DESCRITORES (TÍTULOS E TERMOS)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DESCRITORES (TÍTULOS E TERMOS)"

Transcrição

1 SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE FAMÍLIA NBR ISO 9000 INDEXAÇÃO TEMÁTICA

2 Abordagem de processo [VT: Princípios de Gestão da Qualidade] 0.2 / / Abordagem de sistemas de gestão da qualidade [VT: Princípios de Gestão da 2.3 Qualidade] 0.2 / Abordagem factual para tomada de decisão [VT: Princípios de Gestão da Qualidade] / Abordagem sistêmica para a gestão [VT: Princípios de Gestão da Qualidade] 0.2 / / Ação corretiva Ação Corretiva NBR ISO 19011:2002 Ação preventiva Ação Preventiva NBR ISO 19011:2002 Acreditação Família ISO / IEC 17000; Inmetro: Sistema Brasileiro de Certificação Alocação da equipe NBR ISO 10006:2006 Alta Direção NBR ISO 10006:2006 Ambiente de trabalho Ambiente organizacional [VT: Ambiente de trabalho] 0.1 Análise crítica [VT: Política da qualidade] Análise crítica das competências NBR ISO 10015:2001 Análise crítica de projeto e desenvolvimento Análise crítica de sistema de gestão da qualidade Análise crítica do negócio Análise crítica do processo Análise crítica dos requisitos relacionados ao produto Análise crítica e correção das não-conformidades [VT: Não-Conformidade] Análise crítica pela direção Análise de dados Aplicação [VT: Exclusão] 1.2 Apoio ao treinamento NBR ISO 10015:2001 Aprendendo com o Projeto NBR ISO 10006:2006 Aquisição Aquisição de Recursos Humanos [VT: Recursos Humanos] Aspectos a serem considerados (Gestão de recursos) Aspectos a serem considerados (Medição, análise e melhoria) Aspectos a serem considerados (Realização do produto) Aspectos a serem considerados (Responsabilidade da Direção) Remissivas: [V: Ver]; [VT: Ver Também]. Defeitos geram defeitos. Página 2 de 13

3 Atribuições da Alta Direção Auditado NBR ISO 19011:2002 Auditor NBR ISO 19011:2002 Auditoria NBR ISO 19011:2002 Auditoria NBR ISO 19011:2002 Auditoria do SGQ NBR ISO 19011:2002 Auditoria do sistema de gestão da qualidade NBR ISO 19011:2002 Auditoria interna NBR ISO 19011:2002 Auditoria Interna NBR ISO 19011:2002 Auditorias de primeira parte NBR ISO 19011:2002 Auditorias de segunda parte NBR ISO 19011:2002 Auditorias de terceira parte NBR ISO 19011:2002 Autoavaliação NBR ISO 19011:2002 Autoavaliação (VT: Diretrizes para Autoavaliação) Autoridade [VT: Alta Direção] Avaliação da conformidade [V: Organismo de Avaliação da Conformidade] Avaliação da conformidade [VT: ABNT ISO/IEC 17000] Avaliação de fornecedores NBR ISO 10006:2006 Avaliação de progresso NBR ISO 10006:2006 Avaliação de riscos NBR ISO 10006:2006 Avaliação de sistemas de gestão da qualidade NBR ISO 19011:2002 Avaliação dos resultados do treinamento NBR ISO 10015:2001 Avaliação dos resultados do treinamento NBR ISO 10015:2001 Avaliação Técnica [V: Controle de Processo de Vendas] Benefícios mútuos nas relações com os fornecedores , h; Capacidade Característica da qualidade Característica do Projeto NBR ISO 10006:2006 Característica metrológica Característica(s) /3.5.1 Certificação [V: Acreditação. VT: Requisitos Gerais do SGQ] 01 Classe Cliente (VT: Cadeia de Fornecimento) NBR ISO 19011:2002; FIESP - SP Qualidade Glossário Remissivas: [V: Ver]; [VT: Ver Também]. Defeitos geram defeitos. Página 3 de 13

4 Cliente da auditoria NBR ISO 19011:2002 Cliente(s) [VT: Satisfação do Cliente, da NBR ISO 9000: 2000] /3.3.5 Coleta de dados e preparação do relatório de avaliação (V: Avaliação dos resultados do treinamento) Comitê de apoio da qualidade Compatibilidade com outros sistemas de gestão NBR ISO 14001:2004 Competência NBR ISO 10015:2001 Competência, conscientização e treinamento NBR ISO 10015:2001 Comprometimento da direção [VT: Responsabilidade da direção] Comprovação metrológica Comunicação com o cliente , Comunicação interna Concessão Conclusão da auditoria NBR ISO 19011:2002 Conduta ética [V: Fundamento do profissionalismo] Conformidade [VT: Não-Conformidade] NBR ISO 19011:2002 Conscientização e treinamento [VT: Treinamento] NBR ISO 10015:2001 Constatações da auditoria NBR ISO 19011:2002 Contrato Controle da comunicação NBR ISO 10006:2006 Controle da qualidade Controle de alterações de projeto e desenvolvimento Controle de atividades NBR ISO 10006:2006 Controle de contrato NBR ISO 10006:2006 Controle de Custos NBR ISO 10006:2006 Controle de dispositivos de Monitoramento e medição Controle de documentos [VT: Controle de Registros] ISO/TR 10013:2002 Controle de equipamento de monitoramento e medição 7.6 Controle de não-conformidade [VT: Não-Conformidade] Controle de Processo de Vendas - Análise Crítica do Negócio Controle de Produção e prestação de serviço Controle de produto não-conforme Controle de recursos NBR ISO 10006:2006 Controle de registros ISO/TR 10013:2002 Controle de riscos NBR ISO 10006:2006 Remissivas: [V: Ver]; [VT: Ver Também]. Defeitos geram defeitos. Página 4 de 13

5 Controle do cronograma NBR ISO 10006:2006 Correção [VT: Ação corretiva] Correspondência entre NBR ISO 14001:2004 e NBR ISO 9001:2008 Tabela A.2 Correspondência entre NBR ISO 9001:2000 e NBR ISO 9001:2008 Tabelas B.1 Correspondência entre NBR ISO 9001:2008 e NBR ISO 14001:2004 Tabela A.1 Critérios da auditoria NBR ISO 19011:2002 Critérios de seleção... (VT: Métodos de treinamento e...) NBR ISO 10006:2006 Decisão estratégica 0.1 Defeito Definição da especificação das necessidades de treinamento NBR ISO 10015:2001 Definição da estrutura organizacional do Projeto NBR ISO 10006:2006 Definição das lacunas de competência NBR ISO 10015:2001 Definição das necessidades da organização NBR ISO 10015:2001 Definição das necessidades de treinamento NBR ISO 10015:2001 Definição de atividades NBR ISO 10006:2006 Definição de restrições NBR ISO 10015:2001 Definição e análise dos requisitos de competência NBR ISO 10015:2001 Desenvolvimento conceitual NBR ISO 10006:2006 Desenvolvimento da equipe NBR ISO 10006:2006 Desenvolvimento de reação ao risco NBR ISO 10006:2006 Desenvolvimento do cronograma NBR ISO 10006:2006 Desenvolvimento e controle do escopo NBR ISO 10006:2006 Determinação de requisitos relacionados ao produto Diretrizes para Autoavaliação 8.4; Anexo A 8.4 Diretrizes para qualidade no gerenciamento de Projetos NBR ISO 10006:2006 Diretrizes para treinamento NBR ISO 10015:2001 Diretrizes sobre técnicas estatísticas ver ABNT ISO/TR 10017:2005 ISO/TR 10017:2005 Documentação Documentação de requisitos NBR ISO 10006:2006 Documentação de Sistemas Computadorizados NBR ISO/IEC Documentação do sistema de gestão da qualidade ISO/TR 10013:2002 Documento / Documentos externos ISO/TR 10013:2002 Documentos normativos Remissivas: [V: Ver]; [VT: Ver Também]. Defeitos geram defeitos. Página 5 de 13

