UNIVERSIDADE PAULISTA CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE PAULISTA CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA"

Transcrição

1 , UNIVERSIDADE PAULISTA CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA MANUAL ESPECÍFICO Projeto Integrado Multidisciplinar II PIM II RECURSOS HUMANOS 2º semestre, turmas ingressantes em Agosto. São Paulo

2 PIM II PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Descrever o papel da área de Recursos Humanos em termos de seu significado e importância no alcance dos objetivos estratégicos. OBJETIVOS: Identificar o posicionamento que a área de RH ocupa na empresa; Identificar o modelo de gestão de pessoas adotado pela empresa; Reconhecer, por meio das políticas e práticas de H adotadas, os subsistemas de provisão (recrutamento e seleção) e desenvolvimento (planejamento estratégico de RH). DISCIPLINAS CONTEMPLADAS: BASE Gerenciamento de Pessoas Desenvolvimento de Recursos Humanos Suprimento de Mão de Obra COMPLEMENTAR Contabilidade Estatística Aplicada Dinâmica das Relações Interpessoais MATERIAL DE APOIO: Manual Geral do PIM; Conteúdo das aulas; FUNDAÇÃO PARA O PRÊMIO NACIONAL DE QUALIDADE. Critérios de Excelência Disponível em Normas monográficas da ABNT; Bibliografias a serem fornecidas pelo professor orientador do Projeto. 2

3 FOCO DO PROJETO PIM O grupo deverá escolher e analisar uma organização no mercado, com o objetivo de descrever a atuação da área de recursos humanos. O grupo deve desenvolver o trabalho de forma a atender os seguintes aspectos: 1. Descrição da Organização 1.1 Denominação e forma de constituição. 1.2 Dados e fatos relevantes da origem da organização. 1.3 Natureza e ramo de atuação. 1.4 Informações sobre o porte da empresa. 1.5 Principais equipamentos. 1.6 Composição da força de trabalho, incluindo quantidade de pessoas, percentuais por nível de escolaridade, por níveis de chefia ou gerenciais, por regime jurídico de vínculo. 1.7 Principais produtos. 1.8 Denominação dos principais tipos de fornecedores, principais insumos, matériasprimas e serviços por eles fornecidos. 1.9 Principais mercados e, nos ramos de atuação, principais segmentos desses mercados onde se encontram os clientes alvo O segmento de mercado do grupo no âmbito internacional O segmento de mercado do grupo no âmbito nacional: como surgiu o negócio no Brasil e como vem sendo a sua evolução até os dias atuais Principais concorrentes da organização e aspectos relevantes de cada um Organograma: destacar quem faz parte da Alta Direção e os diferentes elementos da estrutura organizacional. 2. Contabilidade Efetuar a análise da estrutura do balanço patrimonial e da demonstração do resultado do exercício, conforme Lei nº /07 da empresa escolhida. Utilizar as técnicas de análise dos demonstrativos contábeis para discutir a parte contábil do projeto. Balanço Patrimonial e Demonstração de Resultados do Exercício referentes ao último exercício social, respondendo as questões: Comentar a situação de liquidez da empresa, considerando-se apenas esses dois 3

4 grupos; Liquidez: geral imediata seca e corrente; Se a empresa aplica em ativo imobilizado, cite um exemplo; (terrenos, edificações, instalações, veículos, etc.). Grau de endividamento. Obs.: A administração da liquidez consiste em equiparar os prazos das dívidas com os prazos dos ativos e outros fluxos de caixa a fim de evitar a insolvência da empresa. A mensuração da liquidez é importante, pois apresenta a capacidade de a empresa gerar caixa suficiente para pagar seus fornecedores e credores. Importante: caso a empresa não disponibilize as informações reais para a elaboração do balanço, o aluno e/ou equipe, poderá utilizar dados fictícios. 3. Gerenciamento de Pessoas Ao abordar essa disciplina o aluno analisará a empresa e fará verificações quanto às teorias motivacionais, relacionando a prática empresarial com as teorias estudadas. Descrever como se dá a motivação na organização e qual o papel do líder na produtividade e no clima organizacional, discorrendo sobre a metodologia e eficácia do processo de pesquisa de clima na empresa estudada. Deve haver descrição e análise dos subsistemas de RH, e verificar se há função de staff da área de RH e como se dá. 4. Estatística Aplicada Mostrar a aplicabilidade de dados estatísticos em alguma área da empresa. Pode ser na folha de pagamento mostrando a participação da folha nas despesas totais, a participação de cada cargo ou área no total da folha. Pode ser na rotatividade de funcionários, mostrando a % de rotatividade da empresa em determinado período. A proporção de cada cargo dentro do todo, colocando os dados em gráficos e fazer uma leitura dos gráficos etc. Pode ser na análise de mercado mostrando os cálculos estatísticos na análise de participação de mercado participação de cada cliente ou setor em relação ao 4

5 total. Mostrando crescimento por segmento ou produto em determinado período, mostrando gráficos para análise. Pode ser analisando classificação ABC de estoque ou compras, dizendo o que os números mostram percentualmente, proporcionalmente etc. Pode ser analisando controle de qualidade, mostrando índice de defeitos ou de melhoria no passar do tempo, desvio padrão em controle de qualidade. Pode ser uma análise vertical ou horizontal de algum demonstrativo contábil, mostrando evolução, e como que a estatística pode auxiliar um gestor na tomada de decisão. Há um leque de opções, não precisa analisar todos os itens mencionados, a ideia é mostrar como que a disciplina pode auxiliar um gestor em tomada de decisões. É para fazer cálculos e completar com relatórios de possíveis decisões a serem tomadas com esses cálculos, inclusive com leitura de gráficos. Fazer pelo menos quatro cálculos e analisá-los. 5. Suprimento de Mão de Obra Explicar o que vem a ser planejamento de mão de obra, discorrer sobre sua importância e descrever a postura da empresa em relação a tal prática. Descrever os tipos de recrutamento e quais são utilizados pela organização estudada. Descrever o processo de seleção adotado pela empresa e comentar suas principais ferramentas e técnicas. Há avaliação do processo de recrutamento e seleção? Como é feito? Qual sua relevância? 6. Desenvolvimento de Recursos Humanos Identificar a importância da administração de Recursos Humanos no setor produtivo e de serviços, bem como a visão e as estratégias utilizadas pela empresa em sua área. Desenhar o organograma da empresa e identificar a atuação do RH, isto é, analisar o posicionamento quanto à atuação. O aluno deve comentar se o RH tem atuação estratégica, tática e/ou operacional e justificar apresentando características da empresa relacionadas aos conceitos. Descrever o modelo de gestão de pessoas utilizado pela empresa, comentando se há trabalho em equipe, referindo-se à qualidade das relações. 5

