Guia Rápido - CMA Series 4 Premium/Start. Guia Rápido de Utilização do CMA Series 4 Premium/Start

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Guia Rápido - CMA Series 4 Premium/Start. Guia Rápido de Utilização do CMA Series 4 Premium/Start"

Transcrição

1 Guia Rápido de Utilização do CMA Series 4 Premium/Start 1

2 Prezado Usuário (a), Seja bem vindo (a) ao Guia Rápido de Utilização do CMA Series 4 Premium/Start, um roteiro prático para iniciar as configurações mais comuns de sua plataforma. VISÃO GERAL Esta é a interface inicial do sistema CMA Series 4 Premium/Start. Nesta tela você encontra diversas informações sobre os mercados à vista, futuro, opções, índices mundiais, indicadores financeiros, entre outros. Ao efetuar o login no sistema, aparecerá a interface abaixo, nomeada de Startup.lay. No primeiro acesso à ferramenta, abrirá uma caixa de cadastro que deverá ser preenchida, para obter acesso ao sistema de comunicação instantânea CMA Trading Box, que poderá ser utilizado para comunicação entre o usuário e o Suporte Técnico da CMA, visando resolução de dúvidas e esclarecimentos em geral sobre o sistema. Botões de atalho Menu principal Ticker Tape Horizontal CMA Trading Box Planilha de cotações com função de cálculos Gráficos Agências de Notícias z Livro de Ofertas com pressão compradora x vendedora Antes de começar a construir o seu layout, conheça os principais recursos de cada item acima e saiba como utilizá-los com maior eficiência: 2

3 MENU PRINCIPAL Nele você encontrará todos os módulos do sistema agrupados por categorias, além das funções para salvar o seu layout, importar e exportar dados, figuras em formato.bmp, configurações e muito mais. BOTÕES DE ATALHO Eles servem para agilizar a sua navegação no sistema pois, com um simples clique, você consegue incluir estudos, traçar retas de linhas de tendências, suporte e resistência, aumentar ou diminuir o zoom do módulo gráfico, abrir novas janelas de diversos módulos, etc. TICKER TAPE HORIZONTAL Este módulo traz, com muita agilidade, informações de mercado em um painel dinâmico. Nele você pode cadastrar os ativos que deseja acompanhar como ações, opções, moedas, índices mundiais e indicadores do mercado em geral. Existe também o ticker de manchetes das principais notícias. TELA DE COTAÇÕES COM FUNÇÃO DE CÁLCULOS A tela de cotações é um dos módulos mais utilizados do sistema. Através dele você pode acompanhar todos os preços envolvidos na negociação da ação em tempo real, com valor do último negócio, valores das ofertas de compra e venda, percentual de variação no dia, no mês, no ano e em 12 meses, número de negócios, lotes negociados, volumes e muito mais. A partir deste módulo, podemos abrir o módulo gráfico, fazer uma pesquisa rápida no módulo de notícias, obter um resumo do ativo em tempo real e etc., além de poder criar indicadores próprios a partir de diversas funções matemáticas pré-disponíveis no sistema. LIVRO DE OFERTAS COM PRESSÃO COMPRADORA X VENDEDORA É através do livro de ofertas que conseguimos conhecer quais os níveis de preço em que o papel está sendo negociado e avaliar sua oferta e demanda. No livro de ofertas do CMA Series 4 Premium/Start o usuário encontra o exclusivo gráfico de PRESSÃO DE MERCADO que ajuda a identificar em que posição o mercado está mais forte (comprada ou vendida). GRÁFICO O módulo gráfico do sistema CMA Series 4 Premium/Start permite avaliar o comportamento histórico de um ativo (período diário, semanal, mensal e intraday), diversos estudos, livro com as 5 melhores ofertas, etc. ESTUDOS TÉCNICOS São mais de 100 estudos técnicos disponíveis no módulo gráfico do sistema (Médias Móveis, IFR, MACD, OBV, Bollinger Bands, Estocástico, Fibonnacci, etc.). Todos os estudos podem ser parametrizados para uma calibragem de acordo com a estratégia de operação de cada usuário. NOTÍCIAS Com um recurso de pesquisa bastante amigável, o usuário pode encontrar informações relevantes sobre determinada empresa e acompanhar em tempo real os fatos que movimentam o mercado. CMA TRADING BOX Para ajudá-lo com a Instalação do CMA Trading Box, canal de suporte técnico específico para usuários dos sistemas da CMA, o usuário deverá seguir os seguintes passos: Quando iniciar o sistema CMA Series 4 Premium/Start a interface será inicializada automaticamente. Caso isso não ocorra, deve ir no menu horizontal, ferramentas, trading box. 1º Passo: Preencha os dados solicitados. Seu e uma senha de sua escolha. 3

4 2º Passo: Após o preenchimento da primeira etapa, com e senha, o usuário deverá preencher o Cadastro do usuário, esse segundo passo é obrigatório. 3º Passo: Finalizando o segundo processo, uma interface de comunicação entre o suporte e o cliente CMA será estabelecida. Para falar com suporte, basta clicar no ícone analistaweb02. 4

5 Para formatar um layout como este, seguiremos os passos abaixo. Assim será possível conhecer várias funcionalidades do sistema CMA Series 4 Premium/Start. Quando iniciar a construção do seu layout, lembre-se de que todas as janelas podem ser customizadas, alterando cores, fontes, estilos de formatação, etc. de acordo com sua necessidade de operação. Inicio de construção de um novo layout: 1º passo: No menu principal clique em JANELA>>FECHAR TODAS. Depois das janelas fechadas, você terá o espaço necessário para criar o seu próprio layout. Este é o espaço que você tem para construir o seu layout 5

6 TICKER TAPE HORIZONTAL Para construir um layout como o sugerido acima, iniciaremos com um Ticker Tape Horizontal. Para abrir este módulo, clique em COTAÇÕES>>TICKER TAPE HORIZONTAL. A janela do Ticker abrirá e para começar a trabalhar este módulo, clique com o botão direto do mouse e escolha a opção SELECIONAR CÓDIGOS. Depois disto, será aberta uma caixa de diálogo de SELECIONAR CÓDIGOS. Clique em INCLUIR para fazer a pesquisa dos ativos que serão visualizados no seu ticker. 6

7 Neste momento, será aberto o recurso de pesquisa de códigos do sistema CMA Series 4 Premium/Start para ações, Clique aqui para adicionar ações no Ticker Tape Procura por códigos desconhecidos Aqui você encontra planilhas prontas. Exemplo: Carteira Teórica do IBOVESPA Digite aqui o nome da empresa que procura. Exemplo: PETR para PETROBRAS. Após digitar o nome da ação em Código/Descrição, clique aqui Para incluir o ativo, no Ticker Tape, basta clicar na caixa de seleção. Você pode escolher vários e incluí los de uma só vez! Por último, clique em finalizar 7

8 Depois de selecionar os ativos desejados, clique em FINALIZAR para obter a lista de ativos que passarão pelo seu painel. Isto ativará a seguinte tela: - Caso queira retirar algum ativo da lista, clique em EXCLUIR. - O box denominado COR TEXTO permite a seleção de cores para diferenciar os ativos que foram incluídos na lista. Clique em Ok. Agora precisamos selecionar quais as informações que desejamos receber no painel. Clique novamente com o botão direito sobre a janela do Ticker e, em seguida, clique em PROPRIEDADES. Este item permite a formatação deste módulo. Para escolher as informações que deseja visualizar clique na aba CABEÇALHO. 8

9 Para adicionar campos, selecionar uma das opções da primeira coluna e em seguida clicar na seta. Automaticamente este campo passará para a segunda coluna. Para inserir todos os campos de uma só vez, basta utilizar a seta. Em seguida, clicar em OK. Para retirar campos, o processo é inverso. Para definir a sequência de posição dos campos, basta selecioná-los e utilizar os botões e. Abre qualquer cabeçalho previamente salvo. Permite salvar um cabeçalho, com a opção de escolher o diretório onde será salvo e também o nome com que o mesmo será salvo. O seu TICKER TAPE HORIZONTAL está pronto! Agora, dimensione a janela (basta levar o mouse até a borda da janela, clicar sobre ela, arrastar até o tamanho desejado e soltar) e coloque na parte superior do espaço destinado a criação deste layout. Sugestão 1: Este recurso também pode ser usado para visualizar notícias. Para tanto, clique com o botão direito do mouse na tela de cor preta e em seguida clique em VISUALIZAÇÃO>>MODO>>NOTÍCIA. Sugestão 2: Depois de colocar a janela no lugar desejado, oculte a barra de título (a barra azul que contém os botões de maximizar, minimizar e fechar) clicando sobre a janela e depois teclando CTRL + T. Oculte também a pasta com o nome do módulo na parte inferior esquerda, clicando com o botão esquerdo do mouse sobre ela e desabilitando a opção VISUALIZAR. 9

10 Observe como ele fica dentro da ferramenta. 10

11 TELA DE COTAÇÕES No MENU PRINCIPAL, clique em COTAÇÕES>> PAINEL DE COTAÇÕES. Ao abrir este módulo, o mesmo sistema de pesquisar ativos que vimos na construção do nosso Ticker Tape Horizontal será habilitado. Clique nas ações desejadas ou realize a pesquisa da mesma forma que fizemos antes. Clique aqui para adicionar a carteira teórica do Ibovespa 11

