: um desafio triangulado

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Projetos, Benefícios e Valor: um desafio triangulado"

Transcrição

1 Projetos, Benefícios e Valor: um desafio triangulado Mário Romão UNINOVE, 9 de Novembro 2014 III SINGEP e II S2IS M.Romão 1

2 AGENDA. Definições e conceitos. Benefícios dos investimentos em SI/TI*, qual o problema?. Contributos para a geração de valor dos investimentos. A abordagem de Gestão de Benefícios de Cranfield-UK. Caso prático. Desafios revisitados à gestão de valor. Reflexões e conclusões * SI/TI Sistemas e Tecnologias de Informação III SINGEP e II S2IS M.Romão 2

3 Projeto A project is a time and cost constrained operation to realise a set of defined deliverables (the scope to fulfil the project's objectives) up to quality standards and requirements. Fonte: International Project Management Association (IPMA) ICB - IPMA Competence Baseline. Version 3.0 (2006) Triângulo com enfoque em projetos e seus resultados Tempo III SINGEP e II S2IS M.Romão 3

4 Benefício Uma vantagem obtida na organização por um stakeholder individual ou grupo de stakeholders. Fonte: 'Benefits Management: Delivering Value from IS & IT Investments', John Ward and Elizabeth Daniel (2006) III SINGEP e II S2IS M.Romão 4

5 Valor Corresponde ao rácio: benefícios / dos recursos necessários É o que resulta da obtenção de benefícios usando recursos de forma otimizada, gerindo o risco de forma apropriada. Fonte: COBIT ISACA III SINGEP e II S2IS M.Romão 5

6 Problema 70% dos investimentos em SI/TI falham na obtenção dos benefícios que prometem ; 83% dos directores de informática (no Reino Unido) admitem que as análises custo/benefício que suportam as propostas de investimento em SI/TI são pura ficção ; Uma conspiração de mentiras. Fonte: Kit Grindley. Managing IT at the Board Level (1ª ed 1995) III SINGEP e II S2IS M.Romão 6

7 Problema 20% de todos os gastos em TI foram totalmente desperdiçados (valor global de US $600 bilhões em 2002). Fonte: 2002 survey do Gartner CIOs afirmam que 40% dos gastos em TI não trazem qualquer retorno às suas organizações. Fonte: 2004 survey da IBM a 1000 CIOs das empresas listadas na Fortune Apenas 35% dos projectos de TI são bem sucedidos, os restantes falham ou são postos em causa. * CIO - Chief Information Officer Fonte: 2006 estudo do Standish Group III SINGEP e II S2IS M.Romão 7

8 Problema Não entrega de valor ao negócio, dos investimentos em SI/TI 5. Falta de alinhamento entre os SI/TI e a estratégia de negócio 4. Incapacidade de definir prioridades para os SI/TI 2. Identificação e Plano de benefícios é insuficiente 3. Decisões de investimento são pouco apropriadas 1. Obtençãodos benefícios não é comprovada Fonte: Ward, J., Daniel, E.: Benefits Management - Delivering Value from IS & IT Investments. West Sussex, England: John Wiley and Sons Ltd., (2006) III SINGEP e II S2IS M.Romão 8

9 Motivos do problema Dificuldades na identificação, valorização e controlo dos benefícios e sua ligação ao valor. Ausência de um processo de gestão de benefícios / valor dos investimentos, p.e. em iniciativas envolvendo SI/TI. Os benefícios originados por alguns investimentos, p.e. em SI/TI, podem levar alguns anos a ser notados a nível financeiro. Má gestão dos SI/TI e desalinhamento. III SINGEP e II S2IS M.Romão 9

10 Valor não se gera por milagre! III SINGEP e II S2IS M.Romão 10

11 Opções para valor III SINGEP e II S2IS M.Romão 11

12 O que contribui para a geração de Valor na organização? III SINGEP e II S2IS M.Romão 12

13 Contributo da Estratégia de Negócio Onde estamos? Qual o melhor caminho? Balanced ScoreCard Para onde queremos ir? Fonte: José C. de Carvalho, José C. Filipe: Manual de Estratégia, Conceitos, Prática e Roteiro. Edições Sílabo 2008 Fonte: Kaplan, R. S., Norton, D. P.: The Balanced Scorecard: Translating Strategy into Action. Harvard Business School Press (1996) III SINGEP e II S2IS M.Romão 13

14 O contributo do mapa estratégico Balanced ScoreCard O Mapa estratégico p ro j e t o s nota: adaptado de Kaplan e Norton, 2004 III SINGEP e II S2IS M.Romão 14

15 FINS O contributo da Arquitetura Objectivos FCS Arquitectura Balanced Scorecard Estrutura Organizacional (pessoas) KPI Dados FORMAS Processos de negócio MEIOS de Empresa Software Aplicacional Infraestrutura de TI Competências SOX PPM ITIL ISO20001 PMI CMMI IT Governance G. Benefícios COBIT Fonte: Mário Caldeira (ISEG) III SINGEP e II S2IS M.Romão 15

16 O contributo do Portefolio SI/TI ESTRATÉGICAS ALTO POTENCIAL Alto Contribuição para atingir os objectivos futuros da empresa Baixo - aplicações críticas para sustentar a estratégia futura do negócio - aplicações de que a organização depende hoje para o seu successo - aplicações que podem ser importantes para alcançar sucesso no futuro - aplicações que são valiosas mas não criticas para o successo OPERACIONAIS CHAVE SUPORTE Alto Grau de dependência da organização relativamente aos SI/TI Baixo III SINGEP e II S2IS M.Romão 16

17 O contributo da Gestão de Portefolio Estamos selecionando os projetos adequados? Estamos executando os projetos de forma correta? Fonte: The PMI Standard for Portfolio Management, 2nd Ed III SINGEP e II S2IS M.Romão 17

18 Contributo da Gestão de Benefícios Planeamento Estratégico Programa e Portfolio de Projectos Métodos de Gestão da Mudança Metodologias de Desenvolvimento de Sistemas (e.g. SSADM) Gestão de Benefícios Metodologias de Gestão de Projecto (e.g. PMBoK, Prince2) Avaliação de Investimentos (e.g. PID) Técnicas de Gestão de Risco Fonte: Ward, J., Daniel, E.: Benefits Management - Delivering Value from IS & IT Investments. West Sussex, England: John Wiley and Sons Ltd., (2006) III SINGEP e II S2IS M.Romão 18

19 Contributo da Gestão de Benefícios Rede de Dependência de Benefícios IS/TI 1 Acções de Formação Processos novos ou redefenidos Accionistas Financeiro Politico Económico / IS/TI 2 IS/TI 3 Restruturação Departament. Novas regras Novos papéis e responsabilidades Utilização de novas métricas e mecan. de remun. Funcionários Clientes Produtos e serviços Mercados Competitivo Social Tecnológico Contratação de pessoal Novas práticas de gestão e partilha de informação Fornecedores de serviços Operações Ambiental (Environment) Fornecedores componentes Inovação Legislação projectos SI/TI Factores para Mudança: Mudanças no negócio: Benefícios para: Objectivos do Investimento Business Drivers: (PESTEL) Adaptado de: Ward, J., Daniel, E.: Benefits Management - Delivering Value from IS & IT Investments. West Sussex, England: John Wiley and Sons Ltd., (2006) III SINGEP e II S2IS M.Romão 19

