Versão 07/2012. Gerador de Relatórios

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Versão 07/2012. Gerador de Relatórios"

Transcrição

1 Gerador de Relatórios 1

2 ÍNDICE 1 CRIAR UM NOVO RELATÓRIO Elementos Básicos Criar um relatório simples Ferramentas Alterar o Título dos Campos Alterar a Cor de Preenchimento do Campo Alterar Fontes Inserir Bordas Formatação dos Campos Ocultar Subtotais HIDE Alinhamento de Colunas Ordenar a Impressão Personalizar os Campos da Tela de Filtro Parâmetros Salvar um Relatório Implementando o Relatório Inserir Quebras Expressões Criar Funções Criar Grades Criar Fichas Excluir objeto / item Gráficos CUBO DE DECISÃO - Business Inteligence BI Criar um cubo de decisão Variações da Análise Selecionar Filiais Selecionar Representante Ocultar Informações Mesclar Campos Transportar um relatório pronto para o cubo IMPORTAR / EXPORTAR RELATÓRIOS AGENDAMENTO DE RELATÓRIOS

3 Sobre o Gerador de Relatórios Este novo recurso do Millennium Mais ERP permite que o usuário crie seus próprios relatórios a fim de atender suas necessidades específicas. O Gerador de Relatórios é uma ferramenta muito simples de ser utilizada, porém muito eficiente. Assim que estiver familiarizado com seu manuseio, o usuário perceberá que é possível obter informações com rapidez e objetividade. Neste manual são apresentados os Elementos Básicos para a criação de Relatórios Simples e os recursos disponíveis para Implementá-los. As aplicações são apresentadas com exemplos práticos e imagens para facilitar a compreensão do usuário. Depois de criados, os relatórios podem ter seus layouts Exportados e Importados de outros aplicativos, como o Excel. Também é possível fazer o Agendamento dos relatórios para que sejam impressos automaticamente. Para efeito de desempenho do Gerador de Relatórios, o sistema preenche automaticamente alguns campos com a palavra INDEFINIDO. Estes campos Não devem ser Apagados porque eles serão gerados novamente sempre que o DBDic for executado. Outra característica do Gerador de Relatórios é que ao selecionar a opção de Semana para filtrar registros, o sistema irá considerar sempre, como início do período, o domingo imediatamente anterior e não os últimos sete dias. Além dos relatórios em forma de listagem, o Gerador de Relatórios tem o Cubo de Decisão que é uma importante ferramenta para Análise Comercial. Aqui também será demonstrado como criá-lo e analisá-lo sob vários aspectos. 3

4 1 CRIAR UM NOVO RELATÓRIO Entre no item, UTILITÁRIOS e selecione a opção Relatórios (Central de Informações). Observe se a guia Relatórios está selecionada e exibindo todos os módulos do sistema. A seguir selecione o módulo no qual o Novo Relatório será criado e dê um clique no ícone Criar Novo Documento. O sistema exibirá a tela que veremos a seguir. Selecione a pasta Relatório, a opção Documento em Branco e clique em OK. 4

5 Em seguida será exibida a tela de edição de documento, onde o Novo Relatório será criado. 5

6 1.1 Elementos Básicos Objetos São as informações contidas no sistema: Campos, Medidas e Dimensões utilizadas para criar o relatório. Propriedades Permitem alterar as Características das Tabelas e das Células a serem impressas, como: Margens, Alinhamento, Ordenação dos itens, Tipos de Totais e Título. Condições São as regras de filtragem que o sistema seguirá para apresentar o resultado desejado. Se não forem impostas condições, o programa irá processar todo o Banco de Dados. Ao selecionar condições, há um menu que auxilia na filtragem das informações a serem impressas: Igual a Informa ao sistema que o resultado da filtragem deverá mostrar somente registros cuja informação seja Igual à Condição Pedida. Por exemplo, se a condição for Data de Emissão, serão mostrados somente os registros com Data de Emissão Igual à Digitada no campo de filtro. O mesmo acontece com as opções Maior que, Menor que, Menor ou igual a e Maior ou igual a. Diferente de Neste caso o resultado da filtragem deverá mostrar tudo o que for Diferente da Informação Digitada no campo de filtro. Contido em Esta opção abre um campo de múltipla escolha na tela de filtros. Neste caso, o usuário deverá arrastar o ícone da dimensão e não apenas o atributo para a área de condição. Por exemplo, para visualizar os títulos a receber dos clientes de algumas filiais, arraste o ícone de filial encontrado na perspectiva de títulos a receber. Não contido em Está opção é contrária à anterior, ou seja, serão exibidos os títulos referentes ás filiais que Não forem selecionadas. Entre Aqui é possível estabelecer um limite Inferior e Superior. Por exemplo, um limite de Datas ou de Códigos. 6

7 Valor Selecione esta opção e digite no campo um Valor. Por exemplo, uma Data, um Nome, um Código etc. Medida / Atributo São utilizados para estabelecer Condições Específicas entre eles. Na figura abaixo temos um layout de relatório de vendas cujas condições se referem ao endereço e a quantidade vendida. Na listagem será impressos o Código, o Cliente e a Data da Venda obedecendo a condição que a Quantidade Vendida seja maior que a quantidade estipulada na meta da filial e cuja cidade de cobrança seja diferente da cidade onde o cliente esteja situado. Conjunto Deve ser usado com os operadores Contido em/não contido em, gerando uma expressão que irá filtrar dados dentro de um universo específico. Suponha uma listagem na qual serão impressos os Códigos, as Descrições, as Marcas e a Quantidade Vendida de cada item. Porém, na condição para filtro dos itens foi determinado que estas informações devem ser de um determinado departamento. Este resultado não poderia ser obtido simplesmente arrastando o atributo Departamento para a linha de cabeçalho. Para criar este tipo de layout, arraste o objeto do conjunto para a área de condição, selecione os operadores, Contido em/não contido em e Conjunto, como vemos na figura abaixo. 7

8 Após selecionar a opção de conjunto, será aberta uma nova área de condições para que seja selecionado o conteúdo do conjunto que, no caso do nosso exemplo, são os departamentos da empresa. O resultado pode ser visto na figura abaixo: Dê um clique no ícone à direita para fechar a área e perceba que aparece a expressão indicando a criação de um prompt como pode ser observado na figura abaixo. 8

9 Dessa forma, ao executar o relatório o sistema irá perguntar qual o departamento a ser filtrado. Veja na figura abaixo o resultado deste recurso. Para filtrar as informações do relatório com mais de uma condição, use os operadores lógicos E/OU. No exemplo da figura acima, temos duas condições a serem cumpridas pelo relatório: 9

10 1º. O relatório irá listar de acordo com a data informada E com a quantidade estipulada; 2º. O relatório irá listar de acordo com a data informada OU com a quantidade estipulada. Por definição, o operador E estará sempre visível. Clique sobre ele para visualizar a opção OU, se desejar selecioná-la. Direita Cria um Sub Nível dentro da Condição. No exemplo da figura abaixo, uma das condições é a filial, que deverá ser a de código 15 ou cujo nome fantasia seja Shopping Barragem. Selecione a condição, clique no número para visualizar o menu e clique na opção. Esquerda Retorna um sub nível a posição de nível. Selecione a condição e clique na opção. Acima Movimenta a condição para cima. Clique no número e selecione a opção. Abaixo Movimenta a condição para baixo. Clique no número e selecione a opção. Apagar Clique sobre o número, selecione a condição a ser apagada e dê um clique sobre a opção. 10

