Onde está o dinheiro?

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Onde está o dinheiro?"

Transcrição

1 Onde está o dinheiro? Potenciar o e-marketing como ferramenta para alcançar a rentabilidade anunciada KEYNOTE SPEAKER: Joaquim Hortinha 3 Maio FIL - WebMarketing XXI

2 Onde está o dinheiro? 1.O que dizem os estudos de mercado 2.O que dizem os especialistas do sector 3.Como reagem os accionistas 4.Quais as consequências para o sector 5.Temos de ser positivos! 6.Velhas e novas fontes de proveitos 7.Uma mudança de objectivos 8.Novos modelos de negócio 9.Conclusões e cenários de evolução

3 Onde está o dinheiro? 1.O que dizem os estudos de mercado 2.O que dizem os especialistas do sector 3.Como reagem os accionistas 4.Quais as consequências para o sector 5.Temos de ser positivos! 6.Velhas e novas fontes de proveitos 7.Uma mudança de objectivos 8.Novos modelos de negócio 9.Conclusões e cenários de evolução

4 Onde está o dinheiro? 1.O que dizem os estudos de mercado

5 1.O que dizem os estudos de mercado Total utilizadores (2005) 0,92 biliões 'wireless' 34% 'at home' 45% 'at school' 9% 'at work' 12% quase metade dos utilizadores terá acesso em casa Fonte: Ovum

6 1.O que dizem os estudos de mercado Total terminais Internet (2005) 1,55 biliões outros 10% PCs 35% microbrowsers 46% WebTV 9% Microbrowsers e PCs dominarão Fonte: Ovum

7 1.O que dizem os estudos de mercado Total acessos Broadband (2005) 979 milhões ADSL+CM 10% Dedicado 8% Web TV 9% Wireless 73% Dominio absoluto do wireless Fonte: Ovum

8 1.O que dizem os estudos de mercado Volume negócios Acesso (2005) 287 bnusd 'wireless' 17% 'at home' 49% 'at work' 34% Fonte: Ovum at home terá metade das receitas

9 1.O que dizem os estudos de mercado Volume negócios e-comm (2005) 2,7 tnusd B2C 19% 6% wireless 2% wireless B2B terá fatia de leão B2B 81% Fonte: Ovum

10 1.O que dizem os estudos de mercado Volume negócios e-ads (2005) 83 bnusd Int Móvel 20% Canais de Internet fixa dominarão Int Fixa 80% Fonte: Ovum

11 Onde está o dinheiro? 1.O que dizem os estudos de mercado 2.O que dizem os especialistas do sector 3.Como reagem os accionistas 4.Quais as consequências para o sector 5.Temos de ser positivos! 6.Velhas e novas fontes de proveitos 7.Uma mudança de objectivos 8.Novos modelos de negócio 9.Conclusões e cenários de evolução

12 Onde está o dinheiro? 2.O que dizem os especialistas do sector

13 2.O que dizem os especialistas do sector O mercado acaba por separar o trigo do joio e o joio era muitissimo António Neto da Silva Finanstar Valor, 19 Abril 2001 Falharam porque o mercado purgou o que não necessitava Eduardo Fitas Deloitte Consulting Jornal Negócios, 5 Abril 2001 A situação actual não coloca em causa a Internet e as tecnologias associadas Carlos Janicas HP Portugal Valor, 19 Abril 2001

14 Onde está o dinheiro? 1.O que dizem os estudos de mercado 2.O que dizem os especialistas do sector 3.Como reagem os accionistas 4.Quais as consequências para o sector 5.Temos de ser positivos! 6.Velhas e novas fontes de proveitos 7.Uma mudança de objectivos 8.Novos modelos de negócio 9.Conclusões e cenários de evolução

15 Onde está o dinheiro? 3.Como reagem os accionistas

16 3.Como reagem os accionistas Nasdaq Market Indices - Nasdaq 100 O Nasdaq atinge sucessivamente novos mínimos

17 3.Como reagem os accionistas? Impresa atinge novo mínimo histórico de 4.07 Euros Valor online, 2 Abril 2001 Nasdaq volta a cair. Intel e Oracle foram as empresas que mais desvalorizaram TVI online, 24 Abril 2001 Bolsa de Lisboa começa a semana com mais um tombo. PSI 20 a cair 2,82% TVI online, 24 Abril 2001 ParaRede, Impresa, Sonae, Sonae.com e PT Multimedia tocaram em novos mínimos históricos TVIonline, 3 Abril 2001

18 Onde está o dinheiro? 1.O que dizem os estudos de mercado 2.O que dizem os especialistas do sector 3.Como reagem os accionistas 4.Quais as consequências para o sector 5.Temos de ser positivos! 6.Velhas e novas fontes de proveitos 7.Uma mudança de objectivos 8.Novos modelos de negócio 9.Conclusões e cenários de evolução

19 Onde está o dinheiro? 4.Quais as consequências para o sector

20 4.Quais as consequências para o sector? Philips despede funcionários (3% do total) Expresso, 21 Abril 2001 Ericsson despede funcionários (15% do total) Expresso, 21 Abril 2001 Alcatel despede funcionários nos E.U.A Valor online, 3 Abril 2001 Cisco despede funcionários nos E.U.A 369 dotcom fecham as portas desde o inicío do ano citado por Valor, 19 Abril 2001 Valor online, 18 Abril 2001

21 4.Quais as consequências para o sector? As falências são o dia-a-dia do sector

22 Onde está o dinheiro? 1.O que dizem os estudos de mercado 2.O que dizem os especialistas do sector 3.Como reagem os accionistas 4.Quais as consequências para o sector 5.Temos de ser positivos! 6.Velhas e novas fontes de proveitos 7.Uma mudança de objectivos 8.Novos modelos de negócio 9.Conclusões e cenários de evolução

23 Onde está o dinheiro? 5.Temos de ser positivos!

24 5.Temos de ser positivos! Um posicionamento tipíco de uma dotcom Má estratégia maus resultados! Serviços de excelência, com alto valor acrescentado, prestados a custo zero, por profissionais experientes e altamente bem pagos, a clientes desconhecidos e não fidelizados. Anónimo de Lisboa

25 5.Temos de ser positivos! Lucros da Microsoft sobem 2,8% batendo previsões de analistas Valor online, 20 Abril 2001 Cinco empresas da Nova Economia no top 25 da Fortune 500 O UMTS está no virar da esquina e há grandes investimentos a serem realizados Valor online, 3 Abril 2001 Kenneth Jonnson Nokia Portugal Valor, 19 Abril escolas portuguesas ligadas à Internet até final do ano Valor online, 24 Abril 2001 Estado compra online, em consulta pública na web Valor online, 21 Abril 2001

