PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/ BNDES ANEXO II MODELO DE PROPOSTA - RETIFICADO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 BNDES LICITANTE: CNPJ:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 - BNDES ANEXO II MODELO DE PROPOSTA - RETIFICADO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 BNDES LICITANTE: CNPJ:"

Transcrição

1 PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/ BNDES ANEXO II MODELO DE PROPOSTA - RETIFICADO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 13/2014 BNDES LICITANTE: CNPJ: ENDEREÇO: TELEFONE: ( ) FAX: ( ) REPRESENTANTE LEGAL: NACIONALIDADE: ESTADO CIVIL: PROFISSÃO: FUNÇÃO NA SOCIEDADE: RG: CPF: ESTABELECIMENTOS VINCULADOS À EXECUÇÃO CONTRATUAL (MATRIZ/FILIAL): RAZÃO SOCIAL: CNPJ: ENDEREÇO: RAZÃO SOCIAL: CNPJ: ENDEREÇO: DESCRIÇÃO DO SERVIÇO: Contratação de serviços de operação da infraestrutura de tecnologia da informação (TI) do BNDES. INSTRUMENTO COLETIVO ADOTADO:

2 ANO DO INSTRUMENTO COLETIVO ADOTADO: DATA BASE DA CATEGORIA: PLANILHA 1 PROPOSTA DE PREÇOS Serviços ordinários Perfil Turno Quantidade de profissionais (A) Valor unitário mensal por profissional (B) Valor total por perfil profissional do turno (C = A x B x 30 meses) 06:00 12: :00 18:00 Operador de computador IBM Mainframe 18:00 00: :00 06: :00 00:00 00:00 06:00 (Folguista) 4 Operador de computador Windows e Linux Operador de monitoração 06:00 12: :00 18:00 18:00 00: :00 06: :00 00:00 00:00 06:00 2 (Folguista) 06:00 12: :00 18:00 18:00 00: :00 06: :00 00:00 00:00 06:00 4

3 (Folguista) Operador de periféricos Operador de backup 06:00 12: :00 18:00 18:00 00: :00 06: :00 18:00 1 Preparador de produção 06:00 14:00 14:00 22:00 6 Técnico de qualidade 09:00 18: :00 12:00 12:00 18:00 2 Supervisor de turno Supervisor geral 18:00 00: :00 06: :00 00:00 00:00 06:00 (Folguista) 09:00 18:00 1 Valor global referente aos profissionais (D) 2 Serviços extraordinários Descrição Prestação de serviços em regime extraordinário Quantidade total de horas (E) 720 Valor global da proposta (D + G) Valor global da proposta por extenso: Preço do Homemhora extra 1 (F) Valor total referente aos serviços extraordinários (G = E x F) 1 Preço do homem-hora do Posto de Trabalho intitulado Preparador de Produção multiplicado por 1,5

4 PLANILHA 2 PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PARA LUCRO REAL E PRESUMIDO (Preencher uma para cada perfil profissional) 1 REMUNERAÇÃO % VALOR (R$) 1.1 Salário 1.2 Adicional de Supervisão 1.3 Adicional Noturno 1.4 Adicional de Periculosidade 1.5 Adicional de Insalubridade 1.6 Outros (especificar) 1.7 Total da Remuneração 2 ENCARGOS SOCIAIS % VALOR (R$) 2.1 Grupo A INSS 0 a 20% FGTS 8% RAT (antigo SAT) 1%, 2% ou 3% SESI ou SESC 1,5% SENAI ou SENAC 1% SEBRAE 0,3% a 0,6% INCRA 0,2% Salário Educação 2,5% Total do Grupo A 2.2 Grupo B Férias 8,33% Adicional 1/3 de Férias 2,78% Auxílio Doença Férias sobre Licença Maternidade Licença Paternidade Faltas Legais Acidente de Trabalho Aviso Prévio Trabalhado

5 º Salário 8,33% Total do Grupo B 2.3 Grupo C Aviso Prévio Indenizado Indenização Adicional Indenização (Rescisão sem Justa Causa - Multa do FGTS) Contribuição Social (art. 1º da LC nº 110/01) Total do Grupo C 2.4 Grupo D Incidência do Grupo A sobre Auxílio Doença, Férias sobre Licença Maternidade, Licença Paternidade, Faltas Legais e Acidente de Trabalho [2.1.9 x ( )] Incidência do Grupo A sobre Férias, Adicional 1/3 de Férias, 13º Salário e Aviso Prévio Trabalhado [2.1.9 x ( )] Total do Grupo D 2.5 Total dos Encargos Sociais ( ) 3 INSUMOS DOS PROFISSIONAIS % VALOR (R$) 3.1 Uniforme/EPI 3.2 Alimentação 3.3 Transporte 3.4 Assistência Médico/Odontológica 3.5 Seguro de Vida 3.6 Treinamento/Capacitação/Reciclagem 3.7 Auxílio Funeral 3.8 Outros (especificar) 3.9 Total dos Insumos dos Profissionais 4 INSUMOS DIVERSOS % VALOR (R$) 4.1 Máquinas e Equipamentos 4.2 Materiais e Produtos 4.3 Depreciação 4.4 Licenças de software 4.5 Outros 4.6 Total dos Insumos Diversos 5 DEMAIS COMPONENTES % VALOR (R$) 5.1 Despesas Administrativas [(D* + 4.6) x percentual de despesas administrativas] 5.2 Lucro [(D* ) x percentual de lucro] 5.3 Total dos Demais Componentes * D = (1.7) + (2.5) + (3.9) 6 TRIBUTOS % VALOR (R$) 6.1 ISS 5% 6.2 COFINS 3% ou 7,6% 6.3 PIS 0,65% ou 1,65%

6 6.4 INSS 2% 6.5 Total dos Tributos QUADRO RESUMO DO VALOR MENSAL DO SERVIÇO POR PROFISSIONAL VALOR (R$) A Total da Remuneração (1.7) B Total dos Encargos Sociais (2.5) C Total dos Insumos dos Profissionais (3.9) D Total por Profissional (A + B + C) E Total dos Insumos Diversos (4.6) F Total dos Demais Componentes (5.3) G Total dos Tributos (6.5) H Valor Mensal do Serviço por Profissional (D + E + F + G) QUADRO RESUMO DO VALOR TOTAL DO PERFIL PROFISSIONAL VALOR (R$) I Valor Mensal por Profissional (H) J Valor Mensal do Perfil Profissional: (I) x número de profissionais K Valor Anual do Perfil Profissional: (J) x 12 L Valor Total do Perfil Profissional: (J) X 30 O Licitante declara ter ciência e aceitar todas as exigências do Edital do Pregão Eletrônico em referência, bem como todas as condições de execução do objeto licitado, propondo sua execução pelo valor global de R$ ( ), observados os valores unitários cotados nas planilhas acima. Declara, outrossim, que o valor proposto inclui todas as despesas e custos, diretos e indiretos (tais como tributos, encargos sociais e trabalhistas, contribuições, transporte, seguro e insumos), necessários ao cumprimento integral do objeto licitado. Por fim, o Licitante informa que a validade da presente Proposta é de ( ) dias. Rio de Janeiro, de de. (Representante Legal do Licitante) Obs.: As descrições constantes da Planilha 1 são apresentadas de forma resumida, sendo obrigatória, portanto, para seu preenchimento, a consulta ao descritivo contido no Anexo I (Termo de Referência) do Edital.

