CAPACITAÇÃO A DISTÂNCIA PARA PROFESSORES NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS EJA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CAPACITAÇÃO A DISTÂNCIA PARA PROFESSORES NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS EJA"

Transcrição

1 CAPACITAÇÃO A DISTÂNCIA PARA PROFESSORES NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS EJA José Enildo Elias Bezerra (Instituto Superior de Educação de Pesqueira ISEP) RESUMO: Este artigo destaca a contribuição de um curso de extensão para professores da Educação de Jovens e Adultos EJA. A intenção é demonstrar à contribuição dada em um curso de capacitação a distância no Instituto Superior de Educação da cidade de Pesqueira PE. Contribuindo para a uma proposta de ensino direcionada a professores que atuam em turmas de jovens e adultos. PALAVRAS CHAVES: Capacitação. Educação.Professores. ABSTRACT This article highlights the contribution of a course of extension for teachers and the Education of Young Adults EJA. The intention is to demonstrate the contribution given in a training course in the distance the Higher Institute of Education of the city of Pesqueira PE. Contributing to a proposed education targeted at teachers who work in classes for youth and adults. KEY WORDS: Training.Education.Teachers. INTRODUÇÃO Segundo o Ministério da Educação (MEC), a falta do uso de recursos didáticos e tecnológicos que podem facilitar o aperfeiçoamento de professores da educação de jovens e adultos (EJA) tanto em órgãos não governamentais e governamentais, vem causando grande preocupação para esse Ministério. O corpo docente atuante na EJA apresenta uma falta de adequação nos conhecimentos sobre as Normas e Leis que são elaboradas para essa modalidade dentro do ensino fundamental. Tais recursos desempenham papel fundamental no processo de ensino e

2 aprendizagem, desde que se tenha clareza das possibilidades e dos limites que cada um deles apresenta e de como podem ser inseridos numa proposta global de trabalho. A necessidade de capacitar cada vez mais profissionais da área de educação, principalmente entre professores do ensino fundamental, é um desafio para todos aqueles que estão inseridos no processo de criação de novos cursos a distância para esse público, isto porque uma das potencialidades da Educação a Distância (EAD) é a de superar as limitações, sejam elas de ordem geográfica, físicas, sociais e econômicas. Tentar suprir a falta de condições de informação dos professores da EJA sobre um determinado tema, é um desafio que se torna viável com a aplicação de cursos semi presenciais ou completamente a distância. A tecnologia pode contribuir com uma parcela de fatores que podem justificar a inclusão desses profissionais, através de cursos que orientem e capacitem em um tempo menor, sem exigências de horários fixos, os quais nem sempre podem ser estabelecidos em grupos de alunos professores por motivo de uma carga horária exaustiva. Um curso de extensão a distância é uma forma alternativa para a democratização do ensino. As estratégias de ensino aprendizagem a distância possibilitam atender, não apenas ao ritmo pessoal de aprendizagem, mas as demandas de estudo, isto é, pode se incluir grupos de pessoas impedidas de estudar devido a limitações, dentre elas a geográfica. Os professores da educação de jovens e adultos, em sua maioria, integram a população trabalhadora que necessita de formação continuada ao longo da vida profissional, mas muitas vezes não estão integradas no processo de inclusão tecnológica. Utilizando a EAD como objeto de construção de conhecimento para profissionais da educação este projeto executivo pretende desenvolver um curso a distância de curta duração, com intuito de capacitar os participantes a melhor desempenharem sua atuação docente na modalidade de EJA, criando assim uma nova possibilidade de fomentar novos paradigmas dentro do quadro de professores que integram ou virão a integrar nessa área de ensino. A democratização do acesso e melhoria da qualidade da educação de jovens e adultos EJA vêm acontecendo em um contexto marcado pela modernização econômica, pelo fortalecimento dos direitos da cidadania e pela disseminação das tecnologias da informação onde a Educação a Distância EAD faz parte deste contexto, ela impacta as expectativas educacionais ampliando o reconhecimento da importância da educação na sociedade. Em resposta a expectativa de uma melhor formação dos professores que lecionam na EJA, desde início da década de 80 o sistema de ensino público e privado vêm passando por vários processos de reforma educacional, em âmbito estadual ou mesmo de unidades escolares isoladas como os trabalhos atribuídos a Organizações não governamentais (ONGs), associações de moradores e Instituições de Ensino Superior estão inserindo cursos de extensão para melhorar as condições de trabalho para professores que alfabetizam ou ministram aulas, tanto na séries iniciais como em séries finais, do ensino fundamental na educação de jovens e adultos.

3 1.A FORMAÇÃO DOS PROFESSORES DA EJA Com a promulgação da Lei 9.394/96 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional LDBEN), que incorporou as experiências e as lições aprendidas ao longo dos anos, iniciou se uma nova etapa de reforma, consolidou se uma profunda ressignificação de processo de ensinar e aprender, a lei consolidou em seus artigos a ênfase da educação de jovens e adultos, como prioritária dentro das escolas públicas e privadas no país. Na sucessão das Leis de Diretrizes e Bases dos anos de e , a nova LDBEN, traz um novo conceito no Artigo 37 afirmando que A educação de jovens e adultos será destinada àqueles que não tiveram acesso ou continuidade de estudos no ensino fundamental e médio na idade própria. Com essa determinação de criar novas expectativas para o ensino na EJA, Estados e Municípios estão empenhados na iniciativa de adotar providências de uma organização de seus currículos, de acordo com novo paradigma disposto na referida Lei e as normas 3 nacionais, essas iniciativas beneficiam se tanto dos parâmetros e referenciais preparados pelo MEC, quanto da assistência técnica de universidades, instituições de estudos e pesquisas, organizações nãogovernamentais do setor educacional, entre outros órgãos. A partir do ano de 1996 os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs), apresentam um direcionamento para o ensino de disciplinas em diferentes níveis de conhecimento. Os Parâmetros fogem à rigidez do modelo de ensino tradicional e trata de auxiliar os profissionais de educação na elaboração de novas estratégias ou criar uma reflexão sobre a prática em determinada área. Os professores atuantes na Educação de Jovens e Adultos muitas vezes desconhecem o propósito dos Parâmetros Curriculares, que é em realidade instruir, mas não determinar aspectos ligados às questões institucionais 4 da educação brasileira, mas além dos Parâmetros Nacionais que abrange desde ensino fundamental até o médio, foi criado pela Secretaria de Ensino Fundamental no ano de 2002 a Proposta Curricular para Educação de Jovens e Adultos PCEJA. O intuito de criar uma proposta exclusivamente para esse público de alunos oriundos de classes menos favorecidas e que muitas vezes estão fora da escola há muitos anos é de buscar através de Parâmetros e Propostas Curriculares para EJA informações para que os professores que ministram aulas para esses alunos comecem a desenvolver um trabalho mais consciente em sala de aula. 1 Lei de Diretrizes Curriculares Lei 4.024/61, em seu Artigo 99 estabelecia exames de madureza, tratava-se de avaliações aplicadas ao público que estava fora da escola e que não havia freqüentado o ensino regular. 2 Com a Lei 5.692/71 que foi a segunda Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, no Capítulo IV buscava-se suprir a escolarização regular para adolescentes e adultos, que não a tinham seguido ou concluídos na idade própria. 3 Refiro-me as Diretrizes, Propostas e Parâmetros Curriculares, as quais em realidade são normas determinadas pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC). 4 Neste caso os Parâmetros não tem a finalidade de demonstrar como funcionam as instituições como: órgãos públicos ou privados.