20 Contributo da Gestão de Benefícios triângulo com enfoque nos benefícios ligados aos stakeholders Projetos/meios III SINGEP e II S2IS M.Romão 20

21 Valor na cadeia de benefícios Objetivos Benefícios finais Benefícios intermédios Resultados de projetos Fonte: Serra, Carlos; Kunc, Martin: Benefits Realization Mnagament and its influence on Project success and on execution of business strategies: International Journal of Project Management, 2014; III SINGEP e II S2IS M.Romão 21

22 Valor e benefícios: o processo Usa o conhecimento adquirido pelos stakeholders para identificar mais valor Potencial para benefícios futuros Estabelece relações explícitas entre drivers de negócio, objectivos e benefícios Identificar e estruturar benefícios Promove dependências entre benefícios e mudanças logo de início Leva a que os stakeholders chave assumam a responsabilidade pelos benefícios e pelas mudanças necessárias à sua realização Plano de realização de benefícios Revê os resultados do investimento: os objectivos e benefícios foram atingidos? Porquê? ou porque não? Rever e avaliar resultados e ENTÃO Mudanças e revisões ao plano são baseados nos efeitos sobre os benefícios Executar o plano de benefícios Promove, onde possível, acções de recuperação aos benefícios Submetem-se business cases, suportados num plano global de benefícios - explicando que benefícios se esperam e como se concretizam III SINGEP e II S2IS M.Romão 22

23 Projetos, benefícios e valor: Resumo 1. Os investimentos decidem-se em função dos benefícios dos projetos, e nunca em função do dinheiro disponível. 2. É uma filosofia de gestão integrada, que complementa a Gestão de Projetos e outras práticas, visando uma melhoria na realização de benefícios dos investimentos nas diferentes áreas. 3. Procura um forte envolvimento dos gestores das áreas de negócio e outros stakeholders, na forma e no tempo apropriados. 4. Foca o agregado dos recursos de negócio e das TI nos investimentos que valem a pena (portefolio), com clara preocupação em alinhamento. 5. Procura medir tudo aquilo que é relevante na cadeia de valor da empresa, cortando tudo o que não acrescenta valor, adubando tudo que cria riqueza. 6. Este tipo de abordagem já é parte integrante de frameworks conhecidas (p.e. ISO 21502, BS EN 16271, BS EN 12973:2000, Cobit 5.0) III SINGEP e II S2IS M.Romão 23

24 Caso: ( Gestão de Benefícios ) Nova solução informática no Hospital de Évora Caldeira, M., et al. Information and communication technology adoption for business benefits: A case analysis of an integrated paperless system. International Journal of Information Management (2012), doi: /j.ijinfomgt III SINGEP e II S2IS M.Romão 24

25 Caso: Solução informática no Hospital de Évora Objetivos: melhorar serviço aos pacientes, buscar melhor eficiência no gerenciamento hospitalar e no uso dos recursos, alcançar maior satisfação dos profissionais, obter melhoria dos resultados financeiros Alvo: serviços de urgência (admissão e alta), gerenciamento de consultas ambulatórias Recolha de dados: 2006 a 2011 (antes e depois da implementação da solução instalada). Meios: Uso de uma solução de gerenciamento digitalizado de dados clínicos dos pacientes, sem suporte de papel e em real-time (Alert pfh) III SINGEP e II S2IS M.Romão 25

26 Caso: Solução informática no Hospital de Évora III SINGEP e II S2IS M.Romão 26

27 Caso: Solução informática no Hospital de Évora Exemplos de benefícios por tipo III SINGEP e II S2IS M.Romão 27

28 Caso: Solução informática no Hospital de Évora Alguns resultados e benefícios: Consultas de ambulatório 2006: ; 2009: ; 2010: Nota 1: a nova solução informática é responsável por cerca de um terço deste acréscimo Nota 2: Acréscimo de consultas/ano traduz beneficio de cerca de 3M /ano (preço unitário 120 /consulta), mas é um beneficio indirecto Dados + rigorosos e melhor G estão medidas corretas para reduzir custos e renegociar contratos Análises/exames clínicos reduziu ~10% ( / ano) Duração média das consultas reduziu (consulta completa do track-record do paciente) Pessoal afeto a gerenciar cadastro dos pacientes de 25 para 15 ( /ano neste processo) Satisfação média dos pacientes melhorou (via inquérito e registo de menores tempos médios de espera) Satisfação dos profissionais melhorou (melhor gerenciamento de carga de trabalho, mais evidências/qualidade, redução de erros médicos, tomada de decisão mais rápida e precisa) Resultados financeiros do hospital impacto positivo (previsão de reforço de CAPEX, efetiva redução de OPEX) III SINGEP e II S2IS M.Romão 28

29 Quem anda no pedaço ivm.org.uk (Antigo O G C) EUROPEAN COMMISSION ec.europa.eu/regional_policy/sources/docgener/guides/cost/guide2008_en.pdf www-935.ibm.com/services/us/gbs/thoughtleadership III SINGEP e II S2IS M.Romão 29

30 Com terminologias variadas Value Management Value Engineering Value Analysis Earned Value Management Benefits Management Benefits Realization Management Lean 6 Sigma Projects/Programs/Portfolio Management III SINGEP e II S2IS M.Romão 30

31 Algumas limitações persistem 1. Decisão dos investimentos baseada em retrovisor (post-mortum dos projetos) 2. Cálculos de ROI baseados em diferentes graus de incerteza dos proveitos e dos investimentos, sem normalização das estimativas 3. Pouca profundidade e cientificidade nas abordagens. Nos business cases falta, p.e., análises paramétricas na estimativa dos benefícios e custos, análises de sensibilidade (confiança, risco e incerteza), 4. Reduzida capacidade de decidir na base de trade-offs dos benefícios para a organização 5. Decisões dos investimentos ainda muito personalizadas (sensíveis ao poder e influência do sponsor na decisão) 6. Enfoque nas iniciativas centradas em SI/TI 7. Fraca capacidade de aplicação das abordagens académicas às empresas III SINGEP e II S2IS M.Romão 31

32 Desafio revisitado evolução do CAPEX + Capital Informacional + investimento + projetos Fonte: TheEconomist Intelligence Unit. A.T. Kearney Excellence in Capital Projects III SINGEP e II S2IS M.Romão 32

33 Desafio revisitado triângulo com enfoque no VA L O R: objetivos da organização, company intelligence, sustentabilidade, Investimentos em projectos e operações (Portefolio) III SINGEP e II S2IS M.Romão 33

34 Questões para reflexão. Porque é que a palavra orçamento tem maior frequência que a palavra benefícios?. Porque é que se discute o orçamento sem antes se discutirem os objetivos?. Porque é que cumprir o orçamento significa ser um excelente gestor?. Porque é que se não gastar todo o orçamento, no período seguinte recebo menos?. Porque é que se atribui mais orçamento a umas áreas do que a outras sem haver propostas de valor associadas?. Porque é que 5K pode ser caro e 5M pode ser muito barato? III SINGEP e II S2IS M.Romão 34

