Casos de estudo LNEC-CM CM Silves-CM Lagoa- CM Portimão-CM Vila do Bispo. APA, 17 de Setembro de 2007

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Casos de estudo LNEC-CM CM Silves-CM Lagoa- CM Portimão-CM Vila do Bispo. APA, 17 de Setembro de 2007"

Transcrição

1 PROJECTO MOBILIDADE SUSTENTÁVEL Casos de estudo LNEC-CM CM Silves-CM Lagoa- CM Portimão-CM Vila do Bispo APA, 17 de Setembro de 2007

2 Enquadramento LNEC/DT/NPTS não contratou bolseiros R.H. existentes carreira de Investigação do LNEC: E.A. e J.L.C ( % de tempo afecta a outros projectos); Metodologia delineada para a dimensão RH projecto: Plataforma RH = Equipa LNEC (supervisão científica) + CMs (equipa multidisciplinar)

3 Equipa RH1 = LNEC/CM Silves Relatório 1 Silves: : 2º maior concelho em área do distrito de Faro! (14% do território da região Algarvia) Freguesia Silves: 31,8% da população do concelho (64 hab/km2) P.U.: 54,5% de população da freguesia

4 Evolução População Residente Declínio da indústria corticeira Surtos migratórios para Brasil, Guerra Colonial, diminuição progressiva da taxa de crescimento natural Taxa crescimento 91/01: -1.5% Saldo migratório + Fonte: CM Silves 2007

5 Origem População estrangeira (3381 hab.) Europa 50% Freguesia Silves: Integra 30% da população estrangeira residente no concelho (1014 hab. i.e. 9.4% do total resid.) África 39% Fonte: PU CM Silves 2007

6 Acessibilidade e Mobilidade Tráfego rodoviário nas principais entradas Problema: fraca qualidade dados de tráfego (foram realizado hp e em 2ª f!!!) 33% EN 124 Silves-Messines EN 124 Silves- Portimão/Monchique 12% 55% Fonte: empresa ESTAC Ponte Rio Arade EN N125 A22

7 Movimentos pendulares Fonte: CM Silves ,6% da pop. Freguesia Silves trabalha noutro concelho Principal destino: Lagoa, Albufeira, Portimão

8 Transporte rodoviário (EVA) e distâncias-minutos a Silves - Apenas 3 sedes de concelho apresentam ligação Directa a Silves: Portimão, Albufeira e Lagoa - Não existe ligação directa a Faro, Loulé e Lagos - Ligação a Tunes (estação caminho ferro): minutos! Fonte: CML 2007

9 Hierarquia da rede viária Rede Principal

10 Circulação de tráfego motorizado e peões Circulação pedonal em Escadaria (25%)

11 Património Arqueológico

12 Património Natural

13 Área de Intervenção Declive < 5% (favorável aos os modos suaves)

14

15

16

17

18 CS

19

20 Área de Intervenção: Equipamentos existentes Geração/Atracção de deslocações

21 Equipamentos propostos Parques Estacionamento

22 Área de Intervenção: Património

23 SÍNTESE DA ANÁLISE Pontos Fortes Dominantes (para uma intervenção - modelo conceptual): Património Natural/qualidade ambiental, climática e paisagística Equipamentos diversos (Ensino, Cultura, Desporto, etc.) Procura turística (Castelo de Silves: o 2º monumento mais visitado da região!)

24 SÍNTESE DA ANÁLISE Pontos Fracos Dominantes Ausência de dados de tráfego válidos (passageiros e mercadorias) caracterizadores da procura actual de transporte Ausência de dados sobre padrão mobilidade de peões (residentes e turistas) Estacionamento automóvel sobre passeios (reduzidos!) (observação directa) Filtering down no núcleo histórico Acessibilidades (barreiras no espaço público observação directa) Não navegabilidade do rio Arabe = f (projecto de dessasoreamento)

25 SÍNTESE DA ANÁLISE Ameaças Dominantes Risco de cheia (Baixa de Silves); protecção insuficiente dos aquíferos p/ evitar escassez água (sistema Querença- Silves) Acessibilidades d rodo e ferroviárias i não potenciam as sinergias necessárias com a rede urbana na região (Silves situação periférica) Oferta turística (alojamentos) limitada; Mercados concorrentes na região

26 SÍNTESE DA ANÁLISE Oportunidades Dominantes Requalificação urbana (património edificado e espaço público) Explorar complementaridades (e.g. com Lagoa e Portimão) com vista à criação de produtos turísticos diferenciados (Sol e praia + identidade local) Criar rede património (arqueológicopaisagístico e.g. pátios interiores e jardins urbanos) Silves como capital da cultura luso-árabe? (al-gharb al-andaluz)

27 José Garcia Domingues 1958: Encravada entre a terra e o mar, Silves é regada pela corrente do Arade ( ) navegável de Silves até Portimão, motivo por que um passeio de barco neste percurso de torna muito agradável. ( ) cidade antiga e monumental, a mais antiga e monumental do Algarve, cheia de recordações dos tempos arábicos, povoada de poesia e de lendas.

28 Conceitos para uma Intervenção Modelo Conceptual: Projecto CULTOUR desenvolvido pelo LNEC e TØI ( ) (Marika K. and Elisabete A. 2005) (K. Vestein, E. Arsenio, A. Fyri 2007 )

29 CULTOUR: VISÃO A NEW MOBILITY CULTURE FOR CITIZENS AND TOURISM NOVA ATITUDE DE PLANEAMENTO ESPAÇO PÚBLICO COMO UMA REDE CULTURAL DE PERCURSOS A TIPIFICAR INTERDISCIPLINARIDADE E INOVAÇÃO ACESSIBILIDADES E HERANÇA CULTURAL

30 CULTOUR: CONCEITOS (exemplo) Globalização e identidades locais: a oferta de mobilidade (suave/verde) como um produto diferenciado e factor de competividade Melhorar a acessibilidade e sua articulação com a rede de património (móvel e imóvel); Âncora de Mobilidade Verde ; Intermodalidade e interacção sustentável de modos (motorizados e não motorizados), em articulação com a estrutura da paisagem natural e cultural.

