SAO PAULO. Termo de abertura Anexo 01. Resposta ao Ofício CECC 001/14 2/ 05

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SAO PAULO. Termo de abertura Anexo 01. Resposta ao Ofício CECC 001/14 2/ 05"

Transcrição

1 CAIARA MUNICIPAL DE SAO PAULO COMISSÃO DE ESTUDOS P ARA AVALIAR OS CONTRATOS FIRMADOS PELO EXECUTIVO NO QUE TANGE AO CALL CENTER E "156" COM SEUS SERVIÇOS PELA EMPRESA CALL TECNOLOGIA E SERVIÇOS LTDA NO MUNICíPIO RPP 003/2014 Termo de abertura Anexo 01 Resposta ao Ofício CECC 001/14 Este é o anexo 01- Volume 10 do processo RPP n /2014 que se inicia a partir da folha na 036' 2/ 05 Marc o FigláNeves Secretário da CECC RP SGP-13 - Equipe da Secretaria das Comissões Extraordinárias e Temporárias Palácio Anchieta Viaduto Jacarei andar Sala 211 Bela Vista São Paulo SP CEP Tel (11)

2 (L5 lvana Fr cisco de Sant'anna SEC CAF/AAdm RF: N " RF aná 1ft ugoli 00 r 1 SITUAÇÃO DE CONTINGÊNCIA: Falha operacional Ausência de conexão entre roteador de origem e destino presen ou reincidência de erros nas interfaces dos dispositivos Folha PROCEDIMENTOS Anexo Fund Tratando-se de um elemento critico a verificação do mesmo é executada continuamente pela ferramenta Nagios Em caso de falha deve-se verificar a devida conexão tanto ria parte física (cabo serial de conexão ao modem e cabo de força) como parte lógica (configurações e regras programadas no mesmo) Para redundância destes equipamentos mantemos em nosso estoque equipamentos de igual capacidade bem como backups dos equipamentos p gizados atualmente em produção ' 27PRW>f Técnic RF PROCEDIMENTOS PARA RETORNO À NORMALIDADE OPERACIONAL Técnico de plantão deverá substituir o roteador defeituoso pelo de reserva com as configurações do último backup realizado o IDENTIFICAÇÃO DE UNIDADE DE SUPORTE NOME DE RESPONSÁVEIS E SUPLENTES AREA GESTORA DE SUPORTE COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA GERENCIA OPERACIONAL NOME DO1 RESPONSÁVEL /TELEFONES FÁBIO HENRIQUE DEI ALMEIRA E/OU FERNANDO LUIZ 1345 SILVEIRA DA CUNHA

3 t PROCESSO CRÍTICO: Switches JJ vo Ivana Fr isco de Sanlanna SEC 1 WCAFMAdm RF: N t) Ass TUIIF RFjairáik: 9700 Proc Folha n ProcArP0 1 rd texo Funcion *ir SITUAÇÃO DE CONTINGÊNCIA? Falha operacional Ausência de conexão das PAs com os servidores ou quaisquer outros elementos dentro da rede TecSor'' 2 69 PROCEDIMENTOS )Verificações de rotina de todos os switches que possam alertar qualquer anomalia nt alo principalmente por sinais de alerta nos mesmos deficiência na velocidade de qnsmissão dos dados na rede Esta verificação de rotina é realizada através da ferramenta Nagios de forma automática que sinaliza aos responsáveis pela monitoração eventuais falhas Constatada alguma falha o técnico de suporte efetua a verificação dos cabos de força destes dispositivos tomadas de alimentação e conectores à rede Manter switches em estoque para troca PROCEDIMENTOS PARA RETORNO À NORMALIDADE OPERACIONAL T4:5nico de plantão deverá substituir o switch defeituoso pelo de reserva IDENTIFICAÇÃO DE UNIDADE DE SUPORTE NOME DE RESPONSÁVEIS E SUPLENTES ÁREA GESTORA DE NOME DO SUPORTE RESPONSÁVEL TELEFONES COORDENAÇÃO DE FÁBIO HENRIQUE DE TECNOLOGIA ALMEIRA E/OU GERENCIA OPERACIONAL FERNANDO LUIZ 1345 SILVEIRA DA CUNHA %ter'

4 ""' ç 4" j À -4 ner lvana F isco de Sant'ana SEC WCAF/AAdm RF: r" 2""""*-1 F61han ProcR Asi o 4 F nr-ir)nz: lc ecnico I 0018'58 Técnico -4F PROCESSO CRITICO: Backbone SITUAÇÃO DE CONTINGÊNCIA: ha operacional Ausência de conectividade entre switch de borda e switch core PROCEDIMENTOS Deve-se realizar um teste de conectividade entre a rede afetada e o gateway da mesma Manter em estoque 100 conectores RJ-45 e 600 metros de cabos UTP para trocas e consertos Co) PROCEDIMENTOS PARA RETORNO À NORMALIDADE OPERACIONAL Caso constatado defeito no cabo de uplink (fibra) deve-se substituí-lo pelo cabo "par trançado" utilizado como contingência ; 1 IDENTIFICAÇÃO DE UNIDADE DE SUPORTE NOME DE RESPONSÁVEIS E SUPLENTES A REA GESTORA DE SUPORTE NOME RESPONSÁVEL DO TELEFONES 71

5 Y-N1 co de Santanna SECO CAFMAdm RF: COORDENAÇÃO DE FÁBIO HENRIQUE DE TECNOLOGIA ALMEIRA E/OU GERENCIA OPERACIONAL FERNANDO LUIZ 1345 SILVEIRA DA CUNHA Folha ArlexaJ uni itithrulo Técnico RF PARQUES DE HARDWARE PROCESSO CRÍTICO: Servidores SITUAÇÃO DE CONTINGÊNCIA: Falha operacional Ausência ou falha de comunicação das PAs com os servidores mau funcionamento de algum aplicativo PROCEDIMENTOS *Os servidores principais se encontram em cluster o que significa dizer que todas as rotinas contidas em um em caso de falha o outro assumiria sem maiores problemas D se tratar de um elemento crítico a ferramenta Nagios contempla monitoração es dispositivos e em caso de falha emite alarme às áreas responsáveis *Em caso de falha utilizar-se-á da verificação dos LOGS" para o norteamento e solução do incidente *Backup diário de arquivos considerados críticos e arquivos de usuário *Para os serviços que são contemplados por redundância online será realizado acionamento mensal dos sistemas de emergência para verificação do seu bom funcionamento PROCEDIMENTOS PARA RETORNO À NORMALIDADE OPERACIONAL Como todos servidores Críticos são dualizados ou possuem alguma regra de backup caso tenhamos algum problema o servidor de contingência será utilizado ou o backup será restaurado 72

6 045 LPHS!una Faijcisco de Sanranna SECO CAF/AAdm RF: Folha n Ass Tufo N O ~Illar~Irrzopg"ZGL Folha n PrXii Pn Anexof- FttçwÁanz;A Mikusr IDENTIFICAÇÃO DE UNIDADE DE SUPORTE NOME DE RESPONS VEIS E 0a( 4 I SUPLENTES Tz ÁREA GESTORA DE NOME DO SUPORTE RESPONSÁVEL TELEFONES COORDENAÇÃO DE FÁBIO HENRIQUE DE TECNOLOGIA ALMEIRA E/OU GERENCIA OPERACIONAL FERNANDO LUIZ 1345 SILVEIRA DA CUNHA do Proc cdtõoi si ridrago co A dn--:eríitiva RS PROCESSO CRITICO: Terminais de Operadores SITUAÇÃO DE CONTINGÊNCIA: Falha operacional Ausência ou falha de comunicação das PA's com os servidores mau funcionamento de algum aplicativo P - OCEDIMENTOS - er 10 máquinas em estoque para eventual substituição PROCEDIMENTOS PARA RETORNO À NORMALIDADE OPERACIONAL O técnico de suporte deverá: 73 ol Cc "mte

7 05 1 sys o r lvana F isco de Santianna SECOWCAF/AAdrn RF: Folha n rawne0 swi km st N Ass 2010 t) rt2 O Tuli r/ ao Proc Verificar o cabo e conector da estação de trabalho; Verificar as configurações de rede e testar a conexão com o servidor Em caso da não identificação do problema troca-se o terminal O terminal defeituoso é mandado imediatamente para a assistência técnica e substituído pelo equipamento reserva Folha (1(' " 001 Proc/i f r06-703/ 1 Anexo IDENTIFICAÇÃO DE UNIDADE DE SUPORTE NOME DE RESPONSÁVEIS - E SUPLENTES ÁREA GESTORA DE NOME DO T SUPORTE RESPONSÁVEL TELEFONES nico Aettlif: RF COORDENAÇÃO DE FÁBIO HENRIQUE DE CNOLOGIA ALMEIDA PROCESSO CRÍTICO: Head Set MAÇÃO DE CONTINGÊNCIA: kja operacional Ausência ou falha de comunicação das PAs ou supervisores com a central telefônica PROCEDIMENTOS Manter 30 head sets em estoque para eventual substituição 3""~"1!~C= 11PM~Árkr:17 -- _ 74 44RIV*3)

8 06 lvana F isco de Santanna SECOM/CAF/AAdm RF: otíta n N* 2010 O Ass PROCEDIMENTOS PARA RETORNO À NORMALIDADE OPERACIONAL Técnico de suporte deverá trocar o head set por um d O head set defeituoso deverá ser substituído por um novo para não desfalcar 1 2 o 7 9 Tuli RF -: z - Folha n ProcCLE AnexoL lesem a resexar Técs 1 falleg*p1 rani OW:842 lo Fidalgo Nevec 'coadmináírativo RF IDENTIFICAÇÃO DE UNIDADE DE SUPORTE NOME DE RESPONSÁVEIS E UPLENTES EA GESTORA DE NOME DO SUPORTE RESPONSÁVEL TELEFONES COORDENAÇÃO TECNOLOGIA DE FÁBIO HENRIQUE DE ALMEIDA o 6 - SISTEMA DE ENERGIA PROCESSO CRITICO: Energia Primária (concessionária) SITUAÇÃO DE CONTINGÊNCIA: Falta de Energia PROCEDIMENTOS O supervisor de plantão verifica inicialmente se o Gerador entrou em operação mantendo o prédio em funcionamento e comunica ao Coordenador de Manutenção Verificar se há tensão no conjunto de medição localizado no poste sob o transformador com a utilização de um multímetro na posição AC 700V Caso o sistema esteja energizado o problema se encontra nas áreas internas do prédio I

