Montagem e Manutenção. Luís Guilherme A. Pontes

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Montagem e Manutenção. Luís Guilherme A. Pontes"

Transcrição

1 Montagem e Manutenção Luís Guilherme A. Pontes

2 Introdução Qual é a importância da Montagem e Manutenção de Computadores?

3 Sistema Binário

4 Sistema Binário Existem duas maneiras de se trabalhar e armazenar os dados. Sistema Analógico Sistema Digital

5 Dados Analógicos Este é o mais comum no nosso meio, pois geralmente trabalhamos com eles. Exemplos de Dados Analógicos: Fita K-7 Fita VHS Vinil

6 Vantagens dos Dados Analógicos Eles são extremamente precisos, pois sua representação contém infinitos valores. Podendo assim representar os que nós temos no mundo real. Podemos citar como exemplo o vinil que guarda o som como ele realmente é, um dado analógico.

7 Desvantagens dos Dados Analógicos Eles exigem alta precisão dos aparelhos que interagem com ele, ou dos discos e fitas que servem para armazena-los. Isso os deixam sujeitos a erros, que podem acontecer com uma simples variação na leitura ou processamento dos dados.

8 Dados Digitais Estes dados, são mais robustos e menos sujeitos a erros. Exemplo de Dados Digitais: CDs Disquetes DVDs

9 Vantagens dos Dados Digitais Eles são menos sujeitos a erros, pois só existem dois valores responsáveis por sua representação, ficando quase que impossível de acontecer a mudança de um desses estados para o outro. Exige menos dos equipamento que trabalham com ele, e é mais fácil de ser armazenado.

10 Desvantagens dos Dados Digitais Não refletem a realidade com a mesma precisão que os dados Analógicos. Exigem uma maneira de conversão para que se tenha resultados reais.

11 Por que escolher os Dados Digitais? Foi baseado nessas características, que os computadores optaram por trabalhar apenas com dados digitais. Eles estariam menos sujeitos a erros. As máquinas trabalhariam com ele com muita facilidade.

12 Como funciona o Sistema Binário Como ele só possui dois valores, eles optaram pela representação com o 0 relacionado a menor valor e o 1 relacionado ao maior. Já para as máquinas, quando elas emitissem um certo valor de voltagem, estariam representando o valor 1.. Quando não apresentarem voltagem nenhuma (ou quase nula), estariam representando o valor 0.

13 O bit O bit é justamente um dado que pode ser representado por um 0 e um 1, ou seja, ele só pode assumir esses dois valores. Ou 0 ou 1. Mas ficaria muito difícil de representarmos as informações apenas com zeros e uns, foi então que eles resolveram formar um grupo de bits para poderem representar algum valor.

14 Quantos valores podem ser representados por 2 bits? Um nós sabemos que é dois (ou o 0 ou o 1). E dois? É só elevar dois por dois. Ou seja quatro valores. 00 (Uma das possibilidades) 10 (Outra) 01 (A terceira) 11 (E enfim a quarta possibilidade)

15 E por quatro bits?

16 O byte Foi seguindo essa mesma lógica que eles resolveram juntar ao invés de 2 ou 4 bits, 8 bits, que daria um resultado de 2 8 que na verdade é 256, ou seja: , , até o valor Esse conjunto de 8 bits, foi chamado de byte. Através dele foi criada a Tabela ASCII.

17 Tabela ASCII Como o byte pode assumir 256 valores diferentes, foi estabelecida uma tabela em que cada um desses valores representa uma letra do nosso alfabeto, por exemplo: A letra a é representada pelo valor 97, ou seja, a possibilidade Vejam na apostila a tabela ASCII.

18 Conclusão Todos os computadores trabalham apenas com sistemas binários, ou seja, um monte de zeros e uns, que representam o bit,, que por sua vez, em um conjunto de 8 forma o byte (uma unidade que pode assumir 256 valores diferentes) e que cada um desse valores representa uma letra. Entenderam? Dúvidas?

19 Arquiteturas

20 No início No início, a fabricação dos computadores não era padronizada, ou seja, cada indústria tinha sua própria maneira de fabricá-los. Cada programador tinha que produzir seus programas de acordo com determinado computador.

21 Que problema isso gerava? Um dado que era armazenado em um computador, dificilmente seria compreendido por outro, pois eles trabalhavam completamente diferentes. Um programa que funcionava em um não funcionava em outro.

22 O que precisava se feito? Eles necessitavam estabelecer um padrão de construção para os computadores, para que eles pudessem ser compatíveis entre si. Isso iria facilitar o desenvolvimento de componentes (peças) e de programas.

23 IBM-PC e Macintosh Foi então que duas empresas resolveram padronizar a construção de um computador. A IBM lançou o computador IBM-PC, que por motivos financeiros, foi o que mais se expandiu. E a Apple lançou o Macintosh, que apesar de mais caro, apresenta em certas ocasiões, melhor desempenho.

24 Preço e Utilidade Como o Macintosh era mais caro, ele ficou restrito a apenas uma parte da sociedade. Ele ficou mais destinado a trabalhos pesados como gráficos e desenhos. Já o IBM-PC ficou mais para os usuários comuns que apenas queriam um computador para facilitar suas vidas.

25 Por que o Padrão IBM-PC cresceu mais? Como era mais barato, todos o compravam mais, e por isso as outras empresas (parecidas com a IBM) resolveram lançar seus próprios modelos e periféricos que fossem compatíveis com o IBM-PC. Como eles seguiam a mesma linha, também ficaram mais baratos. É por isso que hoje em dia, existem inúmeros empresas que fabricam computadores dentro do padrão IBM-PC.

26 Curiosidades Vocês sabem a qual padrão esse computador que vocês estão mexendo pertence?

27 Atualidade Ainda neste ano, as máquinas baseadas no Macintosh passaram a trabalhar com processadores Intel e abandonaram os Power PC s da IBM, que agora pretende focar seus recursos para outros aparelhos que utilizam processador.

28 Enfoque do Curso Este curso ficará exclusivamente voltado para os computadores baseados na arquitetura IBM PC.

29 Funcionamento

30 Funcionamento Básico dos Computadores Em geral, os computadores podem ser divididos em seis unidades: Unidades de Entrada Unidades de Saída Unidades de Memória Unidade Aritmética de Lógica Unidade Central de Processamento Unidade Secundária de Armazenamento

31 Unidades de Entrada Ela é a responsável pela entrada de dados no computador. Como exemplo dessas unidades, podemos citar: O teclado, o mouse, o microfone, as Câmeras Digitais e etc.