6 Documentos que descrevem como o SGQ é aplicado em um projeto Documentos que estabelecem requisitos (especificações) Documentos que fornecem informações consistentes Educação [VT: Treinamento] NBR ISO 10015:2001 Eficácia Eficiência Empreendimento NBR ISO 10006:2006 Encerramento NBR ISO 10006:2006 Ensaio Entrada e saída de projeto e desenvolvimento NBR ISO 10006:2006 Entradas de projeto e desenvolvimento NBR ISO 10006:2006 Entradas para análise crítica Entradas, saídas e análise crítica do processo Envolvimento de pessoal 6.2 NBR ISO 10015:2001 Envolvimento de pessoas / Equipamento de monitoramento e medição [V: Controle de...] Equipe da auditora NBR ISO 19011:2002 Ergonomia [V: Ambiente de trabalho] ; 6.4 Escopo da auditoria Especialista Especificação Especificação do programa de treinamento NBR ISO 10015:2001 Estimativa de custo NBR ISO 10006:2006 Estimativa de duração NBR ISO 10006:2006 Estrutura organizacional Ética [V: Fundamento do profissionalismo] Evidência da auditoria NBR ISO 19011:2002 Evidência objetiva NBR ISO 19011:2002 Exclusão [V: Aplicação] 1.2 Execução do treinamento NBR ISO 10015:2001 Fases do projeto e processos do projeto NBR ISO 10006:2006 Foco no cliente 0.2/ ; 7.2.1; Formulário ISO/TR 10013:2002 Fornecedor de treinamento (V: Seleção do...) Remissivas: [V: Ver]; [VT: Ver Também]. Defeitos geram defeitos. Página 6 de 13

7 Fornecedor(es) (VT: Cadeia de Fornecimento; Avaliação de...) Fornecedores e parceiros (VT: Cadeia de Fornecimento) 6.6 Função da Alta Direção no SGQ Função das técnicas estatísticas ISO/TR 10017:2005 Função metrológica Fundamento do profissionalismo NBR ISO 19011:2002 Fundamentos de sistema de gestão da qualidade Garantia da qualidade Garantia de funcionamento Generalidades (Análise crítica pela direção) Generalidades (Controle de não-conformidade) Generalidades (Gestão de processos) Generalidades (Introdução) Generalidades (Medição, análise e melhoria) 8.1 Generalidades (Melhorias) Generalidades (Monitoramento e medição do desempenho do sistema) Generalidades (Objetivo) 1.1 Generalidades (Recursos humanos) Generalidades (Requisitos de documentação) Gerenciamento das informações NBR ISO 10006:2006 Gerenciamento de Interações NBR ISO 10006:2006 Gerenciamento de Projetos NBR ISO 10006:2006 Gestão Gestão da qualidade Gestão de processos Gestão de recursos 6 6 Gestão de sistemas e processos 4.1 Identificação de riscos NBR ISO 10006:2006 Identificação de soluções para eliminar as lacunas de competência NBR ISO 10015:2001 Identificação e rastreabilidade Informação Informações de aquisição Infra-estrutura NBR ISO 10006:2006 Iniciação do Projeto de desenvolvimento do plano global do Projeto NBR ISO 10006:2006 Inspeção ; 7.4 Remissivas: [V: Ver]; [VT: Ver Também]. Defeitos geram defeitos. Página 7 de 13

8 Instrução de Trabalho ISO/TR 10013:2002 Introdução (Medição, análise e melhoria) Introdução (Realização do produto) Justificativas para sistemas de gestão da qualidade 2.1 Liberação Liderança ; Manual da qualidade ISO/TR 10013:2002 Medição, análise e melhoria 8 8 Medição e monitoramento [referência cruzada V: Monitoramento e medição] NBR ISO 19011:2002 Medição, Equipamento de Medições financeiras Melhoria contínua [VT: Processo de melhoria contínua] 0.2/2.9/ Fig.1 / Melhoria contínua da organização Melhoria contínua do sistema de gestão da qualidade Fig. 1 Fig.1 Melhoria da qualidade Melhoria(s) Método de preparação da documentação do sistema de gestão da qualidade ISO/TR 10013:2002 Métodos de treinamento e critérios de seleção NBR ISO 10015:2001 Missão Modelo de um sistema de gestão da qualidade baseado em processo Fig. 1 Fig. 1 Modelos de excelência [VT: Melhoria contínua da organização] 2.12 Monitoração e melhoria do processo de treinamento NBR ISO 10015:2001 Monitoramento [V: Monitoramento e medição...] NBR ISO 19011:2002 Monitoramento e medição NBR ISO 19011:2002 Monitoramento e medição da satisfação das partes interessadas NBR ISO 19011:2002 Monitoramento e medição da satisfação dos clientes NBR ISO 19011:2002 Monitoramento e medição de processos NBR ISO 19011:2002 Monitoramento e medição do desempenho do sistema NBR ISO 19011:2002 Monitoramento e medição do produto NBR ISO 19011:2002 Não-Conformidade NBR ISO 19011:2002 Necessidades e expectativas das partes interessadas ; 5.4 NBR ISO 19011:2002 Níveis de maturidade de desempenho Anexo A Norma [VT: Norma jurídica] Normalização e atividades relacionadas Remissivas: [V: Ver]; [VT: Ver Também]. Defeitos geram defeitos. Página 8 de 13

9 Objetivo 1 Objetivo e campo de aplicação 1 Objetivo(s) da qualidade [VT: Planejamento para realização do produto] / FIESP - SP Qualidade Glossário Operação e realização Operações de produção e serviço Orçamento NBR ISO 10006:2006 Organismo de Avaliação da Conformidade [VT: Acreditação; Organismo nacional de normalização] Organismo nacional de normalização Organização 3.1.2/ 3.3.1/ 3.1.5/ /3.2.4/ Família ISO / IEC NBR ISO 10006:2006; Parceiros [V: Fornecedores e Parceiros] 6.6 Parceria Parte interessada PDCA: Plan (Planejar) Do (Fazer) Check (Checar) Act (Agir) 0.2 Permissão de desvio Pesquisa de Satisfação de Cliente 3.1.4/ Pessoas (Gestão de Recursos) Planejamento Planejamento da realização do produto 7.1 Planejamento de comunicação NBR ISO 10006:2006 Planejamento de dependência das atividades NBR ISO 10006:2006 Planejamento de recursos NBR ISO 10006:2006 Planejamento do Projeto e Desenvolvimento Planejamento do sistema de gestão da qualidade Planejamento e controle de suprimentos NBR ISO 10006:2006 Planejamento e desenvolvimento Planejamento para realização do produto NBR ISO 10006:2006 Plano da auditoria (VT: Programa de auditoria) Plano da qualidade Nota 1 Remissivas: [V: Ver]; [VT: Ver Também]. Defeitos geram defeitos. Página 9 de 13 3 ISO/TR 10013:2002; NBR ISO 10005:2007 Plano do projeto NBR ISO 10006:2006 Plano global do Projeto (V: Iniciação e desenvolvimento do...) Política da qualidade