9 Folha n do Proc ivana Flancisco de Sanearam SECOM/CAF/AAdm RF: N Para identificar se o problema é na concessionária de energia verificar se h energia nos prédios vizinhos Verificar visualmente se as chaves-fusíveis de alta tensão localizadas acima do transformador estão abertas Folha 4 roc Anexe F Unek Ass tugi ugoli R b le MieU si!afala OQ48 42 PPAer014Y PROCEDIMENTOS PARA RETORNO À NORMALIDADE OPERACIONAL :co RF' Caso haja falta de energia na área ou chave fusível aberta deve-se fazer contato na AES ELETROPAULO informando do problema Ligar na AES ELETROPAULO so o problema seja interno chamar o Coordenador de Manutenção para os consertos ssários Os responsáveis da área devem ser formalmente comunicados de quaisquer ocorrências IDENTIFICAÇÃO DE UNIDADE DE SUPORTE NOME DE RESPONSÁVEIS E SUPLENTES ÁREA GESTORA DE I NOME DO SUPORTE RESPONSÁVEL TELEFONES COORDENA9A0 DE FELIPE GONÇALVES MANUTENÇAO E/OU FERNANDO LUIZ GERENCIA OPERACIONAL SILVEIRA DA CUNHA E/OU GERENCIA DE 1345 OPERAÇÕES o PROCESSO CRITICO: Stemac Grupo Gerador SITUAÇÃO DE CONTINGÊNCIA: Falha operacional PROCEDIMENTOS Acionar a Coordenação de Manutenção da Call para verificar se o equipamento se

10 Folha n do Proc lvana Fr asco de Sanranna SECI CAF/AAdm RE: N' Ass RF:;1- Tul encontra na posição "automático" No painel de comando do equipamento deve-se colocar o gerador no modo "manual" e acionar o botão de partida do gerador No painel abrir a chave correspondente à concessionária e fechar a chave correspondente ao gerador Verificar qual mensagem aparece no painel digital para identificar qual é o problema e COMO proceder Ligar na STEMAC Deve ser realizada limpeza externa mensal do equipamento Deve ser realizada manutenção semestral ou limitada a 250 horas de funcionamento por empresa especializada FolNa n'' PsocA r PROCEDIMENTOS PARA RETORNO À NORMALIDADE OPERACIONAL 1:::)o não haja uma solução pelos técnicos da empresa o responsável deve chamar a empresa de manutenção do equipamento solicitando providências e acompanhando a normalização do processo Os responsáveis da área devem ser formalmente comunicados de quaisquer ocorrências Estoque mínimo: Deve haver uma reserva mínima de 100L de diesel no tanque do equipamento IDENTIFICAÇÃO DE UNIDADE DE SUPORTE NOME DE RESPONSÁVEIS E SUPLENTES ÁREA GESTORA DE NOME DO I SUPORTE RESPONSÁVEL TELEFONES COORDENAÇÃO DE FELIPE GONÇALVES MANUTENÇAO E/OU FERNANDO LUIZ UNCIA OPERACIONAL SILVEIRA DA CUNHA E/OU GERENCIA DE 1345 OPERACÕES [PROCESSO CRITICO: No-Break SITUAÇÃO DE CONTINGÊNCIA: Falha operacional 77 47"!:rt--r- igeireehemi -

11 Folha n do Proc PROCEDIMENTOS Ivana cisco de Santianna SECOWCAFMAdm RF: N 2010 O Q 1 Ass Tulio RF TJZZ417 Folha rroc11er Anexo -P rtr Verificar qual mensa gem aparece no painel di gital identificando o OMS ma Girar a chave seletora do quadro do no-break para a posição uby-pass" para mantera área de produção funcionanad Ligar na goll eute uca r: elo Fleb! ;- N-'vw! ; 90 gr' I PROCEDIMENTOS PARA RETORNO À NORMALIDADE OPERACIONAL Caso não haja uma solução pelos técnicos da empresa o responsável deve chamar a empresa de manutenção do equipamento solicitando providências e acompanhando a normalização do processo Os responsáveis da área devem ser formalmente comunicados de quaisquer ocorrências II"ITIFICAÇÃO DE UNIDADE DE SUPORTE NOME DE RESPONSÁVEIS E _ENTES AREA GESTORA DE NOME DO SUPORTE COORDENAÇÃO DE MANUTENÇAO GERENCIA OPERACIONAL RESPONSÁVEL FELIPE GONÇALVES E/OU FERNANDO LUIZ SILVEIRA DA CUNHA E/OU GERENCIA DE OPERACÕES TELEFONES

12 I i 1 _ ii SWAtftivPr JOç ivana Fra isco de Sanlanna SECOWCAF/AAdm RF: N' 2010 R Tulio - - I Ass 700 Foi ria n :00184 "NN1/4 do Proc 7- TRANSPORTE E LOGISTICA DE MOVIMENTAÇÃO DE PESSOAL Proc firfpl 0=M1 Anexo1-1 PROCESSO CRÍTICO: Greve de Transporte Coletivo aa4j riy_wzz récni ) Ad?dr; : SITUAÇÃO DE CONTINGÊNCIA: Dificuldade de movimentação de pessoal devido à greve de transporte coletivo 1 PROCEDIMENTOS 1 i Orientação formal a todos os funcionários sobre os procedimentos a serem adotados caso de greve de transporte coletivo 4sw Call Tecnologia manterá ativa a presta ção de serviço de transporte alternativo que disponibilizará ônibus e Vans para transportar durante o período em que ocorrer a greve de ônibus os funcionários identificados pela Call como indispensáveis à execução dos trabalhos dos diversos clientes da Empresa Os funcionários serão identificados em uma lista contendo nome telefone e local onde deverá se dirigir para pegar o transporte alternativo A empresa prestadora do serviço de transporte fará o percurso previamente acordado com a Call Tecnologia a fim de transportar o maior número de funcionários possível no menor tempo O Departamento Financeiro supervisionará todo processo crítico mantendo todas as áreas e clientes informados PROCEDIMENTOS PARA RETORNO À NORMALIDADE OPERACIONAL nepartamento Financeiro comunicará aos gerentes das áreas que por sua vez Mesponsabiliza rã o por repassar a informa ção aos demais funcionários o retorno da normalidade do transporte coletivo IDENTIFICAÇÃO DE UNIDADE DE SUPORTE NOME DE RESPONSÁVEIS E SUPLENTES ÁREA GESTORA DE SUPORTE DIREÇÃO ADM / FINANCEIRA GERENCIAL OPERACIONAL DEPARTAMENTO ' FINANCEIRO NOME DO RESPONSÁVEL TELEFONES FELIPE GONÇALVES E/OU KARINA NEGRÃO E/OU FERNANDO LUIZ SILVEIRA DA CUNHA

13 Folha n do Proc t' lvana e Sant SECO CAF/AAdm RF: 5: Ass 2010 ti Tulio 9011 RF Fo;hF proc fi -rpp4 tal-melo Técnico: li269 PROCESSO CRÍTICO: Greve de Funcionários o SITUAÇÃO DE CONTINGÊNCIA: Dificuldade de acesso de funcionários em nção de movimento grevista PROCEDIMENTOS Historicamente é sabido que em caso de paralisação pelo motivo de greve de funcionários não há adesão de 100% do contingente sendo assim a Call Tecnologia atuará de forma tempestiva acionando os órgãos de segurança competentes para o restabelecimento da ordem permitindo o acesso ao local de trabalho dos profissionais que optaram por não aderir ao movimento da categoria Ademais caso as ações propostas anteriormente não surtam efeito imediato a Call providenciará a remoção de um maior número possível de colaboradores para o site alternativo Este site será um local indicado pela Call e acordado com os clientes Para as ligações direcionadas será disponibilizada via URA uma mensagem gravada solicitando aos clientes que mantenham contato posteriormente Paralelamente serão adotadas pela Call ações de negociação para o retorno ao trabalho de forma a não judicar o atendimento ao cliente ra aquelas operações que não poderão interromper o atendimento e deixar mensagem através da URA as ligações serão transferidas para outro site no qual o atendimento será prestado PROCEDIMENTOS PARA RETORNO À NORMALIDADE OPERACIONAL O Departamento Financeiro comunicará aos gerentes das áreas que por sua vez se responsabilizarão por repassar a informação aos demais funcionários o retomo da normalidade do transporte coletivo IDENTIFICAÇÃO DE UNIDADE DE SUPORTE NOME DE RESPONSÁVEIS E SUPLENTES 80

14 gs 1)2 =P - Folha n' Ivan 4111Sanranna T9b álks N * 2010 sco e Tul' SEC WCAF/AAdrn Ass RF RF: ÁREA GESTORA DE SUPORTE DIREÇÃO ADM / FINANCEIRA GERENCIAL OPERACIONAL DEPARTAMENTO FINANCEIRO NOME DO RESPONSÁVEL TELEFONES FELIPE GONÇALVES E/OU KARINA NEGRÃO E/OU FERNANDO LUIZ SILVEIRA DA CUNHA I P t; ne' ricic Le aribliffp1197r -Zredg écnko di't; ;4:zaf ivo RF 1120 PARALISAÇÃO EM SISTEMAS E APLICATIVOS DE SOFTWARE Sujeito às rotinas dos Departamentos de Informática dos Clientes PROCESSO CRÍTICO: Aplicativo do Terminal de Auto Atendimento SITUAÇÃO DE CONTINGÊNCIA: Falha operacional Ausência de conectividade com o servidor de aplicação PROCEDIMENTOS Acionar a equipe de TI da Call Servidor de Aplicação: Para verificação do servidor de aplicação quanto à disponibilidade do servidor web acesso e possíveis falhas de hardware que eventualmente possam indisponibilizar o servidor web idor de Banco de Dados: in verificação do servidor de banco de dados quanto à disponibilidade acesso erros no sistema de gerenciamento de banco de dados e possíveis falhas de hardware que possam impactar diretamente na atividade do SGBD I 1 PROCEDIMENTOS PARA RETORNO À NORMALIDADE OPERACIONAL O técnico responsável deverá: *Verificar se os servidores estão disponíveis e acessíveis; Verificar e armazenar os logs do servidor de aplicação e do sistema de gerenciamento de banco de dados 81

