Plataforma de elearning. NetForma davinci Web

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Plataforma de elearning. NetForma davinci Web 2.0-3.0"

Transcrição

1 Plataforma de elearning NetForma davinci Web Introdução Neste documento apresentaremos as principais especificidades da Plataforma NetForma davinci Web , tendo em vista a sua utilização na formação profissional e formação intraempresas. Explicitaremos como é feita a entrada na Plataforma e nos Cursos e quais os diferentes acessos existentes, as funcionalidades da plataforma, a gestão de conteúdos, a gestão da aprendizagem e as principais inovações a implementar. 2. Plataforma NetForma davinci Web As Plataformas de elearning, também designadas por LMS (Learning Management System ou Sistema de Gestão da Aprendizagem), são ferramentas que possuem de forma integrada, quase todas as aplicações que foram desenvolvidas para ensinar/aprender através da Internet ou de redes similares. Estas, por sua vez, só conseguem aproveitar a extraordinária propulsão dada pela vertente tecnológica, se tiverem um Modelo Pedagógico que as sustente e possa dar cobertura científica às acções de ensino/aprendizagem assim geridas. É o caso da Plataforma NetForma davinci Web que tem por base um modelo pedagógico específico para o ensino multimédia a distância, o SAFEM-D (Sistema Aberto de Formação e Ensino Multimédia a Distância). A Plataforma é então, em si mesma, um produto multimédia, pois possui vários sistemas de comunicação (Mensagens, Comunicação Digital, Fórum, Chat, etc.) e de armazenamento da informação (Biblioteca, FAQ`s, Aulas Virtuais Teóricas, Aulas Virtuais Práticas, etc.) componentes que iremos explicar pormenorizadamente, mais à frente. Esta Plataforma destina-se a pessoas individuais e/ou organizações que pretendam realizar formação em elearning ou blearning, nas mais diversas áreas. Assim poderá servir de apoio à formação realizada pelas organizações e como meio de comunicação, bem como partilha de informação entre diferentes intervenientes. 1

2 2.1 Entrada As plataformas são customizadas aos clientes, e, por isso, a entrada e endereço das mesmas são adaptadas de acordo com o interesse e natureza das organizações e cursos. No caso dos cursos onde está inscrito está automaticamente inscrito no curso correspondente, não necessitando de pedir, para o efeito, qualquer tipo de password ou username, uma vez que esses dados já estão automaticamente configurados. Deve utilizar o sistema Connect da Liberty. 2.2 Diferentes Tipos de Acesso A Plataforma pressupõe a existência de categorias de usuários que acedem a diferentes funções e aos quais são lhes atribuídas responsabilidades distintas. Esta distinção corresponde aos diferentes intervenientes do processo de gestão da formação, com vista a facilitar e tornar o mesmo mais eficaz. Tutor - pode acompanhar e orientar todo o processo de ensino/aprendizagem. Autor - responsável pela colocação e criação de conteúdos, cursos e testes; Formandos - utilizadores das funcionalidades da Plataforma e dos cursos. 2

3 3. Funcionalidades da Plataforma Ao entrar na Plataforma irá visualizar o Atrium, ou seja, uma entrada onde pode ter acesso às várias áreas, de acordo com o privilégio de utilizador que lhe foi concedido. Em seguida explicaremos em que consiste e qual a finalidade de cada uma dessas áreas Aulas Na página de entrada clique em Aulas para ter acesso aos cursos em que está inscrito ou às aulas propriamente ditas. Se tiver inscrito em mais do que um curso acederá à lista dos cursos, se só estiver inscrito num Curso entrará logo na página das suas aulas Placar É neste local que a Administração da Escola ou os Autores/Tutores podem colocar todo o tipo de informação com carácter de urgência. Quando se acede à Plataforma, é indicado se há ou não, novas mensagens. 3

4 3.3 Chat Este espaço consiste num chat reservado à interacção virtual síncrona (em tempo real ou simultânea) entre formandos e tutores, promovendo o debate de ideias, trocas de experiências, esclarecimento de dúvidas, etc. 3.4 Newsletters Newsletters que as assinam e são enviados por . Trata-se de periódicos com informações que as organizações querem divulgar, aos clientes 3.5 Biblioteca Na Biblioteca os autores/tutores colocam os documentos e obras de referência, que são organizadas por ordem alfabética. A pesquisa das obras pode ser feita pela letra inicial ou por palavra-chave. 4

5 4 Gestão de Conteúdos 4.1 Formando O modelo de ensino-aprendizagem por nós preconizado, tem o seu enfoque no formando, pelo que a plataforma e os cursos são constantemente actualizados e adaptados às necessidades dos mesmos, disponibilizando-se inúmeras ferramentas que permitem facilitar e tornar o processo de ensino-aprendizagem mais eficaz. a) Área de Trabalho Na Área de Trabalho o formando pode visualizar e imprimir a Calendarização do curso, ou seja, as datas das sessões e testes que deve realizar. Para além disso, tem acesso a várias Ferramentas de Comunicação: Placar do Curso, Mensagens entre Formandos, Mensagens com o Tutor e Administrador; Informação (Área Pessoal onde estão registados todos os dados do formando, a sua avaliação e trabalhos realizados). Por fim, são disponibilizadas Ferramentas de Pesquisa de Conteúdos, Fórum (onde os formandos podem discutir e debater questões importantes de modo assíncrono), FAQ (Frequently Asked Questions onde são apresentadas as respostas às questões mais frequentes) e Chat (permite a comunicação síncrona entre formandos e tutores). A vantagem do elearning é precisamente a de que o formando possa gerir o seu tempo de estudo e estudar ao seu próprio ritmo, mas isso pode tornar-se uma desvantagem quando o formando não é organizado ou não sabe exactamente em que consiste o programa do curso. Nesse sentido, a calendarização revela-se um poderoso instrumento, permitindo facilmente ao formando ver em que ponto do estudo se encontra e o que deve ainda fazer. 5