26 5.Temos de ser positivos! Cotação Yahoo =soma das três principais empresas de jornais Cotação e-bay Cotação/Vendas Amazon =dez vezes a da Sothebys Três casos ainda de sucesso! =duas vezes superior à da Wal-Mart Fonte: The Economist

27 5.Temos de ser positivos! A Nova Economia é um processo irreversível com um impacto semelhante ao da Uma constatação! revolução industrial

28 5.Temos de ser positivos! Baseada em industrias de produção Standardização Velha Economia Escala Replicação Eficiência Hierarquias

29 5.Temos de ser positivos! Baseada em industrias de produção Diferenciação Baseada em industrias de informação Costumização Velha Economia Personalização Transparência Nova Economia Rede Velocidade

30 Onde está o dinheiro? 1.O que dizem os estudos de mercado 2.O que dizem os especialistas do sector 3.Como reagem os accionistas 4.Quais as consequências para o sector 5.Temos de ser positivos! 6.Velhas e novas fontes de proveitos 7.Uma mudança de objectivos 8.Novos modelos de negócio 9.Conclusões e cenários de evolução

31 Onde está o dinheiro? 6.Velhas e novas fontes de proveitos

32 6. Velhas e novas fontes de proveitos As velhas E-advertising Banner O mais comum

33 6. Velhas e novas fontes de proveitos As velhas E-advertising Barter Toma lá housing Toma lá banners Trocas e parcerias

34 6. Velhas e novas fontes de proveitos As velhas E-advertising Barter Transaction fee Comissão sobre as vendas

35 6. Velhas e novas fontes de proveitos As velhas E-advertising Barter Transaction fee Vendas directas Companhias aéreas é frequente

36 6. Velhas e novas fontes de proveitos As velhas E-advertising Barter Transaction fee Vendas directas Fees Inst/Manut Housing Hosting...

37 6. Velhas e novas fontes de proveitos As novas E-advertising Barter Transaction fee Vendas directas Fees Inst/Manut Mkt research ing O mais comum

38 6. Velhas e novas fontes de proveitos As novas E-advertising Barter Transaction fee Vendas directas Fees Inst/Manut Mkt research Referal fees link patrocinado em motor de busca

39 6. Velhas e novas fontes de proveitos As novas E-advertising Barter Transaction fee Vendas directas Fees Inst/Manut Mkt research Referal fees Subscr conteúdos Conteúdos pagos!

40 6. Velhas e novas fontes de proveitos As novas E-advertising Barter Transaction fee Vendas directas Fees Inst/Manut Mkt research Referal fees Subscr conteúdos Sindic. conteúdos Negocios.pt fornece a área de negócios do Clix

41 Onde está o dinheiro? 1.O que dizem os estudos de mercado 2.O que dizem os especialistas do sector 3.Como reagem os accionistas 4.Quais as consequências para o sector 5.Temos de ser positivos! 6.Velhas e novas fontes de proveitos 7.Uma mudança de objectivos 8.Novos modelos de negócio 9.Conclusões e cenários de evolução

42 Onde está o dinheiro? 7.Uma mudança de objectivos

43 7.Uma mudança nos objectivos What are your goals for your site? Now 2002 Driving online sales 96% 92% Influencing offline sales 60% 64% Branding/marketing 52% 40% Gathering customer data 52% 64% Fonte: Forrester Site perde importância como canal de vendas e ganha importância como canal de contacto (Multiple responses acepted)

44 7.Uma mudança nos objectivos Depois do combate vêm as alianças! Começam a perceber que não podem ser Pure Dotcom!

45 7.Uma mudança nos objectivos Baseada em industrias de produção Baseada em industrias de informação Velha Economia Nova Economia

46 7.Uma mudança nos objectivos Velha Economia

47 7.Uma mudança nos objectivos Velha Nova Economia

48 7.Uma mudança nos objectivos Next Economy

49 Onde está o dinheiro? 1.O que dizem os estudos de mercado 2.O que dizem os especialistas do sector 3.Como reagem os accionistas 4.Quais as consequências para o sector 5.Temos de ser positivos! 6.Velhas e novas fontes de proveitos 7.Uma mudança de objectivos 8.Novos modelos de negócio 9.Conclusões e cenários de evolução

50 Onde está o dinheiro? 8.Novos modelos de negócio

51 8.Novos modelos de negócio Algumas possibilidades Assinatura de serviços Life Time Value ASP

52 8.Novos modelos de negócio Algumas possibilidades Fornecimento de know-how tecnológico e infra-estruturas Rentabilização know -how e tecnologia

53 8.Novos modelos de negócio Algumas possibilidades Fornecimento de conteúdos para portais de empresa (intranet) Rentabilização produção de conteúdos

54 Onde está o dinheiro? 1.O que dizem os estudos de mercado 2.O que dizem os especialistas do sector 3.Como reagem os accionistas 4.Quais as consequências para o sector 5.Temos de ser positivos! 6.Velhas e novas fontes de proveitos 7.Uma mudança de objectivos 8.Novos modelos de negócio 9.Conclusões e cenários de evolução

55 Onde está o dinheiro? 9.Conclusões e cenários de evolução

56 9.Conclusões e cenários de evolução MERCADOS TECNOLOGIA EMPRESAS

57 9.Conclusões e cenários de evolução MERCADOS TECNOLOGIA EMPRESAS Always online multiplataformas Pure dotcom + + Brick&mortar

58 9.Conclusões e cenários de evolução Next Economy

59 Obrigado

Internet. Velhos e novos modelos de negócio. Joaquim Hortinha. APPM - III Encontro Nacional de Estudantes de Marketing 14 Novembro 2001 - FIL

Internet. Velhos e novos modelos de negócio. Joaquim Hortinha. APPM - III Encontro Nacional de Estudantes de Marketing 14 Novembro 2001 - FIL Internet Velhos e novos modelos de negócio Joaquim Hortinha APPM - III Encontro Nacional de Estudantes de Marketing 14 Novembro 2001 - FIL INTERNET. VELHOS E NOVOS MODELOS... 1.O que dizem os estudos de

Leia mais

PUBLICIDADE INTERACTIVA

PUBLICIDADE INTERACTIVA PUBLICIDADE INTERACTIVA Os novos desafios colocados pela evolução das tecnologias e dispositivos terminais de acesso Joaquim Hortinha ISEG, 16 Abril 2001 Por ocasião da Sessão de Abertura do 5º e 6º Cursos