4 A problematização pode ser definida a partir da falta de conhecimento das atividades da Proposta Curricular da Educação de Jovens e Adultos PCEJA, sob o pressuposto de que o professor possuindo conhecimentos mais específicos sobre o direcionamento dado por esses documentos, provavelmente otimizará o seu trabalho em sala de aula. Dessa forma, O lnstituto Superior de Educação de Pesqueira 5 ISEP colocou se à disposição para desenvolver um projeto de capacitação para professores atuante ou que pretende atuar com jovens e adultos na cidade de Pesqueira e adjacências. Uma proposta inovadora para esse público, buscando assim suprir a necessidade de proporcionar uma melhor formação aos professores, através da Proposta Curricular da Educação de Jovens e Adultos, utilizando a educação a distância. A principio foi detectada que a formação inicial e continuada dos professores que atuam em escolas públicas e particulares em turmas de jovens e adultos vem sendo bastante discutida nos últimos anos. A disposição de Leis e Parâmetros Curriculares criadas no final dos anos 90 do século passado, não foi suficiente para estabelecer critérios específicos para o trabalho de professores que lecionam para um público que tem características diferentes do ensino regular, público esse formado de estudantes que abandonaram os estudos durante muitos anos, ou ainda por aqueles que desejam acelerar os estudos por motivo de comprovação para atuarem em determinadas profissões. A aprendizagem para esse público não deve ser como o ensino regular, pois foi com essa preocupação que após a elaboração das Diretrizes Curriculares para a formação de professores da Educação Básica, criada pelo Conselho Nacional de Educação (CNE) indicava uma observação importante, devia se ao fato do sistema educacional brasileiro atender na educação básica a algumas demandas diferenciadas e bem caracterizadas que precisam ser incorporadas à formação de professores. As diretrizes ressaltam que a existência de um contingente ainda expressivo de jovens e adultos, com pouca ou nenhuma escolaridade, faz que a educação deles mereça um programa especial, que vise a dar oportunidades educacionais apropriadas, aos brasileiros que não tiveram acesso ao Ensino Fundamental na faixa etária de 7 a 17 anos. Um curso de formação de professores não pode deixar de lado a questão da educação de jovens e adultos, pois ainda é uma necessidade social expressiva. Se os professores que lecionam nessa modalidade de ensino não tiverem conhecimentos básicos acerca da Proposta Curricular direcionada a esses alunos, certamente terão dificuldades de programar novos conceitos de ensino porque não se pode ensinar aos adultos da mesma forma que se ensinam as crianças. Segundo pesquisas da Coordenação da Educação de Jovens e Adultos COEJA 6, a grande maioria dos professores afirmou que ocupam parte do tempo com as atividades de estudos e de planejamento, já o número de horas semanais dedicadas a tarefas extraclasse, incluindo estudo e planejamento, apresenta uma variação significativa de 6 A COEJA recebeu um total de questionários de professores e questionários de alunos, além dos instrumentos preenchidos pelas secretarias de educação. Do total de instrumentos tabulados, 35% eram do Nordeste, 24% do Norte, 19% do Centro-Oeste, 15% do Sudeste e 7% do Sul.

5 uma região para outra, com relação ao Nordeste temos 85% dos profissionais dedicando parte de seu tempo para realização de atividades que os ajudem a promover uma melhor qualidade de ensino contra 92% do Sudeste. A compreensão de uma nova proposta de ensino por parte dos professores atuantes ou que desejem lecionar nessa modalidade de ensino, pode ser perfeitamente contemplada com um curso a distância que os ajudem a conhecer toda trajetória histórica, social e pedagógica desse grupo de indivíduos, podendo assim criar condições para um melhor aperfeiçoamento em suas atividades dentro do espaço escolar. Daí, a solução proposta para a solução do problema proposto para a capacitação de professores da EJA se constitui em projeto de um curso a distância que promova a aquisição das competências necessárias para atuar no ensino de jovens e adultos, utilizando se a modalidade de ensino que seja constituido novas tecnologias da comunicação e informação, limitando se apenas a dois momentos presenciais, onde cada aluno receberá as instruções para o acesso ao ambiente MOODLE 7. 2.O DIRECIONAMENTO DADO AO PROJETO O público alvo são os professores que atuam na educação de jovens e adultos EJA com formação em magistério ou em cursos de licenciaturas em fase de conclusão e que tenham ou não capacitação para atuar como professorestutores na educação a distância. O curso de extensão pretende atingir tanto profissionais da rede pública quanto da rede particular de ensino. Em pesquisas realizadas pelo Ministério da Educação no ano de 2001 e publicada na Proposta Curricular da Educação dos Jovens e Adultos (PCEJA, 2002, p.38), constata se que: O universo pesquisado de professores que atuam na educação de jovens e adultos no Brasil é de 77% do sexo feminino e 23% do sexo masculino e que se nas regiões Norte e Centro Oeste há um contingente maior de jovens do que nas demais regiões. As mesmas pesquisas informam que em termos salariais, em todas as regiões a maior concentração está na faixa de 3 a 4 salários mínimos. Apenas na região Sul aparecem indicações acima de 6 salários mínimos por mês. Com relação à situação funcional dos professores, as pesquisas constaram que a maioria é efetiva ou contratada. E também revela ser uma novidade a experiência em EJA, no segundo segmento (5ª à 8ª série), pois os mais percentuais de tempo de experiência se concentram na faixa etária de 0 a 5 anos. 7 É um sistema de administração de atividades educacionais destinado à criação de comunidades on-line, em ambientes virtuais voltados para a aprendizagem.

6 Encontra se em dados de pesquisa que apenas 13% dos professores da EJA, no Nordeste participaram de cursos de capacitação contra 22% do Sul do país. Estes profissionais que pretendem lecionar ou já lecionam possam participar ativamente de um curso através da Educação a Distância (EAD) são o alvo principal deste trabalho. O curso de extensão tem como prioridades: descrever os fundamentos das normas e Leis comuns às diversas áreas para a reflexão curricular dentro da educação de jovens e adultos, apresentando dados coletados em levantamento realizado pela Coordenação de Educação de Jovens e Adultos (COEJA) e aplicando entre os professores das diversas disciplinas estratégias que possam desenvolver novas habilidades através do conhecimento da Proposta Curricular da Educação de Jovens e Adultos, apresentando temas que devem ser analisados e discutidos coletivamente pelas equipes escolares. Na Proposta Curricular elaborada pelo Ministério da Educação (MEC) há inúmeras experiências que apontam a necessidade de pensar a especificidade desses alunos e de superar a prática de trabalhar com eles. Um curso de EAD para capacitar professores terá como prioridade formar professores que possam compreender as condições que estabelece as normas através de orientações existentes na Proposta Curricular da Educação de Jovens e Adultos e que possam direcionar suas atividades em sala de aula ou extraclasse de forma consciente e atuante. Um aspecto importante desse curso de capacitação através da EAD é que nos cursos de Graduação e de Magistério não existem disciplinas que tratem de tal norma e pouco se relata a importância de outros documentos já existente desde 1996, como é o caso dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs). É necessário que os sistemas de ensino possam garantir aos professores espaços para a reflexão de sua prática num processo de formação continuada e, a Educação a Distância pode priorizar esse tipo de formação porque ela não requer tempo exclusivo em sala de aula e ainda pode proporcionar a manipulação de ferramentas dentro do espaço tecnológico que ajudará aos professores em suas atividades futuras. Um curso de extensão direcionado ao corpo docente ligado a EJA, dentro de escolas públicas como em particulares ou até mesmo em instituições que desejem ser co participantes desse processo no Ensino Fundamental é de grande importância. Assim, um profissional de educação que estar em um processo permanente de desenvolvimento profissional certamente poderá no exercício de suas atividades contribuir junto aos colegas a tematizar sua prática, construindo conhecimentos sobre seu fazer. Os professores têm o direito de experimentar em seu próprio processo de aprendizagem o que, do ponto de vista metodológico lhes é sugerido como necessário para o bom aproveitamento da aprendizagem para os alunos. Como solução, propõe se a implementação de um curso na modalidade da Educação a Distância que relacione as orientações práticas da Proposta Pedagógica para turmas de jovens e adultos onde possa ajudar nas atividades orientadas para o desenvolvimento do pensamento crítico, da aprendizagem ativa, da criatividade, da autonomia dos valores democráticos e do exercício da cidadania.