6 Comentar sobre o planejamento de pessoal encontrado na empresa, descrever e colocar suas impressões. Apresentar um planejamento estratégico para o desenvolvimento de recursos humanos para a empresa, isto é, trazer idéias para a atuação do RH, de forma a torná-lo estratégico e atuante. 7. Dinâmica das Relações Interpessoais O aluno deve analisar a gestão de pessoas na empresa, verificarem qual teoria motivacional se encaixa nas relações existentes na organização, isto é, de acordo com o que observou analisar qual ou quais dentre os autores estudados tem seu pensamento aplicado nas práticas da empresa em relação às pessoas. Deve verificar se os líderes são democráticos ou autocráticos, se dão feedback aos colaboradores e se administra conflitos de maneira a otimizar o trabalho em grupo. A empresa faz pesquisa de clima organizacional? Essa pesquisa é eficaz, traz resultados para a empresa? Para trabalhar tais conceitos é indispensável que o aluno, no desenvolvimento de seu trabalho, coloque as definições dos termos técnicos, para que o leitor consiga ter compreensão de toda a pesquisa e análises realizadas. Instruções para o desenvolvimento e apresentação O grupo deve, obrigatoriamente, observar as instruções que seguem abaixo: 1. Projeto Integrado Multidisciplinar PIM, cujo um dos objetivos é desenvolver no aluno a prática da realização de pesquisa científica, elaborando relatório conclusivo e suas ponderações; 2. O Projeto PIM será desenvolvido por grupo de 4 a 6 alunos. Os alunos devem ser da mesma sala de aula e devem pertencer à mesma modalidade de curso; 3. Os componentes do grupo serão orientados por um professor orientador do projeto, devendo seguir as instruções do Manual Geral do PIM e do Manual Específico de cada PIM, por semestre e por curso; 4. O Projeto PIM terá 100 horas para seu desenvolvimento e apresentação, divididas em: 30 horas para pesquisas e levantamento de dados sobre os objetos do Projeto; 6

7 60 horas para análises e relacionamento dos dados levantados para preparação e apresentação do Projeto escrito dentro das normas; 10 horas para preparação e apresentação do trabalho perante uma banca examinadora, se houver. Caso o trabalho não seja avaliado por uma banca examinadora, essas horas serão redistribuídas ou utilizadas para outras formas de apresentação (seminários; feiras, etc.). 5. A nota a ser atribuída ao PIM deverá levar em conta o trabalho escrito, apresentação oral ou outra atividade e a composição dessas notas, será calculada a média final do trabalho; 6. A nota do PIM terá peso 2,0 na constituição da média de todas as disciplinas do semestre, enquanto as notas bimestrais terão peso 4,0 cada uma; 7. Os grupos de projeto PIM terão um encontro semanal, com o professor orientador do PIM, conforme calendário disponibilizado pelo coordenador auxiliar do curso; 8. O professor orientador do PIM poderá rejeitar total ou parcialmente o trabalho apresentado em um encontro, observando as exigências de trabalhos complementares no campo observações da Ficha de Controle (disponível no Manual Geral do PIM), com o ciente de um dos alunos; 9. As Fichas de Controle deverão ficar em uma pasta em poder do professor orientador do PIM, que ao final do semestre será entregue ao coordenador auxiliar do curso, juntamente com o trabalho avaliado de cada grupo e demais informações; 10. Informações gerais e orientações de formatação, consultar o Manual Geral do PIM. Bons estudos! Coordenação do Curso 7

UNIVERSIDADE PAULISTA

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA Projeto Integrado Multidisciplinar III e IV Recursos Humanos Manual de orientações - PIM Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos 1.

Leia mais

Processos Gerenciais

Processos Gerenciais UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA Projeto Integrado Multidisciplinar III e IV Processos Gerenciais Manual de orientações - PIM Curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais. 1.

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA Projeto Integrado Multidisciplinar III e IV Logística Manual de orientações - PIM Curso Superior de Tecnologia em Logística. 1. Introdução Os Projetos

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA

UNIVERSIDADE PAULISTA UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA Projeto Integrado Multidisciplinar III e IV Marketing Manual de orientações - PIM Curso Superior de Tecnologia em Marketing. 1. Introdução Os Projetos

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA. Projeto Integrado Multidisciplinar I e II

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA. Projeto Integrado Multidisciplinar I e II UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA Projeto Integrado Multidisciplinar I e II Manual de orientações - PIM Cursos superiores de Tecnologia em: Gestão Ambiental, Marketing, Processos Gerenciais

Leia mais

Roteiro de Diagnóstico Descritivo para o ESA I

Roteiro de Diagnóstico Descritivo para o ESA I Roteiro de Diagnóstico Descritivo para o ESA I Seqüência das partes Capa (obrigatório) Lombada (opcional) Folha de rosto (obrigatório) ERRATA (opcional) TERMO DE AROVAÇÃO (obrigatório) Dedicatória(s) (opcional)

Leia mais

PIM V. Projeto Integrado Multidisciplinar

PIM V. Projeto Integrado Multidisciplinar PIM V Projeto Integrado Multidisciplinar PIM V - PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Propor a aplicação dos conhecimentos adquiridos nas disciplinas do semestre no funcionamento dos sistemas de Saúde

Leia mais

Legitimação dos conceitos face as práticas organizacionais; Oportunizar reflexão sobre as competências em desenvolvimento;

