Mural Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Mural Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul"

Transcrição

1 Mural Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul Publicação: segunda-feira, 20 de outubro de horas Processo Classe: RP Nº Protocolo: ESPÉCIE: REPRESENTAÇÃO Representante(s): COLIGAÇÃO O NOVO CAMINHO PARA O RIO GRANDE (PMDB / PSD / PPS / PSB / PHS / PT DO B / PSL / PSDC) (Adv(s) Milton Cava Corrêa e Paulo Renato Gomes Moraes), JOSÉ IVO SARTORI (Adv(s) Milton Cava Corrêa) Representado(s): TARSO FERNANDO HERZ GENRO e COLIGAÇÃO UNIDADE POPULAR PELO RIO GRANDE (PT/ PPL / PROS / PTC / PCdoB / PTB / PR) (Adv(s) Edson Luis Kossmann, Guilherme dos Santos Todeschini, Guilherme Rodrigues Carvalho Barcelos, Juliana Brisola, Maritânia Lúcia Dallagnol e Oldemar José Meneghini Bueno) Vistos etc. Trata-se de representação por propaganda eleitoral irregular no horário gratuito de televisão, com pedido liminar, ajuizada pela COLIGAÇÃO O NOVO CAMINHO PARA O RIO GRANDE (PMDB/PSD/PPS/PSB/PHS/PTdoB/PSL/PSDC) e JOSÉ IVO SARTORI em desfavor da COLIGAÇÃO UNIDADE POPULAR PELO RIO GRANDE (PT/PPL/PROS/PTC/PCdoB/PTB/PR) e TARSO FERNANDO HERZ GENRO. Narra a inicial que os representados utilizaram recursos de computação gráfica e efeitos especiais em inserção levada ao ar na RBS TV no dia 17 de outubro, às 23h47min, assim como no dia 18 de outubro, às 8h17min e 18h16min, o que é vedado pelo art. 51, IV, da Lei n /97. Requerem a concessão de medida liminar, determinando seja sustada a veiculação da propaganda impugnada, sob pena de multa diária, bem como possível incidência no crime de desobediência, julgando-se, ao final, procedente a representação. Analisando a propaganda ora impugnada, levada ao ar pelos representados em inserções à candidatura ao governo do Estado, verifico que foram utilizados recursos de computação gráfica e efeitos de áudio e vídeo, ferramentas de uso expressamente vedado pelo art. 51, IV, da Lei n /97, e, especificamente para as eleições de 2014, pelo art. 38, III, da Resolução /2014, a seguir transcrito: Art. 38. (...) III - na veiculação das inserções, são vedadas: utilização de gravações externas, montagens ou trucagens, computação gráfica, desenhos animados e efeitos especiais, e a veiculação de mensagens que possam degradar ou ridicularizar candidato, partido político ou coligação (grifei). Em uma primeira análise, portanto, a propaganda infringiu a legislação eleitoral, sendo pertinente a suspensão liminar de sua reprodução, até decisão final. O perigo na demora evidencia-se pela divulgação reiterada de propaganda que, em juízo perfunctório, afronta a legislação eleitoral. Diante do exposto, DEFIRO a liminar, determinando que os representados se abstenham de veicular a inserção ora impugnada, sob pena de multa no valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais) a cada inserção doravante veiculada. Notifiquem-se os demandados, inclusive após as 19h, para cumprimento da decisão liminar, e, desejando, apresentarem defesa no prazo de 48 horas. Com a defesa ou transcorrido in albis o prazo, encaminhem-se os autos em vista à Procuradoria Regional Eleitoral. Após, retornem conclusos. Intimem-se. 1

2 Dra. Lusmary Fátima Turelly da Silva, Processo Classe: RP Nº Protocolo: ESPÉCIE: REPRESENTAÇÃO Representante(s): MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL (PRE) Representado(s): JOSE FRANCISCO MALLMANN (Adv(s) Júlio César Freitas da Rosa), COLIGAÇÃO ESPERANÇA POR UM RIO GRANDE MELHOR (PSDB / SD / PRB) Vistos etc. Trata-se de representação por propaganda irregular proposta pela PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL do Rio Grande do Sul em desfavor de JOSÉ FRANCISCO MALLMANN, candidato a Deputado Estadual, e COLIGAÇÃO ESPERANÇA POR UM RIO GRANDE MELHOR (PSDB/SD/PRB), visto que o representado enviou mensagens com conteúdo eleitoral para os s institucionais de dois servidores do quadro da Procuradoria, incorrendo na penalização dos arts. 57-E e 24 da Lei n /97 (fls ). Notificados (fls. 18 e 20), apresentaram defesa em peças apartadas. A Coligação Esperança Por Um Rio Grande Melhor afirma que não se caracteriza a suposta cessão de cadastro eletrônico em favor de candidatos, visto que somente dois servidores do Ministério Público Federal receberam as mensagens impugnadas. Aduz que o envio de mensagens eletrônicas é permitido, as quais foram remetidas para o endereço institucional pessoal dos destinatários, de acesso restrito dos mesmos dentro da instituição (fls ). Por sua vez, José Francisco Malmmann não nega que ele e amigos enviaram s para suas listas de contatos com material de propaganda da sua candidatura, mas sustenta que essas duas mensagens não possuem a força de desequilibrar o pleito em seu favor. Afirma que a referência ao inc. IV do art. 24 da Lei n /97, pertinente ao recebimento de valores de entidade de classe ou sindical, não se coaduna com o caso sob exame, inexistindo, de qualquer modo, comprovação de cessão ou compra de cadastro eletrônico de funcionários públicos. Aduz que não há ilicitude no envio de mensagem eletrônica, a teor do art. 20, III, da Resolução TSE n /2014 (fls ). O agente ministerial propôs representação por propaganda eleitoral irregular veiculada por José Francisco Malmmann, candidato a Deputado Estadual, e Coligação Esperança Por Um Rio Grande Maior, visto que o representado enviou mensagens com conteúdo eleitoral a dois servidores públicos federais ligados à Procuradoria, entendendo que houve a utilização de cadastro eletrônico de órgão da administração pública, prática vedada na propaganda eleitoral, com fundamento nos arts. 24, II (registro que o representante, no item "c" do pedido, faz referência ao inc. VI do art. 24, gerando a confusão que a defesa de Malmmann retrata), e 57-E, ambos da Lei n /97 e a seguir transcritos: Art. 57-E São vedadas às pessoas relacionadas no art. 24 a utilização, doação ou cessão de cadastro eletrônico de seus clientes, em favor de candidatos, partidos ou coligações. 1º É proibida a venda de cadastro de endereços eletrônicos. 2º A violação do disposto neste artigo sujeita o responsável pela divulgação da propaganda e, quando comprovado seu prévio conhecimento, o beneficiário à multa no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) a R$ ,00 (trinta mil reais). Art. 24 É vedado, a partido e candidato, receber direta ou indiretamente doação em dinheiro ou estimável em dinheiro, inclusive por meio de publicidade de qualquer espécie, procedente de: I - Entidade ou governo estrangeiro; II - Órgão da administração pública direta e indireta ou fundação mantida com recursos provenientes do Poder Público; III - Concessionário ou permissionário de serviço público; IV - Entidade de direito privado que receba, na condição de beneficiária, contribuição compulsória em virtude de 2

