PROJETO EDUCATIVO PASTORAL ESCOLA SALESIANA EM PASTORAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROJETO EDUCATIVO PASTORAL ESCOLA SALESIANA EM PASTORAL"

Transcrição

1 PROJETO EDUCATIVO PASTORAL ESCOLA SALESIANA EM PASTORAL Brasília, 15/05/2014

2 Situando a RSE... Cristã Católica Identidade Carisma Dom Bosco Madre Mazzarello FMA - SDB Missão Identidade + Carisma = Função social de educar EVANGELHO Documentos da Igreja Documentos da Congregação do Instituto Projeto Educativo Pastoral Projeto de MISSÃO da/s Congregação/Inspetorias Função social de Educar

3 A escola católica busca promover a formação integral da pessoa, tendo seu fundamento em Cristo, com identidade eclesial e cultural, e com excelência acadêmica. (Aparecida, n. 337)

4 ESCOLA SALESIANA EM PASTORAL

5 ESCOLA SALESIANA EM PASTORAL CURRICULO VISÃO DE EDUCAÇÃO IDENTIDADE E CARISMA

6 Vivemos uma mudança de época, e seu nível mais profundo é o cultural. (Aparecida, 44)

7 MUDANÇAS RÁPIDAS EM DIVERSOS NÍVEIS SOCIEDADE ORGANIZADA EM CURTO PRAZO

8 (Março, 2010)

9 NÚMERO DE INFORMAÇÕES O número de informações produzidas a cada 2 dias, equivale a tudo o que foi produzido até % das pessoas produzem 90% do que é postado nas redes. (Martha Gabriel)

10 DESAFIO NA ATUALIDADE É INDISPENSÁVEL VERIFICAR A QUALIDADE DESSAS INFORMAÇÕES... ELAS DISTRAEM A HUMANIDADE DAS QUESTÕES ESSENCIAIS...

11 ESVAZIAMENTO DAS INSTITUIÇÕES

12 A POBREZA DOS EXTREMOS CREIO, LOGO EXISTO PENSO, LOGO EXISTO CONQUISTO, LOGO EXISTO CONSUMO, LOGO EXISTO SINTO, LOGO EXISTO CONECTO, LOGO EXISTO DELETO, LOGO EXISTO......

13 AUTO-ENGANO DO SENSO COMUM Três áreas não se discute: Política Futebol Religião

14 POBREZAS NA ATUALIDADE Material Intelectual Afetiva Espiritual

15 ESCOLA SALESIANA EM PASTORAL Aprender a conhecer Aprender a fazer Aprender a viver juntos Aprender a ser Aprender a CRER

16 APRENDER A TRANSCENDER espaço educativo para aprender a crer, tanto em relação aos valores essenciais à convivência humana e à promoção da dignidade da pessoa quanto em relação aos valores transcendentais cristãos. (Projeto Educativo Pastoral RSE n. 10) dimensão transcendente, para comprometer-se na procura de respostas sobre o ser humano, a história e o mundo, abrindo-se à experiência religiosa na perspectiva de um projeto de vida amplo e feliz. (Projeto Educativo Pastoral da RSE n.17)

17 PEDAGOGIA SALESIANA FORMAR BONS CRISTÃOS E HONESTOS CIDADÃOS Evangelizar educando e educar evangelizando.

18 DIVERSIDADE CULTURAL PLURALISMO RELIGIOSO

19 Na modernidade, cada avanço científico representava um retrocesso religioso. Hoje, na ciência complexa, cada avanço científico representa um avanço religioso.

20 Estratificação do Fenômeno Humano Nível 1 As logias - sistema de ideias, frágeis, efêmeras Neste nível o pensamento científico é entendido como uma forma mais perfeita do pensamento religioso. As logias científicas substituem as logias religiosas, as explicações se contrapõem ao mistério São ideias sem forças. Nível 3 As urgias, do culto. Função da religião é fazer-nos agir, auxilia-nos a viver. Se a liturgia religiosa não assumir tal função, será assumida pela dramaturgia social. Sociourgia. É o nível das forças sem ideias. Nível 2 As ideias-forças as ideações coletivas. A religião é uma fé esperança, a que remove montanhas, essas ideias ou esses ideais não são sistemas de explicação, mas sim do poder mobilizador e animador. Ideações coletivas muito mais, muito menos que ciências.

21 FÉ AMORE- VOLEZZA EDUCAR EVANGELIZAR RAZÃO PROTAGONISMO

22 FIDELIDADE À EXPERIÊNCIA FUNDANTE RAZÃO/MITO deve ser narrado para conhecer FÉ/RITO deve ser celebrado para encantar AFETO/SÍMBOLO deve ser externalizado - para envolver

23 ESCOLA SALESIANA EM PASTORAL RESPONSABILIDADE: individual, grupal, institucional e social: COMUNIDADE IMAGINADA/SONHAD Memória Passado Ação/Reflexão Presente Utopia Futuro

24 PESQUISAR PARA SABER PENSAR Professores mal formados perpetuam o analfabetismo, inclusive religioso. Quem não sabe pensar, acredita no que pensa, mas quem sabe pensar, questiona o que pensa. Pessoas bem formadas não aceitam nem impor-se aos outros, nem ser objeto de imposição dos outros. (Pedro Demo)

25 PESQUISA PASTORAL 74 ESCOLAS RESPONDERAM 94 EDUCADORES DA PASTORAL

26 1 1% 4 4% 5 5% 8 9% 1 1% 7 7% 8 9% Rede Salesiana de Escolas Assessoria de Pastoral Número e percentual de educadores por tempo de casa 7 7% 13 14% 20 22% 20 21% Menos de 1 ano 2 anos Entre 2 e 4 anos Entre 4 e 7 anos Entre 7 e 10 anos Entre 10 e 13 anos Entre 13 e 16 anos Entre 16 e 19 anos Entre 19 e 21 anos Entre 21 e 24 anos Mais de 24 anos

27

28

29

30

31 PASSOS E URGÊNCIAS Articulação com os coordenadores de pastoral das Inspetorias FMA e SDB formação de GTs; Formação dos profissionais da Pastoral - curso de pós UCB e RSE (2º. Sem. 2014) - e parceria com a UNISAL, especialmente no campo teológico; Organização de materiais para educadores/as novos itinerários para imersão: livros, dvds, textos... Embasamento da consistência pastoral da nossa missão, especialmente a partir dos documentos da Igreja, SDB, FMA...

32 PASSOS E URGÊNCIAS Fundamentação da especificidade do Ensino Religioso na RSE, desde a perspectiva cristã; Elaboração de propostas pastorais a partir das demandas das Escolas; Capacitação de toda a comunidade educativa; Lançamento de um Livro sobre Escola Salesiana em Pastoral ; Preparação do Seminário Nacional Escola Salesiana em Pastoral para II ENCOPAS 20 a 23/08/2015 em Aparecida, SP.