7 A maior quantidade de alunos e professores provenientes da educação de jovens e adultos encontra se em escolas púbicas, algumas muitas vezes completamente desestruturadas e sem a mínima condição de funcionamento. Instituições particulares ou de federações de indústrias tem desenvolvido programas para adequar a realidade do ensino para esse grupo de alunos que muitas vezes voltam a estudar depois de muitos anos fora da escola. As orientações formuladas na Proposta da EJA trazem em si observações importantes, entre elas pode referir ao fato que o sistema educacional brasileiro atende na educação básica a algumas demandas diferenciadas e bem características que precisam ser incorporadas à formação de professores. Este documento demonstra que ainda existem muitos adultos fora das escolas e os que chegam quase não tem alfabetização, o fato de pedir uma maior atenção para esses sujeitos da educação de jovens e adultos faz com que mereça um programa especial. No Brasil, um curso de formação de professores não deve deixar de lado a questão da educação de jovens e adultos, pois ainda é uma necessidade social expressiva. Inúmeras experiências apontam para se pensar a especificidade desses alunos e de superar a prática de trabalhar com eles da mesma forma com que se trabalha com as crianças e os adolescentes do Ensino Fundamental e Médio. O PCEJA (2002, p.141) revela que [...] apesar da escolaridade se referir às mesmas etapas (Ensino Fundamental e Médio), os jovens e adultos, por estarem em outros estágios de vida, têm experiências, expectativas, condições sociais e psicológicas que os distanciam do mundo infantil e adolescente. Analisando a citação acima, pode se afirmar que os professores que se dedicam a esse trabalho devem ser capazes de conferir a construção de uma proposta curricular que traz novas propostas de aprendizagem e que faz da prática de ensino para os alunos jovens e adultos uma construção de situações didáticas eficazes e significativas, porém, para poder compreender os objetivos desse documento é necessário compreender o universo da EJA, das causas e dos contextos sociais e institucionais que configuram a situação de aprendizagem dos seus alunos. Assim sendo, a proposta para jovens e adultos orientam os cursos de formação no sentido de oferecer uma ênfase diferenciada aos professores que pretendem se dedicar a essa modalidade de ensino, ela trata da organização curricular que deve ser inseridas nos cursos de formação de professores, conferindo sempre espaços e tempos que garantam uma tematização comum de questões centrais da educação e da aprendizagem buscando uma sistematização sólida e consistente de conhecimentos, enfatizando a construção de uma perspectiva interdisciplinar e de critérios para atuação em campos específicos, neste caso as disciplinas que contemplam a EJA. Diante do fato em que os professores que atendem ao público da educação de jovens e adultos desconhecem a proposta, a qual certamente ajudará a desenvolver atividades em sala da aula e, devido a grande dificuldade de acesso por esses profissionais em conhecer tal proposta é que se enfatiza a necessidade de implementação de um programa de educação a distância utilizando a Internet, que favorece na atual conjuntura os professores que não possam freqüentar a sala de aula para participar de uma capacitação nesse porte, já que, com a modalidade a distância não será necessária a presença diária em sala de aula.

8 A facilidade para obtenção de uma capacitação durante o aperfeiçoamento com a EAD facilitará para o professor e para instituição que não terá que disponibilizar altos custos para oferecer um curso presencial, o que, a nosso ver, justifica a proposta do curso aqui contemplada. 3. O PLANEJAMENTO E EXECUÇÃO DO CURSO DE EXTENSÃO. A Educação a Distância é fruto da mudança no conhecimento cientifico que ajudará aos professores da EJA a desenvolver de forma bem elaborada as aulas que ministraram a partir dos elementos básicos envolvidos no conhecimento de normas e Leis estabelecidas para essa comunidade escolar. Para garantir a qualidade de um curso à distância foi elaborada uma proposta de ensino com os seguintes requisitos: Curso com duração de quatro meses Carga horária de 80h Requisitos: ter o curso de magistério, ser professora da EJA ou ter curso de licenciatura ou cursando. O curso é desenvolvido num Ambiente Virtual de Aprendizagem que permita a inserção dos materiais didáticos a serem utilizados, interação entre alunos e tutoria, sugerindo se o MOODLE. O conteúdo consiste no conhecimento da trajetória do ensino da EJA no Brasil e de direcionamento dado às atividades aplicadas diversas disciplina lecionada para o público de jovens e adultos, para isso é utilizada uma plataforma moodle e suas principais ferramentas que serão úteis para o conhecimento detalhado de normas e leis que estarão disponíveis no ambiente dentro de um cronograma que será pré estabelecido no período de cada unidade. As atividades estão desenvolvidas dentro de fóruns, chats, leitura e produção de textos que direcionarão todas as atividades dos alunos. Em cada unidade serão criados temas que questionem os temas centrais de educação e da aprendizagem, bem como de sua dimensão prática para todos os professores da educação básica, a sistematização sólida e consistente de conhecimento sobre os objetos de ensino na educação de jovens e adultos, os estudos multidisciplinares que podem ser criado a partir de uma visão sócio interacionista buscando compreender a diversidade por disciplina ou área de conhecimento, neste caso, os professores podem relacionar a prática sugerida pela Proposta Curricular da EJA, observando a relação existente em sua própria disciplina, haverá também links com os objetivos de cada disciplina oferecida em turmas nessa modalidade de ensino. O importante é que cada profissional saiba que há um bem comum em todas as disciplinas, que é a construção de perspectivas interdisciplinar, tanto para os professores de

9 atuação multidisciplinar quanto para especialistas de área ou disciplina, os quais podem também incluir projetos de trabalhos nas diversas áreas de conhecimentos. O professor da EJA deve procurar adquirir competências para melhorar o seu desempenho em sala de aula, a PCEJA (2002, p.141) enfatiza que O desenvolvimento profissional do professor da EJA e suas competências são construídos num processo continuo que começa em sua formação inicial e continua durante o desempenho de suas atividades, sendo portando permanente essa característica. Essa característica se justifica em função dos avanços das investigações que a tecnologia vem relacionando ao ensino no Brasil e no mundo, o desenvolvimento profissional do professor é ligado muitas vezes ao desenvolvimento pessoal, a transformação ocorrida em função do avanço da tecnologia se dá de acordo com a evolução da sociedade e as mudanças econômicas, políticas e sociais. O curso é estruturado em três Unidades de Estudos, as quais manterão o alvo proposto no objetivo geral. Na primeira Unidade será descrita a trajetória do Ensino de jovens e adultos no Brasil, algumas características especificas da EJA, o suporte legal da educação a partir da LDBEN/96, planeja se discussões através de fóruns que tenham como tema central as questões da regulamentação da Educação no Brasil e finalizando com as recomendações da Declaração de Hamburgo (1997). Esta unidade é iniciada com um momento de ambientação entre os alunos para familiarização com o ambiente virtual. A segunda unidade tem como enfoque os dados estatísticos sobre a EJA no Brasil, pois a intenção é demonstrar as informações existentes no PCEJA de forma que estabeleçam uma análise da existência dos problemas enfrentados nos últimos no Ensino para essa modalidade de ensino. O trabalho é direcionado nas características do Segundo Segmento do Ensino Fundamental, turmas de 5ª à 8ª Série. Nesta Unidade de estudos também será discutidos as condições de oferta e a organização curricular, perfil dos alunos e perfil dos professores como também as práticas pedagógicas, isto porque, os dados estatísticos existentes no documento facilitarão a compreensão dos dados ali expostos. Dentro da terceira e última Unidade de Estudo, haverá uma reflexão sobre a construção da proposta curricular para EJA, projeto educativo da escola, identidade de um curso de EJA e uma análise do perfil dos alunos que freqüentam esse curso direcionado a pessoas que não festão no ensino regular, também haverá uma reflexão sobre o mundo profissional que envolve esses adultos e quais os direcionamentos dados pela escola na atualidade.

10 CONSIDERAÇÕES FINAIS Planejar um curso de extensão através na educação a distância é importante para ampliar os conhecimentos de professores que necessitam estar em plena formação continuada, nesse processo é fundamental desmistificar que só se aprende em cursos presenciais. A EAD via Internet tem um papel fundamental na formação do corpo docente que na atualidade não conseguem adquirir novos conhecimentos por motivo da jornada de trabalho extensiva e que exige muitas vezes a elaboração de atividades fora do espaço escolar. Os Parâmetros Curriculares da Educação de Jovens e Adultos (PCEJA) demonstram que dentro da formação dos professores de todas as disciplinas é necessário priorizar a formação através da tecnologia, definindo que A formação integral dos professores da EJA deve priorizar o desenvolvimento de capacidades e competências adequadas, para que todos possam integrar se as novas transformações cientificas e tecnológicas e seu impacto na vida social e cultural. PCEJA (2002, p.19) Diante da nova proposta de ensino utilizando os recursos das novas tecnologias da informação e comunicação e com a regulamentação da EAD através da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN), em seu art. 80, quando assim atribuiu ao poder público o incentivo do desenvolvimento e a veiculação de programas de ensino a distância, em todos os níveis e modalidades, o sistema de ensino brasileiro começou a ganhar mais um espaço necessário à formação de cidadãos que não podem ter acesso ao espaço físico da escola e que sem dúvida terá dentro da inovação tecnológica seu lugar garantido para conhecer novas estratégias de ensino, aperfeiçoando se a cada dia. Assim, é preciso que os sistemas de ensino garantam aos professores da EJA espaços para a reflexão de sua prática e que demonstrem a teoria na prática, mas o processo de formação continuada pode ser permanente no desenvolvimento profissional. Um curso a distância disponibilizará melhor tempo para estudos e não ocupará espaço físico com grupos de alunos, dando assim, uma condição para que tanto o poder público como privado consiga um custo bem inferior aos de aulas presenciais. A formação inicial e continuada pode ser desenvolvida através de cursos a distância, a estrutura curricular pode ser adaptável para a realidade de cada grupo de alunos, esses indivíduos podem juntos tematizar sua prática e construir conhecimentos sobre o seu fazer, buscando aperfeiçoar se constantemente. Os professores têm o direito de experimentar em seu próprio processo de aprendizagem o que, do ponto de vista metodológico, lhes é sugerido como necessário para seu bom desempenho em sala de aula e conseqüentemente uma ótima oportunidade para o aprendizado de cada aluno. Faz se necessário criar um curso de extensão na EAD que ajude a desenvolver um pensamento crítico acerca da aprendizagem ativa, da criatividade, da autonomia, dos valores democráticos e do exercício da cidadania,

