Relatório & Contas. Annual Report

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Relatório & Contas. Annual Report"

Transcrição

1 Relatório & Contas Annual Report

2 Contas consolidadas Consolidated Accounts Relatório & Contas Annual Report

3 Mensagem do presidente Chairman s Statement Relatório&Contas annual report

4 Mensagem do Presidente O ano de 2012 continuou marcado por um enquadramento económico muito desfavorável e de que, inevitavelmente, se ressentiram as actividades do grupo. Os volumes de transacções processadas pela SIBS FPS são aqueles em que mais se reflecte embora mais moderadamente a continuada queda da procura interna, não obstante a actividade doméstica das outras empresas também ter sido afectada. O Grupo tem vindo a ajustar-se às adversidades, simplificando a sua estrutura de custos e procurando outras áreas de expansão, continuando, nomeadamente, a dispor de uma sólida situação financeira e de uma reconhecida capacidade competitiva, sobretudo nas actividades core, o que lhe permite continuar a olhar o futuro com confiança. De tal modo que tem mantido praticamente inalterados os seus planos de investimento e mantém em curso normal o projecto de renovação da sua arquitectura operativa e aplicacional. Dado o grau de maturidade atingido pelo mercado doméstico de pagamentos que, mesmo sem atender à conjuntura adversa, já terá sempre, por natureza, oportunidades de crescimento mais reduzidas, o Grupo tem procurado activamente, desde antes do início da presente crise, novas oportunidades no exterior. Essa procura tem vindo a dar os seus frutos e o Grupo já vende serviços para diversos países situados principalmente na Europa do Leste e em África, quer a norte, quer a sul do Sahara. De facto, o total de vendas ao exterior em 2012 (excluindo a remuneração do acquiring de cash advances) foi de 7.5 milhões de euros, o que representou cerca de 5.3% da facturação total do Grupo. E o exterior, como um todo, já representa o 7º cliente do Grupo SIBS, por volume de facturação. E as perspectivas de novos negócios continuam positivas. Além da frente externa, o Grupo continuou atento às necessidades do mercado quer do seu mercado natural, quer do mercado de pagamentos em geral, e apostado na inovação que é parte essencial do seu ADN, e, por conseguinte, continua permanentemente a desenvolver ofertas que dêem resposta a essas necessidades. As áreas de pagamentos móveis, da utilização de cartões de pagamento sem contacto e do comércio electrónico estão actualmente no centro desses desenvolvimentos. Continuamos assim a preparar activamente o futuro, assegurando a sustentabilidade do Grupo e do ambiente em que este funciona, confiantes na capacidade de continuar a projectar o sucesso que nos trouxe até aqui. SIBS: Relatório e Contas Consolidado

5 Para isso contamos com a confiança dos accionistas que, pela natureza das empresas do Grupo, são também os seus principais clientes e com a competência e o empenho de todos os colaboradores do Grupo, a quem deixo o meu agradecimento pelo contributo para os resultados do exercício que aqui se reporta. Vítor Bento Presidente do Conselho de Administração 2 SIBS: Relatório e Contas Consolidado 2012

6 Índice Contents Relatório&Contas annual report

7 Índice I RELATÓRIO DE ACTIVIDADE 5 Introdução 7 Grupo SIBS num relance 7 Historial da empresa Marcos históricos 9 Principais acontecimentos Enquadramento de Mercado 16 Actividade da rede empresarial SIBS em Processamento de Transacções e Gestão de Rede 18 Soluções de Pagamento 37 Soluções de Outsourcing de Processos de Negócio 41 Produção de Cartões 45 Detecção de Fraude 46 Recursos Humanos do Grupo SIBS 47 Análise Financeira 50 Ganhos Operacionais Consolidados 50 Gastos Operacionais Consolidados 51 Resultados Consolidados 52 Investimentos Consolidados 53 Activo Consolidado 53 Capital Próprio e Passivo Consolidados 54 Considerações Finais 55 II DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS 57 Balanços Consolidados 59 Demonstrações dos Resultados Consolidados 60 Demonstrações do Rendimento Integral Consolidado 61 Demonstrações de Alterações nos Capitais Próprios Consolidados 62 Demonstrações de Fluxos de Caixa Consolidados 63 Anexo às Demonstrações Financeiras Consolidadas em 31 de ezembro de 2012 e III RELATÓRIO E PARECER DO CONSELHO FISCAL 125 IV CERTIFICAÇÃO LEGAL DAS CONTAS 129 SIBS: Relatório e Contas Consolidado

8 Situação Institucional The Company Relatório&Contas annual report

9 Introdução Grupo SIBS num relance O Grupo SIBS é constituído por um conjunto de empresas que têm por missão contribuir para o bem-estar social, promovendo eficiência nos serviços financeiros e similares, nomeadamente na área dos pagamentos, através da disponibilização de soluções tecnológicas e processos que combinem segurança, conveniência e inovação, ao menor custo possível A SIBS SGPS Partner in Payments é a holding do Grupo responsável pela gestão das suas participadas, empresas especializadas em áreas de serviço críticas que actuam essencialmente no sector dos pagamentos electrónicos. Tem como funções assegurar o apoio operacional à gestão do Grupo SIBS. A SIBS GEST Serviços Partilhados gere os serviços partilhados e o património do Grupo. Com um papel transversal a todas as empresas, a SIBS GEST desempenha diversas actividades essenciais para o funcionamento e apoio de todas as empresas, nomeadamente contabilidade, gestão financeira e facturação, manutenção dos edifícios, gestão dos sistemas corporativos e de suporte ao negócio, gestão de recursos humanos e manutenção do sistema de contabilidade analítica e controlo operacional. Criada em Março de 2011, como instituição de pagamento representada no Banco de Portugal, a SIBS PAGAMENTOS A SEPA Payments Institution tem a seu cargo a gestão dos schemes MB e MB SPOT, reconhecidos internacionalmente como casos de sucesso e inovação, e a gestão dos serviços de acquiring prestados nos Caixas Automáticos da Rede MULTIBANCO. É a empresa do Grupo que assume a função de think-tank para o sistema de pagamentos em Portugal. O MB, que representa os serviços SEPA Compliant, disponibiliza o levantamento de dinheiro em ATM e o pagamento de compras em estabelecimentos comerciais por POS. A marca MB SPOT representa as 90 operações de valor acrescentado, que diferenciam a oferta disponível em Portugal criada pela SIBS, que estão excluídas do scheme MB, e que estão disponíveis nos vários canais: ATM, POS, internet e telemóveis. São o caso do pagamento de serviços, pagamentos ao Estado, o carregamento de telemóveis, o carregamento de passes, etc. A SIBS FORWARD PAYMENT SOLUTIONS (SIBS FPS) é o core do negócio, originalmente desempenhado pela SIBS como Sociedade Interbancária de Serviços, sendo a empresa responsável pelo processamento e soluções de pagamento. É à SIBS FPS que compete a gestão da Rede MULTIBANCO nos seus múltiplos canais - desde os CA e TPA, aos meios online ou telemóveis, assegurando o processamento completo das transacções entre emissores e acquirers em múltiplas redes (Visa, MasterCard, Amex, entre outros), em múltiplos equipamentos e com múltiplos protocolos. SIBS: Relatório e Contas Consolidado

10 O MULTIBANCO, criado a 2 de Setembro de 1985 com a instalação da rede de Caixas Automáticos e uma série de operações únicas que foram sendo implementadas ao longo dos anos, é o serviço de referência do Grupo SIBS e caso de sucesso internacional. É a marca que representa a Rede de Terminais, Caixas Automáticos (CA) e Terminais de Pagamento Automático (TPA), geridos pela SIBS FPS. Fundada em Julho de 2004, a SIBS CARTÕES Card Solutions disponibiliza aos seus clientes um serviço especializado na área de personalização de cartões, disponibilizando soluções integrais de personalização e actividades complementares, numa cadeia de valor que vai da concepção à implementação: consultoria, design e concepção, fornecimento, personalização e expedição. A actual carteira de clientes da SIBS CARTÕES é composta por mais de 80% do sector bancário nacional e por empresas públicas e privadas do sector financeiro, transportes, grande distribuição e Estado. A SIBS PROCESSOS tem como objectivo a concepção, implementação e gestão de soluções de Business Transformation Outsourcing (BTO) através do desenvolvimento de tecnologias inovadoras e soluções de optimização para fazer face aos desafios do processamento intensivo, proporcionando mais eficiência aos clientes. Criada em Março de 2002, a SIBS PROCESSOS foi responsável pelo lançamento de soluções inovadoras no âmbito do backoffice bancário, como o sistema de troca de imagens electrónicas de cheques, eliminando toda a consequente circulação de papel nos seus clientes. Constituída em Janeiro de 2010, a SIBS INTERNATIONAL Worldwide Payment Solutions tem enfoque no mercado internacional e o objectivo de prestar serviços ligados a sistemas electrónicos de pagamentos e a sistemas electrónicos de transmissão e gestão de informação de dados. Após dois anos, a SIBS INTERNATIONAL já exportou o know how do Grupo para onze países: Angola, Argélia, Espanha, França, Grécia, Luxemburgo, Malta, Moçambique, Nigéria, Polónia e Roménia. A PAYWATCH Security in Payments, com a participação de 60% pela SIBS SGPS, presta serviços de prevenção, detecção e investigação de fraude, ao nível das melhores práticas mundiais, fazendo do sistema de pagamentos nacional um dos mais seguros do Mundo. 8 SIBS: Relatório e Contas Consolidado 2012