6 b) Aulas Na zona central desta área o formando pode visualizar as principais novidades, e alterações (informações novas, mensagens e comentários no fórum); do lado esquerdo aparece o Índice do curso onde o formando deve clicar acedendo à sessão que pretende. Para além disso, na área das aulas os formandos podem aceder à Biblioteca e Mediateca acedendo aos documentos e ficheiros disponíveis e a plataforma disponibiliza ainda, um Bloco de Notas. O Bloco de Notas da Plataforma permite guardar as notas que vão sendo tiradas pelos formandos ao longo dos cursos. Deste modo, cria-se uma base de dados, em que as notas são organizadas por Unidade, Sessão e assunto e podem ser impressas. c) Testes Na área dos Testes o formando visualiza quando é que os testes estão disponíveis e pode verificar as notas que obteve. 6

7 d) Questionário Final No final de cada curso, os formandos respondem a um questionário de qualidade, cujos dados são permanentemente actualizados e podem ser visualizados, quer por curso, quer em termos de total. 4.2 Avaliação da Formação A avaliação é uma das maiores preocupações para quem realiza formação e, por isso, é um dos aspectos mais trabalhados e em constante actualização nesta Plataforma. Anteriormente já apresentámos a base de questões que se pode criar na Plataforma e o modo como são criados os testes, mas é importante explicitar como é que isto ocorre na prática. A avaliação inicia-se com um Teste de Diagnóstico, que é iniciado automaticamente, quando o formando acede às aulas e antes que este visualize quaisquer conteúdos. 7

8 No final de cada Unidade os formandos realizam um Teste de Unidade, com maior grau de dificuldade e cujos resultados só ficarão disponíveis quando o prazo de realização do mesmo tiver terminado. No final dos cursos, os formandos realizam um Teste Final, idêntico ao Teste de Diagnóstico, (em termos de características das perguntas) para que depois se possa avaliar a evolução que os formandos tiveram ao longo do curso. No caso de existir uma Avaliação Presencial é criado um teste final que após impresso será entregue aos formados em sala. Além da folha do teste também pode imprimir-se a grelha de respostas e grelha de correcção. Os resultados dos testes que são realizados na Plataforma, ficam registados e organizados por classificação (positiva ou negativa) e indicação daqueles que ainda não realizaram o teste, tal como se apresenta nas imagens. As perguntas dos testes de Diagnóstico, teste de Unidade e teste Final são todas de Escolha Múltipla. Em suma, esta Plataforma permite realizar Avaliação Inicial, Avaliação Contínua e Avaliação Final. 5 Inovações em Curso A Plataforma NetForma davinci Web é um produto em evolução, cujas alterações decorrem de investigações e da análise das necessidades dos nossos clientes. Nesse sentido estamos constantemente a acrescentar e melhorar processos e funções. Actualmente, temos em vista a integração de uma aplicação que possibilite a comunicação síncrona entre tutor e formandos, com vídeo, som e partilha de um quadro branco e a construção de testes com base em critérios específicos. 8

Curso de Atendimento Personalizado e Call Center. Referencial Pedagógico

Curso de Atendimento Personalizado e Call Center. Referencial Pedagógico Curso de Atendimento Personalizado e Call Center Referencial Pedagógico 1. Competências Globais e Específicas Desenvolver competências gerais e específicas no âmbito do Atendimento ao Público, ao nível

Leia mais

Na educação a distância, você tem autonomia de estudo, isto é, VOCÊ faz sua programação, estabelece seu ritmo de estudo.

Na educação a distância, você tem autonomia de estudo, isto é, VOCÊ faz sua programação, estabelece seu ritmo de estudo. Olá!!! Com o crescente uso das tecnologias da informação e da comunicação nas práticas educacionais a educação a distância (EAD) tornou-se, no Brasil e no mundo, uma alternativa aos cursos presenciais.

Leia mais

Plataforma Moodle ESTeSL

Plataforma Moodle ESTeSL Plataforma Moodle ESTeSL A plataforma Moodle da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL) está disponível a partir de qualquer dispositivo com acesso à Internet, no endereço: http://moodle.estesl.ipl.pt

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE DO IAVE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE DO IAVE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA MOODLE DO IAVE JUNHO 2016 Índice Introdução... 3 1. Acesso à plataforma Moodle do IAVE, I.P.... 4 2. Descrição e utilização dos fóruns... 7 Fórum notícias... 7 Fórum

Leia mais

Manual SIGA e SIGA2E Área do Encarregado de Educação

Manual SIGA e SIGA2E Área do Encarregado de Educação Manual SIGA e SIGA2E Área do Encarregado de Educação Sistema Integrado de Gestão e Aprendizagem Município de Golegã Data: 16/05/2016 Versão: 01 Índice 1 Introdução... 1 2 Área de Encarregado de Educação...

Leia mais

MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM (AVA) DA COOEPE Perfil de Aluno

MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM (AVA) DA COOEPE Perfil de Aluno COOEPE COOPERATIVA DE EDUCAÇÃO DE PROFESSORES E ESPECIALISTAS MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM (AVA) DA COOEPE Perfil de Aluno 1 SUMÁRIO 1 CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM DA COOEPE...

Leia mais

PROGRAMA DO CURSO. - Formação Pedagógica Inicial De Formadores B-learning. (Curso homologado pelo IEFP / Acesso ao CCP)

PROGRAMA DO CURSO. - Formação Pedagógica Inicial De Formadores B-learning. (Curso homologado pelo IEFP / Acesso ao CCP) PROGRAMA DO CURSO - Formação Pedagógica Inicial De Formadores B-learning (Curso homologado pelo IEFP / Acesso ao CCP) Em parceria com: Índice 1. Destinatários Pág. 3 2. Objectivo Geral Pág. 3 3. Objectivo

Leia mais

Iniciação ao TMS Learning

Iniciação ao TMS Learning Talent Management System (TMS) Iniciação ao TMS Learning Iniciar sessão 1. Aceda ao endereço eletrónico TMS (URL): https://performancemanager4.successfactors.com/login?company=borgwarner 2. Insira o seu

Leia mais

Partilhar Dados Anónimos com a Lenovo. Índice. Harmony

Partilhar Dados Anónimos com a Lenovo. Índice. Harmony Partilhar Dados Anónimos com a Lenovo Índice Partilhar Dados Anónimos com a Lenovo... 1 Harmony... 1 Lenovo Companion 3.0... 2 Lenovo Customer Engagement Service... 3 Lenovo Experience Improvement (apenas

Leia mais

Curso de Atendimento em MNSRM: sistema digestivo no adulto (Parte I Pirose e Dispepsia) Referencial Pedagógico

