Projecto Mobilidade Sustentável Município de Santarém Objectivos e Propostas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Projecto Mobilidade Sustentável Município de Santarém Objectivos e Propostas"

Transcrição

1 Objectivos e Propostas

2 Objectivos e Propostas Relatório de Diagnóstico Diagnóstico de problemas, intenções e projectos Relatório de Objectivos e Conceito de Intervenção Definição de objectivos e escalas de acção Relatório de Propostas Estruturação de propostas Carácter integrador e prático do CONCEITO MULTIMODAL DE DESLOCAÇÕES AMBIENTALMENTE SUSTENTÁVEIS Soluções/Propostas/Projectos

3 O que foi feito Avaliação de documentação/projectos existentes Conjugação de intenções e projectos da CMS, com objectivos do PMS Diálogo permanente com os técnicos e dirigentes da Câmara Municipal, criação de consensos Reuniões com a RodoTejo Inquéritos à mobilidade Diagnóstico e sistematização continuada dos problemas e das necessidades Definição de escalas de intervenção, tipos de objectivos e tipos de acções/propostas, continuamente adaptadas

4 O que está a ser feito Verificação da operacionalidade temporal dos objectivos e calendarização de tipos de acções/propostas Transportes Colectivos Cidade e espaço urbano central Proposta de reformulação do sistema de Transportes Públicos conjugando estratégias do PMS (ex. P&R), CM, RodoTejo e Carta Educativa. Realização de contagens e inquéritos de tráfego Construção de matrizes origem destino por entrada na cidade de Santarém Diálogo com a RodoTejo e Refer - estratégia conjunta com a CMS Avaliação da possibilidade de repetição de experiências de sucesso (TUT de Torres Novas)

5 O que está a ser feito Verificação da operacionalidade temporal dos objectivos e estruturação e calendarização de tipos de acções/propostas Peões e ciclistas Espaço urbano central Circulação e estacionamento - Espaço urbano central Propostas de requalificação do espaço viário/público, que possibilitem uma ligação orgânica entre os vários projectos em curso, do ponto de vista da mobilidade sustentável Realização de contagens e inquéritos de tráfego Construção de matrizes origem destino por entrada na cidade de Santarém Acompanhamento de projectos em curso (CM) com implicações na mobilidade sustentável

6 O que falta fazer - RELATÓRIO DE PROPOSTAS Organização das deslocações Estudos de pormenor e estudos prévios relativos à organização das deslocações (motorizadas + modos suaves) curto e médio prazo Recomendações urbanísticas No domínio do planeamento e gestão urbanística Acções que possam favorecer/inviabilizar o desenvolvimento de uma mobilidade sustentável.

7 O que falta fazer - RELATÓRIO DE PROPOSTAS Hierarquia da rede viária e sentidos de circulação Ordenamento dos principais entroncamentos, pontos de conflito e de acidentes com os peões Afectação do espaço viário aos seus diferentes utilizadores Oferta e gestão de estacionamento Principais circuitos dos transportes colectivos Organização de cargas e descargas Vias e espaços pedonais Ciclovias

8 Desenvolvimento do conceito de mobilidade sustentável e integrada para Santarém Transportes Colectivos Peões e Ciclistas Circulação e Estacionamento Mulimodalidade e Intermodalidade

9 Desenvolvimento do conceito de mobilidade sustentável e integrada para Santarém Promover um sistema de transportes públicos adequado, de forma selectiva, para acesso ao P&R, às zonas residenciais, à rede de equipamentos colectivos, serviços de comércio e turismo. De uma forma global às necessidades da população, à promoção da imagem da cidade e à sua dinamização económica. Coordenar circulação com transportes públicos para a implementação de um sistema de P&R onde tal faça sentido (onde os níveis de procura o justifiquem principais entradas da cidade) Ordenar a circulação viária de forma equilibrada com a situação existente e futura, prevendo consequências e necessidades de novos projectos e urbanizações de modo a minimizar conflitos e garantir fluidez. Promover pequeno ajustes de desenho viário. Prever restrições. Promover a eficácia das três acções anteriores através de uma política cuidada (e restritiva) de estacionamento no centro da cidade

10 Desenvolvimento do conceito de mobilidade sustentável e integrada para Santarém Verificar a continuidade, qualidade e segurança dos principais percursos pedonais, na sua ligação com as zonas de estacionamento, paragens e terminais de transportes públicos, ligações entre zonas residenciais e equipamentos e ligações aos espaços verdes e de lazer da cidade (existentes e previstos). Promover pequenas alterações de ajuste. Promover um trajecto contínuo ciclável para toda a extensão do planalto. Promover o acesso a zonas de lazer (zona ribeirinha).

11 Desenvolvimento do conceito de mobilidade sustentável e integrada para Santarém Verificar e acautelar as necessidades dos cidadãos com mobilidade reduzida Prever alguns dos ganhos em qualidade de vida urbana e a criação da nova imagem da cidade Propor o desenvolvimento de campanhas de divulgação e sensibilização Envolver as entidades

12 PROPOSTAS

13 Propostas T. Colectivos e P&R Alcanena Torres Novas e Entroncamento Rio Maior Santarm Alpiarça e Almeirim Cartaxo e Azambuja Salvaterra de Magos e Benavente

14 Propostas T. Colectivos e P&R Definir localização e áreas disponíveis Plataforma inter modal Definir pré-programa para plataforma inter-modal + P&R Definir pré-programa para outros possíveis P&R (ex: CNEMA) Carro Autocarro Carro Autocarro Comboio Comboio Autocarro Autocarro Definir linhas de TC para apoio ao serviço

15 Propostas T. Colectivos, Cidade e Centro

16 Propostas T. Colectivos, Cidade e Centro Definir rede de serviço à cidade/zona urbana Propor alterações à rede existente e novas linhas urbanas Sugerir alterações aos nível dos terminais e outras paragens Prever formas de partilha de riscos para alterações ou novas linhas Prever formas de financiamento e aquisição de viaturas

17 Propostas Peões e Ciclistas

18 Propostas Peões e Ciclistas Rede principal de percursos contínuos, seguros e de qualidade urbanística com remoção de barreiras para pessoas com mobilidade reduzida Inserção de uma pista ciclável contínua no sistema viário da zona do planalto

19 Contagens e Inquéritos - Matrizes O - D

20 Propostas Circulação/modos suaves Jardim da República 2200uveHPT Jardim da Liberdade

21 Propostas Circulação/modos suaves

22 Propostas Circulação/modos suaves Elaboração de propostas para projectos de requalificação do espaço viário/público, que possibilitem uma ligação orgânica e funcional entre os vários projectos em curso do ponto de vista da mobilidade sustentável Sistema de sentidos únicos Pavimentação adequada com elevação da via ao nível do passeio

23 Propostas Estacionamento Novos parques Tarifação do estacionamento de superfície Proposta de eventuais alterações e condicionantes