3 disposição legal; V - Entidade de utilidade pública; VI - Entidade de classe ou sindical; VII - Pessoa jurídica sem fins lucrativos que receba recursos do exterior; VIII - Entidades beneficentes e religiosas; IX - Entidades esportivas; X - Organizações não-governamentais que recebam recursos públicos; XI - Organizações da sociedade civil de interesse público. Parágrafo único. Não se incluem nas vedações de que trata este artigo as cooperativas cujos cooperados não sejam concessionários ou permissionários de serviços públicos, desde que não estejam sendo beneficiadas com recursos públicos, observado o disposto no art. 81. (grifo contido na inicial) No entanto, não observo nos autos elementos suficientes a confortar o juízo condenatório buscado. Primeiro, registro que é possível o envio de mensagem eletrônica por meio da internet, em conformidade com o inc. III do art. 57-B da Lei das Eleições, nos seguintes termos: Art. 57-B A propaganda eleitoral na internet poderá ser realizada nas seguintes formas: (...) III - por meio de mensagem eletrônica para endereços cadastrados gratuitamente pelo candidato, partido ou coligação; Dessa forma, de acordo com José Jairo Gomes (Direito Eleitoral, Editora Atlas. 6ª edição, pág. 359), pode o candidato lançar mão de cadastros que lhe forem cedidos gratuitamente por terceiros, sejam pessoas naturais ou jurídicas, exceto as pessoas arroladas no art. 24 da LE. Contudo, o envio de duas mensagens, e somente duas, convém enfatizar, a servidores de uma instituição do porte da Procuradoria Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul, não pode levar ao entendimento de que o candidato tenha se utilizado de cadastro eletrônico doado ou cedido para a remessa de sua propaganda voltada ao pleito. Observo que não há nos autos qualquer prova do alegado pelo representante, não se podendo pressupor a utilização indevida de um cadastro pelo representado quando inexistem indícios nesse sentido, mormente considerando a diminuta quantidade de destinatários que receberam a mensagem. Não obstante isso, entendo não ser possível cominar pena por infringência ao art. 57-E da Lei n /97. Isso porque o caput do referido artigo faz constar a expressão "cadastro eletrônico de seus clientes", hipótese à qual a situação posta não se amolda. É que a remessa de propaganda eleitoral com a utilização de cadastro eletrônico se deu para servidores/funcionários, e não para clientes. Tratando-se de norma de viés sancionador, como é, não é possível um tratamento por analogia, para aplicá-la. Não posso deixar de registrar, aqui, a posição de que a diferenciação, axiologicamente posta, não faz sentido. Para fins de quebra de isonomia na competição eleitoral - bem jurídico que as normas eleitorais precipuamente visam a defender - não deveria importar se o cadastro eletrônico de órgão público utilizado é de clientes ou de servidores, funcionários. Todavia, os termos legais são bastante claros, cabendo ao julgador o exemplo de obediência à regra posta, sobretudo quando, como já dito, ela tem cunho punitivo. À vista dessas considerações, não havendo elementos que comprovem a alegada utilização de cadastro eletrônico por parte do representado, a improcedência da demanda se afigura o destino apropriado para seu desfecho. Diante do exposto, julgo improcedente a representação. Publique-se e intimem-se. Porto Alegre, em 19 de outubro de Dra. Lusmary Fátima Turelly da Silva, Processo Classe: RP Nº Protocolo: ESPÉCIE: PETIÇÃO 3

4 Representante(s): COLIGAÇÃO O NOVO CAMINHO PARA O RIO GRANDE (PMDB / PSD / PPS / PSB / PHS / PT DO B / PSL / PSDC) (Adv(s) Milton Cava Corrêa e Paulo Renato Gomes Moraes), JOSÉ IVO SARTORI (Adv(s) Milton Cava Corrêa) Representado(s): TARSO FERNANDO HERZ GENRO e COLIGAÇÃO UNIDADE POPULAR PELO RIO GRANDE (PT / PTC / PCdoB / PROS / PPL / PTB / PR) (Adv(s) Edson Luis Kossmann, Guilherme dos Santos Todeschini, Guilherme Rodrigues Carvalho Barcelos, Juliana Brisola, Maritânia Lúcia Dallagnol e Oldemar José Meneghini Bueno) Vistos. A COLIGAÇÃO O NOVO CAMINHO PARA O RIO GRANDE e JOSÉ IVO SARTORI ajuizaram representação por propaganda eleitoral irregular no horário eleitoral gratuito contra TARSO FERNANDO HERZ GENRO e COLIGAÇÃO UNIDADE POPULAR PELO RIO GRANDE, tendo em vista que os representados veicularam inserção com gravações externas nos dias 11 de outubro, às 11h33min, e 12 de outubro, às 10h57min, na RBS TV, em ofensa ao disposto no artigo 38, III, da Resolução /2014. A liminar foi deferida, determinando-se a suspensão da propaganda impugnada (fls ). Vieram aos autos informação de que os representados teriam reincidido no ilícito no dia 13 de outubro, às 14h24min, às 18h32min e às 23h04min (fls ). Em vista dessa informação, foi fixada multa diária de R$ 5.000,00 enquanto não fosse cumprida a ordem de suspensão da propaganda impugnada (fl. 33). Os representados manifestaram-se, asseverando que cumpriram a determinação, juntando CD com cópia das novas propagandas e novo mapa da mídia enviado à emissora (fls ). Os autos foram em vista ao Ministério Público Eleitoral, o qual se manifestou pela procedência da representação, afastando, entretanto, a aplicação de sanção pelo alegado descumprimento da ordem (fls ). Nova manifestação dos representantes informou ter havido o descumprimento da decisão liminar na data de 16 de outubro, às 22h10min. (fls ). Relatei. O artigo 51, III, da Lei n /97 veda, na propaganda eleitoral gratuita mediante inserções, o uso de gravações externas: art. 51. IV - na veiculação das inserções é vedada a utilização de gravações externas, montagens ou trucagens, computação gráfica, desenhos animados e efeitos especiais, e a veiculação de mensagens que possam degradar ou ridicularizar candidato, partido ou coligação. Cuida-se de regra de cunho objetivo, ou seja, verificado o simples uso de gravações externas nas inserções, está caracterizado o ilícito. Na hipótese, houve inequívoco uso de gravações externas nas inserções veiculadas nos dias 11 de outubro, às 11h33min, e 12 de outubro, às 10h57min, na RBS TV, pois divulga imagens de veículos oficiais, servidores em serviço e cidadãos no seu local de trabalho, devendo, por isso, ser confirmada a liminar concedida, para que não ocorra nova divulgação da mesma propaganda. Quanto aos alegados descumprimentos da decisão liminar, verifica-se inexistir provas da alegação. As mídias trazidas pelos representantes nas diversas manifestações (fls , 35 e 58-59) não puderam ser visualizadas e continham arquivo com extensão (.xspf) diversa das elencadas no artigo 7º, 4º, da Resolução TSE /2013 (.wmv,.mpeg ou.avi), concluindo-se pela ausência de prova do descumprimento da ordem judicial. Diga-se, ainda, que as inserções do dia 13 de outubro, cujas veiculações foram admitidas pelos representados (fls ), foram transmitidas no mesmo dia em que proferida e comunicada a decisão (fls. 12 e 13), não se vislumbrando máfé no seu descumprimento, tendo em vista que os representados admitiram ter havido um erro de comunicação com a emissora e juntaram prova das providências adotadas para o cumprimento da liminar (fls ). Nesse mesmo sentido manifestou-se o Ministério Público Eleitoral (fl. 56): No que diz respeito à alegação de descumprimento da decisão que deferiu a liminar, observa-se que as mídias juntadas aos autos pelos representantes (fls ), contêm arquivos no formato ".xspf", formato não reconhecido pelos programas usuais, o que impossibilita o acesso ao seu conteúdo. [ ] 4