10 Política da qualidade ISO/TR 10013:2002 Preservação do produto Prevenção contra perdas Princípios de Gestão da Qualidade ; Procedimento Procedimento documentado ISO/TR 10013:2002 Processo NBR ISO 10006:2006 Processo de aprovação, emissão e controle de documentos do sistema de gestão da qualidade ISO/TR 10013:2002 Processo de aquisição Processo de controle de fornecedor Processo de medição Processo de melhoria contínua Anexo B 0.2, Fig. 1 Processo de preparação da documentação do sistema de gestão da qualidade ISO/TR 10013:2002 Processo de qualificação (VT: Requisitos) Processo estratégico NBR ISO 10006:2006 Processo relacionado a suprimentos NBR ISO 10006:2006 Processo(s) 3 /3.4.1/ 3.1.3/ Anexo B 0.2, Fig. 1 Processos de avaliação do SGQ (VT: Auditoria e Análise Crítica) Processos de gerenciamento de interdependências NBR ISO 10006:2006 Processos do projeto (V: Fases do projeto e processos do Projeto) Processos relacionados a clientes Processos relacionados à comunicação NBR ISO 10006:2006 Processos relacionados ao custeio NBR ISO 10006:2006 Processos relacionados ao escopo NBR ISO 10006:2006 Processos relacionados ao risco NBR ISO 10006:2006 Processos relacionados ao tempo NBR ISO 10006:2006 Processos relacionados aos recursos NBR ISO 10006:2006 Processos relacionados às partes interessadas Processos relacionados às pessoas NBR ISO 10006:2006 Processos terceirizados 4.1 Nota 3 NBR ISO 19011:2002 Produção e prestação de serviço Produto do projeto 7.1 NBR ISO 10006:2006 Produto(s) / 3.1.3/ Nota 1; 7; Remissivas: [V: Ver]; [VT: Ver Também]. Defeitos geram defeitos. Página 10 de 13

11 3 Programa de auditoria NBR ISO 19011:2002 Programa de treinamento (V: Especificação do...) Projeto (V: Aprendendo com o...) Projeto e desenvolvimento NBR ISO 10006:2006 Projeto e planejamento de treinamento NBR ISO 10015:2001 Propósitos e benefícios (V: Documentação do sistema de gestão da qualidade) Propriedade de cliente Propriedade intelectual [V: Propriedade de cliente] [VT: Preservação de produto] Provisão de recursos Qualidade 3.1.1/ 3.2.3/ Qualidade em processos de gerenciamento de Projetos NBR ISO 10006:2006 Questões de Autoavaliação Anexo A Rastreabilidade [VT: Identificação e Rastreabilidade] RD [V: Representante da Direção] Realização do produto 7 7 Reclassificação Recomendações gerais (Gestão de recursos) 6.1 Recomendações gerais (Medição, análise e melhoria) 8.1 Recomendações gerais (Projeto e desenvolvimento) Recomendações gerais (Realização do produto) 7.1 Recomendações gerais (Responsabilidade da direção) 5.1 Recursos financeiros Recursos humanos (VT: Pessoas) Recursos naturais 6.7 Referência normativa 2 2 Refugo Registro [VT: Controle de Registro] ISO/TR 10013:2002 Relação com a NBR ISO Relação com a NBR ISO Relação com a NBR ISO ; 0.3 Relação entre sistemas de gestão da qualidade e modelos de excelência 2.12 Reparo [V: Controle de Produto Não-Conforme] Representante da direção Remissivas: [V: Ver]; [VT: Ver Também]. Defeitos geram defeitos. Página 11 de 13

12 Requisito(s). VT: Documentação de / 3.1.2/3.1.3/ 3.1.4/ NBR ISO 10006:2006 Requisitos de documentação ISO/TR 10013:2002 Requisitos estatutários e regulamentares ; Requisitos genéricos [VT: Exclusões] 1.2 Requisitos gerais do Sistema de Gestão da Qualidade Requisitos para sistemas de gestão da qualidade e requisitos para produtos Requisitos relacionados ao produto [V: Determinação de requisitos...] Responsabilidade da direção Fig. 1 5 / Fig. 1; 5 Responsabilidade e autoridade Responsabilidade, autoridade e comunicação Retrabalho Risco(s) (V: Processos relacionados ao... VT: Identificação de...; Avaliação de...; Desenvolvimento de reação ao...; Controle de...) Saídas da análise crítica Saídas de projeto e desenvolvimento Satisfação do(s) Cliente(s) 3.1.4/ Segurança de TI [VT: ISO 27799: Modelo de gestão para a saúde com base em ISO/IEC e ISO/IEC 27002] Seleção do fornecedor de treinamento NBR ISO 10006:2006 NBR ISO/IEC 27002:2005; NBR ISO/IEC 27001:2006 NBR ISO 10015:2001; NBR ISO 10006:2006 Sistema de controle de medição Sistema de gestão Sistema de gestão da qualidade Sistema(s) 3.1.3/ 3.2.1/ Sistemas de gestão da qualidade e outros enfoques de sistema de gestão Subcontratação NBR ISO 10006:2006 Suprimentos (V: Processos relacionados a...; Planejamento e controle de...) Técnicas estatísticas ISO/TR 10017:2005 Tecnologia da informação [Consultar a Família ISO/IEC 27000] Terceirização [V: Processos terceirizados; Requisitos do cliente] Termos e definições 3 3 NBR ISO/IEC 27002:2005; NBR ISO/IEC 27001:2006 NBR ISO 10006:2006; NBR ISO 19011:2002 Termos relacionados com a auditoria 3.9 NBR ISO 19011:2002 Remissivas: [V: Ver]; [VT: Ver Também]. Defeitos geram defeitos. Página 12 de 13

13 Termos relacionados com a conformidade 3.6 Termos relacionados com a documentação Termos relacionados com a garantia da qualidade para os processos de medição 3.10 Termos relacionados com a gestão 3.2 Termos relacionados com a organização 3.3 Termos relacionados com a qualidade 3.1 Termos relacionados com as características 3.5 Termos relacionados com o exame 3.8 Termos relacionados com o processo e o produto 3.4 Tipos de documentos usados em sistemas de gestão da qualidade Tipos de normas [V: Norma] ISO/TR 10013:2002; Treinamento NBR ISO 10015:2001 Uniformidade na documentação do SGQ 0.1 Uniformidade na estrutura dos sistemas de gestão da qualidade 0.1 Uso dos princípios da gestão da qualidade Validação Validação de projeto e desenvolvimento Validação do processo de treinamento NBR ISO 10015:2001 Validação dos processos de Produção e prestação de serviço Validade de produto e processo e alterações Valor da documentação [V: Documentação] Verificação Verificação de projeto e desenvolvimento Verificação do produto adquirido Visão de futuro Remissivas: [V: Ver]; [VT: Ver Também]. Defeitos geram defeitos. Página 13 de 13

ESTRUTURA ISO 9.001:2015

ESTRUTURA ISO 9.001:2015 Sistema de Gestão Qualidade (SGQ) ESTRUTURA ISO 9.001:2015 ESTRUTURA ISO 9.001:2015 Objetivos: Melhoria da norma existente; Melhoria do entendimento e facilidade de uso; Compatibilidade com a ISO 14001:2015;

Leia mais

QUADRO COMPARATIVO: ISO 14001:2004 X ISO 14001:2015

QUADRO COMPARATIVO: ISO 14001:2004 X ISO 14001:2015 QUADRO COMPARATIVO: ISO 14001:2004 X ISO 14001:2015 ISO 14001:2004 ISO 14001:2015 Introdução Introdução 1.Escopo 1.Escopo 2.Referências normativas 2.Refências normativas 3.Termos e definições 3.Termos

Leia mais

MGQ Manual de Gestão da Qualidade. PDQ - Procedimento Documentado ITQ Instrução de Trabalho PQC Plano da Qualidade de Contrato

MGQ Manual de Gestão da Qualidade. PDQ - Procedimento Documentado ITQ Instrução de Trabalho PQC Plano da Qualidade de Contrato PDQ - Procedimento Documentado ITQ Instrução de Trabalho PQC Plano da Qualidade de Contrato ABNT NBR ISO 9001:2008 Sistemas de Gestão da Qualidade - Requisitos Matriz de Documentados Obrigatórios PROCEDIMENTOS

Leia mais

Sistema de Gestão da Qualidade 2ª Edição Plano de Aula - 40 Aulas (Aulas de 1 Hora)

Sistema de Gestão da Qualidade 2ª Edição Plano de Aula - 40 Aulas (Aulas de 1 Hora) 7728 - Sistema de Gestão da Qualidade 2ª Edição Plano de Aula - 40 Aulas (Aulas de 1 Hora) Aula 1 Capítulo 1 - Conceitos e Fundamentos da Qualidade 1.1. O que é Qualidade?... 19 1.2. Evolução da Qualidade...