35 suportado num Business Case Body of Knowledge III SINGEP e II S2IS M.Romão 35

36 Business Case framework III SINGEP e II S2IS M.Romão 36

37 Um desafio triangulado enfoque no VA L O R: objetivos da organização, company intelligence, sustentabilidade, enfoque nos benefícios ligados aos stakeholders Tempo enfoque em projetos e seus resultados Projetos/meios Investimentos em projectos e operações (Portefolio) III SINGEP e II S2IS M.Romão 37

38 Projetos, Benefícios e Valor: um desafio triangulado Mário Romão UNINOVE, 9 de Novembro 2014 Mário Romão Prof. Associado Coordenador do Mestrado em Gestão de Projetos III SINGEP e II S2IS M.Romão 38

Gerenciamento de TI. Paulo César Rodrigues

Gerenciamento de TI. Paulo César Rodrigues Gerenciamento de TI Paulo César Rodrigues *Analista de Sistemas; *Tutor do curso de graduação em Tecnologia em Sistemas de Computação (UFF/Cederj); * Professor do curso Técnico em Informática da Prefeitura

Leia mais

GTI Governança de TI

GTI Governança de TI GTI Governança de TI Modelos de Melhores Práticas e o Modelo de Governança de TI Governança de TI FERNANDES & ABREU, cap. 4 1 COBIT Control Objectives for Information and Related Technology. Abrangente

Leia mais

MODELOS DE MELHORES GOVERNANÇA DE T.I. PRÁTICAS DA. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

MODELOS DE MELHORES GOVERNANÇA DE T.I. PRÁTICAS DA. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza MODELOS DE MELHORES PRÁTICAS DA GOVERNANÇA DE T.I. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza MELHORES PRÁTICAS PARA T.I. MODELO DE MELHORES PRÁTICAS COBIT Control Objectives for Information

Leia mais

MBA em Gestão de Tecnologia da Informação. Governança de TI. Lincoln Herbert Teixeira lincolnherbert@gmail.com

MBA em Gestão de Tecnologia da Informação. Governança de TI. Lincoln Herbert Teixeira lincolnherbert@gmail.com MBA em Gestão de Tecnologia da Informação Governança de TI Lincoln Herbert Teixeira lincolnherbert@gmail.com Governança de TI Ementa: Relacionar a governança de TI com a governança corporativa. Boas práticas

Leia mais

Governança de TI. Importância para as áreas de Auditoria e Compliance. Maio de 2011. IT Governance Discussion

Governança de TI. Importância para as áreas de Auditoria e Compliance. Maio de 2011. IT Governance Discussion Governança de TI Importância para as áreas de Auditoria e Compliance Maio de 2011 Page 1 É esperado de TI mais do que deixar o sistema no ar. Page 2 O que mudou o Papel de TI? Aumento de riscos e de expectativas

Leia mais

Pós-graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI

Pós-graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Pós-graduação em Gerenciamento de Projetos práticas do PMI Planejamento do Gerenciamento das Comunicações (10) e das Partes Interessadas (13) 2 Gerente Sênior de Projetos e Processos, 18 anos de experiência

Leia mais

Maria Rosário Bernardo, Doutoranda na Universidade de Lille Gestão de Projetos no Setor Público Desafios e Oportunidades

Maria Rosário Bernardo, Doutoranda na Universidade de Lille Gestão de Projetos no Setor Público Desafios e Oportunidades Agenda 15h00 15h15 15h45 Boas vindas e enquadramento espap A Governação de Projetos no Setor Público Melhor Estado, Maior valor entregue à sociedade Nuno Ponces de Carvalho, Perito Internacional na área

Leia mais

COBIT. Governança de TI. Juvenal Santana, PMP tecproit.com.br

COBIT. Governança de TI. Juvenal Santana, PMP tecproit.com.br COBIT Governança de TI Juvenal Santana, PMP tecproit.com.br Sobre mim Juvenal Santana Gerente de Projetos PMP; Cobit Certified; ITIL Certified; OOAD Certified; 9+ anos de experiência em TI; Especialista

Leia mais

5.1 Introdução. 5.2 Project Management Institute (PMI)

5.1 Introdução. 5.2 Project Management Institute (PMI) 5 NORMALIZAÇÃO DA GESTÃO DE PROJETOS 5.1 Introdução Embora tradicionalmente o esforço de normalização pertença à International Standards Organization (ISO), no caso da gestão de projetos a iniciativa tem

Leia mais

Carlos Henrique Santos da Silva

Carlos Henrique Santos da Silva GOVERNANÇA DE TI Carlos Henrique Santos da Silva Mestre em Informática em Sistemas de Informação UFRJ/IM Certificado em Project Management Professional (PMP) PMI Certificado em IT Services Management ITIL

Leia mais

Aplicando Pontos de Função na Definição de um Sistema de Indicadores BIT

Aplicando Pontos de Função na Definição de um Sistema de Indicadores BIT Aplicando Pontos de Função na Definição de um Sistema de Indicadores BIT Eduardo Alves de Oliveira eduaopec@yahoo.com.br SERPRO - Serviço Federal de Processamento de Dados Rua Pacheco Leão, 1235 - Fundos

Leia mais

Implementação de Ferramentas de Gestão SOX ISO 20000 ISO 27001. Susana Carias Lisboa, 24 de Outubro de 2008

Implementação de Ferramentas de Gestão SOX ISO 20000 ISO 27001. Susana Carias Lisboa, 24 de Outubro de 2008 Implementação de Ferramentas de Gestão SOX ISO 20000 ISO 27001 Susana Carias Lisboa, 24 de Outubro de 2008 Agenda Introdução Desafio 1º passo Problemática ISO 27001 ISO 20000 Conclusões 2 Agenda Introdução

Leia mais

ESCRITÓRIO RIO DE PROJETOS

ESCRITÓRIO RIO DE PROJETOS PMO PROJETOS PROCESSOS MELHORIA CONTÍNUA PMI SCRUM COBIT ITIL LEAN SIX SIGMA BSC ESCRITÓRIO RIO DE PROJETOS DESAFIOS CULTURAIS PARA IMPLANTAÇÃO DANIEL AQUERE DE OLIVEIRA, PMP, MBA daniel.aquere@pmpartner.com.br

Leia mais

Responsáveis. Conceito. COBIT Control objectives for information and related technology (Controle e governança de TI)

Responsáveis. Conceito. COBIT Control objectives for information and related technology (Controle e governança de TI) COBIT Control objectives for information and related technology (Controle e governança de TI) Responsáveis Information system audit and control association IT Governance Institute Conceito Um conjunto

Leia mais

Workshop. Maturidade da Governação e Gestão de TI em Portugal. Inquérito Nacional 2011. Mário Lavado itsmf Portugal 11-10-2011

Workshop. Maturidade da Governação e Gestão de TI em Portugal. Inquérito Nacional 2011. Mário Lavado itsmf Portugal 11-10-2011 Workshop Maturidade da Governação e Gestão de TI em Portugal Inquérito Nacional 2011 Mário Lavado itsmf Portugal 11-10-2011 Agenda Apresentação dos resultados do estudo de maturidade do ITSM & ITGovervance

