A) Apresentar para o aluno o período da História do Brasil em que se assinala a ditadura militar, compreendido entre

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A) Apresentar para o aluno o período da História do Brasil em que se assinala a ditadura militar, compreendido entre 1964-1985."

Transcrição

1 Arquivo Público do Estado de São Paulo O(s) Uso(s) de Documentos de Arquivo na Sala de Aula João Francisco Migliaccio Cappelli História Universidade de São Paulo 4º período. Sequencia Didática Tema: Futebol Título: O futebol brasileiro no contexto da ditadura militar. Justificativa: Ao trabalhar o tema Futebol no Brasil, com ênfase na Copa do Mundo de 1970 e seu contexto, podemos abordar temas como a ditadura militar, a censura, a importância do esporte como um fator que gera uma identidade nacional e, assim, fazer com que o aluno conheça um recorte importante da historia brasileira. Abordando tais temas conseguimos também fazer com que o aluno entenda um pouco mais alguns aspectos dos dias de hoje, dando mais valor a certas conquistas recentes. Alem disso, é possível também fazer uma comparação da representação do futebol para a população brasileira dos anos 1970 e nos dias de hoje, colocando em ênfase também a realização da Copa do Mundo no Brasil em Objetivos: A) Apresentar para o aluno o período da História do Brasil em que se assinala a ditadura militar, compreendido entre B) Dar um enfoque maior à Copa do Mundo de futebol de 1970 e mostrando como ela foi um elemento articulador do povo utilizado pelo governo. C) Iniciar o aluno a uma análise de uma fonte histórica mais especificamente com recortes de periódicos e jornais ele conseguirá extrair informações que farão com que compreenda melhor o período que será estudado. D) Organizar uma excursão ao Museu do Futebol para que os alunos tenham com essa finalização da atividade, um entendimento ainda maior da importância do esporte para a formação de uma identidade nacional que esteve muito presente no período. 1

2 Componente Curricular: Ditadura civil-militar brasileira Futebol 1970 Ano/ Série: 2º ou 3º ano do Ensino Médio. Quantidade de aulas: 8 aulas. Atividade: Aulas 1 Será destinada a essa primeira etapa uma aula expositiva que consistirá em apresentar/dar um panorama geral para o aluno do período compreendido entre , onde se configura a Ditadura Civil- Militar no Brasil. Nessa apresentação serão trabalhados elementos que permearam a sociedade brasileira na época, como: a repressão do regime vigente e a censura em todos os ambitos. Para finalizar a aula, será introduzido aos alunos um breve histórico do futebol no Brasil, deixando um gancho para a aula seguinte. Nessa aula é importante que o professor ressalte a importância que o jogo foi ganhando com o passar do século XX até a década de

3 Aula 2 Retomando a aula anterior, aprofundaremos o tema do futebol dando um enfoque na Copa de 70. Abordando esse evento de escala mundial será possível discutir o clamor nacional fator notável, justamente pelo fato de ser a primeira copa do mundo transmitida por televisores no Brasil - pelo esporte juntamente com as articulações políticas que foram feitas na época 1. Nessa aula será exposto o anexo 1, por via de apresentação de slides, a partir dele será feita uma análise do documento em questão, podendo destacar duas matérias para a análise: Ponto facultativo em todo país e Mensagem de Médici a toda nação. Para que haja melhor compreensão das matérias do periódico o professor deve transcrever as matérias contidas neste Partindo da capa do jornal Diário Popular, o professor destacará as duas enquetes ( Mensagem de Medici e Ponto facultativo em todo país ) e assim conseguirá extrair informações sobre o período. Transcrições do Anexo 1 Mensagem de Médici à nação. Brasilia Logo após a vitória do Brasil o presidente Medici transmitiu a todo povo brasileiro a seguinte mensagem: Na hora em que a seleção nacional de futebol conquista definitivamente a Copa do Mundo, após memorável campanha, na qual só enfrentou e venceu adversários do mais alto valor, desejo que todos vejam, no presidente da República um brasileiro igual a todos os brasileiros. Como um homem comum, como um brasileiro que, acima de todas as coisas, tem um imenso amor ao Brasil e uma crença inabalável neste País e neste povo, sinto-me profundamente feliz, pois nenhuma alegria é maior no meu coração que a alegria de ver a felicidade de nosso povo, no sentimento da mais pura exaltação patriótica. E identifico, na vitória conquistada na fraterna disputa esportiva a prevalencia de principios de que nos devemos armar para propria luta em favor do desenvolvimento nacional. Identifico que nossa seleção de futebol, a vitória da unidade e da convergência de esforços, a vitória da inteligencia e da bravura da confiança e da humildade, da constancia e da serenidade, da capacitação técnica, da preparação fisica e da consistencia moral. Mas é preciso que diga, sobretudo, que os nosso jogadores venceram porque souberam ser uma harmoniosa equipe, em que, mais alto que a genialidade individual, afirmou-se a vontade coletiva. 1 MAGALHÃES, L. Histórias do Futebol. Arquivo Público do Estado de São Paulo P. 66 3

4 Neste momento de vitória, trago ao povo minha mensagem, identificando-me todo com a alegria e a emoção de todas as ruas, para festejar, em nossa incomparável seleção de futebol a propria afirmação do valor do homem brasileiro. Emilio Garrastazu Medici Presidente da República. Na matéria que põe em destaque a declaração de Médici o professor pode abordar os seguintes pontos: Logo no inicio de sua declaração o presidente faz uma aproximação com a população brasileira, excluindo o distanciamento social causada pelo cargo exercido, quando declara que é um brasileiro igual a todos brasileiros e ainda reforça dizendo que nenhuma alegria é maior no meu coração que a alegria de ver a felicidade do nosso povo. Já no terceiro parágrafo o professor deve se atentar a questão do desenvolvimento nacional citado pelo presidente. Ao longo desse discurso Médici reforça essa politica desenvolvimentista utilizando também de outro subterfúgio do regime militar, o ufanismo isso usando palavras como: unidade e vontade coletiva, que estão relacionadas à vitória da seleção brasileira. Ponto facultativo em todo país. O presidente da República, gen. Garrastazu Médici, logo após o jogo Brasil e Itália, conversou telefônicamente com o chefe da delegação brasileira no México, brigadeiro Jerônimo Bastos, cumprimentando-o e a toda a seleção pela conquista do tricampeonato. A seguir, determinou a decretação do ponto facultativo em todo o território nacional no dia de hoje. Eufórico disse: Este é o dia mais feliz do presidente. Aula 3 e 4 A partir da introdução feita na aula um será exposto aos alunos, mesmo que de forma breve, a importância e a diferença dos meios de difusão da época (1970) e os de hoje. Feito isso durante essa aula, serão apresentados reportagens retiradas de periódicos, tanto dos anos 70 como dos dias de hoje, para que os alunos consigam fazer outra comparação e a partir daí debaterem sobre o assunto, tendo em vista a realização da Copa do Mundo no Brasil, no ano de Para a realização dessas aulas, o professor deverá utilizar como modelo o anexo 1 já apresentado na aula anterior para facilitar a analise para o aluno. E a partir dele, ele trabalhará com os anexos dois e três extraindo aspectos que foram pautados durante a 4