Legitimação dos conceitos face as práticas organizacionais; Oportunizar reflexão sobre as competências em desenvolvimento; 1 MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS INTEGRADORES CURSO SUPERIORES DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA (LOGÍSTICA) SÃO PAULO 2009 2 Introdução A prática pedagógica dos Cursos Superiores de Graduação

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS PIM II Projeto Integrado Multidisciplinar 2009 1 PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Descrever o papel da área de

Leia mais

RECURSOS HUMANOS PIM II. Projeto Integrado Multidisciplinar

RECURSOS HUMANOS PIM II. Projeto Integrado Multidisciplinar RECURSOS HUMANOS PIM II Projeto Integrado Multidisciplinar 1 PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Descrever o papel da área de Recursos Humanos em termos de seu significado e importância no alcance

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA. MANUAL ESPECÍFICO Projeto Integrado Multidisciplinar II PIM II

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA. MANUAL ESPECÍFICO Projeto Integrado Multidisciplinar II PIM II UNIVERSIDADE PAULISTA CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA MANUAL ESPECÍFICO Projeto Integrado Multidisciplinar II PIM II PROCESSOS GERENCIAIS 2º semestre, turmas ingressantes em Agosto. São Paulo 2011 1 PIM

Leia mais

RECURSOS HUMANOS PIM III. Projeto Integrado Multidisciplinar

RECURSOS HUMANOS PIM III. Projeto Integrado Multidisciplinar RECURSOS HUMANOS PIM III Projeto Integrado Multidisciplinar 1 PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Descrever o papel da área de Recursos Humanos em termos de seu significado e importância no alcance

Leia mais

GESTÃO EMPRESARIAL PIM II. Projeto Integrado Multidisciplinar

GESTÃO EMPRESARIAL PIM II. Projeto Integrado Multidisciplinar GESTÃO EMPRESARIAL PIM II Projeto Integrado Multidisciplinar PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Descrição e análise de práticas de gestão em empresas de médio porte. OBS: O Projeto deverá ser

Leia mais

REGULAMENTO PROJETOS INTERDISCIPLINARES

REGULAMENTO PROJETOS INTERDISCIPLINARES REGULAMENTO PROJETOS INTERDISCIPLINARES 1 1. DAS CARACTERÍSTICAS DO PROJETO INTERDISCIPLINAR Trata-se de unidade curricular que compõe o processo curricular dos Cursos de Graduação que possuem tal componente

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS. Causas de Fracasso:

PLANO DE NEGÓCIOS. Causas de Fracasso: PLANO DE NEGÓCIOS Causas de Fracasso: Falta de experiência profissional Falta de competência gerencial Desconhecimento do mercado Falta de qualidade dos produtos/serviços Localização errada Dificuldades

Leia mais

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude ANEXO V ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DA PROPOSTA DE TRABALHO Entende-se que o Programa de Trabalho é a demonstração do conjunto dos elementos necessários e suficientes, com nível de precisão adequada para caracterizar

Leia mais

MANUAL DE ELABORAÇÃO DOS RELATÓRIOS DE ESTÁGIO I E II E DO ARTIGO CIENTÍFICO DE ESTÁGIO II DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DO USJ - 2014-1

MANUAL DE ELABORAÇÃO DOS RELATÓRIOS DE ESTÁGIO I E II E DO ARTIGO CIENTÍFICO DE ESTÁGIO II DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DO USJ - 2014-1 MANUAL DE ELABORAÇÃO DOS RELATÓRIOS DE ESTÁGIO I E II E DO ARTIGO CIENTÍFICO DE ESTÁGIO II DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DO USJ - 2014-1 O Estágio Supervisionado apresenta-se como processo fundamental na vida

Leia mais

PROJETO INTEGRADOR II Alunos do Final do Módulo Organizacional

PROJETO INTEGRADOR II Alunos do Final do Módulo Organizacional PROJETO INTEGRADOR II Alunos do Final do Módulo Organizacional Cartilha de Orientação SUMÁRIO 1. Apresentação 2. Informações 2.1. Requisitos Específicos do Projeto Integrador II 2.2. Roteiro para elaboração

Leia mais

Disciplinas: Seminário de Pesquisa I na Linha de Formação Específica (LFE) e Trabalho de Curso I

Disciplinas: Seminário de Pesquisa I na Linha de Formação Específica (LFE) e Trabalho de Curso I UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA/PNAP 1 GUIA DE ESTUDOS Disciplinas: Seminário de Pesquisa

Leia mais

MANUAL DO PIM Programa de Integração com o Mercado

MANUAL DO PIM Programa de Integração com o Mercado MANUAL DO PIM Programa de Integração com o Mercado Curitiba 2015 Manual do PIM Regras Gerais 2 S U M Á R I O 1. O QUE É O PIM... 3 2. OBJETIVOS DO TRABALHO DE APLICAÇÃO TECNOLÓGICA... 3 3. CARACTERÍSTICAS

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA. MANUAL ESPECÍFICO Projeto Integrado Multidisciplinar II PIM II

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA. MANUAL ESPECÍFICO Projeto Integrado Multidisciplinar II PIM II UNIVERSIDADE PAULISTA CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA MANUAL ESPECÍFICO Projeto Integrado Multidisciplinar II PIM II LOGÍSTICA 2º semestre, turmas ingressantes em Agosto. São Paulo 2011 1 PIM II PROJETO

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GESTÃO EM PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GESTÃO EM PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GESTÃO EM PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS PIM Projeto Integrado Multidisciplinar 2009 1 PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Descrição e Análise de

Leia mais

Gestão em Sistemas de Saúde

Gestão em Sistemas de Saúde INSTITUTO NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES Inatel Competence Center Business School Gestão em Sistemas de Saúde Projeto Pedagógico de Curso de Extensão Curricular Aprovado no dia XX/XX/2013 Pró diretoria de

Leia mais

TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL

TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL PROJETO INTERDISCIPLINAR - 1º SEMESTRE AAP (Atividade Autônoma de Projeto) Jales 2016 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 2 2 FINALIDADE DO P.I. (PROJETO INTERDISCIPLINAR)... 3 3 PRESENÇA

