Ampliando o olhar sobre a Arte

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ampliando o olhar sobre a Arte"

Transcrição

1

2 Ampliando o olhar sobre a Arte

3 A Arte reflete a história da humanidade. Desde as primeiras expressões artísticas (Arte rupestre) até os dias de hoje, podemos compreender o desenvolvimento do homem em cada momento histórico. O homem sempre expressa o seu pensamento por meio de uma ação, neste caso, a Arte.

4 Seja pela pintura, pela escultura, pela arquitetura, pela dança, pelo teatro, pela música etc., a arte provoca uma reação e uma interação social, uma troca de ideias em que sempre se tem um olhar apreciativo e, consequentemente, uma reflexão.

5 Fonte: Wikipedia.org Abaporu, o leo sobre tela de Tarsila do Amaral, 1928.

6 Fonte: Wikipedia.org A pequena dançarina de 14 anos, escultura de Edgar Degas,

7 Hotel Unique, em São Paulo (SP), projeto arquitetônico de Rui Ohtake. Foto de Fonte: shutterstock.com

8 Jovens dançando em Festa Junina de Teresina (PI), Fonte: Editora Scipione (Coleção Marcha Criança) / Abril Educação

9 O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá, peça dirigida por Vladimir Capella, em São Paulo (SP), Fonte: Editora Scipione (Coleção Marcha Criança) / Abril Educação

10 Apresentação do grupo musical Palavra Cantada. Fonte: Editora Scipione (Coleção Marcha Criança) / Abril Educação

11 Podemos afirmar que o processo artístico é dinâmico e, muitas vezes, alguns artistas se apropriam de uma ideia para dela se nutrir e depois transformá-la em um novo conceito. O processo de criação segue essa premissa.

12 Leoh Ming Pei nasceu em É arquiteto e conhece a cultura de muitos países. Ele ficou famoso no mundo inteiro quando fez o projeto de ampliação do Museu do Louvre e construiu a pirâmide de vidro, inspirada nos modelos egípcios, na entrada do museu. Fonte:: vichie81 / Shutterstock.com

13 Qual a importância do ensino da Arte? O ensino da arte estabelece conexões sociais a partir do momento que o aluno é convidado a apreciar, a refletir e a produzir temas dentro dos contextos propostos pelo professor.

14 Qual a importância do ensino da Arte? Segundo a professora Rosa Iavelberg, quando o aluno aprende arte, amplia suas possibilidades de compreensão do mundo, interage com obras de diversos tempos e lugares, conhece-se mais e expande a maneira de se relacionar com os outros.

15 Qual a importância do ensino da Arte? Sabe-se que a interlocução poética (diálogo com as obras de arte) é uma forma potente de compreensão das questões sociais e humanas.

16 Qual a importância do ensino da Arte? Um dos objetivos do ensino da arte é que o aluno desenvolva um percurso próprio, que a professora Mírian Celeste Martins chama de poética pessoal.

17 O que ensinar em Arte? Na década de 1980, a professora doutora Ana Mae Barbosa baseou-se nos estudos americanos e ingleses de ensino da arte e trouxe essas ideias para o Brasil, formulando a Metodologia da Proposta Triangular, pela qual o professor deveria usar o seguinte tripé em classe: o fazer artístico, a história da arte e a leitura de obras.

18 O que ensinar em Arte? Segundo a professora Rosa Iavelberg, a proposta atual é a chamada SOCIOINTERACIONISTA que prega a mistura de apreciação, reflexão e produção de obras artísticas.

19 APRECIAR (contextualizar: por exemplo, História da Arte, biografia etc.) REFLEXÃO (leitura crítica da obra de arte, do trabalho feito em aula) PROPOSTA SOCIOINTERACIONISTA PRODUÇÃO (fazer artístico)

20 O que ensinar em Arte? Como defendem os próprios PCNs, é papel da escola (...) ensinar a produção histórica e social da arte e, ao mesmo tempo, garantir ao aluno a liberdade de imaginar e edificar propostas artísticas pessoais ou grupais com base em intenções próprias.

21 Proposta sociointeracionista e a Coleção Marcha Criança (Arte) Fonte: shutterstock.com

22 Proposta sociointeracionista e a Coleção Marcha Criança (Arte) O processo de aprendizagem da criança inicia-se com o nascimento e é alimentado durante toda a sua vida. Quando falamos do ensino de artes visuais, devemos considerar que, desde a mais tenra idade, a criança já se expressa por meio de uma importante linguagem artística: o desenho.

23 Proposta sociointeracionista e a Coleção Marcha Criança - Arte Fonte: Shutterstock.com

24 Proposta sociointeracionista e a Coleção Marcha Criança (Arte) Em seu primeiro contato com o lápis e o papel, ela experimenta o material, explora o suporte e lhe atribui um conteúdo real ou imaginário. Portanto, o desenho, é um bom ponto de partida para que ela conheça as várias formas de expressão artística e reflita sobre elas.

25 A Coleção Marcha Criança (Arte) em sala de aula A coleção é composta de cinco volumes de 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. O conteúdo desta coleção, com ênfase em artes visuais, é baseado na linha cronológica da História da Arte e transmitido de maneira lúdica envolvendo a criança com brincadeiras, lendas, histórias, jogos e atividades de leitura, de contextualização e produção de arte.

26 A Coleção Marcha Criança (Arte) em sala de aula O livro do professor contém orientações metodológicas para cada página do livro texto, salientando as informações mais pertinentes ou interessantes a respeito das obras de arte mostradas e com sugestões adicionais para as atividades propostas no livro do aluno.

27 Fonte: Editora Scipione / Abril Educação Coleção Marcha Criança: livro do professor 4 o ano

28 Bloco 2 As características da coleção

29 Características da coleção Na abertura de cada capítulo, uma obra caracteriza o estilo tratado. O aluno interage, de maneira lúdica, ao procurar, no final do livro, os adesivos que completam a imagem.

30 Características da coleção Fonte: Editora Scipione / Abril Educação

31 Características da coleção Ao apreciar ou contextualizar historicamente as obras de arte, busca-se auxiliar o aluno na reflexão e na construção de ideias sobre arte e como esta dialoga com a sociedade em que é produzida.