7 Obs.: O Licitante deverá observar o prazo mínimo de 60 (sessenta) dias para a validade da Proposta, conforme subitem 3.2 do Edital. Obs.: O arquivo eletrônico contendo os modelos das planilhas de preços poderá ser obtido pelo Licitante que assim solicitar pelo

8 ORIENTAÇÕES DE PREENCHIMENTO DAS PLANILHAS DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS 1 O Licitante deverá apresentar o Instrumento Coletivo de Trabalho que rege a categoria profissional a ser contratada vigente à data de abertura da sessão pública, conforme indicação na Folha de Rosto de sua Proposta. 2 No preenchimento das planilhas de custos e formação de preços, o Licitante deverá observar a remuneração e os insumos profissionais estipulados por estas orientações de preenchimento e pelo Instrumento Coletivo de Trabalho indicado. 3 Caso o referido Instrumento Coletivo seja atualizado até a data da abertura da sessão pública, o Licitante deverá observar os novos valores homologados. 4 Deverá ser apresentada uma planilha de custos e formação de preços para cada perfil profissional envolvido na execução do objeto. 5 O Licitante deverá observar os percentuais fixos previstos nos modelos de planilhas de custos e formação de preços, devendo optar, conforme sua situação, por um ou outro percentual quando fixada, nas planilhas, mais de uma opção. REMUNERAÇÃO: 6 O Licitante deverá observar, para fins de preenchimento da rubrica Salário, o valor mensal mínimo previsto, para cada perfil profissional, no subitem 4.11 do Anexo I (Termo de Referência) do Edital. ENCARGOS SOCIAIS - GRUPO A: 7 O Licitante deverá considerar, para fins de preenchimento das rubricas que compõem o Grupo A, os percentuais fixos previstos nos modelos de planilha de custos e formação de preços acima, observadas as peculiaridades do serviço e as disposições legais. 7.1 A adoção de percentuais diferenciados deverá ser plenamente justificada, com a indicação da legislação pertinente que a autorize e respectivo dispositivo, bem como a juntada de documentos comprobatórios, se for o caso, no momento da apresentação da Proposta. ENCARGOS SOCIAIS - GRUPO B:

9 8 O Licitante deverá observar, para fins de preenchimento das rubricas Férias, Adicional 1/3 de Férias e 13º Salário, os percentuais fixos previstos nos modelos de planilha de custos e formação de preços acima. 9 Na análise de aceitabilidade dos valores cotados para o Aviso Prévio Trabalhado e para o Aviso Prévio Indenizado, será adotado o percentual referencial de 1,94% (um vírgula noventa e quatro por cento) para o somatório das duas rubricas. 9.1 Considerar-se-ão exequíveis, de plano, as referidas rubricas se o seu somatório apresentar percentual igual ou superior ao referencial. 9.2 A adoção de percentual inferior ao referencial deverá ser plenamente justificada, com a apresentação de documentos que comprovem a exequibilidade de tal valor e de Memorial de Cálculo, o qual deverá obedecer a seguinte fórmula: [(7 30) 12] x R* x 100 = percentual indicado na proposta *R = percentual representativo do número de empregados que são demitidos com a concessão de aviso prévio trabalhado ao longo de um ano 9.3 Em anexo ao Memorial de Cálculo, devem ser apresentados todos os documentos necessários a demonstrar o valor indicado para o R (percentual indicado na fórmula acima), tais como Livro ou Ficha de Registro de Empregados, Folhas de Pagamento de Empregados e Cadastro Geral de Empregados e Desempregados. 10 A fim de se permitir a análise dos valores unitários indicados nas demais rubricas componentes do Grupo B, é obrigatória a apresentação, juntamente com a Proposta, dos respectivos Memoriais de Cálculo, os quais deverão obedecer as seguintes fórmulas: 10.1 Rubrica Auxilio Doença : [(R* 30) 12 ] x 100 = percentual indicado na proposta *R = número de faltas justificadas anuais, motivadas por algum tipo de doença ou acidente 10.2 Rubrica Férias sobre Licença Maternidade :

10 (0,1111 x R* x 0,3333) x 100 = percentual indicado na proposta *R = percentual representativo do número de empregadas que se afastam por licença maternidade no período de um ano 10.3 Rubrica Licença Paternidade : [(5 30) 12 ] x R* x 100 = percentual indicado na proposta *R = percentual representativo do número de nascimento de filhos dos trabalhadores no período de um ano 10.4 Rubrica Faltas Legais : [(R* 30) 12] x 100 = percentual indicado na proposta *R = número de faltas justificadas anuais 10.5 Rubrica Acidente de Trabalho : [(15** 30) 12 ] x R* x 100 = percentual indicado na proposta *R = percentual representativo do número de empregados que sofrem acidente de trabalho no período de um ano ** Este quantitativo representa o número de dias de ausência em razão de acidente de trabalho no período de um ano, o qual está limitado a 15 (quinze). Apenas poderá ser colocado número inferior a 15 (quinze) caso o Licitante apresente, juntamente com a Proposta, os devidos documentos comprobatórios 10.6 Em anexo aos Memoriais de Cálculo, devem ser apresentados todos os documentos necessários a demonstrar o valor indicado para o R (percentual indicado nas fórmulas acima), tais como Livro ou Ficha de Registro de Empregados, Folhas de Pagamento de Empregados e Cadastro Geral de Empregados e Desempregados.

11 ENCARGOS SOCIAIS - GRUPO C: 11 Na análise de aceitabilidade do valor cotado para as rubricas Indenização (Rescisão sem Justa Causa Multa do FGTS) e Contribuição Social (art. 1º da LC nº 110/01), serão adotados, respectivamente, os seguintes percentuais referenciais: 3,2% (três vírgula dois por cento) e 0,8 (zero vírgula oito por cento) Considerar-se-ão exequíveis, de plano, as rubricas que apresentarem percentual igual ou superior ao referencial A adoção de percentual inferior ao referencial deverá ser plenamente justificada, com a apresentação de documentos que comprovem a exequibilidade de tal valor e de Memoriais de Cálculo, os quais deverão obedecer as seguintes fórmulas: Rubrica Indenização (Rescisão sem Justa Causa Multa do FGTS) : [(8% x 40%) x R] x 100 = percentual indicado na proposta O percentual de referência de 3,2% do item Indenização (Rescisão sem Justa Causa Multa do FGTS) é obtido através da multiplicação da multa de 40% sobre o percentual de 8% devido do FTGS (8% x 40% = 3,2%) Rubrica Contribuição Social (art. 1º da LC nº 110/01) : [(8% x 10%) x R] x 100 = percentual indicado na proposta O percentual de referência de 0,8% é obtido através do seguinte cálculo: 8% x 10% = 0,8% 11.3 Em anexo aos Memoriais de Cálculo, devem ser apresentados todos os documentos necessários a demonstrar o valor indicado para o R (percentual indicado nas fórmulas acima), tais como Livro ou Ficha de Registro de Empregados, Folhas de Pagamento de Empregados e Cadastro Geral de Empregados e Desempregados.

12 12 Na análise de aceitabilidade dos valores cotados para o Aviso Prévio Indenizado e para o Aviso Prévio Trabalhado, será adotado o percentual referencial de 1,94% (um vírgula noventa e quatro por cento) para o somatório das duas rubricas Considerar-se-ão exequíveis, de plano, as referidas rubricas se o seu somatório apresentar percentual igual ou superior ao referencial A adoção de percentual inferior ao referencial deverá ser plenamente justificada, com a apresentação de documentos que comprovem a exequibilidade de tal valor e de Memorial de Cálculo, o qual deverá obedecer a seguinte fórmula: [(1 12) x R*] x 100 = percentual indicado na proposta *R = percentual representativo do número de empregados que são demitidos com a concessão de aviso prévio indenizado ao longo de um ano 12.3 Em anexo ao Memorial de Cálculo, devem ser apresentados todos os documentos necessários a demonstrar o valor indicado para o R (percentual indicado na fórmula acima), tais como Livro ou Ficha de Registro de Empregados, Folhas de Pagamento de Empregados e Cadastro Geral de Empregados e Desempregados. 13 A fim de se permitir a análise do valor cotado para a rubrica Indenização Adicional, é obrigatória a apresentação, juntamente com a Proposta, do respectivo Memorial de Cálculo, o qual deverá obedecer a seguinte fórmula: [(1 12) x R*] x 100 = percentual indicado na proposta *R = percentual representativo do número de empregados que são demitidos sem justa causa, no período de 30 (trinta) dias que antecede a data de sua correção salarial, ao longo do ano 13.1 Em anexo aos Memoriais de Cálculo, devem ser apresentados todos os documentos necessários a demonstrar o valor indicado para o R (percentual indicado nas fórmulas acima), tais como Livro ou Ficha de Registro de Empregados, Folhas de Pagamento de Empregados e Cadastro Geral de Empregados e Desempregados.