11 Historial da empresa Marcos históricos No início da década de 80, a comunidade bancária portuguesa criou um modelo de cooperação interbancária que viria a revelar-se fundamental na resposta aos desafios que se colocavam no sector financeiro. Este modelo, designado como coopetitivo, representa por si só um caso de estudo e uma referência internacional. A automatização das transacções bancárias rotineiras, passando pela criação de uma rede de serviços interbancários, universal e aberta a todos os participantes, traduziu, em momento oportuno, aquilo que seria uma visão de longo prazo, simultaneamente inovadora e pioneira. Nasce assim, em Setembro de 1983, a SIBS Sociedade Interbancária de Serviços S.A., pela mão dos seus doze accionistas fundadores. Dois anos mais tarde é lançada a Rede Caixas Automáticos MULTIBANCO (CA MULTIBANCO), o primeiro projecto da SIBS. O funcionamento teve início com a instalação de 9 equipamentos nas cidades de Lisboa e Porto, as quais permitiam fazer levantamentos, consultas (saldos e movimentos) e alterações de PIN, com cartões bancários. Em 1989 os Portugueses começaram a fazer os primeiros pagamentos de serviços nos CA (nesse ano foram efectuados 500 mil pagamentos) e desde então a inovação SIBS na Rede MULTIBANCO não parou de crescer: 1989 Compensação de Cheques 1989 Pagamentos de Serviços 1990 Pagamento de Portagens 1991 Lançamento dos pagamentos de portagem com a Via Verde, empresa constituída para o efeito com a SIBS como accionista 1992 Transferência de montantes entre contas bancárias através do MULTIBANCO 1993 Integração de publicidade nos ecrãs dos ATM 1995 Lançamento do Porta Moedas MULTIBANCO (PMB) 1996 Pagamentos ao Estado através do MULTIBANCO e lançamento do TeleMB (actual MB PHONE), serviço inovador que permite efectuar no telemóvel algumas das operações que habitualmente se efectuam nos CA-MB 1997 Carregamentos de telemóveis (uma estreia mundial criada em Portugal numa parceria com a Portugal Telecom/ TMN) nos ATM SIBS: Relatório e Contas Consolidado

12 1998 Aquisição de bilhetes para os comboios Alfa e Intercidades da CP 2000 Disponibilização do serviço de Débitos Directos 2001 Lançamento do MB NET que permite a realização de compras com cartão (débito ou crédito) em qualquer loja virtual nacional ou estrangeira, com garantias acrescidas de segurança Via Verde em Parques 2006 Carregamento de títulos de transporte no MULTIBANCO 2007 Emissão de licenças de pesca lúdica no MULTIBANCO 2008 Emissão de licenças de caça 2009 Operação Ser Solidário que permite a realização de transferências seguras para instituições de solidariedade 2010 Lançamento do MB DOX que permite centralizar num único ponto todas as facturas electrónicas, mesmo que provenientes de diferentes emissores. O sucesso da Rede MULTIBANCO traduz-se na visível satisfação da sociedade portuguesa com o seu sistema, nos frequentes elogios da imprensa internacional especializada e nos indicadores comparativos dos sistemas de pagamentos dos vários países da União Europeia, que colocam Portugal acima da média europeia. Cumprindo a sua cultura de inovação, a SIBS vai paralelamente alargando o portfolio de serviços prestados no âmbito coopetitivo, o que gera paralelamente a constituição de empresas coadjuvantes à empresa original. Nasce assim em 2002, a SIBS PROCESSOS com o objecto de prestar serviços ligados à gestão e tratamento automático de informação relativos aos sistemas ou operações de pagamento e, em 2004 a SIBS CARTÕES com a finalidade de prestar serviços de produção e processamento de cartões utilizados em sistemas electrónicos de pagamentos. Actualmente esta empresa é líder na Península Ibérica, com um volume de personalização anual superior a 10 milhões de cartões. Por ocasião do seu 25º aniversário, em 2008, a SIBS renova a sua imagem corporativa e das marcas que representa, para espelhar a inovação e actualidade dos serviços e actividades prestados no mercado de pagamentos. É assim que se formaliza a designação SIBS FORWARD PAYMENT SOLUTIONS (FPS) que substitui a denominação Sociedade Interbancária de Serviços. Também o MULTIBANCO renova a sua imagem em 2008, apresentando-se mais moderno e actual, de forma a reflectir os sucessos, inovação e tecnologia no qual está assente. O relações públicas dos ATM, o MULTINHO, também se moderniza e recebe um novo look, inspirado na forma de um cartão bancário. 10 SIBS: Relatório e Contas Consolidado 2012

13 Ainda no ano de 2008 é constituída a PAYWATCH Security in Payments, empresa responsável pela prestação de serviços de prevenção, detecção e investigação de fraude ao nível das melhores práticas mundiais. Esta empresa é detida pela SIBS a 60%. No reforço do eixo estratégico da internacionalização é constituída, em 2009, a SIBS INTERNATIONAL que representa a força de vendas que actua nos mercados externos e promove a oferta das empresas SIBS. Em 2011 a SIBS reestruturou as suas funções, realinhando as empresas e separando as actividades de processamento da gestão dos schemes MB e MB SPOT. Desta reorganização resultou a criação da holding SIBS SGPS, sob a qual funcionam as seis empresas do Grupo: SIBS CARTÕES, SIBS FPS, SIBS GEST, SIBS INTERNATIONAL, SIBS PAGAMENTOS e SIBS PROCESSOS. A SIBS é agora um grupo empresarial, líder europeu nas áreas de prestação de serviços de pagamentos electrónicos, personalização de cartões e do outsourcing de processos de negócio. Passadas quase três décadas desde a sua constituição o Grupo SIBS é internacionalmente reconhecido pela sua inovação e eficiência, desenvolvendo soluções de pagamento seguras e eficientes que facilitam o dia-a-dia das pessoas e das empresas. O sector público, os bancos e operadores de telecomunicações móveis estão entre os cerca de 300 clientes que confiam diariamente no Grupo SIBS para disponibilizar 24 horas por dia e sete dias por semana, serviços seguros, eficientes e úteis aos seus clientes finais. O Grupo SIBS é ainda responsável por vários projectos de sustentabilidade como o Ler Para Conhecer, que integrado no Plano Nacional de Leitura, tem por objectivo contribuir para a diminuição do défice de leitura em Portugal e o Ser Solidário que permite a todos os utilizadores da rede de CA MULTIBANCO realizarem transferências bancárias para as entidades envolvidas em campanhas nacionais de solidariedade social (IPSS ou ONGD). SIBS: Relatório e Contas Consolidado

14 Principais acontecimentos 2012 Foi um ano marcado por diversas inovações que permitiram ao Grupo SIBS continuar a sua missão em Portugal e também no estrangeiro. Um dos grandes marcos alcançados foi o início da implementação da nova arquitectura tecnológica de processamento ARCTIC, tendo-se mesmo realizado já a primeira transacção em ambiente de certificação. Em paralelo à implementação deste projecto complexo, foram asseguradas evoluções e novos serviços tais como: Serviço Via Verde passou a estar disponível em Terminais de Pagamento Automático (TPA), com as mesmas funcionalidades existentes nos Caixas Automático MULTIBANCO (CA MULTIBANCO), permitindo nomeadamente que os utilizadores possam concluir o processo de adesão em serviço nos balcões da referida entidade; Serviço de acquiring de TPA foi desenvolvido para ir ao encontro das necessidades apresentadas pelos clientes, nomeadamente a implementação de novas modalidades de acordos diferidos em TPA, que permitem uma melhor gestão financeira para acquirers, ajustes das condições contratuais com comerciantes e uma melhor gestão de Interchanges Fees. Nova solução para tratamento dos processos de transferência de Planos de Poupança que permite que os processos de transferência entre entidades decorram de forma mais célere e ágil, diminuindo os erros operacionais, através de uma maior automatização e parametrização dos procedimentos. Ao nível da gestão da Rede MULTIBANCO alargou-se a oferta de tipologias de terminais ATM (recirculação, cashless, low specification, entre outros.); reduziu-se o preço dos terminais ATM, de serviços de logística & armazenagem e dos sistemas de tintagem de notas, procedeu-se a uma redução sistémica do nível de serviço de manutenção da rede CA MULTIBANCO para Económico, deu-se continuidade ao programa de optimização da Rede TPA MULTIBANCO (EMV, PCI e tipos de comunicação) e introduziram-se alterações conducentes à conclusão da passagem de acquiring de operações em ATM com cartões não MULTIBANCO para o Grupo SIBS (área de negocio da SIBS PAGAMENTOS), nomeadamente cartões Eufiserv, MasterCard e Visa. Neste âmbito deu-se ainda por concluída a implementação da funcionalidade de carregamento remoto de chaves de segurança de ATM, que permite a simplificação do processo operacional de instalação de novos terminais, o aumento dos níveis de segurança destes terminais e o alinhamento com as melhores práticas de gestão de chaves recomendadas pelos Sistemas Internacionais de Pagamento (Visa e MasterCard). Os pagamentos não presenciais e o crescimento do comércio electrónico são cada vez mais uma realidade. Consciente deste facto e procurando sempre inovar na oferta dos seus serviços, foi dada continuidade ao investimento na evolução 12 SIBS: Relatório e Contas Consolidado 2012