12 Para conhecermos melhor este sistema, agora utilizaremos o recurso de pesquisa por GRUPOS, conforme indicação da figura acima: Em nossa tela de cotações, vamos incluir a CARTEIRA TEÓRICA DO ÍNDICE BOVESPA. Para isso, clique no sinal de + ao lado da pasta BOVESPA. Em seguida, uma pasta chamada ÍNDICES se abrirá. Clique no sinal de + ao lado dela e em seguida em IBOV. Automaticamente será feita uma pesquisa de todas as ações que compõem o Índice IBOV. Para selecionar todas as ações, basta clicar sobre a palavra CÓDIGO (todas as ações ficarão marcadas ao mesmo tempo). Depois, clique em FINALIZAR. Sua planilha de ações está pronta! Caso queira inserir outro ativo na tabela de cotação: - Clicando com o botão direito do mouse sobre a célula dentro da coluna A vazia, acionamos o sistema de pesquisar ativos (Já conhecido no módulo Ticker Tape). - Clicando com o botão direito do mouse sobre a linha 1 acionamos o sistema de alteração do cabeçalho (Já conhecido no módulo Ticker Tape). - Clicando com o botão direito do mouse no meio da planilha habilitamos o MENU CONTEXTUAL que nos permite formatar a planilha, alterando cores e fontes, por exemplo. - O módulo de cotações é muito parecido com o Microsoft Excel. Por exemplo, para incluir ou excluir uma linha, clique com o botão direito no meio da planilha, em seguida clique em linha e incluir/excluir a linha selecionada. 12

13 Vamos treinar? - Nesta janela, inclua o campo DESCRIÇÃO, NÚMERO DE NEGÓCIOS E VOLUME. Seu layout agora deve estar parecido com este: Sugestão 1: Oculte também a barra de títulos desta janela (clique sobre a tela e, em seguida, acione o comando CTRL + T). Sugestão 2: Ajuste as colunas clicando com o botão direito do mouse no meio da planilha. Em seguida, clique em VISUALIZAÇÃO e depois em AJUSTAR CAMPOS. Agora vamos aprender a incluir fórmulas nesta planilha. Para isto, vamos abrir uma nova pasta, clicando com o botão direito do mouse na aba localizada no canto inferior esquerdo da janela (deve ter nome PLAN acompanhado de um número). No menu aberto, clique em NOVA PASTA e em COTAÇÕES. Inclua os ativos que desejar. Neste exemplo, utilizaremos a PETROBRAS. Como na coluna A não podemos incluir nenhuma informação (ela só recebe código de ativos), faremos os cálculos da coluna B em diante. - Na célula B3, clique com o botão direito do mouse. Na opção CÉLULAS, habilite a função COMENTÁRIO. 13

14 - Agora você pode escrever nesta célula, vamos incluir a seguinte informação: COMPRA DE PETR4. - Na célula ao lado (C3) vamos incluir o preço pago nesta compra. Para isto, digite =. Surgirá o EDITOR DE FÓRMULAS, esperando que seja digitado algum valor (aqui usaremos 71.00). Clique em Ok para que o valor seja armazenado na célula. Observação: Este valor será incluído com quatro casas decimais. Para alterar esta configuração de casas, clique sobre a célula com o botão direito do mouse, acione a opção CÉLULAS, CONFIGURAR FÓRMULAS e altere em Decimais para 2. - Na célula B4, faça o mesmo processo para habilitar comentários utilizados na célula B3 e escreva: VALORIZAÇÃO. Ao lado, na célula C4, digite = para abrir novamente o EDITOR DE FÓRMULAS, (para conseguirmos a valorização atual, usaremos o valor do último negócio (CAMPO ÚLTIMO) o valor pago na compra). A fórmula neste caso será: B2 (Campo último com o valor do último negócio realizado com a PETROBRAS) C3 (Valor inserido como preço de compra da ação). Clique em VALIDAR para verificar se o sistema incluiu uma fórmula válida e, em seguida, clique em OK para concluir a fórmula. VANTAGEM: Toda vez que o campo último sofrer uma atualização, o campo que contém a fórmula de valorização também será atualizado. Assim, você terá sempre o seu valor de ganho em R$ atualizado. Observação: Você pode incluir uma fórmula de percentual dividindo o valor de valorização pelo preço pago e multiplicando por 100, ou ainda, multiplicando a valorização pela quantidade de ações que você possui. Não se esqueça de retirar a barra de títulos desta janela. Além disso, a visualização ficará bem melhor se ocultarmos as identificações de colunas e linhas, clicando com o botão direito do mouse no meio da 14

15 janela. Em PROPRIEDADES, na aba GERAL, desmarque as opções de identificação. IMPORTANTE: Vamos salvar o nosso layout, para não perdermos o que já fizemos. Para isso, clique em ARQUIVO>>SALVAR LAYOUT COMO e nomeie este layout. Em seguida, clique em SALVAR. 15

16 Livro de Ofertas Com gráfico de Pressão Compradora x Vendedora Para utilizarmos este módulo no MENU PRINCIPAL clique em COTAÇÕES>>LIVRO DE OFERTAS. 16

17 Em Código, digite o código da ação, opção ou índice à vista que deseja acompanhar Use o Botão pesquisar, caso não lembre do código Resumo por agente Gráfico de pressão Ordens detalhadas 17

18 Entendendo o livro de ofertas (Book) RESUMO POR AGENTE - Melhores ofertas de compra e Melhores ofertas de venda - Prof. = Profundidade (quantidade de agentes (corretoras) trabalhando naquele preço) - Spread é a diferença entre o preço de compra e venda (caso você mande a sua ordem de compra na 1ª melhor oferta de venda, você pagará a mais o valor do SPREAD. Se a ordem for de venda, você deixará de ganhar o valor do SPREAD) GRÁFICO DE PRESSÃO O gráfico de pressão possui os lados COMPRA e VENDA. Dentro dele, as cores estão associadas às ofertas e uma linha mais escura divide o gráfico de acordo com a quantidade de ações que estão sendo ofertadas ou procuradas (verifique suas configurações)> Quanto maior o espaço de um lado, maior a pressão dele no mercado. Na imagem acima, por exemplo, podemos dizer que existe uma pressão maior da ponta vendedora para PETROBRAS do que da ponta compradora. ORDENS DETALHADAS Aqui você encontra todas as ordens que estão em RESUMO POR AGENTE de forma detalhada (com nome da corretora e hora por exemplo). O livro de ofertas pode ser configurado com as cores de sua preferência e várias informações podem ser ajustadas a sua forma de operar, para isto clique com o botão direito do mouse no meio do livro de ofertas, depois clique em PROPRIEDADES. 18

19 MÓDULO GRÁFICO Antes de conhecermos o módulo, aprenda um pouco mais sobre gráficos: Análise Gráfica, Análise Técnica, ou chartismo pode ser definida como o estudo de ações individuais e do mercado, com base na oferta e na procura. Baseia-se na idéia de que os preços se movem de acordo com padrões repetitivos e identificáveis. Os analistas técnicos registram em gráficos, as atividades de preços e volumes e deduzem de sua história gráfica as prováveis futuras tendências dos preços. Para entender a análise técnica, é necessário entender seus três princípios básicos: 1) Tudo se reflete nos preços do mercado: O analista técnico acredita que todos os fatos (econômicos, políticos, psicológicos e mesmo fundamentalistas) condicionam os preços das ações e que o preço de uma ação no mercado, em um dado momento, é ditado antes pelas exigências da oferta e procura, que pelo seu valor intrínseco. Preços, desta forma, seriam apenas o reflexo das mudanças do ritmo da oferta e procura. Se a procura é maior que a oferta, o preço sobe; se o inverso ocorre, o preço desce. 2) Preços movem-se em tendências, e tendências persistem: O ritmo da oferta e procura, coloca uma tendência em movimento. Uma vez em movimento, a tendência persiste, até que acabe. Primeiro, os preços movem-se em uma direção, criando uma tendência. A tendência persiste até que o movimento dos preços diminui e emita "avisos" antes de, finalmente, reverter e começar o movimento na direção oposta. Neste ponto, tem início uma nova tendência. Tendência de Alta: sucessão de topos e fundos em escala crescente. Tendência de Baixa: sucessão de topos e fundos em escala decrescente. 3) Os movimentos do mercado são repetitivos: Certos padrões repetem-se ciclicamente nos gráficos. Esses padrões têm significados e podem ser interpretados em termos de prováveis movimentos futuros de preços. A natureza humana é tal, que tende a reagir similarmente a situações padronizadas. Como regra, pessoas agem da mesma forma que já agiram no passado. Sendo o mercado de ações um reflexo das ações das pessoas, o analista técnico analisa situações recorrentes com a finalidade de antecipar-se a altas e baixas do mercado. Tipos de gráfico de preço Linha: Apenas a cotação de Fechamento é registrada, resultando em uma linha sólida que torna as curvas mais visíveis. Barras: É o tipo de gráfico mais usado pelos analistas técnicos. O motivo pelo qual este gráfico é chamado de barras é porque cada período é representado por uma barra vertical. Esta barra corresponde aos preços mínimos e máximos negociados naquele período. Uma barra horizontal à esquerda da barra vertical representa o preço de abertura, ou seja, o preço do primeiro negócio deste período. A barra horizontal à direita indica o preço de fechamento, ou seja, o preço do último negócio do período. 19