11 Ferramentas utilizadas na elaboração dos relatórios: Perspectiva são grupos de informações utilizadas para consulta. Por exemplo: compras, vendas e títulos. Dimensão é a forma de visualização da informação. Por exemplo, a perspectiva de títulos pode ser visualizada por data, filial, gerador etc. Sub dimensão algumas vezes é necessário subdividir uma dimensão. Sua utilização é igual ao da dimensão. Atributo são os campos do cadastro. Atualmente, os campos novos que forem criados nos cadastros devem ser incluídos no gerador pelos programadores. Medida é um valor ou um número a ser calculado e mostrado no relatório. 1.2 Criar um relatório simples Vamos tomar como exemplo a perspectiva de títulos a receber para gerar uma listagem com nome, data de vencimento e valor do título. Dê um clique no sinal de adição da perspectiva Títulos a Receber para visualizar as dimensões, sub dimensões e os atributos. Clique na dimensão Gerador e na sub dimensão Gerador. A seguir clique e arraste o atributo Nome do Gerador para a área de layout. Como este é o primeiro campo inserido, o sistema perguntará qual tipo de relatório será elaborado: selecione a opção Tabela. Em seguida, na dimensão Data, arraste o atributo Data e, das medidas arraste os Títulos a Receber. O layout do relatório ficará da seguinte forma: Agora será necessário determinar uma condição para a filtragem dos registros. A condição é necessária para limitar o resultado e imprimir somente as informações que interessem ao usuário. Qualquer item da dimensão pode ser utilizado como condição, desde que haja uma coerência. Vamos determinar como condição um período de datas. Arraste uma das datas para a área de condições e dê um clique sobre a expressão igual à para visualizar todas as opções que o menu permite usar. Selecione a opção entre e clique em Executar para ver o efeito: 11

12 Na tela de filtro do relatório são exibidos dois campos para o usuário digitar o período de vencimento dos títulos a serem impressos na listagem. Preencha os dois campos, clique em OK para imprimir a listagem e observe o resultado na figura a seguir. ATENÇÃO! Se não for estabelecida uma condição para busca, o sistema irá processar todo o banco dados e, dependendo do seu tamanho, poderá demorar muito para retornar um resultado. O relatório gerado apresenta as informações solicitadas, porém é possível melhorar sua aparência utilizando alguns recursos disponíveis no gerador Ferramentas Nesta janela são visualizadas todas as perspectivas que o sistema disponibiliza para a elaboração do relatório. Para exibir uma única perspectiva com suas dimensões e atributos, dê um clique no campo Ferramentas e selecione a perspectiva que deseja visualizar. No exemplo da figura vemos a seleção da perspectiva de títulos a pagar e seus objetos. 12

13 1.2.2 Inserir Cabeçalho Ao arrastar medidas e atributos para a área de layout, automaticamente o sistema assume seu nome como cabeçalho. Este nome poderá ser alterado como veremos a seguir Alterar o Título dos Campos Dê um clique no campo para selecioná-lo. O recurso que permite alterar o nome dos campos está na guia Propriedades, ao lado da guia Objetos vista na Lição 1.1. Localize na guia Propriedades, o campo Título. Dê um clique no campo a sua frente, digite um novo título para a coluna e tecle Enter para confirmar. Repita este procedimento para todas as colunas cujo título deva ser alterado Alterar a Cor de Preenchimento do Campo Selecione o campo cuja cor será alterada, dê um clique no ícone e selecione a cor. Dê um clique em qualquer parte da página para visualizar a nova cor Alterar Fontes Com este recurso é possível alterar tamanho, tipo, cor, sublinhar e colocar em negrito. Selecione o campo e dê um clique no ícone para visualizar as opções. Experimente selecionar uma fonte diferente, alterar sua cor e tamanho, sublinhá-la ou colocá-la em negrito. Dê um clique no X para fechar a janela. 13

14 1.2.6 Inserir Bordas Para colocar bordas nos campos de título ou nas linhas impressas, basta marcar a área desejada, dar um clique no ícone de bordas e selecionar o tipo Formatação dos Campos Selecione o campo a ser formatado e clique no ícone. Este recurso permite que a impressão de um campo específico seja alterada. Em nosso exemplo, o campo Valor, que inicialmente foi impresso na forma numérica, pode ser alterado para o formato de moeda Ocultar Subtotais HIDE Observe no exemplo da figura que automaticamente foram impressos subtotais a cada cliente impresso. Para imprimir uma listagem apenas com o total geral, selecione a guia Propriedades e marque a opção Hide, no campo Mostrar Totais Alinhamento de Colunas Para alinhar a impressão das colunas à direita, à esquerda ou ao centro, selecione a coluna que deve ser alinhada, dê um clique no ícone e marque o alinhamento desejado Ordenar a Impressão O resultado da impressão poderá ser apresentado em ordem crescente ou decrescente. Selecione a coluna que deve ser ordenada, dê um clique no ícone e selecione a ordem desejada Personalizar os Campos da Tela de Filtro Parâmetros Permite que o usuário faça edições nos nomes dos campos de filtro do relatório, como alterar título, ocultar, obrigar o usuário a preenchê-lo ou definir um preenchimento padrão para ele. Dê um clique no ícone para abrir a janela e visualizar os campos de filtro. ATENÇÃO! Este recurso não tem efeito sobre outros campos do relatório 14

15 Para alterar o nome de um campo de filtro, selecione a guia Propriedades Atuais e dê um clique no campo Rótulo para marcá-lo. À frente do rótulo digite o novo nome para o campo. No exemplo da figura, o campo de filtro Data será alterado para: Digite o período. Perceba ainda nesta guia os campos que permitem obrigar o preenchimento, ocultar ou tornar visível e permitir somente a leitura, ou seja, o usuário não pode manipulá-lo e nesse caso, será necessário preencher o campo Padrão com um valor fixo. Dê um clique no botão com reticências no final do campo para visualizar e selecionar uma opção de preenchimento. A guia Propriedades Originais manterá uma cópia do campo como foi configurado no programa e poderá ser consultada a qualquer momento. Para voltar o campo a sua configuração original, dê um clique no botão Reverter. Quando o nome de um campo de filtro for alterado, aparecerá uma marca a sua frente para identificá-lo. 15

16 Salvar um Relatório Para gravar o layout criado, dê um clique no ícone Salvar para abrir a janela, digite um nome para o relatório e clique em Salvar. Utilize o campo descrição para incluir informações adicionais sobre o relatório. Esta informação será visualizada no campo Explicação, sempre que o relatório for selecionado. Veja na Figura abaixo a impressão da listagem após serem aplicados os recursos citados até aqui. 1.3 Implementando o Relatório Inserir Quebras No mesmo relatório do nosso exemplo, vamos inserir uma quebra por data de emissão. Selecione a primeira linha abaixo do título dos campos e dê um clique no ícone Quebra. Arraste a data de emissão para a linha de quebra que foi inserida no layout e clique em Executar. A listagem será impressa separando os títulos por datas. 16

17 Ao inserir quebras no relatório, o sistema disponibiliza um recurso que facilita a consulta das informações na tela. O Navegador exibe todas as quebras incluídas no relatório e permite que o usuário localize diretamente a informação que necessita. Ao selecionar uma das quebras, o sistema posiciona na tela a página do relatório que contem a informação desejada Expressões Este recurso permite analisar Percentuais, criar Rank, fazer Comparativo com Períodos Anteriores, gerar Acumulados e criar Sub Conjuntos. Para utilizá-los é necessário que a informação seja mensurável, ou seja, o campo deverá ser Numérico. 17

18 Porcentagem do Total Mostra quanto um item representa em relação ao total geral. Em nosso exemplo, vamos analisar quanto cada título a receber representa em relação ao total geral. Selecione o campo referente ao total que será analisado, dê um clique no ícone Expressões e, na janela expandida, marque a opção Porcentagem do Total. Observe a relação de subitens na parte inferior da janela: - do Total insere no relatório uma coluna e imprime o percentual de cada item em relação ao total; - da Quebra insere no relatório uma coluna e imprime o percentual de cada quebra em relação ao total; 18

19 No exemplo da figura acima, a porcentagem foi calcula para o total e a quebra no mesmo relatório. - Do Nível insere no relatório uma linha com o percentual solicitado e sua utilização é recomendável para os relatórios com grades. Após selecionar esta opção, no passo seguinte, selecione qual o elemento que será analisado. Dependendo do elemento selecionado, o cálculo será visualizado horizontal ou verticalmente em relação aos totais. 19