Leia mais

BPM (Business Process Management)

BPM (Business Process Management) Instituto Superior de Economia e Gestão Ano lectivo 2007/2008 Cadeira de Tecnologias de Informação BPM (Business Process Management) Planeamento e Controlo de Gestão Baseados nos Processos de Negócio José

Leia mais

Governança. Sistemas de Informação 8º Período Prof: Mafran Oliveira

Governança. Sistemas de Informação 8º Período Prof: Mafran Oliveira Governança Sistemas de Informação 8º Período Prof: Mafran Oliveira 1 Definição de Governança Governança Corporativa: É a Estrutura que identifica os objetivos de uma organização e de que forma pode-se

Leia mais

ESTRUTURAÇÃO DOS PROCESSOS DE COMUNICAÇÃO EM PROJETOS, PROGRAMAS E PORTFÓLIOS CONSULTORIA

ESTRUTURAÇÃO DOS PROCESSOS DE COMUNICAÇÃO EM PROJETOS, PROGRAMAS E PORTFÓLIOS CONSULTORIA ESTRUTURAÇÃO DOS PROCESSOS DE COMUNICAÇÃO EM PROJETOS, PROGRAMAS E PORTFÓLIOS CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Assegure melhores resultados em seus projetos com uma estrutura de comunicação simples, efetiva,

Leia mais

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc PMP, PMI-RMP, PMI-ACP, CSM, CSPO, ITIL & CobiT Certified Carlos Henrique Santos da Silva, MSc, PMP Especializações Certificações Mestre em Informática

Leia mais

OTIMIZAÇÃO DE RECURSOS E INVESTIMENTOS ATRAVÉS DO GERENCIAMENTO DE PROGRAMAS CONSULTORIA

OTIMIZAÇÃO DE RECURSOS E INVESTIMENTOS ATRAVÉS DO GERENCIAMENTO DE PROGRAMAS CONSULTORIA OTIMIZAÇÃO DE RECURSOS E INVESTIMENTOS ATRAVÉS DO GERENCIAMENTO DE PROGRAMAS CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Alcance melhores resultados através da gestão integrada de projetos relacionados ou que compartilham

Leia mais

IT Management Principles

IT Management Principles Exame Simulado IT Management Principles Edição Julho 2012 Copyright 2012 EXIN Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser publicado, reproduzido, copiado ou armazenada num sistema

Leia mais

Professor: Conrado Frassini cfrassini@uol.com.br

Professor: Conrado Frassini cfrassini@uol.com.br Governança de TI e ISO20000 Quo Vadis TI? quinta-feira, 14 de agosto de 2008, 17h09 A área de Tecnologia da Informação vem sofrendo mudanças profundas e esse fenômeno aumentará nos próximos anos. Além

Leia mais

Wesley Vaz, MSc., CISA

Wesley Vaz, MSc., CISA Wesley Vaz, MSc., CISA Objetivos Ao final da palestra, os participantes deverão ser capazes de: Identificar e compreender os princípios do Cobit 5; Identificar e conhecer as características dos elementos

Leia mais

COBIT FOUNDATION - APOSTILA DE RESUMO

COBIT FOUNDATION - APOSTILA DE RESUMO COBIT FOUNDATION - APOSTILA DE RESUMO GOVERNANÇA DE TI O QUE É GOVERNANÇA DE TI É um conjunto de estruturas e processos que visa garantir que a TI suporte e maximize adequadamente os objetivos e estratégias

Leia mais

A relação da Governança de TI (COBIT), Gerenciamento de Serviços (ITIL) e Gerenciamento de Projetos (PMI)

A relação da Governança de TI (COBIT), Gerenciamento de Serviços (ITIL) e Gerenciamento de Projetos (PMI) A relação da Governança de TI (COBIT), Gerenciamento de Serviços (ITIL) e Gerenciamento de Projetos (PMI) Os principais modelos de melhores práticas em TI Carlos Henrique Santos da Silva, MSc, PMP, ITIL

Leia mais

Certificações do Governo Britânico para Gerenciamento de Projetos - Prince2

Certificações do Governo Britânico para Gerenciamento de Projetos - Prince2 Certificações do Governo Britânico para Gerenciamento de Projetos - Prince2 Paulo A. Ferreira, PMP paf@pafferreira.com.br Apresentação Consultoria e Capacitação em Gerenciamento de Projetos Especialista

Leia mais

IT Governance. Alinhar as Tecnologias de Informação (TI s) com o negócio! www.pwc.pt/academy

IT Governance. Alinhar as Tecnologias de Informação (TI s) com o negócio! www.pwc.pt/academy www.pwc.pt/academy IT Governance Alinhar as Tecnologias de Informação (TI s) com o negócio! PwC s Academy Formação de profissionais para profissionais IT Governance Alinhar as TI s com o negócio Os projetos

Leia mais

1 Descrição sumária. Varajão, Trigo e Barroso, O Gestor de Sistemas de Informação nas grandes empresas portuguesas, Computerworld, 2011.

1 Descrição sumária. Varajão, Trigo e Barroso, O Gestor de Sistemas de Informação nas grandes empresas portuguesas, Computerworld, 2011. O Gestor de Sistemas de Informação nas grandes empresas portuguesas João Varajão 1, António Trigo 2, João Barroso 1 1 Escola de Ciências e Tecnologia, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro 2 Instituto

Leia mais

Governança de TI. Aguinaldo Aragon Fernandes, Dsc. Vladimir Ferraz de Abreu

Governança de TI. Aguinaldo Aragon Fernandes, Dsc. Vladimir Ferraz de Abreu Governança de TI Aguinaldo Aragon Fernandes, Dsc. Vladimir Ferraz de Abreu Palestrantes Professor Doutor Aguinaldo Aragon Fernandes. Bacharel em Administração pela UFRGS Mestre em Ciências em Administração

Leia mais

ESTRUTURAÇÃO DOS PROCESSOS DE GERENCIAMENTO DE RISCOS CONSULTORIA

ESTRUTURAÇÃO DOS PROCESSOS DE GERENCIAMENTO DE RISCOS CONSULTORIA ESTRUTURAÇÃO DOS PROCESSOS DE GERENCIAMENTO DE RISCOS CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Ganhe vantagem competitiva através da gestão adequada das ameaças e oportunidades de seus projetos. A Macrosolutions

Leia mais

Gestão e Certificação de Serviços de TI

Gestão e Certificação de Serviços de TI Gestão e Certificação de Serviços de TI Luís Vidigal itsmf Portugal Lisboa 8 de Abril de 2010 itsmf Portugal 1 Agenda 1. O que é a itsmf? 2. Situação do ITSM em Portugal 3. O que vamos fazer em 2010 itsmf

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PORTFÓLIO DE PROJETOS E INVESTIMENTOS CONSULTORIA

GERENCIAMENTO DE PORTFÓLIO DE PROJETOS E INVESTIMENTOS CONSULTORIA GERENCIAMENTO DE PORTFÓLIO DE PROJETOS E INVESTIMENTOS CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Como realizar inúmeros projetos potenciais com recursos limitados? Nós lhe mostraremos a solução para este e outros