20 Pontos: É como o gráfico de linhas, onde apenas a cotação de fechamento é registrada em pontos. Área: É o gráfico de linha, porém com uma visualização mais destacada. Candlestick: Sua visualização se assemelha a um conjunto de velas, de onde vem o nome ("candelabro", em inglês). Cada "vela" representa os preços de Abertura, Máximo, Mínimo e Fechamento. As cores das "velas" mudam em função do Fechamento ser maior ou menor que a Abertura, ou seja, as velas que aparecem vazadas indicam alta e as velas que aparecem pintadas indicam baixa. Você pode efetuar uma configuração, para que seu gráfico se torne padrão. Clique no menu, GRÁFICO, e 20

21 depois em CONFIGURAÇÃO. Após esse processo aparecerá a tela para configuração. 21

22 Pronto! Agora, depois que configurou o padrão do seu gráfico, cliente em ok Cores: Define as cores do traçado do gráfico. Linha: Quando o gráfico for do estilo linha, o traçado assumirá a cor que foi definida para o texto. Barra: Quando o gráfico for do estilo barra, pode-se definir cores para os valores de Abertura, Alta e Máx/Mín. Pontos: Quando o gráfico for do estilo ponto, o traçado assumirá a cor que foi definida para o texto. Área: Quando o gráfico for do estilo área, pode-se definir uma cor para a área e outra para Máx./Min. Candle: Quando o gráfico for do estilo candle, pode-se definir cores para os valores de Alta, Baixa e Máx./Mín. Pintar Candle na alta: Marcando ou desmarcando esta opção, no gráfico em estilo candle, as velas de alta serão pintadas ou não. Pintar contorno do candle: Marcando esta opção, o contorno do gráfico em estilo candle será pintado. Texto: Define a fonte, estilo da fonte e tamanho 22

23 Gráfico - Construção e Elaboração Para construir um gráfico, clique na opção GRÁFICO no MENU PRINCIPAL e, em seguida, clique em Novo ou execute pelo teclado o comando Ctrl+N. Código: Escolha a origem do código e, no campo Código/Descrição, digite o código ou parte do nome da empresa. Em seguida, clique em Pesquisar. Exemplo: PETR4 (código) ou Petrobrás (nome). Tendo esse código gravado na sua base local, automaticamente o sistema faz a busca. Caso contrário, basta um clique no botão Pesquisar para o sistema fazer a busca no servidor. No campo Mercado, escolhe-se o tipo do código, podendo esse ser: exercício opção, fracionário, futuro, geral, índice, índice de opções, local, mercado contínuo, opção, outros, taxa, termo, todos, vista e volume. Pode-se escolher, ainda, se é necessário ou não plotar códigos vencidos. Se sim, basta clicar em Vencidos. Grupos: No módulo gráfico esse recurso não funciona pois não ficaria funcional abrir 66 gráficos de uma única vez, ou seja, em um ambiente gráfico mostrar todas as ações que compõe o índice. Ao lado direito existem algumas configurações: Tipo de gráfico: Define qual tipo de gráfico será plotado. As opções são: Padrão, Curva de juros, Curva de futuro ou Tick by Tick. Deixe com o gráfico Padrão. 23

24 Pode-se escolher o período do gráfico: Intraday, Diário, Semanal e Mensal, e, ainda, se o gráfico for Intraday, pode-se escolher o período em minutos: 1, 5, 15, 30 ou 60 minutos. Essa escolha também pode ser feita diretamente, digitando-se no gráfico algumas letras que representam os períodos: D: Gráfico Diário S: Gráfico Semanal M: Gráfico Mensal 1: Gráfico Intraday de 1 minuto 5: Gráfico Intraday de 5 minutos 15: Gráfico Intraday de 15 minutos 30: Gráfico Intraday de 30 minutos 60: Gráfico Intraday de 60 minutos Histórico: Determina o período histórico que será abrangido pelo gráfico. Basta selecionar a data de início e término, como na figura abaixo. Aplicar: Funcionalidade que permite aplicar funções e estratégias no gráfico no momento em que o mesmo será plotado. Ao clicar em Estudos, escolha no campo Categoria o tipo de estudo que será aplicado ao gráfico: estudos, funções, expressões e constantes. 24

25 Ao clicar nesse ícone aparecerá a interface de Estudos, mostrada ao lado Ao clicar em Estratégias, o programa abre a janela abaixo, para que você possa escolher uma estratégia a ser aplicada no gráfico. 25

26 Ao clicar nesse ícone aparecerá a interface de estratégias, mostrada ao lado Ao realizar todas as configurações desejadas na janela de seleção de códigos, basta clicar em Finalizar para que o gráfico seja plotado de acordo com as especificações escolhidas. Caso não deseje plotar o gráfico, basta clicar em Cancelar. O gráfico ainda pode ser inserido escrevendo-se o código do ativo desejado na janela que está aberta. Outros detalhes importantes do módulo gráfico: Nova Pasta/Nova Seção: Com o gráfico plotado na tela, no canto inferior esquerdo aparece a seguinte tecla: + 26

27 Ao clicar nesta tecla com o botão esquerdo do mouse, cria-se uma nova pasta ou uma nova seção, conforme imagem abaixo: Nova Pasta/Nova Seção 27

28 Ao selecionar Nova pasta, escolha uma das opções, exemplo um gráfico novo, onde o processo para plotalo será o mesmo já conhecido nos passos anteriores. Ao fazer isso, o programa abrirá uma nova pasta que ficará alinhada com a já existente, e poderá ser visualizada na barra abaixo do gráfico. Note novo gráfico 28

29 Se selecionar Nova seção, você também deve escolher o que estará contido nela e o programa abrirá uma nova seção na pasta já existente, dividindo, assim, a pasta aberta ao meio. No exemplo abaixo, em uma seção temos um gráfico e em outra uma planilha de cotações. Clicando com o botão direito do mouse, irá aparecer uma interface que dará a opção de renomear as Abas. Renome elas de acordo com suas necessidades, conforme figura abaixo: 29

30 Quando existem muitas pastas abertas (e a visualização de todas não cabe na tela), pode-se utilizar as teclas para realizar a movimentação das pastas que não estavam visíveis. Ao clicar com o botão esquerdo do mouse em cima do nome das pastas ( ) você seleciona a pasta que deseja visualizar. Ao clicar com o botão direito do mouse sobre a mesma, o programa abre as mesmas opções do botão +. Nova pasta e Nova seção: apresentam a mesma função da tecla +. Fechar pasta: o programa fecha a pasta que estiver sendo visualizada. Visualizar: o programa oculta o nome das pastas. Para vê-lo novamente, clique com o botão direito do mouse na seção aberta e selecione Ver Pastas (esse último comando habilita/desabilita a visualização das pastas). 30

31 Configurando módulo gráfico que já está aberto Lembrando que inicialmente as configurações do gráfico já foram definias como padrão, ou seja, ao chamar um ativo no módulo gráfico, a interface gráfica será sempre a mesma. Agora vamos aprender como mudar as configurações de um módulo gráfico específico. Clicando com o botão direito do mouse sobre o gráfico, aparecerá o menu abaixo. Propriedades Nessa interface você poderá personalizar o gráfico de acordo com as suas necessidades. A janela de propriedades apresenta as seguintes opções de configuração: 31

32 Cores: Configura as cores da área interna e externa do gráfico. Área Interna: Configura cor de texto e de fundo da área interna do gráfico, além de configurar estilo e cor do grid. Área Externa: Configura apenas cor de fundo da área externa do gráfico. Textos: Configura fonte, estilo da fonte, tamanho e efeitos dos textos do gráfico. Escala: Configura o tipo de escala que será utilizado no gráfico. 32

33 Fixa: Habilita ou desabilita a escala fixa. Permite que você movimente o gráfico verticalmente, podendo comprimir e descomprimir o gráfico e visualizar os períodos acima e abaixo. Posição: Posiciona a escala à esquerda ou à direita do gráfico. Tipo de Escala: Define o tipo de escala utilizada no gráfico, podendo ser Linear, Logarítmica e Percentual. Quando selecionada a opção Percentual, deve-se selecionar Nominal ou Percentual. Geral: Configurações gerais do gráfico. 33

34 Legenda: Habilita ou desabilita a legenda no gráfico. Barras de Rolagem: Mantém a barra de rolagem da janela do gráfico, desabilitada, fixa ou no modo automático. Exibir/Todos Ativos: Quando o gráfico possuir mais de um ativo e essa opção estiver marcada no menu, o gráfico irá exibir todos os ativos, ao invés de exibir somente o que estiver selecionado. Exibir/Todos desenhos: Exibe todos os desenhos aplicados no gráfico Cursor e Grids: Cursor Define o tipo de cursor utilizado no gráfico, que pode ser do tipo cruz, vertical, horizontal ou dinâmico. A opção Nenhum desabilita o cursor do gráfico. Grid Horizontal: Habilita ou desabilita linhas horizontais no gráfico selecionado. Grid Vertical: Define o período em que será mostrado o grid vertical, que pode ser Eqüidistante, Por dia, Por semana, Por Mês, Por ano. A opção Nenhum desabilita o grid. 5 melhores ofertas: Ao clicar nesse item, o programa exibe no gráfico uma tabela com as cinco melhores ofertas, tanto de venda como de compra. 34