32 Características da coleção Fonte: Editora Scipione / Abril Educação

33 Para que a criança possa refletir sobre cada tema apresentado, no decorrer de cada capítulo, são oferecidos os seguintes boxes: Fique sabendo: com curiosidades e informações complementares sobre o assunto estudado.

34 Fonte: Editora Scipione / Abril Educação

35 Conhecendo o artista: com biografias de artistas representativos do período estudado.

36 Fonte: Coleção Marcha Criança - livro do professor 5o. Ano

37 O aluno também terá a oportunidade de executar várias sugestões de atividades (produções artísticas):

38 Fazendo uma escultura em argila Fonte: Editora Scipione / Abril Educação

39 Construindo um instrumento musical Fonte: Editora Scipione / Abril Educação

40 Comprovando a teoria das cores Fonte: Editora Scipione / Abril Educação

41 Construindo um cenário Fonte: Editora Scipione / Abril Educação

42 No final de cada capítulo, tem as seguintes seções: A arte relê a arte: mostra uma versão diferente, na maioria das vezes, contemporânea, de uma obra produzida por um artista em determinada época.

43 Fonte: Editora Scipione / Abril Educação

44 Fonte: Coleção Marcha Criança - livro do aluno 2º ano / Editora Scipione

45 Espaço cultural: o aluno é convidado a colar ou a transcrever notícias atuais sobre arte em geral. Um ingresso de teatro, uma nota em jornal, um postal, uma exposição em algum museu, galeria ou centro cultural, entre outros.

46 Fonte: Coleção Marcha Criança - livro do aluno / Editora Scipione

47 Aprenda mais: com sugestões de uma série de livros, filmes e sites para a complementação dos temas tratados.

48 Fonte: Editora Scipione / Abril Educação

49 Bloco 3 As atividades lúdicas do final de cada livro

50 Atividades lúdicas: no final de cada livro, a coleção apresenta ainda desafios, adesivos, jogos, entre outros recursos, que ajudarão os alunos a compreender e a refletir sobre cada capítulo.

51 Jogo de tabuleiro Fonte: Editora Scipione / Abril Educação

52 Jogo de tabuleiro Fonte: Editora Scipione / Abril Educação

53 Dominó Fonte: Editora Scipione / Abril Educação

54 Dominó Fonte: Editora Scipione / Abril Educação

55 Adesivos Fonte: Editora Scipione / Abril Educação

56 Adesivos Fonte: Coleção Marcha Criança / Editora Scipione

57 Poster: cada livro terá uma obra de um artista estudado com informações específicas e leitura de imagem.

58 onte: Editora Scipione / Abril Educação

59 onte: Editora Scipione / Abril Educação

60 Na Coleção Marcha Criança (Arte), a criança é constantemente solicitada a fazer leituras e releituras de obras de arte, por meio de jogos, brincadeiras e exercícios de produção artística. A intenção é promover a percepção de que a arte faz parte da vida e é importante para o processo de reflexão e conhecimento do homem.

61 Site da Coleção Marcha Criança - Arte

62 Lígia Rego e Lígia Santos Professoras e autoras

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN ENSINO FUNDAMENTAL. DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO ARTE

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN ENSINO FUNDAMENTAL. DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO ARTE CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN ENSINO FUNDAMENTAL 2015 DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO ARTE OBJETIVOS GERAIS Conhecimento da Arte enquanto auto expressão e conhecimento, apreensão e comunicação

Leia mais

Sistema Maxi no Ensino Fundamental I

Sistema Maxi no Ensino Fundamental I Sistema Maxi no Ensino Fundamental I Características do segmento Ensino Fundamental: Anos Iniciais compreende do 1º ao 5º ano a criança ingressa no 1º ano aos 6 anos de idade Fonte: shutterstock.com Material

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE ARTE ANO: 4 º Ano PROFESSORAS: Aline Francyele

Leia mais

Estudos da Natureza na Educação Infantil

Estudos da Natureza na Educação Infantil Estudos da Natureza na Natureza e Sociedade na parte 1 Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com 2015 Natureza e Sociedade na O eixo de trabalho Natureza e Sociedade

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2009

PLANO DE ENSINO 2009 PLANO DE ENSINO 2009 Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Graduação ( X ) Pós-graduação ( ) I. Dados Identificadores Curso Pedagogia Disciplina

Leia mais

RE-ENCONTRANDO COM O ENSINO DA ARTE EM UMA ESCOLA ESTADUAL DO ENSINO FUNDAMENTAL

RE-ENCONTRANDO COM O ENSINO DA ARTE EM UMA ESCOLA ESTADUAL DO ENSINO FUNDAMENTAL RE-ENCONTRANDO COM O ENSINO DA ARTE EM UMA ESCOLA ESTADUAL DO ENSINO FUNDAMENTAL Joelma Cellin Escola Estadual de Ensino Fundamental Eliseu Lofego, Cachoeiro de Itapemirim-ES 1 INTRODUÇÃO Após um período

Leia mais

Coordenadoras: Enalva de Santana Santos e Márcia Soares Ramos Alves

Coordenadoras: Enalva de Santana Santos e Márcia Soares Ramos Alves TEMA : BRINCANDO E APRENDENDO NA ESCOLA Coordenadoras: Enalva de Santana Santos e Márcia Soares Ramos Alves Autora: Prof a Cássia de Fátima da S. Souza PÚBLICO ALVO Alunos de 04 anos TEMA: BRINCANDO E

Leia mais

O TRABALHO, PERCEPÇÕES A PARTIR DA PRÉ-HISTORIA E DA ANTIGUIDADE

O TRABALHO, PERCEPÇÕES A PARTIR DA PRÉ-HISTORIA E DA ANTIGUIDADE O TRABALHO, PERCEPÇÕES A PARTIR DA PRÉ-HISTORIA E DA ANTIGUIDADE ALESSANDRA GOMES PORTO MAGALHÃES EMEFEJA ADMARDO SERAFIM DE OLIVEIRA O Ensino da Arte tem passado por muitas modificações ao longo dos anos.