20 Na figura acima foi feita a análise da quantidade de peças vendidas por filial em relação ao produto. Observe o total de peças vendidas para o primeiro e o segundo item. No primeiro item vemos que foram vendidas 100 peças e que a filial 09 foi responsável por 100% das vendas. No segundo item, foram vendidas 210 peças das quais 28,57% foram da filial 07 e 71,43% foram da filial 09. Nesse caso, foi feita uma análise horizontal. 20

21 Na figura acima foi feita a análise da quantidade de peças vendidas por produto em relação à filial. Observe na filial 01 que o total de vendas foi 749 peças das quais 20,03% referem-se à blusa cigana, 50,47% são para a blusa gola alta e 29,51 para a camisa. Neste relatório foi feita uma análise vertical. - Da Linha imprime os percentuais em relação ao próprio item. Por exemplo, ao analisar a quantidade pedida de um determinado item, é possível verificar o percentual correspondente de cada tamanho em relação à quantidade total da marca do produto. No exemplo da figura, podemos ver que os dois primeiros itens têm tamanho único sendo portanto responsável por 100% das vendas. No terceiro item podemos observar a distribuição do total geral nos respectivos tamanhos e assim por diante. 21

22 - Em Relação a Períodos Passados (ano, mês ou semana) insere uma linha no relatório e imprime o percentual em relação ao período selecionado. Por exemplo, na impressão dos títulos a receber no período de 1º. de março a 30 de abril de 2006, a coluna inserida mostrará o percentual em relação ao mesmo período de

23 Criar Rank Insere no relatório uma coluna com a classificação dos itens. Selecione a coluna a ser classificada, dê um clique no link, selecione a opção Criar Rank e clique em Próximo Passo. A seguir execute o relatório. Se houver quebras no relatório, uma segunda janela será exibida para que o usuário selecione o item para o qual deverá ser gerado o rank Transpor ao Período Imprime uma linha mostrando a informação referente ao período anterior (semana, mês ou ano), solicitado. Selecione o campo a ser analisado. Dê um clique no ícone e selecione a opção Transpor ao Período. 23

24 Selecione o período a ser analisado, clique em Próximo Passo e em seguida execute. Vamos tomar como exemplo um relatório simples que compare o faturamento mensal de 2006 com o ano de Arraste para a área de layout a medida Títulos a Receber. Em seguida arraste a data de emissão dos títulos de maneira que a impressão saia em formato de grade. Por último, arraste o ano da data de emissão para a área de condição e selecione a opção igual a. Execute o programa e preencha o campo de filtro com o ano referência, nesse caso Na Figura abaixo vemos o relatório com os valores dos títulos emitidos nos três primeiros meses de 2006 e o comparativo com o mesmo período em Ao selecionar datas na área de condições, algumas vezes é necessário que haja coerência entre a condição e o atributo selecionado na área de layout. Em nosso exemplo, como foi selecionado o mês do ano para impressão, foi necessário selecionar o ano da emissão do título como condição para filtragem. O mesmo procedimento deverá ser seguido no caso do trimestre ou semestre Acumular Esta expressão resulta em uma coluna adicional que exibe a somatória por item ou, se houver, por quebra. Selecione o item a ser acumulado, clique no ícone e marque a opção Acumular. A seguir, selecione a quebra para acumular, se houver. O resultado pode ser observado nas Figuras abaixo. 24

25 Criar Sub Conjunto Recurso em desenvolvimento e não disponível. ATENÇÃO! É possível usar várias expressões em um mesmo relatório desde que haja lógica nas informações que o usuário deseje visualizar Criar Funções As funções são importantes quando o usuário precisar analisar informações específicas sobre valores que não estão pré-definidos no sistema. Por exemplo, o saldo entre pedidos de compra e de venda, em um período determinado. 25

26 Abra um documento e dê um clique no ícone para expandir a janela. No navegador, as perspectivas são mostradas à esquerda e logo abaixo há uma lista com funções prontas. Por serem muito avançadas, estas funções não serão tão utilizadas no dia-a-dia do usuário. Veremos aqui como criar funções mais simples e objetivas que apresentarão informações que o usuário necessita, como por exemplo, o saldo entre contas a receber e pagar. Os dois campos de busca agilizam a localização das informações. O primeiro permite visualizar separadamente objetos, níveis, medidas, funções ou todos de uma vez. O segundo permite selecionar a visualização das perspectivas. Por exemplo, selecione no primeiro campo a opção Medidas e no segundo, selecione Compras. Observe que o navegador exibirá somente as medidas referentes à perspectiva de compras. Para criar uma função arraste a medida até a área de edição, como vemos no exemplo da figura. 26

27 Aqui vemos uma função que irá calcular a diferença entre as contas a receber e a pagar em um período determinado no layout do relatório. Para criar uma função como esta, arraste a medida dos títulos a receber, dê um clique no sinal de menos e depois arraste a medida dos títulos a pagar. Ao criar funções é necessário ficar atento aos valores negativos porque o gerador segue as mesmas regras de sinais da aritmética. O campo Expressão, na guia de propriedades, pode ser multiplicado por -1 para inverter o valor do campo, se for conveniente para o usuário. Observe no rodapé da janela o aviso Expressão Válida, que monitora a construção da expressão e orienta o usuário quanto a sua correção ou não. Digite um nome para a função e clique em OK para gravá-la. Na tela de layout, dê um clique na perspectiva de Objetos Utilizados e perceba que a função está lá. Arraste a função para o layout e execute o relatório. 27

28 28 Versão 07/2012

29 ATENÇÃO! Ao incluir uma função em um relatório pronto, salve o relatório novamente para não perdê-la Criar Grades Este recurso deve ser utilizado quando houver necessidade de fazer cruzamento de informações. Por exemplo, para saber a quantidade vendida por representante, ou por região, ou então, saber o vencimento de títulos por tipo de pagamento. Por definição, este recurso limita à quantidade de cinco colunas por página nos relatórios com grades. Para imprimir todas as colunas na mesma página, desmarque o campo Paginação Horizontal que está na guia Propriedades. É recomendável que o usuário diminua o tamanho dos campos e configure a página para o layout paisagem porque geralmente estes relatórios ocupam um espaço maior. Para criar uma grade, arraste o atributo a ser analisado para cima do atributo com o qual ele será cruzado e solte o botão do mouse assim que a seta de orientação estiver apontada para cima. Ao ser direcionado para cima a seta informa ao sistema que o recurso de grade deve ser ativado. Na figura abaixo temos um exemplo de grade elaborada para cruzar informações sobre data de vencimento, valor e tipo de pagamento dos títulos a receber. O tipo de pagamento foi arrastado para cima dos títulos a receber. O sistema não permitirá o cruzamento de informações que não sejam afins. 29

30 1.4 Criar Fichas As fichas são úteis nos casos em que há um grande número de informações relacionadas a um mesmo item e cuja disposição visual não ficaria interessante se fossem impressas em uma tabela comum. Uma ficha é formada por um cabeçalho e uma tabela abaixo dele. Por exemplo, os dados do cliente com informações referentes a seus títulos, como vemos no exemplo da figura a seguir. Ao contrário do relatório simples, na criação de fichas é possível misturar perspectivas. Para imprimir um relatório de fichas como este, crie uma tabela com as informações que devem ser exibidas para todos os clientes. A seguir, dê um clique no ícone Criar Grupo para ativar o recurso e informar ao sistema que ele irá trabalhar com fichas. Perceba que uma área foi criada acima da tabela. Arraste para esta área a informação que irá gerar a quebra que, no exemplo da figura, são informações referentes ao cliente. Execute o relatório para ver o resultado. 30

31 Todos os recursos vistos aqui podem ser aplicados na impressão das fichas, inclusive o navegador Inserir títulos para cada relatório No caso das fichas, o usuário poderá inserir títulos para identificar cada documento do relatório de acordo com suas necessidades. Na guia Propriedades, no campo Texto, digite o titulo do documento e tecle Enter Margens e espaços Também na guia Propriedades, em Margem digite o tamanho desejado para criar o espaço e tecle Enter. Dessa forma será possível criar um relatório com uma disposição visual mais adequada para as informações Guias de condições Ao misturar documentos em uma ficha, o usuário deverá prestar muita atenção às guias exibidas no rodapé da tela. É possível determinar condições diferentes para cada documento da ficha e, nesse caso, o gerador irá criar guias para separá-las. 31

