VISÃO DO SETOR DE TRANSPORTES SOBRE O TRANSPORTE HIDROVIÁRIO DNIT - ABRIL 2014

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "VISÃO DO SETOR DE TRANSPORTES SOBRE O TRANSPORTE HIDROVIÁRIO DNIT - ABRIL 2014"

Transcrição

1 VISÃO DO SETOR DE TRANSPORTES SOBRE O TRANSPORTE HIDROVIÁRIO DNIT - ABRIL 2014

2 CORREDORES HIDROVIÁRIOS

3 CORREDORES HIDROVIÁRIOS NECESSIDADE PARA IMPLANTAÇÃO DE TODOS OS CORREDORES VALORES (milhões): CORREDOR DO RIO MADEIRA CORREDOR DO TAPAJÓS TELES PIRES CORREDOR DO RIO TOCANTINS CORREDOR DO RIO PARNAÍBA CORREDOR DO RIO SÃO FRANCISCO CORREDOR DO RIO PARANÁ TIETÊ CORREDOR DO MERCOSUL CORREDOR DO RIO PARAGUAI R$ 556,1 R$ 757,0 R$ 2.947,5 R$ 765,3 R$ 490,4 R$ 1.529,4 R$ 329,9 R$ 110,2 TOTAL: R$ 7.485,8

4 HIDROVIAS Hidrovia do rio Madeira Hidrovia do rio Amazonas Estudos Hidroviários Hidrovia do rio Tapajós Hidrovia do rio Parnaíba TERMINAIS HIDROVIÁRIOS AMAZONAS Hidrovia do rio Tocantins 18 terminai 27 terminais 9 terminais Hidrovia do rio São Francisco PARÁ 2 terminal 1 terminais 11 terminais Hidrovia do rio Paraguai Dragagem Passo do Jacaré Hidrovia do rio Tietê RONDÔNIA 1 terminal PROJETOS 9 terminais nos estados do PA, AC e RO Hidrovia do rio Paraná Hidrovia do Mercosul Obra Estudos e Projetos Ação Preparatória Em execução Ação Concluída

5 HIDROVIA DO TIETÊ INVESTIMENTO TOTAL RIO TIETÊ: R$ milhões INVESTIMENTO TOTAL FEDERAL APROVADO: R$ 900,0 milhões Ecl. Três Irmãos Ecl. Jupiá Panorama Ecl. Nova Avanhandava SP-425 BR-153 SP-300 Terminais de Araçatuba e Ártemis R$ (0,0+67,0) Ecl. Promissão SP-333 SP-310 Ecl. Ibitinga PARTICIPAÇÃO: GOVERNO FEDERAL: 55,7% - R$ 891,5 milhões GOVERNO ESTADUAL: 44,3% - R$ 709,5 milhões SP-294 Ecl. Bariri Santa Maria da Serra Adequação de pontes R$(96,5+258,1) Adequação de canais R$(162,3+ 30,0) Melhorias em eclusas e Projetos de novas eclusas R$ (203,7+75,4) Gerenciamento e supervisão R$ (0,0+56,8) Pederneiras Ecl. Barra Bonita Piracicaba Artemis Anhembi Conchas Salto SP-330 Extensão Piracicaba: Implantação de barragem e eclusa com extensão até Ártemis 55Km R$ (282,0+137,5) Implantação de barragem e eclusa em Anhembi com extensão até Conchas 22 Km + Estudo p/ extensão até salto - R$ (147,0+84,7)

6 INVESTIMENTO TOTAL: R$ 17,10 milhões HIDROVIA DO AMAZONAS Barra Norte Dragagem e sinalização (ciclos de 5 anos): Estudos e projetos do corredor Obras e Serviços (R$ 17,10) Tabatinga Santarém Manaus Itacoatiara Miritituba

7 INVESTIMENTO TOTAL: R$ 43,0 milhões HIDROVIA DO MADEIRA Santarém Manaus Itacoatiara Dragagem localizada ( ) (R$ 21,6) Sinalização recuperação (R$ 2,5) Miritituba Dragagem e sinalização: Estudos e projetos do corredor Obras e Serviços (R$ 18,9) Humaitá Porto Velho

8 INVESTIMENTO TOTAL: R$ 50,07 milhões HIDROVIA DO SUL Dragagem e sinalização (ciclos de 5 anos): Estudos e projetos do corredor Obras e Serviços (R$ 41,65) Dragagem localizada rio Taquari (R$ 2,67) Dragagem localizada - Lagoa Mirim (R$ 5,75) São José do Norte Rio Grande

9 INVESTIMENTO TOTAL: R$ 20,81 milhões HIDROVIA DO PARAGUAI Dragagem localizada (R$ 3,0) Dragagem localizada Passo do Jacaré (R$ 6,0) Dragagem e sinalização (ciclo de 5 anos): Estudos e projetos do corredor Obras e Serviços (R$ 11,81) Foz do Rio Apa

10 INVESTIMENTO TOTAL: R$ 50,0 milhões HIDROVIA DO PARANÁ Itumbiara Cachoeira Dourada São Simão Dragagem e sinalização (ciclo de 5 anos): Estudos e projetos do corredor Obras e Serviços (R$ 33,0) UHE de Ilha Solteira Sinalização (2012) UHE Ilha Solteira até São Simão (R$ 2,0) Sinalização( ) UHE Porto Primavera até Jupiá (R$ 8,0) UHE de Jupiá Panorama Pres. Epitácio Sinalização( ) Guaíra até UHE Porto Primavera (R$ 4,0) UHE de Porto Primavera Sinalização( ) UHE de Itaipu até Guaíra (R$ 3,0) UHE de Itaipu

11 INVESTIMENTO TOTAL: R$ 25,12 milhões HIDROVIA DO SÃO FRANCISCO Dragagem nos passos do Meleiro, Limoeiro e outros pontos (R$ 11,34) Dragagem e sinalização (ciclo de 5 anos): Estudos e projetos do corredor Obras e Serviços (R$ 13,78)

12 INVESTIMENTO TOTAL: R$ 18,5 milhões HIDROVIA DO TAPAJÓS Santarém Dragagem e sinalização (ciclo de 5 anos): Estudos e projetos do corredor Obras e Serviços (R$ 18,0) Itacoatiara Miritituba Sinalização - recuperação (R$ 0,5)

13 HIDROVIA DO TOCANTINS Vila do Conde Eclusa de Tucuruí UHE de Marabá UHE de Serra Quebrada Eclusa de Estreito UHE de Tupirantins Eclusa de Lajeado Peixe Legenda: Barragem projetada Eclusa em projeto Barragem finalizada com eclusa em construção

14 HIDROVIA DO PARNAÍBA Itaqui Luis Correia Pecém Teresina UHE de Castelhano UHE de Estreito do Parnaíba UHE de Cachoeira Eclusa de Boa Esperança Sta. Filomena

