Plano de Aula SOU PAR OU ÍMPAR? TÍTULO: Iniciais. 3º ano. Matemática. Número e Operações/Álgebra e Funções 1 aula (45 min) Educação Presencial

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Plano de Aula SOU PAR OU ÍMPAR? TÍTULO: Iniciais. 3º ano. Matemática. Número e Operações/Álgebra e Funções 1 aula (45 min) Educação Presencial"

Transcrição

1 Org.: Claudio André - 1 TÍTULO: SOU PAR OU ÍMPAR? Nível de Ensino: Ensino Fundamental/ Anos Iniciais Ano/Semestre de Estudo: 3º ano Componente Curricular: Tema: Duração da Aula: Modalidade de Ensino: Matemática Número e Operações/Álgebra e Funções 1 aula (45 min) Educação Presencial OBJETIVOS Ao final da aula, o aluno será capaz de: Reconhecer os números pares e ímpares; utilizar recursos computacionais, programas de edição de texto (Kword, Word, Writer etc). PRÉ-REQUISITOS DOS ALUNOS Noção utilizadora do mouse; noção básica de navegação na Internet; saber utilizar o editor de texto; conhecimento básico da operação de divisão simples. RECURSOS/MATERIAIS DE APOIO Laptop educacional com acesso à Internet e editor de texto; materiais que possam formar pares (tampinhas de garrafa, sapatos, clipes, bolas de tênis etc.). GLOSSÁRIO Catalogação: é o ato de organizar um catálogo, ou seja, uma lista de pessoas ou coisas, organizadas em ordem alfabética. Pode ser um catálogo de preços, um catálogo de livros, por exemplo. Divisão: é uma operação matemática básica em que um número (numerador) é fatiado em um determinado número (denominador) de fatias. Lidar: quando dizemos que uma pessoa lida com algo ou com alguém, queremos dizer que ela tem competência para fazer determinada coisa com esse alguém ou com essa coisa. Resto: na matemática, é o número que sobra depois que uma divisão é realizada. Quando o resto é o número zero, dizemos que o número dividido é par.

2 Org.: Claudio André - 2 QUESTÕES PROBLEMATIZADORAS Como sabemos se um número é par ou ímpar? Qual a importância de sabermos isso? Vamos brincar de par ou ímpar? Figura 1 Qual é o número total de bolas? Esse número é par ou ímpar? Figura 2 Par ou ímpar também é o nome de um filme Figura 1. Disponível em: <http://www.sembarreiras.pt/shop/images/p/18333.jpg>. Acesso em: 21 mar Figura 2. Disponível em: <http://3.bp.blogspot.com/_5ee1wk9f0qs/tcxa0vvaj6i/aaaaaaaacju/xnoh_zup 50g/s1600/ Par.ou.Impar.DVDRIP.Xvid.Dublado.jpg>. Acesso em: 3 fev LEIS, PRINCÍPIOS, TEORIAS, TEOREMAS, AXIOMAS, CONCEITOS, FUNDAMENTOS, REGRAS... RECONHECENDO OS NÚMEROS PARES E ÍMPARES Um número só é considerado par se o resultado da divisão dele por 2 resultar em um número inteiro (não fracionado). Caso contrário, ele será um número ímpar. Por exemplo, para saber se o número 3 é par, divide-se ele por 2. Como o resultado é um número não inteiro (1,5), conclui-se que 3 não é par. Por outro lado, se dividirmos o número 10 por 2, o resultado dessa divisão será um número inteiro (5). Logo, 10 é um número par.

3 Org.: Claudio André - 3 Analogamente, os números múltiplos de 2 (4, 6, 8, 10, 12, 14,...) são todos números pares. Outra forma de identificar se o número é par ou não é observar se o resto da divisão dele por outro é igual a 0 (zero). Por exemplo, a divisão de 10 por 2, abaixo: Nesta operação, o número 10 é um número par, pois o resto da sua divisão por 2 é igual a 0 (zero). Caso o resto da divisão dê outro valor diferente de zero, o número dividendo será então um número ímpar, conforme mostrado abaixo: No caso ao lado, o 9 é um número ímpar, pois o resto da sua divisão por 2 resultou no número 1, ou seja, diferente de 0 (zero). Como sempre, o 0 (zero) é um número à parte. Ele: [...] é um número par. Esta afirmação é feita devido às seguintes razões: O zero é divisível por 2; O zero é cercado por números ímpares; O zero é o resultado da soma de algum número inteiro com ele mesmo; Zero elementos podem ser divididos em dois grupos com um número igual de elementos; O zero, interpretado como número par, é compatível com todas as regras das somas/subtrações e produtos de números pares e ímpares. BRINCANDO DE PAR OU ÍMPAR Uma forma bastante interativa e pragmática de estimular o alunado a reconhecer os números pares e ímpares é o jogo do par ou ímpar, que consiste basicamente em: 1. Dois jogadores escolhem previamente quem será par e quem será ímpar; 2. Ambos os jogadores colocam os braços para trás (nas costas), escondendo um número; 3. Eles iniciam uma contagem em voz alta; quando chegam ao três, ambos mostram o número

4 Org.: Claudio André - 4 escolhido, projetado nos dedos da mão; 4. O resultado da soma dos dedos dos dois jogadores será um número par ou ímpar; 5. Se tal resultado for um número par, vence aquele que havia escolhido par; se for ímpar, vence o que havia escolhido o ímpar. Figura Brincando de Par ou ímpar. Disponível em: <http://blog.educacional.com.br/rosangelasenger/files/2010/08/dsc03669.jpg>. Acesso em: 3 fev WIKIPEDIA. Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/n%c3%bameros_pares_e_%c3%admpares>. Acesso em: 4 fev PARA REFLETIR COM OS ALUNOS ORGANIZAÇÃO É TUDO! Você já ouviu falar num profissional chamado de bibliotecário? Pois bem, esse profissional lida com a organização de livros e revistas. Ele pode trabalhar tanto numa simples biblioteca, com poucos livros e revistas, como nas maiores bibliotecas físicas e digitais (online) do mundo. Você sabia que o bibliotecário precisa conhecer tanto os livros quanto a biblioteca em que trabalha? Por exemplo, se o número de livros que cabem numa prateleira tem de ser par ou ímpar, ou se o número de prateleiras numa estante é par ou ímpar. E você, já reparou se o número de prateleiras nas estantes da biblioteca da sua escola é par ou ímpar? Quantos livros cabem em cada prateleira? Vamos visitar a biblioteca? Não se esqueça de pedir ajuda à bibliotecária ou ao bibliotecário. Imagem disponível em: <http://linafuko.files.wordpress.com/2010/03/biblioteconomia.jpg>. Acesso em:

5 Org.: Claudio André - 5 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS PELO PROFESSOR O (a) professor (a) pode iniciar a aula, fazendo com que os alunos percebam que os números pares e ímpares estão à nossa volta, e compreendam a importância de poder reconhecê-los. Para tal, ele (a) pode utilizar as imagens de alguns objetos que podem ser encontrados aos pares, como fones de ouvido, luvas, sapatos etc. O (a) professor (a) pode, ainda, realizar uma explanação sobre a profissão do bibliotecário (sugerese que ele(a) utilize o exposto em Para refletir com os alunos e outras fontes, como o demonstrando que muitos profissionais devem ter a noção de números pares e ímpares para desempenhar bem suas funções (por exemplo, o piloto aeronáutico precisa conhecer bem o par de asas do avião, o juiz de futebol deve verificar os dois pares de bandeirinhas que delimitam a área de escanteio etc.). Em complementação à aula, se quiser, ele (a) apresenta o exposto em Para saber mais, e, em seguida, ditar números pares e ímpares para os alunos registrarem. Não obstante, o (a) professor (a) pode incentivar os alunos a realizar o Exercício de Fixação. TAREFAS DOS ALUNOS 1ª - Os (as) alunos (as) analisam a idéia por trás do reconhecimento dos números pares e ímpares, introduzida pelo (a) professor (a), através de questões problematizadoras, bem como por meio da projeção das imagens de objetos que podem formar quantidades pares e ímpares (bolas de gude, calçados, lápis coloridos etc.). 2ª - Em seguida, eles (as) passam a conhecer a figura do bibliotecário, lançando, aqui, uma idéia acerca da importância de se reconhecer tais números em nossa vida diária. 3ª - Registrar os números pares e ímpares ditados pelo professor (a) no editor de texto. 4ª - Para complementação da aula, as crianças podem acessar e realizar os exercício propostos em Exercícios de fixação. PARA SABER MAIS A HISTÓRIA NA MATEMÁTICA E A MATEMÁTICA NA HISTÓRIA Como sabemos, as coisas nem sempre mantêm a mesma estrutura durante a história da humanidade. Elas vão sendo modificadas e aperfeiçoadas. Um exemplo disso é a forma com que as outras civilizações representavam seus números.

6 Org.: Claudio André - 6 Por exemplo, há mais ou menos três mil anos, os chineses faziam uma representação um pouco diferente: eles representavam os números com círculos brancos (ímpares) e negros (pares). Assim, eles chamavam os números pares de fêmeas, e os ímpares de machos (com exceção do 1). O número 1 não era um número, mas o elemento formador de todos os outros números (COLÉGIO MARCOPOLO), conforme representação abaixo: Figura 3 COLÉGIO MARCOPOLO. Disponível em: <http://www.colegiomarcopolo.com.br/mat/comosurgiram.pdf>. Acesso em: 4 fev Figura 3. Disponível em: <http://www.colegiomarcopolo.com.br/mat/comosurgiram.pdf>. Acesso em: 4 fev AVALIAÇÃO Critérios Entendimento e reconhecimento do conteúdo números pares e ímpares Desempenho avançado Desempenho médio Desempenho iniciante Participou das pesquisas atividades, jogos e exercícios de fixação Utilizou ferramentas digitais e tecnológicas Interagiu com os colegas sobre suas construções.

7 Org.: Claudio André - 7 EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO 1º RELACIONE: Número Par ou Ímpar?

ÁGUA, CONSUMO E CONSCIÊNCIA. Nível de Ensino: Ano/Semestre de Estudo. Componente Curricular: Duração da Aula: Modalidade de Ensino:

ÁGUA, CONSUMO E CONSCIÊNCIA. Nível de Ensino: Ano/Semestre de Estudo. Componente Curricular: Duração da Aula: Modalidade de Ensino: Org.: Claudio André - 1 TÍTULO: ÁGUA, CONSUMO E CONSCIÊNCIA Nível de Ensino: Ano/Semestre de Estudo Componente Curricular: Ensino Fundamental / Anos Iniciais 8 ano Matemática Tema: Tratamento da informação

Leia mais

Nível de Ensino: Componente Curricular: Matemática. Tema: Duração da Aula: Modalidade de Ensino:

Nível de Ensino: Componente Curricular: Matemática. Tema: Duração da Aula: Modalidade de Ensino: Plano de Aula Org.: Claudio André - 1 Autora: Regina França TÍTULO: QUE DIA É HOJE? Nível de Ensino: Ensino Fundamental / Anos Iniciais Ano/Semestre de estudo 3º ano Componente Curricular: Matemática Tema:

Leia mais

TÍTULO: Plano de Aula RECICLANDO. Anos iniciais. 4º ano. Ciências. Ser Humano e Saúde. 2 aulas (50 minutos cada) Educação Presencial

TÍTULO: Plano de Aula RECICLANDO. Anos iniciais. 4º ano. Ciências. Ser Humano e Saúde. 2 aulas (50 minutos cada) Educação Presencial Org.: Claudio André - 1 TÍTULO: RECICLANDO Nível de Ensino: Ensino Fundamental / Anos iniciais Ano/Semestre de estudo Componente Curricular: Tema: Duração da Aula: Modalidade de Ensino: 4º ano Ciências

Leia mais

Plano de Aula MATEMÁTICA. O ábaco: os números também têm regras

Plano de Aula MATEMÁTICA. O ábaco: os números também têm regras Plano de Aula MATEMÁTICA O ábaco: os números também têm regras O ábaco: os números também têm regras. 09 p.; il. (Série Plano de Aula; Matemá ca) 1. Ensino Fundamental - Matemá ca 2. Números e Operações

Leia mais

TÍTULO: Plano de Aula UMA FATIA DE PIZZA OU UMA BANDA DE INTERNET? Ensino Fundamental/ Anos Iniciais. 5º ano. Matemática

TÍTULO: Plano de Aula UMA FATIA DE PIZZA OU UMA BANDA DE INTERNET? Ensino Fundamental/ Anos Iniciais. 5º ano. Matemática Plano de Aula Org.: Claudio André - 1 Autora: Regina França TÍTULO: UMA FATIA DE PIZZA OU UMA BANDA DE INTERNET? Nível de Ensino: Ano/Semestre estudo de Ensino Fundamental/ Anos Iniciais 5º ano Componente

Leia mais

Plano de Aula MATEMÁTICA. O sistema monetário nacional: conhecendo as moedas do Real

Plano de Aula MATEMÁTICA. O sistema monetário nacional: conhecendo as moedas do Real Plano de Aula MATEMÁTICA O sistema monetário nacional: conhecendo as moedas do Real O sistema monetário nacional: conhecendo as moedas do real. 08 p.; il. (Série Plano de Aula; Matemá ca) ISBN: 1. Ensino

Leia mais

Plano de Aula CIÊNCIAS. Reciclando

Plano de Aula CIÊNCIAS. Reciclando Plano de Aula CIÊNCIAS Reciclando Reciclando. 09 p.; il. (Série Plano de Aula; Ciências) ISBN: 1. Ensino Fundamental - Ciências 2. Ciências Naturais 3. Terra e Universo I. Título II. Série CDU:373.3:5

Leia mais

TÍTULO: Plano de Aula LINHAS E RETAS. Ensino Fundamental / Anos Iniciais. 4º ano. Matemática. Espaço e Forma. 1 aulas (50 min cada)

TÍTULO: Plano de Aula LINHAS E RETAS. Ensino Fundamental / Anos Iniciais. 4º ano. Matemática. Espaço e Forma. 1 aulas (50 min cada) Org.: Claudio André - 1 TÍTULO: LINHAS E RETAS Nível de Ensino: Ensino Fundamental / Anos Iniciais Ano/Semestre de Estudo 4º ano Componente Curricular: Matemática Tema: Espaço e Forma Duração da Aula:

Leia mais

Plano de Aula MATEMÁTICA. Radicalizando

Plano de Aula MATEMÁTICA. Radicalizando Plano de Aula MATEMÁTICA Radicalizando Radicalizando. 13 p.; il. (Série Plano de Aula; Matemá ca) ISBN: 1. Ensino Fundamental Matemá ca 2. Área 3.Espaço e forma I. Título II. Série CDU: 373.3:51 Plano

Leia mais

Plano de Aula Org.: Claudio André - 1 TEXTO INSTRUCIONAL: APRENDENDO A CONSTRUIR ESTE GÊNE- RO TEXTUAL A PARTIR DE RECEITAS TÍTULO:

Plano de Aula Org.: Claudio André - 1 TEXTO INSTRUCIONAL: APRENDENDO A CONSTRUIR ESTE GÊNE- RO TEXTUAL A PARTIR DE RECEITAS TÍTULO: Org.: Claudio André - 1 TÍTULO: TEXTO INSTRUCIONAL: APRENDENDO A CONSTRUIR ESTE GÊNE- RO TEXTUAL A PARTIR DE RECEITAS Nível de Ensino: Ensino Fundamental / Anos Iniciais Ano/Semestre de Estudo 4º ano Componente

Leia mais

Plano de Aula MATEMÁTICA. A função e a taxa de câmbio

Plano de Aula MATEMÁTICA. A função e a taxa de câmbio Plano de Aula MATEMÁTICA A função e a taxa de câmbio A função e a taxa de câmbio. 09 p.; il. (Série Plano de Aula; Matemá ca) ISBN: 1. Ensino Fundamental - Matemá ca 2. Algebra 3. Educação presencial I.

Leia mais

Plano de Aula CIÊNCIAS. Escutando os sons

Plano de Aula CIÊNCIAS. Escutando os sons Plano de Aula CIÊNCIAS Escutando os sons Escutando os sons. 08 p.; il. (Série Plano de Aula; Ciências) ISBN: 1. Ensino Fundamental Ciências 2. Ser humano e saúde 3. Educação Presencial I. Título II. Série

Leia mais

TÍTULO: Plano de Aula COMO SÃO OS ANIMAIS? Ensino Fundamental /Anos Iniciais. Ciências. Vida e Meio Ambiente. 2 aulas (45 min cada)

TÍTULO: Plano de Aula COMO SÃO OS ANIMAIS? Ensino Fundamental /Anos Iniciais. Ciências. Vida e Meio Ambiente. 2 aulas (45 min cada) Org.: Claudio André - 1 TÍTULO: COMO SÃO OS ANIMAIS? Nível de Ensino: Ano/Semestre de estudo Ensino Fundamental /Anos Iniciais 2º Componente Curricular: Ciências Tema: Duração da Aula: Modalidade de Ensino:

Leia mais

Plano de Aula LÍNGUA PORTUGUESA. Brincando com as palavras: parlenda

Plano de Aula LÍNGUA PORTUGUESA. Brincando com as palavras: parlenda Plano de Aula LÍNGUA PORTUGUESA Brincando com as palavras: parlenda Brincando com as palavras: parlenda. 09 p.; il. (Série Plano de Aula; Língua Portuguesa) ISBN: 1. Ensino Fundamental Português 2. Gramá

Leia mais

Plano de Aula MATEMÁTICA. Água, consumo e consciência

Plano de Aula MATEMÁTICA. Água, consumo e consciência Plano de Aula MATEMÁTICA Água, consumo e consciência Água, consumo e consciência. 08 p.; il. (Série Plano de Aula; Matemá ca) ISBN: 1. Ensino Fundamental Matemá ca 2. Gráficos - Interpretação 3. Educação

Leia mais

TÍTULO: Plano de Aula VIDA DE BICHO. Ensino Fundamental / Anos Iniciais. 4º ano. Ciências. Vida e Ambiente 2 aulas (50 min cada) Educação Presencial

TÍTULO: Plano de Aula VIDA DE BICHO. Ensino Fundamental / Anos Iniciais. 4º ano. Ciências. Vida e Ambiente 2 aulas (50 min cada) Educação Presencial Org.: Claudio André - 1 TÍTULO: VIDA DE BICHO Nível de Ensino: Ano/Semestre de estudo Componente Curricular: Tema: Duração da Aula: Modalidade de Ensino: Ensino Fundamental / Anos Iniciais 4º ano Ciências

Leia mais

Plano de Aula MATEMÁTICA. Geoplano, o mundo das figuras planas

Plano de Aula MATEMÁTICA. Geoplano, o mundo das figuras planas Plano de Aula MATEMÁTICA Geoplano, o mundo das figuras planas Geoplano. 09 p.; il. (Série Plano de Aula; Matemá ca) ISBN: 1. Ensino Fundamental - Matemá ca 2. Espaço e forma 3. Educação presencial I. Título

Leia mais

TÍTULO: Plano de Aula O NOSSO AMBIENTE: CONSERVANDO O AMBIENTE ESCOLAR. Ensino Fundamental / Anos Iniciais. 3º ano.

TÍTULO: Plano de Aula O NOSSO AMBIENTE: CONSERVANDO O AMBIENTE ESCOLAR. Ensino Fundamental / Anos Iniciais. 3º ano. Org.: Claudio André - 1 TÍTULO: O NOSSO AMBIENTE: CONSERVANDO O AMBIENTE ESCOLAR Nível de Ensino: Ensino Fundamental / Anos Iniciais Ano/Semestre de Estudo 3º ano Componente Curricular: Ciências Naturais

Leia mais

OS JOGOS E O ENSINO DE MATEMÁTICA

OS JOGOS E O ENSINO DE MATEMÁTICA OS JOGOS E O ENSINO DE MATEMÁTICA Texto: Profª Vanilda Alves da Silva Neuhaus Mestranda /UFMS e Professora/UNIGRAN vanilda.asn@bol.com.br Profª Vera Fátima Corsino de Almeida Coordenadora e Professora

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO Curso: Pedagogia - vespertino Disciplina: EDM0323 - Metodologia do ensino de português: a alfabetização. Docente: Prof.ª Nilce da Silva Aluna (nºusp): Flávia

Leia mais

Dados da Aula: Oficina de poesia para o 4º ano do Ensino Fundamental, com duração de duas aulas.

Dados da Aula: Oficina de poesia para o 4º ano do Ensino Fundamental, com duração de duas aulas. Dados da Aula: Oficina de poesia para o 4º ano do Ensino Fundamental, com duração de duas aulas. Título da Aula: Brincando com palavras Conteúdo da Aula Tipologia textual: Poema; Verso e estrofe; Produção

Leia mais

GeronEAD MÓDULO 3 PROFESSOR VIRTUAL DE SENIORES

GeronEAD MÓDULO 3 PROFESSOR VIRTUAL DE SENIORES 1 GeronEAD MÓDULO 3 PROFESSOR VIRTUAL DE SENIORES As alterações oriundas das transformações paradigmáticas com a EAD modificaram o perfil do professor. O professor, agora virtual, surge como um ator mediador

Leia mais

Plano de Aula MATEMÁTICA. Juntando minha família

Plano de Aula MATEMÁTICA. Juntando minha família Plano de Aula MATEMÁTICA Juntando minha família Juntando minha família. 09 p.; il. (Série Plano de Aula; Matemá ca) ISBN: 1. Ensino Fundamental - Matemá ca 2. Número e Operações 3. Álgebra - Funcões I.