Curso de Atendimento em MNSRM: sistema digestivo no adulto (Parte I Pirose e Dispepsia) Referencial Pedagógico Curso de Atendimento em MNSRM: sistema digestivo no adulto (Parte I Pirose e Dispepsia) Referencial Pedagógico 1. Objectivos/Competências Globais e Específicas Esta acção de formação visa desenvolver competências

Leia mais

Manual de Utilizador Portal de Formação RE/MAX v4.0

Manual de Utilizador Portal de Formação RE/MAX v4.0 Manual de Utilizador Portal de Formação RE/MAX v4.0 Índice ACESSO...3 ÁREA CONTA...4 ÁREA DOCUMENTAÇÃO...6 ÁREA DESTAQUE...6 ÁREA VIDEOS...7 ÁREA NOTICIAS...7 ÁREA PERCURSO...8 MENU TOPO...8 HOME...8 CALENDÁRIO

Leia mais

Manual de Boas Práticas no Moodle

Manual de Boas Práticas no Moodle Índice Introdução... 1 O exemplo de 3 disciplinas. Introdução à Investigação Operacional... 3. Sistemas Energéticos em Edifícios... 6. Laboratório II (Módulo Matemática)... 10 Conclusão... 13 Apoio à utilização

Leia mais

Conhecendo Ferramentas de Interação

Conhecendo Ferramentas de Interação Gerência de Ensino a Distância Curso Tutoria em EaD Conhecendo Ferramentas de Interação Organizadora: Professora: Elisângela dos S. Menezes Ferramentas de Interação Conceito: Técnicas que possibilitam

Leia mais

CADASTRO. Quem pode se inscrever para fazer esses cursos? Qualquer professor em exercício da rede pública estadual ou municipal.

CADASTRO. Quem pode se inscrever para fazer esses cursos? Qualquer professor em exercício da rede pública estadual ou municipal. CADASTRO O que é a Plataforma Paulo Freire? A Plataforma Paulo Freire é um sistema desenvolvido pelo Ministério da Educação para que o professor faça sua pré-inscrição em cursos de graduação, especialização,

Leia mais

D e p a r t a m e n t o d e C i ê n c i a s E x p e r i m e n t a i s G r u p o 5 2 0 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Ano letivo de 2013/2014

D e p a r t a m e n t o d e C i ê n c i a s E x p e r i m e n t a i s G r u p o 5 2 0 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Ano letivo de 2013/2014 D e p a r t a m e n t o d e C i ê n c i a s E x p e r i m e n t a i s G r u p o 5 2 0 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Ano letivo de 2013/2014 Os critérios específicos presentes neste documento constituem uma base

Leia mais

Documento Geral Explicativo. GS1 Portugal

Documento Geral Explicativo. GS1 Portugal GS1 Portugal Sumário Plataforma Registo Nacional de Códigos... 3 Enquadramento... 3 Criar Produto... 6 Código Interno... 6 Escolher imagem... 6 Visibilidade na plataforma SyncPT... 7 Guardar e/ou Atribuir...

Leia mais

Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Secundário

Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Secundário Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Secundário INFORMAÇÃO EXAME DE APLICAÇÕES INFORMÁTICAS B 2016 12º ANO DE ESCOLARIDADE (DECRETO-LEI N.º 139/ 2012, DE 5 DE JULHO) Prova 163 Escrita e Prática

Leia mais

Curso de Formação Continuada Faculdade de Educação

Curso de Formação Continuada Faculdade de Educação 1 Projeto: Curso de Formação Continuada Faculdade de Educação Autores: Cliente: Eng. Cecilio Cosac Fraguas Eng. Leandro Camara Ledel Faculdade de Educação FE Unicamp. Campinas, 06 de maio de 2002. 2 Projeto

Leia mais

MATHMOODLE FERRAMENTAS INTEGRADAS DE COMUNICAÇÃO DE CONTEÚDO MATEMÁTICO PELO MOODLE

MATHMOODLE FERRAMENTAS INTEGRADAS DE COMUNICAÇÃO DE CONTEÚDO MATEMÁTICO PELO MOODLE MATHMOODLE FERRAMENTAS INTEGRADAS DE COMUNICAÇÃO DE CONTEÚDO MATEMÁTICO PELO MOODLE Ulisses Dias ulissesdias@limc.ufrj.br Rodrigo de Alencar Hausen hausen@limc.ufrj.br Rodrigo G. Devolder rodrigodevolder@limc.ufrj.br

Leia mais

ACADÊMICO AVA MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 3.0 - PERFIL ALUNO 31/05/2016

ACADÊMICO AVA MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 3.0 - PERFIL ALUNO 31/05/2016 ACADÊMICO AVA 31/05/2016 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 3.0 - PERFIL ALUNO Este manual é um guia rápido que irá auxiliar o aluno no gerenciamento de seu conteúdo no Moodle 3.0. Estão descritas atividades

Leia mais

Guia do Usuário Gestor Web TIM

Guia do Usuário Gestor Web TIM Gestor Web TIM Página 1 de 15 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO 3 2 FUNCIONALIDADES 4 2.1 Login 4 Gestor Web TIM 2.2 Número Abreviado 6 2.3 Conta Pré-Paga 6 2.4 Chamadas Originadas 8 2.5 Siga-me 9 2.6 Limite de Créditos

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO ADRIANNE HENRIQUES FILIPE MACHADO. Plano de aula. Jovens na criação de blogs.

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO ADRIANNE HENRIQUES FILIPE MACHADO. Plano de aula. Jovens na criação de blogs. UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO ADRIANNE HENRIQUES FILIPE MACHADO Plano de aula Jovens na criação de blogs São Paulo Setembro de 2012 ADRIANNE HENRIQUES FILIPE MACHADO (7.153.974 vespertino)

Leia mais

Manual do estudante Orientações sobre o Menu de navegação

Manual do estudante Orientações sobre o Menu de navegação Manual do estudante Orientações sobre o Menu de navegação Página 2 de 9 EXPEDIENTE Uníntese Uníntese Virtual Pedro Luiz Stieler Diretor Maria Bernardete Metz Bechler Vice - Diretora Wilton Dourado Teixeira

Leia mais

Cartilha de Acesso Rápido

Cartilha de Acesso Rápido Cartilha de Acesso Rápido (UTILIZAÇÃO SIL) Como criar um Layout na tela APRESENTAÇÃO: O SIL SISTEMA INTEGRADO DE LOGÍSTICA é uma ferramenta capaz de gerar diferenciais competitivos estratégicos ao proporcionar

Leia mais

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar.