33 EDUCAR É RE-DAR A PALAVRA Tornar a dar, lançar as redes novamente... Balizada pela cientificidade da: razão, fé e emoção

34 PESQUISA PASTORAL 74 ESCOLAS RESPONDERAM

35

36

37

38

39

40

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

51

52

53

54

55

56

57

58

59 Quais são as principais realizações da Pastoral na sua Comunidade Educativa? Dados gerais da Rede = 59 questionários respondidos corretamente Confira aos itens um número crescente do maior (1) ao menor (10) grau de importância. 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º Formação da comunidade educativa # Reflexão nos encontros/reuniões 6 # Oratório # Catequese # 3 7 Crisma ª Eucaristia Celebrações da Escola 7 9 # Projetos sociais # 4 # 2 Ações solidárias # # Campanhas # # Não respondeu conforme o solicitado 35

60 Há clareza do que se pretende alcançar com a Pastoral na Escola? De que forma? Confira aos itens um número crescente do maior ao menor grau de importância. Dados gerais da Rede = 61 questionários respondidos corretamente 1º 2º 3º 4º 5º Animação dos grupos Sacramentalizar Dar a conhecer e difundir a Identidade cristã-salesiana Colaborar na formação integral Participar do processo da comunidade educativa Não respondeu conforme o solicitado 33

61 Principais carências e dificuldades da Pastoral na escola. Confira aos itens um número crescente do maior ao menor grau de importância. Dados gerais da Rede = 44 questionários respondidos corretamente 1º 2º 3º 4º 5º Falta de pessoal preparado Investimento financeiro Falta de infraestrutura Não reconhecimento pela equipe diretiva Falta de envolvimento da equipe discente Não respondeu conforme o solicitado 50

62 A Comunidade Educativa tem conhecimento do Projeto Pedagógico Pastoral da Rede Salesiana de Escolas (PEPS) e pauta suas ações a partir dele? Se sim, confira aos itens um número crescente do maior ao menor grau de importância. Dados gerais da Rede = 37 questionários respondidos corretamente 1º 2º 3º 4º 5º No momento do contrato Nos momentos de reuniões Nos períodos de formação Nas ações e projetos da escola Nas comemorações e festas religiosas Não respondeu conforme o solicitado 57

63 Você tem apoio da Comunidade Educativa para seu trabalho? Se sim, confira aos itens um número crescente do maior ao menor grau de importância. Dados gerais da Rede = 49 questionários respondidos corretamente 1º 2º 3º 4º 5º Direção e coordenações se envolvem, opinam e participam Professores e colaboradores assumem juntos Há conhecimento e apoio dos pais Os alunos estão integrados Há outros apoios externos Não respondeu conforme o solicitado 45

64

65 Como a Pastoral é vista pela Comunidade Educativa? Confira aos itens um número crescente do maior ao menor grau de importância. Dados gerais da Rede = 61 questionários respondidos corretamente 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º Necessária Participativa Atuante Sacramentalista Ações pontuais Animadora da vida escolar De apoio Para os momentos celebrativos Não respondeu conforme o solicitado 33

66

67

68

69

70

71

72

73

74 A Comunidade Educativa tem clareza do papel da Pastoral e da função do Ensino Religioso? Se sim, confira aos itens um número crescente do maior ao menor grau de importância. Dados gerais da Rede = 39 questionários respondidos corretamente 1º 2º 3º 4º Conseguem diferenciar a função de cada um Compreendem as especificidades Tem claro a Identidade Sabem que ER é área de conhecimento Não respondeu conforme o solicitado 55

75

76

77 Quantas horas por semana dedicam a esse trabalho? PBH PCG PMA PPA PRE PSP R S E 3 hs hs hs hs hs hs hs hs hs hs hs hs hs hs NR

78

79

80 Entraves que dificultam o trabalho específico do Ensino Religioso na escola. Confira aos itens um número crescente do maior ao menor grau de importância. Dados gerais da Rede = 43 questionários respondidos corretamente 1º 2º 3º 4º Concepção Fundamentação Profissional preparado Equipe pedagógico-educacional Não respondeu conforme o solicitado 51

81 Como a Pastoral se relaciona com os componentes do currículo escolar? Confira aos itens um número crescente do maior ao menor grau de importância. Dados gerais da Rede = 49 questionários respondidos corretamente 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º Envolvida Colabora quando solicitada Não se envolve Com momentos de reflexões Indicando subsídios Fazendo parcerias Contribuindo na aprendizagem de conteúdos Não respondeu conforme o solicitado 45

82 Quais são as carências de sua escola que dificultam uma Escola em Pastoral? Confira aos itens um número crescente do maior ao menor grau de importância. Dados gerais da Rede = 47 questionários respondidos corretamente 1º 2º 3º 4º 5º 6º De pessoal preparado De investimento financeiro De infraestrutura básica De materiais específicos De valorização pela direção e coordenações De reconhecimento da comunidade Não respondeu conforme o solicitado 47

83 O que ajudaria a melhorar a proficiência dos agentes da pastoral na escola? Confira aos itens um número crescente do maior ao menor grau de importância. Dados gerais da Rede = 51 questionários respondidos corretamente 1º 2º 3º 4º 5º A qualificação Ser tratado como um profissional O retorno financeiro Ter uma equipe constituída A formação e atualização permanente Não respondeu conforme o solicitado 43

84

85

86 Prof. Dr. Antonio Boeing Licenciado em Filosofia; Bacharel Teologia; Mestre em Teologia Dogmática, concentração em Missiologia; Doutor em Ciências da Religião; Professor e coordenador do Curso de Teologia e da Pós-graduação em Ensino Religioso nas Faculdades Integradas Claretianas, unidade São Paulo; Assessor de Pastoral da Rede Salesiana de Escolas; Secretário da ANEC/SP.

ÁREAS DE ATUAÇÃO, PERFIL E COMPETÊNCIAS DOS EGRESSOS DOS NOVOS CURSOS

ÁREAS DE ATUAÇÃO, PERFIL E COMPETÊNCIAS DOS EGRESSOS DOS NOVOS CURSOS CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA ÁREAS DE ATUAÇÃO, PERFIL E COMPETÊNCIAS DOS EGRESSOS DOS NOVOS CURSOS 5. CURSO DE TEOLOGIA Área de atuação O egresso do Curso de Teologia

Leia mais

Concepção e Fundamentos Gilberto Antonio da Silva

Concepção e Fundamentos Gilberto Antonio da Silva Pastoral Juvenil Salesiana Concepção e Fundamentos Gilberto Antonio da Silva Fundamentos Dom Bosco Madre Mazzarello Movidos pelo ES tiveram clara consciência de ser chamados por Deus a uma missão singular

Leia mais

Entusiasmo diante da vida Uma história de fé e dedicação aos jovens

Entusiasmo diante da vida Uma história de fé e dedicação aos jovens Entusiasmo diante da vida Uma história de fé e dedicação aos jovens A obra salesiana teve início em Turim, na Itália, onde Dom Bosco colocou em prática seus ideais de educação associados ao desenvolvimento

Leia mais

MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Por que pensar em Mística e Construção?

MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Por que pensar em Mística e Construção? MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Espiritualidade e profecia são duas palavras inseparáveis. Só os que se deixam possuir pelo espírito de Deus são capazes de plantar sementes do amanhã e renovar a face da terra. Todo

Leia mais

ESCOLA DE PASTORAL CATEQUÉTICA ESPAC

ESCOLA DE PASTORAL CATEQUÉTICA ESPAC ESCOLA DE PASTORAL CATEQUÉTICA ESPAC 1. ESPAC O QUE É? A ESPAC é uma Instituição da Arquidiocese de Fortaleza, criada em 1970, que oferece uma formação sistemática aos Agentes de Pastoral Catequética e

Leia mais

Educar hoje e amanhã uma paixão que se renova. Prof. Humberto S. Herrera Contreras

Educar hoje e amanhã uma paixão que se renova. Prof. Humberto S. Herrera Contreras Educar hoje e amanhã uma paixão que se renova Prof. Humberto S. Herrera Contreras O que este documento nos diz? Algumas percepções iniciais... - O título já é uma mensagem espiritual! tem movimento, aponta

Leia mais

A ESCOLA CATÓLICA, UMA INSTITUIÇAO DE ENSINO COM MÍSTICA EVANGELIZADORA

A ESCOLA CATÓLICA, UMA INSTITUIÇAO DE ENSINO COM MÍSTICA EVANGELIZADORA A ESCOLA CATÓLICA, UMA INSTITUIÇAO DE ENSINO COM MÍSTICA EVANGELIZADORA A escola católica será uma instituiçao com mística evangelizadora UMA ESCOLA A SERVIÇO DA PESSOA E ABERTA A TODOS UMA ESCOLA COM

Leia mais

BIÊNIO 2012-2013. Tema Geral da Igreja Metodista "IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA. Tema para o Biênio

BIÊNIO 2012-2013. Tema Geral da Igreja Metodista IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA. Tema para o Biênio 1 IGREJA METODISTA PASTORAL IMED PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E PLANO DE AÇÃO BIÊNIO 2012-2013 Tema Geral da Igreja Metodista "IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA

Leia mais

Ata do Lançamento do Ano Pastoral FAMÍLIA SALESIANA 2015/2016

Ata do Lançamento do Ano Pastoral FAMÍLIA SALESIANA 2015/2016 Ata do Lançamento do Ano Pastoral FAMÍLIA SALESIANA 2015/2016 Aos dezanove dias do mês de Setembro de dois mil e quinze realizou-se em Fátima, na Casa Nossa Senhora do Carmo, o encontro de apresentação

Leia mais

FORMAÇÃO DE LIDERANÇAS E ASSESSORESCAMINHOS DE ESPERANÇA

FORMAÇÃO DE LIDERANÇAS E ASSESSORESCAMINHOS DE ESPERANÇA FORMAÇÃO DE LIDERANÇAS E ASSESSORESCAMINHOS DE ESPERANÇA A beleza de ser um eterno aprendiz. (Gonzaguinha) Por que pensar em formação de lideranças e assessores? A Pastoral da Juventude busca potencializar

Leia mais

AGENDA 2013 Inspetoria Paróquia AJS SAV - ARQUIDIOCESE

AGENDA 2013 Inspetoria Paróquia AJS SAV - ARQUIDIOCESE AGENDA 2013 Inspetoria Paróquia AJS SAV - ARQUIDIOCESE JANEIRO: 01 Dia Mundial da Paz e da Fraternidade 06 Missa do SAV 19hs 06 a 20 - Projetos Missionários, Gpuava, Três Barras, Otacílio Costa e Rio Grande

Leia mais

REDE SALESIANA DE ESCOLAS. Plano de Formação 2012 DOCUMENTO DA RSE - 05

REDE SALESIANA DE ESCOLAS. Plano de Formação 2012 DOCUMENTO DA RSE - 05 REDE SALESIANA DE ESCOLAS Plano de Formação 2012 DOCUMENTO DA RSE - 05 REDE SALESIANA DE ESCOLAS Plano de Formação 2012 DOCUMENTO DA RSE - 05 SUMÁRIO Apresentação O Início A Presença Salesiana Projeto

Leia mais

3º EIXO Dízimo TOTAL DIOCESE 943 579 61,3%

3º EIXO Dízimo TOTAL DIOCESE 943 579 61,3% 3º EIXO Dízimo Paróquia/Questionários Distribuídos Devolvidos % Devolv. Miguel Calmon 67 27 40 Piritiba 45 06 13 Tapiramutá 30 19 63 Mundo Novo 20 12 60 Jequitibá 14 10 71 Totais zonal 2 176 74 42% Andaraí

Leia mais

Projeto Político-Pedagógico Estudo técnico de seus pressupostos, paradigma e propostas

Projeto Político-Pedagógico Estudo técnico de seus pressupostos, paradigma e propostas Projeto Político-Pedagógico Estudo técnico de seus pressupostos, paradigma e propostas Introdução A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional afirma que cabe aos estabelecimentos de ensino definir

Leia mais

Programa de Formação da Rede Salesiana de Escolas 2014

Programa de Formação da Rede Salesiana de Escolas 2014 Programa de Formação da Rede Salesiana de Escolas 2014 www.rse.org.br plano de formacao 2014 novo.indd 1 10/01/14 23:05 Faço parte da maior rede de escolas católicas das Américas plano de formacao 2014

Leia mais

Projeto Pedagógico Institucional PPI FESPSP FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA E POLÍTICA DE SÃO PAULO PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL PPI

Projeto Pedagógico Institucional PPI FESPSP FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA E POLÍTICA DE SÃO PAULO PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL PPI FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA E POLÍTICA DE SÃO PAULO PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL PPI Grupo Acadêmico Pedagógico - Agosto 2010 O Projeto Pedagógico Institucional (PPI) expressa os fundamentos filosóficos,

Leia mais

De um lado, é necessário o estudo profundo da Pedagogia Salesiana a fim

De um lado, é necessário o estudo profundo da Pedagogia Salesiana a fim Em 2012 centramos a atenção na sua história e procuramos compreender melhor como toda a sua vida tenha sido marcada pela predileção pelos jovens. Em 2013, o nosso obje>vo será aprofundar a sua proposta

Leia mais

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS Infância/Adolescencia MISSÃO MISSÃO. Palavra muito usada entre nós É encargo, incumbência Missão é todo apostolado da Igreja. Tudo o que a Igreja faz e qualquer campo.