15 ax5 ' Folha n do Proc ntact Center Contact Center Nana sco de Sant'anna SEC o WCAF/AAdm RF: N Ass *Informar às gerencias de suporte técnico e operacional Supervisores e Coordenadores da Central de Call Center a extensão da não conformidade e previsão de normalização; *Registrar ocorrência no sistema de registro de acordo com o manual de contingência para a aplicação em questão; *Reativar sistema de acordo com rotinas de manutenção RF v4 1 ; fiel? ii41 we ner!áits- reel0fp kilir0 A rtg 4011 IDENTIFICAÇÃO DE UNIDADE DE SUPORTE NOME DE RESPONSÁVEIS E SUPLENTES AREA GESTORA DE SUPORTE NOME DO RESPONSÁVEL TELEFONES CLEITON JORGE DE OLIVEIRA DA SILVA GERENCIA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS ) O PROCESSO CRÍTICO: Aplicativo de Guia de Serviço SITUAÇÃO DE CONTINGÊNCIA: Falha operacional Ausência de conectividade com o servidor de aplicação PROCEDIMENTOS Acionar a equipe de TI da Call Servidor de Aplicação: Para verificação do servidor de aplicação quanto à disponibilidade do servidor web acesso e possíveis falhas de hardware que eventualmente possam indisponibilizar o servidor web Ovidor de Banco de Dados: Para verificação do servidor de banco de dados quanto à disponibilidade acesso erros no sistema de gerenciamento de banco de dados e possíveis falhas de hardware que possam impactar diretamente na atividade do SGBD PROCEDIMENTOS PARA RETORNO À NORMALIDADE OPERACIONAL O técnico responsável deverá: *Verificar se os servidores estão disponíveis e acessíveis; *Verificar e armazenar os logs do servidor de aplicação e do sistema de gerenciamento de banco de dados 82

16 ntact Center ((A J4-33 lvana h isco de Sant'anna SECtIWCAF/AAdm RF: Contact Center *Informar às gerencias de suporte técnico e operacional Supervisores e uoordenaaores aa Central de Call Center a extensão da não conformidade e previsão de normalização; *Registrar ocorrência no sistema de registro de acordo com o manual de contingência para a aplicação em questão; *Reativar sistema de acordo com rotinas de manutenção 144 ro P;( ft PP t An tutelo --- IDENTIFICAÇÃO DE UNIDADE DE SUPORTE NOME DE RESPONSÁVEIS E SUPLENTES RF 11 AREA GESTORA DE SUPORTE NOME DO RESPONSÁVEL TELEFONES GERENCIA DE CLEITON JORGE DE DESENVOLVIMENTO DE OLIVEIRA DA SILVA SISTEMAS o 83

17 (15 mer ntact Center Contact Center (varia F isco de Sant'anna SE OWCAFMAdm RR PROCESSO CRITICO: Aplicativo de TV digital Anoxo F uncior '- SITUAÇÃO DE CONTINGÊNCIA: Falha operacional Ausência de conectividade com o servidor de aplicação PROCEDIMENTOS Acionar a equipe de TI da Call Servidor de Aplicação: Para verificação do servidor de aplicação quanto à disponibilidade do servidor web acesso e siveis falhas de hardware que eventualmente possam indisponibilizar o servidor web Servidor de Banco de Dados: Para verificação do servidor de banco de dados quanto à disponibilidade acesso erros no sistema de gerenciamento de banco de dados e possíveis falhas de hardware que possam impactar diretamente na atividade do SGBD PROCEDIMENTOS PARA RETORNO À NORMALIDADE OPERACIONAL O técnico responsável devera: Oificar se os servidores estão disponíveis e acessíveis; 'Verificar e armazenar os logs do servidor de aplicação e do sistema de gerenciamento de banco de dados *Informar às gerencias de suporte técnico e operacional Supervisores e Coordenadores da Central de Call Center a extensão da não conformidade e previsão de normalização; *Registrar ocorrência no sistema de registro de acordo com o manual de contingência para a aplicação em questão; *Reativar sistema de acordo com rotinas de manutenção IDENTIFICAÇÃO DE UNIDADE DE SUPORTE NOME DE RESPONSÁVEIS E SUPLENTES - ÁREA GESTORA DE SUPORTE GERENC IA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS NOME DO RESPONSÁVEL CLEITON JORGE DE OLIVEIRA DA SILVA TELEFONES 84 lemrax: C/ 3035-b000

18 Can Contact Center ivana1racisco de Sant'anna SEC M/CAF/AAdm RF: Brasília-DF 17 de maio de 2011 Folhzt r; cfg'1-8 À PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PAULO SECRETÁRIA EXECUTIVA DE COMUNICAÇÃO limo Sr Roger Pelizzari F Maret13 FiTt Técnico Acá:r :;tr:-zco) RF ;120 Ref: Envio das planilhas que expressam a composição dos custos unitários Prezado Senhor A CALL TECNOLOGIA E SERVIÇOS LTDA vem através deste encaminhar o orçamento detalhado em planilha que expressam a composição de todos os custos unitários referente ao Pregão Presencial N 002/SECOM/2011 conforme solicitado no item 301 do edital da licitação Em anexo seguem as planilhas para os itens o 1 - Hora de Posição de Atendimento logada - Nível I; 2 - Hora de Posição de Atendimento Jogada - Nível II; 3 - Hora de Posição de Atendimento Jogada- Nível III; 4 - Portas de URA simultâneas com tecnologia ASR e TTS; 5 - Disparos Eletrônico de Mensagens - Telefônicas; 6 - Disparos Eletrônico de Mensagens - SMS; 7 - Horas de Serviço de Suporte Tecnológico à Operação; 8 - Central de Libras (Valor por PA) Colocamo-nos a disposição para demais informações que se fizerem necessárias Atenciosamente - _ BRASÍLIA-DF SIBS Cld 01 Conj B Lote 14 N Bandeirante - CEP o2 Telefax: (61) SÃO PAULO-SP Rua 25 de Janeiro 303 Bairro Luz - CEP oco Telefax:(r1)

19 'Rst\ Contact Center rlz 5 ar:anna SECOM/CAF/AAdm RF: ANEXO Folha r;rocr - cnico Marcelo PI réenic0 it173111:strctivo RF 112 o BRASiLIA-DF SIBS Cd Dl Conj B Lotem N Bandeirante - CEP 7t736-1o2 'Telefax: (61) SÃO PAULO -SP Rua 25 de Janeiro 303 Bairro Luz - CEP Telefax: (11) 3315'3333

