Santa Casa, 156 anos. ASanta Casa de Maceió promoveu uma semana. Pesquisa: Cardiologia/SUS e Medicina Nuclear são os mais elogiados

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Santa Casa, 156 anos. ASanta Casa de Maceió promoveu uma semana. Pesquisa: Cardiologia/SUS e Medicina Nuclear são os mais elogiados"

Transcrição

1 Ano III - Nº 12 - Outubro, Novembro e Dezembro de 2007 Santa Casa, 156 anos Cristina Lira, do Serviço de Nutrição, esclarece dúvidas Conheça a diferença entre os produtos light e diet PÁGINA 4 ASanta Casa de Maceió promoveu uma semana de comemorações e eventos alusivos aos 156 anos de sua fundação. Os principais destaques da programação foram a Minimaratona e a Caminhada Em Defesa da Vida, que reuniu mais de pessoas na orla da Ponta Verde e Jatiúca, com direito, inclusive, a café da manhã no Posto Sete. Dentre os eventos de integração voltados aos colaboradores da Santa Casa, destaque para os torneios masculino e feminino de futebol society, de xadrez e de sudoku (jogo de raciocínio), o Festival de Talentos (musicais, artísticos e artesanais), os concursos de poesia, crônica e de redação, além da Missa de Ação de Graças e da festa de encerramento, que premiou os vencedores em cada evento. PÁGINA 7 Cinco anos de UTI neurológica e vidas salvas PÁGINA 8 Cartão Vida & Saúde beneficia quem não tem plano de saúde PÁGINA 6 Na festa de encerramento da Semana dos 156 anos da Santa Casa, o provedor Humberto Gomes de Melo parte bolo comemorativo ao lado de colaboradores Pesquisa: Cardiologia/SUS e Medicina Nuclear são os mais elogiados Geni Neumann, da Anvisa, em palestra na Santa Casa Anvisa e SCMM realizam I Oficina de Hemovigilância PÁGINA 5 A Diretoria Médica da Santa Casa de Maceió homenageou o Serviço de Medicina Nuclear e a equipe médica da Cardiologia do SUS, que atua no Pavilhão I, por terem sido os setores mais elogiados pelos pacientes no período entre janeiro e setembro do corrente ano. Arquivo médico ganha moderna sede no Centro A premiação ocorreu na solenidade alusiva ao Dia do Médico, juntamente com a homenagem a seis renomados decanos da Santa Casa. Foram entregues placas comemorativas aos médicos Duílio Marsiglia, do Serviço de Medicina Nuclear, e Antonio De Biase, da Cardiologia do SUS. De Biase foi representado pelo cardiologista José Wanderlei Neto. Ambos frisaram que a satisfação dos pacientes é uma conquista do trabalho em equipe realizado pelos dois setores. A premiação será trimestral. PÁGINA 6 Editorial: Distorções entre Sudeste e NE PÁGINA 2 A Santa Casa de Maceió iniciou a transferência de prontuários para a nova sede do Serviço de Arquivo Médico (Same), localizada defronte à antiga Praça da Cadeia, no Centro. O Same ganhou espaço apropriado para armazenagem de arquivos, além de estantes e ambiente climatizado para funcionários e o público externo. O Same responde pela guarda de prontuários médicos, documento muito utilizado em processos da Previdência Social. PÁGINA 5 Jessé Paes, do Serviço de Arquivo Médico da Santa Casa, e o novo espaço para armazenagem de prontuários médicos

2 2 M O S A I C O P A L A V R A D O P R O V E D O R Fonoaudiólogo na UTI 1 A UTI Geral da Santa Casa de Maceió incorporou, de forma permanente, um fonoaudiólogo à equipe multidisciplinar da UTI Geral. Conforme frisou o médico intensivista Hélvio Chagas Ferro, a Santa Casa foi uma das primeiras instituições do Nordeste a incorporar um psicólogo, um fisioterapeuta respiratório e um infectologista à UTI. "A contratação efetiva do fonoaudiólogo é mais uma iniciativa do processo de humanização da UTI da Santa Casa, iniciado há mais de 15 anos, disse Hélvio Ferro. Fonoaudiólogo na UTI 2 A UTI não é um lugar de morte nem de pacientes em estágio terminal; é um lugar de vida, onde utilizamos a mais moderna tecnologia e os profissionais mais bem preparados para recuperar a saúde de pacientes sob risco. Tudo isso, tratando o paciente como ser humano, conversando com ele e mantendo a família bem informada", frisou Hélvio Ferro. Bate-papo com o Provedor O provedor Humberto Gomes de Melo iniciou um projeto inovador na gestão da Santa Casa de Maceió: o "Bate-papo com o Provedor", que reuniu sete colaboradores numa das salas do Centro de Estudos Professor Lourival de Melo Mota. Sem barreiras Inicialmente, o provedor Humberto Gomes de Melo se desfez da mesa existente na sala e formou uma roda de cadeiras, simbolizando que não existiriam barreiras naquela conversa informal. Permaneceu na sala apenas o gerente de Gestão com Pessoas, Sílvio Melo, mas se manteve a uma certa distância do grupo. O próximo Bate-papo com o Provedor será no dia 9 de novembro. Inscrições pelo ramal Combate ao Tabagismo No Dia de Combate ao Tabagismo, um projeto da Santa Casa de Maceió, em parceria com o Instituto Nacional do Câncer e o Ministério da Saúde, chamou a atenção da mídia alagoana. Diversas reportagens abordaram os grupos de tratamento para fumantes mantidos pela instituição. Cada participante recebeu acompanhamento médico e medicamentos para deixar o hábito de fumar. Revista Médica no Portal Antes mesmo do seu lançamento oficial, a edição 2007 da Revista Médica da Santa Casa de Maceió já pode ser lida integralmente no Portal da instituição, na Internet. No menu "Publicações", o internauta acessa o link "Revista Médica" e tem acesso aos arquivos em PDF da publicação. A. Noya DR. HUMBERTO GOMES DE MELO * Avisita do ministro José Gomes Temporão ao Nordeste e a Alagoas, em particular, no final do mês de setembro, me fez recordar quando, em 1984, na condição de secretário Estadual de Saúde e Serviço Social do Estado de Alagoas estive à frente do I Seminário Estadual de Ações Integradas de Saúde, ocasião em que o Ministério da Previdência e Assistência Social esteve representado pelos doutores Henri Engene Jouval Jr. e José Gomes Temporão. Na sua fala inicial, naquela ocasião, o atual ministro da Saúde, José Gomes Temporão, já demonstrava a sua preocupação com o financiamento e a gestão dos serviços de saúde, da mesma forma que agora vem defendendo, com muita ênfase, a necessidade de regulamentação da Emenda Constitucional 29 e o novo modelo para a gestão hospitalar pública. São palavras suas na abertura daquele encontro: Agora, em relação ao financiamento, que acho que é uma postura fundamental, a gente deve entender que vai ser exatamente da compartilhação não somente das ações, mas também dos recursos de todo o setor, no custeio de toda a rede, quer dizer, o objetivo fundamental dessa nova postura do Inamps, em termos de financiamento, é exatamente esse: que cada instituição, dentro de suas possibilidades, participe na gestão conjunta, e não só na gestão conjunta, mas na manutenção conjunta dessa rede pública. A vinda do ministro, mesmo com as insinuações de que foi uma corrida na busca de apoio dos governadores nordestinos e de suas bancadas para a aprovação da prorrogação da CPMF, no nosso entendimento, foi bastante salutar, uma vez que houve o reconhecimento, pela primeira vez, do que temos falado e propagado: os recursos destinados às assistências hospitalar e ambulatorial, no Brasil, são insignificantes e a distribuição desses recursos, através de tetos financeiros para estados e municípios, é feita de forma distorcida, com prejuízos significativos para determinadas unidades federadas, como é o caso de Alagoas. O ministro não só reconheceu publicamente a imensa defasagem na tabela de procedimentos médico-hospitalares - que, segundo afirmou no Ceará, acumulou perdas superiores a 110% apenas no período de 1994 a , como referendou que os valores per capita destinados às assistências hospitalar e ambulatorial dos estados nordestinos necessitavam de reajustes bem superiores aos das regiões Sul e Sudeste. Ele afirmou aos governadores nordestinos que a partilha dos recursos será feita levando em consideração as necessidades de cada Estado e a redução das desigualdades regionais. É o reconhecimento de um erro histórico, que prejudicou e vem prejudicando enormemente a nossa população mais sofrida. O nosso sentimento é de que o atual ministro reconheceu o que temos afirmado com tanta freqüência: os nordestinos e os alagoanos, em particular, adoecem tanto quanto os paulistas, os gaúchos e os paranaenses, portanto, não há razões para as distorções quando da distribuição dos recursos destinados à assistência, mesmo porque a dependência da nossa população ao SUS chega a superar os 90%, diferentemente do que acontece nas estados do Sul e do Sudeste. No que diz respeito à correção da tabela de procedimentos médico-hospitalares pagos pelo SUS, a defasagem é tão grande - inclusive, com valores irrisórios - que a simples correção de cerca de 30% sobre mil procedimentos não será suficiente para sanar tamanhos problemas vividos pela rede hospitalar pública e privada. Da mesma forma será impossível atender aos anseios da classe médica, que já está se mobilizando, em vários estados, para comunicar aos gestores e à sociedade a impossibilidade de continuar atendendo a população usuária do SUS pelos valores ora praticados, mesmo após os atuais reajustes. O ministro não tem deixado de dar o seu recado aos governadores, que, na sua quase totalidade, não cumprem o que determina a Constituição Federal através da Emenda nº 29, no que diz respeito aos 12% que devem ser destinados à saúde. Os últimos dados do Ministério da Saúde mostram que apenas sete estados cumprem a Emenda Constitucional 29. Nesse ponto, os Conselhos Estaduais de Saúde têm um papel muito importante. E x p e d i e n t e Dr. Humberto Gomes de Melo PROVEDOR Dr. Paulo de Lira DIRETOR ADMINISTRATIVO/FINANCEIRO Dr. Artur Gomes Neto DIRETOR-MÉDICO Ministro da Saúde visita Alagoas * Provedor, médico psiquiatra, presidente do Sindicato e Associação de Hospitais de Alagoas e diretor da Confederação Nacional de Saúde (CNS). Este informativo é produzido pela Assessoria de Comunicação da Santa Casa de Misericórdia de Maceió. Benedito de Lira Douglas Apratto Tenório Duílio Marsiglia Euclides Ferreira de Lima Giovani A. C. Albuquerque Antonio Noya ASSESSOR DE COMUNICAÇÃO MESA ADMINISTRATIVA Rua Barão de Maceió, Centro - CEP Maceió - Alagoas - Brasil Fone/Fax Os nordestinos e os alagoanos, em particular, adoecem tanto quanto os paulistas, os gaúchos e os paranaenses, portanto, não há razões para as distorções quando da distribuição dos recursos destinados à assistência João Augusto Sobrinho José Macário Barbosa José Peixoto dos Santos Marcos Davi Lemos de Melo Monsenhor Pedro Teixeira Cavalcante Teodomiro Jr. JORNALISTA - nº 535 MTE/AL