15 das soluções já existentes, como o serviço MB NET e a plataforma TPA Virtual, tendo sido desenvolvidas também novas funcionalidades como a solução de pagamento de estacionamento com telemóvel, assente no serviço MB PHONE, permitindo assim uma nova alternativa de pagamento aos diversos operadores de estacionamento. O serviço MB NET recebeu diversas melhorias destacando-se a criação de um novo tipo de cartão temporário: o cartão multi-utilização que pode ter uma validade até 12 meses e pode ser utilizado múltiplas vezes num mesmo comerciante, a obrigatoriedade de definição de um montante máximo de compras diárias para novas adesões, e a criação de códigos secretos mais fortes, com a possibilidade de alteração no site. O serviço TPA Virtual permite o suporte dos pagamentos no comércio electrónico, assente numa plataforma Web, que faz a aceitação de pagamentos com cartões das marcas Visa e MasterCard. Este serviço foi dotado de novas funcionalidades para o comerciante aderente que reforçam a segurança e a usabilidade das compras realizadas por este canal em crescimento. No âmbito da segurança nos pagamentos online foi aumentada a capacidade do serviço de detecção de fraude da PAYWATCH, com implementação de monitorização do tipo de fraude card not present, associada a transacções não presenciais com cartões, passando a ser permitida a autenticação 3D Secure que possibilita aos emissores nacionais disponibilizarem um serviço que confere uma segurança adicional na realização de compras online. Na esfera internacional reforçou-se, durante o ano de 2012, a presença em mercados sem ligação tradicional a Portugal, como é o caso da Argélia e da Nigéria: Na Argélia, a rede de ATM de um dos maiores bancos argelinos, gerida pela SIBS INTERNATIONAL em regime de full-outsourcing, completou o primeiro ano em funcionamento. Em 2012 foram introduzidas nesta rede as novas funcionalidades e implementados novos serviços; Na Nigéria, no âmbito de uma parceria com uma sociedade interbancária, a SIBS INTERNATIONAL concluiu o projecto de suporte ao programa de transformação do sistema nacional de pagamentos Nigeriano. Foi iniciado também um projecto de cooperação para desenvolvimento das capacidades e competências desta sociedade interbancária, com previsão para terminar no primeiro trimestre de Nos mercados europeus como a Polónia, Roménia, Espanha e Malta foram implementados novos serviços e upgrades, como por exemplo a funcionalidade de depósitos na rede de ATM na Polónia. Em Moçambique foi lançada em produção com sucesso o SIMO, o sistema de processamento da rede de ATM e POS e compensação interbancária da Sociedade Interbancária de Moçambique. SIBS: Relatório e Contas Consolidado

16 Com o Sistema de Pagamentos Angolano (EMIS), com o qual a SIBS já celebrou dez anos de parceria, reforçou-se a execução e consultoria a vários projectos com vários resultados: implementação da emissão de cartões pré-pagos com tecnologia de banda magnética na plataforma de Card Management da EMIS, disponibilização da solução de extractos digitais para a plataforma de emissão e gestão de cartões, implementação da solução de Datawarehouse para a geração de relatórios solicitados pelas autoridades de supervisão, adaptação da aplicação local de ATM para suportar a adopção de agentes de monitorização da rede de ATM MultiCaixa e a integração de dois novos modelos na rede do cliente. Paralelamente, foi dado apoio na regulamentação de um sistema de compensação de cheques e no estabelecimento da Câmara de Compensação Automática de Angola, tendo-se iniciado um projecto com vista a assegurar a compliance do sistema com a norma PCI:DSS. Relativamente à SIBS CARTÕES destaca-se o aumento da personalização de cartões com chip em detrimento dos cartões magnéticos, em linha com as directivas da Visa e da MasterCard, que visam erradicar os cartões magnéticos da actividade transaccional. Durante este período procedeu-se ainda à migração para o cartão contactless que acrescenta funcionalidade, facilidade de utilização e a abrangência dos pagamentos electrónicos ao segmento transaccional de baixo valor. Complementando a sua actividade e reforçando a sua oferta, a empresa lançou o serviço Picture Card e o Instant Issuing. Por fim, celebrou-se um ano de implementação do novo ERP (Microsoft Dynamics Nav) que permitiu aumentar a eficiência e reduzir os riscos operacionais da actividade. Mas é, também, altamente estratégico e estruturante, pelo facto da aplicação se destinar a controlar não só a actividade de negócio, mas também a componente de produção industrial, especifica desta actividade. A SIBS PROCESSOS manteve o seu plano estratégico, posicionando-se como prestador de serviços de Business Transformation Outsourcing (BTO) do sector financeiro, alargando progressivamente a sua actividade a outras áreas de negócio, nomeadamente Utilities, Telcos e Seguros, alavancadas na infraestrutura existente. Na área da banca reforçaram a prestação de serviços com a digitalização de documentos, com as operações de abertura de contas e tratamento de pedidos de produtos e serviços, penhoras e habilitações de herdeiros. Paralelamente, manteve-se a progressiva evolução dos bancos da captura de cheques centralizada nas instalações da SIBS PROCESSOS, para uma captura de imagem logo no balcão, permitirá a minimização da circulação de papel entre agências bancárias e serviços centrais. Este sistema permite ainda a implementação de um Plano de Continuidade de Negócio adaptado às exigências em termos de regulamentação internacional sobre a cobertura de riscos operacionais. Tecnologicamente, a oferta foi reforçada através da plataforma 100% SOA (Arquitectura Orientada a Serviços), tendo sido implementadas as melhores práticas nos sistemas de informação, constituindo uma referência internacional dos principais fornecedores de plataforma. Em 2012 foi concluída a certificação ISO com a concretização de um projecto de transformação e fiabilização de processos internos no sentido da excelência no serviço aos seus clientes. Um dos sistemas certificado foi o de gestão de suporte aos serviços SEPA, fazendo da SIBS o único processador ao nível mundial com este reconhecimento. 14 SIBS: Relatório e Contas Consolidado 2012

17 Ainda na vertente da certificação, foi obtida a certificação ISO 9001, foram implementadas novas soluções no âmbito da certificação PCI:DSS (já obtida anteriormente), foi renovada a certificação da aplicação local ATM com requisitos da norma EMV e implementadas as evoluções regulatórias nos serviços SEPA CT e DD, indo ao encontro das necessidades da comunidade bancária nacional e dos requisitos regulatórios do European Payments Council. Também a SIBS CARTÕES renovou com a certificação ISO 9001:2008, que testa a sua focalização em prestar serviços de qualidade aos seus clientes, dentro das mais estritas regras de segurança. Em 2013 a SIBS vai continuar alguns projectos já iniciados, tais como: Card Management - este serviço complementa a actual oferta SIBS FPS para emissores e assenta numa plataforma integrada de gestão de cartões e contas. Com este novo serviço, é alargada a cadeira de valor de negócio da SIBS FPS na vertente da emissão de cartões, desde a emissão lógica até às autorizações, extractos, gestão de fraude, etc. O serviço está disponível para cartões de crédito, débito e pré-pagos. STORK2.0 - um projecto europeu que tem como objectivo desenvolver serviços com base na utilização do cartão do cidadão, de forma transversal e alargada a todos os Estados Membros. A SIBS FPS participa neste projecto, em estreita cooperação com a AMA (Agência para a Modernização Administrativa) que lidera o consórcio português. A participação da SIBS foca-se na vertente e-banking, onde se incluem temas como a abertura de conta online ou o login ao homebanking. Tratase de um projecto com a duração de 3 anos onde se pretende comprovar a mais-valia dos sistemas de autenticação electrónica segura, aproximando os interesses do sector público com os do sector privado e aportando vantagens acima de tudo para o cidadão, através da simplificação das tarefas do seu dia-a-dia. SIP - o SIBS Information Point vai avançar para a definição da arquitectura dos sistemas e das aplicações que permitirão dar resposta às necessidades de informação definidas lidando com volumes elevados de dados, e garantindo flexibilidade na utilização de controlo de acessos. Ao nível da infra-estrutura e da tecnologia na qual assentam os serviços do Grupo foram igualmente feitos investimentos tais como o estudo e implementação da futura rede de suporte aos serviços, a qual irá cobrir Rede IP e Fibra e que servirá de elemento de conexão entre os diversos elementos de processamento, a evolução dos Produtos Base do Sistema Central que suportam os diversos serviços prestados desde o MULTIBANCO, à SEPA, e ainda um projecto de rehosting que permitirá fazer uma transição dos processos considerados batch, actualmente suportados pelo Legacy. Estes são apenas alguns exemplos de continuidade aos quais se irão juntar muitos outros com o intuito de criar valor na vida das pessoas e das empresas possibilitando as mais variadas operações quer seja na rua, na internet, no telemóvel ou em casa. SIBS: Relatório e Contas Consolidado