Caso de estudo: Município de Vila do Bispo. Fase I: Caracterização e Diagnóstico Fase II: Objectivos e Conceitos de Intervenção

Caso de estudo: Município de Vila do Bispo. Fase I: Caracterização e Diagnóstico Fase II: Objectivos e Conceitos de Intervenção Workshop PROJECTO MOBILIDADE SUSTENTÁVEL Caso de estudo: Município de Vila do Bispo Fase I: Caracterização e Diagnóstico Fase II: Objectivos e Conceitos de Intervenção Instituto Superior Técnico, 12 de

Leia mais

Barlavento Algarvio Fase 1: Caracterização e Diagnóstico

Barlavento Algarvio Fase 1: Caracterização e Diagnóstico Barlavento Algarvio Fase 1: Caracterização e Diagnóstico Enquadramento Territórios distintos em termos de povoamento, demografia, economia e orografia: Municípios de cariz mais rural e com problemas de

Leia mais

Caso de estudo: Portimão

Caso de estudo: Portimão PROJECTO MOBILIDADE SUSTENTÁVEL Fase I Análise e Diagnóstico Caso de estudo: Portimão Lisboa, 12 de Fevereiro de 2008 Localização geográfica da área em estudo 25% 20% 15% Caracterização Socioeconómica

Leia mais

Barlavento Algarvio Fase 1: Caracterização e Diagnóstico

Barlavento Algarvio Fase 1: Caracterização e Diagnóstico Barlavento Algarvio Fase 1: Caracterização e Diagnóstico Enquadramento Territórios distintos em termos de povoamento, demografia, economia e orografia: Municípios de cariz mais rural e com problemas de

Leia mais

PLANO DE MOBILIDADE E TRASNPORTES DE OLHÃO SÍNTESE (ESTE DOCUMENTO TEM 9 FOLHAS) Algarve Central

PLANO DE MOBILIDADE E TRASNPORTES DE OLHÃO SÍNTESE (ESTE DOCUMENTO TEM 9 FOLHAS) Algarve Central / PLANO DE MOBILIDADE E TRASNPORTES DE OLHÃO SÍNTESE (ESTE DOCUMENTO TEM 9 FOLHAS) Algarve Central / Plano de Mobilidade e Transportes de Olhão Algarve Central Índice ÍNDICE... 1 A. SÍNTESE... 2 A.1. O

Leia mais

Requalificação do Espaço Público Praça Marechal Humberto Delgado Sete Rios

Requalificação do Espaço Público Praça Marechal Humberto Delgado Sete Rios Requalificação do Espaço Público Praça Marechal Humberto Delgado Sete Rios Reunião de Câmara 23.12.2015 Câmara Municipal de Lisboa Departamento de Espaço Público DMU OBJETIVOS DO PROGRAMA Melhorar a qualidade

Leia mais

Projecto Mobilidade Sustentável PLANO DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL DE MIRANDELA. (3 de Outubro 2007)

Projecto Mobilidade Sustentável PLANO DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL DE MIRANDELA. (3 de Outubro 2007) Projecto Mobilidade Sustentável PLANO DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL DE MIRANDELA (3 de Outubro 2007) 1. OBJECTIVOS DE INTERVENÇÃO 2. ÁREA DE INTERVENÇÃO A cidade, delimitada como área de estudo, ocupa uma

Leia mais

DTEA - Transportes, Energia e Ambiente Grupo de Investigação em Energia e Desenvolvimento Sustentável Instituto Superior Técnico

DTEA - Transportes, Energia e Ambiente Grupo de Investigação em Energia e Desenvolvimento Sustentável Instituto Superior Técnico DTEA - Transportes, Energia e Ambiente Grupo de Investigação em Energia e Desenvolvimento Sustentável Instituto Superior Técnico Projecto Mobilidade Sustentável Tiago Farias 20 de Junho de 2007 DTEA Transportes,

Leia mais

Faça uma pergunta em goo.gl/slides/jtrgc2. Ocupação do território, emprego e demografia

Faça uma pergunta em goo.gl/slides/jtrgc2. Ocupação do território, emprego e demografia Centro Algarvio Faça uma pergunta em goo.gl/slides/jtrgc2 Ocupação do território, emprego e demografia Tendências Demográficas População Residente Em 2011 residiam 258.235 hab. (+15% face a 2001). Maiores

Leia mais

Mobilidade Sustentável em BARCELOS

Mobilidade Sustentável em BARCELOS Mobilidade Sustentável em BARCELOS Objectivos e Intervenção Vila Real, 29 de Fevereiro de 2008 PLANO DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL Relatório de Objectivos e METODOLOGIA PARA UMA INTERVENÇÃO DIAGNÓSTICO: Área

Leia mais

PLANO DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL RELATÓRIO DE DIAGNÓSTICO 3 DE OUTUBRO DE 2007

PLANO DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL RELATÓRIO DE DIAGNÓSTICO 3 DE OUTUBRO DE 2007 JOANA PINHO PLANO DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL RELATÓRIO DE DIAGNÓSTICO ESTRUTURA 2.1 Território Concelhio e Actividades 2.2 Principais Fluxos 2.3 Levantamento de Infra-estruturas / Serviços de Transporte

Leia mais

Uma Visão Transversal - FS

Uma Visão Transversal - FS Uma Visão Transversal - FS Equipas PMUS Distribuição de temas - abordagem transversal à Região Intermodalidade e informação ao público Rede rodoviária, tráfego e estacionamento Dinâmicas demográficas e

Leia mais

MUNICÍPIO DE IDANHA-A-NOVA. População concelho: População Sede concelho: (18%) Área: 1412,73 km 2 Freguesias: 17

MUNICÍPIO DE IDANHA-A-NOVA. População concelho: População Sede concelho: (18%) Área: 1412,73 km 2 Freguesias: 17 População concelho: 11 659 População Sede concelho: 2 134 (18%) Área: 1412,73 km 2 Freguesias: 17 Intervenção nas seguintes áreas: - Transportes públicos nas áreas rurais ou de baixa dens sidade; - O

Leia mais

1.º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO Apresentação das operações em curso

1.º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO Apresentação das operações em curso Política de Cidades Polis XXI Acções Inovadoras para o Desenvolvimento Urbano QREN/ POVT/ Eixo IX Desenvolvimento do Sistema Urbano Nacional 1.º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO Apresentação das operações em

Leia mais

Projecto Mobilidade Sustentável Auditório Alto dos Moinhos Estação de Metro do Alto dos Moinhos Lisboa

