SUMÁRIO. Boa leitura! Equipe Navita. CIOs 41% Gestores de TI 59% Gráfico 1. Público Entrevistado Composição da Amostra

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SUMÁRIO. Boa leitura! Equipe Navita. CIOs 41% Gestores de TI 59% Gráfico 1. Público Entrevistado Composição da Amostra"

Transcrição

1

2 SUMÁRIO Para conhecer um pouco mais sobre o momento do mercado brasileiro de mobilidade corporativa, entre fevereiro e junho de 2013, a Navita realizou um estudo entre as grandes empresas, brasileiras ou multinacionais, que atuam no Brasil. Para a realização do estudo foram entrevistadas 204 líderes de Tecnologia da Informação. O objetivo principal deste estudo é entender como as empresas enxergam os principais desafios relacionados a mobilidade e Telecom e como estão se preparando para gerenciá-los. A amostra foi composta por CIOs (Chief Information Officers, representando 41% do total), Gestores, Gerentes e Analistas de TI (representando 59%) das maiores empresas do país. Além dos desafios, procuramos entender as questões relacionadas às entidades importantes deste ecossistema, como as operadoras de telefonia e os fornecedores de tecnologia e serviços. Gestores de TI 59% CIOs 41% Gráfico 1. Público Entrevistado Composição da Amostra Compartilhando as informações que obtivemos, esperamos que este estudo contribua para que as empresas obtenham melhores serviços em mobilidade e Telecom, ampliando, assim, a maturidade do nosso mercado. Boa leitura! Equipe Navita

3 INTRODUÇÃO O (DES) CONTROLE DA SITUAÇÃO A necessidade dos Serviços de Gestão de Mobilidade e Telecom surgiu quando a distribuição de smartphones como ferramenta de trabalho gerou certo caos nas organizações: chegaram repentinamente, numa época em que os telefones celulares eram, até então, apenas utilizados para chamadas telefônicas. Ao entrarem nas empresas com o serviço de , os smartphones trouxeram também a complexidade e a necessidade de serviços de altíssimo nível, afinal, eles começaram a ser usados pelos principais executivos. As empresas, em sua maioria, não estavam preparadas e/ou talvez, não tiveram tempo suficiente para planejar ou assegurar o seu uso de maneira adequada, com todas as políticas de segurança da informação aplicadas como já acontecia aos tradicionais desktops. Os aparelhos, agora conectados ao serviço de corporativo, provocaram a necessidade de gestão destes dispositivos móveis. A inclusão dessas novas linhas telefônicas no parque corporativo trouxe também um aumento significativo nos custos de telecomunicações. Com a telefonia celular, mais cara que a fixa, veio também a necessidade de contratação dos planos de dados para os smartphones e, posteriormente, para os tablets. Aplicativos móveis para os telefones inteligentes com os mais diversos focos começaram a aparecer e em grande quantidade. Nesta nova realidade, controle passa a ser palavra chave, uma vez que os aplicativos com foco, por exemplo, em entretenimento, podem reduzir em muitos pontos, a produtividade dos colaboradores. Por outro lado, aplicações corporativas também começam a ser mobilizadas e passam a ser utilizadas para gerar maior agilidade nos processos de tomada de decisão. Este novo mercado traz consigo a necessidade de atualizações destes aplicativos com processos mais eficientes para manutenção e atualizações. Hoje, já podemos usufruir de lojas privadas de aplicativos móveis, personalizadas conforme as políticas de cada empresa, contemplando o uso destes aplicativos no universo corporativo de maneira segura. A segurança é ainda o maior desafio para a gestão da mobilidade. Problemas relacionados a esta questão têm acontecido nas empresas. No entanto, estes problemas raramente são compartilhados com o mercado, afinal, expor a falta de preparo das organizações para o controle dos dispositivos móveis e para a gestão das informações corporativas, pode afetar negativamente a imagem da empresa e de maneira bastante brusca. Sem gestão, as informações e conteúdos estariam expostos ao risco de serem roubados ou utilizados com má fé por quem, porventura, tiver acesso. Empresas, ao sofrerem este tipo de problema, são obrigadas a amadurecer forçadamente, criando e aplicando políticas imediatas para a proteção das informações corporativas. Certamente, a gestão por demanda é a pior maneira de amadurecer a visão sobre o quão importante é a segurança das informações que estão nos dispositivos móveis. Neste panorama, com as previsões de crescimento do mercado e a necessidade cada vez maior de mobilidade, é chegada a hora de profissionalizar os serviços de mobilidade e de custos de telecom. Não estamos tão atrasados. Mas é fundamental que a questão seja avaliada agora.

4 1. SOBRE A UTILIZAÇÃO DE FERRAMENTAS DE MOBILE DEVICE MANAGEMENT (MDM) Para iniciar o estudo, buscou-se mapear o percentual de empresas que já atuam no gerenciamento dos dispositivos móveis, e que utilizam, para isso, uma ferramenta ou solução de MDM: apenas 23% das empresas pesquisadas possuem alguma ferramenta de MDM implantada. A BlackBerry (na época chamava-se RIM Research in Motion) foi a pioneira neste mercado com o desenvolvimento da plataforma BES (BlackBerry Enterprise Service) gerenciando, exclusivamente, dispositivos com o sistema operacional BlackBerry. No final dos anos 2000, novas ferramentas de MDM surgiram. Muito parecidas entre si, esbarram nas limitações dos sistemas operacionais dos aparelhos móveis e acabam por segmentar-se desenvolvendo características peculiares úteis e necessárias para cada segmento. Com o surgimento do sistema operacional ios (Apple/2007) e depois o Android (Google/2008) - amplamente difundido no mercado por fabricantes como Samsung e Motorola - vários outros smartphones chegam às empresas. Assim, foi criado o cenário para que novas ferramentas de MDM começassem a ganhar espaço junto às organizações que possuem um parque diversificado de dispositivos móveis. Ainda pouco utilizadas no Brasil, o momento atual é de urgência das empresas para implantá-las. Sim 23% Não 77% Gráfico 2. Empresas que atuam no Brasil com ferramenta de MDM. Ferramentas apontadas pelos entrevistados em empresas que possuem MDM implantado: BES, Afaria, Navita, Tivoli, Samsung (EmIMPL), AirWatch. O gráfico 3 aponta, entre as empresas que já realizam o gerenciamento dos dispositivos, há quanto tempo utilizam alguma ferramenta: 37% há menos de 6 meses; 13% entre 6 meses e 1 ano; 25% entre 1 e 2 anos e 25% utiliza há mais de 2 anos. As diversas ferramentas de MDM começaram a ser exploradas comercialmente no Brasil por volta do ano de 2010 e somente entre o final de 2011 e o início de 2012, tornaram-se conhecidas pelas empresas (acompanhando o próprio crescimento das novas plataformas no uso corporativo). Outro fato interessante é que 50% das empresas que já adotam alguma ferramenta, o fazem a menos de 1 ano - lembrando que somente 23% dos entrevistados responderam a essa pergunta já que o restante (77%) trabalha em empresas que ainda não utilizam uma ferramenta de MDM.

5 Mais de 02 anos 25% Até 6 meses 37% Entre 1 e 2 anos 25% Entre 6 meses e 1 ano 13% Gráfico 3. O uso de MDM nas empresas brasileiras Vs tempo de implantação Com estes dados, pode-se concluir que a maioria das empresas brasileiras não está protegendo suas informações corporativas e/ou não possuem um software de MDM com políticas definidas e aplicadas. Considerando o perfil das empresas pesquisadas - grandes empresas usualmente são reconhecidas por possuírem programas de altíssima segurança das informações que são entregues em desktops (muitas vezes com as portas USB bloqueadas ou mesmo com softwares de monitoração para evitar o roubo de informação corporativa, também conhecido como DLP - Data Loss Prevention) isto significa um imenso potencial de crescimento. RECOMENDAÇÃO NAVITA Para encontrar a ferramenta mais adequada, se faz necessário entender primeiro qual é a necessidade específica de cada empresa. É importante entender o perfil de risco de cada empresa assim como o nível de segurança e controle dos dispositivos de cada uma delas. O mercado de ferramentas de MDM já conta com inúmeras ferramentas de MDM disponíveis; após realizar este estudo é possível identificar qual delas é a mais adequada para cada negócio. Algumas ferramentas, por exemplo, fornecem containers seguros, capazes de separar, dentro do mesmo dispositivo, as informações pessoais das corporativas. Nestes containers, todo conteúdo corporativo é armazenado e criptografado com níveis de segurança que impedem aos usuários realizar ações como copiar e colar (copy and paste) informações do container empresarial para o pessoal. Ferramentas que possuem esta funcionalidade, também impedem que o usuário abra ou imprima documentos fora deste container seguro. Quanto mais funcionalidades ou segurança oferecer uma ferramenta, maior será o impacto no preço do produto. Por isso, a Navita recomenda que todas as necessidades específicas sejam mapeadas, compreendidas e avaliadas antes da implantação de uma ferramenta de MDM.

6 2. O SUPORTE AOS USUÁRIOS No estudo procurou-se entender como os entrevistados enxergam a qualidade do serviço de suporte à mobilidade atualmente prestado em suas organizações. Mesmo quando esse serviço é prestado por equipe interna, a percepção deste serviço é de que pode ser melhorada, como mostra o gráfico 4, a seguir: 14% 1% 34% 51% Precisamos melhorar e estabelecer SLAs Razoável, mas precisamos melhorar o conhecimento e SLAs Bom Ótimo Gráfico 4. A avaliação do serviço de suporte prestado pela área de tecnologia Mais da metade dos entrevistados entende que o serviço de suporte ainda não está bom e precisa ser melhorado (51%), principalmente porque ainda não possuem níveis de serviço estabelecidos (SLA ou Service Level Agreement); 34% considera que o serviço de suporte atual é razoável, mas precisa ser melhorado em termos de conhecimento da equipe e de SLA. Apenas 14% considera que é prestado um bom serviço de suporte à mobilidade em sua empresa. Em relatos obtidos a partir deste estudo, verificou-se que a área de TI, normalmente responsável pelo suporte interno, deve oferecer atendimento às demandas de mobilidade a qualquer tempo, principalmente junto à alta hierarquia da empresa, mesmo sem um processo de suporte implantado e estruturado por um especialista em mobilidade. Mais de 80% das empresas brasileiras não possuem um serviço de suporte profissionalizado e com bons SLAs estabelecidos. Uma ferramenta de MDM pode até não estar implantada nas empresas, mas se há um parque de dispositivos móveis corporativos, existe um suporte sendo prestado a estes usuários. E o suporte aos usuários é uma das áreas mais sensíveis para a avaliação da maturidade dos programas de mobilidade e Telecom das empresas, uma vez que expõem a todos os colaboradores, eventuais falhas quanto a processos que não foram planejados. Um dos maiores desafios para a qualidade dos serviços de suporte aos usuários de aplicativos e dispositivos móveis, é o conhecimento. A cada novo lançamento ou atualização de sistema operacional, se faz necessária a atualização e, a cada novo aparelho que passa a compor o parque de dispositivos da empresa, é preciso conhecê-lo e tê-lo disponível para conseguir prestar um suporte adequado.

