INSTITUIÇÕES E FUNDAÇÕES

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INSTITUIÇÕES E FUNDAÇÕES"

Transcrição

1

2 P R O POS T A A INSTITUIÇÕES E FUNDAÇÕES

3 SOBRE NÓS Quem Somos A mantenedora do Seu Professor atua há mais de 18 anos no segmento educacional, com escolas de Ensino Fundamental, Médio, cursos técnicos, pré-vestibular, graduação e ensino à distância. Missão Utilizar nossa infraestrutura em tecnologia educacional para estreitar a relação entre aluno, escola e família, sanando dúvidas e aprimorando os educandos para que tenham um melhor entendimento dos assuntos escolares. Visão Ser reconhecida pelos governantes, alunos, pais de alunos, Na Mídia O Seu Professor tem atuação destacada nos veículos de comunicação, com matérias no jornal O Estado de São Paulo, PME EXAME, Jornal Valor Econômico, além de outras publicações de grande relevância nacional e regional. professores e comunidade escolar, como pioneira e referência em soluções virtuais de educação. Valores Atendimento personalizado; Qualidade de atendimento e serviços; Valorização humana; Respeito à comunidade escolar.

4 INTRODUÇÃO Em todo o curso da vida escolar, é normal que os alunos se deparem com dúvidas ou questionamentos sobre as matérias ensinadas na escola. Afinal, cada estudante tem seu próprio ritmo e seu tempo de assimilação dos conteúdos estudados, que nem sempre são compreendidos de forma efetiva. Como forma de auxiliar neste aprendizado, acompanhar e possibilitar o sucesso escolar dos alunos, surge o Sistema Seu Professor, uma inovadora plataforma de tira-dúvidas online, complementando e reforçando os conteúdos dados em sala de aula. Uma importante ferramenta auxiliar ao ensino oferecido pela escola, estendendo suas atividades e aumentando os índices de satisfação de pais e alunos.

5 CENÁRIO Durante a trajetória escolar, os alunos apresentam diferenças naturais de assimilação dos conteúdos curriculares, pois cada indivíduo tem seu próprio tempo e ritmo, que são influenciados por sua estrutura biológica, psicológica, motora, social e cultural. Sendo a escola um ambiente em que todos devem ter as mesmas oportunidades, atuar conforme o ritmo e a necessidade de cada um é democratizar o ensino e possibilitar o sucesso escolar a todos. Portanto, existindo a necessidade de um acompanhamento, é dever da escola oferecer uma ferramenta educacional que desperte o interesse do aluno pelo assunto e permita outros meios de aprendizagem complementares à oferecida em sala de aula, priorizando situações que resgatem a aprendizagem e a tríade Escola, Família e Aluno.

6 A SOLUÇÃO Visando suprir esta necessidade surgiu o Seu Professor. O Sistema Seu Professor é uma plataforma de tira-dúvidas, online, que leva o professor particular virtual onde o aluno estiver: em casa, na escola, esperando o ônibus (em tablets ou smartphones) ou em qualquer lugar através da internet. As dúvidas serão respondidas e redações corrigidas em até 24 horas. O Sistema foi desenvolvido para auxiliar estudantes e professores a resolverem suas dúvidas de Ensino Fundamental e Médio em diversas disciplinas como: Língua Portuguesa (Redação, Literatura e Gramática), Matemática, Ciências, Física, Biologia, Química, História e Geografia, que fizerem parte dos PCNs (Parâmetros Curriculares Nacionais), que são as competências que devem ser alcançadas pelo aluno ao término do ano letivo.

7 De uso fácil e intuitivo, o sistema Seu Professor não é apenas um software, mas sim um serviço desenvolvido para auxiliar professores e alunos no pós aula. Seu uso proporciona uma maior interação entre escola, família e aluno. O Seu Professor funciona 24 horas por dia, 365 dias por ano e pode ser utilizado em todo o Ensino Fundamental (I e II), Ensino Médio, Educação de Jovens e Adultos, e também vestibulandos e alunos que irão realizar o ENEM.

8 PALAVRA DE QUEM ENTENDE A ferramenta educacional de tira dúvidas online é de extrema importância para o aceleramento da educação básica brasileira. O Sistema contribui para reduzir significamente as dúvidas dos alunos, além do ganho social e educacional. Cristovam Buarque Senador da República e ex Ministro da Educação

9 COMO FUNCIONA

10 SEU PROFESSOR O sistema Seu Professor dispõe de 1 ferramenta principal e 4 ferramentas auxiliares, que vamos conhecer a seguir. DICIONÁRIO ONLINE BIBLIOTECA VIRTUAL MATERIAL DE APOIO EXPLICAÇÕES EM VÍDEO TIRA-DÚVIDAS ONLINE

11 DICIONÁRIO ONLINE No Dicionário Online são ofertados mais de verbetes para auxiliar o estudante a entender o significado e grafia dos mesmos, atuando como importante ferramenta auxiliar.

12 BIBLIOTECA VIRTUAL Por meio da Biblioteca Virtual os estudantes têm acesso aos diversos livros técnicos e obras literárias para complementar o estudo ou despertar o gosto pela leitura.

13 MATERIAL DE APOIO No Material de Apoio, a escola pode inserir qualquer material desejado, com cunho regional, acadêmico ou atividades extraclasse.

14 EXPLICAÇÕES EM VÍDEO Com esta ferramenta, o aluno pode acessar vídeo-aulas sobre os principais conteúdos dos Parâmetros Curriculares Nacionais.

15 TIRA DÚVIDAS ONLINE PROFESSOR PARTICULAR VIRTUAL Com o Professor Particular Virtual, o aluno tira suas dúvidas e tem suas redações corrigidas em até 24 horas. O aluno acessa a matéria desejada, insere sua pergunta, exercício ou redação, diretamente e de forma personalizada ao professor particular virtual, e receberá a sua resposta em até 24 horas.

16 O SEU PROFESSOR NA PRÁTICA

17 UTILIZANDO O SEU PROFESSOR A utilização do Seu Professor é simples e pode ser feita 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano, aonde o aluno estiver. O Aluno envia sua dúvida, exercício ou redação através de seu Caderno Virtual no site indicado. A dúvida, exercício ou redação são respondidas em até 24 horas. Professor recebe SMS com a dúvida juntamente ao Coordenador da Área e responde no Caderno Virtual do aluno.