24

1.º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO Apresentação das operações em curso

1.º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO Apresentação das operações em curso Política de Cidades Polis XXI Acções Inovadoras para o Desenvolvimento Urbano QREN/ POVT/ Eixo IX Desenvolvimento do Sistema Urbano Nacional 1.º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO Apresentação das operações em

Leia mais

Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia do Ambiente Perfil de Ordenamento do Território e Impactes Ambientais

Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia do Ambiente Perfil de Ordenamento do Território e Impactes Ambientais Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia do Ambiente Perfil de Ordenamento do Território e Impactes Ambientais ANA MORGADO DE BRITO NEVES Orientador: Mestre José Carlos Ribeiro Ferreira

Leia mais

Projecto Mobilidade Sustentável Auditório Alto dos Moinhos Estação de Metro do Alto dos Moinhos Lisboa

Projecto Mobilidade Sustentável Auditório Alto dos Moinhos Estação de Metro do Alto dos Moinhos Lisboa Projecto Mobilidade Sustentável Auditório Alto dos Moinhos Estação de Metro do Alto dos Moinhos Lisboa 19 de Setembro de 2008 Plano de Mobilidade Sustentável de Faro Vítor Teixeira, Manuela Rosa e Celeste

Leia mais

mobilidade sustentável

mobilidade sustentável GALARDÃO eco XXI Cantanhede, 19 de Setembro de 2014 mobilidade sustentável requalificação urbana/mobilidade/ambiente/trânsito/sustentabilidade Micael Sousa PRINCÍPIOS E OBJECTIVOS PRINCÍPIOS GERAIS Redução

Leia mais

Mais Bicicletas, Melhores Cidades A Promoção do Uso da Bicicleta no âmbito do PAMUS A Mobilidade Urbana Sustentável no NORTE 2020

Mais Bicicletas, Melhores Cidades A Promoção do Uso da Bicicleta no âmbito do PAMUS A Mobilidade Urbana Sustentável no NORTE 2020 Mais Bicicletas, Melhores Cidades A Mobilidade Urbana Sustentável no NORTE 2020 O Município da Maia Divisão de Planeamento Territorial e Projetos Câmara Municipal da Maia Mais Bicicletas, Melhores Cidades

Leia mais

MOBILIDADE SUSTENTÁVEL

MOBILIDADE SUSTENTÁVEL MOBILIDADE SUSTENTÁVEL Workshop Regional U.M. BRAGA 10 ABRIL 2012 SUMÁRIO Compromissos Estudos e avaliação Intervenções Financiamento e Cooperação Institucional Desafios para Municípios COMPROMISSOS A

Leia mais

Workshop Regional de Disseminação do Pacote da Mobilidade

Workshop Regional de Disseminação do Pacote da Mobilidade Workshop Regional de Disseminação do Universidade do Minho - Braga -10 de Abril de 2012 GUIÃO Orientador da Temática dos Transportes nos Planos Municipais de Ordenamento do Território António Pérez Babo

Leia mais

ECOXXI 2014 Indicador Mobilidade Sustentável. Catarina Marcelino, GPIA/IMT David Vale, FA-UTL Mário Alves, Transitec

ECOXXI 2014 Indicador Mobilidade Sustentável. Catarina Marcelino, GPIA/IMT David Vale, FA-UTL Mário Alves, Transitec ECOXXI 2014 Indicador Mobilidade Sustentável Catarina Marcelino, GPIA/IMT David Vale, FA-UTL Mário Alves, Transitec O problema: Predominância de soluções de transporte para problemas urbanos Aumento das

Leia mais

Faculdade de Ciências e Tecnologia Universidade Nova de Lisboa

Faculdade de Ciências e Tecnologia Universidade Nova de Lisboa Faculdade de Ciências e Tecnologia Universidade Nova de Lisboa Objectivos Metodologia Casos de Estudo Proposta de Estratégias Conclusões Desenvolvimentos Futuros Definir estratégias que permitam aumentar

Leia mais

Colecção de Brochuras Técnicas / Temáticas

Colecção de Brochuras Técnicas / Temáticas Workshop Regional de Disseminação do Pacote da Mobilidade Universidade de Évora Évora 24 de Abril de 2012 Colecção de Brochuras Técnicas / Temáticas Margarida Neta Transitec www.transitec.net margarida.neta@transitec.net

Leia mais

2. Termos de referência 2.1 Área de Intervenção 2.2 Enquadramento no PDM

2. Termos de referência 2.1 Área de Intervenção 2.2 Enquadramento no PDM Janeiro 2010 Fundamentação para a Elaboração do Plano de Pormenor do Conjunto das Azenhas do Boco Termos de Referência Índice 1. Introdução 2. Termos de referência 2.1 Área de Intervenção 2.2 Enquadramento

Leia mais

Estratégia para a promoção da utilização dos modos suaves

Estratégia para a promoção da utilização dos modos suaves Estratégia para a promoção da utilização dos modos suaves Eng.ª Rita Soares Seminário de divulgação e participação pública, Aveiro 12.06.2013.PT Transportes Inovação e Sistemas, S.A. 1 15 Objetivos Estratégicos

Leia mais

Mobilidade Urbana Sustentável. A necessidade de PMUS. Paulo Ribeiro. Jornada de Mobilidade Urbana. Azurém, 24 de julho

Mobilidade Urbana Sustentável. A necessidade de PMUS. Paulo Ribeiro. Jornada de Mobilidade Urbana. Azurém, 24 de julho Mobilidade Urbana Sustentável A necessidade de PMUS Jornada de Mobilidade Urbana Paulo Ribeiro Azurém, 24 de julho TRANSPORTES DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTABILIDADE Aumento da população Crescimento das

Leia mais

DTEA - Transportes, Energia e Ambiente Grupo de Investigação em Energia e Desenvolvimento Sustentável Instituto Superior Técnico

DTEA - Transportes, Energia e Ambiente Grupo de Investigação em Energia e Desenvolvimento Sustentável Instituto Superior Técnico DTEA - Transportes, Energia e Ambiente Grupo de Investigação em Energia e Desenvolvimento Sustentável Instituto Superior Técnico Projecto Mobilidade Sustentável Tiago Farias 20 de Junho de 2007 DTEA Transportes,

Leia mais

Boas Práticas: Região de Aveiro

Boas Práticas: Região de Aveiro Boas Práticas: Região de Aveiro Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes da Região de Aveiro Susana Castelo Susana.castelo@tis.pt Região de Aveiro O processo do PIMT-RA Em 2011, a CIRA lançou o

Leia mais

Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes da Região de Aveiro. Susana Castelo

Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes da Região de Aveiro. Susana Castelo Boas Práticas: Região de Aveiro Plano Intermunicipal de Mobilidade e Transportes da Região de Aveiro Susana Castelo Susana.castelo@tis.pt Região de Aveiro O processo do PIMT-RA Em 2011, a CIRA lançou o

Leia mais

PROJECTO DE ALTERAÇÃO DE POSTURA MUNICIPAL DE TRÂNSITO DE OLVEIRA DE AZEMÉIS. Preâmbulo

PROJECTO DE ALTERAÇÃO DE POSTURA MUNICIPAL DE TRÂNSITO DE OLVEIRA DE AZEMÉIS. Preâmbulo PROJECTO DE ALTERAÇÃO DE POSTURA MUNICIPAL DE TRÂNSITO DE OLVEIRA DE AZEMÉIS Preâmbulo A presente proposta de alteração da Postura Municipal de Trânsito, aprovada em Assembleia de Câmara de 15 de Junho

Leia mais

Autárquicas Inquérito sobre Políticas e Propostas para a Mobilidade em Bicicleta. Não responderam: PSD.CDS.MPT.PPM CDU PAN PNR PTP PDR.