20 o Caii Contact Center 503 lvana Fr cisco de Sant'ana SECOWCAF/AAdrn RF: PLANILHA 1 - HORA DE POSIÇÃO DE ATENDIMENTO LOGADA NÍVEL I sr " A' -:: 'et _ 'TEMI := - : - ' 1339TPI4 REMUNERAÇÃO " "' - -- áté6'- : tsaid_re9:116 " I-- :>-- 4!Y e Nttor- âi'èíkalv " 1 OPERADOR GENERAUSTA NIVEL 9 UM R$ R$ UPERV1SOR UN 9460 RS R$ 1410:Q03 3 COORDENADOR UN 1003 RS accoso RI MONITOR UM 3203 R$ 125E00 R$ 400*00 5 COORDENADOR CE ~MACE UM 684 RS 30*00 R$ ) 8 COORDENADOR DE TRENAMENTO UM 684 RI 10:4210 RS ANNUSTA DE TREINAMENTO UM 380 R$ 20*80 R$ GERENTE DE PLANEJAMENTO UM 684 RS 60:080 RS 40*00 9 ANAUSTA CE TRAFEGO UN 587 R$ 250E03 R$ GERENIE DE RETAGUARDA UN 335 RE RS GERENTE CONTRATO UM 0e4 RS 60*03 R$ MEN R$ ENCARGOS": SOCIAIS ETRABALHISTAS~~" ffl'i' GRUPO k Encamo 6amusideo4w445s7?137-2k~im-~to4r4>;~s~4~A ;; 44d stera~"ẋliv10i(rs)2 Al INSS 1000% RI A2 3E01 OU SESC 150% RI 2097E75 A3 8~1 OU SENAC 100% RI INCRA 020% RS SEBRAE 0130% R$ N3 Salário Educas/10 250% R$ A7 Segue Aeiderte de %belho % RI AB FGTS 6007 RS TOTAL GRUPO A 35110% R$ GRUPO 11:: Emerso Social a Talbelblelaa~11~PV^V~iF~5~~iià' ''' ''' V BI FM= 1111% RE 15E32E38 82 ~Mo Doença 021% R$ (Mane Maternidade 037% R$ 6172 ' 84 licença Paternidade 012% RI Feita Legai 320% RS Be Acidente 4 Trebelho 176% RI BT MN ~is 'Batalhado 045% Ir Selado 833% R$ TOTAL GRUPO B "MI% R$ GRUPO C = Encargos ~Ude e Traballil45a5$957MMOM~MteM WNW (RO5274 Cl Mimo Prado Indenizado 103% RI C2 0% % R$ 251E49 C3 Inclainção 70 Racistas sem Mia cama 41:04 R$ TOTAL GRUPO C Eli% R GRUPODi ates%delemtabdhlia % T Via' (4) W D1 IN:kande dosenwigoe do GispomIC 411 o moponr 940% RI 13141E70 TOTAL GRUPO 13 kw% RI 13141E76 GRUPO emss~ F ;E8-7"~2"Ortsna~0kgexalaY--x0N ' '$ MSOMIGr (RtMii El paddénela doe Encargos do Wupo A mbar o hem CI do grupo C Q371$ RS 5144F2 TOTAL GRUPO E 037% RI TOTAL DOS ENCARGOS SOCIAIS 7730% R$ $4119 INSUMOS DE MÃO DEOBRA '"" - :Wr:~ T01WW IV 9 INSUM05 DEMAO 06043RA14Tc!~~11C14W1-N1 Unidade/DM '-'ER CITDEMA Valor LINNTIo1~4T )L A Vele %rapa% E58 R$ 1123 RS 53E79397 B Vele Almertego H C0 RS C Vã Mrneliação H ze RS E84 D ' " ANkke - 40% RS 3403 let 60W740 E Odatoltaide E93 RE $ F enato da Vela i gffl R$ 145 RI I PPRA - PCSMO - SESMT 11111~10114f RI 1200 F TOTAL DE $ MAO DE OBRA I1NCIDE/4MA SOBRE R6$IUNERAÇA0 INSUMOS) RS OBS: (1) O beseselo Vale hanwort* me* o desconto 40 6% eonmrtn Lel O INIBIS RE " ':' 'g " ' SERVK É 5 ' W P - V 51 wa' em T 44: : 1 ' ;' T T a %É; '' Valo r ( RN g47 Reserva Técc 180% E *Mt 1 r ~ '' EQUIPAMENTOSr - oi ' ' ' - ::: VI M RE QU- I M% 1~ :o% aka : 1! % -A - V ( Re y ~ P: orpepgá _ - DescRiçW ' P r NVRIO' ' 1 SR3T9R4 ~ u UtiPAD l N èteolk (Rít ÁgiViiitIM# A Ingalapaes %kr d 55E00 'RE RS 3414eekag Ti WARM salipernentas infeidueie g) RS R$ C Tecnologia equipmnertes (depnatinão mandetrão) Va 5513C0 RI RS 508W8W I) ~MIN g R$ R$ CO E MermteroN %dal RS RI 12E34080 F knpiribole matomluçio supores Técnico J R$ R G) TOTAL DE EQUIPAMENTOS Ne /Mo *MIO mese RS ei w~do_do: - ' o rceb _ymao aq ravmculapa a execu q orizranoaam2~ -ft nirktg;e:-5~~in i-zip--:: -r~ - W~Rr - Wà Puí- II REMUNERAÇÂO C RUI3913C5QCO ; III ENCARGOS SOCIAIS 85I IV INSUMOS DE MAO DE OBRA R$ C0 V RESERVA TECNICA RS VI EOUPAMENTOS R3 10*46200 TOTAL DE MAO DE OBRA DEMAIS COMPONENTES s'''' "'" - : ' AUX DmeelCNelmeNNE: 4T4 4~Tg~r - ::: 1 - % i4ki AatiV614 (RPM A Dememe Opesselomid Admiriarethas ECO% RS B Lato 300% RI Tom) doe Gemei Compeoole 100% Ms'WCA : - ' '1í '' ' '' 1TRIBirros=e;WW~t -Y''''' - IX4 Immo PeaL:24k1~ - _ T 1 5V% :icrk4wa-14i 3 1 PIS 005% % E08 3 ELS 500% UNI doe Ninam EY% Ri *glit~024'QUADRO RESUMO DO VALOR MENSAL R DOS SE Ig0S~Ze~ Valormenal MUI a mknne A r mlodobamnadaimageotnve1~: - 1~461-'14 Valocunkádo (RI) VII Mie de Otre NInettade execom do eaniçon VIII Demi Comporarlee IX ~doo R$ Velo Meneai do SomMoo Velog de Nom T40119 I RS ecnico 1 iy) / Precílte84704fi AnP3X0 Marcelo Ffdfr Técnico _4 uiva BVSVA-DF SISS Ofd Conj 0 Lote 14 N Bandeirante - CEP 71736'1o2 Telefax: (61) SÃO PAULO-SP Rua 25 de Janeiro 303 Bairro Lür7- CEP Telefax: (6)

21 Contact Center 0/5 beba Isco de Sant'ana SECO M/ CA i'll Adrn RF: o PLANILHA 2- HORA DE POSIÇÃO DE ATENDIMENTO LOGADA NÍVEL II W R$ RI 36%00 RI c0 RI C0 RI RI RI R$ R$ C000 RI Rompo RS RS f3ii4 ENCARGOS soctiorina8alhsta~~~ GRUPO A Emargo 8ld5I5B4l4 A1 INSS 12 SESI OU SESC 13 SENAI OU SENAC A4 A5 A8 A7 rças- INCRA SEBRAE ~Ido Edonogo Segue Acidenta do Trai:olho SATMAT - 06r A8 FGTS TOTAL GRUPO A UPO 0- ~mos Social( a Trobalh11016M4 C*60 El Féria 82 ~No Doença 83 Licença Maboridd 84 Liam* ~Mo* 55 Folta Lagaio 88 Ackárft d 7MtWho B7 Aliso PM Tabalhado 88 Ir SaMrio TOTAL GRUPO GRUPO ~mos Sedais T A405 Prédo Indenizado ITEM 2 ' REMUNERAÇÃO* II RS rake TDE 1 OPERADOR ESPECIALISTA (NIVEL II) UN SUPERVISOR UN 503 RI 3 COORDENADOR UN 100 RI 4 MORIM* UN ZOO RI 5 COORDENADOR DE QUALIDADE UN 004 RS 8 COORDENADOR DE TREINAMENTO UN 00/ RI 7 ANALISTA DE TRENAMENTO UN 100 RS O GERENTE DE PLANEJAMENTO UN 004 R$ 9 ANAUSTA DE TRAFEGO UN 031 R$ 10 GERENTE DE RETAGUARDA UN 018 RS 11 GERENTE CONTRATO UN 004 R$ Total Remunara gio sioya Indánimpão Ackimml 03 Indardmego roo mole som mt ama TOTAL GRUPO C GRUPO 0 Encargo Soolah TwabalhidaM -VI9 999CCÁ D1 Incidindo dosnomgos do Grupo 1" sotas o gmpo TOTAL GRUPO GRUPO El haddinda dos Encargos do Gomo %C sobro o hem Cl do grupo C TOTAL GRUPOS TOTAL COS ENCARGOS SOCIAIS Wft~4~"wrINSUMOS DE MÃO DE OBRA Unidade/01as 7144GT Ndi INS UNOS DE MÃO DE OBRA" 9i 9' A VIM Trompa% O Valo Allmentaçfo - 100H c Vala Aimentaçâo H O Ambténolo Rédea - 40% E Amisténel Odontolca -00% Sopro da Vida PPRA- P 0-SES T TOTAL DE DE MAO DE OBRA (INCIDENCIA SOBRE REMUNERAÇÃO INSUMOS) xaz S-%TITíMPIT7P 714 Valor (R$)gmo 26013% RI % RI % RS % RI % RS % RI % RI % RI % RI "M'071) 1111% Ri % RI % RI % R$ % RS % RI % RS % RI % RI Vaiar (R811)65 100% RI % R$ % RS % RI ":600%71ru VMM (R8) % R$ % RI A470 33AVÇR$ ) % Ri % RI % R$ Valor Doai doadr 4 Valor (M)A Ri 1123 R$ RI 41) RI R$ 803 RI RI 3603 RS RI 814 RI ns :09 97 RI 145 RI 1200 R$ F (sin a n Q s proc RpRo6:125I- 41f F TZ:jrije0 RP' )6104 Técnica Regem Técnica W- VI EQUIPAMENTOS A Instalaçbm %Immo 3000 C MobIllárb quipansanto IndlNduam Teonolo4a maiparnento (deproclagio manutengo) Medd E Manutenção Pmdlal 3300 F Implantação cuatonsização mmort Tknico 3003 OTAL DE EQUIPAMENTOS ga da o entio mme REMUNERAÇA0 III ENCARGOS SOCIAIS IV INSUMOS DE MÃO DE OBRA V RESERVA TÉCNICA VI EQUIPAMENTOS OTAL DE MÃO DE OBRA VI114 Domada Comprem/nu A Desposas Oçormionalef Administrava B Lama Demola Componentes á lucro Real PIS 2 ICQFOIE TRIBUTOW: RI 10& R$ TEVSIOO(RI)7*4 600% RS % RI % o in14:4;i9 685% 303% 500% van(ftn RI RI otel doa trlbubs 1166% QUADRO RESUMO DO VALOR MENSAL DOS SERVIÇOSáft~~ x Valor manai lolal mmmnmd mio do Mera elremlada A o/mango 600tralual --N;ensstz1 Valor 661%1101RM VII Mão da Ode (Vodu% mmta ção ankos) VIII Comporontm DI Tributos Valor Manual do!noviço Valor da Hora 74on EQUIPAMENTOS UNIDADE PaYyngyjaCI8iaCXeCU00 DEMAIS COMPONENTES QTDE DE; trawat % e:um-mimo ( RS % $ x1 Valor IR» R$ Valor (R)148 SUBTOTPla lã8yekj RI % R$ RI RI Valor RS RI R$ R$ 3142 BRASÍLIA-01_ SIBS Conj B Lote 4 N Bandeirante - CEP 71736'102 Telefax: (61) SÃO PAULO-SP Rua 25 de Janeiro 303 Bairro Luz - CEP Telefax: (6)

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 - BNDES ANEXO II MODELO DE PROPOSTA - RETIFICADO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 BNDES LICITANTE: CNPJ:

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 - BNDES ANEXO II MODELO DE PROPOSTA - RETIFICADO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 BNDES LICITANTE: CNPJ: PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 - BNDES ANEXO II MODELO DE PROPOSTA - RETIFICADO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 BNDES LICITANTE: CNPJ: ENDEREÇO: TELEFONE: ( ) FAX: ( ) E-MAIL: REPRESENTANTE LEGAL: NACIONALIDADE:

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A.- CERON PROGRAMA LUZ PARA TODOS. Anexo I - Planilha Orçamentária - Composição de Custos -DOC/DOCA

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A.- CERON PROGRAMA LUZ PARA TODOS. Anexo I - Planilha Orçamentária - Composição de Custos -DOC/DOCA CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A.- CERON PROGRAMA LUZ PARA TODOS Anexo I - Planilha Orçamentária - Composição de Custos -DOC/DOCA Objeto: Referência: PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS TÉCNICOS E ADMINISTRATIVOS

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS PARA EQUIPAMENTOS DE ACELERADORES WAN

APRESENTAÇÃO DE SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS PARA EQUIPAMENTOS DE ACELERADORES WAN APRESENTAÇÃO DE SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS PARA EQUIPAMENTOS DE ACELERADORES WAN Prezados Senhores, A Control Teleinformática Ltda. é uma empresa Grupo Mahvla, nacional, que foi criada para atender