18 IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA A implantação do Sistema Seu Professor é rápida, e conta com o suporte de uma equipe qualificada durante todo o processo: Seminário de implantação explicando como utilizar o Sistema Seu Professor para professores, coordenadores e diretores das escolas. Códigos de Acesso: Cada aluno e professor receberá um login e senha, em envelope fechado, de uso pessoal e instransferível. Entrega aos Alunos: A escola, através de seus professores, coordenadores e diretores, entregará os envelopes aos alunos com a explicação de utilização no site da Prefeitura, do Instituto, da Fundação ou do Governo do Estado.

19 POR QUE ADERIR?

20 UMA IMPORTANTE FERRAMENTA DE ENSINO SUPLEMENTAR O Sistema Seu Professor tem caráter suplementar e visa atender com atividades diversificadas os alunos que apresentam dificuldades de aprendizagem, de modo a permitir a assimilação de conteúdos não compreendidos. Além disso a ferramenta torna-se um instrumento efetivo para melhoria na qualidade da educação, por meio de sistemas educacionais inovadores, que atendam as demandas das redes públicas de ensino municipais e estaduais, com acompanhamento sistemático visando a obtenção de melhores resultados, como por exemplo o aumento do IDEB.

21 BENEFÍCIOS Proporciona ao aluno, por meio do Sistema Seu Professor, o resgate de conteúdos, verificando de forma diferenciada com o apoio de recursos tecnológicos; Oferece oportunidades educativas de forma rápida e objetiva, com o intuito de sanar as dúvidas pertinentes aos conteúdos, instigando o interesse e contribuindo para elevar a autoestima dos alunos que enfrentam dificuldades. Aumento do índice do IDEB nas escolas. Melhora na avaliação de desempenho dos alunos. Aumento da satisfação dos pais quanto ao serviço prestado pela escola, ofertando o reforço escolar virtual em qualquer horário do dia.

22 RESULTADOS O Sistema Seu Professor elimina as dúvidas escolares, eleva os índices de aproveitamento, favorece o sucesso escolar e a autoestima dos alunos. Melhora da integração da escola com a família, pois novos canais de comunicação são estabelecidos, tornando a relação aluno-professor mais efetiva. Constata-se evidente melhoria no desempenho escolar dos alunos, considerando que o entendimento é aperfeiçoado diariamente. A inserção do Sistema Seu Professor na escola faz a interface necessária com as demais áreas do conhecimento, uma vez que professores e alunos encontram novas oportunidades de ensino e aprendizagem multidisciplinares por meio dos recursos tecnológicos.

23 OS NÚMEROS DO SEU PROFESSOR

24 MIL 38% Índice de melhora dos alunos nas Ciências Exatas DE PERGUNTAS, EXERCÍCIOS E REDAÇÕES ATENDIDAS 100 Alunos 5países estrangeiros com alunos do sistema (Estados Unidos, Japão, Rússia, Angola e Portugal) ativos em escolas públicas, escolas privadas, concurseiros, vestibulandos, estudantes do EJA e estudantes do ENEM. unidades físicas no Brasil, através da modalidade de 66franqueados 152 PROFESSORES TRABALHANDO NO PROJETO Participação de cada disciplina nas perguntas: 40,1% Matemática 12,8% Física 12% Redação 10,7% Biologia 6,7% Literatura e Gramática 5,5% Química 4,3% Geografia 4,1% Ciências 3,8% História

25 Seu Professor.com.br

TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF)

TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF) TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF) Maio de 2007 Maria Rachel Barbosa Fundação Trompovsky (Apoio ao NEAD CENTRAN) rachel@centran.eb.br Vanessa Maria

Leia mais

Educação a Distância, problemas e desafios. Carlos Bielschowsky. Presidente da Fundação Cecierj / Consórcio Cederj

Educação a Distância, problemas e desafios. Carlos Bielschowsky. Presidente da Fundação Cecierj / Consórcio Cederj Educação a Distância, problemas e desafios Carlos Bielschowsky Presidente da Fundação Cecierj / Consórcio Cederj Educação Superior a Distância no Brasil No exterior vem sendo amplamente utilizada a décadas,

Leia mais

Ações do Governo do Estado do Rio de Janeiro com Educação a Distância. Carlos Bielschowsky Presidente da Fundação Cecierj / Consórcio Cederj

Ações do Governo do Estado do Rio de Janeiro com Educação a Distância. Carlos Bielschowsky Presidente da Fundação Cecierj / Consórcio Cederj Ações do Governo do Estado do Rio de Janeiro com Educação a Distância Carlos Bielschowsky Presidente da Fundação Cecierj / Consórcio Cederj 100 mil alunos EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 1. Graduação do

Leia mais

PROPOSTA PEDAGOGICA CENETEC Educação Profissional. Índice Sistemático. Capitulo I Da apresentação...02. Capitulo II

PROPOSTA PEDAGOGICA CENETEC Educação Profissional. Índice Sistemático. Capitulo I Da apresentação...02. Capitulo II Índice Sistemático Capitulo I Da apresentação...02 Capitulo II Dos objetivos da proposta pedagógica...02 Capitulo III Dos fundamentos da proposta pedagógica...02 Capitulo IV Da sinopse histórica...03 Capitulo

Leia mais

A importância da Educação à Distância para o desenvolvimento Profissional no ensino superior

A importância da Educação à Distância para o desenvolvimento Profissional no ensino superior A importância da Educação à Distância para o desenvolvimento Profissional no ensino superior Janaína Batista da Silva Larissa Horrara de Almeida Leonardo Lopes Liliana Oliveira Palhares da Silva Luciana

Leia mais

CETEB. A adolescência e o ensino da língua inglesa 60. A aprendizagem criativa e o prazer de aprender 45. A comunicação em sala de aula 300

CETEB. A adolescência e o ensino da língua inglesa 60. A aprendizagem criativa e o prazer de aprender 45. A comunicação em sala de aula 300 Governo do Distrito Federal Secretaria de Estado de Educação Subsecretaria de Gestão dos Profissionais da Educação Coordenação de Administração de Pessoas Instituição CETEB A adolescência e o ensino da

Leia mais

Faculdade Escola Paulista de Direito

Faculdade Escola Paulista de Direito REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO São Paulo 2014 ESCOLA PAULISTA DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO ATIVIDADES COMPLEMENTARES As atividades

Leia mais

O Dirigente Municipal de Educação e a articulação com o terceiro setor

O Dirigente Municipal de Educação e a articulação com o terceiro setor Missão Promover e realizar ações que contribuam para a melhoria da qualidade da educação pública e que fomentem o desenvolvimento social de comunidades de baixa renda. Visão Ser referência como fundação