Consultório On-line. Tudo o que você precisa em um só lugar. 1) ACESSO AO SISTEMA Digite o endereço www.unimedbh.com.br/consultorio em qualquer computador com acesso à internet. Preencha os campos com o seu usuário e a senha. Para o login, digite as letras ADM,

Leia mais

ONE TOONE CURSOS PARTICULARES ADOBE ACROBAT DC

ONE TOONE CURSOS PARTICULARES ADOBE ACROBAT DC ONE TOONE CURSOS PARTICULARES ADOBE ACROBAT DC Plano do Curso. Curso One. Os Cursos desenvolvidos pela One To One, são reflexo da experiência profissional no âmbito da Formação, do Design e Comunicação,

Leia mais

Sistema de Informação de Planeamento de Emergência Manual do Utilizador

Sistema de Informação de Planeamento de Emergência Manual do Utilizador Manual do Utilizador do Sistema de Informação de Planeamento de Emergência i Sistema de Informação de Planeamento de Emergência Manual do Utilizador Autoridade Nacional de Protecção Civil Dezembro de 2010

Leia mais

POLÍCIA MILITAR DO PARANÁ Comando do Corpo de Bombeiros 4º GRUPAMENTO DE BOMBEIROS

POLÍCIA MILITAR DO PARANÁ Comando do Corpo de Bombeiros 4º GRUPAMENTO DE BOMBEIROS POLÍCIA MILITAR DO PARANÁ Comando do Corpo de Bombeiros 4º GRUPAMENTO DE BOMBEIROS P.A.I. Plano Anual de Instrução ANEXO B TUTORIAL DE ACESSO AO SISTEMA EaD 1º Ten. QOBM Amarildo Roberto Ribeiro CASCAVEL-

Leia mais

SInOA - Sistema de Informação da Ordem dos Advogados

SInOA - Sistema de Informação da Ordem dos Advogados SInOA - Sistema de Informação da Ordem dos Advogados Acesso ao Direito Portal da Ordem dos Advogados Manual de Utilizador: Substituição em escalas Versão 1.0 Julho de 2010 ÍNDICE 1 ESCALAS 1.1 Substituição

Leia mais

PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA TUTORIAL PARA O COORDENADOR PLANO DE TRABALHO PROVAB 2014

PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA TUTORIAL PARA O COORDENADOR PLANO DE TRABALHO PROVAB 2014 PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA TUTORIAL PARA O COORDENADOR PLANO DE TRABALHO PROVAB 2014 Brasília/DF, 8 de outubro de 2014. 1 APRESENTAÇÃO Prezado(a) Coordenador(a) participante

Leia mais

O QUE É O PICTURETEL 550

O QUE É O PICTURETEL 550 O QUE É O PICTURETEL 550 O PictureTel 550 é um conjunto hardware/software que aproveita as potencialidades da linha RDIS e que permite, por exemplo: Estabelecer comunicações telefónicas e de videoconferência

Leia mais

Portal de Carapicuíba Painel Administrativo

Portal de Carapicuíba Painel Administrativo Portal de Carapicuíba Painel Administrativo Guia de Uso ÍNDICE 1. Introdução 2. Acesso ao Painel Administrativo 3. Usuários 4. Notícias 5. Seções 6. Álbum de Fotos 7. Vídeos 8. Banners 9. Atos Oficiais

Leia mais

Programa Competências Transversais

Programa Competências Transversais Programa Competências Transversais o Consumo Consciente de Energia o Desenho Arquitetônico o Educação Ambiental o Empreendedorismo o Fundamentos de Logística o Finanças Pessoais o Legislação Trabalhista

Leia mais

Desafios e oportunidades para os operadores de telecomunicações Apresentação de 2016

Desafios e oportunidades para os operadores de telecomunicações Apresentação de 2016 Notificação Eletrónica de Faturas Desafios e oportunidades para os operadores de telecomunicações Apresentação de 2016 saphety.com A quem se destina? Para os seus clientes empresariais Gestão de Custos

Leia mais

Orientações gerais. Apresentação

Orientações gerais. Apresentação Apresentação O professor no Ensino Fundamental anos iniciais é um profissional polivalente e portanto seu campo de atuação é amplo. Seu dever é aproximar o aluno das quatro áreas do conhecimento: Linguagem

Leia mais

TUTORIAL SOBRE O GOOGLE DOCS

TUTORIAL SOBRE O GOOGLE DOCS TUTORIAL SOBRE O GOOGLE DOCS O Google Docs é um recurso do Google que funciona como um HD virtual permitindo criar e compartilhar trabalhos on-line. Ele é uma ferramenta com características da nova tendência

Leia mais

Guia do Controlador Universal de Impressão

Guia do Controlador Universal de Impressão Guia do Controlador Universal de Impressão Brother Universal Printer Driver (BR-Script3) Brother Mono Universal Printer Driver (PCL) Brother Universal Printer Driver (Inkjet) Versão B POR 1 Visão geral

Leia mais

Universidade Federal da Fronteira Sul Moodle Versão 3.0 MANUAL DO ALUNO

Universidade Federal da Fronteira Sul Moodle Versão 3.0 MANUAL DO ALUNO Universidade Federal da Fronteira Sul Moodle Versão 3.0 MANUAL DO ALUNO Desenvolvido pela Diretoria de Sistemas da Universidade Federal da Fronteira Sul Manual versão 1.2 Sumário Introdução...4 1. Acessando

Leia mais

Nº horas ESTRATÉGIAS RECURSOS AVALIAÇÃO

Nº horas ESTRATÉGIAS RECURSOS AVALIAÇÃO ANO: 10.º Curso Profissional Técnico de Informática de Gestão Disciplina: Linguagens de Programação ANO LECTIVO: 2008/2009 p.1/13 Módulo 1 Algoritmia 1 - Introdução à Lógica de Programação Lógica Sequência

Leia mais

Sistema de Recuperação da Senha nos Sistemas Informáticos da FEUP

Sistema de Recuperação da Senha nos Sistemas Informáticos da FEUP Sistema de Recuperação da Senha nos Sistemas Informáticos da FEUP Unidade de Sistemas de Informação Centro de Informática Prof. Correia de Araújo Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto Índice