Leia mais

Definição de uma oferta para os e-targets. e-marketing

Definição de uma oferta para os e-targets. e-marketing Definição de uma oferta para os e-targets e-marketing O que é definir uma oferta? É definir produtos e serviços que geram beneficios e vão de encontro à satisfação das necessidades das organizações e dos

Leia mais

Marketing. Objectivos. Alterações ocorridas no mercado. O Marketing na Nova Economia

Marketing. Objectivos. Alterações ocorridas no mercado. O Marketing na Nova Economia Marketing O Marketing na Nova Economia Prof. José M. Veríssimo 1 Objectivos Explorar a forma como a internet mudou a a utilização de bases de dados de clientes. Compreender como os marketers exercem a

Leia mais

Promoção de um website. e-marketing

Promoção de um website. e-marketing Promoção de um website e-marketing A questão fundamental Como conseguir ser visto? 5 milhões de sites 1 bilião de páginas Slide 2 As soluções de quem tem... Quem tem dinheiro Lança uma campanha multimeios

Leia mais

Pricing em e-marketing. e-marketing

Pricing em e-marketing. e-marketing Pricing em e-marketing e-marketing Porque os preços na web são menores? Porque os preços na web têm elevada dispersão? Que factores pressionam os preços elevados na web? Slide 2 Estratégias de preço O

Leia mais

Apresentação da disciplina. e-marketing

Apresentação da disciplina. e-marketing Apresentação da disciplina e-marketing - questões Quem tem PC em casa? Quem tem Internet em casa? Quem tem Internet noutro local? Slide 2 - questões Quem tem PC em casa? 31 % Quem tem Internet em casa?

Leia mais

A NEXT ECONOMY E OS NOVOS MODELOS DE NEGÓCIO

A NEXT ECONOMY E OS NOVOS MODELOS DE NEGÓCIO CAPÍTULO 7 A NEXT ECONOMY E OS NOVOS MODELOS DE NEGÓCIO J 1. A NEXT ECONOMY Na sua maioria, as dotcom surgiram no mercado com uma postura arrogante de vencedor antecipado, condenando os sectores da economia

Leia mais

THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP

THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP Soluções integradas para a Indústria do turismo empresarial THE NEXT GENERATION IS NOW MANAGEMENT & CONSULTING GROUP A equipa da XYM Hospitality e os seus parceiros possuem vastos conhecimentos sobre a

Leia mais

EMPRESAS SONAE PROMOVEM MAIOR CONFERÊNCIA SOBRE TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO EM PORTUGAL

EMPRESAS SONAE PROMOVEM MAIOR CONFERÊNCIA SOBRE TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO EM PORTUGAL COMUNICADO DE IMPRESA Lisboa, 14 de outubro de 2014 Lisboa recebe especialistas mundiais para discutir como a tecnologia está a mudar a vida das pessoas e das empresas EMPRESAS SONAE PROMOVEM MAIOR CONFERÊNCIA

Leia mais

Comunicação em. e-marketing. e-marketing

Comunicação em. e-marketing. e-marketing Comunicação em e-marketing e-marketing 0. Porquê Comunicar online? 1. O que comunicar online? 2. Quais os objectivos? 3. Quais as ferramentas? Slide 2 0.Porquê comunicar online? Slide 3 0.Porquê comunicar

Leia mais

E- Marketing - Estratégia e Plano

E- Marketing - Estratégia e Plano E- Marketing - Estratégia e Plano dossier 2 http://negocios.maiadigital.pt Indíce 1 E-MARKETING ESTRATÉGIA E PLANO 2 VANTAGENS DE UM PLANO DE MARKETING 3 FASES DO PLANO DE E-MARKETING 4 ESTRATÉGIAS DE

Leia mais

Como ganhar dinheiro desde casa através das novas tecnologias

Como ganhar dinheiro desde casa através das novas tecnologias Como ganhar dinheiro desde casa através das novas tecnologias Date : 10 de Fevereiro de 2016 Há 10 anos atrás não seria capaz de dizer a ninguém que trabalhar desde casa, em frente a um PC, seria possível

Leia mais

RESUMO DO EVENTO MARKETING DIGITAL E CRM 28 SETEMBRO 2011 CENTRO CULTURAL DE BELÉM

RESUMO DO EVENTO MARKETING DIGITAL E CRM 28 SETEMBRO 2011 CENTRO CULTURAL DE BELÉM RESUMO DO EVENTO MARKETING DIGITAL E CRM 28 SETEMBRO 2011 CENTRO CULTURAL DE BELÉM PATROCINADORES DIAMOND PARTICIPAÇÃO ESPECIAL PLATINUM GOLD EXCLUSIVE DRIVE IT SPONSOR SILVER PARCEIRO TECNOLÓGICO MEDIA

Leia mais

O futuro da Banda Larga em Portugal

O futuro da Banda Larga em Portugal O futuro da Banda Larga em Portugal Dr. Miguel Horta e Costa Presidente Executivo da Portugal Telecom Lisboa, 5 de Fevereiro de 2004 Quadro 1 Portugal encontra-se hoje particularmente bem posicionado para

Leia mais

TENDÊNCIAS DE PROJECTOS DE IT EM PORTUGAL

TENDÊNCIAS DE PROJECTOS DE IT EM PORTUGAL TENDÊNCIAS DE PROJECTOS DE IT EM PORTUGAL Estudo Infosistema 4º trimestre de 2014 OBJECTIVO DO ESTUDO Objectivo: Analisar as tendências de projectos de IT em Portugal Período em análise: 4º Trimestre de

Leia mais

www.spicaros.org Linking Dreams

www.spicaros.org Linking Dreams www.spicaros.org Linking Dreams Spicaros.org é o resultado de 30 anos de trabalho de uma equipa internacional, constituída por profissionais altamente qualificados em distintos sectores de negócio. Aliando

Leia mais

Manual Planeamento de Campanha de E-Marketing

Manual Planeamento de Campanha de E-Marketing Manual Planeamento de Campanha de E-Marketing Planeamento de Campanha de E-Marketing Cada variável, a nível de marketing tem normas próprias, em função dos meios de comunicação através dos quais se veiculam

Leia mais

ESTUDO IDC/ACEPI. Economia Digital em Portugal 2009-2017

ESTUDO IDC/ACEPI. Economia Digital em Portugal 2009-2017 ESTUDO IDC/ACEPI Economia Digital em Portugal 2009-2017 ECONOMIA DIGITAL NO MUNDO (2012) 2.5 mil milhões de internautas no mundo 850 mil milhões de euros 300 mil milhões de euros Europa maior mercado de

Leia mais

PARTE 1 Aspectos fundamentais

PARTE 1 Aspectos fundamentais ÍNDICE GLOSSÁRIO 17 PREFÁCIO 33 AGRADECIMENTOS 37 PARTE 1 Aspectos fundamentais CAPÍTULO 1 Introdução. e-marketing e x-marketing 1. O que é a Internet? 41 2. Que vantagens pode a Internet trazer aos negócios?