11 certamente ajudará em uma nova perspectiva de democratização do ensino, tanto para professores como para alunos da educação de jovens e adultos. Segundo a PCEJA (2002, p.142) revela que: [...] os professores podem contar com espaços de ensino a distância, salto esse para o futuro de uma escola aberta. Se o interesse dos programas governamentais tanto no âmbito estadual como municipal é criar ações para o Desenvolvimento Profissional Continuado, como os Parâmetros em Ação de EJA e o Programa de Formação de Professores Alfabetizadores, do Ministério da Educação, que visam proporcionar momentos de construção coletiva do conhecimento pedagógico e de aprofundamento de estudos,nesse momento que a educação a distância pode contribuir para uma aceleração de conquistas previstas nesses documentos e trazer para realidade novos rumos para a capacitação de professores oriundos da educação de jovens e adultos. REFERÊNCIAS BRASIL.Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação de Jovens e Adultos. Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação Básica, BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Proposta Curricular para a educação de jovens e adultos: segundo segmento do ensino fundamental 5ª à 8ª série: introdução/secretaria de Educação fundamental, BRASIL. Ministério da Educação.Secretaria de Educação Fundamental. PCNs Parâmetro Curricular Nacional. Introdução. 2. ed. Rio de Janeiro: D & A, 2000.

REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS. PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional

REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS. PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS Projeto de Lei nº 8.035, de 2010 PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional O PNE é formado por: 10 diretrizes; 20 metas com estratégias

Leia mais

UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA

UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA Quando focalizamos o termo a distância, a característica da não presencialidade dos sujeitos, num mesmo espaço físico e ao mesmo tempo, coloca se como um

Leia mais

A Prática Educativa na EAD

A Prática Educativa na EAD A Prática Educativa na EAD A Prática Educativa na EAD Experiências na tutoria em EAD Disciplina de Informática Educativa do curso de Pedagogia da Ufal nos pólos de Xingó, Viçosa e São José da Laje (2002-2004).

Leia mais

Música nas escolas: uma análise do Projeto de Resolução das Diretrizes Nacionais para a operacionalização do ensino de Música na Educação Básica

Música nas escolas: uma análise do Projeto de Resolução das Diretrizes Nacionais para a operacionalização do ensino de Música na Educação Básica Música nas escolas: uma análise do Projeto de Resolução das Diretrizes Nacionais para a operacionalização do ensino de Música na Educação Básica Luis Ricardo Silva Queiroz Presidente da ABEM presidencia@abemeducacaomusical.com.br

Leia mais

CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2013 INTRODUÇÃO: O presente trabalho apresenta a relação de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu a serem reorganizados no

Leia mais

Proposta de curso de especialização em Educação Física com ênfase em Esporte Educacional e projetos sociais em rede nacional.

Proposta de curso de especialização em Educação Física com ênfase em Esporte Educacional e projetos sociais em rede nacional. Proposta de curso de especialização em Educação Física com ênfase em Esporte Educacional e projetos sociais em rede nacional. JUSTIFICATIVA Esporte Educacional & Projetos Sociais Esporte como meio de inclusão

Leia mais

PROPOSTA PEDAGOGICA CENETEC Educação Profissional. Índice Sistemático. Capitulo I Da apresentação...02. Capitulo II

PROPOSTA PEDAGOGICA CENETEC Educação Profissional. Índice Sistemático. Capitulo I Da apresentação...02. Capitulo II Índice Sistemático Capitulo I Da apresentação...02 Capitulo II Dos objetivos da proposta pedagógica...02 Capitulo III Dos fundamentos da proposta pedagógica...02 Capitulo IV Da sinopse histórica...03 Capitulo

Leia mais

TÍTULO V DOS NÍVEIS E DAS MODALIDADES DE EDUCAÇÃO E ENSINO CAPÍTULO II DA EDUCAÇÃO BÁSICA. Seção I Das Disposições Gerais

TÍTULO V DOS NÍVEIS E DAS MODALIDADES DE EDUCAÇÃO E ENSINO CAPÍTULO II DA EDUCAÇÃO BÁSICA. Seção I Das Disposições Gerais TÍTULO V DOS NÍVEIS E DAS MODALIDADES DE EDUCAÇÃO E ENSINO CAPÍTULO II DA EDUCAÇÃO BÁSICA Seção I Das Disposições Gerais Art. 22. A educação básica tem por finalidades desenvolver o educando, assegurar-lhe

Leia mais

NÚCLEO DE APOIO DIDÁTICO E METODOLÓGICO (NADIME)

NÚCLEO DE APOIO DIDÁTICO E METODOLÓGICO (NADIME) NÚCLEO DE APOIO DIDÁTICO E METODOLÓGICO (NADIME) Palmas 2010 1. Apresentação O Núcleo de Apoio Didático e Metodológico NADIME é o órgão da Faculdade Católica do Tocantins responsável pela efetivação da

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL BANDEIRANTES MANUAL DO ALUNO

CENTRO EDUCACIONAL BANDEIRANTES MANUAL DO ALUNO CENTRO EDUCACIONAL BANDEIRANTES MANUAL DO ALUNO 1 SUMÁRIO INFORMAÇÕES GERAIS 03 QUEM PODE FAZER O CURSO DE EJA A DISTÂNCIA 04 MATRÍCULA 04 COMO FUNCIONA 05 CALENDÁRIO DOS CURSOS 06 AVALIAÇÃO E CRITÉRIOS

Leia mais

Módulo 1. Introdução. 1.1 O que é EAD?

Módulo 1. Introdução. 1.1 O que é EAD? Módulo 1. Introdução Cada vez mais o mundo social e do trabalho necessitam de sujeitos capazes de fazer a diferença através de suas ações e atitudes. A utilização do ambiente virtual, como meio de interação

Leia mais

CONSELHO UNIVERSITÁRIO

CONSELHO UNIVERSITÁRIO P R O P O S T A D E P A R E C E R CONSELHO UNIVERSITÁRIO PROCESS0 Nº: 007/2014 ASSUNTO: Proposta de texto Construção de Políticas e Práticas de Educação a Distância a ser incluído no Plano de Desenvolvimento

Leia mais

Revisitando os Desafios da Web: Como Avaliar Alunos Online

Revisitando os Desafios da Web: Como Avaliar Alunos Online Revisitando os Desafios da Web: Como Avaliar Alunos Online Neide Santos neide@ime.uerj.br 2º Seminário de Pesquisa em EAD Experiências e reflexões sobre as relações entre o ensino presencial e a distância

Leia mais

ESTRATÉGIAS NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NA PERSPECTIVA DAS NOVAS TECNOLOGIAS

ESTRATÉGIAS NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NA PERSPECTIVA DAS NOVAS TECNOLOGIAS 1 ESTRATÉGIAS NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NA PERSPECTIVA DAS NOVAS TECNOLOGIAS INTRODUÇÃO Marilda Coelho da Silva marildagabriela@yahoo.com.br Mestrado Profissional Formação de Professores UEPB As

Leia mais

PROGRAMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL PRS-FACIIP

PROGRAMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL PRS-FACIIP PROGRAMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL PRS-FACIIP Aprovado na Reunião do CONASU em 21/01/2015. O Programa de Responsabilidade Social das Faculdades Integradas Ipitanga (PRS- FACIIP) é construído a partir

Leia mais

CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares

CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares C M E CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO NATAL/RN RESOLUÇÃO Nº 003/2011 CME Estabelece normas sobre a Estrutura, Funcionamento e Organização do trabalho pedagógico da Educação de Jovens e Adultos nas unidades

Leia mais

ESTÁGIO DOCENTE DICIONÁRIO

ESTÁGIO DOCENTE DICIONÁRIO ESTÁGIO DOCENTE Ato educativo supervisionado realizado no contexto do trabalho docente que objetiva a formação de educandos que estejam regularmente frequentando cursos e/ou programas de formação de professores