3 3 E N T R E V I S T A Atualização da Tabela do SUS decepciona médicos Opresidente do Sindicato dos Médicos de Alagoas (Sinmed), Wellington Galvão, foi uma das principais lideranças da mobilização que paralisou por 88 dias os médicos da Rede Pública Estadual de Saúde. Em entrevista concedida à Assessoria de Comunicação da Santa Casa de Maceió, o líder sindical fez severas críticas à atualização da Tabela de Procedimentos do Sistema Único de Saúde (SUS), realizada pelo Ministério da Saúde, numa tentativa de atenuar a crise vivida pela Saúde no Nordeste. Galvão detalhou, também, a participação do provedor Humberto Gomes de Melo nas negociações que levaram o Estado a encontrar recursos para conceder o reajuste. Os médicos realizaram uma das greves mais longas da história recente de Alagoas e também uma das que mais ganharam destaque no cenário nacional. O que motivou essa mobilização? A greve acabou, mas ainda estamos mobilizados em busca de dignidade e respeito para o profissional médico. O movimento de greve foi motivado por uma defasagem salarial de mais de 300% na Rede Pública Estadual de Saúde e também pela busca de uma carreira própria do médico dentro da rede. Então, a classe médica não tem uma carreira própria? Hoje somos técnicos da Saúde, e não médicos. No ano passado, nós conseguimos a aprovação da Lei do Médico, mas falta um plano de carreira próprio para o médico que esteja agregado à lei. Por não haver entendimento junto aos gestores estaduais, nós tivemos que partir para a greve, que durou 88 dias. Algumas pessoas devem ter estranhado a participação do provedor da Santa Casa de Maceió e presidente do Sindicato dos Hospitais, Humberto Gomes de Melo, nas negociações com o governo. É preciso destacar a participação efetiva do dr. Humberto Gomes de Melo no momento em que o Estado abriu as suas contas, os seus números, para que a gente avaliasse de onde poderiam ser retirados os recursos para atender ao nosso reajuste. Naquele momento, nós precisávamos de pessoas competentes, que tivessem conhecimento sobre as contas do Estado. O dr. Humberto participou, juntamente com a comissão do Sindmed, e foi de vital importância nesse trabalho. Devido a sua competência, ele descobriu onde obter tais recursos. E aí? A partir daí, o nosso discurso mudou muito e culminou com a concessão do reajuste de 39,31%, dividido em cinco parcelas. Onde entra a demissão coletiva? Antes de abrir os números, o governo estava irredutível. As negociações só foram à frente depois que os médicos do Estado decidiram pedir demissão coletiva, fato inédito no País. Eram profissionais com mais de 25 anos de trabalho que não apenas ameaçaram, mas formalizaram em massa os seus pedidos de demissão. Outro fato noticiado pela mídia, também nunca visto com tamanha intensidade, foi a presença dos médicos protestando nas ruas... Presidente do Sindicato dos Médicos de Alagoas, Wellington Galvão: a nova Tabela do SUS já está defasada Esse foi o segundo fato que marcou a nossa mobilização. Os médicos realizaram atos pacíficos no comércio, nas praias..., mas o trabalho que mais sensibilizou foi a ida de equipes médicas às grotas e associações de moradores. Fiz palestras em todo o País, e as pessoas se impressionavam com essa peculiaridade da nossa mobilização. Então, os médicos não ficaram acompanhando a greve de casa? De forma alguma. Estávamos de greve nos ambulatórios, mas íamos atender a população onde ela se encontrava: nas comunidades, nas grotas... Foram quatro semanas de visitas fazendo atendimento médico na periferia de Maceió. Um trabalho bonito que contou como o apoio de várias associações de bairro. E mais: a sociedade civil se engajou na nossa luta e fez um protesto na porta do Palácio (do Governo). Pela primeira vez, a mobilização de uma categoria profissional conseguiu o apoio da sociedade. Essa mobilização Um eletrocardiograma passou de R$ 3,15 para R$ 5,00 e a consulta especializada, de R$ 7,50 para R$ 10,00. Fica a pergunta: dá para comemorar? chegou até o Planalto e fez com o ministro da Saúde (José Gomes Temporão) viesse ao Nordeste, ouvisse os governadores e secretários de Saúde e liberasse recursos para a atualização da Tabela do SUS. Com a declaração do Estado de Emergência houve uma liberação inicial de R$ 23 milhões; depois é que foram liberados R$ 2 bilhões para o Nordeste. Como ficou a situação dos médicos que pediram demissão do Estado? Os 245 médicos que pediram demissão tiveram os seus pedidos revogados após negociação com o Estado. Na mesa de negociação ficou algo pendente? Sim. A nossa pauta incluiu o envio à Assembléia (Legislativa) do Plano de Cargos e Carreiras exclusivo da classe médica, que esperamos que seja aprovado em breve para dar um pouco mais de dignidade ao profissional médico. Focamos, também, no piso nacional do médico, que é um A. Noya dos nossos principais objetivos atualmente. O governo reajustou cerca de mil procedimentos da Tabela SUS. Qual a sua opinião? A última atualização da Tabela do SUS ocorreu há dez anos. Essa agora, infelizmente, já veio defasada. Isso vale tanto para a remuneração do médico como das instituições hospitalares, uma vez que os hospitais são o espaço de trabalho de muitos profissionais de saúde. Vamos a alguns números... O Ministério da Saúde concedeu reajuste de 60% para a diária na UTI. Parece muito, mas não é. Se antes repassava R$ 213,00 por uma diária, hoje esse valor subiu para R$ 243,00 ou R$ 270,00. Agora, sabe qual o custo aproximado de uma UTI para o hospital? Mais de R$ 1 mil. Aí, eu pergunto, é suficiente. Vamos a outro procedimento. Um eletrocardiograma passou de R$ 3,15 para R$ 5,00, e a Consulta Especializada, de R$ 7,50 para R$ 10,00. Fica a pergunta: dá para comemorar? Mas o governo federal vem divulgando números robustos de investimentos na Saúde... O governo diz que investiu não sei quantos por cento na Saúde, mas esse valor não chega até o médico, é apenas uma forma de investimento em infra-estrutura, equipamentos, um posto de saúde ali, um novo PSF acolá, mas não se remunerou o trabalho artesanal do médico. E isso, como já disse, inclui os hospitais, que também estão em situação difícil porque são muito malremunerados. Na prática, muitos médicos e hospitais estão deixando de trabalhar com o SUS. Quanto seria preciso investir na Saúde para que ela seja, de fato, de qualidade? Hoje são gastos em torno de R$ 42 bilhões/ano. O que sabemos é que a necessidade é de cerca de 90 bilhões para que o SUS ofereça uma Medicina de qualidade aos pacientes. Esses R$ 2 bilhões, que foram discontingenciados para aumentar a per capita, atualizar a Tabela do SUS e ajudar as Santas Casas, não são suficientes diante das necessidades e de uma defasagem de mais de 40 bilhões. Esse dinheiro pode ser um alento para os estados, mas a gente não vê como um ganho para o profissional médico. Em Alagoas, a maior parte do atendimento eletivo é feito pela rede particular ou filantrópica, mas as limitações do teto financeiro e dos valores pagos têm restringido o número de cirurgias e de procedimentos, prejudicando a população e os próprios hospitais.

4 4 CARTÃO DE DESCONTOS Vida & Saúde quer adesão de 3 mil clientes até 2008 Oprovedor Humberto Gomes de Melo, no encerramento da Semana dos 156 anos da Santa Casa de Maceió, lançou um serviço que beneficiará quem não tem plano de saúde: o cartão fidelidade Vida & Saúde. A meta do gerente de Marketing da Santa Casa, André Carneiro, é conseguir a adesão de três mil clientes no prazo de um ano. Como o cartão é gratuito, a meta poderá ser superada antes do prazo. "O cartão Vida & Saúde oferecerá descontos em consultas e exames na Santa Casa de Maceió, além da participação em programas de promoção e prevenção à saúde e descontos em farmácias, academias, entre outras empresas credenciadas", explicou André Carneiro, responsável pelo projeto. Ele fez questão de esclarecer que o Vida & Saúde não é um plano de saúde nem um cartão de débito ou de crédito. "Trata-se de um cartão que oferece descontos em consultas e exames para pagamentos à vista. Em alguns casos, os descontos podem chegar a 50%", acrescentou André. Uma campanha publicitária na TV e em jornais de grande circulação teve início neste domingo, apresentando o produto. Os interessados devem procurar as recepções da Santa Casa de Maceió e preencher um formulário de adesão. O pedido também poderá ser feito no portal da instituição na Internet, a partir da próxima semana. O cartão será enviado à residência do cliente 30 dias após o pedido, já o acesso aos descontos em consultas e exames estarão disponíveis 48 horas após a adesão, bastando, para Camila Nicastro, Sandra Lúcia e o gerente de Marketing, André Carneiro: trabalho em equipe isso, a apresentação de um documento de identidade. Os clientes do Vida & Saúde também receberão boletins informativos. Segundo a Agência Nacional de Saúde Complementar, cerca de 92% da população alagoana não tem acesso a planos privados de saúde, o que abre espaço no mercado para produtos como o Vida & Saúde, onde o paciente tem acesso a um atendimento particular por um preço acessível. A grande preocupação do gerente de Marketing, André Carneiro, entretanto, era que a população considerasse o Vida & Saúde mais um plano de saúde. André Carneiro destacou, ainda, o trabalho da assistente do Marketing, Sandra Lúcia, e da estagiária Camila Nicastro, que estiveram diretamente envolvidas no projeto. O trabalho em equipe sempre resulta em bons resultados. Campanha foi idealizada pela Santa Casa A campanha publicitária do cartão Vida & Saúde, produzida pela agência de publicidade Engenho, foi idealizada em um trabalho conjunto da Gerência de Marketing e da Assessoria de Comunicação da Santa Casa de Maceió. As equipes da Gerência de Marketing e de Comunicação mantiveram reuniões para discutir a campanha publicitária do cartão Vida & Saúde. Foram abordados todos os aspectos de uma campanha institucional, desde a arte final do cartão até o enfoque a ser acentuado em outdoors e nas matérias jornalísticas. Após a troca de idéias entre as duas gerências, o Marketing finalizou a campanha. O provedor Humberto Gomes de Melo elogiou o trabalho conjunto desenvolvido pelas duas equipes, iniciativa esta que trouxe ganhos econômicos para a instituição no tocante à criação e à arte final da campanha, já que normalmente se recorre ao serviço das agências. Palestra esclarece a diferença entre produtos light e diet No Dia do Nutricionista, o Serviço de Nutrição e Dietética (SND) da Santa Casa de Maceió promoveu uma palestra para esclarecer aos colaboradores da instituição um tema que suscita muitas dúvidas em pacientes e consumidores. O evento abordou as diferenças existentes entre os alimentos "diet" e "light", encontrados tanto nas prateleiras de supermercados como em farmácias. Conduzido pela nutricionista Izabel Cristina Lira, coordenadora do SND, o evento contou com a palestra das nutricionistas Ana Paula Quintella e Caterine Frazão. O provedor Humberto Gomes de Melo prestigiou a iniciativa, frisando a preocupação da Santa Casa de Maceió também com a saúde e o bem-estar dos seus colaboradores. Segundo as palestrantes, os produtos "diet" são alimentos formulados para dietas com a restrição de algum tipo de nutriente, como o açúcar. Já os "light" têm redução de pelo menos 25% em nutrientes ou calorias. Esses produtos Cristina Lira, coordenadora do Serviço de Nutrição, o provedor Humberto Gomes de Melo e o gerente Sílvio Melo são sempre comparados a um produto-referência do fabricante ou existente no mercado, comumente identificado como tradicional. Por isso, os alimentos "diet" são indicados para dietas controladas de determinado nutriente, já os "light" destinam-se a quem quer emagrecer ou manter o peso, ingerindo, por exemplo, menos gordura de determinado alimento. A nutricionista Izabel Cristina Lira alertou os presentes sobre o consumo indiscriminado de produtos "diet" e "light". Os "diet", por exemplo, podem não ter açúcar, mas podem possuir gordura em excesso. Já os light podem ter menos gordura que um produto de referência, mas não são isentos dela, ou seja, se um produto light for ingerido em grande quantidade, a ingestão de gordura será igual ou maior do que se fosse ingerido o mesmo produto tradicional. "Por isso, é importante a orientação de um nutricionista, destacou a nutricionista Izabel Cristina.