7 Muitas empresas utilizam a mesma equipe que trabalha junto ao suporte de para prover suporte à mobilidade. Neste caso, o nível do serviço pode ficar comprometido - a não ser que sejam realizados intensos investimentos em capacitação no que concerne a ferramentas, processos, plataformas de mobilidade, sistemas operacionais, dispositivos móveis e, no conhecimento do ecossistema da mobilidade, uma vez que o mercado possui algumas particularidades como, por exemplo, as operadoras de telefonia móvel. RECOMENDAÇÃO NAVITA Nossa recomendação é que seja planejado, criado e implantado um Programa de Suporte aos Dispositivos Móveis e Usuários, considerando: Descrição dos Serviços de Suporte Homologação de smartphones e tablets Relacionamento e interação com operadoras Definição de processos e SLAs de atendimento Infraestrutura básica (sistema de tickets, aparelhos) Capacitação e atualização contínua da equipe 3. O USO CORPORATIVO DE TABLETS Quando questionados a respeito do uso dos tablets em suas empresas (gráfico 5), verifica-se que os profissionais de Vendas e Marketing são os maiores usuários destes dispositivos, com 40%; seguidos pelos Executivos com 28% e profissionais de Áreas Técnicas com 18%. Profissionais dos Departamentos Financeiro/ Administrativo e de Recursos Humanos aparecem, respectivamente, com 10% e 4%. Financeiro/ Administrativo 10% RH 4% Área Técnica 18% Vendas e Marketing 40% Executivos 28% Gráfico 5. O perfil do usuário de tablets nas empresas Em 2010, quando a Apple lançou o ipad, não se cogitava que seria tão utilizado no mercado corporativo. Seguindo o movimento, diversos fabricantes lançaram novos modelos.

8 Observa-se que o uso de tablets corporativamente se deu a partir da necessidade de mais agilidade no transporte de informações corporativas, aliadas a uma maior facilidade na leitura de s, acompanhamento dos processos, realização de anotações durante reuniões ou mesmo para apresentações, principalmente quando os profissionais encontram-se fora do escritório. Transportar o notebook, principalmente em viagens, perdeu o sentido a não ser que o profissional não possua um tablet com um conector VGA ou HDMI. Outro ponto a ser observado é que em várias situações em que empresas entregaram tablets para seus colaboradores sem uma estratégia de aplicativos, sejam eles utilitários, de produtividade ou corporativos, houve uma enorme subutilização. Isso porque essas pessoas já usavam seus smartphones para ler e responder s e acabavam usando o tablet apenas para navegação e esporadicamente. O uso de tablet corporativamente está diretamente ligado a aplicativos móveis corporativos ou de uso corporativo. RECOMENDAÇÃO NAVITA A utilização de tablets por empresas com grandes equipes de vendas passa a ser fundamental. Citamos como case a indústria farmacêutica: seus propagandistas começaram a usar tablets para agilizar os processos de vendas durante a visitação aos médicos, tornando-os mais eficientes. O tempo que o médico possui para atender um propagandista normalmente é muito pequeno - menos de 5 minutos. Por isso, agilizar o acesso a informações remotas ou mesmo realizar pedidos é fundamental. Com tablets, os propagandistas realizam o atendimento em poucos segundos conseguindo, inclusive, realizar os pedidos. Casos como esse impulsionaram a adoção corporativa desses equipamentos e também trouxeram uma necessidade ainda maior de controle, suporte e gestão, em outras palavras: MDM. Também recomenda-se que ao entregar tablets para suas equipes haja um planejamento em termos de aplicativos móveis, levando em consideração não apenas que aplicativos serão desenvolvidos para esses usuários, mas também a criação de uma loja de aplicativos corporativa para gerenciar, distribuir e atualizar os aplicativos móveis para uso nesses tablets. 4. APLICATIVOS MÓVEIS NO MERCADO CORPORATIVO Inicialmente utilizados para a simples comunicação por voz, depois pela necessidade de acesso ao corporativo, os dispositivos móveis passaram a ser usados para outras finalidades. O segundo passo, em muitas empresas, foi o desenvolvimento de aplicativos para mobilizar as aprovações corporativas (workflow): aprovações de compras de passagens aéreas, pedidos de compras, entre outras, foram, historicamente as primeiras aplicações desenvolvidas. O gráfico 6, mostra que 36% das empresas pesquisadas utilizam aplicativos para a Força de Vendas ou Força de Campo. Em segundo lugar, aparecem os aplicativos para processos de aprovações corporativas com 26%. Na sequência, outros aplicativos são liberados para a utilização dos usuários de dispositivos móveis, como Apps de previsão do tempo, softwares que permitem o acompanhamento de ações de empresas listadas nas bolsas, mídias sociais, dentre outros, já são utilizados com consenso corporativo em 13% das empresas.

9 Já 12% das empresas entrevistadas não controlam o uso de aplicativos e uma pequena parcela, 13%, não utiliza nenhum aplicativo corporativo ou mesmo permite o acesso a apps de terceiros. Nenhum 13% Usuários podem instalar qualquer aplicativo 12% Força de vendas 36% Aplicativos de terceiros via loja de apps privada 13% Workflow 26% Gráfico 6. Tipos de aplicativos ofertados pelas empresas entrevistadas. Percebe-se, pelos dados coletados, que a utilização dos aplicativos, dentro do universo da mobilidade corporativa, aproxima-se da maturidade, uma vez que, no total, 87% dos entrevistados apontou que suas empresas utilizam ou aceitam a utilização de aplicativos nos dispositivos corporativos. RECOMENDAÇÃO NAVITA É difícil, através deste estudo, recomendar a utilização de aplicativos, uma vez que sua utilização depende das peculiaridades de cada negócio. Além da utilização, se faz necessário o suporte e a gestão. As empresas precisam mapear e saber quais apps estão sendo utilizados por seus funcionários, se as apps de controle e gestão foram desinstaladas e também precisam de ferramentas e processos que apoiem a instalação inicial e suas diversas atualizações, sem que o usuário precise se envolver tanto. As lojas privadas de aplicativos são fundamentais para essa gestão. Quando os aplicativos são instalados via loja privada evitam alguns problemas como a expiração de certificados - o que acontece após um ano em alguns sistemas operacionais. Se o aplicativo não tiver sido instalado via loja privada, após este período, todos devem ser instalados novamente, gerando custos de suporte e eventuais aborrecimentos dos usuários. Se sua empresa vai entregar tablets e não definiu a estratégia de aplicativos para serem utilizados nesses tablets, faça-o o quanto antes.

10 5. A MOBILIDADE E A SEGURANÇA Os entrevistados foram questionados a respeito das situações relacionadas à segurança das informações corporativas que, porventura, recordavam-se ter ocorrido em suas empresas. O objetivo desta questão, era entender se, na prática, ocorrem problemas que ferramentas de MDM poderiam facilmente resolver. O gráfico 7 mostra que 71% das empresas entrevistadas já tiveram pelo menos um caso de perda ou roubo do equipamento; enquanto 44% tiveram problemas com dados não criptografados; outros 44% tiveram problemas com senhas; 19% perderam os dados e não possuíam cópia de segurança (backup) ou mesmo uma política com as configurações dos usuários para serem restabelecidas rapidamente. Ainda ocorrem problemas com dados pessoais que se tornaram públicos (18%). Somente em 5% dos entrevistados apontou que suas empresas não tiveram problemas de segurança em dispositivos móveis, mas se manifestaram como preocupados com o tema. 71% 44% 44% 19% 18% 5% Roubo ou perda de aparelho Dados não criptografados Problemas com senha Dados perdidos e sem Backup Dados pessoais roubados que se tornaram públicos Nada aconteceu, mas segurança é uma preocupação Gráfico 7. Problemas de segurança apontados pelos entrevistados O desafio é gerenciar a mobilidade, evitando qualquer risco de segurança e esse desafio não é fácil. A segurança é, sem dúvida, o grande impulsionador da necessidade de gerenciamento de dispositivos móveis. Não é adequado esperar que um caso grave ocorra para que a empresa decida assumir o controle da situação. É possível minimizar muito os riscos implantando políticas de segurança que obriguem o uso de senhas, bloqueiem recursos dos equipamentos que não devem ser usados, automatizem as configurações empresariais, etc. Também é possível usar recursos como o remote wipe para apagar os dados remotamente em caso de roubo ou furto, ou para forçar a troca da senha no equipamento perdido e ainda para colocar uma mensagem na tela para que seja devolvido e um número de telefone para contato. RECOMENDAÇÃO NAVITA Sem dúvida a segurança é o tema que mais preocupa os gestores dos serviços de mobilidade nas empresas em nível mundial e o primeiro a ser tratado quando se definem as políticas de mobilidade corporativa dentro de cada empresa. O risco pode ser eliminado através de uma solução combinada de software de MDM, suporte, processos e níveis de serviço, por isso, nossa recomendação é que esse tema seja imediatamente abordado e planejado, mesmo que sua execução seja postergada.