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL IV ARTE

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL IV ARTE CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL 2015 DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL IV ARTE OBJETIVOS GERAIS Desenvolver o pensamento artístico, estético e crítico; Estimular a percepção visual e

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santos ESTÂNCIA BALNEÁRIA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO

Prefeitura Municipal de Santos ESTÂNCIA BALNEÁRIA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Prefeitura Municipal de Santos ESTÂNCIA BALNEÁRIA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Subsídios para implementação do Plano de Curso de Educação Artística Ensino Fundamental Educação de Jovens

Leia mais

Almanaque da Família PRODUTOS ESPECIAIS

Almanaque da Família PRODUTOS ESPECIAIS PRODUTOS ESPECIAIS Coleção Get Smart 1.º ao 5.º ano Ensino Fundamental A Solução Educacional UNINTER tem como objetivo: promover um conhecimento global, formar pessoas éticas que pensem, reflitam, respeitem

Leia mais

Elvira Cristina de Azevedo Souza Lima' A Utilização do Jogo na Pré-Escola

Elvira Cristina de Azevedo Souza Lima' A Utilização do Jogo na Pré-Escola Elvira Cristina de Azevedo Souza Lima' A Utilização do Jogo na Pré-Escola Brincar é fonte de lazer, mas é, simultaneamente, fonte de conhecimento; é esta dupla natureza que nos leva a considerar o brincar

Leia mais

Plano de Trabalho Docente - 2014. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente - 2014. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente - 2014 Ensino Médio Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Área de Conhecimento: Linguagens, códigos e suas tecnologias. Componente Curricular: Artes Série:

Leia mais

Projeto Girassol de Ideias Fábio Pereira da Silva Valéria Cristiani de Oliveira Vivian da Silva Francini

Projeto Girassol de Ideias Fábio Pereira da Silva Valéria Cristiani de Oliveira Vivian da Silva Francini Projeto Girassol de Ideias Fábio Pereira da Silva Valéria Cristiani de Oliveira Vivian da Silva Francini A favor da comunidade, que espera o bloco passar Ninguém fica na solidão Embarca com suas dores

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL. DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III e IV ARTE

CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL. DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III e IV ARTE CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN EDUCAÇÃO INFANTIL 2013 DIRETRIZES CURRICULARES INFANTIL III e IV ARTE OBJETIVOS GERAIS Desenvolver o pensamento artístico, estético e crítico; Estimular a percepção visual

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio ETEC PROFª NAIR LUCCAS RIBEIRO Código: 156 Município: TEODORO SAMPAIO Área de conhecimento: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias Componente

Leia mais

Projecto Anual com Escolas Ano lectivo 2010/2011

Projecto Anual com Escolas Ano lectivo 2010/2011 Projecto Anual com Escolas Ano lectivo 2010/2011 1. Enquadramento O Serviço Educativo da Casa das Histórias Paula Rego é entendido como um sector de programação que visa uma mediação significativa entre

Leia mais

JUSTIFICATIVA OBJETIVOS GERAIS DO CURSO

JUSTIFICATIVA OBJETIVOS GERAIS DO CURSO FATEA Faculdades Integradas Teresa D Ávila Plano de Ensino Curso: Pedagogia Disciplina: Fundamentos Teoricos Metodologicos para o Ensino de Arte Carga Horária: 36h Período: 2º ano Ano: 2011 Turno: noturno

Leia mais

IV EDIPE Encontro Estadual de Didática e Prática de Ensino 2011 A IMPORTÂNCIA DAS ARTES NA FORMAÇÃO DAS CRIANÇAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL

IV EDIPE Encontro Estadual de Didática e Prática de Ensino 2011 A IMPORTÂNCIA DAS ARTES NA FORMAÇÃO DAS CRIANÇAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL A IMPORTÂNCIA DAS ARTES NA FORMAÇÃO DAS CRIANÇAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Marília Darc Cardoso Cabral e Silva 1 Tatiane Pereira da Silva 2 RESUMO Sendo a arte uma forma do ser humano expressar seus sentimentos,

Leia mais

PROJETO ARARIBÁ. Um projeto que trabalha a compreensão leitora, apresenta uma organização clara dos conteúdos e um programa de atividades específico.

PROJETO ARARIBÁ. Um projeto que trabalha a compreensão leitora, apresenta uma organização clara dos conteúdos e um programa de atividades específico. PROJETO ARARIBÁ Um projeto que trabalha a compreensão leitora, apresenta uma organização clara dos conteúdos e um programa de atividades específico. ARARIBÁ HISTÓRIA O livro tem oito unidades, divididas

Leia mais

Releitura da Árvore Vermelha - MONDRIAN. Escola Municipal Santa Maria Muriaé Minas Gerais

Releitura da Árvore Vermelha - MONDRIAN. Escola Municipal Santa Maria Muriaé Minas Gerais Releitura da Árvore Vermelha - MONDRIAN Escola Municipal Santa Maria Muriaé Minas Gerais 1 JUSTIFICATIVA Dar mais sentido aos conteúdos curriculares e também para que meus alunos, ao final do semestre,

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA OBJETIVOS

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA OBJETIVOS Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO CURSO: INFORMÁTICA FORMA/GRAU:( X)integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE:

Leia mais

POLO ARTE NA ESCOLA: FORMAÇÃO CONTINUADA DE ENSINO DA ARTE PARA PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA DE BANANEIRAS/PB

POLO ARTE NA ESCOLA: FORMAÇÃO CONTINUADA DE ENSINO DA ARTE PARA PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA DE BANANEIRAS/PB POLO ARTE NA ESCOLA: FORMAÇÃO CONTINUADA DE ENSINO DA ARTE PARA PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA DE BANANEIRAS/PB ANDRADE, Luciene de 1 BARBOSA,Jamylli da Costa 2 FERREIRA, Jalmira Linhares Damasceno 3 SANTOS,

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL II OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

ARTE CIRCENSE E A EDUCAÇÃO

ARTE CIRCENSE E A EDUCAÇÃO ARTE CIRCENSE E A EDUCAÇÃO Magali Deckert Arndt 1 Noemi Boer 2 Marjorie Dariane da Silva Machado³ Ingrid Mello 4 INTRODUÇÃO O teatro é uma das mais antigas manifestações culturais do homem e o tem acompanhado