Leia mais

data PROJETO DE LEI N 8035/2010. 1 Supressiva 2. Substitutiva 3. Modificativa 4. Aditiva 5. Substitutivo global

data PROJETO DE LEI N 8035/2010. 1 Supressiva 2. Substitutiva 3. Modificativa 4. Aditiva 5. Substitutivo global Página Artigo: 6º Parágrafo: Único Inciso Alínea EMENDA MODIFICATIVA O parágrafo único do Artigo 6º do PL n 8035 de 2010, passa a ter a seguinte redação: Art. 6º... Parágrafo único. O Fórum Nacional de

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO COLEGIADO DE ARTES VISUAIS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO COLEGIADO DE ARTES VISUAIS ANEXO A SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO COLEGIADO DE ARTES VISUAIS REGULAMENTO ESPECÍFICO DOS COMPONENTES CURRICULARES PRÁTICAS DE ENSINO DO CURSO DE LICENCIATURA

Leia mais

EIXO VI VALORIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO: FORMAÇÃO, REMUNERAÇÃO, CARREIRA E CONDIÇÕES DE TRABALHO:

EIXO VI VALORIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO: FORMAÇÃO, REMUNERAÇÃO, CARREIRA E CONDIÇÕES DE TRABALHO: EIXO VI VALORIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO: FORMAÇÃO, REMUNERAÇÃO, CARREIRA E CONDIÇÕES DE TRABALHO: PROPOSIÇÕES E ESTRATÉGIAS 1. Profissionais da educação: formação inicial e continuada 1.1. Implantar

Leia mais

PROJETO 7. 1. Identificação do projeto

PROJETO 7. 1. Identificação do projeto PROJETO 7 1. Identificação do projeto Título:Cinema, vídeo e tridimensionalidade: o AVA-AV na integração do ensino presencial e a distância. Responsável:Dra. Ana Zeferina Ferreira Maio Vínculo institucional:professora

Leia mais

USO DE NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO PARA FORMAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NOS ASSENTAMENTOS RURAIS DO BREJO PARAIBANO

USO DE NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO PARA FORMAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NOS ASSENTAMENTOS RURAIS DO BREJO PARAIBANO USO DE NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO PARA FORMAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NOS ASSENTAMENTOS RURAIS DO BREJO PARAIBANO MIRANDA 1, Márcia Verônica Costa; SILVA 2, Gilmar Batista da 1 Professora Orientadora

Leia mais

Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 1.374, DE 08 DE ABRIL DE 2003. Publicado no Diário Oficial nº 1.425. Dispõe sobre a Política Estadual de Educação Ambiental e adota outras providências. O Governador do Estado do Tocantins Faço

Leia mais

Orientações para informação das turmas do Programa Mais Educação/Ensino Médio Inovador

Orientações para informação das turmas do Programa Mais Educação/Ensino Médio Inovador Orientações para informação das turmas do Programa Mais Educação/Ensino Médio Inovador 1. Introdução O Programa Mais Educação e o Programa Ensino Médio Inovador são estratégias do Ministério da Educação

Leia mais

Educação a Distância: Opção Estratégica para Expansão do Ensino Superior Anaci Bispo Paim

Educação a Distância: Opção Estratégica para Expansão do Ensino Superior Anaci Bispo Paim Educação a Distância: Opção Estratégica para Expansão do Ensino Superior Anaci Bispo Paim Conselheira do Conselho Nacional de Educação Câmara de Educação Superior EAD NO BRASIL 1ª Fase: Década de 60 Ensino

Leia mais

Educação a Distância na UFPR

Educação a Distância na UFPR 1ª JORNADA PARANAENSE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA, NA EDUCAÇÃO BÁSICA Educação a Distância na UFPR Profa Dra Glaucia da Silva Brito glaucia@ufpr.br - Núcleo de Educação a Distância da Universidade Federal

Leia mais

NOME DO CURSO: Atendimento Educacional Especializado na Perspectiva da Educação Inclusiva Nível: Especialização Modalidade: A distância

NOME DO CURSO: Atendimento Educacional Especializado na Perspectiva da Educação Inclusiva Nível: Especialização Modalidade: A distância NOME DO CURSO: Especializado na Perspectiva da Educação Inclusiva Nível: Especialização Modalidade: A distância Parte 1 Código / Área Temática Código / Nome do Curso Etapa de ensino a que se destina Nível

Leia mais

EDUCADOR INFANTIL E O PROCESSO FORMATIVO NA CONSTRUÇÃO DE ATORES REFLEXIVOS DA PRÁTICA PEDAGÓGICA

EDUCADOR INFANTIL E O PROCESSO FORMATIVO NA CONSTRUÇÃO DE ATORES REFLEXIVOS DA PRÁTICA PEDAGÓGICA GT-1 FORMAÇÃO DE PROFESSORES EDUCADOR INFANTIL E O PROCESSO FORMATIVO NA CONSTRUÇÃO DE ATORES REFLEXIVOS DA PRÁTICA PEDAGÓGICA RESUMO Maria de Lourdes Cirne Diniz Profa. Ms. PARFOR E-mail: lourdinhacdiniz@oi.com.br

Leia mais

Mestrado em Educação Superior Menção Docência Universitária

Mestrado em Educação Superior Menção Docência Universitária Apresentação Mestrado em Educação Superior Menção Docência Universitária A Vice-Reitoria de Pesquisa, Inovação e Pósgraduação da Universidad Arturo Prat del Estado de Chile, ciente da importância dos estudos

Leia mais

A construção da. Base Nacional Comum. para garantir. Direitos e Objetivos de Aprendizagem e Desenvolvimento

A construção da. Base Nacional Comum. para garantir. Direitos e Objetivos de Aprendizagem e Desenvolvimento A construção da Base Nacional Comum para garantir Direitos e Objetivos de Aprendizagem e Desenvolvimento Política pública de Educação ESTADO dever de educar legislação planejamento instituições CIDADÃO

Leia mais

O Papel do Pedagogo na Escola Pública CADEP

O Papel do Pedagogo na Escola Pública CADEP O Papel do Pedagogo na Escola Pública CADEP O Papel do Pedagogo na Escola Pública 1 A construção histórica do Curso de Pedagogia 2 Contexto atual do Curso de Pedagogia 3 O trabalho do Pedagogo prática

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA, LICENCIATURA REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições Gerais O presente

Leia mais

A EXPANSÃO DO ENSINO SUPERIOR NO BRASIL: A QUALIDADE DA OFERTA A DISTÂNCIA DO CURSO DE PEDAGOGIA A PARTIR DA LDB DE 1996

A EXPANSÃO DO ENSINO SUPERIOR NO BRASIL: A QUALIDADE DA OFERTA A DISTÂNCIA DO CURSO DE PEDAGOGIA A PARTIR DA LDB DE 1996 A EXPANSÃO DO ENSINO SUPERIOR NO BRASIL: A QUALIDADE DA OFERTA A DISTÂNCIA DO CURSO DE PEDAGOGIA A PARTIR DA LDB DE 1996 RESUMO Aila Catori Gurgel Rocha 1 Rosana de Sousa Pereira Lopes 2 O problema proposto

Leia mais

******************************************************************************** LEI Nº 7508/2007, de 31 de dezembro de 2007

******************************************************************************** LEI Nº 7508/2007, de 31 de dezembro de 2007 ******************************************************************************** LEI Nº 7508/2007, de 31 de dezembro de 2007 ********************************************************************************

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

Sistema de Educação a Distância Publica no Brasil UAB- Universidade Aberta do Brasil. Fernando Jose Spanhol, Dr

Sistema de Educação a Distância Publica no Brasil UAB- Universidade Aberta do Brasil. Fernando Jose Spanhol, Dr Sistema de Educação a Distância Publica no Brasil UAB- Universidade Aberta do Brasil Fernando Jose Spanhol, Dr www.egc.ufsc.br www.led.ufsc.br O Sistema UAB Denominação representativa genérica para a rede

Leia mais

CURSOS DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DO ESTADO DE SÃO PAULO, NO BRASIL: UMA DESCRIÇÃO COM BASE EM DADOS DE 2010

CURSOS DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DO ESTADO DE SÃO PAULO, NO BRASIL: UMA DESCRIÇÃO COM BASE EM DADOS DE 2010 Capítulo. Análisis del discurso matemático escolar CURSOS DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA DO ESTADO DE SÃO PAULO, NO BRASIL: UMA DESCRIÇÃO COM BASE EM DADOS DE 200 Marcelo Dias Pereira, Ruy César Pietropaolo