5 No entanto, não há elementos que demonstrem a prática do crime de desobediência eleitoral, especialmente pela ausência das mídias nos formatos estabelecidos pela Resolução acima mencionada. Ademais são plausíveis as alegações dos representados no sentido de que não houve intenção de desobedecer a ordem judicial, tendo as inserções irregulares sido veiculadas no interregno entre a decisão e a comunicação às emissoras. No mesmo dia, foram as inserções substituídas por outras (fls ) Deve, portanto, ser julgada procedente a representação, confirmando-se a liminar, mas afastada a aplicação de multa pela reincidência do ilícito, tendo em vista a ausência de provas do descumprimento voluntário da ordem judicial. DIANTE DO EXPOSTO, julgo procedente a representação, confirmando a liminar concedida, mantendo inclusive as astreintes fixadas, mas afasto a incidência da sanção neste momento, por ausência de provas do descumprimento voluntário da ordem judicial. Publique-se e intimem-se. Dra. Lusmary Turelly da Silva, Processo Classe: RP Nº Protocolo: ESPÉCIE: PETIÇÃO Representante(s): MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL (PRE) Representado(s): COLIGAÇÃO UNIDOS PELA ESPERANÇA (PP / PRB / SD / PSDB) (Adv(s) André Luiz Siviero, Gustavo Bohrer Paim, Jivago Rocha Lemes, Miguel Tedesco Wedy, Paulo Renato Gomes Moraes e Ricardo Hermany), NELSON MARCHEZAN JUNIOR (Adv(s) Paulo Renato Gomes Moraes) 1. RELATÓRIO Trata-se de representação por propaganda eleitoral irregular ajuizada pelo MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL contra COLIGAÇÃO UNIDOS PELA ESPERANÇA (PP / PRB / SD / PSDB) e NELSON MARCHEZAN JUNIOR. A representação foi protocolada às 18h33min do dia , véspera do primeiro turno da eleição. Conforme a inicial, o Ministério Público Eleitoral recebeu notícia de que o representado NELSON MARCHEZAN, candidato a deputado federal, "estaria realizando propaganda através do serviço pago de telefonia de SMS". Sustenta ter sido desobedecida a legislação eleitoral - art. 25 da Resolução n , do TSE, bem como a Recomendação n. 01/2014 da própria Procuradoria Regional Eleitoral. Indica a responsabilidade solidária da agremiação. Requer a condenação dos representados a não mais veicularem propaganda eleitoral por meio de SMS, sob pena de configurar crime de desobediência. Em defesa conjunta (fls ) os representados aduzem que não há justificativa para o impedimento de envios de SMS, eis que o art. 25 da Resolução TSE n permite expressamente mensagens eletrônicas; que o candidato remeteu alguns torpedos a pessoas de suas relações, constantes em cadastro próprio, sem que tenha adquirido banco de dados para esse fim. Sustentam, ainda, que o candidato apresentará, por ocasião da prestação de contas, os gastos relativos a esta espécie de propaganda eleitoral, "não sendo razoável antecipar qualquer julgamento condenatório antes de ser analisada a situação no devido momento processual". 2. DECISÃO Por meio da presente representação, a douta Procuradoria Regional Eleitoral requer a condenação dos representados - candidato a cargo de deputado federal e respectiva coligação - a não mais veicularem propaganda eleitoral por meio de SMS, sob pena de configurar crime de desobediência. Conforme já referido no relatório, a representação foi protocolada às 18h33min do dia , véspera do primeiro turno da eleição. Todavia, no presente momento, transcorrido o primeiro turno das eleições, homologados os resultados e proclamados os eleitos do pleito proporcional, forçoso é o reconhecimento da perda de objeto da presenta ação, pois a demanda foi 5

6 ajuizada com a única pretensão de impedir a veiculação da propaganda impugnada, não subsistindo a irregularidade com o decurso das eleições proporcionais. Nestes termos, verifica-se a perda superveniente do objeto, pois a tutela jurisdicional não se mostra mais útil, decorrente da inevitável perda do interesse processual na obtenção da medida reclamada, razão pela qual restou prejudicada a análise do mérito em face da ausência de utilidade e de necessidade de provimento judicial, aplicando-se ao caso os arts. 267, VI e 462 do CPC: Art Se, depois da propositura da ação, algum fato constitutivo, modificativo ou extintivo do direito influir no julgamento da lide, caberá ao juiz tomá-lo em consideração, de ofício ou a requerimento da parte, no momento de proferir a sentença. Art Extingue-se o processo, sem resolução de mérito: (...) VI - quando não concorrer qualquer das condições da ação, como a possibilidade jurídica, a legitimidade das partes e o interesse processual; 3. DISPOSITIVO DIANTE DO EXPOSTO, reconheço, de ofício, a perda do objeto para o fim de extinguir o feito sem resolução de mérito, nos termos dos arts. 267, VI e 462 do CPC. Publique-se, registre-se e intimem-se. Lusmary Fátima Turelly da Silva, Processo Classe: RP Nº Protocolo: ESPÉCIE: PETIÇÃO Representante(s): COLIGAÇÃO O NOVO CAMINHO PARA O RIO GRANDE (PMDB / PSD / PPS / PSB / PHS / PT DO B / PSL / PSDC) (Adv(s) Milton Cava Corrêa e Paulo Renato Gomes Moraes), JOSÉ IVO SARTORI (Adv(s) Milton Cava Corrêa) Representado(s): TARSO FERNANDO HERZ GENRO e COLIGAÇÃO UNIDADE POPULAR PELO RIO GRANDE (PT / PTC / PCdoB / PROS / PPL / PTB / PR) (Adv(s) Edson Luis Kossmann, Guilherme dos Santos Todeschini, Guilherme Rodrigues Carvalho Barcelos, Juliana Brisola, Maritânia Lúcia Dallagnol e Oldemar José Meneghini Bueno) Vistos etc. Trata-se de representação por propaganda eleitoral irregular no horário gratuito de televisão, com pedido liminar, ajuizada pela COLIGAÇÃO O NOVO CAMINHO PARA O RIO GRANDE (PMDB/PSD/PPS/PSB/PHS/PTdoB/PSL/PSDC) e JOSÉ IVO SARTORI em desfavor da COLIGAÇÃO UNIDADE POPULAR PELO RIO GRANDE (PT/PPL/PROS/PTC/PCdoB/PTB/PR) e TARSO FERNANDO HERZ GENRO. Narra a inicial que os representados utilizaram gravações externas em inserções levadas ao ar na RBS TV no dia 15 de outubro, às 21h22min e no dia 16 de outubro, às 9h36min, pedindo a determinação de imediata suspensão da propaganda impugnada. Foi determinada a juntada de novas mídias no prazo de 24 horas (fls ), trazidas aos autos pelos representantes nas folhas 15 a 17. A petição inicial veio acompanhada de mídia que não pode ser visualizada, contendo arquivo com extensão distinta das arroladas no art. 7º, 4º, da Resolução TSE n /2013. A Secretaria Judiciária, de ordem, notificou os representantes para que regularizassem a situação no prazo de 24 horas (fl. 13), intimando-os às 15h47min do dia 17 de outubro (fl. 12). A parte autora, entretanto, somente veio a se manifestar às 12h09min do dia 19 de outubro (fl. 15), quando já havia 6

7 transcorrido o aludido prazo, situação que leva ao indeferimento da inicial, conforme expressa previsão da Portaria n. 219/2014 da Presidência desta Corte: art. 3º. As representações entregues diretamente na Seção de Protocolo do Tribunal deverão, obrigatoriamente, ser apresentadas em 2 (duas) vias, com a indicação do número de fac-símile e endereço do(s) representantes e representado(s). 3º Fica autorizada a Secretaria Judiciária, após a autuação do feito e constatado descumprimento de qualquer determinação do caput e do parágrafo segundo, a notificar a parte para, em 24 h, complementar ou corrigir, sob pena de indeferimento da inicial. Não sendo observado o prazo concedido para regularizar vício de documento indispensável para a propositura da ação, deve ser indeferida a petição inicial, com fundamento no art. 284, parágrafo único, combinado com o art. 283 do Código de Processo Civil. Diante do exposto, indefiro a petição inicial, com fundamento no art. 284, parágrafo único, combinado com o art. 283 do Código de Processo Civil e no art. 3º, 3º, da Portaria 219/2014 da Presidência deste Tribunal. Intimem-se. Transcorrido o prazo de recurso, arquivem-se os autos. Dra. Lusmary Fátima Turelly da Silva, 7

Mural Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul

Mural Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul Mural Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul Publicação: sexta-feira, 24 de outubro de 2014-14 horas Processo Classe: RP Nº 2599-30.2014.6.21.0000 Protocolo: 700322014 RELATOR(A):

Leia mais

Mural Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul

Mural Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul Mural Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul Publicação: quinta-feira, 23 de outubro de 2014-14 horas Processo Classe: RP Nº 2555-11.2014.6.21.0000 Protocolo: 656112014 RELATOR(A):

Leia mais

Mural Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul

Mural Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul Mural Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul Publicação: terça-feira, 21 de outubro de 2014-14 horas Processo Classe: RP Nº 2577-69.2014.6.21.0000 Protocolo: 669902014 RELATOR(A):

Leia mais

Mural Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul

Mural Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul Mural Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul Publicação: sábado, 4 de outubro de 2014-14 horas Processo Classe: RP Nº 1920-30.2014.6.21.0000 Protocolo: 572082014 RELATOR(A): DES.