5 aula. A proposta é de que os alunos formem grupos que vão analisar o documento em questão e após a análise é proposto um debate em cima das principais questões dos documentos. A expectativa ao fim da quarta e ultima aula expositiva é que os alunos tenham compreendido a importância dos meios de difusão e a rápida evolução que eles sofreram da década de 1970 para os dias de hoje. Também é esperado que o aluno compreenda melhor o período da ditadura civil-militar e a partir dela como o futebol serviu para maquiar o período de repressão em que a população brasileira estava inserida. Por fim, fazendo uma conexão com os dias atuais e relacionando com a copa do mundo, é esperado que o aluno consiga comparar os dois períodos vigentes e assim colocar a tona as diferenças presentes nestes. Aulas 5, 6, 7 e 8. Por fim, reforçaremos a importância e influencia do esporte no âmbito social e político, proponho que haja uma excursão até o Museu do Futebol de São Paulo. O ideal é que o professor faça um guia apontando os pontos principais a serem observados durante a visita ao museu - todo o tipo de documentação sobre a Copa de Assim os alunos terão finalizado o ciclo da sequencia didática, saindo das aulas expositivas e indo ao museu. Avaliação: A avaliação da sequencia didática será constituída por debates feitos, pelos próprios alunos guiados pelo professor, durante a terceira e a quarta aula expositiva. A partir dos documentos que serão expostos durante a aula os alunos deverão se dividir em grupos de seis, e a partir daí iniciar um debate. Para que seja mais dinâmico esse debate, o professor deverá levar impresso os anexos três e quatro, para que os alunos consigam extrair o máximo de informações possíveis dos documentos apresentados. Para finalizar a avaliação da seqüência didática, serão propostas aos alunos questões sobre o que foi exposto durante as quatro aulas expositivas, contemplando tanto o período ditatorial, juntamente ao da copa de 70, como também a Copa do Mundo de 2014 e suas implicações para o país. É esperado do aluno que a partir dos documentos acima relacionados (anexo três e quatro), após a realização do debate, consiga dissertar sobre os seguintes pontos: Compare a organização dos jornais apresentados da década de 1970 com a organização e disposição de matérias de um jornal que se faça presente nos dias de hoje. 5

6 Toda essa euforia gerada pela conquista da taça Jules Rimet, não estaria ofuscando certas atitudes da Ditadura instalada? Se sim, aponte quais. Com base nos pontos principais levantados na aula dois, explique sucintamente como fora construída uma identidade nacional a partir do futebol e, sobretudo, da Copa de Transcorra sobre o retorno que a realização da Copa do Mundo trará para o Brasil e o legado que deixará ao fim do torneio. Com o valor dos ingressos analisados na primeira tabela apresentada, isso mostra que a Copa de 2014 será acessível para todos os brasileiros? O que isso representa? O aluno deverá dissertar sobre os gastos públicos com os estádios chamados elefantes brancos, que estão situados em regiões onde nem mesmo o campeonato nacional de futebol não possui grande expressão. 6

7 Bibliografia de apoio: BACELLAR, Vinicius. Flamengo é maior aposta para tentar evitar o que o estádio do Distrito Federal vire elefante branco. Disponível em:<http://www1.folha.uol.com.br/esporte/2013/07/ flamengo-e-maioraposta-para-tentar-evitar-que-estadio-do-df-vire-elefante-branco.shtml> 07 out CASTELLAR, Michel. Ricardo Teixeira pode ficar com 100% dos lucros do COL da Copa. Disponível em: <http://www.lancenet.com.br/copa-do-mundo/ricardo-teixeiralucros-col-copa_0_ html> 07 out CRUZ, Heloísa; PEIXOTO, Maria do Rosário da Cunha. Na oficina do historiador: conversas sobre história e imprensa. Projeto História, São Paulo, n. 32, p , dez Diário Popular. São Paulo, Capa, 22 jun. 1970, caderno 2. Acervo APESP. Diário Popular. São Paulo, p. 16, 22 jun. 1970, caderno 2. Acervo APESP. Diário Popular. São Paulo, p. 5, 11 jun. 1970, caderno 1. Acervo APESP. KNAUSS, Paulo. Documentos históricos na sala de aula. Primeiros Escritos. Nº 1 julho agosto de MAGALHÃES, Lívia Gonçalves. Histórias do futebol. São Paulo: Arquivo Público do Estado, MUSEU do Futebol: NAPOLITANO, Marcos. O regime militar brasileiro: São Paulo: Atual, (Discutindo a História do Brasil). NOGUEIRA, Jorlanda Saraiva. Pra frente Brasil, a ordem é vencer! A copa de 1970 e a repercussão na imprensa cearense. XXVI Simpósio Nacional de História ANPUH. São Paulo, julho

8 1 ANEXO 1 8

9 9

10 ANEXO

11 ANEXO 3 11

12 12

O(s) Uso(s) de Documentos de Arquivo na Sala de Aula

O(s) Uso(s) de Documentos de Arquivo na Sala de Aula O(s) Uso(s) de Documentos de Arquivo na Sala de Aula SEQUÊNCIA DIDÁTICA Milton Garcia Silva São Paulo 2012 TEMA Modos de Morar em São Paulo Séculos XIX e XX. JUSTIFICATIVA Nota-se que os alunos possuem

Leia mais

Arquivo Público do Estado de São Paulo Oficina O(s) uso(s) de documentos de arquivo na sala de aula

Arquivo Público do Estado de São Paulo Oficina O(s) uso(s) de documentos de arquivo na sala de aula Michele Maria do Nascimento Faculdades Metropolitanas Unidas - FMU Arquivo Público do Estado de São Paulo Oficina O(s) uso(s) de documentos de arquivo na sala de aula Sequência Didática: As transformações

Leia mais

Arquivo Público do Estado de São Paulo

Arquivo Público do Estado de São Paulo Arquivo Público do Estado de São Paulo Oficina: O(s) Uso(s) de documentos de arquivo na sala de aula Ditadura Militar e Anistia (1964 a 1985). Anos de Chumbo no Brasil. Ieda Maria Galvão dos Santos 2º

Leia mais

Eixo do XIV Encontro em que se insere: Mídia, Comunicação e Linguagem. Resumo enviado anteriormente e aprovado para apresentação no XIV Encontro:

Eixo do XIV Encontro em que se insere: Mídia, Comunicação e Linguagem. Resumo enviado anteriormente e aprovado para apresentação no XIV Encontro: Título: FUTEBOL E IDEOLOGIA: UM ESTUDO SOBRE A COPA DE 70 Autora: Mariana Costa Chazanas, Universidade de Taubaté Endereço eletrônico.: mariana.chazanas@gmail.com Eixo do XIV Encontro em que se insere:

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA: A Publicidade na Sala de Aula

SEQUÊNCIA DIDÁTICA: A Publicidade na Sala de Aula OFICINA SEMIPRESENCIAL O(S) USO(S) DE DOCUMENTO(S) DE ARQUIVO NA SALA DE AULA ALUNA: Alcinéia Emmerick de Almeida / Núcleo de Ação Educativa - APESP SEQUÊNCIA DIDÁTICA: A Publicidade na Sala de Aula TEMA:

Leia mais

JUQUERIQUERÊ. Palavras-chave Rios, recursos hídricos, meio-ambiente, poluição, questão indígena.