35 Book de ofertas no gráfico 35

36 Visualizar Período Ao clicar nesse item, você pode escolher um período de visualização do gráfico através de duas datas: início e fim. Negociação Para maiores informações sobre negociação, consulte o HELP tecla F1 - do programa. Ver Pastas - Habilita/desabilita pastas na janela. Fechar - Fecha a janela ativa. Selecionando o gráfico com o botão esquerdo do mouse e depois clicando com o direito, o menu abaixo é aberto: IMPORTANTE: Este é um bom momento para salvar novamente o seu layout, clique em ARQUIVO>>SALVAR LAYOUT 36

37 Neste momento o seu layout deve estar assim: 37

38 ESTUDOS TÉCNICOS Para incluir o estudo em um gráfico, você deve clicar sobre a janela depois clicar no MENU PRINCIPAL em GRÁFICOS>>ESTUDOS. Para aplicar um estudo basta selecioná lo. Do lado direito estarão as suas configurações. Caso queira mudar os parâmetros do estudo, basta clicar sobre a informação que será alterada (por exemplo, período) e digitar o que se deseja alterar. Abaixo seguem alguns exemplos de estudos e suas explicações: Overlay - Média Móvel Simples Média Móvel Simples é a média aritmética de um dado (fechamento, abertura, etc...) dentro de um período, sendo que a média do dia seguinte é calculada retirando-se o dado do primeiro dia do período anterior e acrescentando-se o atual. 38

39 Interpretação: Compra: quando a média cruzar o gráfico de preços de baixo para cima; Sai da compra: quando a média cruzar de cima para baixo o gráfico de preços; Venda: quando a média cruzar o gráfico de preços de cima para baixo; Sai da venda: quando a média cruzar o gráfico de preços de baixo para cima; Indicadores - MACD MACD (Moving Average Convergence/Divergence) é a diferença entre uma média móvel exponencial de curto prazo e outra de longo prazo. Existe ainda uma linha de alerta (signal line) que consiste numa média móvel exponencial gerada a partir da própria linha MACD. Os sinais de compra e venda são gerados a partir da relação existente entre a linha MACD e a linha de alerta. Eventuais divergências entre o MACD e as cotações podem indicar uma possível reversão de tendência. Interpretação: Compra: quando a linha mais rápida (MACD) cruzar de baixo para cima a linha mais lenta (Sinal). Quando o MACD cruzar o eixo horizontal, saindo da região negativa, teremos a confirmação da sinalização de compra. Venda: quando a linha do MACD cruzar de cima para baixo a linha de Sinal. A confirmação da pressão vendedora ocorrerá quando o MACD cruzar de cima para baixo o eixo horizontal saindo da região positiva. Percentuais - IFR - Índice de Força Relativa O índice de força relativa é um indicador que mede a força de atuação de oferta e demanda, ou seja, é um indicador de sobre-compra e sobre-venda. Ele mede a relação entre os fechamentos em alta e os fechamentos em baixa. 39

40 Interpretação: Seu valor varia entre 0 e 100. A região próxima a 100 é dita área de sobre-compra e indica que o mercado está sobre-valorizado e a região próxima a zero é dita área de sobre-venda e indica que o mercado está subvalorizado. Pode-se pré definir as regiões de sobre-compra e sobre-venda, mas os níveis mais utilizados pelo mercado são acima de 70 e abaixo de 30, respectivamente. A sinalização de compra é dada quando a curva do IFR muda sua inclinação para cima em região de sobrevenda. Quando o IFR sai da região de sobre-venda, teremos a confirmação da indicação de compra. A sinalização de venda será dada quando o IFR mudar sua inclinação para baixo em região de sobrecompra e confirmada quando ficar abaixo de

41 NOTÍCIAS Para utilizar o módulo de Notícias, no MENU PRINCIPAL, clique em NOTÍCIAS>>PAINEL DE NOTÍCIAS. O painel de notícias apresenta manchetes de diversas agências de notícias, atualizadas em tempo real (de acordo com a contratação individual de agências feita pelo usuário). Clicando em Painel de Notícias abre uma tela com notícias: Ao realizar um duplo clique sobre a manchete selecionada obtém-se na íntegra da notícia: Painel de Notícias - Menu de Configuração É possível filtrar as notícias, por agência, assunto e palavra-chave. Você ainda pode definir a fonte, cor, quantidade e notícias favoritas. Clicando com o botão direito do mouse sobre o painel de notícias, aparecerá o menu abaixo. 41

42 Entendendo a opção CONFIGURAR Configurar Em Configurar, você pode selecionar as agências que deseja visualizar, também as cores de fundo e texto, os favoritos, visualização de hora e data e também criar filtros. Seleção: Você pode escolher entre selecionar todas as agências, clicando em Selecionar todas ou ainda escolher somente as agências de notícias que deseja, selecionando uma a uma na listagem das agências. Período: Você também tem a opção de visualizar notícias apenas do dia ou de um certo período por ele especificado. Filtro: Você pode criar filtros, para buscar notícias de algum tema específico. Marcando a opção Pesquisa na Íntegra, o sistema irá fazer a pesquisa na íntegra das notícias e não somente nas manchetes. 42

43 Marcando a opção Apenas importantes, o sistema irá fazer a pesquisa somente nas noticias importantes. Na opção Manchete o usuário define quantas notícias ele quer visualizar no painel. Em Palavras-chave você pode definir a(s) palavra(s) que deseja buscar nas notícias. Selecionando ou, você pesquisa notícias tanto com uma palavra como com a outra palavra. Se desejar excluir notícias que contenham certa palavra ou termo, selecione excluir. Para fazer uma pesquisa com uma frase exata, deve-se colocar a expressão entre aspas. Ex Dólar Comercial. Assim, a pesquisa será realizada buscando somente as notícias que contenham esta expressão. Caso queira fazer uma pesquisa com um determinado número de palavras é necessário digitar as palavras com um espaçamento simples, para que a busca retorne todas as notícias com pelo menos uma das palavras escolhidas. Em Ativo Associado (tags) você poderá digitar o código de uma tag. Para que o sistema faça uma busca em todas as notícias e retorne com todas as notícias que estão relacionadas a essa tag. TAGS: As tags são definidas pelas próprias agências de notícias e, geralmente, são representadas pelo código do Ativo. Ex: MSF, é o código da ação Microsoft e também uma tag, ou seja, buscando uma notícia por essa tag, o sistema irá retornar todas as notícias que estão relacionadas a Microsoft. Você ainda tem a opção de salvar um filtro para uso posterior, clicando em salvar (ou em Salvar como, e escolhendo em que pasta deseja salvar) e nomeando o arquivo, assim, para uso posterior, bastará clicar em abrir e escolher o filtro desejado. Estes filtros salvos pelo usuário também são usados na barra de filtro, sendo usados como escolha de busca de notícias. Agora com o módulo de Notícias, o seu primeiro layout está pronto. PARABÉNS! Sempre que necessitar, entre em contato com a CMA para buscar instruções de uso ou simplesmente para esclarecer dúvidas de como melhor explorar os recursos do sistema. Nossos contatos são: - CMA Trading Box, solicitando um analista disponível no grupo; - Acompanhe também pelo site da CMA (www.cmaeducacional.com.br) o calendário dos cursos que oferecemos. Aprenda a operar e a investir através de um treinamento prático com especialistas de mercado. Clientes CMA têm descontos especiais. Bons Negócios! CMA - Consultoria, Métodos, Assessoria e Mercantil S/A CMA Educacional Fone: (11)

I. Personalizando a Área de Trabalho

I. Personalizando a Área de Trabalho 1 I. Personalizando a Área de Trabalho Área de Trabalho (desktop) do Novo Painel de Negociação do Home broker: Existem quatro desktops disponíveis para uso. Para alternar entre um e outro, clique sobre

Leia mais

Manual do Usuário HOME BROKER 2.0

Manual do Usuário HOME BROKER 2.0 Manual do Usuário HOME BROKER 2.0 Introdução... 4 1. Cabeçalho... 5 2. Menu Lateral... 8 2.1 Menu Lateral Expandido... 11 3. Área de Trabalho... 13 3.1 Cotações... 15 3.2 Suas Ordens & Custódia... 18 3.2.1

Leia mais

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica Em certa época, a planilha era um pedaço de papel que os contadores e planejadores de empresas utilizavam para colocar

Leia mais

Terminal Enfoque. Índice

Terminal Enfoque. Índice Terminal Enfoque Índice Introdução...3 1- Iniciando o Sistema Terminal Enfoque...4 1.1 - Montando um Desktop...4 1.2 - Restaurando...5 2 - Cotações...5 2.1 - Flash de Ativo...5 2.1.1 - Termômetro...6 2.1.2

Leia mais

FEMA Fundação Educacional Machado de Assis INFORMÁTICA Técnico em Segurança do Trabalho P OW ERPOI NT. Escola Técnica Machado de Assis Imprensa

