Concepção e Fundamentos Gilberto Antonio da Silva

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Concepção e Fundamentos Gilberto Antonio da Silva"

Transcrição

1 Pastoral Juvenil Salesiana Concepção e Fundamentos Gilberto Antonio da Silva

2 Fundamentos Dom Bosco Madre Mazzarello Movidos pelo ES tiveram clara consciência de ser chamados por Deus a uma missão singular em favor dos jovens pobres. Revelar o amor de Deus aos jovens pobres Estilo pastoral: o Bom Pastor

3 Somos herdeiros A missão salesiana, partindo de DB e MM, estende-se pela história e convoca muitas pessoas e grupos à convergência espiritual e à participação educativo-pastoral em vista da promoção integral dos/as jovens, especialmente os mais pobres.

4 Sistema Preventivo SP experiência espiritual e educativa de Dom Bosco no Oratório de Valdocco. Pertence a própria essência da nossa missão: é o nosso estilo de exprimir o núcleo do projeto pedagógico e pastoral. Síntese: experiência espiritual, proposta de evangelização juvenil e metodologia pedagógica.

5 Experiência espiritual Expressão de uma Espiritualidade Salesiana: Do cotidiano, da alegria, da festa; Pascal de alegria na operosidade da vida cristã como caminho de santidade juvenil; De amizade e de relação pessoal com Jesus e com Maria De comunhão Eclesial De caráter sócio-transformador Adequada aos jovens;

6 Proposta de Evangelização Juvenil Proposta original: parte do encontro com os jovens lá onde eles se encontram, valorizando o que o jovem traz consigo, num ambiente educativo cheio de vida e rico de propostas.

7 Metodologia Pedagógica Caracteriza-se Pela vontade de viver e estar entre os jovens, participando de sua vida; Pela acolhida incondicional relação dialógica Pelo critério preventivo Pela centralidade da razão, da religião e da amorevolezza; Pelo ambiente educativo entranhado de relações pessoais positivas presença qualitativa

8 PJS: Realização da missão A pastoral é a ação da comunidade eclesial em torno de Jesus. A PJS insere-se nessa ação eclesial para enriquecê-la com o dom do carisma salesiano para encarná-la no mundo juvenil

9 Opção determinante: JUVENTUDE Orientação específica para os/as jovens: acolhe-os em sua realidade, reconhece e valoriza o que eles trazem, caminha com ele adequando-se ao passo deles.

10 Estilo e Ótica Forma específica de olhar a realidade juvenil: Sensíveis aos aspectos que favoreçam a sua educação/evangelização; Atentos aos aspectos positivos, aos novos valores da cultura jovem; Portadores de uma atitude de escuta e diálogo permanente; Estamos atentos: Aspectos sociais que influenciam a condição juvenil; Ao fenômeno religioso no ambiente, à presença e ação da Igreja; À realidade cultural: linguagens, gestos, signos etc. Urgências da realidade juvenil

11 Uma missão: educar evangelizando e evangelizar educando A preocupação pastoral de DB e MM situase no interior do processo de humanização que busca o crescimento integral da pessoa dos jovens e a construção de uma sociedade mais justa e mais humana. A PJS destaca a profunda relação entre ação educativa e ação evangelizadora; A meta é propor ao jovem a construção do seu Projeto de Vida

12 Experiência comunitária A comunidade é sujeito da missão pastoral; Iniciação cristã juvenil por meio de associacionismo AJS Espírito de família, confiança recíproca entre educadores e educandos; Protagonismo Juvenil.

13 Estilo específico: a animação Esse estilo de animação consiste em: Privilegiar nas pessoas os processos de personalização e crescimento da consciência, as motivações que orientam suas opções e sua capacidade crítica; Criar comunhão em torno dos valores, critérios, objetivos e processos da PJS, promovendo a co-responsabilidade; Algumas convicções fundamentais: Confiança na pessoa; Força libertadora do amor educativo; Abertura a todos os jovens e a cada jovem; Assistência presença.

14 Pastoral Orgânica: unidade na diversidade Superar o modelo de pastoral setorial, não relacionadas entre si; Comunhão operativa ao redor das grandes finalidades: critérios de ação o opções preferenciais de todos os aspectos que intervém na ação pastoral; Necessária complementaridade das intervenções, experiências e modelos pastorais AJS: espaço privilegiado para fazer acontecer uma organicidade pastoral.

15 Somos Dom Bosco que caminha em meio da Igreja queremos anunciar O fato de um encontro novo que em nossa própria vida Explode num cantar!

Educar hoje e amanhã uma paixão que se renova. Prof. Humberto S. Herrera Contreras

Educar hoje e amanhã uma paixão que se renova. Prof. Humberto S. Herrera Contreras Educar hoje e amanhã uma paixão que se renova Prof. Humberto S. Herrera Contreras O que este documento nos diz? Algumas percepções iniciais... - O título já é uma mensagem espiritual! tem movimento, aponta

Leia mais

A Pastoral juvenil FMA: um modelo orgânico para uma Vida em abundância para todos segundo as Linhas orientadoras da missião educativa (LOME)

A Pastoral juvenil FMA: um modelo orgânico para uma Vida em abundância para todos segundo as Linhas orientadoras da missião educativa (LOME) ISTITUTO FIGLIE DI MARIA AUSILIATRICE Consigliera generale per la Pastorale giovanile Via dell Ateneo Salesiano, 81-00139 ROMA A Pastoral juvenil FMA: um modelo orgânico para uma Vida em abundância para

Leia mais

A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária

A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária A evangelização nos dá a alegria do encontro com a Boa Nova da Ressurreição de Cristo. A maioria das pessoas procura angustiada a razão de sua vida