Leia mais

Elaboração: Professor José Silvino Filho Consultor de Projetos em Sistemas de Gestão da Qualidade e Documentação

Elaboração: Professor José Silvino Filho Consultor de Projetos em Sistemas de Gestão da Qualidade e Documentação Elaboração: Professor José Silvino Filho Consultor de Projetos em Sistemas de da Qualidade e Documentação e-mail: silvino.qualidade@gmail.com Telefone: (61) 3877-9576, 9631-3707 Sumário SGQ Princípios

Leia mais

Copyright Proibida Reprodução. Prof. Éder Clementino dos Santos

Copyright Proibida Reprodução. Prof. Éder Clementino dos Santos ISO 9001:2008 GESTÃO DE QUALIDADE O que é ISO? ISO = palavra grega que significa Igualdade O Comitê - ISO A Organização Internacional de Normalização (ISO) tem sede em Genebra na Suíça, com o propósito

Leia mais

Treinamento e-learning. Interpretação e implantação da ISO 9001:2015

Treinamento e-learning. Interpretação e implantação da ISO 9001:2015 Treinamento e-learning Interpretação e implantação da ISO 9001:2015 Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa da

Leia mais

FORMAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DE GESTÃO DA QUALIDADE PARTE 1

FORMAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DE GESTÃO DA QUALIDADE PARTE 1 FORMAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DE GESTÃO DA QUALIDADE PARTE 1 Curso realizado de 23 a 26 de agosto /2010 OBJETIVO PARTE 1: Capacitar os participantes para: Ter habilidade para avaliar os requisitos da

Leia mais

Curso EAD. Formação de Auditores com base na norma NBR ISO 19011: /12/18

Curso EAD. Formação de Auditores com base na norma NBR ISO 19011: /12/18 Curso EAD Formação de Auditores com base na norma NBR ISO 19011:2018 20/12/18 Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa

Leia mais

A Implantação do Sistema do Sistema da Qualidade e os requisitos da Norma ISO NBR 9001:2000

A Implantação do Sistema do Sistema da Qualidade e os requisitos da Norma ISO NBR 9001:2000 1. A Norma NBR ISO 9001:2000 A Implantação do Sistema do Sistema da Qualidade e os requisitos da Norma ISO NBR 9001:2000 A ISO International Organization for Standardization, entidade internacional responsável

Leia mais

ISO 9000 e ISO 14.000

ISO 9000 e ISO 14.000 DISCIPLINA: QUALIDADE NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROFESSORA: ALEXSANDRA GOMES PERÍODO: 3º PERÍODO CARGA HORÁRIA: 60 HORAS ISO 9000 e ISO 14.000 ISO 9000 A expressão ISO 9000 designa um grupo de normas técnicas

Leia mais

Ética Conduta Respeito Confiabilidade Responsabilidade

Ética Conduta Respeito Confiabilidade Responsabilidade Ações Corretivas, Preventivas e Melhorias Sistema de Gestão da Qualidade Homologação e Avaliação de Fornecedores Métodos e Processos Auditorias ISO9001 ISO14001 Melhoria Contínua Ética Conduta Respeito

Leia mais

Nova versão da ISO 22000: visão geral das principais mudanças propostas e seus impactos. Cíntia Malagutti 28/05/18

Nova versão da ISO 22000: visão geral das principais mudanças propostas e seus impactos. Cíntia Malagutti 28/05/18 Nova versão da ISO 22000: visão geral das principais mudanças propostas e seus impactos Cíntia Malagutti 28/05/18 Aprovada com 94% de consenso (votos contra: Austrália, Irlanda e EUA), dentre os especialistas

Leia mais

QUALIDADE DE SOFTWARE AULA N.4

QUALIDADE DE SOFTWARE AULA N.4 QUALIDADE DE SOFTWARE AULA N.4 Curso: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Disciplina: Qualidade de Software Profa. : Kátia Lopes Silva 1 SISTEMAS DA QUALIDADE NORMAS ISO 1. INTRODUÇÃO 2. NORMA ISO 9000:2000 Slides

Leia mais

Sistema de Gestão da Qualidade Plano de Aula - 56 Aulas (Aulas de 1 Hora).

Sistema de Gestão da Qualidade Plano de Aula - 56 Aulas (Aulas de 1 Hora). 5325 - Sistema de Gestão da Qualidade Plano de Aula - 56 Aulas (Aulas de 1 Hora). Aula 1 1.1. O que é Qualidade?...25 1.2. Evolução da Qualidade...25 1.3. Principais Conceitos de Sistema de Gestão da Qualidade...27

Leia mais

RAD1504-Gestão da Qualidade. Modelos Normatizados: ISO 9000; ISO Profa. Dra. Márcia Mazzeo Grande Prof. Dr.

RAD1504-Gestão da Qualidade. Modelos Normatizados: ISO 9000; ISO Profa. Dra. Márcia Mazzeo Grande Prof. Dr. RAD1504-Gestão da Qualidade Modelos Normatizados: ISO 9000; ISO 14000 Profa. Dra. Márcia Mazzeo Grande Prof. Dr. Erasmo José Gomes Econômica Modelo de negócio sustentável Social Ambiental Triple Bottom

Leia mais

Gerencial Industrial ISO 9000

Gerencial Industrial ISO 9000 Gerencial Industrial ISO 9000 Objetivo: TER UMA VISÃO GERAL DO UM SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE: PADRÃO ISO 9000 Qualidade de Processo Qualidade do produto não se atinge de forma espontânea. A qualidade

Leia mais

Ação Preventiva Ação para eliminar a causa de um potencial não-conformidade ou outra situação potencialmente indesejável.

Ação Preventiva Ação para eliminar a causa de um potencial não-conformidade ou outra situação potencialmente indesejável. A Ação Corretiva Ação para eliminar a causa de uma não-conformidade identificada ou outra situação indesejável. Ação Preventiva Ação para eliminar a causa de um potencial não-conformidade ou outra situação

Leia mais

Sistema de Gestão da Qualidade ISO 9001:2015

Sistema de Gestão da Qualidade ISO 9001:2015 Departamento de Gestão e Economia - DAGEE Sistema de Gestão da Qualidade ISO 9001:2015 Prof. Francisco R. Lima Jr. eng.franciscojunior@gmail.com Roteiro da aula Introdução Principais alterações em relação

Leia mais

Grupos de Processos de Gerenciamento de Projetos

Grupos de Processos de Gerenciamento de Projetos Grupos de Processos de Gerenciamento de Projetos Vamos aprender um pouco mais sobre os grupos de processos dentro do Gerenciamento de Projetos. Basicamente são 5 grupos de processos, que são os estados

Leia mais

Ministério das Cidades

Ministério das Cidades Ministério das Cidades Secretaria Nacional de Habitação Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat - PBQP-H ANEXO III Sistema de Avaliação da Conformidade de Empresas de Serviços e Obras

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO A EXECUÇÃO DA ESTRATÉGIA

SISTEMA DE GESTÃO A EXECUÇÃO DA ESTRATÉGIA SISTEMA DE GESTÃO A EXECUÇÃO DA ESTRATÉGIA 1. EM QUE TERRENO ESTAMOS PISANDO? 2. QUEM DÁ AS CARTAS? 3. COMO É QUE A BANDA TOCA? COMO É QUE A BANDA TOCA? 4. LUZES, CÂMERA... LUZES, CÂMERA... 5. AÇÃO 6.