32 Unidades de Saída São através delas que o usuário (nós) podemos ver o resultado dos processos realizados pelo processador. Vejamos alguns exemplos de unidades de saída: Monitor, as Caixas de Som, a Impressora e outros periféricos.

33 Unidades de Memória É uma unidade de armazenamento volátil que é rápida, e possui pouco espaço para armazenar os dados. Geralmente ela guardas os dados que estão esperando para serem processados e os dados que já foram processados. Ela é mais conhecida como Memória Principal ou Memória RAM.

34 Unidade de Aritmética e de Lógica Essa unidade é responsável por realizar as operações ocorridas no computador. É através dela que as contas como a soma, divisão, subtração e multiplicação são realizadas.

35 Unidade Central de Processamento Essa unidade é a responsável por controlar todos os procedimentos que estão sendo realizados no computador. É ela que diz, por exemplo, que a memória RAM deve guardar os dados obtidos nas unidades de entrada, ou que os dados devem ser mostrados nas unidades de saída. Ela é mais conhecida como CPU,, ou processador.

36 Unidade secundária de armazenamento É uma unidade de armazenamento não volátil que tem muito mais espaço se comparada a unidade de memória, mas em compensação e muito mais lenta. O rápido processador perderia performance se toda vez que fosse buscar os dados a serem processados, tivesse que recorrer a esta unidade. Um exemplo desta unidade é o HD (Hard Disc).

37 Resumo Então, os dados que entram pela unidade de entrada em conjunto com os que estão armazenados no HD, são levados até a memória RAM, onde a CPU e a Unidades Lógica realizam os procedimentos necessários com eles. Posteriormente eles voltam para a memória RAM, e são exibidos nas unidades de saída e armazenados novamente no HD. Entendeu?

38 Na prática temos...

39 O processador O processador, às vezes é considerado como o cérebro do computador, pois é ele que realiza os processos e todas as funções primordiais para o seu funcionamento. Alguns autores chegam a descrevê-lo como a parte principal do computador.

40 Ele não trabalha sozinho Mas temos que considerar um importante fato: Ele não trabalha sozinho. É ai que entra a unidade de memória. É ela que dá o suporte para que o processador trabalhe. Se ela for muito rápida e possuir alto armazenamento, ele terá um ótimo desempenho, mas caso contrário, ele ficará limitado as restrições da memória.

41 A memória pode ser considerada uma mesa de trabalho. Vamos fazer a seguinte analogia: Imagine que um secretário (o processador) tem uma mesa de trabalho (memória RAM). Se essa mesa de trabalho for grande e de boa qualidade, certamente o secretário teria um desempenho muito melhor do que se ela fosse pequena e de má qualidade.

42

43 Mais ela é volátil Seguindo a mesma analogia, imagine que ao final do dia, todos os dados que o secretário deixou em cima da mesa, fossem perdidos. E é exatamente isso que acontece com a memória RAM, os dados só permanecem em quanto o computador esta ligado, se ele for desligado, todos esses dados são perdidos.

44 O Hard Disc (HD) É por isso que precisamos do HD, para que quando o computador for desligado, os dados que já foram processados, podem ser guardados nele para poderem ser usados da próxima vez. Mas lembrem-se de que o HD, se comparado com a memória RAM é muito lento.

45 O HD pode ser considerado um Armário Seguindo ainda a analogia do secretário. Imagine que ao final do dia, antes de ele ir embora, ele pegue todos os dados que são necessários, e guarde em um armário, pois lá, eles não iram sumir, e poderão ser consultados assim que necessário. E é exatamente essa a função do HD, guardar os dados para serem usados mais adiante, mesmo depois do computador ser desligado.

46

47 Na prática! O tempo de abertura e reabertura de um programa é um bom exemplo disso.

48 HD

49 Memória

50 Unidades de Aritmética ou de Lógica Já vimos todas as unidades, exceto uma. E é exatamente dela que vamos falar agora. As unidades Lógicas.

51 O que são as unidades Lógicas? São as unidades responsáveis pelas operações aritméticas, como a soma, divisão, subtração e multiplicação. Elas também são as responsáveis por operações de decisão, como por exemplo: Uma comparação se determinado número é maior, menor ou igual a outro.

52 Os Softwares O que é um software? É uma espécie de agente que tem como objetivo fazer a interação entre o homem e a máquina. É ele que organiza e da funcionalidade a todas as unidades que vimos anteriormente. Sem ele, os hardwares não têm utilidade alguma.

53 Eles são divididos em... Os softwares de baixo nível E os softwares de alto nível

54 Os softwares de baixo nível Os softwares de baixo nível, são os responsáveis por uma ponte entre os outros softwares e determinado periférico, ou seja, é ele que facilita a utilização de uma placa de vídeo por exemplo.

55 Entendendo os Softwares de baixo nível Como já foi dito, os computadores trabalham apenas com o sistema binário (os zeros e uns). Seria muito difícil para se implementar um programa desde as funções responsáveis para controlar a placa de vídeo até a sua verdadeira utilidade. Os responsáveis por essas funções são exatamente os softwares de baixo nível. Como exemplo, podemos citar os Drivers dos sistemas operacionais, e a BIOS.

56 Os software de alto nível Já que existe essa base criada pelos softwares de baixo nível, ficou mais fácil de se implementar programas mais agradáveis aos usuários. E esses é que são os software de alto nível. Como exemplo podemos citar editores de texto como o Microsoft Word ou o OpenOffice.

57 Veja a ilustração Agora você entendeu?

58 Ainda falta alguma coisa Mesmo já tendo essa base criada pelos Drivers e pela BIOS, os desenvolvedores de programas de alto nível ainda se sentiam prejudicados, pois eles teriam que implementar por si próprios, todos os comandos que seriam responsáveis por organizar cada um dos periféricos, ou seja, seus programas teriam que realizar de maneira certa e padronizada uma gravação no disco por exemplo.

59 Os Sistemas Operacionais

60 Os Sistemas Operacionais Foi com essa idéia que foram criados os Sistemas Operacionais. Todos os programas tem que realizar esses determinados comandos (salvar no HD, controlar a memória, e etc) da mesma maneira, então porque não criarmos um sistema que seria responsável por todas essas operações em comum para esses programas.