Autárquicas Inquérito sobre Políticas e Propostas para a Mobilidade em Bicicleta. Não responderam: PSD.CDS.MPT.PPM CDU PAN PNR PTP PDR. - Autárquicas 217 Autárquicas 217 Inquérito sobre Políticas e Propostas para a Mobilidade em Bicicleta Município: 47 Sintra Participantes no inquérito: Não responderam: PS PSD.CDS.MPT.PPM CDU PAN PNR PTP

Leia mais

NORTE ON BIKE: Mais Bicicletas: Melhores Cidades

NORTE ON BIKE: Mais Bicicletas: Melhores Cidades NORTE ON BIKE: Mais Bicicletas: Melhores Cidades Fernando Gomes CCDR-N Porto, 19 de abril de 2017 norte2020.pt Sumário Enquadramento 1. Objetivos 2. Ações 3. Modelo de Governação 4. Cronograma Enquadramento

Leia mais

1.º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO Apresentação das operações em curso

1.º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO Apresentação das operações em curso Política de Cidades Polis I Acções Inovadoras para o Desenvolvimento Urbano QREN/ POVT/ Eixo I Desenvolvimento do Sistema Ub Urbano Nacional 1.º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO Apresentação das operações em

Leia mais

Workshop Regional de Mobilidade Sustentável MOBILIDADE SUSTENTÁVEL NA CIDADE DE PONTA DELGADA

Workshop Regional de Mobilidade Sustentável MOBILIDADE SUSTENTÁVEL NA CIDADE DE PONTA DELGADA Workshop Regional de Mobilidade Sustentável MOBILIDADE SUSTENTÁVEL NA CIDADE DE PONTA DELGADA Lisboa, 12 de Fevereiro de 2008 Instituto Superior Técnico 1º Relatório * IDENTIFICAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO FÍSICA

Leia mais

Plano Intermunicipal de Transportes da Região de Aveiro (PIMTRA)

Plano Intermunicipal de Transportes da Região de Aveiro (PIMTRA) Seminário Mobilidade Urbana Sustentável: Experiências e novos desafios Plano Intermunicipal de Transportes da Região de Aveiro (PIMTRA) Susana Castelo TIS.pt Região de Aveiro O processo do PIMT-RA Em 2011,

Leia mais

PROJECTO MOBILIDADE SUSTENTÁVEL

PROJECTO MOBILIDADE SUSTENTÁVEL PROJECTO MOBILIDADE SUSTENTÁVEL MUNICÍPIO DE CASTELO BRANCO RELATÓRIO DE PROPOSTAS 1 EQUIPA TÉCNICA DA ESTCB Prof. Doutor Rui Amaro Alves (Coordenação) Arq. to José Carlos Mocito Eng.º Sílvio Castanheira

Leia mais

SESSÃO INFORMATIVA DESENVOLVIMENTO DO PLANO ESTRATÉGICO DE DESENVOLVIMENTO URBANO DA CIDADE DE AVEIRO (PEDUCA) 10 DE JULHO DE 2017

SESSÃO INFORMATIVA DESENVOLVIMENTO DO PLANO ESTRATÉGICO DE DESENVOLVIMENTO URBANO DA CIDADE DE AVEIRO (PEDUCA) 10 DE JULHO DE 2017 SESSÃO INFORMATIVA DESENVOLVIMENTO DO PLANO ESTRATÉGICO DE DESENVOLVIMENTO URBANO DA CIDADE DE AVEIRO (PEDUCA) 10 DE JULHO DE 2017 IMPLEMENTAÇÃO DE TRAJECTO PARA BICICLETAS ENTRE A UNIVERSIDADE DE AVEIRO

Leia mais

Plano de Mobilidade de Praia da Vitória Propostas de Intervenção

Plano de Mobilidade de Praia da Vitória Propostas de Intervenção Plano de Mobilidade Plano de Mobilidade de Praia da de Praia da Vitória Vitória Propostas de Intervenção Propostas de Intervenção 16 11-09 Apresentação Resumo Diagnóstico Propostas de Intervenção Solução

Leia mais

BOLETIM MENSAL Nº 44 MARÇO DE LOULÉ Uma Nova Dinâmica para a Mobilidade Sustentável

BOLETIM MENSAL Nº 44 MARÇO DE LOULÉ Uma Nova Dinâmica para a Mobilidade Sustentável BOLETIM MENSAL Nº 44 MARÇO DE 2017 LOULÉ Uma Nova Dinâmica para a Mobilidade Sustentável BOAS PRÁTICAS EM MUNICÍPIOS ECOXXI Um município ECOXXI evidencia um conjunto de políticas, práticas e ações conducentes

Leia mais

Formas de Actuação A Sustentabilidade Desafio: redução da actual mobilidade motorizada Nova abordagem no planeamento dos transportes e do território P

Formas de Actuação A Sustentabilidade Desafio: redução da actual mobilidade motorizada Nova abordagem no planeamento dos transportes e do território P Grupo de interesse Lisboa, 30 Novembro 2007 Mobilidade Sustentável em cidades de média dimensão Coordenação: Universidades de Aveiro e Coimbra Formas de Actuação A Sustentabilidade Desafio: redução da

Leia mais

REVISÃO DO PDM DO CONCELHO DO FUNCHAL FREGUESIA DO MONTE. Proposta da Junta de Freguesia do Monte

REVISÃO DO PDM DO CONCELHO DO FUNCHAL FREGUESIA DO MONTE. Proposta da Junta de Freguesia do Monte REVISÃO DO PDM DO CONCELHO DO FUNCHAL FREGUESIA DO MONTE 1. Mobilidade Urbana 1.1. Estacionamento na Zona. Proposta da Junta de Freguesia do Monte 1. Criar zonas de estacionamento público de forma a retirar