Leia mais

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT Estudo sobre a integração de ferramentas digitais no currículo da disciplina de Educação Visual e Tecnológica Origami.org Manual e Guia de exploração do Origami.org para utilização em contexto de Educação

Leia mais

MATRIZ DA PROVA DE EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA A NÍVEL DE ESCOLA DE INTRODUÇÃO ÀS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (PROVA 24)

MATRIZ DA PROVA DE EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA A NÍVEL DE ESCOLA DE INTRODUÇÃO ÀS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (PROVA 24) MATRIZ DA PROVA DE EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA A NÍVEL DE ESCOLA DE INTRODUÇÃO ÀS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (PROVA 24) 2011 9º Ano de Escolaridade 1. INTRODUÇÃO O exame desta disciplina

Leia mais

TUTORIAL PESQUISA DE POLÍTICA DE REMOÇÃO

TUTORIAL PESQUISA DE POLÍTICA DE REMOÇÃO TUTORIAL PESQUISA DE POLÍTICA DE REMOÇÃO Diretoria de Planejamento, Administração e Logística DIPLAN Coordenação Geral de Gestão de Pessoas CGGP Página 2 de 15 ÍNDICE DE ILUSTRAÇÕES Ilustração 1: Tela:

Leia mais

- Campus Salto. Disciplina: Sistemas de Arquivos Docente: Fernando Santorsula E-mail: fernandohs@ifsp.edu.br

- Campus Salto. Disciplina: Sistemas de Arquivos Docente: Fernando Santorsula E-mail: fernandohs@ifsp.edu.br Disciplina: Sistemas de Arquivos Docente: Fernando Santorsula E-mail: fernandohs@ifsp.edu.br Sistemas de Arquivos- Parte 2 Pontos importantes de um sistema de arquivos Vários problemas importantes devem

Leia mais

GIAE ONLINE ( Atualização disponibilizada em 8 de Novembro de 2011 )

GIAE ONLINE ( Atualização disponibilizada em 8 de Novembro de 2011 ) GIE ONLINE ( tualização disponibilizada em 8 de Novembro de 2011 ) 1 Índice Índice 2 Índice de Figuras 3 1. Introdução 4 2. Consulta de Sumários 5 3. Marcação de Testes 6 4. Movimentos da Portaria 7 5.

Leia mais

Recursos Humanos 2007. Recursos Humanos 2007

Recursos Humanos 2007. Recursos Humanos 2007 Recursos Humanos 2007 Descritivo completo Optimize a selecção e recrutamento, proceda à correcta descrição de funções, execute as avaliações de desempenho e avalie as acções de formação. Tenha uma gestão

Leia mais

Outlook.com - Como criar um alias da sua conta de ?

Outlook.com - Como criar um alias da sua conta de  ? Outlook.com - Como criar um alias da sua conta de email? Date : 2 de Agosto de 2012 Com a chegada e a disponibilização do seu mais recente serviço de email, o Outlook.com, a Microsoft dá um passo de gigante,

Leia mais

Comiqs Manual e Guia de exploração do Comiqs para utilização em contexto de Educação Visual e Tecnológica. Rosabela Agostinho Borges

Comiqs Manual e Guia de exploração do Comiqs para utilização em contexto de Educação Visual e Tecnológica. Rosabela Agostinho Borges Estudo sobre a integração de ferramentas digitais no currículo da disciplina de Educação Visual e Tecnológica Comiqs Manual e Guia de exploração do Comiqs para utilização em contexto de Educação Visual

Leia mais

Soluções de gestão de clientes e de impressão móvel

Soluções de gestão de clientes e de impressão móvel Soluções de gestão de clientes e de impressão móvel Manual do utilizador Copyright 2007 Hewlett-Packard Development Company, L.P. Microsoft é uma marca comercial registada da Microsoft Corporation nos

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA DE BIBLIOTECA

MANUAL DO SISTEMA DE BIBLIOTECA MANUAL DO SISTEMA DE BIBLIOTECA Objetivo desse manual: Orientar os profissionais que estão envolvidos na operacionalização do sistema de Biblioteca na escola sobre os principais procedimentos do referido

Leia mais

Gerência de Integração de Tecnologias Educacionais GEIED Departamento de Tecnologia e Desenvolvimento Educacional DETED Secretaria Municipal de

Gerência de Integração de Tecnologias Educacionais GEIED Departamento de Tecnologia e Desenvolvimento Educacional DETED Secretaria Municipal de Gerência de Integração de Tecnologias Educacionais GEIED Departamento de Tecnologia e Desenvolvimento Educacional DETED Secretaria Municipal de Educação - SEMED I - articular a disseminação do uso pedagógico

Leia mais

Anabela Viegas, Recursos Humanos Portal de Gestão Documental do Colaborador Guia para consulta rápida

Anabela Viegas, Recursos Humanos Portal de Gestão Documental do Colaborador Guia para consulta rápida Anabela Viegas, Recursos Humanos Portal de Gestão Documental do Colaborador Slide 1 Agenda Portal de Gestão Documental do Colaborador Introdução Como aceder à plataforma? Como sair da plataforma? Problemas

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE BENAVENTE

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE BENAVENTE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE BENAVENTE Informação Prova de Equivalência à Frequência Ensino Secundário 2015/2016 Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 julho Decreto -Lei nº 17/2016, de 4 de abril Aprovado em Conselho

Leia mais

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA ETAPA 2. PROJETO de pesquisa

METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA ETAPA 2. PROJETO de pesquisa METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA ETAPA 2 PROJETO de pesquisa 1. Orientações Gerais 1.1. Oferta da disciplina de Metodologia da Pesquisa Científica A disciplina de Metodologia da Pesquisa é oferecida

Leia mais

Cadastro de Usuários Manual de Usuário 09/05/2011 FAPESP

Cadastro de Usuários Manual de Usuário 09/05/2011 FAPESP Cadastro de Usuários Manual de Usuário 09/05/2011 FAPESP Conteúdo Introdução... 3 Procedimento para cadastro... 3 Cadastro de Usuário Pesquisador... 4 Cadastro de Usuário Comum... 10 Ativação de Conta...