18 relatório de actividade activity report Demonstrações Financeiras Financial Statements Relatório e Parecer do Conselho Fiscal AUDIT COMMITTEE REPORT Certificação Legal de Contas STATUTORY AUDIT REPORT Relatório&Contas annual report

19 relatório de actividade activity report Relatório&Contas annual report

20 Enquadramento de Mercado No ano de 2012 verificou-se um acentuar da crise económica, quer a nível nacional, quer internacional, traduzindo-se num enquadramento ainda mais desafiante para o desenvolvimento da actividade das empresas. No que diz respeito aos sistemas de pagamentos, a condição económica adversa dos últimos anos tem tornado o mercado de processamento Europeu cada vez mais exigente, com o esforço de reestruturação na banca de retalho e a preocupação redobrada com os níveis de eficiência e de capacidade de concretização de poupanças de custos. Num contexto Europeu, com o deadline da migração para a SEPA (Single Euro Payments Area) cada vez mais próximo, 1 de Fevereiro de A incerteza existente relativamente às questões fundamentais dos requisitos SEPA coloca a possibilidade das suas vantagens não serem alcançadas na totalidade. Questões como a necessidade de uma interpretação comum dos requisitos SEPA, a certeza em torno das excepções solicitadas nas opções de transição aos Estados Membros e a garantia que a interoperabilidade técnica possa de facto ser alcançada. Os sistemas de pagamentos e os processadores em geral têm vindo a procurar soluções para alavancar a SEPA como uma plataforma de desenvolvimento, e para utilizar a normalização das Transferências a Crédito e dos Débitos Directos SEPA para impulsionar a inovação enquanto os clientes procuram que adaptar-se e efectuar os desenvolvimentos necessários à implementação dos novos instrumentos de pagamento. Por outro lado, e num outro plano, os volumes de transacções feitas com cartão continuam a mostrar um crescimento sustentado a nível mundial, no entanto a maior utilização de novos meios de pagamento tenderá a dar origem a alterações significativas nos padrões de utilização, e correspondentemente, nos modelos de negócio dos meios de pagamento, particularmente em países, como Portugal, que continuam a apresentar um mix de utilização de meios de pagamento diferente da média da Zona Euro. 16 SIBS: Relatório e Contas Consolidado 2012

CONTAS CONSOLIDADAS CONSOLIDATED ACCOUNTS

CONTAS CONSOLIDADAS CONSOLIDATED ACCOUNTS CONTAS CONSOLIDADAS CONSOLIDATED ACCOUNTS MENSAGEM DO PRESIDENTE CHAIRMAN S STATEMENT Mensagem do Presidente A SIBS comemora 30 anos de existência e orgulha-se de constituir um Grupo empresarial empenhado

Leia mais

MENSAGEM DOPRESIDENTE

MENSAGEM DOPRESIDENTE MENSAGEM DOPRESIDENTE Mensagem do Presidente Apesar dos problemas que a economia portuguesa tem atravessado, o mercado de processamento de pagamentos tem mantido um notável dinamismo, confrontando a empresa

Leia mais

CONTRIBUIÇÃO DA SIBS NA DESMATERIALIZAÇÃO DA ECONOMIA

CONTRIBUIÇÃO DA SIBS NA DESMATERIALIZAÇÃO DA ECONOMIA CONTRIBUIÇÃO DA SIBS NA DESMATERIALIZAÇÃO DA ECONOMIA LUIS FLORES Administrador da SIBS Conferência Desmaterialização da Economia e da Administração Pública - Fórum para a Sociedade da Informação: Economia

Leia mais

Índice III RELATÓRIO E PARECER DO CONSELHO FISCAL 107 IV CERTIFICAÇÃO LEGAL DAS CONTAS CONSOLIDADAS 111. SIBS: Relatório e Contas Consolidado 2014 1

Índice III RELATÓRIO E PARECER DO CONSELHO FISCAL 107 IV CERTIFICAÇÃO LEGAL DAS CONTAS CONSOLIDADAS 111. SIBS: Relatório e Contas Consolidado 2014 1 Índice I RELATÓRIO DE ACTIVIDADE 3 Introdução 5 Grupo SIBS num relance 5 Principais acontecimentos 2014 7 Enquadramento de mercado 10 Actividade da rede empresarial SIBS em 2014 13 Processamento de transacções

Leia mais

SIBS PROCESSOS cria solução de factura electrónica com tecnologias Microsoft

SIBS PROCESSOS cria solução de factura electrónica com tecnologias Microsoft SIBS PROCESSOS cria solução de factura electrónica com tecnologias Microsoft A solução MB DOX oferece uma vantagem competitiva às empresas, com a redução do custo de operação, e dá um impulso à factura

Leia mais

FAQ s Tecnologia Contactless

FAQ s Tecnologia Contactless FAQ s Tecnologia Contactless 1. A implementação da tecnologia Contactless obrigará à substituição dos terminais de pagamento (TPA), por parte dos comerciantes, para aceitação de pagamentos com cartão que

Leia mais

Comércio Digital 2015

Comércio Digital 2015 Comércio Digital 2015 SIBS MARKET REPORT Missão SIBS: Contribuir para o bem-estar social, promovendo eficiência nos serviços financeiros e similares, nomeadamente na área dos pagamentos, através da disponibilização

Leia mais

Proveitos Operacionais da Reditus aumentam 12% no primeiro semestre de 2011

Proveitos Operacionais da Reditus aumentam 12% no primeiro semestre de 2011 Proveitos Operacionais da Reditus aumentam 12% no primeiro semestre de 2011 Proveitos Operacionais de 55,8 milhões EBITDA de 3,1 milhões Margem EBITDA de 5,6% EBIT de 0,54 milhões Resultado Líquido negativo

Leia mais

Banco Popular, Espanha

Banco Popular, Espanha Banco Popular, Espanha Tecnologia avançada de automação do posto de caixa para melhorar a eficiência e beneficiar a saúde e segurança dos funcionários O recirculador de notas Vertera contribuiu para impulsionar

Leia mais

BES AS APOIO FINANCEIRO BES AS FINANCEIR ÕES ÀS EMPRESAS FINANCEIR ÕES UÇ SOL

BES AS APOIO FINANCEIRO BES AS FINANCEIR ÕES ÀS EMPRESAS FINANCEIR ÕES UÇ SOL 38 PME Líder SOLUÇÕES FINANCEIRAS BES Helen King/CORBIS APOIO FINANCEIRO ÀS EMPRESAS O BES disponibiliza uma vasta oferta de produtos financeiros e serviços, posicionando-se como o verdadeiro parceiro

Leia mais

4º Congresso brasileiro de meios eletrônicos de pagamento, São Paulo - Brasil, 15/10/2009 4º Congresso brasileiro de meios eletrônicos de pagamento

4º Congresso brasileiro de meios eletrônicos de pagamento, São Paulo - Brasil, 15/10/2009 4º Congresso brasileiro de meios eletrônicos de pagamento Solução Made by Um cartão à medida de cada cliente, São Paulo - Brasil, 15/10/2009 São Paulo, 15-10-2009 1 Agenda Overview Os mercado de meios eletrônicos de pagamento em Portugal Posicionamento da Caixa

Leia mais

# Confiança Planeamento e Gestão de Investimentos. segurança do seu património. Para isso contamos com o nosso trabalho, no

# Confiança Planeamento e Gestão de Investimentos. segurança do seu património. Para isso contamos com o nosso trabalho, no Caritas Dioces ana de Coim bra Condições válidas para Caritas Diocesana de Coimbra Oferta de Cooperação Barclays at Work Saiba mais em www.barclays.pt/compromissopremier # Confiança Planeamento e Gestão

Leia mais

BANCO BPI, S.A. Sociedade Aberta COMUNICADO

BANCO BPI, S.A. Sociedade Aberta COMUNICADO BANCO BPI, S.A. Sociedade Aberta Sede: Rua Tenente Valadim, 284, Porto Matriculada na Conservatória do Registo Comercial do Porto sob o número único de matrícula e identificação fiscal 501 214 534 Capital

Leia mais

Consulte a área Bancos Aderentes para saber em detalhe todas as informações relativas aos bancos aderentes.