Leia mais

Gerenciamento e Interoperabilidade de Redes. Gestão de Segurança da Informação Prof. João Henrique Kleinschmidt

Gerenciamento e Interoperabilidade de Redes. Gestão de Segurança da Informação Prof. João Henrique Kleinschmidt Gerenciamento e Interoperabilidade de Redes Gestão de Segurança da Informação Prof. João Henrique Kleinschmidt Como a SI pode ser obtida? Implementando CONTROLES, para garantir que os objetivos de segurança

Leia mais

INSTRUÇÃO TÉCNICA PARA AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE PARA AS EMPRESAS DISTRIBUIDORAS DE GÁS LIQUEFEITO DE PETRÓLEO (GLP) SUMÁRIO & '!

INSTRUÇÃO TÉCNICA PARA AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE PARA AS EMPRESAS DISTRIBUIDORAS DE GÁS LIQUEFEITO DE PETRÓLEO (GLP) SUMÁRIO & '! Página 1 de 11 SUMÁRIO! " #$ % & $! & '! $ " () % %% % ($)& $ Página 2 de 11 1. HISTÓRICO DE MUDANÇAS PÁGINA SUMÁRIO DE MUDANÇA DATA ELABORADO APROVADO Todas Liberação do documento 07/07/2001 Todas Todas

Leia mais

Objetivos do treinamento:

Objetivos do treinamento: Objetivos do treinamento: Abordagem sobre Sistema de Gestão Explanar sistema ISO e requisitos regulamentares; Abordagem sobre PDCA ; Explanar conceitos de melhoria contínua ; Explanar sobre o processo

Leia mais

ABNT NBR ISO/IEC NÃO CONFORMIDADES MAIS FREQUENTES

ABNT NBR ISO/IEC NÃO CONFORMIDADES MAIS FREQUENTES ABNT NBR ISO/IEC 17025 NÃO CONFORMIDADES MAIS FREQUENTES Item 4.1 Organização Legalidade do laboratório Trabalhos realizados em instalações permanentes Atendimento aos requisitos da Norma, necessidades

Leia mais

Apresentação do representante Técnico

Apresentação do representante Técnico Apresentação do representante Técnico Alfredo Fonseca Bacharel em Administração de Empresas Pós Graduado em Gestão Estratégica e Gestão da Segurança no Trabalho Auditor ISO 9001, ISO 14001 e OHSAS 18001

Leia mais

TÉCNICO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL. Gestão da Qualidade Aula 09 Prof. Ms. Claudemir Claudino Alves

TÉCNICO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL. Gestão da Qualidade Aula 09 Prof. Ms. Claudemir Claudino Alves TÉCNICO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL Gestão da Qualidade Aula 09 Prof. Ms. Claudemir Claudino Alves Principios da Qualidade: I. Foco no Cliente; II. Liderança; III. Engajamento das pessoas; IV. Abordagem por

Leia mais

1/28. Roteiro Introdução NBR ISO NBR ISO Recomendações Conclusões Bibliografia 2/28

1/28. Roteiro Introdução NBR ISO NBR ISO Recomendações Conclusões Bibliografia 2/28 Normas - :1997 - :2000 Gestão da Qualidade Adriana Alexandre Marcotti 1/28 1-2- :1997 2.1- Definições 2.2- Descrição 2.3- Estrutura de um Plano de Qualidade 3- :2000 3.1- Definições 3.2- Descrição 3.3-4-

Leia mais

AULA 02 Qualidade em TI

AULA 02 Qualidade em TI Bacharelado em Sistema de Informação Qualidade em TI Prof. Aderson Castro, Me. AULA 02 Qualidade em TI Prof. Adm. Aderson Castro, Me. Contatos: adersoneto@yahoo.com.br 1 Qualidade de Processo A Série ISO

Leia mais

ESTRUTURA ISO :2015

ESTRUTURA ISO :2015 Sistema de Gestão Ambiental (SGA) ESTRUTURA ISO 14.001:2015 Definição: Conjunto de ações sistematizadas que visam o atendimento das Boas Práticas, das Normas e da Legislação Ambiental. Objetivos: Empresarias

Leia mais

PROCEDIMENTO DO GRUPO LET PGL 12 MELHORIA CONTÍNUA

PROCEDIMENTO DO GRUPO LET PGL 12 MELHORIA CONTÍNUA Página: 1 de 5 1. OBJETIVO. Este procedimento estabelece as diretrizes para a melhoria contínua da eficácia do Sistema de Gestão da Qualidade do. 2. REFERÊNCIAS. ABNT NBR ISO 9001:2008 Sistema de gestão

Leia mais

Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná HEMEPAR Farm. Elvira Rosa Folda DVGQB Jul/2012

Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná HEMEPAR Farm. Elvira Rosa Folda DVGQB Jul/2012 Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná HEMEPAR Farm. Elvira Rosa Folda DVGQB Jul/2012 ABNT NBR ISO 9000:2000 Sistemas de Gestão da Qualidade Fundamentos e Vocabulário A documentação permite a comunicação

Leia mais

Curso e- Learning. Formação de Auditores Internos do Meio Ambiente NBR ISO 14001, com base na NBR ISO 19011

Curso e- Learning. Formação de Auditores Internos do Meio Ambiente NBR ISO 14001, com base na NBR ISO 19011 Curso e- Learning Formação de Auditores Internos do Meio Ambiente NBR ISO 14001, com base na NBR ISO 19011 Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste

Leia mais

Apresentação geral das mudanças da norma ISO/IEC e visão da Cgcre, organismo de acreditação brasileiro

Apresentação geral das mudanças da norma ISO/IEC e visão da Cgcre, organismo de acreditação brasileiro Apresentação geral das mudanças da norma ISO/IEC 17025 e visão da Cgcre, organismo de acreditação brasileiro Mauricio Araujo Soares 02/08/2017 Analista Executivo em Metrologia e Qualidade Dicla/Cgcre/Inmetro

Leia mais

GESTÃO DE. 1º Workshop da Qualidade FORNECEDORES GESTÃO DE FORNECEDORES. IATF Sistema de Gestão da Qualidade Automotiva.

GESTÃO DE. 1º Workshop da Qualidade FORNECEDORES GESTÃO DE FORNECEDORES. IATF Sistema de Gestão da Qualidade Automotiva. 1º Workshop da Qualidade GESTÃO DE IATF 16949 Sistema de Gestão da Qualidade Automotiva Evandro Dalpissol De forma resumida se espera: Desenvolvimento de um processo mais robusto de seleção e desenvolvimento

Leia mais

Profa. Dra. Suelí Fischer Beckert

Profa. Dra. Suelí Fischer Beckert Profa. Dra. Suelí Fischer Beckert Apresentar as principais variáveis a serem observadas na gestão da metrologia industrial, transformando barreiras técnicas em requisitos de competitividade. ABNT NBR ISO

Leia mais

ABORDAGEM INICIAL DA INTER-RELAÇÃO DE ITENS DAS NORMAS ISO 9001:2008 e 14001:2004

ABORDAGEM INICIAL DA INTER-RELAÇÃO DE ITENS DAS NORMAS ISO 9001:2008 e 14001:2004 ABORDAGEM INICIAL DA INTER-RELAÇÃO DE ITENS DAS NORMAS ISO 9001:2008 e 14001:2004 JOSÉ EDUARDO DO COUTO BARBOSA 1 ALAN FERNANDO TORRES 2 RESUMO A utilização de sistemas integrados se torna, cada vez mais,

Leia mais

Por Constantino W. Nassel

Por Constantino W. Nassel NORMA ISO 9000 SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE ISO 9001:2000 REQUISITOS E LINHAS DE ORIENTAÇÃO PARA IMPLEMENTAÇÃO Por Constantino W. Nassel CONTEÚDOS O que é a ISO? O que é a ISO 9000? Histórico Normas

Leia mais

Formação Técnica em Administração. Modulo de Padronização e Qualidade

Formação Técnica em Administração. Modulo de Padronização e Qualidade Formação Técnica em Administração Modulo de Padronização e Qualidade Competências a serem trabalhadas ENTENDER OS REQUISITOS DA NORMA ISO 9001:2008 E OS SEUS PROCEDIMENTOS OBRIGATÓRIOS SISTEMA DE GESTÃO