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO n. 1340-97.2014.6.21.0000 REPRESENTANTE: MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL REPRESENTADOS: PARTIDO PROGRESSISTA, MARCO AURÉLIO FERREIRA E ANA AMÉLIA LEMOS RELATORA: DRA. LUSMARY FÁTIMA TURELLY DA SILVA

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: REC 1917-75.2014.6.21.0000 PROCEDÊNCIA: PORTO ALEGRE RECORRENTE: MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL (PRE) RECORRIDO: PARTIDO DOS TRABALHADORES - PT E JOÃO HERMINIO MARQUES DE CARVALHO E SILVA -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Mural Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul

Mural Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul Mural Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul Publicação: sábado, 11 de outubro de 2014-14 horas Processo Classe: RP Nº 1946-28.2014.6.21.0000 Protocolo: 574362014 RELATOR(A): DES.

Leia mais

Mural Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul

Mural Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul Mural Eletrônico do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul Publicação: quarta-feira, 20 de agosto de 2014-14 horas Processo Classe: RP Nº 1277-72.2014.6.21.0000 Protocolo: 402322014 RELATOR(A):

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: RP 2550-86.2014.6.21.0000 PROCEDÊNCIA: CAXIAS DO SUL RS (136ª ZONA ELEITORAL) REPRESENTANTE: MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL (PRE) REPRESENTADOS: PARTIDO DOS TRABALHADORES PT, GILBERTO JOSÉ SPIER

Leia mais

Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região. Processo n 0000166-10.2015.5.02.0007. 07ª Vara do Trabalho de São Paulo

Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região. Processo n 0000166-10.2015.5.02.0007. 07ª Vara do Trabalho de São Paulo Em 29 de abril de 2015,na sede da, com a presença da juíza Juliana Petenate Salles, realizou-se a audiência para julgamento da ação trabalhista ajuizada por JULIANA PUBLIO DONATO DE OLIVEIRA em face de

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: RP 82-28.2014.6.21.0008 PROCEDÊNCIA: BENTO GONÇALVES (8ª ZONA ELEITORAL) REPRESENTANTE: MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL (PRE) REPRESENTADOS: COLIGAÇÃO O NOVO CAMINHO PARA O RIO GRANDE e TIAGO CHANAN

Leia mais

JUÍZO DA 1ª ZONA ELEITORAL DE SÃO PAULO Av. Brigadeiro Luis Antonio, 453 SÃO PAULO CAPITAL. Processo nº 209/08 VISTOS.

JUÍZO DA 1ª ZONA ELEITORAL DE SÃO PAULO Av. Brigadeiro Luis Antonio, 453 SÃO PAULO CAPITAL. Processo nº 209/08 VISTOS. VISTOS. Trata-se de representação formulada pela COLIGAÇÃO SÃO PAULO NO RUMO CERTO em face da COLIGAÇÃO SÃO PAULO, NA MELHOR DIREÇÃO e de GERALDO JOSÉ RODRIGUES ALCKMIN FILHO, nos termos do art. 96 da

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO N. 1766-12.2014.6.21.0000 PROCEDÊNCIA: PORTO ALEGRE - RS REPRESENTANTE: DANIEL BORDIGNON REPRESENTADO: FACEBOOK SERVIÇOS ONLINE DO BRASIL LTDA. RELATOR: DESEMBARGADOR FEDERAL OTÁVIO ROBERTO PAMPLONA

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: RP 1946-28.2014.6.21.0000 PROCEDÊNCIA: PORTO ALEGRE REPRESENTADO: FACEBOOK SERVIÇOS ONLINE DO BRASIL LTDA. REPRESENTANTE: DANIEL LUIZ BORDIGNON JUIZ AUXILIAR: DES. FEDERAL OTAVIO ROBERTO PAMPLONA

Leia mais

MPE. Ministério Público Eleitoral EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

MPE. Ministério Público Eleitoral EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO MPE Ministério Público Eleitoral Procuradoria Regional Eleitoral do Rio de Janeiro EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Procedimento Preparatório

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL Nenhum ato legislativo contrário à Constituição pode ser válido (...). A presunção natural, à falta de norma expressa, não pode ser

Leia mais

Representante : COLIGAÇÃO TODOS PELO PARANÁ (PSDB/PROS/DEM/PSB/PSB/PSD/PTB/PP/PPS/PSC/ PR/SD/PSL/PSDC/PMN/ PHS/PEN/PT do B)

Representante : COLIGAÇÃO TODOS PELO PARANÁ (PSDB/PROS/DEM/PSB/PSB/PSD/PTB/PP/PPS/PSC/ PR/SD/PSL/PSDC/PMN/ PHS/PEN/PT do B) REPRESENTAÇÃO N 1523-09.2014.16.0000 Representante : COLIGAÇÃO TODOS PELO PARANÁ (PSDB/PROS/DEM/PSB/PSB/PSD/PTB/PP/PPS/PSC/ PR/SD/PSL/PSDC/PMN/ PHS/PEN/PT do B) Representados : ESMAEL ALVES DE MORAES :

Leia mais

PARANÁ COM GOVERNO, fundada na alegação de propaganda irregular,

PARANÁ COM GOVERNO, fundada na alegação de propaganda irregular, TRE/PR 153 TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO PARANÁ REPRESENTAÇÃO N 1879-04.2014.616.0000 Representantes : CARLOS ALBERTO RICHA : MARIA APARECIDA BORGHETTI, : COLIGAÇÃO TODOS PELO PARANÁ RePresentados :ROBERTO

Leia mais

LEI Nº 9.504, DE 30 DE SETEMBRO DE 1997.... Da Propaganda Eleitoral no Rádio e na Televisão...

LEI Nº 9.504, DE 30 DE SETEMBRO DE 1997.... Da Propaganda Eleitoral no Rádio e na Televisão... LEI Nº 9.504, DE 30 DE SETEMBRO DE 1997 Estabelece normas para as eleições. Da Propaganda Eleitoral no Rádio e na Televisão Art. 45. A partir de 1º de julho do ano da eleição, é vedado às emissoras de

Leia mais

PROGRAMA PARTIDÁRIO - 2011 PROGRAMA EM CADEIA NACIONAL (Quintas-feiras) Programas deferidos - Atualizado em 6.5.2011

PROGRAMA PARTIDÁRIO - 2011 PROGRAMA EM CADEIA NACIONAL (Quintas-feiras) Programas deferidos - Atualizado em 6.5.2011 PROGRAMA PARTIDÁRIO - 2011 PROGRAMA EM CADEIA NACIONAL (Quintas-feiras) Programas deferidos - Atualizado em 6.5.2011 Nos termos da Resolução-TSE nº 20.034/1997: As cadeias nacionais ocorrerão às quintas-feiras,

Leia mais

PROCURADORIA GERAL ELEITORAL

PROCURADORIA GERAL ELEITORAL PROCURADORIA GERAL ELEITORAL Parecer nº 117/201 - EJGA Nº 95.759/PGE Registro de Partido Político nº 594-54.2013.6.00.0000 Classe: 42 Procedência : Brasília-DF Requerente : Rede Sustentabilidade (Rede)

Leia mais

Acompanhamento processual e Push

Acompanhamento processual e Push Acompanhamento processual e Push Pesquisa Login no Push Criar usuário Obs.: Este serviço é de caráter meramente informativo, não produzindo, portanto, efeito legal. PROCESSO: RP Nº 367721 - Representação

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL TIPO A PODER JUDICIÁRIO 22ª VARA CÍVEL FEDERAL DE SÃO PAULO AÇÃO CIVIL PÚBLICA PROCESSO N.º 0004415-54.2011.403.6100 AUTOR: MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL RÉ: AGÊNCIA NACIONAL DE SÁUDE SUPLEMENTAR - ANS REG.