15 DAQ Diretoria de Infraestrutura Aquaviária OBRIGADO Telefone:

DETALHAMENTO DO EVTEA PROJETO BINACIONAL BRASIL URUGUAI. TRANSPORTE MULTIMODAL NO SISTEMA LAGOA MIRIM e LAGOA DOS PATOS

DETALHAMENTO DO EVTEA PROJETO BINACIONAL BRASIL URUGUAI. TRANSPORTE MULTIMODAL NO SISTEMA LAGOA MIRIM e LAGOA DOS PATOS DETALHAMENTO DO EVTEA PROJETO BINACIONAL BRASIL URUGUAI TRANSPORTE MULTIMODAL NO SISTEMA LAGOA MIRIM e LAGOA DOS PATOS Contratar Estudos Ambientais Projetos de Manutenção + Licença Ambiental Consultoria

Leia mais

DNIT Diretoria de Infraestrutura Aquaviária. Corredor do Rio Tocantins

DNIT Diretoria de Infraestrutura Aquaviária. Corredor do Rio Tocantins Corredor do Rio Tocantins DNIT Diretoria de ADMINISTRAÇÕES Infraestrutura Aquaviária HIDROVIÁRIAS Demandas de Infraestrutura CNA / BRASIL PAC INVESTIMENTOS INICIADOS AÇÕES INVESTIMENTOS PREVISTOS CORREDOR

Leia mais

AGENDA BRASIL DE PROJETOS PRIORITÁRIOS DE INTEGRAÇÃO

AGENDA BRASIL DE PROJETOS PRIORITÁRIOS DE INTEGRAÇÃO BRASIL COM S AGENDA BRASIL DE PROJETOS PRIORITÁRIOS DE INTEGRAÇÃO Miriam Belchior Ministra de Estado Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão DESACELERAÇÃO DA ECONOMIA MUNDIAL A economia mundial

Leia mais

Plano Hidroviário Estratégico - PHE. Imagine o resultado

Plano Hidroviário Estratégico - PHE. Imagine o resultado Plano Hidroviário Estratégico - PHE Imagine o resultado 12 de novembro de 2013 . 2 Objetivos Desenvolver o transporte hidroviário interior (THI) de forma a: Ampliar alternativas de escoamento de produção

Leia mais

Licenciamento Ambiental nas Hidrovias Brasileiras

Licenciamento Ambiental nas Hidrovias Brasileiras Licenciamento Ambiental nas Hidrovias Brasileiras Agenda Conhecendo a DAQ Ferramentas e a Modernização da Gestão Governança Gestão de Contratos X Gestão de Empreendimentos Metodologia Processos de Suporte

Leia mais

Navegação interior no Brasil e o avanço dos Investimentos públicos e privados

Navegação interior no Brasil e o avanço dos Investimentos públicos e privados Navegação interior no Brasil e o avanço dos Investimentos públicos e privados Adalberto Tokarski Diretor CT Log Junho de 2014 AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS A ANTAQ Criada pela Lei nº10.233,

Leia mais

Brasília Fevereiro/2012

Brasília Fevereiro/2012 Brasília Fevereiro/2012 ADMINISTRAÇÕES HIDROVIÁRIAS PORTOS NA REGIÃO NORTE ECLUSAS ECLUSAS NO RIO TOCANTINS Dique de proteção a ferrovia ESCOAMENTO AGRÍCOLA PELOS PORTOS DO NORTE DO PAIS Exportação do

Leia mais

ahrana A HIDROVIA DO RIO PARANÁ Administração da Hidrovia do Paraná Outubro de 2005

ahrana A HIDROVIA DO RIO PARANÁ Administração da Hidrovia do Paraná Outubro de 2005 1 ahrana Administração da Hidrovia do Paraná Outubro de 2005 A HIDROVIA DO RIO PARANÁ 2 A AHRANA A Administração da Hidrovia do Paraná, órgão subordinado ao DNIT Departamento Nacional de Infra-Estrutura

Leia mais

DNIT Diretoria de Infraestrutura Aquaviária. Diretoria de Infraestrutura Aquaviária

DNIT Diretoria de Infraestrutura Aquaviária. Diretoria de Infraestrutura Aquaviária Diretoria de Infraestrutura Aquaviária Agosto de 2015 Organograma DAQ Cargos e Funções Diretoria de Infraestrutura Aquaviária DAS 101.5 Valter Casimiro Silveira Assessor Técnico FCDNIT-3 Lindomar Júnior

Leia mais

TRANSPORTE HIDROVIÁRIO

TRANSPORTE HIDROVIÁRIO TRANSPORTE HIDROVIÁRIO SÃO PAULO - SP 06/NOV/2010 TRANSPORTE 10% do PIB 60% dos custos logísticos TRANSPORTE HIDROVIÁRIO (AQUAVIÁRIO) Aquele executado em meio hídrico por equipamento flutuante HIDROVIAS

Leia mais

O sistema de Transporte Hidroviário no Brasil. Seminário Internacional sobre Hidrovias - Antaq Brasília, 4 de março de 2009

O sistema de Transporte Hidroviário no Brasil. Seminário Internacional sobre Hidrovias - Antaq Brasília, 4 de março de 2009 O sistema de Transporte Hidroviário no Brasil Seminário Internacional sobre Hidrovias - Antaq Brasília, 4 de março de 2009 Hidrovia Paraná-Paraguai PAC FERROVIAS, HIDROVIAS E MARINHA MERCANTE Terminais

Leia mais

ANÁLISE DA INFRA-ESTRUTURA DOS TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS

ANÁLISE DA INFRA-ESTRUTURA DOS TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS V SIMPÓSIO DE TRANSPORTE E MOBILIZAÇÃO ANÁLISE DA INFRA-ESTRUTURA DOS TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS JOSÉ ALEX BOTÊLHO DE OLIVA Superintendente de Navegação Interior Brasília, 18 de Julho de 2007. ASPECTOS INSTITUCIONAIS

Leia mais

Ministério dos Transportes

Ministério dos Transportes Ministério dos Transportes VI Congresso Internacional de Transportes da Amazônia Plano Hidroviário Estratégico Belém, 01 de setembro de 2015 PHE - Objetivos Aumentar a participação do modal hidroviário

Leia mais

Hidrovia Tapajós s / Teles Pires

Hidrovia Tapajós s / Teles Pires MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES Hidrovia Tapajós s / Teles Pires Apresentação: Edison de Oliveira Vianna Jr E-mail: edison.vianna@transportes.gov.br Colaboração: Rodrigo Cardoso Paranhos E-mail: rodrigo.paranhos@transportes.gov.br

Leia mais

Melhoramento da Navegabilidade do Rio Içá

Melhoramento da Navegabilidade do Rio Içá Melhoramento da Navegabilidade do Rio Içá Dados Gerais A navegabilidade do Rio Içá, no Estado do Amazonas, se estende por 275 km desde sua foz, na margem esquerda do Rio Solimões, em Santo Antônio do Içá,