Leia mais

INFORMÁTICA PARA GESTÃO I Curso Superior de Gestão de Marketing

INFORMÁTICA PARA GESTÃO I Curso Superior de Gestão de Marketing INFORMÁTICA PARA GESTÃO I Curso Superior de Gestão de Marketing Docente (Teóricas): E-mail: vmnf@yahoo.com Web: http://www.vmnf.net/ipam Aula 13 Sumário A Internet: Modelos de Negócio, Publicidade e Meios

Leia mais

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP 1. Sobre a ACEP A ACEP - Associação de Comércio Electrónico em Portugal é uma organização independente sem fins lucrativos, de pessoas individuais e colectivas, visando o estudo e a implementação das diversas

Leia mais

Produzido para. Criação, edição e maquetização de. Com o patrocínio de

Produzido para. Criação, edição e maquetização de. Com o patrocínio de Produzido para Criação, edição e maquetização de Com o patrocínio de Pensar Digital A pergunta que qualquer empreendedor ou gestor se coloca ao olhar para a Internet já não é se vale a pena começar um

Leia mais

Home Quem Somos Produtos Vantagens Contactos. Apresentação Criada por SPICAROS Presentation Created by SPICAROS info@spicaros.com www.spicaros.

Home Quem Somos Produtos Vantagens Contactos. Apresentação Criada por SPICAROS Presentation Created by SPICAROS info@spicaros.com www.spicaros. .1 Spicaros é o resultado de 30 anos de trabalho de uma equipa global, constituída por profissionais altamente qualificados em distintos sectores de negócio. Aliando uma quantidade ímpar de conhecimentos,

Leia mais

sabi bvdinfo.com Informação financeira de empresas espanholas e portuguesas

sabi bvdinfo.com Informação financeira de empresas espanholas e portuguesas sabi Informação financeira de empresas espanholas e portuguesas A gama clássica da BvD a solução ideal para pesquisa e análise de dados financeiros bvdinfo.com Uma base de dados com informação empresarial

Leia mais

Pesquisa Investimentos em Marketing Digital 2013

Pesquisa Investimentos em Marketing Digital 2013 Investimentos em Marketing Digital 2013 - 1º Edição Investimentos em Marketing Digital 2013 Como as empresas estão alocando seus orçamentos de marketing digital para o ano de 2013? Quais canais, disciplinas

Leia mais

Docente: Discente: Disciplina: Data: Ano Lectivo. Fernando Gaspar. Andreia Oliveira nº 7016. Marketing II. 20 de Maio de 2008

Docente: Discente: Disciplina: Data: Ano Lectivo. Fernando Gaspar. Andreia Oliveira nº 7016. Marketing II. 20 de Maio de 2008 Docente: Fernando Gaspar Discente: Andreia Oliveira nº 7016 Disciplina: Marketing II Data: 20 de Maio de 2008 Ano Lectivo 2007/2008 Índice 1. Diagnóstico... 3 1.1. Caracterização do Mercado / Análise da

Leia mais

Portugal Telecom. Zeinal Bava CFO do Grupo Portugal Telecom. Governo das Sociedades e a Transparência das Empresas Cotadas

Portugal Telecom. Zeinal Bava CFO do Grupo Portugal Telecom. Governo das Sociedades e a Transparência das Empresas Cotadas Portugal Telecom Governo das Sociedades e a Transparência das Empresas Cotadas Zeinal Bava CFO do Grupo Portugal Telecom Lisboa, 12 de Dezembro de 2002 Estrutura do Grupo PT Comunicações PT Móveis PT Prime

Leia mais

Financiamento às Empresas Portuguesas Visão de uma capital de risco. 14 de Novembro de 2014

Financiamento às Empresas Portuguesas Visão de uma capital de risco. 14 de Novembro de 2014 Financiamento às Empresas Portuguesas Visão de uma capital de risco 14 de Novembro de 2014 Gestão Independente A 2bpartner é uma sociedade gestora de fundos de venture capital, independente, constituída

Leia mais

MARKETING NA INTERNET PARA PME A contribuição das ferramentas online para a performance empresarial. Raquel Melo 1

MARKETING NA INTERNET PARA PME A contribuição das ferramentas online para a performance empresarial. Raquel Melo 1 MARKETING NA INTERNET PARA PME A contribuição das ferramentas online para a performance empresarial Raquel Melo 1 Índice Objectivos do estudo Sociedade da Informação nas Empresas Definição, Objectivos

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Desde Janeiro 2006 Responsável pela Unidade de Negócios da Lisboagás para Lisboa e Amadora.

CURRICULUM VITAE. Desde Janeiro 2006 Responsável pela Unidade de Negócios da Lisboagás para Lisboa e Amadora. CURRICULUM VITAE Nome: Nuno Miguel de Campos Matos Vaz Neto Morada: Rua João de Oliveira Miguens, 5-5º C Código Postal e Localidade: 1350-187 Lisboa Nacionalidade: Portuguesa Telefone: +351917765911 E-mail:

Leia mais

Apresentação de Resultados 2009. 10 Março 2010

Apresentação de Resultados 2009. 10 Março 2010 Apresentação de Resultados 2009 10 Março 2010 Principais acontecimentos de 2009 Conclusão da integração das empresas adquiridas no final de 2008, Tecnidata e Roff Abertura de Centros de Serviços dedicados

Leia mais

16 e 17 Novembro 2011

16 e 17 Novembro 2011 CONGRESSO ANUAL DA RELAÇÃO COM O CLIENTE SANA MALHOA HOTEL - LISBOA 16 e 17 Novembro 2011 ORGANIZAÇÃO: Call Center Magazine online Os números de 2010 confirmam que o Global Contact Center é o encontro

Leia mais

Um Desafio às Telecomunicações

Um Desafio às Telecomunicações Um Desafio às Telecomunicações A Inovação na Administração Pública como driver de desenvolvimento de novas infra-estruturas, produtos e serviços egovernment & ehealth 24 e 25 de Junho de 2008 IDC - CCB

Leia mais

Resultados Consolidados a 30 de Junho de 2010 Informação Privilegiada (IFRS/IAS)

Resultados Consolidados a 30 de Junho de 2010 Informação Privilegiada (IFRS/IAS) Resultados Consolidados a 30 de Junho de 2010 Informação Privilegiada (IFRS/IAS) Volume de Negócios: 122,8 M (119,9 M em 6M09) 28 de Julho de 2010 1. Indicadores Chave O volume de negócios e o EBITDA apresentados

