A Internet na sala de aula e a sala de aula na Internet

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A Internet na sala de aula e a sala de aula na Internet"

Transcrição

1 1 A Internet na sala de aula e a sala de aula na Internet Luiz Fernando Ribeiro de Paiva Universidade de Uberaba Resumo O presente trabalho propõe uma análise do uso da Internet na educação presencial e a distância. Busca-se entender, através de uma pesquisa, qual é a condição dos alunos em relação ao uso da Web e das demais ferramentas da rede mundial de computadores nas atividades educacionais, e, também, qual é a visão desses alunos em relação a algumas questões relacionadas aos ambientes virtuais de aprendizagem e à EAD. Uma pesquisa realizada com alunos dos primeiros períodos de um curso de graduação da área de tecnologia permitiu, dentro desse universo, ratificar algumas conclusões a que chegam os educadores sobre o que deve ser observado ao se conduzir programas educacionais nos quais são utilizadas de forma intensiva as novas tecnologias da informação e comunicação. Este artigo levanta questões relativas aos conhecimentos necessários para a utilização das ferramentas de comunicação on-line e ao desenvolvimento de atividades de ensino onde o ambiente virtual se faz presente. A partir deste estudo caminhos são abertos para que novas reflexões aconteçam e para que novas pesquisas sejam realizadas sobre o impacto das tecnologias e das ferramentas da educação a distância na educação universitária. Palavras-chave: Educação a distância na educação universitária, materiais didáticos para educação a distância, educação a distância através da Internet, educação e Internet.

2 2 1 - A Internet na educação universitária A Internet tem sido utilizada de diferentes formas e em variados graus de intensidade, em todos os âmbitos da educação, por alunos e professores, e esta tem reflexos diretos na qualidade do ensino, pela qual se trabalha e sobre a qual tanto se discute. As ferramentas da Internet como a Web, o correio eletrônico, os fóruns de debate, etc, são usadas de diferentes formas, em disciplinas a distância e presenciais, sendo que, nestas últimas, tais ferramentas são usadas como instrumentos de apoio. Na Sociedade da Informação, o pesquisador ou profissional de qualquer área, que lida com informação e dela depende, está sujeito a um estresse constante, relativo ao volume e à velocidade com que novas informações são geradas e transmitidas por todo o mundo, principalmente através das redes telemáticas. Alguns fatores influenciam na qualidade e na velocidade com que se pesquisa através da Internet. Dentre eles, o fato de que a informação não está disponível para todos na grande rede mundial de computadores, havendo barreiras, como a necessidade de pagamento para acesso à informação, dificuldade com línguas estrangeiras, eficiência das ferramentas de buscas, e outras. Uma visão de alunos sobre essas dificuldades pode ser vista nos gráficos 3 e 4, que são colocados no Anexo do presente trabalho. Não se pode negar que a tecnologia transforma a sociedade, e que a educação é umas das áreas mais afetadas, tanto pelas novas formas de produção e transmissão da informação, quanto pelo papel que assume na sociedade da informação. De acordo com Paiva (2003), assim como a educação prepara o homem para as novas formas de trabalho e para os demais campos de atividade humana (arte, ciência, cultura, etc.), nos quais imperam atualmente as Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), a educação também sofre influência dessas tecnologias. Cabe, no entanto, lembrar que, no Brasil, a melhoria da educação e o uso das modernas TIC, esbarra em problemas sociais profundos, que se destacam nas diferenças regionais e entre classes sociais. Considerar a Internet na educação universitária leva a algumas questões a serem inicialmente consideradas: As características da disciplina em questão - presencial, a distância ou a forma mista. A clientela com a qual se trabalha - os alunos são ou não de cursos onde o computador é um dos principais instrumentos de trabalho. Isto por que é preciso verificar qual é a familiaridade dos mesmos com os computadores e as redes de computadores. Independente disto, estes devem ser preparados e assistidos no uso do ambiente virtual durante sua experiência acadêmica. Os recursos de que se dispõe e a qualidade das redes que se utiliza (dentro e fora da escola) - é preciso que o hardware e o software utilizado sejam adequados para o uso das ferramentas de aprendizagem e dos demais recursos necessários no processo ensino-aprendizagem. Este aspecto envolve principalmente a velocidade das redes e a disponibilidade dos sistemas que, na

3 3 educação a distância (EAD), deve ser de 24 horas por dia, em todos os dias da semana. Deve haver um canal de comunicação aberto entre os docentes e a equipe técnica responsável pela manutenção no sistema telemático sobre o qual se mantém as atividades educacionais, de modo que problemas possam ser mais rapidamente resolvidos. O ambiente virtual de aprendizagem utilizado - existe um grande número de ambientes virtuais de aprendizagem disponíveis no Brasil, sendo possível vê-los em funcionamento em diversas instituições de ensino superior. O ambiente a ser escolhido deve atender às necessidades básicas de comunicação e de desenvolvimento dos processos de ensino-aprendizagem e também à concepção de educação que escola assume. As questões técnicas sobre seu uso devem ser amplamente discutidas e este deve ser testado de modo a garantir sua adequação às necessidades atuais e futuras. A preparação docente para o uso de EAD - os professores precisam aprender a lidar com as ferramentas de software com as quais vai conduzir o seu curso, tanto no que diz respeito à sua operação quanto no que se refere ao seu uso adequado para alcançar os objetivos educacionais que foram propostos. E necessário "conhecê-los, dominar os principais procedimentos técnicos para sua utilização, avaliá-los criticamente e criar novas possibilidades pedagógicas" (Kenski, 2003, p. 77). Ao se utilizar as ferramentas da Internet para a condução de processos de ensino-aprendizagem, deve-se ter o cuidado com algumas questões, dentre as quais, podem ser enumeradas: A escolha das ferramentas de software e dos meios de comunicação a serem empregados. A organização do tempo, pelo docente, para que possa realizar as tarefas relacionadas às disciplinas/cursos que estejam sob sua responsabilidade. No ambiente virtual, tempo e espaço são flexibilizados e as relações assíncronas entre alunos e entre os alunos e o professor tendem a acontecer com freqüência. Os professores precisam manter constantemente atualizadas as informações com as quais os alunos deverão trabalhar e não podem se manter ausentes do ambiente virtual. A seleção dos materiais instrucionais e a forma como estes são preparados e disponibilizados. A maneira como se conduz as atividades: orientações, estímulo, acompanhamento. As técnicas de avaliação a serem empregadas e o uso dos resultados dessas avaliações na melhoria do ensino. A Internet possui, atualmente, uma grande importância no desenvolvimento de atividades de aprendizagem, isto em qualquer dos níveis educacionais. Os gráficos 1 e 2, que aparecem no Anexo do presente trabalho, apresentam opiniões de alunos de nível superior sobre esse tema.