Leia mais

Escola Superior de Ciências Sociais ESCS

Escola Superior de Ciências Sociais ESCS Escola Superior de Ciências Sociais ESCS Manual do Estágio Supervisionado Curso de Graduação - Licenciatura em História MANUAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Conforme legislação em

Leia mais

PREPARATÓRIOS CONCURSOS PÚBLICOS

PREPARATÓRIOS CONCURSOS PÚBLICOS PREPARATÓRIOS CONCURSOS PÚBLICOS QUEM SOMOS O CEPEAD - Centro de Ensino Profissional e Empresarial à Distância é uma Instituição que trabalha há mais de 15 anos na preparação de Jovens e Adultos para a

Leia mais

EDITAL Nº 077/ 2014 EDITAL DE CHAMADA PARA SELEÇÃO DE ALUNOS PARA CURSO DE APERFEIÇOAMENTO DE PRODUÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICOS EJA NA DIVERSIDADE

EDITAL Nº 077/ 2014 EDITAL DE CHAMADA PARA SELEÇÃO DE ALUNOS PARA CURSO DE APERFEIÇOAMENTO DE PRODUÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICOS EJA NA DIVERSIDADE EDITAL Nº 077/ 2014 EDITAL DE CHAMADA PARA SELEÇÃO DE ALUNOS PARA CURSO DE APERFEIÇOAMENTO DE PRODUÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICOS EJA NA DIVERSIDADE A Universidade Federal do Paraná (UFPR), por meio do, da

Leia mais

Projeto Pedagógico Institucional PPI FESPSP FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA E POLÍTICA DE SÃO PAULO PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL PPI

Projeto Pedagógico Institucional PPI FESPSP FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA E POLÍTICA DE SÃO PAULO PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL PPI FUNDAÇÃO ESCOLA DE SOCIOLOGIA E POLÍTICA DE SÃO PAULO PROJETO PEDAGÓGICO INSTITUCIONAL PPI Grupo Acadêmico Pedagógico - Agosto 2010 O Projeto Pedagógico Institucional (PPI) expressa os fundamentos filosóficos,

Leia mais

COLÉGIO J. OLIVEIRA PROJETO PEDAGÓGICO DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

COLÉGIO J. OLIVEIRA PROJETO PEDAGÓGICO DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS COLÉGIO J. OLIVEIRA PROJETO PEDAGÓGICO DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 01. JUSTIFICATIVA: Entendemos que a Educação de Jovens e Adultos foi concebida para resgatar aqueles que por vários motivos tenham

Leia mais

EaD como estratégia de capacitação

EaD como estratégia de capacitação EaD como estratégia de capacitação A EaD no processo Ensino Aprendizagem O desenvolvimento das tecnologias de informação e comunicação (tics) deu novo impulso a EaD, colocando-a em evidência na última

Leia mais

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade O caminho para o sucesso Promovendo o desenvolvimento para além da universidade Visão geral Há mais de 40 anos, a Unigranrio investe em ensino diferenciado no Brasil para cumprir com seu principal objetivo

Leia mais

GOVERNO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO DRE 3 COLÉGIO ESTADUAL DJENAL TAVARES DE QUEIROZ MOITA BONITA SE

GOVERNO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO DRE 3 COLÉGIO ESTADUAL DJENAL TAVARES DE QUEIROZ MOITA BONITA SE GOVERNO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO DRE 3 COLÉGIO ESTADUAL DJENAL TAVARES DE QUEIROZ MOITA BONITA SE O Colégio Estadual Djenal Tavares de Queiroz, foi fundado

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL BANDEIRANTES MANUAL DO ALUNO

CENTRO EDUCACIONAL BANDEIRANTES MANUAL DO ALUNO CENTRO EDUCACIONAL BANDEIRANTES MANUAL DO ALUNO 1 SUMÁRIO INFORMAÇÕES GERAIS 03 QUEM PODE FAZER O CURSO DE EJA A DISTÂNCIA 04 MATRÍCULA 04 COMO FUNCIONA 05 CALENDÁRIO DOS CURSOS 06 AVALIAÇÃO E CRITÉRIOS

Leia mais

:: Legislação. Unidade: Câmara de Educação Básica. Número: 79/2009 Ano: 2009. Ementa:

:: Legislação. Unidade: Câmara de Educação Básica. Número: 79/2009 Ano: 2009. Ementa: :: Legislação Unidade: Câmara de Básica Número: 79/2009 Ano: 2009 Ementa: Estabelece normas para a Especial, na Perspectiva da Inclusiva para todas as etapas e Modalidades da Básica no Sistema Estadual

Leia mais

Consórcio das universidades públicas

Consórcio das universidades públicas GRADUAÇÃO Consórcio das universidades públicas UERJ UNIRIO UENF UFRJ UFF UFRRJ CEFET/ RJ O corpo docente pertence às universidades consorciadas. É dele a responsabilidade do preparo do projeto político

Leia mais

PORTARIA SEE Nº 332/2014 ANEXO ÚNICO MATRIZES CURRICULARES. MATRIZ CURRICULAR - ENSINO FUNDAMENTAL 1º ao 5º ano Alfabetização e Letramento

PORTARIA SEE Nº 332/2014 ANEXO ÚNICO MATRIZES CURRICULARES. MATRIZ CURRICULAR - ENSINO FUNDAMENTAL 1º ao 5º ano Alfabetização e Letramento PORTARIA SEE Nº 332/2014 ANEXO ÚNICO MATRIZES CURRICULARES conhecimento e ano MATRIZ CURRICULAR - ENSINO FUNDAMENTAL 1º ao 5º ano Alfabetização e Letramento Fase I Fase II 1º ano 2º ano 3º ano 4º ano 5º

Leia mais

Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha

Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha Como adquirir os materiais didáticos do Moderna.Compartilha MODERNA.COMPARTILHA: INTEGRAR TECNOLOGIA E CONTEÚDOS A FAVOR DO APRENDIZADO. Os alunos deste século estão conectados com novas ideias, novas

Leia mais

5 201 O LI Ó RTF PO 1

5 201 O LI Ó RTF PO 1 1 PORTFÓLIO 2015 Um pouco da trajetória do Colégio Ação1 QUANDO TUDO COMEÇOU 1993 Experientes profissionais fundaram, no bairro do Méier, a primeira unidade da rede Ação1. O foco do trabalho era a preparação

Leia mais

Leitura e Literatura

Leitura e Literatura MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICAB Diretoria de Políticas de Formação, Materiais Didáticos e de Tecnologias para Educação BásicaB Leitura e Literatura Dia e Semana Nacional da Leitura