Leia mais

Curso Educação Artística Habilitação: Artes Plásticas. Disciplina Prática de Ensino. Professor(a) José Paulo de Assis Rocha JUSTIFICATIVA

Curso Educação Artística Habilitação: Artes Plásticas. Disciplina Prática de Ensino. Professor(a) José Paulo de Assis Rocha JUSTIFICATIVA Curso Educação Artística Habilitação: Artes Plásticas Disciplina Prática de Ensino Ano letivo 2011 Série 3ª Carga Horária 72 H/aula Professor(a) José Paulo de Assis Rocha JUSTIFICATIVA Assim como curadores

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 4, Toledo PR Fone: 77-850 PLANEJAMENTO ANUAL DE ARTES VISUAIS SÉRIE: PRÉ I PROFESSOR: Carla Iappe

Leia mais

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim II

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim II EDUCAÇÃO INFANTIL Maceió, 05 de outubro de 2015. GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim II Senhores pais ou responsáveis Seguem abaixo os temas, objetivos, atividades e evento de culminância dos projetos

Leia mais

ARTE: DA GALERIA À SALA DE AULA

ARTE: DA GALERIA À SALA DE AULA 9. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( X ) CULTURA ARTE: DA GALERIA À SALA DE AULA BASTIANI, Ana Claudia 1 ANDRADE JÚNIOR, Anselmo Rodrigues de 2 PAZ, Wilton 3 RESUMO Com o objetivo

Leia mais

I CFD. Área: ARTE Série: 6º ANO 1º TRIMESTRE ARTE VISUAL

I CFD. Área: ARTE Série: 6º ANO 1º TRIMESTRE ARTE VISUAL Série: 6º ANO 1º TRIMESTRE ARTE VISUAL. Arte Rupestre. Arte Africana. Arte Indígena Brasileira Valorizar o(s) autor (es) dos objetos culturais apreciados, conhecendo aspectos de suas principais obras;

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATERNAL I

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATERNAL I COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE MATERNAL I SÉRIE: EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL

Leia mais

NuCA PROJETO CONSTRUTIVISTA E MULTICULTURAL. G. Oliveira Penna 1. L. Maria Filipetto 2. C. Souza 3. E. Carpes Camargo 4

NuCA PROJETO CONSTRUTIVISTA E MULTICULTURAL. G. Oliveira Penna 1. L. Maria Filipetto 2. C. Souza 3. E. Carpes Camargo 4 NuCA PROJETO CONSTRUTIVISTA E MULTICULTURAL G. Oliveira Penna 1 L. Maria Filipetto 2 C. Souza 3 E. Carpes Camargo 4 RESUMO: O Projeto NuCA Núcleo de Cultura e Arte tem como objetivo levar a cultura para

Leia mais

MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL

MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações;

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As Histórias do Senhor Urso 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S): O piado da coruja 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) O episódio O piado da Coruja

Leia mais

Núcleo de Educação Infantil Solarium

Núcleo de Educação Infantil Solarium 0 APRESENTAÇÃO A escola Solarium propõe um projeto de Educação Infantil diferenciado que não abre mão do espaço livre para a brincadeira onde a criança pode ser criança, em ambiente saudável e afetivo

Leia mais

EU SOU UM BONECO! UMA EXPERIÊNCIA EM AUTORRETRATO

EU SOU UM BONECO! UMA EXPERIÊNCIA EM AUTORRETRATO EU SOU UM BONECO! UMA EXPERIÊNCIA EM AUTORRETRATO Adriana D Agostino Relato de experiência Resumo A experiência apresentada foi realizada em 2013 no Colégio Salesiano Santa Teresinha a partir do material

Leia mais

NuCA PROJETO CONSTRUTIVISTA E MULTICULTURAL

NuCA PROJETO CONSTRUTIVISTA E MULTICULTURAL NuCA PROJETO CONSTRUTIVISTA E MULTICULTURAL G. Oliveira Penna 1 L. Maria Filipetto 2 C. Souza 3 E. Carpes Camargo 4 RESUMO: O Projeto NuCA Núcleo de Cultura e Arte tem como objetivo levar a cultura para

Leia mais

PARÂMETRO DE ARTE PARA O ENSINO FUNDAMENTAL - REDE MUNICIPAL ENSINO DE TRÊS CORAÇÕES. Diretrizes para o ensino de Arte 2011

PARÂMETRO DE ARTE PARA O ENSINO FUNDAMENTAL - REDE MUNICIPAL ENSINO DE TRÊS CORAÇÕES. Diretrizes para o ensino de Arte 2011 PARÂMETRO DE ARTE PARA O ENSINO FUNDAMENTAL - REDE MUNICIPAL ENSINO DE TRÊS CORAÇÕES 1 Diretrizes para o ensino de Arte 2011 1 Arte e legislação educacional: A inclusão da Arte no currículo escolar foi

Leia mais

ESCOLA ESPECIAL RENASCER- APAE PROFESSORA: JULIANA ULIANA DA SILVA

ESCOLA ESPECIAL RENASCER- APAE PROFESSORA: JULIANA ULIANA DA SILVA ESCOLA ESPECIAL RENASCER- APAE PROFESSORA: JULIANA ULIANA DA SILVA PROJETO: ARTES NA EDUCAÇÃO ESPECIAL O CORPO E A MENTE EM AÇÃO LUCAS DO RIO VERDE 2009 APRESENTAÇÃO Em primeiro lugar é preciso compreender

Leia mais

PROJETO FAZENDO ARTES NA EDUCAÇÃO INFANTIL: CONTRIBUIÇÕES ÀS PRÁTICAS DOCENTES. Relato de Experiência. Resumo

PROJETO FAZENDO ARTES NA EDUCAÇÃO INFANTIL: CONTRIBUIÇÕES ÀS PRÁTICAS DOCENTES. Relato de Experiência. Resumo PROJETO FAZENDO ARTES NA EDUCAÇÃO INFANTIL: CONTRIBUIÇÕES ÀS PRÁTICAS DOCENTES Rochele Karine Marques Garibaldi Escola de Educação Básica (ESEBA/UFU) rochelegaribaldi@gmail.com Camila Lopes Fernandes Pedagogia/UFU