Leia mais

Acordam o!=; ministros do Tribunal Superior Eleitoral, ACÓRDÃO

Acordam o!=; ministros do Tribunal Superior Eleitoral, ACÓRDÃO TR.IBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL ELEITORAL N 9998978-81. 2008.6.13.0000 - CLASSE 32 - CARLOS CHAGAS - MINAS GERAIS Relator: Ministro Aldir Passarinho Junior Agravante:

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores CHRISTINE SANTINI (Presidente) e CLAUDIO GODOY.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores CHRISTINE SANTINI (Presidente) e CLAUDIO GODOY. fls. 133 ACÓRDÃO Registro: 2014.0000597809 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2120157-80.2014.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é agravante EMPRESA FOLHA DA

Leia mais

PROGRAMA PARTIDÁRIO - 2011 PROGRAMA EM CADEIA NACIONAL (Quintas-feiras) Pedidos de Programas em análise - Atualizado em 23.11.2010

PROGRAMA PARTIDÁRIO - 2011 PROGRAMA EM CADEIA NACIONAL (Quintas-feiras) Pedidos de Programas em análise - Atualizado em 23.11.2010 PROGRAMA PARTIDÁRIO - 2011 PROGRAMA EM CADEIA NACIONAL (Quintas-feiras) Pedidos de Programas em análise - Atualizado em 23.11.2010 Nos termos da Resolução-TSE nº 20.034/1997: As cadeias nacionais ocorrerão

Leia mais

PROGRAMA PARTIDÁRIO - 2011 PROGRAMA EM CADEIA NACIONAL (Quintas-feiras) Pedidos de Programas em análise - Atualizado em 16.12.2010

PROGRAMA PARTIDÁRIO - 2011 PROGRAMA EM CADEIA NACIONAL (Quintas-feiras) Pedidos de Programas em análise - Atualizado em 16.12.2010 PROGRAMA PARTIDÁRIO - 2011 PROGRAMA EM CADEIA NACIONAL (Quintas-feiras) Pedidos de Programas em análise - Atualizado em 16.12.2010 Nos termos da Resolução-TSE nº 20.034/1997: As cadeias nacionais ocorrerão

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: RC 1-30.2013.6.21.0068 PROCEDÊNCIA: FLORES DA CUNHA RECORRENTE: MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL RECORRIDO: JONATAN DE OLIVEIRA -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL LEI Nº 11.300, DE 10 DE MAIO DE 2006 Dispõe sobre propaganda, financiamento e prestação de contas das despesas com campanhas eleitorais, alterando a Lei n o 9.504, de 30

Leia mais

D E C I S Ã O. Vistos.

D E C I S Ã O. Vistos. D E C I S Ã O Vistos Trata-se de mandado de segurança impetrado pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos ECT pretendendo a concessão de liminar nas modalidades initio litis e inaudita altera pars

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº xx.xxx INSTRUÇÃO Nº 952-19.2013.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL

RESOLUÇÃO Nº xx.xxx INSTRUÇÃO Nº 952-19.2013.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº xx.xxx INSTRUÇÃO Nº 952-19.2013.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL Relator: Ministro Dias Toffoli Interessado: Tribunal Superior Eleitoral Dispõe sobre pesquisas eleitorais para

Leia mais

INSTRUÇÃO Nº xxx-xx.xxxx.x.xx.xxxx CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL

INSTRUÇÃO Nº xxx-xx.xxxx.x.xx.xxxx CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº xx.xxx INSTRUÇÃO Nº xxx-xx.xxxx.x.xx.xxxx CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL Relator: Ministro Dias Toffoli Interessado: Tribunal Superior Eleitoral Dispõe sobre pesquisas eleitorais para

Leia mais

Você está recebendo a Cartilha Eleitoral 2014, elaborada pela Abert para orientar a conduta do radiodifusor durante o período eleitoral.

Você está recebendo a Cartilha Eleitoral 2014, elaborada pela Abert para orientar a conduta do radiodifusor durante o período eleitoral. Cartilha Eleitoral 2014 Caro Associado da ABERT, Você está recebendo a Cartilha Eleitoral 2014, elaborada pela Abert para orientar a conduta do radiodifusor durante o período eleitoral. O desconhecimento

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA-GERAL CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Origem: Interessado(s) 1: Interessado(s) 2: PRT 15ª Região Ribeirão Preto/SP Josiane Baldo Lucia Helena Lamberte Molinar Gazetti Sandra Regina Barbosa Cuba Cortez Município de Franca Assunto(s): Trabalho

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Sarita Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Sarita Catarina Tribunal Regional Eleitoral de Sarita Catarina ACÓRDÃO N. 25339 REPRESENTAÇÃO - PROPAGANDA ELEITORAL'- JUÍZES AUXILIARES Relator: Juiz Julio Guilherme Berezoski Schattschneider Recorrentes: Coligação "As

Leia mais

LOCAÇÃO DE VEÍCULOS LIMITADA, em que se alega, em síntese, a

LOCAÇÃO DE VEÍCULOS LIMITADA, em que se alega, em síntese, a "RIBUNAL REGIONAL ELI.11 ORAL DO PARANÁ REPRESENTAÇÃO N 1649-59.2014.16.0000 Representante : COLIGAÇÃO PARANÁ COM GOVERNO (PMDB/PV/PPL) Representados : CARLOS ALBERTO RICHA : MARIA APARECIDA BORGHETTI

Leia mais

Você pode contribuir para eleições mais justas

Você pode contribuir para eleições mais justas Procuradoria Regional Eleitoral no Estado de SP Defesa da democracia, combate à impunidade. Você pode contribuir para eleições mais justas Os cidadãos e as cidadãs podem auxiliar muito na fiscalização

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO DECISÃO 2012 PROCESSO : 36098-81.2012.4.01.3400 IMPETRANTE : SINDICATO DOS TRABALHADORES EM SAÚDE TRABALHO E PREVIDÊNCIA SOCIAL NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO IMPETRADO : SECRETARIO DE GESTÃO PÚBLICA DO MINISTÉRIO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO ACRE 1ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Rio Branco. Decisão

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO ACRE 1ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Rio Branco. Decisão fls. 1 Autos n.º 0708777-72.2013.8.01.0001 Classe Ação Civil Pública Autor Defensoria Pública do Estado do Acre Réu Estado do Acre Decisão Trata-se de Ação Civil Pública, com pedido de tutela antecipada,

Leia mais

Despacho em 14/09/2012 - RP Nº 6076 Excelentíssimo Senhor Juiz RUY JANDER TEIXEIRA DA ROCHA. Representação N.º 60-76.2012.6.15.0017. Vistos etc.

Despacho em 14/09/2012 - RP Nº 6076 Excelentíssimo Senhor Juiz RUY JANDER TEIXEIRA DA ROCHA. Representação N.º 60-76.2012.6.15.0017. Vistos etc. Despacho em 14/09/2012 - RP Nº 6076 Excelentíssimo Senhor Juiz RUY JANDER TEIXEIRA DA ROCHA Representação N.º 60-76.2012.6.15.0017. Vistos etc. Sobre o pedido retro de reconsideração, reiterado de forma

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO GABINETE DO DES. SAULO HENRIQUES DE SÁ E BENE VIDES

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO GABINETE DO DES. SAULO HENRIQUES DE SÁ E BENE VIDES ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO GABINETE DO DES. SAULO HENRIQUES DE SÁ E BENE VIDES DECISÃO TERMINATIVA Agravo de Instrumento 200.2011.026679-4/001 2 1' Vara Civel da Capital. Relator : Des. Saulo Henriciues

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL ACÓRDÃO

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL ACÓRDÃO PROCESSO: RE 13-17.2013.6.21.0077 PROCEDÊNCIA: OSÓRIO RECORRENTE: MINISTÉRIO PÚBLICO ELITORAL RECORRIDA: ANDREA SOUZA TEIXEIRA GONÇALVES Eleições 2012. Recurso Eleitoral. Representação. Doação acima do

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL DE PERNAMBUCO

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL DE PERNAMBUCO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL DE PERNAMBUCO REF.: REPRESENTAÇÃO N.º 717/2006 CLASSE 16 REPRESENTANTE: PARTIDO DOS TRABALHADORES - PT REPRESENTADO: PARTIDO SOCIAL DA DEMOCRACIA

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE MINAS GERAIS

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE MINAS GERAIS TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE MINAS GERAIS Recurso Eleitoral 255-34.2012.6.13.0141 Procedência: Ituiutaba-MG (141ª ZE - Ituiutaba) Recorrente: Partido Socialismo e Liberdade - PSOL Recorridos: Paranaíba

Leia mais

Estado de Mato Grosso Poder Judiciário Comarca de Várzea Grande Juízo da 2ª Vara Cível. Vistos etc.,

Estado de Mato Grosso Poder Judiciário Comarca de Várzea Grande Juízo da 2ª Vara Cível. Vistos etc., Processo Nº. 20271-27.2012 - Código 299671 Vistos etc., 1. DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE MATO GROSSO promove AÇÃO CIVIL PÚBLICA CONSUMERISTA C/C LIMINAR em desfavor de SKY BRASIL SERVIÇOS LTDA. ( SKY