Leia mais

Entusiasmo diante da vida Uma história de fé e dedicação aos jovens

Entusiasmo diante da vida Uma história de fé e dedicação aos jovens Entusiasmo diante da vida Uma história de fé e dedicação aos jovens A obra salesiana teve início em Turim, na Itália, onde Dom Bosco colocou em prática seus ideais de educação associados ao desenvolvimento

Leia mais

DIRECTÓRIO GERAL DA CATEQUESE - SDCIA/ISCRA -2 Oração inicial Cântico - O Espírito do Senhor está sobre mim; Ele me enviou para anunciar aos pobres o Evangelho do Reino! Textos - Mc.16,15; Mt.28,19-20;

Leia mais

BIÊNIO 2012-2013. Tema Geral da Igreja Metodista "IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA. Tema para o Biênio

BIÊNIO 2012-2013. Tema Geral da Igreja Metodista IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA. Tema para o Biênio 1 IGREJA METODISTA PASTORAL IMED PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E PLANO DE AÇÃO BIÊNIO 2012-2013 Tema Geral da Igreja Metodista "IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA

Leia mais

Como utilizar este caderno

Como utilizar este caderno INTRODUÇÃO O objetivo deste livreto é de ajudar os grupos da Pastoral de Jovens do Meio Popular da cidade e do campo a definir a sua identidade. A consciência de classe, ou seja, a consciência de "quem

Leia mais

LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS

LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS 1 TEXTO BÍBLICO - Lucas 6,12-19 (Fazer uma Oração ao Espírito Santo, ler o texto bíblico, fazer um momento de meditação, refletindo sobre os três verbos do texto

Leia mais

ESCOLA DE PASTORAL CATEQUÉTICA ESPAC

ESCOLA DE PASTORAL CATEQUÉTICA ESPAC ESCOLA DE PASTORAL CATEQUÉTICA ESPAC 1. ESPAC O QUE É? A ESPAC é uma Instituição da Arquidiocese de Fortaleza, criada em 1970, que oferece uma formação sistemática aos Agentes de Pastoral Catequética e

Leia mais

PROJETO interação FAMÍLIA x ESCOLA: UMA relação necessária

PROJETO interação FAMÍLIA x ESCOLA: UMA relação necessária PROJETO interação FAMÍLIA x ESCOLA: UMA relação necessária Apoio: Secretária municipal de educação de santo Afonso PROJETO INTERAÇÃO FAMÍLIA X ESCOLA: UMA RELAÇÃO NECESSÁRIA. É imperioso que dois dos principais

Leia mais

Ata do Lançamento do Ano Pastoral FAMÍLIA SALESIANA 2015/2016

Ata do Lançamento do Ano Pastoral FAMÍLIA SALESIANA 2015/2016 Ata do Lançamento do Ano Pastoral FAMÍLIA SALESIANA 2015/2016 Aos dezanove dias do mês de Setembro de dois mil e quinze realizou-se em Fátima, na Casa Nossa Senhora do Carmo, o encontro de apresentação

Leia mais

DESCRIÇÃO DOS CURSOS E ENCONTROS DA PJM

DESCRIÇÃO DOS CURSOS E ENCONTROS DA PJM DESCRIÇÃO DOS CURSOS E ENCONTROS DA PJM 1 Páscoa Jovem 1.1. Descrição A Páscoa Jovem é um encontro vivencial realizado para proporcionar uma experiência reflexiva e celebrativa da Paixão, Morte e Ressurreição

Leia mais

A ESCOLA CATÓLICA, UMA INSTITUIÇAO DE ENSINO COM MÍSTICA EVANGELIZADORA

A ESCOLA CATÓLICA, UMA INSTITUIÇAO DE ENSINO COM MÍSTICA EVANGELIZADORA A ESCOLA CATÓLICA, UMA INSTITUIÇAO DE ENSINO COM MÍSTICA EVANGELIZADORA A escola católica será uma instituiçao com mística evangelizadora UMA ESCOLA A SERVIÇO DA PESSOA E ABERTA A TODOS UMA ESCOLA COM

Leia mais

PROJETO EDUCATIVO PASTORAL ESCOLA SALESIANA EM PASTORAL

PROJETO EDUCATIVO PASTORAL ESCOLA SALESIANA EM PASTORAL PROJETO EDUCATIVO PASTORAL ESCOLA SALESIANA EM PASTORAL Brasília, 15/05/2014 Situando a RSE... Cristã Católica Identidade Carisma Dom Bosco Madre Mazzarello FMA - SDB Missão Identidade + Carisma = Função

Leia mais

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS Infância/Adolescencia MISSÃO MISSÃO. Palavra muito usada entre nós É encargo, incumbência Missão é todo apostolado da Igreja. Tudo o que a Igreja faz e qualquer campo.

Leia mais

A transmissão da fé na Família. Reunião de Pais. Família

A transmissão da fé na Família. Reunião de Pais. Família A transmissão da fé na Família Reunião de Pais Família Plano Pastoral Arquidiocesano Um triénio dedicado à Família Passar de uma pastoral sobre a Família para uma pastoral para a Família e com a Família

Leia mais

REGULAMENTO DAS PASTORAIS ESCOLARES E UNIVERSITÁRIAS - ESTRUTURA, COMPETÊNCIA E FUNCIONAMENTO -

REGULAMENTO DAS PASTORAIS ESCOLARES E UNIVERSITÁRIAS - ESTRUTURA, COMPETÊNCIA E FUNCIONAMENTO - REGULAMENTO DAS PASTORAIS ESCOLARES E UNIVERSITÁRIAS - ESTRUTURA, COMPETÊNCIA E FUNCIONAMENTO - INTRODUÇÃO O Colégio Episcopal da Igreja Metodista, no uso de suas atribuições (Cânones, Art. 63, item XVII)