32 A guia Página mostrará as condições que forem comuns a todos os documentos da ficha e as guias de itens mostrarão as condições específicas de cada documento. Em nosso exemplo de ficha, há apenas uma condição que foi determinada para a tabela de títulos a receber e está guia Item 0. Para determinar condições para todos os documentos da ficha, é recomendável que o usuário utilize o ícone de parâmetros gerais. Na figura abaixo é possível visualizar os três elementos apresentados no layout do relatório: margem superior, título para a tabela e a guia de item selecionada com a condição para data de emissão. Ao usar data nos vários documentos do relatório, seria interessante que o usuário utilizasse os parâmetros do gerador para identificá-las em cada caso. 32

33 1.4.4 Criar colunas As colunas são úteis nos casos de relatórios muito extensos e cujas informações podem ser compactadas. Para ativar este recurso, dê um clique em um ponto qualquer do layout para visualizar o menu de colunas e selecione a opção desejada. O usuário poderá criar as colunas antes ou depois de inserir os atributos e não é necessário que eles sejam iguais em todas elas, mas todas as colunas deverão estar preenchidas com campos, ou serão impressas em branco. No exemplo da figura abaixo foi criado um relatório do tipo ficha, no qual as informações serão impressas em três colunas, lembrando um formulário de etiquetas Grupo de página Este recurso é utilizado para relacionar dados de documentos diferentes. Por exemplo, cópias dos pedidos de vendas onde há uma ficha com os dados do cliente relacionada a uma tabela contendo os itens comprados por ele. A quebra por grupo imprimirá cada pedido e seus respectivos itens em seqüência. Nas figuras abaixo, temos um modelo de layout e uma impressão resultante. 33

34 1.4.6 Quebra de página Para inserir quebras de páginas na impressão de relatórios, utilize os campos Quebrar antes e Quebrar após, da guia de propriedades. Este recurso faz com que a impressão seja interrompida e reiniciada na página seguinte de acordo com a informação escolhida. Selecione o atributo da quebra e marque um dos campos. No exemplo da figura abaixo, vemos um layout de relatório para imprimir separadamente os pedidos de venda. Observe que o atributo Número do Pedido está selecionado e na guia de propriedades, o campo Quebrar antes aparece marcado. 34

35 1.5 Excluir objeto / item Selecione o campo ou o objeto (documento todo) a ser excluído e clique no ícone. 1.6 Gráficos A partir da guia de objetos é possível gerar gráficos para análise utilizando as medidas e as dimensões. Abra um novo documento. Arraste a opção de Gráfico, que está na guia de objetos, até o campo de layout. O sistema exibirá o layout de gráfico para que as informações sejam inseridas. O eixo Y conterá as informações referentes às medidas (valores) e o eixo X, as informações referentes às dimensões (categorias). Selecione a informação na guia de objetos e arraste para a posição respectiva no gráfico. Por exemplo, analisar a receita de vendas em um determinado período ou a quantidade de peças vendidas por representante. 35

36 Na figura acima temos um exemplo de gráfico gerado a partir de informações sobre vendas e representantes. Na guia de propriedades, no campo Series Type, o usuário pode visualizar os vários tipos de gráficos que o gerador oferece. 1.7 Fluxo de Texto Este recurso permite intercalar dados do relatório com textos digitados livremente pelo usuário, podendo ser usado para gerar cartas de cobrança e de aniversário, por exemplo. Para usá-lo, arraste o ícone do fluxo para a área de trabalho. A seguir, arraste os campos a serem impressos e digite os textos necessários. Os recursos de edição de texto, como fontes, tamanhos e cores podem também podem ser usados aqui. Observe na figura abaixo, como foi mesclado o campo de dados com o texto livre digitado. 36

37 O usuário poderá criar listagens bem mais complexas usando vários campos e incluindo vários textos diferentes dentro da área de trabalho. 2 CUBO DE DECISÃO - Business Inteligence BI Assim como os relatórios, esta ferramenta é utilizada para gerar informações a partir dos registros armazenados no sistema. A diferença entre um relatório impresso e o cubo de decisão é que o primeiro é estático, ou seja, apesar de mostrar uma quantidade maior de informações, não permite que o usuário veja estas informações de ângulos diferentes. O cubo, por sua vez, mostra menos informações, porém é dinâmico e possibilita ao usuário manipulá-las e visualizar novos resultados rapidamente. Um relatório deve ser processado toda vez que o usuário quiser visualizar uma nova informação. Para usar o cubo basta processá-lo uma única vez para obter várias informações diferentes a partir dos mesmos dados de origem. O layout do cubo apresenta quatro áreas, sendo a área central específica para medidas, ou seja, nela serão exibidos os valores a serem analisados pelo usuário. A área superior é utilizada quando há necessidade de filtrar as informações. Nas demais áreas serão definidas as perspectivas da análise a ser feita. ATENÇÃO! Uma característica importante do cubo de decisão não trabalha com faixa de datas, ou seja, processa todo o banco de dados. Para um melhor entendimento de como funciona esta ferramenta, veremos a seguir exemplos de como construí-lo e analisá-lo. 2.1 Criar um cubo de decisão Entre no item RELATÓRIOS e selecione a opção Relatórios. Observe se a guia Relatórios está selecionada e exibindo todos os módulos do sistema. A seguir selecione o módulo no qual o cubo será criado, dê um clique na pasta Cubo de Decisão e clique em OK. No ícone Visualização, abra a janela de objetos para acessar as perspectivas. A guia de propriedades e as condições não serão muito utilizadas com este recurso. Para um melhor entendimento, vamos criar um cubo para analisar a perspectiva dos pedidos de venda. Arraste a quantidade e valor pedido para a área de medidas. Depois arraste a filial, o representante e a data do pedido de forma que eles fiquem na mesma disposição vista na figura abaixo. Clique em Executar para processar as informações. 37

MANUAL GERADOR DE RELATÓRIOS. Índice

MANUAL GERADOR DE RELATÓRIOS. Índice Índice Sobre o Gerador de Relatórios... 3 1 CRIAR UM NOVO RELATÓRIO... 4 1.1 Elementos Básicos... 5 1.2 Criar um relatório simples... 10 1.2.1 Ferramentas... 11 1.2.3 Alterar o Título dos Campos... 12

Leia mais

Microsoft Word INTRODUÇÃO

Microsoft Word INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO O Word é uma ferramenta utilizada para o processamento e editoração eletrônica de textos. O processamento de textos consiste na possibilidade de executar e criar efeitos sobre um texto qualquer,

Leia mais

MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS

MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS MANUAL DE NAVEGAÇÃO DO MILLENNIUM BUSINESS 1 Conteúdo Apresentação... 3 1 Página Principal do Sistema... 4 2 Telas de busca... 8 3 Teclas de Navegação... 11 4 Tela de Menu de Relatório... 12 5 Telas de

Leia mais

Microsoft Office Excel

Microsoft Office Excel 1 Microsoft Office Excel Introdução ao Excel Um dos programas mais úteis em um escritório é, sem dúvida, o Microsoft Excel. Ele é uma planilha eletrônica que permite tabelar dados, organizar formulários,

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

Material desenvolvido por Melissa Lima da Fonseca. melissa.mlf@gmail.com.br - (031) 9401-4041. www.melissalima.com.br Página 1

Material desenvolvido por Melissa Lima da Fonseca. melissa.mlf@gmail.com.br - (031) 9401-4041. www.melissalima.com.br Página 1 EXCEL BÁSICO Material desenvolvido por Melissa Lima da Fonseca melissa.mlf@gmail.com.br - (031) 9401-4041 www.melissalima.com.br Página 1 Índice Introdução ao Excel... 3 Conceitos Básicos do Excel... 6

Leia mais

Microsoft Excel 2010

Microsoft Excel 2010 Microsoft Excel 2010 Feito por Gustavo Stor com base na apostila desenvolvida por Marcos Paulo Furlan para o capacitação promovido pelo PET. 1 2 O Excel é uma das melhores planilhas existentes no mercado.