Leia mais

Melhores Práticas em TI

Melhores Práticas em TI Melhores Práticas em TI Referências Implantando a Governança de TI - Da Estratégia à Gestão de Processos e Serviços - 2ª Edição Edição - AGUINALDO ARAGON FERNANDES, VLADIMIR FERRAZ DE ABREU. An Introductory

Leia mais

Governança de TI: Aspectos Gerenciais

Governança de TI: Aspectos Gerenciais Governança de TI: Aspectos Gerenciais Governança de TI: Aspectos Gerenciais 1 Governança de TI: Aspectos Gerenciais Governança de TI: Aspectos Gerenciais Governança é a forma como a estrutura organizacionalestá

Leia mais

Borland: Informatizando TI. João Carlos Bolonha jbolonha@borland.com

Borland: Informatizando TI. João Carlos Bolonha jbolonha@borland.com Borland: Informatizando TI João Carlos Bolonha jbolonha@borland.com Software Diferentes Níveis Extrair o Máximo Valor para o Negócio Eficiência Vantagem Competitiva Copyright 2007 Borland Software Corporation.

Leia mais

Balanced Scorecard: Modernidade na Gestão dos Negócios

Balanced Scorecard: Modernidade na Gestão dos Negócios Workshop A Competitividade das Empresas & o Balanced Scorecard Balanced Scorecard: Modernidade na Gestão JAIME RAMOS GUERRA JLM CONSULTORES DE GESTÃO, SA () INSTITUTO POLITECNICO DE LEIRIA jaime.guerra@jlm.pt

Leia mais

Business Value Delivery The IT Challenge

Business Value Delivery The IT Challenge Business Value Delivery The IT Challenge Luis Miguel Porém Country Manager Compuware Portugal Coimbra, Abril de 2004 ustentação do negócio Uma aplicação que funciona e está disponível é o activo principal

Leia mais

Este programa tem como objetivo consolidar conhecimentos sobre as melhores práticas de Governança em TI com base nos modelos propostos pela

Este programa tem como objetivo consolidar conhecimentos sobre as melhores práticas de Governança em TI com base nos modelos propostos pela GOVERNANÇA EM TI Controles do COBIT v4.1 integrados às boas práticas da ITIL v3. Requisitos das principais Normas de TI (ISO 20000 e ISO 27000) no contexto da Governança. Frameworks para outsourcing (escm-cl

Leia mais

efagundes com GOVERNANÇA DE TIC Eduardo Mayer Fagundes Aula 3/4

efagundes com GOVERNANÇA DE TIC Eduardo Mayer Fagundes Aula 3/4 GOVERNANÇA DE TIC Eduardo Mayer Fagundes Aula 3/4 1 CobIT Modelo abrangente aplicável para a auditoria e controle de processo de TI, desde o planejamento da tecnologia até a monitoração e auditoria de

Leia mais

COBIT Um kit de ferramentas para a excelência na gestão de TI. Eduardo Mayer Fagundes e-mail: eduardo@efagundes.com

COBIT Um kit de ferramentas para a excelência na gestão de TI. Eduardo Mayer Fagundes e-mail: eduardo@efagundes.com COBIT Um kit de ferramentas para a excelência na gestão de TI Eduardo Mayer Fagundes e-mail: eduardo@efagundes.com Introdução Atualmente, é impossível imaginar uma empresa sem uma forte área de sistemas

Leia mais

COACHING E MENTORING EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS CONSULTORIA

COACHING E MENTORING EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS CONSULTORIA COACHING E MENTORING EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Assegure resultados superiores do seu time de projetos e dos executivos com o coaching e mentoring exclusivo da Macrosolutions.

Leia mais

IT Governance. Alinhar as Tecnologias de Informação (TI s) www.pwc.pt/academy. Academia da PwC

IT Governance. Alinhar as Tecnologias de Informação (TI s) www.pwc.pt/academy. Academia da PwC www.pwc.pt/academy IT Governance Alinhar as Tecnologias de Informação (TI s) com o negócio Academia da PwC Considerando que existe um conjunto de factores críticos de sucesso na governação das Tecnologias

Leia mais

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc

Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc Governança de TI Prof. Carlos Henrique Santos da Silva, MSc PMP, PMI-RMP, PMI-ACP, CSM, CSPO, ITIL & CobiT Certified Carlos Henrique Santos da Silva, MSc, PMP Especializações Certificações Mestre em Informática

Leia mais

PLANEJAMENTO ACELERADO DE PROJETOS ATRAVÉS DOS GANHOS RÁPIDOS EM PROJETOS CONSULTORIA

PLANEJAMENTO ACELERADO DE PROJETOS ATRAVÉS DOS GANHOS RÁPIDOS EM PROJETOS CONSULTORIA PLANEJAMENTO ACELERADO DE PROJETOS ATRAVÉS DOS GANHOS RÁPIDOS EM PROJETOS CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA De 0 a 100% em 3 semanas! Entenda porque a nossa metodologia Ganhos Rápidos dará visibilidade aos

Leia mais

Guia completo para. planejar seu orçamento de TI

Guia completo para. planejar seu orçamento de TI Guia completo para planejar seu orçamento de TI SUMÁRIO >> Introdução... 3 >> Planejamento é a chave do sucesso... 6 >> Como fazer uma gestão de TI eficiente... 12 >> Aprenda a calcular o investimento

Leia mais

ELABORAÇÃO DO PLANO DE CARREIRAS EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS CONSULTORIA

ELABORAÇÃO DO PLANO DE CARREIRAS EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS CONSULTORIA ELABORAÇÃO DO PLANO DE CARREIRAS EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Amplie e diferencie os resultados da sua empresa através de um plano de carreira em gerenciamento de projetos.

Leia mais

O Balanced Scorecard BSC e a gestão do desempenho estratégico nas organizações do terceiro setor.

O Balanced Scorecard BSC e a gestão do desempenho estratégico nas organizações do terceiro setor. 1 São Paulo, 06 de junho do 2003 O Balanced Scorecard BSC e a gestão do desempenho estratégico nas organizações do terceiro setor. Peter Drucker (2001 p.67), fez a seguinte afirmação ao se referir ao terceiro

Leia mais

Governança de TI com melhores práticas COBIT, ITIL e BSC

Governança de TI com melhores práticas COBIT, ITIL e BSC {aula #1} com melhores práticas COBIT, ITIL e BSC www.etcnologia.com.br Rildo F Santos rildo.santos@etecnologia.com.br twitter: @rildosan (11) 9123-5358 skype: rildo.f.santos (11) 9962-4260 http://rildosan.blogspot.com/

Leia mais

Responsáveis. Conceito. COBIT Control objectives for information and related technology (Controle e governança de TI)

Responsáveis. Conceito. COBIT Control objectives for information and related technology (Controle e governança de TI) COBIT Control objectives for information and related technology (Controle e governança de TI) Responsáveis Information system audit and control association IT Governance Institute Conceito Um conjunto

Leia mais

Fazer Mais com Menos! Será Apenas um Mito? Pedro Engrácia, PMP espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública

Fazer Mais com Menos! Será Apenas um Mito? Pedro Engrácia, PMP espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública Fazer Mais com Menos! Será Apenas um Mito? Pedro Engrácia, PMP espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública Fazer mais com menos! É possivel? Disclaimer: Esta intervenção não é sobre

Leia mais

INTRODUÇÃO. Copyright 2015 Todos os direitos reservados. Capacitação e Certificação COBIT 4.1 Foundation

INTRODUÇÃO. Copyright 2015 Todos os direitos reservados. Capacitação e Certificação COBIT 4.1 Foundation Apresentação Inicial BEM-VINDO!!! Por favor, descreva o seu atual conhecimento sobre Governança de TI 1 INTRODUÇÃO 2 Introdução do Curso Bem vindo ao Controle de Objetivos de informação e Tecnologia (COBIT)

Leia mais

Balanced Scorecard e SIADAP: Articulação, Integração e Desenvolvimento

Balanced Scorecard e SIADAP: Articulação, Integração e Desenvolvimento 50 Administração Pública Interface Balanced Scorecard e SIADAP: Articulação, Integração e Desenvolvimento O BSC poderá ser a solução quando a necessidade de mudança se centrar no alinhamento da organização

Leia mais

Sistemas de Gestão na Segurança de Informação

Sistemas de Gestão na Segurança de Informação Public Safety & National Security Day Sistemas de Gestão na Segurança de Informação Paulo Faroleiro Lisboa, 10 de Dezembro 09 A Novabase Web site: www.novabase.pt Fundada em 1989 no seio académico no IST,

Leia mais

Como obter resultados em TI com gestão e governança efetivas direcionadas a estratégia do negócio?

Como obter resultados em TI com gestão e governança efetivas direcionadas a estratégia do negócio? Como obter resultados em TI com gestão e governança efetivas direcionadas a estratégia do negócio? A Tecnologia da Informação vem evoluindo constantemente, e as empresas seja qual for seu porte estão cada

Leia mais

COMUNICAÇÃO, GESTÃO E PLANO DE RECUPERAÇÃO DE PROJETOS EM CRISE CONSULTORIA

COMUNICAÇÃO, GESTÃO E PLANO DE RECUPERAÇÃO DE PROJETOS EM CRISE CONSULTORIA COMUNICAÇÃO, GESTÃO E PLANO DE RECUPERAÇÃO DE PROJETOS EM CRISE CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Minimize os impactos de um projeto em crise com a expertise de quem realmente conhece o assunto. A Macrosolutions

Leia mais

Indice. Parte I - Um Modelo de Gestão de Projectos. Introdução... 1

Indice. Parte I - Um Modelo de Gestão de Projectos. Introdução... 1 r Indice Introdução.......................................... 1 Parte I - Um Modelo de Gestão de Projectos 1- Características da Gestão de Projectos 11 1.1 Definição de Projecto 11 1.2 Projectos e Estratégia

Leia mais

Porquê na ITIL nas empresas? o Para termos uma resposta efetiva é preciso entender o porque da governança; o Entender gerenciamento de riscos.

Porquê na ITIL nas empresas? o Para termos uma resposta efetiva é preciso entender o porque da governança; o Entender gerenciamento de riscos. ITIL V3 Porquê na ITIL nas empresas? o Para termos uma resposta efetiva é preciso entender o porque da governança; o Entender o gerenciamento de riscos. Porquê Governança? Porque suas ações e seus requisitos

Leia mais

MASTER IN PROJECT MANAGEMENT

MASTER IN PROJECT MANAGEMENT MASTER IN PROJECT MANAGEMENT PROJETOS E COMUNICAÇÃO PROF. RICARDO SCHWACH MBA, PMP, COBIT, ITIL Apresentação Apresentação Professor Alunos Representante de Sala Frequência e Avaliação Modelos das aulas

Leia mais

GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com

GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com Conceito Com base nas definições podemos concluir que: Governança de de TI TI busca o compartilhamento de de decisões de de TI TI com os os demais dirigentes

Leia mais

CONSULTORIA NA GESTÃO DE PROJETOS ESPECÍFICOS

CONSULTORIA NA GESTÃO DE PROJETOS ESPECÍFICOS SUPORTE E CONSULTORIA NA GESTÃO DE PROJETOS ESPECÍFICOS CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Acelere resultados com o suporte da empresa e dos profissionais que mais entendem de gerenciamento de projetos no

Leia mais

GOVERNANÇA DE TI PMBoK (Project Management Body of Knowledge)

GOVERNANÇA DE TI PMBoK (Project Management Body of Knowledge) GOVERNANÇA DE TI PMBoK (Project Management Body of Knowledge) Governança de TI AULA 08 2011-1sem Governança de TI 1 Introdução ao Gerenciamento de Projetos HISTÓRIA PMI Project Management Institute: Associação

Leia mais

GESTÃO DA QUALIDADE DE SOFTWARE

GESTÃO DA QUALIDADE DE SOFTWARE GESTÃO DA QUALIDADE DE SOFTWARE Fernando L. F. Almeida falmeida@ispgaya.pt Principais Modelos Capability Maturity Model Integration (CMMI) Team Software Process and Personal Software Process (TSP/PSP)

Leia mais

IMPLANTAÇÃO E ESTRUTURAÇÃO DE ESCRITÓRIO DE PROJETOS (PMO) CONSULTORIA

IMPLANTAÇÃO E ESTRUTURAÇÃO DE ESCRITÓRIO DE PROJETOS (PMO) CONSULTORIA IMPLANTAÇÃO E ESTRUTURAÇÃO DE ESCRITÓRIO DE PROJETOS (PMO) CONSULTORIA SOBRE A CONSULTORIA Utilize os serviços de consultoria da Macrosolutions para obter as competências necessárias e gerenciar os projetos

Leia mais

Alessandro Almeida www.alessandroalmeida.com 22/08/2013. 2 Semestre de 2013 SIN-NA8

Alessandro Almeida www.alessandroalmeida.com 22/08/2013. 2 Semestre de 2013 SIN-NA8 Alessandro Almeida www.alessandroalmeida.com 22/08/2013 2 Semestre de 2013 SIN-NA8 Vamos incluir no capítulo 3 do TCC algumas informações sobre a gestão do projeto Informarei nas próximas semanas o que

Leia mais

Gestão Estratégica da TI. Prof. Renato Lima, PMP, ITIL, CGEIT Assunto: Governança de TI

Gestão Estratégica da TI. Prof. Renato Lima, PMP, ITIL, CGEIT Assunto: Governança de TI Gestão Estratégica da TI Prof. Renato Lima, PMP, ITIL, CGEIT Assunto: Governança de TI Introdução Motivadores Popularização das redes de computadores Avanço tecnológico Internet como veículo de comunicação

Leia mais

Utilizando o CobiT e o Balanced Scorecard como instrumentos para o. Gerenciamento de Níveis de Serviço

Utilizando o CobiT e o Balanced Scorecard como instrumentos para o. Gerenciamento de Níveis de Serviço Utilizando o CobiT e o Balanced Scorecard como instrumentos para o Gerenciamento de Níveis de Serviço Win Van Grembergen, http://www/isaca.org Tradução de Fátima Pires (fatima@ccuec.unicamp.br) Na economia