Leia mais

Ambiência escolar Marista: desafios da educação popular na evangelização

Ambiência escolar Marista: desafios da educação popular na evangelização Ambiência escolar Marista: desafios da educação popular na evangelização Adriano de Souza Viana 1 A práxis pastoral no ambiente educativo é sempre desafiante. Melhor dizendo, toda ação educativa é sempre

Leia mais

IDEÁRIO DA INSTITUIÇÃO

IDEÁRIO DA INSTITUIÇÃO IDEÁRIO DA INSTITUIÇÃO I Princípios Básicos - Todos os homens, têm direito a uma educação adequada e à cultura, segundo a capacidade de cada um, em igualdade de oportunidades e em relação a todos os níveis

Leia mais

Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética

Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética 2 0 1 2-2 0 1 5 DIOCESE DE FREDERICO WESTPHALEN - RS Queridos irmãos e irmãs, Com imensa alegria, apresento-lhes o PLANO DIOCESANO DE ANIMAÇÃO BÍBLICO -

Leia mais

Plano de Formação da CVX-P

Plano de Formação da CVX-P da CVX-P Apresentado à VIII Assembleia Nacional CVX-P Fátima, Outubro 2004 Introdução... 2 Etapa 0: Acolhimento... 3 Etapa 1: Iniciação... 5 Etapa 2: Identificação... 6 Etapa 3: Missão... 7 1 Introdução

Leia mais

CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS

CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS Apresentação A JUVENTUDE MERECE ATENÇÃO ESPECIAL A Igreja Católica no Brasil diz que é preciso: Evangelizar, a partir de Jesus Cristo,

Leia mais

De um lado, é necessário o estudo profundo da Pedagogia Salesiana a fim

De um lado, é necessário o estudo profundo da Pedagogia Salesiana a fim Em 2012 centramos a atenção na sua história e procuramos compreender melhor como toda a sua vida tenha sido marcada pela predileção pelos jovens. Em 2013, o nosso obje>vo será aprofundar a sua proposta

Leia mais

PLANO DIOCESANO DE PASTORAL 2015 2018 IGREJA DE AVEIRO, VIVE A ALEGRIA DA MISERICÓRDIA

PLANO DIOCESANO DE PASTORAL 2015 2018 IGREJA DE AVEIRO, VIVE A ALEGRIA DA MISERICÓRDIA IGREJA DE AVEIRO, VIVE A ALEGRIA DA MISERICÓRDIA O nosso Plano alicerça-se no símbolo do lava-pés (Jo 13, 11-17) O LAVA-PÉS Nele se inspira a espiritualidade de serviço que dá sen do a toda a ação pastoral

Leia mais

FORMAÇÃO DE LIDERANÇAS E ASSESSORESCAMINHOS DE ESPERANÇA

FORMAÇÃO DE LIDERANÇAS E ASSESSORESCAMINHOS DE ESPERANÇA FORMAÇÃO DE LIDERANÇAS E ASSESSORESCAMINHOS DE ESPERANÇA A beleza de ser um eterno aprendiz. (Gonzaguinha) Por que pensar em formação de lideranças e assessores? A Pastoral da Juventude busca potencializar

Leia mais

MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Por que pensar em Mística e Construção?

MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Por que pensar em Mística e Construção? MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Espiritualidade e profecia são duas palavras inseparáveis. Só os que se deixam possuir pelo espírito de Deus são capazes de plantar sementes do amanhã e renovar a face da terra. Todo

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 05/06 PLANIFICAÇÃO ANUAL º CICLO EDUCAÇÃO MORAL RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC)- 6ºANO. Documento(s) Orientador(es): Programa de EMRC de 8 junho de 04;

Leia mais

Encontro de Revitalização da Pastoral Juvenil LUZES DOS DOCUMENTOS

Encontro de Revitalização da Pastoral Juvenil LUZES DOS DOCUMENTOS Encontro de Revitalização da Pastoral Juvenil LUZES DOS DOCUMENTOS Ficha 1 1 Formação Integral (I) A com juventude para todo trabalho de evangelização A, como fundante (falando- se em, com atenção também

Leia mais

PROPOSTA EDUCATIVA DA ESCOLA SALESIANA

PROPOSTA EDUCATIVA DA ESCOLA SALESIANA PROPOSTA EDUCATIVA DA ESCOLA SALESIANA Linhas básicas da sua identidade ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 03 SIGLAS... 04 BIBLIOGRAFIA... 05 INTRODUÇÃO... 06 A ESCOLA NUMA SOCIEDADE DEMOCRÁTICA... 07 1. O direito

Leia mais

ÁREAS DE ATUAÇÃO, PERFIL E COMPETÊNCIAS DOS EGRESSOS DOS NOVOS CURSOS

ÁREAS DE ATUAÇÃO, PERFIL E COMPETÊNCIAS DOS EGRESSOS DOS NOVOS CURSOS CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA ÁREAS DE ATUAÇÃO, PERFIL E COMPETÊNCIAS DOS EGRESSOS DOS NOVOS CURSOS 5. CURSO DE TEOLOGIA Área de atuação O egresso do Curso de Teologia

Leia mais

PROVÍNCIA MARISTA DO BRASIL NORTE

PROVÍNCIA MARISTA DO BRASIL NORTE PROVÍNCIA MARISTA DO BRASIL NORTE Espiritualidade Apostólica Marista Ir. José Milson de Mélo Souza Ano de Deus Pai LADAINHA DE SÃO MARCELINO CHAMPAGNAT (Ir. José Milson) V. Senhor, tende piedade de nós.