Leia mais

O AMBIENTE NA REQUALIFICAÇÃO URBANA OUT

O AMBIENTE NA REQUALIFICAÇÃO URBANA OUT OUT 2006 1 Acompanhamento Ambiental do Programa Polis OUT 2006 2 Fase de Programação Programa de Monitorização Ambiental Estudos de Incidências Ambientais Plano de Gestão A mbiental Outros Estudos Ambientais

Leia mais

Programa Operacional Regional do Alentejo/Estratégia Regional de Especialização Inteligente. Financiamento de projetos para Cidades Analíticas

Programa Operacional Regional do Alentejo/Estratégia Regional de Especialização Inteligente. Financiamento de projetos para Cidades Analíticas Programa Operacional Regional do Alentejo/Estratégia Regional de Especialização Inteligente Financiamento de projetos para Cidades Analíticas Rio Maior 13 de Março 2015 Estratégia Regional de Especialização

Leia mais

Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano PEDU versão de trabalho. 7 de Setembro de 2015

Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano PEDU versão de trabalho. 7 de Setembro de 2015 Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano PEDU versão de trabalho 7 de Setembro de 2015 Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano PEDU = Plano de Ação de Mobilidade Urbana Sustentável PAMUS nível intermunicipal

Leia mais

MUNICÍPIO DE CASTELO BRANCO ÁREA DE ESTUDO

MUNICÍPIO DE CASTELO BRANCO ÁREA DE ESTUDO MUNICÍPIO DE CASTELO BRANCO ÁREA DE ESTUDO Castelo Branco Em 2001: População concelho: 55 708 População Sede concelho: 30 449 (55%) Área: 1438,2 km2 Freguesias: 25 Cidade de Castelo Branco População actual:

Leia mais

SEMANAEUROPEIADAMOBILIDADE SETEMBRO 2017

SEMANAEUROPEIADAMOBILIDADE SETEMBRO 2017 PROGRAMA DA SEMANA EUROPEIA DA MOBILIDADE 2017 Sessão de Abertura da Adesão à SEM 2017 A Câmara Municipal da Maia promove no dia 16 de setembro, pelas 15:00 horas, na Sala D. Pedro IV, da Câmara Municipal,

Leia mais

O PEDU é, ainda, o elemento agregador de três instrumentos de planeamento, que suportam cada uma daquelas prioridades de investimento:

O PEDU é, ainda, o elemento agregador de três instrumentos de planeamento, que suportam cada uma daquelas prioridades de investimento: APRESENTAÇÃO ENQUADRAMENTO Do Acordo de Parceria Portugal 2020, adotado entre Portugal e a Comissão Europeia, e dos Programas Operacionais Regionais resultou que os Municípios que correspondessem a centros

Leia mais

APA (+) Municípios (+) Universidades (+) LNEC... Participação em 4 Planos de Mobilidade:

APA (+) Municípios (+) Universidades (+) LNEC... Participação em 4 Planos de Mobilidade: ã Notas prévias APA (+) Municípios (+) Universidades (+) LNEC... Participação em 4 Planos de Mobilidade: Viana do Castelo Infraestruturação de pontos de interface para modos suaves Sistema de Monitorização

Leia mais

MOTIVAÇÃO (VASTO MANANCIAL DE INFORMAÇÃO) AS CIDADES MÉDIAS COMO PADRÃO DE POVOAMENTO DO TERRITÓRIO NACIONAL A MARCA DAS DÉCADAS MAIS RECENTES PROBLEM

MOTIVAÇÃO (VASTO MANANCIAL DE INFORMAÇÃO) AS CIDADES MÉDIAS COMO PADRÃO DE POVOAMENTO DO TERRITÓRIO NACIONAL A MARCA DAS DÉCADAS MAIS RECENTES PROBLEM Grupo de interesse Agência Portuguesa de Ambiente em Lisboa, 30 Novembro 2007 Mobilidade Sustentável em cidades de média dimensão Coordenação: Universidades de Aveiro e Coimbra MOTIVAÇÃO (VASTO MANANCIAL

Leia mais

PROJECTO DE LEI Nº 79/XII PREVÊ O PLANO QUE DEFINE A REDE NACIONAL DE CICLOVIAS. Nota justificativa

PROJECTO DE LEI Nº 79/XII PREVÊ O PLANO QUE DEFINE A REDE NACIONAL DE CICLOVIAS. Nota justificativa PROJECTO DE LEI Nº 79/XII PREVÊ O PLANO QUE DEFINE A REDE NACIONAL DE CICLOVIAS Nota justificativa Criar condições e estimular a utilização dos modos suaves de transporte deve constituir um objectivo político.

Leia mais

3º Concurso Nacional Energia para Eco- Repórter. Concurso BD da Energia. Concurso de Protótipos

3º Concurso Nacional Energia para Eco- Repórter. Concurso BD da Energia. Concurso de Protótipos 3º Concurso Nacional Energia para Eco- Repórter Concurso BD da Energia Concurso de Protótipos CONCURSO ENERGIA PARA ECO-REPÓRTER 30 escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico - Programa Eco-Escolas 3 artigos

Leia mais

DOSSIER DE APRESENTAÇÃO

DOSSIER DE APRESENTAÇÃO DOSSIER DE APRESENTAÇÃO 19 JANEIRO 2017 ENQUADRAMENTO Reconhecendo a importância social e patrimonial dos bairros residenciais da coroa urbana de Viseu e elegendo como prioridade a qualidade de vida das

Leia mais

Casos de estudo LNEC-CM CM Silves-CM Lagoa- CM Portimão-CM Vila do Bispo. APA, 17 de Setembro de 2007

Casos de estudo LNEC-CM CM Silves-CM Lagoa- CM Portimão-CM Vila do Bispo. APA, 17 de Setembro de 2007 PROJECTO MOBILIDADE SUSTENTÁVEL Casos de estudo LNEC-CM CM Silves-CM Lagoa- CM Portimão-CM Vila do Bispo APA, 17 de Setembro de 2007 Enquadramento LNEC/DT/NPTS não contratou bolseiros R.H. existentes carreira

Leia mais

Workshops Livro Verde dos Transportes Urbanos

Workshops Livro Verde dos Transportes Urbanos Workshops Livro Verde dos Transportes Urbanos Para uma Nova Cultura de Mobilidade Lisboa, 13 de Fevereiro Centro Cultural de Belém Porto, 18 de Fevereiro Sheraton Porto Hotel & SPA (R. Tenente Valadim,

Leia mais

Grandes Linhas de Orientação Estratégica

Grandes Linhas de Orientação Estratégica Grandes Linhas de Orientação Estratégica Conselho de Administração da SRU 28.Novembro.2006 1. Passado 1.1. Caracterização Uma história de planeamento inconsequente; O desinteresse das entidades públicas;

Leia mais

Autárquicas Maia. Inquérito sobre Políticas e Propostas para a Mobilidade em Bicicleta. Município: 26