11 A maneira mais fácil de convencer os tomadores de decisão em cada empresa é criando exemplos de situações que colocam em risco as informações corporativas e as consequências que gerariam para a organização, sem um serviço adequado e sem utilizar as ferramentas adequadas de gestão. Outra recomendação seria simular os possíveis prejuízos (diretos e indiretos) que a perda de informações através de dispositivos móveis poderia gerar para a organização. Talvez uma simples simulação mostre o tamanho do risco existente atualmente e que a remediação é realmente um investimento muito baixo. Imagine o tablet do diretor financeiro de uma empresa listada na bolsa de valores ser perdido ou roubado com as demonstrações financeiras armazenadas, se essas informações forem publicadas na internet, as ações da empresa podem despencar. Segurança da informação é um dos maiores riscos para as corporações e os dispositivos móveis estão as armazenando cada vez mais. 6. BRING YOUR OWN DEVICE (BYOD) O objetivo é avaliar a maturidade do mercado, por isso, avaliamos como as empresas brasileiras encaram o desafio dos programas de BYOD e percebe-se que, segundo o gráfico 8, 59% dos entrevistados pretende implantar um programa de BYOD em suas empresas; 9% afirmam já ter programas implantados e funcionando em suas organizações e 32% dos entrevistados não pretendem implantar esse programa em sua empresa. Já possuo 9% Não 32% Sim 59% Gráfico 8. Pretendem implantar programa de BYOD ou já possuem implantado Para os 59% que pretendem implantar esse tipo de programa, foi perguntado qual seria a expectativa de prazo para esta ação. No gráfico 9, vê-se que apenas 15% pretendem implantar ainda em 2013; nos próximos 2 anos, teremos 77% das empresas implementando BYOD e apenas 8% após os próximos 2 anos.

12 Ainda em % Após 2 anos 8% Em até 2 anos 77% Gráfico 9. A previsão de implementação dos programas de BYOD nas empresas Também, como complemento a esta questão, buscou-se entender, entre os 9% dos entrevistados que responderam possuir programa de BYOD já implantado em suas empresas, quais disciplinas já haviam sido contempladas. Segundo o gráfico 10, verificamos as seguintes: 95% 89% 84% 79% 74% 32% Políticas de TI e Segurança Políticas e processos de suporte ao usuário Mapeamento e homologação de dispositivos Políticas Jurídicas Política de Elegibilidade Separação entre conteúdo corporativo e pessoal Gráfico 10. Controles implementados pelas empresas em dispositivos pessoais (BYOD) Na maioria das empresas (95%) houve a preocupação com a implantação de políticas de TI e segurança; 89% buscou implementar políticas de suporte ao usuário; 84% homologou os dispositivos que permite acesso ao ambiente corporativo; 79% descreveu as políticas jurídicas nos dispositivos pessoais usados para acesso ao ambiente corporativo; 74% definiu uma política de elegibilidade que determina quem pode participar do programa e apenas 32% apontou a busca pela separação dos conteúdos pessoais e profissional dentro do mesmo dispositivo. Estes dados mostram como esse tema ganhará maturidade apenas após Com um número significativo de empresas com programas implementados, haverá mais oportunidades para os CIOs trocarem experiências e buscarem melhores resultados. Muitas vezes, os inovadores pagam um preço maior para implementar algo novo, entretanto, geralmente alcançam resultados melhores por terem começado antes. O fato é que as pessoas estão com seus dispositivos pessoais dentro das empresas, durante o horário de trabalho pelo menos, e usando, com ou sem acesso à informação corporativa. Ou melhor, será que é sabido se realmente possuem ou não o acesso às informações corporativas? No nosso entender não existe um programa de BYOD sem ferramentas de MDM. Abrir o acessos ao ambiente corporativo para dispositivos pessoais sem ofertar serviço de suporte, definir elegibilidade ou homologar os dispositivos permitidos ao acesso, são características comuns aos programas de BYOD com implementação deficiente.

13 Se o usuário não possui suporte e tiver um problema em seu dispositivo, talvez utilize o horário de trabalho para tentar resolver por conta própria e talvez demore horas para resolver algo que um especialista resolveria em poucos minutos. Sem elegibilidade definida significa que qualquer dispositivo e usuário pode aderir ao programa, e, assim, gerar custos não previstos e aumento dos impactos na infraestrutura, assim como o descontrole de diversos outros fatores. O fato de apenas 79% dos entrevistados alegarem possuir um programa de BYOD sem política jurídica significa que ainda temos risco trabalhista em 21% destas organizações. RECOMENDAÇÃO NAVITA BYOD é um dos acrônimos do momento e todos falam dele, mas poucos realmente entendem o processo de implantação de um programa de BYOD. Assim como, no passado, soluções de CRM (Customer Relationship Management) nunca foram projetos apenas de TI (Tecnologia da Informação), BYOD não o é. Não existe um programa de sucesso para esse tema sem o envolvimento de áreas como Recursos Humanos, Jurídico, Comunicação Corporativa, TI, Suporte, etc. A mídia adora novos acrônimos, eles definitivamente vendem mais revistas. Muito se falou em BYOD como um vetor de redução de custos, pensando que ao evitar a compra de dispositivos móveis, todo o valor seria usado como redução, mas isso não é uma verdade absoluta. Muitas vezes um programa pode não reduzir custos, pelo contrário. E não podemos fazer algo só porque está na moda! Nossa recomendação é que as empresas entendam a situação atual, planejem o programa e o implementem em fases, de acordo com a elegibilidade definida. E, claro, entendam o investimento, riscos e benefícios antes de começar a implementação. É curioso como o entendimento do que é um programa de BYOD é diferente entre os profissionais. Algumas empresas alegam ter esse programa implantado, mas sem serviço de suporte aos usuários, outras dizem que não homologam os dispositivos permitidos e deixam que o acesso seja feito a partir de qualquer dispositivo e ainda existem aqueles que pensam que permitir o acesso a webmail desde um dispositivo móvel é BYOD. Enfim, excluindo a questão conceitual, é importante perceber que a maioria das empresas está preocupada em controlar o acesso aos seus sistemas corporativos a partir de dispositivos móveis pessoais e muitas delas entendem os benefícios e riscos que um programa como esse pode trazer. Na opinião de muitos, isso não é algo que possa ser evitado, já está aí, invadindo as empresas. O que recomendamos é que as empresas assumam o controle da situação, evitando riscos e ampliando os benefícios. 7. COMO AS EMPRESAS SE RELACIONAM COM AS OPERADORAS DE TELEFONIA BRASILEIRAS De acordo com o gráfico 11 dessa pesquisa, 38% dos entrevistados afirma ter dificuldades no relacionamento e no atendimento técnico com as operadoras; 56% alegam se relacionar bem, mas não conseguem resolver os problemas técnicos e apenas 6% destaca ter um bom relacionamento e resolver problemas técnicos com eficiência.

14 38% 6% 56% Bom relacionamento, mas com dificuldades no atendimento técnico Tenho dificuldades no relacionamento e com atendimento técnico O relacionamento é ótimo e resolvo problemas rapidamente Gráfico 11. Percepção do relacionamento empresa X operadoras de telefonia brasileiras Os dados coletados provam que quase todas as empresas não possuem a habilidade de resolver problemas técnicos com as operadoras, talvez por não conhecerem estas organizações e tratá-las como um fornecedor de TI convencional. Para um bom relacionamento com as operadoras de telefonia móvel é preciso conhecê-las e principalmente compreendê-las. Uma boa relação com as operadoras pode ajudar na construção de bons níveis de serviço aos usuários (SLAs), resolvendo problemas de Telecom mais rapidamente. Esse, sem dúvida, é um dos grandes desafios para a gestão da mobilidade corporativa e também para os custos de telecom. RECOMENDAÇÃO NAVITA Nossa recomendação é que as empresas procurem compreender as operadoras e também capacitar seus times a se relacionarem e resolver problemas técnicos com maior eficiência. Criar vínculos profissionais com as operadoras é fundamental assim como desenhar um plano de melhoria do relacionamento entre ambas. Não limite-se a ter um relacionamento com o gerente de contas apenas, procure entender os diversos níveis de atendimento técnico da operadora e defina como será o modus operandi entre sua organização e a operadora. A segunda opção é procurar um fornecedor especialista que também gerencie a relação com a operadora, mas certifique-se que esse possui experiência e bom relacionamento com as operadoras. 8. OS DESAFIOS PARA PROFISSIONALIZAR A MOBILIDADE CORPORATIVA Com a abordagem desta questão, buscou-se entender qual a visão do líder de TI nas grandes empresas com relação aos desafios para profissionalizar a mobilidade corporativa. Os resultados, apresentados no gráfico 11, nos mostram que o maior desafio (com 68%) é a complexidade do ecossistema - que contempla usuários dourados (os principais executivos da empresa), as incompreensíveis operadoras de telefonia móvel (vide item 7) e a falta de capacitação da equipe de mobilidade, que, muitas vezes, é designada para gerenciar a mobilidade como um quebra galho. O segundo desafio mais apontado pelos entrevistados foi o do alto custo para implantar uma solução profissional, com 51%. Em terceiro lugar aparece a percepção da escassez de fornecedores especialistas (43%), seguidos pela dificuldade em acompanhar a velocidade de atualização da mobilidade (24%).

15 Ainda temos a dificuldade em acompanhar a velocidade do mercado de mobilidade (23%) e com menor relevância a complexidade da própria empresa com 20%. 68% 51% 43% 24% 23% 20% Gráfico 12. Desafios para profissionalizar a mobilidade corporativa Metade das empresas entende a relação custo x benefício de maneira equivocada para a complexidade da questão. A solução ideal para cada empresa pode não ser tão cara quanto se imagina, mas quando não se conhece o mercado, acaba-se por buscar a solução da moda e talvez a mais cara o que não necessariamente é a ideal para todas as empresas, já que cada uma possui peculiaridades que devem ser avaliadas na escolha da solução mais adequada. Após discutir esses pontos fica claro que empresas que até hoje gerenciaram a mobilidade de forma amadora ou sem planejamento, estão convidadas a recomeçar, entendendo a sua realidade, planejando como profissionalizar os serviços e colocar tudo isso em prática. RECOMENDAÇÃO NAVITA Para evitar custos e serviços desnecessários, o primeiro passo é conhecer a real necessidade de cada empresa e depois encontrar a solução mais próxima possível. Como a gestão da mobilidade é relativamente nova para as empresas, costuma-se comparar o investimento para profissionalizar o serviço com zero, porque não havia nada implementado anteriormente ou, em alguns casos, com parte do custo já existente para administrar algum outro serviço como o de correio eletrônico. Investir na formação e especialização da equipe, definir bons processos, desenvolver experiência na gestão destes serviços e trabalhar para que se entenda como funcionam as operadoras: estes são os desafios a serem superados nas empresas que buscam uma gestão profissional da mobilidade corporativa. Manter uma boa relação com os fabricantes de smartphones e tablets também ajudará a superar os desafios, obtendo informações sobre lançamentos ou mesmo suporte quando necessário.