61 Foi assim que nasceu os S.O.s E foram assim que nasceram os Sistema Operacionais. Eles fazem essa parte da administração e controle de todos os softwares de baixo nível, deixando os de alto nível apenas com suas próprias funções (a de editar planilhas, textos, desenhos e etc).

62 Vejam a Ilustração Veja onde se encaixa os S.O.s

63 Exemplos de S.O.s Como exemplo de sistemas operacionais podemos citar: Windows 98 Windows XP Linux Unix MacOs Entre outros...

64 Oservações Um detalhe importante é o de que se um programa foi feito para rodar em determinado sistema operacional, ela jamais (há exceções) rodará (funcionará) em outro. O programador terá que criá-lo de acordo com o outro sistema operacional.

65 Dúvidas Vocês tem alguma dúvida até aqui?

66 Componentes

67 Algumas características do processador Dentre as várias características de um processador, vamos ver suas principais: Relacionado a velocidade temos a freqüência do processador. Temos a voltagem, que é o valor necessário para que ele funcione. E temos os bits, que representam sua performance, ou seja, o número de bits que ele processa em determinado instante.

68 Este é um processador Veja a foto

69 Onde fica o processador Mas como qualquer cérebro, o processador também necessita de um corpo para o sustentar, e quem faz o papel desse corpo é a Placa Mãe (Main Board). Ela também serve para sustentar todos os outros periféricos do computador, como por exemplo a memória, e etc.

70 Vejam a foto

71 A fonte de alimentação Ela é responsável por alimentar todo o computador. Ela também é responsável pela proteção dos periféricos, não deixa passar voltagens que estejam fora do normal, ou seja, nem muito baixa nem muito alta.

72 Vejam a foto

73 Mais detalhes Mais a frente, vamos ver com mais detalhes, cada um dos componentes do computador e suas configurações. Dúvidas?

INFORmação. O que é um Computador?

INFORmação. O que é um Computador? Professor: M. Sc. Luiz Alberto Filho Conceitos básicos Evolução histórica Hardware Sistemas de numeração Periféricos Software Unidades Básicas de Medidas 2 Facilidade de armazenamento e recuperação da

Leia mais

FUNDAMENTOS DE HARDWARE COMO FUNCIONA UM PC? Professor Carlos Muniz

FUNDAMENTOS DE HARDWARE COMO FUNCIONA UM PC? Professor Carlos Muniz FUNDAMENTOS DE HARDWARE COMO FUNCIONA UM PC? A arquitetura básica de qualquer computador completo, seja um PC, um Machintosh ou um computador de grande porte, é formada por apenas 5 componentes básicos:

Leia mais

Profa. Dra. Amanda Liz Pacífico Manfrim Perticarrari. amanda@fcav.unesp.br

Profa. Dra. Amanda Liz Pacífico Manfrim Perticarrari. amanda@fcav.unesp.br Profa. Dra. Amanda Liz Pacífico Manfrim Perticarrari amanda@fcav.unesp.br Documentário http://www.youtube.com/watch?v=sx1z_mgwds8 Introdução Computadores de primeira geração (1946 1959): A primeira geração

Leia mais

APOSTILA DE INFORMÁTICA - INTRODUÇÃO

APOSTILA DE INFORMÁTICA - INTRODUÇÃO APOSTILA DE INFORMÁTICA - INTRODUÇÃO Profa Responsável Fabiana P. Masson Caravieri SUMÁRIO 1. CONCEITOS BÁSICOS DE INFORMÁTICA... 3 2. PRINCIPAIS COMPONENTES FÍSICOS DO COMPUTADOR... 3 2.1 PERIFÉRICOS...

Leia mais

Para existência de um sistema de informação, fazem-se necessários três componentes, são eles:

Para existência de um sistema de informação, fazem-se necessários três componentes, são eles: RESUMO Um sistema de informação é composto de três componentes, Hardware, Software e Peopleware. Para quantificar a memória do equipamento é utilizado um sistema de medida, ou seja, o byte, que significa

Leia mais

Introdução. à Informática. Wilson A. Cangussu Junior. Escola Técnica Centro Paula Souza Professor:

Introdução. à Informática. Wilson A. Cangussu Junior. Escola Técnica Centro Paula Souza Professor: Introdução à Informática Escola Técnica Centro Paula Souza Professor: Wilson A. Cangussu Junior Vantagens do computador Facilidade de armazenamento e recuperação da informação; Racionalização da rotina,

Leia mais

Professor: Venicio Paulo Mourão Saldanha E-mail: veniciopaulo@gmail.com Site: www.veniciopaulo.com

Professor: Venicio Paulo Mourão Saldanha E-mail: veniciopaulo@gmail.com Site: www.veniciopaulo.com Professor: Venicio Paulo Mourão Saldanha E-mail: veniciopaulo@gmail.com Site: www.veniciopaulo.com Formação: Graduando em Analises e Desenvolvimento de Sistemas (8º Período) Pregoeiro / Bolsa de Valores

Leia mais

Máquinas Virtuais: Windows 2008 Server

Máquinas Virtuais: Windows 2008 Server Máquinas Virtuais: Windows 2008 Server André Luiz Silva de Moraes chameandre@gmail.com Faculdade Senac http://www.senacrs.com.br Feira das Oportunidades 04 de Maio de 2011 1 / 11 1 Conceitos Básicos Definições

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE SISTEMAS OPERACIONAIS. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA

CONCEITOS BÁSICOS DE SISTEMAS OPERACIONAIS. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA CONCEITOS BÁSICOS DE SISTEMAS OPERACIONAIS Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA Basicamente, são formados por: Programas de controle (de equipamentos e de trabalhos). Programas utilitários.