Leia mais

Apresentação. (Solicitação do saudoso Santo Padre o Beato João Paulo II)

Apresentação. (Solicitação do saudoso Santo Padre o Beato João Paulo II) Apresentação A Renovação Carismática Católica do Estado do Piauí, movimento eclesial da Igreja Católica, tem por objetivo proporcionar às pessoas uma experiência concreta com Jesus Cristo, através do Batismo

Leia mais

Módulo II Quem é o Catequista?

Módulo II Quem é o Catequista? Módulo II Quem é o Catequista? Diocese de Aveiro Objectivos Descobrir a imagem de catequista que existe na nossa comunidade. Aprofundar a vocação e o ministério do catequista a partir da Bíblia. Com base

Leia mais

Disciplina: Ensino Religioso Professor(a): Rosemary de Souza Gelati

Disciplina: Ensino Religioso Professor(a): Rosemary de Souza Gelati ESCOLA VICENTINA SÃO VICENTE DE PAULO Disciplina: Ensino Religioso Professor(a): Rosemary de Souza Gelati Paranavaí / / 6º ANO TRADIÇÕES RELIGIOSAS TEXTOS SAGRADOS Se as religiões estão para humanizar

Leia mais

DIMENSÕES DA FORMAÇÃO INTEGRAL

DIMENSÕES DA FORMAÇÃO INTEGRAL INTRODUÇÃO DO CURSO DIMENSÕES DA FORMAÇÃO INTEGRAL (Doc. 85 CNBB nº 95-107) JORGE BORAN CSSP (Dr. em Liderança Comunitária Universidade de Fordhan EUA) Desde a década de 1980 vem nascendo a necessidade

Leia mais

III CONGRESSO DE EDUCAÇÃO CATÓLICA DA ANEC

III CONGRESSO DE EDUCAÇÃO CATÓLICA DA ANEC III CONGRESSO DE EDUCAÇÃO CATÓLICA DA ANEC GRUPOS DE TRABALHO EIXO 01 ENSINO RELIGIOSO, PASTORAL E RESPONSABILIDADE SOCIAL GT: ENSINO RELIGIOSO NA ESCOLA CATÓLICA Ementa: A identidade do ensino religioso

Leia mais

OBLATOS ORIONITAS. linhas de vida espiritual e apostólica

OBLATOS ORIONITAS. linhas de vida espiritual e apostólica OBLATOS ORIONITAS linhas de vida espiritual e apostólica Motivos inspiradores da oblação orionita laical O "carisma" que o Senhor concede a um fundador, é um dom para o bem de toda a Igreja. O carisma

Leia mais

Diocese de Aveiro IGREJA DIOCESANA RENOVADA NA CARIDADE É ESPERANÇA NO MUNDO

Diocese de Aveiro IGREJA DIOCESANA RENOVADA NA CARIDADE É ESPERANÇA NO MUNDO Diocese de Aveiro IGREJA DIOCESANA RENOVADA NA CARIDADE É ESPERANÇA NO MUNDO Plano Diocesano de Pastoral para o quinquénio 2008-2013 A PALAVRA DO SR. BISPO PONTO DE PARTIDA 1. INICIAMOS UMA NOVA PERSPECTIVA

Leia mais

Cáritas Diocesana dos. Triénio 2004-7 Pastoral do Domingo

Cáritas Diocesana dos. Triénio 2004-7 Pastoral do Domingo Cáritas Diocesana dos AÇORES Triénio 2004-7 Pastoral do Domingo Diagnóstico: ESTADO DAS PARÓQUIAS -Como funcionam? - Que Pastoral Profética? - Que Pastoral Litúrgica? - Que Pastoral Social? - Virtudes

Leia mais

Tema 8: Vocação - um novo relacionamento Deus se revela através dos outros

Tema 8: Vocação - um novo relacionamento Deus se revela através dos outros Tema 8: Vocação - um novo relacionamento Deus se revela através dos outros DEUS SE REVELA ATRAVÉS DOS OUTROS Ser Marista com os outros: Experimentar caminhos de vida marista comunitariamente INTRODUÇÃO

Leia mais

Orientações sobre Grupo de oração Jovem

Orientações sobre Grupo de oração Jovem Orientações sobre Grupo de oração Jovem A paz de Jesus queridos irmãos sentinelas de todo Brasil. Em virtude que no ENF surgirem muitas dúvidas sobre o Grupo de Oração jovem, rezei e discernir que é importante

Leia mais

CAMPANHA PARA A EVANGELIZAÇÃO - 2014

CAMPANHA PARA A EVANGELIZAÇÃO - 2014 CAMPANHA PARA A EVANGELIZAÇÃO - 2014 Texto referencial INTRODUÇÃO 1 A Igreja no Brasil realiza a Campanha para a Evangelização deste ano de 2014 com o lema Cristo é nossa paz (cf. Ef 2,14). O tempo do

Leia mais

Apresentamos as partilhas que enriqueceram o nosso Seminário Nacional de Iniciação Cristã.

Apresentamos as partilhas que enriqueceram o nosso Seminário Nacional de Iniciação Cristã. Apresentamos as partilhas que enriqueceram o nosso Seminário Nacional de Iniciação Cristã. Na sexta-feira, pela manhã, foi a vez do Nordeste 3 - Aracaju - com sua experiência de iniciação à vida cristã

Leia mais

1Pedagogia. 3Projeto. Pedagogia. Preventivo de Dom Bosco. Formação DE professores. Apresentação

1Pedagogia. 3Projeto. Pedagogia. Preventivo de Dom Bosco. Formação DE professores. Apresentação página 1 de 16 Pedagogia do amor: o Sistema Preventivo de Dom Bosco P. Tarcísio Scaramussa P. Genésio Zeferino da Silva Filho Apresentação Em uma de suas últimas cartas à Família Salesiana (estréia de