16 9. OS DESAFIOS PARA A GESTÃO DE CUSTOS DE TELECOM Em nossa pesquisa foi identificado que os entrevistados consideram a gestão do comodato e a logística de aparelhos os maiores desafios (59%). Gerenciar contratos e faturas, manter o inventário atualizado, mapear e estabelecer processos aparecem na sequência com 49%, 46% e 42%, respectivamente. Com percentuais bastante próximos, percebe-se uma preocupação com todos os itens que compõem a gestão dos custos de Telecom. 59% 49% 46% 42% 37% 25% Gerenciar comodato e logística de aparelhos/ reparos Gerenciar contratos e faturas Manter inventário atualizado Mapear e estabelecer os processos com RH, Financeiro, TI, etc. Controlar os custos de roaming internacional Conseguir informações e suporte adequados da operadora Gráfico 13. Os desafios do gerenciamento dos custos de Telecom Muitas empresas ainda não gerenciam seus gastos em telecomunicação (telefonia fixa, móvel e dados), mesmo sabendo que há muitas possibilidades de redução de custos, que vão até programas de educação dos colaboradores sobre as melhores formas de utilizar os serviços de Telecom disponibilizados pela empresa. O gerenciamento do estoque de aparelhos celulares e a logística destes assim como os reparos são atividades fundamentais para a gestão de custo de telefonia móvel, e isto é percebido pelos entrevistados. No entanto, poucas empresas conseguem gerenciar o que, infelizmente, acaba por gerar desperdícios de verba nas organizações. Poucas empresas possuem esse serviço implementado, transitando aparelhos entre suas filiais de forma arriscada, sem notas fiscais mercantis e sem processos definidos. Totalmente relacionado ao inventário, o gerenciamento de comodato pode evitar que se pague para ter a troca de aparelhos anualmente e as empresas acabam não trocando por não ter controle. Quanto ao segundo item mais votado, as empresas costumam considerar a gestão de faturas e a contestação dos valores junto às operadoras como sendo um dos itens mais relevantes no gerenciamento dos custos de Telecom, mas esta atividade implica somente entre 10% e 20% do potencial de redução de custos na maioria dos casos, de acordo com a experiência da Navita nos gerenciamento desses custos para grandes empresas. A gestão do inventário é considerado o terceiro maior desafio. Sem dúvida, é um dos maiores, senão, o maior de todos. A maioria das empresas não possui processos que apoiem essa atualização. O quarto mais votado é a dificuldade de mapear, estabelecer e auditar processos entre as diversas áreas das empresas. Por fim, temos ainda dois itens votados: a gestão dos custos de roaming e novamente o relacionamento com as operadoras ue faz toda a diferença.

17 O roaming internacional de dados é um dos grandes vilões e o discutiremos um pouco sobre ele no próximo capítulo. RECOMENDAÇÃO NAVITA Podemos listar algumas recomendações que poderão solucionar de imediato os maiores desafios apontados neste estudo: Instalação e utilização de software para gestão de custos de Telecom. Esta ação facilitaria o gerenciamento dos contratos e permite às empresas receber mensalmente as faturas para ações de gestão como auditoria, rateio, etc. Solicitar às operadoras as faturas em formato digital. Já existem operadoras no Brasil oferecendo esse serviço de gestão de custos de telecom aos seus clientes com integração automática entre o software que gera a fatura na operadora e o software de TEM (Telecom Expense Management) utilizado para prestar o serviço. Minutos depois de gerada a fatura, tudo está disponível no software. Processo é a palavra de ordem quando se fala em inventário e ele deve ser atualizado em tempo real, todos os dias. 10. ROAMING INTERNACIONAL: A SURPRESA DESAGRADÁVEL? A questão buscou saber se as empresas já tiveram problemas de custos com roaming internacional. Ou de forma mais direta, se algum executivo da empresa viajou para outro país com um smartphone ou tablet e retornou com uma conta de milhares de reais com a operadora porque não houve o planejamento correto e a contratação do pacote de dados para roaming ideal. Confira no gráfico 13 que 74% dos entrevistados afirmou que sim, já tiveram. Não 26% Sim 74% Gráfico 14. Roaming Internacional de Dados, uma surpresa desagradável! O roaming internacional de voz é um velho conhecido de todos os executivos das grandes empresas que viajam ao exterior: é sabido que, se mal utilizado, gera altos custos. O que não é tão conhecido das pessoas é que o roaming internacional de dados é o grande vilão dos custos de telefonia móvel em empresas onde os executivos viajam com frequência ao exterior. Casos de dezenas de milhares de reais são comuns de se encontrar e já foram registrados casos com mais de uma centena de milhares de reais apenas com roaming de dados.

18 Recomendação Navita Instalação de um processo adequado para solicitação de planos de roaming internacional para os executivos com viagens agendadas Análise do gasto com esse tipo de serviço no ano anterior > estudo de quanto poderia ter reduzido se tivesse um gerenciamento dos gastos em roaming internacional > implementação de planos de melhoria para redução de custos Adoção de aplicativo móvel que identifique o usuário em roaming e envie alertas para a equipe de suporte ou telecom para que o plano pré-pago seja adquirido ou o melhor plano que a sua operadora ofereça. 11. COMO SERÃO OS CUSTOS DE TELEFONIA MÓVEL NO PRÓXIMO ANO? Para entender como os executivos e gestores responsáveis por mobilidade e Telecom preveem seus gastos em termos de Telecom para 2014, perguntamos aos entrevistados como imaginam que serão os custos de telecomunicações da sua empresa. De acordo com o gráfico 14, percebe-se que somente 17% dos entrevistados acreditam que reduzirão os gastos com Telecom, enquanto que maioria afirma prever o aumento dos custos por fatores como aumento da quantidade de dispositivos (52%), implementação de serviços de gerenciamento (43%) e/ou devido ao aumento dos custos com comunicação (32%). 32% Aumentará devido ao aumento dos 52% dispositivos 43% Aumentará devido a implementação de serviços de gerenciamento Aumentará devido aos custos com comunicação (voz, dados, sms) Gráfico 15. Como serão os investimentos em telefonia móvel em 2014 Os preços de serviços de telecomunicações vêm sendo reduzidos em negociações contratuais ano após e ano. Já não existe praticamente margem para novas reduções para as empresas que negociaram bem seus contratos. Existe uma forte migração de telefonia fixa para telefonia móvel acontecendo nos últimos anos e isso traz custos superiores. Podemos considerar que a maioria pretende investir por já ter identificado que a necessidade de mobilidade cresce na mesma proporção que a necessidade dos serviços de gerenciamento, uma vez que os números apresentados nestas duas questões são bem próximos. Isto mostra um grau de maturidade conceitual já avançado para as empresas que vislumbram o aumento do parque de dispositivos.

19 RECOMENDAÇÃO NAVITA O gerenciamento de dispositivos móveis e de custos de Telecom pode gerar, no curto prazo, controle em função da gestão e no médio e longo prazo, reduções significativas de custos. A negociação de tarifas pode trazer uma ilusão de redução de custos, mas, se não houver um serviço de gestão atrelado a essa estratégia, a ilusão cai por terra em pouco tempo. Muitas empresas conseguem reduzir as tarifas, mas passa a ter faturas com valores maiores devido à falta de gestão e/ou consumo abusivo por parte dos usuários.a recomendação é sempre atuar com um serviço profissionalizado de gestão da mobilidade e de custos de Telecom, seja interno ou com fornecedor externo. O estudo A Maturidade do Mercado Brasileiro de Mobilidade e Telecom tem como objetivo ajudar as empresas brasileiras a compreender o ecossistema que compõem as atividades relacionadas ao tema. É também um convite aos gestores de mobilidade e Telecom a pensarem e planejarem seus projetos corporativos da melhor forma. A amostragem de entrevistados é pequena, porém nos concentramos em entrevistar apenas profissionais de grandes empresas para entender de forma adequada o momento do mercado brasileiro. As grandes empresas geralmente adotam as soluções antes e as médias e pequenas as seguem com certo espaço de tempo. Também provocamos todos para criar suas próprias análises dos números aqui apresentados e encontrar suas próprias conclusões. Através deste estudo e das diversas interações que a equipe da Navita tem diariamente com o mercado, podemos concluir que os serviços de mobilidade e gerenciamento de custos de Telecom se encontram em uma fase imatura no mercado Brasileiro. Ainda há muito que evoluir e profissionalizar, mas o importante é que muitas empresas já descobriram as oportunidades existentes para esse tipo de abordagem e, mesmo modestamente, já estão começando projetos nessa linha. As operadoras também já perceberam que seu papel não é só o de fornecer comunicação por voz, dados e SMS: elas podem e devem ajudar seus clientes com o gerenciamento de dispositivos móveis e com os custos de telecom. Na época da publicação desse estudo (julho de 2013) Vivo, TIM e OI já estavam oferecendo ao mercado serviços gerenciados de mobilidade em parceria com a Navita e a Vivo inovou ao ser a primeira a oferecer os serviços gerenciados de custos de Telecom, também através da parceria com a Navita. Planeje, organize e execute seu projeto de profissionalização da mobilidade e dos custos de Telecom corporativos. Quanto antes o fizer, antes obterá os resultados! E não são pequenos, são maiores do que geralmente se imagina. Usuários satisfeitos, competitividade para o negócio, soluções inovadoras e redução do custo de Telecom são apenas alguns dos resultados de curto e médio prazo. O mercado Brasileiro ainda é muito carente de pesquisas e conteúdos que ajudem os gestores corporativos a tomarem as melhores decisões. Esperamos que outras organizações criem mais pesquisas e estudos com seus clientes para que todos consigamos encontrar a maturidade dos serviços de tecnologia e telecomunicações mais rapidamente. Caso queira, não deixe de nos contatar para continuarmos a discussão sobre esses temas e para sanar dúvidas que por ventura tenham surgido. Conte conosco!