Leia mais

Iniciando o Word 2010. Criar um novo documento. Salvando um Documento. Microsoft Office Word

Iniciando o Word 2010. Criar um novo documento. Salvando um Documento. Microsoft Office Word 1 Iniciando o Word 2010 O Word é um editor de texto que utilizado para criar, formatar e imprimir texto utilizado para criar, formatar e imprimir textos. Devido a grande quantidade de recursos disponíveis

Leia mais

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição SSE 3.0 Guia Rápido Módulo Secretaria Nesta Edição 1 Acessando o Módulo Secretaria 2 Cadastros Auxiliares 3 Criação de Modelos Definindo o Layout do Modelo Alterando o Layout do Cabeçalho 4 Parametrização

Leia mais

Microsoft Excel 2000. Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br. http://www.pcs.usp.br/~alan

Microsoft Excel 2000. Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br. http://www.pcs.usp.br/~alan Microsoft Excel 2000 Alan Cleber Borim - alan.borim@poli.usp.br http://www.pcs.usp.br/~alan Microsoft Índice 1.0 Microsoft Excel 2000 3 1.1 Acessando o Excel 3 1.2 Como sair do Excel 3 1.3 Elementos da

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

Montar planilhas de uma forma organizada e clara.

Montar planilhas de uma forma organizada e clara. 1 Treinamento do Office 2007 EXCEL Objetivos Após concluir este curso você poderá: Montar planilhas de uma forma organizada e clara. Layout da planilha Inserir gráficos Realizar operações matemáticas 2

Leia mais

Introdução. Formação Informática Para Estatísticos Na DPINE. Formação Informática Para Estatísticos Na DPINE. Usar Tabelas Dinâmicas em EXCEL

Introdução. Formação Informática Para Estatísticos Na DPINE. Formação Informática Para Estatísticos Na DPINE. Usar Tabelas Dinâmicas em EXCEL Usar Tabelas Dinâmicas em EXCEL Introdução Neste Módulo aprendemos o importante recurso de Tabelas Dinâmicas e Gráficos Dinâmicos. Aprendemos a criar tabelas dinâmicas, a aplicar filtros e a fazer análise

Leia mais

Manual de Apoio ao Treinamento. Expresso

Manual de Apoio ao Treinamento. Expresso Manual de Apoio ao Treinamento Expresso 1 EXPRESSO MAIL É dividido em algumas partes principais como: Caixa de Entrada: local onde ficam as mensagens recebidas. O número em vermelho entre parênteses refere-se

Leia mais

Escola Info Jardins. Microsoft Excel Aula 1

Escola Info Jardins. Microsoft Excel Aula 1 Microsoft Excel Aula 1 O que é o Microsoft Excel? Excel é um programa de planilhas do sistema Microsoft Office. Você pode usar o Excel para criar e formatar pastas de trabalho (um conjunto de planilhas).

Leia mais

Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa dos Santos Schmid WORD 2007

Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa dos Santos Schmid WORD 2007 WORD 2007 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE LONDRINA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO GERÊNCIA DE TECNOLOGIA Gerente de Tecnologia: Ricardo Alexandre F. de Oliveira Marta Cristiane Pires M. Medeiros Mônica Bossa

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES 1.3

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA MÉDICOS 1 CADASTRANDO CLIENTES 1.1 BUSCANDO CLIENTES 1.1.1 BUSCANDO CLIENTES PELO NOME 1.1.2 BUSCANDO CLIENTES POR OUTRAS BUSCAS 1.2 CAMPO OBSERVAÇÕES

Leia mais

Introdução Microsoft PowerPoint 2013 apresentações Office PowerPoint 2013 Microsoft PowerPoint 2013 textos planilhas Excel Word

Introdução Microsoft PowerPoint 2013 apresentações Office PowerPoint 2013 Microsoft PowerPoint 2013 textos planilhas Excel Word PowerPoint 2013 Sumário Introdução... 1 Iniciando o PowerPoint 2013... 2 Criando Nova Apresentação... 10 Inserindo Novo Slide... 13 Formatando Slides... 15 Inserindo Imagem e Clip-art... 16 Inserindo Formas...

Leia mais

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal Word 1 - Introdução O Word para Windows ou NT, é um processador de textos cuja finalidade é a de nos ajudar a trabalhar de maneira mais eficiente tanto na elaboração de documentos simples, quanto naqueles

Leia mais

Prof. Msc Elvis Pontes. Unidade IV TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Prof. Msc Elvis Pontes. Unidade IV TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Prof. Msc Elvis Pontes Unidade IV TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Formatação de planilhas Configuração de páginas; Layout da página; Margens Formatação de planilhas Definir todas as margens, com medidas personalizadas;

Leia mais

Manual da AGENDA GRACES 2011

Manual da AGENDA GRACES 2011 1 Agenda Graces Manual da AGENDA GRACES 2011 O Sistema Agenda Graces integrada ao Sistema Graces e Agenda Graces Grátis foi desenvolvido pela empresa Quorum Informática. Este Manual tem por objetivo atender

Leia mais

Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado.

Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado. , ()! $ Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado. Uma estratégia muito utilizada para organizar visualmente informações numéricas

Leia mais

MANUAL C R M ÍNDICE. Sobre o módulo de CRM... 2. 1 Definindo a Campanha... 3

MANUAL C R M ÍNDICE. Sobre o módulo de CRM... 2. 1 Definindo a Campanha... 3 ÍNDICE Sobre o módulo de CRM... 2 1 Definindo a Campanha... 3 1.1 Incluir uma campanha... 3 1.2 Alterar uma campanha... 4 1.3 Excluir... 4 1.4 Procurar... 4 2 Definindo os clientes para a campanha... 4

Leia mais

EXCEL: VISÃO GERAL 4

EXCEL: VISÃO GERAL 4 EXCEL: VISÃO GERAL 4 Conhecendo o Excel 4 Conhecendo a área de trabalho 5 Entrada na barra de Fórmulas 6 Iniciando o programa 6 Abrindo uma pasta de planilhas 6 Inserindo dados 6 Apagando o conteúdo de

Leia mais

DAP. 1. Pré-Faturamento automático...2 1.1 Filtros...4 1.2 Configurações...7 1.3 Finalizar...27

DAP. 1. Pré-Faturamento automático...2 1.1 Filtros...4 1.2 Configurações...7 1.3 Finalizar...27 DAP 1. Pré-Faturamento automático...2 1.1 Filtros...4 1.2 Configurações...7 1.3 Finalizar...27 1 1. Pré-Faturamento automático Pré-Faturamento automático: este recurso permite selecionar vários pedidos

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice Índice Apresentação...2 Barra de Título...2 Barra de Menus...2 Barra de Ferramentas Padrão...2 Barra de Ferramentas de Formatação...3 Barra de Fórmulas e Caixa de Nomes...3 Criando um atalho de teclado

Leia mais

Tutorial do Iniciante. Excel Básico 2010

Tutorial do Iniciante. Excel Básico 2010 Tutorial do Iniciante Excel Básico 2010 O QUE HÁ DE NOVO O Microsoft Excel 2010 é um programa de edição de planilhas eletrônicas muito usado no mercado de trabalho para realizar diversas funções como;

Leia mais

Prontuários eletrônicos práticos, com recursos textuais e de multimídia

Prontuários eletrônicos práticos, com recursos textuais e de multimídia Centralx Clinic O ciclo de trabalho completo em um só sistema. Para ambientes de alta produtividade, do agendamento à consulta, do faturamento ao rateio entre prestadores de serviço, o Centralx Clinic

Leia mais

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel *

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * material do 2010* 1.0 Introdução O Excel nos ajuda a compreender melhor os dados graças à sua organização em células (organizadas em linhas e colunas) e ao uso

Leia mais

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc

Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS. 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica. 1.2) Inicializando o Excel e o Calc Unidade III 1. APRESENTANDO PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.1) Conceito de Planilha Eletrônica Em certa época, a planilha era um pedaço de papel que os contadores e planejadores de empresas utilizavam para colocar

Leia mais

Neste capítulo veremos como se trabalha com fórmulas e funções que são as ferramentas que mais nos ajudam nos cálculos repetitivos.

