Ambiência escolar Marista: desafios da educação popular na evangelização

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ambiência escolar Marista: desafios da educação popular na evangelização"

Transcrição

1 Ambiência escolar Marista: desafios da educação popular na evangelização Adriano de Souza Viana 1 A práxis pastoral no ambiente educativo é sempre desafiante. Melhor dizendo, toda ação educativa é sempre desafiante. E para enfrentar tal desafio é fundamental que revisitemos métodos pedagógicos que fazem parte da história da educação, e também precisamos estar atentos às inovações que surgem com o tempo. Pensando a temática do módulo II do curso Escola em Pastoral, O fazer Pastoral na ambiência Marista, proponho nesse trabalho final, uma reflexão que nos sintonize com o método da Educação Popular olhando para a prática pedagógica de Jesus de Nazaré. A pedagogia de Jesus Para se falar de educação popular e evangelização é importante partirmos da fonte. Como afirmou o Prof. Aloirmar Silva: [...] é preciso revisitar os principais traços da experiência originária da fé cristã, bem como explicitar a sua essência, para que haja uma atualização coerente, capaz de oferecer sentido para os homens e as mulheres de hoje, sem provocar uma atitude de isolamento ou fechamento, mas uma abertura ao diálogo, à unidade, sem que aconteça descaracterização ou perda do essencial 2. 1 Coordenador de Pastoral na Escola Marista Champagnat de Terra Vermelha. 2 Cf. SILVA, 2014, p.03.

2 Para se pensar sistematicamente a evangelização é preciso olhar com critério e atenção a prática de Jesus de Nazaré. Aqui nesse trabalho, a base para esse olhar será a reflexão de Carlos Mesters e Francisco Orofino, no artigo A prática pedagógica de Jesus de Nazaré. Eles afirmam: buscar a prática pedagógica de uma pessoa é mergulhar na sua vida, no seu ambiente, nas suas relações, na sua fala, no seu pensamento [...] 3. A pedagogia de Jesus possui inúmeras características. No entanto, podemos sintetizar que a base para sua ação educativa se aproxima muito da educação popular. A capacidade de diálogo com a realidade de seu tempo é o que mais nos provoca a pensar nossas práticas pastorais no ambiente escolar a partir de sua ação. A escola de Jesus era a convivência com o povo de Nazaré. Nazaré era um povoado pequeno, onde todos conheciam todos. Eles conheciam Jesus e sua família (Mc 6,3). Jesus conhecia o povo (Jo 2,24-25). Nesta convivência de mais de trinta anos aprendeu as inúmeras coisas que todos nós aprendemos naturalmente, ao longo dos anos da vida [...] 4. É fundamental para a evangelização no ambiente escolar marista o constante retorno às fontes da fé. A pessoa de Jesus de Nazaré é o núcleo da missão do instituto e das unidades maristas 5, por isso esse ponto de partida é capital. 3 Cf. MESTERS; OROFINO. In: BEOZZO, 2004, p Cf. BEOZZO, 2004, p Cf. UNIÃO MARISTA DO BRASIL, 2010, p. 36.

3 Educação popular e evangelização No Brasil e América Latina 6, e com alcance mundial, a reflexão de Paulo Freire é a essência da Educação Popular. Em um dos clássicos literários-pedagógicos de Freire ele afirmar que educar pressupõe o querer bem aos educandos 7. Algumas décadas antes do livro Pedagogia da Autonomia, Marcelino Champagnat, na França do século XIX já afirmava a mesma coisa, para bem educar é preciso amar e amar todos igualmente 8. O Evangelho de Jesus parte do principio que o amor 9 pode revolucionar a história da humanidade, pois faz parte do projeto de Deus para todos. Testemunhar e anunciar esse evangelho de amor precisa passar pela capacidade de dialogar aberta e maduramente. Freire também afirma que a educação popular se baseia na capacidade de dialogar. Ele diz textualmente: ensinar exige abertura para o diálogo 10. A ação de dialogar com os sujeitos que estão envolvidos no processo educativo é elemento que tem marcado o jeito marista de pensar e efetivar uma escola diferenciada, que eduque evangelização e vice-versa. Pensando a autonomia defendida por Paulo Freire no processo de educação popular podemos olhar, ajudados por Mesters e Orofino, para a fonte maior do trabalho educativo marista, e perceber que 6 Cf. ROCHA. In: BEOZZO, 2004, p Cf. FREIRE, 1996, p Cf. MARTINS, Cf. SILVA, 2014, p Cf. FREIRE, 1996, p. 136.

4 Para Jesus, o verdadeiro processo pedagógico é aquele que permite à pessoa ficar de pé. Sustentando-se em suas próprias pernas e com suas próprias forças. [...] A verdadeira pedagogia é aquela que permite o ser humano conquistar sua autonomia, participando ativamente da construção da sociedade humana como prefiguração do Reino de Deus. 11 Conclusão Portanto, na práxis educativa na ambiência marista, é importante que nos alicercemos nos fundamentos da fé cristã. Baseando-se principalmente na própria prática de Jesus de Nazaré. A inculturação da proposta de Jesus para a realidade de nosso tempo, e para nossa cultura, pode usar elementos que nossa própria experiência de vida, como a educação popular nos ensina. Porém, essa forma de método pedagógico precisa também ser aprofundada para que a utilizemos de maneira eficaz. Contudo, um ponto não pode estar ausente do horizonte que visualizamos como meta do trabalho educativo e evangelizador: tornar as pessoas livres e sadias, autônomas nas suas próprias vidas e consciências. 11 Cf. BEOZZO, 2004, p. 88.

5 Bibliografia BEOZZO, Oscar (org.). Curso de verão XVIII: educar para a justiça, a solidariedade e a paz. São Paulo: Paulus; CESEP, (Coleção teologia popular). DEGRANDIS, Fernando. Confessionalidade e Evangelização na escola católica. CONGRESSO ESTADUAL DE TEOLOGIA, 1., 2013, São Leopoldo. Anais do Congresso Estadual de Teologia. São Leopoldo: EST, v. 1, p FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, (Coleção Leitura). SILVA, Aloirmar José da. Evangelização e Pastoral. UBEE-UNBEC Província Marista Brasil Centro-Norte. EAD Escola em Pastoral, II Módulo Texto de Trabalho (2), MARTINS, Ir. Adelino da Costa. Estilo Marista de educar. Disponível em.: <http://www.pucrs.br/estilomarista/estilomarista.pdf> Acesso 21 jun. 2014, 10:00. UNIÃO MARISTA DO BRASIL. Projeto Educativo do Brasil Marista: nosso jeito de conceber a Educação Básica / União Marista do Brasil. Brasília : UMBRASIL, 2010.