Consulte a área Bancos Aderentes para saber em detalhe todas as informações relativas aos bancos aderentes. SERVIÇO MB Way O que é o MB Way? O MB Way é a primeira solução interbancária que permite fazer compras e transferências imediatas através de smartphone ou tablet. Basta aderir ao serviço num MULTIBANCO,

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES

PERGUNTAS FREQUENTES PERGUNTAS FREQUENTES SERVIÇO MB WAY O que é o MB WAY? O MB WAY é a primeira solução interbancária que permite fazer compras e transferências imediatas através de smartphone ou tablet. Basta aderir ao serviço

Leia mais

Lusoflora 2015. Crédito Agrícola. Santarém, 27 de Fevereiro

Lusoflora 2015. Crédito Agrícola. Santarém, 27 de Fevereiro Lusoflora 2015 Crédito Agrícola Santarém, 27 de Fevereiro Agenda 1. Quem somos 2. Proposta Valor 3. Soluções Crédito Agrícola para EMPRESAS/ ENI 4. CA Seguros 2 Quem somos O Grupo Crédito Agrícola é um

Leia mais

Contas Individuais Relatório de Actividade Demonstrações Financeiras Relatório e Parecer do Conselho Fiscal Certificação Legal de Contas

Contas Individuais Relatório de Actividade Demonstrações Financeiras Relatório e Parecer do Conselho Fiscal Certificação Legal de Contas Contas Individuais Relatório de Actividade Demonstrações Financeiras Relatório e Parecer do Conselho Fiscal Certificação Legal de Contas Relatório e Contas 2008 Mensagem do Presidente Relatório e Contas

Leia mais

O Sistema de Pagamentos Português Vítor Bento. Conferência sobre o Sistema de Pagamentos Lisboa, 4 de Dezembro de 2013

O Sistema de Pagamentos Português Vítor Bento. Conferência sobre o Sistema de Pagamentos Lisboa, 4 de Dezembro de 2013 O Sistema de Pagamentos Português Vítor Bento Conferência sobre o Sistema de Pagamentos Lisboa, 4 de Dezembro de 2013 Índice 1. Modelo Coopetitivo 2. Modelo Compreensivo 3. Economia dos Pagamentos 4. Regulação,

Leia mais

UMIC Agência para a Sociedade do Conhecimento

UMIC Agência para a Sociedade do Conhecimento UMIC Agência para a Sociedade do Conhecimento PT-SI, empresa PT responsável pela integração, implementa plataforma para Pagamentos Electrónicos para a Administração Pública. Os principais benefícios são

Leia mais

Descubra histórias de ambição em www.realizaassuasambicoes.pt

Descubra histórias de ambição em www.realizaassuasambicoes.pt Oferta de Cooperação Barclays at Work No Barclays acreditamos que é bom ter ambições e, por isso, queremos ajudá-lo a que realize as suas. Descubra histórias de ambição em www.realizaassuasambicoes.pt

Leia mais

Mobile Banking. Setembro 2014 Artigo 2

Mobile Banking. Setembro 2014 Artigo 2 Mobile Banking Setembro 2014 Artigo 2 2 Inclusão Financeira 3 Inclusão Financeira Ao longo dos últimos anos, o processo de inclusão financeira tem-se apresentado como uma prioridade para diversos países,

Leia mais

Gabinete do Governador e dos Conselhos

Gabinete do Governador e dos Conselhos Discurso do Governador do Banco de Cabo Verde, Carlos Burgo, no acto de inauguração da nova agência do Banco Africano de Investimento no Plateau, Cidade da Praia, 5 de Fevereiro de 2010. 1 Exmo. Sr. Presidente

Leia mais

SUMÁRIO. 3º Trimestre 2009 RELATÓRIO DE EVOLUÇÃO DA ACTIVIDADE SEGURADORA. Produção de seguro directo. Custos com sinistros

SUMÁRIO. 3º Trimestre 2009 RELATÓRIO DE EVOLUÇÃO DA ACTIVIDADE SEGURADORA. Produção de seguro directo. Custos com sinistros SUMÁRIO Produção de seguro directo No terceiro trimestre de, seguindo a tendência evidenciada ao longo do ano, assistiu-se a uma contracção na produção de seguro directo das empresas de seguros sob a supervisão

Leia mais

Impacto das Novas Tecnologias na Contabilidade. A. Domingues de Azevedo

Impacto das Novas Tecnologias na Contabilidade. A. Domingues de Azevedo Tecnologias na Contabilidade 1 SUMÁRIO 1. Introdução Impacto das Novas 2. Impacto das Novas Tecnologias na Economia e na Sociedade a) A Empresa na Hora b) A Empresa On-line c) A informação Empresarial

Leia mais

Cláusulas Contratuais Gerais de Adesão ao Serviço MB WAY

Cláusulas Contratuais Gerais de Adesão ao Serviço MB WAY Cláusulas Contratuais Gerais de Adesão ao Serviço MB WAY Objeto a) Pelo presente contrato, a Caixa Económica Montepio Geral, entidade com capital aberto ao investimento do público, com sede na Rua Áurea,

Leia mais

MEIOSTEC, S.A. RELATÓRIO E CONTAS 2008

MEIOSTEC, S.A. RELATÓRIO E CONTAS 2008 MEIOSTEC, S.A. RELATÓRIO E CONTAS 2008 MEIOSTEC, S.A. RELATÓRIO E CONTAS 2008 ÍNDICE 01 Relatório de Gestão... 1 02 Conjuntura Económica... 2 03 A Empresa... 3 04 Análise Financeira... 9 1 MEIOSTEC S.A.

Leia mais

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Abril de 2011

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Abril de 2011 Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de Abril de 211 Banco de Portugal divulga Contas Nacionais Financeiras para 21 O Banco de Portugal divulga hoje no Boletim Estatístico e no BPstat Estatísticas

Leia mais

O GRUPO AITEC. Breve Apresentação

O GRUPO AITEC. Breve Apresentação O GRUPO AITEC Breve Apresentação Missão Antecipar tendências, identificando, criando e desenvolvendo empresas e ofertas criadoras de valor no mercado mundial das Tecnologias de Informação e Comunicação

Leia mais

Adesão ao Serviço MB WAY

Adesão ao Serviço MB WAY Adesão ao Serviço MB WAY 1) Objecto Pelo presente contrato, o Banco Santander Totta SA obriga-se a prestar ao Utilizador o Serviço MB WAY, nas condições e termos regulados nas cláusulas seguintes, e o

Leia mais

Luís Magalhães Presidente, UMIC - Agência para a Sociedade do Conhecimento

Luís Magalhães Presidente, UMIC - Agência para a Sociedade do Conhecimento A Internet,os computadores, os telefones móveis, a TV digital estão a transformar profundamente a maneira como as pessoas vivem - como aprendem, trabalham, ocupam os tempos livres e interagem, tanto nas

Leia mais

Encontro Nacional de Instaladores da APIRAC-Associação Portuguesa da Indústria de Refrigeração e Ar Condicionado. Batalha, 8 Julho de 2010

Encontro Nacional de Instaladores da APIRAC-Associação Portuguesa da Indústria de Refrigeração e Ar Condicionado. Batalha, 8 Julho de 2010 Encontro Nacional de Instaladores da APIRAC-Associação Portuguesa da Indústria de Refrigeração e Ar Condicionado Batalha, 8 Julho de 2010 As vossas necessidades... O apoio aos Empreendedores e às PME s

Leia mais

Grupo Reditus reforça crescimento em 2008

Grupo Reditus reforça crescimento em 2008 Grupo Reditus reforça crescimento em 2008 Nota Prévia Os resultados reportados oficialmente reflectem a integração do Grupo Tecnidata a 1 de Outubro de 2008, em seguimento da assinatura do contrato de

Leia mais

INFORMAÇÃO TRIMESTRAL INDIVIDUAL/CONSOLIDADA (Não Auditada)

INFORMAÇÃO TRIMESTRAL INDIVIDUAL/CONSOLIDADA (Não Auditada) INFORMAÇÃO TRIMESTRAL INDIVIDUAL/CONSOLIDADA (Não Auditada) (aplicável às entidades sujeitas à disciplina normativa contabilística das IAS / IFRS) BANCO BPI, S.A. Sociedade com o capital aberto ao investimento

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO GRUPO INCENTEA

APRESENTAÇÃO DO GRUPO INCENTEA APRESENTAÇÃO DO GRUPO INCENTEA Quem Somos Somos um grupo de empresas de prestação de serviços profissionais nas áreas das Tecnologias de Informação, Comunicação e Gestão. Estamos presente em Portugal,

Leia mais

Câmara Municipal de Cascais é uma boa prática no relacionamento com os cidadãos

Câmara Municipal de Cascais é uma boa prática no relacionamento com os cidadãos 27 LEADERSHIP AGENDA a inovação na gestão do relacionamento compensa Câmara Municipal de Cascais é uma boa prática no relacionamento com os cidadãos A participação activa dos cidadãos é vital para a promoção

Leia mais

MBA Sistemas de Informação Tecnologias de Comunicação e Multimédia (CIDADES DIGITAIS)