Leia mais

EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO. Guia de Certificação

EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO. Guia de Certificação EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO Guia de Certificação MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA DAEB GUIA DE

Leia mais

KHAN ACADEMY UMA NOVA FORMA DE ENSINAR E APRENDER ATRAVÉS DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO. Sustentabilidade

KHAN ACADEMY UMA NOVA FORMA DE ENSINAR E APRENDER ATRAVÉS DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO. Sustentabilidade KHAN ACADEMY UMA NOVA FORMA DE ENSINAR E APRENDER ATRAVÉS DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Sustentabilidade 2014 AGENDA ENQUADRAMENTO KHAN ACADEMY PORTUGAL PRÓXIMOS PASSOS ENQUADRAMENTO O problema

Leia mais

Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio

Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio Aloizio Mercadante Ministro de Estado da Educação Contexto do Ensino Médio Ensino Médio Evolução das matrículas, 1991-2012 1991

Leia mais

REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMAS OPERACIONAIS PARA ACOMPANHAMENTO E REGISTRO DOS ESTUDOS COMPLEMENTARES

REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMAS OPERACIONAIS PARA ACOMPANHAMENTO E REGISTRO DOS ESTUDOS COMPLEMENTARES REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMAS OPERACIONAIS PARA ACOMPANHAMENTO E REGISTRO DOS ESTUDOS COMPLEMENTARES O Parecer do CNE/CES nº 492/2001, assim define as atividades complementares:

Leia mais

Desafio ou Oportunidade?

Desafio ou Oportunidade? Agenda Dualidade - desafios x oportunidades A Educação mediada por tecnologia Aspectos críticos: Metodológicos, Tecnológicos e Acadêmicos A Univesp e suas Engenharias Desafio ou Oportunidade? Educação

Leia mais

TUTORIAL DE ACESSO AO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM AVA

TUTORIAL DE ACESSO AO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM AVA TUTORIAL DE ACESSO AO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM AVA 1 O acesso a plataforma educacional do colégio kadima deverá ser feito através do endereço: http://edunote.com.br/kadima/ 2 Na tela que segue,

Leia mais

Credenciada pela Portaria Ministerial nº 1734 de 06/08/2001, D.O.U. de 07/08/2001

Credenciada pela Portaria Ministerial nº 1734 de 06/08/2001, D.O.U. de 07/08/2001 ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE LICENCIATURA: EDUCAÇÃO FÍSICA (Portaria de Reconhecimento nº 428 de 28 de julho de 2014) E PEDAGOGIA (Portaria de Reconhecimento nº 286 de 21 de dezembro de 2012) ORIENTAÇÕES

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE NIVELAMENTO (PIN) DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE UBERABA UBERABA 2012

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE NIVELAMENTO (PIN) DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE UBERABA UBERABA 2012 FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE UBERABA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE NIVELAMENTO (PIN) DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE UBERABA UBERABA 2012 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

Fundação Presidente Antônio Carlos- FUPAC 1

Fundação Presidente Antônio Carlos- FUPAC 1 Fundação Presidente Antônio Carlos- FUPAC 1 Sumário Apresentação As Vantagens Dessa Moderna Sistemática do Ensino O Papel do Aluno Professor Tutor Avaliação da Aprendizagem Acesso ao Dúvidas e Suporte

Leia mais

Estimulando o gosto por aprender

Estimulando o gosto por aprender Estimulando o gosto por aprender Desenvolvido por Associe sua escola ao kademi! Veja como é fácil associar sua escola ao kademi e participar do primeiro mundo virtual dedicado à educação! Estimule seus

Leia mais

Plataforma. Portal Educacional

Plataforma. Portal Educacional Plataforma Portal Educacional O Grupo Actcon e a Rede Educar Brasil Especializado em soluções que incorporam Tecnologia da Informação à Educação e à Modernização da Administração Pública, o Grupo Actcon

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ ESTADO DO PARANÁ

PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ ESTADO DO PARANÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRA DO JACARÉ ESTADO DO PARANÁ A N E X O I E D I T A L D E C O N C U R S O P Ú B L I C O Nº 01/2015 D O S R E Q U I S I T O S E A T R I B U I Ç Õ E S D O S C A R G O S RETIFICAÇÃO

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA RESOLUÇÃO Nº 3, DE 15 DE JUNHO DE 2010

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA RESOLUÇÃO Nº 3, DE 15 DE JUNHO DE 2010 CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA RESOLUÇÃO Nº 3, DE 15 DE JUNHO DE 2010 Institui Diretrizes Operacionais para a Educação de Jovens e Adultos nos aspectos relativos à duração dos

Leia mais

Seja bem vindo à ECID!

Seja bem vindo à ECID! Seja bem vindo à ECID! Nesta apresentação falaremos um pouco sobre quem somos, nossos produtos e o mercado em qual atuamos. Leia atentamente esta apresentação para que você compreenda melhor quem é a ECID

Leia mais

É possível utilizar os resultados da avaliação em larga escala para melhorar o desempenho dos alunos? Maria Inês Fini Out./2010

É possível utilizar os resultados da avaliação em larga escala para melhorar o desempenho dos alunos? Maria Inês Fini Out./2010 É possível utilizar os resultados da avaliação em larga escala para melhorar o desempenho dos alunos? Maria Inês Fini Out./2010 Em que contexto de gestão estão inseridos os usos de seus resultados? Nível

Leia mais

PLANO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO NO SISTEMA PRISIONAL PLANO DE AÇÃO

PLANO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO NO SISTEMA PRISIONAL PLANO DE AÇÃO EIXO: GESTÂO Fortalecer a parceria entre e instituições parceiras para o desenvolvimento de ações educacionais Formalização de Termo de Cooperação Técnica entre e SEC do Estado para a efetivação de políticas

Leia mais

CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares

CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares C M E CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO NATAL/RN RESOLUÇÃO Nº 003/2011 CME Estabelece normas sobre a Estrutura, Funcionamento e Organização do trabalho pedagógico da Educação de Jovens e Adultos nas unidades

Leia mais

MANUAL - DISCIPLINA SEMIPRESENCIAL SUMÁRIO

MANUAL - DISCIPLINA SEMIPRESENCIAL SUMÁRIO MANUAL - DISCIPLINA SEMIPRESENCIAL SUMÁRIO APRESENTAÇÃO AMBIENTE VIRTUAL AS VANTAGENS DESSA MODERNA SISTEMÁTICA DO ENSINO SÃO: O PAPEL DO ALUNO PROFESSOR TUTOR AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM ACESSO AO AMBIENTE

Leia mais

NOSSA APROVAÇÃO. Ø ENEM: 85 % dos nossos alunos foram aprovados;