5 MAIS ESPAÇO E CONFORTO 5 Same ganha moderna sede para arquivo médico ASanta Casa de Maceió concluiu a construção da nova sede do Serviço de Arquivo Médico e Estatística (Same). São 403m² de área construída, distribuídos em dois pavimentos, com ambiente climatizado, espaçoso, iluminado e com pé-direito alto (altura entre o piso e o teto, que facilita a circulação de ar). Segundo o gerente da Engenharia Clínica e Patrimônio, Carlos André, o Same ocupou, ao longo dos anos, vários espaços físicos dentro da Santa Casa, mas é a primeira vez que terá uma sede permanente, obedecendo a todos os parâmetros definidos para o arquivo de documentos. O provedor Humberto Gomes de Melo visitou o local e se mostrou satisfeito com as instalações, sugerindo que a equipe ocupasse logo a sala climatizada do prédio, e não mais o espaço onde ficam os armários e estantes. O Same é responsável pela guarda e pelo gerenciamento de prontuários médicos, o que significa não apenas arquivar papéis em armários, mas catalogar e facilitar a recuperação de tais documentos pelos pacientes da Santa Casa. O coordenador do Same, Jessé Bento Paes, explicou que os prontuários médicos são utilizados em processos de aposentadoria, solicitação de diversos benefícios à Previdência Social, por motivo de trabalho, em Juntas Médicas, auditorias, pesquisas médicas ou quando a Justiça solicita como prova de processos judiciais. Jessé informou ainda que, para ter acesso ao prontuário médico, é necessário que o paciente Carlos André, da Engenharia Clínica, e Jessé Paes, coordenador do Serviço de Arquivo Médico, acompanham a transferência e a organização de documentos na nova sede assine um requerimento, autorizando que terceiros (ou ele próprio) tenham acesso ao documento. Se preferir, pode ser utilizado o formulário padrão do setor. Jessé Paes lembrou, entretanto, que o Same mantém a guarda de documentos apenas durante um ano. Depois disso, o material é entregue à empresa PA Arquivos, que faz a guarda dos arquivos da Santa Casa. Ele disse ainda que, em breve, o Registro de Oncologia da Santa Casa também será transferido para o local. A escolha do local onde foi construída a nova sede do órgão foi estratégica. O engenheiro Carlos André considerou o fluxo de pessoas ao Same e optou por um imóvel localizado defronte à antiga praça da cadeia, vizinho à Santa Casa, próximo o suficiente da instituição, mas fora do complexo, que reúne hospitais, clínicas, laboratórios e setores administrativos. Precisávamos facilitar o acesso ao Same e também reduzir o fluxo de pessoas dentro da Santa Casa, justificou. Anvisa e Santa Casa organizam I Oficina de Hemovigilância Especialistas e técnicos de Hemoterapia e da Vigilância Sanitária reuniram-se no Centro de Estudos Professor Lourival de Melo Mota, da Santa Casa de Maceió, para discutirem segurança e notificação de eventos adversos em hemocentros, bancos de sangue e demais órgãos vinculados à hemorrede. A 1ª Oficina de Hemovigilância da Santa Casa contou com a presença de Geni Neumann Câmara, da Unidade de Hemovigilância da Anvisa; de Bárbara Simões, do Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária da Anvisa; de Antônia Lelis, do Hospital das Clínicas do Ceará; e de Luciana Barros, do Hemocentro cearense. Na pauta do encontro, temas como reações transfusionais tardias e imediatas, testes prétransfusionais, além do Sistema Nacional de Hemovigilância e da Rede Sentinela. Conforme frisou Geni Neumann, de 2000 a 2003, o governo federal investiu R$ 800 milhões na melhoria da qualidade do seu estoque de sangue e dos componentes. No rol desstes investimentos, a Anvisa criou a Rede Sentinela, que Geni Neumann (Anvisa), Tereza Tenório (GCIH), o diretor-médico, Artur Gomes, e o provedor Humberto Gomes reúne 190 instituições hospitalares de grande porte de todo o País, dentre elas, a Santa Casa de Maceió, e tem a missão de avaliar a qualidade dos equipamentos e medicamentos ministrados aos pacientes. As informações são repassadas à Anvisa através do Sistema Nacional de Vigilância de Eventos Adversos e de Queixas Técnicas dos Produtos sob Vigilância Sanitária (Vigipos). Segundo a médica Tereza Tenório, gerente de Risco e Controle de Infecção Hospitalar e coordenadora do evento, a Hemovigilância é um sistema de avaliação e alerta que visa recolher e avaliar informações sobre os eventos adversos decorrentes da utilização de sangue e componentes. Por isso, ela destacou que é importante que seja mantido um fluxo contínuo de informações entre os órgãos vinculados à hemorrede e à Anvisa de forma a ampliar a qualidade desses procedimentos, prevenindo-se os efeitos adversos. É nesse contexto que se insere a 1ª Oficina de Hemovigilância.

6 6 N O T A S Elogio 1 A paulista Marilice Dias Beraldo enviou para a Ouvidoria da Santa Casa de Maceió parabenizando a médica Cláudia Falcão e a equipe de auxiliares de Enfermagem, formada por José Fernando, Maria Cristina e Elba Santos, pelo tratamento dispensado quando ela esteve internada na instituição. Elogio 2 A equipe, que atua no primeiro andar do Hospital Álvaro Peixoto, foi elogiada pelo tratamento humano dispensado à Marilice Dias. "São excelentes profissionais, que procuraram atender, além de tudo, o lado humano do paciente", frisou. Elogio 3 Marilice Dias comparou a Santa Casa de Maceió com hospitais de outros estados. "Já fiquei internada em outros hospitais, mas confesso que me admirei com a presteza da qualidade dos serviços prestados por todos", escreveu a paciente. "Estes profissionais têm o dom de encantar os clientes", destacou. Documentário Um grupo de estudantes do Curso de Teologia do Cesmac e Arquidiocese de Maceió está produzindo um documentário sobre a problemática que atinge atualmente a Saúde de Maceió. O provedor Humberto Gomes de Melo, profundo conhecedor do tema, foi um dos entrevistados. O documentário será entregue em sessão solene ao arcebispo, d. Antônio Muniz Fernandes. DIA DO MÉDICO Santa Casa homenageia decanos da Medicina ASanta Casa de Misericórdia de Maceió (SCMM) homenageou com um jantar festivo, no Hotel Jatiúca, seis decanos da Medicina alagoana. Como bem frisou o provedor Humberto Gomes de Melo, são profissionais que atuam em defesa da vida 24 horas por dia. O evento foi em comemoração ao Dia do Médico, celebrado no dia 18 de outubro. Foram agraciados os médicos Mariano Teixeira Cavalcante (in memoriam), Luiz Rocha Toledo, Milton Hênio de Gouveia, Carlos Alberto Rodrigues Paes, Antenor Teixeira Leal e Francisco Silva de Oliveira. O provedor Humberto Gomes de Melo abriu o evento, apresentando as qualidades e emitindo a sua opinião sobre cada um dos homenageados. Ele falou, também, sobre a importância dos médicos alagoanos e nordestinos na liberação de recursos do Ministério da Saúde e na atualização da Tabela do SUS. Eu seu discurso, o diretor-médico da Santa Casa, Artur Gomes Neto, fez um depoimento breve, mas marcante, sobre a prática médica, as qualidades necessárias para se exercer a profissão e a sua relação com a instituição. Sou médico e continuarei a ser da Santa Casa enquanto viver, afirmou. HOMENAGEADOS O ginecologista e obstetra Mariano Teixeira Cavalcante faleceu em 1995 e foi um dos fundadores da Faculdade de Medicina de Alagoas. A sua esposa, Hylda Calheiros, recebeu a homenagem póstuma. Outro homenageado, o ortopedista Luiz Rocha Toledo, dedicou-se ao atendimento da população em ambulatórios, postos de saúde e na Santa Casa e foi o fundador do atual Hospital Monte Cristo. Referência na Pediatria alagoana, Milton Hênio de Gouveia também foi agraciado. O patologista-chefe da Jantar reúne diretores e profissionais da Santa Casa pela passagem do Dia do Médico Santa Casa, Antenor Teixeira Leal, foi homenageado pelos trabalhos de pesquisa realizados em sua área. O anestesiologista Carlos Alberto Rodrigues Paes, referência em sua área de atuação, e o renomado cirurgião Fransoise Francisco Silva de Oliveira, chefe do Departamento de Cirurgia da Santa Casa, fecham a lista de ouro dos decanos alagoanos. Medicina Nuclear e Cardiologia/SUS são os setores mais elogiados da SCMM Lanche da Rede Feminina Os pacientes do SUS, atendidos na Oncologia da Santa Casa de Maceió, lancham enquanto esperam atendimento. Muitos vêm do interior e às vezes passam o dia em Maceió aguardando o transporte de volta, disse Fátima Canuto, presidente da Rede Feminina de Combate ao Câncer, entidade apoiada pela Santa Casa e que serve o lanche diariamente a partir de doações. Fórum de Psicanálise A psicóloga clínica Rosa Carla Gomes, coordenadora do Serviço de Psicologia da Santa Casa de Maceió, apresentou um artigo de sua autoria no 3º Fórum Internacional Psicanálise e Hospital, em Belo Horizonte (MG). Rosa Carla participou, ainda, do lançamento da revista Epistemo-Somática, que publicará artigos de diversos especialistas brasileiros, dentre eles, um de sua própria autoria. Campanha de Vacinação A Campanha de Vacinação 2007 da Santa Casa de Maceió disponibilizou gratuitamente a todos os profissionais da Santa Casa de Maceió a vacina Tríplice Viral. Como o próprio nome indica, a vacina protege contra três doenças: sarampo, rubéola e caxumba. José Wanderley, representando a Cardiologia do SUS, e Duílio Marsiglia, da Medicina Nuclear: elogio dos pacientes A Diretoria Médica da Santa Casa de Maceió lançou, na solenidade do Dia do Médico, um prêmio de excelência para o Serviço e a Equipe Médica que mais receberem elogios de seus pacientes no trimestre. Nessa primeira edição do prêmio, a Equipe Médica da Cardiologia do SUS - que atua no Pavilhão 1 - e o Serviço de Medicina Nuclear foram os mais elogiados. A premiação - guardada a sete chaves e divulgada somente na solenidade do Dia do Médico - foi bastante aplaudida no evento, que também homenageou os decanos da Santa Casa. O provedor Humberto Gomes de Melo e o diretor-médico, Artur Gomes Neto, entregaram placas comemorativas aos médicos Antônio De Biase, representado pelo cardiologista José Wanderley Neto, e Duílio Marsiglia. Falando em nome do cardiologista De Biase, Wanderley frisou que os elogios dos pacientes do Pavilhão 1 revelam um competente trabalho de equipe realizado pelo setor de Cardiologia. Ele lembrou que a prática médica não é nem deve ser apenas motivo de reclamação e a época dos indigentes, quando esse atendimento sequer era remunerado. Representando os profissionais do Serviço de Medicina Nuclear, o renomado médico Duílio Marsiglia também destacou o trabalho em equipe. Em sua opinião, quando um paciente elogia determinado setor, é porque todos os profissionais - da recepção ao médico - estão empenhados num atendimento humano e de qualidade. A pesquisa de opinião realizada pela Ouvidoria considerou elogios e críticas registrados pelos pacientes de janeiro a setembro deste ano. Além de contatos pessoais, os pacientes utilizaram formulários existentes em urnas espalhadas pelos diversos setores da Santa Casa e pelo da Ouvidoria. Conforme frisou o cirurgião de tórax, Artur Gomes Neto, o índice de satisfação dos pacientes da Santa Casa obtido pela Ouvidoria servirá como referência na busca pela excelência por todos os colaboradores e profissionais em atividade na instituição.