Autárquicas Maia. Inquérito sobre Políticas e Propostas para a Mobilidade em Bicicleta. Município: 26 - Autárquicas 217 Autárquicas 217 Inquérito sobre Políticas e Propostas para a Mobilidade em Bicicleta Município: 26 Maia Participantes no inquérito: Não responderam: PS CDU MPT PPV.PPM 1.1. Apoia o objetivo

Leia mais

Plano de Pormenor da Praia Grande. Direção Municipal de Ambiente, Planeamento e Gestão do Território

Plano de Pormenor da Praia Grande. Direção Municipal de Ambiente, Planeamento e Gestão do Território Direção Municipal de Ambiente, Planeamento e Gestão do Território Índice 1. Localização e Termos de referência 2. Eixos Estratégicos e Objetivos 3. Enquadramento legal 4. Diagnóstico 5. Proposta 6. Concertação

Leia mais

Mobilidade Sustentável. Mário Alves Bernardo Pereira André Fernandes

Mobilidade Sustentável. Mário Alves Bernardo Pereira André Fernandes Mobilidade Sustentável Mário Alves Bernardo Pereira André Fernandes Estrutura da Apresentação Parte I O Indicador 18 Mobilidade Sustentável Parte II Principais alterações Parte I A B C D E Promoção dos

Leia mais

MOBILIDADE SUSTENTÁVEL

MOBILIDADE SUSTENTÁVEL Fórum de Intercâmbio de Experiências Sustentáveis Congresso Desourb 7 Novembro, 2012 MOBILIDADE SUSTENTÁVEL Carlos Correia cmcorreia@imtt.pt 1 1. Que Problemas? (des)estruturação urbana (in)viabilidade

Leia mais

TRANSPORTES, MOBILIDADE E LOGÍSTICA

TRANSPORTES, MOBILIDADE E LOGÍSTICA TRANSPORTES, MOBILIDADE E LOGÍSTICA 93 A DMSL vai à Escola Descrição: Divulgação das áreas de manutenção; trabalhos efetuados na escola; divulgação de profissões; sensibilização para os consumos energéticos

Leia mais

ÍNDICE. Programa Preliminar Parte Escrita 2

ÍNDICE. Programa Preliminar Parte Escrita 2 CONCURSO PÚBLICO, NO ÂMBITO DA UNIÃO EUROPEIA, PARA A ELABORAÇÃO DO PROJECTO DE EQUIPAMENTOS E ARRANJOS EXTERIORES DA PLATAFORMA À SUPERFÍCIE, NA SEQUÊNCIA DO REBAIXAMENTO DA VIA-FÉRREA, NO ATRAVESSAMENTO

Leia mais

PLANO DE PORMENOR DA ÁREA DE EQUIPAMENTOS DA FRENTE MARÍTIMA DA COSTA NOVA - ÍLHAVO

PLANO DE PORMENOR DA ÁREA DE EQUIPAMENTOS DA FRENTE MARÍTIMA DA COSTA NOVA - ÍLHAVO PLANO DE PORMENOR DA ÁREA DE EQUIPAMENTOS DA FRENTE MARÍTIMA DA COSTA NOVA - ÍLHAVO PROGRAMA DE EXECUÇÃO E PLANO DE FINANCIAMENTO janeiro de 2012 ÍNDICE 1 PROGRAMA DE EXECUÇÃO... 3 1.1 IMPLEMENTAÇÃO DO

Leia mais

recomenda aos governos a integração de planos de atividades físicas nas políticas de transportes e

recomenda aos governos a integração de planos de atividades físicas nas políticas de transportes e A Organização Mundial da Saúde (OMS) defende o uso da bicicleta como uma das medidas para melhorar a saúde pública mundial e recomenda aos governos a integração de planos de atividades físicas nas políticas

Leia mais

PROJECTO DE LEI Nº 580/X PREVÊ O PLANO QUE DEFINE A REDE NACIONAL DE CICLOVIAS. Exposição de Motivos

PROJECTO DE LEI Nº 580/X PREVÊ O PLANO QUE DEFINE A REDE NACIONAL DE CICLOVIAS. Exposição de Motivos PROJECTO DE LEI Nº 580/X PREVÊ O PLANO QUE DEFINE A REDE NACIONAL DE CICLOVIAS Exposição de Motivos Inventada no Séc. XIX na Europa, a bicicleta, conheceu durante o século seguinte uma grande expansão

Leia mais

Inquérito aos candidatos à Câmara Municipal de Aveiro

Inquérito aos candidatos à Câmara Municipal de Aveiro BICICLETA NAS ELEIÇÕES Resultados do Inquérito aos candidatos à Câmara Municipal de Aveiro Eleições autárquicas de 2017 Aliança com Aveiro (PSD.CDS.PPM) Bloco de Esquerda (BE) CDU - Coligação Democrática

Leia mais

MONTIJO, CIDADE SAUDÁVEL E SUSTENTÁVEL:

MONTIJO, CIDADE SAUDÁVEL E SUSTENTÁVEL: 1. Designação do projecto: MONTIJO, CIDADE SAUDÁVEL E SUSTENTÁVEL: DA CICLOVIA A UMA REDE PEDONAL E CICLÁVEL 2. Tema (enquadramento nos temas da sessão): - Cidades saudáveis e respostas locais - Forma

Leia mais

PROMOVER O INVESTIMENTO E O CRESCIMENTO

PROMOVER O INVESTIMENTO E O CRESCIMENTO PROMOVER O INVESTIMENTO E O CRESCIMENTO António Laranjo Presidente do Conselho de Administração Famalicão 24 de julho de 2017 ÍNDICE 01 PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DAS ÁREAS EMPRESARIAIS 02 REQUALIFICAÇÃO

Leia mais

Orientações para a Apresentação de Pedido de Adesão

Orientações para a Apresentação de Pedido de Adesão Orientação para a apresentação de Pedido de Adesão Orientações para a Apresentação de Pedido de Adesão Elaborado a 23 dezembro 2015 Revisto em 19 de fevereiro de 2016 0 Índice 1. Enquadramento... - 1-2.

Leia mais

Medidas de Apoio ao Uso da Bicicleta

Medidas de Apoio ao Uso da Bicicleta Estoril, 5 a 7 de Abril 2006 Medidas de Apoio ao Uso da Bicicleta Ana Bastos Silva, Dep. Engª Civil da FCTUC da Universidade de Coimbra João Pedro Silva, Dep. Engª Civil da ESTG, Instituto Politécnico

Leia mais

Estratégia para a Aplicação de Planos de Intervenção em Espaço Rural em Espaço Periurbano. O caso de Setúbal.