JUQUERIQUERÊ. Palavras-chave Rios, recursos hídricos, meio-ambiente, poluição, questão indígena. JUQUERIQUERÊ Resumo Neste breve documentário, um índio faz uma retrospectiva de como ele vivia na região do Rio Juqueriquerê, localizada no litoral norte do Estado de São Paulo. Em seu relato, compara

Leia mais

PROJETO DE ESTÁGIO CURSO: LICENCIATURA EM PEDAGOGIA DISCIPLINA: ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL CIRCUITO: 9 PERIODO: 5º

PROJETO DE ESTÁGIO CURSO: LICENCIATURA EM PEDAGOGIA DISCIPLINA: ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL CIRCUITO: 9 PERIODO: 5º PROJETO DE ESTÁGIO CURSO: LICENCIATURA EM PEDAGOGIA DISCIPLINA: ESTÁGIO SUPERVISIONADO NA EDUCAÇÃO INFANTIL CIRCUITO: 9 PERIODO: 5º Caro (a) aluno (a), Esta atividade, de caráter teórico-reflexivo, deverá

Leia mais

1 EDUCAÇÃO INFANTIL NATUREZA E SOCIEDADE O TEMPO PASSA... Guia Didático do Objeto Educacional Digital

1 EDUCAÇÃO INFANTIL NATUREZA E SOCIEDADE O TEMPO PASSA... Guia Didático do Objeto Educacional Digital Guia Didático do Objeto Educacional Digital NATUREZA E SOCIEDADE 1 EDUCAÇÃO INFANTIL O TEMPO PASSA... Este Objeto Educacional Digital (OED) está relacionado ao tema da Unidade 4 do Livro do Aluno. NATUREZA

Leia mais

O INGRESSO NA CARREIRA DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA NA PREFEITURA DE SÃO PAULO: Currículo e atuação docente

O INGRESSO NA CARREIRA DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA NA PREFEITURA DE SÃO PAULO: Currículo e atuação docente O INGRESSO NA CARREIRA DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA NA PREFEITURA DE SÃO PAULO: Currículo e atuação docente Leandro Pedro de Oliveira¹ INTRODUÇÃO A introdução à carreira docente tem sido objeto de

Leia mais

AS MOEDAS DO MUNDO. C a d a a t i v i d a d e p o d e s e i m p re s s a separadamente e realizada com as crianças em sala de aula ou em casa.

AS MOEDAS DO MUNDO. C a d a a t i v i d a d e p o d e s e i m p re s s a separadamente e realizada com as crianças em sala de aula ou em casa. 1 AS MOEDAS DO MUNDO Esse é um livro de atividades para crianças. O objetivo proposto é aproveitarmos o período e empolgação das crianças com a Copa do Mundo de Futebol para propiciar aprendizado e maior

Leia mais

Gênero: Temas Transversais e o Ensino de História

Gênero: Temas Transversais e o Ensino de História Gênero: Temas Transversais e o Ensino de História Thayane Lopes Oliveira 1 Resumo: O tema Relações de gênero compõe o bloco de Orientação Sexual dos temas transversais apresentados nos parâmetros curriculares

Leia mais

Por dentro da bola e os estádios

Por dentro da bola e os estádios 1 de 5 02-06-2014 11:37 Por dentro da bola e os estádios Leve a turma a descobrir e entender a evolução tecnológica do futebol Com apuração de Larissa Teixeira. Editado por Ana Ligia Scachetti < < Página

Leia mais

DANÇA NO CONTEXTO ESCOLAR: QUANDO A RELIGIOSIDADE ATRAVESSA A PRÁTICA.

DANÇA NO CONTEXTO ESCOLAR: QUANDO A RELIGIOSIDADE ATRAVESSA A PRÁTICA. DANÇA NO CONTEXTO ESCOLAR: QUANDO A RELIGIOSIDADE ATRAVESSA A PRÁTICA. Amanda Pathiely Serrânia Faria UFG/FEFD 1 Orientador e Coautor: Prof. Dr. Alexandre Ferreira UFG/FEFD 2 Graduanda do curso de Licenciatura

Leia mais

DITADURA, EDUCAÇÃO E DISCIPLINA: REFLEXÕES SOBRE O LIVRO DIDÁTICO DE EDUCAÇÃO MORAL E CÍVICA

DITADURA, EDUCAÇÃO E DISCIPLINA: REFLEXÕES SOBRE O LIVRO DIDÁTICO DE EDUCAÇÃO MORAL E CÍVICA DITADURA, EDUCAÇÃO E DISCIPLINA: REFLEXÕES SOBRE O LIVRO DIDÁTICO DE EDUCAÇÃO MORAL E CÍVICA Rafael Nóbrega Araújo, graduando em História (UEPB) e-mail: rafaelnobreg@hotmail.com Patrícia Cristina Aragão,

Leia mais

A prática da Educação Patrimonial:

A prática da Educação Patrimonial: A prática da Educação Patrimonial: uma experiência no município de Restinga Sêca / RS HELIANA DE MORAES ALVES E LAURO CÉSAR FIGUEIREDO Introdução O presente trabalho é um breve relato sobre uma prática

Leia mais

Entre rezas, lágrimas, suor, menstruação e chulé: o futebol feminino em foco

Entre rezas, lágrimas, suor, menstruação e chulé: o futebol feminino em foco Entre rezas, lágrimas, suor, menstruação e chulé: o futebol feminino em foco Mariane da Silva Pisani Universidade de São Paulo, São Paulo, São Paulo, Brasil DOI 10.11606/issn.2316-9133.v24i24p338-347 Existem

Leia mais

BANDEIRAS EUROPÉIAS: CORES E SÍMBOLOS (PORTUGAL)

BANDEIRAS EUROPÉIAS: CORES E SÍMBOLOS (PORTUGAL) BANDEIRAS EUROPÉIAS: CORES E SÍMBOLOS (PORTUGAL) Resumo A série apresenta a formação dos Estados europeus por meio da simbologia das cores de suas bandeiras. Uniões e cisões políticas ocorridas ao longo

Leia mais

NO CAMPO DO ADVERSÁRIO: FUTEBOL E IDENTIDADE NACIONAL NOS ANOS 1960. Palavras-chave: História política, futebol, propaganda política.

NO CAMPO DO ADVERSÁRIO: FUTEBOL E IDENTIDADE NACIONAL NOS ANOS 1960. Palavras-chave: História política, futebol, propaganda política. Revista Eletrônica Novo Enfoque, ano 2013, v. 17, n. 17, p. 173 177 NO CAMPO DO ADVERSÁRIO: FUTEBOL E IDENTIDADE NACIONAL NOS ANOS 1960. Raphael Graciano Barroso 1 Renato Soares Coutinho 2 Palavras-chave:

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ARTICULAÇÃO PEDAGÓGICA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO BÁSICA

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ARTICULAÇÃO PEDAGÓGICA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO BÁSICA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ARTICULAÇÃO PEDAGÓGICA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO BÁSICA Curitiba, 13 de março de 2015. Orientação referente aos Programas de Ampliação

Leia mais

GEOGRAFIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS. 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. FAÇA LETRA LEGÍVEL. Duração desta prova: TRÊS HORAS.

GEOGRAFIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS. 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. FAÇA LETRA LEGÍVEL. Duração desta prova: TRÊS HORAS. 2 a Etapa GEOGRAFIA SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS Leia atentamente o CARTAZ sobre ELIMINAÇÃO AUTOMÁTICA, afixado na parede da sala, à sua frente, e as instruções que se

Leia mais

Projeto Pedagógico do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em. na modalidade presencial

Projeto Pedagógico do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em. na modalidade presencial Projeto Pedagógico do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Educação Ambiental e Geografia do Semiárido na modalidade presencial Projeto Pedagógico do Curso de Pós- Graduação Lato Sensu em Educação Ambiental

Leia mais

Racismo no Futebol. Juliana Garcia (UFRJ) pesquisadores da História e das Ciências Sociais que analisam a manifestação social e

Racismo no Futebol. Juliana Garcia (UFRJ) pesquisadores da História e das Ciências Sociais que analisam a manifestação social e Racismo no Futebol Juliana (UFRJ) SILVA, Carlos Alberto; VOTRE, Sebastião: Racismo no Futebol. Rio de Janeiro: HP Comunicação Editora, 2006. A relação entre futebol e sociedade é um tema amplamente discutido

Leia mais

3 MILHÕES 21,7 MILHÕES 19 MILHÕES 213,9 MILHÕES DE LEITORES IMPACTADOS PELA COBERTURA DO GLOBO E DO EXTRA

3 MILHÕES 21,7 MILHÕES 19 MILHÕES 213,9 MILHÕES DE LEITORES IMPACTADOS PELA COBERTURA DO GLOBO E DO EXTRA 3 MILHÕES DE LEITORES IMPACTADOS PELA COBERTURA DO GLOBO E DO EXTRA 21,7 MILHÕES DE VISITANTES ÚNICOS POR MÊS NO SITE DO GLOBO 19 MILHÕES DE VISITANTES ÚNICOS POR MÊS NO SITE DO EXTRA ONLINE 213,9 MILHÕES

Leia mais

O PERMEAR HISTÓRICO DA EDUCAÇÃO FÍSICA E SEUS DESAFIOS ATUAIS. MORAIS, Suzianne 1 VILLELA, Pollyana 2

O PERMEAR HISTÓRICO DA EDUCAÇÃO FÍSICA E SEUS DESAFIOS ATUAIS. MORAIS, Suzianne 1 VILLELA, Pollyana 2 O PERMEAR HISTÓRICO DA EDUCAÇÃO FÍSICA E SEUS DESAFIOS ATUAIS MORAIS, Suzianne 1 VILLELA, Pollyana 2 RESUMO: Este trabalho tem como propósito apresentar e analisar o percurso histórico e cultural que a

Leia mais

Biodanza. Para Crianças e Jovens. Manuela Mestre Robert

Biodanza. Para Crianças e Jovens. Manuela Mestre Robert Biodanza Para Crianças e Jovens Manuela Mestre Robert FICHA TÉCNICA: TÍTULO Biodanza para Crianças e Jovens AUTORIA Manuela Mestre Robert Manuela Mestre Robert, 2008 CAPA Crianças do 1º ciclo do Ensino

Leia mais

Projeto. Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA?

Projeto. Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA? Projeto Pedagógico QUEM MEXEU NA MINHA FLORESTA? 1 Projeto Pedagógico Por Beatriz Tavares de Souza* Apresentação O livro tem como tema o meio ambiente em que mostra o homem e a destruição da natureza,

Leia mais

Aluno: Carolina Terra Quirino da Costa Orientador: Irene Rizzini

Aluno: Carolina Terra Quirino da Costa Orientador: Irene Rizzini Primeira infância no Brasil urbano. Análise das políticas públicas voltadas à promoção do direito ao desenvolvimento integral de crianças de 0 a 6 anos 1 Aluno: Carolina Terra Quirino da Costa Orientador:

Leia mais

PROJETO DO CURSO INICIAÇÃO AO SERVIÇO PÚBLICO

PROJETO DO CURSO INICIAÇÃO AO SERVIÇO PÚBLICO Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense PROJETO DO CURSO INICIAÇÃO AO SERVIÇO PÚBLICO Pró-reitoria de Desenvolvimento Humano e Social - PRODHS

Leia mais

A ditadura civil-militar brasileira através das artes: uma experiência com alunos do ensino médio no Colégio de Aplicação

A ditadura civil-militar brasileira através das artes: uma experiência com alunos do ensino médio no Colégio de Aplicação A ditadura civil-militar brasileira através das artes: uma experiência com alunos do ensino médio no Colégio de Aplicação Beatrice Rossotti rossottibeatrice@gmail.com Instituto de História, 9º período

Leia mais

GUIA DO ESTAGIÁRIO CURSO SUPERIOR

GUIA DO ESTAGIÁRIO CURSO SUPERIOR GUIA DO ESTAGIÁRIO CURSO SUPERIOR FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE CURSO SUPERIOR EM BACHAREL EM SITEMAS DE INFORMAÇÃO 1 Faculdade de Tecnologia de São Vicente Av. Presidente Wilson, 1013 Centro

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CLAUDIOMAR PINHEIRO DA SILVA A EVOLUÇÃO TECNOLÓGICA DAS MÍDIAS NA ESCOLA PÚBLICA.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CLAUDIOMAR PINHEIRO DA SILVA A EVOLUÇÃO TECNOLÓGICA DAS MÍDIAS NA ESCOLA PÚBLICA. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CLAUDIOMAR PINHEIRO DA SILVA A EVOLUÇÃO TECNOLÓGICA DAS MÍDIAS NA ESCOLA PÚBLICA. CURITIBA 2015 CLAUDIOMAR PINHEIRO DA SILVA A EVOLUÇÃO TECNOLÓGICA DAS MÍDIAS NA ESCOLA PÚBLICA.

Leia mais

Abordagens Matemáticas e Estatísticas para o Futebol

Abordagens Matemáticas e Estatísticas para o Futebol Universidade Estadual de Campinas UNICAMP Abordagens Matemáticas e Estatísticas para o Futebol Aluna: Juliana Mayumi Aoki Orientador: Laércio Luis Vendite Identificação do trabalho Título Abordagens Matemáticas

Leia mais

Metodologia. Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online.