13 INSUMOS DOS PROFISSIONAIS: 14 Para fins de preenchimento das planilhas de custos e formação de preços, são considerados Insumos dos Profissionais os custos decorrentes da execução dos serviços, relativos aos benefícios efetivamente concedidos aos empregados, tais como transporte, seguros de vida e de saúde, alimentação, treinamento, e ainda custos relativos a uniformes, entre outros. 15 Para fins de cotação do insumo Uniforme, devem ser consideradas as seguintes peças, sendo obrigatória a apresentação pelo Licitante de Memorial de Cálculo, o qual deve observar a seguinte tabela: UNIFORME Peça Valor Unitário (a) Quantidade (b) Valor Total (c) = (a) x (b) Camisa tipo pólo ou social 3 VALOR TOTAL DE UNIFORME POR PROFISSIONAL POR MÊS (d) = (c) 4 16 Para fins de cotação do insumo Alimentação, devem ser considerados 22 (vinte e dois) dias úteis mensais. 17 Para fins de cotação do insumo Transporte, devem ser considerados 22 (vinte e dois) dias úteis mensais, sendo obrigatória a apresentação pelo Licitante de Memorial de Cálculo, o qual deve observar a seguinte fórmula: TRANSPORTE = A x B x 22 - C x R% A = Valor da passagem B = Quantidade de passagens diárias para cada profissional C = Salário básico do profissional R% = Percentual, nos termos do artigo 9º do Decreto nº / Havendo indícios de inexequibilidade em relação a quaisquer dos valores dos Insumos dos Profissionais, o Pregoeiro poderá instaurar diligência, solicitando ao Licitante a apresentação de documentos necessários a demonstrar o valor cotado. INSUMOS DIVERSOS:

14 19 São considerados Insumos Diversos os custos relativos a materiais, utensílios, suprimentos, máquinas, equipamentos, licenças de software, entre outros, utilizados diretamente na execução dos serviços. 20 No campo Insumos Diversos, o Licitante deverá cotar Máquinas e Equipamentos ou Depreciação, não sendo possível cotar, ao mesmo tempo, o custo do equipamento/máquina utilizado na prestação do serviço e o custo de sua depreciação. DEMAIS COMPONENTES: 21 Para o cálculo do valor referente às Despesas Administrativas, adotar-se-á, como base de cálculo, a soma do Total por Profissional (D) e do Total dos Insumos Diversos. 22 Para o cálculo do valor referente ao Lucro, adotar-se-á, como base de cálculo, a soma do Total por Profissional (D), do Total dos Insumos Diversos e das Despesas Administrativas. TRIBUTOS: 23 No campo Tributos, serão informados os percentuais/valores devidos de acordo com o regime de tributação, e não percentuais relativos à retenção. 24 Para o cálculo dos tributos, deverão ser consideradas as seguintes premissas: I. a base de cálculo dos tributos será o valor da receita apurada com a prestação do serviço licitado; II. as alíquotas a serem consideradas para o cálculo dos tributos são: TRIBUTOS LUCRO PRESUMIDO LUCRO REAL ISS 5% 5% COFINS 3% 7,60% PIS 0,65% 1,65% III. a adoção de alíquotas diferenciadas deverá ser plenamente justificada, com a indicação da legislação pertinente que a autorize e respectivo dispositivo, bem como a juntada de documentos comprobatórios, se for o caso; e IV. o cálculo de cada um dos tributos será obtido através das fórmulas a seguir: Coeficiente = 1 - _(%COFINS) + (%PIS) + (%ISS)_

15 100 Base = [ Total por Profissional (D)] + [ Total dos Insumos Diversos ] + [ Total dos Demais Componentes ] Valor do Tributo = _ Base x Alíquota do Tributo Coeficiente HORAS EXTRAORDINÁRIAS: 25 Para o cálculo das horas extraordinárias, o Licitante deverá calcular, para obtenção do valor referente ao preço do homem-hora extra, o preço do homem-hora do posto de trabalho intitulado Preparador de Produção multiplicado por 1,5.

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 22/2013. Processo Administrativo n. 23069.079918/2012-34 PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 22/2013. Processo Administrativo n. 23069.079918/2012-34 PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 22/2013 Processo Administrativo n. 23069.079918/2012-34 PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS Planilha de Custo e Formação de Preços (Em conformidade à Portaria nº 7, de 09/03/2011

Leia mais

ANEXO IV PLANILHA ESTIMATIVA PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - SERVIÇO DE ASCENSORISTA

ANEXO IV PLANILHA ESTIMATIVA PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - SERVIÇO DE ASCENSORISTA ANEXO IV PLANILHA ESTIMATIVA PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - SERVIÇO DE ASCENSORISTA DADOS COMPLEMENTARES DO ANEXO DA PROPOSTA DE PREÇOS: ADSERTE - ADMINISTRAÇÃO E TERCEIRIZAÇÃO DE MÃO DE OBRA

Leia mais

QUADRO RESUMO - SERVIÇOS CONTÍNUOS VALOR DO KM RODADO POR VEÍCULO EXECUTIVO 5 1.300 7,33 47.645,00 571.740,00

QUADRO RESUMO - SERVIÇOS CONTÍNUOS VALOR DO KM RODADO POR VEÍCULO EXECUTIVO 5 1.300 7,33 47.645,00 571.740,00 Q AU SECRETARIA A DE AVIAÇÃO CIVIL PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA - ANAC Ref.: D PREGÃO ELETRÔNICO N.º 07/2013 Processo R Nº 00055.002521/2013-99 Abertura: O 09/10/2013 às 09:00 h R PROPOSTA COMERCIAL E Prezados

Leia mais

ANEXO V PLANILHA DE CUSTO E FORMAÇÃO DE PREÇO SERVENTE DE LIMPEZA MÃO-DE-OBRA MÃO-DE-OBRA VINCULADA À EXECUÇÃO CONTRATUAL

ANEXO V PLANILHA DE CUSTO E FORMAÇÃO DE PREÇO SERVENTE DE LIMPEZA MÃO-DE-OBRA MÃO-DE-OBRA VINCULADA À EXECUÇÃO CONTRATUAL GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ ANEXO V PLANILHA DE CUSTO E FORMAÇÃO DE PREÇO SERVENTE DE LIMPEZA MÃO-DE-OBRA MÃO-DE-OBRA VINCULADA À EXECUÇÃO CONTRATUAL Dados complementares para composição dos custos referentes

Leia mais

Anexo II - PLANILHA DE PREÇOS Serviços de recepção e mensageria Escritório Regional da Anatel no Paraná Pegrão Amplo nº 009/2011-Anatel-ER03

Anexo II - PLANILHA DE PREÇOS Serviços de recepção e mensageria Escritório Regional da Anatel no Paraná Pegrão Amplo nº 009/2011-Anatel-ER03 Anexo II - PLANILHA DE PREÇOS Serviços de recepção e mensageria Escritório Regional da Anatel no Paraná Pegrão Amplo nº 009/2011-Anatel-ER03 Número do processo: Data de apresentação da proposta: Unidade

Leia mais

ANEXO VI MODELO DE PROPOSTA

ANEXO VI MODELO DE PROPOSTA Ao ANEXO VI MODELO DE PROPOSTA BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S/A COMISSÃO DE LICITAÇÃO COLIC Ref. PREGÃO ELETRÔNICO N. 2013/ Prezados Senhores, Apresentamos em atendimento ao Edital do Pregão em epígrafe

Leia mais

ENCARGOS SOCIAIS. Grupo A. Subtotal. Grupo B. Subtotal. Grupo C. Subtotal Grupo D. Total de Encargos Sociais