Projecto Mobilidade Sustentável Auditório Alto dos Moinhos Estação de Metro do Alto dos Moinhos Lisboa Projecto Mobilidade Sustentável Auditório Alto dos Moinhos Estação de Metro do Alto dos Moinhos Lisboa 19 de Setembro de 2008 Plano de Mobilidade Sustentável de Faro Vítor Teixeira, Manuela Rosa e Celeste

Leia mais

Laboratório Nacional de Engenharia Civil

Laboratório Nacional de Engenharia Civil MINISTÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES Laboratório Nacional de Engenharia Civil DEPARTAMENTO DE TRANSPORTES Núcleo de Planeamento, Tráfego e Segurança Proc. 0703/1/16654 PROJECTO MOBILIDADE

Leia mais

Plano de Mobilidade Sustentável de Faro. Definição de Objectivos e. Conceito de Intervenção

Plano de Mobilidade Sustentável de Faro. Definição de Objectivos e. Conceito de Intervenção Plano de Mobilidade Sustentável de Faro Definição de Objectivos e Conceito de Intervenção Vítor Teixeira Manuela Rosa Celeste Gameiro João Guerreiro (coord.) Universidade do Algarve Metodologia Diagnóstico

Leia mais

Projecto Mobilidade Sustentável Município de Santarém

Projecto Mobilidade Sustentável Município de Santarém 28 freguesias Município 64121 hab. Cidade 28900 hab. Objectivos e Propostas elatório de Diagnóstico elatório de Objectivos e Conceito de Intervenção elatório de Propostas CONCEITO MULTIMODAL DE DESLOCAÇÕES

Leia mais

Projecto Mobilidade Sustentável Município de Santarém Objectivos e Propostas

Projecto Mobilidade Sustentável Município de Santarém Objectivos e Propostas Objectivos e Propostas Objectivos e Propostas Relatório de Diagnóstico Diagnóstico de problemas, intenções e projectos Relatório de Objectivos e Conceito de Intervenção Definição de objectivos e escalas

Leia mais

Projecto de Mobilidade Sustentável

Projecto de Mobilidade Sustentável 26.Setembro.2007 Oliveira de Frades Murtosa Pombal - Coordenador: Professor Artur da Rosa Pires - Gestores de Projecto: Gonçalo Santinha, José Carlos Mota, Paulo Silva - Bolseiros: Ana Ferreira, Sara Marques,

Leia mais

Mobilidade Urbana Sustentável: Experiências & Novos Desafios Plano de Ação para a Mobilidade Urbana Sustentável PAMUS Alto Minho 2020

Mobilidade Urbana Sustentável: Experiências & Novos Desafios Plano de Ação para a Mobilidade Urbana Sustentável PAMUS Alto Minho 2020 Mobilidade Urbana Sustentável: Experiências & Novos Desafios Plano de Ação para a Mobilidade Urbana Sustentável PAMUS Alto Minho 2020 CIM Alto Lima, 16 de dezembro 2015 Enquadramento PLANO DE MOBILIDADE

Leia mais

Mais Bicicletas, Melhores Cidades A Promoção do Uso da Bicicleta no âmbito do PAMUS A Mobilidade Urbana Sustentável no NORTE 2020

Mais Bicicletas, Melhores Cidades A Promoção do Uso da Bicicleta no âmbito do PAMUS A Mobilidade Urbana Sustentável no NORTE 2020 Mais Bicicletas, Melhores Cidades A Mobilidade Urbana Sustentável no NORTE 2020 O Município da Maia Divisão de Planeamento Territorial e Projetos Câmara Municipal da Maia Mais Bicicletas, Melhores Cidades

Leia mais

Projecto Mobilidade Sustentável. Instituto de Dinâmica do Espaço FCSH - Universidade Nova de Lisboa

Projecto Mobilidade Sustentável. Instituto de Dinâmica do Espaço FCSH - Universidade Nova de Lisboa Projecto Mobilidade Sustentável Diagnóstico Prospectivo Ponto de Situação Municípios de Mértola, Ourique e Tavira Instituto de Dinâmica do Espaço FCSH - Universidade Nova de Lisboa E-mail: ide@fcsh.unl.pt

Leia mais

Urbanismo e Infra-estruturas

Urbanismo e Infra-estruturas Urbanismo e Infra-estruturas Urbanismo 1./ Plano de Urbanização e projecto de Infra-estruturas da Reserva Fundiária do Sumbe, Província do Kwanza Sul Projecto - 1533a - Ano: 2009 Valor: $1.000.000,00 2./

Leia mais

Transportes e Mobilidade Sustentável

Transportes e Mobilidade Sustentável Estratégia e Desenvolvimento Oficina 31 de Maio de 2016, Auditório da Biblioteca Municipal do Barreiro População e Cidade 19 de Maio / 21:00 H Auditório da Biblioteca Municipal do Barreiro Modernização

Leia mais

PROJETO DE QUALIFICAÇÃO DA RUA DA PÊGA, AVEIRO

PROJETO DE QUALIFICAÇÃO DA RUA DA PÊGA, AVEIRO PROJETO DE QUALIFICAÇÃO DA RUA DA PÊGA, AVEIRO Apresentação e Discussão Pública Câmara Municipal de Aveiro 10 de julho de 2017 Paula Teles 1 2 3 NOVOS CONCEITOS DE MOBILIDADE URBANA E O PT2020 1.1 O PARADIGMA

Leia mais

Ecopistas Mobilidade e Turismo

Ecopistas Mobilidade e Turismo Novas Perspectivas para a Reutilização dos Corredores e do Património Ferroviário Desactivado da Região Centro O caso da Ecopista de Sever do Vouga Coimbra, 28 Setembro 2007 CCDR-C Antónimo Guedes arq.