20 Equipe Navita Junho/ 2013 SOBRE A NAVITA Somos uma empresa brasileira especialista em Serviços Gerenciados de Mobilidade, Serviços Gerenciados de Telecom, Desenvolvimento e Gerenciamento de Aplicativos Móveis. Nossa matriz está localizada em São Paulo, na Vila Olímpia. Temos também escritórios comerciais localizados no Rio de Janeiro e em Porto Alegre. Além dos sócios fundadores, temos a Invest Tech como sócio investidor - fundo de capital de risco especializado em empresas de tecnologia que tem entre seus cotistas entidades como BNDES, FINEP, FUNCEF e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Nossa carteira de clientes é composta por mais de 300 empresas de diversos segmentos, no Brasil e no exterior. Somos referência no Desenvolvimento de Aplicativos Móveis, com vários prêmios conquistados; líderes na oferta de Serviços Gerenciados de Mobilidade na América Latina com expertise em multiplataformas de MDM (Afaria, AirWatch, BES, Fusion, Good, Mobile Iron, Trend Micro e Zenprise) e junto com nossos Serviços Gerenciados de Telecom, somam-se mais de 600 mil dispositivos móveis gerenciados. Fazemos parte da GEMA (Global Enterprise Mobility Alliance) joint venture entre sete empresas internacionais, sendo a Navita única representante brasileira e responsável pela América Latina para oferecer cobertura global de serviços gerenciados de mobilidade e telecom. Em 2013 fomos escolhidos Gartner Cool Vendor no primeiro estudo realizado no Brasil. NOSSOS SERVIÇOS Navita SGM (Serviços Gerenciados de Mobilidade), para a gestão de smartphones e tablets corporativos Navita SGT (Serviços Gerenciados de Telecom), para o gerenciamento, prevenção e redução de custos de telecom em tempo real Navita Mobile, plataforma para o desenvolvimento de aplicativos corporativos e para o usuário final. Outros Serviços: Consultoria e Treinamentos em ferramentas de MDM; Consultoria em Estratégia de Mobilidade Corporativa e BYOD; Serviços para Operadoras Mais informações: facebook.com/navitabr tel.:

NAVITA SGM SERVIÇOS GERENCIADOS DE MOBILIDADE

NAVITA SGM SERVIÇOS GERENCIADOS DE MOBILIDADE White Paper NAVITA SGM SERVIÇOS GERENCIADOS DE MOBILIDADE A cada dia, o mundo da mobilidade se torna mais crítico e complexo. Por esta natureza, usuários de mobilidade necessitam cada vez mais de agilidade

Leia mais

Dispositivos móveis como serviço - IaaS. Nilton Cardoso Tiago Miranda

Dispositivos móveis como serviço - IaaS. Nilton Cardoso Tiago Miranda Dispositivos móveis como serviço - IaaS Nilton Cardoso Tiago Miranda Cenário Atual da Utilização de Dispositivos Móveis Demanda por Mobilidade A ascensão e o consumo acelerado de Smartphones e Tablets,

Leia mais

Os 7 principais erros na gestão de serviços de Telecom e como realizá-la com sucesso

Os 7 principais erros na gestão de serviços de Telecom e como realizá-la com sucesso Os 7 principais erros na gestão de serviços de Telecom e como realizá-la com sucesso Agenda O que é TEM (Telecom Expense Management)? Os 7 erros de TEM e como realizar uma gestão de custos e serviços de

Leia mais

7dicas para obter sucesso em BYOD Guia prático com pontos importantes sobre a implantação de BYOD nas empresas.

7dicas para obter sucesso em BYOD Guia prático com pontos importantes sobre a implantação de BYOD nas empresas. 7dicas para obter sucesso em BYOD Guia prático com pontos importantes sobre a implantação de BYOD nas empresas. Neste Guia, vamos mostrar algumas dicas para que a implantação da tendência BYOD nas empresas

Leia mais

Planejar Soluções em TI e Serviços para Agronegócio. Software de Gestão Rural ADM Rural 4G

Planejar Soluções em TI e Serviços para Agronegócio. Software de Gestão Rural ADM Rural 4G Planejar Soluções em TI e Serviços para Agronegócio Software de Gestão Rural ADM Rural 4G 2011 ADM Rural 4G Agenda de Apresentação E Empresa Planejar O Software ADM Rural 4G Diferenciais Benefícios em

Leia mais

PROJETO RUMOS DA INDÚSTRIA PAULISTA

PROJETO RUMOS DA INDÚSTRIA PAULISTA PROJETO RUMOS DA INDÚSTRIA PAULISTA SEGURANÇA CIBERNÉTICA Fevereiro/2015 SOBRE A PESQUISA Esta pesquisa tem como objetivo entender o nível de maturidade em que as indústrias paulistas se encontram em relação

Leia mais

PARA QUE SERVE O CRM?

PARA QUE SERVE O CRM? Neste mês, nós aqui da Wiki fomos convidados para dar uma entrevista para uma publicação de grande referência no setor de varejo, então resolvemos transcrever parte da entrevista e apresentar as 09 coisas

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

10 Dicas para uma implantação

10 Dicas para uma implantação 10 Dicas para uma implantação de Cloud Computing bem-sucedida. Um guia simples para quem está avaliando mudar para A Computação em Nuvem. Confira 10 dicas de como adotar a Cloud Computing com sucesso.

Leia mais

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico CUSTOMER SUCCESS STORY Abril 2014 Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico PERFIL DO CLIENTE Indústria: Mídia Companhia: Valor Econômico Funcionários:

Leia mais

Grupo Seres Adota CA Cloud Service Management para Automatizar e Gerenciar Chamados de Service Desk

Grupo Seres Adota CA Cloud Service Management para Automatizar e Gerenciar Chamados de Service Desk CUSTOMER SUCCESS STORY Abril 2014 Grupo Seres Adota CA Cloud Service Management para Automatizar e Gerenciar Chamados de Service Desk PERFIL DO CLIENTE Indústria: Consultoria Empresa: Grupo Seres Colaboradores:

Leia mais

IDC A N A L Y S T C O N N E C T I O N

IDC A N A L Y S T C O N N E C T I O N IDC A N A L Y S T C O N N E C T I O N Robert Young Gerente de pesquisas de software para gerenciamento de sistemas empresariais C o m o r e p e n s a r o gerenciamento de ativo s d e T I n a e ra da "Internet

Leia mais

O papel dominante da mobilidade no mercado de trabalho

O papel dominante da mobilidade no mercado de trabalho Um perfil personalizado de adoção da tecnologia comissionado pela Cisco Systems Fevereiro de 2012 Dinâmica de ganhos com as iniciativas de mobilidade corporativa Os trabalhadores estão cada vez mais remotos,

Leia mais

Gestão Eletrônica de Documentos

Gestão Eletrônica de Documentos Gestão Eletrônica de Documentos A Simpress Empresa especialista em outsourcing de impressão(laser e térmica) e gestão de documentos. Hoje éa empresa mais premiada do segmento, com mais de 18 títulos nos

Leia mais

ERP. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning -Sistema de Gestão Empresarial -Surgimento por volta dos anos 90 -Existência de uma base de dados

Leia mais

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING

Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING Distribuidor de Mobilidade GUIA OUTSOURCING 1 ÍNDICE 03 04 06 07 09 Introdução Menos custos e mais controle Operação customizada à necessidade da empresa Atendimento: o grande diferencial Conclusão Quando

Leia mais

Requisitos de business intelligence para TI: O que todo gerente de TI deve saber sobre as necessidades reais de usuários comerciais para BI

Requisitos de business intelligence para TI: O que todo gerente de TI deve saber sobre as necessidades reais de usuários comerciais para BI Requisitos de business intelligence para TI: O que todo gerente de TI deve saber sobre as necessidades reais de usuários comerciais para BI Janeiro de 2011 p2 Usuários comerciais e organizações precisam

Leia mais

Parceiros O PROGRAMA DE PARCERIAS GVN. O que é o GVN Parceiro: O perfil do GVN Parceiro

Parceiros O PROGRAMA DE PARCERIAS GVN. O que é o GVN Parceiro: O perfil do GVN Parceiro Parceiros O PROGRAMA DE PARCERIAS GVN O que é o GVN Parceiro: O GVN Parceiro é uma modalidade de parceria de negócios criada pelo Grupo Vila Nova para ampliar sua capilaridade de oferta e garantir que

Leia mais

Por que Office 365? Office 365 Por que usar?