Leia mais

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA Introdução a microinformática William S. Rodrigues HARDWARE BÁSICO O hardware é a parte física do computador. Em complemento ao hardware, o software é a parte lógica, ou seja,

Leia mais

Informática. Tipos de Computadores CONHECENDO O COMPUTADOR E SEUS PERIFÉRICOS

Informática. Tipos de Computadores CONHECENDO O COMPUTADOR E SEUS PERIFÉRICOS CONHECENDO O COMPUTADOR E SEUS PERIFÉRICOS A Informática não é um bicho de sete cabeças. Ou é até que conheçamos e desvendemos este bicho. Tudo o que é desconhecido para nós sempre nos parece algo difícil

Leia mais

Informática. Prof. André Backes

Informática. Prof. André Backes Prof. André Backes Informática Informática é informação automática Informática pressupõe o uso de computadores eletrônicos no trato da informação Cabe a informática a tarefa de coletar, tratar e disseminar

Leia mais

Simulado Informática Concurso Correios - IDEAL INFO

Simulado Informática Concurso Correios - IDEAL INFO Simulado Informática Concurso Correios - IDEAL INFO Esta prova de informática é composta por 20 (vinte) questões de múltipla escolha seguindo o molde adotado pela UnB/CESPE. O tempo para a realização deste

Leia mais

Introdução à Informática

Introdução à Informática Introdução à Informática Aula 1 http://www.ic.uff.br/~bianca/introinfo/ Aula 1-31/08/2007 1 Objetivo da disciplina O objetivo dessa disciplina é dar ao aluno noções básicas de computação. Serão apresentados

Leia mais

Hardware Básico. - Conceitos Básicos - Números Binários - Principais Componentes. Professor: Wanderson Dantas

Hardware Básico. - Conceitos Básicos - Números Binários - Principais Componentes. Professor: Wanderson Dantas Hardware Básico - Conceitos Básicos - Números Binários - Principais Componentes Professor: Wanderson Dantas Conceitos Básicos Informática: Ciência que estuda o tratamento das informações quanto a sua coleta,

Leia mais

Algoritmos e Programação Aula 01 Introdução a Computação

Algoritmos e Programação Aula 01 Introdução a Computação Algoritmos e Programação Aula 01 Introdução a Computação Felipe S. L. G. Duarte Felipelageduarte+fatece@gmail.com Baseado no material do Prof. Luis Otavio Alvares e do Prof. Dr. Rodrigo Fernandes de Mello

Leia mais

Laboratório de Sistemas Operacionais. Prof. Fernando Nakayama de Queiroz

Laboratório de Sistemas Operacionais. Prof. Fernando Nakayama de Queiroz Laboratório de Sistemas Operacionais Prof. Fernando Nakayama de Queiroz Uma definição! É uma camada de software que opera entre o hardware e os programas aplicativos voltados ao usuário final. Mais uma!

Leia mais

O processador é um dos elementos componentes do computador moderno, sendo responsável pelo gerenciamento de todo o computador.

O processador é um dos elementos componentes do computador moderno, sendo responsável pelo gerenciamento de todo o computador. Resumo 01 O que é um processador? O processador é um dos elementos componentes do computador moderno, sendo responsável pelo gerenciamento de todo o computador. Os processadores atualmente são encapsulados

Leia mais

Introdução/Histórico da Informática. O Computador

Introdução/Histórico da Informática. O Computador Universidade do Contestado Campus Concórdia Curso de Engenharia Civil Prof.: Maico Petry Introdução/Histórico da Informática O Computador DISCIPLINA: Informática Aplicada para Engenharia Idade da Pedra

Leia mais

Introdução à Engenharia de Computação

Introdução à Engenharia de Computação Introdução à Engenharia de Computação Tópico: Organização Básica de um Computador Digital Introdução à Engenharia de Computação 2 Componentes de um Computador Computador Eletrônico Digital É um sistema

Leia mais

Introdução à Informática

Introdução à Informática Introdução à Informática Aula 6 http://www.ic.uff.br/~bianca/introinfo/ Aula 6-21/09/2007 1 Ementa Conceitos Básicos de Computação (Hardware, Software e Internet) Softwares Aplicativos Tutorial: Word Tutorial:

Leia mais

Otimização de Computadores

Otimização de Computadores Otimização de Computadores 01- Antes de tudo, um pouco de organização. Como é a sua casa? O que é viver com organização? Você sabe deixar o seu ambiente, organizado? TELECENTRO POPULAR By Claudionor Araújo

Leia mais

Introdução à Programação de Computadores

Introdução à Programação de Computadores 1. Objetivos Introdução à Programação de Computadores Nesta seção, vamos discutir os componentes básicos de um computador, tanto em relação a hardware como a software. Também veremos uma pequena introdução

Leia mais

Técnico em Informática - Instalação e Manutenção de Computadores PROCESSADORES

Técnico em Informática - Instalação e Manutenção de Computadores PROCESSADORES Técnico em Informática - Instalação e Manutenção de Computadores PROCESSADORES Processador... 2 Clock... 5 Multiplicador de clock / FSB... 6 Memória Cache... 6 Processador O processador é o cérebro do

Leia mais

Introdução à estrutura e funcionamento de um Sistema Informático

Introdução à estrutura e funcionamento de um Sistema Informático Introdução à estrutura e funcionamento de um Sistema Informático Elementos que constituem o Computador O funcionamento do computador é possível devido aos vários elementos interligados que o constituem:

Leia mais

Conceitos Básicos sobre Sistema de Computação

Conceitos Básicos sobre Sistema de Computação Conceitos Básicos sobre Sistema de Computação INFORMÁTICA -É Ciência que estuda o tratamento automático da informação. COMPUTADOR Equipamento Eletrônico capaz de ordenar, calcular, testar, pesquisar e

Leia mais

Conceitos Básicos sobre Sistemas Operacionais

Conceitos Básicos sobre Sistemas Operacionais Conceitos Básicos sobre Sistemas Operacionais Ivanovitch Medeiros Dantas da Silva Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação DCA0800 - Algoritmos e

Leia mais

1. Introdução - contextos de aplicações

1. Introdução - contextos de aplicações Universidade Federal de Pelotas Sumário da Aula Fundamentos de Informática Aula 1 Noções sobre Informática, Hardware, Software e Plataformas Prof. Carlos R. Medeiros gil.medeiros@ufpel.edu.br Material

Leia mais

Seja Bem-vindo(a)! Neste módulo vamos trabalhar os principais conceitos de informática.

Seja Bem-vindo(a)! Neste módulo vamos trabalhar os principais conceitos de informática. Seja Bem-vindo(a)! Neste módulo vamos trabalhar os principais conceitos de informática. AULA 1 Noções básicas de Informática Componentes básicos Hardware Componentes básicos Software Noções de MS Word

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE UM SISTEMA OPERATIVO

CONCEITOS BÁSICOS DE UM SISTEMA OPERATIVO 4 CONCEITOS BÁSICOS DE UM SISTEMA OPERATIVO CONCEITOS BÁSICOS MS-DOS MICROSOFT DISK OPERATION SYSTEM INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO DE UM SISTEMA OPERATIVO LIGAÇÕES À INTERNET O que é um sistema operativo?