Leia mais

Bingo Químico em Braille.

Bingo Químico em Braille. Bingo Químico em Braille. Carine Fernanda Drescher * (IC), Julieta Saldanha Oliveira (PQ) e Liana da Silva Fernandes (PQ). E-mail: carinedrescher@gmail.com Rua Riachuelo, CEP- 97050011, 115, apto 305.

Leia mais

FACULDADE BARÃO DE PIRATININGA CURSO DE PEDAGOGIA MANUAL DA BRINQUEDOTECA. São Roque SP 2012

FACULDADE BARÃO DE PIRATININGA CURSO DE PEDAGOGIA MANUAL DA BRINQUEDOTECA. São Roque SP 2012 1 FACULDADE BARÃO DE PIRATININGA CURSO DE PEDAGOGIA MANUAL DA BRINQUEDOTECA São Roque SP 2012 2 Capítulo I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento tem por finalidade normatizar as atividades

Leia mais

MANUAL DO ALUNO GRADUAÇÃO MODALIDADE SEMIPRESENCIAL

MANUAL DO ALUNO GRADUAÇÃO MODALIDADE SEMIPRESENCIAL MANUAL DO ALUNO GRADUAÇÃO MODALIDADE SEMIPRESENCIAL Prezado(a) aluno(a); Este material que você está começando a ler trata-se do manual do aluno, referente às disciplinas que serão ministradas através

Leia mais

II MOSTRA CULTURAL E CIENTÍFICA LÉO KOHLER 50 ANOS CONSTRUINDO HISTÓRIA

II MOSTRA CULTURAL E CIENTÍFICA LÉO KOHLER 50 ANOS CONSTRUINDO HISTÓRIA ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR LÉO LOHLER ENSINO FUNDAMENTAL II MOSTRA CULTURAL E CIENTÍFICA LÉO KOHLER 50 ANOS CONSTRUINDO HISTÓRIA PROJETO: JOGOS - A MANEIRA DIVERTIDA DE FICAR INTELIGENTE PROFESSORA ORIENTADORA:

Leia mais

Propostas para melhorias da fala de crianças com síndrome de down

Propostas para melhorias da fala de crianças com síndrome de down Propostas para melhorias da fala de crianças com síndrome de down Resumo Esse vídeo pretende oferecer instrumentos aos professores da educação infantil e do ensino fundamental para as tarefas da educação

Leia mais

Plano de Aula CIÊNCIAS. O nosso ambiente: conservando o ambiente escolar

Plano de Aula CIÊNCIAS. O nosso ambiente: conservando o ambiente escolar Plano de Aula CIÊNCIAS O nosso ambiente: conservando o ambiente escolar O nosso ambiente: conservando o ambiente escolar. 9 p.; il. (Série Plano de Aula; Ciências Naturais) ISBN: 1. Ensino Fundamental

Leia mais

Manual para acesso às disciplinas na modalidade EAD

Manual para acesso às disciplinas na modalidade EAD Manual para acesso às disciplinas na modalidade EAD Para acessar sua senha: 1. Entrar no portal Metodista online Acesse o site www.bennett.br. No lado superior direito aparecerá a janela da área de login,

Leia mais

Plano de Aula MATEMÁTICA. Dobrando e triplicando

Plano de Aula MATEMÁTICA. Dobrando e triplicando Plano de Aula MATEMÁTICA Dobrando e triplicando Dobrando e triplicando. 08 p.; il. (Série Plano de Aula; Matemá ca) ISBN: 1. Ensino Fundamental - Matemá ca 2. Matemá ca - Quádruplo 3. Educação Presencial

Leia mais

DISCIPLINA. Regulamento Geral

DISCIPLINA. Regulamento Geral REGULAMENTO GERAL ENSINA-ME A SER OBEDIENTE ÀS REGRAS DO JOGO ENSINA-ME A NÃO PROFERIR NEM RECEBER ELOGIO IMERECIDO ENSINA-ME A GANHAR, SE ME FOR POSSÍVEL MAS, SE EU PERDER, ACIMA DE TUDO ENSINA-ME A PERDER

Leia mais

Anexo 2. . Falar educação Um programa do Instituto de Tecnologia Educativa Radio Televisão Portuguesa (1975) EDUCAÇÃO PELA ARTE

Anexo 2. . Falar educação Um programa do Instituto de Tecnologia Educativa Radio Televisão Portuguesa (1975) EDUCAÇÃO PELA ARTE Anexo 2 O documento que se apresenta em seguida é um dos que consideramos mais apelativos neste estudo visto ser possível ver Cecília Menano e João dos Santos e a cumplicidade que caracterizou a sua parceria

Leia mais

Élida Tamara Prata de Oliveira Praça JOGOS MATEMÁTICOS COM CONTEÚDOS DE 7 ANO APLICADOS A UM ALUNO AUTISTA

Élida Tamara Prata de Oliveira Praça JOGOS MATEMÁTICOS COM CONTEÚDOS DE 7 ANO APLICADOS A UM ALUNO AUTISTA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS Pós-Graduação em Educação Matemática Mestrado Profissional em Educação Matemática Élida Tamara Prata de Oliveira Praça JOGOS MATEMÁTICOS

Leia mais

Educação Física Inclusiva

Educação Física Inclusiva LUIZ HENRIQUE DE PAULA CONCEIÇÃO 1 RODRIGO HÜBNER MENDES 2 Educação Física Inclusiva O esporte para pessoas com deficiência teve seu início após a Primeira Guerra Mundial, como forma de tratamento de soldados

Leia mais

GRÁFICO DE SETORES - O TRABALHO COM TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

GRÁFICO DE SETORES - O TRABALHO COM TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL GRÁFICO DE SETORES - O TRABALHO COM TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL Giancarla Giovanelli de Camargo 1 RESUMO A publicação do Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil,em 1998,

Leia mais

Plano de Aula CIÊNCIAS. Animais vertebrados e invertebrados

Plano de Aula CIÊNCIAS. Animais vertebrados e invertebrados Plano de Aula CIÊNCIAS Animais vertebrados e invertebrados Animais vertebrados e invertebrados. 08 p.; il. (Série Plano de Aula; Ciências Naturais) ISBN: 1. Ensino Fundamental Ciências 2. Meio Ambiente

Leia mais

OFICINA DE JOGOS APOSTILA DO PROFESSOR

OFICINA DE JOGOS APOSTILA DO PROFESSOR OFICINA DE JOGOS APOSTILA DO PROFESSOR APRESENTAÇÃO Olá professor, Essa apostila apresenta jogos matemáticos que foram doados a uma escola de Blumenau como parte de uma ação do Movimento Nós Podemos Blumenau.