ESCOLA DE PASTORAL CATEQUÉTICA ESPAC

ESCOLA DE PASTORAL CATEQUÉTICA ESPAC ESCOLA DE PASTORAL CATEQUÉTICA ESPAC 1. ESPAC O QUE É? A ESPAC é uma Instituição da Arquidiocese de Fortaleza, criada em 1970, que oferece uma formação sistemática aos Agentes de Pastoral Catequética e

Leia mais

PROVÍNCIA MARISTA DO BRASIL NORTE

PROVÍNCIA MARISTA DO BRASIL NORTE PROVÍNCIA MARISTA DO BRASIL NORTE Espiritualidade Apostólica Marista Ir. José Milson de Mélo Souza Ano de Deus Pai LADAINHA DE SÃO MARCELINO CHAMPAGNAT (Ir. José Milson) V. Senhor, tende piedade de nós.

Leia mais

BIÊNIO 2012-2013. Tema Geral da Igreja Metodista "IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA. Tema para o Biênio

BIÊNIO 2012-2013. Tema Geral da Igreja Metodista IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA. Tema para o Biênio 1 IGREJA METODISTA PASTORAL IMED PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E PLANO DE AÇÃO BIÊNIO 2012-2013 Tema Geral da Igreja Metodista "IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA

Leia mais

ÁREAS DE ATUAÇÃO, PERFIL E COMPETÊNCIAS DOS EGRESSOS DOS NOVOS CURSOS

ÁREAS DE ATUAÇÃO, PERFIL E COMPETÊNCIAS DOS EGRESSOS DOS NOVOS CURSOS CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA ÁREAS DE ATUAÇÃO, PERFIL E COMPETÊNCIAS DOS EGRESSOS DOS NOVOS CURSOS 5. CURSO DE TEOLOGIA Área de atuação O egresso do Curso de Teologia

Leia mais

Educar hoje e amanhã uma paixão que se renova. Prof. Humberto S. Herrera Contreras

Educar hoje e amanhã uma paixão que se renova. Prof. Humberto S. Herrera Contreras Educar hoje e amanhã uma paixão que se renova Prof. Humberto S. Herrera Contreras O que este documento nos diz? Algumas percepções iniciais... - O título já é uma mensagem espiritual! tem movimento, aponta

Leia mais

Concepção e Fundamentos Gilberto Antonio da Silva

Concepção e Fundamentos Gilberto Antonio da Silva Pastoral Juvenil Salesiana Concepção e Fundamentos Gilberto Antonio da Silva Fundamentos Dom Bosco Madre Mazzarello Movidos pelo ES tiveram clara consciência de ser chamados por Deus a uma missão singular

Leia mais

Voluntariado. Programas. livreto_voluntariado.indd 1 19/12/13 17:17

Voluntariado. Programas. livreto_voluntariado.indd 1 19/12/13 17:17 Voluntariado Programas Pastorais 1 livreto_voluntariado.indd 1 19/12/13 17:17 2 livreto_voluntariado.indd 2 19/12/13 17:17 Apresentação Um dos valores institucionais da Rede Marista é a audácia, que pressupõe

Leia mais

Formação. Humano-Cristã. Programas. livreto_formacaohumanocrista.indd 1 19/12/13 17:19

Formação. Humano-Cristã. Programas. livreto_formacaohumanocrista.indd 1 19/12/13 17:19 Formação Humano-Cristã Programas Pastorais 1 livreto_formacaohumanocrista.indd 1 19/12/13 17:19 2 livreto_formacaohumanocrista.indd 2 19/12/13 17:19 Apresentação Um dos valores institucionais da Rede Marista

Leia mais

Ministério da. Catequese. Programas. livreto_catequese.indd 1 19/12/13 17:18

Ministério da. Catequese. Programas. livreto_catequese.indd 1 19/12/13 17:18 Ministério da Catequese Programas Pastorais 1 livreto_catequese.indd 1 19/12/13 17:18 2 livreto_catequese.indd 2 19/12/13 17:18 Apresentação Um dos valores institucionais da Rede Marista é a audácia, que

Leia mais

A ESCOLA CATÓLICA, UMA INSTITUIÇAO DE ENSINO COM MÍSTICA EVANGELIZADORA

A ESCOLA CATÓLICA, UMA INSTITUIÇAO DE ENSINO COM MÍSTICA EVANGELIZADORA A ESCOLA CATÓLICA, UMA INSTITUIÇAO DE ENSINO COM MÍSTICA EVANGELIZADORA A escola católica será uma instituiçao com mística evangelizadora UMA ESCOLA A SERVIÇO DA PESSOA E ABERTA A TODOS UMA ESCOLA COM

Leia mais

COMUNIDADE DE COMUNIDADES: UMA NOVA PARÓQUIA. Estudo 104 CNBB

COMUNIDADE DE COMUNIDADES: UMA NOVA PARÓQUIA. Estudo 104 CNBB COMUNIDADE DE COMUNIDADES: UMA NOVA PARÓQUIA Estudo 104 CNBB ASPECTOS GERAIS DO DOCUMENTO PERSPECTIVAS PASTORAIS TEXTOS BASES DESAFIOS FUNÇÕES DA PARÓQUIA PERSPECTIVA TEOLÓGICA MÍSTICA DO DOCUMENTO PERSPECTIVA

Leia mais

A transmissão da fé na Família. Reunião de Pais. Família

A transmissão da fé na Família. Reunião de Pais. Família A transmissão da fé na Família Reunião de Pais Família Plano Pastoral Arquidiocesano Um triénio dedicado à Família Passar de uma pastoral sobre a Família para uma pastoral para a Família e com a Família

Leia mais

LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS

LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS 1 TEXTO BÍBLICO - Lucas 6,12-19 (Fazer uma Oração ao Espírito Santo, ler o texto bíblico, fazer um momento de meditação, refletindo sobre os três verbos do texto