Leia mais

Divulgação nos Boletins da Arquidiocese

Divulgação nos Boletins da Arquidiocese Divulgação nos Boletins da Arquidiocese Convidamos todas as paróquias, pastorais e lideranças a enviarem comunicados sobre festas, encontros, palestras e demais eventos, para divulgarmos em nosso Boletim

Leia mais

CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS

CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS Apresentação A JUVENTUDE MERECE ATENÇÃO ESPECIAL A Igreja Católica no Brasil diz que é preciso: Evangelizar, a partir de Jesus Cristo,

Leia mais

Plano Estratégico do Programa de Mestrado em Direito da UniBrasil PLANO ESTRATÉGICO 2010 2015

Plano Estratégico do Programa de Mestrado em Direito da UniBrasil PLANO ESTRATÉGICO 2010 2015 PLANO ESTRATÉGICO 2010 2015 MAPA ESTRATÉGICO DO PROGRAMA DE MESTRADO EM DIREITO DA UNIBRASIL MISSÃO Promover, desenvolver e publicar pesquisas de qualidade, com sólida base jurídica e contextualização

Leia mais

134 missionários e missionárias, segundo o carisma próprio de cada instituto religioso. 6.4.6 A Educação Católica

134 missionários e missionárias, segundo o carisma próprio de cada instituto religioso. 6.4.6 A Educação Católica 134 missionários e missionárias, segundo o carisma próprio de cada instituto religioso. 6.4.6 A Educação Católica 328. A América latina e o Caribe vivem uma particular e delicada emergência educativa.

Leia mais

A Pastoral juvenil FMA: um modelo orgânico para uma Vida em abundância para todos segundo as Linhas orientadoras da missião educativa (LOME)

A Pastoral juvenil FMA: um modelo orgânico para uma Vida em abundância para todos segundo as Linhas orientadoras da missião educativa (LOME) ISTITUTO FIGLIE DI MARIA AUSILIATRICE Consigliera generale per la Pastorale giovanile Via dell Ateneo Salesiano, 81-00139 ROMA A Pastoral juvenil FMA: um modelo orgânico para uma Vida em abundância para

Leia mais

A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária

A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária A evangelização nos dá a alegria do encontro com a Boa Nova da Ressurreição de Cristo. A maioria das pessoas procura angustiada a razão de sua vida

Leia mais

PLANO DE PASTORAL UNIVERSITÁRIA

PLANO DE PASTORAL UNIVERSITÁRIA PLANO DE PASTORAL UNIVERSITÁRIA 2015 1. APRESENTAÇÃO O Pl de Pastoral Universitária tem por finalidade promover, articular e coordenar ações que desenvolvam processos de tomada de consciência e decisões

Leia mais

III CONGRESSO DE EDUCAÇÃO CATÓLICA DA ANEC

III CONGRESSO DE EDUCAÇÃO CATÓLICA DA ANEC III CONGRESSO DE EDUCAÇÃO CATÓLICA DA ANEC GRUPOS DE TRABALHO EIXO 01 ENSINO RELIGIOSO, PASTORAL E RESPONSABILIDADE SOCIAL GT: ENSINO RELIGIOSO NA ESCOLA CATÓLICA Ementa: A identidade do ensino religioso

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO

PROJETO PEDAGÓGICO DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO PROJETO PEDAGÓGICO DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO APRESENTAÇÃO O Projeto Político Pedagógico da Escola foi elaborado com a participação da comunidade escolar, professores e funcionários, voltada para a

Leia mais

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE FÁTIMA

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE FÁTIMA PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE FÁTIMA PESQUISA DIRIGIDA AOS JOVENS COM IDADE ENTRE 15 E 35 ANOS RELATÓRIO : 1º PESQUISA MISSA : 08:30 DATA : 09/04/2011 - Nº de Entrevistados : 16 1º QUESTÃO - IDADE Foi perguntado

Leia mais

O Curso de Graduação em Ciências da Religião nas Faculdades Integradas Claretianas em São Paulo

O Curso de Graduação em Ciências da Religião nas Faculdades Integradas Claretianas em São Paulo O Curso de Graduação em Ciências da Religião nas Faculdades Integradas Claretianas em São Paulo Entrevista a Moacir Nunes de Oliveira * [mnoliveira pucsp.br] Em 1999, as Faculdades Integradas Claretianas

Leia mais

Objetivo e proposta evangelizadora

Objetivo e proposta evangelizadora A CAMPANHA DA FRATERNIDADE NA IGREJA DO BRASIL Objetivo e proposta evangelizadora BerçonoConcílioVaticanoII: Começou no Rio Grande do Norte, em 1962, por iniciativa de Dom Eugênio Sales. Era uma ação concreta

Leia mais

Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética

Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética 2 0 1 2-2 0 1 5 DIOCESE DE FREDERICO WESTPHALEN - RS Queridos irmãos e irmãs, Com imensa alegria, apresento-lhes o PLANO DIOCESANO DE ANIMAÇÃO BÍBLICO -

Leia mais

TRADIÇÃO. Patriarcado de Lisboa JUAN AMBROSIO / PAULO PAIVA 2º SEMESTRE ANO LETIVO 2013 2014 1. TRADIÇÃO E TRADIÇÕES 2.

TRADIÇÃO. Patriarcado de Lisboa JUAN AMBROSIO / PAULO PAIVA 2º SEMESTRE ANO LETIVO 2013 2014 1. TRADIÇÃO E TRADIÇÕES 2. TRADIÇÃO JUAN AMBROSIO / PAULO PAIVA 2º SEMESTRE ANO LETIVO 2013 2014 1. TRADIÇÃO E TRADIÇÕES 2. A TRANSMISSÃO DO TESTEMUNHO APOSTÓLICO 3. TRADIÇÃO, A ESCRITURA NA IGREJA Revelação TRADIÇÃO Fé Teologia

Leia mais

PROJETO PASTORAL UNIVERSITÁRIA

PROJETO PASTORAL UNIVERSITÁRIA PROJETO PASTORAL UNIVERSITÁRIA Palmas - Tocantins Fevereiro de 2010 2 A Universidade católica tem o direito e o dever de promover a ação pastoral para todos os membros da comunidade universitária, como

Leia mais

PLANO DE ENSINO. TURMA: Formação mista, envolvendo acadêmicos da Católica de SC que cumprem os requisitos dispostos no Regulamento

PLANO DE ENSINO. TURMA: Formação mista, envolvendo acadêmicos da Católica de SC que cumprem os requisitos dispostos no Regulamento CATÓLICA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA SETOR DE EXTENSÃO COMUNITÁRIA PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: PROJETO COMUNITÁRIO PROFESSORES(AS): FASE: Constituída a partir da conclusão de 30% da PAULO

Leia mais

DISCÍPULOS E SERVIDORES DA PALAVRA DE DEUS NA MISSÃO DA IGREJA

DISCÍPULOS E SERVIDORES DA PALAVRA DE DEUS NA MISSÃO DA IGREJA DISCÍPULOS E SERVIDORES DA PALAVRA DE DEUS NA MISSÃO DA IGREJA DEUS SE REVELA Revelação é o diálogo entre Deus e seus filhos, cuja iniciativa vem de Deus (8). A Palavra de Deus não se revela somente para