7 7 COMEMORAÇÃO Santa Casa comemora 156 anos revelando talentos Na festa de encerramento dos 156 anos da Santa Casa de Maceió, realizada no Centro de Estudos Professor Lourival de Melo Mota, foram entregues dezenas de troféus, medalhas e placas de agradecimento aos colaboradores que se destacaram nos concursos e torneios desportivos realizados durante a semana. O provedor Humberto Gomes de Melo também homenageou os 40 colaboradores, além dos profissionais de saúde e da Assessoria de Comunicação, que apoiaram, direta ou indiretamente, os diversos eventos. Para Humberto Gomes de Melo, a programação festiva dos 156 anos atingiu o objetivo ao abrir espaço para os talentos da Santa Casa e ao integrar os colaboradores através das várias atividades desportivas e de lazer realizadas durante o período. Na programação dos 156 anos da Santa Casa de Maceió, organizada pela Gerência de Gestão com Pessoas, destaque para a Minimaratona e a Caminhada em Defesa da Vida, os torneios de futebol masculino e feminino, o Festival de Talentos, os concursos de redação, poesia e crônica, os torneios de xadrez e sudoku, além do concurso que elegeu a Colaboradora e o Colaborador Simpatia São eles: Maria Lúcia, da Hotelaria, e Juscelino Silva, da Nutrição. Colaboradores fazem festa com o bolo comemorativo no encerramento dos 156 anos da Santa Casa de Maceió Clima de descontração marca atividades Conheça as equipes e os atletas vencedores da Semana dos 156 da Santa Casa: Futebol Masculino 1º Lugar: Equipe do Plantão Artilheiro Masculino: José Roberto (Plantão) Goleiro Menos Vazado: Cristiano (Plantão) Futebol Feminino 1º: Meninas Superpoderosas Artilheira Feminina: Aparecida (AM Eng.) Goleira Menos Vazada: Magna (Meninas SP) Minimaratona Masculina 1º: Nihelton (Raio X) Minimaratona Feminina 1º : Gleice (Soservi) Xadrez 1º: Anberson Nicodemos (Soservi) Sudoku 1º: Susy Kelly (Endoscopia 24 Horas) Redação 1º: Glaudir Santos (Tec. Informação) Poesia 1º: Rosângela Pereira (C. Diagnóstico) Conto 1º: Rosângela Pereira (C. Diagnóstico) Crônica 1º: João Carlos Silva (Seg. do Trabalho) Festival de Música 1º: Marlon Deyvson (UTI Neuro) Trabalhos Manuais 1º: Rosa Marcela (Quadros) MELHORES MOMENTOS Dezenas de troféus, medalhas e placas de agradecimento (1) foram entregues aos colaboradores (2) que se destacaram nos diversos concursos e torneios desportivos da Semana dos 156 Anos da Santa Casa de Maceió, dentre eles, a Minimaratona em Defesa da Vida (3), os torneios de futebol masculino e feminino (4) e os vencedores do concurso que elegeu a Colaboradora e o Colaborador Simpatia 2007, Maria Lúcia Costa, da Hotelaria, e Juscelino Silva, da Nutrição (5). Na última foto (6), flagrante das atletas afiando as chuteiras para a batalha no torneio de futebol society

8 8 N O T A S Imagens no Portal Os registros fotográficos dos eventos promovidos pela Santa Casa de Maceió já podem ser acessados no Portal da instituição, na Internet, no link Eventos. Fotos de eventos O objetivo do link Eventos é facilitar o acesso dos colaboradores da Santa Casa e profissionais de mídia aos registros fotográficos, produzidos pela Assessoria de Comunicação e pela Gerência de Marketing. Para a mídia Os profissionais de mídia que precisarem de imagens com maior resolução deverão solicitar à Assessoria de Comunicação o arquivo original pelo Para uso na mídia, entretanto, é necessário que seja citada a fonte. Vida & Saúde 1 A Gerência de Marketing da Santa Casa de Maceió informa aos clientes do Vida & Saúde que os cartões serão enviados à residência do cliente 30 dias após o pedido, mas os descontos em consultas e exames podem ser utilizados 48 horas após a adesão. Vida & Saúde 2 "Nesse caso, o cliente precisa apresentar apenas um documento de identidade para solicitar o desconto", explicou o gerente de Marketing da Santa Casa, André Carneiro. Novidade para 2008 Os renomados patologistas da Santa Casa de Maceió, Antenor Teixeira Leal e Valéria Costa, informaram que, a partir de março de 2008, o Laboratório de Anatomia Patológica estará pronto para realizar exames de prevenção de câncer em mamas, ovário, esôfago, estômago, intestino e reto. Prevenção do câncer Segundo o patologista Antenor Teixeira, o exame é indicado para pessoas que possuem na família ao menos dois casos de câncer de um mesmo tipo. Ele mostra a probabilidade de se ter, no futuro, aquele tipo de câncer, permitindo que a pessoa se previna e evite o surgimento da doença. Defeitos genéticos "O exame de biópsia identifica defeitos genéticos no DNA que poderão originar tumores", complementou Antenor Teixeira, 44 anos de profissão e de Santa Casa. "O novo laboratório, que está em reforma, localizado próximo à Emergência 24 Horas, teve a sua planta aprovada por técnicos da Organização Mundial de Saúde. NA SALA DE ESPERA Palestras esclarecem pacientes do SUS No local do evento, datashow, telão, microfone e palestrante; na platéia, usuários do Sistema Único de Saúde atendidos pela Santa Casa de Maceió. São os clientes do SUS participando de um projeto pioneiro que leva informações e dicas de saúde e bem-estar aos pacientes enquanto aguardam atendimento médico. Iniciado em 2005, o projeto Sala de Espera retomou as suas atividades com uma série de palestras informativas nos ambulatórios da Oncologia e do SUS. Na pauta, temas de interesse público, como farmácia caseira, câncer e a nova sistemática de regulação de leitos, conhecida pela sigla Cora. No telão montado nos dois espaços constam informações úteis sobre a guarda de medicamentos, o manuseio de chás medicinais, as dosagens adequadas e os perigos na interação entre remédios e a ingestão com líquidos, como água e leite. Segundo Joseli Barros do Nascimento, supervisora do Serviço de Educação Continuada da Santa Casa de Maceió, as palestras visam transmitir informações úteis e simplificadas sobre saúde aos clientes do SUS. E isso, aproveitando o espaço de tempo enquanto esperam atendimento, frisou Joseli. "As palestras têm a previsão de duração de 30 Subcomitê mapeia risco biológico O Subcomitê de Biossegurança da Santa Casa de Maceió apresentou o mapeamento das áreas de risco biológico da instituição. Conforme explicou a gerente de Riscos e Controle de Infecções, Tereza Tenório, foram identificados potenciais focos de disseminação de bactérias, vírus e fungos em todos setores da instituição. Dentre esses focos, condicionadores de ar, poeira de reformas em construções antigas, fezes de pombos, ambientes onde são tratadas doenças contagiosas, além de lixo contendo materiais pérfuro-cortantes (agulhas, lâminas etc.) e resíduos de sangue. Segundo Tereza Tenório, pouca gente sabe, mas a poeira suspensa no ar oriunda, por exemplo, de reformas, principalmente em construções antigas, pode ser fonte de contaminação do ambiente. Ao tomar conhecimento dos riscos biológicos inerentes ao seu setor, cada colaborador poderá contribuir para evitar que o risco se torne real, daí a importância em se fixar placas em cada setor com o risco biológico do local. As informações do mapeamento serão repassadas aos gestores da Santa Casa nas mais diversas áreas, desde o segmento médico, passando pela engenharia e chegando ao operacional e ao setor de serviços gerais. O levantamento atende à solicitação da Norma Regulamentadora nº 32 (NR32), do Ministério do Trabalho e Emprego, e integra o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais. Joseli Barros, supervisora do Serviço de Educação Continuada, em palestra no Ambulatório da Santa Casa minutos, mas as perguntas dos pacientes e acompanhantes são tantas que os encontros chegam a superar uma hora", comemora Joseli. A formatação Ao comemorar cinco anos de existência, a UTI neorológica da Santa Casa de Maceió já salvou as vidas de mais de pacientes que estavam sob risco de morte, a maioria vítima de traumatismo craniano ou acidente vascular cerebral (derrame). Por ser a única Unidade de Terapia Intensiva de Alagoas especializada em patologias do sistema nervoso, "a UTI Neurológica tem ocupação de 100% em seus oito leitos, quando a média é de 90%", contabiliza o neurointensivista Talmir do projeto contou com o apoio da equipe da Educação Continuada e da assistente da Gerência de Marketing, Sandra Lúcia. UTI neurológica salva vidas desde 2002 Damásio dos Santos, coordenador do setor. Capacitados no Hospital Albert Einstein, de São Paulo, 12 médicos especializados se revezam no atendimento 24 horas aos pacientes da UTI Neurológica. Integram a equipe enfermeiros, psicólogos, nutricionistas, fisioterapeutas e auxiliares de Enfermagem. A UTI Neurológica da Santa Casa possui um Monitor BIS, para monitorar a sedação do paciente, e um sistema para monitoração do hemometabolismo cerebral. Neurointensivista Talmir Damásio articulou a implantação da UTI neurológica na Santa Casa Fotos: Ascom

E x p e d i e n t e. Primeira sede do Hospital de Caridade São Vicente de Paulo

E x p e d i e n t e. Primeira sede do Hospital de Caridade São Vicente de Paulo E x p e d i e n t e Este informativo é produzido pela Assessoria de Comunicação da Santa Casa de Misericórdia de Maceió. Dr. Humberto Gomes de Melo Provedor Dr. Paulo de Lira Diretor Administrativo/Financeiro

Leia mais

SAÚDE E TRATAMENTOS MÉDICOS

SAÚDE E TRATAMENTOS MÉDICOS SAÚDE E TRATAMENTOS MÉDICOS CENTRO DE PROMOÇÃO À SAÚDE Iwata-shi Kounodai 57-1 É um órgão da prefeitura que tem como objetivo principal: promover serviços visando o bem-estar e a saúde dos cidadãos e a

Leia mais

O lançamento aconteceu em 8 de março de 2004, Dia Internacional da Mulher.

