Seminário: "TURISMO DE SAÚDE NO BRASIL: MERCADO EM ASCENSÃO"

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Seminário: "TURISMO DE SAÚDE NO BRASIL: MERCADO EM ASCENSÃO""

Transcrição

1 Seminário: "TURISMO DE SAÚDE NO BRASIL: MERCADO EM ASCENSÃO"

2 FLEURY LINHA DO TEMPO

3 Uma história de sucesso

4 Uma história de sucesso

5 Uma história de sucesso

6 Uma história de sucesso

7 Uma história de sucesso

8 Uma história de sucesso

9 Uma história de sucesso

10 Uma história de sucesso

11 Uma história de sucesso

12 Uma história de sucesso

13 Uma história de sucesso

14 Uma história de sucesso

15 Unidades de Negócios

16 Unidades de Negócios

17 Conceito Criado em 2005, o Fleury Hospital-Dia é uma proposta inovadora em São Paulo e uma das primeiras no País, respondendo a uma necessidade do mercado: O Hospital Dia é um conceito pioneiro de uma unidade voltada para realização de procedimentos cirúrgicos de pequeno e média complexidades, que demandem curta permanência de internação do paciente. A realização de cirurgias de pequeno e médio porte em um Hospital Dia viabiliza uma recuperação mais rápida do paciente, em virtude da sua liberação para a convalescência em ambiente familiar, reduzindo a possibilidade de infecção hospitalar. Vale ressaltar que a maior segurança ao cliente não está relacionada a maior permanência hospitalar, e sim a correta indicação cirúrgica, seleção e preparo pré operatório adequados, a excelência das técnicas-cirúrgicas e anestesiológicas. Para o paciente, favorece um atendimento mais personalizado; menos transtorno; menor ansiedade em relação à sua patologia, ao tratamento e ao hospital; redução significativa do risco de infecção hospitalar; e um retorno mais rápido às atividades normais.

18 Infra- Estrutura 1500 m 2 de área construída 7 salas cirúrgicas 8 Leitos de RPA 19 Apartamentos 6 leitos de enfermaria 1 Unidade Semi-Intensiva Posto de enfermagem Farmácia Central de Material e Esterilização Consultórios Médicos Serviço de Controle de Infecção Hospitalar Serviço de Nutrição Conforto Médico Recursos para teleconferência

19 Infra- Estrutura

20 Infra-Estrutura - Disponibiliza estrutura de última geração para a comunidade médica que desejam realizar procedimentos cirúrgicos ambulatoriais - Permite a alta hospitalar no mesmo dia e a recuperação em ambiente domiciliar - Equipe multidisciplinar de anestesistas, enfermeiros e profissionais da saúde - Acompanhamento médico pós-operatório, incluindo a alta hospitalar - Realização de procedimentos cirúrgicos ambulatoriais em mais de 25 especialidades

21 Higienópolis Medical Center - HMC

22 BENEFÍCIOS AO CIRURGIÃO Conveniência para o cirurgião - Acompanhamento médico pós-operatório e alta hospitalar de responsabilidade do Hospital-Dia Fleury Equipe multidisciplinar qualificada - Anestesistas, enfermeiros e outros profissionais da saúde, todos com formação e experiência em cirurgia ambulatorial Redução do risco de infecção - Modelo diferente de um grande hospital - Não são aceitos clientes em condições críticas de saúde Aumento de produtividade - Agilidade e flexibilidade no agendamento, Cirurgias marcadas obedecendo a um controle rigoroso de agenda Ambiente agradável Distinto dos hospitais gerais, o Hospital Dia proporciona um clima tranqüilo e aconchegante para médicos e pacientes. Atuação de profissionais que buscam resolução com eficiência e produtividade. Modelo aberto de anestesia - Implantação do modelo aberto do serviço de anestesia, permitindo - ao cirurgião trabalhar com o anestesista de seu relacionamento - profissional e mantendo um grupo de referência.

23 CENTRO CIRÚRGICO 07 SALAS

24 ESPECIALIDADES MÉDICAS Mais de 25 especialidades atendidas e a possibilidade de realizar cerca de 700 procedimentos cirúrgicos: Cirurgia geral Cirurgia pediátrica Cirurgia plástica Cirurgia vascular Dermatologia Ginecologia Odontologia Oftalmologia Ortopedia Otorrinolaringologia Urologia

25 Consultórios Médicos Integrados

26 Consultórios Médicos Integrados

27 Infra-Estrutura Conforto Médico Unidade de Internação Centro Cirúrgico Apartamento

28 Vantagens para os Pacientes Recuperação com segurança em ambiente familiar. Redução do stress os pacientes são cuidados, instruídos e liberados em questão de horas, garantindo um rápido retorno ao lar e ao trabalho. Assistência personalizada - enfermeiros e anestesistas oferecem todas as orientações necessárias ao paciente, dias antes do procedimento. Conforto inexistência de filas ou de tempo para arrumação de salas de cirurgia. Acessibilidade verifique em nosso site lista completa e atualizada de planos com credenciamento liberado

29 Vantagens para os Pacientes

30 CHECK UP FLEURY

31 Check-up Fleury Há mais de dez anos, o Fleury lançou o serviço de Check-up com um conceito inovador: personalizar os protocolos às características de cada cliente, oferecendo a conveniência de um preço fixo. Hoje, mais de 200 empresas oferecem o Check-up Fleury como benefício aos seus executivos anualmente. São duas unidades localizadas em pontos estratégicos da cidade de São Paulo, contando com uma equipe de mais de 20 médicos especializados em Medicina Preventiva.

32 Check-up Executivo O Check-up Executivo é um serviço completo e personalizado, que leva em conta o histórico pessoal, hábitos de vida e antecedentes familiares para determinar os exames que serão realizados, solicitados de acordo com cada perfil. Além disso, a análise dos dados atuais é feita a partir da revisão dos exames anteriores garantindo assim o diagnóstico preciso e gerando recomendações consistentes.

33 CHECK UP FLEURY

34 CHECK UP FLEURY

35 Fluxo de atendimento Check-up Executivo Agendamento por ou Central de Atendimento ao Cliente; Preenchimento prévio de questionário de anamnese, disponibilizado em português ou inglês; No dia do atendimento, realização de exames e consultas; Resultados dos exames analisados pelo clínico designado, juntamente com os dados levantados no questionário e nas consultas, que compõem o relatório integrado; Alguns dias após, o cliente realiza a consulta de retorno presencial ou por telefone. Dispomos de médicos bilíngües. Nossos laudos e consultas poderão ser executados em português e inglês. Outros idiomas disponíveis sob consulta prévia.