Leia mais

Processadores. Guilherme Pontes

Processadores. Guilherme Pontes Processadores Guilherme Pontes Já sabemos o básico! Como já sabemos, o processador exerce uma das mais importantes funções do computador. Vamos agora nos aprofundar em especificações mais técnicas sobre

Leia mais

Sistemas Operacionais e Introdução à Programação. Módulo 1 Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais e Introdução à Programação. Módulo 1 Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais e Introdução à Programação Módulo 1 Sistemas Operacionais 1 Sistema computacional Sistemas feitos para resolver problemas Problema: como obter determinado resultado, com base em dados

Leia mais

INFORMÁTICA BÁSICA. Prof. Rafael Zimmermann

INFORMÁTICA BÁSICA. Prof. Rafael Zimmermann INFORMÁTICA BÁSICA Prof. Rafael Zimmermann 1. INFORMÁTICA É a ciência que estuda o processamento de informações. Nasceu da necessidade do homem processar informações cada vez mais complexas e com maior

Leia mais

Computador. 1982: os computadores são ferramentas que nos permitem fazer cálculos rápida e comodamente

Computador. 1982: os computadores são ferramentas que nos permitem fazer cálculos rápida e comodamente Computador Algumas definições 1982: os computadores são ferramentas que nos permitem fazer cálculos rápida e comodamente 1985: calculador electrónico usado na investigação espacial e actualmente já noutros

Leia mais

INFORMÁTICA INFORMÁTICA BÁSICA

INFORMÁTICA INFORMÁTICA BÁSICA INFORMÁTICA BÁSICA PROF. MARCOS VINICIUS GRADUADO EM ANÁLISES DE SISTEMAS. PÓS-GRADUADO EM ADMINISTRAÇÃO E SEGURANÇA DE SISTEMAS COMPUTACIONAIS FACULDADE ESTÁCIO DE SÁ. ANALISTA DE SISTEMAS E DBA SQL SERVER

Leia mais

Computador Digital Circuitos de um computador (Hardware)

Computador Digital Circuitos de um computador (Hardware) Computador Digital SIS17 - Arquitetura de Computadores (Parte I) Máquina que pode resolver problemas executando uma série de instruções que lhe são fornecidas. Executa Programas conjunto de instruções

Leia mais

Hardware. Prof. Luiz Carlos Branquinho Informática Básica Gestão Comercial

Hardware. Prof. Luiz Carlos Branquinho Informática Básica Gestão Comercial Hardware Prof. Luiz Carlos Branquinho Informática Básica Gestão Comercial Conteúdo Definição do hardware; Tipo e tamanho dos computadores; Família dos computadores; Elementos do hardware; Portas de comunicação.

Leia mais

MF = (M1 * 0,4) + (M2 * 0,6) MF < 6 MF = (MF * 0,6) + (EXA * 0,4)

MF = (M1 * 0,4) + (M2 * 0,6) MF < 6 MF = (MF * 0,6) + (EXA * 0,4) Informática Aplicada Prof. Gilmar F. Aquino Filho São Vicente, SP 22/02/2016 EMENTA Fundamentos em Informática; O computador; História; Origem; Funcionamento; Componentes; Conceito de Hardware; Conceito

Leia mais

Gerenciamento de Entrada e Saída Hélio Crestana Guardia e Hermes Senger

Gerenciamento de Entrada e Saída Hélio Crestana Guardia e Hermes Senger Gerenciamento de Entrada e Saída Hélio Crestana Guardia e Hermes Senger O controle da entrada e saída (E/S ou I/O, input/output) de dados dos dispositivos é uma das funções principais de um sistema operacional.

Leia mais

Informática, Internet e multimídia

Informática, Internet e multimídia Informática, Internet e multimídia 1 Unidades de Armazenamento Dispositivos de armazenamento secundário Disquete Disco compacto Disco rígido Disco de vídeo digital 2 Memória Secundária A MEMÓRIA SECUNDÁRIA

Leia mais

Sistemas Operacionais. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Sistemas Operacionais. Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Sistemas Operacionais Prof. André Y. Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Estruturas de Sistemas Operacionais Um sistema operacional fornece o ambiente no qual os programas são executados. Internamente,

Leia mais

Informática, Internet e Multimídia

Informática, Internet e Multimídia Informática, Internet e Multimídia 1 TIPOS DE COMPUTADOR Netbook Notebook Computador Pessoal 2 Palmtop / Handheld Mainframe TIPOS DE COMPUTADOR Computador Pessoal O Computador Pessoal (PC Personal Computer),

Leia mais

Introdução à Computação: Sistemas de Computação

Introdução à Computação: Sistemas de Computação Introdução à Computação: Sistemas de Computação Beatriz F. M. Souza (bfmartins@inf.ufes.br) http://inf.ufes.br/~bfmartins/ Computer Science Department Federal University of Espírito Santo (Ufes), Vitória,

Leia mais

Apresentação. Rio de Janeiro, 19 de fevereiro de 2002 Waldemar Celes

Apresentação. Rio de Janeiro, 19 de fevereiro de 2002 Waldemar Celes Apresentação A disciplina de Estruturas de Dados (ED) está sendo ministrada em sua nova versão desde o segundo semestre de 1998. Trata-se da segunda disciplina de informática oferecida no curso de Engenharia

Leia mais

Estrutura geral de um computador

Estrutura geral de um computador Estrutura geral de um computador Prof. Helio H. L. C. Monte-Alto Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu

Leia mais

Lista de Exercícios Introdução à Informática

Lista de Exercícios Introdução à Informática Lista de Exercícios Introdução à Informática Histórico e Evolução da Computação 1. Cite alguns problemas que o uso de válvulas provocava nos computadores de 1ª geração. 2. O que diferencia os computadores

Leia mais

46. Para aumentar em 25% o tamanho da fonte da palavra continente, é

46. Para aumentar em 25% o tamanho da fonte da palavra continente, é BANCO DO BRASIL ESCRITURÁRIO MATO GROSSO E TOCANTINS Comentário da prova realizada dia 10/06/2007. A figura acima mostra uma janela do Word 2002, com um texto em processo de edição. Nesse texto, a expressão

Leia mais

frozza@ifc-camboriu.edu.brcamboriu.edu.br

frozza@ifc-camboriu.edu.brcamboriu.edu.br Informática Básica Conceitos Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.brcamboriu.edu.br Conceitos INFOR MÁTICA Informática INFOR MAÇÃO AUTO MÁTICA Processo de tratamento da informação

Leia mais

Prof. Esp. Lucas Cruz

Prof. Esp. Lucas Cruz Prof. Esp. Lucas Cruz O hardware é qualquer tipo de equipamento eletrônico utilizado para processar dados e informações e tem como função principal receber dados de entrada, processar dados de um usuário

Leia mais

Hardware e Software. Exemplos de software:

Hardware e Software. Exemplos de software: Hardware e Software O hardware é a parte física do computador, ou seja, é o conjunto de componentes eletrônicos, circuitos integrados e placas, que se comunicam através de barramentos. Em complemento ao

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais Bibliografia Base Capítulo I Sistemas Operacionais Modernos Andrew S. Tanenbaum Gabriel Pitágoras Silva e Brenner gabrielbrenner@gmail.com Um computador sem seu software nada mais

Leia mais

Comparativo entre câmeras analógicas e Câmeras IP.