O lançamento aconteceu em 8 de março de 2004, Dia Internacional da Mulher. Sinopse As últimas décadas marcaram o avanço do papel da mulher na economia. Cada vez mais mulheres são responsáveis pela administração de seus lares e é crescente sua participação no mercado de trabalho,

Leia mais

HOSPITAL SÃO RAFAEL TUDO É POSSÍVEL A QUEM CRÊ

HOSPITAL SÃO RAFAEL TUDO É POSSÍVEL A QUEM CRÊ HOSPITAL SÃO RAFAEL TUDO É POSSÍVEL A QUEM CRÊ Origem A preocupação com as questões sociais fez com que o professor e sacerdote italiano D. Luigi Maria Verzé chegasse ao Brasil, em 1974, através do Monte

Leia mais

Gestão da Santa Casa. é destaque nacional. José Wanderley: programas injetam recursos na Saúde PÁGINA 3

Gestão da Santa Casa. é destaque nacional. José Wanderley: programas injetam recursos na Saúde PÁGINA 3 Ano IV - Nº 15 - Julho, Agosto e Setembro de 2008 Gestão da Santa Casa José Wanderley: programas injetam recursos na Saúde PÁGINA 3 é destaque nacional Divulgação Santa Casa é o 1 o hospital a oferecer

Leia mais

TEM QUE MELHORAR MUITO

TEM QUE MELHORAR MUITO Confira gráficos, tabelas, críticas e sugestões sobre o convênio médico na ZF revelados em levantamento feito pelo Sindicato Comprovado: convênio médico na ZF TEM QUE MELHORAR MUITO Um levantamento feito

Leia mais

Hospital Universitário Ana Bezerra HUAB/UFRN

Hospital Universitário Ana Bezerra HUAB/UFRN Hospital Universitário Ana Bezerra HUAB/UFRN DIMENSIONAMENTO DE SERVIÇOS ASSISTENCIAIS E DA GERÊNCIA DE ENSINO E PESQUISA BRASÍLIA-DF, 27 DE MARÇO DE 2013. Página 1 de 20 Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 3 1.1.

Leia mais

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE INTERNAÇÃO (11) 4414-6072. Horário de Funcionamento: De 2ª a 6ª: das 6h às 22h Sábados e feriados: das 7h às 19h

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE INTERNAÇÃO (11) 4414-6072. Horário de Funcionamento: De 2ª a 6ª: das 6h às 22h Sábados e feriados: das 7h às 19h O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE INTERNAÇÃO Tel.: (11) 4414-6000 - Ramal: 6420 (11) 4414-6072 Horário de Funcionamento: De 2ª a 6ª: das 6h às 22h Sábados e feriados: das 7h às 19h Seja bem-vindo ao nosso

Leia mais

LUTA MÉDICA ENTREVISTA: JORGE SOLLA Entrevista publicada na Revista Luta Médica nº 02 (janeiro/fevereiro de 2007)

LUTA MÉDICA ENTREVISTA: JORGE SOLLA Entrevista publicada na Revista Luta Médica nº 02 (janeiro/fevereiro de 2007) LUTA MÉDICA ENTREVISTA: JORGE SOLLA Entrevista publicada na Revista Luta Médica nº 02 (janeiro/fevereiro de 2007) Médico Pesquisador do Instituto de Saúde Coletiva (ISC) da Universidade Federal da Bahia.Ex-Coordenador

Leia mais

CCIH/SCIH: a Enfermagem à frente da prevenção de infecções hospitalares

CCIH/SCIH: a Enfermagem à frente da prevenção de infecções hospitalares freeimages.com CCIH/SCIH: a Enfermagem à frente da prevenção de infecções hospitalares A adesão dos profissionais de saúde e o envolvimento de pacientes e familiares nas medidas de prevenção reduzem o

Leia mais

Conselho protesta contra prefeitura

Conselho protesta contra prefeitura Informativo Eletrônico da SE/CNS para os conselheiros nacionais Ano VI, Brasília, 08/04/2009. Prezado (a) conselheiro (a), Estamos encaminhando um clipping de notícias do CNS na mídia. A intenção é socializar

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014 Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social Entidade: Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil Endereço: Rua Antônio Miguel Pereira

Leia mais

Boletim Informativo. O ano de 2013. Informe RH - Redução da Jornada de Trabalho. Próxima edição C O N J U N T O H O S P I T A L A R DO M A N D A Q U I

Boletim Informativo. O ano de 2013. Informe RH - Redução da Jornada de Trabalho. Próxima edição C O N J U N T O H O S P I T A L A R DO M A N D A Q U I C O N J U N T O H O S P I T A L A R DO M A N D A Q U I Boletim Informativo Nossa Missão: Promover assistência segura à saúde, com respeito e ética aos usuários, desenvolvendo o ensino e pesquisa na busca

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA COMPROVAÇÃO DOS ITENS DE VERIFICAÇÃO - UPA

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA COMPROVAÇÃO DOS ITENS DE VERIFICAÇÃO - UPA RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA COMPROVAÇÃO DOS ITENS DE VERIFICAÇÃO - UPA Quando da apresentação de protocolos, manual de normas e rotinas, procedimento operacional padrão (POP) e/ou outros documentos,

Leia mais

Pesquisa da relação entre. médicos, dentistas e fisioterapeutas. com planos de saúde

Pesquisa da relação entre. médicos, dentistas e fisioterapeutas. com planos de saúde Pesquisa da relação entre médicos, dentistas e fisioterapeutas Abril / 2013 Objetivo Conhecer a opinião dos médicos especialistas, cirurgiões-dentistas e fisioterapeutas sobre a relação com os planos ou

Leia mais

HOSPITAIS FILANTRÓPICOS: A UM PASSO DO CAOS; REFLEXOS EM DOURADOS (MS)

HOSPITAIS FILANTRÓPICOS: A UM PASSO DO CAOS; REFLEXOS EM DOURADOS (MS) Discurso proferido pelo deputado GERALDO RESENDE (PMDB/MS), em sessão no dia 05/08/2014. HOSPITAIS FILANTRÓPICOS: A UM PASSO DO CAOS; REFLEXOS EM DOURADOS (MS) Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados,

Leia mais

Capacitação dos gestores do serviço público em qualidade e segurança do paciente (com o uso da simulação realística)

Capacitação dos gestores do serviço público em qualidade e segurança do paciente (com o uso da simulação realística) Capacitação dos gestores do serviço público em qualidade e segurança do paciente (com o uso da simulação realística) Parceria da ANVISA com o Centro de Simulação Realística do Hospital Israelita Albert

Leia mais

Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e

Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e Família Secretaria Municipal de Saúde CASC - Centro de Atenção a Saúde Coletiva Administração Municipal Horizontina RS Noroeste do Estado Distante 520 Km da

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO CADASTRAMENTO DE PROJETO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO CADASTRAMENTO DE PROJETO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO CADASTRAMENTO DE PROJETO Código: 01. Título do Projeto Liga Acadêmica de Cardiovascular 02. Unidade Proponente Universidade Federal de Alagoas 03.

Leia mais

Palácio dos Bandeirantes Av. Morumbi, 4.500 - Morumbi - CEP 05698-900 - Fone: 3745-3344 Nº 191 - DOE de 10/10/09 - Seção 1 - p.95

Palácio dos Bandeirantes Av. Morumbi, 4.500 - Morumbi - CEP 05698-900 - Fone: 3745-3344 Nº 191 - DOE de 10/10/09 - Seção 1 - p.95 Regimento Interno Capítulo I Das Finalidades Diário Oficial Estado de São Paulo Poder Executivo Seção I Palácio dos Bandeirantes Av. Morumbi, 4.500 - Morumbi - CEP 05698-900 - Fone: 3745-3344 Nº 191 -

Leia mais

CARTA DE SERVIÇOS AO CIDADÃOADÃO

CARTA DE SERVIÇOS AO CIDADÃOADÃO CARTA DE SERVIÇOS AO CIDADÃOADÃO Hospital Universitário Dr. Miguel Riet Corrêa Jr. Rua Visconde de Paranaguá, nº 24 Campus Saúde CEP: 96.200-190 Bairro Centro Rio Grande Rio Grande do Sul/RS Brasil Acesso

Leia mais

1. PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL. 1.1. Histórico da Prática Eficaz

1. PRÁTICA EFICAZ DE GESTÃO EDUCACIONAL. 1.1. Histórico da Prática Eficaz Nome da Instituição: Universidade Feevale Segmento: IES - Instituições de Ensino Superior Categoria: Gestão Administrativa, de Pessoas ou Financeira Nome da Prática Eficaz de Gestão Educacional: Programa

Leia mais

PLANO INDIVIDUAL OU FAMILIAR UNIMED. Cuidamos de quem é importante para você

PLANO INDIVIDUAL OU FAMILIAR UNIMED. Cuidamos de quem é importante para você PLANO INDIVIDUAL OU FAMILIAR UNIMED Cuidamos de quem é importante para você plano individual ou familiar Unimed Atenção, respeito e e ciência são pré-requisitos indispensáveis quando se pensa em uma operadora

Leia mais

INSTITUTO DE MEDICINA INTEGRAL PROFº FERNANDO FIGUEIRA - IMIP

INSTITUTO DE MEDICINA INTEGRAL PROFº FERNANDO FIGUEIRA - IMIP INSTITUTO DE MEDICINA INTEGRAL PROFº FERNANDO FIGUEIRA - IMIP Complexo Hospitalar - Hospital Filantrópico - Área 69.000 m² - 10 prédios - 1.143 leitos - 101 leitos de UTI NHE (VEH / GRSH / CCIH) COMISSÕES

Leia mais

APRESENTAÇÃO DIRETORIA

APRESENTAÇÃO DIRETORIA APRESENTAÇÃO Com mais de 50 anos de dedicação á SAÚDE, o Hospital São Marcos se tornou referência no assunto. Aliamos a vanguarda tecnológica com a tradição do maior e melhor corpo de profissionais do