36 Check-up Nippon O Check-up Nippon é um serviço que oferece atendimento diferenciado para a comunidade japonesa, em sua língua nativa, buscando soluções relacionadas à sua saúde. Trata-se de uma avaliação especializada, personalizada e direcionada para as características genéticas, físicas e culturais dos japoneses, que permite a investigação mais adequada de problemas de saúde que atingem essa população.

37 Check-up Nippon Benefícios para o cliente Questionário, consulta e relatório de avaliação final em língua japonesa; Relatório de avaliação de acordo com as normas da legislação japonesa; Atendimento a familiares, inclusive crianças; Equipe composta de doutores e mestres, com experiência reconhecida em centros diagnósticos de referência mundial.

38 Check-up Fitness O Check-up Fitness traça recomendações para um bemsucedido programa de exercícios, de acordo com a capacidade física de cada um, seja sedentário, praticante eventual ou regular de esportes. Muito além da detecção dos chamados fatores de risco para doenças cardiovasculares e de distúrbios metabólicos, osteoarticulares e nutricionais, fazendo o diagnóstico das capacidades cardiorrespiratória e neuromuscular, que têm grande impacto na qualidade de vida, independentemente do nível de aptidão física.

39 Check-up Fitness Benefícios para o cliente Conhecimento das condições físicas para a prática esportiva de maneira efetiva e segura, à luz de objetivos individuais; Conhecimento dos seus limites, como freqüência cardíaca e consumo de VO2; Orientações par a prática da forma adequada do esporte escolhido; Acompanhamento de atletas: condicionamento físico e alimentação equilibrados.

40 OBRIGADO Dr. Ronald B. P. Freire Gerente Médico Fleury Hospital Dia Site:

HOSPITAL ABREU SODRÉ A sua próxima escolha.

HOSPITAL ABREU SODRÉ A sua próxima escolha. HOSPITAL ABREU SODRÉ A sua próxima escolha. Qualidade máxima e confiança são fundamentais no momento de escolher um hospital, e você precisa do que há de melhor na área médica. Por isso, prepare-se para

Leia mais

Curso de Medicina. Estágios

Curso de Medicina. Estágios Curso de Medicina Estágios Estágios 3.440 horas total 800h 9º Período 880h 10º Período 880h 11º Período 880h 12º Período 9º Período 4 Rodízios Estágio Trauma Ortopédico com 100 horas Estágio Emergências

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE INDAIAL - SC CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N o 001/2013 ANEXO I

PREFEITURA MUNICIPAL DE INDAIAL - SC CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N o 001/2013 ANEXO I DO FICIÊNCIA NÍVEL SUPERIOR - MAGISTÉRIO 01 PEDAGOGO Pedagogia com habilitação em Supervisão Escolar / Orientação Educacional ou Pedagogia com diploma expedido a partir da resolução CNE CP 01 de 15 de

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE INDAIAL - SC CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N o 001/2013 ANEXO I

PREFEITURA MUNICIPAL DE INDAIAL - SC CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N o 001/2013 ANEXO I DO (ESCOLARIDA/ FORMAÇÃO) NÍVEL SUPERIOR - MAGISTÉRIO 01 PEDAGOGO Pedagogia com habilitação em Supervisão Escolar / Orientação Educacional ou Pedagogia com diploma expedido a partir da resolução CNE CP

Leia mais

ESTADO DO CEARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE QUIXERAMOBIM GABINETE DO PREFEITO

ESTADO DO CEARÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE QUIXERAMOBIM GABINETE DO PREFEITO ADITIVO nº 01 ADITIVO AO EDITAL nº 005/2014 Concurso Público para Provimento de Cargos Efetivos de Nível Superior para a Prefeitura Municipal de Quixeramobim O Prefeito Municipal de Quixeramobim, no uso

Leia mais

Hospital Universitário Ana Bezerra HUAB/UFRN

Hospital Universitário Ana Bezerra HUAB/UFRN Hospital Universitário Ana Bezerra HUAB/UFRN DIMENSIONAMENTO DE SERVIÇOS ASSISTENCIAIS E DA GERÊNCIA DE ENSINO E PESQUISA BRASÍLIA-DF, 27 DE MARÇO DE 2013. Página 1 de 20 Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 3 1.1.

Leia mais

Quem vou ser daqui a 20 anos Público. Privado. Assistencial Acadêmica Gestão. Assistencial Acadêmico Gestão Autônomo

Quem vou ser daqui a 20 anos Público. Privado. Assistencial Acadêmica Gestão. Assistencial Acadêmico Gestão Autônomo Dr Milton Glezer Quem vou ser daqui a 20 anos Público Assistencial Acadêmica Gestão Privado Assistencial Acadêmico Gestão Autônomo Mudanças nos planos de saúde- melhorar cada vez mais o funcionamento dos

Leia mais

CRUZ VERMELHA PORTUGUESA

CRUZ VERMELHA PORTUGUESA CRUZ VERMELHA PORTUGUESA A Ordem dos Advogados (OA) e a Cruz Vermelha Portuguesa decidiram estabelecer por comum acordo, em Abril de 2012, um protocolo de parceria, de âmbito nacional (incluindo ilhas

Leia mais

Português SERVIÇOS PARA PACIENTES INTERNACIONAIS

Português SERVIÇOS PARA PACIENTES INTERNACIONAIS SERVIÇOS PARA PACIENTES INTERNACIONAIS A Cleveland Clinic Foundation, organização de atendimento de saúde sem fins lucrativos, vem prestando um excepcional atendimento a pacientes tanto dos Estados Unidos

Leia mais

Produtos Unimed Grande Florianópolis

Produtos Unimed Grande Florianópolis Produtos Unimed Grande Florianópolis A Unimed é o plano de saúde que oferece os melhores médicos do Brasil. Vamos além para que sua saúde seja plena e de qualidade. Para nós, o importante é ver você bem

Leia mais

HOSPITAL DOS SERVIDORES DO ESTADO RIO DE JANEIRO

HOSPITAL DOS SERVIDORES DO ESTADO RIO DE JANEIRO U N I V E R S I D A D E D E B R A S Í L I A (UnB) CENTRO DE SELEÇÃO E DE PROMOÇÃO DE EVENTOS (CESPE) HOSPITAL DOS SERVIDORES DO ESTADO RIO DE JANEIRO Processo Seletivo Simplificado GABARITOS OFICIAIS PRELIMINARES

Leia mais

Capítulo IV Programas de treinamento pós-graduado

Capítulo IV Programas de treinamento pós-graduado Capítulo IV Programas de treinamento pós-graduado Introdução Qual será a duração ideal do treinamento de um médico para que se torne um pediatra competente? Dadas as variedades de abordagem dos treinamentos

Leia mais

ATENÇÃO: Os cargos estão listados em ordenação alfabética por nível decrescente de escolaridade (superior, médio e fundamental).