FEMA Fundação Educacional Machado de Assis INFORMÁTICA Técnico em Segurança do Trabalho P OW ERPOI NT. Escola Técnica Machado de Assis Imprensa P OW ERPOI NT 1 INTRODUÇÃO... 3 1. Iniciando o PowerPoint... 3 2. Assistente de AutoConteúdo... 4 3. Modelo... 5 4. Iniciar uma apresentação em branco... 6 5. Modo de Exibição... 6 6. Slide Mestre... 7

Leia mais

Etec. Cel. Fernando Febeliano da Costa

Etec. Cel. Fernando Febeliano da Costa Ao iniciar o Microsoft PowerPoint 2003, surgirá uma janela do lado direito chamada Painel de Tarefas. É um novo conceito que contém ferramentas e informações de forma centralizadora, onde podemos criar

Leia mais

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DA BAHIA

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DA BAHIA CALC para Windows OpenOffice.org 3.0: Manual do usuário A sua Planilha de Cálculos SUMÁRIO Introdução...3 Apresentando o OpenOffice.org Calc 3.0...4 Iniciando o Calc 3.0...4 Componentes Básicos da janela

Leia mais

Manual do Sistema "Vida - Controle Financeiro Pessoal" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Vida - Controle Financeiro Pessoal Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Vida - Controle Financeiro Pessoal" Editorial Brazil Informatica I Vida - Controle Financeiro Pessoal Conteúdo Part I Novidades Versão 2.8 (Contas) 2 Part II Novidades Versão 2.9 (Contas)

Leia mais

Aula 01 Conceitos Iniciais sobre Excel 2010

Aula 01 Conceitos Iniciais sobre Excel 2010 Aula 01 Conceitos Iniciais sobre Excel 2010 Professor: Bruno Gomes Disciplina: Informática Básica Curso: Gestão de Turismo Sumário da aula: 1. Abrindo o Excel; 2. Conhecendo a Tela do Excel. 3. Inserindo

Leia mais

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO?

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO? Índice BlueControl... 3 1 - Efetuando o logon no Windows... 4 2 - Efetuando o login no BlueControl... 5 3 - A grade de horários... 9 3.1 - Trabalhando com o calendário... 9 3.2 - Cancelando uma atividade

Leia mais

1. Introdução a Microsoft Excel

1. Introdução a Microsoft Excel Introdução a Microsoft Excel 1. Introdução a Microsoft Excel 1.1. O que é Microsoft Excel Microsoft Excel é um software de planilha eletrônica produzido pela Microsoft Corporation, para o sistema operacional

Leia mais

6. Enumere de acordo com a primeira: A. Minimizar diminui o aplicativo, deixando-o na Barra de Tarefas.

6. Enumere de acordo com a primeira: A. Minimizar diminui o aplicativo, deixando-o na Barra de Tarefas. LINUX EDUCACIONAL -Assinale a alternativa correta. 1. Para criar uma pasta devemos: Clicar no menu Exibir-Modo de Exibição Clicar com o botão direito onde gostaríamos de criá-la e em seguida Criar Novo

Leia mais

Estatística no EXCEL

Estatística no EXCEL Estatística no EXCEL Prof. Ms. Osorio Moreira Couto Junior 1. Ferramentas... 2 2. Planilha de dados... 3 2.1. Introdução... 3 2.2. Formatação de células... 4 2.3. Inserir ou Excluir Linhas e Colunas...

Leia mais

SCP Desktop Broker. Manual SCP Desktop Broker. 2010 - Todos os direitos reservados. Versão: 1.0

SCP Desktop Broker. Manual SCP Desktop Broker. 2010 - Todos os direitos reservados. Versão: 1.0 SCP Desktop Broker Manual SCP Desktop Broker 00 - Todos os direitos reservados Versão:.0 Índice.0. Instalação.0. Estrutura.. Operações - Compra e Venda.. Consulta - Histórico de ordens - Acompanhamento

Leia mais

Noções de Informática

Noções de Informática Noções de Informática Caderno 2 CONTEÚDO MS-Excel 2010: estrutura básica das planilhas, conceitos de células, linhas, colunas, pastas e gráficos, elaboração de tabelas e gráficos, uso de fórmulas, funções

Leia mais

MANUAL DE GABINETES SAJ/SG5

MANUAL DE GABINETES SAJ/SG5 MANUAL DE GABINETES SAJ/SG5 Seção de Implantação de Sistemas Divisão de Sistemas Judiciais de Segundo Grau Diretoria de Tecnologia da Informação DTI/TJSC suporte: saj2grau@tjsc.jus.br Índice: Página 1.

Leia mais

Microsoft Excel XP. Módulo I I

Microsoft Excel XP. Módulo I I FUNCICI MG ESCOLA TÉCNICA DE FORMAÇÃO GERENCIAL DE CONTAGEM CURSO TÉCNICO AMBIENTAL E DE SEGURANÇA APOSTILA: Microsoft Excel XP Módulo I I Elaborada por: Walter Santos 2006 1 S U M Á R I O 1. Introdução:...

Leia mais

Microsoft Excel 2000. Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br. http://www.pcs.usp.br/~alan

Microsoft Excel 2000. Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br. http://www.pcs.usp.br/~alan Microsoft Excel 2000 Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br http://www.pcs.usp.br/~alan Microsoft Índice 1.0 Microsoft Excel 2000 3 1.1 Acessando o Excel 3 1.2 Como sair do Excel 3 1.3 Elementos da

Leia mais

O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais.

O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais. MICROSOFT WINDOWS O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais. Apresentaremos a seguir o Windows 7 (uma das versões do Windows)

Leia mais

Relatórios. Manual. Pergamum

Relatórios. Manual. Pergamum Relatórios Manual Pergamum Manual PER-MAN-005 Estatísticas Circulação de Materiais - Geral Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 1-4 1.1 PESQUISANDO ESTATÍSITICAS E RELATÓRIOS... 1-10 1.2 UTILIZANDO O MÓDULO RELATÓRIOS...

Leia mais

Sistema de Cobrança Eletrônica para Clientes do Banco do Nordeste Sistema de Cobrança Eletrônica para Clientes Cobrança BNB

Sistema de Cobrança Eletrônica para Clientes do Banco do Nordeste Sistema de Cobrança Eletrônica para Clientes Cobrança BNB Pág. 1 Sistema de Cobrança Eletrônica para Clientes Cobrança BNB Pág. 2 Instalação o o o o Baixar o Setup v3.5.38.exe disponível no site do BNB Executando o aplicativo aparecerá a imagem abaixo Clique

Leia mais

Capítulo 1. Guia de Início Rápido. Você vai aprender a programar a sua primeira reunião em 5 passos fáceis.

Capítulo 1. Guia de Início Rápido. Você vai aprender a programar a sua primeira reunião em 5 passos fáceis. Capítulo 1 Guia de Início Rápido Você vai aprender a programar a sua primeira reunião em 5 passos fáceis. PRIMEIRO PASSO: Entrando no ClaireMeeting Use o seu navegador e acesse: http://www.clairemeeting4.com.br

Leia mais

Manual do Portal do Fornecedor. isupplier

Manual do Portal do Fornecedor. isupplier isupplier Revisão 01 Setembro 2011 Sumário 1 Acesso ao portal isupplier... 03 2 Home Funções da Tela Inicial... 05 3 Ordens de Compra Consultar Ordens de Compra... 07 4 Entregas Consultar Entregas... 13

Leia mais

Manual de Instalação e Utilização do Sistema Integrado de Secretária (SIS 1.0)

Manual de Instalação e Utilização do Sistema Integrado de Secretária (SIS 1.0) Parte:Manual Atualização: OriginalPágina 1 Manual de Instalação e Utilização do Sistema Integrado de Secretária () Instalação Se houver alguma versão do FireBird Instalada na máquina desinstale antes de

Leia mais

CADASTRO DE OBRAS E PROJETOS DE ENGENHARIA

CADASTRO DE OBRAS E PROJETOS DE ENGENHARIA CADASTRO DE OBRAS E PROJETOS DE ENGENHARIA SET 2014 2 INTRODUÇÃO Este manual objetiva orientar os servidores no processo do cadastro de projetos no Sistema Channel para viabilizar o acompanhamento físico-financeiro

Leia mais

Wordpress - Designtec. Manual básico de gerenciamento Práticas de Geografia

Wordpress - Designtec. Manual básico de gerenciamento Práticas de Geografia Wordpress - Designtec Manual básico de gerenciamento Práticas de Geografia 1 Índice Acessando o painel administrativo... 3 Gerenciamento de edições... 3 Gerenciamento de artigos... 3 Publicando mídias...