Leia mais

PAC ( ) Hidrovias. 20 de julho de 2015 Brasília-DF

PAC ( ) Hidrovias. 20 de julho de 2015 Brasília-DF PAC (2011-2018) Hidrovias 20 de julho de 2015 Brasília-DF 1 HIDROVIA DO TIETÊ MAPA DAS INTERVENÇÕES INVESTIMENTO TOTAL RIO TIETÊ: R$ 2.256,1 (2.113,2) milhões INVESTIMENTO TOTAL FEDERAL APROVADO: R$ 923,0

Leia mais

Bacias hidrográficas brasileiras

Bacias hidrográficas brasileiras Bacias hidrográficas brasileiras O Brasil possui o maior volume de água potável em estado liquido do globo. Isso se deve as suas extensas e caudalosas bacias hidrográficas. Por sua vez essas bacias devem

Leia mais

VI CONGRESSO INTERNACIONAL DE TRANSPORTES NA AMAZÔNIA II SEMINÁRIO INTERNACIONAL BRASIL/HOLANDA

VI CONGRESSO INTERNACIONAL DE TRANSPORTES NA AMAZÔNIA II SEMINÁRIO INTERNACIONAL BRASIL/HOLANDA VI CONGRESSO INTERNACIONAL DE TRANSPORTES NA AMAZÔNIA II SEMINÁRIO INTERNACIONAL BRASIL/HOLANDA PLATAFORMAS LOGÍSTICAS E TERMINAIS HIDROVIÁRIOS 02.09.2015 SUMÁRIO 1 2 INTRODUÇÃO - Objetivos e Plano Estratégico

Leia mais

Projeto 010 : Construção de contorno ferroviário de Tutóia. Ferroviária. TIPO: Eixo Estruturante. LOCALIZAÇÃO: Araraquara - SP

Projeto 010 : Construção de contorno ferroviário de Tutóia. Ferroviária. TIPO: Eixo Estruturante. LOCALIZAÇÃO: Araraquara - SP Projeto 010 : Construção de contorno ferroviário de Tutóia E6 Ferroviária TIPO: Eixo Estruturante LOCALIZAÇÃO: Araraquara - SP INTERVENÇÃO: Construção Categoria: Construção de Ferrovia EXTENSÃO/QUANTIDADE/VOLUME:

Leia mais

SEMINÁRIO SOBRE A HIDROVIA TIETÊ-PARANÁ

SEMINÁRIO SOBRE A HIDROVIA TIETÊ-PARANÁ SEMINÁRIO SOBRE A HIDROVIA TIETÊ-PARANÁ ANTAQ PERSPECTIVAS DE AVANÇO DA INFRA-ESTRUTURA DO TIETÊ Oswaldo F. Rossetto Jr. Diretor Brasília DF 08 de agosto de 2007 SECRETARIA DOS TRANSPORTES HIDROVIA TIETÊ-PARANÁ

Leia mais

Logística e Escoamento da Safra

Logística e Escoamento da Safra Logística e Escoamento da Safra Carlos Eduardo Tavares Economista da Superintendência de Logística Operacional da CONAB/MAPA Brasília (DF), outubro de 2015 Contextualização Monitoramento da Safra Agrícola

Leia mais

Base Legal da Ação Lei nº 10.233, de 5 de junho de 2001, arts. 81 e 82; Lei nº 5.917, de 10 de Setembro de 1973, e suas alterações.

Base Legal da Ação Lei nº 10.233, de 5 de junho de 2001, arts. 81 e 82; Lei nº 5.917, de 10 de Setembro de 1973, e suas alterações. Programa 2073 - Transporte Hidroviário Número de Ações 107 110S - Melhoramentos no Canal de Navegação da Hidrovia dos Rios Paraná e Paraguai Garantia da navegabilidade durante todo o ano na hidrovia, mediante

Leia mais

REDE ECONÔMICA HOLANDESA NO BRASIL

REDE ECONÔMICA HOLANDESA NO BRASIL REDE ECONÔMICA HOLANDESA NO BRASIL O Papel da ANTAQ no desenvolvimento da navegação interior brasileira FERNANDO FIALHO Diretor Geral Brasília Embaixada da Holanda, 30 de agosto de 2007 A ANTAQ É - Autarquia

Leia mais

JUSTIFICATIVA: Rodovia classificada como ruim/péssima (característica pavimento) na Pesquisa Rodoviária CNT 2007

JUSTIFICATIVA: Rodovia classificada como ruim/péssima (característica pavimento) na Pesquisa Rodoviária CNT 2007 Projeto 155 : Recuperação do pavimento BR-364, BR-317 e BR-319 E6 Rodoviária LOCALIZAÇÃO*: Humaitá - AM a Sena Madureira - AC INTERVENÇÃO: Adequação Categoria: Recuperação do Pavimento EXTENSÃO/QUANTIDADE/VOLUME:

Leia mais

HIDROVIAS DO MATO GROSSO

HIDROVIAS DO MATO GROSSO HIDROVIAS DO MATO GROSSO ADALBERTO TOKARSKI Gerente de Desenvolvimento e Regulação da Navegação Interior Cuiabá/MT 21-08-2009 ADMINISTRAÇÃ ÇÃO O DAS HIDROVIAS LOCALIZAÇÃ ÇÃO O DA HIDROVIA NA BACIA BR -163

Leia mais

MBA em Logística. Distribuição e Transportes DTA04 sala 22

MBA em Logística. Distribuição e Transportes DTA04 sala 22 MBA em Logística Distribuição e Transportes DTA04 sala 22 Prof. MBA em Logística Prof. Distribuição e Transportes DTA04 sala 22 FRETES DE TRANSPORTE Consumo de combustível de cada Modal (litros/ t x km):

Leia mais

HIDROVIA DA LAGOA MIRIM: UM MARCO DE DESENVOLVIMENTO NOS CAMINHOS DO MERCOSUL

HIDROVIA DA LAGOA MIRIM: UM MARCO DE DESENVOLVIMENTO NOS CAMINHOS DO MERCOSUL HIDROVIA DA LAGOA MIRIM: UM MARCO DE DESENVOLVIMENTO NOS CAMINHOS DO MERCOSUL Eng. José Luiz Fay de Azambuja azambuj@uol.com.br TREINTA Y TRES 04.10.2012 CARACTERIZAÇÃO Lagoa Mirim São Gonçalo Lagoa dos

Leia mais

64º Fórum de Debates Brasilianas Logística e Integração Territorial no Brasil

64º Fórum de Debates Brasilianas Logística e Integração Territorial no Brasil Prioridades do Ministério dos Transportes para 2015 64º Fórum de Debates Brasilianas Logística e Integração Territorial no Brasil Os Avanços e Desafios da Infraestrutura Logística no Brasil Roberto Menezes

Leia mais

Investimento no Transporte Hidroviário Interior. Fernando Antonio Brito Fialho

Investimento no Transporte Hidroviário Interior. Fernando Antonio Brito Fialho Investimento no Transporte Hidroviário Interior Fernando Antonio Brito Fialho Diretor-Geral da ANTAQ Rio de Janeiro, 8 de outubro de 2007 Estrutura do Estado UNIÃO Poder Executivo Secretaria de Portos

Leia mais

HIDROGRAFIA DO BRASIL

HIDROGRAFIA DO BRASIL Hidrografia características gerais HIDROGRAFIA DO BRASIL Bacias hidrográficas Reflete as condições de umidade do clima do país Rica em rios,, mas pobre em lagos Predominância de rios de planalto,, favoráveis

Leia mais

Amapá 2,1. Pará 46,2. Ceará 25,4 Pernambuco 22,3. Maranhão 17,4. Roraima 3,7. Tocantins 19,7. Rio Grande do Norte 7,5. Piauí 9,9.