ATENÇÃO: Os cargos estão listados em ordenação alfabética por nível decrescente de escolaridade (superior, médio e fundamental). 1 de 9 ATENÇÃO: Os cargos estão listados em ordenação alfabética por nível decrescente de escolaridade (superior, médio e fundamental). CARGO PERFIL PRÉ REQUISITO NÍVEL SUPERIOR Administrador Curso Superior

Leia mais

GRUPO SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE BELO HORIZONTE PROCESSO SELETIVO - RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 RESULTADO FINAL 1ª Etapa Prova Objetiva.

GRUPO SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE BELO HORIZONTE PROCESSO SELETIVO - RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 RESULTADO FINAL 1ª Etapa Prova Objetiva. 101 Anestesiologia 1167427 84,00 5,60-89,60 1 CLASSIFICADO 101 Anestesiologia 1168953 78,00 8,00-86,00 2 CLASSIFICADO 101 Anestesiologia 1169652 75,60 8,50-84,10 3 CLASSIFICADO 101 Anestesiologia 1170741

Leia mais

VIDA BOA É TER APRESENTAÇÃO

VIDA BOA É TER APRESENTAÇÃO VIDA BOA É TER APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Doctor Clin, Operadora de Planos de Saúde registrada na Agência Nacional de Saúde sob o nº 34968-2. Há 20 anos no mercado, é responsável pela saúde de 60 mil funcionários

Leia mais

EDITAL nº 103/2009 - ANEXO I CONCURSO PÚBLICO PARA O MAGISTÉRIO SUPERIOR DA UEA. Escola Superior de Ciências da Saúde

EDITAL nº 103/2009 - ANEXO I CONCURSO PÚBLICO PARA O MAGISTÉRIO SUPERIOR DA UEA. Escola Superior de Ciências da Saúde EDITAL nº 103/2009 - ANEXO I CONCURSO PÚBLICO PARA O MAGISTÉRIO SUPERIOR DA UEA Escola Superior de Ciências da Saúde Período de Inscrição: 18 de janeiro de 2010 a 19 de fevereiro de 2010. Local de Inscrição:

Leia mais

Portaria nº 339 de 08 de Maio de 2002.

Portaria nº 339 de 08 de Maio de 2002. Portaria nº 339 de 08 de Maio de 2002. O Secretário de Assistência à Saúde, no uso de suas atribuições legais, Considerando a Portaria GM/MS nº 866, de 09 de maio de 2002, que cria os mecanismos para organização

Leia mais

O PEP como Instrumento de Otimização Clinica Marcos Sobral

O PEP como Instrumento de Otimização Clinica Marcos Sobral O PEP como Instrumento de Otimização Clinica Marcos Sobral São Paulo, 19 de setembro de 2005 Agenda Introdução Desafios MVPEP Formas de acessos Funcionalidades Formulários eletrônicos Índices clínicos

Leia mais

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INFORMAÇÕES GERAIS 1 - A Residência em Medicina constitui modalidade de ensino de pós-graduação, destinada

Leia mais

PORTARIA Nº 2.600, DE 21 DE OUTUBRO DE 2009 [...] ANEXO VI NORMAS PARA AUTORIZAÇÃO DE EQUIPES ESPECIALIZADAS E ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE

PORTARIA Nº 2.600, DE 21 DE OUTUBRO DE 2009 [...] ANEXO VI NORMAS PARA AUTORIZAÇÃO DE EQUIPES ESPECIALIZADAS E ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE PORTARIA Nº 2.600, DE 21 DE OUTUBRO DE 2009 Aprova o Regulamento Técnico do Sistema Nacional de Transplantes. [...] ANEXO VI NORMAS PARA AUTORIZAÇÃO DE EQUIPES ESPECIALIZADAS E ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE

Leia mais

Unimed Brasil. A Unimed é a maior experiência cooperativista na área da saúde em todo o mundo e também a maior rede de assistência médica do Brasil:

Unimed Brasil. A Unimed é a maior experiência cooperativista na área da saúde em todo o mundo e também a maior rede de assistência médica do Brasil: Unimed Brasil A Unimed é a maior experiência cooperativista na área da saúde em todo o mundo e também a maior rede de assistência médica do Brasil: Presente em 83% território nacional; 375 cooperativas

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO FINAL DA SELEÇÃO PÚBLICA PARA ADMISSÃO DE MÉDICOS COMO COOPERADOS NA UNIMED JUIZ DE FORA 01/2012

CLASSIFICAÇÃO FINAL DA SELEÇÃO PÚBLICA PARA ADMISSÃO DE MÉDICOS COMO COOPERADOS NA UNIMED JUIZ DE FORA 01/2012 34288 Acupuntura 59 aprovado 3 45210 Alergia e Imunologia 56,5 aprovado 5 42926 Anestesiologia 62,5 aprovado 48867 Anestesiologia 60,5 aprovado 48235 Anestesiologia 59 aprovado 9 48302 Anestesiologia 56

Leia mais

Para a Categoria Funcional de Nível Superior, nas seguintes áreas/especialidades:

Para a Categoria Funcional de Nível Superior, nas seguintes áreas/especialidades: Vagas e requisitos Para a Categoria Funcional de Nível Superior, nas seguintes áreas/especialidades: Áreas/Especialidades Vagas Pré-Requisitos Análises Clínicas (Biologia) 01 a) Formação Superior Completa

Leia mais

Curso de Aperfeiçoamento em Medicina Oral e Odontologia Hospitalar

Curso de Aperfeiçoamento em Medicina Oral e Odontologia Hospitalar MINISTÉRIO DA SAÚDE HOSPITAL FEDERAL DOS SERVIDORES DO ESTADO SERVIÇO DE ODONTOLOGIA Curso de Aperfeiçoamento em Medicina Oral e Odontologia Hospitalar JUSTIFICATIVA A Promoção de saúde só será completa

Leia mais

Ficha de Protocolo. Resumo do Protocolo. Contactos da Entidade

Ficha de Protocolo. Resumo do Protocolo. Contactos da Entidade Ficha de Protocolo Resumo do Protocolo Entidade: Grupo Medi-T Local: Porto Serviços/Produtos: Serviços de Saúde em diversas especialidades Benefícios e Vantagens: 10% de desconto nas consultas de especialidade

Leia mais

ANEXO I CARGOS, VAGAS, VENCIMENTO INICIAL, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS MÍNIMOS EXIGIDOS, E TAXA DE INSCRIÇÃO. Vencimento Inicial em reais.