NOSSA APROVAÇÃO. Ø ENEM: 85 % dos nossos alunos foram aprovados; NOSSA APROVAÇÃO ENEM: 85 % dos nossos alunos foram aprovados; Vestibular da UFRGS : 80% dos nossos alunos foram aprovados e obtivemos o 3 lugar em Psicologia( Ana Paula Junges) CONHEÇA UM POUCO NOSSA EQUIPE

Leia mais

Fundação Presidente Antônio Carlos- FUPAC 1

Fundação Presidente Antônio Carlos- FUPAC 1 Fundação Presidente Antônio Carlos- FUPAC 1 Sumário Apresentação Ambiente Virtual As Vantagens Dessa Moderna Sistemática do Ensino O Papel do Aluno Professor Tutor Avaliação da Aprendizagem Acesso ao Ambiente

Leia mais

PATRÍCIA NEVES RAPOSO UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA panera@brturbo.com.br

PATRÍCIA NEVES RAPOSO UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA panera@brturbo.com.br PATRÍCIA NEVES RAPOSO UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA panera@brturbo.com.br De quem são esses olhos? De quem são esses olhos? De quem são esses olhos? De quem são esses olhos? De quem são esses olhos?

Leia mais

Escolher a melhor escola faz parte do desenvolvimento de seu filho. Por isso, essa decisão deve ser tomada com muito cuidado.

Escolher a melhor escola faz parte do desenvolvimento de seu filho. Por isso, essa decisão deve ser tomada com muito cuidado. Todos os anos, o Colégio Monteiro Lobato se prepara para receber seus alunos com muitas novidades. Aqueles que estão retornando vão poder rever os amigos, os professores queridos e aprender novidades.

Leia mais

MANUAL DO ALUNO EM DISCIPLINAS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA

MANUAL DO ALUNO EM DISCIPLINAS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA MANUAL DO ALUNO EM DISCIPLINAS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA ORIENTAÇÕES PARA OS ESTUDOS EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Caro (a) Acadêmico (a), Seja bem-vindo (a) às disciplinas ofertadas na modalidade a distância.

Leia mais

NOME OU TÍTULO DO PROJETO: Conhecendo minha cidade DADOS DE IDENTIFICAÇÃO: Área ou Disciplina de Origem: Língua Estrangeira Espanhol

NOME OU TÍTULO DO PROJETO: Conhecendo minha cidade DADOS DE IDENTIFICAÇÃO: Área ou Disciplina de Origem: Língua Estrangeira Espanhol 1. Projeto Interdisciplinar Roteiro NOME OU TÍTULO DO PROJETO: Conhecendo minha cidade DADOS DE IDENTIFICAÇÃO: Área ou Disciplina de Origem: Língua Estrangeira Espanhol Professor coordenador: Mirta Beatriz.

Leia mais

VAMOS CONSTRUIR A MELHOR EXPERIÊNCIA EM EDUCAÇÃO.

VAMOS CONSTRUIR A MELHOR EXPERIÊNCIA EM EDUCAÇÃO. VAMOS CONSTRUIR A MELHOR EXPERIÊNCIA EM EDUCAÇÃO. A Blackboard é líder no setor de soluções de e-learning, atendendo 72% das 200 maiores universidades do mundo. Sediada em Washington, DC, e criada em 1997,

Leia mais

softwares que cumprem a função de mediar o ensino a distância veiculado através da internet ou espaço virtual. PEREIRA (2007)

softwares que cumprem a função de mediar o ensino a distância veiculado através da internet ou espaço virtual. PEREIRA (2007) 1 Introdução Em todo mundo, a Educação a Distância (EAD) passa por um processo evolutivo principalmente após a criação da internet. Os recursos tecnológicos oferecidos pela web permitem a EAD ferramentas

Leia mais

Programa DSOP de Educação Financeira nas Escolas. Sonhar Orçar Poupar. FOLDERESCOLAS_EDUCAÇAOFINANCEIRA.indd 1 24/07/14 14:57

Programa DSOP de Educação Financeira nas Escolas. Sonhar Orçar Poupar. FOLDERESCOLAS_EDUCAÇAOFINANCEIRA.indd 1 24/07/14 14:57 Programa DSOP de Educação Financeira nas Escolas Diagnosticar Sonhar Orçar Poupar FOLDERESCOLAS_EDUCAÇAOFINANCEIRA.indd 1 24/07/14 14:57 Por que incluir a educação financeira na sua escola? Dados recentes

Leia mais

Prova Nacional de Concurso para o Ingresso na Carreira Docente

Prova Nacional de Concurso para o Ingresso na Carreira Docente Prova Nacional de Concurso para o Ingresso na Carreira Docente Fórum Estadual da Undime MA Gabriela Moriconi Diretoria de Estudos Educacionais INEP A Prova Docente: Breve Histórico O potencial dos concursos

Leia mais

GERENCIANDO O ENSINO E APRENDIZAGEM DE LÍNGUA

GERENCIANDO O ENSINO E APRENDIZAGEM DE LÍNGUA ESCOLA ESTADUAL DR. MARTINHO MARQUES SIRLEI RODRIGUES CARDOSO DO PRADO VITORINO GERENCIANDO O ENSINO E APRENDIZAGEM DE LÍNGUA INGLESA POR MEIO DO AMBIENTE VIRTUAL ENGLISH EXERCISES TAQUARUSS/MS MARÇO DE

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DO CURSO PRÉ-ENEM COMUNITÁRIO TO NA UFAC 2015 RIO BRANCO URBANO TURMA II

EDITAL PARA SELEÇÃO DO CURSO PRÉ-ENEM COMUNITÁRIO TO NA UFAC 2015 RIO BRANCO URBANO TURMA II GRUPO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO GERAÇÃO XXI DIRETÓRIO CENTRAL DOS ESTUDANTES EDITAL PARA SELEÇÃO DO CURSO PRÉ-ENEM COMUNITÁRIO TO NA UFAC 2015 RIO BRANCO URBANO TURMA II EDITAL 08/2015 O Curso Pré-Enem Comunitário

Leia mais

PROJETO FAZENDO ESCOLA: UMA EXPERIÊNCIA DO ORIENTADOR NO COMPROMISSO DA CAPACITAÇÃO DOCENTE

PROJETO FAZENDO ESCOLA: UMA EXPERIÊNCIA DO ORIENTADOR NO COMPROMISSO DA CAPACITAÇÃO DOCENTE PROJETO FAZENDO ESCOLA: UMA EXPERIÊNCIA DO ORIENTADOR NO COMPROMISSO DA CAPACITAÇÃO DOCENTE Sérgio Dal-Ri Moreira Pontifícia Universidade Católica do Paraná Palavras-chave: Educação Física, Educação, Escola,