Leia mais

PRINCIPAL PAGINA INICIAL

PRINCIPAL PAGINA INICIAL SUMÁRIO 1. Introdução 2. Tela de login 3. Principal Página Inicial Configurações da Conta Configurações do Usuário Sair do Sistema 4. Grupos Cadastrar Grupos Alterar Grupos Remover Grupos 5. E-mails Cadastrar

Leia mais

Sistemas de Informação para Bibliotecas

Sistemas de Informação para Bibliotecas Sistemas de Informação para Bibliotecas Notas de Apoio ao Tópico 1 Henrique S. Mamede 1 Antes de mais nada: O QUE É MESMO INFORMAÇÃO?? Dados Informação Conhecimento Sabedoria 2 Dados São tipicamente voltados

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE BENAVENTE

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE BENAVENTE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE BENAVENTE Informação Prova de Equivalência à Frequência 2.º Ciclo do Ensino Básico 2015/2016 Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 julho Decreto -Lei nº 17/2016, de 4 de abril Aprovado

Leia mais

Curso Tecnológico de Administração/12.º Nº de anos: 1 Duração: 120 minutos Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho

Curso Tecnológico de Administração/12.º Nº de anos: 1 Duração: 120 minutos Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Curso Tecnológico de Administração/12.º Prova: Prática Nº de anos: 1 Duração: 120 minutos Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da

Leia mais

Guia de Referência Mobile. SIGEduc Mobile. Elaborado por: SIG Software e Consultoria em Tecnologia da Informação

Guia de Referência Mobile. SIGEduc Mobile. Elaborado por: SIG Software e Consultoria em Tecnologia da Informação Guia de Referência Mobile SIGEduc Mobile Elaborado por: SIG Software e Consultoria em Tecnologia da Informação www.sigsoftware.com.br 1. Introdução O SIGEduc Mobile é uma ferramenta para auxiliar o professor

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA RELATÓRIO FINAL DE AUTOAVALIAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL 2014/01 a 2014/02 APRESENTAÇÃO O Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior SINAES,

Leia mais

1. Manual Resumido de Gestão de Contratos

1. Manual Resumido de Gestão de Contratos 1. Manual Resumido de Gestão de Contratos ÍNDICE 1. MANUAL RESUMIDO DE GESTÃO DE CONTRATOS 1 1.1 MENU GESTÃO DE CONTRATOS... 3 1.1.1 INTRODUÇÃO... 3 1.1.2 APRESENTAR CONTRATOS... 3 1.1.2.1 PASSO 1 IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

Eis algumas sugestões para ajudá-lo a começar a trabalhar com tarefas comuns. Série Introdução

Eis algumas sugestões para ajudá-lo a começar a trabalhar com tarefas comuns. Série Introdução Eis algumas sugestões para ajudá-lo a começar a trabalhar com tarefas comuns. Série Introdução 2 Microsoft Dynamics CRM 2013 e Microsoft Dynamics CRM Online - outono de 2013 Primeiro, selecione a área

Leia mais

AULA LEITURA AUDIOVISUAL DEMONSTRAÇÕES GRUPO DE DISCUSSÃO PRATICAR FAZENDO ENSINAR OS OUTROS/USO IMEDIATO

AULA LEITURA AUDIOVISUAL DEMONSTRAÇÕES GRUPO DE DISCUSSÃO PRATICAR FAZENDO ENSINAR OS OUTROS/USO IMEDIATO A PIRÂMIDE DA APRENDIZAGEM AULA LEITURA AUDIOVISUAL DEMONSTRAÇÕES GRUPO DE DISCUSSÃO PRATICAR FAZENDO ÍNDICE DE EFICIÊNCIA DA APRENDIZAGEM 5% 10% 20% 30% 50% 75% ENSINAR OS OUTROS/USO IMEDIATO 80% Fonte:

Leia mais

Edital para Concurso de Pôsteres do Portal de Periódicos da Capes (ano 2015)

Edital para Concurso de Pôsteres do Portal de Periódicos da Capes (ano 2015) Edital para Concurso de Pôsteres do Portal de Periódicos da Capes (ano 2015) Realização: Portal de Periódicos Prazo para submissões: 20 de outubro de 2015 Data das apresentações: 12 de novembro de 2015,

Leia mais

Orientações Para o Preenchimento do Formulário de Inscrição Preliminar dos Projetos

Orientações Para o Preenchimento do Formulário de Inscrição Preliminar dos Projetos Orientações Para o Preenchimento do Formulário de Inscrição Preliminar dos Projetos O presente documento tem como objetivo apresentar as diretrizes e orientar no preenchimento do formulário de inscrição

Leia mais

Formas e Fontes de Energia -Energia Solar-

Formas e Fontes de Energia -Energia Solar- FORMAÇÃO CONTINUADA PARA PROFESSORES DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS FUNDAÇÃO CECIERJ / CONSÓRCIO CEDERJ PROFESSOR/CURSISTA: Ranling Carvalho de Medeiros COLÉGIO: TUTOR (A): SÉRIE: 9º ano 3º BIMESTRE / 2012 Formas

Leia mais

Tecnologia de computadores. Alexandre Pontes nº27340 Wilson Roque nº27636

Tecnologia de computadores. Alexandre Pontes nº27340 Wilson Roque nº27636 Tecnologia de computadores Alexandre Pontes nº27340 Wilson Roque nº27636 Objectivos A implementação de sistemas de informação na saúde tem os seguintes objectivos: Administrativos e financeiros dados de

Leia mais

22 SET. 2015 Área Cliente. Manual do Utilizador

22 SET. 2015 Área Cliente. Manual do Utilizador 22 SET. 2015 Área Cliente Manual do Utilizador Índice 1. O que é a Área Cliente?... 1 2. Quais são as principais funcionalidades disponíveis na Área Cliente?... 2 3. Quais são as condições necessárias

Leia mais

Recursos-chave para Gestores de Projecto Guia 3 Pensamento Crítico Auto-estudo Para o Gestor de Projecto

Recursos-chave para Gestores de Projecto Guia 3 Pensamento Crítico Auto-estudo Para o Gestor de Projecto Guia 3 Pensamento Crítico Auto-estudo Para o Gestor de Projecto Objectivos de aprendizagem Depois de ter lido o material de consulta do Guia de Pensamento Crítico e ter concluído este guia de estudo,