Leia mais

FATEC EAD TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL PROJETO INTERDISCIPLINAR IV

FATEC EAD TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL PROJETO INTERDISCIPLINAR IV FATEC EAD TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL PROJETO INTERDISCIPLINAR IV SÃO PAULO 2016 Sumário 1. Introdução... 3 2. Finalidade do Projeto Interdisciplinar... 3 3. Disciplinas Contempladas... 4 4. Material

Leia mais

MANUAL DO CURSO ESPM. Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo - SP. Informações

MANUAL DO CURSO ESPM. Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo - SP. Informações MANUAL DO CURSO ESPM Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo - SP Informações Central de Relacionamento: (11) 5081-8200 (opção 1) Segunda a sexta 9h às 20h45 Sábado 9h às 12h45 relacionamentojt@espm.br

Leia mais

PROPOSTA PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO II ENSINO DE CIÊNCIAS 2010

PROPOSTA PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO II ENSINO DE CIÊNCIAS 2010 PROPOSTA PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO II ENSINO DE CIÊNCIAS 2010 OBSERVAÇÃO NA ESCOLA Localização da Escola 29/03 16/04 Espaço Físico PPP e o Ensino de Ciências OBSERVAÇÃO NA SALA Relação Professor/Alunos

Leia mais

O processo envolve quatro questões básicas:

O processo envolve quatro questões básicas: Planejamento de RH O planejamento de recursos humanos coleta e utiliza informações para apoiar as decisões sobre os investimentos que devem ser feitos com atividades de RH O processo envolve quatro questões

Leia mais

RECURSOS HUMANOS PIM IV. Projeto Integrado Multidisciplinar

RECURSOS HUMANOS PIM IV. Projeto Integrado Multidisciplinar RECURSOS HUMANOS PIM IV Projeto Integrado Multidisciplinar 1 PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Descrever o papel da área de Recursos Humanos em termos de seu significado e importância no alcance

Leia mais

Roteiro para elaboração do Relatório de Estágio Supervisionado do Curso de Bacharelado em Administração da AJES

Roteiro para elaboração do Relatório de Estágio Supervisionado do Curso de Bacharelado em Administração da AJES Roteiro para elaboração do Relatório de Estágio Supervisionado do da AJES A - APRESENTAÇÃO 1. A empresa 1.1. Aspectos Gerais 1.1.1. História da empresa (da fundação a atualidade) 1.1.2. Visão, Missão e

Leia mais

Pós-Graduação em Finanças Empresariais MANUAL DO CANDIDATO. Ingresso agosto 2010. ESPM Unidade Porto Alegre

Pós-Graduação em Finanças Empresariais MANUAL DO CANDIDATO. Ingresso agosto 2010. ESPM Unidade Porto Alegre Pós-Graduação em Finanças Empresariais MANUAL DO CANDIDATO Ingresso agosto 2010 ESPM Unidade Porto Alegre Rua Guilherme Schell, 350 Santo Antônio Porto Alegre/RS. Informações: Central de Candidatos: (51)

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC de São José do Rio Pardo Código: 150 Código: 150 Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Qualificação Técnica de Nível Médio de

Leia mais

ASPECTOS CONCEITUAIS OBJETIVOS planejamento tomada de decisão

ASPECTOS CONCEITUAIS OBJETIVOS planejamento tomada de decisão FACULDADES INTEGRADAS DO TAPAJÓS DISCIPLINA: CONTABILIDADE GERENCIAL PROFESSOR: JOSÉ DE JESUS PINHEIRO NETO ASSUNTO: REVISÃO CONCEITUAL EM CONTABILIDADE DE CUSTOS ASPECTOS CONCEITUAIS A Contabilidade de

Leia mais

Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios. Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios.

Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios. Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios. Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios Caro (a) aluno (a), Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios. O Plano de Negócios deverá ter no máximo

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente 2014

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plano de Trabalho Docente 2014 ETEC PAULINO BOTELHO Código: 091.6 Município: São Carlos EE: Prof. Arlindo Bittencourt Eixo Tecnológico: Gestão e

Leia mais

FORMAÇÃO DE TRADERS E NEGOCIADORES INTERNACIONAIS

FORMAÇÃO DE TRADERS E NEGOCIADORES INTERNACIONAIS FORMAÇÃO DE TRADERS E NEGOCIADORES INTERNACIONAIS Objetivo O objetivo deste curso é dotar o participante das competências necessárias para atuar com sucesso no competitivo mercado global, desenvolvendo

Leia mais

Os cinco subsistemas de Gestão de Pessoas

Os cinco subsistemas de Gestão de Pessoas Faculdade de Tecnologia Senac Goiás Os cinco subsistemas de Gestão de Pessoas Trabalho de Gestão de Pessoas Alunos: Nilce Faleiro Machado Goiânia,4 de dezembro de 2015 1 Sumário Capa...1 Sumário...2 Introdução...3

Leia mais

CURSO DE BACHARELADO EM HOTELARIA

CURSO DE BACHARELADO EM HOTELARIA CURSO DE BACHARELADO EM HOTELARIA ESTÁGIO SUPERVISIONADO I e II Orientações aos Alunos Julho de 2010 NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Art. 1º O Estágio Supervisionado I e II são disciplinas integrantes

Leia mais

Plano de comunicação interna

Plano de comunicação interna Carolina Lima Franco Plano de comunicação interna Relatório do Trabalho de Conclusão de Curso apresentado à disciplina de Projetos Experimentais Orientadora: Valentina Nunes Florianópolis Novembro de 2013

Leia mais

Prof. Fernando Lopes. Unidade II. Administração de Cargos e

Prof. Fernando Lopes. Unidade II. Administração de Cargos e Prof. Fernando Lopes Unidade II Administração de Cargos e Salários Conforme Chiavenato (2004, p. 267), a avaliação de cargos visa a obtenção de dados que permitirão uma conclusão acerca do valor interno