Neste capítulo veremos como se trabalha com fórmulas e funções que são as ferramentas que mais nos ajudam nos cálculos repetitivos. Fórmulas e Funções Neste capítulo veremos como se trabalha com fórmulas e funções que são as ferramentas que mais nos ajudam nos cálculos repetitivos. Operadores matemáticos O Excel usa algumas convenções

Leia mais

Noções Básicas de Excel página 1 de 19

Noções Básicas de Excel página 1 de 19 Noções Básicas de Excel página 1 de 19 Conhecendo a tela do Excel. A BARRA DE FÓRMULAS exibe o conteúdo de cada célula (local) da planilha. Nela podemos inserir e alterar nomes, datas, fórmulas, funções.

Leia mais

Novas Funcionalidades do MyABCM v.4.0

Novas Funcionalidades do MyABCM v.4.0 Novas Funcionalidades do MyABCM v.4.0 Seguem abaixo as novas funcionalidades e melhorias do MyABCM e um resumo de como utilizar essas funcionalidades. 1. Nova funcionalidade para aplicação de fatores de

Leia mais

1º No módulo de Gestão Contábil é possível acessar o relatório através do menu Relatórios Razão.

1º No módulo de Gestão Contábil é possível acessar o relatório através do menu Relatórios Razão. Impairment Produto : TOTVS Gestão Contábil 12.1.1 Processo : Relatórios Subprocesso : Razão Data publicação da : 12/11/2014 O relatório razão tem a finalidade de demonstrar a movimentação analítica das

Leia mais

MANUAL DO ADMINISTRADOR DO MÓDULO

MANUAL DO ADMINISTRADOR DO MÓDULO MANUAL DO ADMINISTRADOR DO MÓDULO ÍNDICE Relatórios Dinâmicos... 3 Requisitos de Sistema... 4 Estrutura de Dados... 5 Operadores... 6 Tabelas... 7 Tabelas x Campos... 9 Temas... 13 Hierarquia Relacionamento...

Leia mais

Conhecendo o Word... 2 Configurar área de trabalho... 3 Abrir um arquivo já gravado:... 5 Salvar (guardar) o seu trabalho:... 6

Conhecendo o Word... 2 Configurar área de trabalho... 3 Abrir um arquivo já gravado:... 5 Salvar (guardar) o seu trabalho:... 6 Microsoft Word 1- Conhecendo o Word... 2 2- Configurar área de trabalho... 3 3- Abrir um arquivo já gravado:... 5 4- Salvar (guardar) o seu trabalho:... 6 5- Formatar a fonte:... 7 6- Desfazendo / repetindo

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DO M3

MANUAL DO USUÁRIO DO M3 MANUAL DO USUÁRIO DO M3 1 CADASTROS 1.1 Clientes Abre uma tela de busca na qual o usuário poderá localizar o cadastro dos clientes da empresa. Preencha o campo de busca com o nome, ou parte do nome, e

Leia mais

APOSTILA WORD BÁSICO

APOSTILA WORD BÁSICO APOSTILA WORD BÁSICO Apresentação O WORD é um editor de textos, que pertence ao Pacote Office da Microsoft. Suas principais características são: criação de textos, cartas, memorandos, documentos, mala

Leia mais

Autor: Júlio Battisti www.juliobattisti.com.br

Autor: Júlio Battisti www.juliobattisti.com.br Autor: Júlio Battisti www.juliobattisti.com.br Livro: Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 Avançado, Análise de Dados e Cenários, Tabelas e Gráficos Dinâmicos, Macros e Programação VBA - Através de Exemplos

Leia mais

WORD. Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br. http://www.inf.ufsm.br/~leandromc. Colégio Politécnico 1

WORD. Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br. http://www.inf.ufsm.br/~leandromc. Colégio Politécnico 1 WORD Professor: Leandro Crescencio E-mail: leandromc@inf.ufsm.br http://www.inf.ufsm.br/~leandromc Colégio Politécnico 1 WORD Mala direta Cartas Modelo Mesclar Etiquetas de endereçamento Formulários Barra

Leia mais

Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica I Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Conteúdo Part I Introdução

Leia mais

Expresso Livre Correio Eletrônico

Expresso Livre Correio Eletrônico Expresso Livre Correio Eletrônico 1. EXPRESSO LIVRE Para fazer uso desta ferramenta de correio eletrônico acesse seu Navegador de Internet e digite o endereço eletrônico expresso.am.gov.br. Figura 1 A

Leia mais

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet

Vendas. Manual do Usuário. Copyright 2014 - ControleNaNet Manual do Usuário Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo A Ficha de Vendas...3 Os Recibos...6 Como imprimir?...7 As Listagens...9 Clientes... 10 Consulta... 11 Inclusão... 13 Alteração... 14 Exclusão...

Leia mais

Microsoft Excel 2003

Microsoft Excel 2003 Associação Educacional Dom Bosco Faculdades de Engenharia de Resende Microsoft Excel 2003 Professores: Eduardo Arbex Mônica Mara Tathiana da Silva Resende 2010 INICIANDO O EXCEL Para abrir o programa Excel,

Leia mais

MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 04

MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 04 MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 4 Fazendo Gráficos de Seus Dados Uma planilha calcula e apresenta as diferenças e semelhanças entre os números e suas modificações ao longo do tempo. Mas os dados em si não

Leia mais

Clique no menu Iniciar > Todos os Programas> Microsoft Office > Publisher 2010.

Clique no menu Iniciar > Todos os Programas> Microsoft Office > Publisher 2010. 1 Publisher 2010 O Publisher 2010 é uma versão atualizada para o desenvolvimento e manipulação de publicações. Juntamente com ele você irá criar desde cartões de convite, de mensagens, cartazes e calendários.

Leia mais

SIAP - Sistema de Apoio ao Professor

SIAP - Sistema de Apoio ao Professor Introdução O SIAP, Sistema de Apoio ao Professor, é um programa que vai contribuir, de forma decisiva, com o cotidiano escolar de alunos, professores, gestores e funcionários administrativos. Com a implantação

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Manual de Utilização Índice 1 Introdução...2 2 Acesso ao Sistema...3 3 Funcionamento Básico do Sistema...3 4 Tela Principal...4 4.1 Menu Atendimento...4 4.2 Menu Cadastros...5 4.2.1 Cadastro de Médicos...5

Leia mais

Basicão de Estatística no EXCEL

Basicão de Estatística no EXCEL Basicão de Estatística no EXCEL Bertolo, Luiz A. Agosto 2008 2 I. Introdução II. Ferramentas III. Planilha de dados 3.1 Introdução 3.2 Formatação de células 3.3 Inserir ou excluir linhas e colunas 3.4

Leia mais

Manual do Usuário. Sistema Financeiro e Caixa

Manual do Usuário. Sistema Financeiro e Caixa Manual do Usuário Sistema Financeiro e Caixa - Lançamento de receitas, despesas, gastos, depósitos. - Contas a pagar e receber. - Emissão de cheque e Autorização de pagamentos/recibos. - Controla um ou

Leia mais

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário Sumário Conceitos Microsoft Access 97... 01 Inicialização do Access... 02 Convertendo um Banco de Dados... 03 Criando uma Tabela... 06 Estrutura da Tabela... 07 Propriedades do Campo... 08 Chave Primária...

Leia mais

Banco de Dados BrOffice Base

Banco de Dados BrOffice Base Banco de Dados BrOffice Base Autor: Alessandro da Silva Almeida Disponível em: www.apostilando.com 27/02/2011 CURSO TÉCNICO EM SERVIÇO PÚBLICO Apostila de Informática Aplicada - Unidade VI Índice Apresentação...