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS VERGÍLIO FERREIRA

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS VERGÍLIO FERREIRA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS VERGÍLIO FERREIRA CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DOS ALUNOS DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS VERGÍLIO FERREIRA Este documento contempla as linhas gerais de orientação, para uniformização

Leia mais

RELATÓRIO DA FORMAÇÃO

RELATÓRIO DA FORMAÇÃO RELATÓRIO DA FORMAÇÃO Matemática e aplicações em geogebra - Ensino e aprendizagem com TIC OFICINA DE FORMAÇÃO / 2015 Formador: Alexandre Trocado CENTRO DE FORMAÇÃO AGOSTINHO DA SILVA (Sindicato Nacional

Leia mais

Reforço em Matemática. Professora Daniela Eliza Freitas. Disciplina: Matemática

Reforço em Matemática. Professora Daniela Eliza Freitas. Disciplina: Matemática Reforço em Matemática Professora Daniela Eliza Freitas Disciplina: Matemática PROPOSTA PEDAGÓGICA Justificativa: Existe um grande número de alunos que chegam no ensino médio sem saberem a matemática básica

Leia mais

Conhecendo a Plataforma Elgg

Conhecendo a Plataforma Elgg Conhecendo a Plataforma Elgg Fevereiro - 2012 1 1- INTRODUÇÃO Os princípios da Web 2.0 ampliaram os horizontes das redes sociais propiciando o surgimento das chamadas redes sociais na Internet (RSI). Estas

Leia mais

O SIGARRA pode igualmente incorporar outros sistemas externos, como de gestão de bibliotecas, de contabilidade e de e-learning.

O SIGARRA pode igualmente incorporar outros sistemas externos, como de gestão de bibliotecas, de contabilidade e de e-learning. O SIGARRA o que é? O Sistema de Informação para a Gestão Agregada dos Recursos e dos Registos Académicos, SIGARRA, desenvolvido na Universidade do Porto (UP), é simultaneamente um serviço e uma infra-estrutura.

Leia mais

TREINAMENTO PARA OS COLABORADORES DA ÁREA DE TI RESPONSÁVEIS PELO DESENVOLVIMENTO DO SERVIDOR WEB

TREINAMENTO PARA OS COLABORADORES DA ÁREA DE TI RESPONSÁVEIS PELO DESENVOLVIMENTO DO SERVIDOR WEB TREINAMENTO PARA OS COLABORADORES DA ÁREA DE TI RESPONSÁVEIS PELO DESENVOLVIMENTO DO SERVIDOR WEB 1. Levantamento de Necessidades: Objetivos gerais: Desenvolvimento de um treinamento voltado para a implementação

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Procedimentos para Cadastro/Gerenciamento de Auxiliar Institucional

MANUAL DO USUÁRIO. Procedimentos para Cadastro/Gerenciamento de Auxiliar Institucional MANUAL DO USUÁRIO Procedimentos para Cadastro/Gerenciamento de Auxiliar Institucional Auxiliar Institucional O PI poderá indicar Auxiliares Institucionais (AIs( AIs) ) para compartilhar tarefas de inserção

Leia mais

ANEXO: Índice de Correspondência GRI

ANEXO: Índice de Correspondência GRI ANEXO: Índice de Correspondência GRI 1. Estratégia e Análise 1.1 Mensagem do Presidente Capítulo Mensagem do Presidente Capítulo Ética e Corporate Governance»» Modelo de Gestão Capítulo Estratégia e Sustentabilidade

Leia mais

PROCEDIMENTO DO CLIENTE

PROCEDIMENTO DO CLIENTE PROCEDIMENTO DO CLIENTE Título: Plug-in Webclass Objetivo: Aprender a utilizar a ferramenta webclass. Onde: Empresa Quem: Cliente Quando: Início A ferramenta webclass visa facilitar os processos da educação

Leia mais

1 - Enviar e-mail dinâmico

1 - Enviar e-mail dinâmico 1 - Enviar e-mail dinâmico O email dinâmico é um módulo que lhe permite enviar uma mensagem de correio electrónico para vários destinatários em simultâneo de uma forma simples. A primeira etapa do módulo

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO AUTO ATENDIMENTO SETOR PÚBLICO DO BANCO DO BRASIL

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO AUTO ATENDIMENTO SETOR PÚBLICO DO BANCO DO BRASIL PREFEITURA DE JUIZ DE FORA SECRETARIA DA FAZENDA SUBSECRETARIA DO SISTEMA DE CONTROLE INTERNO DEPARTAMENTO DE NORMAS TÉCNICAS MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO AUTO ATENDIMENTO SETOR PÚBLICO DO BANCO DO BRASIL DATA:

Leia mais

1. Como fazer uma pesquisa

1. Como fazer uma pesquisa 1. Como fazer uma pesquisa Formulários Cada formulário possui quatro controlos: o operador lógico, o campo de pesquisa, a caixa de inserção de texto e o botão de termos de pesquisa. Para realizar uma pesquisa

Leia mais

INFORMÁTICA PARA GESTÃO II Curso Superior de Gestão de Marketing

INFORMÁTICA PARA GESTÃO II Curso Superior de Gestão de Marketing INFORMÁTICA PARA GESTÃO II Curso Superior de Gestão de Marketing Docente (Teóricas): Eng.º Vitor M. N. Fernandes Web: http://www.vmnf.net/ipam Mail: vmnf@yahoo.com Aula 10 Sumário Relacionamentos entre

Leia mais

Dúvidas frequentes. Quantas etapas podem ter a Avaliação de Desempenho?

Dúvidas frequentes. Quantas etapas podem ter a Avaliação de Desempenho? Dúvidas frequentes Geral O que é Avaliação de Desempenho? A Avaliação de Desempenho é o processo através do qual é possível identificar o nível de contribuição efetiva dos servidores diante da expectativa

Leia mais

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA APRESENTAÇÃO CORPORATIVA Apresentação Soluções de Futuro A TwoSoft Systems é uma empresa angolana que se dedica ao Desenvolvimento de Software, Consultoria Informática e Assistência Técnica Especializada.

Leia mais

ACSS Administração Central do Sistema de Saúde, I.P. - Erros mais Comuns. Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica.