Leia mais

Encontro de alunos EaD e presencial da UFRRJ. A educação a distancia no Consórcio CEDERJ: Alguns dados

Encontro de alunos EaD e presencial da UFRRJ. A educação a distancia no Consórcio CEDERJ: Alguns dados Encontro de alunos EaD e presencial da UFRRJ A educação a distancia no Consórcio CEDERJ: Alguns dados Masako Oya Masuda Vice-Presidente de Educação a Distância O que é o Consórcio CEDERJ? Consórcio das

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online ENSINO DE QUÍMICA Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação na

Leia mais

O futuro da educação já começou

O futuro da educação já começou O futuro da educação já começou Sua conexão com o futuro A 10 Escola Digital é uma solução inovadora para transformar a sua escola. A LeYa traz para a sua escola o que há de mais moderno em educação, a

Leia mais

Dimensão 1 - Organização Didático-Pedagógica do Curso

Dimensão 1 - Organização Didático-Pedagógica do Curso AUTO-AVALIAÇAO INSTITUCIONAL DO CURSO DE PEDAGOGIA FACED-UFAM / Professores Dimensão 1 - Organização Didático-Pedagógica do Curso Objetivos do Curso 01 - Tenho conhecimento do Projeto Pedagógico do Curso.

Leia mais

Padrões de Competências para o Cargo de Professor Alfabetizador

Padrões de Competências para o Cargo de Professor Alfabetizador Padrões de Competências para o Cargo de Professor Alfabetizador Alfabetização de Crianças O Professor Alfabetizador é o profissional responsável por planejar e implementar ações pedagógicas que propiciem,

Leia mais

Seja bem vindo à ECID!

Seja bem vindo à ECID! Seja bem vindo à ECID! Nesta apresentação falaremos um pouco sobre quem somos, nossos produtos e o mercado em qual atuamos. Leia atentamente esta apresentação para que você compreenda melhor quem é a ECID

Leia mais

Fundação Carmelitana Mário Palmério - FUCAMP Faculdade de Ciências Humanas e Sociais - FACIHUS Educação de qualidade ao seu alcance

Fundação Carmelitana Mário Palmério - FUCAMP Faculdade de Ciências Humanas e Sociais - FACIHUS Educação de qualidade ao seu alcance SUBPROJETO DE LETRAS PORTUGUÊS/ESPANHOL O ensino da língua espanhola no contexto da escola pública INTRODUÇÃO Este plano procura articular-se de forma integrada com o plano de trabalho institucional, que

Leia mais

Seja bem vindo à ECID!

Seja bem vindo à ECID! Seja bem vindo à ECID! Nesta apresentação falaremos um pouco sobre quem somos, nossos produtos e o mercado em qual atuamos. Leia atentamente esta apresentação para que você compreenda melhor quem é a ECID

Leia mais

Manual do Estagiário 2008

Manual do Estagiário 2008 Manual do Estagiário 2008 Sumário Introdução... 2 O que é estágio curricular... 2 Objetivos do estágio curricular... 2 Duração e carga horária do estágio curricular... 3 Requisitos para a realização do

Leia mais

Centro Educacional Pró-Hope

Centro Educacional Pró-Hope Centro Educacional Pró-Hope A escola da Casa Hope As pessoas que são atendidas pela Instituição sofrem com a carência financeira, a doença e o afastamento da rede familiar e social de apoio. Tudo isso

Leia mais

PROJETO INOVAÇÃO NAS ESCOLAS EDITAL PARA SELEÇÃO DE REDES PARCEIRAS EM 2016

PROJETO INOVAÇÃO NAS ESCOLAS EDITAL PARA SELEÇÃO DE REDES PARCEIRAS EM 2016 PROJETO INOVAÇÃO NAS ESCOLAS EDITAL PARA SELEÇÃO DE REDES PARCEIRAS EM 2016 Agosto de 2015 Sobre o projeto Inovação nas Escolas O projeto Inovação nas Escolas é uma iniciativa que visa à implementação,

Leia mais

INFORMATIVO 3ª ETAPA/2014. 6º Ano Ensino Fundamental

INFORMATIVO 3ª ETAPA/2014. 6º Ano Ensino Fundamental 6º Ano Ensino Fundamental Matemática 14/08 Gramática e Interpretação 29/09 3603-Informativo 3 a et (6º)-14/CP-K Geografia e Ciências 08/08 História e Inglês 30/09 História e Inglês 12/08 Matemática 1º/10

Leia mais

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Educação que valoriza o seu tempo: presente e futuro Educação a Distância Os mesmos professores. A mesma aula. O mesmo diploma. A única diferença é a sala de aula que fica em suas

Leia mais

REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS. PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional

REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS. PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS Projeto de Lei nº 8.035, de 2010 PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional O PNE é formado por: 10 diretrizes; 20 metas com estratégias

Leia mais

IBPEX - HISTÓRIA/TRAJETÓRIA

IBPEX - HISTÓRIA/TRAJETÓRIA ORIENTAÇÕES GERAIS IBPEX - HISTÓRIA/TRAJETÓRIA A trajetória de formação da IES iniciou-se no ano de 1996, com a criação do Instituto Brasileiro de Pós-Graduação e Extensão IBPEX, oferecendo cursos de pós-graduação

Leia mais

ÍNDICE O QUE É... 2 COMO FUNCIONA... 3. Acervo... 3. Meus Livros... 4. Livros em destaque... 7. Fórum... 7. Notícias... 8. Ajuda... 9. Suporte...

ÍNDICE O QUE É... 2 COMO FUNCIONA... 3. Acervo... 3. Meus Livros... 4. Livros em destaque... 7. Fórum... 7. Notícias... 8. Ajuda... 9. Suporte... ÍNDICE O QUE É... 2 COMO FUNCIONA... 3 Acervo... 3 Meus Livros... 4 Livros em destaque... 7 Fórum... 7 Notícias... 8 Ajuda... 9 Suporte... 9 POR QUE USAR... 10 EQUIPE RESPONSÁVEL... 12 CONTATO... 13 O

Leia mais

INÉDITO! COM ÁREAS DE CONCENTRAÇÃO

INÉDITO! COM ÁREAS DE CONCENTRAÇÃO GRUPO SANTA RITA INSCRIÇÕES ABERTAS! PÓS-GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO LATO SENSU MENSALIDADE R e R$ MEC CURSOS AUTORIZADOS s o lu ç ã o C N E /C n ES 1, º. 7 149, /2 6 / 8 FACULDADES EDUCAÇÃO COM ÁREAS DE

Leia mais

MANUAL PASSO-A-PASSO DISCIPLINAS ONLINE

MANUAL PASSO-A-PASSO DISCIPLINAS ONLINE MANUAL PASSO-A-PASSO OPERAÇÕES BÁSICAS DISCIPLINAS ONLINE BARBACENA 2015 1º Semestre Sumário Acessando o Ambiente Virtual de Aprendizagem - AVA... 4 Utilizando o Portal Acadêmico... 6 Avaliação de Desempenho...