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 46-CEPE/UNICENTRO, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2015. Aprova o Curso de Especialização em MBA Gestão de Pessoas e Desenvolvimento de Lideranças, modalidade regular, da UNICENTRO. O REITOR DA UNIVERSIDADE

Leia mais

Regulamento Projeto interdisciplinar

Regulamento Projeto interdisciplinar Regulamento Projeto interdisciplinar 1 Apresentação O presente manual tem como objetivo orientar as atividades relativas à elaboração do Projeto Interdisciplinar (PI). O PI é o estudo sobre um tema específico

Leia mais

PROPOSTA Piratininga em 13/07/2012

PROPOSTA Piratininga em 13/07/2012 1. Reajuste Salarial: Os salários-bases de todos os empregados, vigentes em 31 de maio de 2012, serão corrigidos com o percentual de 6,1% e mais 0,2% da verba de movimentação de pessoal, perfazendo um

Leia mais

PIM TECNOLOGIA EM GERENCIAMENTO DE REDES DE COMPUTADORES (GR3P30)

PIM TECNOLOGIA EM GERENCIAMENTO DE REDES DE COMPUTADORES (GR3P30) UNIP Brasília - Coordenação CG/CW/GR/AD Senhores Alunos, Seguem informações importantes sobre o PIM: 1. O QUE É? - Os PIM (Projeto Integrado Multidisciplinar) são projetos obrigatórios realizados elos

Leia mais

Ementário do Curso Superior de Tecnologia Processos Gerenciais

Ementário do Curso Superior de Tecnologia Processos Gerenciais 01 ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO Fase: VI (Tec. em ) Carga Horária: 60h/a Créditos: 04 EMENTA: Introdução à administração da produção; estratégias para definição do sistema de produção; estratégias para o

Leia mais

PIM I e II Projeto Integrado Multidisciplinar

PIM I e II Projeto Integrado Multidisciplinar UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GESTÃO EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PIM I e II Projeto Integrado Multidisciplinar PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: O projeto descrito abaixo contempla

Leia mais

BALANCETES E RELATÓRIOS

BALANCETES E RELATÓRIOS Matéria - Contabilidade SUMÁRIO 1. Considerações Iniciais 2. Balancetes NBC T 2.7 3. Modelos de Balancetes 4. Relatórios 4.1. Relatórios por área de responsabilidade BALANCETES E RELATÓRIOS 5. Balancetes

Leia mais

Manual de Estágio Supervisionado do Curso de Administração

Manual de Estágio Supervisionado do Curso de Administração Manual de Estágio Supervisionado do Curso de Administração Rio de Janeiro RJ 1 SUMÁRIO 1 O ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA O CURSO DE ADMINISTRAÇÃO... 3 2 LEGISLAÇÃO CONSIDERADA... 4 3 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO...

Leia mais

PIM - I. Cursos de Comunicação Digital. Projeto Integrado Multidisciplinar 2016.1 UNIVERSIDADE PAULISTA

PIM - I. Cursos de Comunicação Digital. Projeto Integrado Multidisciplinar 2016.1 UNIVERSIDADE PAULISTA UNIVERSIDADE PAULISTA Cursos de Comunicação Digital PIM - I Projeto Integrado Multidisciplinar 2016.1 1. APRESENTAÇÃO DO PROJETO: O PIM, Projeto Integrado Multidisciplinar, é uma atividade prática que

Leia mais

CURSO ADMINISTRAÇÃO PROJETO INTEGRADOR 2014-1 TURMAS: AG03TA-AG03NA-AG04NA-AG05NA AG06NA-AG07TA-AG07NA

CURSO ADMINISTRAÇÃO PROJETO INTEGRADOR 2014-1 TURMAS: AG03TA-AG03NA-AG04NA-AG05NA AG06NA-AG07TA-AG07NA CURSO ADMINISTRAÇÃO PROJETO INTEGRADOR 2014-1 TURMAS: AG03TA-AG03NA-AG04NA-AG05NA AG06NA-AG07TA-AG07NA 1. TEMA: Empreendedorismo e Inovação nas Organizações: o diferencial competitivo. As empresas buscam

Leia mais

6. Resultados obtidos

6. Resultados obtidos 6. Resultados obtidos 6.1 O Balanced corecard final Utilizando a metodologia descrita no capítulo 5, foi desenvolvido o Balanced corecard da Calçados yrabel Ltda. Para facilitar o entendimento deste trabalho,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular PERÍODO: 1º CT460- CONTABILIDADE INTRODUTÓRIA HISTÓRIA DA CONTABILIDADE, ELEMENTOS INTRODUTÓRIOS DE CONTABILIDADE: OBJETO DE ESTUDO E SUA REPRESENTAÇÃO GRÁFICA, CAMPO DE ATUAÇÃO, INFORMAÇÕES CONTÁBEIS

Leia mais

It Introdução. Isto explica porque a área de pessoal é constituída de técnicas altamente flexíveis e adaptáveis.

It Introdução. Isto explica porque a área de pessoal é constituída de técnicas altamente flexíveis e adaptáveis. Indicadores d e Parâmetros de Gestão de Pessoas Prof. Po.D.Dja Dr. Djair Picchiai Pcc 08/2008 It Introdução Aá área de recursos humanos objetiva conquistar e manter na organização, profissionais trabalhando

Leia mais

GRUPO DE ORATÓRIA/TEORIA E EXERCÍCIOS PRÁTICOS DE EXPOSIÇÃO ORAL

GRUPO DE ORATÓRIA/TEORIA E EXERCÍCIOS PRÁTICOS DE EXPOSIÇÃO ORAL Faculdade de Ciências Jurídicas e Gerenciais Alves Fortes MARTA XAVIER DE LIMA GOUVÊA GRUPO DE ORATÓRIA/TEORIA E EXERCÍCIOS PRÁTICOS DE EXPOSIÇÃO ORAL PROGRAMA DE ESTUDO CURSO Oratória PROFESSOR- ORIENTADOR

Leia mais

PROJETO INTEGRADOR III Alunos do Final do Módulo Processual. Cartilha de Orientação