Leia mais

FACTURA ELECTRÓNICA Impactos nas organizações

FACTURA ELECTRÓNICA Impactos nas organizações 2º SEMINÁRIO EUROPAPER DIGITAL Impactos da Adopção da Factura Electrónica: Económicos, Sociais e Organizacionais Alexandre Nilo Fonseca Presidente Aliança Digital FACTURA ELECTRÓNICA Impactos nas organizações

Leia mais

ITIL v3 melhora Gestão de Serviço de TI no CHVNG/Espinho

ITIL v3 melhora Gestão de Serviço de TI no CHVNG/Espinho Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho ITIL v3 melhora Gestão de Serviço de TI no CHVNG/Espinho Sumário País Portugal Sector Saúde Perfil do Cliente O Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia/Espinho envolve

Leia mais

EVENTOS 2014. IDC Portugal. 16 Outubro DIRECTIONS. 15 Maio CIO Summit Portugal. 08 Maio Big Data Forum. 27 Março Cloud Leadership Forum

EVENTOS 2014. IDC Portugal. 16 Outubro DIRECTIONS. 15 Maio CIO Summit Portugal. 08 Maio Big Data Forum. 27 Março Cloud Leadership Forum IDC Portugal EVENTOS 2014 27 Março Cloud Leadership Forum 08 Maio Big Data Forum 15 Maio CIO Summit Portugal 22 Maio Security Forum 27 Maio CMO Forum 03 Junho CIO Summit Angola 03 Julho Banking Forum 25

Leia mais

Prospecto Informativo Invest Tecnologia (Ser. 12/1)

Prospecto Informativo Invest Tecnologia (Ser. 12/1) Prospecto Informativo Invest Tecnologia (Ser. 12/1) Fevereiro de 2012 Designação: Invest Tecnologia (Ser. 12/1). Classificação: Caracterização do Depósito: Garantia de Capital: Garantia de Remuneração:

Leia mais

IDC Portugal aumenta produtividade e reduz custos operacionais com Microsoft Dynamics CRM em modelo hosted

IDC Portugal aumenta produtividade e reduz custos operacionais com Microsoft Dynamics CRM em modelo hosted Microsoft Dynamics CRM Online Customer Solution Case Study IDC Portugal IDC Portugal aumenta produtividade e reduz custos operacionais com Microsoft Dynamics CRM em modelo hosted Sumário País Portugal

Leia mais

Academia de Warrants. 5. ETFs

Academia de Warrants. 5. ETFs Academia de Warrants 5. ETFs ETFs - Sumário Executivo 1. Definição 2. Comparação ETF Fundo Activo 3. ComStage 4. Como negociar 1 1/28 ETFs - Sumário Executivo 1. Definição 2. Comparação ETF Fundo activo

Leia mais

António Amaro Marketing Digital Junho 2014 INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS

António Amaro Marketing Digital Junho 2014 INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS FACTOS A Internet mudou profundamente a forma como as pessoas encontram, descobrem, compartilham, compram e se conectam. INTRODUÇÃO Os meios digitais, fazendo hoje parte do quotidiano

Leia mais

Comércio Electrónico :: Aumentar as vendas online

Comércio Electrónico :: Aumentar as vendas online Comércio Electrónico :: Aumentar as vendas online e-commerce. now plug & play. Alfragide, 16 de Maio de 2007 Agenda 9h30-9h45: Boas vindas 9h45-10h15 Marketplaces 10h15-10h30 Anúncios online Google Adwords

Leia mais

A filosofia da Viatecla assenta em 3 pilares

A filosofia da Viatecla assenta em 3 pilares A filosofia da Viatecla assenta em 3 pilares Equipa de profissionais com know-how especializado Conhecimento profundo / interiorização dos modelos de negócio dos clientes Foco na inovação Unidades de negócios

Leia mais

PT Wi-Fi: Internet em Movimento

PT Wi-Fi: Internet em Movimento PT Wi-Fi: Internet em Movimento Clipping de Media (05 a 09 de Dezembro de 2003) Meio: Diário Económico Data: 09 de Dezembro de 2003 Pág.: 6 Meio: Jornal de Negócios Data: 09 de Dezembro de 2003 Pág.: 8

Leia mais

Agenda: Tecnologias de Informação. 6 - Comércio Electrónico. ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão/ FMH - Instituto de Motricidade Humana

Agenda: Tecnologias de Informação. 6 - Comércio Electrónico. ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão/ FMH - Instituto de Motricidade Humana ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão/ FMH - Instituto de Motricidade Humana Tecnologias de Informação 6 - Comércio Electrónico CE VI - 1 Agenda: Uma Perspectiva do CE Definições e Âmbito Modelos

Leia mais

Incorporação de Business Angels e Venture Capital como accionista:

Incorporação de Business Angels e Venture Capital como accionista: Dossier de Imprensa Quem Somos Quem Somos Agile Content é uma empresa de tecnologia com soluções para gerenciamento de vídeo e Big Data Audience Management com modelo de Software (SaaS), nas quais permitem

Leia mais

Estratégia e Plano de e-marketing. e-marketing

Estratégia e Plano de e-marketing. e-marketing Estratégia e Plano de e-marketing e-marketing estratégia : nenhuma site simples e estático (14%) site interactivo (51%) site totalmente interactivo e dinâmico 22% e-commerce 12% integrado na totalidade

Leia mais

Marketing One to One. e-marketing

Marketing One to One. e-marketing Marketing One to One e-marketing O que é? Marketing O2O Contactos directos que ocorrem de modo individual entre a empresa e um cliente ou grupo de clientes com necessidades idênticas. Ferramenta de fidelização

Leia mais

Contax. Operação com Portugal Telecom e Dedic GPTI. Janeiro de 2011

Contax. Operação com Portugal Telecom e Dedic GPTI. Janeiro de 2011 Contax Operação com Portugal Telecom e Dedic GPTI Janeiro de 2011 SEÇÃO 1 Racional da Transação 2 A Líder no Mercado de Contact Center no Brasil A Contax Líder no mercado com ampla base de clientes Fundada

Leia mais

Consortia e-market da Fileira Moda. para o Mercado Externo

Consortia e-market da Fileira Moda. para o Mercado Externo Consortia e-market da Fileira Moda para o Mercado Externo O que é? Consórcio entre empresas da Fileira Moda e a Exponor Digital destinado a criar e explorar uma ou mais lojas online, orientada(s) para