Leia mais

Repasse da 76a. Assembléia da CNBB Sul I Aparecida de 10 a 12/06/2013

Repasse da 76a. Assembléia da CNBB Sul I Aparecida de 10 a 12/06/2013 Repasse da 76a. Assembléia da CNBB Sul I Aparecida de 10 a 12/06/2013 1. Finalidade do Ano da Fé; 2. O que é a Fé; 3. A transmissão da Fé enquanto professada, celebrada, vivida e rezada; 4. O conteúdo

Leia mais

Marista e Vaticano II: Eles não têm mais vinho? Márcio L. de Oliveira

Marista e Vaticano II: Eles não têm mais vinho? Márcio L. de Oliveira Marista e Vaticano II: Eles não têm mais vinho? Márcio L. de Oliveira 1. Celebrar e (Re) Pensar Ensina-nos a contar os nossos dias, para que venhamos a ter um coração sábio (Sl 90,12). As palavras do salmista

Leia mais

FORMAÇÃO DE LIDERANÇAS E ASSESSORESCAMINHOS DE ESPERANÇA

FORMAÇÃO DE LIDERANÇAS E ASSESSORESCAMINHOS DE ESPERANÇA FORMAÇÃO DE LIDERANÇAS E ASSESSORESCAMINHOS DE ESPERANÇA A beleza de ser um eterno aprendiz. (Gonzaguinha) Por que pensar em formação de lideranças e assessores? A Pastoral da Juventude busca potencializar

Leia mais

Jornada Pedagógica Pastoral. Recife, 2012

Jornada Pedagógica Pastoral. Recife, 2012 Jornada Pedagógica Pastoral Recife, 2012 Josenildo Costa e Telma Pereira Sistema Marista de Avaliação SIMA O SIMA é um instrumento de avaliação acadêmica utilizado em todas as Unidades Educacionais da

Leia mais

Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética

Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética 2 0 1 2-2 0 1 5 DIOCESE DE FREDERICO WESTPHALEN - RS Queridos irmãos e irmãs, Com imensa alegria, apresento-lhes o PLANO DIOCESANO DE ANIMAÇÃO BÍBLICO -

Leia mais

REGULAMENTO DAS PASTORAIS ESCOLARES E UNIVERSITÁRIAS - ESTRUTURA, COMPETÊNCIA E FUNCIONAMENTO -

REGULAMENTO DAS PASTORAIS ESCOLARES E UNIVERSITÁRIAS - ESTRUTURA, COMPETÊNCIA E FUNCIONAMENTO - REGULAMENTO DAS PASTORAIS ESCOLARES E UNIVERSITÁRIAS - ESTRUTURA, COMPETÊNCIA E FUNCIONAMENTO - INTRODUÇÃO O Colégio Episcopal da Igreja Metodista, no uso de suas atribuições (Cânones, Art. 63, item XVII)

Leia mais

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Introdução: Educar na fé, para a paz, a justiça e a caridade Este ano a Igreja no Brasil está envolvida em dois projetos interligados: a lembrança

Leia mais

Caminhos. Solidariedade. Marista. Américas: nas. crianças e jovens. direitos. com. Solidariedade Marista nas Américas Documento de Referência

Caminhos. Solidariedade. Marista. Américas: nas. crianças e jovens. direitos. com. Solidariedade Marista nas Américas Documento de Referência Caminhos de Solidariedade Marista nas Américas: crianças e jovens com direitos Solidariedade Marista nas Américas Documento de Referência DOCUMENTO Integrar a Equipe que contribuiu na elaboração deste

Leia mais

Capitulo 3 ESPIRITUALIDADE DA RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA

Capitulo 3 ESPIRITUALIDADE DA RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA Capitulo 3 ESPIRITUALIDADE DA RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA Deus nos alerta pela profecia de Oséias de que o Povo dele se perde por falta de conhecimento. Cf. Os 4,6 1ª Tm 4,14 Porque meu povo se perde

Leia mais

PROJETO EDUCATIVO DO BRASIL MARISTA

PROJETO EDUCATIVO DO BRASIL MARISTA PROJETO EDUCATIVO DO BRASIL MARISTA Escola, espaço privilegiado para evangelização (São Marcelino Champagnat) Facilitadores: Edineide Liberato, Josenildo Costa, Telma Pereira e Rozana Cabral QUADRO SÍNTESE

Leia mais

V Seminário de Metodologia de Ensino de Educação Física da FEUSP- 2014. Relato de Experiência INSERINDO A EDUCAÇÃO INFANTIL NO CONTEXTO COPA DO MUNDO.

V Seminário de Metodologia de Ensino de Educação Física da FEUSP- 2014. Relato de Experiência INSERINDO A EDUCAÇÃO INFANTIL NO CONTEXTO COPA DO MUNDO. V Seminário de Metodologia de Ensino de Educação Física da FEUSP- 2014 Relato de Experiência INSERINDO A EDUCAÇÃO INFANTIL NO CONTEXTO COPA DO MUNDO. RESUMO Adriana Vieira de Lima Colégio Marista Arquidiocesano

Leia mais

A Pastoral juvenil FMA: um modelo orgânico para uma Vida em abundância para todos segundo as Linhas orientadoras da missião educativa (LOME)

A Pastoral juvenil FMA: um modelo orgânico para uma Vida em abundância para todos segundo as Linhas orientadoras da missião educativa (LOME) ISTITUTO FIGLIE DI MARIA AUSILIATRICE Consigliera generale per la Pastorale giovanile Via dell Ateneo Salesiano, 81-00139 ROMA A Pastoral juvenil FMA: um modelo orgânico para uma Vida em abundância para

Leia mais

A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária

A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária A evangelização nos dá a alegria do encontro com a Boa Nova da Ressurreição de Cristo. A maioria das pessoas procura angustiada a razão de sua vida

Leia mais

José Eduardo Borges de Pinho. Ecumenismo: Situação e perspectivas

José Eduardo Borges de Pinho. Ecumenismo: Situação e perspectivas José Eduardo Borges de Pinho Ecumenismo: Situação e perspectivas U n i v e r s i d a d e C a t ó l i c a E d i t o r a L I S B O A 2 0 1 1 Índice Introdução 11 Capítulo Um O que é o ecumenismo? 15 Sentido