ENCARGOS SOCIAIS. Grupo A. Subtotal. Grupo B. Subtotal. Grupo C. Subtotal Grupo D. Total de Encargos Sociais ENCARGOS SOCIAIS 1 INSS 20,00% 2 SESI ou SESC 1,50% 3 SENAI ou SENAC 1,00% 4 INCRA 0,20% 5 Salário Educação 2,50% 6 FGTS 8,00% 7 Seguro Acidente do Trabalho/SAT/INSS 3,00% 8 SEBRAE 0,60% 9 SECONCI 1,00%

Leia mais

RELATÓRIO DE JULGAMENTO

RELATÓRIO DE JULGAMENTO RELATÓRIO DE JULGAMENTO Pregão nº 012/2011 Trata-se o presente Relatório de Julgamento relativo à licitação na modalidade de Pregão Eletrônico, Tipo Menor Preço para a contratação de especializada para

Leia mais

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS RECEPÇÃO_POA Nº do processo: Contrato Dia: XX/XX/2013 - Hora: XxhXXmin A PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS Discriminação dos Serviços (dados referentes à contratação) Data de apresentação da proposta

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL SUDESTE DE MINAS GERAIS CÂMPUS SÃO JOÃO DEL-REI

INSTITUTO FEDERAL SUDESTE DE MINAS GERAIS CÂMPUS SÃO JOÃO DEL-REI MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de MG Câmpus São João del-rei Diretoria de Administração e Planejamento ANEXO IV Modelo de Planilha de Custos e Formação

Leia mais

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS Dados complementares para composição dos custos referente à mãodeobra 1.742,57 Supervisor Administrativo (Protocolo e Diretoria 1 Salário 100,00% 1.742,57 2 Hora Extra 3 Adicional noturno 4 Adicionais

Leia mais

RELATÓRIO DE JULGAMENTO

RELATÓRIO DE JULGAMENTO RELATÓRIO DE JULGAMENTO Pregão nº 012/2011 Trata-se o presente Relatório de Julgamento relativo à licitação na modalidade de Pregão Eletrônico, Tipo Menor Preço para a contratação de especializada para

Leia mais

MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - ORÇAMENTO. Discriminação dos Serviços (dados referentes à contratação)

MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - ORÇAMENTO. Discriminação dos Serviços (dados referentes à contratação) Obs.: O modelo utiliza o Regime de Tributação Lucro Real. A empresa deverá utilizar o seu Regime de Tributação indicando as respectivas alíquotas no item C, do Módulo 5. MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E

Leia mais

Quant. Vr. Unitário Vr.Total. Percentual. Quant. Vr. Unitário Vr. Total

Quant. Vr. Unitário Vr.Total. Percentual. Quant. Vr. Unitário Vr. Total ANEXO... PLANILHA DE CUSTOS 2º TURNO Quantidades (veículos/diárias): Tipo da contratação: ( ) Terceirizada ( ) Regime da CLT ( ) Cooperativa (Lei nº 5.764/71) ( ) Regime Tributário: ( ) Lucro Real ( )

Leia mais

MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - ORÇAMENTO RECEPCIONISTA. Página 1. Discriminação dos Serviços (dados referentes à contratação)

MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - ORÇAMENTO RECEPCIONISTA. Página 1. Discriminação dos Serviços (dados referentes à contratação) Obs.: O modelo utiliza o Regime de Tributação Lucro Real. A empresa deverá utilizar o seu Regime de Tributação indicando as respectivas alíquotas no item C, do Módulo 5. MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E

Leia mais

PORTARIA Nº 7, DE 9 DE MARÇO DE 2011.

PORTARIA Nº 7, DE 9 DE MARÇO DE 2011. PORTARIAS PORTARIA Nº 7, DE 9 DE MARÇO DE 2011. Altera o anexo III da Instrução Normativa nº 02/2008, de 30 de abril 2008, que dispõe sobre os procedimentos a serem observados pelos proponentes em licitações

Leia mais

Planilhas_Custo_final

Planilhas_Custo_final Planilhas_Custo_final Quadro demonstrativo - Valor Global da Proposta Valor Global da Proposta Descrição Qtde de Postos Valor Por Posto Valor Mensal Valor Global (12 meses) Auxiliar 7 R$ 2.070,36 R$ 14.492,53

Leia mais

ANEXO III. Página 1. Quantidade (total) a contratar (em função de medida)

ANEXO III. Página 1. Quantidade (total) a contratar (em função de medida) ANEXO III PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS N Processo Licitação n Dia / / às : horas Discriminação dos Serviços (referente à contratada) A Data de apresentação da proposta (dia/mês/ano) B Município/UF

Leia mais

1.1. Para os efeitos desta IN são adotadas as seguintes definições:

1.1. Para os efeitos desta IN são adotadas as seguintes definições: INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 013, de 30 de outubro de 1996 O MINISTRO DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL E REFORMA DO ESTADO, no uso de sua competência, e considerando o disposto no Decreto nº 2.031, de 11 de

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 11/2015 PROCESSO Nº 03110.014908/2014 55 OBJETO: Contratação

Leia mais

3.438,76 ASCENSSORISTA 16 R$ 1.969,29 R$ PREÇO TOTAL MENSAL:

3.438,76 ASCENSSORISTA 16 R$ 1.969,29 R$ PREÇO TOTAL MENSAL: Ao Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM) Proposta que faz a empresa ALMAN CONSERVAÇÃO DE PREDIOS EPP, CNPJ: 19.002.421/000180 contratação de empresa especializada para a prestação

Leia mais

Atualização dos percentuais máximos para Encargos Sociais.

Atualização dos percentuais máximos para Encargos Sociais. Atualização dos percentuais máximos para Encargos Sociais. 1. Introdução 1.1 Trata-se de atualização dos estudos relativos aos percentuais máximos de encargos sociais admissíveis nas contratações de serviços

Leia mais

ERRATA ERRATA EDITAL DE LICITAÇÃO - PROCESSO N.º 014/2015 - COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS- DIVULGAÇÃO ELETRÔNICA N.º 014/2015

ERRATA ERRATA EDITAL DE LICITAÇÃO - PROCESSO N.º 014/2015 - COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS- DIVULGAÇÃO ELETRÔNICA N.º 014/2015 INSTITUTO PALMAS DE DESENVOLVIMENTO E SOCIOECONOMIA SOLIDÁRIA Av. Val Paraíso, 698, Conjunto Palmeira Fortaleza-CE CEP 60870-440 bancopalmas@bancopalmas.org.br / 55 85 3459-4848 CNPJ 05705438/0001-99 ERRATA

Leia mais

MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - ORÇAMENTO. Discriminação dos Serviços (dados referentes à contratação)

MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS - ORÇAMENTO. Discriminação dos Serviços (dados referentes à contratação) Obs.: O modelo utiliza o Regime de Tributação Lucro Real. A empresa deverá utilizar o seu Regime de Tributação indicando as respectivas alíquotas no item C, do Módulo 5. MODELO DE PLANILHA DE CUSTOS E

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA PROPONENTE

IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA PROPONENTE IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA PROPONENTE Dados da empresa Razão Social: Nome de fantasia: Endereço: RUA DOUTOR AGENOR MARTINS DE CARVALHO, 1138 - SALA 02 - BAIRRO AGENOR MARTINS DE CARVALHO CEP: 76.820-350

Leia mais

MODELO DE PLANILHA DE COMPOSIÇÃO DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS

MODELO DE PLANILHA DE COMPOSIÇÃO DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS Esta planilha é exemplificativa pois alguns dos elementos integrantes de custos são variáveis e dependem da caracteristica e estrutura de custo de cada licitante. Outros elementos são decorrentes de Lei,

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 08/2015 ESCLARECIMENTO N. 2

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 08/2015 ESCLARECIMENTO N. 2 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento n. 2 Referência: Pregão Eletrônico n. 08/2015 Data: 27/5/2015 Objeto: Contratação de serviços de motoristas para atender a demanda da ANEEL na região do Distrito Federal

Leia mais

CURSO COMO PLANEJAR E JULGAR AS CONTRATAÇÕES DE TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE ACORDO COM A IN Nº 02/08 E ALTERAÇÕES