Amapá 2,1. Pará 46,2. Ceará 25,4 Pernambuco 22,3. Maranhão 17,4. Roraima 3,7. Tocantins 19,7. Rio Grande do Norte 7,5. Piauí 9,9. INFRAESTRUTURA Valores de investimentos sugeridos pelo Plano CNT de Transporte e Logística 2014 em todos os Estados brasileiros, incluindo os diferentes modais (em R$ bilhões) Tocantins 19,7 Roraima 3,7

Leia mais

Ministério dos Transportes PNLT - Plano Nacional de Logística e Transportes Portfólio dos Projetos por Unidades da Federação - Versão 2011 Paraná

Ministério dos Transportes PNLT - Plano Nacional de Logística e Transportes Portfólio dos Projetos por Unidades da Federação - Versão 2011 Paraná Ministério dos s Curitiba/ (Bacacheri) - Infraero Curitiba/ (Bacacheri) - Infraero Construção/Melhorias Planejado 1.269 N.A. Pós 2015 Curitiba/ (Internacional Afonso Pena) - Infraero Curitiba/ (Internacional

Leia mais

IRRIGAÇÃO Recuperação para Transferência da Gestão. Nilo Coelho/PE Bebedouro/PE. Maniçoba/BA Curaçá/BA. Mirorós/BA ESTUDOS E PROJETOS

IRRIGAÇÃO Recuperação para Transferência da Gestão. Nilo Coelho/PE Bebedouro/PE. Maniçoba/BA Curaçá/BA. Mirorós/BA ESTUDOS E PROJETOS IRRIGAÇÃO Recuperação para Transferência da Gestão Nilo Coelho/PE Bebedouro/PE Maniçoba/BA Curaçá/BA Formoso/BA Mirorós/BA Gorutuba/MG ESTUDOS E PROJETOS EIXO NORTE Trecho VI / PE Estudos Barragens do

Leia mais

LOGÍSTICA DA REGIÃO NORTE PARA O AGRONEGÓCIO

LOGÍSTICA DA REGIÃO NORTE PARA O AGRONEGÓCIO PRESIDENTE DIRETOR EXECUTIVO LOGÍSTICA DA REGIÃO NORTE PARA O AGRONEGÓCIO ESTAÇÕES DE TRANSBORDO DE CARGAS E TERMINAIS PORTUÁRIOS (Amazônia) Kleber Menezes Maio-2014 OBJETIVOS ATAP/ATOC PERSEGUIR O USO

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DA HIDROVIA DO PARANÁ AHRANA ESTATÍSTICA DE MOVIMENTAÇÃO DE CARGAS

ADMINISTRAÇÃO DA HIDROVIA DO PARANÁ AHRANA ESTATÍSTICA DE MOVIMENTAÇÃO DE CARGAS DO PARANÁ AHRANA ESTATÍSTICA DE MOVIMENTAÇÃO DE CARGAS NO 014/10 ANO 2010 1 APRESENTAÇÃO Este relatório tem o propósito de registrar, organizar, quantificar e analisar os dados de movimentação de cargas,

Leia mais

Gargalos logísticos e o novo corredor de exportação agrícola pelo norte do país

Gargalos logísticos e o novo corredor de exportação agrícola pelo norte do país Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais Gargalos logísticos e o novo corredor de exportação agrícola pelo norte do país Seminários Folha de S.Paulo - Fórum de Exportação Daniel Furlan Amaral

Leia mais

HIDROVIAS DO SUDESTE / SUL

HIDROVIAS DO SUDESTE / SUL HIDROVIAS DO SUDESTE / SUL OS DESAFIOS DA INTERMODALIDADE HIDROVIA TIETÊPARANÁ Departamento Hidroviário Oswaldo F. Rossetto Jr. Diretor Agência Nacional de Transportes Aquaviários ANTAQ 30 de agosto de

Leia mais

O TRANSPORTE AQUÁTICO NA REGIÃO CENTRO-OESTE

O TRANSPORTE AQUÁTICO NA REGIÃO CENTRO-OESTE Agência Nacional de Transportes Aquaviários O TRANSPORTE AQUÁTICO NA REGIÃO CENTRO-OESTE Curso de Gerência Executiva de Transporte e Mobilização - GETRAM QUARTEL GENERAL DO EXÉRCITO BRASILEIRO COLÉGIO

Leia mais

DIRETRIZES DA POLÍTICA NACIONAL DE TRANSPORTE HIDROVIÁRIO

DIRETRIZES DA POLÍTICA NACIONAL DE TRANSPORTE HIDROVIÁRIO MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES SECRETARIA DE POLÍTICA NACIONAL DE TRANSPORTES DIRETRIZES DA POLÍTICA NACIONAL DE TRANSPORTE HIDROVIÁRIO Brasília/DF Dezembro de 2010 (Edição Revisada) MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES

Leia mais

SEMINÁRIO SOBRE A HIDROVIA TIETÊ-PARANÁ. Obras de Infra-estrutura no Rio Paraná e Transposição de Itaipu

SEMINÁRIO SOBRE A HIDROVIA TIETÊ-PARANÁ. Obras de Infra-estrutura no Rio Paraná e Transposição de Itaipu Agência Nacional de Transportes Aquaviários SEMINÁRIO SOBRE A HIDROVIA TIETÊ-PARANÁ Obras de Infra-estrutura no Rio Paraná e Transposição de Itaipu Engº Antonio Badih Chehin Superintendente da AHRANA 08

Leia mais

Bacias hidrográficas brasileiras

Bacias hidrográficas brasileiras Bacias hidrográficas brasileiras Características da hidrografia brasileira Riqueza em rios e pobreza em formações lacustres. Todos rios direta ou indiretamente são tributários do Oceano Atlântico. Predomínio

Leia mais

Visão dos armadores sobre potencial, investimentos e obstáculos no corredor Centro Norte SINDARPA

Visão dos armadores sobre potencial, investimentos e obstáculos no corredor Centro Norte SINDARPA Visão dos armadores sobre potencial, investimentos e obstáculos no corredor Centro Norte SINDARPA SINDARPA INSTITUCIONAL O Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial e Lacustre e das Agências de Navegação