ANEXO I CARGOS, VAGAS, VENCIMENTO INICIAL, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS MÍNIMOS EXIGIDOS, E TAXA DE INSCRIÇÃO. Vencimento Inicial em reais. ANEXO I CARGOS, VAGAS, VENCIMENTO INICIAL, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS MÍNIMOS EXIGIDOS, E TAXA DE INSCRIÇÃO. Cód. Cargo 1 Ajudante de Carga e Descarga Vagas Vagas Reservadas Deficientes Vencimento Inicial

Leia mais

PADI. Programa de Atenção domiciliar ao Idoso

PADI. Programa de Atenção domiciliar ao Idoso PADI Programa de Atenção Objetivos do programa Apesar dos benefícios óbvios da internação quando necessária, o paciente idoso afastado da rotina de casa e da família apresenta maior dificuldade de recuperação,

Leia mais

Este plano possui cobertura médica em todo o Brasil para urgência e emergência na forma de reembolso. Ubatuba

Este plano possui cobertura médica em todo o Brasil para urgência e emergência na forma de reembolso. Ubatuba Este plano possui cobertura médica em todo o Brasil para urgência e emergência na forma de reembolso. Veja onde estão localizados os Núcleos de Atendimento Unimed Fácil: De segunda a sexta-feira, das 8h

Leia mais

ANEXO I DEMONSTRATIVO DE CARGOS, QUALIFICAÇÃO, CARGA HORÁRIA, VAGAS E VENCIMENTOS ÁREA DE EDUCAÇÃO. Ensino médio completo com curso

ANEXO I DEMONSTRATIVO DE CARGOS, QUALIFICAÇÃO, CARGA HORÁRIA, VAGAS E VENCIMENTOS ÁREA DE EDUCAÇÃO. Ensino médio completo com curso DEMONSTRATIVO DE CARGOS, QUALIFICAÇÃO, CARGA, E VENCIMENTOS ÁREA DE EDUCAÇÃO NÍVEL MÉDIO CARGA curso Professor Docente I - com de formação de professores ou 100. especializações em Educação curso normal,

Leia mais

Seminário Anual de Saúde 2010: Cultura de Saúde e Dividendos para o Negócio Uma Visão Estratégica. Setembro/2010

Seminário Anual de Saúde 2010: Cultura de Saúde e Dividendos para o Negócio Uma Visão Estratégica. Setembro/2010 Seminário Anual de Saúde 2010: Cultura de Saúde e Dividendos para o Negócio Uma Visão Estratégica Setembro/2010 Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein Instituição de Saúde composta

Leia mais

RELAÇÃO DE CARGOS. Requisito P/ Provimento. Salario Inicial 40 horas Semanais R$ 778,00. horaria. Ref. Denominação QTD

RELAÇÃO DE CARGOS. Requisito P/ Provimento. Salario Inicial 40 horas Semanais R$ 778,00. horaria. Ref. Denominação QTD RELAÇÃO DE CARGOS Ref. Denominação QTD 3 Agente de Combate as Endias 5 Requisito P/ Provimento Ensino Fundamenta + Curso Preparatório de responsabilidade da Prefeitura presença e nota de 80% de aproveitamento

Leia mais

Experiência: REDUÇÃO DA TAXA DE CANCELAMENTO DE CIRURGIAS ATRAVÉS DA OTIMIZAÇÃO DO PROCESSO ASSISTENCIAL

Experiência: REDUÇÃO DA TAXA DE CANCELAMENTO DE CIRURGIAS ATRAVÉS DA OTIMIZAÇÃO DO PROCESSO ASSISTENCIAL Experiência: REDUÇÃO DA TAXA DE CANCELAMENTO DE CIRURGIAS ATRAVÉS DA OTIMIZAÇÃO DO PROCESSO ASSISTENCIAL Hospital de Clínicas de Porto Alegre Ministério da Educação Responsável: Sérgio Carlos Eduardo Pinto

Leia mais

Tabela 24 - Terminologia do código brasileiro de ocupação (CBO) Data de início de vigência. Código do Termo. Data de fim de implantação

Tabela 24 - Terminologia do código brasileiro de ocupação (CBO) Data de início de vigência. Código do Termo. Data de fim de implantação de 201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008 203015 Pesquisador em biologia de microorganismos e parasitas 26/09/2008 26/09/2008 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

Leia mais

ESTRATÉGIAS DE OTIMIZAÇÃO DA SALA CIRÚRGICA. Adriana Lario Coordenadora de Enfermagem Centro Cirúrgico Ambulatorial Hospital Albert Einstein

ESTRATÉGIAS DE OTIMIZAÇÃO DA SALA CIRÚRGICA. Adriana Lario Coordenadora de Enfermagem Centro Cirúrgico Ambulatorial Hospital Albert Einstein ESTRATÉGIAS DE OTIMIZAÇÃO DA SALA CIRÚRGICA Adriana Lario Coordenadora de Enfermagem Centro Cirúrgico Ambulatorial Hospital Albert Einstein ESTRATÉGIA Arte de aplicar com eficácia os recursos de que se

Leia mais

QUALIDADE E SEGURANÇA EM ASSISTÊNCIA DOMICILIAR E HOSPITALAR

QUALIDADE E SEGURANÇA EM ASSISTÊNCIA DOMICILIAR E HOSPITALAR QUALIDADE E SEGURANÇA EM ASSISTÊNCIA DOMICILIAR E HOSPITALAR HOME CARE Ajudar o paciente a resgatar a qualidade de vida em sua própria residência, é o compromisso do NADH. O atendimento personalizado é

Leia mais

Grupo Fleury Inovação

Grupo Fleury Inovação Grupo Fleury Inovação TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2010 Nossa essência Um negócio em evolução 1926 Início das atividades como laboratório de análises clínicas 1983 Primeiros exames de centro diagnóstico

Leia mais

RESOLUÇÃO CREMEC nº 44/2012 01/10/2012

RESOLUÇÃO CREMEC nº 44/2012 01/10/2012 RESOLUÇÃO CREMEC nº 44/2012 01/10/2012 Define e regulamenta as atividades da sala de recuperação pós-anestésica (SRPA) O Conselho Regional de Medicina do Estado do Ceará, no uso das atribuições que lhe

Leia mais

201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008. 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008. 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008. 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008. 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008 de 201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008 203015 Pesquisador em biologia de microorganismos e parasitas 26/09/2008 26/09/2008 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ. ANEXO I DO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO n. o 001/2007-PMC CARREIRAS/CARGOS/ÁREAS DE CONHECIMENTO/REQUISTOS BÁSICOS/VAGAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ. ANEXO I DO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO n. o 001/2007-PMC CARREIRAS/CARGOS/ÁREAS DE CONHECIMENTO/REQUISTOS BÁSICOS/VAGAS PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ ANEXO I DO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO n. o 001/2007-PMC CARREIRAS/CARGOS/ÁREAS DE CONHECIMENTO/REQUISTOS BÁSICOS/VAGAS Carreira: Regulação e Fiscalização Especialista em