CURSO COMO PLANEJAR E JULGAR AS CONTRATAÇÕES DE TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE ACORDO COM A IN Nº 02/08 E ALTERAÇÕES CURSO COMO PLANEJAR E JULGAR AS CONTRATAÇÕES DE TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE ACORDO COM A IN Nº 02/08 E ALTERAÇÕES PERÍODO DE REALIZAÇÃO E CARGA HORÁRIA O curso será realizado no período de 02 a 05 de

Leia mais

PLANILHAS DE CUSTOS E PREÇOS DA IN 02/08 - MPOG E SUAS ALTERAÇÕES FISCALIZAÇÃO DE CONTRATOS TERCEIRIZADOS

PLANILHAS DE CUSTOS E PREÇOS DA IN 02/08 - MPOG E SUAS ALTERAÇÕES FISCALIZAÇÃO DE CONTRATOS TERCEIRIZADOS PLANILHAS DE CUSTOS E PREÇOS DA IN 02/08 - MPOG E SUAS ALTERAÇÕES FISCALIZAÇÃO DE CONTRATOS TERCEIRIZADOS Alterações Conforme Novas Disposições da IN 06/13 MPOG de 23/12/2013 31/Mar e 01/Abr de 2014 -

Leia mais

SERVIÇOS: De limpeza conservação de forma contínua prédio da Anatel-PI

SERVIÇOS: De limpeza conservação de forma contínua prédio da Anatel-PI ANEXO II PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PARA SERVIÇOS: LIMPEZA E CONSERVAÇÃO PREDIAL - ANATEL - PI PA 03/2006-ER09 - UO9.2 Fls.01/06 LOCAL: AVENIDA FREI SERAFIM Nº 2786 - CENTRO - TERESINA-PI

Leia mais

ANEXO - II MEMÓRIA DE CÁLCULO. PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS n 06/2014

ANEXO - II MEMÓRIA DE CÁLCULO. PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS n 06/2014 ANEXO - II PROCESSO Nº 23216.000072/2014-31 APRESENTAÇÃO MEMÓRIA DE CÁLCULO PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS n 06/2014 A presente Memória de Cálculo demonstram os passos seguidos para a fixação

Leia mais

O número de dias de trabalho médio por mês é calculado pela fórmula:

O número de dias de trabalho médio por mês é calculado pela fórmula: Este trabalho foi realizado a pedido da Pró-Reitoria de Administração e Planejamento e trata-se de um estudo com base no Manual de Orientação para Preenchimento da Planilha de Custo e Formação de Preços,

Leia mais

DISEG/COSEG/CGL/SPOA/SE/MJ

DISEG/COSEG/CGL/SPOA/SE/MJ Ref.: Processo nº 08008.000216/2014-11 Interessado: DISEG/COSEG/CGL/SPOA/SE/MJ Objeto: Contratação de empresa especializada na prestação de serviços copeiragem. Brasília, 27 de junho de 2014. RESPOSTA

Leia mais

ADITIVO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 47/2012.

ADITIVO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 47/2012. ADITIVO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 47/2012. TÍTULO: Prestação de serviços de monitoramento eletrônico e vigilância patrimonial humana da Sede do SAMAE, localizada na Rua: Barão do Rio Branco, nº 500

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA COORDENADORA DE PLANEJAMENTO, GESTÃO E FINANÇAS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA COORDENADORA DE PLANEJAMENTO, GESTÃO E FINANÇAS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO 1 Senhor Licitante, Solicito a V.Sª preencher o protocolo de entrega de edital abaixo, remetendo-o a Comissão Permanente de Licitação da PGF/AL, por meio do fax (0XX82) 3216 9874 ou e-mail licitacao@sefaz.al.gov.br.

Leia mais

ANEXO - 1.1 PLANILHA DE CUSTOS PARA BARCO EMPURRADOR 65HP ITEM DESCRIÇÃO DOS ITENS

ANEXO - 1.1 PLANILHA DE CUSTOS PARA BARCO EMPURRADOR 65HP ITEM DESCRIÇÃO DOS ITENS ANEXO - 1.1 PLANILHA DE CUSTOS PARA BARCO EMPURRADOR 65HP 1 INSUMOS (%) (R$) 1.1 COMBUSTÍVEL (800 km/mês)x(1,2 litro/km)x(r$ 2,25/litro) 2.160,00 1.2 MANUTENÇÃO 200,00 1.3 ÓLEO DO CARTER 120,00 1.4 DEPRECIAÇÃO

Leia mais

Gerência de Segurança em Brasília Tabela Estimativa de Custos

Gerência de Segurança em Brasília Tabela Estimativa de Custos Gerência de Segurança em rasília Tabela Estimativa de Custos A - DISCRIMINAÇÃO DOS SERVIÇOS A MUNICIPIO / UF rasília/df ANO ACORDO, CONVENÇÃO DF000528/2011-2013 C Nº DE MESES DE EXECUÇÃO CONTRATUAL 12

Leia mais

Metodologia Composição dos Custos - Valores limites Vigilância e Limpeza Genivaldo dos Santos Costa Brasília, 30 de maio de 2012

Metodologia Composição dos Custos - Valores limites Vigilância e Limpeza Genivaldo dos Santos Costa Brasília, 30 de maio de 2012 Metodologia Composição dos Custos - Valores limites Vigilância e Limpeza Genivaldo dos Santos Costa Brasília, 30 de maio de 2012 DLSG/SLTI SUMÁRIO 1. Histórico 2. Objetivo 3.Acórdão nº 1.753/2008 4. Metodologia

Leia mais

ANEXO I MODELO DE DECLARAÇÃO DE ELABORAÇÃO INDEPENDENTE DE PROPOSTA

ANEXO I MODELO DE DECLARAÇÃO DE ELABORAÇÃO INDEPENDENTE DE PROPOSTA ANEXO I MODELO DE DECLARAÇÃO DE ELABORAÇÃO INDEPENDENTE DE PROPOSTA (Identificação completa do representante da EMPRESA), como representante devidamente constituído de (Identificação completa da EMPRESA)

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO MODELO DE PLANILHA DE CUSTO PARA CONTRATAÇÃO DE VIGILÂNCIA ARMADA

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO MODELO DE PLANILHA DE CUSTO PARA CONTRATAÇÃO DE VIGILÂNCIA ARMADA TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO MODELO DE PLANILHA DE CUSTO PARA CONTRATAÇÃO DE VIGILÂNCIA ARMADA SERVIÇO DE VIGILÂNCIA C/ ADICIONAL NOTURNO DE SEGUNDA-FEIRA A DOMINGO 1Posto de 12 horas diurnas

Leia mais

ANEXO III A -PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS

ANEXO III A -PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS Nº do processo: Contrato Dia: XX/XX/2014 Hora: XxhXXmin C NEXO III PLNILH DE CUSTOS E FORMÇÃO DE PREÇOS Discriminação dos Serviços (dados referentes à contratação) Data de apresentação da proposta Município/UF

Leia mais

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PARA CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PARA CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO SEMINÁRIO ESPECIAL PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PARA CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO A ELABORAÇÃO DA PLANILHA PASSO A PASSO: ESTUDO DA LEGISLAÇÃO, JURISPRUDÊNCIA E MEMÓRIA DE CÁLCULO DE CADA RUBRICA

Leia mais

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Sistema Integrado de Administração de Serviços Gerais - SIASG Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA PROPONENTE

IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA PROPONENTE IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA PROPONENTE Dados da empresa Razão Social: Nome de fantasia: BRILHAR 14.846.479/0001-96 Endereço: CEP: Avenida Bandeirantes, 440 - Bairro Amambai 79.005-670 Municipio/UF: Campo

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A.- CERON PROGRAMA LUZ PARA TODOS. Anexo I - Planilha Orçamentária - Composição de Custos -DOC/DOCA