Leia mais

Catecumenato Uma Experiência de Fé

Catecumenato Uma Experiência de Fé Catecumenato Uma Experiência de Fé APRESENTAÇÃO PARA A 45ª ASSEMBLÉIA DA CNBB (Regional Nordeste 2) www.catecumenato.com O que é Catecumenato? Catecumenato foi um método catequético da igreja dos primeiros

Leia mais

PLANO DIOCESANO DE PASTORAL 2015 2018 IGREJA DE AVEIRO, VIVE A ALEGRIA DA MISERICÓRDIA

PLANO DIOCESANO DE PASTORAL 2015 2018 IGREJA DE AVEIRO, VIVE A ALEGRIA DA MISERICÓRDIA IGREJA DE AVEIRO, VIVE A ALEGRIA DA MISERICÓRDIA O nosso Plano alicerça-se no símbolo do lava-pés (Jo 13, 11-17) O LAVA-PÉS Nele se inspira a espiritualidade de serviço que dá sen do a toda a ação pastoral

Leia mais

NORMATIVAS PASTORAIS PARA A CELEBRAÇÃO DO BATISMO

NORMATIVAS PASTORAIS PARA A CELEBRAÇÃO DO BATISMO DIOCESE DE BRAGANÇA MIRANDA NORMATIVAS PASTORAIS PARA A CELEBRAÇÃO DO BATISMO Para os Párocos e respetivas comunidades Cristãs, especialmente para os Pais e para os Padrinhos 2012 1 A ESCLARECIMENTO PRÉVIO

Leia mais

Gestão 2013-2017. Plano de Trabalho. Colaboração, Renovação e Integração. Eduardo Simões de Albuquerque Diretor

Gestão 2013-2017. Plano de Trabalho. Colaboração, Renovação e Integração. Eduardo Simões de Albuquerque Diretor Gestão 2013-2017 Plano de Trabalho Colaboração, Renovação e Integração Eduardo Simões de Albuquerque Diretor Goiânia, maio de 2013 Introdução Este documento tem por finalidade apresentar o Plano de Trabalho

Leia mais

Universidade Estadual de Londrina CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA

Universidade Estadual de Londrina CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA PROPOSTA 1 Curso Nome(s) do(s) Curso(s) ZOOTECNIA Código e-mec 56129 Conceito ENADE 4 Coordenador da Proposta (Tutor do Grupo) ANA MARIA BRIDI 2 Caracterização da Proposta 2.1Área de Conhecimento (código

Leia mais

Apresentamos as partilhas que enriqueceram o nosso Seminário Nacional de Iniciação Cristã.

Apresentamos as partilhas que enriqueceram o nosso Seminário Nacional de Iniciação Cristã. Apresentamos as partilhas que enriqueceram o nosso Seminário Nacional de Iniciação Cristã. Na sexta-feira, pela manhã, foi a vez do Nordeste 3 - Aracaju - com sua experiência de iniciação à vida cristã

Leia mais

Prof. Ms. Pe. Antônio Almir Magalhães de Oliveira*

Prof. Ms. Pe. Antônio Almir Magalhães de Oliveira* FACULDADE CATÓLICA DE FORATLEZA (SEMINÁRIO DA PRAINHA) X SEMANA TEOLÓGICA 15 a 18 setembro 2009 LEITURA TEOLÓGICO-PASTORAL DO PAINEL APRESENTADO A situação atual da catequese no Brasil e no Ceará Prof.

Leia mais

ADMA Manique Bicesse. Projeto pastoral Ano 2014-2015

ADMA Manique Bicesse. Projeto pastoral Ano 2014-2015 ADMA Manique Bicesse Projeto pastoral Ano 2014-2015 Conselho Animador espiritual: Pe. Luciano Miguel Presidente: Mª dos Anjos Branco Vice-presidente: Mª Ana Martins Secretária: Adelaide Martins Tesoureiro:

Leia mais

ESCOLA CATEQUÉTICA EIXOS TEMÁTICOS

ESCOLA CATEQUÉTICA EIXOS TEMÁTICOS ESCOLA CATEQUÉTICA EIXOS TEMÁTICOS Quando falamos de eixos temáticos temos que levar em consideração mais do que a divisão dos conteúdos teóricos a serem oferecidos aos catequistas, mas a vocação catequética

Leia mais

PLANO INTEGRADO DE FORMAÇÃO DA

PLANO INTEGRADO DE FORMAÇÃO DA PLANO INTEGRADO DE FORMAÇÃO DA REDE Salesiana BRASIL RSB 2015 1 2 PLANO INTEGRADO DE FORMAÇÃO DA REDE Salesiana BRASIL RSB 2015 Apresentação Ao iniciar suas atividades, o Centro Salesiano de Formação CSF,

Leia mais

A distinção de Ensino Religioso e Catequese Lurdes Fátima Polidoro Robson Stigar

A distinção de Ensino Religioso e Catequese Lurdes Fátima Polidoro Robson Stigar A distinção de Ensino Religioso e Catequese Lurdes Fátima Polidoro Robson Stigar Introdução Pretendemos apresentar neste artigo algumas ideias sobre a diferença da disciplina Ensino Religioso (ER) da tradicional

Leia mais

IDEÁRIO DA INSTITUIÇÃO

IDEÁRIO DA INSTITUIÇÃO IDEÁRIO DA INSTITUIÇÃO I Princípios Básicos - Todos os homens, têm direito a uma educação adequada e à cultura, segundo a capacidade de cada um, em igualdade de oportunidades e em relação a todos os níveis

Leia mais

PROJETO GERAL DA SIGNIS/BRASIL - Triênio 2011/2013

PROJETO GERAL DA SIGNIS/BRASIL - Triênio 2011/2013 PROJETO GERAL DA SIGNIS/BRASIL - Triênio 2011/2013 Signis Brasil Associação católica de comunicação foi criada no Brasil, no dia 2 de dezembro de 2010, em Assembleia, que aprovou seus estatutos e elegeu

Leia mais

Cáritas Diocesana dos. Triénio 2004-7 Pastoral do Domingo

Cáritas Diocesana dos. Triénio 2004-7 Pastoral do Domingo Cáritas Diocesana dos AÇORES Triénio 2004-7 Pastoral do Domingo Diagnóstico: ESTADO DAS PARÓQUIAS -Como funcionam? - Que Pastoral Profética? - Que Pastoral Litúrgica? - Que Pastoral Social? - Virtudes

Leia mais

Critérios para a admissão e recondução de docentes de Educação Moral e Religiosa Católica na diocese de Leiria- Fátima

Critérios para a admissão e recondução de docentes de Educação Moral e Religiosa Católica na diocese de Leiria- Fátima Critérios para a admissão e recondução de docentes de Educação Moral e Religiosa Católica na diocese de Leiria- Fátima A. Preâmbulo A missão do professor de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) não

Leia mais

IV ASSEMBLÉIA DAS IUS

IV ASSEMBLÉIA DAS IUS Intervenção do Reitor Mor da Congregação Salesiana no abertura dos trabalhos da IV ASSEMBLÉIA DAS IUS (Diante do desafio do programa comum 2 ), realizada no Salesianum de Roma, de 9 a 13 de julho de 2003.