4 4 Ao navegar pela Web, as pessoas tendem a tornar-se dispersas, perdendo-se no emaranhado de links que as levam a uma grande quantidade de diferentes informações e que muitas vezes as afastam do ponto central da pesquisa ou trabalho que se iniciou. É necessário, portanto, educar-se para manter um controle sobre a obtenção de informação que está disponível online. Para isso, algumas técnicas básicas podem facilitar o trabalho, como registrar links para acesso posterior (off-line), salvar em disco arquivos importantes que foram encontrados e organizá-los em pastas, usar programas de busca na Web instalados no computador local e que permitem uma melhor filtragem nas buscas e a organização dos resultados, e descartar rapidamente qualquer informação que surja na tela, e que não tenha nada a ver com o trabalho que está sendo realizado, como acontece no caso das janelas pop-up. O gráfico 7, colocado no Anexo do presente trabalho, traz informações relacionadas à opinião de alunos quanto a este problema. O acesso à Internet leva a preocupações referentes a cada tipo de atividade avaliativa desenvolvida dentro e fora da sala de aula. A cópia é um dos grandes problemas a serem resolvidos e a solução desse e de outros problemas passa pela definição de critérios de correção bem estabelecidos e pela manutenção de procedimentos bem estruturados de recebimento, organização, leitura e avaliação, o que não exime o professor de um grande trabalho, quando se tem a preocupação com a qualidade da avaliação e com o uso de seus resultados para o aprimoramento do ensino. O uso de computadores, das redes locais e da Internet em sala de aula, durante a realização de provas também requer um controle rigoroso, já que deve haver uma preocupação com a cola digital. 2 - Os materiais instrucionais no ambiente virtual Tanto na educação presencial quanto na EAD os alunos dependem, constantemente, de orientações claras, tanto em relação ao conteúdo que está sendo trabalhado, quanto ao desenvolvimento das atividades de aprendizagem propostas e, também, quanto à forma de estudar, ou seja, orientações relacionadas à auto-disciplina, comprometimento e formação, seja ela acadêmica ou profissional. Em se tratando de cursos e disciplinas oferecidos totalmente a distância, o professor deverá se transportar para o material didático, lançando mão de elementos que permitam criar um envolvimento do aluno com o trabalho que está sendo desenvolvido, estimulá-lo e orientá-lo. Daí a necessidade de ir além das ilustrações, esquemas, glossários, dicas, notas, links, faqs, lançando mão da interlocução e da adequação do texto a esta modalidade de educação, o que inclui torná-lo suficientemente claro, considerando a clientela com a qual se trabalha e os objetivos do projeto pedagógico em questão, que, para o conteudista, devem estar muito bem explicitados. A forma como estão distribuídas as atividades de aprendizagem e avaliativas que o aluno encontrará em seu material de estudo podem levá-lo à construção do conhecimento pelo trabalho gradativo e contínuo do conteúdo, quebrando a tendência que os alunos têm de deixar acumular leituras, trabalhos acadêmicos e demais atividades para períodos próximos às datas

5 limites de entrega dos mesmos ou de realização de provas. Considera-se também, ao se abordar esta questão, o papel do professor, que terá melhores condições de transformar o resultado dos processos avaliativos em benefícios, como o diagnóstico prévio de problemas relacionados aos materiais didáticos ou à condição dos alunos em termos de aprendizado ou, ainda, relacionados ao desenvolvimento da disciplina ou curso em questão. A preparação de materiais para EAD, utilizando os meios eletrônicos de comunicação depende de que o professor seja orientado e treinado para que possa usar, de forma satisfatória, os recursos computacionais de que dispõe. Estes, em alguns casos, utilizam um conjunto limitado de ferramentas, que vão do editor de textos até a ferramenta de acesso ao correio eletrônico, passando por outras, como a de navegação na Web, de gerenciamento de pastas e arquivos e de geração de apresentações (slides). É necessário que haja, por parte do professor, um certo domínio na criação de páginas para Web (geração de arquivos no formato HTML e PDF), além de, em alguns casos, mais específicos, no uso e de arquivos de animação, filmes, imagens e sons, como no casos dos padrões Flash, Real Player e Windows Media Player, amplamente utilizados na Internet. A atuais ferramentas de construção de textos, gráficos, apresentações, etc, permitem que se possa exportar os documentos gerados para os formatos da Web, como PDF e HTML. Isto facilita o trabalho, mas ainda requer um certo conhecimento sobre o funcionamento da Internet, de modo que se possa tirar total proveito, como no caso do uso de um ambiente virtual de aprendizagem, onde é necessário fazer upload de arquivos e criar os mais diferentes tipos de links. Uma grande diversificação de tipos de arquivos com os quais se deve trabalhar também pode ser prejudicial para o estudo do aluno. Deve-se testar amplamente o ambiente e verificar as condições técnicas com as quais os alunos vão lidar ao acessarem o ambiente virtual de aprendizagem e os materiais no formato digital, já que determinados recursos da Web, como animações, filmes e imagens de alta resolução, podem tornar impossível ou improdutivo o trabalho a ser realizado. Há que se considerar a crescente adoção das ferramentas de software livre decorrentes da popularização do sistema Linux, que tem sido instalado em diversos ambientes educacionais (laboratórios, bibliotecas, etc). O uso deste ambiente traz uma série de vantagens que estão diretamente relacionadas com custo e legalização de uso de software, no entanto, ainda acarreta alguns problemas relativos à cultura do uso de ferramentas comuns, existentes na maioria dos ambientes, inclusive domésticos, e outros, relacionados à facilidade de configuração para uso com acesso facilitado a diferentes tipos de recursos, principalmente da Web. Quanto ao conteúdo das disciplinas e cursos, onde a Internet aparece como ambiente de comunicação, principal ou secundário, utilizar as informações disponíveis neste vasto universo pode enriquecer qualquer programa educacional, sendo necessário apenas que se saiba como pesquisar na Web, como filtrar o conteúdo a que se tem acesso e como reunir os materiais de modo que possam ser utilizados. Existe um grande número de artigos disponíveis na Internet, sobre as mais diversas áreas de conhecimento, e que podem ser usados como material de leitura complementar a ser disponibilizado para os alunos de uma 5

6 6 determinada disciplina. Tais artigos podem ser encontrados livremente na Web através das ferramentas de busca como Google, Altavista e outras ou mesmo estar disponíveis em bases de dados científicas que dependem de registro da escola ou outro tipo de condição para acesso. Cabe ao professor selecionar o material a ser indicado para leitura e, caso haja atividades a serem desenvolvidas pelos alunos a partir desta leitura, as instruções para o desenvolvimento de tais atividades, os objetivos do trabalho a ser realizado e os critérios de avaliação destas atividades devem estar bem claros. Os alunos devem ser orientados tanto quanto a forma de leitura dos materiais indicados pelo professor quanto em relação à busca e seleção de outros materiais na rede mundial de computadores. Como é possível que um determinado artigo não seja encontrado na segunda tentativa de acesso, através de um endereço da Web, este pode ser gravado e levado para dentro do ambiente virtual de aprendizagem utilizado pelo professor, ou mesmo para dentro do ambiente de seu site. Deve-se no entanto, respeitar os autores dos artigos, de modo que estes sejam apresentados sem nenhuma alteração no seu conteúdo ou formato e não se pode recortar trechos desses artigos, sem que a devida referência à obra/autores seja colocada. Em todos os casos, observar as leis para utilização da informação produzida por outros autores devem ser observadas. Os ambientes virtuais de aprendizagem reúnem um grande conjunto de ferramentas de comunicação que são comuns na Internet, mas que, dentro de um produto para educação a distância ou nas chamadas ferramentas de e- learning são organizadas e configuradas de forma a criar um ambiente adequado para o atendimento das necessidades pedagógicas correspondentes a cada instituição onde serão utilizadas. Merece especial cuidado a questão do número de ferramentas de comunicação a serem utilizadas e do número de locais onde as informações relacionadas ao programa educacional implantado se encontram. Isto por que o aluno deve ser facilmente conduzido no acesso aos recursos correspondentes às suas atividades de aprendizagem. Os professores podem, também, manter sites na Web, onde as informações correspondentes a cada disciplina, pelas quais é responsável, estejam organizadas de modo a garantir o fácil acesso a tudo o que diz respeito às mesmas. Algumas das seções do site podem ser: plano de ensino e bibliografia (básica e complementar); material instrucional e roteiro de estudos; atividades de aprendizagem e trabalhos a serem desenvolvidos; datas, descrições e notas das avaliações; links; glossários; material para leitura com texto, sons, figuras, animações, filmes, etc. Um grande volume de informação no ambiente virtual, no entanto, pode levar o aluno a uma situação incômoda ou mesmo à desistência. É necessário filtrar e organizar as informações, manter um roteiro de estudos que esteja em consonância com o plano de ensino e orientar o aluno no cumprimento das atividades a serem realizadas. De acordo com Palloff e Pratt (2002, p. 77), é preciso ouvir o aluno:

7 7 É necessário ouvir o aluno a fim de que técnicas mais adequadas de gerenciamento do curso sejam implementadas. Os alunos que só recentemente conheceram o meio digital com freqüência nos chamam para ajudá-los a receber a informação gerada no curso e a responder a ela. Nesse sentido, dar dicas de como ler e responder quase sempre ajuda. É importante que haja a aceitação por parte dos alunos quanto ao uso da Internet, tanto no ensino presencial quanto na EAD. Os gráficos 5 e 6, colocados no Anexo do presente trabalho, apresentam algumas informações de alunos em relação a essa questão. Ao introduzir o aluno no universo da EAD é interessante que esta modalidade de ensino lhe seja devidamente apresentada, e que este saiba dos seus pressupostos teóricos e de seus instrumentos educacionais. O aluno deverá ter confiança na modalidade de educação à qual é submetido e na concepção de educação assumida pela escola. O gráfico 8, que aparece no Anexo do presente trabalho, apresenta informações sobre a posição de alunos em relação à EAD. Quando se busca verificar a postura e os conhecimentos dos alunos no que se refere às atividades de pesquisa, deve-se levar em conta os seus passos no ciberespaço e a freqüência de seus acessos às bibliotecas, sejam elas físicas ou virtuais. Este é um outro ponto onde os alunos dependem de orientação, já que o aprimoramento da forma como realiza pesquisa é extremamente importante para o desenvolvimento acadêmico e profissional desses alunos. Os gráficos 9 e 10 deste trabalho apresentam algumas informações sobre a condição dos alunos em relação a esta questão. 3 - A visão da clientela sobre a Internet na EAD, sobre a EAD e sobre as ferramentas da EAD no ensino presencial É necessário mensurar o grau de aceitação dos alunos no que se refere ao uso das ferramentas da EAD e ao desenvolvimento das disciplinas na quais se utilizam tais ferramentas. A facilidade com que estes alunos navegam através das redes de computadores e obtêm informação no universo virtual também deve ser verificada. À medida que os alunos começam a utilizar o ambiente virtual, passam a formar opiniões sobre o uso da Internet enquanto ferramenta de apoio nos seus estudos ou como principal meio de comunicação utilizado em programas educacionais. Sua opinião, no entanto, será influenciada pela forma com que o ambiente virtual e a EAD lhe são apresentados, pela forma como o ensino é conduzido e pela qualidade no funcionamento do ambiente informático. Uma pesquisa realizada com alunos revela algumas informações importantes sobre o uso da Internet na educação e sobre EAD. Os gráficos que são apresentados no Anexo do presente trabalho, se encaixam nas reflexões que aqui foram feitas, conforme indicado nos trechos anteriores. Não há como separar tecnologia da informação e educação. A educação depende da informação e de sua comunicação, e esta última se processa, cada vez mais, através do universo digital. A educação passa, nesse novo contexto mundial, da também chamada Era da Informação, por

8 8 transformações relativas ao uso e transmissão da informação e à maneira de se promover a construção do conhecimento. Assmann (2000 apud Paiva, 2003) afirma: (...) as novas tecnologias têm um papel ativo e co-estruturante das formas do aprender e do conhecer. Há nisso, por um lado, uma incrível multiplicação de chances cognitivas, que convém não desperdiçar, mas aproveitar ao máximo. Uma pesquisa com professores e com outras populações de alunos para continuidade do trabalho que aqui se apresenta é algo a ser feito. Isto para que se possa construir novos significados e promover ações em favor do progresso da educação através da tecnologia da informação. 4 Considerações Finais O objetivo deste trabalho foi o de analisar reflexivamente o uso da Internet como meio de comunicação na educação presencial e a distância. Foram abordados aspectos relacionados ao envolvimento e comprometimento dos alunos quando colocados diante dos computadores e das redes de computadores em atividades educacionais. Também procurou-se discutir sobre os conhecimentos dos professores, tanto no uso das ferramentas de comunicação do universo digital quanto na condução de programas educacionais oferecidos na modalidade a distância e na modalidade presencial utilizando as tecnologias da informação. Considerações sobre a preparação do ambiente virtual de aprendizagem também foram feitas, de modo a vislumbrar as possibilidades e problemas no uso de tal recurso comunicacional. Como resultado deste trabalho, verifica-se que existe consenso quanto à importância da Internet, da EAD e das ferramentas do ambiente virtual de aprendizagem quando empregadas, também, na educação presencial. Percebe-se, no entanto, que ainda há muito a ser feito na utilização da tecnologia da informação na educação. Anexo Gráficos resultantes da pesquisa realizada através de questionário com alunos dos primeiros períodos do curso de Sistemas de Informação da Universidade de Uberaba: Questão 1 Questão 2 Percentual Grau de importância que atribui à Internet na realização dos Estudos % 19% 79% irrelevante 4 - importante Percentual Grau de importância dos artigos da Internet para os estudos 2% 16% 37% 45% irrelevante 4 - importante Figura 1 - Pesquisa realizada com alunos da graduação sobre Internet e EAD - Gráficos 1 e 2.

9 9 Questão 3 Questão 4 Percentual Dificuldade de encontrar material de pesquisa na Internet 6% 52% 34% % Dificuldade com Línguas Estrangeiras na Internet 23% NÃO SIM sempre quase sempre às vezes quase nunca nunca 77% Questão 5 Questão 6 Grau em que acredita na EAD tendo a Internet como principal meio de comunicação 26% 26% 6% 15% 27% 0 -NÃO SIM Graul de contribuição da EAD para a democratização do ensino e o desenvolvimento humano e social 26% 13% 0 - NÃO 15% 1 23% 24% SIM Questão 7 Questão 8 Percentual Grau em que acredita existe dispersão nos estudos quando do uso da Internet 37% % 18% 11% 21% Não acredito 4 - Acredito 27% Grau de importância das ferramentas da EAD no Ensino Presencial 4 2% 1 21% 0 - irrelevante importante Questão 9 Questão 10 Percentual Utiliza a biblioteca da escola? 44% 16% 21% 19% sempre quase sempre às vezes quase nunca nunca 19% Conhece ou Utiliza Bibliotecas Virtuais? 8% 34% 39% Não conheço Conheço Já Utilizei Utilizo regularmente Figura 2 - Pesquisa realizada com alunos da graduação sobre Internet e EAD - Gráficos de 3 a 10.

10 10 Referências Bibliográficas KENSKI, Vani Moreira. Tecnologias e ensino presencial e a distância. Campinas, SP: Papirus, PAIVA, Luiz Fernando R. de. O Brasil na Sociedade da Informação. Tese (Mestrado em Biblioteconomia e Ciência da Informação) PUC Campinas, Campinas PALLOFF, Rena M. & PRATT, Keith. Construindo Comunidades de Aprendizagem no Ciberespaço. Porto Alegre: Artmed, Tradução por Vinícius Figueira. SAMPAIO, Marisa N. & LEITE, Lígia S. Alfabetização Tecnológica do Professor. 3. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1999.

Janine Garcia 1 ; Adamo Dal Berto 2 ; Marli Fátima Vick Vieira 3

Janine Garcia 1 ; Adamo Dal Berto 2 ; Marli Fátima Vick Vieira 3 ENSINO A DISTÂNCIA: UMA ANÁLISE DO MOODLE COMO INSTRUMENTO NO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM DO ENSINO MÉDIO E SUPERIOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CATARINENSE (IFC) - CÂMPUS ARAQUARI

Leia mais

ANAIS DA VII JORNADA CIENTÍFICA DA FAZU 20 a 24 de outubro de 2008 ARTIGOS CIENTÍFICOS COMPUTAÇÃO SUMÁRIO

ANAIS DA VII JORNADA CIENTÍFICA DA FAZU 20 a 24 de outubro de 2008 ARTIGOS CIENTÍFICOS COMPUTAÇÃO SUMÁRIO ARTIGOS CIENTÍFICOS COMPUTAÇÃO SUMÁRIO AS NOVAS TECNOLOGIAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES PESQUISADORES... 2 AS NOVAS TECNOLOGIAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES PESQUISADORES SILVA, M.M Margareth Maciel Silva

Leia mais

Elementos Centrais da Metodologia

Elementos Centrais da Metodologia Elementos Centrais da Metodologia Apostila Virtual A primeira atividade que sugerimos é a leitura da Apostila, que tem como objetivo transmitir o conceito essencial de cada conteúdo e oferecer caminhos

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO PARA TUTORES - PCAT

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO PARA TUTORES - PCAT 1 RESOLUÇÃO CONSU 2015 04 de 14/04/2015 PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO PARA TUTORES - PCAT Campus Virtual 2 A. JUSTIFICATIVA A vida universitária tem correspondido a um período cada vez mais