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A.- CERON PROGRAMA LUZ PARA TODOS. Anexo I - Planilha Orçamentária - Composição de Custos -DOC/DOCA CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A.- CERON PROGRAMA LUZ PARA TODOS Anexo I - Planilha Orçamentária - Composição de Custos -DOC/DOCA Objeto: Referência: PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS TÉCNICOS E ADMINISTRATIVOS

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 14/2008

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 14/2008 MINISTÉRIO D FZEND SUPERINTENDÊNCI DE SEGUROS PRIVDOS NEXO TERMO DE REFERÊNCI GEMP 14/2008 1 DO OJETO Visa o presente à contratação de empresa especializada para a prestação de serviços contínuos de Motorista

Leia mais

ELABORAÇÃO DE PLANILHA DE

ELABORAÇÃO DE PLANILHA DE ELABORAÇÃO DE PLANILHA DE FORMAÇÃO DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 02/2008 SLTI/MPOG E ATUALIZAÇÕES POSTERIORES Carga Horária de 24 Horas 14 a 16 de Setembro Brasília - DF Objetivo:

Leia mais

ELABORAÇÃO DE PLANILHA DE

ELABORAÇÃO DE PLANILHA DE ELABORAÇÃO DE PLANILHA DE FORMAÇÃO DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 02/2008 SLTI/MPOG Exclusivamente Atualizado com a IN 06/13 Carga Horária de 24 Horas 23 a 25 de Fevereiro Belém

Leia mais

COMO ELABORAR A PLANILHA DE FORMAÇÃO DE PREÇOS DA IN Nº 02/08 E COMO JULGAR A LICITAÇÃO PARA A CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS CONTÍNUOS

COMO ELABORAR A PLANILHA DE FORMAÇÃO DE PREÇOS DA IN Nº 02/08 E COMO JULGAR A LICITAÇÃO PARA A CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS CONTÍNUOS COMO ELABORAR A PLANILHA DE FORMAÇÃO DE PREÇOS DA IN Nº 02/08 E COMO JULGAR A LICITAÇÃO PARA A CONTRATAÇÃO DOS SERVIÇOS CONTÍNUOS Polêmicas do planejamento e do julgamento da licitação e entendimentos

Leia mais

Estudos sobre valores limite para a. contratação de serviços de vigilância e. limpeza no âmbito da Administração Pública. Federal

Estudos sobre valores limite para a. contratação de serviços de vigilância e. limpeza no âmbito da Administração Pública. Federal Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal Caderno Técnico 17/2014 Serviços de Vigilância da Federação: PR Data de início

Leia mais

www.linceseg.com.br / Iinceseg@Iinceseg.com.br

www.linceseg.com.br / Iinceseg@Iinceseg.com.br PROPOSTA DE PREÇOS MINISTEFLIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE ECUAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE CAMPUS ARAQUARI PREGA() ELETRÓNICO N 005/205 DATA DA ABERTURA: 28/09205 HORA: 09:005

Leia mais

Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal

Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal Caderno Técnico 54/2013 Serviços de Vigilância da Federação: Amapá Data de

Leia mais

ANEXO_II ANEXO 2 PLANILHA DE CUSTOS DETALHADA PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS

ANEXO_II ANEXO 2 PLANILHA DE CUSTOS DETALHADA PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS ANEXO_II ANEXO 2 PLANILHA DE CUSTOS DETALHADA PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS Nº Processo Licitação Nº Dia / / às : horas Discriminação dos Serviços A Data de apresentação da proposta (dia/mês/ano)

Leia mais

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PARA CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO

PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PARA CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO CURSO DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS PARA CONTRATOS DE TERCEIRIZAÇÃO A ELABORAÇÃO DA PLANILHA PASSO A PASSO: ESTUDO DA LEGISLAÇÃO, JURISPRUDÊNCIA E MEMÓRIA DE

Leia mais

Ministério da Integração Nacional - M I Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba

Ministério da Integração Nacional - M I Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba Ministério da Integração Nacional M I ANEXO II PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS SEDE DA 1ª SUPERINTENDENCIA REGIONAL DA CODEVASF EM MONTES CLAROS Nº do Processo Licitação Nº Dia / / às : horas.

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DA VARA DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE DO DISTRITO FEDERAL

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DA VARA DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE DO DISTRITO FEDERAL ILUSTRÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DA VARA DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE DO DISTRITO FEDERAL Ref.: PREGÃO ELETRÔNICO Nº 012/2013 DATA DA REALIZAÇÃO DO CERTAME: 26 DE SETEMBRO DE 2013

Leia mais

METODOLOGIA DE CÁLCULO DA TARIFA TÉCNICA

METODOLOGIA DE CÁLCULO DA TARIFA TÉCNICA METODOLOGIA DE CÁLCULO DA TARIFA TÉCNICA ÍNDICE 1. QUILOMETRAGEM 2. PASSAGEIROS 3. IPK 4. CUSTOS DEPENDENTES OU VARIÁVEIS 4.1. Combustível 4.2. Lubrificantes 4.3. Rodagem 4.4. Peças e acessórios e serviços

Leia mais

A ACADEMIA BRASILEIRA DE SOLUÇÕES E TREINAMENTOS traz para Você o seguinte treinamento:

A ACADEMIA BRASILEIRA DE SOLUÇÕES E TREINAMENTOS traz para Você o seguinte treinamento: A ACADEMIA BRASILEIRA DE SOLUÇÕES E TREINAMENTOS traz para Você o seguinte treinamento: QUESTÕES POLEMICAS: Método de Pesquisa de Preço de Serviços, Compreensão e Manejo de Planilhas para Julgamento de

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração Coordenação-Geral de Aquisições

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração Coordenação-Geral de Aquisições MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração Coordenação-Geral de Aquisições RESPOSTA AO PEDIDO DE ESCLARECIMENTO I Processo: 03110.020000/2014-81 Interessado:

Leia mais

Estudo sobre a composição dos Custos dos Valores Limites Serviços de Limpeza

Estudo sobre a composição dos Custos dos Valores Limites Serviços de Limpeza Estudo sobre a composição dos Custos dos Valores Limites Serviços de Limpeza Unidade da Federação Pará 2015 Versão 1.0 Presidente da República Dilma Rousseff Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão

Leia mais

CURSO FORMAÇÃO DO CUSTO, PREÇO DE SERVIÇOS NAS CONTRATAÇÕES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DO SISTEMA S

CURSO FORMAÇÃO DO CUSTO, PREÇO DE SERVIÇOS NAS CONTRATAÇÕES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DO SISTEMA S CURSO FORMAÇÃO DO CUSTO, PREÇO DE SERVIÇOS NAS CONTRATAÇÕES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DO SISTEMA S MANAUS/AM 11 E 12 DE DEZEMBRO DE 2014 PROFESSOR JERÔNIMO LEIRIA APRESENTAÇÃO Proporcionar aos participantes

Leia mais

GRATIFICAÇÕES, ADICIONAIS, AUXÍLIOS E OUTROS

GRATIFICAÇÕES, ADICIONAIS, AUXÍLIOS E OUTROS ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: MG001902/2012 DATA DE REGISTRO NO MTE: 03/05/2012 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR019390/2012 NÚMERO DO PROCESSO: 46236.000751/2012-13 DATA DO

Leia mais

Ministério Público do Rio Grande do Sul DAT Unidade de Assessoramento Contábil DOCUMENTO DAT-CO N.º 0664/2014 LICITAÇÕES PESSOA JURÍDICA

Ministério Público do Rio Grande do Sul DAT Unidade de Assessoramento Contábil DOCUMENTO DAT-CO N.º 0664/2014 LICITAÇÕES PESSOA JURÍDICA PARECER DOCUMENTO DAT-CO N.º 0664/2014 LICITAÇÕES PESSOA JURÍDICA PARA: Luís Antônio Benites Michel Comissão Permanente de Licitações DE: Beatriz Scherer de Oliveira Assessora em Contabilidade Pregão eletrônico

Leia mais

QUESTIONAMENTO 01 SUL AMÉRICA

QUESTIONAMENTO 01 SUL AMÉRICA Fls. QUESTIONAMENTO 01 SUL AMÉRICA Em relação aos Questionamentos efetuados pela empresa Sul América Serviços LTDA, informo que foram analisados pelo Diretor da área solicitante, Sr. Charles, e com base