Leia mais

CALENDÁRIO DE 2014 DAS ATIVIDADES PASTORAIS

CALENDÁRIO DE 2014 DAS ATIVIDADES PASTORAIS CALENDÁRIO DE 2014 DAS ATIVIDADES PASTORAIS Abreviações utilizadas: P Paróquia. RP Região Pastoral A Arquidiocese. N Nacional FEVEREIRO - 2014 01 Sb P Pastoral da Juventude Retiro Centro de Encontros Dom

Leia mais

Disciplina: Ensino Religioso Professor(a): Rosemary de Souza Gelati

Disciplina: Ensino Religioso Professor(a): Rosemary de Souza Gelati ESCOLA VICENTINA SÃO VICENTE DE PAULO Disciplina: Ensino Religioso Professor(a): Rosemary de Souza Gelati Paranavaí / / 6º ANO TRADIÇÕES RELIGIOSAS TEXTOS SAGRADOS Se as religiões estão para humanizar

Leia mais

Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação. Projeto Paroquial da Pastoral da Comunicação

Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação. Projeto Paroquial da Pastoral da Comunicação Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação Projeto Paroquial da Pastoral da Comunicação 2 Barra do Choça, 11 de abril de 2015. 1. Contextualização O Projeto Nacional da Pastoral da Comunicação Pascom,

Leia mais

Paróquia, torna-te o que tu és!

Paróquia, torna-te o que tu és! Paróquia, torna-te o que tu és! Dom Milton Kenan Júnior Bispo Aux. de S. Paulo. Vigário Episcopal para Reg. Brasilândia Numa leitura rápida da Carta Pastoral de Dom Odilo, nosso Cardeal Arcebispo, à Arquidiocese

Leia mais

RENOVAR PARA INOVAR! Plano de Gestão. Proposta de plano de gestão do candidato Érico S. Costa ao cargo de Diretor do Campus

RENOVAR PARA INOVAR! Plano de Gestão. Proposta de plano de gestão do candidato Érico S. Costa ao cargo de Diretor do Campus RENOVAR PARA INOVAR! Plano de Gestão Proposta de plano de gestão do candidato Érico S. Costa ao cargo de Diretor do Campus 2013-2016 0 1 Sumário Apresentação... 2 Análise Situacional... 2 Programas Estruturantes...

Leia mais

DIRECTÓRIO GERAL DA CATEQUESE - SDCIA/ISCRA -2 Oração inicial Cântico - O Espírito do Senhor está sobre mim; Ele me enviou para anunciar aos pobres o Evangelho do Reino! Textos - Mc.16,15; Mt.28,19-20;

Leia mais

O Deus testemunhado por Jesus Cristo o Pai. Objetivos 12/4/2012. Identidade e relevância da cristologia. Cláudio Ribeiro

O Deus testemunhado por Jesus Cristo o Pai. Objetivos 12/4/2012. Identidade e relevância da cristologia. Cláudio Ribeiro O Deus testemunhado por Jesus Cristo o Pai Cláudio Ribeiro Objetivos Avaliar a doutrina de Trindade suas raízes, premissas fundamentais, ênfases e mudanças no contexto global da história da Igreja e as

Leia mais

Mas é pouco provável que você já tenha ouvido falar em assistência espiritual a pessoas que estão envolvidas com processos judiciais.

Mas é pouco provável que você já tenha ouvido falar em assistência espiritual a pessoas que estão envolvidas com processos judiciais. Possivelmente você já ouviu falar em capelania, certo? - Capelania hospitalar; - Capelania prisional; - Capelania militar. Trata-se de levar assistência espiritual a pessoas que estão envolvidas com doenças,

Leia mais

Direito CEUNSP - Formando os profissionais e a sociedade do futuro.

Direito CEUNSP - Formando os profissionais e a sociedade do futuro. Direito CEUNSP - Formando os profissionais e a sociedade do futuro. Artigo escrito por Mirian Vicente, docente do CEUNSP. Graduada em Ciências Sociais pela UFSCar e Especialista em Educação Ambiental pela

Leia mais

A transmissão da fé na Família. Reunião de Pais. Família

A transmissão da fé na Família. Reunião de Pais. Família A transmissão da fé na Família Reunião de Pais Família Plano Pastoral Arquidiocesano Um triénio dedicado à Família Passar de uma pastoral sobre a Família para uma pastoral para a Família e com a Família

Leia mais

JANEIRO Escola para formadores

JANEIRO Escola para formadores JANEIRO Escola para formadores De 02 a 28, as Irmãs da casa de formação, tiveram a oportunidade de participar da escola para formadores. A mesma é promovida pela Associação Transcender, com sede em São

Leia mais

Institucional DIMENSÃO

Institucional DIMENSÃO Institucional DIMENSÃO INSTITUCIONAL 61 62 A responsabilidade pessoal e a cultura da paz Ninguém pode eximir-se de suas responsabilidades, imaginando que a violência sempre está no outro. No campo profissional

Leia mais

Tema 02: Dimensão Pisico - social (processo de integração. Quem é o outro ) Titulo 01: O PAPEL DO ASSESSOR NA CAPACITAÇÃO PARA A AÇÃO

Tema 02: Dimensão Pisico - social (processo de integração. Quem é o outro ) Titulo 01: O PAPEL DO ASSESSOR NA CAPACITAÇÃO PARA A AÇÃO Tema 02: Dimensão Pisico - social (processo de integração. Quem é o outro ) Titulo 01: O PAPEL DO ASSESSOR NA CAPACITAÇÃO PARA A AÇÃO P. JORGE BORAN (Dr. em Liderança comunitária Universidade Fordhan EUA)

Leia mais

Programa: Master of Arts in Biblical Leadership (M.A. em Liderança Cristã). Noturno.