Comparativo entre câmeras analógicas e Câmeras IP. Comparativo entre câmeras analógicas e Câmeras IP. VANTAGENS DAS SOLUÇÕES DE VIGILÂNCIA DIGITAL IP É verdade que o custo de aquisição das câmeras digitais IP, é maior que o custo de aquisição das câmeras

Leia mais

Problema: Solução: Vantagens da estruturação em Níveis: Introdução INTRODUÇÃO À ARQUITETURA DE COMPUTADORES. Introdução

Problema: Solução: Vantagens da estruturação em Níveis: Introdução INTRODUÇÃO À ARQUITETURA DE COMPUTADORES. Introdução INTRODUÇÃO À ARQUITETURA DE COMPUTADORES Curso Técnico de Informática Eduardo Amaral Introdução Computador: Máquina programável, de propósito geral, que processa informação. Programa: Seqüência de instruções

Leia mais

Tecnologia - Conjunto de instrumentos, métodos e processos específicos de qualquer arte, ofício ou técnica.

Tecnologia - Conjunto de instrumentos, métodos e processos específicos de qualquer arte, ofício ou técnica. TIC Conceitos Básicos Técnica - Conjunto de processos que constituem uma arte ou um ofício. Aplicação prática do conhecimento científico. Tecnologia - Conjunto de instrumentos, métodos e processos específicos

Leia mais

Prof. Orlando Rocha. Qual o nosso contexto atual?

Prof. Orlando Rocha. Qual o nosso contexto atual? 1 Qual o nosso contexto atual? Atualmente, vivemos em uma sociedade que é movida pela moeda informação! No nosso dia-a-dia, somos bombardeados por inúmeras palavras que na maioria das vezes é do idioma

Leia mais

UNIDADE III Sistemas Operacionais WINDOWS

UNIDADE III Sistemas Operacionais WINDOWS UNIDADE III Sistemas Operacionais WINDOWS Objetivo da unidade Objetivo Geral Apontar as noções básicas do Windows Praticar o aprendizado sobre o Sistema Operacional Objetivos Específicos Entender como

Leia mais

Aplicativos Informatizados da Administração. Hardware A evolução e o impacto dos computadores nas áreas de negócios.

Aplicativos Informatizados da Administração. Hardware A evolução e o impacto dos computadores nas áreas de negócios. Aplicativos Informatizados da Administração Hardware A evolução e o impacto dos computadores nas áreas de negócios. Habilidades, Competências e Bases Tecnológicas Bases tecnológicas: Fundamentos de equipamentos

Leia mais

Organização de Computadores

Organização de Computadores Organização de Computadores Registro aqui o agradecimento ao professor Osvaldo (DCC-UFMG) e a vários professores do DECOM (Marcelo, Sabir, José Maria, Andrea, David) por ceder material que foi usado na

Leia mais

Introdução a microinformática: fundamentos de software, hardware, sistemas operacionais e tipos de computadores Prof. MSc Hugo Vieira L.

Introdução a microinformática: fundamentos de software, hardware, sistemas operacionais e tipos de computadores Prof. MSc Hugo Vieira L. Introdução a microinformática: fundamentos de software, hardware, sistemas operacionais e tipos de computadores Prof. MSc Hugo Vieira L. Souza Este documento está sujeito a copyright. Todos os direitos

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. Farinha Aula 02 Hardware e Software Sistemas de Informação Baseados no Computador - CBIS PROCEDIMENTOS PESSOAS HARDWARE SOFTWARE BANCO DE DADOS TELECOMUNICAÇÕES

Leia mais

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO O que é a Informática? A palavra Informática tem origem na junção das palavras: INFORMAÇÃO + AUTOMÁTICA = INFORMÁTICA...e significa, portanto, o tratamento da informação

Leia mais

DRAM. DRAM (Dynamic RAM) É a tecnologia usada na fabricação das memória de 30, 72 e 168 pinos. Divide-se em:

DRAM. DRAM (Dynamic RAM) É a tecnologia usada na fabricação das memória de 30, 72 e 168 pinos. Divide-se em: DRAM DRAM (Dynamic RAM) É a tecnologia usada na fabricação das memória de 30, 72 e 168 pinos. Divide-se em: FPM RAM (Fast Page Mode) EDO RAM (Extended Data Output RAM) BEDO RAM (Burst Extended Data Output

Leia mais

Turno/Horário Noturno PROFESSOR : Salomão Dantas Soares AULA Apostila nº

Turno/Horário Noturno PROFESSOR : Salomão Dantas Soares AULA Apostila nº UNIDADE 1I: SISTEMA COMPITACIONAL Elementos hardware e periféricos Um sistema computacional consiste num conjunto de dispositivos eletrônicos (hardware) capazes de processar informações de acordo com um

Leia mais

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr Tecnologia da Informação Prof Odilon Zappe Jr Compatibilidade O termo compatibilidade refere-se aos diferentes componentes do computador (hardware e software) que são convenientes para o emprego das funções

Leia mais

Professor. Thiago Miranda Material: www.thiagomiranda.net. Email: mirandathiago@gmail.com

Professor. Thiago Miranda Material: www.thiagomiranda.net. Email: mirandathiago@gmail.com Microsoft Windows 1 Professor Thiago Miranda Material: www.thiagomiranda.net Email: mirandathiago@gmail.com Conceitos básicos de SO O que é um sistema operacional? É um programa ou conjunto de programas

Leia mais

Patrícia Noll de Mattos. Introdução à Informática

Patrícia Noll de Mattos. Introdução à Informática Patrícia Noll de Mattos Introdução à Informática 2010 2007 IESDE Brasil S.A. É proibida a reprodução, mesmo parcial, por qualquer processo, sem autorização por escrito dos autores e do detentor dos direitos