Metodologia. Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online. Mulheres e Futebol Sophia Mind A Sophia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado é a empresa do grupo de comunicação feminina Bolsa de Mulher voltada para pesquisa e inteligência de mercado. Cem por cento

Leia mais

ORIENTAÇÕES E NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC

ORIENTAÇÕES E NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC ORIENTAÇÕES E NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC Escola Técnica Estadual Profº Massuyuki Kawano 2 Introdução O Trabalho de Conclusão de Curso TCC é requisito essencial e obrigatório

Leia mais

Reflexões sobre o público no Campeonato Brasileiro de 2007

Reflexões sobre o público no Campeonato Brasileiro de 2007 Reflexões sobre o público no Campeonato Brasileiro de 2007 Este artigo é um complemento do estudo É disso que o povo gosta Uma análise sobre demanda no futebol brasileiro e as razões que levam público

Leia mais

NAP NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO I

NAP NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO I NAP NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO I EDUCADORA: SILVANA CAMURÇA DISCIPLINA: PORTUGUÊS EDUCANDO: Nº. ANO TURMA: DATA: / / TRIMESTRE: II REVISÃO GERAL PARA A PARCIAL SOM DO /S/ - FAMÍLIA DE PALAVRAS DERIVADAS

Leia mais

ALUNOS SURDOS E INTÉRPRETES OUVINTES NA PERSPECTIVA DA INCLUSÃO COMO PRÁTICA DISCURSIVA

ALUNOS SURDOS E INTÉRPRETES OUVINTES NA PERSPECTIVA DA INCLUSÃO COMO PRÁTICA DISCURSIVA 00929 ALUNOS SURDOS E INTÉRPRETES OUVINTES NA PERSPECTIVA DA INCLUSÃO COMO PRÁTICA DISCURSIVA SANTOS, Joaquim Cesar Cunha dos 1 Universidade Federal do Espírito Santo UFES NOGUEIRA, Fernanda dos Santos

Leia mais

Fernandinho, jogador do Shakhtar Donetsk da Ucrânia, de férias em Londrina, concede entrevista exclusiva, em sua visita a Arena Futsal:

Fernandinho, jogador do Shakhtar Donetsk da Ucrânia, de férias em Londrina, concede entrevista exclusiva, em sua visita a Arena Futsal: Fernandinho, jogador do Shakhtar Donetsk da Ucrânia, de férias em Londrina, concede entrevista exclusiva, em sua visita a Arena Futsal: 1) Arena Futsal: Conte um pouco da sua trajetória no futebol, desde

Leia mais

Universidade de São Paulo. Palavras-chave: Ciência/Tecnologia/Sociedade (CTS); Experimentação; Ensino Contextualizado; Água do Mar.

Universidade de São Paulo. Palavras-chave: Ciência/Tecnologia/Sociedade (CTS); Experimentação; Ensino Contextualizado; Água do Mar. ÁGUA DO MAR COMO FONTE DE MATÉRIAS PRIMAS E CONHECIMENTOS EM QUÍMICA ABORDANDO A INTERFACE CIÊNCIA/TECNOLOGIA/SOCIEDADE DE FORMA CONTEXTUALIZADA NO ENSINO MÉDIO Erivanildo Lopes da Silva (FM) 1 erilopes@iq.usp.br

Leia mais

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE ESTÁGIO DA SMS-RIO

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE ESTÁGIO DA SMS-RIO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE ESTÁGIO DA SMS-RIO Nome do aluno (apenas as letras iniciais em maiúscula) - Arial 12, sem negrito Título em arial 14, espaçamento 1,5, apenas a primeira letra em caixa alta, negrito

Leia mais

BEM-VINDA!! WWW.BOLSADEIDEASDENEGOCIO.COM

BEM-VINDA!! WWW.BOLSADEIDEASDENEGOCIO.COM BEM-VINDA!! Meu nome é Ives Lopes e eu sou a autora deste guia 22 ideias de negócios para começar já. Vê essa foto? Sou eu em minha Esmalteria, a Eva Nail Club. Foi um sucesso enquanto durou, mas infelizmente

Leia mais

Guia de Acesso para os Cursos Online

Guia de Acesso para os Cursos Online Sumário Apresentação... 3 1. Como saber qual disciplina faz parte do meu Módulo?... 4 2. Como saber a ordem das aulas que devo assistir?... 6 3. Como faço para assistir aos vídeos e visualizar os materiais

Leia mais

JONAS RIBEIRO. ilustrações de Suppa

JONAS RIBEIRO. ilustrações de Suppa JONAS RIBEIRO ilustrações de Suppa Suplemento do professor Elaborado por Camila Tardelli da Silva Deu a louca no guarda-roupa Supl_prof_ Deu a louca no guarda roupa.indd 1 02/12/2015 12:19 Deu a louca

Leia mais

DAS PELADAS À COPA DO MUNDO

DAS PELADAS À COPA DO MUNDO DAS PELADAS À COPA DO MUNDO PAIXÃO MUNDIAL Quando o futebol começou no Brasil, há pouco mais de 100 anos, não havia muitos praticantes. Não existiam estádios como os de hoje e muito menos divulgação pela

Leia mais

Ensino Religioso e Neutralidade Religiosa: conciliação sem favoritismo

Ensino Religioso e Neutralidade Religiosa: conciliação sem favoritismo Ensino Religioso e Neutralidade Religiosa: conciliação sem favoritismo Paulo Ricardo Rocha Caproni (2014) Contém nota pedagógica A identidade religiosa do povo brasileiro é multifacetada, fruto de influências

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA UMA PROPOSTA PEDAGÓGICA PARA O ENSINO DE GEOGRAFIA 1

SEQUÊNCIA DIDÁTICA UMA PROPOSTA PEDAGÓGICA PARA O ENSINO DE GEOGRAFIA 1 SEQUÊNCIA DIDÁTICA UMA PROPOSTA PEDAGÓGICA PARA O ENSINO DE GEOGRAFIA 1 QUEIROZ, Antônia Márcia Duarte Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais- IFSULDEMINAS Universidade

Leia mais

Nossas Claudias, nossos Amarildos

Nossas Claudias, nossos Amarildos Universidade Federal do Espírito Santo Vitória/Espírito Santo Aluna: Jéssyka Bernardone Saquetto (27) 99775-3657 E-mail jbsaquetto@gmail.com Aluna: Laís Rocio de Mello (27) 99835-5099 E-mail laismrocio@gmail.com

Leia mais

O que é esse produto? Qual é a marca do produto? Que quantidade de produto há na embalagem? Em que país foi feito o produto?

O que é esse produto? Qual é a marca do produto? Que quantidade de produto há na embalagem? Em que país foi feito o produto? RÓTULOS Rótulo é toda e qualquer informação referente a um produto que esteja transcrita em sua embalagem. O Rótulo acaba por ser uma forma de comunicação visual, podendo conter a marca do produto e informações

Leia mais

Projeto Visibilidade UFG

Projeto Visibilidade UFG RELATÓRIO ANUAL ASCOM UFG 2014 Projeto Visibilidade UFG Criado em Janeiro de 2014, o Projeto Visibilidade UFG é uma iniciativa integrada das áreas de Relações Públicas e Jornalismo da Assessoria de Comunicação,

Leia mais

DESENVOLVIMENTO E ORGANIZA- ÇÃO DO TRABALHO CIENTÍFICO. META Descrever como proceder para melhor elaborar e organizar um trabalho científico.

DESENVOLVIMENTO E ORGANIZA- ÇÃO DO TRABALHO CIENTÍFICO. META Descrever como proceder para melhor elaborar e organizar um trabalho científico. DESENVOLVIMENTO E ORGANIZA- ÇÃO DO TRABALHO CIENTÍFICO Aula 3 META Descrever como proceder para melhor elaborar e organizar um trabalho científico. OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno(a) deverá: ler

Leia mais

Cópia autorizada. II

Cópia autorizada. II II Sugestões de avaliação História 9 o ano Unidade 7 5 Unidade 7 Nome: Data: 1. As sentenças a seguir se referem ao segundo governo de Getúlio Vargas. Marque V nas sentenças verdadeiras e F nas falsas.