Leia mais

Reflexões sobre a percepção sonora no processo de musicalização infantil na Escola de Música Maestro Moisés Araújo em Marabá/PA

Reflexões sobre a percepção sonora no processo de musicalização infantil na Escola de Música Maestro Moisés Araújo em Marabá/PA Reflexões sobre a percepção sonora no processo de musicalização infantil na Escola de Música Maestro Moisés Araújo em Marabá/PA Jane Lino Barbosa de Sousa janeufpa@hotmail.com Resumo: O presente trabalho

Leia mais

2. O ENSINO DE ARTE NA REALIDADE BRASILEIRA

2. O ENSINO DE ARTE NA REALIDADE BRASILEIRA O ENSINO DAS ARTES EM SALA DE AULA NA REALIDADE BRASILEIRA 1 FERREIRA, C. Fernanda 2 ; PRETTO, Valdir 3 1 Trabalho de Pesquisa _UNIFRA 2 Acadêmica do Curso de Pedagogia do Centro Universitário Franciscano

Leia mais

ARTES VISUAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL RESUMO

ARTES VISUAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL RESUMO ARTES VISUAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL RESUMO CAMILA SONALY QUEIROZ TITO¹ MAÍSE RODRIGUES LÚCIO² O presente artigo tem por objetivo levar educadores da Educação Infantil a repensar sobre as concepções e metodologias

Leia mais

JAPIASSU, Ricardo. A linguagem teatral na escola: pesquisa, docência e prática pedagógica. Campinas: Papirus, 2007.

JAPIASSU, Ricardo. A linguagem teatral na escola: pesquisa, docência e prática pedagógica. Campinas: Papirus, 2007. RESENHA REVIEW TEATRO E EDUCAÇÃO TEATHER AND EDUCATION JAPIASSU, Ricardo. A linguagem teatral na escola: pesquisa, docência e prática pedagógica. Campinas: Papirus, 2007. Danielle Rodrigues de Moraes*

Leia mais

PROJETO CIDADANIA NA COMUNIDADE (COMUNIDADE DA ESCOLA SETE LÉGUAS)

PROJETO CIDADANIA NA COMUNIDADE (COMUNIDADE DA ESCOLA SETE LÉGUAS) PROJETO CIDADANIA NA COMUNIDADE (COMUNIDADE DA ESCOLA SETE LÉGUAS) Rio Verde 2010 MUNICÍPIO DE RIO VERDE-GO Professora responsável: Lílian Alves Rosa da Silva. Endereço: Rua Juarez Fernandes, nº. 178,

Leia mais

O que os olhos não veem, a lente registra

O que os olhos não veem, a lente registra O que os olhos não veem, a lente registra E.E. Profº Adelaide Maria de Barros Sala 5 sessão 2 Professor(es) Apresentador(es): Maria Aparecida Oliveira Brito Aline Loures Realização: Foco A Eletiva de Fotografia

Leia mais

Programa Educativo da Bienal na exposição Em Nome dos Artistas

Programa Educativo da Bienal na exposição Em Nome dos Artistas Programa Educativo da Bienal na exposição Em Nome dos Artistas O Programa Educativo da Bienal é responsável pela relação direta da Bienal com o público. Sob curadoria de Stela Barbieri, o programa tem

Leia mais

PROJETO DE LEITURA E ESCRITA LEITURA NA PONTA DA LÍNGUA E ESCRITA NA PONTA DO LÁPIS

PROJETO DE LEITURA E ESCRITA LEITURA NA PONTA DA LÍNGUA E ESCRITA NA PONTA DO LÁPIS PROJETO DE LEITURA E ESCRITA LEITURA NA PONTA DA LÍNGUA E ESCRITA NA PONTA DO LÁPIS A língua é um sistema que se estrutura no uso e para o uso, escrito e falado, sempre contextualizado. (Autor desconhecido)

Leia mais

Brincadeiras que ensinam. Jogos e brincadeiras como instrumentos lúdicos de aprendizagem

Brincadeiras que ensinam. Jogos e brincadeiras como instrumentos lúdicos de aprendizagem Brincadeiras que ensinam Jogos e brincadeiras como instrumentos lúdicos de aprendizagem Por que as crianças brincam? A atividade inerente à criança é o brincar. A criança brinca para atribuir significados

Leia mais

A RELAÇÃO ENTRE A TEORIA E A PRÁTICA NO ENSINO DE ARTE NA ESCOLA

A RELAÇÃO ENTRE A TEORIA E A PRÁTICA NO ENSINO DE ARTE NA ESCOLA A RELAÇÃO ENTRE A TEORIA E A PRÁTICA NO ENSINO DE ARTE NA ESCOLA Rivaldo Bevenuto de Oliveira Neto Departamento de Artes UFRN RESUMO O ensino de Arte é a educação que oportuniza ao aluno o acesso à Arte

Leia mais

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2010. Infantil II Segmento I

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2010. Infantil II Segmento I Colégio Cor Jesu Brasília DF Plano de Curso 2010 Infantil II Segmento I PLANO DE CURSO 2009 INFANTIL II Disciplina: ARTES Série: INFANTIL II Segmento: I COMPETÊNCIAS HABILIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS -

Leia mais

ESCOLINHA MATERNO- INFANTIL PROJETO 2014

ESCOLINHA MATERNO- INFANTIL PROJETO 2014 ESCOLINHA MATERNO- INFANTIL PROJETO 2014 Justificativa do Projeto Conhecer o corpo humano é conhecer a vida, poucos assuntos são tão fascinantes para os alunos quanto esse. Por menores que sejam as crianças,

Leia mais

JUSTIFICATIVA DA INCLUSÃO DA DISCIPLINA NA CONSTITUIÇÃO DO CURRICULO

JUSTIFICATIVA DA INCLUSÃO DA DISCIPLINA NA CONSTITUIÇÃO DO CURRICULO FATEA Faculdades Integradas Teresa D Ávila Curso: Pedagogia Carga Horária: 36h Ano: 2011 Professor: José Paulo de Assis Rocha Plano de Ensino Disciplina: Arte e Educação Período: 1º ano Turno: noturno