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO. Resultados do Seminário de Portos e Hidrovias COSIPLAN Outubro - 2015

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO. Resultados do Seminário de Portos e Hidrovias COSIPLAN Outubro - 2015 Resultados do Seminário de Portos e Hidrovias COSIPLAN Outubro - 2015 Objetivos do Seminário Identificar os marcos regulatórios dos portos (marítimos, fluviais e lacustres), com o objetivo de melhorar

Leia mais

Hidrografia no Brasil. Luciano Teixeira

Hidrografia no Brasil. Luciano Teixeira Hidrografia no Brasil Luciano Teixeira Hidrografia Brasil Características da Hidrografia Brasileira Pobre em lagos Drenagem Exorréica Predomínio de foz em estuário Predomínio de rios de planaltos Bacias

Leia mais

75$163257(+,'529,É5,2

75$163257(+,'529,É5,2 EVOLUÇÃO RECENTE DO TRANSPORTE HIDROVIÁRIO DE CARGAS Sander Magalhães Lacerda* *Economista da Área de Infra-Estrutura do BNDES. 75$163257(+,'529,É5,2 Resumo O artigo apresenta uma caracterização econômica

Leia mais

OPHEN ACOMPANHAMENTO DIÁRIO DA OPERAÇÃO HIDROENERGÉTICA DO SISTEMA INTERLIGADO NACIONAL

OPHEN ACOMPANHAMENTO DIÁRIO DA OPERAÇÃO HIDROENERGÉTICA DO SISTEMA INTERLIGADO NACIONAL OPHEN ACOMPANHAMENTO DIÁRIO DA OPERAÇÃO HIDROENERGÉTICA DO SISTEMA INTERLIGADO NACIONAL 28/08/2009 INTRODUÇÃO O Acompanhamento Diário da Operação Hidroenergética tem como objetivo apresentar a situação

Leia mais

Bacias da Costa do Atlântico Sudeste

Bacias da Costa do Atlântico Sudeste Capacidade de Suporte para Aquicultura em Reservatórios de Domínio Federal Atualizada em: 07/11/2014 Possui capacidade de suporte Nome do corpo hídrico Operador do reservatório Rio barrado Bacia / Região

Leia mais

Hidrovia Tapajós Teles Pires A hidrovia do agronegócio

Hidrovia Tapajós Teles Pires A hidrovia do agronegócio Hidrovia Tapajós Teles Pires A hidrovia do agronegócio Escoamentodaproduçãoagrícoladaregiãocentro-oeste VantagensComparativasdoTransporteHidroviário EstudodeCaso Agência Nacional de Transportes Aquaviários

Leia mais

Sincromodalidade destaque da saída por Miritituba

Sincromodalidade destaque da saída por Miritituba Sincromodalidade destaque da saída por Miritituba TRANS 2015 VI CONGRESSO INTERNACIONAL DE TRANSPORTES NA AMAZÔNIA II SEMINÁRIO INTERNACIONAL BRASIL/HOLANDA Iana Araújo Rodrigues Setembro 2015 Agenda Conceitos

Leia mais

HORÁRIO DE ONIBUS INTERMUNICIPAL e INTERESTADUAL

HORÁRIO DE ONIBUS INTERMUNICIPAL e INTERESTADUAL HORÁRIO DE ONIBUS INTERMUNICIPAL e INTERESTADUAL EXPRESSO DE PRATA - Fone: 2109-9000 Adamantina 13:35 18:45 R$ 53,90 Água de Paiol Circular: 07:15 9:30 11:05 13:00 14:30 17:50 19:00 23:00 Convencional:

Leia mais

As transformações do relevo e as bacias hidrográficas.

As transformações do relevo e as bacias hidrográficas. As transformações do relevo e as bacias hidrográficas. Conteúdos do 3º bimestre para o 1º Ano do Ensino Médio na disciplina de Geografia, de acordo com o currículo mínimo estabelecido pela SEEDUC / RJ

Leia mais

Usina de Balbina(grande degradação ambiental)

Usina de Balbina(grande degradação ambiental) Bacia Amazônica Localizada na região norte do Brasil, é a maior bacia hidrográfica do mundo, possuindo 7 milhões de quilômetros quadrados de extensão (4 milhões em território brasileiro). O rio principal

Leia mais

HIDROGRAFIA E GEOPOLÍTICA DA ÁGUA

HIDROGRAFIA E GEOPOLÍTICA DA ÁGUA HIDROGRAFIA E GEOPOLÍTICA DA ÁGUA Prof. Jutorides Elementos de um Rio Rede Hidrográfica; Bacia hidrográfica; Divisor de Água; Vertente; Curso: Retilíneo e Meândrico; Alto Curso, Médio Curso e Baixo Curso;

Leia mais

ESTUDO DA ANTAQ REVELA A UTILIZAÇÃO ECONÔMICA DE MAIS DE 20 MIL KM DE HIDROVIAS BRASILEIRAS

ESTUDO DA ANTAQ REVELA A UTILIZAÇÃO ECONÔMICA DE MAIS DE 20 MIL KM DE HIDROVIAS BRASILEIRAS ESTUDO DA ANTAQ REVELA A UTILIZAÇÃO ECONÔMICA DE MAIS DE 20 MIL KM DE HIDROVIAS BRASILEIRAS A ANTAQ concluiu estudo com levantamento detalhado sobre a extensão das vias interiores navegadas em todo Brasil,

Leia mais

Secretaria de Logística e Transportes DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM

Secretaria de Logística e Transportes DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM Matriz de Transporte Brasil Estado de São Paulo Modal Participação Modal Participação Rodoviário 61,20% Ferroviário 20,70% Hidroviário 13,60% Dutoviário 4,20% Aéreo 0,40% Rodoviário 93,10% Ferroviário

Leia mais

Projeto 018 : Dragagem no porto de Rio Grande. Portuária. TIPO: Eixo Estruturante. LOCALIZAÇÃO: Rio Grande - RS. Categoria: Dragagem / Derrocamento

Projeto 018 : Dragagem no porto de Rio Grande. Portuária. TIPO: Eixo Estruturante. LOCALIZAÇÃO: Rio Grande - RS. Categoria: Dragagem / Derrocamento Projeto 018 : Dragagem no porto de Rio Grande E9 Portuária TIPO: Eixo Estruturante LOCALIZAÇÃO: Rio Grande - RS Categoria: Dragagem / Derrocamento EXTENSÃO/QUANTIDADE/VOLUME: 2.000.000 m³ JUSTIFICATIVA:

Leia mais

OPHEN ACOMPANHAMENTO DIÁRIO DA OPERAÇÃO HIDROENERGÉTICA DO SISTEMA INTERLIGADO NACIONAL

OPHEN ACOMPANHAMENTO DIÁRIO DA OPERAÇÃO HIDROENERGÉTICA DO SISTEMA INTERLIGADO NACIONAL OPHEN ACOMPANHAMENTO DIÁRIO DA OPERAÇÃO HIDROENERGÉTICA DO SISTEMA INTERLIGADO NACIONAL 28/05/2009 INTRODUÇÃO O Acompanhamento Diário da Operação Hidroenergética tem como objetivo apresentar a situação