Leia mais

PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nº 34/2012

PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nº 34/2012 PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nº 34/2012 Dispõe sobre a outorga de Salva de Prata em homenagem aos Salesianos pelo extraordinário trabalho social desenvolvido na área da educação. A CÂMARA MUNICIPAL DE

Leia mais

Relatório da Pastoral da Juventude do Brasil 13 o Encontro Latino Americano de Responsáveis Nacionais

Relatório da Pastoral da Juventude do Brasil 13 o Encontro Latino Americano de Responsáveis Nacionais Instrumento de Consulta Conferência Nacional dos Bispos do Brasil Setor Juventude Pastoral da Juventude do Brasil Relatório da Pastoral da Juventude do Brasil 13 o Encontro Latino Americano de Responsáveis

Leia mais

REALIZAÇÃO: PARCEIROS: APOIO:

REALIZAÇÃO: PARCEIROS: APOIO: REALIZAÇÃO: PARCEIROS: APOIO: PROJETO VIVA A SOLIDARIEDADE! 1. Dados de identificação do projeto 1.1 Título do projeto: Viva a Solidariedade! 1.2 Nome da entidade proponente: Conferência dos Religiosos

Leia mais

SALESIANOS DO ESTORIL - ESCOLA

SALESIANOS DO ESTORIL - ESCOLA SALESIANOS DO ESTORIL - ESCOLA PROJETOS DE VOLUNTARIADO CRID MIMAR As professoras: Ana Paula Ramalho Paula Cristina Baptista Maria João Coelho Pinto Susana Costa 5.º ANO A 6.º ANO B 7.º ANO A SAIR DE NÓS

Leia mais

DESCRIÇÃO DOS PROJETOS

DESCRIÇÃO DOS PROJETOS 1 2 Índice SÍNTESE... 4 Introdução... 5 A missão da Comunidade educativo-pastoral... 5 Espaços de ação da Pastoral Juvenil... 6 O PEPS e as 4 dimensões... 6 O lema 2015-16: Desafia te: #amar_ao_infinito...

Leia mais

Capitulo 3 ESPIRITUALIDADE DA RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA

Capitulo 3 ESPIRITUALIDADE DA RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA Capitulo 3 ESPIRITUALIDADE DA RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA Deus nos alerta pela profecia de Oséias de que o Povo dele se perde por falta de conhecimento. Cf. Os 4,6 1ª Tm 4,14 Porque meu povo se perde

Leia mais

CALENDÁRIO 1º SEMESTRE 2014

CALENDÁRIO 1º SEMESTRE 2014 06 Retorno dos coordenadores 07 a 10 Semana Pedagógica Início das aulas para o Convênio 10 Reunião com os educadores (FII e EM) Entrega do material Ed. Infantil e FI 11/18 e 25 Encontro Formativo dos monitores

Leia mais

IGREJA METODISTA DE VILA ISABEL

IGREJA METODISTA DE VILA ISABEL 1 IGREJA METODISTA DE VILA ISABEL Discípulos e Discípulas no Caminho da Missão PLANO MISSIONÁRIO 2012-2016 1 APRESENTAÇÃO: A Igreja local, pelos nossos documentos, é vista e entendida como a agência básica

Leia mais

PASTORAL DIGITAL. na ótica do Diretório de Comunicação

PASTORAL DIGITAL. na ótica do Diretório de Comunicação PASTORAL DIGITAL na ótica do Diretório de Comunicação Para a Igreja, o novo mundo do espaço cibernético é uma exortação à grande aventura do uso do seu potencial para proclamar a mensagem evangélica. Mensagem

Leia mais

3º Congresso Vocacional do Brasil Contagem regressiva

3º Congresso Vocacional do Brasil Contagem regressiva III CONGRESSO VOCACIONAL DO BRASIL Tema: Discípulos missionários a serviço das vocações Lema: Indaiatuba, Itaici, 03 a 07 de setembro de 2010 3º Congresso Vocacional do Brasil Contagem regressiva Ângelo

Leia mais

Experiência dos Centros Salesianos na formação dos adolescentes e Jovens

Experiência dos Centros Salesianos na formação dos adolescentes e Jovens Experiência dos Centros Salesianos na formação dos adolescentes e Jovens 1-Presença Salesiana em Angola Os salesianos estão em Angola desde 1981 e hoje se fazem presentes em Dondo, Benguela, Luena, Kalulo,

Leia mais

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 NO CAMINHO DO DISCIPULADO MISSIONÁRIO, A EXPERIÊNCIA DO ENCONCONTRO: TU ÉS O MESSIAS, O FILHO DO DEUS VIVO INTRODUÇÃO Queridos/as Catequistas! Com nossos cumprimentos

Leia mais

assim ela poderá estar a serviço de uma ação solidária e libertadora do povo latino-americano.

assim ela poderá estar a serviço de uma ação solidária e libertadora do povo latino-americano. Conclusão Geral Para que a Igreja possa cumprir sua missão solidária e libertadora na AL, terá que estar em contínuo processo de conversão e sintonizada com os sinais dos tempos. Somente assim poderá se

Leia mais

PROGRAMA ESCOLA + Voluntária

PROGRAMA ESCOLA + Voluntária PROGRAMA ESCOLA + Voluntária 1. Apresentação O voluntariado é considerado como uma atividade inerente ao exercício de cidadania que se traduz numa relação solidária para com o próximo, participando de

Leia mais

Projeto Educativo 02 02-V R 01-P D O M

Projeto Educativo 02 02-V R 01-P D O M Projeto Educativo Colégio do Sagrado Coração de Maria - Lisboa Projeto Educativo V02 i ÍNDICE I. CARACTERIZAÇÃO FÍSICA...1 1. O meio envolvente...1 2. O Colégio...2 3. Organização Estrutural...2 3.1. Órgãos