Leia mais

Definição de objectivos específicos/oportunidades de acção (Delinear de propostas)

Definição de objectivos específicos/oportunidades de acção (Delinear de propostas) Diagnóstico/Objectivos Relatório de diagnóstico Definição de perímetros de estudo Síntese de planos, estudos e projectos (fontes) Caracterização das infra-estruturas de apoio à mobilidade Caracterização

Leia mais

ECOXXI 2014 Indicador Mobilidade Sustentável. Catarina Marcelino, GPIA/IMT David Vale, FA-UTL Mário Alves, Transitec

ECOXXI 2014 Indicador Mobilidade Sustentável. Catarina Marcelino, GPIA/IMT David Vale, FA-UTL Mário Alves, Transitec ECOXXI 2014 Indicador Mobilidade Sustentável Catarina Marcelino, GPIA/IMT David Vale, FA-UTL Mário Alves, Transitec O problema: Predominância de soluções de transporte para problemas urbanos Aumento das

Leia mais

MUNICÍPIO DE CASTELO BRANCO ÁREA DE ESTUDO

MUNICÍPIO DE CASTELO BRANCO ÁREA DE ESTUDO MUNICÍPIO DE CASTELO BRANCO ÁREA DE ESTUDO Castelo Branco Em 2001: População concelho: 55 708 População Sede concelho: 30 449 (55%) Área: 1438,2 km2 Freguesias: 25 Cidade de Castelo Branco População actual:

Leia mais

Síntese do Diagnóstico. Importantes Eixos Viários (A1, A17, IC2 e IC8) Importante Eixo Ferroviário Linha do Norte

Síntese do Diagnóstico. Importantes Eixos Viários (A1, A17, IC2 e IC8) Importante Eixo Ferroviário Linha do Norte POMBAL Síntese do Diagnóstico Trabalho Inicial Janeiro Julho Importantes Eixos Viários (A1, A17, IC2 e IC8) Importante Eixo Ferroviário Linha do Norte Rio Arunca Importante acessibilidade regional e local

Leia mais

Enquadramento litoral Interior

Enquadramento litoral Interior Sotavento Algarvio Enquadramento Preponderância assinalável de VRSA (cerca de 70% da população total do Sotavento; Territórios do litoral (forte expressão do turismo); Territórios do Interior (fraca dinâmica

Leia mais

ESTRATÉGIA DE MOBILIDADE DO MUNICÍPIO DE BRAGANÇA. Uma Nova Energia para a Mobilidade Sustentável!

ESTRATÉGIA DE MOBILIDADE DO MUNICÍPIO DE BRAGANÇA. Uma Nova Energia para a Mobilidade Sustentável! ESTRATÉGIA DE MOBILIDADE DO MUNICÍPIO DE BRAGANÇA Uma Nova Energia para a Mobilidade Sustentável! OMunicípiodesdesempresepreocupoucomascondiçõesde Mobilidade, em especial com os modos suaves, definindo

Leia mais

Estratégia para a promoção da utilização dos modos suaves

Estratégia para a promoção da utilização dos modos suaves Estratégia para a promoção da utilização dos modos suaves Eng.ª Rita Soares Seminário de divulgação e participação pública, Aveiro 12.06.2013.PT Transportes Inovação e Sistemas, S.A. 1 15 Objetivos Estratégicos

Leia mais

Município de Cantanhede

Município de Cantanhede Caracterização Geral Geografia Município Distrito de Coimbra NUT III do Baixo Mondego Maior município do distrito (385,00 km²) Cidade Coimbra 25 km (E.N. 234-1) Figueira da Foz 40 km (E.N. 335 e A 14)

Leia mais

Apresentação Transversal - MPT

Apresentação Transversal - MPT Apresentação Transversal - MPT Acessibilidade de peões/ ciclistas e espaço público Predominância do TI; As deslocações pedonais no território algarvio nem sempre têm posição de destaque; Quota modal das

Leia mais

Projecto da Mobilidade Sustentável - Murtosa

Projecto da Mobilidade Sustentável - Murtosa Projecto da Mobilidade Sustentável - Murtosa 1.º RELATÓRIO JUL07 Esquema CONSTRUÇÃO PROGRAMA BASE PRÉ-DIAGNÓSTICO EXPECTATIVAS MUNICÍPIO LEITURA DA EQUIPA (RE) INTERPRETAÇÃO E CONSENSUALIZAÇÃO PROGRAMA

Leia mais

ALGARVE 2030 Desafiar o Futuro. Francisco Serra Presidente da CCDR Algarve

ALGARVE 2030 Desafiar o Futuro. Francisco Serra Presidente da CCDR Algarve ALGARVE 2030 Desafiar o Futuro Francisco Serra Presidente da CCDR Algarve PNI 2030 Sessão de Auscultação Regional Faro 19 de setembro de 2018 Algarve Macroeconomia PIB per capita (milhares de ) 2015 2016

Leia mais

ALGARVE 2030 Desafiar o Futuro

ALGARVE 2030 Desafiar o Futuro ALGARVE 2030 Desafiar o Futuro Francisco Serra Presidente da CCDR Algarve PNI 2030 Sessão de Auscultação Regional Faro 19 de setembro de 2018 Algarve Macroeconomia PIB per capita (milhares de ) 2015 2016

Leia mais

Workshop Regional de Disseminação do Pacote da Mobilidade

Workshop Regional de Disseminação do Pacote da Mobilidade Workshop Regional de Disseminação do Universidade do Minho - Braga -10 de Abril de 2012 GUIÃO Orientador da Temática dos Transportes nos Planos Municipais de Ordenamento do Território António Pérez Babo

Leia mais

Área de intervenção: sesimbra

Área de intervenção: sesimbra Projecto base de documento estratégico Área de intervenção: sesimbra Área de Intervenção - Sesimbra ÍNDICE INTRODUÇÃO ANÁLISE PDM Limite da área estudada e área de intervenção Edifícios classificados Componente

Leia mais

Plano de Pormenor da Praia Grande. Direção Municipal de Ambiente, Planeamento e Gestão do Território

Plano de Pormenor da Praia Grande. Direção Municipal de Ambiente, Planeamento e Gestão do Território Direção Municipal de Ambiente, Planeamento e Gestão do Território Índice 1. Localização e Termos de referência 2. Eixos Estratégicos e Objetivos 3. Enquadramento legal 4. Diagnóstico 5. Proposta 6. Concertação

Leia mais

Mobilidade Urbana Sustentável. A necessidade de PMUS. Paulo Ribeiro. Jornada de Mobilidade Urbana. Azurém, 24 de julho

Mobilidade Urbana Sustentável. A necessidade de PMUS. Paulo Ribeiro. Jornada de Mobilidade Urbana. Azurém, 24 de julho Mobilidade Urbana Sustentável A necessidade de PMUS Jornada de Mobilidade Urbana Paulo Ribeiro Azurém, 24 de julho TRANSPORTES DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTABILIDADE Aumento da população Crescimento das

