Agrupamento de Escolas de Campia. Plano Anual de Atividades

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Agrupamento de Escolas de Campia. Plano Anual de Atividades"

Transcrição

1 Agrupamento de Escolas de Campia Plano Anual de Atividades 1

2 Sê todo em cada coisa. Põe quanto és No mínimo que fazes. Ricardo Reis 2

3 ÍNDICE INTRODUÇÃO 5 MISSÃO E VALORES DO PROJETO EDUCATIVO 7 ÁREAS PRIORITÁRIAS 8 DEPARTAMENTOS 9 DEPARTAMENTO DA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR 10 DEPARTAMENTO DO 1º CEB 15 DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS 24 DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS 25 DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS 30 DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES 34 PESSOAL NÃO DOCENTE 40 BIBLIOTECA ESCOLAR 41 AO LONGO DO ANO 42 1º PERÍODO 47 2º PERÍODO 48 3º PERÍODO 49 PROJETOS 50 PES - PROJETO EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE 51 PROJETO TESTES INTERMÉDIOS 56 DESPORTO ESCOLAR 57 3

4 PROJETO ECO-ESCOLAS (Projeto integrado no CNAPA) 60 CLUBES 62 CLUBE DA NATUREZA E DO PATRIMÓNIO 63 CLUBE DE MÚSICA 65 CLUBE DE ARTES 66 CLUBE EWW.COMUNICATION.CLUB 67 CLUBE 70 ATIVIDADES TRANSVERSAIS 71 DIVULGAÇÃO E ACOMPANHAMENTO 74 AVALIAÇÃO DO PAA 75 DISPOSIÇÕES FINAIS 77 ANEXOS 78 RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DE ATIVIDADE REALIZADA 79 RELATÓRIO DE ATIVIDADE NÃO REALIZADA 82 RELATÓRIO TRIMESTRAL DE ATIVIDADES DOS CLUBES 83 4

5 INTRODUÇÃO O Plano Anual de Atividades (PAA) constitui um dos instrumentos de autonomia, previstos na alínea c) do n.º 1 do artigo 9.º do Decreto-Lei n.º 75/2008, de 22 de Abril, que aprova o novo regime de autonomia, administração e gestão dos estabelecimentos públicos da educação pré-escolar e dos ensinos básico e secundário. Os Planos Anual e Plurianual de Atividades assumem-se como documentos de planeamento, que definem, em função do projeto educativo, os objetivos, as formas de organização e de programação das atividades e que procedem à identificação dos recursos necessários à sua execução. Assim, enquanto o Plano Anual de Atividades se insere numa perspetiva de curto prazo, que coincide com o ano letivo, o Plano Plurianual de Atividades tem um horizonte de médio prazo, em alinhamento com o Projeto Educativo. O Plano Anual de Atividades (PAA) assume-se, assim, como um dos mais importantes instrumentos de gestão e autonomia da escola, interagindo com o Projeto Educativo (PE), no qual inspira os seus princípios, valores, metas e estratégias segundo os quais a escola se propõe cumprir a sua função educativa; o Regulamento Interno (RI), em termos de organização e funcionamento de todos os órgãos, estruturas e serviços, bem como em relação aos direitos e deveres dos membros da comunidade escolar; e com o Orçamento, em termos de afetação dos recursos financeiros disponíveis, provenientes quer do Orçamento do Estado, quer das receitas próprias geradas pela Escola. Este documento contou com o contributo de todas as estruturas da Escola e foi inspirado na missão da escola: Proporcionar um ambiente que promova o sucesso escolar, profissional e o crescimento pessoal de todos os intervenientes, constante do Projeto Educativo, e foi orientada pelos princípios preconizados naquele documento estratégico: qualidade, avaliação e práticas sustentadas, cultura de aprendizagem, colegialidade e responsabilidade partilhada e desenvolvimento e aprofundamento humano. Como corpo principal deste documento, surge-nos a identificação das atividades apresentadas sob a forma de tabela, evidenciando a sua interação com as 5

6 áreas prioritárias preconizadas no Projeto Educativo, o que permitirá reforçar o seu alinhamento com esse documento orientador da ação educativa. Este documento foi aprovado em Reunião do Conselho Geral realizada em XXX de Qualquer atividade proposta em data posterior considera-se aprovada por este Conselho, desde que sejam satisfeitas, cumulativamente, as seguintes condições: A atividade é dinamizada por uma entidade externa ao Agrupamento e a sua divulgação é posterior à data de aprovação do PAA; Depois de submetida à análise do Conselho Pedagógico, é emitido parecer favorável à sua realização. O Presidente do Conselho Geral 6

7 MISSÃO E VALORES DO PROJETO EDUCATIVO MISSÃO: Proporcionar um ambiente que promova o sucesso escolar, profissional e o crescimento pessoal de todos os intervenientes. Uma parte significativa do trabalho desenvolvido na escola é dedicada à transformação das crianças e jovens em adultos responsáveis. Sabemos, no entanto, que isto só pode ser alcançado trabalhando em parceria com os próprios alunos e com os seus pais/encarregados de educação. VALORES: No Agrupamento de Escolas de Campia, existem três elementos chave que devem ser sempre respeitados: O primeiro é o RESPEITO: respeito por nós próprios, pelos outros e pelo sistema educativo: professores, funcionários e outros responsáveis, pela escola, pelo trabalho que nela se desenvolve, pelas instalações escolares e respetivo equipamento e, ainda, pela propriedade alheia. O segundo elemento é a RESPONSABILIDADE. Cada indivíduo deve assumir a responsabilidade pelo que faz e, também, pelo que não faz. Assim, cada aluno é responsável pelo seu crescimento e desenvolvimento pessoal. O terceiro elemento é a PERSISTÊNCIA no trabalho e na vontade de aprender. Acreditamos que um ambiente educacional favorável é um direito de cada aluno e que todos os comportamentos, quer sejam bons ou maus, têm consequências. Interferir com o direito de aprender dos outros não é tolerável e terá consequências disciplinares. Os pais são os primeiros educadores dos seus filhos; neste âmbito propomo-nos trabalhar com as famílias para que possam ser alcançados os melhores resultados possíveis no sentido de proporcionar aos nossos alunos a sua transformação em cidadãos bem preparados para uma vida de oportunidades e desafios. 7

8 ÁREAS PRIORITÁRIAS Numa decisão participada entende-se que as áreas prioritárias a desenvolver serão as seguintes: 1) CIDADANIA a) Ambiente b) Solidariedade c) Direito à diferença 2) EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE 3) PROMOÇÃO DO CONHECIMENTO CIENTÍFICO E CULTURAL Estas aparecem referenciadas, ao longo do documento, com a numeração que as antecede. 8

9 DEPARTAMENTOS 9

10 DEPARTAMENTO DA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Plano Ler + (PNL) Atividades Conteúdos Competências Intervenientes Projeto Leitura em Vai e Vem Projeto Mochila de Recursos Articulação ente Jardins de Infância/Salas e/ou entre ciclos, nomeadamente com o 1º ciclo: Dia da Música; Dia da alimentação; Magusto; Festa de Natal; Cantar os reis; Carnaval; Caça ao ovo; Festa de final de Ano. Participação na Feira do Livro de Vouzela Linguagem oral e abordagem à escrita Formação pessoal e social Saberes culturais e sociais Desenvolver o gosto pela leitura, promovendo a utilização/intercâmbio com a RBE. Promover hábitos de leitura na escola e em interacção com a família. Promover hábitos de leitura na família. Estimular o contacto com livros. Elevar os níveis de literacia. Promover a articulação entre salas e/ou JIs de Infância, ciclos e famílias. Promover o contacto e o gosto pelo livro. Promover o trabalho coletivo e colaborativo entre jardins de infância. Alunos, docentes da Educação pré-escolar e não docentes Família Docentes do 1º CEB e Jis, Alunos, pessoal não docente, enc. de educ. e outros familiares. Docentes da Educação pré-escolar, não docentes e Alunos Áreas Prioritárias Promoção do conhecimento científico-cultural Todas as áreas Todas as áreas Calendarização Anual Anual A agendar pela autarquia 10

11 Projeto: Um passo pelo ambiente Atividades Conteúdos Competências Intervenientes Áreas Prioritárias Calendarização Vamos limpar a nossa aldeia e afixar cartazes nos sítios mais poluídos; Recolha e mostra fotográfica de diferentes espécies de flora e fauna locais; Visitas ao meio: - Observar a natureza e interagir com a mesma; - Conhecer a fauna e flora locais; - Recolha de elementos da natureza; - Moinhos; - Lagar de Vinho; Conhecimento do Mundo: contacto com o meio envolvente Saberes sobre o Mundo Sensibilizar as crianças para a proteção do meio próximo, possibilitando-lhe observar, levantar questões, experimentar situações, fomentando a curiosidade e a atitude crítica; Proporcionar cenários explicativos do meio próximo para compreender situações mais distantes; Aproveitar o meio próximo, como fonte de aprendizagens: reconhecer, identificar e saber a utilidade da natureza envolvente; Reconhecer a natureza como maior riqueza do planeta; Incutir um comportamento amigo do ambiente; Sensibilizar a comunidade para a preservação do ambiente; Preservar e divulgar a memória e os saberesfazeres locais; Docentes da Educação préescolar, não docentes e Alunos Todas as áreas Anual 11

12 Projeto: Um passo pelo ambiente Projeto: Um passo pelo ambiente Atividades Conteúdos Competências Intervenientes Áreas Prioritárias Calendarização - Destilaria de aguardente; - Ciclo do mel; - Ciclo do linho; - Ciclo do pão; - Ciclo do leite; - Ciclo da água. Elaboração de uma história sobre a temática e fazer um livro. Criar materiais alusivos à temática e fazer intercâmbio entre os jardins. Incentivar à separação seletiva dos resíduos sólidos domésticos. Participação em campanhas. Dia Mundial da Criança: Visita ao Museu marítimo de Ílhavo, ao Ecomuseu da marinha da Troncalhada, Aveiro extração do Sal e passeio de barco na Ria de Aveiro Visita de estudo ao Moinho de Chuva Saberes Culturais e Sociais Educação Ambiental Educação Estética e Artística Educação ambiental Educação ambiental Descoberta de inter-relações ambientais e sociais Oferecer às crianças a oportunidade de se relacionarem com novas experiências e aprendizagens: como viviam, como faziam os nossos avós. Conhecer as alfaias ou utensílios usados em cada atividade. Incutir nas crianças a importância do sentido de identidade e o sentido de lugar. Incutir cuidados a ter para a preservação do ambiente. Conhecer a importância da ação local na ação global. Manifestar preocupação com a conservação da natureza e respeito pelo ambiente. Desenvolver nos alunos/crianças, professores e comunidade, valores e atitudes de cidadania. Sensibilizar para a preservação e conservação da biodiversidade. Apreciar a faina e fauna marítimas; Constatar outras realidades/paisagens naturais; Compreender a origem e extração do elemento natural o sal; Vivenciar uma viagem marítima. Sensibilizar as crianças para a importância da reciclagem Política dos 5 Rs. Promover atitudes no sentido de preservar o meio ambiente. Docentes da Educação préescolar, não docentes e Alunos Docentes da Educação préescolar, não docentes e Alunos Autarquia Docentes da Educação préescolar, não docentes e Alunos Autarquia Promoção do conhecimento cientifico/cultural Cidadania: Ambiente Educação Cidadania Ambiente Promoção do conhecimento científico/cultural Educação Cidadania Ambiente Promoção do conhecimento científico/cultural Em datas a definir Final de Maio Novembro 12

13 Projeto: Um passo pelo ambiente Atividades Conteúdos Competências Intervenientes Áreas Prioritárias Calendarização Ação de formação para crianças/famílias no âmbito da educação ambiental Educação ambiental Estimular princípios éticos/ambientais em contexto escolar. Incentivar práticas ambientais coerentes e responsáveis. Aumentar a consciência das crianças para o que as rodeia. Estimular o gosto pelo ambiente natural e a biodiversidade. Autarquia Docentes da Educação préescolar, não docentes e Alunos Educação ambiental Cidadania Promoção do conhecimento científico/cultural Em data a definir Atividades de âmbito sócio-cultural: - Festa de Natal. - Cantar dos Reis. - Viver o Carnaval. - Viver a Páscoa. - Dia da Espiga. Saberes culturais e sociais Reconhecer tradições, usos e costumes. Reviver as tradições, mantendo-as vivas. Fomentar o convívio com a comunidade. Docentes da Educação préescolar, não docentes e Alunos Cidadania Promoção do conhecimento científico/cultural Ao longo do ano 13

14 Projeto: Um passo pelo ambiente Projeto: Um passo pelo ambiente Atividades Conteúdos Competências Intervenientes Áreas Prioritárias Calendarização - Visita ao parque natural e ao centro de interpretação ambiental. - Contribuir com alimentos e outros produtos para organizar um Bazar/ quermesse de todos os parceiros. - Partilhar as capacidades ao nível do desenho/pintura - Exibir os trabalhos de desenho/pintura produzidos. Educação ambiental Implementar o projeto Comenius. Sensibilizar para a preservação e conservação da biodiversidade. Manifestar preocupação com a conservação da natureza e respeito pelo ambiente. Desenvolver nos alunos/crianças, professores e comunidade, valores e atitudes de cidadania. Adquirir conhecimentos sobre cultura, tradição, história, usos e costumes locais. Fomentar a criatividade. Docentes da Educação pré-escolar, não docentes e Alunos Educação ambiental Cidadania Promoção do conhecimento científico/cultur al Datas definidas pelo projeto - Replantar espécies locais. - Oferecer rosas nas ruas numa ação de sensibilização contra a violência. - Publicar as fotos das atividades no site. Educação ambiental Implementar o projeto Comenius. Motivar os alunos para a preservação da natureza. Sensibilizar os alunos para problemas sociais. Divulgar o trabalho realizado. Docentes da Educação pré-escolar, não docentes e Alunos Educação ambiental Cidadania Promoção do conhecimento científico/cultur al Datas definidas pelo projeto 14

15 DEPARTAMENTO DO 1º CEB ATIVIDADES CONTEÚDOS ÁREAS PRIORITÁRIAS COMPETÊNCIAS INTERVENIENTES IA CALENDARIZAÇÃO Eu e o computador Apoiar os alunos na realização das suas aprendizagens. Construção de um cartaz e convite. Oficina de escrita Atividades de expressão e compreensão do oral Atividades de preparação para o discurso. Vamos experimentar. Realização de várias experiências, com partilha interturmas. Conteúdos trabalhados ao longo do ano nas diferentes áreas Expressão oral Compreensão oral Conteúdos relacionados com a área de Estudo do Meio. PROMOÇÃO DO CONHECIMENTO CIENTIFICO E CULTURAL PROMOÇÃO DO CONHECIMENTO CIENTIFICO/CULTURAL E CIÃO DO CONHECIMENTO DADANIA PROMOÇÃO DO CONHECIMENTO CIENTIFICO E CULTURAL/CIDADANIA Desenvolver competências TIC Aplicar estas competências em trabalhos desenvolvidos. Desenvolver a capacidade, de bem falar; Capacidade de se exprimir com correção e criatividade Saber ouvir; Saber discursar; Compreender o que ouve Sensibilizar os alunos para o descobrir, observar, discutir, analisar, prever, concluir e registar o que vivenciam. Alunos do 2º ano Dinamização e coordenação da professora, Alice Oliveira Alunos do 2º ano da EB de Campia Dinamização e coordenação da professora, Alice Oliveira Alunos do 1º CEB da EB de Campia Dinamização e coordenação das professoras Alice Oliveira, Eduarda Viegas e catarina Pinto. Ao longo do ano Ao longo do ano Ao longo do ano 15

16 ATIVIDADES CONTEÚDOS ÁREAS PRIORITÁRIAS COMPETÊNCIAS INTERVENIENTES IA CALENDARIZAÇÃO Comemoração do dia mundial da música Saber comer, saber viver Atividades relacionadas com a alimentação (Dia mundial da alimentação) Construção da roda e pirâmide dos alimentos Feira de produtos (EB1 Viladra) Saída ao meio; -Confecionar espetadas de fruta; (EB1Cambra/Mogueirães) Ação de sensibilização sobre a influência dos maus hábitos alimentares e do sedentarismo no aparecimento da diabetes tipo2. (dia 15) - Leitura de informação variada sobre o tema. -Elaboração de desdobrável alusivo ao tema, em articulação com docente de TIC - Realização de jogos sobre a temática. À descoberta dos outros e das instituições Passado local Alimentação saudável Alimentação equilibrada Vantagens de uma alimentação saudável Comportamentos alimentarem corretos e incorretos Comportamentos alimentares adequados Regras de higiene alimentar Comportamentos sociais positivos EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE/CIDADANIA Valorizar o património local Integrar no meio social e cultural Tomar contacto com o património cultural da sua freguesia Sensibilizar os alunos para hábitos de uma alimentação saudável. Reconhecer a importância de uma alimentação variada e equilibrada. Reconhecer a importância do consumo de leite par a formação dos ossos, crescimento e saúde em geral. Identificar e corrigir alguns erros alimentares Evitar erros alimentares. Conhecer e divulgar o património oral (pregões). Conhecer os produtos agrícolas locais. Conhecer e incentivar o consumo e cultivo de produtos biológicos. Efetuar cálculos e pesagens. Alunos, professores e assistentes operacionais das escolas: E. B. 1 de Cambra, Jardim de Infância de Cambra, diretora e executantes da Filarmónica Verdi Cambrense Alunos do 1º CEB da EBI de Campia Professores, Encarregados de Educação e outros Articulação com o projeto PES. Alunos, professores e assistentes operacionais da E.B.1 e Jardim de Infância de Viladra Alunos, professores e assistentes operacionais das escolas: E.B.1 de Cambra, E. B.1 de Mogueirães. Enfermeira do Centro de Saúde de Vouzela. 8 de outubro 14 a 16 de outubro 16