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE

MANUAL DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE MANUAL DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE Rev. Elaborador: Aprovador: Data: Código Fl/F 13 Coord. Diretor 09/03/2015-1/10 1. Objetivo Este Manual da Qualidade descreve o Sistema de Gestão da Qualidade da

Leia mais

Sistema de Gestão da Qualidade no Setor Público

Sistema de Gestão da Qualidade no Setor Público Sistema de Gestão da Qualidade no Setor Público SGQ no Centro de Pesquisas e Análises Tecnológicas da ANP ENQUALAB 2013 São Paulo-SP, 29/08/13 CPT Atribuições (dentre outras) Coordenar e desenvolver estudos

Leia mais

IATF - International Automotive Task Force IATF 16949:2016 Interpretações Sancionadas

IATF - International Automotive Task Force IATF 16949:2016 Interpretações Sancionadas :2016 Interpretações Sancionadas A 1 a edição da foi publicada em outubro de 2016 e entrou em vigor em 1º de janeiro de 2017. As seguintes Interpretações Sancionadas foram determinadas e aprovadas pela

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL AULA 13 AUDITORIA DE SISTEMAS

SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL AULA 13 AUDITORIA DE SISTEMAS SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL AULA 13 AUDITORIA DE SISTEMAS Conceitos sobre auditorias Requisito da norma ISO 14.001: Auditoria interna: A organização deve assegurar que as auditorias internas do sistema

Leia mais

Sistemas de Gestão da Qualidade

Sistemas de Gestão da Qualidade Sistemas de Gestão da Qualidade Normas da série ISO 9000 Foram lançadas pela ISO (International Organization for Standardization) Entidade não governamental criada em 1947, com sede em Genebra - Suíça.

Leia mais

Revisão da Norma ISO/IEC Principais Mudanças e Implementação na Acreditação de Laboratórios

Revisão da Norma ISO/IEC Principais Mudanças e Implementação na Acreditação de Laboratórios Revisão da Norma ISO/IEC 17025 - Principais Mudanças e Implementação na Acreditação de Laboratórios Victor Pavlov Miranda Gestor de Acreditação Dicla/Cgcre/Inmetro Desenvolvimento da Revisão da ISO/IEC

Leia mais

Padrões que auxiliam no gerenciamento da qualidade e segurança da informação de uma organização, a figura do profissional qualificado neste contexto

Padrões que auxiliam no gerenciamento da qualidade e segurança da informação de uma organização, a figura do profissional qualificado neste contexto Padrões que auxiliam no gerenciamento da qualidade e segurança da informação de uma organização, a figura do profissional qualificado neste contexto e como obter a qualificação para atender esta demanda.

Leia mais

Sistema da Gestão da Qualidade. Agradecimentos ao Prof. Robson Gama pela criação da apresentação original

Sistema da Gestão da Qualidade. Agradecimentos ao Prof. Robson Gama pela criação da apresentação original Sistema da Gestão da Qualidade Agradecimentos ao Prof. Robson Gama pela criação da apresentação original 1 CONCEITO QUALIDADE O que é Qualidade? 2 Qualidade Conjunto de características de um objeto ou

Leia mais

1. Principais diferenças 2008/ 2015

1. Principais diferenças 2008/ 2015 1. Principais diferenças 2008/ 2015 1.1. Objetivos da revisão da norma e campo de aplicação Fig. 1 Objetivos de revisão da norma A Norma é aplicável a todas as organizações que necessitam demonstrar a

Leia mais

Profa. Margarita María Dueñas Orozco

Profa. Margarita María Dueñas Orozco Profa. Margarita María Dueñas Orozco SGA: a parte do sistema de gestão global que inclui estrutura organizacional, atividades de planejamento, responsabilidades, práticas, procedimentos, processos e recursos

Leia mais

MÓDULO CONTROLE DE REGISTROS 4.14 AUDITORIAS INTERNAS ANÁLISE CRÍTICA PELA DIREÇÃO

MÓDULO CONTROLE DE REGISTROS 4.14 AUDITORIAS INTERNAS ANÁLISE CRÍTICA PELA DIREÇÃO MÓDULO 5 4.13 - CONTROLE DE REGISTROS 4.14 AUDITORIAS INTERNAS 4.15 - ANÁLISE CRÍTICA PELA DIREÇÃO 1 ÍNDICE DO MÓDULO - 5 4.13 - Controle de registros 4.13.1 - Generalidades 4.13.1.1 - Procedimento para

Leia mais

Preparando a Implantação de um Sistema de Gestão da Qualidade

Preparando a Implantação de um Sistema de Gestão da Qualidade Preparando a Implantação de um Projeto Pró-Inova - InovaGusa Ana Júlia Ramos Pesquisadora em Metrologia e Qualidade e Especialista em Sistemas de Gestão da Qualidade 1. Gestão Gestão Atividades coordenadas

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO TÍTULO: PLANEJAMENTO E EXECUÇÃO DE AUDITORIA Revisão/Ano: 01/2018 Classificação SIGDA: SUMÁRIO 01. OBJETIVO 02. CAMPO DE APLICAÇÃO 03. RESPONSABILIDADES 04. DEFINIÇÕES 05.

Leia mais

USO EXCLUSIVO EM TREINAMENTO

USO EXCLUSIVO EM TREINAMENTO USO EXCLUSIVO EM TREINAMENTO Página 1 de 24 Índice Assunto... Pg 0.1 Sistema de Gestão da Qualidade... 04 0.2 Requisitos gerais... 04 0.3 Requisitos de documentação... 06 0.4 Generalidades... 06 1.1 Sistema

Leia mais

I Workshop CIESP NBR ISO 9001:2015 e NBR ISO 14001:2015

I Workshop CIESP NBR ISO 9001:2015 e NBR ISO 14001:2015 I Workshop CIESP NBR ISO 9001:2015 e NBR ISO 14001:2015 Apresentação Nome: Paulo Ricardo de Mendonça Mestre Comunicação/Cultura Industrial (Uniso) Pós Graduação Engenharia Produção (UFSCar) Graduação em

Leia mais

Segurança e Auditoria de Sistemas

Segurança e Auditoria de Sistemas Segurança e Auditoria de Sistemas ABNT NBR ISO/IEC 27002 0. Introdução 1 Roteiro Definição Justificativa Fontes de Requisitos Análise/Avaliação de Riscos Seleção de Controles Ponto de Partida Fatores Críticos

Leia mais

IATF - International Automotive Task Force IATF 16949:2016 Interpretações Sancionadas

IATF - International Automotive Task Force IATF 16949:2016 Interpretações Sancionadas :2016 Interpretações Sancionadas A 1 a edição da foi publicada em outubro de 2016 e entrou em vigor em 1º de janeiro de 2017. As seguintes Interpretações Sancionadas foram determinadas e aprovadas pela

Leia mais

Gerência de Projetos e Qualidade de Software. Prof. Walter Gima

Gerência de Projetos e Qualidade de Software. Prof. Walter Gima Gerência de Projetos e Qualidade de Software Prof. Walter Gima 1 OBJETIVOS O que é Qualidade Entender o ciclo PDCA Apresentar técnicas para garantir a qualidade de software Apresentar ferramentas para

Leia mais

ALTERAÇÕES NO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE DE EMPRESAS DE SERVIÇOS E OBRAS SiAC PBQP-H

ALTERAÇÕES NO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE DE EMPRESAS DE SERVIÇOS E OBRAS SiAC PBQP-H ALTERAÇÕES NO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE DE EMPRESAS DE SERVIÇOS E OBRAS SiAC PBQP-H ESPECIALIDADES TÉCNICAS DO SiAC Execução de obras Subsetor obras de edificações; Subsetor obras de saneamento