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração ESCLARECIMENTO V

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração ESCLARECIMENTO V MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria Executiva Diretoria de Administração PREGÃO ELETRÔNICO Nº 22/2015 PROCESSO Nº 03110.001068/2015-41 OBJETO: Contratação de empresa prestadora de

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 27/2015 - BNDES QUESTIONAMENTO 03

PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 27/2015 - BNDES QUESTIONAMENTO 03 PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 27/2015 - BNDES QUESTIONAMENTO 03 Pergunta 1: Atualmente muitos trabalhadores que estão executando serviços dentro do Distrito Federal, moram no Entorno desse modo a cotação de

Leia mais

Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal

Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal Caderno Técnico 01/2013 Serviços de Vigilância da Federação: Distrito Federal

Leia mais

Estudos sobre valores limite para a. contratação de serviços de vigilância e. limpeza no âmbito da Administração Pública. Federal

Estudos sobre valores limite para a. contratação de serviços de vigilância e. limpeza no âmbito da Administração Pública. Federal Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal Caderno Técnico 23/2014 Serviços de Vigilância Unidade da Federação: MT Data

Leia mais

Estudos sobre valores limite para a. contratação de serviços de vigilância e. limpeza no âmbito da Administração Pública. Federal

Estudos sobre valores limite para a. contratação de serviços de vigilância e. limpeza no âmbito da Administração Pública. Federal Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal Caderno Técnico 33/2014 Serviços de Vigiância Unidade da Federação: PE Data

Leia mais

Barbacena, 06 de outubro de 2015.

Barbacena, 06 de outubro de 2015. INSTITUTO FEDERAL DO SUDESTE DE MINAS - CAMPUS BARBACENA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 03/2015 (Processo Administrativo n. 23355.000394/2015-76) À CONFIARE SOLUÇÕES EMPRESARIAIS EIRELI -ME Barbacena, 06 de outubro

Leia mais

ATO CONVOCATÓRIO Nº 014/2011 CONTRATO DE GESTÃO IGAM Nº 003/2009

ATO CONVOCATÓRIO Nº 014/2011 CONTRATO DE GESTÃO IGAM Nº 003/2009 ATO CONVOCATÓRIO Nº 014/2011 CONTRATO DE GESTÃO IGAM Nº 003/2009 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA DISPONIBILIZAR MOTORISTA PROFISSIONAL EM ATENDIMENTO AO COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA

Leia mais

ANEXOS DO EDITAL - TIPO: GENÉRICO ANEXO 02 MODELO PROPOSTA DA LICITANTE

ANEXOS DO EDITAL - TIPO: GENÉRICO ANEXO 02 MODELO PROPOSTA DA LICITANTE ANEXOS DO EDITAL - TIPO: GENÉRICO ANEXO 02 MODELO PROPOSTA DA LICITANTE _ (nome da empresa), CNPJ-MF n.º, sediada (endereço completo), telefone (xx) xxxx-xxxx, email: xxxxxxx@xxxxx.com.br, tendo examinado

Leia mais

VALEC: Desenvolvimento Sustentável do Brasil 1º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS REF. AO PREGÃO Nº 007/2009

VALEC: Desenvolvimento Sustentável do Brasil 1º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS REF. AO PREGÃO Nº 007/2009 1º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS REF. AO PREGÃO Nº 007/2009 1) Qual é a função a ser cotada? Encarregado ou líder de turma? Tal pergunta se dá, uma vez que no termo de referência se fala em encarregado

Leia mais

Negociação Comercial

Negociação Comercial Negociação Comercial Aula 16-04/04/09 1 Negociação Comercial ETAPAS E MODELO DE UMA PROPOSTA COMERCIAL Parte 1/2 2 OBJETO...(preencher)........., conforme descritos na Proposta Técnica. 2 ETAPAS DO PROJETO

Leia mais

Correções em reajustes nos contratos da Construção Pesada em virtude da Desoneração da Folha de Pagamentos. José Pastore

Correções em reajustes nos contratos da Construção Pesada em virtude da Desoneração da Folha de Pagamentos. José Pastore Correções em reajustes nos contratos da Construção Pesada em virtude da da Folha de Pagamentos José Pastore Setembro de 2014 Custos do Trabalho Mudança de Cálculo Alterações legais Lei nº 13.043/2014 (MP651/2014)

Leia mais

b) O Anexo XIII - Planilha de Composição de Custos foi alterado, a nova versão segue em anexo.

b) O Anexo XIII - Planilha de Composição de Custos foi alterado, a nova versão segue em anexo. Aditamento nº 02 Pregão Presencial nº 15/00488 Objeto: CELESC DISTRIBUIÇÃO S.A. - Contratação de empresa para prestação dos serviços de leitura de medidores de energia elétrica, impressão e entrega simultânea

Leia mais

QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 34/2014 - BNDES. Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece:

QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 34/2014 - BNDES. Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece: QUESTIONAMENTOS ACERCA DO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 34/2014 - BNDES Prezado Senhor, Em resposta aos questionamentos formulados, o BNDES esclarece: 1. Itens 4.14, 4.17.1, 4.17.2, 4.19, 6.2 e 18

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO GOVERNADORIA COMISSÃO CENTRAL PERMANENTE DE LICITAÇÃO CCL

ESTADO DO MARANHÃO GOVERNADORIA COMISSÃO CENTRAL PERMANENTE DE LICITAÇÃO CCL REF.: CONCORRÊNCIA Nº 006 / 2014 CCL ANEXO ERRATA Nº 002/2014 - CCL RESUMO Mês base: Agosto/2013 DISCRIMINAÇÃO VALOR PARCIAL TOTAL A - EQUIPE TÉCNICA 2.025.871,44 A.1 - Pessoal de Nível Superior* 1.891.997,04

Leia mais

PROPOSTA FINANCEIRA DE SERVIÇOS

PROPOSTA FINANCEIRA DE SERVIÇOS PROPOSTA FINANCEIRA DE SERVIÇOS PFS PERÍMETRO(S): OBJETO: EDITAL: SERVIÇOS PAGOS A PREÇO GLOBAL CUSTOS DIRETOS MÃO-DE-OBRA A - TOTAL DE SALÁRIO DA EQUIPE A1 - TOTAL SALÁRIOS DA EQUIPE COM VÍNCULO (PFS-I)

Leia mais

SEMINÁRIO DE TERCEIRIZAÇÃO: QUESTÕES POLÊMICAS SOBRE A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS

SEMINÁRIO DE TERCEIRIZAÇÃO: QUESTÕES POLÊMICAS SOBRE A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS Inicialmente, agradecemos a oportunidade de apresentarmos o presente seminário. No presente e-mail, seguem as informações gerais do seminário e demais especificações para sua análise. SEMINÁRIO DE TERCEIRIZAÇÃO:

Leia mais

PROPOSTA DE PREÇOS QUANTIDADE DE APARELHO POR MÊS

PROPOSTA DE PREÇOS QUANTIDADE DE APARELHO POR MÊS Ao Tribunal de Justiça do Amazonas Ref: Pregão Eletronico 020/2011 Objeto:Serviço de manutenção preventiva e corretiva do parque de equipamentos de ar condicionado do tipo splits e ACJ (ar condicionado

Leia mais

Habilitar o aluno a entender o ambiente pertinente às Contratações Governamentais, obtendo

Habilitar o aluno a entender o ambiente pertinente às Contratações Governamentais, obtendo Realização: INCLUSO: Pasta, apostila(manual), caneta, lápis, borracha, slides trabalhados em sala de aula junto a apostila, dois coffee breaks (manhã e tarde) e certificado. OBJETIVO: Habilitar o aluno

Leia mais

PLANILHA DE CUSTOS PARA ORIENTADOR DOMICILIAR. ITEM DESCRIÇÃO DOS ITENS ( % ) Valor Mensal 1 SALÁRIO MENSAL 801,88

PLANILHA DE CUSTOS PARA ORIENTADOR DOMICILIAR. ITEM DESCRIÇÃO DOS ITENS ( % ) Valor Mensal 1 SALÁRIO MENSAL 801,88 PLANILHA DE CUSTOS PARA ORIENTADOR DOMICILIAR ITEM DESCRIÇÃO DOS ITENS ( % ) Valor Mensal 1 SALÁRIO MENSAL 801,88 1.1 ADICIONAL NOTURNO 1.2 ADICIONAL DE PERICULOSIDADE 0,00% 0,00 1.3 RESERVA TÉCNICA 5,00%

Leia mais

contratação ncia e limpeza Federal de 2014 Data de início Versão 2.0

contratação ncia e limpeza Federal de 2014 Data de início Versão 2.0 Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilân ncia e limpeza no âmbito da Administraçãoo Pública Federal Caderno Técnico 42/2014 Serviços de Limpez za da Federação: SP Data de

Leia mais

3. DOS ATIVOS 3.1 A CONTRATADA executará o serviço de FISIOTERAPIA DOMICILIAR utilizando todos os materiais e equipamentos próprios.