PROJETO INTEGRADOR III Alunos do Final do Módulo Processual. Cartilha de Orientação PROJETO INTEGRADOR III Alunos do Final do Módulo Processual Cartilha de Orientação SUMÁRIO 1. Apresentação 2. Informações 2.1. Requisitos Específicos do Projeto Integrador III 2.2. Roteiro para elaboração

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO ESCOLAR

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO ESCOLAR PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO ESCOLAR Previsão de Ingresso: primeiro semestre de 2016 ESPM Unidade Sul Rua Guilherme Schell, 350 Santo Antônio Porto Alegre/RS. Informações: Educação Executiva: (51) 3218-1380

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GESTÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GESTÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GESTÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PIM II Projeto Integrado Multidisciplinar 2009 PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Identificar e descrever metodologias,

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Matriz Curricular válida para os acadêmicos ingressantes

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR I e II

RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR I e II ASSOCIAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DO PIAUÍ CURSO: BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO TURMA: RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR I e II NOME DO ALUNO TERESINA PI / 2010 NOME DO ALUNO RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR I

Leia mais

PLANEJAMENTO OPERACIONAL - MARKETING E PRODUÇÃO MÓDULO 16 AS QUATRO FASES DO PCP

PLANEJAMENTO OPERACIONAL - MARKETING E PRODUÇÃO MÓDULO 16 AS QUATRO FASES DO PCP PLANEJAMENTO OPERACIONAL - MARKETING E PRODUÇÃO MÓDULO 16 AS QUATRO FASES DO PCP Índice 1. As quatro fases do PCP...3 1.1. Projeto de produção... 3 1.2. Coleta de informações... 5 1.3. Relação despesas/vendas...

Leia mais

PLANEJAR, ELABORAR E CUMPRIR METAS

PLANEJAR, ELABORAR E CUMPRIR METAS PLANEJAR, ELABORAR E CUMPRIR METAS Fernanda Micaela Ribeiro Theiss Prof. Ademar Lima Júnior Centro Universitário Leonardo da Vinci UNIASSELVI Bacharelado em Ciências Contábeis (CTB 561) 14/05/2012 RESUMO

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Art.1º - Disposições legais: lei 11.788/2008; Decreto 87.497/1982; Decreto 2.080/1996; Resolução CONSUNI Nº 06/2002; Resolução CEPEC 0880/2008; Resolução

Leia mais

Regulamento do Projeto Experimental em Artes Visuais 2014 Instituto de Artes da UNICAMP (Licenciatura e Bacharelado)

Regulamento do Projeto Experimental em Artes Visuais 2014 Instituto de Artes da UNICAMP (Licenciatura e Bacharelado) Regulamento do Projeto Experimental em Artes Visuais 2014 Instituto de Artes da UNICAMP (Licenciatura e Bacharelado) 1. O que é o Projeto Experimental em Artes Visuais 1.1.Caracterização Para integralizar

Leia mais

PIM TECNOLOGIA EM ANALISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS (AD1P30)

PIM TECNOLOGIA EM ANALISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS (AD1P30) UNIP Brasília - Coordenação CG/CW/GR/AD Senhores Alunos, Seguem informações importantes sobre o PIM: 1. O QUE É? - Os PIM (Projeto Integrado Multidisciplinar) são projetos obrigatórios realizados elos

Leia mais

ANÁLISE DE CRÉDITO E RISCO. Diminuir os Riscos de Seu Negócio e Melhorar a Inadimplência

ANÁLISE DE CRÉDITO E RISCO. Diminuir os Riscos de Seu Negócio e Melhorar a Inadimplência ANÁLISE DE CRÉDITO E RISCO Diminuir os Riscos de Seu Negócio e Melhorar a Inadimplência Como Prevenir Riscos em Créditos? Diminuir os Riscos de seu Negócio e Melhorar a Inadimplência. Estes são os objetivos

Leia mais

MBA GESTÃO EMPRESARIAL

MBA GESTÃO EMPRESARIAL MBA GESTÃO EMPRESARIAL 1. APRESENTAÇÃO Ter uma gestão competente é diferencial para sobreviver num mercado cada vez mais competitivo e globalizado. Para isso, os gestores necessitam cada vez mais de conhecimentos

Leia mais

APRESENTAÇÃO FGV APRESENTAÇÃO TRECSSON BUSINESS

APRESENTAÇÃO FGV APRESENTAÇÃO TRECSSON BUSINESS APRESENTAÇÃO FGV Criado em 1999, o FGV Management é o Programa de Educação Executiva Presencial da Fundação Getulio Vargas, desenvolvido para atender a demanda do mercado por cursos de qualidade, com tradição

Leia mais

análisederisco empresarial

análisederisco empresarial análisederisco empresarial Ca da vez mais, a administração torna-se uma arte, sendo que os administradores aprendem a cada dia novas articulações, para poder dar continuidade a seus negócios. Muitas vezes,

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Programa de Graduação em Ciências Contábeis com Ênfase em Controladoria

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Programa de Graduação em Ciências Contábeis com Ênfase em Controladoria PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Programa de Graduação em Ciências Contábeis com Ênfase em Controladoria Aline Fernanda de Oliveira Castro Michelle de Lourdes Santos A IMPORTÂNCIA DA CONTABILIDADE

Leia mais

Roteiro para apresentação do Plano de Negócio. Preparamos este roteiro para ajudá-lo(a) a preparar seu Plano de Negócio.