Leia mais

MAIS CONTROLE SOFTWARE Controle Financeiro / Fluxo de Caixa (MCS Versão 2.01.99) Índice

MAIS CONTROLE SOFTWARE Controle Financeiro / Fluxo de Caixa (MCS Versão 2.01.99) Índice Item MAIS CONTROLE SOFTWARE Controle Financeiro / Fluxo de Caixa (MCS Versão 2.01.99) Índice Página 1.Apresentação... 4 2.Funcionamento Básico... 4 3.Instalando o MCS... 4, 5, 6 4.Utilizando o MCS Identificando

Leia mais

1 ACESSO PARA SECRETÁRIA... 4 2 - CONFIGURAR HORÁRIOS DE ATENDIMENTO... 4 2.1 BLOQUEANDO E HABILITANDO HORÁRIOS... 5 3 PRÉ-DEFININDO PARÂMETROS DE

1 ACESSO PARA SECRETÁRIA... 4 2 - CONFIGURAR HORÁRIOS DE ATENDIMENTO... 4 2.1 BLOQUEANDO E HABILITANDO HORÁRIOS... 5 3 PRÉ-DEFININDO PARÂMETROS DE 2 1 ACESSO PARA SECRETÁRIA... 4 2 - CONFIGURAR HORÁRIOS DE ATENDIMENTO... 4 2.1 BLOQUEANDO E HABILITANDO HORÁRIOS... 5 3 PRÉ-DEFININDO PARÂMETROS DE ATENDIMENTO... 6 4 - A TELA AGENDA... 7 4.1 - TIPOS

Leia mais

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel *

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * material do 2010* 1.0 Introdução O Excel nos ajuda a compreender melhor os dados graças à sua organização em células (organizadas em linhas e colunas) e ao uso

Leia mais

Acessando o SVN. Soluções em Vendas Ninfa 2

Acessando o SVN. Soluções em Vendas Ninfa 2 Acessando o SVN Para acessar o SVN é necessário um código de usuário e senha, o código de usuário do SVN é o código de cadastro da sua representação na Ninfa, a senha no primeiro acesso é o mesmo código,

Leia mais

Presskit Guia Rápido. Release 2.0. Presskit

Presskit Guia Rápido. Release 2.0. Presskit Presskit Guia Rápido Release 2.0 Presskit 06/07/2009 Sumário 1 Login 2 Login e Senha...................................... 2 Esqueci minha senha.................................. 2 Fale Com o Suporte...................................

Leia mais

16 - SCARTA. 1. Abrir o SCARTA clicando no ícone que se encontra na área de trabalho (Fig.1). Fig.1- Ícone do SCARTA

16 - SCARTA. 1. Abrir o SCARTA clicando no ícone que se encontra na área de trabalho (Fig.1). Fig.1- Ícone do SCARTA 16 - SCARTA Módulo do SPRING que permite editar uma carta e gerar arquivo para impressão, permitindo a apresentação na forma de um documento cartográfico. 1. Abrir o SCARTA clicando no ícone que se encontra

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA. Manual do Moodle- Sala virtual

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA. Manual do Moodle- Sala virtual UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA Manual do Moodle- Sala virtual UNIFAP MACAPÁ-AP 2012 S U M Á R I O 1 Tela de Login...3 2 Tela Meus

Leia mais

Superintendência Regional de Ensino de Ubá - MG Núcleo de Tecnologia Educacional NTE/Ubá. LibreOffice Impress Editor de Apresentação

Superintendência Regional de Ensino de Ubá - MG Núcleo de Tecnologia Educacional NTE/Ubá. LibreOffice Impress Editor de Apresentação Superintendência Regional de Ensino de Ubá - MG Núcleo de Tecnologia Educacional NTE/Ubá LibreOffice Impress Editor de Apresentação Iniciando o Impress no Linux Educacional 4 1. Clique no botão 'LE' no

Leia mais

Introdução ao OpenOffice.org Calc 2.0

Introdução ao OpenOffice.org Calc 2.0 Introdução ao OpenOffice.org Calc 2.0 http://www.openoffice.org.br/ 1- INTRODUÇÃO O OpenOffice.org Calc 2.0 para Windows/Linux e outras plataformas é uma poderosa planilha eletrônica, muito parecida com

Leia mais

Manual de Operação. Copyright 2011 - Todos os direitos reservados.

Manual de Operação. Copyright 2011 - Todos os direitos reservados. Manual de Operação Copyright 2011 - Todos os direitos reservados. SUMÁRIO 1. Informações Gerais...7 1.1 EasyPass... 7 1.2 Observações... 8 2. Conceitos Básicos...10 2.1 Captura de Imagem...10 2.2 Crop...10

Leia mais

Guia do Usuário. idocs Content Server v.2.0-1 -

Guia do Usuário. idocs Content Server v.2.0-1 - Guia do Usuário idocs Content Server v.2.0-1 - 2013 BBPaper_Ds - 2 - Sumário Introdução... 4 Inicializando a aplicação... 6 Ambiente... 7 Alterando o ambiente... 8 Senhas... 10 Alterando senhas... 10 Elementos

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior 2000 Mozart de Melo Alves Júnior INTRODUÇÃO O Excel 7.0 é um aplicativo de planilha desenvolvido para ser usado dentro do ambiente Windows. As planilhas criadas a partir desta ferramenta poderão ser impressas,

Leia mais

Manual sistema Laundry 4.0

Manual sistema Laundry 4.0 Manual sistema Laundry 4.0 Sistema para serviços de Lavanderia Comércios Empresa responsável Novacorp informática Fone (41) 3013-1006 E-mail marcio@novacorp.com.br WWW.novacorp.com.br Sumario 1 Este manual

Leia mais

Dynafleet Treinamento 1º Acesso

Dynafleet Treinamento 1º Acesso Dynafleet Treinamento 1º Acesso SENHA DE ADMINISTRADOR (senha recebida pela Volvo) Confirmar se os veículos foram cadastrados corretamente Modificar a configuração do veículo (nome, excesso de velocidade,

Leia mais

SOLID EDGE ST3 TUTORIAL 2 CRIANDO UM DESENHO NO AMBIENTE DRAFT

SOLID EDGE ST3 TUTORIAL 2 CRIANDO UM DESENHO NO AMBIENTE DRAFT SOLID EDGE ST3 TUTORIAL 2 CRIANDO UM DESENHO NO AMBIENTE DRAFT Esse tutorial traz passo a passo instruções para criação de um desenho no ambiente Draft. Na criação dos desenhos você aprenderá as técnicas

Leia mais

Professor Paulo Lorini Najar

Professor Paulo Lorini Najar Microsoft PowerPoint O Microsoft PowerPoint é uma ferramenta ou gerador de apresentações, palestras, workshops, campanhas publicitárias, utilizados por vários profissionais, entre eles executivos, publicitários,

Leia mais

Themis Serviços On Line - Publicações

Themis Serviços On Line - Publicações Nome do documento Guia do Usuário Themis Serviços On Line - Publicações Sumário Introdução:... 3 1 - Cadastro dos Usuários do Themis Serviços On Line:... 3 2 - Acesso ao Sistema Themis Serviços On Line:...

Leia mais

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA LEIAME APRESENTAÇÃO Nenhuma informação do TUTORIAL DO MICRO- SOFT OFFICE WORD 2003 poderá ser copiada, movida ou modificada sem autorização prévia e escrita do Programador Roberto Oliveira Cunha. Programador:

Leia mais

Indice. 01- Alterando o visual da loja 1. 02- Inserindo seus dados pessoais e redes sociais 1. 03- Produtos 2. 3.1- Categorias de produtos 2

Indice. 01- Alterando o visual da loja 1. 02- Inserindo seus dados pessoais e redes sociais 1. 03- Produtos 2. 3.1- Categorias de produtos 2 Indice 01- Alterando o visual da loja 1 02- Inserindo seus dados pessoais e redes sociais 1 03- Produtos 2 3.1- Categorias de produtos 2 3.2- Variações de produtos 2 3.3- Inserindo Produtos 3 3.4- Produtos

Leia mais

Guia Rápido do Usuário

Guia Rápido do Usuário CERTIDÕES UNIFICADAS Guia Rápido do Usuário CERTUNI Versão 1.0.0 CASA DA MOEDA DO BRASIL Conteúdo Acessando o Sistema... 3 Alterando Senhas... 3 Encerrando sua Sessão... 4 Gerando Pedido... 4 Alterando

Leia mais

.Sumário. Capítulo I Visão geral do OpenOffice Calc

.Sumário. Capítulo I Visão geral do OpenOffice Calc .Sumário Capítulo I Visão geral do OpenOffice Calc 1 Iniciando o OpenOffice Calc 2 A tela do OpenOffice Calc 3 As Barras que aparecem na tela do OpenOffice Calc A Barra de Hiperlinks A Barra de Objetos

Leia mais

Portal de Vendas Online

Portal de Vendas Online Portal de Vendas Online Manual do Representante Versão 1.0 Manual do Representante 2 Sumário Introdução ao Portal da Dorma... 3 Fluxo de Vendas... 3 Fluxo de Cadastro ou Alteração de Cliente... 4 Orientações

Leia mais

HOME BROKER 2.0. Manual do usuário

HOME BROKER 2.0. Manual do usuário HOME 2013 BROKER 2.0 Manual do usuário SUMÁRIO Tela inicial 2 Adicionando nova tela 2 Adicionando janelas 3 Criando Atalhos das janelas no menu lateral 4 Menu Lateral visualizando saldos e limites 5 Ocultando

Leia mais

Apostilas OBJETIVA Atendente Comercial / Carteiro / Op. Triagem e Transbordo CORREIOS - Concurso Público 2015 2º CADERNO. Índice

Apostilas OBJETIVA Atendente Comercial / Carteiro / Op. Triagem e Transbordo CORREIOS - Concurso Público 2015 2º CADERNO. Índice 2º CADERNO Índice Pg. Microsoft Office: Excel 2010... Exercícios pertinentes... 02 63 Microsoft Office: Power Point 2010... Exercícios pertinentes... 104 146 Internet e Intranet. Conceitos básicos, navegadores