Leia mais

Desafios da EJA: flexibilidade, diversidade e profissionalização PNLD 2014

Desafios da EJA: flexibilidade, diversidade e profissionalização PNLD 2014 Desafios da EJA: flexibilidade, diversidade e profissionalização Levantamento das questões de interesse Perfil dos alunos, suas necessidades e expectativas; Condições de trabalho e expectativas dos professores;

Leia mais

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DO CAMPO COM ÊNFASE EM ECONOMIA SOLIDÁRIA EJA CAMPO/ECOSOL Nível: Especialização Modalidade: Presencial / A distância

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DO CAMPO COM ÊNFASE EM ECONOMIA SOLIDÁRIA EJA CAMPO/ECOSOL Nível: Especialização Modalidade: Presencial / A distância EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DO CAMPO COM ÊNFASE EM ECONOMIA SOLIDÁRIA EJA CAMPO/ECOSOL Nível: Especialização Modalidade: Presencial / A distância Parte 1 Código / Área Temática 34/Educação de Jovens e

Leia mais

A EFICÁCIA DE CURSOS A DISTÂNCIA PARA A FORMAÇÃO DE AGENTES DE METROLOGIA LEGAL E FISCAIS DA QUALIDADE

A EFICÁCIA DE CURSOS A DISTÂNCIA PARA A FORMAÇÃO DE AGENTES DE METROLOGIA LEGAL E FISCAIS DA QUALIDADE 1 A EFICÁCIA DE CURSOS A DISTÂNCIA PARA A FORMAÇÃO DE AGENTES DE METROLOGIA LEGAL E FISCAIS DA QUALIDADE Rio de Janeiro, RJ, Maio 2012 Categoria: F - Pesquisa e Avaliação Setor Educacional: 5 Classificação

Leia mais

Ensino de Enfermagem. Aprendizagem (AVA) Claudia Prado claupra@usp.br. Maria Madalena Januário Leite. Heloisa Helena Ciqueto Peres

Ensino de Enfermagem. Aprendizagem (AVA) Claudia Prado claupra@usp.br. Maria Madalena Januário Leite. Heloisa Helena Ciqueto Peres Escola de Enfermagem Ensino de Enfermagem em Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Heloisa Helena Ciqueto Peres Maria Madalena Januário Leite Claudia Prado hhcperes@usp.br marimada@usp.br claupra@usp.br

Leia mais

Formação de recursos humanos em saúde: tecnologias de informação e comunicação como recurso didático no Programa FAIMER Brasil

Formação de recursos humanos em saúde: tecnologias de informação e comunicação como recurso didático no Programa FAIMER Brasil ARTIGO Formação de recursos humanos em saúde: tecnologias de informação e comunicação como recurso didático no Programa FAIMER Brasil AUTORES Vera Lúcia Garcia Dra. em Distúrbios da Comunicação Humana

Leia mais

Lei N X.XXX de XX de XXXXX de XXX

Lei N X.XXX de XX de XXXXX de XXX Lei N X.XXX de XX de XXXXX de XXX Dispõe sobre a Educação Ambiental, institui a Política Estadual de Educação Ambiental e dá outras providências. A GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE: FAÇO SABER

Leia mais

Palavras chaves: Formação de professores. Prática inovadora. Planejamento docente.

Palavras chaves: Formação de professores. Prática inovadora. Planejamento docente. REPENSANDO O PLANEJAMENTO DIDÁTICO PARA UMA PRÁTICA INOVADORA EM UM CURSO DE FORMAÇÃO DOCENTE. Cecilia Gaeta Universidade Federal de São Paulo UNIFESP (professora convidada) Martha Prata-Linhares Universidade

Leia mais

Duração: 8 meses Carga Horária: 360 horas. Os cursos de Pós-Graduação estão estruturados de acordo com as exigências da Resolução CNE/CES nº 01/2007.

Duração: 8 meses Carga Horária: 360 horas. Os cursos de Pós-Graduação estão estruturados de acordo com as exigências da Resolução CNE/CES nº 01/2007. Arte em Educação Considerando que a ação educacional é uma prática social mediadora da prática social mais ampla, nossa missão é: Formar o profissional de arte educação contemplando suas três dimensões:

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1 REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - Este regulamento normatiza as atividades relacionadas ao Estágio Curricular do Curso de Administração

Leia mais

DOCÊNCIA ASSISTIDA NO ENSINO SUPERIOR: EXPERIÊNCIA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES NO CURSO DE MÚSICA LICENCIATURA DA UFRN

DOCÊNCIA ASSISTIDA NO ENSINO SUPERIOR: EXPERIÊNCIA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES NO CURSO DE MÚSICA LICENCIATURA DA UFRN DOCÊNCIA ASSISTIDA NO ENSINO SUPERIOR: EXPERIÊNCIA NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES NO CURSO DE MÚSICA LICENCIATURA DA UFRN Autor: Anne Charlyenne Saraiva Campos; Co-autor: Emerson Carpegiane de Souza Martins

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 119-COU/UNICENTRO, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2013. ALTERADA A NOMENCLATURA DESSE CURSO PARA LICENCIATURA EM PSICOLOGIA COMPLEMENTAÇÃO, CONFORME RESOLUÇÃO Nº 182/2014-GR/UNICENTRO. Aprova o Projeto

Leia mais

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro Educação a Distância Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. A única diferença é a sala de aula que fica em suas

Leia mais

Centro Educacional Pró-Hope

Centro Educacional Pró-Hope Centro Educacional Pró-Hope A escola da Casa Hope As pessoas que são atendidas pela Instituição sofrem com a carência financeira, a doença e o afastamento da rede familiar e social de apoio. Tudo isso

Leia mais

A PRÁTICA INVESTIGATIVA NO CURSO DE PEDAGOGIA: AVANÇOS E DESAFIOS A FORMAÇÃO DO PEDAGOGO NO CONTEXTO ATUAL

A PRÁTICA INVESTIGATIVA NO CURSO DE PEDAGOGIA: AVANÇOS E DESAFIOS A FORMAÇÃO DO PEDAGOGO NO CONTEXTO ATUAL A PRÁTICA INVESTIGATIVA NO CURSO DE PEDAGOGIA: AVANÇOS E DESAFIOS Ana Lúcia Cunha Duarte UCB duart_ana@hotmail.com Resumo: A prática investigativa desenvolvida no curso de Pedagogia do Centro de Educação,

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

XXV ENCONTRO NACIONAL DA UNCME

XXV ENCONTRO NACIONAL DA UNCME XXV ENCONTRO NACIONAL DA UNCME Os desafios da Educação Infantil nos Planos de Educação Porto de Galinhas/PE Outubro/2015 Secretaria de Educação Básica CONCEPÇÃO DE EDUCAÇÃO INFANTIL É direito dos trabalhadores

Leia mais

Implantação de um Programa de Educação Continuada em Bioterismo do Ceca/Fiocruz.

Implantação de um Programa de Educação Continuada em Bioterismo do Ceca/Fiocruz. Implantação de um Programa de Educação Continuada em Bioterismo do Ceca/Fiocruz. Objeto Desenvolver Projeto para a implementação de um Programa de Educação Continuada em Bioterismo no Cecal. Introdução:

Leia mais

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NA DIVERSIDADE E INCLUSÃO SOCIAL EJA E INCLUSÃO SOCIAL / À

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NA DIVERSIDADE E INCLUSÃO SOCIAL EJA E INCLUSÃO SOCIAL / À EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NA DIVERSIDADE E INCLUSÃO SOCIAL EJA E INCLUSÃO SOCIAL Nível: Especialização Modalidade: Presencial / À distância Parte 1 Código / Área Temática 34/Educação de Jovens e Adultos

Leia mais

FÓRUM: MEIO DE INTERAÇÃO NA EAD

FÓRUM: MEIO DE INTERAÇÃO NA EAD 1 FÓRUM: MEIO DE INTERAÇÃO NA EAD Elisangela Lunas Soares UNICESUMAR Centro Universitário Cesumar elisangela.soares@unicesumar.edu.br Alvaro Martins Fernandes Junior UNICESUMAR Centro Universitário Cesumar

Leia mais

Pós graduação EAD Área de Educação

Pós graduação EAD Área de Educação Pós graduação EAD Área de Educação Investimento: a partir de R$ 109,00 mensais. Tempo de realização da pós graduação: 15 meses Investimento: R$109,00 (acesso ao portal na internet e livros em PDF). Ou