Leia mais

Proposta Programa Saúde Sob Medida Check up diferenciado ABGS

Proposta Programa Saúde Sob Medida Check up diferenciado ABGS Proposta Programa Saúde Sob Medida Check up diferenciado ABGS 1 Informações da proposta Nossa proposta é composta por um Check Up Completo, Check up Feminino e Avaliação Esportiva direcionada aos associados

Leia mais

RECURSOS E SERVIÇOS PRÓPRIOS UNIMED GOIÂNIA DR. RICARDO ESPIRIDIÃO

RECURSOS E SERVIÇOS PRÓPRIOS UNIMED GOIÂNIA DR. RICARDO ESPIRIDIÃO RECURSOS E SERVIÇOS PRÓPRIOS UNIMED GOIÂNIA DR. RICARDO ESPIRIDIÃO Verticalização A partir de 2005 as Unimed s passaram a investir no processo de verticalização. Isto é, as Singulares criaram suas redes

Leia mais

ANEXO II 1 NORMAS GERAIS DE CREDENCIAMENTO/ HABILITAÇÃO

ANEXO II 1 NORMAS GERAIS DE CREDENCIAMENTO/ HABILITAÇÃO ANEXO II NORMAS DE CLASSIFICAÇÃO E CREDENCIAMENTO/HABILITAÇÃO DE UNIDADES DE ASSISTÊNCIA EM ALTA COMPLEXIDADE NO TRATAMENTO REPARADOR DA LIPODISTROFIA E LIPOATROFIA FACIAL DO PORTADOR DE HIV/AIDS 1 NORMAS

Leia mais

Estágios de Verão BESup. GUN Gabinete Universidades

Estágios de Verão BESup. GUN Gabinete Universidades Estágios de Verão BESup Janeiro 2013 Objetivos dos Estágios BESup Participar de forma construtiva na valorização dos Universitários através da criação de valor científico, intelectual e vivencial Detetar

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL Das Atribuições dos Profissionais dos Recursos Humanos Atribuições comuns a todos os profissionais que integram a equipe: Conhecer a realidade das famílias pelas

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO QUADRO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO

PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO QUADRO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NO QUADRO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE JUAZEIRO RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 001/2007 O PREFEITO MUNICIPAL DE JUAZEIRO, ESTADO DA BAHIA,

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 004 Médico - Alergia e Imunologia

Leia mais

RESIDÊNCIA MÉDICA 2016

RESIDÊNCIA MÉDICA 2016 4600074 1 100 100 - CIRURGIA GERAL 4600086 2 100 100 - CIRURGIA GERAL 4600489 3 100 100 - CIRURGIA GERAL 4600487 4 100 100 - CIRURGIA GERAL 4600670 5 100 100 - CIRURGIA GERAL 4600415 6 100 100 - CIRURGIA

Leia mais

FLUXO DE AGENDAMENTO CIRÚRGICO. Versão eletrônica atualizada em Março 2009

FLUXO DE AGENDAMENTO CIRÚRGICO. Versão eletrônica atualizada em Março 2009 FLUXO DE AGENDAMENTO CIRÚRGICO Versão eletrônica atualizada em Março 2009 Centro Cirúrgico FLUXO DE AGENDAMENTO CIRÚRGICO INÍCIO Equipe Médica Ligar para ramal 50227 diponibilizando informações para o

Leia mais

REAL SOCIEDADE ESPANHOLA DE BENEFICÊNCIA (RSEB) HOSPITAL REGIONAL DE SANTA MARIA/DF (HRSM) GABARITO OFICIAL DEFINITIVO.

REAL SOCIEDADE ESPANHOLA DE BENEFICÊNCIA (RSEB) HOSPITAL REGIONAL DE SANTA MARIA/DF (HRSM) GABARITO OFICIAL DEFINITIVO. EMPREGO 1: ASSISTENTE SOCIAL TIPO A Gabarito D X D A C B A D C A D A A A D Gabarito D B B X C C C D C C D C C C D EMPREGO 2: CIRURGIÃO BUCO-MAXILO-FACIAL TIPO A Gabarito D X D A C B A D C A B A C A D Gabarito

Leia mais

ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA DO CEARÁ (ESP-CE) PROCESSO SELETIVO PÚBLICO SIMPLIFICADO PARA PREENCHIMENTO DOS EMPREGOS PÚBLICOS DE POLICLÍNICAS

ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA DO CEARÁ (ESP-CE) PROCESSO SELETIVO PÚBLICO SIMPLIFICADO PARA PREENCHIMENTO DOS EMPREGOS PÚBLICOS DE POLICLÍNICAS 2024 003.507.983-54 80.00 (PACAJUS) ENFERMEIRO 2019 004.798.133-45 75.00 (PACAJUS) ENFERMEIRO 2143 600.324.453-42 75.00 (PACAJUS) ENFERMEIRO 2322 884.313.043-91 75.00 (PACAJUS) ENFERMEIRO 2027 631.747.313-72

Leia mais

INFORME CBO. CBO com alterações de códigos e/ou descrições

INFORME CBO. CBO com alterações de códigos e/ou descrições INFORME CBO Considerando a publicação da Portaria SAS/MS n 203/2011, que inclui no Sistema de Informação Hospitalar (SIH) o registro obrigatório da competência de realização de todos os procedimentos realizados

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE SERVIÇO AUTÔNOMO HOSPITALAR

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE SERVIÇO AUTÔNOMO HOSPITALAR PROGRAMA Nº- 125 GESTÃO PELA QUALIDADE - I Código Descrição SUB-FUNÇÃO: 122 ADMINISTRAÇÃO GERAL OBJETIVOS: Implantar um novo modelo de gestão pela qualidade que dinamiza a capacidade de gestão, agilize

Leia mais

I SEMINÁRIO NACIONAL DO PROGRAMA NACIONAL DE REORIENTAÇÃO DA FORMAÇÃO PROFISIONAL EM SAÚDE PRÓ-SAÚDE II

I SEMINÁRIO NACIONAL DO PROGRAMA NACIONAL DE REORIENTAÇÃO DA FORMAÇÃO PROFISIONAL EM SAÚDE PRÓ-SAÚDE II Ministério da Educação Secretaria de Ensino Superior Diretoria de Hospitais Univ ersitários e Residências em Saúde A articulação da Graduação em Saúde, dos Hospitais de Ensino e das Residências em Saúde

Leia mais

PROPOSTA DE UM MODELO DE IMPLANTAÇÃO DA REGULAÇÃO ONCOLÓGICA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Dra. Daiane da Silva Oliveira