17 Magusto tradicional ATIVIDADES CONTEÚDOS ÁREAS PRIORITÁRIAS COMPETÊNCIAS INTERVENIENTES IA CALENDARIZAÇÃO Magusto tradicional (EB1 de Viladra) -Visita à capela de S. Martinho -Lanche partilhado; -Dramatização da Lenda de S. Martinho; Conteúdos das diferentes áreas curriculares (interdisciplinaridade) Saber respeitar e preservar as tradições e cultura popular Participar ativamente na vida do grupo Expressar-se e comunicar em pequeno e grande grupo Saber conviver e brincar com os outros Sensibilizar os alunos para a importância de preservar as tradições e cultura popular Dinamização e coordenação das professoras Alice Oliveira, Eduarda Viegas e catarina Pinto. Articulação com o préescolar Alunos, professores e assistentes operacionais das escolas: E. B.1 e Jardim de Infância de Viladra. Professora e Educadora da Escola e do Jardim de Infância de Outeiro 11 de novembro Campanha de Natal 2013/Ser solidário Elaboração, pelos alunos do 1ºCEB, de Cabazes solidários Solidariedade Voluntariado CIDADANIA/SOLIDARIEDADE Capacidade de despoletar para acções de cidadania que promovam atitudes práticas de solidariedade/ voluntariado. Desenvolver o espírito de solidariedade e partilha. Reconhecer a existência de famílias com várias carências Alunos, professores e assistentes operacionais das escolas: E. B.1 de Cambra e Jardim de Infância de Cambra. Alunos do 1º CEB Dinamização e coordenação das professoras Alice Oliveira, Eduarda Viegas e catarina Pinto, com a colaboração dos encarregados de educação e de outros elementos da comunidade educativa. dezembro 17

18 ATIVIDADES CONTEÚDOS ÁREAS PRIORITÁRIAS COMPETÊNCIAS INTERVENIENTES IA CALENDARIZAÇÃO Comemoração da época Natalícia Decoração das salas e colaboração nos espaços exteriores Participação na festa de Natal da escola Deslocação ao Cineteatro de Vouzela com o objetivo de visualizar um filme relacionado com o Natal. Pinturas faciais. Comemoração da Época Natalícia Tradições e costumes Solidariedade e Partilha CIDADANIA/SOLIDARIEDADE Promover as vivências das tradições natalícias Promover a participação dos alunos na decoração da escola Desenvolver o espírito criativo Identificar valores éticos de bondade, solidariedade, amizade e entreajuda. Desenvolver a dinâmica de grupo. Conhecer as suas raízes e reconhecer a importância da preservação de tradições Alunos e professores do 1º CEB de Campia, professores AECs, encarregados de educação e outros. Alunos, professores e assistentes operacionais das escolas: E. B.1 de Cambra, Mogueirães, Outeiro e Viladra e Jardins de Infância de Cambra e Alcofra. Encarregados de educação. Câmara Municipal de Vouzela. dezembro 18

19 ATIVIDADES CONTEÚDOS ÁREAS PRIORITÁRIAS COMPETÊNCIAS INTERVENIENTES IA CALENDARIZAÇÃO Cantar os reis Cantar os reis na comunidade próxima da escola (saída ao exterior) Saberes culturais e sociais Timbre, altura, ritmo Reconhecer a importância da música PROMOÇÃO DO CONHECIMENTO CIENTIFICO E CULTURAL/DIDADANIA Desenvolver um comportamento cooperativo em acções musicais, interpretar pequenos excertos musicais. Promover e avivar as tradições da região Alunos do 1º CEB de Campia, professores das AECs e outros. Alunos, professores e assistentes operacionais da E. B.1 e Jardim de Infância de Viladra e comunidade. janeiro Alunos, professores e assistentes operacionais das escolas: E. B.1 de Cambra, E.B.1 de Mogueirães Professores AEC Ação de sensibilização Escola Segura GNR (A atividade poderá realizar-se na Escola sede de Campia ou nas Instalações da Casa do Povo de Alcofra) A segurança rodoviária O Alcoolismo e drogas Equipa cinotécnica Sensibilizar os alunos para a prevenção rodoviária. -Desenvolver conceitos de segurança e prevenção. -Promover nos alunos atitudes e comportamentos assertivos, propiciadores de uma vida harmoniosa e saudável. Professores da Escola e Educadora do Jardim de Infância de Outeiro Alunos e professores das Escolas e Jardins de Infância de Outeiro e Viladra, Segura de Viseu 2º período em data a definir (aponta-se para o dia 31 de janeiro) 19

20 ATIVIDADES CONTEÚDOS ÁREAS PRIORITÁRIAS COMPETÊNCIAS INTERVENIENTES IA CALENDARIZAÇÃO Carnaval -Cortejo de carnaval Tema do desfile - o vento Participação no Redemat DIZ3 (entre escolas) Participação no Redemat DIZ3 (Aveiro) Tradições e costumes Saberes sociais Conteúdos lecionados ao longo do percurso escolar Jogos de estratégia PROMOÇÃO DO CONHECIMENTO CIENTÍFICO E CULTURAL PROMOÇÃO DO CONHECIMENTO CIENTIFICO E CULTURAL Conhecer e valorizar as tradições da terra Pesquisar tradições carnavalescas Desenvolver a imaginação criativa Promover a articulação entre ciclos. -Promover o convívio, amizade e alegria -Promover o convívio com a comunidade; Promover a conexão entre as novas tecnologias e o ensino da matemática Desenvolver o raciocínio lógico/matemático Promover a interdisciplinaridade Desenvolver o espírito de grupo Alunos, professores e assistentes operacionais da E.B.1 e Jardim de Infância de Viladra, Enc. de Educação e Comunidade em geral Semana de 24 a 28 de fevereiro Alunos, professores e assistentes operacionais das escolas: E. B. 1 de Cambra, E. B. 1 de Mogueirães, Jardim de Infância de Cambra, Câmara Municipal e com possível participação do Centro Social de Cambra, nas valências de Centro de Dia e Creche Alunos e professores da Escola e Jardim de Infância do Outeiro, assistentes operacionais, Encarregados de Educação e a comunidade local Alunos do 3º e 4º anos março Final do 3º período 20

21 ATIVIDADES CONTEÚDOS ÁREAS PRIORITÁRIAS COMPETÊNCIAS INTERVENIENTES IA CALENDARIZAÇÃO Visita de estudo à Fabrica de Ciência Viva em Aveiro Vamos piquenicar Visita de estudo ao Museu do Pão em Seia e ao Centro de Interpretação da Serra da Estrela Conteúdos lecionados ao longo do percurso escolar Conteúdos das diferentes áreas curriculares (interdisciplinaridade) O ciclo do pão - Seres vivos no seu ambiente natural PROMOÇÃO DO CONHECIMENTO CIENTIFICO E CULTURAL PROMOÇÃO DO CONHECIMENTO CIENTIFICO E CULTURAL PROMOÇÃO DO CONHECIMENTO CIENTIFICO E CULTURAL Consolidação de aprendizagens realizadas ao longo do ano no projeto Ciência a brincar e outros Desenvolver o espírito científico Promover o espírito de grupo e de convivência Sensibilizar para hábitos de vida saudável; Estimular o contacto com a natureza. Promover a educação ambiental e refletir sobre esta problemática. Sensibilizar as crianças para a importância da preservação do ambiente. Visualizar as etapas do ciclo do pão. Desenvolver a capacidade de comunicação e o sentido crítico, emitindo opiniões e considerando as dos colegas. Valorizar o património natural e o património etnográfico. Consolidar conteúdos lecionados. Alunos e professores do 1º CEB de Campia. Dinamização e coordenação das professoras do 1ºCEB da E.B. de Campia Possível articulação com o pré-escolar Alunos, professores e assistentes operacionais das escolas: E. B.1 de Cambra, Mogueirães, Outeiro e Viladra. Câmara Municipal de Vouzela. Sim (datas a definir) Março 21 de março 4 de abril 21

22 ATIVIDADES CONTEÚDOS ÁREAS PRIORITÁRIAS COMPETÊNCIAS INTERVENIENTES IA CALENDARIZAÇÃO Dia mundial da criança O circo vem à escola. Dia mundial do Ambiente/Dia da criança Visita à torre da localidade Realização de jogos tradicionais Conteúdos relacionados com as diferentes áreas Natureza e património histórico da localidade Jogos PROMOÇÃO DO CONHECIMENTO CIENTIFICO E CULTURAL Desenvolver a socialização Promover o convívio e a partilha Sensibilizar os alunos sobre a vida itinerante, onde as crianças estão incluídas Conhecer a importância das árvores na natureza. Reconhecer a importância da preservação da natureza. Conhecer o património histórico local. Reconhecer a importância da sua preservação. Reconhecer a importância do exercício físico para promoção de uma vida saudável Participar em jogos tradicionais. Conhecer os cuidados a ter durante a realização de um piquenique. Desenvolver a socialização Dinamização e coordenação das professoras do 1ºCEB da E.B. de Campia Possível articulação com as restantes escolas do exterior e ainda com o pré-escolar Alunos, professores e assistentes operacionais da E.B.1 e Jardim de Infância de Viladra 2 de Junho 5 de junho 22

23 ATIVIDADES CONTEÚDOS ÁREAS PRIORITÁRIAS COMPETÊNCIAS INTERVENIENTES IA CALENDARIZAÇÃO Festa de fim de ano (Espaço de lazer junto à Torre Medieval de Cambra): -Jogos tradicionais; -Pinturas faciais; -Escultura com balões (animais); -Piquenique; -Entrega de diplomas de final de ciclo. Saberes sociais/culturais PROMOÇÃO DO CONHECIMENTO CIENTIFICO E CULTURAL -Desenvolver o gosto por participar em atividades de carácter coletivo e de representação. - Promover o convívio entre todos os membros da comunidade educativa. Alunos, professores e assistentes operacionais das escolas: E. B. 1 de Cambra, E. B. 1 de Mogueirães e Jardim de Infância de Cambra Sim 13 de junho 23

24 DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS ATIVIDADES CONTEÚDOS ÁREAS PRIORITÁRIAS COMPETÊNCIAS INTERVENIENTES IA CALENDARIZAÇÃO Visita de estudo ao teatro Dia das línguas Semana da Leitura Tradições e costumes Saberes sociais Leitura Expressiva Expressão escrita Expressão oral Cidadania. Promoção do conhecimento científico e cultural. Promoção do conhecimento científico e cultural. Cidadania. Promoção do conhecimento científico e cultural. Promover o gosto pelo teatro. Enriquecer o espólio vocabular. Desenvolver o respeito pelas regras de convivência. Enriquecer o espólio vocabular. Desenvolver o respeito pelas regras de convivência. Desenvolver hábitos de socialização. Despertar para vivências distintas. Dar a conhecer tradições do nosso país e de países de língua estrangeira. Contribuir para a valorização da cultura popular do nosso país e de outros. Promover o livro e a leitura. Desenvolver a leitura. Desenvolver o conhecimento da língua materna e das línguas estrangeiras. Enriquecer o espólio vocabular. Desenvolver o respeito pelas regras de convivência. Departamento de línguas Alunos 9º ano Departamento de Línguas Alunos Departamento de Línguas Alunos 19 de novembro 21 de novembro 17 a 21 de março 24

25 Período Filipino / Restauração Conhecimento Científico e Cultural / / Cidadania Novembro/ dezembro Cidadania (a definir) novembro a maio Solidariedade Voluntariado Cidadania / Solidariedade a 27 de outubro DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS ATIVIDADES Peditório de Rua da AMI, Assistência Médica Internacional CON TEÚ DOS AP COMPETÊNCIAS DINAMIZADORES DESTINATÁRIOS IA Promoção de uma cultura de solidariedade através da participação direta de alunos em ações de cariz humanitário (recolha de fundos), em regime de voluntariado, fora do meio escolar. Professores do departamento Alunos voluntários dos 2º/3º CEB Comunidade Educativa CALEN DÁRIO Projeto Parlamento dos Jovens do Ensino Básico - - TEMA: Drogas, evitar e enfrentar as dependências Educar para a cidadania, estimulando o gosto pela participação cívica/política; Dar a conhecer a Assembleia da República e as regras do debate parlamentar; Promover o debate democrático, o respeito pela diversidade de opiniões e pelas regras de formação das decisões; Incentivar a reflexão e o debate subordinados ao tema definido Proporcionar a experiência de participação em processos eleitorais; Sublinhar a importância da sua contribuição para a resolução de questões que afetam o seu presente e o futuro individual e coletivo, fazendo ouvir as suas propostas junto dos órgãos do poder político. Professores do departamento /outros a definir Alunos dos 2.º e 3.º ciclos Comunidade Escolar/ Educativa Restauração da Independência Arauto anuncia acontecimentos emblemáticos do Período Filipino e da Revolução do 1.º de Dezembro (recurso a textos literários/ ficcionados relacionados com os períodos históricos) Capacidade de reconhecer em indivíduos ou grupos ações de luta pela independência contra o governo espanhol; Capacidade de desenvolver um sentimento de identidade no PRESENTE, associado a valores patrióticos do PASSADO; Reconhecer-se como agente ativo na transmissão de valores e de ações de marcantes do Período Filipino e Restauração da Independência, através da participação em recriações ao vivo...; Desenvolvimento da capacidade de recolha e tratamento de informação, de espírito crítico, de estética em suportes diversificados (leitura expressiva, produção/apresentação de textos dramáticos...). Departamento / docentes de História Alunos dos 2º e 3º ciclos (a definir) Restante Comunidade Escolar/ Educativa 25

26 Papel da Mulher na História Conhecimento Científico e Direitos Cultural / Cidadania 8 de março Cidadania / Solidariedade / Conhecimento Científico e Cultural 10 dezembro 9 a 13 dezembro Dia Mundial dos Direitos Humanos Exposição temática (átrio pavilhão B /BE) DUDH, 1948 porquê? - Contextualização; - Momentos de recriação/ /personificação de artigos da Declaração a apresentar por alunos/adultos em intervalos e/ou curtos momentos de aula Sessões de cinema na BE/Sala do Aluno (a confirmar) Conhecimento/interiorização de princípios inerentes à publicação da Declaração Universal dos Direitos Humanos, promulgada em 1948; Desenvolvimento de capacidades de reflexão e de crítica acerca de realidades culturais/políticas, sociais e económicas não promotoras do respeito pelos direitos/deveres da pessoa humana; Sensibilizar para a premência da igualdade dos cidadãos - direito a uma vida digna, direito ao trabalho e à segurança, à saúde e à educação, o respeito pela diversidade e pela dignidade humanas... em diferentes contextos culturais. Tomadas de posição pessoais/de grupo promotoras de igualdade de oportunidades/direitos humanos. Professores do departamento /Outros Comunidade Escolar/Educativa Comunidade Educativa/ Escolar Dia Internacional da Mulher (articulação com PES / outros - atividades a definir) Promoção de saberes relativos à História da Mulher ao longo de diferentes períodos históricos. Reforço da diferenciação positiva relativamente à igualdade de oportunidades da Mulher Promoção de atitudes tendentes à necessidade de mudança de atitudes, no sentido da abolição da discriminação entre Homem e Mulher no seio da Família, da Sociedade, no acesso ao emprego,.. Professores do Departamento Outros docentes/ Projetos (PES /outros) Comunidade escolar 26

27 Planificação de visita de estudo / Património construído e natural Conhecimento Científico e Cultural / Património natural e cultural construído / Cidadania 2º Período (Última semana do 2.º Período a confirmar) Conhecimento Científico e Cultural / / Cidadania / Solidariedade 1 a 9 de março (semana de interrupção de atividades letivas do Carnaval) Conhecimento Científico e Cultural / / Cidadania / Solidariedade 4 e 5 de abril Visita de estudo a Santiago de Compostela Conhecer locais de interesse religioso, cultural e histórico. Proporcionar um convívio salutar. Professores de EMRC / outros - Alunos do 9.ºano inscritos em EMRC das escolas Escola Sec. de Viriato, Alves Martins, São P. do Sul, Vouzela/Campia, Oliveira de Frades, e Agrupamento de escolas de Viseu Norte Visita à Comunidade Ecuménica de Taizé, França Conhecer locais de interesse religioso, cultural e histórico. Proporcionar um convívio salutar. Professores de EMRC / outros a designar Alunos do ensino Secundário inscritos em EMRC Visita de estudo ao Centro Interpretativo de Belmonte Promoção de ações com vista à planificação da visita pesquisa e tratamento de informação. Promoção de contacto direto com património artístico, natural e a organização do espaço relacionado com aprendizagens realizadas/a realizar. Desenvolvimento de capacidades a nível da valorização da preservação do património histórico-natural. Promoção de um ambiente informal de aprendizagem mantido entre professores, alunos... Professores do Departamento /DT s/ Outros Alunos do 3º CEB (a confirmar) X 27

28 Democracia Cidadania (Direitos/Deveres) Poder Central Poder Local Ditadura/ Democracia Conhecimento Científico e Cultural Cidadania 3º Período (mês de abril) Planificação de visita Património natural e cultural construído 2º Período Última semana a confirmar Visita de estudo à Citânia de Briteiros (Braga), Guimarães 25 de ABRIL, Dia da Liberdade Participação em iniciativas relacionadas com a efeméride, promovidas por entidades locais - Assembleia da Juventude Anuncia-se a Revolução, por salas de aula/intervalos de aulas; Alunos recriam papéis de personagens marcantes (conhecidas ou anónimas) do período prérevolucionário, revolucionário e pósrevolucionário (exs: Humberto Delgado, Capitão Salgueiro Maia, António de Spínola, avô/avó de aluno..., político da região, Álvaro Cunhal..., constitucionalista...) Promoção de ações com vista à planificação da visita pesquisa e tratamento de informação. Promoção de contacto direto com património artístico, natural e a organização do espaço relacionado com aprendizagens realizadas/a realizar. Desenvolvimento de capacidades a nível da valorização da preservação do património histórico-natural. Promoção de um ambiente informal de aprendizagem mantido entre professores, alunos. Promoção de ações tendentes à aquisição de competências significativas inerentes ao Estado Novo, particularmente no que diz respeito à Censura, à PIDE, ao sistema de ensino, através do conhecimento do quotidiano português deste período, através do contacto direto com documentários/ficções, POEMAS e TEMAS musicais de intervenção Conhecimento de aspetos marcantes do Dia da Revolução e da 2ª República (25 de Abril de 1974, Constituição de 1976, Poderes Central e Local ). Promoção do reviver da memória histórica, através da recriação de momentos marcantes do período do Estado Novo e da 2.ª República, a partir de textos trabalhados nas aulas. Professores do Departamento /DT s/ Outros Professores do Departamento Outros a definir Alunos do 2.º CEB Comunidade escolar/ educativa X 28