Roteiro para apresentação do Plano de Negócio. Preparamos este roteiro para ajudá-lo(a) a preparar seu Plano de Negócio. Roteiro para apresentação do Plano de Negócio Preparamos este roteiro para ajudá-lo(a) a preparar seu Plano de Negócio. Abaixo encontra-se a estrutura recomendada no Empreenda! O Plano de Negócio deverá

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA PROJETO INTEGRADOR. Suzano

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA PROJETO INTEGRADOR. Suzano CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA PROJETO INTEGRADOR Suzano PROJETO INTEGRADOR 1. Introdução O mercado atual de trabalho exige dos profissionais a capacidade de aplicar os conhecimentos

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO ESPM. Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo - SP. Informações

MANUAL DO CANDIDATO ESPM. Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo - SP. Informações MANUAL DO CANDIDATO ESPM Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo - SP Informações Central de Candidatos: (11) 5081-8200 (opção1) Segunda a sexta 9h às 21h Sábado 9h às 13h candidato@espm.br www.espm.br

Leia mais

GESTÃO EMPRESARIAL. PIM I Projeto Integrado Multidisciplinar

GESTÃO EMPRESARIAL. PIM I Projeto Integrado Multidisciplinar GESTÃO EMPRESARIAL PIM I Projeto Integrado Multidisciplinar 1 PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Descrição e Análise de Práticas de Gestão Organizacional em uma Empresa. OBS: O Projeto deverá

Leia mais

MODELO DE PROJETO BÁSICO AUDITORIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO DO IFAM [Subtítulo do documento]

MODELO DE PROJETO BÁSICO AUDITORIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO DO IFAM [Subtítulo do documento] Página: 1 de X Objeto: Elaborado por: Equipe X Y Z Aprovado por: Unidade Requisitante Autoridade máxima do órgão Página: 2 de X 1. Definição do Objeto Indicação do que se está pretendendo licitar com a

Leia mais

INFORMAÇÕES AOS COMITÊS E FRANQUEADOS

INFORMAÇÕES AOS COMITÊS E FRANQUEADOS INFORMAÇÕES AOS COMITÊS E FRANQUEADOS Este material tem o objetivo de fornecer aos comitês regionais e setoriais do PGQP, e a seus franqueados, informações atualizadas sobre o SAG e orientações para a

Leia mais

Todos nossos cursos são preparados por mestres e profissionais reconhecidos no mercado, com larga e comprovada experiência em suas áreas de atuação.

Todos nossos cursos são preparados por mestres e profissionais reconhecidos no mercado, com larga e comprovada experiência em suas áreas de atuação. Curso Formação Efetiva de Analístas de Processos Curso Gerenciamento da Qualidade Curso Como implantar um sistema de Gestão de Qualidade ISO 9001 Formação Profissional em Auditoria de Qualidade 24 horas

Leia mais

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GESTÃO EM PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS

UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GESTÃO EM PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS UNIVERSIDADE PAULISTA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA GESTÃO EM PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS PIM II Projeto Integrado Multidisciplinar 2009 PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: Descrição e análise de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA FINANCIAMENTO DE IMÓVEIS NA PLANTA E/OU EM CONSTRUÇÃO - RECURSOS FGTS PROGRAMA DE SUBSÍDIO À HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL - PSH

TERMO DE REFERÊNCIA FINANCIAMENTO DE IMÓVEIS NA PLANTA E/OU EM CONSTRUÇÃO - RECURSOS FGTS PROGRAMA DE SUBSÍDIO À HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL - PSH Informações sobre o Programa de Financiamento de Imóveis na Planta e/ou em Construção Recursos FGTS - PSH 1 O Programa O Programa acima foi instituído por intermédio da Medida Provisória 2212 de 30 / 0

Leia mais

PIM II. Projeto Integrado Multidisciplinar GESTÃO FINANCEIRA DA EMPPRESA

PIM II. Projeto Integrado Multidisciplinar GESTÃO FINANCEIRA DA EMPPRESA PIM II Projeto Integrado Multidisciplinar GESTÃO FINANCEIRA DA EMPPRESA 1 PIM PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR TEMA: O aluno deverá escolher uma empresa de qualquer porte ou segmento e, com base no cenário

Leia mais

DESCRIÇÃO DAS PRÁTICAS DE GESTÃO DA INICIATIVA

DESCRIÇÃO DAS PRÁTICAS DE GESTÃO DA INICIATIVA DESCRIÇÃO DAS PRÁTICAS DE GESTÃO DA INICIATIVA Como é sabido existe um consenso de que é necessário imprimir qualidade nas ações realizadas pela administração pública. Para alcançar esse objetivo, pressupõe-se

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Estágio Supervisionado 2009/1 ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1 Apresentação: O Estágio Supervisionado do da Faculdade de Ribeirão Preto, com 320h de duração, esta previsto em seu regimento

Leia mais

Universidade de Cruz Alta UNICRUZ Centro de Ciências Agrárias, Exatas e da Terra Curso de Ciência da Computação PLANO DE ENSINO

Universidade de Cruz Alta UNICRUZ Centro de Ciências Agrárias, Exatas e da Terra Curso de Ciência da Computação PLANO DE ENSINO Universidade de Cruz Alta UNICRUZ Centro de Ciências Agrárias, Exatas e da Terra Curso de Ciência da Computação PLANO DE ENSINO Curso/Habilitação: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Disciplina: Empreendimentos em Informática

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA EXECUTIVA

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA EXECUTIVA PROGRAMA DE MODERNIZAÇÃO INTEGRADA DO MINISTÉRIO DA FAZENDA - PMIMF MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA EXECUTIVA ATORES DA REDE DE INOVAÇÃO 2 O MODELO CONTEMPLA: Premissas e diretrizes de implementação Modelo

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 0 2014 RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL FUNDAÇÃO EDUCACIONAL CLAUDINO FRANCIO FACULDADE CENTRO MATO-GROSSENSE SORRISO/MT Portaria Nº 004/2015 Dispõe sobre Relatório Apresentado pela Comissão Própria

Leia mais

Rua Pinto Bandeira, 292 - Centro Histórico 51.3076.0660 fag@faculdadegaucha.com.br

Rua Pinto Bandeira, 292 - Centro Histórico 51.3076.0660 fag@faculdadegaucha.com.br Rua Pinto Bandeira, 292 - Centro Histórico 51.3076.0660 fag@faculdadegaucha.com.br Índice Quem é o Gestor de Negócios?... Qual a duração do curso?... Quais os objetivos do curso?... E os campos de atuação?...