Programa: Master of Arts in Biblical Leadership (M.A. em Liderança Cristã). Noturno. Programa: Master of Arts in Biblical Leadership (M.A. em Liderança Cristã). Noturno. 1 SUMÁRIO 1) Servo de Cristo e a legislação vigente 03 2) Cursos e suas nomenclaturas (Mestre em Divindade- M.Div. e

Leia mais

Linhas de Ação 1ª. LINHA DE AÇÃO: FORMAÇÃO INTEGRAL DO(A) DISCÍPULO(A)

Linhas de Ação 1ª. LINHA DE AÇÃO: FORMAÇÃO INTEGRAL DO(A) DISCÍPULO(A) A Igreja no Brasil está empenhada, sobretudo em, 2013 através da Campanha da Fraternidade e da Jornada Mundial da Juventude, em alavancar a Evangelização da Juventude. De partida queremos dizer que por

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O MESTRADO ENTRADA EM AGOSTO DE 2014. Edital n.º 23.2014

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O MESTRADO ENTRADA EM AGOSTO DE 2014. Edital n.º 23.2014 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O MESTRADO ENTRADA EM AGOSTO DE 2014 Edital n.º 23.2014 I IDENTIFICAÇÃO E DADOS DO PPGT O Programa de Pós-Graduação em Teologia da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, vinculado

Leia mais

Alcance Social. Kerigma Social. Assistência Social

Alcance Social. Kerigma Social. Assistência Social IBC FBC Kerigma Jr Bazar Atendimento Médico Alcance Social Celebrando a Restauração Assistência Social Kerigma Social Apoio a ações IBC Ecovidas Comunidade Santa Fé MISSÃO IBC Amar a Deus sobre todas as

Leia mais

COLEGIO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DO ESPORTE SECRETARIA ESTADUAL DO ESPÍRITO SANTO ELEIÇÕES, BIÊNIO 2015-2017 CARTA PROGRAMA

COLEGIO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DO ESPORTE SECRETARIA ESTADUAL DO ESPÍRITO SANTO ELEIÇÕES, BIÊNIO 2015-2017 CARTA PROGRAMA COLEGIO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DO ESPORTE SECRETARIA ESTADUAL DO ESPÍRITO SANTO ELEIÇÕES, BIÊNIO 2015-2017 CARTA PROGRAMA A chapa Consolidando Ações que se apresenta à comunidade acadêmica da Educação

Leia mais

Relatório de Sustentabilidade 2014

Relatório de Sustentabilidade 2014 1 Relatório de Sustentabilidade 2014 2 Linha do Tempo TAM VIAGENS 3 Política de Sustentabilidade A TAM Viagens uma Operadora de Turismo preocupada com a sustentabilidade, visa fortalecer o mercado e prover

Leia mais

CONCURSO EM HOMENAGEM A NOSSA SENHORA AUXILIADORA

CONCURSO EM HOMENAGEM A NOSSA SENHORA AUXILIADORA BELO HORIZONTE, 29 DE MAIO A 5 DE JUNHO DE 2013 - Nº 717 ACONTECE NA ISJB NOVO SITE DA ISJB No dia 24 de maio, a Inspetoria São João Bosco (ISJB) lançou seu novo site. O projeto vinha sendo desenvolvido

Leia mais

Encontro de Revitalização da Pastoral Juvenil LUZES DOS DOCUMENTOS

Encontro de Revitalização da Pastoral Juvenil LUZES DOS DOCUMENTOS Encontro de Revitalização da Pastoral Juvenil LUZES DOS DOCUMENTOS Ficha 1 1 Formação Integral (I) A com juventude para todo trabalho de evangelização A, como fundante (falando- se em, com atenção também

Leia mais

Projeto Educativo 02 02-V R 01-P D O M

Projeto Educativo 02 02-V R 01-P D O M Projeto Educativo Colégio do Sagrado Coração de Maria - Lisboa Projeto Educativo V02 i ÍNDICE I. CARACTERIZAÇÃO FÍSICA...1 1. O meio envolvente...1 2. O Colégio...2 3. Organização Estrutural...2 3.1. Órgãos

Leia mais

Mestrados Profissionais em Segurança Pública. Documento do Workshop Mestrado Profissional em Segurança Pública e Justiça Criminal

Mestrados Profissionais em Segurança Pública. Documento do Workshop Mestrado Profissional em Segurança Pública e Justiça Criminal I- Introdução Mestrados Profissionais em Segurança Pública Documento do Workshop Mestrado Profissional em Segurança Pública e Justiça Criminal Este documento relata as apresentações, debates e conclusões

Leia mais

CALENDÁRIO 1º SEMESTRE 2014

CALENDÁRIO 1º SEMESTRE 2014 06 Retorno dos coordenadores 07 a 10 Semana Pedagógica Início das aulas para o Convênio 10 Reunião com os educadores (FII e EM) Entrega do material Ed. Infantil e FI 11/18 e 25 Encontro Formativo dos monitores

Leia mais

DESCRIÇÃO DOS CURSOS E ENCONTROS DA PJM

DESCRIÇÃO DOS CURSOS E ENCONTROS DA PJM DESCRIÇÃO DOS CURSOS E ENCONTROS DA PJM 1 Páscoa Jovem 1.1. Descrição A Páscoa Jovem é um encontro vivencial realizado para proporcionar uma experiência reflexiva e celebrativa da Paixão, Morte e Ressurreição

Leia mais

REGULAMENTO DAS PASTORAIS ESCOLARES E UNIVERSITÁRIAS - ESTRUTURA, COMPETÊNCIA E FUNCIONAMENTO -

REGULAMENTO DAS PASTORAIS ESCOLARES E UNIVERSITÁRIAS - ESTRUTURA, COMPETÊNCIA E FUNCIONAMENTO - REGULAMENTO DAS PASTORAIS ESCOLARES E UNIVERSITÁRIAS - ESTRUTURA, COMPETÊNCIA E FUNCIONAMENTO - INTRODUÇÃO O Colégio Episcopal da Igreja Metodista, no uso de suas atribuições (Cânones, Art. 63, item XVII)

Leia mais

Plano de Ensino. Disciplina: Antropologia Filosófica e Teológica Ano letivo: 2011 Série: 1º Carga/Horária: 72 H/aula: 2 Professor

Plano de Ensino. Disciplina: Antropologia Filosófica e Teológica Ano letivo: 2011 Série: 1º Carga/Horária: 72 H/aula: 2 Professor FATEA Faculdades Integradas Teresa D Ávila Curso Pedagogia Plano de Ensino Disciplina: Antropologia Filosófica e Teológica Ano letivo: 2011 Série: 1º Carga/Horária: 72 H/aula: 2 Professor Pedro de Almeida

Leia mais

NÚCLEO DE APOIO DIDÁTICO E METODOLÓGICO (NADIME)

NÚCLEO DE APOIO DIDÁTICO E METODOLÓGICO (NADIME) NÚCLEO DE APOIO DIDÁTICO E METODOLÓGICO (NADIME) Palmas 2010 1. Apresentação O Núcleo de Apoio Didático e Metodológico NADIME é o órgão da Faculdade Católica do Tocantins responsável pela efetivação da

Leia mais

Ficha 1 História: O QUE É UM CONCÍLIO?