MBA Sistemas de Informação Tecnologias de Comunicação e Multimédia (CIDADES DIGITAIS) MBA Sistemas de Informação Tecnologias de Comunicação e Multimédia (CIDADES DIGITAIS) Nome: Manuel Fernando Soares Dias IMPACTO SOCIAL - As lacunas do digital. Depois de assimilado e confirmado o falhanço

Leia mais

Mobile Banking Aboobacar Chutumia Abril de 2011

Mobile Banking Aboobacar Chutumia Abril de 2011 Mobile Banking Aboobacar Chutumia Abril de 2011 Pontos de Abordagem Serviços Financeiros Móveis Acesso - Serviços Financeiros Móveis Impacto da Rede Móvel nos SFM s mcel - pioneira na banca móvel mkesh

Leia mais

Competitividade e Inovação

Competitividade e Inovação Competitividade e Inovação Evento SIAP 8 de Outubro de 2010 Um mundo em profunda mudança Vivemos um momento de transformação global que não podemos ignorar. Nos últimos anos crise nos mercados financeiros,

Leia mais

COMUNICADO 9M 2015 COMUNICADO 9M 2015. (Contas não auditadas)

COMUNICADO 9M 2015 COMUNICADO 9M 2015. (Contas não auditadas) COMUNICADO 9M 2015 (Contas não auditadas) 30 novembro 2015 1 1. EVOLUÇÃO DOS NEGÓCIOS 1.1. ÁREA FINANCEIRA A Área Financeira do Grupo concentra as atividades financeiras, incluindo a Orey Financial e as

Leia mais

A adesão pelo Comerciante ao serviço MB SPOT implica sempre a assinatura de um Contrato para adesão ao Serviço MB SPOT.

A adesão pelo Comerciante ao serviço MB SPOT implica sempre a assinatura de um Contrato para adesão ao Serviço MB SPOT. Serviço MB SPOT O MB SPOT é um serviço disponibilizado pela SIBS através dos Terminais de Pagamento Automático (TPA) da Rede MB, que permite Executar carregamentos de serviços pré-pagos, pagamento de serviços,

Leia mais

SOLUÇÕES SANTANDER TURISMO

SOLUÇÕES SANTANDER TURISMO SOLUÇÕES SANTANDER TURISMO Atendendo a que o turismo é um sector estratégico na economia nacional e considerando que a APAVT tem tido um papel fundamental no desenvolvimento do turismo nacional, o acordo

Leia mais

Preçário BANCO PRIVADO ATLANTICO INSTITUIÇÃO FINANCEIRA BANCÁRIA TABELA DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 22 Dezembro 2014

Preçário BANCO PRIVADO ATLANTICO INSTITUIÇÃO FINANCEIRA BANCÁRIA TABELA DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 22 Dezembro 2014 Preçário BANCO PRIVADO ATLANTICO INSTITUIÇÃO FINANCEIRA BANCÁRIA TABELA DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 22 Dezembro 2014 O Preçário pode ser consultado nos balcões e locais de atendimento

Leia mais

A implementação do balcão único electrónico

A implementação do balcão único electrónico A implementação do balcão único electrónico Departamento de Portais, Serviços Integrados e Multicanal Ponte de Lima, 6 de Dezembro de 2011 A nossa agenda 1. A Directiva de Serviços 2. A iniciativa legislativa

Leia mais

Factura Electrónica by Carlos Costa Tavares Executive Manager da Score Innovation

Factura Electrónica by Carlos Costa Tavares Executive Manager da Score Innovation Factura Electrónica by Carlos Costa Tavares Executive Manager da Score Innovation Desafios da Facturação Electrónica A facturação electrónica (e-invoicing) poderá fazer parte das iniciativas emblemáticas

Leia mais

1. Objectivos do Observatório da Inclusão Financeira

1. Objectivos do Observatório da Inclusão Financeira Inclusão Financeira Inclusão Financeira Ao longo da última década, Angola tem dado importantes passos na construção dos pilares que hoje sustentam o caminho do desenvolvimento económico, melhoria das

Leia mais

ASPECTOS PRÁTICOS DO EURO

ASPECTOS PRÁTICOS DO EURO MÓDULO III ASPECTOS PRÁTICOS DO EURO Notas e Moedas em Euros Vantagens e Desvantagens do Euro Implicações do Euro para a Administração Pública O Euro e o sector bancário O impacto do Euro no mercado de

Leia mais

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP 1. Sobre a ACEP A ACEP - Associação de Comércio Electrónico em Portugal é uma organização independente sem fins lucrativos, de pessoas individuais e colectivas, visando o estudo e a implementação das diversas

Leia mais

Soluções PRIMAVERA Starter. Para empresas que vão crescer

Soluções PRIMAVERA Starter. Para empresas que vão crescer Soluções PRIMAVERA Para empresas que vão crescer 02 Soluções PRIMAVERA Soluções Para empresas que vão crescer A legislação relativa à utilização de programas informáticos de faturação certificados tem

Leia mais

Santander Totta. Santander Totta. Especializado no Negócio de PME

Santander Totta. Santander Totta. Especializado no Negócio de PME Santander Totta Santander Totta Especializado no Negócio de PME O Banco Santander Totta está integrado num dos maiores Grupos Financeiros a nível Mundial. Distingue-se pela sua capacidade de oferecer as

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS DO EXERCÍCIO DE 2008

APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS DO EXERCÍCIO DE 2008 APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS DO EXERCÍCIO DE 28 2 Resultados 28 Os resultados reportados reflectem a integração do Grupo Tecnidata a 1 de Outubro de 28, em seguimento da assinatura do contrato de aquisição

Leia mais

Índice. 1. Tipos de Cartões. 2. Preçário. 3. Ciclo de Pagamento. 4. Limites Transaccionais. 5. Apoio ao Cliente

Índice. 1. Tipos de Cartões. 2. Preçário. 3. Ciclo de Pagamento. 4. Limites Transaccionais. 5. Apoio ao Cliente 1 Índice 1. Tipos de Cartões 2. Preçário 3. Ciclo de Pagamento 4. Limites Transaccionais 5. Apoio ao Cliente 2 TIPOS DE CARTÕES O Banco BNI tem à disposição dos seus clientes três tipos de cartões: Cartões

Leia mais

Protocolo entre o Millennium bcp e a Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo

Protocolo entre o Millennium bcp e a Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo Protocolo entre o Millennium bcp e a Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo Introdução A Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo (CCAH) e o Millennium bcp (Mbcp) celebraram um Protocolo, com vista a disponibilizar

Leia mais

Barómetro Anual Travelstore American Express 2012 Um estudo cujas respostas das empresas que participaram gerou uma doação à

Barómetro Anual Travelstore American Express 2012 Um estudo cujas respostas das empresas que participaram gerou uma doação à Barómetro Anual Travelstore American Express 2012 Um estudo cujas respostas das empresas que participaram gerou uma doação à 1. Amostra 2. Caracterização das viagens profissionais 3. Política de viagens

Leia mais

2. Emissão de. Outros Titulares. seguintes. 1.º ano. Anos. cartão. Grátis 28,85 -- -- -- 19,23 26,44. Grátis 28,85 -- -- -- 19,23 26,44

2. Emissão de. Outros Titulares. seguintes. 1.º ano. Anos. cartão. Grátis 28,85 -- -- -- 19,23 26,44. Grátis 28,85 -- -- -- 19,23 26,44 11.1. Cartões de crédito Designação do Redes onde o é aceite 1.º Titular Outros Titulares de (5) (1) 5. Recuperação de valores em divida (6) Millennium bcp Business Silver 28,85 19,23 26,44 Millennium

Leia mais

Manual SMS24. 1. O que é o SMS24?... 1. 2. Quais as Funcionalidades Disponíveis?... 1. 3. Como Activar o SMS24?... 2. 4. Como funciona o SMS24?...

Manual SMS24. 1. O que é o SMS24?... 1. 2. Quais as Funcionalidades Disponíveis?... 1. 3. Como Activar o SMS24?... 2. 4. Como funciona o SMS24?... Manual SMS24 Índice 1. O que é o SMS24?... 1 2. Quais as Funcionalidades Disponíveis?... 1 3. Como Activar o SMS24?... 2 4. Como funciona o SMS24?... 4 5. Personalização de Contas... 4 6. Estrutura das

Leia mais

Guia do Utilizador. Cartão BPI Gold Empresas

Guia do Utilizador. Cartão BPI Gold Empresas Guia do Utilizador Cartão BPI Gold Empresas Índice 1. O Cartão BPI Gold Empresas...3 2. Precauções a ter com o seu Cartão BPI Gold Empresas...3 3. O que fazer em caso de perda, furto, roubo ou extravio

Leia mais

Mobile Payments: projeto piloto

Mobile Payments: projeto piloto Mobile Payments: projeto piloto Sustentabilidade Maio, 2013 AGENDA ENQUADRAMENTO PILOTO MOBILE PAYMENTS RESULTADOS ENQUADRAMENTO Já assumida como uma tendência, o sistema de pagamento pelo telemóvel começa