Leia mais

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário

Centro de Computação - Unicamp Gerência de Atendimento ao Cliente (e-mail:apoio@turing.unicamp.br) Sumário Sumário Conceitos Microsoft Access 97... 01 Inicialização do Access... 02 Convertendo um Banco de Dados... 03 Criando uma Tabela... 06 Estrutura da Tabela... 07 Propriedades do Campo... 08 Chave Primária...

Leia mais

Coordenação Geral de Tecnologia da Informação - CGTI. SIGED - Sistema de Gestão Eletrônica de Documentos MANUAL DO USUÁRIO Módulo de Arquivos

Coordenação Geral de Tecnologia da Informação - CGTI. SIGED - Sistema de Gestão Eletrônica de Documentos MANUAL DO USUÁRIO Módulo de Arquivos SIGED - Sistema de Gestão Eletrônica de Documentos MANUAL DO USUÁRIO Módulo de Arquivos O objetivo deste Manual é permitir a reunião de informações dispostas de forma sistematizada, criteriosa e segmentada

Leia mais

LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS

LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS 1_15 - ADS - PRO MICRO (ILM 001) - Estudo dirigido Macros Gravadas Word 1/36 LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS Macro Imprimir Neste exemplo será criada a macro Imprimir que, ao ser executada, deverá preparar a

Leia mais

A Estação da Evolução

A Estação da Evolução Microsoft Excel 2010, o que é isto? Micorsoft Excel é um programa do tipo planilha eletrônica. As planilhas eletrônicas são utilizadas pelas empresas pra a construção e controle onde a função principal

Leia mais

GERENCIADOR DE CONTEÚDO

GERENCIADOR DE CONTEÚDO 1/1313 MANUAL DO USUÁRIO GERENCIADOR DE CONTEÚDO CRISTAL 2/13 ÍNDICE 1. OBJETIVO......3 2. OPERAÇÃO DOS MÓDULOS......3 2.1 GERENCIADOR DE CONTEÚDO......3 2.2 ADMINISTRAÇÃO......4 Perfil de Acesso:... 4

Leia mais

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas GerNFe 1.0 Manual do usuário Página 1/13 GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas O programa GerNFe 1.0 tem como objetivo armazenar em local seguro e de maneira prática para pesquisa,

Leia mais

Universidade de São Paulo/Faculdade de Saúde Pública Curso de Saúde Pública Disciplina: HEP 147 Informática I. Aula Excel

Universidade de São Paulo/Faculdade de Saúde Pública Curso de Saúde Pública Disciplina: HEP 147 Informática I. Aula Excel Universidade de São Paulo/Faculdade de Saúde Pública Curso de Saúde Pública Disciplina: HEP 147 Informática I Aula Excel O que é o Excel? O Excel é um aplicativo Windows - uma planilha eletrônica - que

Leia mais

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Sumário 1. Ambiente Group Shopping... 3 2. Alteração na Tela de Contratos e Controle de Edições... 7 3. Propagação de Contratos... 10 4. Configuração de Impressora

Leia mais

Noções de Informática

Noções de Informática Noções de Informática 2º Caderno Conteúdo Microsoft Excel 2010 - estrutura básica das planilhas; manipulação de células, linhas e colunas; elaboração de tabelas e gráficos; inserção de objetos; campos

Leia mais

Professor: Macêdo Firmino Informática para Administração Introdução ao Excel

Professor: Macêdo Firmino Informática para Administração Introdução ao Excel Professor: Macêdo Firmino Informática para Administração Introdução ao Excel Excel é um programa de planilhas do sistema Microsoft Office. Você pode usar o Excel para criar e formatar pastas de trabalho

Leia mais

Aula 01 - Formatações prontas e condicionais. Aula 01 - Formatações prontas e condicionais. Sumário. Formatar como Tabela

Aula 01 - Formatações prontas e condicionais. Aula 01 - Formatações prontas e condicionais. Sumário. Formatar como Tabela Aula 01 - Formatações prontas e Sumário Formatar como Tabela Formatar como Tabela (cont.) Alterando as formatações aplicadas e adicionando novos itens Removendo a formatação de tabela aplicada Formatação

Leia mais

PRONATEC IFPA. Cursos Mulheres Mil: Operador de Computador. Disciplina: Informática Avançada Parte III. Professore: Adil Daou

PRONATEC IFPA. Cursos Mulheres Mil: Operador de Computador. Disciplina: Informática Avançada Parte III. Professore: Adil Daou PRONATEC IFPA Cursos Mulheres Mil: Operador de Computador Disciplina: Informática Avançada Parte III Professore: Adil Daou Belém 2014 01 Algumas outras funções Vamos inicialmente montar a seguinte planilha

Leia mais

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1 MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 2.1. Instalação... 4 2.1.1. Servidor - Computador Principal... 4 2.1.2. Estação - Computador na Rede... 6 2.1.3. Estação - Mapeamento

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA AGENDA

Leia mais

EDITOR DE TEXTO BROFFICE WRITER

EDITOR DE TEXTO BROFFICE WRITER 1 1 Editor de Texto BrOffice Writer O Writer é o editor de texto do pacote OpenOffice, que corresponde ao Microsoft Word. Um editor de texto é um programa com recursos para formatação de texto que poderá

Leia mais

&XUVRGH,QWURGXomRDR (GLWRUGH3ODQLOKDV([FHO

&XUVRGH,QWURGXomRDR (GLWRUGH3ODQLOKDV([FHO Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática &XUVRGH,QWURGXomRDR (GLWRUGH3ODQLOKDV([FHO Flaviano Aguiar Liziane Santos Soares Jugurta Lisboa Filho (Orientador) PROJETO UNESC@LA Setembro de

Leia mais

ÍNDICE. Microsoft Excel. Informações Gerais. Pasta de Trabalho. Formatando Página. Formatar Células. Gráficos. Criando Operações Básicas

ÍNDICE. Microsoft Excel. Informações Gerais. Pasta de Trabalho. Formatando Página. Formatar Células. Gráficos. Criando Operações Básicas ÍNDICE Microsoft Excel Informações Gerais Pasta de Trabalho Formatando Página Formatar Células Gráficos Criando Operações Básicas Sobre as Funções de Planilha Operadores em Fórmulas do Excel Operadores

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM MATEMÁTICA COMPUTACIONAL INFORMÁTICA INSTRUMENTAL

PÓS-GRADUAÇÃO EM MATEMÁTICA COMPUTACIONAL INFORMÁTICA INSTRUMENTAL PÓS-GRADUAÇÃO EM MATEMÁTICA COMPUTACIONAL INFORMÁTICA INSTRUMENTAL Introdução Aula 03: Pacote Microsoft Office 2007 O Pacote Microsoft Office é um conjunto de aplicativos composto, principalmente, pelos

Leia mais

Manual de Versionamento

Manual de Versionamento Manual de Versionamento Versão de Site Sumário 1. Group Reports... 3 2. Pesquisa de Relatórios... 8 3. Notificações de atualização de versão... 9 4. Templates de Relatórios... 11 Criação de Templates...

Leia mais

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS

HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS HELP DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ONLINE DOCTOR/SBOT PARA SECRETÁRIAS 1 - A TELA AGENDA 1.1 - TIPOS DE AGENDA 1.1.1 AGENDA NORMAL 1.1.2 AGENDA ENCAIXE 2 - AGENDANDO CONSULTAS 2.1 - AGENDANDO UMA CONSULTA NA

Leia mais

1998-2013 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2013 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.0A-01 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft Word 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Barra de Ferramentas de Acesso Rápido

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO MÓDULO 18 PLANILHA ELETRÔNICA [MICROSOFT OFFICE EXCEL] - CONTINUAÇÃO

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO MÓDULO 18 PLANILHA ELETRÔNICA [MICROSOFT OFFICE EXCEL] - CONTINUAÇÃO TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO MÓDULO 18 PLANILHA ELETRÔNICA [MICROSOFT OFFICE EXCEL] - CONTINUAÇÃO Índice 1....3 1.1. Planilhas Profissionais... 3 1.1.1. Configuração de Páginas... 3 1.1.2. Área de Impressão...