Leia mais

Porto, 2 de Novembro de 2001

Porto, 2 de Novembro de 2001 Macmoda Personator Porto, 2 de Novembro de 2001 Agenda O e-commerce está na Moda? Opinião de Clientes Projecto Fashion Me O Personator Loja Virtual Macmoda O e-commerce está na Moda? O mercado está em

Leia mais

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP 1. Sobre a ACEP A ACEP - Associação de Comércio Electrónico em Portugal é uma organização independente sem fins lucrativos, de pessoas individuais e colectivas, visando o estudo e a implementação das diversas

Leia mais

Estudo sobre o Desenvolvimento da Concorrência no Mercado Postal Português Maio Agosto de 2006

Estudo sobre o Desenvolvimento da Concorrência no Mercado Postal Português Maio Agosto de 2006 Estudo sobre o Desenvolvimento da Concorrência no Mercado Postal Português Maio Agosto de 2006 Lisboa, Setembro de 2007 Apresentação do estudo e dos autores Sumário do estudo 2006 Accenture Estudo sobre

Leia mais

Maria da Conceição Gonçalves Costa

Maria da Conceição Gonçalves Costa Maria da Conceição Gonçalves Costa Identificação pessoal Conceição Costa tem um Master of Arts in Business Communication and Public Relations pela European University (equivalência a grau de mestre pela

Leia mais

Apresentação Resultados 2005

Apresentação Resultados 2005 Apresentação Resultados 2005 Lisboa 15 de Março de 2006 Agenda Overview 2005 40 Anos de Reditus Áreas de Actividade Principais Clientes Corporate Governance Reditus no Mercado Bolsista Indicadores Quantitativos

Leia mais

Espírito Santo Private Banking aumenta eficiência na gestão de clientes com Dynamics CRM

Espírito Santo Private Banking aumenta eficiência na gestão de clientes com Dynamics CRM Microsoft Dynamics CRM Customer Solution Case Study Espírito Santo Private Banking Espírito Santo Private Banking aumenta eficiência na gestão de clientes com Dynamics CRM Sumário País Portugal Sector

Leia mais

APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS DO EXERCÍCIO DE 2008

APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS DO EXERCÍCIO DE 2008 APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS DO EXERCÍCIO DE 28 2 Resultados 28 Os resultados reportados reflectem a integração do Grupo Tecnidata a 1 de Outubro de 28, em seguimento da assinatura do contrato de aquisição

Leia mais

Case study. LX Sustentável BLOGUE SOBRE SUSTENTABILIDADE URBANA EMPRESA

Case study. LX Sustentável BLOGUE SOBRE SUSTENTABILIDADE URBANA EMPRESA Case study 2010 LX Sustentável BLOGUE SOBRE SUSTENTABILIDADE URBANA EMPRESA A Siemens está em Portugal há 105 anos, sendo líder nos seus sectores de Indústria, Energia e Saúde. Com cerca de 2 mil colaboradores,

Leia mais

Valor do sector do Diagnóstico in vitro, em Portugal. Principais conclusões APIFARMA CEMD. Outubro 2014

Valor do sector do Diagnóstico in vitro, em Portugal. Principais conclusões APIFARMA CEMD. Outubro 2014 Valor do sector do Diagnóstico in vitro, em Portugal Principais conclusões APIFARMA CEMD Outubro 2014 1 APIFARMA Valor do Sector do Diagnóstico in Vitro, em Portugal Agenda I Objectivos e metodologia II

Leia mais

Convergência Fixo-Móvel

Convergência Fixo-Móvel 18as Palestras sobre Comunicações Móveis 2010 Instituto Superior Técnico 28 Maio 2010 Index Convergência Fixo-Móvel Agenda O que é a Convergência? O que é? Convergência resulta de um conjunto de iniciativas

Leia mais

Recursos Humanos em Portugal

Recursos Humanos em Portugal O Maior Salão Profissional de Recursos Humanos em Portugal 9.ª Edição 17e 18 de Março de 2010 Centro de Congressos do Estoril www.ife.pt OS DECISORES SÃO UMA PRESENÇA GARANTIDA + 2000 profissionais de

Leia mais

2006-2015. Bolsa de Turismo de Lisboa 18 de Janeiro 2006

2006-2015. Bolsa de Turismo de Lisboa 18 de Janeiro 2006 2006-2015 Bolsa de Turismo de Lisboa 18 de Janeiro 2006 Portugal 2015 Portugal 2015 - Metas 2005 2015 Douro Douro Oeste Oeste Serra da Estrela Serra da Estrela Alqueva Litoral Alentejano Litoral Alentejano

Leia mais

O evento de referência de

O evento de referência de 9ª Edição 1 e 2 Junho 11 LAGOAS PARK HOTEL - OEIRAS O evento de referência de em Portugal Smart Business Organização: Um encontro de excelência entre a indústria e os decisores do Smart Business Dando

Leia mais

Marketing Digital. Prof. Luthiano Venecian

Marketing Digital. Prof. Luthiano Venecian Marketing Digital Prof. Luthiano Venecian Tópicos 1 - Conteúdo Programático da Disciplina II - Conceitos básicos de Marketing III - Conceitos de Marketing Digital IV - Referência Bibliográfica 2 I - Conteúdo

Leia mais

PREPARADO PARA OBTER RESULTADOS? adclick. Digital Performance Marketing. Geramos Negócio

PREPARADO PARA OBTER RESULTADOS? adclick. Digital Performance Marketing. Geramos Negócio PREPARADO PARA OBTER RESULTADOS? adclick Digital Performance Marketing Geramos Negócio 5 ANOS DE ACTIVIDADE NA NET 41 COLABORADORES 7 IDIOMAS DISTINTOS CERTIFICADOS PELOS MELHORES 2M DE ORÇAMENTO ANUAL

Leia mais

SOLUÇÕES DA SAP PARA ENGAJAMENTO DO CLIENTE REPRESENTAM MAIS QUE UM SIMPLES CRM

SOLUÇÕES DA SAP PARA ENGAJAMENTO DO CLIENTE REPRESENTAM MAIS QUE UM SIMPLES CRM SOLUÇÕES DA PARA ENGAJAMENTO DO CLIENTE REPRESENTAM MAIS QUE UM SIMPLES CRM As soluções da para Engajamento do Cliente representam mais do que um simples CRM. Ao integrar completamente marketing, comércio,

Leia mais

Os nossos indicadores de crescimento actuais continuam a ser positivos.