Leia mais

Origem Destino Preço Araxá Alta Floresta R$ 20,00 Araxá Aracaju R$ 20,00 Araxá Araraquara R$ 10,00 Araxá Araçatuba R$ 15,00 Araxá Altamira R$ 25,00

Origem Destino Preço Araxá Alta Floresta R$ 20,00 Araxá Aracaju R$ 20,00 Araxá Araraquara R$ 10,00 Araxá Araçatuba R$ 15,00 Araxá Altamira R$ 25,00 Origem Destino Preço Araxá Alta Floresta R$ 20,00 Araxá Aracaju R$ 20,00 Araxá Araraquara R$ 10,00 Araxá Araçatuba R$ 15,00 Araxá Altamira R$ 25,00 Araxá Araguaína R$ 20,00 Araxá Barcelos R$ 25,00 Araxá

Leia mais

Code-P0 AEROPORTOS PAC 2

Code-P0 AEROPORTOS PAC 2 Code-P0 AEROPORTOS PAC Atualizado em 05/03/0 0 Code-P ÍNDICE MAPA AEROPORTOS PAC 3 GUARULHOS 4 Projeto Básico do TPS 3 Terraplenagem para construção do TPS 3 Ampliação e Revitalização do Sistema de Pistas

Leia mais

1. o ANO ENSINO MÉDIO. Prof. Jefferson Oliveira Prof. ª Ludmila Dutra

1. o ANO ENSINO MÉDIO. Prof. Jefferson Oliveira Prof. ª Ludmila Dutra 1. o ANO ENSINO MÉDIO Prof. Jefferson Oliveira Prof. ª Ludmila Dutra Unidade I Geografia física mundial e do Brasil. 2 Aula 5.1 Conteúdo Bacias Hidrográficas Brasileiras. 3 Habilidade Localizar as diferentes

Leia mais

Plano Nacional de Logística Portuária PNLP

Plano Nacional de Logística Portuária PNLP Programa de Investimentos, Arrendamentos e TUPs, e o Potencial do Pará como novo Corredor de Exportação LUIS CLAUDIO S. MONTENEGRO Diretor de Informações Portuárias SECRETARIA DE PORTOS DA PRESIDÊNCIA

Leia mais

HIDROVIAS BRASILEIRAS

HIDROVIAS BRASILEIRAS AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS SUPERINTENDÊNCIA DE NAVEGAÇÃO INTERIOR Gerência de Desenvolvimento e Regulação da Navegação Interior HIDROVIAS BRASILEIRAS INDICADORES DO TRANSPORTE DE CARGAS:

Leia mais

SIMPÓSIO HIDROVIAS DE MATO GROSSO 22-11-2012 CUIABÁ-MT

SIMPÓSIO HIDROVIAS DE MATO GROSSO 22-11-2012 CUIABÁ-MT SIMPÓSIO HIDROVIAS DE MATO GROSSO 22-11-2012 CUIABÁ-MT SIMPÓSIO HIDROVIAS DE MATO GROSSO 22-11-2012 CUIABÁ-MT Abertura Carlos Henrique Baqueta Fávaro Pres. Aprosoja Movimento Pró Logística Hidrovias de

Leia mais

As atuais condições da infraestrutura de transporte e logística do Brasil têm

As atuais condições da infraestrutura de transporte e logística do Brasil têm ESTUDO DA CNT APONTA QUE INFRAESTRUTURA RUIM AUMENTA CUSTO DO TRANSPORTE DE SOJA E MILHO As atuais condições da infraestrutura de transporte e logística do Brasil têm impacto significativo na movimentação

Leia mais

PERFIL LONGITUDINAL DE UM VALE FLUVIAL

PERFIL LONGITUDINAL DE UM VALE FLUVIAL HIDROGRAFIA PERFIL LONGITUDINAL DE UM VALE FLUVIAL CRISTA OU INTERFLÚVIO CRISTA OU INTERFLÚVIO VERTENTE VERTENTE MARGEM RIO MARGEM LEITO TALVEGUE IMPORTÂNCIA DOS RIOS ABASTECIMENTO TRANSPORTE NAVEGAÇÃO

Leia mais

II - INFRA-ESTRUTURA PARA O DESENVOLVIMENTO

II - INFRA-ESTRUTURA PARA O DESENVOLVIMENTO II - INFRA-ESTRUTURA PARA O DESENVOLVIMENTO aceleração do desenvolvimento sustentável no Brasil. Dessa forma, o país poderá superar os gargalos da economia e estimular o aumento da produtividade e a diminuição

Leia mais

10 ANOS DE CTLOG. Ações e Conquistas

10 ANOS DE CTLOG. Ações e Conquistas 10 ANOS DE Suspensão do Projeto de Lei nº 3635/2008 Exige forração com lona em caminhões graneleiros. Modelagem do TEGRAM Porto do Itaqui Modelagem do Porto de Outeiro - PA Redefinição da localização do

Leia mais

64 FÓRUM DE DEBATES BRASILIANAS.ORG LOGÍSTICA E INTEGRAÇÃO TERRITORIAL NO BRASIL

64 FÓRUM DE DEBATES BRASILIANAS.ORG LOGÍSTICA E INTEGRAÇÃO TERRITORIAL NO BRASIL 64 FÓRUM DE DEBATES BRASILIANAS.ORG LOGÍSTICA E INTEGRAÇÃO TERRITORIAL NO BRASIL PALESTRA: DESAFIOS DA INFRAESTRUTURA AQUAVIÁRIA Painel - Um modelo institucional para a infraestrutura logística dentro

Leia mais

UF MUNICÍPIO TIPO TELEFONE 1 TELEFONE 2 E-MAIL INSTITUCIONAL 1

UF MUNICÍPIO TIPO TELEFONE 1 TELEFONE 2 E-MAIL INSTITUCIONAL 1 AC Rio Branco Cerest Estadual (68) 3223-4266 cerest.saude@ac.gov.br AL Maceió Cerest Estadual (82) 3315-2759 (82) 3315-3920 cerest@saude.al.gov.br AL Maceió Cerest Regional (82) 3315-5260 cerest@sms.maceio.al.gov.br

Leia mais

II Seminário Portos e vias navegáveis

II Seminário Portos e vias navegáveis II Seminário Portos e vias navegáveis Plano Nacional de Integração Hidroviária PNIH Adalberto Tokarski Superintendente da Navegação interior da ANTAQ Brasília, 22 de setembro de 2011 Parceiros Estratégicos

Leia mais

Infraestrutura para o Desenvolvimento

Infraestrutura para o Desenvolvimento PORTOS DA AMAZÔNIA Infraestrutura para o Desenvolvimento Belém (PA), maio de /2010 PORTO DE SANTARÉM PORTO DE VILA DO CONDE PORTO DA AMAZÔNIA PORTO DE BELÉM PORTO DE ÓBIDOS PORTO DE S.FRANCISCO PORTO DE