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Agosto 2014

Atividades Pedagógicas. Agosto 2014 Atividades Pedagógicas Agosto 2014 EM DESTAQUE Acompanhe aqui um pouco do dia-a-dia de nossos alunos em busca de novos aprendizados. ATIVIDADES DE SALA DE AULA GRUPO II A GRUPO II B GRUPO II C GRUPO II

Leia mais

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim I

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim I EDUCAÇÃO INFANTIL Maceió, 12 de março de 2015. GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim I Senhores pais ou responsáveis Iniciamos esta semana os projetos pedagógicos do 1 Trimestre letivo. As turmas de Jardim

Leia mais

PROJETO RECICLAGEM. 1. Tema: Reciclar é bom, Reutilizar é melhor e Reduzir é melhor ainda. Área de abrangência: 2. Duração: 01 /03 a 31/03

PROJETO RECICLAGEM. 1. Tema: Reciclar é bom, Reutilizar é melhor e Reduzir é melhor ainda. Área de abrangência: 2. Duração: 01 /03 a 31/03 PROJETO RECICLAGEM 1. Tema: Reciclar é bom, Reutilizar é melhor e Reduzir é melhor ainda. Área de abrangência: (x) Movimento (x) Musicalização (x) Artes Visuais (x) Linguagem Oral e Escrita (x) Natureza

Leia mais

LINGUAGENS ARTÍSTICAS E LÚDICAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL.

LINGUAGENS ARTÍSTICAS E LÚDICAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL. LINGUAGENS ARTÍSTICAS E LÚDICAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL. ANA PAULA CORDEIRO ARTE ARTE? O QUE É? QUAL SUA NECESSIDADE? QUAL SUA FUNÇÃO? ARTE: O QUE É? ARTE Uma forma de criação de linguagens- a linguagem visual,

Leia mais

Comunicação A ARTE DE MÃOS DADAS COM A EDUCAÇÃO. Palavras-chave: Museus/Imagens, Interdisciplinaridade, Internet

Comunicação A ARTE DE MÃOS DADAS COM A EDUCAÇÃO. Palavras-chave: Museus/Imagens, Interdisciplinaridade, Internet Comunicação A ARTE DE MÃOS DADAS COM A EDUCAÇÃO BOLDRINI, Nanci Martinelli 1 Palavras-chave: Museus/Imagens, Interdisciplinaridade, Internet INTRODUÇÃO A Arte vem se mostrando forte aliada aos educadores

Leia mais

CONCEITOS. Artes História do retrato-pintura. História do retrato-fotografia. Arte e tecnologia. Matemática Transformações.

CONCEITOS. Artes História do retrato-pintura. História do retrato-fotografia. Arte e tecnologia. Matemática Transformações. Sala de Professor MESTRE JÚLIO: RETRATO PINTADO CONCEITOS Artes História do retrato-pintura. História do retrato-fotografia. Arte e tecnologia. Matemática Transformações. Sociologia Indústria cultural.

Leia mais

P R O J E T O : A R T E N A E S C O L A M Ú S I C A NA E S C O L A

P R O J E T O : A R T E N A E S C O L A M Ú S I C A NA E S C O L A P R O J E T O : A R T E N A E S C O L A M Ú S I C A NA E S C O L A C O R A L F L A U T A F A N F A R R A I N F A N T I L (A L U N O S) A L U N O S 2 OS E 3 OS ANOS CEC - A - UNIDADE EXECUTORA: Direção,

Leia mais

Quatro coordenadas para o andamento da educação musical

Quatro coordenadas para o andamento da educação musical Quatro coordenadas para o andamento da educação musical Léa Pintor Martins de Arruda Maria Angela de Souza Lima Rizzi O trabalho realizado com os educadores, pela equipe da Associação Arte Despertar no

Leia mais

Cronograma do IV SID

Cronograma do IV SID 06/10 07/10 08/10 De 15h às 17h - Investigando As Expectativas Dos Alunos Da Escola Estadual Evandro Ávila Quanto À Construção De Um Projeto De Educação Ambiental (Biologia) - Ensino De Ciências Para Alunos

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As Histórias do Senhor Urso. 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S) O Desfile a fantasia. 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) O episódio O desfile a

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL LINGUAGEM ORAL E ESCRITA. Premissas básicas:

EDUCAÇÃO INFANTIL LINGUAGEM ORAL E ESCRITA. Premissas básicas: EDUCAÇÃO INFANTIL A Educação Infantil, enquanto segmento de ensino que propicia um maior contato formal da criança com o mundo que a cerca, deve favorecer a socialização da criança, permitir a interação

Leia mais

PROJETO ANIMAIS. 1. Tema: O mundo dos animais. Área de abrangência: 2. Duração: 01/06 a 30/06. 3. Apresentação do projeto:

PROJETO ANIMAIS. 1. Tema: O mundo dos animais. Área de abrangência: 2. Duração: 01/06 a 30/06. 3. Apresentação do projeto: PROJETO ANIMAIS 1. Tema: O mundo dos animais Área de abrangência: (x) Movimento (x) Musicalização (x) Artes Visuais (x) Linguagem Oral e Escrita (x) Natureza e Sociedade (x) Matemática 2. Duração: 01/06

Leia mais

ENCONTRO "PCN EM AÃÃO"

ENCONTRO PCN EM AÃÃO ENCONTRO "PCN EM AÃÃO" RELATO DA PAUTA DO ENCONTRO Cuiabaß - Parte de 5¼ a 8¼ súrie por Caio M. Costa 1 a. dia - Manhã 1 a. parte - todos juntos - Ana Rosa e Rosaura Apresentação dos PCNs Níveis de concretização

Leia mais

Conheça também! As demais disciplinas desta coleção nas páginas 4, 8, 32, 36, 72 e 90.