Leia mais

1. Introdução ao Campus Virtual 1.1. Introdução

1. Introdução ao Campus Virtual 1.1. Introdução 1. Introdução ao Campus Virtual 1.1. Introdução Este tutorial tem a finalidade de guiar o aluno, dando orientações necessárias para o acesso, navegação e utilização das ferramentas principais. Um ambiente

Leia mais

A INTERATIVIDADE EM AMBIENTES WEB Dando um toque humano a cursos pela Internet. Os avanços tecnológicos de nosso mundo globalizado estão mudando a

A INTERATIVIDADE EM AMBIENTES WEB Dando um toque humano a cursos pela Internet. Os avanços tecnológicos de nosso mundo globalizado estão mudando a A INTERATIVIDADE EM AMBIENTES WEB Dando um toque humano a cursos pela Internet Por Carolina Cavalcanti * Os avanços tecnológicos de nosso mundo globalizado estão mudando a maneira que nossa sociedade está

Leia mais

Técnicas, Legislação e Operação de Sistemas de Educação a Distância (EAD) Módulo/Disciplina Tecnologia Educacional em EAD

Técnicas, Legislação e Operação de Sistemas de Educação a Distância (EAD) Módulo/Disciplina Tecnologia Educacional em EAD 1 Curso Técnicas, Legislação e Operação de Sistemas de Educação a Distância (EAD) Módulo/Disciplina Tecnologia Educacional em EAD Unidade I Material Instrucional - Texto 1. Introdução Qualquer que seja

Leia mais

Elementos Centrais da Metodologia

Elementos Centrais da Metodologia Elementos Centrais da Metodologia Apostila Virtual A primeira atividade que sugerimos é a leitura da Apostila, que tem como objetivo transmitir o conceito essencial de cada conteúdo e oferecer caminhos

Leia mais

INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA. Guia rápido

INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA. Guia rápido INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA Guia rápido A PLATAFORMA MOODLE Moodle (Modular Object Oriented Distance LEarning) é um Sistema para Gerenciamento de Cursos (SGC). Trata-se de um programa para computador

Leia mais

Unidade I TECNOLOGIA. Material Instrucional. Profª Christiane Mazur

Unidade I TECNOLOGIA. Material Instrucional. Profª Christiane Mazur Unidade I TECNOLOGIA EDUCACIONAL EM EAD Material Instrucional Profª Christiane Mazur Ensinar Ensinar é, também, a arte de estimular o desejo de saber. EAD - Brasil 1904: Correspondência impressos; 1923:

Leia mais

Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual

Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual Escritório de Gestão de Projetos em EAD Unisinos http://www.unisinos.br/ead 2 A partir de agora,

Leia mais

Instituto de Computação Universidade Federal Fluminense

Instituto de Computação Universidade Federal Fluminense Gerência da tutoria - o diferencial em uma plataforma on-line Luiz Valter Brand Gomes* Rosângela Lopes Lima* Filipe Ancelmo Saramago* Rodrigo Telles Costa* Instituto de Computação Universidade Federal

Leia mais

CURSO DE EXTENSÃO A DISTÂNCIA SECADI/UFC AULA 02: EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA TÓPICO 03: CARACTERÍSTICAS DO ENSINO A DISTÂNCIA VERSÃO TEXTUAL Antes de iniciar este curso, você deve ter refletido bastante sobre

Leia mais

Sumário GUIA DO ALUNO. Primeiro Acesso... 3. Roteiro de Estudos Modalidade SEPI... 4. Roteiro de Estudos Modalidade SEI... 6

Sumário GUIA DO ALUNO. Primeiro Acesso... 3. Roteiro de Estudos Modalidade SEPI... 4. Roteiro de Estudos Modalidade SEI... 6 Sumário Primeiro Acesso... 3 Roteiro de Estudos Modalidade SEPI... 4 Roteiro de Estudos Modalidade SEI... 6 Acesso ao Ambiente Acadêmico Blackboard... 8 1 - Ferramentas... 9 1.1 - Calendário... 11 1.2

Leia mais

Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0

Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0 Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0 Adriano Lima Belo Horizonte 2011 SUMÁRIO Apresentação... 3 Acesso ao Ambiente Virtual de Aprendizagem AVA ESP-MG... 3 Programação do curso no AVA-ESPMG

Leia mais

ELABORAÇÃO DE CATÁLOGO DESCRITIVO DE SITES PARA O ENSINO DE ESPANHOL COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA

ELABORAÇÃO DE CATÁLOGO DESCRITIVO DE SITES PARA O ENSINO DE ESPANHOL COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA ELABORAÇÃO DE CATÁLOGO DESCRITIVO DE SITES PARA O ENSINO DE ESPANHOL COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA Dayane Ribeiro da Silva (PICV/PRPPG/ UNIOESTE), Greice da Silva Castela (Orientadora), e-mail: greicecastela@yahoo.com.br

Leia mais

Fundação Presidente Antônio Carlos- FUPAC 1

Fundação Presidente Antônio Carlos- FUPAC 1 Fundação Presidente Antônio Carlos- FUPAC 1 Sumário Apresentação As Vantagens Dessa Moderna Sistemática do Ensino O Papel do Aluno Professor Tutor Avaliação da Aprendizagem Acesso ao Dúvidas e Suporte

Leia mais

ENSINO A DISTÂNCIA NA WEB : UM DESAFIO PARA A EDUCAÇÃO

ENSINO A DISTÂNCIA NA WEB : UM DESAFIO PARA A EDUCAÇÃO 1 ENSINO A DISTÂNCIA NA WEB : UM DESAFIO PARA A EDUCAÇÃO CELINA APARECIDA ALMEIDA PEREIRA ABAR Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - Brasil abarcaap@pucsp.br - VIRTUAL EDUCA 2003-1 INTRODUÇÃO

Leia mais

MANUAL DO ALUNO 1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVOS 3. ACESSO AO CURSO. Bem-vindo (a) ao curso de Capacitação para cursos em EAD!

MANUAL DO ALUNO 1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVOS 3. ACESSO AO CURSO. Bem-vindo (a) ao curso de Capacitação para cursos em EAD! MANUAL DO ALUNO MANUAL DO ALUNO Bem-vindo (a) ao curso de Capacitação para cursos em EAD! 1. APRESENTAÇÃO Preparado pela equipe da Coordenadoria de Educação Aberta e a Distância (CEAD) da Universidade

Leia mais

Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos de Minas.

Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos de Minas. PALAVRA DO COORDENADOR Estimado, aluno(a): Seja muito bem-vindo aos Cursos Livres do UNIPAM. Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos

Leia mais

MANUAL - DISCIPLINA SEMIPRESENCIAL SUMÁRIO

MANUAL - DISCIPLINA SEMIPRESENCIAL SUMÁRIO MANUAL - DISCIPLINA SEMIPRESENCIAL SUMÁRIO APRESENTAÇÃO AMBIENTE VIRTUAL AS VANTAGENS DESSA MODERNA SISTEMÁTICA DO ENSINO SÃO: O PAPEL DO ALUNO PROFESSOR TUTOR AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM ACESSO AO AMBIENTE

Leia mais

EQUIPE: ANA IZABEL DAYSE FRANÇA JENNIFER MARTINS MARIA VÂNIA RENATA FREIRE SAMARA ARAÚJO

EQUIPE: ANA IZABEL DAYSE FRANÇA JENNIFER MARTINS MARIA VÂNIA RENATA FREIRE SAMARA ARAÚJO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAIBA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM BIBLIOTECONOMIA DISCIPLINA: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO II PROFESSORA: PATRÍCIA

Leia mais

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO

A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO A PÁGINA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA DO PORTAL DIA A DIA EDUCAÇÃO Resumo: Dolores Follador Secretaria de Estado da Educação do Paraná e Faculdades Integradas do Brasil - Unibrasil doloresfollador@gmail.com

Leia mais

Índice. Introdução... 3 Conhecendo Ambiente de estudo... 4

Índice. Introdução... 3 Conhecendo Ambiente de estudo... 4 Página 1 Índice Introdução... 3 Conhecendo Ambiente de estudo... 4 O QUE É EDUCAÇÃO A DISTANCIA (EAD)?... 4 O que é necessário para estudar em ead?... 4 Quais são as vantagens de estudar a distância?...