Leia mais

Ferrovias. Infraestrutura no Brasil: Projetos, Financiamentos e Oportunidades

Ferrovias. Infraestrutura no Brasil: Projetos, Financiamentos e Oportunidades Ferrovias OBJETIVOS Ferrovias Novo modelo de investimento/exploração das ferrovias Quebra do monopólio na oferta de serviços de transporte ferroviário Expansão, modernização e integração da malha ferroviária

Leia mais

Bacia Hidrográfica ou Bacia de drenagem de um curso de água é o conjunto de terras que fazem a drenagem da água das precipitações para esse curso de

Bacia Hidrográfica ou Bacia de drenagem de um curso de água é o conjunto de terras que fazem a drenagem da água das precipitações para esse curso de Hidrografia Bacia Hidrográfica ou Bacia de drenagem de um curso de água é o conjunto de terras que fazem a drenagem da água das precipitações para esse curso de água. É uma área e, como tal, mede-se em

Leia mais

MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES SECRETARIA DE POLÍTICA NACIONAL DE TRANSPORTES DIRETRIZES DA POLÍTICA NACIONAL DE TRANSPORTE HIDROVIÁRIO

MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES SECRETARIA DE POLÍTICA NACIONAL DE TRANSPORTES DIRETRIZES DA POLÍTICA NACIONAL DE TRANSPORTE HIDROVIÁRIO MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES SECRETARIA DE POLÍTICA NACIONAL DE TRANSPORTES DIRETRIZES DA POLÍTICA NACIONAL DE TRANSPORTE HIDROVIÁRIO Brasília/DF Outubro de 2010 MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES MT Ministro Paulo

Leia mais

Superintendente COMPANHIA DOCAS DO MARANHÃO - CODOMAR DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES

Superintendente COMPANHIA DOCAS DO MARANHÃO - CODOMAR DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES INVESTIMENTOS DO GOVERNO FEDERAL NA HIDROVIA TIETÊ- PARANÁ Engº Antonio Badih Chehin Superintendente Campo Grande - MS 20 de julho de 2012 A HIDROVIA DADOS FISICOS MANUTENÇÃO DA HIDROVIA NAVEGABILIDADE

Leia mais

BR 163 Divisa de MT/PA - Santarém. Figura 01: Mapa da BR 163.

BR 163 Divisa de MT/PA - Santarém. Figura 01: Mapa da BR 163. BR 163 Divisa de MT/PA - Santarém Figura 01: Mapa da BR 163. 1 O Estado de Mato Grosso é um dos principais produtores agrícolas do país, sendo o primeiro produtor de soja, algodão e gado de corte e o segundo

Leia mais

O setor aquaviário e o comércio exterior

O setor aquaviário e o comércio exterior O setor aquaviário e o comércio exterior Associação de Comércio Exterior do Brasil AEB ENAEX 2011 - Encontro nacional de comércio exterior Rio de Janeiro, RJ 19 de agosto de 2011 Fernando Antonio Brito

Leia mais

Logística e Desenvolvimento Econômico

Logística e Desenvolvimento Econômico Logística e Desenvolvimento Econômico Imperativos para o desenvolvimento acelerado e sustentável: Ampla e moderna rede de infraestrutura Logística eficiente Modicidade tarifária Programa de Aceleração

Leia mais

Obras da BR-230/PA (Transamazônica)

Obras da BR-230/PA (Transamazônica) Audiência Comissão de Integração Nacional, de Desenvolvimento Regional e da Amazônia (CINDRA), da Câmara dos Deputados Obras da BR-230/PA (Transamazônica) MIGUEL DE SOUZA Secretário de Gestão dos Programas

Leia mais

A Logística Hidroviária: Planejamento Público e Investimentos Previstos

A Logística Hidroviária: Planejamento Público e Investimentos Previstos A Logística Hidroviária: Planejamento Público e Investimentos Previstos FERNANDO ANTONIO BRITO FIALHO DIRETOR-GERAL Conselho Superior Temático de Meio Ambiente - COSEMA Brasília, 19 de maio de 2009. Aspectos

Leia mais

Página 1 de 8 IPI - Jurisdição - Regiões fiscais 18 de Maio de 2012 Em face da publicação da Portaria MF nº 203/2012 - DOU 1 de 17.05.2012, este procedimento foi atualizado (novas disposições - tópico

Leia mais

PESQUISA CNT DA NAVEGAÇÃO INTERIOR 2013

PESQUISA CNT DA NAVEGAÇÃO INTERIOR 2013 PESQUISA CNT DA NAVEGAÇÃO INTERIOR 2013 Considerando o potencial de expansão do transporte hidroviário, a sua importância para o desenvolvimento econômico, social e ambiental do Brasil e a necessidade

Leia mais

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL CONCURSO PÚBLICO PARA FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA PARA O CARGO DE TÉCNICO BANCÁRIO NOVO CARREIRA ADMINISTRATIVA

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL CONCURSO PÚBLICO PARA FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA PARA O CARGO DE TÉCNICO BANCÁRIO NOVO CARREIRA ADMINISTRATIVA Técnico Bancário Novo AC Cruzeiro do Sul 1618 CR* Técnico Bancário Novo AC Rio Branco 6648 CR * Técnico Bancário Novo AC Sena Madureira 1065 CR* Técnico Bancário Novo AL Maceió 22524 CR * Técnico Bancário

Leia mais

SITUAÇÃO ATUAL Impactos causados por gargalos e desbalanceamento da Matriz de Transportes Custo de Logística: Resultado: Agricultura e Mineração:

SITUAÇÃO ATUAL Impactos causados por gargalos e desbalanceamento da Matriz de Transportes Custo de Logística: Resultado: Agricultura e Mineração: Reunião do Conselho Superior de Infraestrutura FIESP O PROGRAMA DE CONCESSÕES São Paulo, 12 de Setembro de 2013 SITUAÇÃO ATUAL Impactos causados por gargalos e desbalanceamento da Matriz de Transportes

Leia mais

Transporte Aquaviário no Brasil

Transporte Aquaviário no Brasil Gerência Executiva de Transporte e Mobilização GETRAM Agente de Transporte e Mobilização CATRAM Diretoria de Transporte e Mobilização Exército Brasileiro Luiz de Sousa Cavalcanti Gerente de Outorgas e

Leia mais

1.213.000 ELETRICA DE PRODUCAO - CCP'S NO ESTADO DE SAO PAULO PROJETO APOIADO (UNIDADE) 6 F 4 2 90 0 100 300.000 F 4 2 99 0 100 150.