Leia mais

Município de Cantanhede

Município de Cantanhede Caracterização geral Geografia Município Distrito de Coimbra NUT III do Baixo Mondego Maior município do distrito (385,00 km²) Cidade Coimbra 25 km (E.N. 234-1) Figueira da Foz 40 km (E.N. 335 e A 14)

Leia mais

Apresentação. Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Coruche PEDU. António Marques. Auditório do Museu Municipal de Coruche

Apresentação. Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Coruche PEDU. António Marques. Auditório do Museu Municipal de Coruche Apresentação Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Coruche PEDU António Marques Auditório do Museu Municipal de Coruche 21.11.2015 Estrutura do PEDU PARTE I: ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO URBANO

Leia mais

Colecção de Brochuras Técnicas / Temáticas

Colecção de Brochuras Técnicas / Temáticas Workshop Regional de Disseminação do Universidade de Évora Évora 24 de Abril de 2012 Colecção de Brochuras Técnicas / Temáticas Transitec www.transitec.net lisboa@transitec.net Colecção de brochuras técnicas

Leia mais

bicicletas e transportes públicos. Promover a apropriação e fruição dos espaços públicos

bicicletas e transportes públicos. Promover a apropriação e fruição dos espaços públicos Objetivos do Programa UMA PRAÇA EM CADA BAIRRO PARTICIPAÇÃO Melhorar a qualidade do espaço publico de proximidade Aumentar o espaço pedonal, organizando o trânsito automóvel. Privilegiar as deslocações

Leia mais

Programa Estratégico de Reabilitação Urbana ARU Agualva. Assembleia Municipal de Sintra 26.novembro.2015

Programa Estratégico de Reabilitação Urbana ARU Agualva. Assembleia Municipal de Sintra 26.novembro.2015 ARU Agualva Assembleia Municipal de Sintra 26.novembro.2015 Levantamento DM-APG Política Municipal Visão Eixos estratégicos Estrutura Verde e Espaço Público Áreas de intervenção prioritária: Avenida D.

Leia mais

Projecto de Mobilidade Sustentável Município de Oliveira de Frades

Projecto de Mobilidade Sustentável Município de Oliveira de Frades 11.Fevereiro.2008 Coordenador Artur da Rosa Pires Gestores de Projecto Gonçalo Santinha José Carlos Mota Paulo Silva Bolseiros Paulo Dias Sara Marques Tiago Picão OLIVEIRA DE FRADES CARACTERIZAÇÃO Sistema

Leia mais

Transporte a Pedido no Médio Tejo. Carla Grácio Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo

Transporte a Pedido no Médio Tejo. Carla Grácio Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo Transporte a Pedido no Médio Tejo Carla Grácio Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo Transporte a Pedido no Médio Tejo 2011/2012 Estudo de Mobilidade e Transportes do Médio Tejo Contexto territorial

Leia mais

ANEXOS DAS COMPONENTES DE MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL DO PEDU DE OURÉM

ANEXOS DAS COMPONENTES DE MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL DO PEDU DE OURÉM GIPP,Lda ANEXOS DAS COMPONENTES DE MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL DO PEDU DE OURÉM PMUS_Setembro 2015 GIPP,Lda ANEXO 1: FICHAS DAS AÇÕES (MODELO REFERIDO NO AVISO EIDT 00 2015-03 PARA AS COMPONENTES DO

Leia mais

14h15h Recepção aos participantes 14.30h Sessão de boas vindas Câmara Municipal da Maia. funcionamento da sessão Equipa do Plano

14h15h Recepção aos participantes 14.30h Sessão de boas vindas Câmara Municipal da Maia. funcionamento da sessão Equipa do Plano Plano de Mobilidade Sustentável do Concelho da Maia 1º Workshop Participativo Programa 14h15h Recepção aos participantes 14.30h Sessão de boas vindas Câmara Municipal da Maia 14.40h Apresentação dos trabalhos

Leia mais

APA (+) Municípios (+) Universidades (+) LNEC... Participação em 4 Planos de Mobilidade:

APA (+) Municípios (+) Universidades (+) LNEC... Participação em 4 Planos de Mobilidade: ã Notas prévias APA (+) Municípios (+) Universidades (+) LNEC... Participação em 4 Planos de Mobilidade: Viana do Castelo Infraestruturação de pontos de interface para modos suaves Sistema de Monitorização

Leia mais

PLANO DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL. Agência Portuguesa do Ambiente. Workshop. Plano de Mobilidade Sustentável de Loulé

PLANO DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL. Agência Portuguesa do Ambiente. Workshop. Plano de Mobilidade Sustentável de Loulé Agência Portuguesa do Ambiente Workshop Plano de Mobilidade Sustentável de Loulé João Guerreiro (coord.) Vitor Teixeira Manuela Rosa Celeste Gameiro Universidade do Algarve Cidade de Loulé PLANO DE MOBILIDADE

Leia mais

REVISÃO DO PDM DO CONCELHO DO FUNCHAL FREGUESIA DO MONTE. Proposta da Junta de Freguesia do Monte

REVISÃO DO PDM DO CONCELHO DO FUNCHAL FREGUESIA DO MONTE. Proposta da Junta de Freguesia do Monte REVISÃO DO PDM DO CONCELHO DO FUNCHAL FREGUESIA DO MONTE 1. Mobilidade Urbana 1.1. Estacionamento na Zona. Proposta da Junta de Freguesia do Monte 1. Criar zonas de estacionamento público de forma a retirar

Leia mais

Plano de Mobilidade Sustentável

Plano de Mobilidade Sustentável Plano de Mobilidade Sustentável Município de Leiria Proposta Inicial de Intervenção tgil laboratório de, e sistemas de informação geográfica departamento de engenharia civil instituto politécnico de leiria

Leia mais

GESTÃO INTEGRADA DE RECURSOS ESTRUTURA ECOLÓGICA DO MUNICIPIO DE SETÚBAL

GESTÃO INTEGRADA DE RECURSOS ESTRUTURA ECOLÓGICA DO MUNICIPIO DE SETÚBAL GESTÃO INTEGRADA DE RECURSOS Estrutura da apresentação: 1. Enquadramento 2. Objetivos 3. Metodologia 4. Estrutura Ecológica Municipal (EEM) 5. Compatibilização com o PROTAML 6. Corredores Ecológicos 7.