Leia mais

Belém PA, Maio 2012. Categoria: Pesquisa e Avaliação. Setor Educacional: Educação Universitária. Macro: Sistemas e Instituições de EAD

Belém PA, Maio 2012. Categoria: Pesquisa e Avaliação. Setor Educacional: Educação Universitária. Macro: Sistemas e Instituições de EAD 1 A QUALIDADE DOS CURSOS SUPERIORES A DISTÂNCIA: CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS E BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL UAB Belém PA, Maio 2012 Categoria: Pesquisa e Avaliação

Leia mais

TELEMEDICINA:NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO SUPERIOR

TELEMEDICINA:NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO SUPERIOR TELEMEDICINA:NOVAS TECNOLOGIAS NO ENSINO SUPERIOR Alessandra R. M. de Castro-HE-UFPEL/FAU 1 Resumo: O presente estudo trata do relato de experiência a partir de uma nova tecnologia, denominada telemedicina,

Leia mais

PROJETO DISCIPLINAS SEMIPRESENCIAIS

PROJETO DISCIPLINAS SEMIPRESENCIAIS PROJETO DISCIPLINAS SEMIPRESENCIAIS FACULDADE CASTELO BRANCO Portaria MEC nº 304, de 16/04/2008 D.O.U de 17/04/2008 2 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 02 2 JUSTIFICATIVA... 04 3 OBJETIVOS... 06 4 PROPOSTA PEDAGÓGICA...

Leia mais

Título: Guia do Aluno EAD Autor: Adriana V. Bassut Edição: Novembro 2009. Guia do Aluno EAD

Título: Guia do Aluno EAD Autor: Adriana V. Bassut Edição: Novembro 2009. Guia do Aluno EAD Título: Guia do Aluno EAD Autor: Adriana V. Bassut Edição: Novembro 2009 Guia do Aluno EAD Sumário SUMÁRIO...2 INTRODUÇÃO...3 METODOLOGIA...3 AULAS VIRTUAIS...4 INSCRIÇÃO...4 APROVAÇÃO...5 PRESENÇA...5

Leia mais

Fundação Presidente Antônio Carlos- FUPAC 1

Fundação Presidente Antônio Carlos- FUPAC 1 Fundação Presidente Antônio Carlos- FUPAC 1 Sumário Apresentação Ambiente Virtual As Vantagens Dessa Moderna Sistemática do Ensino O Papel do Aluno Professor Tutor Avaliação da Aprendizagem Acesso ao Ambiente

Leia mais

Curso de planilhas eletrônicas na modalidade EAD: Um relato de experiência

Curso de planilhas eletrônicas na modalidade EAD: Um relato de experiência ÁREA TEMÁTICA: EDUCAÇÃO Curso de planilhas eletrônicas na modalidade EAD: Um relato de experiência Luis Henrique Chiczta (luischiczta@gmail.com) Diolete Marcante Latti Cerutti (diolete@uepg.br) Adilson

Leia mais

Curso de Especialização em Saúde da Família

Curso de Especialização em Saúde da Família MÓDULO: FAMILIARIZAÇÃO TECNOLÓGICA COM EAD UNIDADE 03 DOCÊNCIA E TUTORIA NA EAD Prof. Msc Rômulo Martins 2.1 Introdução A Educação a Distância, por meio dos inúmeros recursos didáticos e tecnológicos,

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DA EDUCAÇÃO ONLINE NA UNIVERSIDADE GUARULHOS (UNG)

IMPLANTAÇÃO DA EDUCAÇÃO ONLINE NA UNIVERSIDADE GUARULHOS (UNG) IMPLANTAÇÃO DA EDUCAÇÃO ONLINE NA UNIVERSIDADE GUARULHOS (UNG) Maio/2007 Arnaldo Turuo Ono Universidade Guarulhos - aono@ung.br Fabio Henrique Bei Universidade Guarulhos - fbei@prof.ung.br Maurício Garcia

Leia mais

Pós-Graduação em Educação: Novos Paradigmas GUIA DO ALUNO

Pós-Graduação em Educação: Novos Paradigmas GUIA DO ALUNO GUIA DO ALUNO Prezado(a) Aluno(a), O Guia do Aluno é um instrumento normativo que descreve os padrões de qualidade dos processos acadêmicos e administrativos necessários ao desenvolvimento dos cursos de

Leia mais

Manual Operacional AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem)

Manual Operacional AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem) Manual Operacional AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem) ead.clinicajulioperes.com.br Sumário navegável Como acesso o ambiente?... Como assisto aos vídeos?... Como preencher meu perfil?...

Leia mais

fundamentos teóricos e práticos necessários ao processo de inclusão do aluno com Deficiência Visual.

fundamentos teóricos e práticos necessários ao processo de inclusão do aluno com Deficiência Visual. A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

FUNCIONAMENTO DOS CURSOS

FUNCIONAMENTO DOS CURSOS 1 SUMÁRIO Funcionamento dos Cursos... 03 Guia de Percurso... 05 Manual Acadêmico... 07 Ambiente Virtual de Aprendizagem... 09 Edição do Perfil... 12 Acessando as Atividades... 14 Iniciando o Semestre...

Leia mais

PLANO DE ENSINO. 1. Identificação

PLANO DE ENSINO. 1. Identificação 1. Identificação PLANO DE ENSINO Curso: A INTERNET E SUAS FERRAMENTAS Disciplina: A Internet e suas Ferramentas Período Ministrado/Semestre- Bimestre- Mês/Ano: 03 de setembro a 08 de outubro/2º Semestre

Leia mais

TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF)

TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF) TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF) Maio de 2007 Maria Rachel Barbosa Fundação Trompovsky (Apoio ao NEAD CENTRAN) rachel@centran.eb.br Vanessa Maria

Leia mais

Sumário. Guia do Aluno

Sumário. Guia do Aluno Sumário Guia do Aluno 1. Roteiro de estudo...3 2. Acessando seu ambiente acadêmico...5 3. Ferramentas...6 3.1 Avisos...6 3.2 Calendário...7 3.3 Tarefas...8 3.4 Informações pessoais...9 3.5 Minhas notas

Leia mais

FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM SERVIÇO E A DISTÂNCIA: O CASO VEREDAS BRANCO,

FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM SERVIÇO E A DISTÂNCIA: O CASO VEREDAS BRANCO, FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM SERVIÇO E A DISTÂNCIA: O CASO VEREDAS BRANCO, Juliana Cordeiro Soares Branco CEFET MG Juliana.b@ig.com.br OLIVEIRA, Maria Rita Neto Sales CEFET MG mariarita2@dppg.cefetmg.br

Leia mais

Duvidas administrativas dos cursos da EAD Metodista:

Duvidas administrativas dos cursos da EAD Metodista: Duvidas administrativas dos cursos da EAD Metodista: A metodista é credenciada pelo MEC para o oferecimento de cursos a distância? Sim. A Universidade Metodista de São Paulo recebeu o credenciamento do

Leia mais

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 Este tutorial não tem como finalidade esgotar todas as funcionalidades do Ambiente, ele aborda de forma prática

Leia mais

Unidade 4: Contextualização de Objetos de Aprendizagem

Unidade 4: Contextualização de Objetos de Aprendizagem Coordenação: Juliana Cristina Braga Autoria: Rita Ponchio Você aprendeu na unidade anterior a importância da adoção de uma metodologia para a construção de OA., e também uma descrição geral da metodologia

Leia mais

INTRODUÇÃO. Palavras-chave: Alfabetização, EJA, Inclusão, Facebook.