Leia mais

2.3. Endereço: Avenida Presidente Vargas, 1012, Rio de Janeiro - RJ. 2.7. Responsáveis: Jorge Luís da Silveira; Maria Teresa Outeiro de Azevedo Lima

2.3. Endereço: Avenida Presidente Vargas, 1012, Rio de Janeiro - RJ. 2.7. Responsáveis: Jorge Luís da Silveira; Maria Teresa Outeiro de Azevedo Lima ATA DE REGISTRO DE PREÇOS nº 10/2013 CGTI/DPF A UNIÃO FEDERAL, através da COORDENAÇÃO GERAL DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DO /MJ, localizada no SPO (Setor Policial), Lote 07, Edifício 23, CEP: 70.610-902,

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 22/2013. Processo Administrativo n. 23069.079918/2012-34 PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 22/2013. Processo Administrativo n. 23069.079918/2012-34 PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 22/2013 Processo Administrativo n. 23069.079918/2012-34 PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS Planilha de Custo e Formação de Preços (Em conformidade à Portaria nº 7, de 09/03/2011

Leia mais

QUADRO RESUMO - SERVIÇOS CONTÍNUOS VALOR DO KM RODADO POR VEÍCULO EXECUTIVO 5 1.300 7,33 47.645,00 571.740,00

QUADRO RESUMO - SERVIÇOS CONTÍNUOS VALOR DO KM RODADO POR VEÍCULO EXECUTIVO 5 1.300 7,33 47.645,00 571.740,00 Q AU SECRETARIA A DE AVIAÇÃO CIVIL PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA - ANAC Ref.: D PREGÃO ELETRÔNICO N.º 07/2013 Processo R Nº 00055.002521/2013-99 Abertura: O 09/10/2013 às 09:00 h R PROPOSTA COMERCIAL E Prezados

Leia mais

www.linceseg.com.br / Iinceseg@Iinceseg.com.br

www.linceseg.com.br / Iinceseg@Iinceseg.com.br PROPOSTA DE PREÇOS MINISTEFLIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE ECUAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CAMPUS ARAQUARI PREGA() ELETRÓNICO N 005/205 DATA DA ABERTURA: 28/09205 HORA: 09:005

Leia mais

CARTILHA PARA ADESÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS TJDFT

CARTILHA PARA ADESÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS TJDFT CARTILHA PARA ADESÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS TJDFT Control Teleinformática Ltda SRTV/Sul Qd. 701 Conj. L Bloco 1, 38 Sobreloja sala 24 Pag. 1 de 10

Leia mais

ENCARGOS SOCIAIS. Grupo A. Subtotal. Grupo B. Subtotal. Grupo C. Subtotal Grupo D. Total de Encargos Sociais

ENCARGOS SOCIAIS. Grupo A. Subtotal. Grupo B. Subtotal. Grupo C. Subtotal Grupo D. Total de Encargos Sociais ENCARGOS SOCIAIS 1 INSS 20,00% 2 SESI ou SESC 1,50% 3 SENAI ou SENAC 1,00% 4 INCRA 0,20% 5 Salário Educação 2,50% 6 FGTS 8,00% 7 Seguro Acidente do Trabalho/SAT/INSS 3,00% 8 SEBRAE 0,60% 9 SECONCI 1,00%

Leia mais

CARTILHA PARA ADESÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇO INSTITUTO FEDERAL DE BRASÍLIA IFB

CARTILHA PARA ADESÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇO INSTITUTO FEDERAL DE BRASÍLIA IFB CARTILHA PARA ADESÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇO INSTITUTO FEDERAL DE BRASÍLIA IFB Control Teleinformática Ltda SRTV/Sul Qd. 701 Conj. L Bloco 1, 38 Sobreloja sala 24 Pag. 1 de 10 Brasília, agosto de 2013

Leia mais

AO BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL BNDES A/C: CARLA SCHWDE / ELIANE CRISTINA

AO BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL BNDES A/C: CARLA SCHWDE / ELIANE CRISTINA AO BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL BNDES A/C: CARLA SCHWDE / ELIANE CRISTINA PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 21/2009 BNDES Ref.: Informações complementares acerca do Atestado da Celesc. A

Leia mais

Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC

Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC 1. Diretor da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação Coordenar

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO

TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO Contratação de empresa para prestação de serviços de suporte técnico para os ativos de rede da SEEDUC (switches), listados no item 1.1, da marca CISCO, com suporte e manutenção

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO VII PREGÃO PRESENCIAL Nº. 033/2015 Termo de Referência 1. OBJETO Renovação de licenças de Solução Corporativa do Antivírus Avast, com serviço de suporte técnico e atualização de versão, manutenção

Leia mais

ANEXO VI MODELO DE PROPOSTA

ANEXO VI MODELO DE PROPOSTA Ao ANEXO VI MODELO DE PROPOSTA BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S/A COMISSÃO DE LICITAÇÃO COLIC Ref. PREGÃO ELETRÔNICO N. 2013/ Prezados Senhores, Apresentamos em atendimento ao Edital do Pregão em epígrafe

Leia mais

EDITAL CONCORRÊNCIA PÚBLICA N.º 001/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO 009/2015

EDITAL CONCORRÊNCIA PÚBLICA N.º 001/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO 009/2015 Londrina, 07 de outubro de 2015. EDITAL CONCORRÊNCIA PÚBLICA N.º 001/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO 009/2015 OBJETO: Art.1º. Constitui objeto desta licitação a aquisição de 01 (uma) Plataforma de Solução

Leia mais

Regulamento OFERTA DO PLANO DE SERVIÇO Oi Velox 3G + mini modem Wi-fi"

Regulamento OFERTA DO PLANO DE SERVIÇO Oi Velox 3G + mini modem Wi-fi Oi MÓVEL S.A., autorizatária do Serviço Móvel Pessoal com sede no Setor Comercial Norte, quadra 03, Bloco A, Ed. Estação Telefônica Térreo Parte 2, Brasília, inscrita no CNPJ sob o nº 05.423.963/0001-11,

Leia mais

Contrato de Prestação de Serviços Mensal Pré-pago.

Contrato de Prestação de Serviços Mensal Pré-pago. Contrato de Prestação de Serviços Mensal Pré-pago. CONTRATADA : Office Hosting Sites e Sistemas Web LTDA. Inscrita no CNPJ 13.260.040/0001-67, Sediada No Edifício Comercial Rio Branco na cidade de Maringá

Leia mais

CLÁUSULA SEGUNDA - DA DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA E DA ASSISTÊNCIA TÉCNICA

CLÁUSULA SEGUNDA - DA DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA E DA ASSISTÊNCIA TÉCNICA CONTRATO DE LICENÇA DE USO DE PROGRAMAS DE COMPUTADOR E PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Pelo presente instrumento particular e na melhor forma de direito, as partes: a) de um lado, a empresa GEPER DESENVOLVIMENTO

Leia mais

REGULAMENTO OFERTA TIM BETA

REGULAMENTO OFERTA TIM BETA REGULAMENTO OFERTA TIM BETA A oferta TIM BETA é valida para os clientes pessoa física que possuam o plano pré-pago Jovem ativado. Eles estarão aderindo automaticamente ao benefício promocional de efetuar

Leia mais

Perguntas e Respostas

Perguntas e Respostas Gerenciamento do Tráfego de Internet Edital de Licitação PREGÃO PRESENCIAL Nº 34/2010 Processo SAP nº 4180/2010 Perguntas e Respostas Página 1 /15 Pergunta n o 1: Os dispositivos de filtro de conteúdo

Leia mais

ANEXO V PLANILHA DE CUSTO E FORMAÇÃO DE PREÇO SERVENTE DE LIMPEZA MÃO-DE-OBRA MÃO-DE-OBRA VINCULADA À EXECUÇÃO CONTRATUAL

ANEXO V PLANILHA DE CUSTO E FORMAÇÃO DE PREÇO SERVENTE DE LIMPEZA MÃO-DE-OBRA MÃO-DE-OBRA VINCULADA À EXECUÇÃO CONTRATUAL GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ ANEXO V PLANILHA DE CUSTO E FORMAÇÃO DE PREÇO SERVENTE DE LIMPEZA MÃO-DE-OBRA MÃO-DE-OBRA VINCULADA À EXECUÇÃO CONTRATUAL Dados complementares para composição dos custos referentes

Leia mais

PROPOSTA FINANCEIRA DE SERVIÇOS

PROPOSTA FINANCEIRA DE SERVIÇOS PROPOSTA FINANCEIRA DE SERVIÇOS PFS PERÍMETRO(S): OBJETO: EDITAL: SERVIÇOS PAGOS A PREÇO GLOBAL CUSTOS DIRETOS MÃO-DE-OBRA A - TOTAL DE SALÁRIO DA EQUIPE A1 - TOTAL SALÁRIOS DA EQUIPE COM VÍNCULO (PFS-I)

Leia mais

28/09/12 Site da Claro - Regulamentos - Pernambuco

28/09/12 Site da Claro - Regulamentos - Pernambuco REGULAMENTO DA PROMOÇÃO VERÃO 2011 CLARO CONTA E CONTROLE O presente Regulamento tem por objeto regular as relações entre a CLARO e os participantes da Promoção VERÃO 2011. 1. Condições gerais 1.1 REALIZADORAS:

Leia mais

MUNICÍPIO DE MAUÉS TERRA DO GUARANÁ PODER EXECUTIVO MUNICIPAL

MUNICÍPIO DE MAUÉS TERRA DO GUARANÁ PODER EXECUTIVO MUNICIPAL TERMO DE CONTRATO Nº 019/14, QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE MAUÉS E A EMPRESA C.C.N DE SENA TECNOLOGIA DA AMAZÔNIA - ME, VISANDO A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE FORNECIMENTO DE LINK DE DADOS E DISTRIBUIÇÃO