Leia mais

Processos de Auditorias Internas para a Garantia da Qualidade e Segurança

Processos de Auditorias Internas para a Garantia da Qualidade e Segurança Processos de Auditorias Internas para a Garantia da Qualidade e Segurança Gestão Operacional Sistemas de Garantia da Qualidade Gestão da Estratégia Planejamento Estratégico Projetos Estratégicos Desdobramento

Leia mais

CONTROLE DA INFECÇÃO HOSPITALAR É DEFICIENTE EM MAIS DE 90% DOS HOSPITAIS DE SÃO PAULO

CONTROLE DA INFECÇÃO HOSPITALAR É DEFICIENTE EM MAIS DE 90% DOS HOSPITAIS DE SÃO PAULO CONTROLE DA INFECÇÃO HOSPITALAR É DEFICIENTE EM MAIS DE 90% DOS HOSPITAIS DE SÃO PAULO 13/04/2009 Levantamento inédito sobre a situação do controle da infecção hospitalar realizado pelo Conselho Regional

Leia mais

Segurança do Paciente e Atendimento de Qualidade no Serviço Público e Privado

Segurança do Paciente e Atendimento de Qualidade no Serviço Público e Privado Simpósio Mineiro de Enfermagem e Farmácia em Oncologia Belo Horizonte - MG, setembro de 2013. Segurança do Paciente e Atendimento de Qualidade no Serviço Público e Privado Patricia Fernanda Toledo Barbosa

Leia mais

A Importância da Causa

A Importância da Causa A Importância da Causa Panorama do Cenário Brasileiro Leucemia é o câncer mais comum entre crianças, e o linfoma é o 3º câncer mais comum entre este público Se detectados logo e tratados adequadamente,

Leia mais

Clipping de notícias. Recife, 29 de setembro de 2015.

Clipping de notícias. Recife, 29 de setembro de 2015. Clipping de notícias Recife, 29 de setembro de 2015. Saindo do papel O deputado Fernando Monteiro, da bancada pernambucana do PP na Câmara federal, regressou ontem de um giro pelos canais da Transposição

Leia mais

Fidelização dos consumidores aos planos de saúde e grau de interesse por quem não possui o benefício

Fidelização dos consumidores aos planos de saúde e grau de interesse por quem não possui o benefício 1 Fidelização dos consumidores aos planos de saúde e grau de interesse por quem não possui o benefício 2013 Índice 2 OBJETIVO E PÚBLICO ALVO METODOLOGIA PLANO DE SAÚDE O MERCADO DE PLANO DE SAÚDE PERFIL

Leia mais

GOVERNO DA BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA Centro Estadual de Oncologia. Salvador, 14 de março de 2013

GOVERNO DA BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA Centro Estadual de Oncologia. Salvador, 14 de março de 2013 GOVERNO DA BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA Centro Estadual de Oncologia Salvador, 14 de março de 2013 ROTEIRO O CICAN Breve Histórico Missão Perfil Ambulatórios Quimioterapia Centro Cirúrgico

Leia mais

Página 1. 1.31 Auxiliar de enfermagem da estratégia de Saúde da Família 0

Página 1. 1.31 Auxiliar de enfermagem da estratégia de Saúde da Família 0 1. FUNCIONÁRIOS EFETIVOS Cirurgião dentista clínico geral 0 1.1 Cirurgião dentista endodontista 6 1.2 Cirurgião dentista periodontista 16h 0 1.3 Cirurgião dentista periodontista 20h 3 1.4 Cirurgião dentista

Leia mais

Instituto Sócrates Guanaes

Instituto Sócrates Guanaes Instituto Sócrates Guanaes Instituição de direito privado sem fins lucrativos; Fundado em 13 de julho de 2000; Qualificado como Organização Social; Reconhecido como instituição de utilidade pública municipal

Leia mais

IMPLEMENTAÇÃO DA PORTARIA 1.748 CASSIANA PRATES

IMPLEMENTAÇÃO DA PORTARIA 1.748 CASSIANA PRATES IMPLEMENTAÇÃO DA PORTARIA 1.748 CASSIANA PRATES Serviço de Epidemiologia e Gerenciamento de Riscos Hospital Ernesto Dornelles Tópicos Nos próximos 25min: Hospital Ernesto Dornelles Gestão de Riscos e Segurança

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL Das Atribuições dos Profissionais dos Recursos Humanos Atribuições comuns a todos os profissionais que integram a equipe: Conhecer a realidade das famílias pelas

Leia mais

QUESTIONÁRIO - AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE. Município. Nome da unidade

QUESTIONÁRIO - AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE. Município. Nome da unidade ANEXO 2 Questionários Dados Gerais QUESTIONÁRIO - AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE Município Nome da unidade Tipo: UBS Tradicional ( ) UBSF ( ) UBS mista ( ) PACS ( ) PA ( ) PS ( ) UPA ( ) Outro Horário de

Leia mais

RETIFICAÇÃO SERVIÇO SOCIAL AUTÔNOMO HOSPITAL METROPOLITANO DOUTOR CÉLIO DE CASTRO EDITAL Nº 08/2014

RETIFICAÇÃO SERVIÇO SOCIAL AUTÔNOMO HOSPITAL METROPOLITANO DOUTOR CÉLIO DE CASTRO EDITAL Nº 08/2014 RETIFICAÇÃO SERVIÇO SOCIAL AUTÔNOMO HOSPITAL METROPOLITANO DOUTOR CÉLIO DE CASTRO EDITAL Nº 08/2014 O Secretário Municipal Adjunto de Recursos Humanos, no uso de suas atribuições legais, comunica as alterações

Leia mais

PROPOSTA DE PLANO DE SAÚDE ASSUFSM. Santa Maria, 06 de Junho de 2013.

PROPOSTA DE PLANO DE SAÚDE ASSUFSM. Santa Maria, 06 de Junho de 2013. PROPOSTA DE PLANO DE SAÚDE ASSUFSM Santa Maria, 06 de Junho de 2013. INTRODUÇÃO Trata-se de uma proposta de Plano de Saúde no sistema de pré-pagamento para atender os associados da ASSUFSM de Santa Maria/RS,

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 44, DE 10 DE JANEIRO DE 2001

MINISTÉRIO DA SAÚDE GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 44, DE 10 DE JANEIRO DE 2001 MINISTÉRIO DA SAÚDE GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 44, DE 10 DE JANEIRO DE 2001 DO 9-E, de 12/1/01 O Ministro de Estado da Saúde, no uso de suas atribuições, Considerando a Portaria SAS/MS nº 224, de

Leia mais

DATA DA VISITA: 26/11/2013 DATA DA VISITA: 28/04/2015 UNIDADE DE SAÚDE DR MANOEL DA ROCHA COUTINHO

DATA DA VISITA: 26/11/2013 DATA DA VISITA: 28/04/2015 UNIDADE DE SAÚDE DR MANOEL DA ROCHA COUTINHO DATA DA VISITA: 26/11/2013 DATA DA VISITA: 28/04/2015 UNIDADE DE SAÚDE DR MANOEL DA ROCHA COUTINHO Responsável: Adriana dos Santos Leandro Endereço: Rua Fenelon Gomes, 112 Bairro: Ilha do Principe CEP:

Leia mais

PLANOS DE SAÚDE. O que é preciso saber?

PLANOS DE SAÚDE. O que é preciso saber? PLANOS DE SAÚDE O que é preciso saber? Queridos amigos, Estamos muito felizes por concluir a nossa segunda cartilha sobre direitos atrelados à saúde. Este trabalho nasceu com o propósito de levar informações

Leia mais

2. FUNCIONÁRIOS - CONTRATADOS POR TEMPO DETERMINADO

2. FUNCIONÁRIOS - CONTRATADOS POR TEMPO DETERMINADO 1. FUNCIONÁRIOS - EFETIVOS Médico Clínico 0 Médico Pediatra 1 Médico de Estratégia PSF 3 Psicólogo Clínico 30 horas 0 Psicólogo Clínico 40 horas 1 Cirurgião Dentista 2 Auxiliar de Saúde Bucal 2 Fonoaudiólogo

Leia mais

Transferências. Manual do Paciente [3]

Transferências. Manual do Paciente [3] INTERNAÇÃO Procedimentos de internação A recepção de internação é a responsável pela formalização de sua acolhida neste hospital. Internação particular DE URGÊNCIA: Pagamentos efetuados a cada 48 horas,

Leia mais

QUESTIONÁRIO PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL PARA HOSPITAIS, CLÍNICAS, LABORATÓRIOS E DEMAIS PRESTADORAS DE SERVIÇOS MÉDICOS

QUESTIONÁRIO PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL PARA HOSPITAIS, CLÍNICAS, LABORATÓRIOS E DEMAIS PRESTADORAS DE SERVIÇOS MÉDICOS QUESTIONÁRIO PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL PARA HOSPITAIS, CLÍNICAS, LABORATÓRIOS E DEMAIS PRESTADORAS DE SERVIÇOS MÉDICOS O objetivo deste questionário é analisar as atividades

Leia mais

QUESTIONÁRIO PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL PARA HOSPITAIS E DEMAIS PRESTADORAS DE SERVIÇOS MÉDICOS SIMILARES

QUESTIONÁRIO PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL PARA HOSPITAIS E DEMAIS PRESTADORAS DE SERVIÇOS MÉDICOS SIMILARES QUESTIONÁRIO PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL PARA HOSPITAIS E DEMAIS PRESTADORAS DE SERVIÇOS MÉDICOS ILARES O objetivo deste questionário é analisar as atividades profissionais desenvolvidas

Leia mais

MOVIMENTO CASCAVEL ROSA - NA LUTA CONTRA O CÂNCER

MOVIMENTO CASCAVEL ROSA - NA LUTA CONTRA O CÂNCER MOVIMENTO CASCAVEL ROSA - NA LUTA CONTRA O CÂNCER Área Temática: Saúde Adriane de Castro Martinez Martins 1 (Coordenadora) Claudecir Delfino Verli 2 Aline Maria de Almeida Lara 3 Modalidade: Comunicação

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE GOIÁS

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE GOIÁS CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE GOIÁS RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA REGISTRO DE EMPRESA 1) Cópia do Contrato Social e Alterações Contratuais, devidamente registrados na JUCEG; Estatuto Social ou

Leia mais

Sugestão de Projeto de Lei de Municipalização das 30 Horas

Sugestão de Projeto de Lei de Municipalização das 30 Horas Sugestão de Projeto de Lei de Municipalização das 30 Horas Texto construído com base em diversos trabalhos acadêmicos, dados do Cofen, dados do Coren, Fórum Nacional das 30 horas, Aben e do artigo Jornada