Estratégia para a Aplicação de Planos de Intervenção em Espaço Rural em Espaço Periurbano. O caso de Setúbal. Estratégia para a Aplicação de Planos de Intervenção em Espaço Rural em Espaço Periurbano. O caso de Setúbal. Discussão para obtenção do grau de Mestre em Urbanismo e Ordenamento do Território Patrícia

Leia mais

Probabilidade de morte (%) <5% Velocidade do veículo na colisão (km/h)

Probabilidade de morte (%) <5% Velocidade do veículo na colisão (km/h) 30 29 28 27 26 25 24 23 22 21 20 19 18 17 16 15 14 13 12 11 10 98 76 54 32 1 30 Probabilidade de morte (%) 1 0.8 0.6 0.4 0.2

Leia mais

Critérios de avaliação das rotas cicláveis Fonte: I-CE & GTZ (2009); MINISTÉRIO DAS CIDADES, (2007a).

Critérios de avaliação das rotas cicláveis Fonte: I-CE & GTZ (2009); MINISTÉRIO DAS CIDADES, (2007a). Anexo A 96 DIRECTIVIDADE ATRATIVIDADE CONFORTO COERÊNCIA SEGURANÇA Critérios de avaliação das rotas cicláveis Fonte: I-CE & GTZ (2009); MINISTÉRIO DAS CIDADES, (2007a). Nível de segurança social do entorno

Leia mais

Projecto CiViTAS ELAN - PORTO Vereador do Pelouro de Urbanismo e Mobilidade Dr. Gonçalo Gonçalves

Projecto CiViTAS ELAN - PORTO Vereador do Pelouro de Urbanismo e Mobilidade Dr. Gonçalo Gonçalves Projecto CiViTAS ELAN - PORTO Vereador do Pelouro de Urbanismo e Mobilidade Dr. Gonçalo Gonçalves www.cm-porto.pt 0 O que é o Civitas? CiViTAS: City + ViTA + Sustentability É um programa comunitário no

Leia mais

Guia para Elaboração de Planos de Mobilidade e Transportes (PMT)

Guia para Elaboração de Planos de Mobilidade e Transportes (PMT) Workshop Regional de Disseminação do Universidade do Minho - Braga -10 de Abril de 2012 Guia para Elaboração de Planos de Mobilidade e Transportes (PMT) Faustino Gomes TIS.PT, Transportes, Inovação e Sistemas,

Leia mais

Os veículos eléctricos na Alta de Coimbra

Os veículos eléctricos na Alta de Coimbra WORKSHOP Combustíveis e veículos alternativos Práticas correntes e futuras linhas de orientação política para o transporte de passageiros (Projecto Alter-Motive) Os veículos eléctricos na Alta de Coimbra

Leia mais

PLANO DE ORDENAMENTO DA ALBUFEIRA DE IDANHA

PLANO DE ORDENAMENTO DA ALBUFEIRA DE IDANHA PLANO DE ORDENAMENTO DA ALBUFEIRA DE IDANHA Proposta Plano Plano de Execução Câmara Municipal de Idanha-a-Nova Julho 2005 ÍNDICE 1. METODOLOGIA... 3 2. PROPOSTAS DE INTERVENÇÃO... 4 3. QUADROS-SÍNTESE

Leia mais

Desenvolvimento Turístico e Ordenamento Problemas, Desafios, Soluções PORTO CRESCER COM CARÁCTER

Desenvolvimento Turístico e Ordenamento Problemas, Desafios, Soluções PORTO CRESCER COM CARÁCTER Desenvolvimento Turístico e Ordenamento Problemas, Desafios, Soluções PORTO CRESCER COM CARÁCTER ÍNDICE Porto Vocações Enquadramento Turismo Turismo do Porto Oportunidades Evolução Riscos Desafios Caso

Leia mais

1- O Estacionamento e a Circulação

1- O Estacionamento e a Circulação 1- O Estacionamento e a Circulação "Quando se estuda um sistema de tráfego urbano as principais funções a analisar são a circulação e o estacionamento, por corresponderem aos aspectos em que se concentram

Leia mais

Termos de Referência. 4. Enquadramento nos Instrumentos de Gestão Territorial. Página 1 de 5

Termos de Referência. 4. Enquadramento nos Instrumentos de Gestão Territorial. Página 1 de 5 Termos de Referência 1. Oportunidade da elaboração do Plano de Pormenor do Parque Empresarial para Novas Estratégias de Localização do Investimento O Plano Director Municipal de Penela, em processo de

Leia mais

Plano de Mobilidade Sustentável

Plano de Mobilidade Sustentável Plano de Mobilidade Sustentável Município de Leiria Apresentação Diagnóstico Proposta Inicial de Intervenção tgil laboratório de, e sistemas de informação geográfica departamento de engenharia civil instituto

Leia mais

PROGRAMA POLIS OUTUBRO

PROGRAMA POLIS OUTUBRO OUTUBRO 2008 1 PROGRAMA POLIS OUTUBRO 2008 2 O PROGRAMA POLIS Objectivos Desígnios Tipologias PLANO ESTRATÉGICO MODELO ORGANIZACIONAL GESTÃO DE PROJECTO OUTUBRO 2008 3 Objectivos Desenvolver grandes operações

Leia mais

A MOBILIDADE INTELIGENTE e INCLUSIVA

A MOBILIDADE INTELIGENTE e INCLUSIVA A MOBILIDADE INTELIGENTE e INCLUSIVA Os Projetos de Lisboa para 2020 Teresa Almeida A MOBILIDADE INTELIGENTE e INCLUSIVA Os Projetos de Lisboa para 2020 1. O Quadro Europeu 2. O Quadro Municipal 3. As

Leia mais

ESTRUTURA ORGANIZATIVA DA ISCMPSA

ESTRUTURA ORGANIZATIVA DA ISCMPSA ESTRUTURA ORGANIZATIVA DA ISCMPSA Este documento visa dar corpo á orgânica dos serviços da Santa Casa, ou seja, definir competências, hierarquias e formas de actuação. Como a Santa Casa da Póvoa de Santo

Leia mais

Resultados dos inquéritos à população das cidades de Bragança, Chaves e Viana do Castelo:

Resultados dos inquéritos à população das cidades de Bragança, Chaves e Viana do Castelo: Resultados dos inquéritos à população das cidades de Bragança, Chaves e Viana do Castelo: Classificação dos inquiridos por sexo e nível de escolaridade - Bragança 12 1 8 6 4 F M 2 Ensino Básico Ensino

Leia mais

CADERNO DE PROPOSTAS. no Bairro da Graça/Sapadores. Para uma melhor mobilidade e acessibilidade das crianças

CADERNO DE PROPOSTAS. no Bairro da Graça/Sapadores. Para uma melhor mobilidade e acessibilidade das crianças Ruas do Bairro Amigas da Criança CADERNO DE PROPOSTAS Para uma melhor mobilidade e acessibilidade das crianças no Bairro da Graça/Sapadores 1. ENQUADRAMENTO Andar a pé é a forma mais natural da criança