3. DOS ATIVOS 3.1 A CONTRATADA executará o serviço de FISIOTERAPIA DOMICILIAR utilizando todos os materiais e equipamentos próprios. Memorial Nº 001/2012 destinado a selecionar propostas para a contratação de empresa especializada na prestação de serviços de FISIOTERAPIA DOMICILIAR para beneficiários da Unimed Piraqueaçu, inscritos

Leia mais

Parágrafo Único -- Não serão compensados os aumentos decorrentes de promoção, transferência, equiparação salarial e término de aprendizagem.

Parágrafo Único -- Não serão compensados os aumentos decorrentes de promoção, transferência, equiparação salarial e término de aprendizagem. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO CELEBRADA ENTRE O SINDIMVET SINDICATO DOS MÉDICOS VETERINÁRIOS DO ESTADO DE SÃO PAULO e SINPAVET SINDICATO PATRONAL DOS MÉDICOS VETERINÁRIOS DO ESTADO DE SÀO PAULO PERÍODO

Leia mais

Procedimentos - 13º Salário Logix

Procedimentos - 13º Salário Logix Procedimentos - 13º Salário Logix 1 ÍNDICE 1. Parâmetros... 3 1.1. RHU3330 - Empresas - Cálculo/Movimento Folha...3 1.2. RHU0050 Manutenção Eventos...5 1.3. RHU0030 - Categoria Salarial...6 1.4. RHU0150

Leia mais

Estudos sobre valores limite para a. contratação de serviços de vigilância e. limpeza no âmbito da Administração Pública. Federal

Estudos sobre valores limite para a. contratação de serviços de vigilância e. limpeza no âmbito da Administração Pública. Federal Estudos sobre valores limite para a contratação de serviços de vigilância e limpeza no âmbito da Administração Pública Federal Caderno Técnico 21/2014 Serviços de Limpeza Unidade da Federação: SC Data

Leia mais

Módulo Recursos Humanos

Módulo Recursos Humanos Módulo Recursos Humanos Folha de Pagamento Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre o Módulo Recursos Humanos Folha de Pagamento. Todas informações aqui disponibilizadas foram retiradas

Leia mais

INSTRUÇÃO Nº 003/ 2011

INSTRUÇÃO Nº 003/ 2011 Publicado no DOE em 17 de março de 2011 INSTRUÇÃO Nº 003/ 2011 Orienta os órgãos e entidades da Administração Pública do Poder Executivo Estadual sobre os encargos sociais a serem utilizados na fixação

Leia mais

DECRETO Nº 15.219 DE 30 DE JUNHO DE 2014

DECRETO Nº 15.219 DE 30 DE JUNHO DE 2014 DECRETO Nº 15.219 DE 30 DE JUNHO DE 2014 Regulamenta a Lei nº 12.949, de 14 de fevereiro de 2014 que estabelece mecanismos de controle do patrimônio público do Estado da Bahia, dispondo sobre provisões

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DO RN ANEXO IX PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS A

CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DO RN ANEXO IX PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS A CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DO RN ANEXO IX PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS A A proposta foi elaborada com Salário Base (minímo) de R$ ( 540,00 ) para a função de Auxiliar

Leia mais

PLANILHA CÁLCULOS DOS CUSTOS DE PESSOAL LIMPEZA E CONSERVAÇÃO HORTOMERCADOS

PLANILHA CÁLCULOS DOS CUSTOS DE PESSOAL LIMPEZA E CONSERVAÇÃO HORTOMERCADOS LEVANTAMENTO obras sureg 24 PLANILHA CÁLCULOS DOS CUSTOS DE PESSOAL LIMPEZA E CONSERVAÇÃO HORTOMERCADOS % Adicional Noturno 2,% % DSR Domingos e Feriados: 5 1 HORTOMERCADO HUMAITÁ Quant. Hora Valor % Carga

Leia mais

ANEXO 1 PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS OPERADOR DE AUDIO E VÍDEO

ANEXO 1 PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS OPERADOR DE AUDIO E VÍDEO ANEXO 1 PLANILHA DE CUSTOS E FORMAÇÃO DE PREÇOS I N Processo 0.00.002.000339/2010-76 Licitação N 10/2011 Discriminação dos Serviços: (dados referentes à contratação A Data de apresentação da proposta (dia/mês/ano)(

Leia mais

A NOVA PLANILHA DE CUSTOS E PREÇOS DA IN Nº 02/08 DE ACORDO COM AS ALTERAÇÕES DA PORTARIA Nº 07/11

A NOVA PLANILHA DE CUSTOS E PREÇOS DA IN Nº 02/08 DE ACORDO COM AS ALTERAÇÕES DA PORTARIA Nº 07/11 03 a 05 de MAIO de 2011 FORTALEZA/CE A NOVA PLANILHA DE CUSTOS E PREÇOS DA IN Nº 02/08 DE ACORDO COM AS ALTERAÇÕES DA PORTARIA Nº 07/11 Passo a passo do memorial de cálculo Aspectos trabalhista, previdenciário

Leia mais

PREGÃO 05/2015 ESCLARECIMENTOS. A quem possa interessar, apresentamos abaixo esclarecimentos face aos questionamentos feitos pelas empresas abaixo:

PREGÃO 05/2015 ESCLARECIMENTOS. A quem possa interessar, apresentamos abaixo esclarecimentos face aos questionamentos feitos pelas empresas abaixo: PREGÃO 05/2015 ESCLARECIMENTOS A quem possa interessar, apresentamos abaixo esclarecimentos face aos questionamentos feitos pelas empresas abaixo: A) RN COMERCIAL: QUESTIONAMENTOS: 1- Atualmente muitos

Leia mais

PLANILHA CÁLCULOS DOS CUSTOS DE PESSOAL LIMPEZA E CONSERVAÇÃO HORTOMERCADOS

PLANILHA CÁLCULOS DOS CUSTOS DE PESSOAL LIMPEZA E CONSERVAÇÃO HORTOMERCADOS LEVANTAMENTO obras sureg 2004 PLANILHA CÁLCULOS DOS CUSTOS DE PESSOAL LIMPEZA E CONSERVAÇÃO HORTOMERCADOS % Adicional Noturno 20,00% % DSR Domingos e Feriados: 5 1 HORTOMERCADO HUMAITÁ Quant. Hora Valor

Leia mais

Auxiliar Jurídico. Módulo IV. Aula 01

Auxiliar Jurídico. Módulo IV. Aula 01 Auxiliar Jurídico Módulo IV Aula 01 1 CÁLCULOS TRABALHISTAS Neste módulo você irá aprender a realizar os cálculos de verbas rescisórias e Liquidação de Sentença. I. VERBAS RESCISÓRIAS Podemos entender

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2011/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: PR001254/2011 DATA DE REGISTRO NO MTE: 18/04/2011 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR017099/2011 NÚMERO DO PROCESSO: 46212.006142/2011-57 DATA DO

Leia mais