Os nossos indicadores de crescimento actuais continuam a ser positivos. EMPRESA Conheça a 3 Somos uma empresa que opera no sector do transporte urgente especializado em e-commerce, logística e distribuição. Desde o nosso início tivemos uma expansão imparável, com um crescimento

Leia mais

O que são CFDs? CFDS Uma abordagem prática

O que são CFDs? CFDS Uma abordagem prática O que são CFDs? Um CFD (Contract for difference) é um instrumento financeiro negociado fora de mercados regulamentados que proporciona, aos investidores, uma forma mais eficiente de negociação em acções.

Leia mais

Série Cases Abracom Anhembi-Morumbi

Série Cases Abracom Anhembi-Morumbi Série Cases Abracom Anhembi-Morumbi Como as ferramentas de SEO (Search Engine Optimization) integradas à assessoria de imprensa podem evitar crises EMPRESA Fundada em 2001 Serviços & soluções Assessoria

Leia mais

Tutorial SD. Mobile and Smart devices Development Solution - Página 1

Tutorial SD. Mobile and Smart devices Development Solution - Página 1 Mobile and Smart devices Development Solution - Página 1 Introdução Hoje em dia, está claro para a indústria de TI a relevância que têm os smartphones, tablets e dispositivos inteligentes (os chamados

Leia mais

Gestão em Farmácia. Marketing 3. Manuel João Oliveira. Identificação e Selecção da Estratégia

Gestão em Farmácia. Marketing 3. Manuel João Oliveira. Identificação e Selecção da Estratégia Gestão em Farmácia Marketing 3 Manuel João Oliveira Análise Externa Análise do Cliente Segmentação, comportamento do cliente, necessidades não-correspondidas Análise dos Concorrentes Grupos estratégicos,

Leia mais

Se o mar fos. empresa, já v. mil milhões. Tiragem: 44789. Pág: 8. Cores: Cor. País: Portugal. Área: 29,47 x 37,87 cm². Period.: Diária.

Se o mar fos. empresa, já v. mil milhões. Tiragem: 44789. Pág: 8. Cores: Cor. País: Portugal. Área: 29,47 x 37,87 cm². Period.: Diária. empresa, já v Tiragem: 44789 Pág: 8 Área: 29,47 x 37,87 cm² Corte: 1 de 6 Se o mar fos mil milhões Pág: 9 Área: 29,17 x 37,87 cm² Corte: 2 de 6 se uma PAULO RICCA valia dez em bolsa Pág: 10 10 P2 Área:

Leia mais

QUER FAZER O SEU NEGÓCIO CRESCER?

QUER FAZER O SEU NEGÓCIO CRESCER? QUER FAZER O SEU NEGÓCIO CRESCER? GARANTIR A PRESENÇA DA SUA EMPRESA NOS MEIOS ONLINE? TER UM SITE TOTALMENTE OTIMIZADO? IMPULSIONAR O AUMENTO DAS SUAS VENDAS? CONHEÇA A CERTIFICAÇÃO EM MARKETING DIGITAL

Leia mais

Plug and Play Tech Center é o maior centro de incubação tecnológica de Silicon Valley e trabalha com 220 start-ups em 3 edifícios diferentes na Bay

Plug and Play Tech Center é o maior centro de incubação tecnológica de Silicon Valley e trabalha com 220 start-ups em 3 edifícios diferentes na Bay Plug and Play Tech Center é o maior centro de incubação tecnológica de Silicon Valley e trabalha com 220 start-ups em 3 edifícios diferentes na Bay Area. 47 Parceiros Internacionais Canadian Trade Commissioner

Leia mais

3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA. Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas. 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa PARCERIA

3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA. Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas. 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa PARCERIA 3.ª CONFERÊNCIA MOBILIDADE URBANA ORGANIZAÇÃO PARCERIA UMA PUBLICAÇÃO Das Novas Tecnologias à Eficiência dos Sistemas 18 de Setembro MUDE Museu do Design e da Moda, Lisboa APRESENTAÇÃO Depois de duas edições,

Leia mais

Introdução Sumário Executivo Objectivos. Mundo Digital

Introdução Sumário Executivo Objectivos. Mundo Digital Mundo Digital Tudo e toda a gente está online Números que nos fazem pensar 2.405.518.376 n.º de utilizadores de internet 566.4% taxa de crescimento 2010/2012 1.056.000.000 n.º de utilizadores Facebook

Leia mais

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico CUSTOMER SUCCESS STORY Abril 2014 Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico PERFIL DO CLIENTE Indústria: Mídia Companhia: Valor Econômico Funcionários:

Leia mais

SUA EMPRESA VAI RESISTIR A EVOLUÇÃO DIGITAL?

SUA EMPRESA VAI RESISTIR A EVOLUÇÃO DIGITAL? SUA EMPRESA VAI RESISTIR A EVOLUÇÃO DIGITAL? A EVOLUÇÃO DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO A evolução dos Meios de Comunicação 1990 2000 telex e-mail internet notebook e hoje?? celular MMS TV aberta TV a cabo DVD

Leia mais

O que representa o Email para o Web Marketing?

O que representa o Email para o Web Marketing? O que representa o Email para o Web Marketing? MAIO.2011 O QUE REPRESENTA O EMAIL PARA O WEB MARKETING? PAG. 1 PAG. 1 Inesting O Email Importância Conceitos Desafios Contactos O QUE REPRESENTA O EMAIL

Leia mais

SERVIÇO DA MERCAL CONSULTING GROUP PARA VENDA OU ASSOCIAÇÃO ( JOINT VENTURE OU MERGER ) DA SUA EMPRESA

SERVIÇO DA MERCAL CONSULTING GROUP PARA VENDA OU ASSOCIAÇÃO ( JOINT VENTURE OU MERGER ) DA SUA EMPRESA SERVIÇO DA MERCAL CONSULTING GROUP PARA VENDA OU ASSOCIAÇÃO ( JOINT VENTURE OU MERGER ) DA SUA EMPRESA O primeiro requisito para venda de uma empresa, total ou parcialmente, é apresentá-la de forma atraente,

Leia mais

Informática. Aula 9. A Internet e seu Uso nas Organizações

Informática. Aula 9. A Internet e seu Uso nas Organizações Informática Aula 9 A Internet e seu Uso nas Organizações Curso de Comunicação Empresarial 2º Ano O Que é a Internet? A Internet permite a comunicação entre milhões de computadores ligados através do mundo

Leia mais

Esta sessão explora o papel das TIC (parte do problema ou da solução?), debatendo, nomeadamente, as seguintes questões:

Esta sessão explora o papel das TIC (parte do problema ou da solução?), debatendo, nomeadamente, as seguintes questões: CONGRESSO DAS COMUNICAÇÕES 08 - TIC E ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS - 11 NOVEMBRO 09H00 10H30 ABERTURA OFICIAL DO CONGRESSO ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS E O FUTURO Segundo o Relatório Stern, caso nada seja feito, os