1.213.000 ELETRICA DE PRODUCAO - CCP'S NO ESTADO DE SAO PAULO PROJETO APOIADO (UNIDADE) 6 F 4 2 90 0 100 300.000 F 4 2 99 0 100 150. ORGAO : 32000 - MINISTERIO DE MINAS E ENERGIA UNIDADE : 32101 - MINISTERIO DE MINAS E ENERGIA ANEXO I PROGRAMA DE TRABALHO RECURSOS DE TODAS AS FONTES - R$ 1, 00 0273 LUZ PARA TODOS 1.213.000 ATIVIDADES

Leia mais

7 Seminário de Transporte e Desenvolvimento Hidroviário Interior SOBENA HIDROVIÁRIO 2011

7 Seminário de Transporte e Desenvolvimento Hidroviário Interior SOBENA HIDROVIÁRIO 2011 7 Seminário de Transporte e Desenvolvimento Hidroviário Interior SOBENA HIDROVIÁRIO 2011 Porto Alegre, 5 e 6 de outubro de 2011 ECLUSAS BRASILEIRAS: O CAMINHO PARA O ESTADO DA ARTE E OTIMIZAÇÃO José Esteves

Leia mais

PROGRAMAS REGIONAIS PROGRAMAS REGIONAIS NORTE FRONTEIRA NORTE NORDESTE ARAGUAIA- TOCANTINS FRONTEIRA NORTE OESTE NORTE SÃO FRANCISCO SUDOESTE LESTE

PROGRAMAS REGIONAIS PROGRAMAS REGIONAIS NORTE FRONTEIRA NORTE NORDESTE ARAGUAIA- TOCANTINS FRONTEIRA NORTE OESTE NORTE SÃO FRANCISCO SUDOESTE LESTE PROGRAMAS REGIONAIS PROGRAMAS REGIONAIS BR-174 BR-364 BR-317 BR-319 BR-230 BR-230 BR-163 BR-364 BR-230 BR-158 BR-364 MT-170 BR-010 BR-316 PA-150 BR-222 BR-020 BR-020 BR-230 BR-230 BR-304 BR-407 BR-101

Leia mais

Seminário Empresarial Brasil-China Investimentos em Infraestrutura Ferroviária

Seminário Empresarial Brasil-China Investimentos em Infraestrutura Ferroviária Seminário Empresarial Brasil-China Investimentos em Infraestrutura Ferroviária Francisco Luiz Baptista da Costa Brasília, 16.07.2014 Ferrovias Expansão da Malha Santarém Barcarena Miritituba Pecém Açailândia

Leia mais

A navegação oceânica transporta milhões de toneladas de minérios, grãos e produtos industrializados vendidos em todo o mundo.

A navegação oceânica transporta milhões de toneladas de minérios, grãos e produtos industrializados vendidos em todo o mundo. Imagem:www.digitalglobe.com A navegação oceânica transporta milhões de toneladas de minérios, grãos e produtos industrializados vendidos em todo o mundo. Para evitar perda de estabilidade durante a navegação

Leia mais

VISÃO ESTRATÉGICA DA INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA NACIONAL

VISÃO ESTRATÉGICA DA INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA NACIONAL CodeP0 VISÃO ESTRATÉGICA DA INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA NACIONAL Outubro/2013 0 AEROPORTOS Macapá Novo TPS 1ªfase Macapá Ampliação Pátio Fortaleza Ampliação TPS São Luís Ampliação do TPS São Luís Reforma

Leia mais

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil AGRONEGÓCIO BRASILEIRO ALAVANCA DO MERCADO INTERNO OPORTUNIDADES E DESAFIOS CORREDORES DO ARCO NORTE AVALIAÇÕES TÉCNICAS MAIO DE 2014 AGRONEGÓCIO BRASILEIRO

Leia mais

Metas prioritárias do governo

Metas prioritárias do governo Metas prioritárias do governo Planejar e implantar parques tecnológicos em três municípios do estado com infraestrutura de redes de fibra ótica Parque de Ciência e Tecnologia Guamá Belém - PA Parque de

Leia mais

A Utilização da Hidrovia Tapajós-Teles Pires para a Exportação de Grãos do Mato Grosso

A Utilização da Hidrovia Tapajós-Teles Pires para a Exportação de Grãos do Mato Grosso A Utilização da Hidrovia Tapajós-Teles Pires para a Exportação de Grãos do Mato Grosso Ana Paula Fajardo Engenheira Civil D.Sc. Especialização em Gerenciamento de Portos CIAGA/ COPPETEC Mestre em Engenharia

Leia mais

Gestão do Potencial Hidráulico e o Transporte Hidroviário no âmbito da ANEEL. Superintendência de Gestão e Estudos Hidroenergéticos SGH

Gestão do Potencial Hidráulico e o Transporte Hidroviário no âmbito da ANEEL. Superintendência de Gestão e Estudos Hidroenergéticos SGH Gestão do Potencial Hidráulico e o Transporte Hidroviário no âmbito da ANEEL Superintendência de Gestão e Estudos Hidroenergéticos SGH Brasília, DF Março de 2014 Estágios de Desenvolvimento de um Empreendimento

Leia mais

Recebeu vários prêmios com projetos de embalagens e soluções de transporte e armazenagem.

Recebeu vários prêmios com projetos de embalagens e soluções de transporte e armazenagem. Tecnôloga Mecânica em Processos de Produção e Projetos de Máquinas pela Faculdade de Tecnologia de São Paulo (UNESP). Trabalha na área de logística e desenvolvimento de embalagens há 25 anos. Desenvolveu

Leia mais

MERCOSUL: Avanços e deficiências de uma Região Hidroviária. Dr. Adalmir José de Souza

MERCOSUL: Avanços e deficiências de uma Região Hidroviária. Dr. Adalmir José de Souza MERCOSUL: Avanços e deficiências de uma Região Hidroviária Dr. Adalmir José de Souza Abril de 2007 A Hidropolítica já é um dos temas mais importantes no mundo, numa humanidade que se projeta, os cursos

Leia mais

Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Mineração. Perspectivas de Empreendimentos e Investimentos em Infraestrutura Logística no Oeste do Pará

Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Mineração. Perspectivas de Empreendimentos e Investimentos em Infraestrutura Logística no Oeste do Pará Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Mineração Perspectivas de Empreendimentos e Investimentos em Infraestrutura Logística no Oeste do Pará Pará Um universo de oportunidades Investimentos no Tapajós

Leia mais

Hidrografia Brasileira

Hidrografia Brasileira HIDROGRAFIA BRASILEIRA 1 O QUE É HIDROGRAFIA? A hidrografia é o ramo da geografia física que estuda as águas do planeta, abrangendo, rios, mares, oceanos, lagos, geleiras, água do subsolo e da atmosfera.

Leia mais

Águas Continentais do Brasil. Capítulo 11

Águas Continentais do Brasil. Capítulo 11 Águas Continentais do Brasil Capítulo 11 As reservas brasileiras de água doce O Brasil é um país privilegiado pois detém cerca de 12% da água doce disponível no planeta; Há diversos problemas que preocupam:

Leia mais