Leia mais

DIRECTÓRIO GERAL DA CATEQUESE - SDCIA/ISCRA -2 Oração inicial Cântico - O Espírito do Senhor está sobre mim; Ele me enviou para anunciar aos pobres o Evangelho do Reino! Textos - Mc.16,15; Mt.28,19-20;

Leia mais

Ata do Lançamento do Ano Pastoral FAMÍLIA SALESIANA 2015/2016

Ata do Lançamento do Ano Pastoral FAMÍLIA SALESIANA 2015/2016 Ata do Lançamento do Ano Pastoral FAMÍLIA SALESIANA 2015/2016 Aos dezanove dias do mês de Setembro de dois mil e quinze realizou-se em Fátima, na Casa Nossa Senhora do Carmo, o encontro de apresentação

Leia mais

Pastoral da Comunicação Diálogo entre fé e cultura

Pastoral da Comunicação Diálogo entre fé e cultura BOAS VINDAS! Pastoral da Comunicação Diálogo entre fé e cultura Bodas de Ouro da comunicação Miranda Prorsus, Pio XII, 1957 Fonte: Pastoral da Comunicação, diálogo entre fé e cultura, Puntel/Corazza, Paulinas-Sepac,

Leia mais

III CONGRESSO DE EDUCAÇÃO CATÓLICA DA ANEC

III CONGRESSO DE EDUCAÇÃO CATÓLICA DA ANEC III CONGRESSO DE EDUCAÇÃO CATÓLICA DA ANEC GRUPOS DE TRABALHO EIXO 01 ENSINO RELIGIOSO, PASTORAL E RESPONSABILIDADE SOCIAL GT: ENSINO RELIGIOSO NA ESCOLA CATÓLICA Ementa: A identidade do ensino religioso

Leia mais

Módulo II Quem é o Catequista?

Módulo II Quem é o Catequista? Módulo II Quem é o Catequista? Diocese de Aveiro Objectivos Descobrir a imagem de catequista que existe na nossa comunidade. Aprofundar a vocação e o ministério do catequista a partir da Bíblia. Com base

Leia mais

Sal da TERRA e luz do MUNDO

Sal da TERRA e luz do MUNDO Sal da TERRA e luz do MUNDO Sal da terra e luz do mundo - jovens - 1 Apresentação pessoal e CMV Centro Missionário Providência Canto: vós sois o sal da terra e luz do mundo... MOTIVAÇÃO: Há pouco tempo

Leia mais

SEMANA PASTORAL DA ESCOLA MARISTA CHAMPAGNAT DE NATAL

SEMANA PASTORAL DA ESCOLA MARISTA CHAMPAGNAT DE NATAL SEMANA PASTORAL DA ESCOLA MARISTA CHAMPAGNAT DE NATAL O Corte da fita pela equipe da Escola Champagnat marcou a abertura oficial da Semana Pastoral. O espaço foi decorado conforme o caráter da semana ao

Leia mais

Tema 3: Espiritualidade O Espírito faz bater nossos corações em uníssono

Tema 3: Espiritualidade O Espírito faz bater nossos corações em uníssono Tema 3: Espiritualidade O Espírito faz bater nossos corações em uníssono O ESPÍRITO FAZ BATER NOSSOS CORAÇÕES EM UNÍSSONO (Ir. Henri Vergès) Espiritualidade enraizada no Deus de Jesus, encarnada nas realidades

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 05/06 PLANIFICAÇÃO ANUAL º CICLO EDUCAÇÃO MORAL RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC)- 6ºANO. Documento(s) Orientador(es): Programa de EMRC de 8 junho de 04;

Leia mais

MONTEIRO, Eduardo...[et al.]. Ensino Religioso Ensino Médio. A Vida é Mais educação e valores. Belo Horizonte: PAX Editora, 2010. p. 158.

MONTEIRO, Eduardo...[et al.]. Ensino Religioso Ensino Médio. A Vida é Mais educação e valores. Belo Horizonte: PAX Editora, 2010. p. 158. SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: / / 03 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO RELIGIOSA.º ANO/EM PROFESSOR(A): VALOR: MÉDIA: RESULTADO: %

Leia mais

Nº 8 - Mar/15. PRESTA atenção RELIGIÃO BÍBLIA SAGRADA

Nº 8 - Mar/15. PRESTA atenção RELIGIÃO BÍBLIA SAGRADA SAGRADA Nº 8 - Mar/15 PRESTA atenção RELIGIÃO! BÍBLIA Apresentação Esta nova edição da Coleção Presta Atenção! vai tratar de um assunto muito importante: Religião. A fé é uma questão muito pessoal e cada

Leia mais

Características metodológicas e hermenêuticas da literatura joanina dominante no Brasil de 1960 a 2007.

Características metodológicas e hermenêuticas da literatura joanina dominante no Brasil de 1960 a 2007. 2017 X Salão de Iniciação Científica PUCRS Características metodológicas e hermenêuticas da literatura joanina dominante no Brasil de 1960 a 2007. Rodrigo Schüler de Souza, Ramiro Mincato (orientador)

Leia mais

A AÇÃO EDUCATIVA NA ÓTICA DAS SETE LEIS DO APRENDIZADO RESUMO

A AÇÃO EDUCATIVA NA ÓTICA DAS SETE LEIS DO APRENDIZADO RESUMO 1 A AÇÃO EDUCATIVA NA ÓTICA DAS SETE LEIS DO APRENDIZADO Julimar Fernandes da Silva 1. RESUMO A Educação nos dias atuais é um desafio constante, tanto para a sociedade como para Igreja cristã. Nesse sentido,

Leia mais

3º Congresso Vocacional do Brasil Contagem regressiva

3º Congresso Vocacional do Brasil Contagem regressiva III CONGRESSO VOCACIONAL DO BRASIL Tema: Discípulos missionários a serviço das vocações Lema: Indaiatuba, Itaici, 03 a 07 de setembro de 2010 3º Congresso Vocacional do Brasil Contagem regressiva Ângelo

Leia mais

Semana Acadêmica na Faculdade Batista Pioneira 09 a 13 de março de 2015 Prof. Me Rui Osvaldo Teske rui@teske.com.br