Leia mais

Campanha Nacional de Escolas da Comunidade CNEC

Campanha Nacional de Escolas da Comunidade CNEC Campanha Nacional de Escolas da Comunidade CNEC Regulamento de Projeto Integrador dos Cursos Superiores de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Segurança da Informação e Sistemas para Internet

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Orientações para a elaboração do projeto escolar

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Orientações para a elaboração do projeto escolar MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MÉDIA E TECNOLÓGICA Coordenação-Geral de Ensino Médio Orientações para a elaboração do projeto escolar Questões norteadoras: Quais as etapas necessárias à

Leia mais

ANÁLISE DOS ASPECTOS TEÓRICO METODOLÓGICOS DO CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE CONSELHEIROS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO

ANÁLISE DOS ASPECTOS TEÓRICO METODOLÓGICOS DO CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE CONSELHEIROS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO ANÁLISE DOS ASPECTOS TEÓRICO METODOLÓGICOS DO CURSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE CONSELHEIROS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO Andrelisa Goulart de Mello Universidade Federal de Santa Maria andrelaizes@gmail.com Ticiane

Leia mais

Projeto de Gestão Compartilhada para o Programa TV Escola. Projeto Básico

Projeto de Gestão Compartilhada para o Programa TV Escola. Projeto Básico Secretaria de Educação a Distância Departamento de Planejamento em EAD Coordenação Geral de Planejamento de EAD Programa TV Escola Projeto de Gestão Compartilhada para o Programa TV Escola Projeto Básico

Leia mais

O Dirigente Municipal de Educação e a articulação com o terceiro setor

O Dirigente Municipal de Educação e a articulação com o terceiro setor Missão Promover e realizar ações que contribuam para a melhoria da qualidade da educação pública e que fomentem o desenvolvimento social de comunidades de baixa renda. Visão Ser referência como fundação

Leia mais

GUIA DIDÁTICO GERAL CURSO DO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EDUCACIONAL SIGEDUCA MODALIDADE EAD

GUIA DIDÁTICO GERAL CURSO DO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EDUCACIONAL SIGEDUCA MODALIDADE EAD GUIA DIDÁTICO GERAL CURSO DO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EDUCACIONAL SIGEDUCA MODALIDADE EAD 1. APRESENTAÇÃO O Secretário de Estado de Educação tem o prazer de convidar-lhe a participar do Curso Sistema

Leia mais

Evolução das Matrículas por Modalidade 2000-2004 58.396 43.396 46.277 37.242 30.730

Evolução das Matrículas por Modalidade 2000-2004 58.396 43.396 46.277 37.242 30.730 Informe Técnico do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial APRESENTAÇÃO DESEMPENHO & OFERTA v.2, n.1, março de 25 Criado com o propósito de divulgar o comportamento do desempenho institucional no curto

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR 1. Como são os cursos ofertados pela plataforma freire e quais os benefícios para os professores que forem selecionados? O professor sem formação poderá estudar nos

Leia mais

INTRODUÇÃO. Palavras-chave: Alfabetização, EJA, Inclusão, Facebook.

INTRODUÇÃO. Palavras-chave: Alfabetização, EJA, Inclusão, Facebook. A INCLUSÃO DIGITAL E O FACEBOOK NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS EJA: UMA EXPERIÊNCIA VIVENCIADA NA ESCOLA MUNICIPAL FRANCISCO JOSÉ DE SANTANA POMBAL PB Autor (1) Amélia Maria

Leia mais

Metodologias Utilizadas na Educação a Distância no Brasil

Metodologias Utilizadas na Educação a Distância no Brasil Metodologias Utilizadas na Educação a Distância no Brasil Resumo Autores: Bruno Antônio de Oliveira Yuri Cravo Fernandes Rodrigues de Oliveira O recente avanço das tecnologias de informação e comunicação

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 426/2008

RESOLUÇÃO Nº 426/2008 RESOLUÇÃO Nº 426/2008 Regulamenta a Educação Básica na Escola do Campo, no âmbito do Estado do Ceará. O Conselho Estadual de Educação - CEE, no uso de suas atribuições contidas na Lei Estadual nº 11.014,de

Leia mais

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense 1. DISCRIMINAÇÃO DO PROJETO Título do Projeto Educação de Qualidade: direito de todo maranhense Início Janeiro de 2015 Período de Execução Término

Leia mais

6h diárias - 11 meses

6h diárias - 11 meses 6h diárias - 11 meses PROPOSTA PEDAGÓGICA PROGRAMA DE APRENDIZAGEM EM AUXILIAR DE VAREJO ÍNDICE 1 - Apresentação da Entidade ijovem 3 2 - Justificativa do Programa. 3 3 Público-alvo: 4 4 Objetivo geral:

Leia mais

COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão. Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional)

COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão. Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional) COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional) Universidade Federal de Roraima UFRR Brasil Especialista em Alfabetização (Prática Reflexiva

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: CAPÍTULO I DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: CAPÍTULO I DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL Lei n o 9.795, de 27 de Abril de 1999. Dispõe sobre a educação ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso

Leia mais

softwares que cumprem a função de mediar o ensino a distância veiculado através da internet ou espaço virtual. PEREIRA (2007)

softwares que cumprem a função de mediar o ensino a distância veiculado através da internet ou espaço virtual. PEREIRA (2007) 1 Introdução Em todo mundo, a Educação a Distância (EAD) passa por um processo evolutivo principalmente após a criação da internet. Os recursos tecnológicos oferecidos pela web permitem a EAD ferramentas

Leia mais

Vigilância Alimentar Nutricional. Colocar aqui a página inicial do curso. Curso de. Vigilância. Alimentar. Nutricional

Vigilância Alimentar Nutricional. Colocar aqui a página inicial do curso. Curso de. Vigilância. Alimentar. Nutricional Colocar aqui a página inicial do curso Curso de Vigilância Alimentar Nutricional FIOCRUZ - Fundação Oswaldo Cruz Educação a Distância Coordenação Geral da Política de Alimentação e Nutrição Ministério

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS EM GESTÃO NA SAÚDE POR MEIO DA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: EXPERIÊNCIA DA ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA DO CEARÁ

DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS EM GESTÃO NA SAÚDE POR MEIO DA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: EXPERIÊNCIA DA ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA DO CEARÁ IV Encontro Nacional de Educação a Distância para a Rede de Escolas de Governo DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS EM GESTÃO NA SAÚDE POR MEIO DA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: EXPERIÊNCIA DA ESCOLA DE

Leia mais

1º Mapeamento Nacional das Iniciativas de Educação Financeira

1º Mapeamento Nacional das Iniciativas de Educação Financeira 1º Mapeamento Nacional das Iniciativas de Educação Financeira ENVOLVIDOS EXECUÇÃO COORDENAÇÃO Mario Mattos Wladimir Machado Mariel Deak Claudia Donega Yael Sandberg PATROCÍNIO 2 OBJETIVOS DO MAPEAMENTO

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA

PROGRAMA DA DISCIPLINA UPE Campus Petrolina PROGRAMA DA DISCIPLINA Curso: GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA - LICENCIATURA Disciplina: ESTÁGIO I Carga Horária: 90h Teórica: Prática: 80h Semestre: 2013.2 Professora: Claudia Mara Soares

Leia mais

A FORMAÇÃO DO PROFESSOR PARA ATUAÇÃO EM EAD NOS CURSOS DE PEDAGOGIA DE SANTA CATARINA

A FORMAÇÃO DO PROFESSOR PARA ATUAÇÃO EM EAD NOS CURSOS DE PEDAGOGIA DE SANTA CATARINA A FORMAÇÃO DO PROFESSOR PARA ATUAÇÃO EM EAD NOS CURSOS DE PEDAGOGIA DE SANTA CATARINA Zuleide Demetrio Minatti 1 Nilson Thomé 2 UNIPLAC. Resumo: Na atualidade observa-se o crescimento da demanda por cursos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL 1 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO O ENSINO DA SOCIOLOGIA PARA PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO Contribuindo para a formação continuada dos professores de Sociologia do ensino médio do Rio Grande do Sul. OBJETIVOS GERAIS

Leia mais

Credenciada pela Portaria Ministerial nº 1734 de 06/08/2001, D.O.U. de 07/08/2001

Credenciada pela Portaria Ministerial nº 1734 de 06/08/2001, D.O.U. de 07/08/2001 ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE LICENCIATURA: EDUCAÇÃO FÍSICA (Portaria de Reconhecimento nº 428 de 28 de julho de 2014) E PEDAGOGIA (Portaria de Reconhecimento nº 286 de 21 de dezembro de 2012) ORIENTAÇÕES