Leia mais

Evolução Histórica e Tática do Futebol

Evolução Histórica e Tática do Futebol Evolução Histórica e Tática do Futebol Prof. Mst. Sandro de Souza O Campo 1 Os Jogadores Posicionados de acordo com a região do campo DEFESA MEIO-CAMPO ATAQUE ZAGUEIROS Defensores Backs MÉDIOS Armadores

Leia mais

CENÁRIOS DA PAISAGEM URBANA TRANSFORMAÇÕES DA PAISAGEM DA CIDADE DE SÃO PAULO

CENÁRIOS DA PAISAGEM URBANA TRANSFORMAÇÕES DA PAISAGEM DA CIDADE DE SÃO PAULO ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO NÚCLEO DE AÇÃO EDUCATIVA O(S) USO(S) DE DOCUMENTOS DE ARQUIVO EM SALA DE AULA BRUNA EVELIN LOPES SANTOS CENÁRIOS DA PAISAGEM URBANA TRANSFORMAÇÕES DA PAISAGEM DA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA RITA DO SAPUCAÍ PROJETO DE EDUCAÇÃO PATRIMONIAL OFICINAS DE EDUCAÇÃO PATRIMONIAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA RITA DO SAPUCAÍ PROJETO DE EDUCAÇÃO PATRIMONIAL OFICINAS DE EDUCAÇÃO PATRIMONIAL PROJETO DE EDUCAÇÃO PATRIMONIAL OFICINAS DE EDUCAÇÃO PATRIMONIAL 2 de 7 SUMÁRIO Apresentação...03 Justificativa...03 Público Alvo...03 Objetivos...04 Metodologia...04 Cronograma...06 Orçamento...06 Produtos...06

Leia mais

1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015

1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015 1º Domingo de Agosto Primeiros Passos 02/08/2015 JESUS ESTÁ COMIGO QUANDO SOU DESAFIADO A CRESCER! OBJETIVO - Saber que sempre que são desafiados a crescer ou assumir responsabilidades, Jesus está com

Leia mais

Dicas para você trabalhar o livro Mamãe, como eu nasci? com seus alunos.

Dicas para você trabalhar o livro Mamãe, como eu nasci? com seus alunos. Dicas para você trabalhar o livro Mamãe, como eu nasci? com seus alunos. Caro professor, Este link do site foi elaborado especialmente para você, com o objetivo de lhe dar dicas importantes para o seu

Leia mais

Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc

Como citar este artigo Número completo Mais artigos Home da revista no Redalyc Diálogos - Revista do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação em História ISSN: 1415-9945 rev-dialogos@uem.br Universidade Estadual de Maringá Brasil Castanho, Sandra Maria POLÍTICA E LUTAS

Leia mais

Vá para a página 1 para ter um exemplo

Vá para a página 1 para ter um exemplo Curumatara: de volta à floresta é um livro jogo, ou seja, uma história em que o leitor é o personagem principal e pode decidir o que dizer e fazer a cada página. Esse personagem é uma criança de dez a

Leia mais

Introdução. instituição. 1 Dados publicados no livro Lugar de Palavra (2003) e registro posterior no banco de dados da

Introdução. instituição. 1 Dados publicados no livro Lugar de Palavra (2003) e registro posterior no banco de dados da Introdução O interesse em abordar a complexidade da questão do pai para o sujeito surgiu em minha experiência no Núcleo de Atenção à Violência (NAV), instituição que oferece atendimento psicanalítico a

Leia mais

ações de cidadania Atendimento direto ECE-SP recebe a comunidade com equipe qualificada e atividades orientadas Revista Linha Direta

ações de cidadania Atendimento direto ECE-SP recebe a comunidade com equipe qualificada e atividades orientadas Revista Linha Direta ações de cidadania Atendimento direto ECE-SP recebe a comunidade com equipe qualificada e atividades orientadas Valéria Araújo Quando crianças, adolescentes, jovens e familiares do distrito da Brasilândia

Leia mais

PMBoK Comentários das Provas TRE-PR 2009

PMBoK Comentários das Provas TRE-PR 2009 PMBoK Comentários das Provas TRE-PR 2009 Comentário geral: As provas apresentaram grau de dificuldade médio. Não houve uma preocupação da banca em aprofundar os conceitos ou dificultar a interpretação

Leia mais

DIVERSIDADE CULTURAL, UM DESAFIO CONSTANTE DE CIDADANIA E CONSCIÊNCIA NO AMBIENTE ESCOLAR: APOIO TEÓRICO-PRÁTICO

DIVERSIDADE CULTURAL, UM DESAFIO CONSTANTE DE CIDADANIA E CONSCIÊNCIA NO AMBIENTE ESCOLAR: APOIO TEÓRICO-PRÁTICO DIVERSIDADE CULTURAL, UM DESAFIO CONSTANTE DE CIDADANIA E CONSCIÊNCIA NO AMBIENTE ESCOLAR: APOIO TEÓRICO-PRÁTICO Jessé Gonçalves Cutrim 1 RESUMO: Trata-se de um ensaio propositivo sobre Diversidade Cultural

Leia mais

ELEMENTOS DA PRÁTICA PEDAGÓGICA. A Organização do Trabalho Pedagógico da Escola

ELEMENTOS DA PRÁTICA PEDAGÓGICA. A Organização do Trabalho Pedagógico da Escola ELEMENTOS DA PRÁTICA PEDAGÓGICA A Organização do Trabalho Pedagógico da Escola Tudo o que os alunos e alunas aprendem mediante um modelo de ensino e aprendizagem específico é determinado por variáveis

Leia mais

Título: O EAD no Serviço Social e suas implicações para a implementação do Projeto de Formação Profissional.

Título: O EAD no Serviço Social e suas implicações para a implementação do Projeto de Formação Profissional. ROTEIRO PALESTRA SEMINÁRIO SOBRE EAD DATA: 29/06/2011 LOCAL: BRASÍLIA Título: O EAD no Serviço Social e suas implicações para a implementação do Projeto de Formação Profissional. O mote de minha palestra

Leia mais

Práxis, Pré-vestibular Popular: Constante luta pela Educação Popular

Práxis, Pré-vestibular Popular: Constante luta pela Educação Popular Práxis, Pré-vestibular Popular: Constante luta pela Educação Popular Graziele Pissollatto da Costa, UFSM Ana Carolina Machado, UFSM Roberto Lopes do Nascimento Filho, UFSM Toni Pissollatto da Costa, UFSM

Leia mais

Sonara Gonçalves Silva 1. Karen Pirola 2. Júlia Raquel Peterle Pereira 3. Maria Geralda Oliver Rosa 4

Sonara Gonçalves Silva 1. Karen Pirola 2. Júlia Raquel Peterle Pereira 3. Maria Geralda Oliver Rosa 4 Avaliação do uso de jogos didáticos como auxílio para o ensino de Química: uma experiência didática do PIBID na Escola Irmã Maria Horta Sonara Gonçalves Silva 1 Karen Pirola 2 Júlia Raquel Peterle Pereira

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL 2014

PLANEJAMENTO ANUAL 2014 PLANEJAMENTO ANUAL 2014 Disciplina: ATUALIDADES Período: Anual Professor: INÊS PEREIRA Série e segmento: 3º ENSINO MÉDIO NOTA: Por se tratar de uma disciplina cujos assuntos permeiam as transformações

Leia mais

O time também conta com a volta de jogadores que vinham se recuperando de lesão, que é o caso do atacante Marciano e do zagueiro Alex Mineiro.