Leia mais

Análise Econômico-Financeira

Análise Econômico-Financeira Universidade Federal do Pará Curso de Ciências Contábeis Departamento de Contabilidade Análise Econômico-Financeira Gilvan Pereira Brito 0301007601 Belém-Pará 2007 1 Universidade Federal do Pará Curso

Leia mais

FACULDADE DE BAURU RUA ANHANGUERA, 9-19 Vila Santo Antonio da Boa Vista Bauru/SP - www.uniesp.edu.br

FACULDADE DE BAURU RUA ANHANGUERA, 9-19 Vila Santo Antonio da Boa Vista Bauru/SP - www.uniesp.edu.br ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO ORIENTAÇÕES GERAIS FACULDADE DE BAURU RUA ANHANGUERA, 9-19 Vila Santo Antonio da Boa Vista Bauru/SP - www.uniesp.edu.br 2 Prezados(as) Alunos(as), do

Leia mais

CAPITAL DE GIRO: ESSÊNCIA DA VIDA EMPRESARIAL

CAPITAL DE GIRO: ESSÊNCIA DA VIDA EMPRESARIAL CAPITAL DE GIRO: ESSÊNCIA DA VIDA EMPRESARIAL Renara Tavares da Silva* RESUMO: Trata-se de maneira ampla da vitalidade da empresa fazer referência ao Capital de Giro, pois é através deste que a mesma pode

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: CONTROLADORIA PLANO DE CURSO

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: CONTROLADORIA PLANO DE CURSO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria no 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: CONTROLADORIA Código: CTB-404 Pré-requisito: ---------- Período Letivo: 2014.2 Professor:

Leia mais

Sistema de Gestão da Qualidade MQ Manual da Qualidade SUMÁRIO... 1 1. APRESENTAÇÃO... 2

Sistema de Gestão da Qualidade MQ Manual da Qualidade SUMÁRIO... 1 1. APRESENTAÇÃO... 2 Revisão:14 Folha:1 de17 SUMÁRIO SUMÁRIO... 1 1. APRESENTAÇÃO... 2 2. RESPONSABILIDADE DA DIREÇÃO... 3 2.1 POLÍTICA DA QUALIDADE... 3 2.2 OBJETIVOS DA QUALIDADE... 4 2.3 ORGANIZAÇÃO DA EMPRESA PARA A QUALIDADE...

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO. Pós-graduação

MANUAL DO CANDIDATO. Pós-graduação MANUAL DO CANDIDATO Pós-graduação Prezado(a) Candidato(a), Agradecemos o interesse pelos nossos cursos. Este manual contém informações básicas pertinentes ao curso, tais como: objetivos do curso e das

Leia mais

Gestão de Estoques em Materiais de uso Hospitalar: Análise de Modelo utilizado num Hospital Universitário Público (Estudo de Caso)

Gestão de Estoques em Materiais de uso Hospitalar: Análise de Modelo utilizado num Hospital Universitário Público (Estudo de Caso) Gestão de Estoques em Materiais de uso Hospitalar: Análise de Modelo utilizado num Hospital Universitário Público (Estudo de Caso) Edimar Alves Barbosa (UFCG) eab@cct.ufcg.edu.br Luciano Gomes de Azevedo

Leia mais

MANUAL DO PROJETO INTEGRADOR DE CONTEÚDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL DA FATEC-INDAIATUBA.

MANUAL DO PROJETO INTEGRADOR DE CONTEÚDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL DA FATEC-INDAIATUBA. 1 MANUAL DO PROJETO INTEGRADOR DE CONTEÚDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO EMPRESARIAL DA FATEC-INDAIATUBA. Manual elaborado pelo Coordenador de Curso Indaiatuba/SP Fevereiro/2016 2 S U M Á R

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS Introdução Independentemente do nível de experiência da proponente na elaboração de projetos, o Instituto Cooperforte empresta apoio, orientação e subsídios às Instituições

Leia mais

SEJAM BEM-VINDOS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA PRODUÇÃO INDUSTRIAL

SEJAM BEM-VINDOS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA PRODUÇÃO INDUSTRIAL SEJAM BEM-VINDOS CALOUROS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA PRODUÇÃO INDUSTRIAL Carga horária total do curso: 2800 horas 2400 horas (atende CNCST) + (240 horas de Estágio Curricular + 160 horas

Leia mais

LEI N 2163/2015 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

LEI N 2163/2015 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES LEI N 2163/2015 Reformula o Plano de Cargos, Carreiras e Salários dos Servidores da Caixa de Assistência, Previdência e Pensões dos Servidores Públicos Municipais de Porciúncula CAPREM e estabelece normas

Leia mais

Indicadores de Desempenho Conteúdo

Indicadores de Desempenho Conteúdo Indicadores de Desempenho Conteúdo Importância da avaliação para a sobrevivência e sustentabilidade da organização O uso de indicadores como ferramentas básicas para a gestão da organização Indicadores

Leia mais

ATIVIDADE INTERDISCIPLINAR I Unidade I: Manual da Primeira Etapa

ATIVIDADE INTERDISCIPLINAR I Unidade I: Manual da Primeira Etapa ATIVIDADE INTERDISCIPLINAR I Unidade I: Manual da Primeira Etapa 0 1 Atividade Interdisciplinar Manual da Primeira Etapa SUMÁRIO Introdução... 03 1. Objetivos da Atividade 05 Interdisciplinar... 2. Metodologia...

Leia mais

Gestão Estratégica. Gestão Estratégica

Gestão Estratégica. Gestão Estratégica DIAGNÓSTICO: Visão Macro Gestão Estratégica Aula 5 Diagnóstico marcopereira@usp.br AMBIENTE INTERNO SETOR DE NEGÓCIOS MACROAMBIENTE DIAGNÓSTICO: Visão Macro Externo Diagnóstico Interno O DEI tem como objetivo

Leia mais

mba gestão de projetos CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO NIVEL : ESPECIALIZAÇÃO

mba gestão de projetos CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO NIVEL : ESPECIALIZAÇÃO mba gestão de projetos CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO NIVEL : ESPECIALIZAÇÃO quem somos Faculdade de Tecnologia Evolução FATEV Recredenciada pela Portaria MEC N 1249 Cursos de Graduação Processos Gerenciais Redes

Leia mais