INTRODUÇÃO. Palavras-chave: Alfabetização, EJA, Inclusão, Facebook. A INCLUSÃO DIGITAL E O FACEBOOK NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS EJA: UMA EXPERIÊNCIA VIVENCIADA NA ESCOLA MUNICIPAL FRANCISCO JOSÉ DE SANTANA POMBAL PB Autor (1) Amélia Maria

Leia mais

Sistema de Gestão de Aulas

Sistema de Gestão de Aulas Sistema de Gestão de Aulas criando cultura para o Ensino a Distância e melhorando o processo ensino-aprendizagem pela internet RICARDO CREPALDE* RESUMO O objetivo deste artigo é apresentar a experiência

Leia mais

Formação de professores para o uso das TIC: um estudo de caso sobre os cursos presenciais de Letras no Vale do Paraíba

Formação de professores para o uso das TIC: um estudo de caso sobre os cursos presenciais de Letras no Vale do Paraíba 1 Formação de professores para o uso das TIC: um estudo de caso sobre os cursos presenciais de Letras no Vale do Paraíba Sílvia Helena Santos Vasconcellos 1 Resumo O presente artigo apresenta os resultados

Leia mais

MANUAL DO ALUNO EM DISCIPLINAS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA

MANUAL DO ALUNO EM DISCIPLINAS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA MANUAL DO ALUNO EM DISCIPLINAS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA ORIENTAÇÕES PARA OS ESTUDOS EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Caro (a) Acadêmico (a), Seja bem-vindo (a) às disciplinas ofertadas na modalidade a distância.

Leia mais

A INTERNET COMO RECURSO PEDAGÓGICO DO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

A INTERNET COMO RECURSO PEDAGÓGICO DO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS A INTERNET COMO RECURSO PEDAGÓGICO DO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Jacqueline Liedja Araujo Silva Carvalho Universidade Federal de Campina Grande (UFCG CCTA Pombal) jliedja@hotmail.com

Leia mais

ESPELHO DE EMENDAS DE INCLUSÃO DE META

ESPELHO DE EMENDAS DE INCLUSÃO DE META COMISSÃO MISTA DE PLANOS, ORÇAMENTOS E FISCALIZ S AO PLN 0002 / 2007 - LDO Página: 489 de 2393 ESPELHO DE S DE INCLUSÃO DE META AUTOR DA 24760001 0461 Promoção da Pesquisa e do Desenvolvimento Científico

Leia mais

ANÁLISE DE SITES EDUCACIONAIS PELO PROFESSOR E PELO ALUNO

ANÁLISE DE SITES EDUCACIONAIS PELO PROFESSOR E PELO ALUNO Análise do professor: Parâmetros para avaliação Ao navegar por Web sites é importante observar alguns tópicos para determinar se um site é bom ou não. Navegação, design, conteúdo, velocidade de acesso,

Leia mais

2.2.5. Questionário a ser Respondido Pelos Estudantes em EaD.

2.2.5. Questionário a ser Respondido Pelos Estudantes em EaD. 2.2.5. Questionário a ser Respondido Pelos Estudantes em EaD. Este questionário é um instrumento de coleta de informações para a realização da auto avaliação da UFG que tem como objetivo conhecer a opinião

Leia mais

O Crescimento da Educação a Distância nas Universidades do Brasil

O Crescimento da Educação a Distância nas Universidades do Brasil O Crescimento da Educação a Distância nas Universidades do Brasil SALVADOR, Larissa de Souza QUEIROZ, Letícia Maria Silva CAMARGO, Thania de Azevedo Resumo: O Brasil tem demonstrado nos últimos anos forte

Leia mais

1. Capacitação Docente em Informática na Educação

1. Capacitação Docente em Informática na Educação DO EDITOR DE TEXTOS A PLATAFORMA MOODLE: UM PROJETO PILOTO INOVADOR DE CAPACITAÇÃO DOCENTE CONSTRUCIONISTA EM UMA ESCOLA DA REDE MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE Maira Teresinha Lopes Penteado 1 Maria Beatriz

Leia mais

Manual de Utilização Moodle

Manual de Utilização Moodle Manual de Utilização Moodle Perfil Professor Apresentação Esse manual, baseado na documentação oficial do Moodle foi elaborado pela Coordenação de Tecnologia de Informação CTI do câmpus e tem como objetivo

Leia mais

Sistema de Gestão de Recursos de Aprendizagem

Sistema de Gestão de Recursos de Aprendizagem Sistema de Gestão de Recursos de Aprendizagem Ambiente Virtual de Aprendizagem (Moodle) - - Atualizado em 29/07/20 ÍNDICE DE FIGURAS Figura Página de acesso ao SIGRA... 7 Figura 2 Portal de Cursos... 8

Leia mais

SEMI-PRESENCIALIDADE NO ENSINO SUPERIOR: ALGUNS RESULTADOS DESSA MODALIDADE NA FGF

SEMI-PRESENCIALIDADE NO ENSINO SUPERIOR: ALGUNS RESULTADOS DESSA MODALIDADE NA FGF 1 SEMI-PRESENCIALIDADE NO ENSINO SUPERIOR: ALGUNS RESULTADOS DESSA MODALIDADE NA FGF Fortaleza CE Junho/2009 Karla Angélica Silva do Nascimento - Faculdade Integrada da Grande Fortaleza karla@fgf.edu.br

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL BANDEIRANTES MANUAL DO ALUNO

CENTRO EDUCACIONAL BANDEIRANTES MANUAL DO ALUNO CENTRO EDUCACIONAL BANDEIRANTES MANUAL DO ALUNO 1 SUMÁRIO INFORMAÇÕES GERAIS 03 QUEM PODE FAZER O CURSO DE EJA A DISTÂNCIA 04 MATRÍCULA 04 COMO FUNCIONA 05 CALENDÁRIO DOS CURSOS 06 AVALIAÇÃO E CRITÉRIOS

Leia mais

BLOG: A CONSTRUÇÃO DE UM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM

BLOG: A CONSTRUÇÃO DE UM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM BLOG: A CONSTRUÇÃO DE UM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Suzana Aparecida Portes FC UNESP- Bauru/SP E-mail: suzanaapportes@gmail.com Profa. Dra. Thaís Cristina Rodrigues Tezani FC UNESP- Bauru/SP E-mail:

Leia mais

Projeto de Design Instrucional

Projeto de Design Instrucional Projeto de Design Instrucional Curso: Educação Financeira Modalidade: EaD on-line o que é Design Instrucional? A ação institucional e sistemática de ensino, que envolve o planejamento, o desenvolvimento

Leia mais

O Funcionamento dos Cursos... 02 Geração de Login e Senha... 03 Guia de Percurso... 05 Manual Acadêmico... 06 Ambiente Virtual de Aprendizagem...

O Funcionamento dos Cursos... 02 Geração de Login e Senha... 03 Guia de Percurso... 05 Manual Acadêmico... 06 Ambiente Virtual de Aprendizagem... O Funcionamento dos Cursos... 02 Geração de Login e Senha... 03 Guia de Percurso... 05 Manual Acadêmico... 06 Ambiente Virtual de Aprendizagem... 08 Edição do Perfil... 10 Ambiente Colaborar... 11 Iniciando

Leia mais

TUTOR EM EAD. Quem é? - Tutor/Educador. Educação à Distância - Profissional que acompanha o aluno nas aulas virtuais.

TUTOR EM EAD. Quem é? - Tutor/Educador. Educação à Distância - Profissional que acompanha o aluno nas aulas virtuais. TUTOR EM EAD Quem é? - Tutor/Educador - Competência em Educação à Distância - Profissional que acompanha o aluno nas aulas virtuais. SURGIMENTO Com a implantação da EAD surgiu a necessidade de um educador/tutor

Leia mais

Guia do Aluno - Disciplinas On-line (DOL)

Guia do Aluno - Disciplinas On-line (DOL) GUIA DO ALUNO Seja bem-vindo(a) às disciplinas On-line (DOL) dos cursos de gradução do Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU) e das Faculdades Maurício de Nassau! Agora que você já está matriculado(a)

Leia mais

PROPOSTA DE UM MODELO DE SISTEMA HIPERMÍDIA PARA APRESENTAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

PROPOSTA DE UM MODELO DE SISTEMA HIPERMÍDIA PARA APRESENTAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO PROPOSTA DE UM MODELO DE SISTEMA HIPERMÍDIA PARA APRESENTAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Fabiana Pacheco Lopes 1 1 Universidade Presidente Antônio Carlos (UNIPAC) fabipl_21@yahoo.com.br Resumo.Este