Leia mais

Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia do Ambiente Perfil de Ordenamento do Território e Impactes Ambientais

Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia do Ambiente Perfil de Ordenamento do Território e Impactes Ambientais Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia do Ambiente Perfil de Ordenamento do Território e Impactes Ambientais ANA MORGADO DE BRITO NEVES Orientador: Mestre José Carlos Ribeiro Ferreira

Leia mais

Dinâmicas urbanas I Introdução

Dinâmicas urbanas I Introdução Dinâmicas urbanas I Introdução 1. Condicionamentos histórico-geográficos antigos. tranformações do litoral estremenho ocorridas nos finais da Idade Média. crescimento rápido dos dois núcleos populacionais

Leia mais

PLANO DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL RELATÓRIO DE PROPOSTAS

PLANO DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL RELATÓRIO DE PROPOSTAS CHAVES FREDERICO MOURA E SÁ PLANO DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL RELATÓRIO DE PROPOSTAS 19 DE SETEMBRO DE 2008 APRESENTAÇÃO ESTRUTURA 1 2 3 CIRCULAÇÃO EM 4 5 FONTE: INE, 2001 Concelho Área de Estudo % População

Leia mais

sistema de transportes

sistema de transportes O município de Coimbra apresenta um sistema rodoviário estruturante que se caracteriza por uma estrutura do tipo rádio-concêntrica. Os principais eixos radiais correspondem às vias pertencentes à rede

Leia mais

Indicador da Mobilidade Sustentável

Indicador da Mobilidade Sustentável Indicador da Mobilidade Sustentável Objetivos do Indicador 2 Principais Objetivos: Monitorizar a adesão das políticas municipais ao paradigma da mobilidade sustentável Sensibilizar os técnicos/decisores

Leia mais

Figura n.º1 Mapa do Distrito de Aveiro. Fonte:

Figura n.º1 Mapa do Distrito de Aveiro. Fonte: Figura n.º1 Mapa do Distrito de Aveiro Fonte: http://viajar.clix.pt/geo.php?d=10&1g=pt O concelho de Estarreja encontra-se situado na Região Centro do país, na Beira Litoral; constitui parte integrante

Leia mais

Projecto Mobilidade Sustentável Diagnóstico e Objectivos Município de Santarém

Projecto Mobilidade Sustentável Diagnóstico e Objectivos Município de Santarém Projecto Mobilidade Sustentável Diagnóstico e Objectivos Município de Santarém Diagnóstico/Objectivos Relatório de diagnóstico Definição de perímetros de estudo (diferentes escalas de intervenção) Síntese

Leia mais

Plano de Mobilidade e Transportes. Município de Faro. Fase I: Estudos de Caracterização e Diagnóstico. Cliente. Em consórcio com

Plano de Mobilidade e Transportes. Município de Faro. Fase I: Estudos de Caracterização e Diagnóstico. Cliente. Em consórcio com Município de Faro Cliente Fase I: Estudos de Caracterização e Diagnóstico Em consórcio com Outubro de 2014 ÍNDICE GERAL 1. ENQUADRAMENTO GERAL... 8 1.1. ÂMBITO DO PLANO DE MOBILIDADE E TRANSPORTES... 9

Leia mais

PAMUS BSE: Síntese do projeto

PAMUS BSE: Síntese do projeto Projeto desenvolvido por: PAMUS BSE: Síntese do projeto CISMOB, Águeda, 7 de abril de 2017 Cofinanciado por: PAMUS-BSE Área de intervenção Concelhos: 15 Centros Urbanos de Nível Superior: 4 (+ 1) Concelhos

Leia mais

PLANO DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL

PLANO DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL PLANO DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL A. Relatório de diagnóstico B. Relatório de Objectivos e Conceito de intervenção C. Relatório de propostas Casos de estudo Ponto da situação B. Relatório de objectivos e

Leia mais

CP -a articulação da AML com a Margem Sul pela TTT. (Terceira Travessia do Tejo)

CP -a articulação da AML com a Margem Sul pela TTT. (Terceira Travessia do Tejo) 9º Congresso ADFER CP -a articulação da AML com a Margem Sul pela TTT (Terceira Travessia do Tejo) Cláudia Freitas, CP Lisboa 1 e 2 Abril 2009 Índice 1. ACPLi Lisboa 1. O Serviço da CP Lisboa 2. A integração

Leia mais

Planeamento Urbano Plano de Urbanização da Damaia/Venda Nova (Oficina de Arquitectura 1997) JOÃO CABRAL FA/UTL 2011

Planeamento Urbano Plano de Urbanização da Damaia/Venda Nova (Oficina de Arquitectura 1997) JOÃO CABRAL FA/UTL 2011 Planeamento Urbano Plano de Urbanização da Damaia/Venda Nova (Oficina de Arquitectura 1997) JOÃO CABRAL FA/UTL 2011 (Oficina de Arquitectura 1997) índice 1. PDM Amadora: Objectivos estratégicos para

Leia mais

Planeamento da Mobilidade Sustentável: rumo às cidades inovadoras e saudáveis

Planeamento da Mobilidade Sustentável: rumo às cidades inovadoras e saudáveis Planeamento da Mobilidade Sustentável: rumo às cidades inovadoras e saudáveis Elisabete ARSENIO, Ph.D. (ITS, UK) Mesa1: Ordenamento, ambiente e habitabilidade LNEC, 18 de Junho de 2012 1. Enquadramento

Leia mais

PROMOVER O INVESTIMENTO E O CRESCIMENTO

PROMOVER O INVESTIMENTO E O CRESCIMENTO PROMOVER O INVESTIMENTO E O CRESCIMENTO António Laranjo Presidente do Conselho de Administração Famalicão 24 de julho de 2017 ÍNDICE 01 PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DAS ÁREAS EMPRESARIAIS 02 REQUALIFICAÇÃO

Leia mais

RELATÓRIO DE OBJECTIVOS

RELATÓRIO DE OBJECTIVOS P R O J E C T O RELATÓRIO DE OBJECTIVOS E CONCEITO DE INTERVENÇÃO M O B I L I D A D E Município de Póvoa de Lanhoso S U S T E N T Á V E L 1 Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONCEITO e OBJECTIVOS ESPECÍFICOS