Leia mais

LISTA TELEFÔNICA DO HCE LOCALIZAÇÃO DDD PABX RAMAL RITEX + RAMAL CENTRAL TELEFÔNICA

LISTA TELEFÔNICA DO HCE LOCALIZAÇÃO DDD PABX RAMAL RITEX + RAMAL CENTRAL TELEFÔNICA LISTA TELEFÔNICA DO HCE LOCALIZAÇÃO DDD PABX RAMAL RITEX + RAMAL CENTRAL TELEFÔNICA 21 3891 7000 816+Ramal DIREÇÃO Gabinete do Diretor 21 Tel. Direto 3860-6570 Gabinete do Diretor (FAX) 21 Tel. Direto

Leia mais

Filantropia e Responsabilidade Social do Hospital Sírio-Libanês

Filantropia e Responsabilidade Social do Hospital Sírio-Libanês Filantropia e Responsabilidade Social do Hospital Sírio-Libanês Í ndice Fi l a nt ro p i a e R e s p o n s a b i l i d a d e S o c i a l 0 5 A Sociedade e a Filantropia Hoje 07 Dezenove Projetos em Parceria

Leia mais

MATERNIDADE UNIMED UNIDADE GRAJAÚ

MATERNIDADE UNIMED UNIDADE GRAJAÚ MATERNIDADE UNIMED UNIDADE GRAJAÚ Larissa Fernanda Silva Borges de Carvalho Enfermeira, Especialista em Gestão de Serviços de Saúde Gerente Assistencial da Maternidade Unimed BH Unidade Grajaú Governança

Leia mais

1. FUNCIONÁRIOS - EFETIVOS

1. FUNCIONÁRIOS - EFETIVOS UNIDADE DE SAÚDE - SANTO ANDRÉ Diretora: Juliana da Conceição Fagundes E-mail: dussandre@correio1.vitoria.es.gov.br Endereço: Rua da Coragem, 200 Telefone: (27) 3323-7222 / 3332-7825 Funcionamento: 7h

Leia mais

Jornal Informativo - Edição Agosto 2014. Acima, foto da equipe Sub 17 Educando/Dois toques e abaixo, foto da equipe feminina do XV de Piracicaba

Jornal Informativo - Edição Agosto 2014. Acima, foto da equipe Sub 17 Educando/Dois toques e abaixo, foto da equipe feminina do XV de Piracicaba Jornal Informativo - Edição Agosto 2014 PRINCIPAL: Amistoso Projeto Dois Toques x Feminino do XV Cerimônia de Abertura Copa Rocha Netto Premiação Copa do Mundo do Brasil 2º Curso de Capacitação Copa Rocha

Leia mais

ANEXO I CARGOS, VAGAS, VENCIMENTO INICIAL, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS MÍNIMOS EXIGIDOS, E TAXA DE INSCRIÇÃO. Vencimento Inicial em reais.

ANEXO I CARGOS, VAGAS, VENCIMENTO INICIAL, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS MÍNIMOS EXIGIDOS, E TAXA DE INSCRIÇÃO. Vencimento Inicial em reais. ANEXO I CARGOS, VAGAS, VENCIMENTO INICIAL, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS MÍNIMOS EXIGIDOS, E TAXA DE INSCRIÇÃO. Cód. Cargo 1 Ajudante de Carga e Descarga Vagas Vagas Reservadas Deficientes Vencimento Inicial

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO PLANO DE SALÁRIOS DOS EMPREGADOS DA AGIR

REGULAMENTAÇÃO DO PLANO DE SALÁRIOS DOS EMPREGADOS DA AGIR REGULAMENTAÇÃO DO PLANO DE SALÁRIOS DOS EMPREGADOS DA AGIR Lei Estadual de Acesso a Informação, nº 18.028/2013, regulamentada pelo Decreto nº 7.904/2013. A regulamentação dos salários dos empregados da

Leia mais

Manual de Orientação ao Cliente

Manual de Orientação ao Cliente Manual de Orientação ao Cliente Prezado Cliente O Hospital IGESP reúne em um moderno complexo hospitalar, os mais avançados recursos tecnológicos e a excelência na qualidade do atendimento prestado por

Leia mais

Clipping Nacional. Educação

Clipping Nacional. Educação Clipping Nacional de Educação Sexta-feira, 22 de Agosto de 2014 Capitare Assessoria de Imprensa SHN, Quadra 2 Bloco F Edifício Executive Tower - Brasília Telefones: (61) 3547-3060 (61) 3522-6090 www.capitare.com.br

Leia mais

Experiências dos Hospitais da Rede Sentinela: Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein

Experiências dos Hospitais da Rede Sentinela: Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein 1 Experiências dos Hospitais da Rede Sentinela: Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein Fernanda P. Fernandes dos Anjos Consultora de Gerenciamento e Vigilância do Risco Diretoria de

Leia mais

EM VIRTUDE DAS FÉRIAS COLETIVAS DA ABRAPAC EM DEZEMBRO, O ALERTA 07 SÓ SERÁ DISPONIBILIZADO EM JANEIRO DE 2013

EM VIRTUDE DAS FÉRIAS COLETIVAS DA ABRAPAC EM DEZEMBRO, O ALERTA 07 SÓ SERÁ DISPONIBILIZADO EM JANEIRO DE 2013 Mama Alerta ALERTA 06 OUTUBRO-NOVEMBRO DE 2012 EM VIRTUDE DAS FÉRIAS COLETIVAS DA ABRAPAC EM DEZEMBRO, O ALERTA 07 SÓ SERÁ DISPONIBILIZADO EM JANEIRO DE 2013 O Projeto Mama Alerta, a super-ouvidoria da

Leia mais

PROGRAMA DE PROMOÇÃO DA SAÚDE

PROGRAMA DE PROMOÇÃO DA SAÚDE NOSSO PLANO 1 2 PROGRAMA DE PROMOÇÃO DA SAÚDE Sumário 1. O Nosso Plano 2. Programa de Promoção da Saúde 3. Por que aderir 4. COMO ADERIR 5. Os tipos de planos 6. Como Funciona 7. Dúvidas Frequentes 8.

Leia mais

Complexo Hospitalar Universitário Professor Edgard Santos Rua Augusto Viana, s/nº, Canela Salvador/BA CEP.: 40110-060

Complexo Hospitalar Universitário Professor Edgard Santos Rua Augusto Viana, s/nº, Canela Salvador/BA CEP.: 40110-060 IM 83 D.H. 01/03/10 REV. 02/04/12 MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA PACIENTES E FAMILIARES Complexo Hospitalar Universitário Professor Edgard Santos Rua Augusto Viana, s/nº, Canela Salvador/BA CEP.: 40110-060

Leia mais

ANEXO II MANUAL DO CREDENCIADO

ANEXO II MANUAL DO CREDENCIADO ANEXO II MANUAL DO CREDENCIADO ESTE MANUAL TEM POR OBJETIVO FORNECER ORIENTAÇÃO GERAL AOS PROFISSIONAIS E INSTITUIÇÕES CREDENCIADAS DO SISTEMA DE ASSISTÊNCIA MÉDICA SUPLETIVA DA CESAN. O FIEL CUMPRIMENTO

Leia mais

Experiência: PROJETO HOSPITAIS SENTINELA: UMA ESTRATÉGIA DE VIGILÂNCIA PARA A PÓS-COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS DE SAÚDE

Experiência: PROJETO HOSPITAIS SENTINELA: UMA ESTRATÉGIA DE VIGILÂNCIA PARA A PÓS-COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS DE SAÚDE Experiência: PROJETO HOSPITAIS SENTINELA: UMA ESTRATÉGIA DE VIGILÂNCIA PARA A PÓS-COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS DE SAÚDE Agência Nacional de Vigilância Sanitária Ministério da Saúde Responsável: Clarice

Leia mais

REGULAMENTO. Prêmio INCA - Ary Frauzino de Jornalismo

REGULAMENTO. Prêmio INCA - Ary Frauzino de Jornalismo REGULAMENTO Prêmio INCA - Ary Frauzino de Jornalismo O Prêmio INCA Ary Frauzino de Jornalismo 2007 será regido pelo presente Regulamento que se encontra arquivado no Cartório de Registro de Títulos e Documentos

Leia mais

FRENTE MINEIRA DE DEFESA DA SAÚDE

FRENTE MINEIRA DE DEFESA DA SAÚDE FRENTE MINEIRA DE DEFESA DA SAÚDE FRENTE MINEIRA DE DEFESA DA SAÚDE 1. Conselho Regional de Psicologia MG 2. Conselho Regional de Serviço Social - MG 3. Conselho Regional de Enfermagem MG 4. Conselho de

Leia mais

Relatório de. Gestão

Relatório de. Gestão Relatório de Gestão Sumário Apresentação... 2 Serviços Ofertados... 3 Recursos Humanos... 4 Análise Operacional... 5... U RGÊNCIA E EMERGÊNCIA... 5... A MBULATÓRIO... 6... I NTERNAÇÃO... 7... D ESEMPENHO

Leia mais

ICESP Promove Programa Universidade Cidadã

ICESP Promove Programa Universidade Cidadã Informe Icesp Semanal Ano VI nº 53 09/05/14 ICESP Promove Programa Universidade Cidadã A faculdade é pioneira no Programa de Educação Fiscal. Uma parceria do GDF com a Receita Federal. ICESP Promove recebe

Leia mais

APRESENTAÇÃO UNIHOSP SAÚDE S/A CNPJ: 01.445.199/0001-24 Rua Campos Sales, 517 Centro Santo André - SP MANUAL DE ORIENTAÇÕES AO CREDENCIADO

APRESENTAÇÃO UNIHOSP SAÚDE S/A CNPJ: 01.445.199/0001-24 Rua Campos Sales, 517 Centro Santo André - SP MANUAL DE ORIENTAÇÕES AO CREDENCIADO APRESENTAÇÃO UNIHOSP SAÚDE S/A CNPJ: 01.445.199/0001-24 Rua Campos Sales, 517 Centro Santo André - SP MANUAL DE ORIENTAÇÕES AO CREDENCIADO Este manual visa esclarecer as regras e normas para o serviço

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE HOSPITAL REGIONAL DA LAPA SÃO SEBASTIÃO

GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE HOSPITAL REGIONAL DA LAPA SÃO SEBASTIÃO GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ A clínica de Tisiologia é constituída com pacientes que, para tratamento de sua patologia, necessitam de longa permanência no hospital. Assim, a fim de facilitar a convivência

Leia mais

ANEXO II REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DO PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICIDA DA SECRETARIA DE SAÚDE

ANEXO II REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DO PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICIDA DA SECRETARIA DE SAÚDE ANEXO II REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DO PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICIDA DA SECRETARIA DE SAÚDE 1 ATENÇÃO PRIMÁRIA 1.1 MÉDICO CLINICO GERAL Medicina. ATRIBUIÇÕES: Atendimento aos pacientes em área

Leia mais

SEMINÁRIO AVALIAR PARA AVANÇAR

SEMINÁRIO AVALIAR PARA AVANÇAR SEMINÁRIO AVALIAR PARA AVANÇAR Brasília, 9 e 10 de novembro de 2006 Oficina 1: O futuro do mestrado profissional Vahan Agopyan Roberto Lobo 1. INTRODUÇÃO Dentre as comemorações dos 55 anos da CAPES e dos