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Criação de Formulários no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Criação de Formulários no Google Drive Introdução...

Leia mais

1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1.

1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1. 1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1. Partes da tela do Excel... Barra de fórmulas... Barra de status...

Leia mais

Universidade Federal de Santa Catarina CAPÍTULO 6 GRÁFICOS NO EXCEL.

Universidade Federal de Santa Catarina CAPÍTULO 6 GRÁFICOS NO EXCEL. CAPÍTULO 6 GRÁFICOS NO EXCEL. Um gráfico no Excel é uma representação gráfica dos números de sua planilha - números transformados em imagens. O Excel examina um grupo de células que tenham sido selecionadas.

Leia mais

Aula 09 - Atualização de uma tabela dinâmica. Aula 09 - Atualização de uma tabela dinâmica. Sumário. Atualizando a tabela dinâmica

Aula 09 - Atualização de uma tabela dinâmica. Aula 09 - Atualização de uma tabela dinâmica. Sumário. Atualizando a tabela dinâmica Sumário Atualizando a tabela dinâmica Exibição de páginas em planilhas separadas Detalhando / ocultando os dados da planilha Gráfico dinâmico Gráfico dinâmico (cont.) Alterando a formatação do gráfico

Leia mais

MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 06

MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 06 MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 06 IMPRIMINDO PLANILHAS E GRÁFICOS Até este ponto, você viu como introduzir dados e criar formulas, formatar texto e criar gráficos. Agora você vai apresentar os dados ou

Leia mais

Lição 1 - Criação de campos calculados em consultas

Lição 1 - Criação de campos calculados em consultas 1 de 5 21-08-2011 22:15 Lição 1 - Criação de campos calculados em consultas Adição de Colunas com Valores Calculados: Vamos, inicialmente, relembrar, rapidamente alguns conceitos básicos sobre Consultas

Leia mais

Sumário. Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido.

Sumário. Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido. Sumário Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido. Introdução ao Project Um projeto é uma seqüência bem definida de eventos, com um início e um final identificável. O foco de um projeto é obter

Leia mais

MICROSOFT WORD 2007. George Gomes Cabral

MICROSOFT WORD 2007. George Gomes Cabral MICROSOFT WORD 2007 George Gomes Cabral AMBIENTE DE TRABALHO 1. Barra de título 2. Aba (agrupa as antigas barras de menus e barra de ferramentas) 3. Botão do Office 4. Botão salvar 5. Botão de acesso à

Leia mais

1. EXCEL 7 1.1. PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.2. CARREGAMENTO DO EXCEL 7

1. EXCEL 7 1.1. PLANILHAS ELETRÔNICAS 1.2. CARREGAMENTO DO EXCEL 7 1. EXCEL 1.1. PLANILHAS ELETRÔNICAS As planilhas eletrônicas ficarão na história da computação como um dos maiores propulsores da microinformática. Elas são, por si sós, praticamente a causa da explosão

Leia mais

PLEO Planilha Eletrônica de Orçamentos

PLEO Planilha Eletrônica de Orçamentos PLEO Planilha Eletrônica de Orçamentos A montagem de um orçamento consistente é uma ciência. Diferentemente de uma simples estimativa de custos, quando a avaliação é empírica, o orçamento que segue os

Leia mais

Mozart de Melo Alves Júnior

Mozart de Melo Alves Júnior 2000 Mozart de Melo Alves Júnior INTRODUÇÃO O Excel 7.0 é um aplicativo de planilha desenvolvido para ser usado dentro do ambiente Windows. As planilhas criadas a partir desta ferramenta poderão ser impressas,

Leia mais

Módulo Faturamento INDICE

Módulo Faturamento INDICE Módulo Faturamento INDICE Como faturar contas... 3 Editando os dados de uma conta... 5 Como gerar o arquivo TISS... 7 Como cadastrar médicos... 10 Como cadastrar um convênio... 15 Como cadastrar um layout...

Leia mais

Auto Treinamento. Versão 10.05.13

Auto Treinamento. Versão 10.05.13 Auto Treinamento Versão 10.05.13 Sumário 1. OBJETIVO... 3 2. CONCEITO DE BUSINESS INTELLIGENCE... 3 3. REALIZANDO CONSULTAS NO BI-PUBLIC... 4 3.2. Abrindo uma aplicação... 4 3.3. Seleções... 6 3.4. Combinando

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

1. Passos iniciais. Tutoriais para aprendizado e familiarização com o software Clique no item desejado para ser direcionado para a seção.

1. Passos iniciais. Tutoriais para aprendizado e familiarização com o software Clique no item desejado para ser direcionado para a seção. Tutoriais para aprendizado e familiarização com o software Clique no item desejado para ser direcionado para a seção. Índice 1. Passos iniciais... 2. Gerenciando tarefas... 3. Cadastro de pessoas... 4.

Leia mais

Tutorial Word 2007. Estilos. 1. Estruturação do Documento. 1.1 Mapa do documento. Tutorial Word 2007

Tutorial Word 2007. Estilos. 1. Estruturação do Documento. 1.1 Mapa do documento. Tutorial Word 2007 Tutorial Word 2007 Este tutorial pretende introduzir algumas das ferramentas automáticas do Word para a geração de sumários, índices de figuras ou tabelas, referencias e citações automáticas ao longo do

Leia mais

Manual Usuário Sistema Audatex

Manual Usuário Sistema Audatex Manual Usuário Sistema Audatex Conhecimento global. Foco local. www.audatex.com.br / www.solerainc.com Versão 1.0 Histórico das versões VER DATA AUTOR DESCRIÇÃO DA MODIFICAÇÃO 2.0 24.08.2010 MT Versão

Leia mais

CORREIO inotes. Para acessar o Correio inotes é necessário acessar a Internet.

CORREIO inotes. Para acessar o Correio inotes é necessário acessar a Internet. CORREIO inotes Para acessar o Correio inotes é necessário acessar a Internet. Na sua Área de Trabalho execute dois cliques rápidos no ícone do Internet Explorer. Ao ser exibida a primeira tela do Internet

Leia mais

Índice: Caderno de Exercícios Microsoft Excel 2003

Índice: Caderno de Exercícios Microsoft Excel 2003 Índice: Lição 01 Iniciando Movimentar o Cursor na planilha - Inserir conteúdo da célula - Apagar conteúdo da célula - Alterar conteúdo das células - Fazer uma planilha simples... 03 Lição 02 Noções Básicas

Leia mais

OpenOffice.org Planilha

OpenOffice.org Planilha Sumário 1.Introdução ao OpenOffice.org...3 1.1.Visão Geral do OpenOffice.org...3 1.1.1.Os Formatos de Arquivo do OpenOffice.org...3 1.1.2.O...4 1.2.Iniciando o...5 1.3.A Tela do...6 1.4.As Barras da Tela

Leia mais

Tutorial Administrativo (Backoffice)

Tutorial Administrativo (Backoffice) Manual - Software ENTRANDO NO SISTEMA BACKOFFICE Para entrar no sitema Backoffice, digite no seu navegador de internet o seguinte endereço: http://pesquisa.webbyapp.com/ Entre com o login e senha. Caso

Leia mais

Impressão e Fotolito Oficina Gráfica da EDITORA VIENA. Todos os direitos reservados pela EDITORA VIENA LTDA

Impressão e Fotolito Oficina Gráfica da EDITORA VIENA. Todos os direitos reservados pela EDITORA VIENA LTDA Autores Karina de Oliveira Wellington da Silva Rehder Consultores em Informática Editora Viena Rua Regente Feijó, 621 - Centro - Santa Cruz do Rio Pardo - SP CEP 18.900-000 Central de Atendimento (0XX14)

Leia mais

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

SIASP SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE ALMOXARIFADO SERVIÇOS E PATRIMÔNIO MANUAL DO USUÁRIO

SIASP SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE ALMOXARIFADO SERVIÇOS E PATRIMÔNIO MANUAL DO USUÁRIO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DE MODERNIZAÇÃO E INFORMÁTICA SIASP SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE ALMOXARIFADO

Leia mais