Leia mais

Gestão de TI. Aula 10 - Prof. Bruno Moreno 30/06/2011

Gestão de TI. Aula 10 - Prof. Bruno Moreno 30/06/2011 Gestão de TI Aula 10 - Prof. Bruno Moreno 30/06/2011 Aula passada... Gestão do Conhecimento 08:46 2 Aula de Hoje... BI Apresentação do artigo IT doesn t matter Debate 08:48 3 Caso da Toyota Toyota Motor

Leia mais

Strategic IT Manager +351 21 793 29 89. Gestão de Custos, Orçamentos e KPIs em IT. Como planificar, controlar e rentabilizar os investimentos

Strategic IT Manager +351 21 793 29 89. Gestão de Custos, Orçamentos e KPIs em IT. Como planificar, controlar e rentabilizar os investimentos www.iirangola.com MASTERCLASS IT Gestão de Custos, Orçamentos e KPIs em IT Strategic IT Manager Como planificar, controlar e rentabilizar os investimentos Variáveis no desenho do orçamento: objectivos,

Leia mais

A Governança de TI Gestão de TI através de Portfólios

A Governança de TI Gestão de TI através de Portfólios A Governança de TI Gestão de TI através de Portfólios Sandra Sergi Santos, PMP Governança de TI Vamos começar este artigo analisando Governança de TI. A Governança de TI é a área mais crítica de uma governança

Leia mais

Dinamizar e Implementar a Estratégia Gabriel Silva

Dinamizar e Implementar a Estratégia Gabriel Silva Dinamizar e Implementar a Estratégia Gabriel Silva Tempos de Mudança Mercados Tecnologia Pessoas Papel do Estado Escassez de Recursos Úteis no Longo Prazo Desdobramento dos Recursos 1 Missão Porque é que

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão. Evento IDC PME 24.set.2008. Carlos Neves

Sistema Integrado de Gestão. Evento IDC PME 24.set.2008. Carlos Neves Sistema Integrado de Gestão Evento IDC PME 24.set.2008 Carlos Neves Agradecimentos Carlos Neves - 24.Set.08 2 Sumário 1. Oportunidades e desafios para as PME 2. Os projectos SI/TI e a Mudança 3. Perspectivas

Leia mais

O que é Gestão ou Gerenciamento de Projetos?

O que é Gestão ou Gerenciamento de Projetos? O que é Gestão ou Gerenciamento de Projetos? Gerenciamento de Projetos Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus Monte Castelo Instituto Federal de Educação Ciência

Leia mais

GERENCIAMENTO E PROCESSO Porque adotá-los? Onivaldo Roncatti e Leonardo Noshi

GERENCIAMENTO E PROCESSO Porque adotá-los? Onivaldo Roncatti e Leonardo Noshi GERENCIAMENTO E PROCESSO Porque adotá-los? Onivaldo Roncatti e Leonardo Noshi 1 Sobre a empresa A Business Station é uma provedora de soluções de tecnologia. Possui 5 filiais: São Paulo (matriz), Campinas,

Leia mais

Business Intelligence Framework

Business Intelligence Framework Business Intelligence Framework José Peixoto and Júlio Lopes Departamento de Informática Universidade do Minho Abstract. Este artigo apresenta os elementos que constituem a Framework desenvolvida, bem

Leia mais

CobIT. Eduardo Mayer Fagundes. Um framework para a eficiência das organizações de Tecnologia da Informação e Telecomunicações

CobIT. Eduardo Mayer Fagundes. Um framework para a eficiência das organizações de Tecnologia da Informação e Telecomunicações CobIT Um framework para a eficiência das organizações de Tecnologia da Informação e Telecomunicações Eduardo Mayer Fagundes Copyright(c)2008 por Eduardo Mayer Fagundes 1 Agenda 1. Princípio de Gestão Empresarial

Leia mais

CONCORRÊNCIA E COMPETITIVIDADE

CONCORRÊNCIA E COMPETITIVIDADE CONCORRÊNCIA E COMPETITIVIDADE Capítulo 7 Balanced Scorecard ÍNDICE 7.1 O que é o Balanced Scorecard 7.2 Indicadores de Ocorrência 7.3 O Método 7.4 Diagramas de Balanced Scorecard Capítulo 7 - BALANCED

Leia mais

O Valor da TI. Introduzindo os conceitos do Val IT para mensuração do valor de Tecnologia da Informação. Conhecimento em Tecnologia da Informação

O Valor da TI. Introduzindo os conceitos do Val IT para mensuração do valor de Tecnologia da Informação. Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação O Valor da TI Introduzindo os conceitos do Val IT para mensuração do valor de Tecnologia da Informação 2010 Bridge Consulting

Leia mais

Alinhamento Estratégico. A importância do alinhamento entre a TI e o Negócio e o método proposto pelo framework do CobiT 4.1

Alinhamento Estratégico. A importância do alinhamento entre a TI e o Negócio e o método proposto pelo framework do CobiT 4.1 Conhecimento em Tecnologia da Informação Alinhamento Estratégico A importância do alinhamento entre a TI e o Negócio e o método proposto pelo framework do CobiT 4.1 2010 Bridge Consulting Apresentação

Leia mais

Usando o PRINCE2 TM como base para todos os Projetos Dezembro/ 2009

Usando o PRINCE2 TM como base para todos os Projetos Dezembro/ 2009 Usando o PRINCE2 TM como base para todos os Projetos Dezembro/ 2009 Usando o PRINCE2 TM como base para todos os Projetos Diferença entre projetos e operação O que uma organização procura em uma metodologia

Leia mais

Curso preparatório para exame de Certificação do ITIL V3.

Curso preparatório para exame de Certificação do ITIL V3. Curso preparatório para exame de Certificação do ITIL V3. Dentro do enfoque geral em conhecer e discutir os fundamentos, conceitos e as definições de Governança de TI - Tecnologia da Informação, bem como

Leia mais

Sistemas de Informação Empresarial

Sistemas de Informação Empresarial Sistemas de Informação Empresarial Governança de Tecnologia da Informação parte 2 Fonte: Mônica C. Rodrigues Padrões e Gestão de TI ISO,COBIT, ITIL 3 International Organization for Standardization d -

Leia mais

Estrutura e Governo das TI para a Saúde

Estrutura e Governo das TI para a Saúde Estrutura e Governo das TI para a Saúde Rui Gomes Director de Gestão das Tecnologias e da Informação Hospital Fernando Fonseca E.P.E. Rui.Gomes@hff.min-saude.pt Resumo Num mercado em crescimento e sempre

Leia mais

GOVERNANÇA DE TI: ABORDANDO COBIT E ITIL.