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS PRESIDÊNCIA N 1.0000.14.040170-4/000 BELO HORIZONTE ESTADO DE MINAS GERAIS REOUERIDO(A)(S)

TRIBUNAL DE JUSTICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS PRESIDÊNCIA N 1.0000.14.040170-4/000 BELO HORIZONTE ESTADO DE MINAS GERAIS REOUERIDO(A)(S) SUSP DE LlMINAR/ANT TUTEL PRESIDÊNCIA BELO HORIZONTE REOUERENTE(S) ESTADO DE MINAS GERAIS REOUERIDO(A)(S) JUiZO DE DIREITO DA 5 a VARA DA FAZENDA PÚBLICA DE BELO HORIZONTE INTERESSADO MINISTÉRIO PÚBLICO

Leia mais

DOÁTICO ALCIDES ALVES DOS SANTOS por veiculação de propaganda

DOÁTICO ALCIDES ALVES DOS SANTOS por veiculação de propaganda 1 PROCEDÊNCIA : CURITIBA-PR REPRESENTANTE: COLIGAÇÃO PARANÁ COM GOVERNO (PMDB / PV/PPL) Advogado : Fernando Gustavo Knoerr Advogado : Luiz Fernando Obladen Pujol Advogado : Rogério Gonçalves Thomé Advogado

Leia mais

Financiamento de campanhas e prestação de contas

Financiamento de campanhas e prestação de contas Financiamento de campanhas e prestação de contas Crescimento do gasto declarado com campanhas (total nacional) ANO TOTAL DE GASTOS (R$ milhões) ELEITORADO (milhões) CANDIDATOS (unidades) GASTO POR ELEITOR

Leia mais

Propaganda Eleitoral. Eduardo Buzzinari Ribeiro de Sá 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS ESPÉCIES DE PROPAGANDA POLÍTICA

Propaganda Eleitoral. Eduardo Buzzinari Ribeiro de Sá 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS ESPÉCIES DE PROPAGANDA POLÍTICA Série Aperfeiçoamento de Magistrados 7 Curso: 1º Seminário de Direito Eleitoral: Temas Relevantes para as Eleições de 2012 Propaganda Eleitoral 85 Eduardo Buzzinari Ribeiro de Sá 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS

Leia mais

PARECER 02/0650/2015 MANDADO DE SEGURANÇA N. 383598-59.2014.8.09.0000 (201493835980) GOVERNADOR DO ESTADO DE GOIÁS

PARECER 02/0650/2015 MANDADO DE SEGURANÇA N. 383598-59.2014.8.09.0000 (201493835980) GOVERNADOR DO ESTADO DE GOIÁS PARECER 02/0650/2015 MANDADO DE SEGURANÇA N. 383598-59.2014.8.09.0000 (201493835980) COMARCA IMPETRANTE IMPETRADO ÓRGÃO JULGADOR DESEMBARGADOR RELATOR SUBPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA PARA ASSUNTOS JURÍDICOS

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete da Desembargadora Federal Margarida Cantarelli

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete da Desembargadora Federal Margarida Cantarelli APELAÇÃO CÍVEL Nº 550822-PE (2001.83.00.010096-5) APTE : INSS - INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL REPTE : PROCURADORIA REPRESENTANTE DA ENTIDADE APDO : LUZIA DOS SANTOS SANTANA ADV/PROC : SEM ADVOGADO/PROCURADOR

Leia mais

AUTOR : ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL/OAB SEÇÃO DE PE E OUTRO. Objetos: 01.04.08.07 Telefonia Concessão/Permissão/Autorização Serviços Administrativo

AUTOR : ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL/OAB SEÇÃO DE PE E OUTRO. Objetos: 01.04.08.07 Telefonia Concessão/Permissão/Autorização Serviços Administrativo 0019828 49.2011.4.05.8300 Classe: 1 AÇÃO CIVIL PÚBLICA AUTOR : ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL/OAB SEÇÃO DE PE E OUTRO ADVOGADO: PAULO HENRIQUE LIMEIRA GORDIANO RÉU: TIM NORDESTE TELECOMUNICACOES S.A. E

Leia mais

Estado de Mato Grosso do Sul Poder Judiciário Sonora Juizado Especial Adjunto

Estado de Mato Grosso do Sul Poder Judiciário Sonora Juizado Especial Adjunto fls. 213 Estado de Mato Grosso Poder Judiciário Sonora CERTIDÃO CARTORÁRIA Autos n.º 0001764-60.2011.8.12.0055 parte interessada se manifestar transcorreu em 26.1.2015. CERTIFICO, para os devidos fins,

Leia mais

FINANCIAMENTO DE CAMPANHA ELEITORAL. 1. Da arrecadação e aplicação de recursos

FINANCIAMENTO DE CAMPANHA ELEITORAL. 1. Da arrecadação e aplicação de recursos Módulo - 4 FINANCIAMENTO DE CAMPANHA ELEITORAL 1. Da arrecadação e aplicação de recursos Sob pena de rejeição das contas a arrecadação de recursos e os gastos por candidatos, inclusive dos seus vices e

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR

TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR APELAÇÃO CÍVEL Nº 0489078-15.2012.8.19.0001 APELANTE: SKY BRASIL SERVIÇOS LTDA. APELADO: MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RELATORA:

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: REC 2523-06.2014.6.21.0000 PROCEDÊNCIA: PORTO ALEGRE RECORRENTES: JULIANA BRIZOLA, COLIGAÇÃO UNIDADE DEMOCRÁTICA TRABALHISTA (PDT/DEM), GILMAR SOSSELA E MÁRCIO FERREIRA BINS ELY RECORRIDO: MINISTÉRIO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO AMAZONAS

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO AMAZONAS Processo n.156-80.2014.6.04.0000 Classe 42 Representação por Pesquisa Eleitoral Irregular Representante: Diretório Regional do Partido do Movimento Democrático Brasileiro PMDB e Coligação Majoritária Renovação

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina ACÓRDÃO N. 27873 Relator: Juiz Luiz Antônio Zanini Fornerolli Recorrente: Coligação "Aliança Pela Vida" (PDT-PT-PTN-PRTB-PHS-PTC-PV-PPL- PcdoB) Recorridos: José Cláudio Caramori, Luciano José Buligon e

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL PROCESSO N. : 14751-89.2012.4.01.3400 AÇÃO ORDINÁRIA/SERVIÇOS PÚBLICOS CLASSE 1300 AUTOR (A): ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS ESPECIALISTAS EM POLÍTICAS PÚBLICAS E GESTÃO GOVERNAMENTAL RÉ: UNIÃO SENTENÇA TIPO

Leia mais

CIRCUNSCRIÇÃO ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL 173ª Zona Eleitoral de Gravataí

CIRCUNSCRIÇÃO ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL 173ª Zona Eleitoral de Gravataí CIRCUNSCRIÇÃO ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL 173ª Zona Eleitoral de Gravataí Rua Irmão Geraldo, 141/401- Fone: 3490-4755 Processos nºs 01349/173/08 e 1350/173/08 Vistos. Tratam-se de pedidos de Registro

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL ACÓRDÃO MANDADO DE SEGURANÇA N 4.079 - CLASSE 22 a PARANÁ. - LONDRINA Relator: Ministro Arnaldo Versiani. Impetrante: Ibope Inteligência Pesquisa e Consultoria Ltda. Advogados:

Leia mais

de busca e apreensão do material impugaááoter^fodos os terminais de ônibus de

de busca e apreensão do material impugaááoter^fodos os terminais de ônibus de TRE/PR FLS._ TRIBUNAL RECION \L KLFI ÍORAL DO PARANÁ REPRESENTAÇÃO N 2488-84.2014.16.0000 Representante : COLIGAÇÃO PARANÁ COM GOVERNO (PMDB / PV / PPL) Representados : CARLOS ALBERTO RICHA : MARIA APARECIDA

Leia mais

Informativo TSE SESSÃO ORDINÁRIA. Eleições 2008. Propaganda eleitoral irregular. Limitação. Legislação municipal. Prevalência. Legislação eleitoral.