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DE CONTEÚDOS CURRICULARES. Rosana Nascentes de Melo E. M. Prof. Leôncio do Carmo Chaves UDI - rosananascentes@terra.com.

ORGANIZAÇÃO DE CONTEÚDOS CURRICULARES. Rosana Nascentes de Melo E. M. Prof. Leôncio do Carmo Chaves UDI - rosananascentes@terra.com. ORGANIZAÇÃO DE CONTEÚDOS CURRICULARES Rosana Nascentes de Melo E. M. Prof. Leôncio do Carmo Chaves UDI - rosananascentes@terra.com.br Resumo A Educação Física, como disciplina escolar, deve estar inserida

Leia mais

TÍTULO: JOGOS DE MATEMÁTICA: EXPERIÊNCIAS NO PROJETO PIBID CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA SUBÁREA: MATEMÁTICA

TÍTULO: JOGOS DE MATEMÁTICA: EXPERIÊNCIAS NO PROJETO PIBID CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA SUBÁREA: MATEMÁTICA Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: JOGOS DE MATEMÁTICA: EXPERIÊNCIAS NO PROJETO PIBID CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS

Leia mais

ProfMat 2014 TAREFAS PARA A SALA DE AULA DE MATEMÁTICA

ProfMat 2014 TAREFAS PARA A SALA DE AULA DE MATEMÁTICA TAREFAS PARA A SALA DE AULA DE MATEMÁTICA Maria Helena Marques Loth Professora da rede municipal de Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil. maria.loth@terra.com.br Amarildo Melchiades da Silva Professor da

Leia mais

Porquê ler ao meu bebé? Projecto O meu brinquedo é um livro

Porquê ler ao meu bebé? Projecto O meu brinquedo é um livro Porquê ler ao meu bebé? Projecto O meu brinquedo é um livro Porquê ler ao meu bebé? Projecto O meu brinquedo é um livro O meu brinquedo é um livro é um projecto de promoção da leitura proposto pela Associação

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL VISCONDE DE BOM RETIRO. Plano de aula 05 junho de 2015. Bolsistas: Guimara Bulegon, Maiara Ghiggi e Viviane Polachini

COLÉGIO ESTADUAL VISCONDE DE BOM RETIRO. Plano de aula 05 junho de 2015. Bolsistas: Guimara Bulegon, Maiara Ghiggi e Viviane Polachini COLÉGIO ESTADUAL VISCONDE DE BOM RETIRO Plano de aula 05 junho de 2015 Bolsistas: Guimara Bulegon, Maiara Ghiggi e Viviane Polachini Supervisora: Raquel Marchetto Série: 2º ano do Ensino Médio Politécnico

Leia mais

TÍTULO: Plano de Aula SÍLABAS. Ensino Fundamental I / Anos Iniciais 3 ano. Língua Portuguesa. Gramática. 2 aulas (50 min cada ) Educação Presencial

TÍTULO: Plano de Aula SÍLABAS. Ensino Fundamental I / Anos Iniciais 3 ano. Língua Portuguesa. Gramática. 2 aulas (50 min cada ) Educação Presencial Org.: Claudio André - 1 TÍTULO: SÍLABAS Nível de Ensino: Ano/Semestre de Estudo Componente Curricular: Tema: Duração da Aula: Ensino Fundamental I / Anos Iniciais 3 ano Língua Portuguesa Gramática 2 aulas

Leia mais

Palavras-chave: jogos de matemática, aprendizagem, dinamicidade

Palavras-chave: jogos de matemática, aprendizagem, dinamicidade O JOGO COMO MÉTODO DE ENSINO NAS AULAS DE MATEMÁTICA Ana Carla da Silva Santos i Ana Paula Araújo da Silva Cledineide Medeiros de Araújo Joedna Loyse de Souza Morais O presente trabalho denominado "O jogo

Leia mais

Plano de Aula LÍNGUA PORTUGUESA. Histórias de vida

Plano de Aula LÍNGUA PORTUGUESA. Histórias de vida Plano de Aula LÍNGUA PORTUGUESA Histórias de vida Histórias de vida. 09 p.; il. (Série Plano de Aula; Língua Portuguesa) ISBN: 1. Ensino Fundamental - Português 2. Autobiografia I. Título II. Série CDU:

Leia mais

Agora que já sabes que em qualquer BIBLIOTECA existem vários documentos (livros, filmes, jogos, música, revistas/ jornais, computadores).

Agora que já sabes que em qualquer BIBLIOTECA existem vários documentos (livros, filmes, jogos, música, revistas/ jornais, computadores). À DESCOBERTA DA BIBLIOTECA Agora que já sabes que em qualquer BIBLIOTECA existem vários documentos (livros, filmes, jogos, música, revistas/ jornais, computadores). Também já sabes como os livros estão

Leia mais

Projecto para o EMPREENDEDORISMO

Projecto para o EMPREENDEDORISMO Projecto para o MPRNDDRSM 5º 12 scola Básica ntegrada de ngra do Heroísmo bjectivos: 1. riar consciência da existência de barreiras arquitectónicas, urbanísticas, de transporte, de comunicação, no espaço

Leia mais

BRINCANDO E APRENDENDO COM DAMATEMÁTICA

BRINCANDO E APRENDENDO COM DAMATEMÁTICA BRINCANDO E APRENDENDO COM DAMATEMÁTICA Patrícia Zanon Peripolli Instituto Federal Farroupilha-Câmpus de Julio de Castilhos patriciazperipolli@gmail.com Roena Moreira Leal Instituto Federal Farroupilha-Câmpus

Leia mais

DICAS PARA CÁLCULOS MAIS RÁPIDOS ARTIGO 06

DICAS PARA CÁLCULOS MAIS RÁPIDOS ARTIGO 06 DICAS PARA CÁLCULOS MAIS RÁPIDOS ARTIGO 06 Este é o 6º artigo da série de dicas para facilitar / agilizar os cálculos matemáticos envolvidos em questões de Raciocínio Lógico, Matemática, Matemática Financeira

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Licenciatura Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Licenciatura em Matemática FORMA/GRAU: ( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( x ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

AS MÍDIAS E A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA RESUMO

AS MÍDIAS E A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA RESUMO 571 AS MÍDIAS E A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA 1 Evelize Krüger Peres RESUMO O referido artigo vai tratar do uso das mídias digitais, como metodologia pedagógica nas aulas das ciências exatas e em outras áreas

Leia mais

22/01/2016 terça-feira MATERNAL I EDUCAÇÃO INFANTIL

22/01/2016 terça-feira MATERNAL I EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL I TARDE MATERNAL I MANHÃ 22/01/2016 terça-feira MATERNAL I EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL I MANHÃ - Antes de executar suas tarefas, revise a parte teórica COORDENAÇÃO MOTORA ATIVIDADES PRÁTICAS RELAXAMENTO

Leia mais

Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa

Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa RELATO DE EXPERIANCIA: A UTILIZAÇÃO DO JOGO COMO RECURSO AO ENSINO-APRENDIZAGEM MATEMATICA, EM SALA DE AULA DO 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL Professora alfabetizadora:

Leia mais

A equipa somos nós. Ano letivo 2015/2016. Ser derrotado normalmente é uma condição temporária. Desistir é o que a faz permanente. Marylin vos Savant

A equipa somos nós. Ano letivo 2015/2016. Ser derrotado normalmente é uma condição temporária. Desistir é o que a faz permanente. Marylin vos Savant A equipa somos nós Ano letivo 2015/2016 Ser derrotado normalmente é uma condição temporária. Desistir é o que a faz permanente. Marylin vos Savant Projeto curricular escola Ano letivo 2015/2016 Entende-se

Leia mais

*Doutora em Lingüística (UNICAMP), Professora da Universidade Federal de Viçosa (UFV).