Leia mais

O ENSINO DE ESPANHOL COMO LE COM OS RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS NA PLATAFORMA MOODLE*

O ENSINO DE ESPANHOL COMO LE COM OS RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS NA PLATAFORMA MOODLE* 1 O ENSINO DE ESPANHOL COMO LE COM OS RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS NA PLATAFORMA MOODLE* Resumo Este trabalho se propõe a analisar o curso de extensão universitária CESB (Curso de Espanhol Básico) para

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA MUDANÇA DE CULTURA DAS PESSOAS COMO UM DOS FATORES DE SUCESSO DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

A IMPORTÂNCIA DA MUDANÇA DE CULTURA DAS PESSOAS COMO UM DOS FATORES DE SUCESSO DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA A IMPORTÂNCIA DA MUDANÇA DE CULTURA DAS PESSOAS COMO UM DOS FATORES DE SUCESSO DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Elisa Maçãs IDÉIAS & SOLUÇÕES Educacionais e Culturais Ltda www.ideiasesolucoes.com 1

Leia mais

Manual do Participante do Curso de Gestão da Assistência Farmacêutica - EaD

Manual do Participante do Curso de Gestão da Assistência Farmacêutica - EaD Capacitação - HÓRUS Manual do Participante do Curso de Gestão da Assistência Farmacêutica - EaD SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 INFORMAÇÕES SOBRE O CURSO... 3 2.1 Objetivos do curso... 3 2.2 Recursos de Aprendizagem...

Leia mais

O PAPEL DO PLANEJAMENTO PEDAGÓGICO NO DESIGN INSTRUCIONAL DE UM CURSO A DISTÂNCIA

O PAPEL DO PLANEJAMENTO PEDAGÓGICO NO DESIGN INSTRUCIONAL DE UM CURSO A DISTÂNCIA 1 O PAPEL DO PLANEJAMENTO PEDAGÓGICO NO DESIGN INSTRUCIONAL DE UM CURSO A DISTÂNCIA Adriana Clementino - SENAC-SP / FIPEN / UniABC-FUNADESP São Paulo 05/2012 Categoria: C Métodos e Tecnologias Setor Educacional:

Leia mais

RELATO DE EXPERIÊNCIA DISCIPLINA LÍNGUA INGLESA

RELATO DE EXPERIÊNCIA DISCIPLINA LÍNGUA INGLESA Instituição/Escola: Centro Estadual de Educação Básica Para Jovens e Adultos de Toledo Nome do Autor: Jaqueline Bonetti Rubini Coautor: Nilton Sérgio Rech E-mail para contato: jaquelinebonetti@hotmail.com

Leia mais

A apropriação das Tecnologias Digitais pelos acadêmicos de licenciatura em Matemática da Universidade Estadual de Goiás (UEG-Anápolis)

A apropriação das Tecnologias Digitais pelos acadêmicos de licenciatura em Matemática da Universidade Estadual de Goiás (UEG-Anápolis) A apropriação das Tecnologias Digitais pelos acadêmicos de licenciatura em Matemática da Universidade Estadual de Goiás (UEG-Anápolis) Moema Gomes Moraes Universidade Estadual de Goiás (UEG)/ CEPAE-UFG

Leia mais

A narrativa como instrumento de interação na modalidade de EAD

A narrativa como instrumento de interação na modalidade de EAD A narrativa como instrumento de interação na modalidade de EAD Neusa Teresinha Bohnen (UNITINS) 1. Considerações iniciais Aprender uma Língua Estrangeira (LE) assume um caráter mais importante em tempos

Leia mais

Guia Prático. Sistema EAD PRO-CREA

Guia Prático. Sistema EAD PRO-CREA Guia Prático Sistema EAD PRO-CREA Educação a Distância (EAD) Conheça a seguir algumas dicas de Netiqueta para uma convivência sociável e boas maneiras na web. Sugerimos fazer um teste para saber como você

Leia mais

PORTAL EDUCACIONAL CLICKIDEIA. Ensino Fundamental (séries finais)

PORTAL EDUCACIONAL CLICKIDEIA. Ensino Fundamental (séries finais) PORTAL EDUCACIONAL CLICKIDEIA Ensino Fundamental (séries finais) O Clickideia é um portal educacional (www.clickideia.com.br), desenvolvido com o apoio do CNPq e da UNICAMP, que apresenta conteúdos didáticos

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Guia de Estudos Metodologias Jovem de Futuro

Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Guia de Estudos Metodologias Jovem de Futuro Guia de Estudos Metodologias Jovem de Futuro Precisamos reinventar a forma de ensinar e aprender, presencial e virtualmente, diante de tantas mudanças na sociedade e no mundo do trabalho. Os modelos tradicionais

Leia mais

USO DOS RECURSOS EDUCACIONAIS BASEADOS EM MÍDIAS INTERATIVAS INTEGRADAS ONLINE (RE-MIIO) NA GEOGRAFIA

USO DOS RECURSOS EDUCACIONAIS BASEADOS EM MÍDIAS INTERATIVAS INTEGRADAS ONLINE (RE-MIIO) NA GEOGRAFIA USO DOS RECURSOS EDUCACIONAIS BASEADOS EM MÍDIAS INTERATIVAS INTEGRADAS ONLINE (RE-MIIO) NA GEOGRAFIA BEATRIZ RENEIS LUIS¹, FELIPE DE PAULA RUI² e LUCIENE APARECIDA GOUVÊA NOGUEIRA³ biareneis@gmail.com,

Leia mais

Documento de Visão. O sistema atual se baseia no método padrão de ensino, onde a presença física dos alunos é essencial para um bom aprendizado.

Documento de Visão. O sistema atual se baseia no método padrão de ensino, onde a presença física dos alunos é essencial para um bom aprendizado. UFF Universidade Federal Fluminense Instituto de Computação Engenharia de Software II Professora: Bianca Zadrozny 1º Trabalho Prático: Documento de Visão Alunos: Diego Soares, Felipe Maia e Leandro Feijó.

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DELIBERAÇÃO Nº 010 /03 Dispõe sobre as condições para oferta de disciplinas à distância nos cursos presenciais da UERJ. O CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, no uso da competência que lhe

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ - UFC FACULDADE DE MEDICINA - FAMED NÚCLEO DE TECNOLOGIAS E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EM SAÚDE NUTEDS/FAMED/UFC

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ - UFC FACULDADE DE MEDICINA - FAMED NÚCLEO DE TECNOLOGIAS E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EM SAÚDE NUTEDS/FAMED/UFC UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ - UFC FACULDADE DE MEDICINA - FAMED NÚCLEO DE TECNOLOGIAS E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EM SAÚDE NUTEDS/FAMED/UFC CHAMADA PÚBLICA PARA CURSO DE FORMAÇÃO DE TUTORES PARA EaD ONLINE

Leia mais

Curso de Formação Pedagógica para Docentes da FEI. Coordenação Prof. Dr. Marcos T. Masetto

Curso de Formação Pedagógica para Docentes da FEI. Coordenação Prof. Dr. Marcos T. Masetto Curso de Formação Pedagógica para Docentes da FEI Coordenação Prof. Dr. Marcos T. Masetto 1 Curso de Formação Pedagógica para Docentes da FEI Professor Doutor Marcos T. Masetto Objetivos Desenvolver competências

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE EDUCATIVO PARA O PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO SOFTWARE DEVELOPMENT FOR EDUCATIONAL PROCESS OF LITERACY

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE EDUCATIVO PARA O PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO SOFTWARE DEVELOPMENT FOR EDUCATIONAL PROCESS OF LITERACY DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE EDUCATIVO PARA O PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO SOFTWARE DEVELOPMENT FOR EDUCATIONAL PROCESS OF LITERACY Daiyane Akemi Morimoto- Graduanda em Pedagogia- Unisalesiano de Linsday_akemi@hotmail,com

Leia mais

Guia de Ambientação Março/2011

Guia de Ambientação Março/2011 Guia de Ambientação Março/2011 APRESENTAÇÃO Caro cursista, Bem vindo ao Guia de Ambientação. Este documento é dirigido a você, participante. Com ele, você conhecerá como está estruturada a interface de