Leia mais

Configurando o estilo de Camada (Layer) no AutoCAD 2007

Configurando o estilo de Camada (Layer) no AutoCAD 2007 Configurando o estilo de Camada (Layer) no AutoCAD 2007 1 - Inicialmente, na Barra de Camadas clique no ícone (Gerenciador de Propriedades da Camada), para configurar o estilo de camada: 2 - Na caixa de

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

Manual do Fornecedor/cedente (MPE) Balcão Financeiro

Manual do Fornecedor/cedente (MPE) Balcão Financeiro Manual do Fornecedor/cedente (MPE) Balcão Financeiro Painel de recebíveis e Painel de linhas de crédito Versão 1.0 1 As informações contidas neste documento, incluindo quaisquer URLs e outras possíveis

Leia mais

Tutorial - Orçamento. As aplicações Memo possuem a seguinte estrutura: 1 - Portais Portal: Orçame nto Pessoal. Painel: Resultad o Análises

Tutorial - Orçamento. As aplicações Memo possuem a seguinte estrutura: 1 - Portais Portal: Orçame nto Pessoal. Painel: Resultad o Análises Esta é uma aplicação exemplo, que também pode ser usada como um Modelo ou Template para que voce possa utilizá- la com os seus dados pessoais. Pode ser modificada ou customizada para melhor atender outras

Leia mais

Sistema de Controle de Cheques GOLD

Sistema de Controle de Cheques GOLD Sistema de Controle de Cheques GOLD Cheques GOLD é um sistema para controlar cheques de clientes, terceiros ou emitidos. Não há limitações quanto as funcionalidades do programa, porém pode ser testado

Leia mais

Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente. Versão 1.1

Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente. Versão 1.1 Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente Versão 1.1 Sumário Sistema de Relacionamento com Cliente 3 1 Introdução... ao Ambiente do Sistema 4 Acessando... o Sistema 4 Sobre a Tela... do Sistema

Leia mais

C C P SUPORTE TÉCNICO EBS

C C P SUPORTE TÉCNICO EBS C C P SUPORTE TÉCNICO EBS Horário de atendimento: Das 08h30min às 18h, de Segunda a Sexta-feira. Formas de atendimento: E-mail: Envie-nos suas dúvidas e/ou sugestões para suporte@ebs.com.br. Suporte On-Line

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Primeiramente deve-se digitar o login e senha de acesso para acessar o Jurídico 2000.

MANUAL DO USUÁRIO. Primeiramente deve-se digitar o login e senha de acesso para acessar o Jurídico 2000. MANUAL DO USUÁRIO Primeiramente deve-se digitar o login e senha de acesso para acessar o Jurídico 2000. O Jurídico 2000 exibe o cadastro de Processos assim que é inicializado. A partir dessa tela você

Leia mais

2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 1

2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 1 2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 1 2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 2 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

Freedom Software. Sistema de Representação. Freedom Software Sistema de Representação Página 1

Freedom Software. Sistema de Representação. Freedom Software Sistema de Representação Página 1 Freedom Software Sistema de Representação Freedom Software Sistema de Representação Página 1 FREEVENDMOBILE (Sistema de Vendas Mó vel) Sumário INSTALAÇÃO:... 3 O SISTEMA... 7 MENU E BARRAS DO SISTEMA...

Leia mais

PANDION MANUAL DO USUÁRIO (versão 1.0)

PANDION MANUAL DO USUÁRIO (versão 1.0) Secretaria de Tecnologia da Informação Coordenadoria de Suporte Técnico aos Usuários PANDION MANUAL DO USUÁRIO (versão 1.0) SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CADASTRAMENTO NECESSÁRIO PARA UTILIZAR O PANDION...

Leia mais

Monitor de Comercialização - Proponente MT-212-00056-2

Monitor de Comercialização - Proponente MT-212-00056-2 Monitor de Comercialização - Proponente MT-212-00056-2 Última Atualização: 08/01/2015 Índice I Como acessar um Leilão II Informações básicas III Anexos IV Painel de Lances V Envio de Lances VI Prorrogação

Leia mais

Treinamento em BrOffice.org Writer

Treinamento em BrOffice.org Writer Treinamento em BrOffice.org Writer 1 Índice I. INTRODUÇÃO...3 II. BARRA DE FERRAMENTAS...3 III. CONFIGURAR PÁGINA...4 1. Tamanho, Margens e Orientação...5 2. Cabeçalhos...6 3. Rodapés...6 4. Numerando

Leia mais

Manual do Usuário ipedidos MILI S.A. - D.T.I.

Manual do Usuário ipedidos MILI S.A. - D.T.I. Manual do Usuário ipedidos MILI S.A. - D.T.I. MILI S.A. - D.T.I. Índice 1 ACESSANDO O PORTAL IPEDIDOS... 3 1.1 Login...5 1.2 Tela Principal, Mensagens e Atendimento On-line...6 2 CADASTRAR... 10 2.1 Pedido...10

Leia mais

Use a mala direta para criar e imprimir cartas e outros

Use a mala direta para criar e imprimir cartas e outros Página 1 de 19 Word > Mala direta Use a mala direta para criar e imprimir cartas e outros documentos Ocultar tudo É possível usar a mala direta quando deseja criar um conjunto de documentos, como uma carta

Leia mais

Amostra OpenOffice.org 2.0 Writer SUMÁRIO

Amostra OpenOffice.org 2.0 Writer SUMÁRIO Amostra OpenOffice.org 2.0 Writer SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 2. INSERIR TEXTO 3. SALVAR UM DOCUMENTO 4. FECHAR UM DOCUMENTO 5. INICIAR UM NOVO DOCUMENTO 6. ABRIR UM DOCUMENTO 7. SELECIONAR TEXTO 8. RECORTAR,

Leia mais

Integração da Digitação de Eventos

Integração da Digitação de Eventos Integração da Digitação de Eventos Índice 1. APRESENTAÇÃO... 1 1.1. Primeiro Acesso... 1 1.2. Conhecendo a Plataforma... 3 1.2.1. Seleção da Empresa... 3 1.2.2. Sair do sistema/minhas Configurações...

Leia mais

Instalação - Primeiros Passos

Instalação - Primeiros Passos O CIAF Hotelaria, é um sistema que permite ao administrador, gerenciar completamente sua empresa que presta serviço de hospedagem como hotéis e pousadas por exemplo. Facilmente você poderá cadastrar suas

Leia mais

Esse produto é um produto composto e tem subprodutos

Esse produto é um produto composto e tem subprodutos Indústria - Cadastro de produtos O módulo indústria permite controlar a produção dos produtos fabricados pela empresa. É possível criar um produto final e definir as matérias-primas que fazem parte de

Leia mais

W o r d p r e s s 1- TELA DE LOGIN

W o r d p r e s s 1- TELA DE LOGIN S U M Á R I O 1Tela de Login...2 2 Painel......3 3 Post...4 4 Ferramentas de Post...10 5 Páginas...14 6 Ferramentas de páginas...21 7 Mídias...25 8 Links......30 1 1- TELA DE LOGIN Para ter acesso ao wordpress

Leia mais

O computador organiza os programas, documentos, músicas, fotos, imagens em Pastas com nomes, tudo separado.

O computador organiza os programas, documentos, músicas, fotos, imagens em Pastas com nomes, tudo separado. 1 Área de trabalho O Windows XP é um software da Microsoft (programa principal que faz o Computador funcionar), classificado como Sistema Operacional. Abra o Bloco de Notas para digitar e participar da

Leia mais

SIGA-CEIVAP MANUAL DO USUÁRIO 1

SIGA-CEIVAP MANUAL DO USUÁRIO 1 SIGA-CEIVAP MANUAL DO USUÁRIO 1 SIGA-CEIVAP MANUAL DO USUÁRIO 2 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 3 1.1 SIGA-CEIVAP... 3 2. FUNCIONALIDADES COMUNS AOS USUÁRIOS... 3 2.1 ACESSO AO SISTEMA... 3 2.1.1 ACESSANDO

Leia mais

INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA GRUPO DE PESQUISA LEITURA NA TELA

INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA GRUPO DE PESQUISA LEITURA NA TELA INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA GRUPO DE PESQUISA LEITURA NA TELA Núcleo de Educação a Distância UniEvangélica 2 ÍNDICE 1 Introdução à Informática... 3 1. O Computador... 3 Teclado... 3 Mouse... 5 Monitor...

Leia mais

UNESP Universidade Estadual Paulista Faculdade de Ciências Farmacêuticas

UNESP Universidade Estadual Paulista Faculdade de Ciências Farmacêuticas CURSO DE EXCEL - 1 - ÍNDICE PLANILHAS, COLUNAS, LINHAS E CÉLULAS....3 PLANILHAS...3 COLUNAS...3 LINHAS...4 PREENCHIMENTO AUTOMÁTICO...5 REFERÊNCIAS RELATIVAS...6 REFERÊNCIAS ABSOLUTAS...7 FORMATAÇÃO DE

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07

MANUAL DO SISTEMA. Versão 6.07 MANUAL DO SISTEMA Versão 6.07 Configurando o Módulo... 3 Contas... 3 Conta Caixa... 5 Aba Geral... 5 Aba Empresas... 8 Conta Banco... 9 Aba Geral... 9 Aba Conta Banco... 10 Aba Empresas... 12 Tipos de

Leia mais

Manual Carteiro Virtual

Manual Carteiro Virtual Manual Carteiro Virtual CONFIGURAÇÕES INICIAIS Introdução...3 Como acessar o Carteiro Virtual...4 Personalizando seus dados de acesso...6 LISTAS DE CONTATOS Criando Lista de Contatos...8 Inserindo contatos

Leia mais

Tutorial WEB Soluço es Click.