Semana Acadêmica na Faculdade Batista Pioneira 09 a 13 de março de 2015 Prof. Me Rui Osvaldo Teske rui@teske.com.br Semana Acadêmica na Faculdade Batista Pioneira 09 a 13 de março de 2015 Prof. Me Rui Osvaldo Teske rui@teske.com.br O planejamento não diz respeito a decisões futuras, mas às implicações futuras de decisões

Leia mais

A BONITEZA DO OLHAR INFANTIL NA PERSPECTIVA EMANCIPADORA: Ensinar e aprender em diálogo com os saberes das crianças

A BONITEZA DO OLHAR INFANTIL NA PERSPECTIVA EMANCIPADORA: Ensinar e aprender em diálogo com os saberes das crianças A BONITEZA DO OLHAR INFANTIL NA PERSPECTIVA EMANCIPADORA: Ensinar e aprender em diálogo com os saberes das crianças PADILHA, Aparecida Arrais PMSP cidarrais@yahoo.com.br Resumo: Este artigo apresenta uma

Leia mais

CONCÍLIO VATICANO II. Relevância e Atualidade

CONCÍLIO VATICANO II. Relevância e Atualidade CONCÍLIO VATICANO II Relevância e Atualidade Dogma concepção Imaculada de Maria Syllabus Convocação Concilio PIO IX (1846 1878) Vaticano I Renovação Interna da Igreja Decretos Papais Divulgados em Boletins

Leia mais

introdução Trecho final da Carta da Terra 1. O projeto contou com a colaboração da Rede Nossa São Paulo e Instituto de Fomento à Tecnologia do

introdução Trecho final da Carta da Terra 1. O projeto contou com a colaboração da Rede Nossa São Paulo e Instituto de Fomento à Tecnologia do sumário Introdução 9 Educação e sustentabilidade 12 Afinal, o que é sustentabilidade? 13 Práticas educativas 28 Conexões culturais e saberes populares 36 Almanaque 39 Diálogos com o território 42 Conhecimentos

Leia mais

MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Por que pensar em Mística e Construção?

MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Por que pensar em Mística e Construção? MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Espiritualidade e profecia são duas palavras inseparáveis. Só os que se deixam possuir pelo espírito de Deus são capazes de plantar sementes do amanhã e renovar a face da terra. Todo

Leia mais

Carta da Terra: Consciência e cidadania socioambiental

Carta da Terra: Consciência e cidadania socioambiental Carta da Terra: Consciência e cidadania socioambiental Luciana Vieira Professora efetiva rede estadual de ensino de Santa Catarina e doutoranda em Ensino de Geografia/UFRGS lucianageografia1996@gmail.com

Leia mais

BÍBLIA E HERMENÊUTICAS JUVENIS EVANGELHO DE MARCOS - SAÚDE E VIOLÊNCIA. O que procuramos? Quem procura acha. Nem sempre achamos o que procuramos...!

BÍBLIA E HERMENÊUTICAS JUVENIS EVANGELHO DE MARCOS - SAÚDE E VIOLÊNCIA. O que procuramos? Quem procura acha. Nem sempre achamos o que procuramos...! BÍBLIA E HERMENÊUTICAS JUVENIS EVANGELHO DE MARCOS - SAÚDE E VIOLÊNCIA O que procuramos? Quem procura acha. Nem sempre achamos o que procuramos...! Quem procura acha. Módulo 2 Etapa 3 Nem sempre acha o

Leia mais

Como utilizar este caderno

Como utilizar este caderno INTRODUÇÃO O objetivo deste livreto é de ajudar os grupos da Pastoral de Jovens do Meio Popular da cidade e do campo a definir a sua identidade. A consciência de classe, ou seja, a consciência de "quem

Leia mais

A história da Igreja e sua problemática A história da Igreja na Idade Antiga

A história da Igreja e sua problemática A história da Igreja na Idade Antiga SUMÁRIO Introdução... 11 A história da Igreja e sua problemática... 17 A. Alguns pressupostos e indicações básicos antes de começar o caminho... 17 Trata-se de um ramo da ciência histórica ou da ciência

Leia mais

ITAICI Revista de Espiritualidade Inaciana

ITAICI Revista de Espiritualidade Inaciana ITAICI Revista de Espiritualidade Inaciana 93 ISSN - 1517-7807 9!BLF@FB:VWOOUWoYdZh outubro 2013 Que a saúde se difunda sobre a terra Escatologia e Exercícios Espirituais Pedro Arrupe, homem de Deus 1

Leia mais

CONSULTA DE PARCERIA EMK-WELTMISSION 10 A 13 DE Maio, 2015 Freudenstadt

CONSULTA DE PARCERIA EMK-WELTMISSION 10 A 13 DE Maio, 2015 Freudenstadt CONSULTA DE PARCERIA EMK-WELTMISSION 10 A 13 DE Maio, 2015 Freudenstadt Quem somos? Igreja Metodista Missão: Participar na ação de Deus em Seu propósito de salvar o mundo. Visão: Comunidade Missionária

Leia mais

GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO DO CURRICULO ANO 2 - APROFUNDAMENTO

GUIA DE IMPLEMENTAÇÃO DO CURRICULO ANO 2 - APROFUNDAMENTO ESTRUTURA GERAL DOS ROTEIROS DE ESTUDOS QUINZENAL Os roteiros de estudos, cujo foco está destacado nas palavras chaves, estão organizados em três momentos distintos: 1º MOMENTO - FUNDAMENTOS TEÓRICOS -

Leia mais

Antonio Manzatto J. Décio Passos José Flávio Monnerat. a força dos pequenos. teologia do Espírito Santo

Antonio Manzatto J. Décio Passos José Flávio Monnerat. a força dos pequenos. teologia do Espírito Santo Antonio Manzatto J. Décio Passos José Flávio Monnerat a força dos pequenos teologia do Espírito Santo Direção editorial: Claudiano Avelino dos Santos Assistente editorial: Jacqueline Mendes Fontes Revisão:

Leia mais

PROJETO EDUCAÇÃO DO ESPÍRITO CURSO DE ORIENTAÇÃO E EDUCAÇÃO DOS PAIS

PROJETO EDUCAÇÃO DO ESPÍRITO CURSO DE ORIENTAÇÃO E EDUCAÇÃO DOS PAIS PROJETO EDUCAÇÃO DO ESPÍRITO CURSO DE ORIENTAÇÃO E EDUCAÇÃO DOS PAIS Marcus De Mario 2014 CONTATO COM MARCUS DE MARIO E-mail: marcusdemario@gmail.com Telefones: (21) 3381-1429 / 99397-1688 Site: www.marcusdemario.com.br

Leia mais

FÉ, FAMÍLIA E JUVENTUDE

FÉ, FAMÍLIA E JUVENTUDE XVIII Encontro da Pastoral Familiar Sub-Região Campinas Dioceses de Campinas, São Carlos, Piracicaba, Bragança Paulista, Limeira e Amparo Serra Negra 03 e 04 de agosto de 2013 Tema: Fé, Família e Juventude

Leia mais

TRADIÇÃO. Patriarcado de Lisboa JUAN AMBROSIO / PAULO PAIVA 2º SEMESTRE ANO LETIVO 2013 2014 1. TRADIÇÃO E TRADIÇÕES 2.

TRADIÇÃO. Patriarcado de Lisboa JUAN AMBROSIO / PAULO PAIVA 2º SEMESTRE ANO LETIVO 2013 2014 1. TRADIÇÃO E TRADIÇÕES 2. TRADIÇÃO JUAN AMBROSIO / PAULO PAIVA 2º SEMESTRE ANO LETIVO 2013 2014 1. TRADIÇÃO E TRADIÇÕES 2. A TRANSMISSÃO DO TESTEMUNHO APOSTÓLICO 3. TRADIÇÃO, A ESCRITURA NA IGREJA Revelação TRADIÇÃO Fé Teologia

Leia mais

Produção de vídeos pelos Educandos da Educação Básica: um meio de relacionar o conhecimento matemático e o cotidiano

Produção de vídeos pelos Educandos da Educação Básica: um meio de relacionar o conhecimento matemático e o cotidiano Produção de vídeos pelos Educandos da Educação Básica: um meio de relacionar o conhecimento matemático e o cotidiano SANTANA, Ludmylla Siqueira 1 RIBEIRO, José Pedro Machado 2 SOUZA, Roberto Barcelos 2

Leia mais

EDUCAÇÃO PERMANENTE DESAFIOS NO CONTEXTO ATUAL

EDUCAÇÃO PERMANENTE DESAFIOS NO CONTEXTO ATUAL EDUCAÇÃO PERMANENTE DESAFIOS NO CONTEXTO ATUAL JOSÉ INÁCIO JARDIM MOTTA ESCOLA NACIONAL DE SAÚDE PÚBLICA Fundação Oswaldo Cruz Curitiba 2008 EDUCAÇÃO PERMANENTE UM DESAFIO EPISTÊMICO Quando o desejável

Leia mais

POVOS INDÍGENAS NO BRASIL. Professor Sebastião Abiceu 7º ano Colégio Marista São José Montes Claros - MG

POVOS INDÍGENAS NO BRASIL. Professor Sebastião Abiceu 7º ano Colégio Marista São José Montes Claros - MG POVOS INDÍGENAS NO BRASIL Professor Sebastião Abiceu 7º ano Colégio Marista São José Montes Claros - MG Conhecendo os povos indígenas Para conhecer melhor os povos indígenas, é importante estudar sua língua.

Leia mais

EDUCAÇÃO CRISTÃ: ASPECTOS HISTÓRICOS E CONCEITUAIS

EDUCAÇÃO CRISTÃ: ASPECTOS HISTÓRICOS E CONCEITUAIS Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 23 a 26 de outubro de 2007 EDUCAÇÃO CRISTÃ: ASPECTOS HISTÓRICOS E CONCEITUAIS BASSIO JUNIOR, Édio 1 ; BIONDO, Viviane Mancin. 2 ; BUBNA, Marcio Ronaldo.

Leia mais

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL 1 Ivocação ao Espirito Santo (oração ou canto) 2- Súplica inicial. (Em 2 coros: H- homens; M- mulheres) H - Procuramos para a Igreja/ cristãos

Leia mais

SEDUC SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MATO GROSSO ESCOLA ESTADUAL DOMINGOS BRIANTE ANA MARIA DO NASCIMENTO CAMPOS

SEDUC SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MATO GROSSO ESCOLA ESTADUAL DOMINGOS BRIANTE ANA MARIA DO NASCIMENTO CAMPOS SEDUC SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MATO GROSSO ESCOLA ESTADUAL DOMINGOS BRIANTE ANA MARIA DO NASCIMENTO CAMPOS A CHEGADA DOS PORTUGUESES A AMÉRICA E AS VIAGENS MARÍTIMAS Projeto apresentado e desenvolvido

Leia mais

Fundamentos, conceitos e paradigmas da evangelização

Fundamentos, conceitos e paradigmas da evangelização Curso: Teologia Prof. Nicanor Lopes Fundamentos, conceitos e paradigmas da evangelização OBJETIVOS DA AULA Oferecer aos estudantes a construção de um conhecimento consistente e crítico sobre Evangelização,

Leia mais

Boa sorte e que Deus abençoe muito seu esforço.

Boa sorte e que Deus abençoe muito seu esforço. Aqui está um tipo de apresentação que pode ser usada para fins específicos. Poderá servir para um encontro de oração, um retiro, uma reflexão sobre o perdão ou sobre a Misericórdia e grandeza do coração

Leia mais

CONSELHOS EVANGÉLICOS

CONSELHOS EVANGÉLICOS CONSELHOS EVANGÉLICOS 1- RAZÃO TEOLÓGICA 1.1. Fato de Vida na Igreja A vivência da virgindade-pobreza-obediência de Jesus Cristo é fato de vida que existe na igreja desde suas origens. O estado religioso:

Leia mais

Ano Letivo 2011/2012 2º Ciclo 5º Ano

Ano Letivo 2011/2012 2º Ciclo 5º Ano AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação Anual EMRC Ano Letivo 2011/2012 2º Ciclo 5º Ano Tema Conteúdos Competências Específicas Avaliação Lectiva 1 Viver Juntos Mudança de ano

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 065-PROEC/UNICENTRO, DE 25 DE ABRIL DE 2011.