29 Alterações do ambiente global Grandes Conhecimento desafios ambientais Científico e Cultural / Cidadania Estratégias de preservação e património Junho (dias a definir) Museu Museu Vivo Conhecimento Científico e Cultural 12 a 19 maio Dia dos Museus Visita ao vivo a museu (Vouzela - em contexto de Feira do Livro de Vouzela, museus ao ar livre património... de Lafões), Caramulo, Viseu... Visitas virtuais a museus (a articular com plano de atividades de BE e ou disciplina de itic) Explicitação de valores inerentes ao conceito de MUSEU (divulgação de vestígios do património construído, natural...); Conhecimento do património cultural através de visitas virtuais a museus cujo espólio mais se relacione com aprendizagens feitas ou a fazer. Professores do departamento Alunos dos 2.º e 3.º ciclos Restante comunidade escolar Dia do Ambiente - Visualização de trailers de documentários, filmes, recriações em B.D. sobre alterações ambientais e catástrofes naturais; - Sessões de sensibilização dadas por alunos do 8.º e 9.ºano sobre as questões ambientais aos alunos do 1.ºCEB, em articulação com o CNAPA e o 1ºCEB (sujeitas a confirmação) Promoção de um ambiente informal de aprendizagem mantido entre alunos e alunos. Promoção da interajuda entre alunos de diferentes ciclos. Desenvolvimento do espírito de iniciativa, da responsabilização e do relacionamento interpessoal e de grupo. Capacidade de problematizar as situações evidenciadas em trabalhos realizados, formulando conclusões e apresentando-as. Capacidade de refletir criticamente sobre os problemas do Ambiente, nomeadamente os desequilíbrios ambientais. Professores do Departamento Outros docentes/ Projetos Comunidade Escolar 29

30 DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS ATIVIDADES CONTEÚDOS ÁREAS PRIORITÁRIAS COMPETÊNCIAS INTERVENIENTES IA CALENDARIZAÇÃO Dia Mundial da Alimentação/ Semana da Alimentação (Feira da alimentação) Alimentação Educação para a saúde Despertar para a importância de uma alimentação saudável. Compreender que a alimentação é importante para o funcionamento equilibrado do organismo. Incentivar o consumo de alimentos saudáveis Professores do Departamento. PES Comunidade Escolar 14 a 18 de Outubro de 2013 Dia Mundial do Fumador Tabagismo Educação para a saúde Alertar para os malefícios do tabaco e prevenir o seu consumo Técnicos de Saúde do Centro de Saúde de Vouzela Professores de Ciências da Natureza/Naturais 18 de novembro de 2013 Alunos Dia Mundial de Luta contra a SIDA IST s Educação para a saúde Sensibilizar a comunidade escolar para os comportamentos de risco. PES Professores de Ciências da Natureza/Naturais 2 de dezembro de 2013 PES e alunos Decoração natalícia do átrio do pavilhão A Geometria Sequências e regularidades Promoção do conhecimento científico e cultural Cidadania Incentivar e desenvolver o gosto pela Matemática Apreciar a harmonia dos números e das figuras e reconhecer a sua presença na arte, na técnica e na vida. Promover a intervenção da Matemática na Escola Promover a realização de atividades lúdicas ligadas à Matemática Despertar o interesse pelo aspeto lúdico da Matemática Reforçar a componente lúdica na aprendizagem da Matemática Professores de Matemática Alunos dos 2.º e 3.º ciclos Dezembro de

31 ATIVIDADES CONTEÚDOS ÁREAS PRIORITÁRIAS COMPETÊNCIAS INTERVENIENTES IA CALENDARIZAÇÃO Olimpíadas do Ambiente 1ª Eliminatória Conteúdos lecionados ao longo do percurso escolar Promoção do conhecimento científico e cultural Sensibilizar os alunos para as questões ambientais. Alunos do 3º ciclo (caso haja algum interessado em participar). X Data a definir pela Quercus Olimpíadas da Biologia Conteúdos lecionados ao longo do percurso escolar Promoção do conhecimento científico e cultural Incentivar e desenvolver nos alunos o gosto pela Física e pela Química, considerando a sua importância na educação básica dos jovens Alunos do 9º ano X Data a definir pela Ordem dos Biólogos Olimpíadas da Física e da Química CNC em rede (matemática, ciências naturais e português) Dia Mundial da Floresta Conteúdos lecionados ao longo do 3º ciclo Conteúdos a lecionados ao longo do percurso escolar Jogos de Estratégia Plantas, floresta Promoção do conhecimento científico e cultural Promoção do conhecimento científico e cultural Promoção do conhecimento científico e cultural Cidadania Incentivar e desenvolver nos alunos o gosto pela Física e pela Química, considerando a sua importância na educação básica dos jovens e o seu crescente impacte em todos os ramos da Ciência e Tecnologia. Promover a conexão entre as novas tecnologias e o Ensino da Matemática Desenvolver o raciocínio lógico-matemático Fomentar o espírito de equipa Incentivar e desenvolver o gosto pela Matemática Promover a realização de atividades lúdicas ligadas à Matemática Despertar o interesse pelo aspeto lúdico da Matemática Promover a sensibilização da Escola e do meio envolvente para a importância de preservação da floresta Mobilizar a comunidade escolar para a defesa da floresta contra os incêndios florestais. Professoras de CFQ Alunos do 3º ciclo (caso haja algum interessado em participar). Professores de Matemática Alunos do 1º, 2º e 3º ciclos do Agrupamento de Escolas de Campia Professores de Ciências da Natureza Naturais e alunos X Data a definir pela SPQ e SPF 12 de março 21 de Março de 2014 Olimpíadas do Ambiente 2ª eliminatória Conteúdos lecionados ao longo do percurso escolar Promoção do conhecimento científico e cultural Sensibilizar os alunos para questões ambientais Alunos do 3º ciclo (caso haja algum classificado) X Data a definir pela Quercus 31

32 ATIVIDADES CONTEÚDOS ÁREAS PRIORITÁRIAS COMPETÊNCIAS INTERVENIENTES IA CALENDARIZAÇÃO Dias das ciências - Laboratório Aberto - Caça ao ovo Competições nacionais de Ciência Conteúdos lecionados ao longo do percurso escolar nas disciplinas do departamento Conteúdos lecionados ao longo do percurso escolar Promoção do conhecimento científico e cultural Promoção do conhecimento científico e cultural Promover a abertura à comunidade escolar Promover o espírito crítico Reforçar a componente lúdica na aprendizagem das Ciências Incentivar e desenvolver o gosto pelas Ciências Consolidar conhecimentos adquiridos nas aulas. Promover a experimentação como meio para o desenvolvimento da educação em Ciência. Desenvolver o raciocínio lógico-matemático Desenvolver a capacidade de resolver problemas Fomentar o espírito de equipa Incentivar e desenvolver o gosto pela Matemática Promover a realização de atividades lúdicas ligadas à Matemática Despertar o interesse pelo aspeto lúdico da Matemática Promover o desenvolvimento de competências na utilização das tecnologias da informação e comunicação que permitam uma literacia digital generalizada, tendo em conta a igualdade de oportunidade e coesão social. Promover a conexão entre as novas tecnologias e o Ensino da Matemática Fomentar o espírito de equipa Incentivar e desenvolver o gosto pela Matemática Professores do 1.º ciclo e do Departamento Alunos dos 1º, 2º e 3º ciclos Professores de Matemática Alunos do 2.º Ciclo Última semana do 2º período (31 de março a 4 de abril) 30 de abril Competições nacionais de Ciência Conteúdos lecionados ao longo do percurso escolar Promoção do conhecimento científico e cultural Promover a conexão entre as novas tecnologias e o Ensino da Matemática Fomentar o espírito de equipa Incentivar e desenvolver o gosto pela Matemática Professores de Matemática Alunos do 3.º Ciclo 29 de abril 32

33 ATIVIDADES CONTEÚDOS ÁREAS PRIORITÁRIAS COMPETÊNCIAS INTERVENIENTES IA CALENDARIZAÇÃO Campeonato SuperTmatik Quiz de físico -química Conteúdos lecionados ao longo do percurso escolar Promoção do conhecimento científico e cultural Incentivar e desenvolver o gosto pela Matemática Fomentar o interesse pela aprendizagem da Matemática Contribuir para a aquisição, consolidação e ampliação de conhecimentos matemáticos Reforçar a componente lúdica na aprendizagem da Matemática Promover a realização de atividades lúdicas ligadas à Matemática Professores de Matemática do 3º ciclo Alunos do 3.º ciclo Treinos ao longo dos 1.º e 2.º períodos Campeonatos intra-turma até final do 2º período Campeonato escolar durante o mês de abril Sessões de ambientação online durante o mês de abril Grande final online até final do mês de maio Campeonato de Tabuada, Cálculo Mental e algorítmos Cálculo mental Promoção do conhecimento científico e cultural Fomentar o interesse pela prática do cálculo mental Desenvolver destrezas numéricas e de cálculo Detetar e divulgar talentos na área do cálculo mental Incentivar e desenvolver o gosto pela Matemática Professores de Matemática do 2º e 3º ciclos de Campia e 3º ciclo de Vouzela Alunos dos 2º e 3º ciclos de Campia e 3º ciclo de Vouzela Ao longo do ano letivo 33

34 DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES ATIVIDADES CONTEÚDOS ÁREAS PRIORITÁRIAS COMPETÊNCIAS INTERVENIENTES IA CALENDARIZAÇÃO DECORAÇÕES NATALÍCIAS - Átrio do pavilhão B, - Alguns espaços exteriores da escola, - Pavilhão Gimnodesportivo Comunicação Espaço Medida Forma Geometria Luz/Cor Estrutura Material e Reciclagem Promoção do conheciment o científico e cultural/ Cidadania (Solidariedad e/ Educação Ambiental).Criar um ambiente festivo, alusivo à época natalícia;.desenvolver o espírito criativo;.dotar os alunos de capacidade de realização de diversas composições, de sentido estético, organizacional e de responsabilidade;.contribuir para a qualidade estética do ambiente, do espaço e dos equipamentos;.desenvolver o espírito e a dinâmica de grupo;.reaproveitamento de materiais.. Professoras de Educação Visual e de Educação Tecnológica. Alunos do 2º e 3ºCEB novembro/ dezembro ARTESCOLA No âmbito da FEIRA DO LIVRO DE VOUZELA Comunicação Visual Representação do Espaço Estrutura/Forma Cor/Luz Promoção do conhecimento científico e cultural - Dotar os alunos de capacidade de realização de diversas composições, de sentido estético, organizacional e de responsabilidade; - Entender as artes visuais como um valor cultural em diferentes épocas e culturas. - Contribuir para a qualidade estética do espaço; - Aplicar conceitos relacionados com a comunicação visual e as artes visuais, bem como, diversos meios de expressão plástica que usa expressivamente e/ou com a intenção de produzir significado e sentido. - Professora de Educação Visual; - Alunos do 3ºCEB 2º período Comemoração do DIA MUNDIAL da CRIANÇA Comunicação Espaço Forma Cor Estrutura Material Promoção do conhecimento científico e cultural/ Cidadania - Desenvolver o gosto pela vida escolar; - Criar um ambiente festivo, alusivo à criança; - Desenvolver o espírito criativo; - Desenvolvimento do espírito de iniciativa, a responsabilização e o relacionamento interpessoal e de grupo. - Desenvolver o espírito e a dinâmica de grupo. - Professoras de Educação Visual e de Educação Tecnológica - Alunos do 2.º ciclo 1 de Junho 34

35 ATIVIDADES CONTEÚDOS ÁREAS PRIORITÁRIAS COMPETÊNCIAS INTERVENIENTES IA CALENDARIZAÇÃO SARAU DE NATAL (Interpretação de músicas e canções) Ritmo Altura Dinâmica Timbre Forma. Promoção do conhecimento científico e cultural/ Cidadania - Promover o convívio entre todos; - Desenvolver estratégias de comunicação, relações interpessoais, trabalho de equipa, resolução de problemas e tomadas de decisão; - Adquirir e desenvolver capacidades nos domínios da expressão e comunicação vocal e corporal; - E evidenciar aprendizagens significativas do conhecimento de si, do outro e do mundo. - Professor de Educação Musical - Alunos do 2ºCEB X Final do 1ºperíodo FORMAÇÃO DE ÁRBITROS Futsal, Andebol e Ténis Cidadania/ Promoção do conhecimento científico e cultural - Dotar os alunos de conhecimentos relativos à arbitragem dos jogos. - Selecionar alunos para arbitrarem jogos nos quadros competitivos do Desporto Escolar (grupos-equipa). - Professores de Educação Física - Alunos do 3ºCEB e SEC 1ºPeríodo (Novembro horário dos treinos do desporto escolar) CORTA-MATO DIA DO DESPORTO ADAPTADO (comemoração do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência Atletismo Boccia, Goalball e Basquetebol em cadeira de rodas (?) Cidadania/ Educação para a Saúde/ Conhecimento Cientifico e Cultural - Apuramento dos alunos para a Fase Distrital. - Estimular o gosto pela atividade física e reforçar a sua importância para a saúde. - Aplicar e consolidar os conteúdos abordados na disciplina de Educação Física. - Estimular o gosto pela modalidade de Atletismo. - Desenvolvimento da resistência aeróbia. - Desenvolvimento das capacidades volitivas. - Combater o abandono/absentismo escolar. - Combater o insucesso e promover o sucesso escolar e integração dos alunos. - Comemorar o Dia da Pessoa com Deficiência. - Divulgar os desportos adaptados e desmistificar a participação das pessoas com deficiência nas atividades desportivas. - Dar a oportunidade aos alunos de experimentarem modalidades que habitualmente não conhecem. - Combater o abandono/absentismo escolar. - Combater o insucesso e promover o sucesso escolar e integração dos alunos. - Professores de Educação Física - Alunos do 1º CEB (4º ano), do 2º e 3º CEB e do SEC. - Professores de Educação Física em articulação com o núcleo de educação especial e PES - Toda a comunidade X X 1º Período 20 de Novembro 1º Período 4 de Dezembro 35

36 ATIVIDADES CONTEÚDOS ÁREAS PRIORITÁRIAS COMPETÊNCIAS INTERVENIENTES IA CALENDARIZAÇÃO MEGA ATLETA Atletismo Cidadania/ Educação para a Saúde/ Conhecimento Cientifico e Cultural - Apuramento dos alunos para a Fase Distrital. - Estimular o gosto pela atividade física e reforçar a sua importância para a saúde. - Aplicar e consolidar os conteúdos abordados na disciplina de Educação Física. - Estimular o gosto pela modalidade de Atletismo. - Desenvolvimento das capacidades volitivas. - Combater o abandono/absentismo escolar. - Combater o insucesso e promover o sucesso escolar e integração dos alunos. - Professores de Educação Física - Alunos do 1º CEB (4º ano), do 2º e 3º CEB e SEC. 2º Período (data a definir consoante calendário da DREC) TORNEIO COMPAL AIR Basquetebol 3x3 - Basquetebol 3x3 Cidadania/ Educação para a Saúde/ Conhecimento Cientifico e Cultural - Apuramento dos alunos para a Fase Distrital. - Estimular o gosto pela atividade física e reforçar a sua importância para a saúde. - Aplicar e consolidar os conteúdos técnicos e táticos abordados na disciplina de Educação Física. - Estimular o gosto pela modalidade de Basquetebol. - Promover o espírito desportivo e as relações interpessoais. - Promover a cooperação e a procura do êxito pessoal e do grupo. - Estimular o envolvimento dos alunos em atividades de planeamento e organização da atividade desportiva. - Proporcionar aos alunos a visita a outras escolas e a partilha de experiências. - Combater o abandono/absentismo escolar. - Combater o insucesso e promover o sucesso escolar e integração dos alunos. - Professores de Educação Física - Alunos do 2º e 3º CEB e SEC. 2º Período (data a definir consoante calendário da DREC) 36

37 ATIVIDADES CONTEÚDOS ÁREAS PRIORITÁRIAS COMPETÊNCIAS INTERVENIENTES IA CALENDARIZAÇÃO TORNEIOS INTER- TURMAS Voleibol e Andebol - Criar hábitos da prática regular do exercício físico e reforçar a sua importância. - Aplicar e consolidar os conteúdos técnicos e táticos abordados na disciplina de Educação Física. - Estimular o gosto pelas modalidades de Andebol e de Voleibol - Promover o espírito desportivo e as relações interpessoais. - Promover a cooperação e a procura do êxito pessoal e do grupo. - Estimular o envolvimento dos alunos em atividades de planeamento e organização da atividade desportiva. - Combater o abandono/absentismo escolar. - Combater o insucesso e promover o sucesso escolar e integração dos alunos. - Professores de Educação Física - Alunos do 2º e 3º CEB e SEC. 2º Período 22 e 29 de Janeiro TORNEIO NESTUM RUGBY Tag Rugby Cidadania/ Educação para a Saúde/ Conhecimento Cientifico e Cultural - Apuramento dos alunos para a Fase Distrital. - Estimular o gosto pela atividade física e reforçar a sua importância para a saúde. - Aplicar e consolidar os conteúdos técnicos e táticos abordados na disciplina de Educação Física. - Estimular o gosto pela modalidade de Rugby (Tag). - Promover o espírito desportivo e as relações interpessoais. - Promover a cooperação e a procura do êxito pessoal e do grupo. - Estimular o envolvimento dos alunos em atividades de planeamento e organização da atividade desportiva. - Diversificar a oferta desportiva. - Proporcionar aos alunos a visita a outras escolas e a partilha de experiências. - Combater o abandono/absentismo escolar. - Combater o insucesso e promover o sucesso escolar e integração dos alunos. - Professores de Educação Física - Alunos do 2º e 3º CEB 3º Período (data a definir consoante calendário da DREC) 37