Leia mais

mbiente Virtua de Aprendizagem

mbiente Virtua de Aprendizagem mbiente Virtua de Aprendizagem Apresentação Este é o Ambiente Virtual de Aprendizagem - o AVA da Unisuam Online. É nosso desejo que a UNISUAM lhe proporcione uma qualificação acadêmica condizente com suas

Leia mais

VESTIBULAR ELETRÔNICO POR MEIO DA PLATAFORMA BLACKBOARD: A EXPERIÊNCIA DO IESB TCA3007

VESTIBULAR ELETRÔNICO POR MEIO DA PLATAFORMA BLACKBOARD: A EXPERIÊNCIA DO IESB TCA3007 VESTIBULAR ELETRÔNICO POR MEIO DA PLATAFORMA BLACKBOARD: A EXPERIÊNCIA DO IESB TCA3007 02/2006 Pedro Chaves Braga IESB pbraga@iesb.br Kleiton Godoi IESB godoi@iesb.br André Garbulha IESB andreg@iesb.br

Leia mais

Curso de Imposto de Renda da Pessoa Jurídica e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido. Manual do Aluno

Curso de Imposto de Renda da Pessoa Jurídica e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido. Manual do Aluno Curso de Imposto de Renda da Pessoa Jurídica e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido Manual do Aluno Março 2009 Mensagem de boas-vindas! Caro cursista! Seja bem-vindo ao curso de Formação de Tutores.

Leia mais

Educação a Distância: Limites e Possibilidades

Educação a Distância: Limites e Possibilidades Educação a Distância: Limites e Possibilidades Bernardo de Azevedo Ramos Brillian Aquino Fernandes Lucas Fernandes Barbosa Rafael Castro e Abrantes RESUMO: O trabalho tem como meta avaliar a Educação a

Leia mais

SOFTWARES LIVRES: UMA REDE PARA O ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA NA REGIÃO CARBONÍFERA

SOFTWARES LIVRES: UMA REDE PARA O ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA NA REGIÃO CARBONÍFERA SOFTWARES LIVRES: UMA REDE PARA O ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA NA REGIÃO CARBONÍFERA Ms. Jeferson Fernando de Souza Wolff RESUMO O computador, como ferramenta pedagógica para ensino e aprendizagem

Leia mais

Educação a Distância: uma alternativa para a UFBA? Introdução

Educação a Distância: uma alternativa para a UFBA? Introdução Educação a Distância: uma alternativa para a UFBA? Nicia Cristina Rocha Riccio nicia@ufba.br Introdução Com o advento das tecnologias de informação e comunicação (TICs) a Educação a Distância (EAD) ganha

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL LUIZ SOARES ANDRADE PLANO DE AÇÃO 2015

ESCOLA ESTADUAL LUIZ SOARES ANDRADE PLANO DE AÇÃO 2015 ESCOLA ESTADUAL LUIZ SOARES ANDRADE PLANO DE AÇÃO 2015 NOVA ANDRADINA MS MARÇO DE 2015 ESCOLA ESTADUAL LUIZ SOARES ANDRADE PLANO DE AÇÃO 2015 Plano de ação a ser desenvolvido no ano letivo de 2015, pelo

Leia mais

Guia do aluno Informações Básicas

Guia do aluno Informações Básicas Guia do aluno Informações Básicas Pensando no processo de aproximação entre você e as tecnologias digitais que assegurarão um bom desempenho, criamos este guia com dicas para que você saiba como começar

Leia mais

A Prática Educativa na EAD

A Prática Educativa na EAD A Prática Educativa na EAD A Prática Educativa na EAD Experiências na tutoria em EAD Disciplina de Informática Educativa do curso de Pedagogia da Ufal nos pólos de Xingó, Viçosa e São José da Laje (2002-2004).

Leia mais

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos

Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Empresas descobrem a importância da educação no trabalho e abrem as portas para pedagogos Já passou a época em que o pedagogo ocupava-se somente da educação infantil. A pedagogia hoje dispõe de uma vasta

Leia mais

MANUAL DO ALUNO GRADUAÇÃO MODALIDADE SEMIPRESENCIAL

MANUAL DO ALUNO GRADUAÇÃO MODALIDADE SEMIPRESENCIAL MANUAL DO ALUNO GRADUAÇÃO MODALIDADE SEMIPRESENCIAL Prezado(a) aluno(a); Este material que você está começando a ler trata-se do manual do aluno, referente às disciplinas que serão ministradas através

Leia mais

Manual do. Aluno. Brasília Empreendimentos Educacionais

Manual do. Aluno. Brasília Empreendimentos Educacionais Brasília Empreendimentos Educacionais 3 Apresentação 4 A BEE 5 A Educação a Distância EaD 6 O curso 7 O Ambiente Virtual de Aprendizagem AVA 10 Como estudar na modalidade a distância 2 Apresentação Este

Leia mais

FERRAMENTAS DE AVALIAÇÃO PARA AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM

FERRAMENTAS DE AVALIAÇÃO PARA AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM FERRAMENTAS DE AVALIAÇÃO PARA AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM Ronei Ximenes Martins (Trabalho apresentado no II Colóquio Regional EAD Edição Internacional Outubro/2010 Juiz de Fora/MG) Introdução Um

Leia mais

Guia de Acesso Rápido AVA Ambiente Virtual de Aprendizagem Aluno

Guia de Acesso Rápido AVA Ambiente Virtual de Aprendizagem Aluno Guia de Acesso Rápido AVA Ambiente Virtual de Aprendizagem Aluno Introdução O Ambiente de Aprendizagem, ou AVA, é um aplicativo web onde os educadores e alunos podem disponibilizar materiais didáticos,

Leia mais

Videoaula@RNP: Política de uso do serviço. DAGSer Diretoria Adjunta de Gestão de Serviços

Videoaula@RNP: Política de uso do serviço. DAGSer Diretoria Adjunta de Gestão de Serviços Videoaula@RNP: Política de uso do serviço DAGSer Diretoria Adjunta de Gestão de Serviços Sumário 1. Apresentação...3 2. Definições...3 3. Público alvo...4 4. Credenciamento...4 5. Requisitos...4 6. Termo

Leia mais

Autor Equipe do moodlebrasil.net Copyright Creative Commons Edição Setembro 2008. Guia do Aluno Online. Abril 2008 2

Autor Equipe do moodlebrasil.net Copyright Creative Commons Edição Setembro 2008. Guia do Aluno Online. Abril 2008 2 Guia do aluno Título Autor Equipe do moodlebrasil.net Copyright Creative Commons Edição Setembro 2008 Abril 2008 2 Índice 1. Introdução... 4 2. Metodologia... 4 3. Aulas online... 5 4. A avaliação... 5

Leia mais

O MUNDO MUDOU. #fato

O MUNDO MUDOU. #fato DO GIZ AO BYTE O MUNDO MUDOU #fato Sociedade da Informação Informação como recurso estratégico Uso intensivo das TIC Interação digital Diversas formas de fazer as mesmas, ou novas coisas Qual é a sua?

Leia mais

O PAPEL DO TUTOR A DISTÂNCIA NO ENSINO DE INFORMÁTICA: A EXPERIÊNCIA DO CURSO DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET UAB/IFSUL

O PAPEL DO TUTOR A DISTÂNCIA NO ENSINO DE INFORMÁTICA: A EXPERIÊNCIA DO CURSO DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET UAB/IFSUL O PAPEL DO TUTOR A DISTÂNCIA NO ENSINO DE INFORMÁTICA: A EXPERIÊNCIA DO CURSO DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET UAB/IFSUL Pelotas RS Maio 2010 Letícia Marques Vargas IFSul le.mvargas@gmail.com Gabriela

Leia mais

Pedagogia. Objetivos deste tema. 3 Sub-temas compõem a aula. Tecnologias da informação e mídias digitais na educação. Prof. Marcos Munhoz da Costa

Pedagogia. Objetivos deste tema. 3 Sub-temas compõem a aula. Tecnologias da informação e mídias digitais na educação. Prof. Marcos Munhoz da Costa Pedagogia Prof. Marcos Munhoz da Costa Tecnologias da informação e mídias digitais na educação Objetivos deste tema Refletir sobre as mudanças de experiências do corpo com o advento das novas tecnologias;

Leia mais