Informativo TSE SESSÃO ORDINÁRIA. Eleições 2008. Propaganda eleitoral irregular. Limitação. Legislação municipal. Prevalência. Legislação eleitoral. SESSÃO ORDINÁRIA Eleições 2008. Propaganda eleitoral irregular. Limitação. Legislação municipal. Prevalência. Legislação eleitoral. A propaganda eleitoral irregular em questão diz respeito às eleições

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: RP 106-80.2014.6.21.0000 PROCEDÊNCIA: PORTO ALEGRE REPRESENTANTE: MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL REPRESENTADO: JULIANA BRIZOLA JUÍZA AUXILIAR: DRA. LUSMARY FÁTIMA TURELLY DA SILVA Vistos etc. Trata-se

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PODER JUDICIÁRIO COMARCA DE ALTA FLORESTA 6ª VARA. Vistos.

ESTADO DE MATO GROSSO PODER JUDICIÁRIO COMARCA DE ALTA FLORESTA 6ª VARA. Vistos. Autos n.º 3022-48.2012.811.0007. Código nº 101526. Ação de Obrigação de Fazer. Vistos. Trata-se de ação nominada Ação Cominatória de Obrigação de Fazer com pedido expresso de tutela de urgência interposta

Leia mais

Sindicato dos Corretores de Planos de Saúde Médicos e Odontológicos - SINCOPLAN Interessado 2:

Sindicato dos Corretores de Planos de Saúde Médicos e Odontológicos - SINCOPLAN Interessado 2: MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA GERAL DO TRABALHO GABINETE DA SUBPROCURADORA-GERAL DO TRABALHO IVANA AUXILIADORA MENDONÇA SANTOS Processo PGT/CCR/PP 6105/2014 Origem: PRT 2ª Região Interessado

Leia mais

RESOLUÇÃO N 427, DE 20 DE ABRIL DE 2010

RESOLUÇÃO N 427, DE 20 DE ABRIL DE 2010 Publicada no DJE/STF, n. 72, p. 1-2 em 26/4/2010 RESOLUÇÃO N 427, DE 20 DE ABRIL DE 2010 Regulamenta o processo eletrônico no âmbito do Supremo Tribunal Federal e dá outras providências. O PRESIDENTE DO

Leia mais

Sentença em 04/12/2012 - PC Nº 29491 Bel. José Góes Silva Filho PROCESSO Nº 294-91.2012.6.05.0096

Sentença em 04/12/2012 - PC Nº 29491 Bel. José Góes Silva Filho PROCESSO Nº 294-91.2012.6.05.0096 JOSÉ BENEDITO CUSTÓDIO PACHECO Sentença em 04/12/2012 - PC Nº 29491 Bel. José Góes Silva Filho PROCESSO Nº 294-91.2012.6.05.0096 Prestação de Contas de Campanha - Eleições 2012 Candidato(a): JOSÉ BENEDITO

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO

DIREITO ADMINISTRATIVO DIREITO ADMINISTRATIVO PEÇA PROFISSIONAL A administração pública local desencadeou procedimento licitatório, na modalidade de tomada de preços, tendo por objeto a construção de uma ponte de 28 metros.

Leia mais

25/7/2014 www.tse.jus.br/sadjudsadppush/recuperaarquivo.do?sqimagemdoc=3814416

25/7/2014 www.tse.jus.br/sadjudsadppush/recuperaarquivo.do?sqimagemdoc=3814416 "Vistos. Trata-se de representação oferecida pela PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL em face de PARTIDO DA REPÚBLICA - PR, FRANCISCO EVERARDO OLIVEIRA SILVA ("TIRIRICA" ), PPR - PROFISSIONAIS DE PUBLICIDADE

Leia mais

Termo de Conclusão Em Data da Última Movimentação Lançada<< Campo excluído do banco de dados >> SENTENÇA

Termo de Conclusão Em Data da Última Movimentação Lançada<< Campo excluído do banco de dados >> SENTENÇA fls. 1 Termo de Conclusão Em Data da Última Movimentação Lançada> faço estes autos conclusos à(o) MM. Juiz(a) de Direito. Eu,, Escrevente, Subsc. SENTENÇA Processo

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRA INSTÂNCIA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE RORAIMA-4ª VARA FEDERAL

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRA INSTÂNCIA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE RORAIMA-4ª VARA FEDERAL PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRA INSTÂNCIA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE RORAIMA-4ª VARA FEDERAL Juiza Titular Dir. Secret. : DRA. LUZIA FARIAS DA SILVA MENDONÇA : JOSÉ AUGUSTO OLIVEIRA DE

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal MEDIDA CAUTELAR NA RECLAMAÇÃO 17.446 RIO GRANDE DO NORTE RELATORA RECLTE.(S) ADV.(A/S) RECLDO.(A/S) ADV.(A/S) INTDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :MUNICÍPIO DE LUCRÉCIA :AMARO BANDEIRA DE ARAÚJO

Leia mais

Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios

Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios Órgão 1ª Turma Cível Processo N. Agravo de Instrumento 20130020241390AGI Agravante(s) GOLDEN CROSS ASSISTENCIA INTERNACIONAL

Leia mais

CALENDÁRIO DA PROPAGANDA PARTIDÁRIA PARA 2013 SEGUNDO O TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL TSE

CALENDÁRIO DA PROPAGANDA PARTIDÁRIA PARA 2013 SEGUNDO O TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL TSE CALENDÁRIO DA PROPAGANDA PARTIDÁRIA PARA 2013 SEGUNDO O TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL TSE Atualizado em 29.10.2012 DEM - DEMOCRATAS Rede nacional (10 min.): dias 06.06 e 12.12.2013. Geradoras: Empresa Brasil

Leia mais

Relator: JARBAS GOMES Órgão Julgador: 11ª CÂMARA DE DIREITO PÚBLICO

Relator: JARBAS GOMES Órgão Julgador: 11ª CÂMARA DE DIREITO PÚBLICO fls. 104 Relator: JARBAS GOMES Órgão Julgador: 11ª CÂMARA DE DIREITO PÚBLICO Vistos. Trata-se de agravo de instrumento interposto por GRACEDES DO CARMO BONIZIOLI, contra a r. decisão que, em sede de ação

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL Procuradoria Regional Eleitoral do Estado do Piauí

MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL Procuradoria Regional Eleitoral do Estado do Piauí Prestação de Contas nº 275-29.2012.6.18.0030 Classe 25 Procedência: Agricolândia/PI (30ª Zona Eleitoral São Pedro do Piauí/PI) Protocolo: 69.643/2012 Relator: Dr. Valter Alencar Rebelo Assunto: Prestação

Leia mais

Afastada a pertinência de conexão em audiência. O autor apresentou defesa quanto ao pedido contraposto e impugnação à contestação.

Afastada a pertinência de conexão em audiência. O autor apresentou defesa quanto ao pedido contraposto e impugnação à contestação. Vistos e Examinados estes Autos nº 0030100-02.2013.8.16.0182, que figuram como partes: AUTORA: SHIRLEY MACIEL SOARES ANDRADE RÉ: MAURINI DE SOUZA RÉU: WILSON HORSTMEYER BOGADO 1. RELATÓRIO Trata-se de

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: RE 28-94.2013.6.21.0041 PROCEDÊNCIA: SANTA MARIA RECORRENTE: MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL RECORRIDOS: SILVIO BONADEU-ME E SILVIO BONADEU -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: RP 1351-29.2014.6.21.0000 PROCEDÊNCIA: PORTO ALEGRE REPRESENTANTE: MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL REPRESENTADO: FACEBOOK SERVIÇOS ON LINE DO BRASIL LTDA JUIZ AUXILIAR: DES. FEDERAL OTÁVIO ROBERTO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 23.364 INSTRUÇÃO Nº 1161-56.2011.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL

RESOLUÇÃO Nº 23.364 INSTRUÇÃO Nº 1161-56.2011.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL RESOLUÇÃO Nº 23.364 INSTRUÇÃO Nº 1161-56.2011.6.00.0000 CLASSE 19 BRASÍLIA DISTRITO FEDERAL Relator: Ministro Arnaldo Versiani Interessado: Tribunal Superior Eleitoral Dispõe sobre pesquisas eleitorais

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL PROCESSO: PC 1523-68.2014.6.21.0000 PROCEDÊNCIA: PORTO ALEGRE INTERESSADO: KEVIN CHAVES KRIEGER, CARGO DEPUTADO ESTADUAL Nº 11011 -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