Leia mais

Quant. Vr. Unitário Vr.Total. Percentual. Quant. Vr. Unitário Vr. Total

Quant. Vr. Unitário Vr.Total. Percentual. Quant. Vr. Unitário Vr. Total ANEXO... PLANILHA DE CUSTOS 2º TURNO Quantidades (veículos/diárias): Tipo da contratação: ( ) Terceirizada ( ) Regime da CLT ( ) Cooperativa (Lei nº 5.764/71) ( ) Regime Tributário: ( ) Lucro Real ( )

Leia mais

TELEMAR NORTE LESTE S/A

TELEMAR NORTE LESTE S/A REGULAMENTO Regulamento Oi Livre por Minuto Empresas participantes: OI MÓVEL S/A, pessoa jurídica de direito privado, autorizatária para a exploração do Serviço Móvel Pessoal (SMP), com sede no Setor Comercial

Leia mais

Exemplo de Plano para Desenvolvimento de Software

Exemplo de Plano para Desenvolvimento de Software Universidade Salgado de Oliveira Especialização em Tecnologia da Informação Qualidade em Engenharia de Software Exemplo de Plano para Desenvolvimento de Software Prof. Msc. Edigar Antônio Diniz Júnior

Leia mais

MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - ORÇAMENTO. Discriminação dos Serviços (dados referentes à contratação)

MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - ORÇAMENTO. Discriminação dos Serviços (dados referentes à contratação) Obs.: O modelo utiliza o Regime de Tributação Lucro Real. A empresa deverá utilizar o seu Regime de Tributação indicando as respectivas alíquotas no item C, do Módulo 5. MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E

Leia mais

Regulamento OFERTA DO PLANO DE SERVIÇO Oi EMPRESA CONTROLE

Regulamento OFERTA DO PLANO DE SERVIÇO Oi EMPRESA CONTROLE Oi MÓVEL S.A., no Setor Comercial Norte, quadra 03, Bloco A, Ed. Estação Telefônica Térreo Parte 2, Brasília, inscrita no CNPJ sob o nº 05.423.963/0001-11, doravante em conjunto denominada simplesmente

Leia mais

CARTA CONVITE 010/2014 ANEXO II - TERMO DE REFERÊNCIA

CARTA CONVITE 010/2014 ANEXO II - TERMO DE REFERÊNCIA CARTA CONVITE 010/2014 ANEXO II - TERMO DE REFERÊNCIA 1. Implantação de Sistema de Call Center 1.1. O software para o Call Center deverá ser instalado em servidor com sistema operacional Windows (preferencialmente

Leia mais

TERMO DE ADESÃO AO OI GESTOR MÓVEL

TERMO DE ADESÃO AO OI GESTOR MÓVEL TERMO DE ADESÃO AO OI GESTOR MÓVEL TNL PCS S.A., sociedade anônima, autorizatária para a exploração do Serviço Móvel Pessoal (SMP), com sede na Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, na Rua

Leia mais

Regulamento OFERTA DO PLANO DE SERVIÇO Oi EMPRESA CONTROLE sem fidelização

Regulamento OFERTA DO PLANO DE SERVIÇO Oi EMPRESA CONTROLE sem fidelização TELEMAR NORTE LESTE S/A, com sede na cidade e estado do Rio de Janeiro, na Rua do Lavradio, n 71 Centro, inscrita no CNPJ sob o n 33.000.118/0001-79, Oi S.A., sociedade anônima, com sede na Cidade do Rio

Leia mais

M O D E L O INSTRUMENTO PARTICULAR DE LICENÇA DE USO, PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E MANUTENÇÃO DE SOFTWARE

M O D E L O INSTRUMENTO PARTICULAR DE LICENÇA DE USO, PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E MANUTENÇÃO DE SOFTWARE M O D E L O INSTRUMENTO PARTICULAR DE LICENÇA DE USO, PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS E MANUTENÇÃO DE SOFTWARE Por este Instrumento Particular de Licença de Uso, Prestação de Serviços e Manutenção de SOFTWARE, a

Leia mais

1 de 8 15/01/2015 16:47

1 de 8 15/01/2015 16:47 1 de 8 15/01/2015 16:47 389320.532013.10661.4808.1269663231.219 Conselho Federal de Enfermagem Ata de Realização do Pregão Eletrônico Nº 00053/2013 Às 09:16 horas do dia 30 de janeiro de 2014, reuniram-se

Leia mais

PORTARIA Nº 7, DE 9 DE MARÇO DE 2011.

PORTARIA Nº 7, DE 9 DE MARÇO DE 2011. PORTARIAS PORTARIA Nº 7, DE 9 DE MARÇO DE 2011. Altera o anexo III da Instrução Normativa nº 02/2008, de 30 de abril 2008, que dispõe sobre os procedimentos a serem observados pelos proponentes em licitações

Leia mais

REGULAMENTO PROMOÇÃO VIVO FIXO ILIMITADO LOCAL

REGULAMENTO PROMOÇÃO VIVO FIXO ILIMITADO LOCAL REGULAMENTO PROMOÇÃO VIVO FIXO ILIMITADO LOCAL Válido para os Estados de RS, ES, MG, GO, PR, SC, BA, PE, CE, RN, PI, AP, MA, PA, DF, MS, RR e AM, AC, MT, RJ, RO e TO. Antes de participar da Promoção, o

Leia mais

Resolução de Matemática da Prova Objetiva FGV Administração - 06-06-10

Resolução de Matemática da Prova Objetiva FGV Administração - 06-06-10 QUESTÃO 1 VESTIBULAR FGV 010 JUNHO/010 RESOLUÇÃO DAS 15 QUESTÕES DE MATEMÁTICA DA PROVA DA MANHÃ MÓDULO OBJETIVO PROVA TIPO A O mon i tor de um note book tem formato retangular com a di ag o nal medindo

Leia mais

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1 DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1 SUMÁRIO DEFINIÇÃO DE REQUISITOS 4 1. INTRODUÇÃO 4 1.1 FINALIDADE 4 1.2 ESCOPO 4 1.3 DEFINIÇÕES, ACRÔNIMOS

Leia mais

NECESSIDADE DE UM PLANO DE CONTINGÊNCIA DE TIC

NECESSIDADE DE UM PLANO DE CONTINGÊNCIA DE TIC CI-206 Adm. de TI & IT Prof. Antonio URBAN Referência: Plano de Contingência para Recursos de Tecnologia de Informação e Comunicação Palavras-chave: Tecnologia de Informação, Tecnologia de Comunicação,

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA

MINISTÉRIO DA FAZENDA MINISTÉRIO DA FAZENDA Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional PGFN Departamento de Gestão Corporativa - DGC Coordenação-Geral de Tecnologia da Informação - CTI CATÁLOGO DE SERVIÇOS DE TECNOLOGIA Infraestrutura

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL SENAC/PR EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 12/2015

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL SENAC/PR EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 12/2015 SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL SENAC/PR EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 12/2015 OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INFRAESTRUTURA DE TI EM DATA CENTER

Leia mais

Guia do Usuário. PCtel E1

Guia do Usuário. PCtel E1 Guia do Usuário PCtel E1 Conteúdo Conhecendo o Produto...05 Instalação Física...08 Módulo Supervidor...10 Política de Garantia...12 Aspectos gerais Conhecendo o produto A Pctel desenvolveu uma plataforma

Leia mais

REGULAMENTO LIBERTY EXPRESS +

REGULAMENTO LIBERTY EXPRESS + REGULAMENTO LIBERTY EXPRESS + Liberty Express + é uma oferta do plano Infinity Controle da TIM Celular S.A., prestadora do SMP em conjunto com a TIM Celular S.A., prestadora do STFC, na modalidade Longa

Leia mais

Face aos questionamentos apresentados relativo ao Edital de Pregão Presencial 28/2012, o SESCOOP presta os seguintes esclarecimentos:

Face aos questionamentos apresentados relativo ao Edital de Pregão Presencial 28/2012, o SESCOOP presta os seguintes esclarecimentos: Oficio Circular 3/2013 - GELOG Brasília, 16 de janeiro de 2013. Às empresas interessadas em participar do Pregão Presencial 28/2012 - Assunto: Esclarecimentos ao Edital do Pregão Presencial 28/2012 Prezados

Leia mais

PROTOCOLO DE RETIRADA DE EDITAL VIA INTERNET

PROTOCOLO DE RETIRADA DE EDITAL VIA INTERNET PROTOCOLO DE RETIRADA DE EDITAL VIA INTERNET OBS.: o preenchimento e envio do protocolo abaixo é OBRIGATÓRIO para que os interessados possam receber o Edital Completo e também serem informados de qualquer

Leia mais

P R E G Ã O P R E S E N C I A L N 145/2010

P R E G Ã O P R E S E N C I A L N 145/2010 P R E G Ã O P R E S E N C I A L N 145/2010 D A T A D E A B E R T U R A : 2 9 d e d e z e m b r o d e 2 0 1 0 H O R Á R I O : 9:0 0 h o r a s L O C A L D A S E S S Ã O P Ú B L I C A: S a l a d a C P L/

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 04/2010

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 04/2010 PROCESSO Nº 23047.002331/2010-23 Pregão Eletrônico nº 16/2010 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 04/2010 O, autarquia vinculada ao Ministério da Educação, criado por meio da Lei nº 11.892, em 29 de dezembro

Leia mais

Brasília, 19/09/2013. A Rede Nacional do Ministério Público Federal Ref.: Projeto Básico e Especificações Técnicas

Brasília, 19/09/2013. A Rede Nacional do Ministério Público Federal Ref.: Projeto Básico e Especificações Técnicas Brasília, 19/09/2013. A Rede Nacional do Ministério Público Federal Ref.: Projeto Básico e Especificações Técnicas Prezados, A Telemar Norte Leste S/A, pessoa jurídica de direito privado, prestadora de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 009/2012

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 009/2012 Anexo I TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 009/2012 1 DO OBJETO 1.1 - Fornecimento de solução avançada de backup desduplicado, com serviços de assistência técnica e capacitação, visando a integração

Leia mais

REGULAMENTO DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS DE HOSPEDAGEM No u s o d a c o mp e t ê n c i a p r e v i s t a al í n e a v ) d o n. º 1 d o ar t i g o 64º d o De c r e t o -Le i n. º 1