PROPOSTA DE UM MODELO DE IMPLANTAÇÃO DA REGULAÇÃO ONCOLÓGICA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Dra. Daiane da Silva Oliveira PROPOSTA DE UM MODELO DE IMPLANTAÇÃO DA REGULAÇÃO ONCOLÓGICA DO ESTADO DE SÃO PAULO Dra. Daiane da Silva Oliveira INTRODUÇÃO Publicação da Lei 12.732; Com a Publicação da Lei 12.732, que fixa o prazo máximo

Leia mais

Hospital de Santo Espirito da Ilha Terceira e a sua articulação com as Unidades de Saúde de Ilha da RAA. Paula Moniz

Hospital de Santo Espirito da Ilha Terceira e a sua articulação com as Unidades de Saúde de Ilha da RAA. Paula Moniz Hospital de Santo Espirito da Ilha Terceira e a sua articulação com as Unidades de Saúde de Ilha da RAA Paula Moniz VISÃO O Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira, EPER pretende ser uma instituição

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 44, DE 10 DE JANEIRO DE 2001

MINISTÉRIO DA SAÚDE GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 44, DE 10 DE JANEIRO DE 2001 MINISTÉRIO DA SAÚDE GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 44, DE 10 DE JANEIRO DE 2001 DO 9-E, de 12/1/01 O Ministro de Estado da Saúde, no uso de suas atribuições, Considerando a Portaria SAS/MS nº 224, de

Leia mais

RESIDÊNCIA MÉDICA 2016

RESIDÊNCIA MÉDICA 2016 4600074 1 100 100 - CIRURGIA GERAL Convocado 4600086 2 100 100 - CIRURGIA GERAL Convocado 4600489 3 100 100 - CIRURGIA GERAL Convocado 4600487 4 100 100 - CIRURGIA GERAL Convocado 4600670 5 100 100 - CIRURGIA

Leia mais

MANIFESTO DOS TERAPEUTAS OCUPACIONAIS À REDE DE HOSPITAIS PÚBLICOS FEDERAIS DO RIO DE JANEIRO

MANIFESTO DOS TERAPEUTAS OCUPACIONAIS À REDE DE HOSPITAIS PÚBLICOS FEDERAIS DO RIO DE JANEIRO MANIFESTO DOS TERAPEUTAS OCUPACIONAIS À REDE DE HOSPITAIS PÚBLICOS FEDERAIS DO RIO DE JANEIRO O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão editou a portaria n 292 no dia 4 de julho de 2012 que autoriza

Leia mais

1. CADASTRO 2. AGENDAMENTOS:

1. CADASTRO 2. AGENDAMENTOS: 1. CADASTRO Para atuar no Hospital São Luiz, todo médico tem de estar regularmente cadastrado. No momento da efetivação, o médico deve ser apresentado por um membro do corpo clínico, munido da seguinte

Leia mais

Unidades de Negócios

Unidades de Negócios Grupo Clivale Como surgiu? História Tudo começou com a iniciativa de Raphael Serravalle ao perceber a carência de um serviço médico especializado na cidade do Salvador, calçada, induziu dois de seus filhos:

Leia mais

Regulação de Urgência e suas Implicações A experiência de Belo Horizonte

Regulação de Urgência e suas Implicações A experiência de Belo Horizonte Regulação de Urgência e suas Implicações A experiência de Belo Horizonte Capital População estimada 2013 Belo Horizonte 20.593.356 População 2010 19.597.330 Área (km²) 586.522,122 Densidade demográfica

Leia mais

PROJETO DE ESTRUTURAÇÃO SAÚDE PÚBLICA Prefeitura Municipal de Itapeva - SP. Maio de 2014

PROJETO DE ESTRUTURAÇÃO SAÚDE PÚBLICA Prefeitura Municipal de Itapeva - SP. Maio de 2014 PROJETO DE ESTRUTURAÇÃO SAÚDE PÚBLICA Prefeitura Municipal de Itapeva - SP Maio de 2014 UMA RÁPIDA VISÃO DA SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL HOJE Estrutura com grandes dimensões, complexa, onerosa e com falta de

Leia mais

Especialidade. Descrição. Código

Especialidade. Descrição. Código 1311.20 Gerente de serviços sociais 1312.05 Diretor de divisão médica 1312.05 Diretor de serviços de saúde 1312.05 Diretor de serviços médicos 1312.05 Diretor de unidade assistencial 1312.05 Diretor de

Leia mais

ENFERMAGEM DO TRABALHO - TURMA VII

ENFERMAGEM DO TRABALHO - TURMA VII Rua Rio Branco, 216, Centro, CEP 650-490, São Luís /MA - Fone: (98) 3878.21 Credenciado pela Portaria Ministerial nº 1764/06, D.O.U. 211 de 03.11.06, Seção 01, Folha14 ENFERMAGEM DO TRABALHO - TURMA VII

Leia mais

APRESENTAÇÃO QUALIVIDA

APRESENTAÇÃO QUALIVIDA APRESENTAÇÃO QUALIVIDA (143.846 segurados ) (1.010.965 associados) (1.403.755 associados) (373.839 associados) 4.389 empresas 3.000.000 vidas * Dados jan 2013 2 MISSÃO NOSSA MISSÃO NOSSA MISSÃO Tornar

Leia mais

Metas Internacionais de Segurança do paciente

Metas Internacionais de Segurança do paciente Metas Internacionais de Segurança do paciente 2011 Missão Defender a saúde da comunidade e contribuir para o aprimoramento do Sistema Único de Saúde Visão Ser reconhecido nacionalmente pela excelência

Leia mais

Ana Sofia de Carvalho Mota. Enfermeira (2-E-45389)

Ana Sofia de Carvalho Mota. Enfermeira (2-E-45389) Curriculum Vitae INFORMAÇÃO PESSOAL Ana Sofia de Carvalho Mota Rua Maria Vitória Borboun Bobone. Apartamento 623. Lote 22.6., 3030-502 Coimbra (Portugal) 962 434 305 anasoficarvalhomota@hotmail.com PROFISSÃO

Leia mais

Positive Deviance: Engajamento da equipe para melhorar a adesão ao Checklist Cirúrgico Time Out Perfeito

Positive Deviance: Engajamento da equipe para melhorar a adesão ao Checklist Cirúrgico Time Out Perfeito Positive Deviance: Engajamento da equipe para melhorar a adesão ao Checklist Cirúrgico Time Out Perfeito Ana L. Vasconcelos Coordenadora Programa Integrado de Cirurgia O Protocolo de cirurgia segura do

Leia mais

Produtos ehealth. Desenvolvimento de negócios ehealth Diretoria P&S Verticais

Produtos ehealth. Desenvolvimento de negócios ehealth Diretoria P&S Verticais Produtos ehealth Desenvolvimento de negócios ehealth Diretoria P&S Verticais 1 Participação da Telefônica Vivo nas Instituições de Saúde TIC TIC TIC TIC Telemedicina TIC Telemedicina Desenvolvimento de