Leia mais

Reforma no Ensino Médio completa 3 anos sem grandes mudanças nos indicadores educacionais

Reforma no Ensino Médio completa 3 anos sem grandes mudanças nos indicadores educacionais Diretoria de Comunicação Clipping Veículo: Jornal Gazeta RS Data: 02 de setembro de 2014 Editoria/Coluna: Educação Página ou link: http://www.gazeta-rs.com.br/33/educacao/n:1638/reforma-no-ensino- Medio-completa-3-anos-sem-grandes-mudancas-nos-indicadores-educacionais

Leia mais

CONSELHO DE CLASSE. A visão dos professores sobre educação no Brasil

CONSELHO DE CLASSE. A visão dos professores sobre educação no Brasil CONSELHO DE CLASSE A visão dos professores sobre educação no Brasil INTRODUÇÃO Especificações Técnicas Data do Campo 19/06 a 14/10 de 2014 Metodologia Técnica de coleta de dados Abrangência geográfica

Leia mais

ESTRATÉGIAS NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NA PERSPECTIVA DAS NOVAS TECNOLOGIAS

ESTRATÉGIAS NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NA PERSPECTIVA DAS NOVAS TECNOLOGIAS 1 ESTRATÉGIAS NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS NA PERSPECTIVA DAS NOVAS TECNOLOGIAS INTRODUÇÃO Marilda Coelho da Silva marildagabriela@yahoo.com.br Mestrado Profissional Formação de Professores UEPB As

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DOCENTE PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA CIENTÍFICA (PIBID/FAI) EDITAL N O.

EDITAL DE SELEÇÃO DOCENTE PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA CIENTÍFICA (PIBID/FAI) EDITAL N O. EDITAL DE SELEÇÃO DOCENTE PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA CIENTÍFICA (PIBID/FAI) EDITAL N O. 004/15 1. APRESENTAÇÃO A Direção-Geral das FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS

Leia mais

Projeto de Redesenho Curricular

Projeto de Redesenho Curricular AÇÕES DAS ESCOLAS PARTICIPANTES DO ProEMI COM TI Equipamentos midiáticos e tecnológicos adquiridos pelo PROEMI EE DONA ELISA DE COMPOS LIMA NOVELLI - DER ITARARÉ Objetivos Projeto de Redesenho Curricular

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA RESOLUÇÃO Nº 1, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2016 (*)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA RESOLUÇÃO Nº 1, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2016 (*) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA RESOLUÇÃO Nº 1, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2016 (*) Define Diretrizes Operacionais Nacionais para o credenciamento institucional

Leia mais

INSTRUÇÕES. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO VESTIBULAR DE INVERNO 2012 3 a etapa: QUÍMICA, MATEMÁTICA E FÍSICA

INSTRUÇÕES. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO VESTIBULAR DE INVERNO 2012 3 a etapa: QUÍMICA, MATEMÁTICA E FÍSICA 3 a etapa: Química, Matemática e Física Química 16 a 30 Matemática 31 a 45 Física 3 a etapa: QUÍMICA, MATEMÁTICA E FÍSICA 31 23 03 30 15 31 11 22 27 29 06 15 21 31 10 23 05 27 31 06 13 06 21 31 15 03 26

Leia mais

SIMULADO DO ENEM 2015

SIMULADO DO ENEM 2015 SIMULADO DO ENEM 2015 Para participar do Simulado do Enem 2015 não é necessário agendamento, antes feito pelo professor, para realização das provas. Os alunos participarão de forma independente e de acordo

Leia mais

DESIGNAÇÃO DA AÇÃO: CONCEBER E APLICAR ESTRATÉGIAS/METODOLOGIAS CONDUCENTES À MELHORIA DOS RESULTADOS.

DESIGNAÇÃO DA AÇÃO: CONCEBER E APLICAR ESTRATÉGIAS/METODOLOGIAS CONDUCENTES À MELHORIA DOS RESULTADOS. AÇÃO Nº 1 DESIGNAÇÃO DA AÇÃO: CONCEBER E APLICAR ESTRATÉGIAS/METODOLOGIAS CONDUCENTES À MELHORIA DOS RESULTADOS. BREVE DESCRIÇÃO DA AÇÃO: conceber, discutir e aplicar planificações, metodologias, práticas

Leia mais

VESTIBULAR: Uma escolha profissional que interliga a família e a escola

VESTIBULAR: Uma escolha profissional que interliga a família e a escola VESTIBULAR: Uma escolha profissional que interliga a família e a escola Caroline Pilar 1 Simone Medianeira Franzin 2 Resumo: A escolha profissional dos alunos no final do Ensino Médio tem sido pensada

Leia mais

Índice. 1. Cursos Presenciais...3. 2. Cursos de Presença Flexível...3

Índice. 1. Cursos Presenciais...3. 2. Cursos de Presença Flexível...3 GRUPO 6.1 MÓDULO 2 Índice 1. Cursos Presenciais...3 1.1. Do 1º ao 5º (4ª Série) Anos do Ensino Fundamental... 3 1.2. Do 6º (5ª Série) ao 9º (8ª Série) Anos do Ensino Fundamental... 3 1.3. Do 1º ao 3º Ano

Leia mais

República de Angola Ministério da Educação

República de Angola Ministério da Educação República de Angola Ministério da Educação (READ) Ponto de Situação do Desenvolvimento do Sistema Nacional de Avaliação das Aprendizagens Moscovo, Rússia 30 de Setembro 2 de Outubro, 2009 I Conferência

Leia mais

Dossiê Ensino Fundamental no Brasil. Estudo para a construção do Plano Municipal de Educação de Palmas

Dossiê Ensino Fundamental no Brasil. Estudo para a construção do Plano Municipal de Educação de Palmas Estudo para a construção do Plano Municipal de Educação de Palmas Segundo substitutivo do PNE, apresentado pelo Deputado Angelo Vanhoni, Abril de 2012 Profa. Dra. Rosilene Lagares PPGE/PET PedPalmas Palmas,

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER - Código 151427 PLANO PLURIANUAL DE ATIVIDADES DO PRÉ-ESCOLAR E 1.º, 2.º E 3.