O time também conta com a volta de jogadores que vinham se recuperando de lesão, que é o caso do atacante Marciano e do zagueiro Alex Mineiro. Depois da conquista da edição 2011 do campeonato mato-grossense no dia 24 de abril, a equipe do Cuiabá Esporte Clube ficou um mês de recesso e retornou aos trabalhos no dia 23 de maio mantendo a maioria

Leia mais

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu Mestrado Profissional em Ensino de Ciências Campus Nilópolis Ana Paula Inacio Diório AS MÍDIAS

Leia mais

O Brasil. na era da ditadura. Memória em foco

O Brasil. na era da ditadura. Memória em foco Foto: Breno Mendes O Brasil na era da ditadura Agradecimento ao site http://memoriasoswaldohernandez.blogspot.com.br/, de onde as imagens e as informações para as legendas foram retiradas. Com a suposta

Leia mais

Jornal Mural do Turista: estruturando alternativas para a informação 1

Jornal Mural do Turista: estruturando alternativas para a informação 1 Jornal Mural do Turista: estruturando alternativas para a informação 1 Thaís Holanda PRACIANO 2 Alejandro Vivanco SEPÚLVEDA 3 Universidade de Fortaleza, Fortaleza, CE RESUMO Produzido por alunos estagiários

Leia mais

A HISTÓRIA DE UMA INSTITUIÇÃO ESCOLAR DE CUNHO MILITAR: O COLÉGIO BRIGADEIRO NEWTON BRAGA

A HISTÓRIA DE UMA INSTITUIÇÃO ESCOLAR DE CUNHO MILITAR: O COLÉGIO BRIGADEIRO NEWTON BRAGA A HISTÓRIA DE UMA INSTITUIÇÃO ESCOLAR DE CUNHO MILITAR: O COLÉGIO BRIGADEIRO NEWTON BRAGA Jussara Cassiano Nascimento Universidade Católica de Petrópolis UCP professorajussara@yahoo.com.br I- INTRODUÇÃO

Leia mais

A EBSERH e os Recursos Humanos

A EBSERH e os Recursos Humanos Informativo do Hospital das Clínicas da UFMG - Janeiro de 2013 ano XVIII n 288 Boletim do HC Foto: Arquivo Assessoria de Comunicação do HC/UFMG A EBSERH e os Recursos Humanos Esclareça as suas dúvidas

Leia mais

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha Ensino Fundamental Turma: PROJETO INTERPRETA AÇÂO (INTERPRETAÇÃO) Nome do (a) Aluno (a): Professor (a): DISCIPLINA:

Leia mais

O Almoço 1. Taísa SZABATURA 2 Laura SELIGMAN 3 Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, SC

O Almoço 1. Taísa SZABATURA 2 Laura SELIGMAN 3 Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, SC O Almoço 1 Taísa SZABATURA 2 Laura SELIGMAN 3 Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí, SC RESUMO "O Almoço" é crônica que aborda a realidade de um aposentado em uma cidade litorânea. Insipirada na música

Leia mais

Art. 1º Definir o ensino de graduação na UNIVILLE e estabelecer diretrizes e normas para o seu funcionamento. DA NATUREZA

Art. 1º Definir o ensino de graduação na UNIVILLE e estabelecer diretrizes e normas para o seu funcionamento. DA NATUREZA UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 07/04 Define o ensino de graduação na UNIVILLE e estabelece diretrizes e normas para seu funcionamento.

Leia mais

NOME DO ALUNO. TÍTULO DO TRABALHO FINAL DE CURSOS Projeto de Pesquisa

NOME DO ALUNO. TÍTULO DO TRABALHO FINAL DE CURSOS Projeto de Pesquisa NOME DO ALUNO TÍTULO DO TRABALHO FINAL DE CURSOS Projeto de Pesquisa Projeto de Pesquisa apresentado como exigência parcial para aprovação na disciplina Metodologia da Pesquisa no Curso de Pós-Graduação

Leia mais

DA FINALIDADE: Homens só poderão substituir homens e mulheres só poderão substituir mulheres.

DA FINALIDADE: Homens só poderão substituir homens e mulheres só poderão substituir mulheres. DA FINALIDADE: Art. 1º - Os JOGOS DE VERÃO ARCO SPM 2013 MODALIDADE VOLEIBOL 4X4, tem como finalidade principal, promover o congraçamento das equipes e o aumento da adesão à prática de exercícios físicos

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2009 (de autoria do Senador Pedro Simon)

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2009 (de autoria do Senador Pedro Simon) 1 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2009 (de autoria do Senador Pedro Simon) Acrescenta e altera dispositivos na Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, para incluir no ensino fundamental e médio, e nos

Leia mais

RECREAÇÃO: MEIO DE SOCIALIZAÇÃO

RECREAÇÃO: MEIO DE SOCIALIZAÇÃO RECREAÇÃO: MEIO DE SOCIALIZAÇÃO Telma Lucia Aglio GARCIA 1 Ana Paula Santana GIROTO 2 RESUMO: O objetivo deste estudo foi analisar como as atividades recreativas podem proporcionar às crianças fatores

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL COMEÇA NA ESCOLA: COMO O LIXO VIRA BRINQUEDO NA REDE PÚBLICA EM JUAZEIRO DO NORTE, NO SEMIÁRIDO CEARENSE

EDUCAÇÃO AMBIENTAL COMEÇA NA ESCOLA: COMO O LIXO VIRA BRINQUEDO NA REDE PÚBLICA EM JUAZEIRO DO NORTE, NO SEMIÁRIDO CEARENSE EDUCAÇÃO AMBIENTAL COMEÇA NA ESCOLA: COMO O LIXO VIRA BRINQUEDO NA REDE PÚBLICA EM JUAZEIRO DO NORTE, NO SEMIÁRIDO CEARENSE Emmanuelle Monike Silva Feitosa 1 Celme Torres Ferreira da Costa 2 Niraldo Muniz

Leia mais

A FORMAÇÃO DO CONHECIMENTO EM DIREITOS HUMANOS PARA A EDUCAÇÃO

A FORMAÇÃO DO CONHECIMENTO EM DIREITOS HUMANOS PARA A EDUCAÇÃO A FORMAÇÃO DO CONHECIMENTO EM DIREITOS HUMANOS PARA A EDUCAÇÃO Resumo Jaderson Felisberto Valério 1 - PUCPR Reginaldo Rodrigues da Costa 2 - PUCPR Grupo de Trabalho - Didática: Teorias, Metodologias e

Leia mais

SIGNIFICADOS ATRIBUÍDOS ÀS AÇÕES DE FORMAÇÃO CONTINUADA DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DO RECIFE/PE

SIGNIFICADOS ATRIBUÍDOS ÀS AÇÕES DE FORMAÇÃO CONTINUADA DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DO RECIFE/PE SIGNIFICADOS ATRIBUÍDOS ÀS AÇÕES DE FORMAÇÃO CONTINUADA DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DO RECIFE/PE Adriele Albertina da Silva Universidade Federal de Pernambuco, adrielealbertina18@gmail.com Nathali Gomes

Leia mais

MARTINS, Carlos Benedito (org). Para onde vai a Pós-graduação em Ciências Sociais no Brasil. Bauru SP: Edusc, 2005. POR.