Leia mais

Requerimento Segurança de peões e veículos nas obras em curso no espaço público

Requerimento Segurança de peões e veículos nas obras em curso no espaço público GRUPO MUNICIPAL Requerimento Segurança de peões e veículos nas obras em curso no espaço público No pretérito dia 27 de setembro do corrente ano, foi aprovada por maioria na Assembleia Municipal de Lisboa

Leia mais

Lisboa 2016 FICHA DE CANDIDATURA

Lisboa 2016 FICHA DE CANDIDATURA Lisboa 2016 Refª: 049 BAIRRO DAS ARTES Grupo de Trabalho dos Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária (BIP/ZIP) Rua Nova do Almada, nº 2-3º Andar 1100-060 Lisboa Telefone: 21 322 73 60 Email - bip.zip@cm-lisboa.pt

Leia mais

16 de Setembro Dia Almada a um metro de tudo : Inauguração, no Fórum Romeu Correia, da exposição Transtejo, navegando o Tejo há mais de 30 anos,

16 de Setembro Dia Almada a um metro de tudo : Inauguração, no Fórum Romeu Correia, da exposição Transtejo, navegando o Tejo há mais de 30 anos, FOTOREPORTAGEM 16 de Setembro Dia Almada a um metro de tudo : Inauguração, no Fórum Romeu Correia, da exposição Transtejo, navegando o Tejo há mais de 30 anos, organizada pela Transtejo, CMA e Ageneal.

Leia mais

UI3. Requalificação da Praça Velha Rua Jornal do Fundão Rua 25 de Abril. Acção 2. Rua Jornal do Fundão Rua 25 de Abril

UI3. Requalificação da Praça Velha Rua Jornal do Fundão Rua 25 de Abril. Acção 2. Rua Jornal do Fundão Rua 25 de Abril UI3 Requalificação da Praça Velha Rua Jornal do Fundão Rua 25 de Abril Acção 2. Rua Jornal do Fundão Rua 25 de Abril requerente Câmara Municipal do Fundão projecto de arquitectura Março 2010 ÍNDICE GERAL

Leia mais

PROJECTO ENCOSTAS DO DOURO

PROJECTO ENCOSTAS DO DOURO PROJECTO ENCOSTAS DO DOURO Porto 4.150 ha Gondomar 13.500 ha Vila Nova de Gaia 17.000 ha Projecto Encostas do Douro 1.960 ha DA PONTE D. MARIA PIA ATÉ LEVER Missão Definir os mecanismos de planeamento,

Leia mais

PDM Lisboa Revisão do PDM HIERARQUIA DA REDE VIÁRIA: Rede. vias arteriais. Rede estruturante (1º nível) Primária ou Fundamental.

PDM Lisboa Revisão do PDM HIERARQUIA DA REDE VIÁRIA: Rede. vias arteriais. Rede estruturante (1º nível) Primária ou Fundamental. HIERARQUIA DA REDE VIÁRIA: PDM Lisboa 1994 Revisão do PDM Rede Primária ou Fundamental vias arteriais vias principais Rede estruturante (1º nível) Rede de Distribuição Principal (2º nível) Rede Secundária

Leia mais

Resumo. respostas. A Caracterização da amostra em estudo. A.4. - Local de residência. 1 de 8

Resumo. respostas. A Caracterização da amostra em estudo. A.4. - Local de residência. 1 de 8 1 de 8 respostas Resumo A Caracterização da amostra em estudo A.1. - Qual é a sua função na escola? Docente 65 20% Não docente 6 2% Aluno 260 79% A.2. - Caso seja aluno, indique o ano de escolaridade ou

Leia mais

RELATÓRIO DE DESEMPENHO DA UNIDADE ORGÂNICA Decreto Regulamentar n.º 18/2009, de 4 de Setembro, artigo 10.º

RELATÓRIO DE DESEMPENHO DA UNIDADE ORGÂNICA Decreto Regulamentar n.º 18/2009, de 4 de Setembro, artigo 10.º UNIDADE ORGÂNICA: DIRECÇÃO MUNICIPAL DE PLANEAMENTO E ORDENAMENTO DIRIGENTE: LUCIANO COSTA CARVALHO DIAS DATA DE ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO ANUAL: 24 DE FEVEREIRO DE 2014 OBJETIVOS ESTRATÉGICOS OE I - Promover

Leia mais

MUNICÍPIO DE TORRES VEDRAS SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DE ESTACIONAMENTO NA CIDADE DE TORRES VEDRAS

MUNICÍPIO DE TORRES VEDRAS SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DE ESTACIONAMENTO NA CIDADE DE TORRES VEDRAS MUNICÍPIO DE TORRES VEDRAS SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DE ESTACIONAMENTO NA CIDADE DE TORRES VEDRAS Histórico Adélia Simões, Geógrafa Coordenadora de Área de Valorização Urbana e Mobilidade - Departamento

Leia mais

Urbanismo,Transportes Vias de Comunicação Area de Especialização DEC-FCTUC

Urbanismo,Transportes Vias de Comunicação Area de Especialização DEC-FCTUC Urbanismo,s Vias de Comunicação Area de Especialização DEC-FCTUC UTVC Urbanismo,s e Vias de Comunicação ÁREAS TEMÁTICAS Tráfego e s Vias de Comunicação Sistemas de Gestão de Cidades e Infraestruturas Urbanismo

Leia mais

Planos de Mobilidade de Empresas e Pólos

Planos de Mobilidade de Empresas e Pólos Workshop Regional de Disseminação do Pacote da Mobilidade Universidade do Minho - Braga -10 de Abril de 2012 Planos de Mobilidade de Empresas e Pólos Maria João Silveira DHV http://www.dhv.pt maria.silveira@dhv.pt

Leia mais

AVALIAÇÃO AMBIENTAL ESTRATÉGICA DECLARAÇÃO AMBIENTAL PLANO DE URBANIZAÇÃO PARA O UP4 DE SANTARÉM - PROPOSTA DE PLANO

AVALIAÇÃO AMBIENTAL ESTRATÉGICA DECLARAÇÃO AMBIENTAL PLANO DE URBANIZAÇÃO PARA O UP4 DE SANTARÉM - PROPOSTA DE PLANO AVALIAÇÃO AMBIENTAL ESTRATÉGICA DECLARAÇÃO AMBIENTAL PLANO DE URBANIZAÇÃO PARA O UP4 DE SANTARÉM - PROPOSTA DE PLANO OUTUBRO - 2010 2 AAE DO PLANO DE URBANIZAÇÃO UP4 SANTARÉM Índice 1. Introdução... 4

Leia mais

PLANO DE AÇÃO DE MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL DA REGIÃO DE LEIRIA Abril 2017