Leia mais

que futuro? que tendências?

que futuro? que tendências? OFERTA E PROCURA DE EQUIPAMENTOS DESPORTIVOS COLECTIVOS que futuro? que tendências? Área de 71 km 2 População residente de 174030 habitantes Principal concelho da AML sul em termos de população 11 Freguesias

Leia mais

Tavira distinguida desde 2005 Índice ECOXXI ,5%

Tavira distinguida desde 2005 Índice ECOXXI ,5% ECO XXI 2015 -Desenvolvimento Sustentável Mobilidade Sustentável Tavira distinguida desde 2005 Índice ECOXXI 2015-64,5% ECO XXI 2015 -Desenvolvimento Sustentável Mobilidade Sustentável Indicador 18 Mobilidade

Leia mais

PLANO DE AÇÃO DE MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL DA REGIÃO DE LEIRIA Abril 2017

PLANO DE AÇÃO DE MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL DA REGIÃO DE LEIRIA Abril 2017 PLANO DE AÇÃO DE MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL DA REGIÃO DE LEIRIA Abril 2017 01 02 03 FASEAMENTO/CARACTERIZAÇÃO E DIAGNÓSTICO AÇÕES PAMUS MUNICIPAIS AÇÕES PAMUS INTERMUNICIPAIS www.cimregiaodeleiria.pt

Leia mais

Municípios Sustentáveis

Municípios Sustentáveis Municípios Sustentáveis ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO AMBIENTE URBANO Lisboa 11 de fevereiro de 2014 ÍNDICE Descrição do Indicador Ordenamento do Território e Ambiente Urbano Metodologia: Sub indicadores A.

Leia mais

PLANO DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL. Agência Portuguesa do Ambiente. Workshop. Plano de Mobilidade Sustentável de Faro Diagnóstico

PLANO DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL. Agência Portuguesa do Ambiente. Workshop. Plano de Mobilidade Sustentável de Faro Diagnóstico Agência Portuguesa do Ambiente Workshop Plano de Mobilidade Sustentável de Faro Diagnóstico João Guerreiro (coord.) Vitor Teixeira Manuela Rosa Celeste Gameiro Universidade do Algarve Área de Estudo Zona

Leia mais

Laboratório Nacional de Engenharia Civil

Laboratório Nacional de Engenharia Civil MINISTÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES Laboratório Nacional de Engenharia Civil DEPARTAMENTO DE TRANSPORTES Núcleo de Planeamento, Tráfego e Segurança Proc. 0703/1/16654 PROJECTO MOBILIDADE

Leia mais

Autárquicas Seixal. Inquérito sobre Políticas e Propostas para a Mobilidade em Bicicleta. Município: 41

Autárquicas Seixal. Inquérito sobre Políticas e Propostas para a Mobilidade em Bicicleta. Município: 41 Autárquicas 217 Inquérito sobre Políticas e Propostas para a Mobilidade em Bicicleta Município: 41 Seixal Participantes no inquérito: Não responderam: PS CDU CDS 1.1. Apoia o objetivo de definir políticas

Leia mais

ÍNDICE FARO... 4 COMPROMISSOS... 5 PARQUE RIBEIRINHO DE FARO... 7 MINIBUS ELÉTRICO CICLOVIA... 18

ÍNDICE FARO... 4 COMPROMISSOS... 5 PARQUE RIBEIRINHO DE FARO... 7 MINIBUS ELÉTRICO CICLOVIA... 18 1 BoPS Faro ÍNDICE FARO... 4 COMPROMISSOS... 5 Governança... 5 Pacto de Autarcas... 5 Referências de Excelência... 6 PARQUE RIBEIRINHO DE FARO... 7 Investimento... 8 INDICADORES... 9 ILUSTRAÇÕES... 10

Leia mais

Setembro Faça clique para adicionar os logos

Setembro Faça clique para adicionar os logos Setembro 2014 Eixo Mouzinho/ Flores um território na vanguarda da mudança no contexto do território CENTRO HISTÓRICO DO PORTO PATRIMÓNIO MUNDIAL (UNESCO 1996) primeiro a história Dois distintos momentos

Leia mais

Plano Intermunicipal de Transportes da Região de Aveiro (PIMTRA)

Plano Intermunicipal de Transportes da Região de Aveiro (PIMTRA) Seminário Mobilidade Urbana Sustentável: Experiências e novos desafios Plano Intermunicipal de Transportes da Região de Aveiro (PIMTRA) Susana Castelo TIS.pt Região de Aveiro O processo do PIMT-RA Em 2011,

Leia mais

TERRITÓRIO E TURISMO O Algarve entre 1960 e o Século XXI

TERRITÓRIO E TURISMO O Algarve entre 1960 e o Século XXI TERRITÓRIO E TURISMO O Algarve entre 1960 e o Século XXI Dr. Sérgio Palma Brito sergiopalmabrito@iol.pt Universidade do Algarve / Centro Internacional de Investigação em Território e Turismo Faro, 07 de

Leia mais

Santa Comba Dão. Conclusões do Diagnóstico

Santa Comba Dão. Conclusões do Diagnóstico Conclusões do Diagnóstico Fontes PDM; Estudo acerca das potencialidades turísticas; Estudo de Circulação e Segurança Rodoviária. Fornecidos pela CMSCD Visitas ao local; Contagens de tráfego direccionais.

Leia mais

PLANO DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL RELATÓRIO DE PRÉ - DIAGNÓSTICO 18 DE JUNHO DE 2007

PLANO DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL RELATÓRIO DE PRÉ - DIAGNÓSTICO 18 DE JUNHO DE 2007 ARGANIL MARIA ALBUQUERQUE PLANO DE SUSTENTÁVEL RELATÓRIO DE PRÉ - DIAGNÓSTICO 18 DE JUNHO DE 2007 APRESENTAÇÃO ESTRUTURA MUNICIPAL NO CONCELHO ACERCA DA NO CONCELHO APRESENTAÇÃO ESTRUTURA 1. O Território

Leia mais

CIDADE DE CASTELO BRANCO

CIDADE DE CASTELO BRANCO CIDADE DE CASTELO BRANCO População actual: 32 000 (aprox.) Área Perímetro Estudo: 12,8 km 2 Densidade Populacional: 2500 hab./km 2 Densidade Fogos: 12,4 fogos/ha Variação 91-2001 (%) População 16,5 Famílias