MARTINS, Carlos Benedito (org). Para onde vai a Pós-graduação em Ciências Sociais no Brasil. Bauru SP: Edusc, 2005. POR. Resenhas Trajetos da Pós-graduação em Ciências Sociais no Brasil MARTINS, Carlos Benedito (org). Para onde vai a Pós-graduação em Ciências Sociais no Brasil. Bauru SP: Edusc, 2005. POR Fabio Lanza 1 Aobra

Leia mais

PROJETO SOCIAL CITY PETRÓPOLIS: NOVOS HORIZONTES NA APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA

PROJETO SOCIAL CITY PETRÓPOLIS: NOVOS HORIZONTES NA APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA 369 PROJETO SOCIAL CITY PETRÓPOLIS: NOVOS HORIZONTES NA APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA Jorge Leonardo Garcia (Uni-FACEF) Sílvia Regina Viel Rodrigues (Uni-FACEF) O Ensino da Matemática Hoje As aulas típicas

Leia mais

5º Ano O amor é paciente. (I Coríntios 13:4 a)

5º Ano O amor é paciente. (I Coríntios 13:4 a) 5º Ano O amor é paciente. (I Coríntios 13:4 a) Roteiro Semanal de Atividades de Casa (06 a 10 de Maio 013) Desafio! 1) Agora, temos um desafio com formas geométricas. Observe. ) Complete a sequência seguindo

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE GEOGRAFIA 2º SEMESTRE

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE GEOGRAFIA 2º SEMESTRE ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE GEOGRAFIA 2º SEMESTRE Nome: Nº 6º ano Data: / / 2015 Professor: Olga / Joelson Nota: (valor: 2,0 1,0 para cada bimestre ) 2 semestre A - Introdução Neste semestre, sua pontuação

Leia mais

PLANO DE AULA:Futebol e Cultura da Paz - "Jogando para a Paz"

PLANO DE AULA:Futebol e Cultura da Paz - Jogando para a Paz PLANO DE AULA:Futebol e Cultura da Paz - "Jogando para a Paz" Educando para a Paz Nei Alberto Salles Filho Professor do Curso de Licenciatura em Educação Física da Universidade Estadual de Ponta Grossa

Leia mais

ATIVIDADE 02 A PRESERVAÇÃO DO NOSSO PATRIMÔNIO CULTURAL

ATIVIDADE 02 A PRESERVAÇÃO DO NOSSO PATRIMÔNIO CULTURAL ATIVIDADE 02 A PRESERVAÇÃO DO NOSSO PATRIMÔNIO CULTURAL O patrimônio cultural de uma comunidade é o conjunto de referências que compõem o seu dia-a-dia e fazem com que ela tenha uma memória e uma história

Leia mais

UM POSSÍVEL DIÁLOGO ENTRE FUTEBOL E GÊNERO NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA: O ESTÁGIO NUMA ESCOLA MUNICIPAL DE GOIÂNIA

UM POSSÍVEL DIÁLOGO ENTRE FUTEBOL E GÊNERO NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA: O ESTÁGIO NUMA ESCOLA MUNICIPAL DE GOIÂNIA UM POSSÍVEL DIÁLOGO ENTRE FUTEBOL E GÊNERO NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA: O ESTÁGIO NUMA ESCOLA MUNICIPAL DE GOIÂNIA Tiago Onofre da Silva 1 Rafael Santos Nunes 2 RESUMO: O presente artigo aborda o processo

Leia mais

Plano de Aulas AutoCAD 2011

Plano de Aulas AutoCAD 2011 Aula 1 Iniciar os alunos no uso do AutoCAD 2011. Capítulo 1 Introdução ao AutoCAD 2011 Capítulo 2 Área de Trabalho do AutoCAD 2011 Capítulo 3 Sistemas de Coordenadas no AutoCAD 2011 Computadores que possuam

Leia mais

Associação realiza o 1º Encontro de Pais e Responsáveis de 2015

Associação realiza o 1º Encontro de Pais e Responsáveis de 2015 PRINCIPAL: 1º Encontro de Pais e Responsáveis Visita ao Centro Cultural Marta Watts Educando recebe doações do Colégio Anglo Amistoso Preparatório Oficinas para a produção de ovos de Páscoa Campeonato

Leia mais

RELATÓRIO DE FORMAÇÃO DO PELC

RELATÓRIO DE FORMAÇÃO DO PELC RELATÓRIO DE FORMAÇÃO DO PELC I - IDENTIFICAÇÃO: Nome do Formador: KHELLEN CRISTINA PIRES CORREIA SOARES UF: PI Nome da Entidade: PREFEITURA MUNICIPAL DE ÁGUA BRANCA Número do convênio: 774170/2012 Projeto:

Leia mais

CURSO DE HISTÓRIA: EMENTAS DAS DISCIPLINAS NÍVEL I

CURSO DE HISTÓRIA: EMENTAS DAS DISCIPLINAS NÍVEL I CURSO DE HISTÓRIA: EMENTAS DAS DISCIPLINAS NÍVEL I 15201-04 Introdução ao Estudo da História Introdução ao estudo da constituição da História como campo de conhecimento, ao longo dos séculos XIX e XX,

Leia mais

PROPOSTA PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO II ENSINO DE CIÊNCIAS 2010

PROPOSTA PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO II ENSINO DE CIÊNCIAS 2010 PROPOSTA PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO II ENSINO DE CIÊNCIAS 2010 OBSERVAÇÃO NA ESCOLA Localização da Escola 29/03 16/04 Espaço Físico PPP e o Ensino de Ciências OBSERVAÇÃO NA SALA Relação Professor/Alunos

Leia mais

Palavras-chave: Educação Matemática; Interpretação de Gráficos; Didática e Ensino de Matemática.

Palavras-chave: Educação Matemática; Interpretação de Gráficos; Didática e Ensino de Matemática. UMA NOVA ABORDAGEM SOBRE GRÁFICOS COM O APOIO DE UM CAMPEONATO INTERCLASSE: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA EM UMA ESCOLA ESTADUAL DO MUNICÍPIO DE SANTO ANDRÉ-SP Marina Ludugério de Souza Universidade Federal

Leia mais

ANÁLISE DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA: REFLEXÕES INICIAIS ACERCA DA PRODUÇÃO DE 2006 A 2014

ANÁLISE DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA: REFLEXÕES INICIAIS ACERCA DA PRODUÇÃO DE 2006 A 2014 ANÁLISE DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA: REFLEXÕES INICIAIS ACERCA DA PRODUÇÃO DE 2006 A 2014 Jéssica Lino Borges 1 geminhas_lin@hotmail.com Ana Lúcia Cardoso 2 anc@unesc.net

Leia mais

Guia do Estagiário Curso Superior Faculdade de Tecnologia de São Vicente Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial (Mecatrônica)

Guia do Estagiário Curso Superior Faculdade de Tecnologia de São Vicente Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial (Mecatrônica) Guia do Estagiário Curso Superior Faculdade de Tecnologia de São Vicente Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial (Mecatrônica) Faculdade de Tecnologia de São Vicente Av Presidente Wilson,

Leia mais