AÇÃO ORDINÁRIA (PROCEDIMENTO COMUM ORDINÁRIO) Nº 2008.72.01.003023-7/SC AUTOR : REAL PLASTIC LTDA/ ADVOGADO : ROBSON BELLI CAVALLI : ANDRESA AMORIM

AÇÃO ORDINÁRIA (PROCEDIMENTO COMUM ORDINÁRIO) Nº 2008.72.01.003023-7/SC AUTOR : REAL PLASTIC LTDA/ ADVOGADO : ROBSON BELLI CAVALLI : ANDRESA AMORIM AÇÃO ORDINÁRIA (PROCEDIMENTO COMUM ORDINÁRIO) Nº 2008.72.01.003023-7/SC AUTOR : REAL PLASTIC LTDA/ ADVOGADO : ROBSON BELLI CAVALLI : ANDRESA AMORIM RÉU : FORZA IND/ DE PLASTICOS LTDA/ ADVOGADO : SANDRO

Leia mais

PARECER Nº, DE 2013. RELATOR: Senador VALDIR RAUPP

PARECER Nº, DE 2013. RELATOR: Senador VALDIR RAUPP PARECER Nº, DE 2013 Da COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, sobre o Substitutivo da Câmara dos Deputados ao Projeto de Lei do Senado nº 441, de 2012 (nº 6.397, de 2013, na Câmara dos Deputados),

Leia mais

CONCLUSÃO Em 04/05/2015, faço conclusão destes autos a MM. Juíza de Direito, Dra. Fernanda Gomes Camacho. Eu,, Escrevente, subscrevi.

CONCLUSÃO Em 04/05/2015, faço conclusão destes autos a MM. Juíza de Direito, Dra. Fernanda Gomes Camacho. Eu,, Escrevente, subscrevi. fls. 1075 CONCLUSÃO Em 04/05/2015, faço conclusão destes autos a MM. Juíza de Direito, Dra. Fernanda Gomes Camacho. Eu,, Escrevente, subscrevi. SENTENÇA Processo nº: 1040391-49.2015.8.26.0100 Classe -

Leia mais

Processo nº 0117284-44.2015.4.02.5001 (2015.50.01.117284-7)

Processo nº 0117284-44.2015.4.02.5001 (2015.50.01.117284-7) Fls 263 Classe: ORDINÁRIA/OUTRAS Autor(es): SINDICATO DOS ARQUITETOS E URBANISTAS NO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Réu(s): CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESPÍRITO SANTO - CREA/ES DECISÃO Trata-se

Leia mais

Autor: ASSOCIAÇÃO DE OFICIAIS MILITARES ESTADUAIS DO RIO DE JANEIRO AME/RJ. Réu: CEDAE - COMPANHIA ESTADUAL DE ÁGUAS E ESGOTOS

Autor: ASSOCIAÇÃO DE OFICIAIS MILITARES ESTADUAIS DO RIO DE JANEIRO AME/RJ. Réu: CEDAE - COMPANHIA ESTADUAL DE ÁGUAS E ESGOTOS Processo nº 0312090-42.2012.8.19.0001 Autor: ASSOCIAÇÃO DE OFICIAIS MILITARES ESTADUAIS DO RIO DE JANEIRO AME/RJ Réu: CEDAE - COMPANHIA ESTADUAL DE ÁGUAS E ESGOTOS S E N T E N Ç A Trata-se de ação de obrigação

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL Decisão: / 2015 RCB_GAC 20ª Vara Federal Processo nº 54133-84.2015.4.01.3400 Classe: 1100 Ação Ordinária / Tributária Autor : Fauvel e Moraes Sociedade de Advogados Rés : União (Fazenda Nacional) Juiz

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ RELATOR DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO AMAZONAS. PROCESSO N. 220-95.2011.6.04.0000 - Classe 30 AUTOS:

Leia mais

Acompanhamento processual e Push

Acompanhamento processual e Push Acompanhamento processual e Push Pesquisa Login no Push Criar usuário Obs.: Este serviço é de caráter meramente informativo, não produzindo, portanto, efeito legal. PROCESSO : RESPE Nº 7420 Recurso Especial

Leia mais

EXMO. SR. JUIZ ELEITORAL DA 16ª ZE DE CAXIAS DO SUL RS

EXMO. SR. JUIZ ELEITORAL DA 16ª ZE DE CAXIAS DO SUL RS EXMO. SR. JUIZ ELEITORAL DA 16ª ZE DE CAXIAS DO SUL RS O ELEITORAL, pelo agente signatário, no exercício das funções ditas pelo artigo 127 da Constituição Federal e pelo artigo 78 da Lei Complementar nº

Leia mais

CAPÍTULO 1 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO 1 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N 23.190 INSTRUÇÃO N 127 - CLASSE 19 BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL. Relator: Ministro Arnaldo Versiani. Interessado: Tribunal Superior Eleitoral. Dispõe sobre pesquisas

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 22.143. INSTRUÇÃO Nº 100 - CLASSE 12ª - DISTRITO FEDERAL (Brasília).

RESOLUÇÃO Nº 22.143. INSTRUÇÃO Nº 100 - CLASSE 12ª - DISTRITO FEDERAL (Brasília). RESOLUÇÃO Nº 22.143 INSTRUÇÃO Nº 100 - CLASSE 12ª - DISTRITO FEDERAL (Brasília). Relator: Ministro Caputo Bastos. Dispõe sobre pesquisas eleitorais. O Tribunal Superior Eleitoral, usando das atribuições

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE 1ª INSTÂNCIA

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE 1ª INSTÂNCIA DECISÃO Nº : /2013 PCTT: 90.07.00.04 PROCESSO Nº: 12980-94.2013.4.01.3200 CLASSE : 1100 AÇÃO ORDINÁRIA/TRIBUTÁRIA AUTOR : ESTADO DO AMAZONAS RÉU : CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DO AMAZONAS CRF/AM

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE RONDÔNIA Porto Velho - Fórum Cível Av Lauro Sodré, 1728, São João Bosco, 76.803-686 e-mail:

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE RONDÔNIA Porto Velho - Fórum Cível Av Lauro Sodré, 1728, São João Bosco, 76.803-686 e-mail: Vara: 1ª Vara Cível Processo: 0023257-48.2012.8.22.0001 Classe: Procedimento Ordinário (Cível) Requerente: Renata Terezinha Souza de Moraes Paschoal Rodrigues Requerido: Banco Bradescard S.A; Makro Atacadista

Leia mais

CONSELHO DE RECUROS FISCAIS DO ESTADO DE RORAIMA RESOLUÇÃO Nº

CONSELHO DE RECUROS FISCAIS DO ESTADO DE RORAIMA RESOLUÇÃO Nº CONSELHO DE RECUROS FISCAIS DO ESTADO DE RORAIMA RESOLUÇÃO Nº 03/09 CÂMARA DE JULGAMENTO SESSÃO : 02ª EM 16/02/09 PROCESSO : Nº 22001.10229/07-10 RECUROS VOLUNTARIO EMENTA: ICMS APROVEITAMENTO INDEVIDO

Leia mais

Acompanhamento Processual e PUSH

Acompanhamento Processual e PUSH Acompanhamento Processual e PUSH Pesquisa Login no Push Criar Usuário Obs.: Este serviço é de caráter meramente informativo, não produzindo, portanto, efeito legal. PROCESSO: Nº 182527 - REPRESENTAÇÃO

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL I PROCESSO: RE 264-02.2012.6.21.0164 PROCEDÊNCIA: PELOTAS RECORRENTE(S): COLIGAÇÃO PELOTAS DE CARA NOVA, EDUARDO FIGUEIREDO CAVALHEIRO LEITE E PAULA SCHILD MASCARENHAS RECORRIDO(S): MINISTÉRIO PÚBLICO

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) RELATOR(A) DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO AMAZONAS

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) RELATOR(A) DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO AMAZONAS EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUIZ(A) RELATOR(A) DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO AMAZONAS PROCESSO Nº 1896-73.2014.6.04.0000 Classe42 Autos: Representação Requerente: COLIGAÇÃO MAJORITÁRIA RENOVAÇÃO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2015.0000379206 ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2015.0000379206 ACÓRDÃO fls. 143 Registro: 2015.0000379206 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2064455-18.2015.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é agravante VOLUNTÁRIOS DA PÁTRIA

Leia mais