Por que Office 365? Office 365 Por que usar? Por que Office 365? Office 365 Por que usar? POR QUE OFFICE 365? Olá. Nesse guia, vamos tratar de um serviço que está sendo extremamente procurado por executivos e especialistas em TI das empresas: o Office

Leia mais

AT&S Ganha Eficiência e Agilidade de Negócio com Melhor Gestão de TI

AT&S Ganha Eficiência e Agilidade de Negócio com Melhor Gestão de TI CUSTOMER SUCCESS STORY Março 2014 AT&S Ganha Eficiência e Agilidade de Negócio com Melhor Gestão de TI PERFIL DO CLIENTE Indústria: Manufatura Empresa: AT&S Funcionários: 7.500 Faturamento: 542 milhões

Leia mais

MOBILE MARKETING. Prof. Fabiano Lobo

MOBILE MARKETING. Prof. Fabiano Lobo MOBILE MARKETING Prof. Fabiano Lobo - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo o conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros e é protegido pela legislação

Leia mais

Grupo Seres Adota CA Nimsoft Service Desk para Automatizar e Gerenciar Chamados de Service Desk

Grupo Seres Adota CA Nimsoft Service Desk para Automatizar e Gerenciar Chamados de Service Desk CUSTOMER SUCCESS STORY Abril 2014 Grupo Seres Adota CA Nimsoft Service Desk para Automatizar e Gerenciar Chamados de Service Desk PERFIL DO CLIENTE Indústria: Consultoria Empresa: Grupo Seres Colaboradores:

Leia mais

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Project & Portfolio Management SaaS

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Project & Portfolio Management SaaS CUSTOMER SUCCESS STORY Junho 2014 Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Project & Portfolio Management SaaS PERFIL DO CLIENTE Empresa: Renova Energia Indústria: Energia Funcionários:

Leia mais

Resumo da solução SAP SAP Technology SAP Afaria. Gestão da mobilidade empresarial como vantagem competitiva

Resumo da solução SAP SAP Technology SAP Afaria. Gestão da mobilidade empresarial como vantagem competitiva da solução SAP SAP Technology SAP Afaria Objetivos Gestão da mobilidade empresarial como vantagem competitiva Simplifique a gestão de dispositivos e aplicativos Simplifique a gestão de dispositivos e aplicativos

Leia mais

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 PROSPERE NA NOVA ECONOMIA A SPEKTRUM SUPORTA A EXECUÇÃO DA SUA ESTRATÉGIA Para as empresas que buscam crescimento

Leia mais

PESQUISA O USO DO E-MAIL MARKETING NAS CORPORAÇÕES BRASILEIRAS 4ª EDIÇÃO - 2009

PESQUISA O USO DO E-MAIL MARKETING NAS CORPORAÇÕES BRASILEIRAS 4ª EDIÇÃO - 2009 PESQUISA O USO DO E-MAIL MARKETING NAS CORPORAÇÕES BRASILEIRAS 4ª EDIÇÃO - 2009 REALIZAÇÃO TABULAÇÃO Quem Somos A WBI BRASIL é uma empresa especializada em planejamento de marketing digital, que presta

Leia mais

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE

SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE SAM GERENCIAMENTO DE ATIVOS DE SOFTWARE Modelo de Otimização de SAM Controle, otimize, cresça Em um mercado internacional em constante mudança, as empresas buscam oportunidades de ganhar vantagem competitiva

Leia mais

Os Desafios da Segurança para Mobilidade

Os Desafios da Segurança para Mobilidade Os Desafios da Segurança para Mobilidade Antes de começarmos, observem alguns dados importantes 2 Uma pesquisa de usuários móveis mostra que um em cada três usuários perdem seus dispositivos móveis Aproximadamente

Leia mais

Adapte. Envolva. Capacite.

Adapte. Envolva. Capacite. Adapte. Envolva. Capacite. Ganhe produtividade em um Ambiente de trabalho digital #DigitalMeetsWork Os benefícios de um ambiente de trabalho digital têm impacto na competitividade do negócio. Empresas

Leia mais

Fone: 55 11 2384-7736 - www.wissenconsulting.com.br - atendimento@wissenconsulting.com.br

Fone: 55 11 2384-7736 - www.wissenconsulting.com.br - atendimento@wissenconsulting.com.br Nosso método de trabalho foi criado para atender VOCÊ A WISSEN CONSULTING têm como compromisso ajudá-lo a alcançar o sucesso na implementação de ferramentas de gestão e colaboração para que você possa

Leia mais

Formas de Aumentar a Lucratividade da Sua Empresa com o Big Data

Formas de Aumentar a Lucratividade da Sua Empresa com o Big Data 9 Formas de Aumentar a Lucratividade da Sua Empresa com o Big Data Planejamento Performance Dashboard Plano de ação Relatórios Indicadores Sua empresa sabe interpretar os dados que coleta? Para aumentar

Leia mais

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional.

MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Empresa MAISMKT - Ações em Marketing e uma empresa voltada para avaliação do atendimento, relacionamento com cliente, e marketing promocional. Nossa filosofia e oferecer ferramentas de gestão focadas na

Leia mais

Apresentação do Serviço de Outsourcing de Impressão IMPRIMA COM ECONOMIA E SUSTENTABILIDADE!

Apresentação do Serviço de Outsourcing de Impressão IMPRIMA COM ECONOMIA E SUSTENTABILIDADE! Apresentação do Serviço de Outsourcing de Impressão IMPRIMA COM ECONOMIA E SUSTENTABILIDADE! A EMPRESA A Fast Solution é uma empresa especializada em desenvolver soluções integradas em sistemas de impressão,

Leia mais

Autoatendimento Digital. Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas.

Autoatendimento Digital. Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas. Autoatendimento Digital Reduz custos e aprimora as relações com o cliente, criando experiências de autoatendimento personalizadas e significativas. Oferece aos clientes as repostas que buscam, e a você,

Leia mais

Dimensões: 145 x 77 x 10 mm

Dimensões: 145 x 77 x 10 mm S Dimensões: 145 x 77 x 10 mm Desenvolvido para o uso empresarial o Tablet M5S é a evolução do Tablet M5. Novo processador Dual Core e nova bateria de longa duração, tela IPS de última geração. Robusto,

Leia mais

Gestão da Tecnologia da Informação

Gestão da Tecnologia da Informação TLCne-051027-P0 Gestão da Tecnologia da Informação Disciplina: Governança de TI São Paulo, Outubro de 2012 0 Sumário TLCne-051027-P1 Conteúdo desta Aula Abordar o domínio Adquirir e Implementar e todos

Leia mais

Contrato de Suporte End.: Telefones:

Contrato de Suporte End.: Telefones: Contrato de Suporte Contrato de Suporte Desafios das empresas no que se refere à infraestrutura de TI Possuir uma infraestrutura de TI que atenda as necessidades da empresa Obter disponibilidade dos recursos

Leia mais

//Sobre VISÃO MISSÃO. Honestidade, Responsabilidade. Respeito. Colaboração.

//Sobre VISÃO MISSÃO. Honestidade, Responsabilidade. Respeito. Colaboração. . Quem somos //Sobre A Oficina1 é uma consultoria direcionada à tecnologia da informação, com foco na implementação dos ERPs Protheus e OpenBravo, além do aplicativo de Service Desk SysAid, abrangendo

Leia mais

Estudo de caso. Varejo/Atacado Força de vendas Estudo de caso comercial

Estudo de caso. Varejo/Atacado Força de vendas Estudo de caso comercial Estudo de caso Representantes de vendas da Diarco otimizam o sistema de pedidos em mais de 50.000 lojas em todo o país com a Mobile Empresa: Diarco é a principal empresa de comércio atacadista de auto-atendimento

Leia mais

SISTEMAS DE GESTÃO São Paulo, Janeiro de 2005

SISTEMAS DE GESTÃO São Paulo, Janeiro de 2005 SISTEMAS DE GESTÃO São Paulo, Janeiro de 2005 ÍNDICE Introdução...3 A Necessidade do Gerenciamento e Controle das Informações...3 Benefícios de um Sistema de Gestão da Albi Informática...4 A Ferramenta...5

Leia mais

Universo Online S.A 1

Universo Online S.A 1 Universo Online S.A 1 1. Sobre o UOL HOST O UOL HOST é uma empresa de hospedagem e serviços web do Grupo UOL e conta com a experiência de mais de 15 anos da marca sinônimo de internet no Brasil. Criado

Leia mais

Roteiro para planejamento de cenários na gestão financeira

Roteiro para planejamento de cenários na gestão financeira Roteiro para planejamento de cenários na gestão financeira Planejamento Performance Dashboard Plano de ação Relatórios Indicadores A sua empresa sabe como se preparar para as incertezas do futuro? Conheça

Leia mais

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor

Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Agilizando o processo de compras para aumentar a eficiência e comprar melhor Toda empresa privada deseja gerar lucro e para que chegue com sucesso ao final do mês ela precisa vender, sejam seus serviços

Leia mais

Por que utilizar o modelo ITIL

Por que utilizar o modelo ITIL Por que utilizar o modelo ITIL... O que não é definido não pode ser controlado... O que não é controlado não pode ser medido... O que não é medido não pode ser melhorado Empregado para definir, controlar,

Leia mais

07 É NECESSÁRIO FAZER TREINAMENTO? 06 VERSÃO DE DEMONSTRAÇÃO 10 SUPORTE ÍNDICE INTRODUÇÃO CONCLUSÃO DIFICULDADES PELA FALTA DE MOBILIDADE

07 É NECESSÁRIO FAZER TREINAMENTO? 06 VERSÃO DE DEMONSTRAÇÃO 10 SUPORTE ÍNDICE INTRODUÇÃO CONCLUSÃO DIFICULDADES PELA FALTA DE MOBILIDADE ÍNDICE INTRODUÇÃO 01 DIFICULDADES PELA FALTA DE MOBILIDADE 02 MOBILIDADE: PORQUE INVESTIR 03 COMO BAIXAR 04 SMARTPHONE OU TABLET? 05 FUNCIONA COM E SEM CONEXÃO COM A INTERNET? 06 VERSÃO DE DEMONSTRAÇÃO

Leia mais

1. Quem somos nós? A AGI Soluções nasceu em Belo Horizonte (BH), com a simples missão de entregar serviços de TI de forma rápida e com alta qualidade.

1. Quem somos nós? A AGI Soluções nasceu em Belo Horizonte (BH), com a simples missão de entregar serviços de TI de forma rápida e com alta qualidade. 1. Quem somos nós? A AGI Soluções nasceu em Belo Horizonte (BH), com a simples missão de entregar serviços de TI de forma rápida e com alta qualidade. Todos nós da AGI Soluções trabalhamos durante anos

Leia mais

Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas

Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas edição 04 Guia do inbound marketing Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas Há um tempo atrás o departamento de marketing era conhecido

Leia mais

7 perguntas para fazer a qualquer fornecedor de automação de força de vendas

7 perguntas para fazer a qualquer fornecedor de automação de força de vendas 7 perguntas para fazer a qualquer fornecedor de automação de força de vendas 1. O fornecedor é totalmente focado no desenvolvimento de soluções móveis? Por que devo perguntar isso? Buscando diversificar

Leia mais

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO X PROJETO BÁSICO: DESCRIÇÃO DOS PROCESSOS DE TI

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO X PROJETO BÁSICO: DESCRIÇÃO DOS PROCESSOS DE TI CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO X PROJETO BÁSICO: DESCRIÇÃO DOS PROCESSOS DE TI 1. PI06 TI 1.1. Processos a serem Atendidos pelos APLICATIVOS DESENVOLVIDOS Os seguintes processos do MACROPROCESSO

Leia mais

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Clarity PPM

Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Clarity PPM CUSTOMER SUCCESS STORY Maio 2014 Renova Energia Otimiza Gestão de Conhecimento e Projetos com CA Clarity PPM PERFIL DO CLIENTE Empresa: Renova Energia Indústria: Energia Funcionários: 182 (2012) Faturamento:

Leia mais

COLABORAÇÃO COMPLETA PARA O MIDMARKET

COLABORAÇÃO COMPLETA PARA O MIDMARKET COLABORAÇÃO COMPLETA PARA O MIDMARKET Você está realmente conectado? Esse é o desafio atual no panorama dos negócios virtuais e móveis, à medida que as empresas se esforçam para ter comunicações consistentes

Leia mais

Guia Rápido de Uso. Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema HOT SMS. SUMÁRIO

Guia Rápido de Uso. Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema HOT SMS. SUMÁRIO 1 Guia Rápido de Uso Aqui seguem os tópicos tratados nesse guia, para que você aprenda a usar o Sistema HOT SMS. SUMÁRIO 1 Acesso ao sistema...3 2 Entenda o Menu...4 3 Como enviar torpedos...6 3.1 Envio

Leia mais

Estratégias para aumentar a rentabilidade. Indicadores importantes. Controle a produção. Reduza filas. Trabalhe com promoções.