Leia mais

Qualidade: reflexões e críticas

Qualidade: reflexões e críticas Qualidade: reflexões e críticas 05 Maio de 2009 Por José Silvino Filho Silvino.qualidade@gmail.com Notas Técnicas Ano I CERTIFICAÇÃO ISO 9001 Professor José Silvino Filho Consultor de Projetos em Sistemas

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação INF-108 Segurança da Informação Gestão de Segurança da Informação Prof. João Henrique Kleinschmidt Segurança da Informação Preservação de: Confidencialidade Integridade Disponibilidade Como a SI pode ser

Leia mais

ANÁLISE E ELABORAÇÃO DE PROJETOS

ANÁLISE E ELABORAÇÃO DE PROJETOS 1 ANÁLISE E ELABORAÇÃO DE PROJETOS Introdução Histórico Foco Sistema Prêmios de Excelência Sistema de Gestão da Qualidade Normas da Família ISO 9000 Proliferação de Normas Nacionais de Garantia da Qualidade

Leia mais

PALESTRA 1-09h às 10h30min

PALESTRA 1-09h às 10h30min PALESTRA 1-09h às 10h30min 1) Gestão de Riscos em Laboratórios, 2) Riscos e as novidades na nova Norma ISO 19011:2018 PALESTRANTE: Etiene Benini Mendes Avaliadora da Rede Metrológica RS 1) Gestão de Riscos

Leia mais

NBR ISO/IEC 2700. I. Políticas de segurança da informação. Organizando a Segurança da Informação; Gestão de Ativos; Segurança em Recursos Humanos;

NBR ISO/IEC 2700. I. Políticas de segurança da informação. Organizando a Segurança da Informação; Gestão de Ativos; Segurança em Recursos Humanos; NBR ISO/IEC 2700 ISO/IEC 27000: Esta norma apresenta a descrição, vocabulário e correspondência entre a família de normas que tratam de um Sistema de Gestão de Segurança da Informação (SGSI), proporcionando

Leia mais

Transição para o Novo Referencial NP EN ISO 22000:2018

Transição para o Novo Referencial NP EN ISO 22000:2018 WEBINAR Transição para o Novo Referencial NP EN ISO 22000:2018 Formadora: Teresa Fernandes (Eng.ª) Datas: 23/11/2018 (12h) Conteúdo Introdução Nova estrutura / Principais alterações Próximos Passos Questões

Leia mais

Qualidade: reflexões e críticas

Qualidade: reflexões e críticas Qualidade: reflexões e críticas Por José Silvino Filho Silvino.qualidade@gmail.com 03 Notas Técnicas Ano I Maio de 2009 RESULTADOS ESPERADOS COM A IMPLEMENTAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE - SGQ

Leia mais

Sistema de Gestão Segurança e Saúde do Trabalho (SGSSO) ESTRUTURA ISO 45001:2018

Sistema de Gestão Segurança e Saúde do Trabalho (SGSSO) ESTRUTURA ISO 45001:2018 Sistema de Gestão Segurança e Saúde do Trabalho (SGSSO) ESTRUTURA ISO 45001:2018 Definição: Objetivos: Conjunto de ações sistematizadas que visam o atendimento de controle e melhoria do nível de desempenho

Leia mais

Engenharia e Tecnologia Espaciais ETE Engenharia e Gerenciamento de Sistemas Espaciais

Engenharia e Tecnologia Espaciais ETE Engenharia e Gerenciamento de Sistemas Espaciais Engenharia e Tecnologia Espaciais ETE Engenharia e Gerenciamento de Sistemas Espaciais Gestão da Qualidade Total Certificação ISO L.F. Perondi 29.11.2011 () SUMÁRIO ISO 9001:2000 Requisitos de Gestão da

Leia mais

O Mercado Automotivo frente às novas demandas da norma IATF 16949:2016. Luciene Dias 18/05/2017

O Mercado Automotivo frente às novas demandas da norma IATF 16949:2016. Luciene Dias 18/05/2017 O Mercado Automotivo frente às novas demandas da norma IATF 16949:2016 Luciene Dias 18/05/2017 EVOLUÇÃO DAS DEMANDAS NO MERCADO AUTOMOTIVO Harmonização dos critérios de avaliação e certificação SUPPLY

Leia mais

Interpretação da norma NBR ISO/IEC 27001:2006

Interpretação da norma NBR ISO/IEC 27001:2006 Curso e Learning Sistema de Gestão de Segurança da Informação Interpretação da norma NBR ISO/IEC 27001:2006 Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste

Leia mais

10) Implementação de um Sistema de Gestão Alimentar

10) Implementação de um Sistema de Gestão Alimentar Módulo 5 11 2 2 5 5 APPCC 3 3 4 4 10) Implementação de um Sistema de Gestão Alimentar 1. Escopo 2.Responsabilidade da direção 3.Requisitos de documentação 4.Gestão de recursos 5.Realização do produto 6.Medição,

Leia mais

A revisão da ISO/IEC Mas o que muda afinal? Etiene Benini Mendes

A revisão da ISO/IEC Mas o que muda afinal? Etiene Benini Mendes A revisão da ISO/IEC 17025 Mas o que muda afinal? Etiene Benini Mendes Andamento da revisão Processo iniciado em 2015; Aguardando a publicação da ISO/IEC 17025 (a qualquer momento); Aguardando a versão

Leia mais

Sistema de Gestão Segurança e Saúde Ocupacional (SGSSO) ESTRUTURA ISO :2016

Sistema de Gestão Segurança e Saúde Ocupacional (SGSSO) ESTRUTURA ISO :2016 Sistema de Gestão Segurança e Saúde Ocupacional (SGSSO) ESTRUTURA ISO 45.001:2016 Definição: Objetivos: ESTRUTURA ISO 45.001:2016 Conjunto de ações sistematizadas que visam o atendimento de controle e

Leia mais

Módulo Contexto da organização 5. Liderança 6. Planejamento do sistema de gestão da qualidade 7. Suporte

Módulo Contexto da organização 5. Liderança 6. Planejamento do sistema de gestão da qualidade 7. Suporte Módulo 3 4. Contexto da organização 5. Liderança 6. Planejamento do sistema de gestão da qualidade 7. Suporte Sistemas de gestão da qualidade Requisitos 4 Contexto da organização 4.1 Entendendo a organização

Leia mais

Nomenclatura usada pela série ISO Série ISO 9000

Nomenclatura usada pela série ISO Série ISO 9000 Slide 1 Nomenclatura usada pela série ISO 9000 (ES-23, aula 03) Slide 2 Série ISO 9000 ISO 9000 (NBR ISO 9000, versão brasileira da ABNT): Normas de gestão da qualidade e garantia da qualidade. Diretrizes

Leia mais

IATF - International Automotive Task Force IATF 16949:2016 Interpretações Sancionadas

IATF - International Automotive Task Force IATF 16949:2016 Interpretações Sancionadas :2016 Interpretações Sancionadas A 1 a edição da foi publicada em outubro de 2016 e entrou em vigor em 1º de janeiro de 2017. As seguintes Interpretações Sancionadas foram determinadas e aprovadas pela

Leia mais

AGÊNCIA DAS BACIAS DOS RIOS PIRACICABA, CAPIVARI E JUNDIAÍ

AGÊNCIA DAS BACIAS DOS RIOS PIRACICABA, CAPIVARI E JUNDIAÍ AGÊNCIA DAS BACIAS DOS RIOS PIRACICABA, CAPIVARI E JUNDIAÍ PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA PARA SENSIBILIZAÇÃO E DIAGNÓSTICO DE NECESSIDADES PARA IMPLANTAÇÃO DA NBR ISO 9001:2015 NA FUNDAÇÃO AGÊNCIA

Leia mais

Elaboração: Everaldo Mota Engenheiro Mecânico/Pós-Graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho e Gestão Ambiental.