Conheça também! As demais disciplinas desta coleção nas páginas 4, 8, 32, 36, 72 e 90. porta aberta Nova edição Geografia 2º ao 5º ano O estudo das categorias lugar, paisagem e espaço tem prioridade nesta obra. 25383COL05 Conheça também! As demais disciplinas desta coleção nas páginas 4,

Leia mais

Envolver Programa do Serviço Educativo 2014-2015 ANIVERSÁRIOS. www.museuberardo.pt/educacao/atividades/aniversarios

Envolver Programa do Serviço Educativo 2014-2015 ANIVERSÁRIOS. www.museuberardo.pt/educacao/atividades/aniversarios Envolver Programa do Serviço Educativo 2014-2015 www.museuberardo.pt/educacao/atividades/aniversarios 4-6 anos / Duração média: 2 horas a 2 horas e 30 minutos 2 MAGIA NO MUSEU Há magia no ar! As obras

Leia mais

Metodologia e Prática de Ensino de Ciências Sociais

Metodologia e Prática de Ensino de Ciências Sociais Metodologia e Prática de Ensino de Ciências Sociais Metodologia I nvestigativa Escolha de uma situação inicial: Adequado ao plano de trabalho geral; Caráter produtivo (questionamentos); Recursos (materiais/

Leia mais

O olho que pensa, a mão que faz, o corpo que inventa

O olho que pensa, a mão que faz, o corpo que inventa Mi gu el v on D an g el Sem t í t ulo, 1993, s er ig r afi a Fot o: Fau st o Fleur y O olho que pensa, a mão que faz, o corpo que inventa Com as proposições didáticas sugeridas, espera-se que os alunos

Leia mais

Cumprimento das actividades definidas no Plano Curricular Anual

Cumprimento das actividades definidas no Plano Curricular Anual Cumprimento das actividades definidas no Plano Curricular Anual Áreas de Conteúdo Actividades planificadas e realizadas Actividades planificadas e não realizadas Actividades não planificadas e realizadas

Leia mais

CONTATOS: FASHION TEEN

CONTATOS: FASHION TEEN CONTATOS: FASHION TEEN End: QI 13 Bloco E Loja 08 Lago Sul Brasília DF Tel: + 55 61.3366.2277/ 61.8533.2515 E-mail: contato@fashionteen.com.br Web: www.fashionteen.com.br APRESENTAÇÃO CURSO FASHIONTEEN

Leia mais

Palavras-chave: Informática Educativa. Ferramenta pedagógica. Formação.

Palavras-chave: Informática Educativa. Ferramenta pedagógica. Formação. 1 ARTE DIGITAL: O MUNDO DAS TELAS NA TELA DO COMPUTADOR Gláucio Odair Xavier de ALMEIDA Licenciado em Letras e Licenciando em computação Universidade Estadual da Paraíba/CCEA- Patos odairalmeida88@gmail.com

Leia mais

CONGRESSO CARIOCA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2º FEP RJ ABERTURA DO FÓRUM: CONTEXTO GERAL DA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR

CONGRESSO CARIOCA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2º FEP RJ ABERTURA DO FÓRUM: CONTEXTO GERAL DA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR CONGRESSO CARIOCA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 2º FEP RJ ABERTURA DO FÓRUM: CONTEXTO GERAL DA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR Acreditamos ser relevante abordar de forma rápida o contexto atual da Educação Física Escolar

Leia mais

CURRÍCULO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

CURRÍCULO NA EDUCAÇÃO INFANTIL CURRÍCULO NA EDUCAÇÃO INFANTIL Claudia Maria da Cruz Consultora Educacional FEVEREIRO/2015 CURRÍCULO NA EDUCAÇÃO INFANTIL A ênfase na operacionalização escrita dos documentos curriculares municipais é

Leia mais

A Educação Musical em atividades interdisciplinares: um relato de experiência em uma oficina 1

A Educação Musical em atividades interdisciplinares: um relato de experiência em uma oficina 1 A Educação Musical em atividades interdisciplinares: um relato de experiência em uma oficina 1 Fernanda de Assis Oliveira 2 Universidade Federal do Rio Grande do Sul UFRGS Resumo: Este relato descreve

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular CICLO GERAL OU CICLO BÁSICO AR081- FOLCLORE BRASILEIRO OBRIGATÓRIO 1 30 30 60 3 Fórmula: AR280 AR280- FOLCLORE BRASILEIRO FOLCLORE, ORIGENS, CAMPOS DE ATUAÇÃO E INTERLIGAÇÃO COM OUTRAS CIÊNCIAS, INFLUÊNCIA

Leia mais

Leia estas instruções:

Leia estas instruções: Leia estas instruções: 1 2 3 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Caso se identifique em qualquer outro local deste

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 34, Toledo PR Fone: 377-850 PLANEJAMENTO ANUAL DE MÚSICA SÉRIE: PRÉ I PROFESSOR: Carla Iappe

Leia mais

Currículo Referência em Artes Visuais Ensino Médio

Currículo Referência em Artes Visuais Ensino Médio Currículo Referência em Artes Visuais Ensino Médio 1º ANO - ENSINO MÉDIO Objetivos Conteúdos Expectativas - Conhecer a área de abrangência profissional da arte e suas características; - Reconhecer e valorizar

Leia mais

Curso de Especialização Arte na Educação: Teoria e Prática. Realização: Departamento de Música Escola de Comunicações e Artes da USP

Curso de Especialização Arte na Educação: Teoria e Prática. Realização: Departamento de Música Escola de Comunicações e Artes da USP Curso de Especialização Arte na Educação: Teoria e Prática Realização: Departamento de Música Escola de Comunicações e Artes da USP Coordenação: Prof. Dr. Pedro Paulo Salles (ECA-USP) Vice-coordenação:

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1 TÍTULO DO PROGRAMA Balinha e Dentinho. 2 EPISÓDIO TRABALHADO Um punhado de sementes mágicas. 3 SINOPSE DO EPISÓDIO ESPECÍFICO O episódio Um punhado de sementes mágicas

Leia mais

Comunicação Relato de Experiência

Comunicação Relato de Experiência 1 A CARA DA GENTE... Teresa Cristina Melo da Silveira teca.ensinodearte@centershop.com.br Prefeitura Municipal de Uberlândia / Secretaria Municipal de Educação Comunicação Relato de Experiência A CARA

Leia mais

colégio santo américo

colégio santo américo prosa centro de estudos 1º semestre / 2010,,,,, colégio santo américo P a l e s t r a s A arte do desenho na educação O desenho é um fazer criativo e reflexivo, imprescindível na escola. Seu percurso na