Leia mais

Ano 1 - nº 1 - Set/15

Ano 1 - nº 1 - Set/15 Ano 1 - nº 1 - Set/15 Conversando sobre a REALIDADE social do BRASIL Partido da Social Democracia Brasileira Presidente: Senador Aécio Neves Instituto Teotônio Vilela Presidente: José Aníbal créditos

Leia mais

Seminário estratégico de enfrentamento da. Janeiro PACTUAÇÃO COM GESTORES MUNICIPAIS. Maio, 2013

Seminário estratégico de enfrentamento da. Janeiro PACTUAÇÃO COM GESTORES MUNICIPAIS. Maio, 2013 Seminário estratégico de enfrentamento da Tuberculose e Aids no Estado do Rio de Janeiro PACTUAÇÃO COM GESTORES MUNICIPAIS Maio, 2013 1.Detecção de casos e tratamento da tuberculose 1.1. Descentralizar

Leia mais

11º PRÊMIO DESTAQUE EM COMUNICAÇÃO SINEPE/RS Categoria: Gestão de Comunicação e Relacionamento Programa Marketing Interno

11º PRÊMIO DESTAQUE EM COMUNICAÇÃO SINEPE/RS Categoria: Gestão de Comunicação e Relacionamento Programa Marketing Interno 11º PRÊMIO DESTAQUE EM COMUNICAÇÃO SINEPE/RS Categoria: Gestão de Comunicação e Relacionamento Programa Marketing Interno 1 APRESENTAÇÃO 1.1 A Universidade Feevale Reconhecida por sua inovação e qualidade

Leia mais

A PERCEPÇÃO DO TÉCNICO DE ENFERMAGEM SOBRE LIMPEZA TERMINAL EM UTI

A PERCEPÇÃO DO TÉCNICO DE ENFERMAGEM SOBRE LIMPEZA TERMINAL EM UTI 1 A PERCEPÇÃO DO TÉCNICO DE ENFERMAGEM SOBRE LIMPEZA TERMINAL EM UTI INTRODUÇÃO Maria do Socorro Oliveira Guimarães - NOVAFAPI Paula Cristina Santos Miranda Queiroz - NOVAFAPI Rosania Maria de Araújo -

Leia mais

Formação e Estrutura do Programa Nacional de Segurança do Paciente

Formação e Estrutura do Programa Nacional de Segurança do Paciente Formação e Estrutura do Programa Nacional de Segurança do Paciente 29 de julho de 2015 Capacitação em segurança do paciente para a vigilância sanitária SESA-PR Rosângela Gomes Benevides Coordenadora de

Leia mais

Ciclo de Debates GV Saúde: Quais as Perspectivas para as Operadoras de Planos de Saúde? Agosto 2014

Ciclo de Debates GV Saúde: Quais as Perspectivas para as Operadoras de Planos de Saúde? Agosto 2014 Ciclo de Debates GV Saúde: Quais as Perspectivas para as Operadoras de Planos de Saúde? Agosto 2014 1 Mercado de Planos de Saúde Impactado por 5 Tendências E o Mercado? Continuará a Crescer? 5 Usuário

Leia mais

HCE EM ATOS... HOTEL DE TRÂNSITO- CENTRO GENERAL ERNANI AYROSA

HCE EM ATOS... HOTEL DE TRÂNSITO- CENTRO GENERAL ERNANI AYROSA HCE EM ATOS... Responsabilidade Social ACISO na Maré Duas fonoaudiólogas do HCE, as tenentes Danielle Lopes e Renata Cony participaram da Ação Cívico-Social (Aciso) do CPOR, que aconteceu no Complexo da

Leia mais

Protocolos de acesso do Serviço Social 1- Caracterização do Serviço

Protocolos de acesso do Serviço Social 1- Caracterização do Serviço Protocolos de acesso do Serviço Social 1- Caracterização do Serviço A finalidade do trabalho do Assistente Social junto ao usuário do Hospital Universitário da UFJF, implica em favorecer o acesso deste

Leia mais

ANEXO II 1 NORMAS GERAIS DE CREDENCIAMENTO/ HABILITAÇÃO

ANEXO II 1 NORMAS GERAIS DE CREDENCIAMENTO/ HABILITAÇÃO ANEXO II NORMAS DE CLASSIFICAÇÃO E CREDENCIAMENTO/HABILITAÇÃO DE UNIDADES DE ASSISTÊNCIA EM ALTA COMPLEXIDADE NO TRATAMENTO REPARADOR DA LIPODISTROFIA E LIPOATROFIA FACIAL DO PORTADOR DE HIV/AIDS 1 NORMAS

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO QUADRO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO QUADRO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO QUADRO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 001/2007 O PREFEITO MUNICIPAL DE JUAZEIRO, ESTADO DA BAHIA,

Leia mais

DIRETRIZES PARA IMPLANTAÇÃO DE SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA ESPECIALIZADA - SAE

DIRETRIZES PARA IMPLANTAÇÃO DE SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA ESPECIALIZADA - SAE DIRETRIZES PARA IMPLANTAÇÃO DE SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA ESPECIALIZADA - SAE 1. Conceito O Serviço de Assistência Especializada SAE é um serviço responsável pela assistência ambulatorial às pessoas vivendo

Leia mais

FECOMÉRCIO VEÍCULO: NOVO JORNAL DATA: 02.12.15 EDITORIA: NOTAS DA REDAÇÃO

FECOMÉRCIO VEÍCULO: NOVO JORNAL DATA: 02.12.15 EDITORIA: NOTAS DA REDAÇÃO FECOMÉRCIO VEÍCULO: NOVO JORNAL DATA: 02.12.15 EDITORIA: NOTAS DA REDAÇÃO VEÍCULO: NATAL NOTÍCIAS DATA: 02.12.15 01 Dez 2015 Presidente Marcelo Queiroz participa da 17ª Convenção do Comércio e Serviços

Leia mais

A saúde do tamanho do Brasil

A saúde do tamanho do Brasil A saúde do tamanho do Brasil BREVE HISTÓRIA DE UMA LONGA CAMINHADA A saúde é um direito de todos e um dever do Estado. Essa conquista social, incorporada à Constituição Federal de 1988 e construída a partir

Leia mais

EDITAL DE RETIFICAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 003/2012

EDITAL DE RETIFICAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 003/2012 EDITAL DE RETIFICAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 003/2012 O HOSPITAL TRAMANDAÍ, integrante da FUNDAÇÃO HOSPITAL MUNICIPAL GETÚLIO VARGAS, divulga a retificação do Edital de Abertura do Processo

Leia mais

LEI Nº995,DE 14 DE AGOSTO DE 2015.

LEI Nº995,DE 14 DE AGOSTO DE 2015. LEI Nº995,DE 14 DE AGOSTO DE 2015. Dispõe sobre a adequação de remuneração paga aos servidores que percebem remuneração inferior ao salário mínimo nacional. Fixa a Carga Horária do Terapeuta Ocupacional,

Leia mais

Instituto Couto Maia

Instituto Couto Maia Instituto Couto Maia Hospital Couto Maia 1853: ato de criação do Hospital de Isolamento de Monte Serrat Objetivo: assistir pacientes com febre amarela desembarcados de navios mercantes Construção de 160

Leia mais

InfoReggae - Edição 32 Inclusão Digital 11 de abril de 2014. Coordenador Executivo José Júnior

InfoReggae - Edição 32 Inclusão Digital 11 de abril de 2014. Coordenador Executivo José Júnior O Grupo Cultural AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam a autoestima de jovens das camadas populares.

Leia mais

Fazendo a diferença nos Serviços de Saúde: Visão do Técnico Especialista

Fazendo a diferença nos Serviços de Saúde: Visão do Técnico Especialista Fazendo a diferença nos Serviços de Saúde: Visão do Técnico Especialista Tec. de Enfermagem Claudia Sterque claudiasterque@yahoo.com.br 11 de novembro de 2010 VISÃO DO TÉCNICO ESPECIALISTA Quando comecei

Leia mais

ANEXO I Descrição dos Cargos

ANEXO I Descrição dos Cargos ANEXO I Descrição dos Cargos DESCRIÇÃO: 1. - Auxiliar de Enfermagem: Prestar cuidados diretos de enfermagem ao paciente, por delegação e sob a supervisão do enfermeiro e do médico. Administrar medicação

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013 1 AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO Temas 2 Objetivo e metodologia Utilização dos serviços do plano de saúde e ocorrência de problemas Reclamação ou recurso contra o plano de

Leia mais

ANEXO I TERMO DE COMPROMISSO DE APOIO À ASSISTÊNCIA HOSPITALAR

ANEXO I TERMO DE COMPROMISSO DE APOIO À ASSISTÊNCIA HOSPITALAR ANEXO I TERMO DE COMPROMISSO DE APOIO À ASSISTÊNCIA HOSPITALAR Pelo presente termo de compromisso, de um lado a Secretaria de Estado da Saúde do Estado do Rio de Janeiro/ Fundo Estadual de Saúde, com endereço

Leia mais

Estratégias para melhorar a comunicação entre a Ufal e a sociedade. 7º Encontro de Assessores de Comunicação das Universidades Federais

Estratégias para melhorar a comunicação entre a Ufal e a sociedade. 7º Encontro de Assessores de Comunicação das Universidades Federais Estratégias para melhorar a comunicação entre a Ufal e a sociedade 7º Encontro de Assessores de Comunicação das Universidades Federais A partir da posse da atual gestão, em 1 º de dezembro de 201 1, a

Leia mais

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 529, DE 1º DE ABRIL DE 2013

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 529, DE 1º DE ABRIL DE 2013 ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 529, DE 1º DE ABRIL DE 2013 Institui o Programa Nacional de Segurança do

Leia mais

Eventos Fehosp 2012. Congresso Anual Audhosp Encontros Regionais

Eventos Fehosp 2012. Congresso Anual Audhosp Encontros Regionais Eventos Fehosp 2012 Congresso Anual Audhosp Encontros Regionais Hotel Palm Plaza Resort em Campinas 24 a 27 de abril de 2012 www.fehosp.com.br / eventos@fehosp.com.br FEHOSP Fundada em 1959, a Federação

Leia mais

Segunda etapa de vacinação contra a Poliomielite acontece no próximo sábado (13)

Segunda etapa de vacinação contra a Poliomielite acontece no próximo sábado (13) Comunicação e Marketing Ltda www.acritica.com.br Editoria: Noticia Coluna: Segunda etapa de vacinação contra a Poliomielite acontece no próximo sábado (13) (X) Press-release da assessoria de imprensa (

Leia mais

INFORME UVV-ES Nº10 22-28/04 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

INFORME UVV-ES Nº10 22-28/04 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional FOMENTO À PESQUISA Estão abertas as inscrições de propostas provenientes dos Programas de Pós-Graduação

Leia mais

Informação SUS, Não SUS e Filantropia

Informação SUS, Não SUS e Filantropia Informação SUS, Não SUS e Filantropia O que esses temas têm em comum e quais as implicações para prestadores e gestores. João Alfredo Carvalho Rodrigues Gonçalves Águas de Lindóia 12/09/2012 Agenda da

Leia mais