Leia mais

BANCO POSTAL - Plataforma Tecnológica

BANCO POSTAL - Plataforma Tecnológica BANCO POSTAL - Plataforma Tecnológica 1. Arquitetura da Aplicação 1.1. O Banco Postal utiliza uma arquitetura cliente/servidor WEB em n camadas: 1.1.1. Camada de Apresentação estações de atendimento, nas

Leia mais

CONSULTA PÚBLICA - ESCLARECIMENTOS DAS CONTRIBUIÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO REGISTRO DE PREÇOS

CONSULTA PÚBLICA - ESCLARECIMENTOS DAS CONTRIBUIÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO REGISTRO DE PREÇOS CONSULTA PÚBLICA - ESCLARECIMENTOS DAS CONTRIBUIÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO REGISTRO DE PREÇOS Em reposta a Consulta Pública abaixo indicada, prestamos os seguintes esclarecimentos às contribuições apresentadas:

Leia mais

CONSULTA PÚBLICA até 28/08/2009. até a data acima mencionada

CONSULTA PÚBLICA até 28/08/2009. até a data acima mencionada CONSULTA PÚBLICA O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social BNDES está preparando processo licitatório para contratação de serviços de consultoria técnica especializada, conforme detalhado

Leia mais

Vendas (11) 4318-0643 - www.idealvoz.com.br

Vendas (11) 4318-0643 - www.idealvoz.com.br A Ideal Voz se diferencia do mercado por ser o único Agente Claro Empresas do Brasil que também atende as marcas Embratel e Net. Com um único atendimento podemos fornecer soluções em telefonia móvel e

Leia mais

Estudo de Viabilidade

Estudo de Viabilidade Universidade Federal de Pernambuco Centro de Informática Estudo de Viabilidade SorveTech (Sistema de Gerenciamento) Professora: Carla Silva Disciplina: Especificação de Requisitos e Validação de Sistemas

Leia mais

Unidades de Forças de Trabalho Envolvidas na Prestação dos Serviços TOTAL

Unidades de Forças de Trabalho Envolvidas na Prestação dos Serviços TOTAL 1. OBJETO DA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO 1.1 O objeto deste termo de referência é a licitação visando à prestação dos serviços de apoio e suporte às atividades técnicas na área de informática, mediante a utilização

Leia mais

ANEXO III PROPOSTA COMERCIAL PADRONIZADA EDITAL DE PREGÃO Nº. 014/2014 PREGÃO N. 014/2014

ANEXO III PROPOSTA COMERCIAL PADRONIZADA EDITAL DE PREGÃO Nº. 014/2014 PREGÃO N. 014/2014 ANEXO III PROPOSTA COMERCIAL PADRONIZADA EDITAL DE PREGÃO Nº. 014/2014 A DME Distribuição S/A - DMED PREGÃO N. 014/2014 A empresa..., inscrita no CNPJ/MF sob o n....., estabelecida à Av./Rua..., n...,

Leia mais

CARTILHA PARA ADESÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇO DE SOLUÇÃO DE VÍDEO MONITORAMENTO CFTV

CARTILHA PARA ADESÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇO DE SOLUÇÃO DE VÍDEO MONITORAMENTO CFTV CARTILHA PARA ADESÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇO DE SOLUÇÃO DE VÍDEO MONITORAMENTO CFTV Control Teleinformática Ltda SRTV/Sul Qd. 701 Conj. L Bloco 1, 38 Sobreloja sala 24 Pag. 1 de 10 Brasília, setembro

Leia mais

FÁBRICA DE SOFTWARE FÁBRICA DE PROJETOS DE SOFTWARE FÁBRICA DE PROJETOS FÍSICOS

FÁBRICA DE SOFTWARE FÁBRICA DE PROJETOS DE SOFTWARE FÁBRICA DE PROJETOS FÍSICOS FÁBRICA DE SOFTWARE Quem somos A Fábrica de Software da Compugraf existe desde 1993 e atua em todas as etapas de um projeto: especificação, construção, testes, migração de dados, treinamento e implantação.

Leia mais

Assuntos relacionados ao departamento de TI que requer suporte para encontrar uma solução

Assuntos relacionados ao departamento de TI que requer suporte para encontrar uma solução Assuntos relacionados ao departamento de TI que requer suporte para encontrar uma solução Procedimentos a serem seguidos pela diretoria, gerentes e funcionários. As informações serão passadas para os gerentes

Leia mais

Tecnologia da Informação CAASP. DIS Departamento de Informática e Sistemas. Relatório Anuário 2008 Att. Gerência Geral e Diretoria CAASP

Tecnologia da Informação CAASP. DIS Departamento de Informática e Sistemas. Relatório Anuário 2008 Att. Gerência Geral e Diretoria CAASP Tecnologia da Informação CAASP DIS Relatório Anuário 2008 Att. Gerência Geral e Diretoria CAASP Introdução...03 Projetos e Fatos Relevantes 2008...03 Raio X de Investimentos e Custos...10 Considerações

Leia mais

LEI DE ACESSO A INFORMAÇÃO DIREITO DO CIDADÃO

LEI DE ACESSO A INFORMAÇÃO DIREITO DO CIDADÃO DESCRIÇÃO DO SIGAI O SIGAI (Sistema Integrado de Gestão do Acesso à Informação) é uma solução de software que foi desenvolvida para automatizar os processos administrativos e operacionais visando a atender

Leia mais

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS Dados complementares para composição dos custos referente à mãodeobra 1.742,57 Supervisor Administrativo (Protocolo e Diretoria 1 Salário 100,00% 1.742,57 2 Hora Extra 3 Adicional noturno 4 Adicionais

Leia mais

PROJETO BÁSICO CALL CENTER

PROJETO BÁSICO CALL CENTER PROJETO BÁSICO CALL CENTER 1 Projeto Básico da Contratação de Serviços: 1.1 O presente Projeto Básico consiste na descrição dos serviços que serão prestados por empresa especializada em serviços de Call

Leia mais

CONTRATO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE Nº TNUMCONTRATO

CONTRATO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE Nº TNUMCONTRATO CONTRATO DE LICENÇA DE USO DE SOFTWARE Nº TNUMCONTRATO Pelo presente instrumento particular de Contrato de Implantação e Instalação de Sistema de Informática que entre si celebram de um lado, NOME CLIENTE,

Leia mais

Manual de Instalação e Utilização

Manual de Instalação e Utilização Manual de Instalação e Utilização DIGITAÇÃO DE PROPOSTAS ORÇAMENTÁRIAS Supervisão de Licitações Índice 1. Instalação do Programa 2. Utilização do Digitação de Propostas 2.1. Importar um arquivo 2.2. Realizar

Leia mais

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PARA CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PARA CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO SEMINÁRIO ESPECIAL PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PARA CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO A ELABORAÇÃO DA PLANILHA PASSO A PASSO: ESTUDO DA LEGISLAÇÃO, JURISPRUDÊNCIA E MEMÓRIA DE CÁLCULO DE CADA RUBRICA

Leia mais

REGULAMENTO TIM LIBERTY WEB

REGULAMENTO TIM LIBERTY WEB REGULAMENTO TIM LIBERTY WEB O plano TIM Liberty Web é composto por seis pacotes para utilização em computadores, notebooks ou tablets com as seguintes características. Pacote de dados Volume de Valor do

Leia mais

ANEXO TERMOS E CONDIÇÕES DE USO PÓS PAGO CLARO ONLINE TURBO REGULAMENTO DA PROMOÇÃO DESCONTO NA FRANQUIA + ACESSO FACEBOOK, TWITTER E WHATSAPP PÓS

ANEXO TERMOS E CONDIÇÕES DE USO PÓS PAGO CLARO ONLINE TURBO REGULAMENTO DA PROMOÇÃO DESCONTO NA FRANQUIA + ACESSO FACEBOOK, TWITTER E WHATSAPP PÓS ANEXO TERMOS E CONDIÇÕES DE USO PÓS PAGO CLARO ONLINE TURBO REGULAMENTO DA PROMOÇÃO DESCONTO NA FRANQUIA + ACESSO FACEBOOK, TWITTER E WHATSAPP PÓS O presente Regulamento tem por objeto regular as relações

Leia mais

APÊNDICE V SISTEMAS DE APOIO AO ATENDIMENTO E À GESTÃO

APÊNDICE V SISTEMAS DE APOIO AO ATENDIMENTO E À GESTÃO APÊNDICE V SISTEMAS DE APOIO AO ATENDIMENTO E À GESTÃO Av. Governador Bley, 236 - Ed. Fábio Ruschi - 5º andar Centro Vitória - ES - CEP: 29.010-150 1 SUMÁRIO 1 SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE ATENDIMENTO...

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. Ata de Registro de Preços para Subscrição de Software Sistema Operacional da Plataforma Linux.

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA. Ata de Registro de Preços para Subscrição de Software Sistema Operacional da Plataforma Linux. ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Ata de Registro de Preços para Subscrição de Software Sistema Operacional da Plataforma Linux. DIT/GIS TR ARP Licenças de Software Sistema Operacional Linux.doc 1/ 6 TERMO DE

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO CENTRAL DE COMPRAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO CENTRAL DE COMPRAS Processo Administrativo nº 14/10/02.867 Interessado: Secretaria Municipal de Administração Assunto: Pregão Presencial nº 256/2014 Objeto: Contratação de empresa para a prestação de serviços através de

Leia mais

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 MANTER FUNCIONÁRIO RELEASE 4.1

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 MANTER FUNCIONÁRIO RELEASE 4.1 DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 MANTER FUNCIONÁRIO RELEASE 4.1 SUMÁRIO DEFINIÇÃO DE REQUISITOS 4 1. INTRODUÇÃO 4 1.1 FINALIDADE 4 1.2 ESCOPO 4 1.3 DEFINIÇÕES, ACRÔNIMOS

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração Coordenação-Geral de Aquisições

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração Coordenação-Geral de Aquisições MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração Coordenação-Geral de Aquisições RESPOSTA AO PEDIDO DE ESCLARECIMENTO I Processo: 03110.020000/2014-81 Interessado:

Leia mais

PEDIDOS DE ESCLARECIMENTOS

PEDIDOS DE ESCLARECIMENTOS PEDIDOS DE ESCLARECIMENTOS EMPRESA: ILION SOLUÇÕES EM INTERNET LTDA. 1 DO PRAZO: item 5.2 f) Prestação de serviços: 5 (cinco) meses, contados a partir da data da Ordem de Serviço. g) Prazo para desenvolvimento:

Leia mais

Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e :

Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e : INSCRIÇÕES ABERTAS ATÉ 13 DE JULH DE 2015! Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e : Caso vo cê nunca t e nh a pa

Leia mais

CURSO FORMAÇÃO DO CUSTO, PREÇO DE SERVIÇOS NAS CONTRATAÇÕES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DO SISTEMA S

CURSO FORMAÇÃO DO CUSTO, PREÇO DE SERVIÇOS NAS CONTRATAÇÕES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DO SISTEMA S CURSO FORMAÇÃO DO CUSTO, PREÇO DE SERVIÇOS NAS CONTRATAÇÕES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DO SISTEMA S MANAUS/AM 11 E 12 DE DEZEMBRO DE 2014 PROFESSOR JERÔNIMO LEIRIA APRESENTAÇÃO Proporcionar aos participantes

Leia mais

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT

Termo de Referência. Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Diretoria de Infra-Estrutura de TIC DIT Termo de Referência Aquisição de servidores para camada de banco de dados. Termo de Referência Aquisição de Servidores Tipo 1A-1B para camada de Banco de Dados / Alta Disponibilidade RQ DEPI nº 11/2009

Leia mais

DADOS DO CLIENTE OI MÓVEL TITULAR DO PLANO:

DADOS DO CLIENTE OI MÓVEL TITULAR DO PLANO: Via PROMOÇÃO PAIS - JUL/12 PROMOÇÃO VÁLIDA DE 12/07/2012 a 03/09/2012. Certificamos a sua adesão à PROMOÇÃO PAIS - JUL/12, que consiste em um pacote ilimitado de minutos mensais em chamadas locais originadas

Leia mais

SERVIDOR VIRTUAL BÁSICO - LINUX

SERVIDOR VIRTUAL BÁSICO - LINUX SERVIDOR VIRTUAL BÁSICO - LINUX Estamos à sua disposição para quaisquer esclarecimentos. Atenciosamente, Eunice Dorino Consultora de Vendas eunice@task.com.br Tel.: 31 3123-1000 Rua Domingos Vieira, 348

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso QUESTIONAMENTO 01 BRUNA APARECIDA SOUZA AO SR. PREGOEIRO RESPONSÁVEL PELO CERTAME DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO, PREGÃO ELETRÔNICO Nº 100/2015 - SRP, MANUTENÇÃO DE VEÍCULOS. Prezados, bom dia! A

Leia mais

RELATÓRIO DE JULGAMENTO

RELATÓRIO DE JULGAMENTO RELATÓRIO DE JULGAMENTO Pregão nº 012/2011 Trata-se o presente Relatório de Julgamento relativo à licitação na modalidade de Pregão Eletrônico, Tipo Menor Preço para a contratação de especializada para

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 44/2011 - BNDES ANEXO V MODELO DA CENTRAL DE ATENDIMENTO DO BNDES

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 44/2011 - BNDES ANEXO V MODELO DA CENTRAL DE ATENDIMENTO DO BNDES PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 44/2011 - BNDES ANEXO V MODELO DA CENTRAL DE ATENDIMENTO DO BNDES 1 OBJETIVO DA CENTRAL DE ATENDIMENTO 1.1 A Central de Atendimento do BNDES deverá atender aos seguintes objetivos:

Leia mais

Bônus em Ligações locais de voz para outro Claro* Fale 1 minuto e Ganhe até 6 minutos + Receba 1 minuto de ligação e ganhe R$ 1,00 em.

Bônus em Ligações locais de voz para outro Claro* Fale 1 minuto e Ganhe até 6 minutos + Receba 1 minuto de ligação e ganhe R$ 1,00 em. REGULAMENTO DA PROMOÇÃO III O PRESENTE REGULAMENTO TEM POR OBJETO REGULAR AS RELAÇÕES ENTRE A CLARO E OS PARTICIPANTES DA PROMOÇÃO III 1. Condições gerais 1.1 REALIZADORAS: CLARO S/A, empresa com sede

Leia mais

MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - ORÇAMENTO. Discriminação dos Serviços (dados referentes à contratação)

MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - ORÇAMENTO. Discriminação dos Serviços (dados referentes à contratação) Obs.: O modelo utiliza o Regime de Tributação Lucro Real. A empresa deverá utilizar o seu Regime de Tributação indicando as respectivas alíquotas no item C, do Módulo 5. MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E

Leia mais

Cláusula Primeira Do Objeto, Especificações e Definições

Cláusula Primeira Do Objeto, Especificações e Definições CONTRATO: 054/2013 CONTRATO DE LICENCIAMENTO DE SOFTWARE COM MANUTENÇÃO E SUPORTE. CONTRATANTE: CM ARROIO DO TIGRE CONTRATADA: DIGIFRED INFORMATICA LTDA ORIGEM: PROCESSO Nº 46/2013 INEXIGIBILIDADE: 001/2013

Leia mais

ESTIMATIVA DE CUSTOS - APOIO SEDE AABG E SEDE COMITÊ

ESTIMATIVA DE CUSTOS - APOIO SEDE AABG E SEDE COMITÊ ESTIMATIVA DE CUSTOS - APOIO SEDE AABG E SEDE COMITÊ Item ESPECIFICAÇÃO REMUNERAÇÃO CUSTOS (R$) MENSAL R$ R$ A partir do 2º ano 1 RECURSOS HUMANOS SEDE AABG ARGA HORÁRIA MENSA HORAS 349.232,99 364.948,47

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA LOTE ITEM UN DESCRIÇÃO QUANTIDADE ENVIO DE MENSAGENS SHORT MESSAGE. no N

TERMO DE REFERÊNCIA LOTE ITEM UN DESCRIÇÃO QUANTIDADE ENVIO DE MENSAGENS SHORT MESSAGE. no N TERMO DE REFERÊNCIA OBJETO: PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE ENVIO DE MENSAGENS SMS SHORT MESSAGE SERVICE PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS Responsável: Superintendência Central de Governança Eletrônica Objeto LOTE ITEM

Leia mais

REGULAMENTO OFERTA TIM PÓS

REGULAMENTO OFERTA TIM PÓS REGULAMENTO OFERTA é uma oferta da TIM Celular S.A, prestadora do SMP e do STFC, na modalidade Longa Distância Nacional, para pessoas físicas que estejam usando o seu acesso no Brasil dentro da Rede da

Leia mais

DECRETO Nº 45.992, DE 22 DE JUNHO DE 2005

DECRETO Nº 45.992, DE 22 DE JUNHO DE 2005 DECRETO Nº 45.992, DE 22 DE JUNHO DE 2005 Dispõe sobre o Conselho Municipal de Informática, o Sistema de Tecnologia da Informação, a aquisição e a contratação de bens e serviços de informática. JOSÉ SERRA,

Leia mais

CoIPe Telefonia com Tecnologia

CoIPe Telefonia com Tecnologia CoIPe Telefonia com Tecnologia A proposta Oferecer sistema de telefonia digital com tecnologia que possibilita inúmeras maneiras de comunicação por voz e dados, integrações, recursos e abertura para customizações.

Leia mais

CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO

CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO 1 CARTA CONVITE 12/2015 FUnC REPUBLICAÇÃO 1 - PREÂMBULO 1.1 - A Fundação Universidade do Contestado, através do seu Departamento de Compras, situado à Rua Victor Sopelsa, 3000, Bairro Salete, Concórdia,

Leia mais

LINK DEDICADO TASK. Proposta Comercial Task Software Data: 4 de dezembro de 2012. Estamos à sua disposição para quaisquer esclarecimentos.

LINK DEDICADO TASK. Proposta Comercial Task Software Data: 4 de dezembro de 2012. Estamos à sua disposição para quaisquer esclarecimentos. LINK DEDICADO TASK Estamos à sua disposição para quaisquer esclarecimentos. Atenciosamente, Eunice Dorino Consultora de Vendas eunice@task.com.br Tel.: 31 3123-1000 Rua Domingos Vieira, 348 Cj 1501 - Santa

Leia mais

Segurança Física de acesso aos dados

Segurança Física de acesso aos dados Segurança Física de acesso aos dados Segurança Física de acesso aos dados 1 A Segurança Física tem como objetivos específicos: ü Proteger edificações e equipamentos; ü Prevenir perda, dano ou comprometimento

Leia mais

REGULAMENTO CONTROLE WHATSAPP EXPRESS

REGULAMENTO CONTROLE WHATSAPP EXPRESS REGULAMENTO CONTROLE WHATSAPP EXPRESS Controle Whatsapp é uma Oferta do Plano Pós-Pago Alternativo de Serviço "Controle Web" (082/PÓS/SMP - TIM Celular Região I, 077/PÓS/SMP - TIM Celular Região II, 077/PÓS/SMP

Leia mais

PROMOÇÃO VIVO V REGULAMENTO. I.I.I. Os Planos VIVO V estão baseados nos Planos de Serviço Pós-Pagos alternativos homologados com os seguintes números:

PROMOÇÃO VIVO V REGULAMENTO. I.I.I. Os Planos VIVO V estão baseados nos Planos de Serviço Pós-Pagos alternativos homologados com os seguintes números: PROMOÇÃO VIVO V REGULAMENTO I. DISPOSIÇÕES GERAIS DA PROMOÇÃO Nacional (com exceção de SP) I.I. Descrição Geral: A Promoção VIVO V (doravante Promoção ), oferece pacotes de serviços (aqui chamados, individualmente,

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL CENTRO DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO RIO DE JANEIRO

PROPOSTA COMERCIAL CENTRO DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO RIO DE JANEIRO PROPOSTA COMERCIAL CENTRO DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO RIO DE JANEIRO Ào CENTRO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Sumário 1. Apresentação 2. Aviso de Propriedade 3.

Leia mais

Questionário sobre o Ensino de Leitura

Questionário sobre o Ensino de Leitura ANEXO 1 Questionário sobre o Ensino de Leitura 1. Sexo Masculino Feminino 2. Idade 3. Profissão 4. Ao trabalhar a leitura é melhor primeiro ensinar os fonemas (vogais, consoantes e ditongos), depois as

Leia mais