38 ATIVIDADES CONTEÚDOS ÁREAS PRIORITÁRIAS COMPETÊNCIAS INTERVENIENTES IA CALENDARIZAÇÃO COMEMORAÇÃO DO DIA INTERNACIONAL DA DANÇA Dança - Estimular o gosto pela atividade física e reforçar a sua importância para a saúde. - Aplicar e consolidar os conteúdos abordados na disciplina de Educação Física. - Estimular o gosto pela Dança. -Dar a conhecer os diferentes tipos de Dança. - Promover o espírito desportivo e as relações interpessoais. - Diversificar a oferta desportiva. - Combater o abandono/absentismo escolar. - Combater o insucesso e promover o sucesso escolar e integração dos alunos. - Professores de Educação Física - Toda a comunidade 3º Período 30 de Abril PASSEIO DE BTT BTT - Promover o gosto da prática do desporto ao ar livre e o convívio entre toda a comunidade. - Reforçar as relações interpessoais. - Criar hábitos da prática regular do exercício físico e reforçar a sua importância. - Diversificar a oferta desportiva. - Combater o abandono/absentismo escolar. - Combater o insucesso e promover o sucesso escolar e integração dos alunos. - Professores de Educação Física - Toda a comunidade X 3º Período (último dia de aulas) FESTA ENCERRAMENTO DO DESPORTO ESCOLAR Várias - Reconhecer e premiar o mérito dos alunos participantes nas atividades do Desporto Escolar. - Divulgar as atividades do Desporto Escolar realizadas e os resultados obtidos pelos alunos. - Reforçar as relações interpessoais e a aproximação entre os membros da comunidade escolar. - Professores de Educação Física - Participantes no Desporto Escolar Toda a comunidade 3º Período (última semana de aulas) Organização de AÇÕES DE FORMAÇÃO/ SENSIBILIZAÇÃO no âmbito da educação especial Pró. Do conhecimento cient. e cultural -Contribuir para a formação dos professores na área das deficiências -Sensibilizar para práticas inclusivas - Núcleo de educação especial Início do 1.º período 38

39 ATIVIDADES CONTEÚDOS ÁREAS PRIORITÁRIAS COMPETÊNCIAS INTERVENIENTES IA CALENDARIZAÇÃO DIA INTERNACIONAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA Cidadania Educação para a diferença - Sensibilizar a comunidade educativa para a problemática da deficiência - Núcleo de educação especial (articulação com ed. física) 1ª semana de dezembro Venda de Natal em articulação com a ASSOL Cidadania Educação para a diferença - Sensibilizar a comunidade educativa para a problemática da deficiência - Núcleo de educação especial dezembro VISITAS DE ESTUDO com os alunos com currículo específico individual Pró. Do conhecimento cient. e cultural - Desenvolvimento da autonomia - Desenvolvimento da socialização - Núcleo de educação especial Final do 1º e 3º períodos CORRIDA SOLIDÁRIA Cidadania Solidariedade e Educação para a diferença - Desenvolvimento dos princípios da solidariedade - Núcleo de educação especial em articulação com os professores de Educação Física, PES e CNAPA X maio/junho Visitas de despiste vocacional e sensibilização para uma componente de vida prática a realizar com alunos de currículo específico Pró. Do conhecimento cient. e cultural - Despiste vocacional - Conhecimento de vários contextos de trabalho - Conhecimento das várias profissões e tarefas que lhe são inerentes - Núcleo de educação especial Ao longo do ano letivo 39

40 PESSOAL NÃO DOCENTE ATIVIDADES CONTEÚDOS AP COMPETÊNCIAS DINAMIZADORES DESTINATÁRIOS IA CALENDARIZAÇÃO Participação na Festa de Natal. Reviver as tradições natalícias; Sensibilizar para a importância desta data festiva na nossa cultura. Pessoal não docente Comunidade escolar dezembro Decoração dos espaços escolares. Criar um ambiente acolhedor. Assinalar os dias festivos da tradição portuguesa. Pessoal não docente Comunidade escolar Ao longo do ano Comemoração do dia do pessoal não docente: realização de um passeio. Proporcionar um convívio fraterno entre o pessoal que ultrapasse as questões inerentes às responsabilidades profissionais. Pessoal não docente Pessoal não docente maio 40

41 BIBLIOTECA ESCOLAR 41

42 Ao longo do ano AO LONGO DO ANO T DATA PROJETO/ATIVIDADE OBJETIVOS PÚBLICO-ALVO COORDENAÇÃO AVALIAÇÃO IAL OA Tratamento técnico: registo e carimbagem documental Classificação e catalogação Indexação Organizar e gerir o fundo documental. Utilizadores da BE Gabriela Castro Anabela Rodrigues Pedro Tavares Relatório de autoavaliação final Consulta a editoras e fornecedores OA Orientação e aconselhamento de leituras a alunos do ensino básico, secundário e de cursos profissionais Apoio aos utilizadores no acesso e pesquisa da informação Trabalhar articuladamente com departamentos e docentes. Integrar a BE na vida da escola. Alunos Gabriela Castro Equipa da BE Susana Sousa Relatório de autoavaliação final AF Ações de formação sobre literacia tecnológica e digital Formar utilizadores da BE. Promover o desenvolvimento de competências em literacia tecnológica e digital. Alunos Docentes Paulo Abelheira Relatório de autoavaliação final Atualização das normas orientadoras para elaboração de trabalhos/relatórios científicos Consolidar a organização metodológica pessoal e científica dos alunos. Alunos do secundário Jaime Gomes Gabriela Castro Relatório de autoavaliação final OA Apoio a trabalhos/relatórios elaborados pelos alunos Reforçar a articulação entre a BE e o trabalho de sala de aula. Desenvolver hábitos de pesquisa selecionada e criteriosa. Alunos do secundário Gabriela Castro Equipa da BE Jaime Gomes Susana Sousa Relatório de autoavaliação final 42

43 Ao longo do ano T DATA PROJETO/ATIVIDADE OBJETIVOS PÚBLICO-ALVO COORDENAÇÃO AVALIAÇÃO IAL AF OA OA Atualização do Guia de Utilizador da Biblioteca Escolar Levantamento das oportunidades de colaboração da BE com os docentes das diversas áreas disciplinares Tratamento estatístico de dados referentes à BE Elaboração de um relatório de balanço final alusivo ao ano letivo Promover as normas de boa conduta na BE. Articular a ação da BE com o currículo. Promover o trabalho colaborativo. Proceder à autoavaliação da BE. Alunos Comunidade educativa Comunidade educativa Gabriela Castro Olga Pereira Anabela Rodrigues Susana Sousa Gabriela Castro Equipa da BE Gabriela Castro Anabela Rodrigues Pedro Tavares Relatório de autoavaliação final Relatório de autoavaliação final Relatório de autoavaliação final OA PC OA Reuniões com a coordenadora interconcelhia, com os professores bibliotecários das Bibliotecas Escolares e técnica da Biblioteca Municipal Portal concelhio Organização da Feira do Livro de Vouzela 2013 Folhas Soltas LIVROS NA SACOLA! Divulgar e articular o catálogo e os serviços da BE à comunidade. Fomentar o trabalho colaborativo entre os bibliotecários do concelho. Sensibilizar a comunidade educativa para a importância da leitura como suporte das aprendizagens. Promover a BE e os seus recursos. Incentivar a leitura autónoma na educação pré-escolar e no 1º CEB. Comunidade do concelho de Vouzela Alunos Comunidade de Vouzela Alunos dos Jardins de Infância e das escolas do 1º CEB de Campia Gabriela Castro Paulo Abelheira CAP Gabriela Castro Gabriela Castro Educadores de Infância Professores do 1º CEB Equipa da BE Relatório de autoavaliação final Relatório de autoavaliação final Relatório de autoavaliação final Sim 43

44 Ao longo do ano T DATA PROJETO/ATIVIDADE OBJETIVOS PÚBLICO-ALVO COORDENAÇÃO AVALIAÇÃO IAL OA Dó Ré Mi Despertar o gosto e a sensibilidade musical. Desenvolver capacidades de expressão e de comunicação através da música. Alunos das escolas do 1º CEB de Campia Francisco Vitorino Relatório de autoavaliação final Apoiar as famílias nos encargos com os seus educandos. PC BANCO DE LIVROS (escolares e outros) Reaproveitamento de recursos bibliográficos. Aumentar o catálogo sem encargos financeiros para a escola. Alunos Gabriela Castro Carlos Oliveira Anabela Rodrigues Relatório de autoavaliação final PC Atualização dos assuntos da BE no sítio do agrupamento Blogue Comunicância Formar utilizadores da BE. Promover o desenvolvimento de competências em literacia da informação. Alunos Comunidade de Vouzela Paulo Abelheira Gabriela Castro Relatório de autoavaliação final PC Publicação online A FOLHA É VERDE? Sensibilizar para a consciência ambiental e proteção da natureza. Comunidade educativa Comunidade de Vouzela e Mangualde Gabriela Castro Anselmo Pinheiro (Escolas de Mangualde) Relatório de autoavaliação final Fomentar o pensamento criativo, crítico e analítico nos jovens. PC Clube CriAr Participação nas Olímpiadas da CriAtividade 2014 Desenvolver a cooperação e o sentido de responsabilidade pelo futuro coletivo. Implementar metodologias de resolução criativa de problemas, nomeadamente a do Future Problem Solving Program. Alunos Gabriela Castro Olga Pereira Cláudia Serrano Paulo Abelheira Susana Sousa Relatório de autoavaliação final 44

45 Ao longo do ano T DATA PROJETO/ATIVIDADE OBJETIVOS PÚBLICO-ALVO COORDENAÇÃO AVALIAÇÃO IAL Leitura de contos selecionados aos alunos mais jovens: ERA UMA VEZ Incentivar o gosto pela leitura. Desenvolver competências associadas à leitura. Apoiar a construção dos Valores Pessoais. Alunos dos Jardins de Infância e do 1º CEB Gabriela Castro Carlos Oliveira Olga Pereira Educadoras de infância Professores do 1º CEB Relatório de autoavaliação final OA Desafio-te! (concurso de enigmas/charadas/problemas na BE) Estimular a curiosidade e o espírito de competição saudável. Desenvolver comportamentos autónomos de pesquisa da informação. Alunos da Escola Básica de Campia Olga Pereira Zélia Campos Ana Gouveia Relatório de autoavaliação final Sim Incentivar o gosto pela leitura. O ESCRITOR DO MÊS Desenvolver a leitura e a literacia de acordo com o projeto educativo e curricular do agrupamento. Alunos da Escola Básica de Campia Olga Pereira Ana Gouveia Relatório de autoavaliação final OA BIBLIOTECA DIVERTIDA ( A Árvore de Natal Amiga dos Livros, Livro-Paper e O Meu Livro de Sonho ) Potenciar o desenvolvimento das capacidades dos alunos nas diferentes áreas (cognitiva, psicomotora, funcional, ). Promover a biblioteca escolar como um espaço privilegiado no processo de ensinoaprendizagem Alunos com Currículo Específico Individual ao abrigo do Decreto-Lei 3/ 2008 de 7 de janeiro da EBI de Campia Celeste Bastos João Abílio Martins António Pereira (Assol) Pedro Tavares Relatório de autoavaliação final 45

46 Ao longo do ano T DATA PROJETO/ATIVIDADE OBJETIVOS PÚBLICO-ALVO COORDENAÇÃO AVALIAÇÃO IAL OA Exposições da BE Sensibilizar para a estética, as artes e a cultura. Promover a criatividade nas artes. Comunidade educativa Margareth Lacerda Carlos Portela Ana Gouveia Relatório de autoavaliação final OA IMO POÉTICO Sensibilizar para a leitura voluntária da Poesia. Promover a escrita criativa. Alunos do 8º, 9º e 12º anos da Escola Secundária de Vouzela Margareth Lacerda Conceição Almeida Licínia Pessoa Relatório de autoavaliação final OA Colaboração no projeto Diálogo Promover hábitos de leitura e de escrita. Alunos Comunidade de Vouzela Gabriela Castro Equipa da BE Relatório de autoavaliação final OA Conhecer a Biblioteca Escolar Sensibilizar as crianças para a importância da BE. Formar utilizadores de bibliotecas. Promover hábitos de leitura. Alunos dos jardins de Infância e do 1º CEB Gabriela Castro Equipa da BE Educadoras de Infância Professores do 1º CEB Relatório de autoavaliação final 46

47 dezembro/ janeiro 28 de outubro 16 de outubbro 1º Período 1º PERÍODO T DATA PROJETO/ATIVIDADE OBJETIVOS PÚBLICO-ALVO COORDENAÇÃO AVALIAÇÃO IAL OA Reuniões das diferentes áreas disciplinares na Biblioteca Aula de português na BE (apresentação da BE e dos seus serviços) Responder às necessidades da escola e dos seus utilizadores. Integrar a BE na vida da escola. Formar utilizadores da BE. Divulgar o fundo documental. Alunos Gabriela Castro Departamentos Curriculares Pedro Tavares Anabela Rodrigues Relatório de autoavaliação final OA Alimentação Saudável na Biblioteca! Promover hábitos de vida saudável. Comunidade educativa Gabriela Castro Eunice Carvalho Cláudia Serrano Equipa da BE Relatório de autoavaliação final OA Pára, Escolhe e Lê! (Dia Internacional das Bibliotecas Escolares) Promover a leitura autónoma. Desenvolver competências associadas à leitura. Comunidade educativa Gabriela Castro Equipa da BE Relatório de autoavaliação final Sim OA Exposição de Natal Comemoração da época natalícia. Estimular a criatividade nas artes. Comunidade educativa Margareth Lacerda Ana Gouveia Departamentos de CSH Relatório de autoavaliação final 47

48 março fevereiro janeiro 2º PERÍODO T DATA PROJETO/ATIVIDADE OBJETIVOS PÚBLICO-ALVO COORDENAÇÃO AVALIAÇÃO IAL OA Sessões de promoção da leitura com as professoras autoras do livro Uma mão cheia de histórias Motivar os alunos para a leitura Alunos dos jardins de Infância e do 1º CEB Lúcia Morgado Rita Almeida Educadores de infância Professores do 1º CEB Relatório de autoavaliação final OA Exposição MOSTR ARTE Sensibilizar para a estética, as artes e a cultura. Estimular a criatividade nas artes. Comunidade educativa Margareth Lacerda Carlos Oliveira Olga Pestana Manuel Paraíba Relatório de autoavaliação final OA Comemoração da Semana da Leitura Promover a leitura e a literacia. Criar contextos diversificados de leitura. Alunos Gabriela Castro Olga Pereira Relatório de autoavaliação final 48

49 junho maio 3º PERÍODO T DATA PROJETO/ATIVIDADE OBJETIVOS PÚBLICO-ALVO COORDENAÇÃO AVALIAÇÃO IAL OA Feira do livro de Vouzela Folhas Soltas Desenvolver o gosto pela leitura e pela escrita. Sensibilizar para a estética, as artes e a cultura. Alunos Comunidade de Vouzela e Campia CAP Gabriela Castro Equipa BE Departamentos curriculares Relatório de autoavaliação final Sim OA Concurso de Fotografia Estimular o gosto pela fotografia. Sensibilizar para a estética, as artes e a cultura. Alunos Gabriela Castro Carlos Oliveira Fernanda Luísa Lopes Relatório de autoavaliação final 49

50 PROJETOS 50

51 PES - PROJETO EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE COORDENADOR/PROFESSORES RESPONSÁVEIS: Fátima Bastos Atividades Temas Competências/Objetivos Intervenientes - Comemoração do Dia Mundial da Alimentação/Semana da alimentação - Sessões sobre alimentação e exercício físico - Comportamentos alimentares adequados - Oferta alimentar saudável na escola - Prevenção de doenças de comportamento alimentar: obesidade, anorexia, bulimia,... - Comportamentos alimentares adequados - Prevenção de doenças de comportamento alimentar: obesidade, anorexia, bulimia,... - Sensibilizar para a importância de uma alimentação saudável. - Prevenir doenças de comportamento alimentar: obesidade, anorexia, bulimia,... - Promover hábitos de vida saudável. - Equipa interdisciplinar em articulação com Departamento de Mat. e Ciências Experimentais - Assistentes Operacionais - Comunidade escolar - Nutricionista - Alunos dos 5.º e 7.º anos - Coordenadora do PES Áreas Prioritárias Educação para a saúde Educação para a saúde IA Calendarização 14 a 18 de outubro A definir - Disponibilização de alimentos saudáveis (ex., batidos de fruta, sumos de fruta natural, ) e packs de lanches saudáveis com promoção, no bar dos alunos. - Inter-relação entre atividade física e vida saudável - Comportamentos alimentares adequados - Oferta alimentar saudável na escola - Sensibilizar para a importância de uma alimentação saudável. - Prevenir doenças de comportamento alimentar: obesidade, anorexia, bulimia,... - Coordenadora do PES - Assistentes operacionais - Comunidade escolar Ao longo do ano 51