Leia mais

Um retrospecto da aula passada... Um retrospecto da aula passada... Principais Aspectos de Sistemas Operacionais. Gerência de E/S

Um retrospecto da aula passada... Um retrospecto da aula passada... Principais Aspectos de Sistemas Operacionais. Gerência de E/S Um retrospecto da aula passada... Principais Aspectos de Sistemas Operacionais Laboratório de Sistemas Operacionais Aula 2 Flávia Maristela (flavia@flaviamaristela.com) Romildo Martins (romildo@romildo.net)

Leia mais

CURSO DE HARDWARE NÍVEL I

CURSO DE HARDWARE NÍVEL I CURSO DE HARDWARE NÍVEL I Introdução Até a década de 40, possuir um automóvel era motivo de orgulho, preocupação e mais tarde passou a ser um luxo de classe média. Mas com o advento dos carros populares,

Leia mais

SERVIDORES REDES E SR1

SERVIDORES REDES E SR1 SERVIDORES REDES E SR1 Rio de Janeiro - RJ HARDWARE Você pode instalar um sistema operacional para servidores em qualquer computador, ao menos na teoria tudo irá funcionar sem grandes dificuldades. Só

Leia mais

O Windows é um software de sistema, que permite ao utilizador interagir com o computador e com os seus periféricos.

O Windows é um software de sistema, que permite ao utilizador interagir com o computador e com os seus periféricos. Sistema Operativo Windows - Ambiente de trabalho - Janelas - Atalhos - Programas - Gestão de pastas e ficheiros - Menu iniciar O Windows é um software de sistema, que permite ao utilizador interagir com

Leia mais

Introdução ao Processamento de Dados - IPD

Introdução ao Processamento de Dados - IPD Introdução ao Processamento de Dados - IPD Autor: Jose de Jesus Rodrigues Lira 1 INTRODUÇÃO AO PROCESSAMENTO DE DADOS IPD A Informática está no nosso dia a dia: No supermercado, no banco, no escritório,

Leia mais

Disciplina: Sistemas Operacionais - CAFW-UFSM Professor: Roberto Franciscatto

Disciplina: Sistemas Operacionais - CAFW-UFSM Professor: Roberto Franciscatto Disciplina: Sistemas Operacionais - CAFW-UFSM Professor: Roberto Franciscatto Introdução É preciso conhecer a estrutura de um sistema de computação antes que possamos explorar os detalhes de sua operação.

Leia mais

VALDEREDO SEDANO FONTANA

VALDEREDO SEDANO FONTANA TIPOS DE COMPUTADOR VALDEREDO SEDANO FONTANA ALUNO(S): Stephanie Alves Amaral 21707 Victor Cipriano Arian Amaral 21674 Eduarda Nascimento 21824 Matheus Cortezini 21557 INTRODUÇÃO Abordam-se com total responsabilidade

Leia mais

Sistema Operacional. História Sistema Operacional 1. QI Escolas e Faculdades Apostila de Linux

Sistema Operacional. História Sistema Operacional 1. QI Escolas e Faculdades Apostila de Linux 4 Capítulo 1 Sistema Operacional É uma coleção de programas que inicializa hardwares, fornece rotinas básicas para controle de dispositivos, mantém a integridade de um sistema. Um sistema operacional de

Leia mais

CURSO ALUNO TÉCNICO. Um pouco mais sobre redes

CURSO ALUNO TÉCNICO. Um pouco mais sobre redes GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO SUBGERÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DA ED. BÁSICA E PROFISSIONAL PROGRAMA DE INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO

Leia mais

LEVANTAMENTO DE HARDWARES PARA O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE. Graphics

LEVANTAMENTO DE HARDWARES PARA O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE. Graphics LEVANTAMENTO DE HARDWARES PARA O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE Sabe-se que para o desenvolvimento de software as empresas adotam computadores com um grande poder de processamento. Facilitando assim todo

Leia mais

Hardware e Software. Professor: Felipe Schneider Costa. felipe.costa@ifsc.edu.br

Hardware e Software. Professor: Felipe Schneider Costa. felipe.costa@ifsc.edu.br Hardware e Software Professor: Felipe Schneider Costa felipe.costa@ifsc.edu.br Agenda Hardware Definição Tipos Arquitetura Exercícios Software Definição Tipos Distribuição Exercícios 2 Componentesde um

Leia mais

Introdução. Uso do disco Vantagens Desvantagens Baixo custo, facilidade de manutenção do software e do hardware, simetria e flexibilidade

Introdução. Uso do disco Vantagens Desvantagens Baixo custo, facilidade de manutenção do software e do hardware, simetria e flexibilidade Introdução É sabido que os processos rodam em processadores. Nos sistemas tradicionais existe somente um único processador, de forma que não há dúvida a respeito de como ele deve ser usado. Em um sistema

Leia mais

RESUMO DO LIVRO. A linguagem de máquinas e o custo são analisados antes do computador ser projetado. LINGUAGEM, NÍVEIS E MÁQUINA REAIS

RESUMO DO LIVRO. A linguagem de máquinas e o custo são analisados antes do computador ser projetado. LINGUAGEM, NÍVEIS E MÁQUINA REAIS RESUMO DO LIVRO Um computador digital é uma máquina com programas que, convertidos em instruções, podem facilitar a vida das pessoas. As instruções são simples, como some dois números. As instruções são

Leia mais

ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES. Prof. André Dutton

ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES. Prof. André Dutton ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES Prof. André Dutton EMENTA: Conceitos fundamentais e histórico da ciência da computação; Histórico dos computadores, evolução e tendências; Modalidades de computadores

Leia mais

Estrutura de um Sistema Linux Moderno Padrões de um Sistema Linux. Prof. Claudio Silva

Estrutura de um Sistema Linux Moderno Padrões de um Sistema Linux. Prof. Claudio Silva Estrutura de um Sistema Linux Moderno Padrões de um Sistema Linux Estrutura de um Sistema Linux Por ter sua origem universitária, a forma como o Linux foi concebido é de perfeito agrado para o seu estudo.