Leia mais

P L A N O D I R E T O R M U N I C I P A L DO S E I X A L R E V I S Ã O SESSÃO PÚBLICA REESTRUTURAÇÃO DO ESPAÇO URBANO E CONSOLIDAÇÃO

P L A N O D I R E T O R M U N I C I P A L DO S E I X A L R E V I S Ã O SESSÃO PÚBLICA REESTRUTURAÇÃO DO ESPAÇO URBANO E CONSOLIDAÇÃO SESSÃO PÚBLICA REESTRUTURAÇÃO DO ESPAÇO URBANO E CONSOLIDAÇÃO DO SISTEMA DE MOBILIDADE E TRANSPORTES 31 DE JANEIRO 2104 SOCIEDADE FILARMÓNICA OPERÁRIA AMORENSE JANEIRO 2014 VISÃO ESTRATÉGICA PARA O MUNICÍPIO

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 273/VIII ELEVAÇÃO DA POVOAÇÃO DE PÊRA, NO MUNICÍPIO DE SILVES, À CATEGORIA DE VILA. Caracterização geográfica

PROJECTO DE LEI N.º 273/VIII ELEVAÇÃO DA POVOAÇÃO DE PÊRA, NO MUNICÍPIO DE SILVES, À CATEGORIA DE VILA. Caracterização geográfica PROJECTO DE LEI N.º 273/VIII ELEVAÇÃO DA POVOAÇÃO DE PÊRA, NO MUNICÍPIO DE SILVES, À CATEGORIA DE VILA Caracterização geográfica A povoação de Pêra insere-se no barlavento algarvio, sendo a sede de uma

Leia mais

Laboratório Nacional de Engenharia Civil

Laboratório Nacional de Engenharia Civil MINISTÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES Laboratório Nacional de Engenharia Civil DEPARTAMENTO DE TRANSPORTES Núcleo de Planeamento, Tráfego e Segurança Proc. 0703/1/16654 PROJECTO MOBILIDADE

Leia mais

A informação geográfica no processo de planeamento da

A informação geográfica no processo de planeamento da A informação geográfica no processo de planeamento da 13.05.2016 Estrutura da Apresentação > Enquadramento >Estratégia Municipal para a Mobilidade Ciclável > Processo de Planeamento da RCB 13.05.2016.

Leia mais

DTEA - Transportes, Energia e Ambiente Grupo de Investigação em Energia e Desenvolvimento Sustentável Instituto Superior Técnico

DTEA - Transportes, Energia e Ambiente Grupo de Investigação em Energia e Desenvolvimento Sustentável Instituto Superior Técnico DTEA - Transportes, Energia e Ambiente Grupo de Investigação em Energia e Desenvolvimento Sustentável Instituto Superior Técnico Gestão da mobilidade em zonas de baixa densidade populacional Tiago Farias,

Leia mais

Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes da Região de Aveiro. Susana Castelo

Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes da Região de Aveiro. Susana Castelo Boas Práticas: Região de Aveiro Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes da Região de Aveiro Susana Castelo Susana.castelo@tis.pt Região de Aveiro O processo do PIMT-RA Em 2011, a CIRA lançou o

Leia mais

Lisboa - breve história dos Planos Urbanísticos

Lisboa - breve história dos Planos Urbanísticos Lisboa - breve história dos Planos Urbanísticos 900000 800000 1981; 807937 700000 600000 500000 2011; 547631 400000 300000 200000 100000 0 900 1000 1100 1200 1300 1400 1500 1600 1700 1800 1900 2000 Planta

Leia mais

ANEXO I - Organização dos objetos nas plantas dos planos territoriais A - Planta de Ordenamento ou Planta de Zonamento

ANEXO I - Organização dos objetos nas plantas dos planos territoriais A - Planta de Ordenamento ou Planta de Zonamento SUB Área de Intervenção do Plano Área de Intervenção do Plano Área de Intervenção do Plano 1 Classificação e Qualificação do Solo Solo Urbano Espaço Central 2 Classificação e Qualificação do Solo Solo

Leia mais

Avaliação Ambiental Estratégica: Âmbito e Alcance

Avaliação Ambiental Estratégica: Âmbito e Alcance Revisão do PDM de Vila Real de Santo António Avaliação Ambiental Estratégica: Âmbito e Alcance Pedro Bettencourt 1 1 Geólogo, Director-Geral NEMUS, Gestão e Requalificação Ambiental Vila Real de Santo

Leia mais

PROJECTO MOBILIDADE SUSTENTÁVEL

PROJECTO MOBILIDADE SUSTENTÁVEL PROJECTO MOBILIDADE SUSTENTÁVEL MUNICÍPIO DE CASTELO BRANCO RELATÓRIO DE PROPOSTAS 1 EQUIPA TÉCNICA DA ESTCB Prof. Doutor Rui Amaro Alves (Coordenação) Arq. to José Carlos Mocito Eng.º Sílvio Castanheira

Leia mais

Seminar: Iberian Experiences of Cultural and Creative Networks 7th Action April, 22nd Madrid, Spain Dália Paulo

Seminar: Iberian Experiences of Cultural and Creative Networks 7th Action April, 22nd Madrid, Spain Dália Paulo Seminar: Iberian Experiences of Cultural and Creative Networks 7th Action April, 22nd Madrid, Spain Dália Paulo «Sou algarvia e a minha rua tem o mar ao fundo» Algarve Com 4 996,8Km2 de área e uma população

Leia mais

MONTIJO, CIDADE SAUDÁVEL E SUSTENTÁVEL:

MONTIJO, CIDADE SAUDÁVEL E SUSTENTÁVEL: 1. Designação do projecto: MONTIJO, CIDADE SAUDÁVEL E SUSTENTÁVEL: DA CICLOVIA A UMA REDE PEDONAL E CICLÁVEL 2. Tema (enquadramento nos temas da sessão): - Cidades saudáveis e respostas locais - Forma

Leia mais

mobilidade sustentável

mobilidade sustentável GALARDÃO eco XXI Cantanhede, 19 de Setembro de 2014 mobilidade sustentável requalificação urbana/mobilidade/ambiente/trânsito/sustentabilidade Micael Sousa PRINCÍPIOS E OBJECTIVOS PRINCÍPIOS GERAIS Redução

Leia mais