Leia mais

PROGRAMA DATA LOCAL E INFORMAÇÕES HORÁRIO

PROGRAMA DATA LOCAL E INFORMAÇÕES HORÁRIO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE PORTO ALEGRE - SANTA CASA DE PORTO ALEGRE COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA PROCESSO SELETIVO DE RESIDÊNCIA MÉDICA 2015 CALENDÁRIO DA 2ª

Leia mais

Núcleo de Atenção Integral à Saúde Unimed São José dos Campos

Núcleo de Atenção Integral à Saúde Unimed São José dos Campos Núcleo de Atenção Integral à Saúde Unimed São José dos Campos Núcleo de Atenção Integral à Saúde da Unimed SJC O Núcleo de Ação Integral à Saúde (NAIS) é o setor responsável pela promoção da saúde e prevenção

Leia mais

Junho 2013 1. O custo da saúde

Junho 2013 1. O custo da saúde Junho 2013 1 O custo da saúde Os custos cada vez mais crescentes no setor de saúde, decorrentes das inovações tecnológicas, do advento de novos procedimentos, do desenvolvimento de novos medicamentos,

Leia mais

Rigor e Atenção em Pesquisa Clínica

Rigor e Atenção em Pesquisa Clínica Rigor e Atenção em Pesquisa Clínica PESQUISA ClÍNICA Benefícios para todos Avanços para a humanidade Pesquisa Clínica: mais que experimentação, benefício de saúde e segurança para a humanidade. O incessante

Leia mais

Manual de Orientação ao Cliente

Manual de Orientação ao Cliente Manual de Orientação ao Cliente Prezado Cliente O Hospital IGESP reúne em um moderno complexo hospitalar, os mais avançados recursos tecnológicos e a excelência na qualidade do atendimento prestado por

Leia mais

Gestão de Pessoas. - Saúde do Servidor -

Gestão de Pessoas. - Saúde do Servidor - Gestão de Pessoas - Saúde do Servidor - Promoção de Saúde e Bem-Estar Desenvolve programas destinados à prevenção de doenças, à promoção de saúde e de qualidade de vida. Realiza campanhas, palestras e

Leia mais

Viver com Saúde vantagens e benefícios

Viver com Saúde vantagens e benefícios ÍNDICE 1. Seja bem-vindo! 2. Planos de Saúde MEDICARE 3. Plano de Saúde MEDICARE Silver 4. Plano de Saúde MEDICARE Dental Prestige 5. Plano de Saúde MEDICARE Platinium 6. Plano de Saúde MEDICARE SÉNIOR

Leia mais

ANEXO III REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES POR CARGO/FUNÇÃO

ANEXO III REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES POR CARGO/FUNÇÃO ANEXO III REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES POR CARGO/FUNÇÃO ANALISTA EM SAÚDE/ ASSISTENTE SOCIAL PLANTONISTA REQUISITOS: Certificado ou Declaração de conclusão do Curso de Serviço Social, registrado no MEC; E

Leia mais

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA COMPROVAÇÃO DOS ITENS DE VERIFICAÇÃO - UPA

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA COMPROVAÇÃO DOS ITENS DE VERIFICAÇÃO - UPA RELAÇÃO DE DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA COMPROVAÇÃO DOS ITENS DE VERIFICAÇÃO - UPA Quando da apresentação de protocolos, manual de normas e rotinas, procedimento operacional padrão (POP) e/ou outros documentos,

Leia mais

Projetos desenvolvidos para o Hospital e Maternidade Municipal de Uberlândia e a o Hospital Escola de Uberlândia - UFU

Projetos desenvolvidos para o Hospital e Maternidade Municipal de Uberlândia e a o Hospital Escola de Uberlândia - UFU Projetos desenvolvidos para o Hospital e Maternidade Municipal de Uberlândia e a o Hospital Escola de Uberlândia - UFU AMBULATÓRIO Cadastro de paciente ( caso o paciente já tenha consultado no hospital

Leia mais

Copyright Medical Port 2015 PROGRAMA DE PERDA DE PESO!

Copyright Medical Port 2015 PROGRAMA DE PERDA DE PESO! PROGRAMA DE PERDA DE PESO Agenda O método holístico de Perda de Peso Apresentação do corpo clínico Diferentes programas de perda de peso Unidades de saúde O Método holístico de Perda de Peso The importance

Leia mais

VAGAS e INSCRITOS por GRUPO 39 85

VAGAS e INSCRITOS por GRUPO 39 85 01 - ÁREAS BÁSICAS COM ACESSO DIRETO 1 ANESTESIOLOGIA - 3 ANOS 15 165 11,0 2 CIRURGIA GERAL - 2 ANOS 46 211 4,6 3 CLÍNICA MÉDICA - 2 ANOS 54 275 5,1 4 DERMATOLOGIA - 3 ANOS 5 88 17,6 5 INFECTOLOGIA - 3

Leia mais

Especialidades Médicas. Questões para todas as especialidades/áreas de atuação

Especialidades Médicas. Questões para todas as especialidades/áreas de atuação DAS PROVAS OBJETIVAS Especialidades Médicas Questões para todas as especialidades/áreas de atuação INGLÊS 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 1 2 3 Prova A A B E D C B D E A C C D E Prova B C E B B A E B C D A A B C

Leia mais

Projeto Saúde On-line

Projeto Saúde On-line Projeto Saúde On-line Sistemas de computadorizados de registro médico e tecnologia de informação em saúde. INTRODUÇÃO: Visando organizar o acesso aos serviços, agilizar processo, impactar na qualidade

Leia mais

Serviço de Psicologia do Instituto de Neurologia e Cardiologia de Curitiba:

Serviço de Psicologia do Instituto de Neurologia e Cardiologia de Curitiba: Serviço de Psicologia do Instituto de Neurologia e Cardiologia de Curitiba: Tem por objetivo prestar atendimento aos pacientes internados ou de forma ambulatorial no Hospital, bem como aos seus familiares,

Leia mais

A importância do treinamento para a equipe de enfermagem. Enfª Mariângela B Ribeiro

A importância do treinamento para a equipe de enfermagem. Enfª Mariângela B Ribeiro A importância do treinamento para a equipe de enfermagem Enfª Mariângela B Ribeiro Pontos importantes Porquê treinar? Padronização dos processos Segurança na realização dos procedimentos Redução de custos