ACSS Administração Central do Sistema de Saúde, I.P. - Erros mais Comuns. Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica. ACSS Administração Central do Sistema de Saúde, I.P. - Erros mais Comuns Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica Maio de 2012 1/13 ÍNDICE ÍNDICE... 2 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ERROS COMUNS... 4 3.

Leia mais

GUIA DE ACESSO À APLICAÇÃO DO PROGRAMA SUDOE PREENCHIMENTO DO PLANO FINANCEIRO DO PROJECTO

GUIA DE ACESSO À APLICAÇÃO DO PROGRAMA SUDOE PREENCHIMENTO DO PLANO FINANCEIRO DO PROJECTO GUIA DE ACESSO À APLICAÇÃO DO PROGRAMA SUDOE PREENCHIMENTO DO PLANO FINANCEIRO DO PROJECTO Esta apresentação PowerPoint explica o método a seguir para o preenchimento do plano financeiro do V. projecto.

Leia mais

DOSSIER DE ACREDITAÇÃO PARA FORMAÇÃO EM SIV

DOSSIER DE ACREDITAÇÃO PARA FORMAÇÃO EM SIV Instituto Nacional de Emergência Médica, I.P. DOSSIER DE ACREDITAÇÃO PARA FORMAÇÃO EM SIV Maio de 2012 Departamento de Formação em Emergência Médica Rua Almirante Barroso, n.º 36, 4º Piso 1000-013 Lisboa

Leia mais

Modernização da Gestão 22-Apr-2013

Modernização da Gestão 22-Apr-2013 Modernização da Gestão 22-Apr-2013 Acesso à Informação As informações atualizadas relativas à política, organização e atividades exercidas pelos Órgãos e Entidades da Administração Direta e Indireta do

Leia mais

Tutorial de utilização do Sistema E-CONTROLE. Maio 2013

Tutorial de utilização do Sistema E-CONTROLE. Maio 2013 Tutorial de utilização do Sistema E-CONTROLE Maio 2013 Tutorial de utilização do Sistema E-Controle Índice 1) Associar usuário externo à Unidade Jurisdicionada (UJ) 2) Relatórios de usuário por Unidade

Leia mais

Ambientes Virtuais e Mídias de Comunicação: Tarefa A Aluno: Maykon Dos Santos Marinho 1. Relação do itens principais

Ambientes Virtuais e Mídias de Comunicação: Tarefa A Aluno: Maykon Dos Santos Marinho 1. Relação do itens principais Ambientes Virtuais e Mídias de Comunicação: Tarefa A Aluno: Maykon Dos Santos Marinho 1. Relação do itens principais A interface está presente nos ambientes virtuais e nas mídias utilizadas em cursos EAD

Leia mais

Introdução a Banco de Dados. INTRODUÇÃO

Introdução a Banco de Dados. INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO O termo banco de dados é bastante popular em diversas áreas de atuação. Com o aumento da utilização de computadores na manipulação de dados que envolvem diversas aplicações, os bancos de dados

Leia mais

Estágio Clínico do 6º Ano, 2014/2015. I. Caracterização Geral

Estágio Clínico do 6º Ano, 2014/2015. I. Caracterização Geral Estágio Clínico do 6º Ano, 2014/2015 I. Caracterização Geral 1. O Estágio Clínico do 6º Ano tem a duração de 36 semanas e decorre em Hospitais e Centros de Saúde associados ao ensino clínico, nas seguintes

Leia mais

O Segredo De Como colocar links externos no Youtube e Aumentar sua taxa de conversão em 1000%

O Segredo De Como colocar links externos no Youtube e Aumentar sua taxa de conversão em 1000% O Segredo De Como colocar links externos no Youtube e Aumentar sua taxa de conversão em 1000% Oferecido por Clube Ganhar Dinheiro Com Blog Termos e Condições Aviso Legal O escritor esforçou-se para ser

Leia mais

Guia de desenvolvimento de um aplicativo para o sistema operacional Android

Guia de desenvolvimento de um aplicativo para o sistema operacional Android Guia de desenvolvimento de um aplicativo para o sistema operacional Android Introdução Este documento será voltado para o desenvolvimento de um aplicativo na plataforma Android (sistema operacional do

Leia mais

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 24-A/2012, de 6 de dezembro, bem como o Despacho n.º 15971/2012, de 14 de dezembro..

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 24-A/2012, de 6 de dezembro, bem como o Despacho n.º 15971/2012, de 14 de dezembro.. PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Prova Escrita de Físico-Química 9º Ano de Escolaridade Prova 11 / 1ª Fase Duração da Prova: 90 minutos. Informações da prova INTRODUÇÃO

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Ano letivo 2015-2016

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Ano letivo 2015-2016 INTRODUÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO LOURENÇO VALONGO CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Ano letivo 2015-2016 Sendo a avaliação um «processo regulador do ensino, orientador do percurso escolar e certificador

Leia mais

Curso Formação de Tutores em Educação a Distância (FTEaD)

Curso Formação de Tutores em Educação a Distância (FTEaD) Programa Anual de Capacitação Continuada da UAB/CAPES para a UFABC (PACC) Curso Formação de Tutores em Educação a Distância (FTEaD) Fevereiro - 2014 Santo André - SP ESTE MATERIAL SERÁ DISPONIBILIZADO

Leia mais

PASSO A PASSO CÂMBIO PARA INVESTIMENTO EM FOREX ENVIANDO RECURSOS AO EXTERIOR PARA INVESTIMENTO NO MERCADO FOREX

PASSO A PASSO CÂMBIO PARA INVESTIMENTO EM FOREX ENVIANDO RECURSOS AO EXTERIOR PARA INVESTIMENTO NO MERCADO FOREX PASSO A PASSO CÂMBIO PARA INVESTIMENTO EM FOREX ESSE MATERIAL FOI CRIADO PARA ORIENTAR PESSOAS FÍSICAS E JURÍDICAS DE COMO ENVIAR RECURSOS AO EXTERIOR COM A FINALIDADE DE INVESTIMENTOS ESTRANGEIROS, ESPECIFICAMENTE

Leia mais

Público Alvo: Investimento: Disciplinas:

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: A Faculdade AIEC, mantida pela Associação Internacional de Educação Continuada AIEC, iniciou, em 2002, o curso de Bacharelado em Administração, na metodologia semipresencial. Foi pioneira e até hoje é

Leia mais