Leia mais

II MOSTRA CULTURAL E CIENTÍFICA: LÉO KOHLER 50 ANOS CONSTRUINDO HISTÓRIA

II MOSTRA CULTURAL E CIENTÍFICA: LÉO KOHLER 50 ANOS CONSTRUINDO HISTÓRIA ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR LÉO KOHLER ENSINO FUNDAMENTAL II MOSTRA CULTURAL E CIENTÍFICA: LÉO KOHLER 50 ANOS CONSTRUINDO HISTÓRIA PROJETO: Arte Popular Professora Orientadora: Graciele Moreira Turma: 7ª

Leia mais

UNOCHAPECÓ Artes Visuais 6º período Conteúdo e Métodos II. Profª Me. Márcia Moreno

UNOCHAPECÓ Artes Visuais 6º período Conteúdo e Métodos II. Profª Me. Márcia Moreno UNOCHAPECÓ Artes Visuais 6º período Conteúdo e Métodos II Profª Me. Márcia Moreno 1 Conhecendo o Louvre... Foi no fim do século XII que Filipe Augusto mandou construir um castelo num local já chamado Louvre.

Leia mais

Sobre a Brinquedoteca:

Sobre a Brinquedoteca: Curso de Pedagogia e MOSTRA PEDAGÓGICA 2010 Apresentando: Artes e Matemática, Educação de Jovens e Adultos - EJA e Brinquedoteca Nos dias 08 e 09 de junho tivemos a MOSTRA PEDAGÓGICA 2010 onde houve o

Leia mais

:: NOVA ESCOLA ON-LINE ::

:: NOVA ESCOLA ON-LINE :: Page 1 of 7 Planos de aula Educação Infantil Conhecimento de Mundo Natureza e Sociedade Seres Vivos Plano de trabalho O ovo vira pinto Introdução Muito freqüentemente, o trabalho com as ciências naturais,

Leia mais

OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL. A prática da educação infantil deve se organizar de modo que as crianças desenvolvam as seguintes capacidades:

OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL. A prática da educação infantil deve se organizar de modo que as crianças desenvolvam as seguintes capacidades: OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL V - 2012 A prática da educação infantil deve se organizar de modo que as crianças desenvolvam as seguintes capacidades:

Leia mais

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas Departamento Curricular/Ciclo: 1º Ciclo Disciplina: Expressões Artísticas e Físico-Motora Ano de escolaridade: 4º ano Ano letivo: 2015/2016 Perfil do aluno à saída do 1º ciclo: Participar na vida sala

Leia mais

ENSINANDO A ESCREVER: O GÊNERO CARTA DO LEITOR EM QUESTÃO

ENSINANDO A ESCREVER: O GÊNERO CARTA DO LEITOR EM QUESTÃO ENSINANDO A ESCREVER: O GÊNERO CARTA DO LEITOR EM QUESTÃO Mônica Farias de Vasconcelos OLIVEIRA (UEPB) E-mail: monica06farias@gmail.com. Clara Regina Rodrigues de SOUZA (UFCG/ POSLE/ UEPB) E-mail: clararegina.r.s@gmail.com.

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTE-EDUCAÇÃO

PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTE-EDUCAÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTE-EDUCAÇÃO Instituição Certificadora: FALC Amparo Legal: Resolução CNE CES 1 2001 Resolução CNE CES 1 2007 Lei nº 11.769 Carga Horária: 460h Período de Duração: 12 meses (01 ano) Objetivos:

Leia mais

Território Modular ARTE CONTEMPORÂNEA RUA PAULO BARRETO 77, BOTAFOGO 22280-010 RIO DE JANEIRO RJ BRASIL T +55 (21) 2541 4935 WWW.LURIXS.

Território Modular ARTE CONTEMPORÂNEA RUA PAULO BARRETO 77, BOTAFOGO 22280-010 RIO DE JANEIRO RJ BRASIL T +55 (21) 2541 4935 WWW.LURIXS. Território Modular 1 Coletivo MUDA TERRITÓRIO MODULAR 23 de agosto a 04 de outubro de 2013 2 Em movimento Felipe Scovino Para essa primeira exposição do MUDA em uma galeria comercial, uma questão importante

Leia mais

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL 2013

PROJETO DAS FACULDADES MAGSUL 2013 Pedagogia: Aut. Dec. nº 93110 de 13/08/86 / Reconhecido Port. Nº 717 de 21/12/89/ Renovação Rec. Port. nº 3.648 de 17/10/2005 Educação Física: Aut. Port. nº 766 de 31/05/00 / Rec. Port. nº 3.755 de 24/10/05

Leia mais

Pré-Escola 4 e 5 anos

Pré-Escola 4 e 5 anos PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR Secretaria Municipal da Educação e Cultura SMEC DIÁRIO DE CLASSE Educação Infantil Pré-Escola 4 e 5 anos DIÁRIO DE CLASSE ESCOLA: CRE: ATO DE CRIAÇÃO DIÁRIO OFICIAL / /

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PROJETO PSICOMOTRICIDADE Educar é Brincar SÉRIE: Contraturno

Leia mais

REFLETINDO O ENSINO DE ARTE: UMA EXPERIÊNCIA PRÁTICA

REFLETINDO O ENSINO DE ARTE: UMA EXPERIÊNCIA PRÁTICA REFLETINDO O ENSINO DE ARTE: UMA EXPERIÊNCIA PRÁTICA Magna Carolina Pereira de Souza 1 Rafaella Pereira Chagas 2 Sheila Mikaele Valério da Costa 3 Maria Eridan da Silva Santos 4 Resumo: A arte está presente

Leia mais

ampliação dos significados. conhecedor fruidor decodificador da obra de arte

ampliação dos significados. conhecedor fruidor decodificador da obra de arte Comunicação O ENSINO DAS ARTES VISUAIS NO CONTEXTO INTERDISCIPLINAR DA ESCOLA ALMEIDA, Maria Angélica Durães Mendes de VASONE, Tania Abrahão SARMENTO, Colégio Hugo Palavras-chave: Artes visuais Interdisciplinaridade

Leia mais