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER - Código 151427 PLANO PLURIANUAL DE ATIVIDADES DO PRÉ-ESCOLAR E 1.º, 2.º E 3. PLANO PLURIANUAL DE ATIVIDADES DO PRÉ-ESCOLAR E 1.º, 2.º E 3.º CICLOS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER 2013/2017 O Projeto Plurianual de Atividades do Agrupamento de Escolas Sophia de Mello

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO FACULDADE EDUCACIONAL DE MEDIANEIRA MISSÃO: FORMAR PROFISSIONAIS CAPACITADOS, SOCIALMENTE RESPONSÁVEIS E APTOS A PROMOVEREM AS TRANSFORMAÇÕES FUTURAS. ESTÁGIO SUPERVISIONADO LETRAS COM HABILITAÇÃO EM LÍNGUA

Leia mais

PORTAL EDUCACIONAL CLICKIDEIA. Ensino Fundamental (séries iniciais)

PORTAL EDUCACIONAL CLICKIDEIA. Ensino Fundamental (séries iniciais) PORTAL EDUCACIONAL CLICKIDEIA Ensino Fundamental (séries iniciais) O Portal Clickideia disponibiliza para as séries iniciais do Ensino Fundamental diversas curiosidades, jogos, blogs, ferramentas de criação,

Leia mais

Ensino Médio em Questão. José Fernandes de Lima Conselho Nacional de Educação

Ensino Médio em Questão. José Fernandes de Lima Conselho Nacional de Educação Ensino Médio em Questão José Fernandes de Lima Conselho Nacional de Educação Introdução O ensino médio tem sido debatido em todos os países Trata com adolescente e jovens que estão decidindo seus destinos.

Leia mais

NOSSOS SERVIÇOS PARA 2015

NOSSOS SERVIÇOS PARA 2015 NOSSOS SERVIÇOS PARA 2015 CURSOS PARA O SERIADO DA UPE (SSA): São cursos exclusivamente voltados para alunos do PRIMEIRO ou do SEGUNDO anos do ensino médio. Nestes cursos vemos todo o programa do Seriado

Leia mais

Ambiente de Aprendizagem Moodle FPD Manual do Aluno

Ambiente de Aprendizagem Moodle FPD Manual do Aluno Ambiente de Aprendizagem Moodle FPD Manual do Aluno Maio 2008 Conteúdo 1 Primeiros passos...4 1.1 Tornando-se um usuário...4 1.2 Acessando o ambiente Moodle...4 1.3 O ambiente Moodle...4 1.4 Cadastrando-se

Leia mais

Formação continuada: a educação municipal de Bauru/SP

Formação continuada: a educação municipal de Bauru/SP Formação continuada: a educação municipal de Bauru/SP Prof.ª Dra. Vera Mariza Regino Casério e-mail: veracaserio@bauru.sp.gov.br Prof.ª Esp. Fernanda Carneiro Bechara Fantin e-mail: fernandafantin@bauru.sp.gov.br

Leia mais

PROPOSTA DE TRABALHO ENSINO MÉDIO 2010. Pais e Alunos

PROPOSTA DE TRABALHO ENSINO MÉDIO 2010. Pais e Alunos PROPOSTA DE TRABALHO ENSINO MÉDIO 2010 Pais e Alunos Proposta de Trabalho Ensino Médio 2010 A partir de 2010 o nosso projeto pedagógico do Ensino Médio estará ainda mais comprometido com a formação integral

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DOS FUNCIONÁRIOS NO PROCESSO EDUCATIVO NAS ESCOLAS

A IMPORTÂNCIA DOS FUNCIONÁRIOS NO PROCESSO EDUCATIVO NAS ESCOLAS A IMPORTÂNCIA DOS FUNCIONÁRIOS NO PROCESSO EDUCATIVO NAS ESCOLAS Carine Ferreira Machado Virago 1 Carla Cristiane Costa 2 Resumo: A nova conjuntura educacional, voltada especialmente a uma educação integral

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL Nº

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL Nº PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL Nº 01/2014 ANEXO II PRINCIPAIS ATRIBUIÇÕES DOS EMPREGOS EMPREGOS (Ciências) (Ensino Fundamental) ATRIBUIÇÕES proposta da escola. fixando metas, definindo objetivos.

Leia mais

POLÍTICA DE ENSINO DA FISMA

POLÍTICA DE ENSINO DA FISMA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO ME FACULDADE INTEGRADA DE SANTA MARIA PRELIMINARES POLÍTICA DE ENSINO DA FISMA Santa Maria, RS Junho - 2010 1 SUMÁRIO 1. POLÍTICA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO... 1 2. POLÍTICAS DE ENSINO

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE INDAIATUBA Rua Claudio Dal Canton, 89 - Cidade Nova II - Indaiatuba -SP - CEP 13334-390 (19) 3885-6700 www.portalpos.com.

FACULDADE ANHANGUERA DE INDAIATUBA Rua Claudio Dal Canton, 89 - Cidade Nova II - Indaiatuba -SP - CEP 13334-390 (19) 3885-6700 www.portalpos.com. A pós-graduação é fundamental para manter-se bem colocado no mercado de trabalho e para aperfeiçoar competências profissionais. Além de enriquecer o currículo, este tipo de especialização ajuda a melhorar

Leia mais

Sobre o Instituto Desenvolve T.I

Sobre o Instituto Desenvolve T.I Sobre o Instituto Desenvolve T.I A empresa Desenvolve T.I foi fundada em 2008, em Maringá, inicialmente focando a sua atuação em prestação de serviços relacionados à Tecnologia da Informação e atendendo

Leia mais

PORTARIA UNIDA Nº. 15/2015, de 18 de Julho de 2015.

PORTARIA UNIDA Nº. 15/2015, de 18 de Julho de 2015. PORTARIA UNIDA Nº. 15/2015, de 18 de Julho de 2015. O Diretor Geral da Faculdade Unida de Vitória, no uso das atribuições conferidas pelo Regimento Interno resolve regulamentar os procedimentos gerais

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CAPÍTULO I. Do Estágio Supervisionado

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CAPÍTULO I. Do Estágio Supervisionado REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CAPÍTULO I Do Estágio Supervisionado Artigo 1.º - O presente regulamento de Estágio Supervisionado referese em regras gerais à formação dos Licenciados nos Cursos

Leia mais