*Doutora em Lingüística (UNICAMP), Professora da Universidade Federal de Viçosa (UFV). PRÁTICAS DE LEITURA EM SALA DE AULA: O USO DE FILMES E DEMAIS PRODUÇÕES CINEMATOGRÁFICAS EM AULAS DE LÍNGUA - PORTUGUESA 52 - Adriana da Silva* adria.silva@ufv.br Alex Caldas Simões** axbr1@yahoo.com.br

Leia mais

O ATO DE ESTUDAR 1. (Apresentação a partir do texto de Paulo Freire.)

O ATO DE ESTUDAR 1. (Apresentação a partir do texto de Paulo Freire.) O ATO DE ESTUDAR 1 (Apresentação a partir do texto de Paulo Freire.) Paulo Freire, educador da atualidade, aponta a necessidade de se fazer uma prévia reflexão sobre o sentido do estudo. Segundo suas palavras:

Leia mais

Orientações para Professores. Prezado professor,

Orientações para Professores. Prezado professor, Orientações para Professores Prezado professor, No ano em que a Oficina do texto comemora 10 anos, todos os olhares se voltam para um país em especial: a África do Sul sede da Copa do Mundo de Futebol.

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE A PRODUÇÃO DE SIGNIFICADO NA MATEMÁTICA ESCOLAR

REFLEXÕES SOBRE A PRODUÇÃO DE SIGNIFICADO NA MATEMÁTICA ESCOLAR REFLEXÕES SOBRE A PRODUÇÃO DE SIGNIFICADO NA MATEMÁTICA ESCOLAR Patrícia Lima da Silva¹ Brunna Sordi Stock² RESUMO No segundo semestre do ano de 2009, em uma das disciplinas obrigatórias do currículo de

Leia mais

Aula 01 Conceitos Iniciais sobre Excel 2010

Aula 01 Conceitos Iniciais sobre Excel 2010 Aula 01 Conceitos Iniciais sobre Excel 2010 Professor: Bruno Gomes Disciplina: Informática Básica Curso: Gestão de Turismo Sumário da aula: 1. Abrindo o Excel; 2. Conhecendo a Tela do Excel. 3. Inserindo

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO 2014.2018

REGULAMENTO INTERNO 2014.2018 REGULAMENTO INTERNO 2014.2018 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MANUEL TEIXEIRA GOMES PORTIMÃO 0 1 SUMÁRIO INTRODUÇÃO CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES INTRODUTÓRIAS 4 5 SECÇÃO I DEFINIÇÃO E DISPOSIÇÕES GERAIS 6 SECÇÃO II

Leia mais

CURRÍCULO 1º ANO do ENSINO UNDAMENTAL LINGUAGEM

CURRÍCULO 1º ANO do ENSINO UNDAMENTAL LINGUAGEM CURRÍCULO do ENSINO UNDAMENTAL LINGUAGEM ORALIDADE Formar frases com seqüência e sentido. Relacionar palavras que iniciam com vogais. Associar primeira letra/som em palavras iniciadas por vogal. Falar

Leia mais

MANUAL DO ALUNO Edição - 2015 Colégio Viva Vida

MANUAL DO ALUNO Edição - 2015 Colégio Viva Vida MANUAL DO ALUNO Edição - 2015 Colégio Viva Vida ÍNDICE Apresentação... Descrição física da Escola... Secretaria... Biblioteca... Laboratório de informática... Laboratório de ciências... Sala multimídia...

Leia mais

Escola Básica 2,3 com Ensino Secundário de Alvide

Escola Básica 2,3 com Ensino Secundário de Alvide Informação Prova de equivalência à frequência de Educação Física Prova 26 2013 3.º Ciclo do Ensino Básico Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho 1. Objeto de avaliação A prova tem por referência o Programa

Leia mais

TRANSFORMANDO O JOGO DA VELHA EM UMA EXPERIÊNCIA PRAZEROSA 1 Sabrine Costa Oliveira 2

TRANSFORMANDO O JOGO DA VELHA EM UMA EXPERIÊNCIA PRAZEROSA 1 Sabrine Costa Oliveira 2 TRANSFORMANDO O JOGO DA VELHA EM UMA EXPERIÊNCIA PRAZEROSA 1 Sabrine Costa Oliveira 2 IFES danielly.fraga@live.com Danielly Fraga Santana 3 IFES binecosta@gmail.com Dilza Côco 4 IFES/UFES dilzacoco@gmail.com

Leia mais

GUIA DE CORREÇÃO E INTERPRETAÇÃO DE RESULTADOS

GUIA DE CORREÇÃO E INTERPRETAÇÃO DE RESULTADOS GUIA DE CORREÇÃO E INTERPRETAÇÃO DE RESULTADOS TESTE 2 SEGUNDO SEMESTRE 2010 Presidência da República Federativa do Brasil Ministério da Educação Secretaria Executiva Presidência do Instituto Nacional

Leia mais

Experimentação Esportiva

Experimentação Esportiva Experimentação Esportiva Aula 1 O Movimento e o Rio 2016 Versão 1.0 Objetivos 1 Resgatar alguns conceitos sobre o movimento e o desenvolvimento motor e suas fases. 2 Definir habilidade motora e identificar

Leia mais

BRINQUEDOTECA DA FACULDADE DE FILOSOFIA CIÊNCIAS E LETRAS DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ITUVERAVA (FFCL/FE)

BRINQUEDOTECA DA FACULDADE DE FILOSOFIA CIÊNCIAS E LETRAS DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ITUVERAVA (FFCL/FE) BRINQUEDOTECA DA FACULDADE DE FILOSOFIA CIÊNCIAS E LETRAS DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ITUVERAVA (FFCL/FE) REGULAMENTO DA BRINQUEDOTECA A Brinquedoteca é um espaço criado para ampliar as práticas de ensinar

Leia mais

É possível conjugar uma sessão de cinema com uma oficina.