Leia mais

Introdução a Sistemas Operacionais Aula 04. Prof. Msc. Ubirajara Junior biraifba@gmail.com

Introdução a Sistemas Operacionais Aula 04. Prof. Msc. Ubirajara Junior biraifba@gmail.com Introdução a Sistemas Operacionais Aula 04 Prof. Msc. Ubirajara Junior biraifba@gmail.com Um computador sem software nada mais é que um conjunto inútil de metal (Tanembaum); É o software que viabiliza

Leia mais

A Evolução do Computador

A Evolução do Computador A Evolução do Computador Prof. Gerson Volney Lagemann POR QUE EXISTEM SISTEMAS AUTOMÁTICOS??? As pessoas sempre quiseram transferir para os sistemas as atividades repetitivas, cansativas e não criativas,

Leia mais

BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EaD UAB/UFSCar Sistemas de Informação - prof. Dr. Hélio Crestana Guardia

BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EaD UAB/UFSCar Sistemas de Informação - prof. Dr. Hélio Crestana Guardia O Sistema Operacional que você usa é multitasking? Por multitasking, entende-se a capacidade do SO de ter mais de um processos em execução ao mesmo tempo. É claro que, num dado instante, o número de processos

Leia mais

Estrutura e funcionamento de um sistema informático

Estrutura e funcionamento de um sistema informático Estrutura e funcionamento de um sistema informático 2006/2007 Sumário A constituição de um sistema informático: hardware e software. A placa principal. O processador, o barramento e a base digital. Ficha

Leia mais

Programação de. Programa. Bibliografia. Páginas electrónicas de PM. Regras das aulas de laboratório. Métodos de Ensino - Aulas

Programação de. Programa. Bibliografia. Páginas electrónicas de PM. Regras das aulas de laboratório. Métodos de Ensino - Aulas Programa Programação de Microprocessadores 1º Ano 2º Semestre A arquitectura dos computadores A linguagem C 1 aula 7 aulas Talvez haja mais algum assunto a abordar nas aulas seguintes Mestrado Integrado

Leia mais

Hardware Montagem e Manutenção

Hardware Montagem e Manutenção Fone: (19) 3234-4864 E-mail: editora@komedi.com.br Site: www.komedi.com.br HMM4.0 Hardware Montagem e Manutenção K O M E D I Copyright by Editora Komedi, 2007 Dados para Catalogação Furgeri, Sérgio Hardware

Leia mais

Definição de Programas de Computadores e Linguagem de Programação de Comutadores

Definição de Programas de Computadores e Linguagem de Programação de Comutadores Definição de Programas de Computadores e Linguagem de Programação de Comutadores O computador é um equipamento eletrônico composto por circuitos eletrônicos, que trabalham com o estado ligado(1) e desligado(0),

Leia mais

Gestão de Sistemas de Informação / Tecnologia da Informação

Gestão de Sistemas de Informação / Tecnologia da Informação Gestão de Sistemas de Informação / Tecnologia da Informação Assuntos O Que é Computação? O Que é Informação? O Que é o Computador? Gerações dos Microcomputadores Dispositivos do Computador Partes que Compõe

Leia mais

Algoritmos DCC 119. Introdução e Conceitos Básicos

Algoritmos DCC 119. Introdução e Conceitos Básicos Algoritmos DCC 119 Introdução e Conceitos Básicos Sumário Sistemas de Numeração Sistemas Computacionais Estrutura de um Computador Digital Sistemas Operacionais Algoritmo Introdução Formas de representação

Leia mais

A Evolução dos Sistemas Operacionais

A Evolução dos Sistemas Operacionais Capítulo 3 A Evolução dos Sistemas Operacionais Neste capítulo, continuaremos a tratar dos conceitos básicos com a intensão de construirmos, agora em um nível mais elevado de abstração, o entendimento

Leia mais

Organização de Computadores. Professor: Francisco Ary

Organização de Computadores. Professor: Francisco Ary Organização de Computadores Professor: Francisco Ary O que é um computador: Máquina eletrônica capaz de processar e armazenar dados; Composta de partes eletrônicas, ou ainda eletromecânica ; (Hardware)

Leia mais

TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO : HARDWARE

TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO : HARDWARE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO CAMPUS CATU TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO : HARDWARE Profª. Eneida Alves Rios A consideração

Leia mais

Visão do Sistema Operacional

Visão do Sistema Operacional Visão do Sistema Operacional programadores e analistas usuários programas, sistemas e aplicativos Usuários Sistema Operacional memória discos Hardware UCP fitas impressoras monitores O que é um Sistema

Leia mais

Todos os microprocessadores hoje disponíveis em micros compatíveis com PC utilizam o funcionamento do 80386 como ponto de partida.

Todos os microprocessadores hoje disponíveis em micros compatíveis com PC utilizam o funcionamento do 80386 como ponto de partida. 8 0 Introdução Todos os microprocessadores hoje disponíveis em micros compatíveis com PC utilizam o funcionamento do 80386 como ponto de partida. Isso acontece por pelo menos três motivos técnicos: 0 80386

Leia mais

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr Tecnologia da Informação Prof Odilon Zappe Jr Conceitos básicos de informática O que é informática? Informática pode ser considerada como significando informação automática, ou seja, a utilização de métodos

Leia mais

Site : Sniperpspg1.besaba.com. Email : profdjair@sniperpspg1.besaba.com

Site : Sniperpspg1.besaba.com. Email : profdjair@sniperpspg1.besaba.com Site : Sniperpspg1.besaba.com Email : profdjair@sniperpspg1.besaba.com Introdução ao PC ( Personal Computer ) Entre as décadas de 1950 e 1970, nós primórdios da disseminação da informática, vários fabricantes

Leia mais

1 Como seu Cérebro Funciona?

1 Como seu Cérebro Funciona? 1 Como seu Cérebro Funciona? UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC (UFABC) O cérebro humano é capaz de processar as informações recebidas pelos cinco sentidos, analisá-las com base em uma vida inteira de experiências,

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES MÓDULO 1

ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES MÓDULO 1 ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES MÓDULO 1 Índice 1. Introdução...3 1.1. O que é um Computador?... 3 1.2. Máquinas Multiníveis... 3 2 1. INTRODUÇÃO 1.1 O QUE É UM COMPUTADOR? Para estudarmos como um computador

Leia mais

Visão geral das placas-mãe

Visão geral das placas-mãe IDENTIFICAÇÃO DOS PRICIPAIS COMPONENTES DA PLACA-MÃE Professor Marlon Marcon Visão geral das placas-mãe Conhecida como: Motherboard Mainboard Responsável pela interconexão de todas as peças que formam

Leia mais