52 Atividades Temas Competências/Objetivos Intervenientes - Realização de atividades para promover o consumo de sopa e de peixe. - Prevenção de doenças de comportamento alimentar: obesidade, anorexia, bulimia,... - Equipa interdisciplinar de educação para a saúde e educação sexual - Comunidade escolar Áreas Prioritárias IA Calendarização Ao longo do ano - Realização de atividades físicas - Inter-relação entre atividade física e vida saudável - Realização da corrida solidária - Inter-relação entre atividade física e vida saudável - Divulgação de informação sobre alimentação e atividade física. - Desenvolvimento de trabalhos sobre temáticas relacionadas com a alimentação e posterior exposição. - Promover hábitos de vida saudável. - Promover hábitos de vida saudável. - Sensibilizar para a importância de adotar estilos de vida saudáveis. - Prevenir doenças de comportamento alimentar: obesidade, anorexia, bulimia,... - Promover hábitos de vida saudável. - Equipa interdisciplinar em articulação com o Departamento de Expressões - Comunidade educativa - Equipa interdisciplinar em articulação com o Departamento de Expressões e o Núcleo de Educação Especial - GNR - Bombeiros - Comunidade educativa - Equipa interdisciplinar de educação para a saúde e educação sexual - Centro de Saúde - Professores - Alunos X A definir A definir Ao longo do ano Ao longo do ano 52

53 Atividades Temas Competências/Objetivos Intervenientes - Dinamização do Gabinete de Informação e Apoio ao aluno no âmbito da educação para a saúde e educação sexual e do GaViPes - Disponibilização de uma caixa de questões para os alunos colocarem questões/dúvidas no âmbito da sexualidade. - Comemoração do Dia Mundial de Luta contra a SIDA. - Realização das atividades previstas nos projetos de educação sexual das turmas. - Sessões temáticas de esclarecimento na área da sexualidade e prevenção de comportamentos sexuais de risco IST s e métodos contracetivos - Educação para a saúde e educação sexual - Informar em questões de saúde e educação sexual. - Educação sexual - Esclarecer as dúvidas dos alunos no âmbito da sexualidade. - Infeções sexualmente transmissíveis. - Sexualidade e valores - Conhecimento do corpo - Adolescência e comportamentos de risco - Gravidez na adolescência - Sensibilizar a comunidade escolar para os comportamentos de risco. - Aumentar a auto-estima. - Contribuir para uma melhoria dos relacionamentos afetivo-sexuais entre os jovens. - Contribuir para a redução das possíveis consequências negativas dos comportamentos sexuais de risco, tais como a gravidez não desejada e as IST's. - Contribuir para a tomada de decisões responsáveis. - Equipa interdisciplinar de educação para a saúde e educação sexual - Alunos - CSV - Equipa interdisciplinar de educação para a saúde e educação sexual - Alunos - Equipa interdisciplinar de educação para a saúde e educação sexual em articulação com o Dep. Mat. e Ciências Experimentais - Comissão Nacional de Luta Contra a SIDA - ABRAÇO - Comunidade escolar - Professores das turmas - Alunos dos 1.º, 2.º e 3.º ciclos e 10.º ano - Técnicos de saúde - Famílias/EE - Equipa interdisciplinar de educação para a saúde e educação sexual - Técnicos de saúde - Alunos dos 8.º e 9.º anos - Coordenadora do PES Áreas Prioritári as Educação para a Saúde IA Calendarização Ao longo do ano Ao longo do ano 2 de dezembro Ao longo do ano A definir 53

54 Atividades Temas Competências/Objetivos Intervenientes - Comemoração do Dia dos Afetos. - Comemoração do "Dia do Fumador" - Comemoração do Dia Mundial Sem Tabaco - Palestras informativas/preventivas sobre consumo de substâncias psicoativas tabaco e álcool. - Realização de trabalhos sobre substâncias psicoativas e posterior exposição. - Prevenção do consumo de SPA - tabaco - Conhecimento dos efeitos do consumo de SPA - Adolescência e comportamentos de risco - Prevenção do consumo de SPA tabaco e álcool - Conhecimento dos efeitos do consumo de SPA - Adolescência e comportamentos de risco - Prevenção do consumo de SPA - Conhecimento dos efeitos do consumo de SPA - Adolescência e comportamentos de risco - Melhorar os afetos e as relações interpessoais. - Sensibilizar para os efeitos nocivos do tabaco e prevenir o seu consumo. - Sensibilizar para os efeitos nocivos das substâncias psicoativas e prevenir o seu consumo. - Equipa interdisciplinar de educação para a saúde e educação sexual em articulação com BE - Professores - Alunos - Pais/EE - Equipa interdisciplinar em articulação com Departamento de Mat. e Ciências Experimentais - CSV - Alunos - Outros elementos da comunidade educativa - Liga Portuguesa Contra o Cancro - Equipa interdisciplinar de educação para a saúde e educação sexual - CSV - Alunos - Outros elementos da comunidade educativa - Técnicos de saúde - Professores - Alunos do 6.º ano - Coordenadora do PES - Professores - Alunos - Comunidade escolar Áreas Prioritári as Educação para a saúde Educação para a saúde IA Calendarização 14 de fevereiro 18 de novembro 30 de maio A definir Ao longo do ano 54

55 Atividades Temas Competências/Objetivos Intervenientes Comemoração do Dia Europeu da Vítima - Comemoração do "Dia Internacional da Mulher". - Violência no namoro - Afetos e relações interpessoais - Cidadania - Sensibilizar para a temática da violência na relação de namoro - Prevenir os comportamentos relacionados com a violência. - Sensibilizar para a igualdade de género. - Alunos dos 9º e 10º anos - Especialista a convidar - Equipa interdisciplinar de educação para a saúde e educação sexual em articulação com Dep. de CSH - Comunidade escolar Áreas Prioritárias Educação para a saúde - Cidadania - Educação para a Saúde IA Calendarização 24 de fevereiro 7 de março Atividades Temas Competências/Objetivos Intervenientes - Realização de sessões de sensibilização sobre higiene e saúde oral - Realização de rastreios orais - Realização de rastreios auditivos. - Sessão de educação sobre Saúde, qualidade de vida e sucesso escolar - Saúde oral - Higiene - Sensibilizar para a importância de uma higiene correta. - Saúde auditiva - Diagnosticar problemas auditivos e fazer o encaminhamento para serviços especializados. - Educação parental - Educação para a saúde - Cidadania - Simulacro de incêndio - Segurança/Prevenção de acidentes Campanha de solidariedade (alimentos, roupa, brinquedos, ) Peditório a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro - Técnicos de saúde - Educadoras de infância e professores titulares de turma - Crianças do pré-escolar - Alunos do 1.º ciclo - Coordenadora do PES - Município de Vouzela - Técnicos especializados - Alunos e restante comunidade educativa - Coordenadora do PES - Promover a formação em educação parental - Pais/EE - Técnico(s) a convidar - Coordenadora do PES - Testar o Plano de Emergência da Escola e a capacidade de resposta dos Bombeiros. - Incutir, na comunidade escolar, sentimentos e hábitos de prevenção e auto-proteção. - Solidariedade - Promover a solidariedade, ajudando os alunos mais carenciados do agrupamento. - Solidariedade - Colaborar na promoção da solidariedade social. - Promover ações de voluntariado nos jovens. - Bombeiros Voluntários em articulação com prof. Lino e Coordenadora do PES - Comunidade escolar - Comunidade educativa - Coordenadoras do PES e de projetos - Comunidade educativa - Coordenadoras do PES e de projetos Áreas Prioritárias Educação para a saúde IA Calendarização A definir A definir A definir A definir Final do 1.º período 31 de outubro e 1, 2 e 3 de novembro 55

56 PROJETO TESTES INTERMÉDIOS ATIVIDADES CONTEÚDOS AP COMPETÊNCIAS DINAMIZADORES DESTINATÁRIOS IA CALENDARIZAÇÃO Aplicação dos testes intermédios Conteúdos abordados em cada uma das disciplinas envolvidas no projeto Permitir a cada professor aferir o desempenho dos seus alunos por referência a padrões de âmbito nacional, Ajudar os alunos a uma melhor consciencialização da progressão da sua aprendizagem e, complementarmente, contribuir para a sua progressiva familiarização com instrumentos de avaliação externa, processo a que estarão sujeitos no final dos ciclos do ensino básico, ou no ano terminal das disciplinas do ensino secundário. No caso específico das aplicações previstas para o 2.º ano, do 1.º ciclo do ensino básico, visa-se um diagnóstico precoce das dificuldades dos alunos, que permita uma intervenção pedagógica e didática mais eficaz. Aferir os desempenhos e a regulação das aprendizagens, a partir de uma reflexão sustentada pela análise do processo de resposta dos alunos e pelos resultados atingidos, Professores das diferentes disciplinas envolvidas Alunos do 2º e 9º anos 1.º CEB - 2.º ano Língua Portuguesa 27 de maio. Matemática 30 de maio. 3.º CEB Língua Portuguesa 06 de fevereiro. Matemática 21 de março. Inglês (obrigatório) 56

57 DESPORTO ESCOLAR 1º PERÍODO ACTIVIDADES CONTEÚDOS ÁREAS PRIORITÁRIAS COMPETÊNCIAS INTERVENIENTES I A CALENDARIZAÇÃO Formação de árbitros Corta-mato Dia do Desporto Adaptado (comemoração do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência em articulação com o núcleo de educação especial) Futsal, Andebol e Ténis Atletismo Boccia, Goalball e Basquetebol em cadeira de rodas (?) 1. Cidadania; 3.Promoção do conhecimento científico e cultural 1-Cidadania; 2- Educação para a Saúde; 3- Conhecimento Cientifico e Cultural - Dotar os alunos de conhecimentos relativos à arbitragem dos jogos. - Selecionar alunos para arbitrarem jogos nos quadros competitivos do Desporto Escolar (grupos-equipa). - Apuramento dos alunos para a Fase Distrital. - Estimular o gosto pela atividade física e reforçar a sua importância para a saúde. - Aplicar e consolidar os conteúdos abordados na disciplina de Educação Física. - Estimular o gosto pela modalidade de Atletismo. - Desenvolvimento da resistência aeróbia. - Desenvolvimento das capacidades volitivas. - Combater o abandono/absentismo escolar. - Combater o insucesso e promover o sucesso escolar e integração dos alunos. - Comemorar o Dia da Pessoa com Deficiência. - Divulgar os desportos adaptados e desmistificar a participação das pessoas com deficiência nas atividades desportivas. - Dar a oportunidade aos alunos de experimentarem modalidades que habitualmente não conhecem. - Combater o abandono/absentismo escolar. - Combater o insucesso e promover o sucesso escolar e integração dos alunos. Alunos do 3ºCEB e SEC Alunos do 1º CEB (4º ano), do 2º e 3º CEB e do SEC. Toda a comunidade Sim 1ºPeríodo (Novembro horário dos treinos do desporto escolar) 1º Período 20 de Novembro 1º Período 4 de Dezembro 57

58 2º PERÍODO ACTIVIDADES CONTEÚDOS ÁREAS PRIORITÁRIAS COMPETÊNCIAS INTERVENIENTES IA CALENDARIZAÇÃO Mega Atleta Atletismo - Apuramento dos alunos para a Fase Distrital. - Estimular o gosto pela atividade física e reforçar a sua importância para a saúde. - Aplicar e consolidar os conteúdos abordados na disciplina de Educação Física. - Estimular o gosto pela modalidade de Atletismo. - Desenvolvimento das capacidades volitivas. - Combater o abandono/absentismo escolar. - Combater o insucesso e promover o sucesso escolar e integração dos alunos. Alunos do 1º CEB (4º ano), do 2º e 3º CEB e SEC. 2º Período (data a definir consoante calendário da DREC) Torneio Compal Air Basquetebol 3x3 Basquetebol 3x3 1-Cidadania; 2- Educação para a Saúde; 3- Conhecimento Cientifico e Cultural - Apuramento dos alunos para a Fase Distrital. - Estimular o gosto pela atividade física e reforçar a sua importância para a saúde. - Aplicar e consolidar os conteúdos técnicos e táticos abordados na disciplina de Educação Física. - Estimular o gosto pela modalidade de Basquetebol. - Promover o espírito desportivo e as relações interpessoais. - Promover a cooperação e a procura do êxito pessoal e do grupo. - Estimular o envolvimento dos alunos em atividades de planeamento e organização da atividade desportiva. - Proporcionar aos alunos a visita a outras escolas e a partilha de experiências. - Combater o abandono/absentismo escolar. - Combater o insucesso e promover o sucesso escolar e integração dos alunos. Alunos do 2º e 3º CEB e SEC. 2º Período (data a definir consoante calendário da DREC) Torneios inter-turmas Voleibol e Andebol - Criar hábitos da prática regular do exercício físico e reforçar a sua importância. - Aplicar e consolidar os conteúdos técnicos e táticos abordados na disciplina de Educação Física. - Estimular o gosto pelas modalidades de Andebol e de Voleibol - Promover o espírito desportivo e as relações interpessoais. - Promover a cooperação e a procura do êxito pessoal e do grupo. - Estimular o envolvimento dos alunos em atividades de planeamento e organização da atividade desportiva. - Combater o abandono/absentismo escolar. - Combater o insucesso e promover o sucesso escolar e integração dos alunos. Alunos do 2º e 3º CEB e SEC. 2º Período 22 e 29 de Janeiro 58

59 3º PERÍODO ACTIVIDADES Torneio Nestum Rugby Comemoração do Dia Internacional da Dança Passeio de BTT Festa Encerramento do Desporto Escolar CONTEÚDOS Tag Rugby Dança BTT Várias ÁREAS PRIORITÁRIAS 1-Cidadania; 2- Educação para a Saúde; 3- Conhecimento Cientifico e Cultural COMPETÊNCIAS INTERVENIENTES IA CALENDARIZAÇÃO - Apuramento dos alunos para a Fase Distrital. - Estimular o gosto pela atividade física e reforçar a sua importância para a saúde. - Aplicar e consolidar os conteúdos técnicos e táticos abordados na disciplina de Educação Física. - Estimular o gosto pela modalidade de Rugby (Tag). - Promover o espírito desportivo e as relações interpessoais. - Promover a cooperação e a procura do êxito pessoal e do grupo. - Estimular o envolvimento dos alunos em atividades de planeamento e organização da atividade desportiva. - Diversificar a oferta desportiva. - Proporcionar aos alunos a visita a outras escolas e a partilha de experiências. - Combater o abandono/absentismo escolar. - Combater o insucesso e promover o sucesso escolar e integração dos alunos. - Estimular o gosto pela atividade física e reforçar a sua importância para a saúde. - Aplicar e consolidar os conteúdos abordados na disciplina de Educação Física. - Estimular o gosto pela Dança. -Dar a conhecer os diferentes tipos de Dança. - Promover o espírito desportivo e as relações interpessoais. - Diversificar a oferta desportiva. - Combater o abandono/absentismo escolar. - Combater o insucesso e promover o sucesso escolar e integração dos alunos. - Promover o gosto da prática do desporto ao ar livre e o convívio entre toda a comunidade. - Reforçar as relações interpessoais. - Criar hábitos da prática regular do exercício físico e reforçar a sua importância. - Diversificar a oferta desportiva. - Combater o abandono/absentismo escolar. - Combater o insucesso e promover o sucesso escolar e integração dos alunos. - Reconhecer e premiar o mérito dos alunos participantes nas atividades do Desporto Escolar. - Divulgar as atividades do Desporto Escolar realizadas e os resultados obtidos pelos alunos. - Reforçar as relações interpessoais e a aproximação entre os membros da comunidade escolar. 2º e 3º CEB Toda a comunidade Toda a comunidade Participantes no Desporto Escolar Toda a comunidade Sim 3º Período (data a definir consoante calendário da DREC) 3º Período 30 de Abril 3º Período (último dia de aulas) 3º Período (última semana de aulas) 59

60 PROJETO ECO-ESCOLAS (Projeto integrado no CNAPA) ATIVIDADES CONTEÚDOS AP COMPETÊNCIAS DESTINATÁRIOS IA CALENDARIZAÇÃO Criação de um novo ecoponto e criação de um cartaz informativo de divulgação do mesmo. Inscrição no Eco-Schools e participação no World Days of Action (WDA) 1b) Promover comportamentos que melhorem o perfil ecológico da escola. Promover a participação em atividades de cariz internacional. Comunidade escolar. Comunidade educativa Inscrição no projeto Escola Eletrão. Sensibilizar para a reciclagem. Comunidade escolar N N 1ºPeríodo Criação de um novo Eco-código. 1b) Fixar e divulgar regras de conduta na escola. Comunidade Escolar. N Seleção do melhor cartaz de Ecocódigo. 1b) Apurar o cartaz a enviar para a ABAE. ABAE N Criação do Conselho Eco-Escolas. 1b) Formação de uma equipa coordenadora do Projeto Eco-Escolas a nível do agrupamento. Comunidade escolar N Realização de uma Auditoria Ambiental à Escola. Análise estatística dos dados recolhidos na auditoria e elaboração do plano de ação. Definição de ações de acordo com os resultados da auditoria. 1b) Identificação dos pontos fracos da escola nas áreas da energia, água e resíduos. 1b) Quantificar as características ecológicas da escola. Representante dos assistentes operacionais; Professores e alunos das turmas selecionadas; Direção. Comunidade escolar. 1b) Melhorar o perfil ecológico da escola. Comunidade escolar. N N N 2ºPeríodo e 3ºPeríodo Monitorização/avaliação das ações realizadas 1b) Verificar a evolução do perfil ecológico da escola. Equipa coordenadora. N Reformulação eventual do plano de ação de acordo com a monitorização realizada. 1b) Adequar os efeitos do plano de ação. Equipa coordenadora. N 60