É possível conjugar uma sessão de cinema com uma oficina. 12 18 Anos ESTAS IMAGENS SÃO UM RODOPIO!/////////////////////////////////////// 3 CINEMA EM CASA!////////////////////////////////////////////////////////////////////// 4 BRINQUEDOS ÓPTICOS///////////////////////////////////////////////////////////////

Leia mais

Colégio Pedro II Departamento de Filosofia Programas Curriculares Ano Letivo: 2010 (Ensino Médio Regular, Ensino Médio Integrado, PROEJA)

Colégio Pedro II Departamento de Filosofia Programas Curriculares Ano Letivo: 2010 (Ensino Médio Regular, Ensino Médio Integrado, PROEJA) Colégio Pedro II Departamento de Filosofia Programas Curriculares Ano Letivo: 2010 (Ensino Médio Regular, Ensino Médio Integrado, PROEJA) Considerações sobre o Programa de Filosofia do Ensino Médio Regular

Leia mais

Programa de Cursos 2011 / Matemática - Ensino Fundamental / 2º. ao 5º. ano

Programa de Cursos 2011 / Matemática - Ensino Fundamental / 2º. ao 5º. ano Sugestões de jogos Os jogos que apresentamos neste material envolvem diversos conceitos e procedimentos matemáticos, com variações nos níveis de complexidade e destinados a um ou mais grupos de ensino,

Leia mais

TÍTULO: Plano de Aula URBANIDADE. Nível de Ensino: Ensino Fundamental /Anos Finais. Ano/Semestre de Estudo. Tema: Vida e Meio Ambiente

TÍTULO: Plano de Aula URBANIDADE. Nível de Ensino: Ensino Fundamental /Anos Finais. Ano/Semestre de Estudo. Tema: Vida e Meio Ambiente Org.: Claudio André - 1 TÍTULO: URBANIDADE Nível de Ensino: Ano/Semestre de Estudo Ensino Fundamental /Anos Finais 6º ano Componente Curricular: Ciências Naturais Tema: Duração da Aula: Vida e Meio Ambiente

Leia mais

GINCANA MATEMÁTICA, UM JEITO NOVO DE APRENDER MATEMÁTICA!

GINCANA MATEMÁTICA, UM JEITO NOVO DE APRENDER MATEMÁTICA! ISSN 2177-9139 GINCANA MATEMÁTICA, UM JEITO NOVO DE APRENDER MATEMÁTICA! Thaís Eduarda Ávila da Silveira thaisuab3@gmail.com Universidade Federal de Pelotas, Pólo Sapucaia do Sul, 92990-000 Sapucaia do

Leia mais

10º FÓRUM DE EXTENSÃO E CULTURA DA UEM INCLUSÃO DIGITAL PARA PESSOAS COM NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS

10º FÓRUM DE EXTENSÃO E CULTURA DA UEM INCLUSÃO DIGITAL PARA PESSOAS COM NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS 10º FÓRUM DE EXTENSÃO E CULTURA DA UEM INCLUSÃO DIGITAL PARA PESSOAS COM NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS Adriéli Volsi 1 Andressa Izepe 2 Helen Braga do Prado 3 Natalina Francisca Mezzari Lopes O projeto

Leia mais

O PROFESSOR E A CONTEMPORANEIDADE: PREPARAÇÃO PROFISSIONAL PARA UMA OUTRA SOCIEDADE

O PROFESSOR E A CONTEMPORANEIDADE: PREPARAÇÃO PROFISSIONAL PARA UMA OUTRA SOCIEDADE O PROFESSOR E A CONTEMPORANEIDADE: PREPARAÇÃO PROFISSIONAL PARA UMA OUTRA SOCIEDADE BARREIRO, Cristhianny Bento 1 IFSUL AFONSO, Marcela da Silva 2 IFSUL CASTRO, Beatriz Helena Viana 3 IFSUL Grupo de Trabalho

Leia mais

Em FORMATO E-LEARNING PQ 11.04.A Página 1 de 6

Em FORMATO E-LEARNING PQ 11.04.A Página 1 de 6 Página 1 de 6 1. FUNCIONAMENTO Os cursos na modalidade de e-learning do são frequentados totalmente online, à exceção do Curso de Trabalhador Designado para a Segurança e Saúde no Trabalho em que a 1ª

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As Letrinhas Mágicas 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S): O Rapto da Letra U 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) O episódio O Rapto da letra U faz

Leia mais

Plano de Aula MATEMÁTICA. Linhas e retas

Plano de Aula MATEMÁTICA. Linhas e retas Plano de Aula MATEMÁTICA Linhas e retas Linhas e retas. 14 p.; il. (Série Plano de Aula; Matemá ca) 1. Ensino Fundamental Matemá ca 2. Espaço e Forma 3. Educação Presencial I. Título II. Série CDU: 373.3:51

Leia mais

Guia de Acesso ao AVA. Ms. Eng. Claudio Ferreira de Carvalho

Guia de Acesso ao AVA. Ms. Eng. Claudio Ferreira de Carvalho Guia de Acesso ao AVA Ms. Eng. Claudio Ferreira de Carvalho Introdução Este guia apresenta os procedimentos iniciais para acessar o AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem), que será utilizado para as disciplinas

Leia mais

PROVA ESCRITA. INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Abril de 2015. Duração: 90 minutos (escrita) e 15 minutos (oral)

PROVA ESCRITA. INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Abril de 2015. Duração: 90 minutos (escrita) e 15 minutos (oral) INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Abril de 2015 Prova 06 2015 2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) Tipo de Prova: Escrita e Oral Duração: 90 minutos (escrita)

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL DE PROFESSORAS DE EDUCAÇÃO INFANTIL ALUNAS DA PEDAGOGIA/PARFOR

PERFIL PROFISSIONAL DE PROFESSORAS DE EDUCAÇÃO INFANTIL ALUNAS DA PEDAGOGIA/PARFOR PERFIL PROFISSIONAL DE PROFESSORAS DE EDUCAÇÃO INFANTIL ALUNAS DA PEDAGOGIA/PARFOR Tânia Aparecida Rodrigues de Oliveira Faculdade de Educação CCHSA tania.aro@puccampinas.edu.br Profa. Dra. Heloisa Helena

Leia mais

R0BÓTICA EDUCACIONAL. Curso Extracurricular de Robótica educacional

R0BÓTICA EDUCACIONAL. Curso Extracurricular de Robótica educacional R0BÓTICA EDUCACIONAL Curso Extracurricular de Robótica educacional Robótica na educação: Curso extracurricular Com o avanço da tecnologia, criou se um mundo de possibilidades que geram escolhas e responsabilidades.

Leia mais

Jogos Envolvendo Números Inteiros: Um Episódio na Classe de Sandra

Jogos Envolvendo Números Inteiros: Um Episódio na Classe de Sandra Jogos Envolvendo Números Inteiros: Um Episódio na Classe de Sandra Simone Cristina do Amaral Porto 1 GD7 Formação de Professores que Ensinam Matemática Resumo do trabalho. Este artigo discute um projeto

Leia mais

CONTRATEMPOS E QUESTIONAMENTOS QUE INTERFEREM NO PLANEJAMENTO DA AULA: EXPERIÊNCIAS DOS ALUNOS DO PIBID MATEMÁTICA

CONTRATEMPOS E QUESTIONAMENTOS QUE INTERFEREM NO PLANEJAMENTO DA AULA: EXPERIÊNCIAS DOS ALUNOS DO PIBID MATEMÁTICA CONTRATEMPOS E QUESTIONAMENTOS QUE INTERFEREM NO PLANEJAMENTO DA AULA: EXPERIÊNCIAS DOS ALUNOS DO PIBID MATEMÁTICA Amanda Aparecida Rocha Machado Universidade Federal do Triângulo Mineiro E-mail: amandamachado_56@hotmail.com

Leia mais

Informação Prova de Equivalência à Frequência

Informação Prova de Equivalência à Frequência Informação Prova de Equivalência à Frequência Inglês Prova 06 2016 2º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) O presente documento divulga informação relativa à prova de equivalência

Leia mais

Bem vindo ao teste grátis que a DL investigação preparou.