Leia mais

ANEXO III QUADRO DE PROVAS QUADRO SETORIAL DA SAÚDE

ANEXO III QUADRO DE PROVAS QUADRO SETORIAL DA SAÚDE 1 ANEXO III QUADRO DE PROVAS QUADRO SETORIAL DA CARGO AGENTE DE HIGIENIZAÇÃO DE CÓDIGO DE INSCRIÇÃO AUXILIAR DE COZINHA 2. COPEIRO 3. COZINHEIRO 4. GUARDA PATRIMONIAL 5. ATENDENTE DE CONSULTORIO DENTARIO

Leia mais

Parecer CRFa-4ª Região nº 003/2015

Parecer CRFa-4ª Região nº 003/2015 Parecer CRFa-4ª Região nº 003/2015 Dispõe sobre a atuação fonoaudiológica na área hospitalar privada, pública e filantrópica e em atendimento domiciliar e dá outras providências O presente Parecer tem

Leia mais

Guia de Orientação ao Paciente

Guia de Orientação ao Paciente Guia de Orientação ao Paciente Esse guia foi desenvolvido especialmente para melhor atendê-lo durante a permanência no HSR. Aqui encontrará informações sobre nosso funcionamento, serviços e práticas que

Leia mais

O primeiro Planejamento Estratégico em 2003.

O primeiro Planejamento Estratégico em 2003. Missão Desenvolver ações de promoção, proteção e reabilitação da saúde em nível ambulatorial, com equipe multiprofissional e interdisciplinar, propondo e implementando políticas de saúde articuladas em

Leia mais

Proposta de Estudo Modalidade de Contrato de Assistência Médica. Pré-Pagamento

Proposta de Estudo Modalidade de Contrato de Assistência Médica. Pré-Pagamento Proposta de Estudo Modalidade de Contrato de Assistência Médica Pré-Pagamento SINDICATO DOS FISCAIS DA AGENCIA DEFESA AGROPECUARIO DO ESTADO DO MA PROPOSTA 513/2011 27 de abril/2011 1 PUSL 513/2011 São

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA EM CIRURGIA E TRAUMATOLOGIA BUCOMAXILOFACIAIS DO HOSPITAL DOS DEFEITOS DA FACE

REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA EM CIRURGIA E TRAUMATOLOGIA BUCOMAXILOFACIAIS DO HOSPITAL DOS DEFEITOS DA FACE REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA EM CIRURGIA E TRAUMATOLOGIA BUCOMAXILOFACIAIS DO HOSPITAL DOS DEFEITOS DA FACE Objetivos e seus Fins 1. O programa de residência na Área de Cirurgia e Traumatologia

Leia mais

II Seminário de Hospitais de Ensino do Estado de São Paulo

II Seminário de Hospitais de Ensino do Estado de São Paulo II Seminário de Hospitais de Ensino do Estado de São Paulo Conhecendo o Grupo 18 COLÉGIOS - PR / SC / RJ / SP/ RS 1 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO - HUSF FUNCLAR FUNDAÇÃO CLARA DE ASSIS UNIFAG UNIDADE DE PESQUISA

Leia mais

GLOSSÁRIO DE TERMOS COMUNS NOS SERVIÇOS DE SAÚDE DO MERCOSUL

GLOSSÁRIO DE TERMOS COMUNS NOS SERVIÇOS DE SAÚDE DO MERCOSUL MERCOSUL/GMC/RES. N 21/00 GLOSSÁRIO DE TERMOS COMUNS NOS SERVIÇOS DE SAÚDE DO MERCOSUL TENDO EM VISTA: o Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto, a Resolução N 91/93 do Grupo Mercado Comum e a Recomendação

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA SECRETARIA DE ORGANIZAÇÃO INSTITUCIONAL HOSPITAL DAS FORÇAS ARMADAS (HFA)

MINISTÉRIO DA DEFESA SECRETARIA DE ORGANIZAÇÃO INSTITUCIONAL HOSPITAL DAS FORÇAS ARMADAS (HFA) U N I V E R S I D A D E D E B R A S Í L I A (UnB) CENTRO DE SELEÇÃO E DE PROMOÇÃO DE EVENTOS (CESPE) MINISTÉRIO DA DEFESA SECRETARIA DE ORGANIZAÇÃO INSTITUCIONAL HOSPITAL DAS FORÇAS ARMADAS (HFA) Concurso

Leia mais

ANEXO I (VAGAS E REQUISITOS) QUADRO SETORIAL DA SAÚDE

ANEXO I (VAGAS E REQUISITOS) QUADRO SETORIAL DA SAÚDE ANEXO I (VAGAS E REQUISITOS) QUADRO SETORIAL DA SAÚDE CARGO CÓDIGO REQUISITOS VAGAS VAGA DEFICIENTE Curso Superior, em nível de graduação, em Enfermagem, ENFERMEIRO DO TRABALHO SE-503 registro profissional

Leia mais

Gestão Estratégica da Cadeia de Suprimentos: Modelos e Tendências SANTA CASA DE SÃO PAULO. Dr. Antonio Carlos Forte

Gestão Estratégica da Cadeia de Suprimentos: Modelos e Tendências SANTA CASA DE SÃO PAULO. Dr. Antonio Carlos Forte Gestão Estratégica da Cadeia de Suprimentos: Modelos e Tendências SANTA CASA DE SÃO PAULO Dr. Antonio Carlos Forte SANTA CASA DE SÃO PAULO Complexo hospitalar formado por dez unidades de assistência a

Leia mais

Média salarial - Brasil

Média salarial - Brasil Média salarial - Brasil Área geral Área específica Cargo Valor Diretor R$ 15.714 Gerente R$ 6.728 Administrador R$ 6.049 R$ 3.313 Analista Sênior R$ 2.416 Farmacêutico R$ 2.249 Analista Pleno R$ 1.858

Leia mais

RETIFICAÇÃO SERVIÇO SOCIAL AUTÔNOMO HOSPITAL METROPOLITANO DOUTOR CÉLIO DE CASTRO EDITAL Nº 08/2014

RETIFICAÇÃO SERVIÇO SOCIAL AUTÔNOMO HOSPITAL METROPOLITANO DOUTOR CÉLIO DE CASTRO EDITAL Nº 08/2014 RETIFICAÇÃO SERVIÇO SOCIAL AUTÔNOMO HOSPITAL METROPOLITANO DOUTOR CÉLIO DE CASTRO EDITAL Nº 08/2014 O Secretário Municipal Adjunto de Recursos Humanos, no uso de suas atribuições legais, comunica as alterações

Leia mais

Pesquisa da relação entre. médicos, dentistas e fisioterapeutas. com planos de saúde

Pesquisa da relação entre. médicos, dentistas e fisioterapeutas. com planos de saúde Pesquisa da relação entre médicos, dentistas e fisioterapeutas Abril / 2013 Objetivo Conhecer a opinião dos médicos especialistas, cirurgiões-dentistas e fisioterapeutas sobre a relação com os planos ou

Leia mais