RESOLUÇÃO Nº 065-PROEC/UNICENTRO, DE 25 DE ABRIL DE 2011. RESOLUÇÃO Nº 065-PROEC/UNICENTRO, DE 25 DE ABRIL DE 2011. Aprova a continuidade do Projeto de Extensão Escola de Teologia para leigos Nossa Senhora das Graças, na modalidade de Curso de Extensão, na categoria

Leia mais

DISCURSO DE POSSE DA VICE-REITORA DA UNEB, ADRIANA DOS SANTOS MARMORI LIMA

DISCURSO DE POSSE DA VICE-REITORA DA UNEB, ADRIANA DOS SANTOS MARMORI LIMA DISCURSO DE POSSE DA VICE-REITORA DA UNEB, ADRIANA DOS SANTOS MARMORI LIMA Familiares, amigos, técnicos administrativos, estudantes, professores, grupo gestor da UNEB, autoridades civis, militares, políticas

Leia mais

Trabalho submetido ao XVIII Prêmio Expocom 2011, na Categoria Cartaz Avulso, modalidade cartaz avulso.

Trabalho submetido ao XVIII Prêmio Expocom 2011, na Categoria Cartaz Avulso, modalidade cartaz avulso. RESUMO Email Marketing: Pós-Graduação em Arquitetura Contemporânea 1 Silvia Fernanda Santos de SENA 2 Thiago Jerohan Albuquerque da Cruz 3 Fernando Israel FONTANELLA 4 Universidade Católica de Pernambuco,

Leia mais

Pesquisa sobre a Ação Social da Igreja Resultados Preliminares

Pesquisa sobre a Ação Social da Igreja Resultados Preliminares Porto Alegre 2015 Congr Pastoral Criança Curitiba 2015 Instituto dos Cegos Recife 2014 Casa São Bento - Ceará 2015 OBJETIVOS Pesquisa sobre PROJETO a Ação Social da Igreja Ação Social Resultados da Igreja

Leia mais

Formação de Professores: um diálogo com Rousseau e Foucault

Formação de Professores: um diálogo com Rousseau e Foucault Formação de Professores: um diálogo com Rousseau e Foucault Eixo temático 2: Formação de Professores e Cultura Digital Vicentina Oliveira Santos Lima 1 A grande importância do pensamento de Rousseau na

Leia mais

ISSN 1806-7328 CADERNOS DA ESTEF. Revista Semestral N 46 2011/1 ESTEF: 25 ANOS DE CAMINHO ESTEF

ISSN 1806-7328 CADERNOS DA ESTEF. Revista Semestral N 46 2011/1 ESTEF: 25 ANOS DE CAMINHO ESTEF ISSN 1806-7328 CADERNOS DA ESTEF Revista Semestral N 46 2011/1 ESTEF: 25 ANOS DE CAMINHO ESTEF Escola Superior de Teologia e Espiritualidade Franciscana Porto Alegre (RS) Brasil SUMÁRIO Hora de tomar pé...

Leia mais

"Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho"

Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho "Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho" Celebramos hoje a festa da Ascensão do Senhor... Os últimos momentos de Jesus junto aos apóstolos e a volta de Cristo ao Pai... As leituras bíblicas descrevem

Leia mais

PROJETO ESCOLA E CIDADANIA

PROJETO ESCOLA E CIDADANIA PROJETO DE AQUISIÇÃO DE KIT ESCOLAR PROJETO ESCOLA E CIDADANIA 1. HISTÓRICO A preocupação com a causa da criança e do adolescente em situação de risco, faz nascer instituições proféticas espalhadas pelo

Leia mais

CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica. A unidade na fé a caminho da missão

CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica. A unidade na fé a caminho da missão CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica A unidade na fé a caminho da missão Nossa Visão Manifestar a unidade da igreja por meio do testemunho visível

Leia mais

www.entrenacoes.com.br UMA IGREJA FORTE, SE FAZ COM MINISTÉRIOS FORTES

www.entrenacoes.com.br UMA IGREJA FORTE, SE FAZ COM MINISTÉRIOS FORTES www.entrenacoes.com.br UMA IGREJA FORTE, SE FAZ COM MINISTÉRIOS FORTES A RESPONSABILIDADE É PESSOAL A CEEN é uma igreja que tem a responsabilidade de informar e ensinar os valores e princípios de Deus,

Leia mais

A PEDAGOGIA DO MESTRE DE NAZARÉ: algumas reflexões

A PEDAGOGIA DO MESTRE DE NAZARÉ: algumas reflexões derphilosopher 1 A PEDAGOGIA DO MESTRE DE NAZARÉ: algumas reflexões Norberto Mazai 2 A PEDAGOGIA DO MESTRE DE NAZARÉ: algumas reflexões Norberto Mazai NOTA DO AUTOR Augura-se, neste texto, ainda que sucintamente,

Leia mais

www.projeto-timoteo.org 2ª edição Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo Apostila do Aluno

www.projeto-timoteo.org 2ª edição Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo Apostila do Aluno Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo 1 Apostila do Aluno Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo Coordenador do Projeto Dr. John Barry Dyer Equipe Pedagógica Marivete Zanoni Kunz Tereza

Leia mais

NOVENA À SAGRADA FAMÍLIA

NOVENA À SAGRADA FAMÍLIA NOVENA À SAGRADA FAMÍLIA Introdução: A devoção à Sagrada Família alcançou grande popularidade no século XVII, propagando-se rapidamente não só na Europa, mas também nos países da América. A festa, instituída

Leia mais

O ser humano é comunicação

O ser humano é comunicação O ser humano é comunicação Sem. Andrey Nicioli anicioli@hotmail.com Catequese Arqudiocesana Pouso Alegre 14/11/2015 Primeira certeza O termo comunicação é abrangente e não se restringe aos meios midiáticos.