PLANO DE AÇÃO DE MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL DA REGIÃO DE LEIRIA Abril 2017 PLANO DE AÇÃO DE MOBILIDADE URBANA SUSTENTÁVEL DA REGIÃO DE LEIRIA Abril 2017 01 02 03 FASEAMENTO/CARACTERIZAÇÃO E DIAGNÓSTICO AÇÕES PAMUS MUNICIPAIS AÇÕES PAMUS INTERMUNICIPAIS www.cimregiaodeleiria.pt

Leia mais

PEDU. Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Bragança. (aprovado pela Comissão Diretiva Norte2020)

PEDU. Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Bragança. (aprovado pela Comissão Diretiva Norte2020) Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Bragança (aprovado pela Comissão Diretiva Norte2020) Bragança, 14 de Março de 2017 PARU Plano de Ação de Regeneração Urbana PAICD Plano de Ação Integrado

Leia mais

What We re Doing For Cycling no município do Seixal

What We re Doing For Cycling no município do Seixal What We re Doing For Cycling no município do Seixal SEIXAL Seixal: 94 km2 158 269 habitantes 94 600 empregados e estudantes 47 800 ficam no concelho (50%) Seixal: 94 km2 158 269 habitantes 94 600 empregados

Leia mais

Educação e Sensibilização Ambiental

Educação e Sensibilização Ambiental Educação e Sensibilização Ambiental Temáticas Mar Energia Biodiversidade Resíduos Sustentabilidade Educação para a cidadania Objectivos Informar Transmitir conhecimento Envolver Através de abordagens inovadoras

Leia mais

Workshop Nacional de Mobilidade Sustentável MOBILIDADE SUSTENTÁVEL NA CIDADE DE PONTA DELGADA

Workshop Nacional de Mobilidade Sustentável MOBILIDADE SUSTENTÁVEL NA CIDADE DE PONTA DELGADA Workshop Nacional de Mobilidade Sustentável MOBILIDADE SUSTENTÁVEL NA CIDADE DE PONTA DELGADA Lisboa, 11 de Fevereiro de 2008 Agência Portuguesa de Ambiente Sumário da Apresentação * Resumo do 1º Workshop

Leia mais

JORNAL DA CONSTRUÇÃO. Lisboa, 28 de Maio de 2007

JORNAL DA CONSTRUÇÃO. Lisboa, 28 de Maio de 2007 JORNAL DA CONSTRUÇÃO Lisboa, 28 de Maio de 2007 1. LISBOA OCIDENTAL, SRU (ENQUADRAMENTO) O Município de Lisboa criou a Sociedade de Reabilitação Urbana Lisboa Ocidental, SRU, em Julho de 2004. A Empresa,

Leia mais

Seminário da Mobilidade. Murtosa, 23 de Setembro Filipe Carneiro Adjunto da Presidência Câmara Municipal de Paredes

Seminário da Mobilidade. Murtosa, 23 de Setembro Filipe Carneiro Adjunto da Presidência Câmara Municipal de Paredes Seminário da Mobilidade Filipe Carneiro Adjunto da Presidência Câmara Municipal de Paredes Paredes Breve apresentação Paredes Situado no Norte de Portugal, bem no coração do Douro Litoral, o concelho de

Leia mais

GRUPO 4 MOBILIDADE E TRANSPORTES

GRUPO 4 MOBILIDADE E TRANSPORTES GRUPO 4 MOBILIDADE E TRANSPORTES Medidas Propostas Impacto no Município Plano de mobilidade sustentável para os funcionários da autarquia Formação em eco-condução para os gestores de frotas, motoristas

Leia mais

Ecopistas Mobilidade e Turismo

Ecopistas Mobilidade e Turismo Novas Perspectivas para a Reutilização dos Corredores e do Património Ferroviário Desactivado da Região Centro O caso da Ecopista de Sever do Vouga Coimbra, 28 Setembro 2007 CCDR-C Antónimo Guedes arq.

Leia mais

Loteamento da Quinta de S. Martinho

Loteamento da Quinta de S. Martinho Loteamento da Quinta de S. Martinho Memória descritiva e Justificativa 3ª alteração O loteamento da Quinta de S. Martinho foi aprovado em reunião de Câmara de 16/02/2000. Em reunião de Câmara de 02/05/2001

Leia mais

O Planeamento do. Gestão e ordenamento do território

O Planeamento do. Gestão e ordenamento do território O Planeamento do Território em Portugal Gestão e ordenamento do território Henrique Miguel Pereira Enquadramento jurídico Constituição da República Lei de Bases do Ambiente (Lei 11/1987) Lei de Bases de

Leia mais

ITUIUTABA MONTE ALEGRE DE MINAS MONTE CARMELO PRATA SANTA VITÓRIA MINAS GERAIS

ITUIUTABA MONTE ALEGRE DE MINAS MONTE CARMELO PRATA SANTA VITÓRIA MINAS GERAIS ITUIUTABA MONTE ALEGRE DE MINAS MONTE CARMELO PRATA SANTA VITÓRIA MINAS GERAIS A Mobilidade Urbana A Mobilidade Urbana é um tema amplo, abrange questões de desenvolvimento urbano, a saúde e a qualidade

Leia mais

1.º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO Apresentação das operações em curso

1.º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO Apresentação das operações em curso Política de Cidades Polis XXI Acções Inovadoras para o Desenvolvimento Urbano QREN/ POVT/ Eixo IX Desenvolvimento do Sistema Ub Urbano Nacional 1.º SEMINÁRIO DE ACOMPANHAMENTO Apresentação das operações

Leia mais

Barlavento Algarvio Fase 1: Caracterização e Diagnóstico

Barlavento Algarvio Fase 1: Caracterização e Diagnóstico Barlavento Algarvio Fase 1: Caracterização e Diagnóstico Enquadramento Territórios distintos em termos de povoamento, demografia, economia e orografia: Municípios de cariz mais rural e com problemas de

Leia mais

TAV as consequências e oportunidades. O impacto sócio econômico do TAV no Vale do Paraíba

TAV as consequências e oportunidades. O impacto sócio econômico do TAV no Vale do Paraíba TAV as consequências e oportunidades O impacto sócio econômico do TAV no Vale do Paraíba ACXT Idom no Mundo @Idom Brasil Parque Boa Vista São José dos Campos - SP Brasil @Idom Brasil Plano de Estruturação

Leia mais

O SIG e a gestão integrada da rede de transportes colectivos no Norte de Portugal Ana Lopes (FEUP e Arriva) Elsa Pacheco (CEGOT/DG_FLUP)

O SIG e a gestão integrada da rede de transportes colectivos no Norte de Portugal Ana Lopes (FEUP e Arriva) Elsa Pacheco (CEGOT/DG_FLUP) O SIG e a gestão integrada da rede de transportes colectivos no Norte de Portugal Ana Lopes (FEUP e Arriva) Elsa Pacheco (CEGOT/DG_FLUP) 6 Outubro de 2010 1. Gerir, optimizar e operacionalizar redes de

Leia mais