Leia mais

BENEFÍCIOS DOS ADVOGADOS

BENEFÍCIOS DOS ADVOGADOS Produtos e serviços CGD para profissionais liberais e jovens advogados: CONTAS À ORDEM Conta Extracto A informação onde preferir. Com esta conta recebe um extracto com toda a informação da sua conta, na

Leia mais

KidZania Lisboa Portugal

KidZania Lisboa Portugal KidZania Lisboa Portugal Acrescentando valor à indústria de entretenimento com soluções de Self-Service Este projecto representava um desafio real para nós, por isso, era necessário encontrar não só uma

Leia mais

Índice Apresentação Vantagens Cartão Galp Frota Cartão Galp Frota Cartão Galp Frota Profissional Funcionalidades Cartão Galp Frota Galp Frota Online

Índice Apresentação Vantagens Cartão Galp Frota Cartão Galp Frota Cartão Galp Frota Profissional Funcionalidades Cartão Galp Frota Galp Frota Online Índice Índice Apresentação Vantagens Cartão Galp Frota Cartão Galp Frota Cartão Galp Frota Profissional Funcionalidades Cartão Galp Frota Galp Frota Online Informação de Gestão Elementos de Personalização

Leia mais

3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) (ÍNDICE)

3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) (ÍNDICE) 3.1. Cartões de crédito Comissões (Euros) Redes onde o cartão é aceite 1. Anuidades 1 1.º Titular Outros Titulares 2. Emissão de cartão 1 3. Substituição de cartão 2 4. Inibição do cartão 5. Pagamentos

Leia mais

5 Análise Orçamental RELATÓRIO E CONTAS

5 Análise Orçamental RELATÓRIO E CONTAS 5 Análise Orçamental RELATÓRIO E CONTAS 1 PRINCIPAIS DESTAQUES [Indicadores] Indicadores 2010 2011 RECEITA Crescimento da Receita Total 19,8 3,7 Receitas Correntes / Receita Total 61 67,2 Crescimento das

Leia mais

PHC Letras CS BUSINESS AT SPEED

PHC Letras CS BUSINESS AT SPEED PHC Letras CS A gestão de todas as tarefas relacionadas com Títulos de Dívida A execução de todos os movimentos com títulos de dívida a receber ou a pagar e o controle total da situação por Cliente ou

Leia mais

Net24 Empresas. 1. O que é o Net24 Empresas?... 1. 2. Quais as funcionalidades disponíveis?... 1. 3. Níveis de Segurança... 2. 4. Segurança...

Net24 Empresas. 1. O que é o Net24 Empresas?... 1. 2. Quais as funcionalidades disponíveis?... 1. 3. Níveis de Segurança... 2. 4. Segurança... Net24 Empresas Índice 1. O que é o Net24 Empresas?... 1 2. Quais as funcionalidades disponíveis?... 1 3. Níveis de Segurança... 2 4. Segurança... 4 5. Como funciona o acesso ao Net24 Empresas?... 5 6.

Leia mais

Apresentação do Sistema de Pagamentos. Easypay Tel +351 21 261 79 30 Fax +351 21 361 79 29 correio@easypay.pt

Apresentação do Sistema de Pagamentos. Easypay Tel +351 21 261 79 30 Fax +351 21 361 79 29 correio@easypay.pt Apresentação do Sistema de Pagamentos 2012 ÍNDICE 01 05 PORQUÊ EASYPAY EASYAPPS 02 06 COMO FUNCIONA SOBRE EASYPAY 03 07 PARA QUEM PARCERIAS 08 CONTACTOS 2 01 PORQUÊ EASYPAY Aumente as suas vendas aceitando

Leia mais

Simplex Exportações Exportações mais Simplex

Simplex Exportações Exportações mais Simplex Simplex Exportações Exportações mais Simplex Este é o primeiro SIMPLEX dedicado a um tema específico: as EXPORTAÇÕES. É por isso um programa diferente. Mais participado e feito em verdadeira co produção:

Leia mais

COMUNICADO RESULTADOS TRIMESTRAIS (Não auditados) 28 de Maio de 2015

COMUNICADO RESULTADOS TRIMESTRAIS (Não auditados) 28 de Maio de 2015 COMUNICADO RESULTADOS TRIMESTRAIS (Não auditados) 28 de Maio de 2015 Sociedade Comercial Orey Antunes, S.A. Sociedade Aberta Rua Carlos Alberto da Mota Pinto, nº 17 6A, 1070-313 Lisboa Portugal Capital

Leia mais

5º Encontro Transportes em Revista

5º Encontro Transportes em Revista 5º Encontro Transportes em Revista Transportes factor de inclusão social António Proença Administrador-Delegado 1 O que é a OTLIS? É um ACE (Agrupamento Complementar de Empresas) formado por 7 Operadores

Leia mais

SUCH Serviço de Utilização Comum dos Hospitais

SUCH Serviço de Utilização Comum dos Hospitais Derechos Quem Somos O Serviço de Utilização Comum dos Hospitais é uma associação privada sem fins lucrativos, organizada e posicionada para a oferta integrada de Serviços Partilhados para o sector da Saúde.

Leia mais

Vantagem Garantida PHC

Vantagem Garantida PHC Vantagem Garantida PHC O Vantagem Garantida PHC é um aliado para tirar maior partido das aplicações PHC A solução que permite à empresa rentabilizar o seu investimento, obtendo software actualizado, formação

Leia mais

O RISCO SEMPRE EXISTIU E ESTAMOS TODOS SUJEITOS A ELE

O RISCO SEMPRE EXISTIU E ESTAMOS TODOS SUJEITOS A ELE 64 CAPA ENTREVISTA AMÍLCAR SILVA, PRESIDENTE, E NÍRIA ORAMALU, COORDENADORA DO NÚCLEO DE ESTUDOS E ESTATÍSTICAS DA ABANC O RISCO SEMPRE EXISTIU E ESTAMOS TODOS SUJEITOS A ELE Na sede da Associação Angolana

Leia mais

Mobile Banking BAI Guia Rápido do Utilizador

Mobile Banking BAI Guia Rápido do Utilizador Mobile Banking BAI Guia Rápido do Utilizador O Banco de todos os momentos. Mobile Banking BAI Guia Rápido do Utilizador Índice 1. Introdução ao Mobile Banking BAI... 5 2. Regras de Segurança... 8 3. Guia

Leia mais

Excelência Proximidade Profissionalismo. É bom saber que pode contar com quem está ao seu lado. ORDEM DOS ENGENHEIROS Oferta 1 º Trimestre 2013

Excelência Proximidade Profissionalismo. É bom saber que pode contar com quem está ao seu lado. ORDEM DOS ENGENHEIROS Oferta 1 º Trimestre 2013 Oferta de Cooperação Barclays at Work Excelência Proximidade Profissionalismo É bom saber que pode contar com quem está ao seu lado 300 Anos de Experiência 50 Milhões de Clientes 60 Países ORDEM DOS ENGENHEIROS

Leia mais

O e-gov em Portugal. Fórum Vale do Minho Digital Melgaço 30 de Setembro de 2008

O e-gov em Portugal. Fórum Vale do Minho Digital Melgaço 30 de Setembro de 2008 O e-gov em Portugal Fórum Vale do Minho Digital Melgaço 30 de Setembro de 2008 O Plano Tecnológico é uma estratégia de mudança da base competitiva através do conhecimento, tecnologia e inovação 2 Conhecimento

Leia mais

Criamos. valor à sua empresa

Criamos. valor à sua empresa Criamos valor à sua empresa ORGANIZAÇÃO Somos o que fazemos repetidamente. Então, a excelência não é um acto isolado, mas sim um hábito. Aristóteles Compromisso A FISCOSEGUR é uma organização que presta

Leia mais

BUSINESS BRIEFING MAIO 2012 INTRODUÇÃO

BUSINESS BRIEFING MAIO 2012 INTRODUÇÃO BUSINESS BRIEFING Análise IPD 2011 MAIO 2012 INTRODUÇÃO O Investment Property Databank (IPD) é um índice que analisa o retorno do investimento institucional direto em ativos imobiliários, assumindo-se

Leia mais

SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS ONLY ONCE E ADESÃO À IAP

SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS ONLY ONCE E ADESÃO À IAP SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS ONLY ONCE E ADESÃO À IAP 1 DE JULHO DE 2015 OPERAÇÕES TEMÁTICAS COLABORATION SIMPLIFICATION INNOVATION AGENCY FOR THE PUBLIC SERVICES REFORM OPERAÇÃO TEMÁTICA M/C DOTAÇÃO ORÇAMENTAL

Leia mais

AVISO Nº 01/2009 de 24 de Março

AVISO Nº 01/2009 de 24 de Março AVISO Nº 01/2009 de 24 de Março Considerando a necessidade de se regulamentarem as "câmaras de compensação" e os "subsistemas de compensação e liquidação" do- Sistema de Pagamentos de Angola (SPA) visando

Leia mais

Balanço das Medidas do Domínio de Aperfeiçoamento das Tecnologias de Informação de Telecomuicações (ATI)