Leia mais

REUNIÃO COM AS FAMÍLIAS Ensino Fundamental Ano inicial (1º Ano) Recife, 2012

REUNIÃO COM AS FAMÍLIAS Ensino Fundamental Ano inicial (1º Ano) Recife, 2012 REUNIÃO COM AS FAMÍLIAS Ensino Fundamental Ano inicial (1º Ano) Recife, 2012 PAUTA Oração Pastoral Acolhida Direção Apresentação Serviços Educacionais Orientações 2012 NAP Mensagem final EQUIPE GESTORA

Leia mais

Tema 8: Vocação - um novo relacionamento Deus se revela através dos outros

Tema 8: Vocação - um novo relacionamento Deus se revela através dos outros Tema 8: Vocação - um novo relacionamento Deus se revela através dos outros DEUS SE REVELA ATRAVÉS DOS OUTROS Ser Marista com os outros: Experimentar caminhos de vida marista comunitariamente INTRODUÇÃO

Leia mais

O papel da mulher na construção de uma sociedade sustentável

O papel da mulher na construção de uma sociedade sustentável O papel da mulher na construção de uma sociedade sustentável Sustentabilidade Socioambiental Resistência à pobreza Desenvolvimento Saúde/Segurança alimentar Saneamento básico Educação Habitação Lazer Trabalho/

Leia mais

Após a leitura do texto em apresentação de imagens, Cleide a partir da metodologia de leitura popular da Bíblia utilizada pelo CEBI indagou:

Após a leitura do texto em apresentação de imagens, Cleide a partir da metodologia de leitura popular da Bíblia utilizada pelo CEBI indagou: A segunda noite da Semana de Fé e Política 2013 - Juventude, Cultura e Espiritualidade ocorr eu ontem no Centro Pastoral S ã o Jos é do Bel é m com cerca de 60 participantes, dentre estes um significativo

Leia mais

EVANGELIZAR COM PAPA FRANCISCO

EVANGELIZAR COM PAPA FRANCISCO EVANGELIZAR COM PAPA FRANCISCO DOm Benedito Beni dos Santos EVANGELIZAR COM PAPA FRANCISCO Comentário à EVANGELII GAUDIUM Direção editorial: Claudiano Avelino dos Santos Assistente editorial: Jacqueline

Leia mais

Quando começou a pensar na alfabetização, em 1962, Paulo Freire trazia mais de 15 anos de

Quando começou a pensar na alfabetização, em 1962, Paulo Freire trazia mais de 15 anos de PAULO FREIRE E A ALFABETIZAÇÃO Vera Lúcia Queiroga Barreto 1 Uma visão de alfabetização que vai além do ba,be,bi,bo,bu. Porque implica uma compreensão crítica da realidade social, política e econômica

Leia mais

CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS

CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS Apresentação A JUVENTUDE MERECE ATENÇÃO ESPECIAL A Igreja Católica no Brasil diz que é preciso: Evangelizar, a partir de Jesus Cristo,

Leia mais

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 1 a Edição Editora Sumário Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9 Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15 Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 Santos, Hugo Moreira, 1976-7 Motivos para fazer

Leia mais

LEMA: EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45) TEMA: FRATERNIDADE: IGREJA E SOCIEDADE

LEMA: EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45) TEMA: FRATERNIDADE: IGREJA E SOCIEDADE LEMA: EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45) TEMA: FRATERNIDADE: IGREJA E SOCIEDADE Introdução A CF deste ano convida-nos a nos abrirmos para irmos ao encontro dos outros. A conversão a que somos chamados implica

Leia mais

Tema 6: Vocação - nova relação Deus nos brindou com um coração marista

Tema 6: Vocação - nova relação Deus nos brindou com um coração marista Tema 6: Vocação - nova relação Deus nos brindou com um coração marista DEUS NOS BRINDOU COM UM CORAÇÃO MARISTA Herdeiros do carisma marista A vocação como memória do carisma. Dom para acolher e fazer crescer.

Leia mais

Coordenação Pedagógica Educação Infantil e 1º Ano Ensino Fundamental I Profª. Hevelyn Tatiane Silva Barcelos Campelo

Coordenação Pedagógica Educação Infantil e 1º Ano Ensino Fundamental I Profª. Hevelyn Tatiane Silva Barcelos Campelo 01 Direção: Profª Renata Teixeira Junqueira Freire Vice Direção Administrativa: Márcio Lóes Alcalá Coordenação Pedagógica Educação Infantil e 1º Ano Ensino Fundamental I Profª. Hevelyn Tatiane Silva Barcelos

Leia mais

Acampamentos Católicos

Acampamentos Católicos Acampamentos Católicos O Acampamento Católico é uma nova forma de evangelizar. Utiliza uma metodologia de evangelização nascida na EVANGELIZAÇÃO 2000 (movimento católico da década de 80), como parte de

Leia mais

coleção Conversas #20 - MARÇO 2015 - t t o y ç r n s s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #20 - MARÇO 2015 - t t o y ç r n s s Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. Vocês acham possam a coleção Conversas #20 - MARÇO 2015 - cer d o t t o a r que ga cr ia n y ç a s s? Respostas perguntas para algumas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora

Leia mais

COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA REUNIÃO DE PAIS E CATEQUISTAS 09 DE FEVEREIRO DE 2010

COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA REUNIÃO DE PAIS E CATEQUISTAS 09 DE FEVEREIRO DE 2010 COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA REUNIÃO DE PAIS E CATEQUISTAS 09 DE FEVEREIRO DE 2010 ORAÇÃO DE ABERTURA CANTO (REPOUSAR EM TI) Música de Tânia Pelegrino baseada na obra Confissões, de

Leia mais

A missão hoje. Fundamento, conversão e extensão a partir do Documento de Aparecida

A missão hoje. Fundamento, conversão e extensão a partir do Documento de Aparecida A missão hoje Fundamento, conversão e extensão a partir do Documento de Aparecida A missão no DAp O capítulo onde se aborda especificamente o tema da missão no DAp é um dos mais interessantes. Aqui encontramos

Leia mais

O PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL NO PROGRAMA ESCOLA ZÉ PEÃO

O PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL NO PROGRAMA ESCOLA ZÉ PEÃO O PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL NO PROGRAMA ESCOLA ZÉ PEÃO RESUMO Centro de Educação/PROEX MOREIRA¹, Maria Aparecida Sarmento BEZERRA², Fernanda Pereira Maia Este artigo

Leia mais

PROJETO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA NA ESCOLA

PROJETO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA NA ESCOLA PROJETO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA NA ESCOLA O que é o Projeto de Intervenção Pedagógica? O significado de projeto encontrado comumente nos dicionários da Língua Portuguesa está associado a plano de realizar,

Leia mais