Leia mais

Linhas de Ação 1ª. LINHA DE AÇÃO: FORMAÇÃO INTEGRAL DO(A) DISCÍPULO(A)

Linhas de Ação 1ª. LINHA DE AÇÃO: FORMAÇÃO INTEGRAL DO(A) DISCÍPULO(A) A Igreja no Brasil está empenhada, sobretudo em, 2013 através da Campanha da Fraternidade e da Jornada Mundial da Juventude, em alavancar a Evangelização da Juventude. De partida queremos dizer que por

Leia mais

José Eduardo Borges de Pinho. Ecumenismo: Situação e perspectivas

José Eduardo Borges de Pinho. Ecumenismo: Situação e perspectivas José Eduardo Borges de Pinho Ecumenismo: Situação e perspectivas U n i v e r s i d a d e C a t ó l i c a E d i t o r a L I S B O A 2 0 1 1 Índice Introdução 11 Capítulo Um O que é o ecumenismo? 15 Sentido

Leia mais

DISCÍPULOS E SERVIDORES DA PALAVRA DE DEUS NA MISSÃO DA IGREJA

DISCÍPULOS E SERVIDORES DA PALAVRA DE DEUS NA MISSÃO DA IGREJA DISCÍPULOS E SERVIDORES DA PALAVRA DE DEUS NA MISSÃO DA IGREJA DEUS SE REVELA Revelação é o diálogo entre Deus e seus filhos, cuja iniciativa vem de Deus (8). A Palavra de Deus não se revela somente para

Leia mais

Vozes do fogo Mensagem da II Assembleia Internacional da Missão Marista Nairóbi, 16-27 de setembro de 2014

Vozes do fogo Mensagem da II Assembleia Internacional da Missão Marista Nairóbi, 16-27 de setembro de 2014 Vozes do fogo Mensagem da II Assembleia Internacional da Missão Marista Nairóbi, 16-27 de setembro de 2014 Preambulo Há cerca de 150.000 anos, por obra de Deus Pai, surgiu nesta terra africana o primeiro

Leia mais

O mais importante na prática da devolução do dízimo não é com o quanto se participa. Mas como se participa.

O mais importante na prática da devolução do dízimo não é com o quanto se participa. Mas como se participa. Dízimo e a catequese Abril 2011 Silma Pontes silmapontes8@hotmail.com Paróquia da Glória - Acolhida O contingente de catequistas voluntários de nossa paróquia é expressivo. Vinte e quatro (24) fieis formadores,

Leia mais

Pastoral Vocacional/ Serviço de Animação Vocacional

Pastoral Vocacional/ Serviço de Animação Vocacional CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada Pastoral Vocacional (PV) / Serviço de Animação Vocacional (SAV) CMOVC/ SAV (02) Pastoral

Leia mais

O papel do assessor diante do pluralismo eclesial juvenil atual

O papel do assessor diante do pluralismo eclesial juvenil atual Tema 05: Dimensão de Capacitação (Processo- metodológico. Como organizar a ação ). Tituto 02: O papel do assessor diante do pluralismo eclesial juvenil atual Antonio Ramos do Prado, sdb (Ms. Pastoral Juvenil

Leia mais

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil Documento do MEJ Internacional Para que a minha alegria esteja em vós Por ocasião dos 100 anos do MEJ O coração do Movimento Eucarístico Juvenil A O coração do MEJ é a amizade com Jesus (Evangelho) B O

Leia mais

CONSELHOS EVANGÉLICOS

CONSELHOS EVANGÉLICOS CONSELHOS EVANGÉLICOS 1- RAZÃO TEOLÓGICA 1.1. Fato de Vida na Igreja A vivência da virgindade-pobreza-obediência de Jesus Cristo é fato de vida que existe na igreja desde suas origens. O estado religioso:

Leia mais

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Guia do Educador CARO EDUCADOR ORIENTADOR Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 2. PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Objetivo GERAL 5 METODOLOGIA 5 A QUEM SE DESTINA? 6 O QUE

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM GRUPO DISCIPLNAR: EMRC PLANIFICAÇÕES 8º Ano ANO 2008/2009 1/7

ESCOLA SECUNDÁRIA MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM GRUPO DISCIPLNAR: EMRC PLANIFICAÇÕES 8º Ano ANO 2008/2009 1/7 8º Ano ANO 2008/2009 1/7 Módulo 1- O GOSTO PELA AVENTURA Tema 1 - A atracção ao desconhecido Experiência de aventuro. (Situações que exprimem experiências de aventura como a condução de veículos, iniciação

Leia mais

2015 ANO DA CELEBRAÇÃO DO BICENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE S. JOÃO BOSCO

2015 ANO DA CELEBRAÇÃO DO BICENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE S. JOÃO BOSCO 2015 ANO DA CELEBRAÇÃO DO BICENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE S. JOÃO BOSCO Na noite de quarta-feira, 16 agosto de 1815, na oitava da festa da Assunção, nascia o segundo filho de Francisco Bosco e Margarida

Leia mais

OS DESAFIOS DACOMUNICAÇÃO

OS DESAFIOS DACOMUNICAÇÃO OS DESAFIOS DACOMUNICAÇÃO A contribuição das mídias. Como parte constitutiva da atual ambiência comunicacional, elas tornam-se recursos e ambientes para o crescimento pessoal e social. Constituem-se no

Leia mais

O ENCONTRO DE CATEQUESE E SUA DINÂMICA

O ENCONTRO DE CATEQUESE E SUA DINÂMICA O ENCONTRO DE CATEQUESE E SUA DINÂMICA Nestes últimos anos tem-se falado em Catequese Renovada e muitos pontos positivos contribuíram para que ela assim fosse chamada. Percebemos que algumas propostas