Balanço das Medidas do Domínio de Aperfeiçoamento das Tecnologias de Informação de Telecomuicações (ATI) Balanço das Medidas do Domínio de Aperfeiçoamento das Tecnologias de Informação de Telecomuicações (ATI) Engº. Evaristo Tone ENAD. 31 de Agosto de 2015 AGENDA Contributo de ATI Inovação Tecnológica Novos

Leia mais

ACEPI/Netsonda Barómetro Trimestral do Comércio Electrónico em Portugal 2º Trimestre 2012. Página 1

ACEPI/Netsonda Barómetro Trimestral do Comércio Electrónico em Portugal 2º Trimestre 2012. Página 1 Página 1 Sobre a ACEPI A ACEPI - Associação de Comércio Electrónico e Publicidade Interactiva, é uma organização independente sem fins lucrativos, de pessoas individuais e colectivas, visando o estudo

Leia mais

Condições de acesso ao Programa de Passageiro Frequente TAP Victoria para Clientes do Banco Popular

Condições de acesso ao Programa de Passageiro Frequente TAP Victoria para Clientes do Banco Popular Condições de acesso ao Programa de Passageiro Frequente TAP Victoria para Clientes do Banco Popular 1. Âmbito O Banco Popular e a TAP estabeleceram um acordo de parceria (Contrato de Parceiro de Marketing

Leia mais

Taxas de serviço aos comerciantes na utilização de cartões de pagamento

Taxas de serviço aos comerciantes na utilização de cartões de pagamento Taxas de serviço aos comerciantes na utilização de cartões de pagamento Caso comparativo Portugal vs. Espanha JULHO 2007 Síntese de conclusões Mais de 14% dos cartões de pagamento na Europa dos 15 são

Leia mais

Correios, um negócio em transformação

Correios, um negócio em transformação Correios, um negócio em transformação Pedro Coelho Conferência ANACOM, Liberalização do Serviço Postal: ano um 6 de Outubro de 2011 CTT. Consigo por um futuro sustentável. O negócio postal está em declínio,

Leia mais

APTRA PASSPORT DA NCR. Um núcleo empresarial para captura remota de depósitos

APTRA PASSPORT DA NCR. Um núcleo empresarial para captura remota de depósitos APTRA PASSPORT DA NCR Um núcleo empresarial para captura remota de depósitos Uma maneira melhor para os seus clientes depositarem cheques Bancos e instituições financeiras continuam a enfrentar os desafios

Leia mais

Documento de apoio à iniciativa Ovo de Colombo

Documento de apoio à iniciativa Ovo de Colombo Documento de apoio à iniciativa Ovo de Colombo Geração de ideias e coordenação de projectos em Desmaterialização de Transacções na óptica do CEDT. 1. Rede CEDT (empresas e entidades científicas e tecnológicas)

Leia mais

Arquitectura Global de Interoperabilidade PNAGIA Proximidade, Diversidade e Eficiência da Oferta de Serviços ao Cidadão

Arquitectura Global de Interoperabilidade PNAGIA Proximidade, Diversidade e Eficiência da Oferta de Serviços ao Cidadão MTTI/CNTI 2015 Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação Centro Nacional das Tecnologias de Informação Arquitectura Global de Interoperabilidade PNAGIA Proximidade, Diversidade e Eficiência

Leia mais

Resultado Líquido da Reditus aumenta 57,7% no 1º semestre de 2014

Resultado Líquido da Reditus aumenta 57,7% no 1º semestre de 2014 Resultado Líquido da Reditus aumenta 57,7% no 1º semestre de 2014 Proveitos Operacionais de 60,8 milhões de euros (+ 8,1%) EBITDA de 5,6 milhões de euros (+ 11,1%) Margem EBITDA 9,2% (vs. 8,9%) Resultado

Leia mais

Comparação com o Sistema de Débitos Diretos nacional

Comparação com o Sistema de Débitos Diretos nacional 1 Sobre a SEPA A criação da Área Única de Pagamentos em Euros (SEPA Single Euro Payments Area) tem como objetivo principal o estabelecimento de um mercado único de pagamentos de retalho. Nesta Área, particulares,

Leia mais

RELATÓRIO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS E DA POSIÇÃO DE INVESTIMENTO INTERNACIONAL, 2011

RELATÓRIO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS E DA POSIÇÃO DE INVESTIMENTO INTERNACIONAL, 2011 RELATÓRIO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS E DA POSIÇÃO DE INVESTIMENTO INTERNACIONAL, 2011 I. BALANÇA DE PAGAMENTOS A estatística da Balança de Pagamentos regista as transacções económicas ocorridas, durante

Leia mais

Índice. 1. Tipos de Cartões. 2. Preçário. 3. Ciclo de Pagamento. 4. Limites Transaccionais. 5. Apoio ao Cliente

Índice. 1. Tipos de Cartões. 2. Preçário. 3. Ciclo de Pagamento. 4. Limites Transaccionais. 5. Apoio ao Cliente 1 Índice 1. Tipos de Cartões 2. Preçário 3. Ciclo de Pagamento 4. Limites Transaccionais 5. Apoio ao Cliente 2 TIPOS DE CARTÕES O Banco BNI tem à disposição dos seus clientes três tipos de cartões: Cartões

Leia mais

Evolução da Actividade nas Principais Áreas

Evolução da Actividade nas Principais Áreas Evolução da Actividade nas Principais Áreas 51 REFERÊNCIA INTRODUTÓRIA Apesar da continuação da conjuntura extremamente desfavorável, que nalguns aspectos importantes para as condições de exploração das

Leia mais

Apoios às s Empresas do Sector do Turismo. Portugal

Apoios às s Empresas do Sector do Turismo. Portugal Apoios às s Empresas do Sector do Turismo ÍNDICE 2 Linha de apoio à qualificação da oferta Linha de apoio à tesouraria Carência de capital Linhas PME CRESCIMENTO 2013 MECANISMOS DE APOIO AO SECTOR DO TURISMO

Leia mais

Dignos Presidentes dos Conselhos de Administração e das Comissões Executivas dos bancos comerciais

Dignos Presidentes dos Conselhos de Administração e das Comissões Executivas dos bancos comerciais Exmo Senhor Presidente da Associação Angolana de Bancos Sr. Amílcar Silva Dignos Presidentes dos Conselhos de Administração e das Comissões Executivas dos bancos comerciais Estimados Bancários Minhas Senhoras

Leia mais

Preçário BANCO PRIVADO ATLANTICO INSTITUIÇÃO FINANCEIRA BANCÁRIA TABELA DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 30 de Setembro 2015

Preçário BANCO PRIVADO ATLANTICO INSTITUIÇÃO FINANCEIRA BANCÁRIA TABELA DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 30 de Setembro 2015 Preçário BANCO PRIVADO ATLANTICO INSTITUIÇÃO FINANCEIRA BANCÁRIA TABELA DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 30 de Setembro 2015 O Preçário pode ser consultado nos balcões e locais de atendimento

Leia mais

- Reforma do Tesouro Público

- Reforma do Tesouro Público - Reforma do Tesouro Público Em Novembro de 1997 foram definidas as opções estratégicas do Ministério das Finanças para a adopção da moeda Única ao nível da Administração Financeira do Estado. Estas opções,

Leia mais

5º Workshop da Plataforma do Empreendedor

5º Workshop da Plataforma do Empreendedor 5º Workshop da Plataforma do Empreendedor Lisboa, AIP-CE 27 de Maio de 2010 EMPREENDEDORISMO Da ideia à actividade. O Montepio apoia a criação de negócios independentemente da sua dimensão e está disponível

Leia mais

ANEXO III - MEIOS DE PAGAMENTO AUTOMÁTICOS E CARTÕES ASSOCIADOS

ANEXO III - MEIOS DE PAGAMENTO AUTOMÁTICOS E CARTÕES ASSOCIADOS ANEXO III - MEIOS DE PAGAMENTO AUTOMÁTICOS E CARTÕES ASSOCIADOS (Entrada em vigor: 19/11//2009) I. S. 1. CARTÕES DE DÉBITO (Anuidades) 1.1. Particulares - CAIXAUTOMÁTICA Electron / Maestro (1) 8,65 4%

Leia mais

COMUNICADO Resultados Consolidados do BCP no segundo trimestre de 2003

COMUNICADO Resultados Consolidados do BCP no segundo trimestre de 2003 BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. Sociedade Aberta Sede: Praça D. João I, 28, Porto Mat. CRC do Porto: 40.043 NIPC: 501.525.882 Capital Social Registado: 3.257.400.827 Euros COMUNICADO Resultados Consolidados

Leia mais

ARTIGO: SOLUÇÕES PARA O SECTOR AUTARQUIAS in IGOV Maio 2010

ARTIGO: SOLUÇÕES PARA O SECTOR AUTARQUIAS in IGOV Maio 2010 CÂMARA MUNICIPAL DE SANTARÉM - R EVOLUÇÃO ADMINISTRATIVA A Autarquia de Santarém, em parceria com a PT Prime, desenvolveu um sistema de soluções integradas e inter-operantes que lhe possibilitaram operacionalizar

Leia mais