Tutorial WEB Soluço es Click. Tutorial WEB Soluço es Click. Sumário Sumário... 1 1. Acesso ao site:... 2 2. Login:... 3 3. Página Principal:... 4 4. Navegando sobre o menu:... 4 5. Opção Chamado:... 5 5.1 Tela de Chamados:... 6 5.1.1

Leia mais

SIE - SISTEMA DE INFORMAÇÕES PARA O ENSINO CADASTRO DE FUNCIONÁRIOS

SIE - SISTEMA DE INFORMAÇÕES PARA O ENSINO CADASTRO DE FUNCIONÁRIOS SIE - SISTEMA DE INFORMAÇÕES PARA O ENSINO CADASTRO DE FUNCIONÁRIOS SANTA MARIA FATECIENS 2008 Este manual tem por finalidade apresentar as especificações detalhadas da aplicação de Cadastro de Funcionários,

Leia mais

Sistema Click Principais Comandos

Sistema Click Principais Comandos Sistema Click Principais Comandos Sumário Sumário... 1 1. Principais Funções:... 2 2. Inserção de Registro (F6):... 3 3. Pesquisar Registro (F7):... 4 3.1 Pesquisa por letras:... 5 3.2 Pesquisa por números:...

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO WEBMAIL SBC

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO WEBMAIL SBC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO WEBMAIL SBC SUMÁRIO 1 - Tela de Login...03 2 - Caixa de Entrada...04 3 - Escrever Mensagem...06 4 - Preferências...07 4.1 - Configurações Gerais...07 4.2 - Trocar Senha...07 4.3

Leia mais

Apostila do estagiário MÓDULO I

Apostila do estagiário MÓDULO I Apostila do estagiário MÓDULO I Manual do Gerenciador da Sala de Internet BlueControl Programa Acessa Escola Apresentação O Programa Acessa Escola é uma iniciativa do Governo do Estado de São Paulo,

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO SISTEMA DE PAGAMENTO ONLINE. Versão: 01.08

MANUAL DE INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO SISTEMA DE PAGAMENTO ONLINE. Versão: 01.08 MANUAL DE INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO SISTEMA DE PAGAMENTO ONLINE Versão: 01.08 Índice Instalação do Sistema...03 Tela inicial do Sistema...10 Módulos...11 Conteúdo do Menu Arquivo...11 Finalizar...11 Inclusão

Leia mais

Aula 3. Word Administrativo. Solicitamos que guarde seus arquivos, para o projeto final do módulo

Aula 3. Word Administrativo. Solicitamos que guarde seus arquivos, para o projeto final do módulo Aula 3 Solicitamos que guarde seus arquivos, para o projeto final do módulo Microsoft Word Tema da aula: Criando um Papel Timbrado Características do Papel Timbrado 1. Nome da empresa no cabeçalho 2. Design

Leia mais

Microsoft Office Excel

Microsoft Office Excel 1 Microsoft Office Excel Introdução ao Excel Um dos programas mais úteis em um escritório é, sem dúvida, o Microsoft Excel. Ele é uma planilha eletrônica que permite tabelar dados, organizar formulários,

Leia mais

Versão 2.0.9. Comissão Sobre Produtos... 2. Atualização Automática nas estações de Trabalho... 6

Versão 2.0.9. Comissão Sobre Produtos... 2. Atualização Automática nas estações de Trabalho... 6 FORMULÁRIO DE ATUALIZAÇÕES PARA PRÓXIMA VERSÃO Versão 2.0.9 Conteúdo Alterações realizadas no Software Comissão Sobre Produtos... 2 Atualização Automática nas estações de Trabalho... 6 Atualização de Valores

Leia mais

Roteiro para atualização da planilha de múltiplos usando o Excel 2007.

Roteiro para atualização da planilha de múltiplos usando o Excel 2007. Roteiro para atualização da planilha de múltiplos usando o Excel 2007. 1) Na parte inferior da planilha clique na aba ao lado direito de PAINEL para inserir uma nova planilha, ou clique em Shift+F11. 2)

Leia mais

PLANILHA ELETRÔNICA EXCEL AULA 1. INTRODUÇÃO E FORMATAÇÃO PEDIDOS DO EXERCÍCIO 1

PLANILHA ELETRÔNICA EXCEL AULA 1. INTRODUÇÃO E FORMATAÇÃO PEDIDOS DO EXERCÍCIO 1 PLANILHA ELETRÔNICA EXCEL 1 AULA 1. INTRODUÇÃO E FORMATAÇÃO PEDIDOS DO EXERCÍCIO 1 1) Clique no link do arquivo EXCEL_EXERCÍCIO_1.XLS Escolha a opção Salvar e coloque no nome do arquivo a sua MATRÍCULA.XLS

Leia mais

Prof Rafael Guem Murakami

Prof Rafael Guem Murakami Prof Rafael Guem Murakami São Paulo 2006 Sumário: Definição:... 4 Barra de Formatação:... 4 Configuração de página:... 5 Bordas e Sombreamento:... 6 Índices:... 8 Inserindo Figuras:... 12 Word-Art:...

Leia mais

Sumário. 1. Instalando a Chave de Proteção 3. 2. Novas características da versão 1.3.8 3. 3. Instalando o PhotoFacil Álbum 4

Sumário. 1. Instalando a Chave de Proteção 3. 2. Novas características da versão 1.3.8 3. 3. Instalando o PhotoFacil Álbum 4 1 Sumário 1. Instalando a Chave de Proteção 3 2. Novas características da versão 1.3.8 3 3. Instalando o PhotoFacil Álbum 4 4. Executando o PhotoFacil Álbum 9 3.1. Verificação da Chave 9 3.1.1. Erro 0001-7

Leia mais

6.5. Renomeando Arquivos ou Pastas

6.5. Renomeando Arquivos ou Pastas 50 II. Para mover um arquivo, pasta, objeto dentro do Windows: 1) Clique com o mouse sobre a pasta, arquivo a serem movidos; 2) Mantenha o botão esquerdo do mouse pressionado; 3) Arraste o objeto para

Leia mais

MANUAL. Certificado de Origem Digital PERFIL ENTIDADE. Versão 2.2.15

MANUAL. Certificado de Origem Digital PERFIL ENTIDADE. Versão 2.2.15 MANUAL Certificado de Origem Digital PERFIL ENTIDADE Versão 2.2.15 Sumário 1. Inicializando no sistema... 4 2. Perfil de Emissores do Sistema... 4 3. Analisando os certificados emitidos... 5 3.1. Certificados

Leia mais

Manual de Compras. Calcular a Curva ABC de Vendas do produto.

Manual de Compras. Calcular a Curva ABC de Vendas do produto. Manual de Compras Antes de se começar a operar a tela de compras, é necessário estabelecer a configuração ideal para o seu negócio. Este manual não visa impor a melhor forma ou o melhor calculo para se

Leia mais

Sumário - Power Point

Sumário - Power Point Power Point Sumário - Power Point 1. INICIANDO O POWERPOINT... 116 2. APRESENTAÇÃO DA JANELA DO POWERPOINT... 117 3. CONCEITOS BÁSICOS DO POWERPOINT... 118 4. INICIANDO UMA APRESENTAÇÃO... 118 4.1 Autolayouts

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO GUIA DO USUÁRIO

GUIA DO USUÁRIO GUIA DO USUÁRIO GUIA DO USUÁRIO www.accountcontabilidade.com.br 1 SUMÁRIO Acessando o sistema 04 Atalhos 05 Importando Exercícios Eletrônicos 06 Apresentação dos Exercícios Eletrônicos 07 Procedimentos para resolver exercícios

Leia mais

PROCEDIMENTO DO CLIENTE

PROCEDIMENTO DO CLIENTE PROCEDIMENTO DO CLIENTE Título: Manual da Loja Virtual. Objetivo: Como anunciar produtos e acompanhar as vendas. Onde: Empresa Quem: Cliente Quando: Início Através deste manual, veremos como anunciar e

Leia mais

Prestador de Serviços

Prestador de Serviços Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo A Ficha de Serviços...3 Os Recibos... 5 Como imprimir?... 6 As Listagens...7 Clientes... 9 Consulta...9 Inclusão... 11 Alteração... 12 Exclusão... 13 Serviços...

Leia mais

Aprendendo Corel Draw 2

Aprendendo Corel Draw 2 ÍNDICE Introdução Ferramentas do Trabalhando com cores Trabalhando com objetos Transformando objetos desenhados Clonagem de objetos Formatando objetos Preenchimentos e Contornos Preenchimento Gradiente

Leia mais

Manual do Usuário Janeiro de 2016

Manual do Usuário Janeiro de 2016 Manual do Usuário Janeiro de 2016 SOBRE CMX CMX é uma interface que dá acesso aos estudantes a milhares de atividades, exercícios e recursos todos posicionados com os padrões e conceitos curriculares.

Leia mais