Elaboração: Everaldo Mota Engenheiro Mecânico/Pós-Graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho e Gestão Ambiental. Elaboração: Everaldo Mota Engenheiro Mecânico/Pós-Graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho e Gestão Ambiental. Email: everaldomota@yahoo.com.br OBJETIVO * Demonstrar Estudo de Caso de Auditorias

Leia mais

Segurança da Informação Aula 10 SGSI ISO e Prof. Dr. Eng. Fred Sauer

Segurança da Informação Aula 10 SGSI ISO e Prof. Dr. Eng. Fred Sauer Segurança da Informação Aula 10 SGSI ISO 27001 e 27002 Prof. Dr. Eng. Fred Sauer http://www.fredsauer.com.br fsauer@gmail.com Partes Interessadas ABNT NBR ISO/IEC 27001:2013 Plan Ciclo PDCA Estabelecimento

Leia mais

INSTRUMENTOS DE GESTÃO AMBIENTAL

INSTRUMENTOS DE GESTÃO AMBIENTAL INSTRUMENTOS DE GESTÃO AMBIENTAL CONTEXTO GLOBALIZADO Avanço de atitudes pró-ativas das empresas que começaram a vislumbrar, através da introdução de mecanismos de gestão ambiental, oportunidades de mercado,

Leia mais

AUDITORIA AMBIENTAL Norma ISO 19011

AUDITORIA AMBIENTAL Norma ISO 19011 AUDITORIA AMBIENTAL Norma ISO 19011 PROF. DRA. ÉRICA L. ROMÃO. DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS BÁSICAS E AMBIENTAIS ESCOLA DE ENGENHARIA DE LORENA, UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO, EEL-USP 2016_2 NORMA ISO 19011:2012

Leia mais

AUDITORIAS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE

AUDITORIAS DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE PS 04 3 Gestão Diretor Administrativo 17/04/2017 1 1. OBJETIVO Sistematizar o processo de planejamento, realização e análise das Auditorias Internas do Sistema de Gestão da Qualidade. 2. APLICAÇÃO Todos

Leia mais

AüISO 9001:2015. Uma norma para um contexto mais complexo e dinâmico LUIZ NASCIMENTO

AüISO 9001:2015. Uma norma para um contexto mais complexo e dinâmico LUIZ NASCIMENTO AüISO 9001:2015 Uma norma para um contexto mais complexo e dinâmico LUIZ NASCIMENTO Adotar um sistema de gestão da qualidade é uma decisão estratégica! 2 A estratégia precisa permear a organização Alta

Leia mais

Ministério das Cidades

Ministério das Cidades Ministério das idades Secretaria Nacional de Habitação Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat - PBQP-H ANEXO III Sistema de Avaliação da onformidade de Empresas de Serviços e Obras

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão INSTRUÇÃO DE TRABALHO MADAL PALFINGER CHECK LIST DE AVALIAÇÃO DE FORNECEDORES

Sistema Integrado de Gestão INSTRUÇÃO DE TRABALHO MADAL PALFINGER CHECK LIST DE AVALIAÇÃO DE FORNECEDORES Pág: 1/20 1 OBJETIVO Esta instrução tem como objetivo avaliar fornecedores de materiais de processo, e estabelecer os requisitos mínimos para o fornecimento de produtos, serviços e determinar, através

Leia mais

Auditoria de Meio Ambiente da SAE/DS sobre CCSA

Auditoria de Meio Ambiente da SAE/DS sobre CCSA 1 / 8 1 OBJETIVO: Este procedimento visa sistematizar a realização de auditorias de Meio Ambiente por parte da SANTO ANTÔNIO ENERGIA SAE / Diretoria de Sustentabilidade DS, sobre as obras executadas no

Leia mais

ANEXO III. REFERENCIAL NORMATIVO NÍVEL "B" DO SiAC SISTEMA DE AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE DE EMPRESAS DE SERVIÇOS E OBRAS DA CONSTRUÇÃO CIVIL

ANEXO III. REFERENCIAL NORMATIVO NÍVEL B DO SiAC SISTEMA DE AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE DE EMPRESAS DE SERVIÇOS E OBRAS DA CONSTRUÇÃO CIVIL ANEXO III REFERENCIAL NORMATIVO NÍVEL "B" DO SiAC SISTEMA DE AVALIAÇÃO DA CONFORMIDADE DE EMPRESAS DE SERVIÇOS E OBRAS DA CONSTRUÇÃO CIVIL 1 Objetivo 1.1. Introdução Este Referencial Normativo do Sistema

Leia mais

GESTÃO DA QUALIDADE E PRODUTIVIDADE ANO:2010

GESTÃO DA QUALIDADE E PRODUTIVIDADE ANO:2010 GESTÃO DA QUALIDADE E PRODUTIVIDADE ANO:2010 1 Professor: José Antonio Lopes Macedo Ano: 2010 2 1 APRESENTAÇÕES Nome: Onde trabalha: Quanto tempo: Experiência em gestão da Qualidade: Objetivos: 3 APRESENTAÇÃO

Leia mais

Gerenciamento e Interoperabilidade de Redes

Gerenciamento e Interoperabilidade de Redes EN3610 Gerenciamento e Interoperabilidade de Redes Gestão de Segurança da Informação Prof. João Henrique Kleinschmidt Santo André, abril de 2011 Como a SI pode ser obtida? Implementando CONTROLES, para

Leia mais

ISO/DIS Compreendendo a nova norma internacional para a saúde e segurança no trabalho. Mapping Guide

ISO/DIS Compreendendo a nova norma internacional para a saúde e segurança no trabalho. Mapping Guide ISO/DIS 45001 Compreendendo a nova norma internacional para a saúde e segurança no trabalho Mapping Guide ISO/DIS 45001 Compreendendo a nova norma internacional para a saúde e segurança no trabalho O novo

Leia mais

Sistema de Avaliação da Conformidade SIAC - Projetos Nível A

Sistema de Avaliação da Conformidade SIAC - Projetos Nível A Programa Mineiro da Qualidade e Produtividade do Habitat - PMQP-H Sistema de Avaliação da Conformidade SIAC - Projetos Nível A PROGRAMA MINEIRO DA QUALIDADE E PRODUTIVIDADE NO HABTAT PMQP-H PROGRAMA MINEIRO

Leia mais

Questões sobre a IS014001

Questões sobre a IS014001 Professor: Carlos William Curso/ Disciplina/Período: Administração/ Gestão Ambiental/ 2º ano Aluno: Lázaro Santos da Silva Questões sobre a IS014001 1. A NBR ISO 14001:2004 foi concebida para estabelecer

Leia mais

SGI-MA-001. Sistema de Gestão Integrada

SGI-MA-001. Sistema de Gestão Integrada SGI-MA-1 1/23 SGI-MA-1 Sistema de Gestão Integrada SGI-MA-1 2/23 Sumário 1 INTRODUÇÃO... 4 2 ESCOPO E ABRANGÊNCIA DO SISTEMA DE GESTÃO... 5 2.1 ESCOPO... 5 2.2 EXCLUSÕES DO ESCOPO... 5 3 POLÍTICA DA GESTÃO...

Leia mais

GESTÃO E QUALIDADE DE PROJETOS ESTRUTURAIS AULA 02

GESTÃO E QUALIDADE DE PROJETOS ESTRUTURAIS AULA 02 GESTÃO E QUALIDADE DE PROJETOS ESTRUTURAIS AULA 02 Qualidade Conceitos gerais Qualidade do projeto estrutural (NBR6118) O que é qualidade? É um instrumento de gestão Não existe um kit-qualidade É uma disciplina

Leia mais

LISTA DE VERIFICAÇÃO

LISTA DE VERIFICAÇÃO LISTA DE VERIFICAÇÃO Tipo de Auditoria: AUDITORIA DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE Auditados Data Realização: Responsável: Norma de Referência: NBR ISO 9001:2008 Auditores: 4 SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE

Leia mais