Estratégias para aumentar a rentabilidade. Indicadores importantes. Controle a produção. Reduza filas. Trabalhe com promoções. Uma publicação: Estratégias para aumentar a rentabilidade 04 Indicadores importantes 06 Controle a produção 08 Reduza filas 09 Trabalhe com promoções 10 Conclusões 11 Introdução Dinheiro em caixa. Em qualquer

Leia mais

O seu escritório na nuvem - basta usar o browser.

O seu escritório na nuvem - basta usar o browser. 02 O seu escritório na nuvem - basta usar o browser. As soluções tecnológicas que encontra para melhorar a colaboração na sua empresa são muito caras e complexas? Pretende tornar as suas equipas mais ágeis

Leia mais

Sistemas ERP. Profa. Reane Franco Goulart

Sistemas ERP. Profa. Reane Franco Goulart Sistemas ERP Profa. Reane Franco Goulart Tópicos O que é um Sistema ERP? Como um sistema ERP pode ajudar nos meus negócios? Os benefícios de um Sistema ERP. Vantagens e desvantagens O que é um ERP? ERP

Leia mais

Case de Sucesso. Integrando CIOs, gerando conhecimento. FIRST S.A. APRIMORA INFRAESTRUTURA DE TELEFONIA MÓVEL E REDUZ CUSTOS EM APENAS 4 MESES

Case de Sucesso. Integrando CIOs, gerando conhecimento. FIRST S.A. APRIMORA INFRAESTRUTURA DE TELEFONIA MÓVEL E REDUZ CUSTOS EM APENAS 4 MESES Case de Sucesso Integrando CIOs, gerando conhecimento. FIRST S.A. APRIMORA INFRAESTRUTURA DE TELEFONIA MÓVEL E REDUZ CUSTOS EM APENAS 4 MESES Perfil A First S.A. foi fundada no ano de 2000 e, desde 2002,

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL. Produto: Exchange

PROPOSTA COMERCIAL. Produto: Exchange PROPOSTA COMERCIAL Produto: Exchange Sumário SOBRE A LOCAWEB 3 INFRAESTRUTURA DO DATA CENTER 4 SOLUÇÕES PROPOSTAS 5 BENEFÍCIOS LOCAWEB 6 CONDIÇÕES COMERCIAIS 7 PRAZOS E DEMAIS CONDIÇÕES 8 www.locaweb.com.br/exchange

Leia mais

CASE PRÊMIO ANSP 2005

CASE PRÊMIO ANSP 2005 CASE PRÊMIO ANSP 2005 1 BVP HAND: Mobilidade para fazer cotações através de dispositivos portáteis. Índice...2 Resumo Executivo...3 Clientes no Brasil...4 1. Sinopse...5 2. Problema...6 3. Solução...7

Leia mais

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br Corporativo Transformar dados em informações claras e objetivas que possibilitem às empresas tomarem decisões em direção ao sucesso. Com essa filosofia a Star Soft Indústria de Software e Soluções vem

Leia mais

Estratégia de TI. Posicionamento Estratégico da TI: como atingir o alinhamento com o negócio. Conhecimento em Tecnologia da Informação

Estratégia de TI. Posicionamento Estratégico da TI: como atingir o alinhamento com o negócio. Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação Estratégia de TI Posicionamento Estratégico da TI: como atingir o alinhamento com o negócio 2011 Bridge Consulting Apresentação

Leia mais

tendências MOBILIDADE CORPORATIVA Setembro/2012 INFORMATIVO TECNOLÓGICO DA PRODESP EDIÇÃO 03 Introdução Cenário atual Tendências Vantagens Riscos

tendências MOBILIDADE CORPORATIVA Setembro/2012 INFORMATIVO TECNOLÓGICO DA PRODESP EDIÇÃO 03 Introdução Cenário atual Tendências Vantagens Riscos tendências EDIÇÃO 03 Setembro/2012 MOBILIDADE CORPORATIVA Introdução Cenário atual Tendências Vantagens Riscos Recomendações para adoção de estratégia de mobilidade 02 03 04 06 07 08 A mobilidade corporativa

Leia mais

CPM Braxis Capgemini reduz custos em 18% com CA Business Service Insight

CPM Braxis Capgemini reduz custos em 18% com CA Business Service Insight CUSTOMER SUCCESS STORY CPM Braxis Capgemini reduz custos em 18% com CA Business Service Insight PERFIL DO CLIENTE Indústria: Serviços de TI Companhia: CPM Braxis Capgemini Empregados: 6500+ Faturamento:

Leia mais

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG)

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG) Sistema de Informação Gerencial (SIG) Material de Apoio Os Sistemas de Informação Gerencial (SIG) são sistemas ou processos que fornecem as informações necessárias para gerenciar com eficácia as organizações.

Leia mais

Resultados de Pesquisa sobre utilização empresarial de Plataformas Móveis

Resultados de Pesquisa sobre utilização empresarial de Plataformas Móveis Resultados de Pesquisa sobre utilização empresarial de Plataformas Móveis Apresentação Esta pesquisa sobre a utilização empresarial de Plataformas Móveis, teve como público-alvo profissionais de TI e executivos

Leia mais

Software. Bem vindo ao mundo do GED e Tecnologias Digitais. Gerenciamento Eletrônico de Documentos, Softwares, e muito mais...

Software. Bem vindo ao mundo do GED e Tecnologias Digitais. Gerenciamento Eletrônico de Documentos, Softwares, e muito mais... Software www.imagecomnet.com.br Bem vindo ao mundo do GED e Tecnologias Digitais Gerenciamento Eletrônico de Documentos, Softwares, e muito mais... A Empresa A Imagecom, uma empresa conceituada no ramo

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

CONFIRA UMA BREVE DESCRIÇÃO DAS VANTAGENS COMPETITIVAS OBTIDAS A PARTIR DE CADA META COMPETITIVA VANTAGEM DA QUALIDADE

CONFIRA UMA BREVE DESCRIÇÃO DAS VANTAGENS COMPETITIVAS OBTIDAS A PARTIR DE CADA META COMPETITIVA VANTAGEM DA QUALIDADE CHÃO DE FÁBRICA A PRODUÇÃO COMPETITIVA CONFIRA UMA BREVE DESCRIÇÃO DAS VANTAGENS COMPETITIVAS OBTIDAS A PARTIR DE CADA META COMPETITIVA VANTAGEM DA QUALIDADE Foco principal das empresas que competem com

Leia mais

Apresentação. Vitae Tec Tecnologia a Serviço da Vida!

Apresentação. Vitae Tec Tecnologia a Serviço da Vida! Apresentação Vitae Tec Tecnologia a Serviço da Vida! A Vitae Tec A Vitae Tec é uma empresa de tecnologia que tem como missão oferecer serviços e produtos adequados às necessidades do cliente - pessoa física

Leia mais

Outsourcing em Telecom. BI Telecom. Gestão em Telecomunicações. Tarifação e Administração de Ligações. SGTC Corporativo. Auditoria em Telecom

Outsourcing em Telecom. BI Telecom. Gestão em Telecomunicações. Tarifação e Administração de Ligações. SGTC Corporativo. Auditoria em Telecom Sobre a TeleGestão A TeleGestão, especialista em gestão de telecomunicações, dedica-se há mais de 20 anos ao desafio de adequar recursos de telefonia ao perfil corporativo de diversos setores. As soluções

Leia mais

Os rumos do Email Marketing

Os rumos do Email Marketing Marketing Os rumos do Email Marketing Confira alguns pontos que podem fazer a diferença na utilização desta ferramenta, como um maior investimento na equipe De 1 a 3 de fevereiro, tive a oportunidade de

Leia mais

LINHA CRIATIVA, Informática & Soluções PORTFOLIO

LINHA CRIATIVA, Informática & Soluções PORTFOLIO LINHA CRIATIVA, Informática & Soluções PORTFOLIO 2015 A LINHA CRIATIVA é uma solução de TI focada em produtos inteligentes e simples, actuando no sector de empresas de médio e pequeno porte, nas áreas

Leia mais

Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente

Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente Redesenhando a forma como empresas operam e envolvem seus clientes e colaboradores no mundo digital. Comece > Você pode construir de fato uma

Leia mais

Gerenciamento de Serviços de TI e Site Backup

Gerenciamento de Serviços de TI e Site Backup Gerenciamento de Serviços de TI e Site Backup ATIVAS encerra o ano como a empresa que mais cresceu no mercado brasileiro de serviços de TI ATIVAS é formalmente apresentada ao mercado CEMIG Telecom adquire

Leia mais

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação Tecnologia da Informação Gestão Organizacional da Logística Sistemas de Informação Sistemas de informação ERP - CRM O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para

Leia mais

CATÁLOGO DE SERVIÇOS

CATÁLOGO DE SERVIÇOS Partner MASTER RESELLER CATÁLOGO DE SERVIÇOS SUPORTE TÉCNICO in1.com.br Explore Mundo! seu Conteúdo 1 - Objetivo 2 - Serviços prestados por meio do contrato de manutenção e suporte anual 2.1 - Primeira

Leia mais

INTRODUÇÃO À GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Adriana Beal, Eng. MBA Maio de 2001

INTRODUÇÃO À GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Adriana Beal, Eng. MBA Maio de 2001 INTRODUÇÃO À GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, Eng. MBA Maio de 2001 Apresentação Existe um consenso entre especialistas das mais diversas áreas de que as organizações bem-sucedidas no século XXI serão

Leia mais

DICAS PARA PAGAMENTO MÓVEL NA 7SUA EMPRESA

DICAS PARA PAGAMENTO MÓVEL NA 7SUA EMPRESA DICAS PARA PAGAMENTO MÓVEL NA 7SUA EMPRESA ÍNDICE INTRODUÇÃO O QUE É PAGAMENTO MÓVEL CONCLUSÃO PG. 3 PG. 4 PG. 6 PG. 17 INTRODUÇÃO Os meios de pagamento eletrônico estão cada vez mais fortes no Brasil.