Leia mais

PARÓQUIA SÃO JOSÉ - MATRIZ DE RIBEIRÃO PIRES CALENDÁRIO PAROQUIAL DE PASTORAL ANO 2014

PARÓQUIA SÃO JOSÉ - MATRIZ DE RIBEIRÃO PIRES CALENDÁRIO PAROQUIAL DE PASTORAL ANO 2014 PARÓQUIA SÃO JOSÉ - MATRIZ DE RIBEIRÃO PIRES CALENDÁRIO PAROQUIAL DE PASTORAL ANO 2014 Objetivo A partir das Diretrizes da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil e do 7º Plano Diocesano de Pastoral (2013-20150,

Leia mais

CONSULTA DE PARCERIA EMK-WELTMISSION 10 A 13 DE Maio, 2015 Freudenstadt

CONSULTA DE PARCERIA EMK-WELTMISSION 10 A 13 DE Maio, 2015 Freudenstadt CONSULTA DE PARCERIA EMK-WELTMISSION 10 A 13 DE Maio, 2015 Freudenstadt Quem somos? Igreja Metodista Missão: Participar na ação de Deus em Seu propósito de salvar o mundo. Visão: Comunidade Missionária

Leia mais

PROJETO EDUCATIVO DO BRASIL MARISTA

PROJETO EDUCATIVO DO BRASIL MARISTA PROJETO EDUCATIVO DO BRASIL MARISTA Escola, espaço privilegiado para evangelização (São Marcelino Champagnat) Facilitadores: Edineide Liberato, Josenildo Costa, Telma Pereira e Rozana Cabral QUADRO SÍNTESE

Leia mais

Pastoral da Comunicação Diálogo entre fé e cultura

Pastoral da Comunicação Diálogo entre fé e cultura BOAS VINDAS! Pastoral da Comunicação Diálogo entre fé e cultura Bodas de Ouro da comunicação Miranda Prorsus, Pio XII, 1957 Fonte: Pastoral da Comunicação, diálogo entre fé e cultura, Puntel/Corazza, Paulinas-Sepac,

Leia mais

ADMA Manique Bicesse. Projeto pastoral Ano 2014-2015

ADMA Manique Bicesse. Projeto pastoral Ano 2014-2015 ADMA Manique Bicesse Projeto pastoral Ano 2014-2015 Conselho Animador espiritual: Pe. Luciano Miguel Presidente: Mª dos Anjos Branco Vice-presidente: Mª Ana Martins Secretária: Adelaide Martins Tesoureiro:

Leia mais

CARTA INTERNACIONAL. Indice:

CARTA INTERNACIONAL. Indice: CARTA INTERNACIONAL Indice: Introdução. I. Equipas de Jovens de Nossa Senhora II. A equipa III. As funções na equipa IV. A vida em equipa V. Abertura ao mundo, compromisso VI. O Movimento das E.J.N.S.

Leia mais

Escola Família Agrícola Dom Fragoso. Independência - CE

Escola Família Agrícola Dom Fragoso. Independência - CE Escola Família Agrícola Dom Fragoso Independência - CE 1. PRINCÍPIOS E PARÂMETROS A EFA ESTÁ BASEADA EM QUATRO PILARES 1.1 - ASSOCIATIVISMO Princípio fundamental da participação e do envolvimento dos/as

Leia mais

JUAN EDMUNDO VECCHI Conselheiro para a Pastoral Juvenil ESCOLA SALESIANA. Atos do Conselho Superior. Ano LXIII janeiro-março, 1982 N.

JUAN EDMUNDO VECCHI Conselheiro para a Pastoral Juvenil ESCOLA SALESIANA. Atos do Conselho Superior. Ano LXIII janeiro-março, 1982 N. JUAN EDMUNDO VECCHI Conselheiro para a Pastoral Juvenil ESCOLA SALESIANA Atos do Conselho Superior Ano LXIII janeiro-março, 1982 N. 303 1. O problema atual Não faltaram nos últimos tempos tomadas de posição

Leia mais

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE NAZARÉ. PROJETO: ALBERGUE DONA MARIA PIEDADE.

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE NAZARÉ. PROJETO: ALBERGUE DONA MARIA PIEDADE. PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE NAZARÉ. PROJETO: ALBERGUE DONA MARIA PIEDADE. Manacapuru/Am. Jan/2008. PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE NAZARÉ. PROJETO: ALBERGUE DONA MARIA PIEDADE. Projeto Social: ALBERGUE DONA MARIA

Leia mais

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia.

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia. EUCARISTIA GESTO DO AMOR DE DEUS Fazer memória é recordar fatos passados que animam o tempo presente em rumo a um futuro melhor. O povo de Deus sempre procurou recordar os grandes fatos do passado para

Leia mais

PEPJI Projeto Educativo de Pastoral Juvenil Inspetorial

PEPJI Projeto Educativo de Pastoral Juvenil Inspetorial Para que todos tenham vida e vida em abundância (Jo 10,10) 1 A imagem No abraço generoso do Senhor que conduz a história e sob o olhar benévolo dos nossos Fundadores, cada FMA, cada comunidade educativa

Leia mais

JUVENTUDE MARIANA VICENTINA PROVÍNCIA DO RIO DE JANEIRO PLANO DE AÇÃO 2015-2017

JUVENTUDE MARIANA VICENTINA PROVÍNCIA DO RIO DE JANEIRO PLANO DE AÇÃO 2015-2017 JUVENTUDE MARIANA VICENTINA PROVÍNCIA DO RIO DE JANEIRO PLANO DE AÇÃO 2015-2017 No ano de 2015, a Juventude Mariana Vicentina traçou um desafio internacionalmente sob o lema Evangelizados para evangelizar.