GOVERNANÇA DE TI: ABORDANDO COBIT E ITIL. Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Informática Disciplina de Pós-graduação Engenharia de Software. Professor Marcelo Soares Pimenta GOVERNANÇA DE TI: ABORDANDO COBIT E ITIL. Por: Dionatan

Leia mais

Certificação de Sistemas de Gestão de Serviços de TI em Portugal

Certificação de Sistemas de Gestão de Serviços de TI em Portugal Certificação de Sistemas de Gestão de Serviços de TI em Portugal ISO/IEC 20000-1 Mário Lavado itsmf Portugal Aveiro 19 de Março de 2009 itsmf Portugal 1 Agenda 1. O que é a itsmf? 2. As normas ISO/IEC

Leia mais

PARTE I GESTÃO DA PERFORMANCE E BALANCED SCORECARD CONCEITOS E INSTRUMENTOS

PARTE I GESTÃO DA PERFORMANCE E BALANCED SCORECARD CONCEITOS E INSTRUMENTOS Índice PREFÁCIO 15 PARTE I GESTÃO DA PERFORMANCE E BALANCED SCORECARD CONCEITOS E INSTRUMENTOS CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO À GESTÃO DA PERFORMANCE 1. Medir a performance 24 2. Gerir a performance 27 3. Contexto

Leia mais

Sílvia Pereira Marketing e Comunicação Joana Santos SI de Gestão Estratégica

Sílvia Pereira Marketing e Comunicação Joana Santos SI de Gestão Estratégica Sílvia Pereira Marketing e Comunicação Joana Santos SI de Gestão Estratégica www.quidgest.com quidgest@quidgest.com Quem somos Desenvolvemos SI desde 1988 Trabalhamos com Grandes Empresas e Organismos

Leia mais

Proposta. COBIT Fundamentos. Apresentação Executiva. COBIT - Fundamentos

Proposta. COBIT Fundamentos. Apresentação Executiva. COBIT - Fundamentos COBIT Fundamentos Apresentação Executiva 1 O treinamento de Cobit Fundamentos tem como premissa capacitar o participante a compreender e controlar os riscos associados, mantendo o equilíbrio entre os investimentos

Leia mais

Processos Técnicos - Aulas 1 a 3

Processos Técnicos - Aulas 1 a 3 Gerenciamento de Serviços de TI Processos Técnicos - Aulas 1 a 3 A Informática, ou Tecnologia da Informação, antigamente era vista como apenas mais um departamento, como um apoio à empresa. Hoje, qualquer

Leia mais

Qualidade. na Gestão de Serviços TI ISO/IEC 20000. Luís Vidigal. Lisboa 24 de Outubro de 2008

Qualidade. na Gestão de Serviços TI ISO/IEC 20000. Luís Vidigal. Lisboa 24 de Outubro de 2008 Qualidade na Gestão de Serviços TI ISO/IEC 20000 Luís Vidigal itsmf Portugal Lisboa 24 de Outubro de 2008 Agenda 1. O que é a itsmf? 2. A Certificação ISO/IEC 20000 O que é a itsmf? A itsmf no mundo Única

Leia mais

OGFI 2015 Group Project BAI07 Primeiro Relatório

OGFI 2015 Group Project BAI07 Primeiro Relatório Primeiro Relatório 62473 Pedro Vasconcelos 63563 Francisco Ferreira 73440 Filipe Correia 74211 Carolina Ferreirinha 82665 Nkusu Quivuna Sumário Este documento é o primeiro relatório de um projeto de análise

Leia mais

ELO Group contato@elogroup.com.br tel: 21 2561-5619

ELO Group contato@elogroup.com.br tel: 21 2561-5619 Gap Analysis ITIL ISO 20.000 Gerenciamento de Serviços de TI Integrado com Negócio Avalie seus processos de TI ELO Group contato@elogroup.com.br tel: 21 2561-5619 Agenda Gap Analysis ITIL ISO 20.000: Benefícios;

Leia mais

Estruturando a TI com COBIT, PMBOK e ITIL

Estruturando a TI com COBIT, PMBOK e ITIL Estruturando a TI com COBIT, PMBOK e ITIL Palestrante: Alisson Teixeira (MSc., PMP, ITIL e COBIT) Patrocínio Diamante Patrocínio Ouro Governança X Gestão Governança X Gestão Governança - assegura que as

Leia mais

Princípios da Gestão Empresarial

Princípios da Gestão Empresarial Princípios da Gestão Empresarial ideias mercado cenário Processos bem definidos e entendidos por toda organização Plano de negócios precisa de uma estratégia Fluxo realimentado a cada nova estratégia ou

Leia mais

Metodologia para Análise de Maturidade de Governança de TI. Soluções em Gestão e TI que adicionam valor aos negócios

Metodologia para Análise de Maturidade de Governança de TI. Soluções em Gestão e TI que adicionam valor aos negócios Metodologia para Análise de Maturidade de Governança de TI Soluções em Gestão e TI que adicionam valor aos negócios Garanta a eficiência e a competitividade da sua empresa Análise de Maturidade de Governança

Leia mais

GPAD Gestão de Projetos em Ambientes Digitais

GPAD Gestão de Projetos em Ambientes Digitais GPAD Gestão de Projetos em Ambientes Digitais Tecnologia e Mídias Digitais PUC SP Prof. Eduardo Savino Gomes 1 Afinal, o que vem a ser Gestão? 2 Gestão/Gerir/Gerenciar Gerenciar, administrar, coordenar

Leia mais

Gerenciamento de Serviços em TI com ITIL. Gerenciamento de Serviços de TI com ITIL

Gerenciamento de Serviços em TI com ITIL. Gerenciamento de Serviços de TI com ITIL Gerenciamento de Serviços de TI com ITIL A Filosofia do Gerenciamento de Serviços em TI Avanços tecnológicos; Negócios totalmente dependentes da TI; Qualidade, quantidade e a disponibilidade (infra-estrutura

Leia mais

Rodrigo B. Neves, PMP Diretor Gerência de Projetos - Flag IntelliWan rbneves@flag.com.br MSN: rodrigo_neves@hotmail.com

Rodrigo B. Neves, PMP Diretor Gerência de Projetos - Flag IntelliWan rbneves@flag.com.br MSN: rodrigo_neves@hotmail.com Infocon 2004 Rodrigo B. Neves, PMP Diretor Gerência de Projetos - Flag IntelliWan rbneves@flag.com.br MSN: rodrigo_neves@hotmail.com Agenda Definição; Histórico; Governança Coorporativa de TI; O Modelo

Leia mais

UMA REVISÃO DOS MODELOS DE GESTÃO EM TI

UMA REVISÃO DOS MODELOS DE GESTÃO EM TI 31 de Julho a 02 de Agosto de 2008 UMA REVISÃO DOS MODELOS DE GESTÃO EM TI Emerson augusto Priamo Moraes (UFF) emoraes@uai.com.br Sandra R. Holanda Mariano (UFF) srhm@uol.com.br Resumo Este artigo apresenta

Leia mais

Formação para executivos, quadros médios e superiores Novembro de 2014

Formação para executivos, quadros médios e superiores Novembro de 2014 www.pwc.pt/academy Formação para executivos, quadros médios e superiores Novembro de 2014 Formação profissional para profissionais. Mobilizar e capacitar profissionais Valorizar conhecimentos, experiências

Leia mais

GESTÃO DA QUALIDADE DE SOFTWARE

GESTÃO DA QUALIDADE DE SOFTWARE GESTÃO DA QUALIDADE DE SOFTWARE Fernando L. F. Almeida falmeida@ispgaya.pt Principais Modelos Capability Maturity Model Integration (CMMI) Team Software Process and Personal Software Process (TSP/PSP)

Leia mais