61 ATIVIDADES CONTEÚDOS AP COMPETÊNCIAS DESTINATÁRIOS IA CALENDARIZAÇÃO Informação e envolvimento da escola e da comunidade local através de: blog do CNAPA; dia ecoescola. Recolha do papelão da cantina e encaminhamento para o ecoponto. 1b) Informar e envolver a comunidade escolar. Comunidade escolar. N 1b) Melhorar o perfil ecológico da comunidade escolar. Comunidade escolar. N Recolha de material elétrico, pilhas, tampinhas e rolhas de cortiça. 1b) Melhorar o perfil ecológico da comunidade escolar. Comunidade escolar. N Ao longo do ano letivo. Recolha e separação de plásticos/embalagens, papel e vidro em diferentes espaços escolares. 1b) Melhorar o perfil ecológico da comunidade escolar. Entrega dos resíduos recolhidos. 1b) Contribuir para a separação e reciclagem de resíduos. Comunidade escolar. Entidades promotoras. N Outras atividades realizadas em articulação com o projeto PROSEPE (consultar planificação) Dia da floresta autóctone: Visita à floresta (área envolvente da escola); Registo fotográfico das principais espécies autóctones existentes na área envolvente à escola. Criação de viveiros caseiros para reflorestação das zonas fustigadas pelos incêndios na Serra do Caramulo. Manutenção da horta biológica Outras atividades e projetos promovidos pelo Eco-Escolas ao longo do ano lectivo 1b) Colaborar com a autarquia na reflorestação de áreas ardidas. Sensibilizar os alunos para a importância da flora e fauna fluvial. Comemorar ativamente o dia da Floresta Autóctone criando espaços para a preservação de espécies protegidas. Sensibilizar os alunos para a diversidade das plantas e sua utilidade. Alunos Alunos Alunos N 61

62 CLUBES 62

63 CLUBE DA NATUREZA E DO PATRIMÓNIO ATIVIDADES CONTEÚ DOS AP COMPETÊNCIAS DINAMIZA DORES DESTINA TÁRIOS IA CALEN DARIZAÇÃO Ao longo de todo o ano: Realização de Marchas de Montanha: - Continuação do trabalho de campo (nomeadamente leitura de cartas topográficas, preparação de cadernos de campo, consulta de guias, estudo das marcas internacionais dos percursos pedestres, estudo dos trilhos, orientação, material adequado: equipamento, alimentação, etc.); - Atividades de campo destinadas a observar o espaço florestal realização de Percursos Pedestres (PR Pequena Rota) nos trilhos já sinalizados do concelho de Vouzela, S. Pedro do Sul e noutras localidades do país. Manutenção e encaminhamento do material recolhido nos ecopontos da escola. Venda dos objetos construídos pelos elementos do Clube a partir de materiais provenientes da floresta ou recicláveis e quermesses destinadas a angariar fundos. Cidadania: ambiente solidariedade Contribuir para a formação cívica dos alunos; Reconhecer a Floresta como fonte de recursos, de lazer e de bem-estar; Promover ações de intervenção no espaço escola ao nível da prevenção e melhoria do ambiente; Adotar, na vida quotidiana, comportamentos de defesa do equilíbrio ecológico, desenvolvendo o espírito de responsabilidade; Incentivar o reaproveitamento de material reciclável, através da criação de novas formas; Desenvolver o gosto pelo estudo e proteção do ambiente; Observar aspetos da fauna, flora, geologia e etnografia da região de Lafões e das áreas a visitar; Promover vivências que favoreçam a criação de uma consciência ecológica; Contactar com realidades culturais diferentes; Desenvolver a capacidade de observação e o espírito crítico; Desenvolver a autonomia; Promover a autoestima; Mobilizar os alunos para a prática desportiva e atividades ao ar livre; Revelar hábitos de prática desportiva e atividades físicas, de higiene e de alimentação, que favoreçam o desenvolvimento pessoal e a promoção de um estilo de vida saudável; Tomar iniciativas e fazer opções no domínio de atividades escolares e recreativas, tendo em conta as suas preferências; Participar em atividades de grupo aceitando a contribuição dos outros e respeitando decisões tomadas. Professoras responsáveis pelo clube e alunos inscritos Comunidad e educativa N Ao longo do ano 63

64 ATIVIDADES CONTEÚ DOS AP COMPETÊNCIAS DINAMIZA DORES DESTINA TÁRIOS IA CALEN DARIZAÇÃO Sempre que solicitado, o Clube auxiliará na manutenção de alguns dos espaços verdes da escola. Fazer a compostagem de matéria orgânica. Plantação e manutenção de uma Horta Biológica. Atualização do sítio do Clube da Floresta, na página do Prosepe. Articulação de atividades com a empresa Brintons (com sede em Campia), no âmbito da certificação ambiental desta empresa. Articulação de atividades com outros projetos nacionais, nomeadamente, Eco-Escolas e Escola Eletrão. Cidadania: Ambiente solidariedade Contribuir para a formação cívica dos alunos; Reconhecer a Floresta como fonte de recursos, de lazer e de bem-estar; Promover ações de intervenção no espaço escola ao nível da prevenção e melhoria do ambiente; Adotar, na vida quotidiana, comportamentos de defesa do equilíbrio ecológico, desenvolvendo o espírito de responsabilidade; Incentivar o reaproveitamento de material reciclável, através da criação de novas formas; Desenvolver o gosto pelo estudo e proteção do ambiente; Observar aspetos da fauna, flora, geologia e etnografia da região de Lafões e das áreas a visitar; Promover vivências que favoreçam a criação de uma consciência ecológica; Contactar com realidades culturais diferentes; Desenvolver a capacidade de observação e o espírito crítico; Desenvolver a autonomia; Promover a autoestima; Mobilizar os alunos para a prática desportiva e atividades ao ar livre; Revelar hábitos de prática desportiva e atividades físicas, de higiene e de alimentação, que favoreçam o desenvolvimento pessoal e a promoção de um estilo de vida saudável; Tomar iniciativas e fazer opções no domínio de atividades escolares e recreativas, tendo em conta as suas preferências; Participar em atividades de grupo aceitando a contribuição dos outros e respeitando decisões tomadas. Professoras responsáveis pelo clube e alunos inscritos Comunidad e educativa N Ao longo do ano 64

65 CLUBE DE MÚSICA ATIVIDADES CONTEÚDOS AP COMPETÊNCIAS DINAMIZADORES DESTINATÁRIOS IA CALENDARIZAÇÃO Clube de Música Altura. Dinâmica. Forma. Ritmo. - Promover a ocupação de tempos livres, com atividades lúdicas relacionadas com a Música; - Motivar os alunos para a aprendizagem da Música, relembrando e ensinando conceitos inerentes a esta área, através da execução de temas musicais diversos e da utilização de diversos instrumentos musicais; - Desenvolver interesses culturais: a curiosidade e o gosto de aprender; - Conhecer diversos estilos musicais e as diferentes técnicas de execução instrumental que os caracterizam. PROFESSOR ENVOLVIDO: o docente de música existente na escola. Alunos do 2.º e 3.º ciclos. Quarta-feiras, das 14:10 às 16:40. 65

66 Comunicação, Espaço, Medida, Forma, Geometria, Luz/Cor, Estrutura, Material e Reciclagem Promoção do conhecimento científico e cultural/ Cidadania (Solidariedade/Educação Ambiental) CLUBE DE ARTES ATIVIDADES CONTEÚDOS AP COMPETÊNCIAS DINAMIZADORES DESTINATÁRIOS IA CALENDARIZAÇÃO Participação/colaboraç ão nas decorações natalícias da escola; Elaboração de pinheirinhos de natal em feltro com diversas aplicações; Colaboração no Projeto A Chance Come and Let s Meet Again ; Criação de animais/espaços físicos com a técnica do papel machê no âmbito do Centro de Interpretação dos Loendros. Ao longo do ano, serão desenvolvidas diversas competências no âmbito da Educação Artística, nomeadamente ao nível do domínio da exploração de técnicas e materiais, articulando várias componentes: técnicas, visuais, plásticas, mas também componentes sociais. Desenvolver o gosto pela vida escolar; Promover as vivências das tradições Natalícias; Desenvolver o espírito criativo; Dotar os alunos de capacidade de realização de diversas composições, de sentido estético, organizacional e de responsabilidade; Dotar os alunos de capacidade de realização/criação de diversos artefactos/ produtos; Desenvolver o espírito e a dinâmica de grupo. Professora responsável pelo clube e alunas inscritas Comunidade educativa/ Centro de Interpretação dos Loendros e alunas participantes N 1ºperíodo 2º e 3ºperíodo 66

67 CLUBE EWW.COMUNICATION.CLUB ATIVIDADES CONTEÚDOS AP COMPETÊNCIAS DINAMI ZADORES DESTINA TÁRIOS IA CALENDA RIZAÇÃO Serão desenvolvidas atividades que permitam um maior desenvolvimento dos domínios da comunicação oral (speaking and listening exercises), e exercícios de escrita que promovam a consolidação de saberes a aplicar em situações de comunicação oral. 7º ano Introducing yourself and others: personality, favourite colour, hobbies, sports, games and singers Family and jobs Daily routine: asking for and answering about daily routines, talking about preferences, telling the time Free time activities and friends Describing a house School life: asking for and giving opinions, timetables City vs countryside: going shopping Domínio: Compreensão Oral Domínio: Interação Oral Domínio: Produção Oral 7º ano O aluno identifica palavras-chave e frases simples e infere o sentido geral em mensagens e textos simples e curtos (anúncios públicos, mensagens telefónicas, publicidade, canções, clips, entre outros) relacionados com o meio envolvente, situações do quotidiano e experiências pessoais, sempre que sejam articulados de forma clara e pausada. O aluno interage em conversas curtas, bem estruturadas e ligadas a situações familiares. Pede e dá informações e troca opiniões sobre o meio envolvente, situações do quotidiano e experiências pessoais, tendo em conta o discurso do interlocutor e respeitando os princípios de delicadeza. Pronuncia, geralmente, de forma compreensível, um repertório limitado de expressões e de frases, mobilizando estruturas gramaticais elementares. O aluno exprime-se, de forma simples, em monólogos curtos preparados previamente. Descreve o meio envolvente e situações do quotidiano; conta experiências pessoais e acontecimentos reais ou imaginários, presentes ou passados e exprime opiniões, gostos e preferências. Usa um repertório limitado de expressões e de frases, mobilizando estruturas gramaticais elementares. Pronuncia de forma suficientemente clara para ser entendido. Professor de inglês Alunos 7º ano propostos pelos conselhos de turma e voluntários Ao longo do ano 67

68 ATIVIDADES CONTEÚDOS AP COMPETÊNCIAS Serão desenvolvidas atividades que permitam um maior desenvolvimento dos domínios da comunicação oral (speaking and listening exercises), e exercícios de escrita que promovam a consolidação de saberes a aplicar em situações de comunicação oral. 8º ano Holidays: the environment/forests Healthy lifestyle: talking about the importance of breakfast/expressing preferences; talking about what people should/shouldn t eat; ordering at the restaurant; giving advice about teens eating disorders; describing healthy lifestyles; talking about school problems bullying Fashion: going shopping (asking for and giving information about size, price offering assistance, saying the price ) Media: Inviting a friend to go to the cinema Domínio: Compreensão Oral Domínio: Interação Oral 8º ano O aluno compreende as ideias principais e informação relevante explícita em mensagens e textos curtos (anúncios públicos, mensagens telefónicas, noticiários, reportagens, publicidades, canções, clips, entre outros) sobre experiências pessoais e situações do quotidiano, interesses próprios e temas da atualidade, sempre que sejam constituídos, essencialmente, por frases simples e vocabulário muito frequente e sejam articulados de forma clara e pausada. O aluno interage em conversas curtas bem estruturadas e ligadas a situações familiares. Troca ideias, informações e opiniões sobre situações do quotidiano e experiências pessoais, interesses próprios e temas da atualidade, tendo em conta o discurso do interlocutor e respeitando os princípios de delicadeza. Usa vocabulário muito frequente e frases simples mobilizando as estruturas gramaticais adequadas. Pronuncia de forma suficientemente clara para ser entendido. DINAMI ZADORES Professor de inglês DESTINA TÁRIOS Alunos 8º ano propostos pelos conselhos de turma e voluntários IA CALENDA RIZAÇÃO Ao longo do ano Domínio: Produção Oral O aluno exprime-se, de forma simples, em monólogos curtos preparados previamente. Descreve o meio envolvente e situações do quotidiano; conta experiências pessoais e acontecimentos reais ou imaginários, presentes ou passados e exprime opiniões, gostos e preferências sobre temas da atualidade. Usa vocabulário muito frequente e frases simples mobilizando estruturas gramaticais elementares. Pronuncia de forma suficientemente clara para ser entendido. 68

69 ATIVIDADES CONTEÚDOS AP COMPETÊNCIAS DINAMI ZADORES DESTINA TÁRIOS IA CALENDA RIZAÇÃO Serão desenvolvidas atividades que permitam um maior desenvolvimento dos domínios da comunicação oral (speaking and listening exercises), e exercícios de escrita que promovam a consolidação de saberes a aplicar em situações de comunicação oral. 9º ano Holidays: talking about holidays and travelling; asking for and giving opinions about places to visit; talking about the importance of speaking English; talking about friendship Racism and tolerance: talking about racism and discrimination; expressing opinion about child work/slavery Careers, jobs and business: talking about the benefits of volunteer work and discussing future careers and features that influence career choice Domínio: Compreensão Oral Domínio: Interação Oral 9º ano O aluno compreende as ideias principais e seleciona informação pertinente em textos diversos (noticiários, reportagens, documentários, entrevistas, canções, clips e sequências fílmicas, entre outros) sobre pessoas, experiências, produtos, serviços, situações do quotidiano, do mundo do trabalho e do lazer, e sobre temas da atualidade, sempre que as ideias sejam estruturadas com marcadores explícitos, predomine vocabulário frequente e a articulação seja clara. O aluno interage em conversas inseridas em situações familiares. Troca ideias, informações e opiniões sobre pessoas, experiências, produtos, serviços, o mundo do trabalho e do lazer e temas da atualidade. Reage, de forma pertinente, ao discurso do interlocutor e respeita os princípios de delicadeza. Usa vocabulário frequente e estruturas frásicas diversas, mobilizando recursos gramaticais adequados para ligar, clarificar e reformular as ideias. Pronuncia geralmente de forma clara e com ritmo e entoação apropriados. Professor de inglês Alunos 9º ano propostos pelos conselhos de turma e voluntários Ao longo do ano Dealing with addictions: giving advice and warning about the risks of tattooing and piercing; discussing reasons that lead to addiction Living earth, dying earth: talking about environment problems Domínio: Produção Oral O aluno exprime-se, com alguma fluência, em monólogos preparados previamente. Descreve, narra e/ou expõe informações sobre assuntos do seu interesse e temas da atualidade, exprimindo opiniões, gostos e preferências. Usa vocabulário frequente e estruturas frásicas diversas, mobilizando recursos gramaticais adequados para construir uma sequência linear de informações. Pronuncia geralmente de forma clara, com ritmo e entoação apropriados. 69

70 Conhecimento Científico e Cultural / Cidadania CLUBE ATIVIDADES CONTEÚDOS AP COMPETÊNCIAS DINAMIZADORES DESTINATÁRIOS CALENDARIZAÇÃO Estudo orientado em diferentes disciplinas. Análise de vocabulário específico. Elaboração de esquemas partindo de textos. Realização de jogos de estratégia / cálculo; Resolução de desafios Técnicas de estudo. Técnicas de pesquisa e tratamento de informação. Expressão oral/escrita. Raciocínio lógico e abstracto. Resolução de problemas /desafios. Interiorização de valores/ /responsabilidades inerentes ao trabalho desenvolvido na escola. Reforço de métodos, técnicas e hábitos regulares de organização e de estudo. Desenvolver competências ao nível do tratamento de informação. o o Adquirir: capacidade e gosto pela pesquisa; capacidade de recolha de informação essencial e complementar. Desenvolver o raciocínio lógico-abstrato/cálculo matemático. Treino do uso da língua portuguesa para comunicar adequadamente em situações de aprendizagem explícitas e aplicadas a outras situações do quotidiano. Treinar técnicas de pensamento autónomo e crítico. Docentes responsáveis pelo espaço pedagógico (em articulação com outros docentes/técnicos) Alunos do 3.ºciclo (propostos por conselhos de turma/ voluntários) Ao longo do ano letivo 70

71 ATIVIDADES TRANSVERSAIS ATIVIDADES DINAMIZADORES CALENDARIZAÇÃO Dia da Música Dia da Alimentação Dia de S. Martinho Dia do Fumador Dia da Luta contra a Sida Dia Internacional da Pessoa com Deficiência Festa de Natal Departamento da Educação Pré-Escolar Departamento do 1º CEB Departamento da Educação Pré-Escolar Departamento do 1º CEB Biblioteca PES CNAPA Departamento da Educação Pré-Escolar Departamento do 1º CEB Departamento de Matemática e Ciências Experimentais PES Departamento de Matemática e Ciências Experimentais PES Biblioteca Departamento de Expressões (Núcleo de Educação Especial) Departamento da Educação Pré-Escolar Departamento do 1º CEB Professores das AECs Departamento de Expressões (Professor de Educação Musical e Professora de Educação Física) Biblioteca 8 de outubro 16 de outubo 11 de novembro 18 de novembro 2 de dezembro 4 de dezembro 17 de dezembro 71

72 ATIVIDADES DINAMIZADORES CALENDARIZAÇÃO Decoração natalícia da escola Campanha de Natal 2013 / Ser solidário Cantar os Reis Departamento de Expressões Departamento do 1º CEB Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Assistentes operacionais CNAPA Departamento do 1º CEB CNAPA Departamento da Educação Pré-Escolar Departamento do 1º CEB dezembro dezembro janeiro Ação de sensibilização: Escola Segura - GNR Dia dos Afetos Cortejo de Carnaval Dia Internacional da Mulher Visita de estudo a Belmonte e a Braga CNC em rede Dia das Ciências Feira do Livro Departamento da Educação Pré-Escolar Departamento do 1º CEB PES Biblioteca Departamento da Educação Pré-Escolar Departamento do 1º CEB Departamento de Ciências Sociais e Humanas. PES Departamento de Ciências Sociais e Humanas. Outros Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Departamento do 1º CEB Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Departamento do 1º CEB Biblioteca Departamento de Expressões Departamento da Educação Pré-Escolar 31 janeiro 14 de fevereiro 24 a 28 de fevereiro 8 e março Final do 2º período 12 de março 31 de março a 4 de abril maio 72