Ficha 1 História: O QUE É UM CONCÍLIO? Ficha 1 História: O QUE É UM CONCÍLIO? A palavra Concílio significa assembleia reunida por convocação e, na Igreja, um concílio sempre teve como objetivo discutir, definir e deliberar sobre questões de

Leia mais

Plano de Ação do Centro de Educação e Letras 2012-2015

Plano de Ação do Centro de Educação e Letras 2012-2015 Plano de Ação do Centro de Educação e Letras 2012-2015 Apresentação: O presente plano de trabalho incorpora, na totalidade, o debate e indicativo do coletivo docente e discente do Centro de Educação e

Leia mais

GRADUAÇÃO INOVADORA NA UNESP

GRADUAÇÃO INOVADORA NA UNESP PROGRAMA GRADUAÇÃO INOVADORA NA UNESP 2014 PROGRAMA GRADUAÇÃO INOVADORA NA UNESP INTRODUÇÃO A Pró-reitoria de graduação (PROGRAD), a Câmara Central de Graduação (CCG), o Núcleo de Educação à Distância

Leia mais

ITINERÁRIOS FORMATIVOS: CAMINHOS POSSÍVEIS NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

ITINERÁRIOS FORMATIVOS: CAMINHOS POSSÍVEIS NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL ITINERÁRIOS FORMATIVOS: CAMINHOS POSSÍVEIS NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL Resumo Gabriel Mathias Carneiro Leão1 - IFPR, UFPR Rosane de Fátima Batista Teixeira2 - IFPR Grupo de Trabalho Cultura, Currículo e Saberes

Leia mais

Jornada Pedagógica Pastoral. Recife, 2012

Jornada Pedagógica Pastoral. Recife, 2012 Jornada Pedagógica Pastoral Recife, 2012 Josenildo Costa e Telma Pereira Sistema Marista de Avaliação SIMA O SIMA é um instrumento de avaliação acadêmica utilizado em todas as Unidades Educacionais da

Leia mais

Tema 8: Vocação - um novo relacionamento Deus se revela através dos outros

Tema 8: Vocação - um novo relacionamento Deus se revela através dos outros Tema 8: Vocação - um novo relacionamento Deus se revela através dos outros DEUS SE REVELA ATRAVÉS DOS OUTROS Ser Marista com os outros: Experimentar caminhos de vida marista comunitariamente INTRODUÇÃO

Leia mais

exigências para manter uma escola salesiana no mercado educacional exigiam fortes investimentos e clareza de metas.

exigências para manter uma escola salesiana no mercado educacional exigiam fortes investimentos e clareza de metas. DESAFIOS Década final do século XX... Ø SDB e FMA do Brasil perceberam que as exigências para manter uma escola salesiana no mercado educacional exigiam fortes investimentos e clareza de metas. Ø Algumas

Leia mais

ESPAÇO TRANSFORMADOR. Institucionalizado para a Comunidade. Transformação Baseada na tomada de consciência, na descoberta e na mudança de atitudes e

ESPAÇO TRANSFORMADOR. Institucionalizado para a Comunidade. Transformação Baseada na tomada de consciência, na descoberta e na mudança de atitudes e ESPAÇO TRANSFORMADOR Transformação Baseada na tomada de consciência, na descoberta e na mudança de atitudes e comportamentos e especialmente na construção e aplicação dos conhecimentos apreendidos. Organização

Leia mais

Urgência: Igreja comunidade de comunidades. Projeto: Estruturas e organização pastoral.

Urgência: Igreja comunidade de comunidades. Projeto: Estruturas e organização pastoral. Projeto Pastoral SARP Urgência: Igreja comunidade de comunidades. Múnus: Caridade. Pista de Ação: Repensar as estruturas e a organização pastoral para priorizar a evangelização. Projeto: Estruturas e organização

Leia mais

LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS

LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS LECTIO DIVINA JESUS CHAMA SEUS DISCI PULOS 1 TEXTO BÍBLICO - Lucas 6,12-19 (Fazer uma Oração ao Espírito Santo, ler o texto bíblico, fazer um momento de meditação, refletindo sobre os três verbos do texto

Leia mais

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Introdução: Educar na fé, para a paz, a justiça e a caridade Este ano a Igreja no Brasil está envolvida em dois projetos interligados: a lembrança

Leia mais

Divulgação nos Boletins da Arquidiocese

Divulgação nos Boletins da Arquidiocese Divulgação nos Boletins da Arquidiocese Convidamos todas as paróquias, pastorais e lideranças a enviarem comunicados sobre festas, encontros, palestras e demais eventos, para divulgarmos em nosso Boletim

Leia mais

O SERVIÇO SOCIAL NA UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO: ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO NA CONSTRUÇÃO DE UM PROJETO DE CIDADANIA.

O SERVIÇO SOCIAL NA UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO: ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO NA CONSTRUÇÃO DE UM PROJETO DE CIDADANIA. O SERVIÇO SOCIAL NA UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO: ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO NA CONSTRUÇÃO DE UM PROJETO DE CIDADANIA. Profa. Elizabeth Rodrigues Felix 1 I- INTRODUÇÃO Com dezoito anos de existência, o

Leia mais

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Justificativa: As transformações ocorridas nos últimos anos têm obrigado as organizações a se modificarem constantemente e de forma

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES

SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação a Distância SEED Departamento de Regulação e Supervisão da Educação a Distância Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep

Leia mais

PROPOSTA EDUCATIVA DA ESCOLA SALESIANA

PROPOSTA EDUCATIVA DA ESCOLA SALESIANA PROPOSTA EDUCATIVA DA ESCOLA SALESIANA Linhas básicas da sua identidade ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 03 SIGLAS... 04 BIBLIOGRAFIA... 05 INTRODUÇÃO... 06 A ESCOLA NUMA SOCIEDADE DEMOCRÁTICA... 07 1. O direito

Leia mais

CAMPANHA PARA A EVANGELIZAÇÃO - 2014

CAMPANHA PARA A EVANGELIZAÇÃO - 2014 CAMPANHA PARA A EVANGELIZAÇÃO - 2014 Texto referencial INTRODUÇÃO 1 A Igreja no Brasil realiza a Campanha para a Evangelização deste ano de 2014 com o lema Cristo é nossa paz (cf. Ef 2,14). O tempo do

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL PEDRO ARAUJO NETO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO

COLÉGIO ESTADUAL PEDRO ARAUJO NETO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO COLÉGIO ESTADUAL PEDRO ARAUJO NETO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO General Carneiro 2010 APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO. O Ensino Religioso existiu num primeiro

Leia mais

Diretrizes Pedagógicas e Programa Municipal de Educação Ambiental

Diretrizes Pedagógicas e Programa Municipal de Educação Ambiental Diretrizes Pedagógicas e Programa Municipal de Educação Ambiental GOVERNO DO ESTADO DE SÃO APULO SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DIRETRIZES PEDAGÓGICAS O que se espera

Leia mais

PLANO DE AÇÃO 2012 Resolução COP Nº. 114/2011 de 08/12/2011

PLANO DE AÇÃO 2012 Resolução COP Nº. 114/2011 de 08/12/2011 PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL De acordo com o Decreto 5.773/2006 PERÍODO - 2012-2015 Resolução COP Nº 113/2011, de 08/12/2011 PLANO DE AÇÃO 2012 Resolução COP Nº. 114/2011 de 08/12/2011 Lucas

Leia mais