Leia mais

EDUCAÇÃO DO CAMPO: Interfaces teóricas e políticas na formação do professor

EDUCAÇÃO DO CAMPO: Interfaces teóricas e políticas na formação do professor EDUCAÇÃO DO CAMPO: Interfaces teóricas e políticas na formação do professor Juliana Graciano Parise 1 Eliane de Lourdes Felden 2 Resumo: O trabalho apresenta uma experiência de ensino articulado à pesquisa

Leia mais

CURSO: Matemática. Missão

CURSO: Matemática. Missão CURSO: Matemática Missão O Curso de Licenciatura em Matemática tem por missão a formação de docentes com um novo perfil fundamentado na conexão de dois eixos, pedagógico e matemático, permeado pelos recursos

Leia mais

Escola Superior de Ciências Sociais ESCS

Escola Superior de Ciências Sociais ESCS Escola Superior de Ciências Sociais ESCS Manual do Estágio Supervisionado Curso de Graduação - Licenciatura em História MANUAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Conforme legislação em

Leia mais

9. EDUCAÇÃO ESCOLAR INDÍGENA

9. EDUCAÇÃO ESCOLAR INDÍGENA 9. EDUCAÇÃO ESCOLAR INDÍGENA 9.1 ORGANIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO INDÍGENA 9.1.1 Objetivos gerais A Constituição Federal assegura às comunidades indígenas o direito de uma educação escolar diferenciada e a utilização

Leia mais

INSTITUIÇÕES E FUNDAÇÕES

INSTITUIÇÕES E FUNDAÇÕES P R O POS T A A INSTITUIÇÕES E FUNDAÇÕES SOBRE NÓS Quem Somos A mantenedora do Seu Professor atua há mais de 18 anos no segmento educacional, com escolas de Ensino Fundamental, Médio, cursos técnicos,

Leia mais

A FIOCRUZ e o Núcleo de Estudos do Futuro / n-futuros do CEAM/UnB

A FIOCRUZ e o Núcleo de Estudos do Futuro / n-futuros do CEAM/UnB A FIOCRUZ e o Núcleo de Estudos do Futuro / n-futuros do CEAM/UnB ABREM AS INSCRIÇÕES ATRAVÉS DESTA CHAMADA DE SELEÇÃO PARA O PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO AO 1 o. CURSO DE PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU EM

Leia mais

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE A EXPERIÊNCIA DESENVOLVIDA PELA FACED/UFBA NA FORMAÇÃO DOS ALFABETIZADOES NA ALFASOL

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE A EXPERIÊNCIA DESENVOLVIDA PELA FACED/UFBA NA FORMAÇÃO DOS ALFABETIZADOES NA ALFASOL 1 Pesquisas e Práticas Educativas ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE A EXPERIÊNCIA DESENVOLVIDA PELA FACED/UFBA NA FORMAÇÃO DOS ALFABETIZADOES NA ALFASOL DANIELA DE JESUS LIMA FACED/UFBA INTRODUÇÃO - O presente

Leia mais

Manual do Estagiário 2008

Manual do Estagiário 2008 Manual do Estagiário 2008 Sumário Introdução... 2 O que é estágio curricular... 2 Objetivos do estágio curricular... 2 Duração e carga horária do estágio curricular... 3 Requisitos para a realização do

Leia mais

CURSOS PRECISAM PREPARAR PARA A DOCÊNCIA

CURSOS PRECISAM PREPARAR PARA A DOCÊNCIA Fundação Carlos Chagas Difusão de Idéias novembro/2011 página 1 CURSOS PRECISAM PREPARAR PARA A DOCÊNCIA Elba Siqueira de Sá Barretto: Os cursos de Pedagogia costumam ser muito genéricos e falta-lhes um

Leia mais

1. Capacitação Docente em Informática na Educação

1. Capacitação Docente em Informática na Educação DO EDITOR DE TEXTOS A PLATAFORMA MOODLE: UM PROJETO PILOTO INOVADOR DE CAPACITAÇÃO DOCENTE CONSTRUCIONISTA EM UMA ESCOLA DA REDE MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE Maira Teresinha Lopes Penteado 1 Maria Beatriz

Leia mais

Mestrados Profissionais em Segurança Pública. Documento do Workshop Mestrado Profissional em Segurança Pública e Justiça Criminal

Mestrados Profissionais em Segurança Pública. Documento do Workshop Mestrado Profissional em Segurança Pública e Justiça Criminal I- Introdução Mestrados Profissionais em Segurança Pública Documento do Workshop Mestrado Profissional em Segurança Pública e Justiça Criminal Este documento relata as apresentações, debates e conclusões

Leia mais

Caro(a) aluno(a), Estaremos juntos nesta caminhada. Coordenação NEO

Caro(a) aluno(a), Estaremos juntos nesta caminhada. Coordenação NEO Caro(a) aluno(a), seja bem-vindo às Disciplinas Online da Faculdade Presidente Antônio Carlos de Bom Despacho e Faculdade de Educação de Bom Despacho. Em pleno século 21, na era digital, não poderíamos

Leia mais

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí Instituto Superior de Educação - ISE

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí Instituto Superior de Educação - ISE DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1 Do estágio curricular supervisionado A modalidade de Estágio Supervisionado é uma importante variável a ser considerada no contexto de perfil do egresso. A flexibilidade prevista

Leia mais

Avaliação Institucional das Atividades de EaD

Avaliação Institucional das Atividades de EaD Avaliação Institucional das Atividades de EaD Introdução A autoavaliação dos cursos de graduação educação a distância é essencial para o controle e garantia dos serviços prestados a sociedade. Assim, a

Leia mais

FUNDAÇÃO CARMELITANA MÁRIO PALMÉRIO FACIHUS FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS Educação de qualidade ao seu alcance SUBPROJETO: PEDAGOGIA

FUNDAÇÃO CARMELITANA MÁRIO PALMÉRIO FACIHUS FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS Educação de qualidade ao seu alcance SUBPROJETO: PEDAGOGIA SUBPROJETO: PEDAGOGIA Alfabetizar letrando com as tecnologias INTRODUÇÃO A escola necessita formar seu aluno a aprender a ler o mundo, ter autonomia para buscar seu conhecimento, incentivá-lo a ser autor

Leia mais

DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR: DILEMAS E PERSPECTIVAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MÚSICA

DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR: DILEMAS E PERSPECTIVAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MÚSICA DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR: DILEMAS E PERSPECTIVAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MÚSICA Everson Ferreira Fernandes Universidade Federal do Rio Grande do Norte eversonff@gmail.com Gislene de Araújo Alves

Leia mais

EAD NO BRASIL: A RELAÇÃO ENTRE O IDH REGIONAL E UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE

EAD NO BRASIL: A RELAÇÃO ENTRE O IDH REGIONAL E UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE 1 EAD NO BRASIL: A RELAÇÃO ENTRE O IDH REGIONAL E UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE Maringá Pr. 05/2015 Ednar Rafaela Mieko Shimohigashi Centro Universitário Cesumar ednar.shimohigashi@unicesumar.edu.br Eliane

Leia mais

Programa DSOP de Educação Financeira nas Escolas. Sonhar Orçar Poupar. FOLDERESCOLAS_EDUCAÇAOFINANCEIRA.indd 1 24/07/14 14:57

Programa DSOP de Educação Financeira nas Escolas. Sonhar Orçar Poupar. FOLDERESCOLAS_EDUCAÇAOFINANCEIRA.indd 1 24/07/14 14:57 Programa DSOP de Educação Financeira nas Escolas Diagnosticar Sonhar Orçar Poupar FOLDERESCOLAS_EDUCAÇAOFINANCEIRA.indd 1 24/07/14 14:57 Por que incluir a educação financeira na sua escola? Dados recentes

Leia mais

A atuação do TecSaúde e da Fundação do Desenvolvimento Administrativo para a formação em EAD de trabalhadores do SUS

A atuação do TecSaúde e da Fundação do Desenvolvimento Administrativo para a formação em EAD de trabalhadores do SUS A atuação do TecSaúde e da Fundação do Desenvolvimento Administrativo para a formação em EAD de trabalhadores do SUS São Paulo SP Maio 2012 Setor Educacional Educação Corporativa Classificação das Áreas

Leia mais

MANUAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA OS CURSOS DE BACHARELADO EM SAÚDE

MANUAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA OS CURSOS DE BACHARELADO EM SAÚDE 1 MANUAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA OS CURSOS DE BACHARELADO EM SAÚDE Olinda PE Agosto / 2014 2 Introdução As atividades complementares representam um conjunto de atividades extracurriculares que

Leia mais