Bem vindo ao teste grátis que a DL investigação preparou. Bem vindo ao teste grátis que a DL investigação preparou. Com um celular compatível em mãos, leia esse manual e faça no telefone tudo que o manual pede no final você vai conseguir grampear qualquer celular

Leia mais

ENSINAR CIÊNCIAS FAZENDO CIÊNCIA

ENSINAR CIÊNCIAS FAZENDO CIÊNCIA ENSINAR CIÊNCIAS FAZENDO CIÊNCIA Antonio Carlos Pavão Quero saber quantas estrelas tem no céu Quero saber quantos peixes tem no mar Quero saber quantos raios tem o sol... (Da canção de João da Guabiraba

Leia mais

REFLEXÕES PEDAGÓGICAS

REFLEXÕES PEDAGÓGICAS REFLEXÕES PEDAGÓGICAS A forma como trabalhamos, colaboramos e nos comunicamos está evoluindo à medida que as fronteiras entre os povos se tornam mais diluídas e a globalização aumenta. Essa tendência está

Leia mais

Projeto Inovaeduc Perguntas Frequentes

Projeto Inovaeduc Perguntas Frequentes Projeto Inovaeduc Perguntas Frequentes 1) O que é o projeto Inovaeduc? O projeto Inovaeduc é um projeto pedagógico / educacional que contempla um conjunto de soluções tecnológicas educacionais que objetivam

Leia mais

Ensino Religioso e Neutralidade Religiosa: conciliação sem favoritismo

Ensino Religioso e Neutralidade Religiosa: conciliação sem favoritismo Ensino Religioso e Neutralidade Religiosa: conciliação sem favoritismo Paulo Ricardo Rocha Caproni (2014) Contém nota pedagógica A identidade religiosa do povo brasileiro é multifacetada, fruto de influências

Leia mais

JOGOS MATEMÁTICOS E AÇÕES DO PROJETO VISITAS

JOGOS MATEMÁTICOS E AÇÕES DO PROJETO VISITAS JOGOS MATEMÁTICOS E AÇÕES DO PROJETO VISITAS Thais Fernanda Pinto 1 Fernando Henrique de Lima 2, Amanda Caroline de Freitas Santos 3, Jefferson Antônio Baêta 4, Maria Gabriela Hortência Mendes Braga 5,

Leia mais

PIBID/FSDB. Autoras: Bolsistas ID da Educação Infantil

PIBID/FSDB. Autoras: Bolsistas ID da Educação Infantil PIBID/FSDB Autoras: Bolsistas ID da Educação Infantil PROJETO DIDÁTICO: BRINCANDO COM FORMAS E CORES Turma: Berçário II, Maternal I e II, Jardim I e II Duração: 2 meses. Objetivo Compartilhado: Aprofundar

Leia mais

Aula SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS NO ESTUDO DOS GÊNEROS TEXTUAIS. (Fonte: http://aprendafacil.files.wordpress.com).

Aula SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS NO ESTUDO DOS GÊNEROS TEXTUAIS. (Fonte: http://aprendafacil.files.wordpress.com). SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS NO ESTUDO DOS GÊNEROS TEXTUAIS Aula 9 META Destacar a importância da progressão no desenvolvimento dos comportamentos leitores e escritores. OBJETIVOS Ao fi nal desta aula, o aluno

Leia mais

8 OS TRÊS PRIMEIROS PASSOS PASSO 2: CAPACIDADE

8 OS TRÊS PRIMEIROS PASSOS PASSO 2: CAPACIDADE 8 OS TRÊS PRIMEIROS PASSOS PASSO 2: CAPACIDADE Uau! Lembro como se fosse ontem a sensação de sair da sede da OAB/DF com o bótom da classe e a famosa carteira vermelha. Foi um sentimento realmente indescritível.

Leia mais

ROTEIRO DIÁRIO SEQUÊNCIA DAS ATIVIDADES/ ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS. Vinheta do Projeto

ROTEIRO DIÁRIO SEQUÊNCIA DAS ATIVIDADES/ ORIENTAÇÕES PEDAGÓGICAS. Vinheta do Projeto Componente Curricular: Ciências Série/Ano Letivo: 9º ano/2014 Professor Ministrante: Giselle Palmeira e Silone Guimarães Carga Horária: 5 horas/aula Data: 26/03/2014 Aula: 14 Teleaula: 53 Título: Gerador

Leia mais

INVESTIGANDO O ENSINO APRENDIZAGEM MEDIADO POR COMPUTADOR - UMA METODOLOGIA PARA REALIZAR PROTOCOLOS

INVESTIGANDO O ENSINO APRENDIZAGEM MEDIADO POR COMPUTADOR - UMA METODOLOGIA PARA REALIZAR PROTOCOLOS CAPTURA DE IMAGENS DENTRO DA METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO DE SOFTWARE Hermínio Borges Neto 1 Márcia Campos Alex Sandro Gomes INTRODUÇÃO Este é o relato de uma experiência de um grupo de pesquisadores da Universidade

Leia mais

Palavras-chave: formação, Projeto UCA, prática docente, laptop educacional

Palavras-chave: formação, Projeto UCA, prática docente, laptop educacional 12 FORMAÇÃO E PRÁTICA DOCENTE COM O LAPTOP EDUCACIONAL Karla Angélica Silva do Nascimento (Universidade Federal do Ceará) Renata Lopes Jaguaribe Pontes (Universidade Federal do Ceará) Katyúscia Mota Viana

Leia mais

COMO AVALIAR UM CURSO DE EAD EM SAÚDE? UMA EXPERIÊNCIA DO HOSPITAL ALEMÃO OSWALDO CRUZ NA ÁREA DE AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS EM SAÚDE

COMO AVALIAR UM CURSO DE EAD EM SAÚDE? UMA EXPERIÊNCIA DO HOSPITAL ALEMÃO OSWALDO CRUZ NA ÁREA DE AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS EM SAÚDE 1 COMO AVALIAR UM CURSO DE EAD EM SAÚDE? UMA EXPERIÊNCIA DO HOSPITAL ALEMÃO OSWALDO CRUZ NA ÁREA DE AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS EM SAÚDE São Paulo - SP 05/2015 Vitória Kachar Unidade de Educação a Distância

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL COORDENADORA SANDRA MARA KUCHNIR

ENSINO FUNDAMENTAL COORDENADORA SANDRA MARA KUCHNIR ENSINO FUNDAMENTAL COORDENADORA SANDRA MARA KUCHNIR 2014 EDUCAÇÃO FÍSICA EDUCAÇÃO FÍSICA PRODUÇÃO CULTURAL DA SOCIEDADE EXPRESSADA ATRAVÉS DO MOVIMENTO EDUCAÇÃO FÍSICA CONTEÚDOS EDUCAÇÃO FÍSICA EIXOS ESPORTE

Leia mais