Leia mais

Hovione pretende aumentar eficácia e rentabilidade com investimento em CRM

Hovione pretende aumentar eficácia e rentabilidade com investimento em CRM Microsoft Dynamics CRM Cliente Referência: pretende aumentar eficácia e rentabilidade com investimento em CRM Sumário País Portugal Sector Indústria Farmacêutica Perfil do Cliente A Farmaciência dedica-se

Leia mais

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. www.docpix.net

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. www.docpix.net APRESENTAÇÃO COMERCIAL www.docpix.net QUEM SOMOS Somos uma agência digital full service, especializada em desenvolvimento web, de softwares e marketing online. A Docpix existe desde 2010 e foi criada com

Leia mais

A Relevância das Empresas Sociais e dos Negócios Sociais. Margarida Couto Lisboa, 26 de Maio de 2015

A Relevância das Empresas Sociais e dos Negócios Sociais. Margarida Couto Lisboa, 26 de Maio de 2015 A Relevância das Empresas Sociais e dos Negócios Sociais Margarida Couto Lisboa, 26 de Maio de 2015 O mundo mudou Com o deflagrar da crise económico-financeira em 2008, as fontes tradicionais de financiamento

Leia mais

II. Fundamentos do Comercio Electrónico e da Internet II. A. 1. Definições, medição e conceito

II. Fundamentos do Comercio Electrónico e da Internet II. A. 1. Definições, medição e conceito II. Fundamentos do Comercio Electrónico e da Internet II. A. 1. Definições, medição e conceito Importância das definições e medições Analise das mudanças dos novos produtos, nos modelos de negócio, nas

Leia mais

Comércio Eletrônico AULA 06. Sistemas para Internet. Professora Ms Karen Reis

Comércio Eletrônico AULA 06. Sistemas para Internet. Professora Ms Karen Reis Comércio Eletrônico AULA 06 Professora Ms Karen Reis 2011 Sistemas para Internet 1 APRESENTAÇÃO ESTUDOS DE ESTUDOS DE CASOS B2B B2C B2G G2C G2G C2C 2 Os emarketplaces podem ser classificados em verticais

Leia mais

AULA NÚMERO 7 EMPRESA MISSAO, VISAO, VALOR, e OBJECTIVO DA EMPRESA ANALISE SWOT- FOFA

AULA NÚMERO 7 EMPRESA MISSAO, VISAO, VALOR, e OBJECTIVO DA EMPRESA ANALISE SWOT- FOFA AULA NÚMERO 7 EMPRESA MISSAO, VISAO, VALOR, e OBJECTIVO DA EMPRESA ANALISE SWOT- FOFA --------------------------------------------------------------------------------------------- I Conceito de Empresa

Leia mais

Faça sua marca ser amada no mundo digital!

Faça sua marca ser amada no mundo digital! 3/2/3 Faça sua marca ser amada no mundo digital! A EMPRESA Fundada em 997 com o objevo inicial de criar sites e lojas virtuais através de parcerias com clientes e fornecedores, a Guia- se é especializada

Leia mais

Mas afinal, o que é a CONVERGÊNCIA?

Mas afinal, o que é a CONVERGÊNCIA? Tecnologia 40 Mas afinal, o que é a CONVERGÊNCIA? DSL Cabo Fibra Móvel Móvel WiFi em movimento Convergência TERMINAL é poder MULTI- se comunicar ÓTIMO MÍDIA independente de local, dispositivo de acesso

Leia mais

Conferência de Imprensa Apresentação do Congresso aos Meios de Comunicação Social Horácio Pina Prata Presidente da Direcção da ACIC

Conferência de Imprensa Apresentação do Congresso aos Meios de Comunicação Social Horácio Pina Prata Presidente da Direcção da ACIC Conferência de Imprensa Apresentação do Congresso aos Meios de Comunicação Social Horácio Pina Prata Presidente da Direcção da ACIC Coimbra, 18 de Março de 2004 As métricas O Projecto TIM, globalmente,

Leia mais

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP

Síntese. de Resultados. 1. Sobre a ACEP 1. Sobre a ACEP A ACEP - Associação de Comércio Electrónico em Portugal é uma organização independente sem fins lucrativos, de pessoas individuais e colectivas, visando o estudo e a implementação das diversas

Leia mais

Pesquisa Investimentos em Marketing Digital 2014

Pesquisa Investimentos em Marketing Digital 2014 Investimentos em Marketing Digital 2014 Investimentos em Marketing Digital 2014 Além de olhar para tendências, fomos atrás de questionar profissionais de marketing sobre qual a projeção de investimentos

Leia mais

Portugal Telecom Resultados do 1º Semestre de 2001

Portugal Telecom Resultados do 1º Semestre de 2001 Portugal Telecom Resultados do 1º Semestre de 2001 13 de Setembro de 2001 Princípios Contabilísticos Internacionais Síntese do 1º Semestre de 2001 Principais Acontecimentos do 1º Semestre Forte liderança

Leia mais

RESUMO DO EVENTO CLOUD COMPUTING & SAAS 23-03-2011 CENTRO CULTURAL DE BELÉM, LISBOA

RESUMO DO EVENTO CLOUD COMPUTING & SAAS 23-03-2011 CENTRO CULTURAL DE BELÉM, LISBOA RESUMO DO EVENTO CENTRO CULTURAL DE BELÉM, LISBOA PATROCINADORES DIAMOND PLATINUM KEYNOTE PLATINUM GOLD+ SILVER PARCEIRO TECNOLÓGICO MEDIA PARTNER AGENDA 09:15 Sessão de Boas-Vindas 09:20 Policy implications

Leia mais

A versão básica disponibiliza a informação criada no Microsoft Navision em unidades de informação

A versão básica disponibiliza a informação criada no Microsoft Navision em unidades de informação O Business Analytics for Microsoft Business Solutions Navision ajuda-o a ter maior controlo do seu negócio, tomar rapidamente melhores decisões e equipar os seus funcionários para que estes possam contribuir

Leia mais

Tiara Hotels & Resorts - e-mail Marketing CASE STUDY. Breef.me 2011, all rights reserved

Tiara Hotels & Resorts - e-mail Marketing CASE STUDY. Breef.me 2011, all rights reserved Tiara Hotels & Resorts - e-mail Marketing CASE STUDY Tiara Hotels & Resorts 5 Hotéis em operação 3 Hotéis em construção Château Hotel Mont Royal Chantilly Miramar Beach Hotel Cannes Yaktsa Cannes Park

Leia mais