Leia mais

3. Um olhar interessante na reação de Pe. Pedro Rubens é que a experiência apresentada nos traz olhar que os problemas são encarados como desafios.

3. Um olhar interessante na reação de Pe. Pedro Rubens é que a experiência apresentada nos traz olhar que os problemas são encarados como desafios. SISTEMATIZAÇÃO NICARAGUA Aprendizagens com a experiência. 1. Se deve levar em conta os momentos históricos. O nascimento do colégio na Venezuela também passou por vários momentos. Este colégio, contudo,

Leia mais

1. IGREJA DE COMUNIDADES ECLESIAIS DE BASE CEBs

1. IGREJA DE COMUNIDADES ECLESIAIS DE BASE CEBs 1. IGREJA DE COMUNIDADES ECLESIAIS DE BASE CEBs A Diocese de Ruy Barbosa é uma Igreja de CEBs com pastorais e movimentos, que soma forças para realizar o Objetivo Geral da CNBB e assume, como Igreja particular,

Leia mais

Diocese de Amparo - SP

Diocese de Amparo - SP Formação sobre o documento da V Conferência do Episcopado da América Latina e do Caribe Diocese de Amparo - SP INTRODUÇÃO De 13 a 31 de maio de 2007, celebrou-se em Aparecida, Brasil, a V Conferência Geral

Leia mais

REDE SALESIANA DE ESCOLAS. Plano de Formação 2012 DOCUMENTO DA RSE - 05

REDE SALESIANA DE ESCOLAS. Plano de Formação 2012 DOCUMENTO DA RSE - 05 REDE SALESIANA DE ESCOLAS Plano de Formação 2012 DOCUMENTO DA RSE - 05 REDE SALESIANA DE ESCOLAS Plano de Formação 2012 DOCUMENTO DA RSE - 05 SUMÁRIO Apresentação O Início A Presença Salesiana Projeto

Leia mais

Paróquia, torna-te o que tu és!

Paróquia, torna-te o que tu és! Paróquia, torna-te o que tu és! Dom Milton Kenan Júnior Bispo Aux. de S. Paulo. Vigário Episcopal para Reg. Brasilândia Numa leitura rápida da Carta Pastoral de Dom Odilo, nosso Cardeal Arcebispo, à Arquidiocese

Leia mais

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL 1 Ivocação ao Espirito Santo (oração ou canto) 2- Súplica inicial. (Em 2 coros: H- homens; M- mulheres) H - Procuramos para a Igreja/ cristãos

Leia mais

COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA REUNIÃO DE PAIS E CATEQUISTAS 09 DE FEVEREIRO DE 2010

COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA REUNIÃO DE PAIS E CATEQUISTAS 09 DE FEVEREIRO DE 2010 COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA REUNIÃO DE PAIS E CATEQUISTAS 09 DE FEVEREIRO DE 2010 ORAÇÃO DE ABERTURA CANTO (REPOUSAR EM TI) Música de Tânia Pelegrino baseada na obra Confissões, de

Leia mais

EQUIPAS DE JOVENS DE NOSSA SENHORA O PAPEL DO CASAL ASSISTENTE

EQUIPAS DE JOVENS DE NOSSA SENHORA O PAPEL DO CASAL ASSISTENTE EQUIPAS DE JOVENS DE NOSSA SENHORA O PAPEL DO CASAL ASSISTENTE A experiência de um casal cristão que acompanha a equipa traz aos seus membros uma riqueza complementar à que caracteriza a presença do padre.

Leia mais

1815 DOM BOSCO 2015 MANUAL DE IDENTIDADE BICENTENÁRIO DE NASCIMENTO

1815 DOM BOSCO 2015 MANUAL DE IDENTIDADE BICENTENÁRIO DE NASCIMENTO MANUAL DE IDENTIDADE Proposta de aplicação da Marca do Bicentenário para as unidades da Inspetoria São João Bosco BICENTENÁRIO DE DOM BOSCO, 1815-2015 No dia 16 de agosto de 2014, os salesianos iniciam

Leia mais

Espiritualidade do Câmbio Sistêmico ou Mudança de Estruturas

Espiritualidade do Câmbio Sistêmico ou Mudança de Estruturas Espiritualidade do Câmbio Sistêmico ou Mudança de Estruturas Uma breve meditação sobre Mudança de Estruturas O objetivo desta meditação é redescobrir a dimensão espiritual contida na metodologia de mudança

Leia mais

II Edição 2014/2015 - REGULAMENTO -

II Edição 2014/2015 - REGULAMENTO - II Edição 2014/2015 - REGULAMENTO - Iniciativa de: Com o apoio de: 1. Apresentação O voluntariado é considerado como uma atividade inerente ao exercício de cidadania que se traduz numa relação solidária

Leia mais

REUNIÃO DE LIDERANÇAS

REUNIÃO DE LIDERANÇAS REUNIÃO DE LIDERANÇAS 08/02/2015 PAUTA: 1) Oração Inicial 2) Abertura 3) Apresentação de 03 dimensões de Ação Pastoral para o ano de 2015 4) Plenária / Definições 5) Oração Final 6) Retirada de Materiais

Leia mais

A CARTA DE IDENTIDADE CARISMÁTICA DA FAMÍLIA SALESIANA DE DOM BOSCO

A CARTA DE IDENTIDADE CARISMÁTICA DA FAMÍLIA SALESIANA DE DOM BOSCO A CARTA DE IDENTIDADE CARISMÁTICA DA FAMÍLIA SALESIANA DE DOM BOSCO Notas de apresentação e propostas de leitura para os membros da Associação de Maria Auxiliadora (ADMA) 1 Critério seguido Unificar numa

Leia mais