Leia mais

Introdução. Pense em toda a informação pessoal que você tem armazenada no. seu computador, informação irrecuperável como fotos, documentos,

Introdução. Pense em toda a informação pessoal que você tem armazenada no. seu computador, informação irrecuperável como fotos, documentos, Guia de Backup Introdução Pense em toda a informação pessoal que você tem armazenada no seu computador, informação irrecuperável como fotos, documentos, apresentações, entre outras. Imagine que quando

Leia mais

Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic

Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic CUSTOMER SUCCESS STORY Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic PERFIL DO CLIENTE Indústria: Serviços de TI Companhia: Globalweb Outsourcing Empregados: 600 EMPRESA A Globalweb

Leia mais

Relatório sobre Segurança da Informação nas Empresas RESULTADOS DA AMÉRICA LATINA

Relatório sobre Segurança da Informação nas Empresas RESULTADOS DA AMÉRICA LATINA 2011 Relatório sobre Segurança da Informação nas Empresas RESULTADOS DA AMÉRICA LATINA SUMÁRIO Introdução... 4 Metodologia... 6 Resultado 1: Cibersegurança é importante para os negócios... 8 Resultado

Leia mais

Pesquisa sobre: Panorama da Gestão de Estoques

Pesquisa sobre: Panorama da Gestão de Estoques Pesquisa sobre: Panorama da Gestão de Estoques Uma boa gestão de estoques comprova sua importância independente do segmento em questão. Seja ele comércio, indústria ou serviços, o profissional que gerencia

Leia mais

10 DICAS DE TECNOLOGIA PARA AUMENTAR SUA PRODUTIVIDADE NO TRABALHO

10 DICAS DE TECNOLOGIA PARA AUMENTAR SUA PRODUTIVIDADE NO TRABALHO 10 DICAS DE TECNOLOGIA PARA AUMENTAR SUA PRODUTIVIDADE NO TRABALHO UMA DAS GRANDES FUNÇÕES DA TECNOLOGIA É A DE FACILITAR A VIDA DO HOMEM, SEJA NA VIDA PESSOAL OU CORPORATIVA. ATRAVÉS DELA, ELE CONSEGUE

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Sobre a OpServices Fabricante de software focada no gerenciamento de ambientes de TI e Telecom e processos de negócios. Mais de 12 anos de experiência no monitoramento de indicadores de infraestrutura;

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Ponta Grossa 2012 ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Trabalho elaborado pelo

Leia mais

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade O caminho para o sucesso Promovendo o desenvolvimento para além da universidade Visão geral Há mais de 40 anos, a Unigranrio investe em ensino diferenciado no Brasil para cumprir com seu principal objetivo

Leia mais

A ESCOLHA DO SOFTWARE PARA INFORMATIZAÇÃO DA SUA EMPRESA

A ESCOLHA DO SOFTWARE PARA INFORMATIZAÇÃO DA SUA EMPRESA A ESCOLHA DO SOFTWARE PARA INFORMATIZAÇÃO DA SUA EMPRESA Necessidade de informatizar a empresa Uma senhora muito simpática, Dona Maria das Coxinhas, feliz proprietária de um comércio de salgadinhos, está,

Leia mais

Com esse guia, nós vamos te ajudar a organizar a gestão das viagens da sua empresa.

Com esse guia, nós vamos te ajudar a organizar a gestão das viagens da sua empresa. Com esse guia, nós vamos te ajudar a organizar a gestão das viagens da sua empresa. Economizar é a prioridade e sabemos que é possível ter até 40% de economia se a empresa nunca teve nenhum tipo de controle

Leia mais

Nove erros comuns que devem ser evitados ao selecionar e implementar uma solução de mobilidade

Nove erros comuns que devem ser evitados ao selecionar e implementar uma solução de mobilidade Nove erros comuns que devem ser evitados ao selecionar e implementar uma solução de mobilidade Introdução Introdução A empresa de pesquisa IDC prevê que mais da metade dos trabalhadores usarão ferramentas

Leia mais

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE A EVOLUÇÃO DO AMBIENTE DE TRABALHO Adaptando-se às Novas e Avançadas Tecnologias de Comunicações

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE A EVOLUÇÃO DO AMBIENTE DE TRABALHO Adaptando-se às Novas e Avançadas Tecnologias de Comunicações O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE A EVOLUÇÃO DO AMBIENTE DE TRABALHO Adaptando-se às Novas e Avançadas Tecnologias de Comunicações Sua força de trabalho, clientes, parceiros e fornecedores estão distribuídos

Leia mais

CELULAR X COMPUTADOR APLICATIVO PARA CELULAR DICAS DO SEBRAE

CELULAR X COMPUTADOR APLICATIVO PARA CELULAR DICAS DO SEBRAE CELULAR X COMPUTADOR Atualmente, o Celular roubou a cena dos computadores caseiros e estão muito mais presentes na vida dos Brasileiros. APLICATIVO PARA CELULAR O nosso aplicativo para celular funciona

Leia mais

Regra do SERVIÇO VIVO GESTÃO

Regra do SERVIÇO VIVO GESTÃO Regras do serviço VIVO GESTÃO Serviço que permite controlar o uso e o gasto do tráfego voz dos celulares da sua Empresa em todo o Brasil. Através do serviço Vivo Gestão, a empresa configura via internet,

Leia mais

Plataformas de BI Qual é a mais adequada para o meu negócio?

Plataformas de BI Qual é a mais adequada para o meu negócio? Plataformas de BI Qual é a mais adequada para o meu negócio? Comparativo prático para escolher a ferramenta perfeita para a sua empresa Faça nosso Quiz e veja as opções que combinam com o seu perfil ÍNDICE

Leia mais

Manual do Portal do Usuário 4.8

Manual do Portal do Usuário 4.8 Manual do Portal do Usuário 4.8 Este Manual MobiDM descreve as operações básicas do portal ao nível de acesso do usuário Versão: x.x Manual do Usuário MOBIDM Página 1 Índice Introdução 2 Arquivos de ajuda

Leia mais

ITIL na Prática. Quais são os fatores críticos de sucesso para obter valor a partir de um Service Desk? Conhecimento em Tecnologia da Informação

ITIL na Prática. Quais são os fatores críticos de sucesso para obter valor a partir de um Service Desk? Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação ITIL na Prática Quais são os fatores críticos de sucesso para obter valor a partir de um Service Desk? Conhecimento em Tecnologia da Informação 2010 Bridge Consulting

Leia mais

AQUI SEGUEM OS TÓPICOS TRATADOS NESSE GUIA, PARA QUE VOCÊ APRENDA A USAR O SISTEMA CLUBE TURISMO MOBILE.

AQUI SEGUEM OS TÓPICOS TRATADOS NESSE GUIA, PARA QUE VOCÊ APRENDA A USAR O SISTEMA CLUBE TURISMO MOBILE. GUIA RÁPIDO DE USO AQUI SEGUEM OS TÓPICOS TRATADOS NESSE GUIA, PARA QUE VOCÊ APRENDA A USAR O SISTEMA CLUBE TURISMO MOBILE. 1 Acesso ao sistema...3 2 Entenda o Menu...3 2.1 Contatos...3 2.2 Mensagens...4

Leia mais

Laudinei Rossi Barbatto JUNIOR 1 Gilson Rodrigo Silvério POLIDORIO 2

Laudinei Rossi Barbatto JUNIOR 1 Gilson Rodrigo Silvério POLIDORIO 2 COMO QUEBRAR PARADIGMAS SEM CAUSAR UM IMPACTO NEGATIVO NO PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DO MARKETING DE RELACIONAMENTO, CRM E DBM EMPRESARIAL: UM ESTUDO DE CASO Laudinei Rossi Barbatto JUNIOR 1 Gilson Rodrigo

Leia mais

UM RESUMO EXECUTIVO. Organizado para empresas:construindo um modelo operacional contemporâneo de TI

UM RESUMO EXECUTIVO. Organizado para empresas:construindo um modelo operacional contemporâneo de TI UM RESUMO EXECUTIVO Organizado para empresas:construindo um modelo operacional contemporâneo de TI Ao longo da última década, a TI da EMC tem passado por uma transformação para se tornar uma parceira estrategicamente

Leia mais

Alinhamento Estratégico. A importância do alinhamento entre a TI e o Negócio e o método proposto pelo framework do CobiT 4.1

Alinhamento Estratégico. A importância do alinhamento entre a TI e o Negócio e o método proposto pelo framework do CobiT 4.1 Conhecimento em Tecnologia da Informação Alinhamento Estratégico A importância do alinhamento entre a TI e o Negócio e o método proposto pelo framework do CobiT 4.1 2010 Bridge Consulting Apresentação

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE ATIVOS DE TI GERENCIAMENTO DE LIBERAÇÃO

ADMINISTRAÇÃO DE ATIVOS DE TI GERENCIAMENTO DE LIBERAÇÃO 1 ADMINISTRAÇÃO DE ATIVOS DE TI GERENCIAMENTO DE LIBERAÇÃO 2 INTRODUÇÃO A cada dia que passa, cresce a pressão pela liberação para uso de novas tecnologias disponibilizadas pela área de TI, sob o argumento

Leia mais