73 ATIVIDADES DINAMIZADORES CALENDARIZAÇÃO Corrida solidária Dia da Criança Festa de fim de ano Departamento de Expressões (Educação Especial / Educação Física) PES CNAPA Departamento de Expressões Departamento do 1º CEB Departamento do 1º CEB Departamento da Educação Pré-Escolar maio/junho 2 de junho 13 de junho 73

74 DIVULGAÇÃO E ACOMPANHAMENTO Depois de emitido o parecer do Conselho Pedagógico e da aprovação por parte do Conselho Geral, o Plano Anual de Atividades será divulgado a toda a comunidade escolar e disponibilizado no site do agrupamento, em para consulta da Comunidade Educativa. O acompanhamento do Plano Anual de Atividades será feito, ao longo do ano, pela Coordenadora de Projetos. Efetuar-se-ão atualizações/adendas conforme a necessidade. 74

75 AVALIAÇÃO DO PAA A avaliação do Plano Anual de Atividades é fundamental, pois é através desta que se estrutura a informação relevante para o ano letivo seguinte, numa perspetiva de desenvolvimento continuado e sustentável. O PAA deverá ser entendido como um documento dinâmico, sujeito a possíveis alterações que resultem de constrangimentos verificados após a sua avaliação intermédia ou de atividades que se considere pertinente integrar. Assim, durante este ano letivo a avaliação das atividades realizadas deverá organizar-se da seguinte forma: incidir inicialmente sobre cada atividade, devendo cada responsável preencher, até ao final de cada período, o Relatório de Avaliação; cada Coordenador de Departamento/Clube/Projeto deverá efetuar uma avaliação dos aspetos positivos e negativos mais relevantes do conjunto de atividades sob a sua responsabilidade, identificando os pontos fortes e fracos, bem como propostas de melhoria, de modo a que seja possível fazer ajustes oportunos no Plano Anual de Atividades; a Coordenadora dos Projetos irá acompanhar e avaliar o Plano e apresentará ao Presidente da CAP um relatório das atividades realizadas por período, realçando as experiências de trabalho mais relevantes, potenciando a partilha de boas práticas e a correção de desvios; este terá como base os seguintes instrumentos de avaliação: análise das propostas apresentadas; relatórios de avaliação apresentados pelos Coordenadores de Projetos/Clubes/Departamentos; fichas de auto e de heteroavaliação; atas (Conselho Turma, Departamentos, Conselho Pedagógico, etc.); 75

76 análise das grelhas preenchidas ao longo do ano letivo; grelhas a elaborar; outros considerados necessários. O objetivo central da avaliação intermédia consiste na otimização dos recursos afetos às diferentes atividades, de modo a promover os reajustamentos necessários em tempo oportuno. No final do ano letivo a Coordenadora dos Projetos deverá elaborar um relatório final das atividades realizadas, que apresentará ao Presidente da CAP. Este deverá incluir um balanço das atividades realizadas, uma apreciação geral dos resultados atingidos, uma perspetiva sobre a continuidade das atividades mais relevantes e uma reflexão crítica a partir da qual se perspetivará o Plano para o próximo ano letivo. O Presidente da CAP, ouvido o Conselho Pedagógico, deverá submeter o relatório final das atividades realizadas à aprovação do Conselho Geral, procedendo ao seu balanço, efetuando uma apreciação geral dos resultados atingidos, dando uma perspetiva sobre a continuidade das atividades mais relevantes e fazendo uma reflexão crítica a partir da qual se perspetivará o Plano para o ano letivo seguinte. 76

77 DISPOSIÇÕES FINAIS O Plano de Atividades é um documento operativo do Projeto Educativo de Escola, representando por isso, um processo dinâmico e flexível, que permite, quando oportuno, a sua reformulação e a integração de novas atividades que reforcem a consecução dos princípios que estão na sua génese. Nessa medida, além das ações previstas, poderão vir a ser incluídas outras, cuja realização esteja de acordo com as metas do projeto educativo. As datas constantes deste documento são as constantes das planificações e planeamento anual podendo sofrer alterações de acordo com as necessidades do Agrupamento. Aprovado no Conselho Geral Transitório de 11 de dezembro de

78 ANEXOS 78

79 RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DE ATIVIDADE REALIZADA 79

80 80

81 81

82 RELATÓRIO DE ATIVIDADE NÃO REALIZADA 82

83 RELATÓRIO TRIMESTRAL DE ATIVIDADES DOS CLUBES Agrupamento de Escolas de Campia Relatório Trimestral de Atividades dos Clubes Ano Letivo / º Período Clube 1. Horário e funcionamento 2. Coordenação e professores envolvidos 3. Número de alunos inscritos e a frequentar 4. Trabalho desenvolvido com os alunos e/ou com outras entidades 5. Reflexão sobre as atividades desenvolvidas, nomeadamente os seus efeitos e repercussões 6. Atividades de interação com a comunidade 7. Outras considerações 8. Balanço do clube (apreciação geral dos resultados atingidos, perspetiva sobre a continuidade das atividades mais relevantes, reflexão crítica a partir da qual se perspetivará o clube para o próximo ano letivo). 83

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCABIDECHE ESCOLA BÁSICA 2,3 DE ALCABIDECHE Sede

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCABIDECHE ESCOLA BÁSICA 2,3 DE ALCABIDECHE Sede AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCABIDECHE ESCOLA BÁSICA 2,3 DE ALCABIDECHE Sede 1. Identificação DEPARTAMENTO: Pré-Escolar PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES - PROPOSTA DE ACTIVIDADES ANO LECTIVO - 2010 / 2011 Coordenador(a):

Leia mais

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida SETEMBRO Regresso à escola/adaptação Facilitar a adaptação/readaptação ao jardim de infância Negociar e elaborar a lista de regras de convivência Diálogo sobre

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER - Código 151427 PLANO PLURIANUAL DE ATIVIDADES DO PRÉ-ESCOLAR E 1.º, 2.º E 3.

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER - Código 151427 PLANO PLURIANUAL DE ATIVIDADES DO PRÉ-ESCOLAR E 1.º, 2.º E 3. PLANO PLURIANUAL DE ATIVIDADES DO PRÉ-ESCOLAR E 1.º, 2.º E 3.º CICLOS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER 2013/2017 O Projeto Plurianual de Atividades do Agrupamento de Escolas Sophia de Mello

Leia mais

Pré-Projeto de Educação Ambiental

Pré-Projeto de Educação Ambiental Pré-Projeto de Educação Ambiental Vamos Descobrir e Valorizar o Alvão Ano 2014/15 Centro de Informação e Interpretação Lugar do Barrio 4880-164 Mondim de Basto Telefone: 255 381 2009 ou 255 389 250 1 Descobrir

Leia mais

PLANO EDUCATIVO MUNICIPAL

PLANO EDUCATIVO MUNICIPAL MUNICÍPIO DE VOUZELA PLANO EDUCATIVO MUNICIPAL 2014/2015 Designação da Formação Toxicodependências Programa de Respostas Integradas As Crianças Marcam a Diferença! Natação 1º Ciclo Prolongamento de Horário

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2014/2015 3º Período

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2014/2015 3º Período PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2014/2015 3º Período ATIVIDADE OBJETIVO INTERDISCIPLI- NA-RIDADE LIGAÇÃO AO PROJETO EDUCATIVO DINAMIZADORES E ACOMPANHANTES PÚBLICO-ALVO (Referir turma) CALENDARIZAÇÃ O CUSTOS

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER - Código 151427 PLANO DE ESTUDOS DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER 2013/2014

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER - Código 151427 PLANO DE ESTUDOS DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER 2013/2014 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER - Código 7 PLANO DE ESTUDOS DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER 0/0 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS SOPHIA DE MELLO BREYNER - Código 7 ÍNDICE - Introdução...

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Samora Correia 2011/2012

Agrupamento de Escolas de Samora Correia 2011/2012 Plano Anual de Actividades Jardins de Infância Organização do Ambiente Educativo e espaços comuns. (de 4 a 09-09-2011) Cada educadora prepara a sua sala Organizar o Ambiente Educativo educadoras. Observação

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Cascais Plano Anual de Atividades 2014/2015 ANEXO 1 DEPARTAMENTO DO PRÉ-ESCOLAR E 1.º CICLO

Agrupamento de Escolas de Cascais Plano Anual de Atividades 2014/2015 ANEXO 1 DEPARTAMENTO DO PRÉ-ESCOLAR E 1.º CICLO ANEO 1 DEPARTAMENTO DO PRÉ-ESCOLAR E 1.º CICLO 0 1º Período A CAF (Componente de Apoio à Família 2 primeiras semanas de setembro e interrupção do Natal) será acionada de acordo com resposta dos Encarregados

Leia mais

Calendarização Atividade Objetivos Responsáveis Destinatários 1º PERÍODO

Calendarização Atividade Objetivos Responsáveis Destinatários 1º PERÍODO 1 Calendarização Atividade Objetivos Responsáveis Destinatários 1º PERÍODO Setembro Acolhimento das crianças - Integração e adaptação das crianças ao Centro Infantil Setembro Reunião de Pais e Encarregados

Leia mais

Agrupamento de Escolas nº4 de Évora - 135562 Escola Sede: Escola Secundária André de Gouveia. Plano de Ação dos Projetos e Clubes

Agrupamento de Escolas nº4 de Évora - 135562 Escola Sede: Escola Secundária André de Gouveia. Plano de Ação dos Projetos e Clubes Consciencializar toda a Comunidade Escolar para a Preservação do Meio Envolvente; Sensibilizar a comunidade para a poupança de recursos, promovendo a reutilização e a reciclagem. Valorizar a Educação para

Leia mais

PES Promoção e Educação para a Saúde

PES Promoção e Educação para a Saúde (A PREENCHER PELA COMISSÃO DO PAA) Atividade Nº AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE FRAGOSO Projeto PES Promoção e Educação para a Saúde Equipa Dinamizadora: Alice Gonçalves e Rosa Rêgo Ano letivo 2014/2015

Leia mais

Plano Anual de Atividades

Plano Anual de Atividades Plano Anual de Atividades Atividades Previstas para o ano letivo de 2013 2014 Atividades Objetivos Estratégias Calendarização Adaptar a criança à escola e à vida Diálogos conviventes de social; apresentação

Leia mais

Educação para a Cidadania linhas orientadoras

Educação para a Cidadania linhas orientadoras Educação para a Cidadania linhas orientadoras A prática da cidadania constitui um processo participado, individual e coletivo, que apela à reflexão e à ação sobre os problemas sentidos por cada um e pela

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE PAIS DE EIXO. çzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopa

ASSOCIAÇÃO DE PAIS DE EIXO. çzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopa qwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçz xcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasd fghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklçzxcvbn mqwertyuiopasdfghjklçzxcvbnmqwertyuiopasdfghjkl

Leia mais

ACTIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LECTIVO 2011 / 2012 TIC@CIDADANIA. Proposta de planos anuais. 1.º Ciclo do Ensino Básico

ACTIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LECTIVO 2011 / 2012 TIC@CIDADANIA. Proposta de planos anuais. 1.º Ciclo do Ensino Básico ACTIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LECTIVO 2011 / 2012 TIC@CIDADANIA Proposta de planos anuais 1.º Ciclo do Ensino Básico Introdução O objetivo principal deste projeto é promover e estimular

Leia mais

Gestor de Atividades e Recursos Educativos

Gestor de Atividades e Recursos Educativos 21/01/ Imprimir atividade Gestor de Atividades e Recursos Educativos Agrupamento de Escolas de Data Atividade Público Alvo Início Término Préescolar Titulo, Tipologia, Proponente, Escola Desafios da Matemática

Leia mais

Plano Anual de Atividades 2014-2015 Departamento de Ciências Humanas

Plano Anual de Atividades 2014-2015 Departamento de Ciências Humanas Visita de estudo Geografia Conhecer o funcionamento de uma unidade industrial; Reconhecer a importância da atividade industrial na economia. Geografia e Alunos do 9º Ano Unidade Industrial 2ºPeríodo Visita

Leia mais

PLANO PLURIANUAL DE ATIVIDADES

PLANO PLURIANUAL DE ATIVIDADES PLANO PLURIANUAL DE ATIVIDADES Agrupamento de Escolas Elias Garcia 2013/2016 1 PLANO PLURIANUAL DE ATIVIDADES 2013/2016 O Plano Plurianual de Atividades (PPA) constitui um dos documentos de autonomia,

Leia mais

Externato Cantinho Escolar. Plano Anual de Atividades

Externato Cantinho Escolar. Plano Anual de Atividades Externato Cantinho Escolar Plano Anual de Atividades Ano letivo 2014 / 2015 Pré-escolar e 1º Ciclo Ação Local Objetivos Atividades Materiais Recursos Humanos Receção dos Fomentar a integração da criança

Leia mais

DATA TEMA OBJETIVOS ATIVIDADES RECURSOS

DATA TEMA OBJETIVOS ATIVIDADES RECURSOS PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2014/2015 (Resposta Social de Creche) DATA TEMA OBJETIVOS ATIVIDADES RECURSOS Setembro Integração/adaptação das Crianças Reunião de Pais 24/09/2014 Outono - Promover a integração

Leia mais

Nota Introdutória. Objetivos da Biblioteca Escolar (de acordo com o MANIFESTO IFLA/UNESCO PARA BIBLIOTECA ESCOLAR)

Nota Introdutória. Objetivos da Biblioteca Escolar (de acordo com o MANIFESTO IFLA/UNESCO PARA BIBLIOTECA ESCOLAR) Nota Introdutória Objetivos da Biblioteca Escolar (de acordo com o MANIFESTO IFLA/UNESCO PARA BIBLIOTECA ESCOLAR) Apoiar e promover os objetivos educativos definidos de acordo com as finalidades e currículo

Leia mais

OBJETIVOS DO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2013-2014. Promover a participação dos Encarregados de Educação no processo de ensino e aprendizagem dos alunos

OBJETIVOS DO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2013-2014. Promover a participação dos Encarregados de Educação no processo de ensino e aprendizagem dos alunos OBJETIVOS DO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2013-2014 Promover o sucesso académico Reforçar a organização, coordenação e articulação curricular Promover a participação dos Encarregados de Educação no processo

Leia mais

1 - JUSTIFICAÇÃO DO PROJECTO

1 - JUSTIFICAÇÃO DO PROJECTO 1 - JUSTIFICAÇÃO DO PROJECTO A actual transformação do mundo confere a cada um de nós professores, o dever de preparar os nossos alunos, proporcionando-lhes as qualificações básicas necessárias a indivíduos

Leia mais

Avaliação do Projecto Curricular

Avaliação do Projecto Curricular Documento de Reflexão Avaliação do Projecto Curricular 2º Trimestre Ano Lectivo 2006/2007 Actividade Docente desenvolvida Actividade não lectiva Com base na proposta pedagógica apresentada no Projecto

Leia mais

COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA JARDIM DE INFÂNCIA Nº1 PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2014/2015 PROJETO: CHUVA DE CORES

COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA JARDIM DE INFÂNCIA Nº1 PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2014/2015 PROJETO: CHUVA DE CORES COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA JARDIM DE INFÂNCIA Nº1 PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2014/2015 PROJETO: CHUVA DE CORES INTRODUÇÃO «Será a emergência do sentido e conteúdo curricular

Leia mais

INTRODUÇÃO ÍNDICE OBJECTIVOS DA EDUCAÇÂO PRÈ-ESCOLAR

INTRODUÇÃO ÍNDICE OBJECTIVOS DA EDUCAÇÂO PRÈ-ESCOLAR INTRODUÇÃO ÍNDICE - Objectivos de Educação Pré-Escolar - Orientações Curriculares - Áreas de Conteúdo/Competências - Procedimentos de Avaliação - Direitos e Deveres dos Encarregados de Educação - Calendário

Leia mais

Setembro: 01 - Início do ano escolar - Início do ano letivo. Outubro:

Setembro: 01 - Início do ano escolar - Início do ano letivo. Outubro: CALENDARIZAÇÃO ATIVIDADES OBJETIVOS RECURSOS HUMANOS Setembro: 01 - Início do ano escolar - Início do ano letivo Preparar o ano letivo Criar uma relação de empatia entre as crianças e os adultos da sala

Leia mais

A INFLUÊNCIA DOS PROJETOS NO DOMÍNIO DOS RESULTADOS: O PONTO DE VISTA DOS COORDENADORES

A INFLUÊNCIA DOS PROJETOS NO DOMÍNIO DOS RESULTADOS: O PONTO DE VISTA DOS COORDENADORES AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CABECEIRAS DE BASTO A INFLUÊNCIA DOS PROJETOS NO DOMÍNIO DOS RESULTADOS: O PONTO DE VISTA DOS COORDENADORES A EQUIPA DE AUTOAVALIAÇÃO: Albino Barroso Manuel Miranda Paula Morais

Leia mais

Ação de Formação OFERTAS CURRICULARES DIVERSIFICADAS: UMA NOVA REALIDADE ESCOLAR PARA TODOS OS DOCENTES

Ação de Formação OFERTAS CURRICULARES DIVERSIFICADAS: UMA NOVA REALIDADE ESCOLAR PARA TODOS OS DOCENTES Ação de Formação OFERTAS CURRICULARES DIVERSIFICADAS: UMA NOVA REALIDADE ESCOLAR PARA TODOS OS DOCENTES Programa para a disciplina de oferta complementar do AER (ensino básico): Educação para a Cidadania

Leia mais

Planificação Anual do Projeto Educação para a Saúde

Planificação Anual do Projeto Educação para a Saúde AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE ANTÓNIO FEIJÓ ANO LETIVO 2012.2013 Planificação Anual do Projeto Saúde Designação do Projeto Objetivos Ligação ao Projeto Educativo /PAA Calendarização Intervenientes

Leia mais

Plano Anual de Atividades

Plano Anual de Atividades Plano Anual de Atividades Objetivos Atividades Responsáveis Datas Recursos Avaliaçõe s Promover o convívio entre os elementos da comunidade educativa Proporcionar momentos de alegria e partilha Recepção

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Ano Letivo 2013/2014. Resposta Social: Creche

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Ano Letivo 2013/2014. Resposta Social: Creche Ano Letivo 2013/2014 Mês Dia Atividade Intenções Pedagógicas Intervenientes Setembro 02 23 a 27 01 Início do Ano Letivo Semana Comemorativa da Chegada do outono Dia Nacional da Água - Festejar a chegada

Leia mais

ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LETIVO 2012/2013 TIC@CIDADANIA. Proposta de planos anuais. 1.º Ciclo do Ensino Básico IM-DE-057.

ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LETIVO 2012/2013 TIC@CIDADANIA. Proposta de planos anuais. 1.º Ciclo do Ensino Básico IM-DE-057. ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LETIVO 2012/2013 TIC@CIDADANIA Proposta de planos anuais 1.º Ciclo do Ensino Básico AEC TIC@CIDADANA Proposta de Plano Anual 2012/2013 1. Introdução A Divisão

Leia mais

PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES ANO LECTIVO 2011/2012 e 2012/2013

PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES ANO LECTIVO 2011/2012 e 2012/2013 PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES ANO LECTIVO 2011/2012 e 2012/2013 Metas * 4 Promover estilos e hábitos de vida saudáveis;. 4 -Promover estilos e hábitos de vida saudáveis. Dinamizadores /Interveniente s - Professores

Leia mais

Análise dos resultados da informação relativa à aprendizagem dos alunos

Análise dos resultados da informação relativa à aprendizagem dos alunos Análise dos resultados da informação relativa à aprendizagem dos alunos Avaliação do impacto das atividades desenvolvidas nos resultados escolares de 2014/2015 Plano estratégico para 2015/2016 (Conforme

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL

DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO - FNDE PROINFÂNCIA BAHIA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA - UFBA FACULDADE DE EDUCAÇÃO - FACED DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS PARA A

Leia mais

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE FRAGOSO. Projeto do. CLUBE É-TE=igual? Equipa Dinamizadora: Elisa Neiva Cruz

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE FRAGOSO. Projeto do. CLUBE É-TE=igual? Equipa Dinamizadora: Elisa Neiva Cruz AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE FRAGOSO Projeto do CLUBE É-TE=igual? Equipa Dinamizadora: Elisa Neiva Cruz Uma ação educativa de abertura para a comunidade Ano letivo 2014/2015 Índice 1. Introdução

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA MARIA AMÁLIA VAZ DE CARVALHO PLANO DE MELHORIA

ESCOLA SECUNDÁRIA MARIA AMÁLIA VAZ DE CARVALHO PLANO DE MELHORIA ESCOLA SECUNDÁRIA MARIA AMÁLIA VAZ DE CARVALHO PLANO DE MELHORIA 2012-2015 PLANO DE MELHORIA (2012-2015) 1. CONTEXTUALIZAÇÃO DO PROCESSO Decorreu em finais de 2011 o novo processo de Avaliação Externa

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Moita. Plano de Melhoria. P r o v i s ó r i o P p P r o. Ano letivo 2013-14

Agrupamento de Escolas da Moita. Plano de Melhoria. P r o v i s ó r i o P p P r o. Ano letivo 2013-14 Agrupamento de Escolas da Moita Plano de Melhoria P r o v i s ó r i o P p P r o Ano letivo 2013-14 Moita, 22 de abril de 2015 A COMISSÃO DE AUTOAVALIAÇÃO o Célia Romão o Hélder Fernandes o Ana Bela Rodrigues

Leia mais

Plano Anual de Atividades (2014/2015) Intervenientes Calendarização Objetivos da Atividade. 1º Período Setembro de 2014

Plano Anual de Atividades (2014/2015) Intervenientes Calendarização Objetivos da Atividade. 1º Período Setembro de 2014 Plano Anual de Atividades (2014/2015) Atividade Curricular Intervenientes Calendarização Objetivos da Atividade 1º Período Setembro de 2014 Início do ano lectivo /Pais 1ª Quinzena de Setembro Reunião de

Leia mais

DGEstE Direção de Serviços da Região Centro

DGEstE Direção de Serviços da Região Centro DGEstE Direção de Serviços da Região Centro Bibliotecas Escolares - Plano Anual de Atividades (PAA) Ano letivo 2014/2015 Este PAA encontra-se estruturado em 4 domínios (seguindo as orientações da RBE)

Leia mais

AEC ALE LIGAÇÃO DA ESCOLA COM O MEIO. Orientações Pedagógicas. 1.º Ciclo do Ensino Básico

AEC ALE LIGAÇÃO DA ESCOLA COM O MEIO. Orientações Pedagógicas. 1.º Ciclo do Ensino Básico ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LETIVO 2014/2015 AEC ALE LIGAÇÃO DA ESCOLA COM O MEIO Orientações Pedagógicas 1.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução A atividade de enriquecimento curricular,

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO 2015/2016 CATL

PROJETO PEDAGÓGICO 2015/2016 CATL PROJETO PEDAGÓGICO 2015/2016 CATL A vida é a arte de pintar e sentir a nossa própria história. Somos riscos, rabiscos, traços, curvas e cores que fazem da nossa vida uma verdadeira obra de arte! Autor

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho, Figueira da Foz

Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho, Figueira da Foz PLANO ANUAL DE TRABALHO 05/06 8ºAno Código 070 Educação para a Cidadania Ano Letivo: 05 / 06 Plano Anual Competências a desenvolver Conteúdos Temas/Domínios Objetivos Atividades / Materiais 3 Períodos

Leia mais

Escola Secundária da Ramada. Plano Plurianual de Atividades. Pro Qualitate (Pela Qualidade)

Escola Secundária da Ramada. Plano Plurianual de Atividades. Pro Qualitate (Pela Qualidade) Escola Secundária da Ramada Plano Plurianual de Atividades Pro Qualitate (Pela Qualidade) 2014 A Escola está ao serviço de um Projeto de aprendizagem (Nóvoa, 2006). ii ÍNDICE GERAL Pág. Introdução 1 Dimensões

Leia mais

Génios de palmo e meio Brincar com a ciência!

Génios de palmo e meio Brincar com a ciência! Plano Anual de Atividades 2014/15 Génios de palmo e meio Brincar com a ciência! Continuamos a apostar nos nossos alicerces de: Aprender a ser: o que pressupõe o desenvolvimento da autonomia, do discernimento

Leia mais

Planificação Anual. Competências Aprendizagens Atividades/Estratégias Avaliação. Registo e produções - Confiança

Planificação Anual. Competências Aprendizagens Atividades/Estratégias Avaliação. Registo e produções - Confiança Planificação Anual Professor: Gabriela Maria R. D. T. L. C. Silva Disciplina: Ano: préescolar Turma: I Ano letivo: 2014-2015 Competências Aprendizagens Atividades/Estratégias Avaliação Facilitar a adaptação

Leia mais

Plano Anual de atividades 2014/2015 1º Periodo

Plano Anual de atividades 2014/2015 1º Periodo Plano Anual de atividades 2014/2015 1º Periodo Designação Objectivos Grupo alvo Calendarização Responsáveis pela actividade Recursos a afectar J F M A M J J A S O N D Humanos Materiais Logísticos Exercício

Leia mais

INED PROJETO EDUCATIVO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO MAIA

INED PROJETO EDUCATIVO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO MAIA INED INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO PROJETO EDUCATIVO MAIA PROJETO EDUCATIVO I. Apresentação do INED O Instituto de Educação e Desenvolvimento (INED) é uma escola secundária a funcionar desde

Leia mais

Plano de Acção. Rede Social 2011/2012

Plano de Acção. Rede Social 2011/2012 Plano de Acção - Rede Social Plano de Acção Rede Social Conselho Local da Acção Social de Figueira de Castelo Plano de Acção Rede Social Acções a desenvolver Objectivos Resultados esperados Calendarização

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO PROGRAMA DE FERIAS DESPORTIVAS E CULTURAIS

PROJETO PEDAGÓGICO DO PROGRAMA DE FERIAS DESPORTIVAS E CULTURAIS 1. APRESENTAÇÃO PRINCÍPIOS E VALORES Acreditamos pela força dos factos que o desenvolvimento desportivo de um Concelho ou de uma Freguesia, entendido na sua vertente quantitativa e qualitativa, exige uma

Leia mais

Projeto Curricular do 1.º Ciclo

Projeto Curricular do 1.º Ciclo Projeto Curricular do 1.º Ciclo Tema Felizes os que constroem a vida na verdade e no bem. INTRODUÇÃO Este ano letivo 2014/2015 ficou definido como tema geral Felizes os que constroem a vida na verdade

Leia mais

Escola Básica do 1º Ciclo com Pré-Escolar de São Vicente Plano Anual de Actividades 2007/2008

Escola Básica do 1º Ciclo com Pré-Escolar de São Vicente Plano Anual de Actividades 2007/2008 Escola Básica do 1º Ciclo com Pré-Escolar de São Vicente Plano Anual de Actividades 2007/2008 Objectivos gerais: - Proporcionar o diálogo e o respeito pelas pessoas mais velhas. - Desenvolver o espírito

Leia mais

PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES (3ª ACTUALIZAÇÃO)

PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES (3ª ACTUALIZAÇÃO) AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PÚBLICAS DO CONCELHO DE PROENÇA-A-NOVA (3ª ACTUALIZAÇÃO) (3ª Actualização JULHO/2008) 1 Mês: Abril/2008 ANULAR (Estava na 1ª versão sem data) ANULAR (estava na 2ª versão para o 3º

Leia mais

PROJETO EDUCATIVO DE ESCOLA 2014-2017

PROJETO EDUCATIVO DE ESCOLA 2014-2017 ESCOLA SECUNDÁRIA JOSÉ AFONSO SEIXAL CÓDIGO 401481 Av. José Afonso Cavaquinhas Arrentela 2840 268 Seixal -- Tel. 212276600 Fax. 212224355 PROJETO EDUCATIVO DE ESCOLA 2014-2017 ABRIL DE 2014 Índice 1. Introdução

Leia mais

Plano Anual de Atividades CRECHE/JARDIM DE INFÂNCIA/CATL 2013-2014

Plano Anual de Atividades CRECHE/JARDIM DE INFÂNCIA/CATL 2013-2014 Fundação Centro Social de S. Pedro de, FCSR Plano Anual de Atividades CRECHE/JARDIM DE INFÂNCIA/CATL 2013-2014 Atividade Objetivos Recursos Calendarização Local Receção e acolhimento das crianças que vão

Leia mais

COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA PRÉ-ESCOLAR PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES PROJETO: CHUVA DE CORES

COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA PRÉ-ESCOLAR PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES PROJETO: CHUVA DE CORES COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA PRÉ-ESCOLAR PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES PROJETO: CHUVA DE CORES INTRODUÇÃO «Será a emergência do sentido e conteúdo curricular que permitirá distinguir e recriar

Leia mais

Agrupamento de escolas de Vila Nova de Poiares

Agrupamento de escolas de Vila Nova de Poiares Agrupamento de escolas de Vila Nova de Poiares Departamento da Educação Pré Escolar Avaliação na educação pré-escolar -Competências -Critérios gerais de avaliação Ano letivo 2013-2014 1 INTRODUÇÃO Para

Leia mais

AEC ALE LIGAÇÃO DA ESCOLA COM O MEIO. Orientações Pedagógicas. 1.º Ciclo do Ensino Básico

AEC ALE LIGAÇÃO DA ESCOLA COM O MEIO. Orientações Pedagógicas. 1.º Ciclo do Ensino Básico ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LETIVO 2015/2016 AEC ALE LIGAÇÃO DA ESCOLA COM O MEIO Orientações Pedagógicas 1.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução A atividade de enriquecimento curricular,

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MONTIJO ANO LECTIVO 2014/2015 ESCOLA BÁSICA LIBERDADE PLANO ANUAL DE ATIVIDADES

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MONTIJO ANO LECTIVO 2014/2015 ESCOLA BÁSICA LIBERDADE PLANO ANUAL DE ATIVIDADES AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MONTIJO ANO LECTIVO 2014/2015 ESCOLA BÁSICA LIBERDADE PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Sector da Escola: Pré-Escolar / 1º Ciclo Actividades (em articulação com as prioridades do Projecto

Leia mais

Critérios de Avaliação

Critérios de Avaliação Critérios de Avaliação Ano letivo 2013/2014 Critérios de Avaliação 2013/2014 Introdução As principais orientações normativas relativas à avaliação na educação pré-escolar estão consagradas no Despacho

Leia mais

Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias

Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias Índice 1. Objetivos gerais:... 4 2. Objetivos específicos:... 5 3. Estratégias Educativas e Pedagógicas... 6 4. Atividades Sócio-Educativas... 7 5. Propostas

Leia mais

Unidos com o mundo. Equipa pedagógica da Santa Casa da Misericórdia de Aveiro 2013/2014

Unidos com o mundo. Equipa pedagógica da Santa Casa da Misericórdia de Aveiro 2013/2014 Unidos com o mundo Equipa pedagógica da Santa Casa da Misericórdia de Aveiro 2013/2014 Introdução O Plano Anual de Atividade é um documento orientador de uma dinâmica comum a todas as salas da Pré, que

Leia mais

DEPARTAMENTO DO 1º CICLO ANO LETIVO 2012-2013. Critérios de avaliação

DEPARTAMENTO DO 1º CICLO ANO LETIVO 2012-2013. Critérios de avaliação DEPARTAMENTO DO 1º CICLO ANO LETIVO 2012-2013 Critérios de avaliação 0 MATRIZ CURRICULAR DO 1º CICLO COMPONENTES DO CURRÍCULO Áreas curriculares disciplinares de frequência obrigatória: Língua Portuguesa;

Leia mais

PROJETO DE RESOLUÇÃO N.º 1373/XII/4ª

PROJETO DE RESOLUÇÃO N.º 1373/XII/4ª PROJETO DE RESOLUÇÃO N.º 1373/XII/4ª Recomenda ao Governo a definição de uma estratégia para o aprofundamento da cidadania e da participação democrática e política dos jovens A cidadania é, além de um

Leia mais

PROPOSTAS PARA O PLANO ANUAL DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2011/2012

PROPOSTAS PARA O PLANO ANUAL DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2011/2012 PROPOSTAS PARA O PLANO ANUAL DE ATIVIDADES ANO LETIVO 2011/2012 PROJETO EDUCAR PARA A SAÚDE Atividades a desenvolver Dia mundial da alimentação - Disponibilizar fruta grátis no bar da escola. - Disponibilizar

Leia mais

Ação 1 Foral andante o que eu escrevo, o que tu lês

Ação 1 Foral andante o que eu escrevo, o que tu lês Ação 1 Foral andante o que eu escrevo, o que tu lês Criar ambientes de partilha; Proporcionar momentos de incentivo à leitura e ao relevo das ilustrações; Facilitar e promover a criatividade e imaginação;

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - ANO LETIVO 2011/2012

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - ANO LETIVO 2011/2012 Biblioteca Escolar GIL VICENTE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS GIL VICENTE ESCOLA GIL VICENTE EB1 CASTELO BIBLIOTECA ESCOLAR PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - ANO LETIVO 2011/2012 As atividades constantes do presente

Leia mais

pelouro da educação, cultura, desporto e juventude CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

pelouro da educação, cultura, desporto e juventude CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ORDEM DE TRABALHOS.6ª reunião CME Leitura e aprovação da ata da reunião anterior; Balanço do 1º período do ano letivo 2011/12; Intervenção do representante do Ministério

Leia mais

Intervenientes e modo de participação. -Visita á Agro Basto; -Andar nos carrosséis. -Comunidade Educativa; -visita de estudo;

Intervenientes e modo de participação. -Visita á Agro Basto; -Andar nos carrosséis. -Comunidade Educativa; -visita de estudo; Visitas de Estudo Visita à Feira de S. Miguel 27 de setembro -Conhecer e valorizar as tradições da Comunidade. -J.I. de Leiradas a Cidadania. -JI Leiradas Intervenientes e modo de -Visita á Agro Basto;

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2014/2015 Página 2 1.º Ciclo.. 05 2.º Ciclo. 09 Língua Portuguesa. Língua Inglesa.. História e Geografia de Portugal 23 Matemática... 24 Ciências da Natureza.. 25 Educação Musical...

Leia mais

Agrupamento de Escolas Das Marinhas Plano Anual de Atividades. Departamento: Pré-escolar Ano Letivo: 2014-2015

Agrupamento de Escolas Das Marinhas Plano Anual de Atividades. Departamento: Pré-escolar Ano Letivo: 2014-2015 de Escolas Das Marinhas Plano Anual de Atividades Departamento: Pré-escolar Ano Letivo: 2014-2015 Perfil do aluno à entrada no 1º ciclo: Ser capaz de aceitar e seguir as regras de convivência e de vida

Leia mais

Plano Anual de Atividades 2013/ 2014. - Receção e entrega de lembranças às. - Proporcionar momentos de alegria e Educadoras (S.A.

Plano Anual de Atividades 2013/ 2014. - Receção e entrega de lembranças às. - Proporcionar momentos de alegria e Educadoras (S.A. Data em que se realiza Setor/ Departamento Atividades Objetivos Específicos Responsáveis 2 de setembro - Receção e entrega de lembranças às - Fomentar a adaptação das crianças e Ajudantes crianças; na

Leia mais

PRÉ-ESCOLAR PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES. Vale Mourão 2014 / 2015 PROJETO: CHUVA DE CORES

PRÉ-ESCOLAR PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES. Vale Mourão 2014 / 2015 PROJETO: CHUVA DE CORES COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA PRÉ-ESCOLAR PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES Vale Mourão 2014 / 2015 PROJETO: CHUVA DE CORES INTRODUÇÃO «Será a emergência do sentido e conteúdo curricular que permitirá

Leia mais

Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias 2015

Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias 2015 Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias 2015 Índice 1. Objetivos gerais:... 4 2. Objetivos específicos:... 5 3. Estratégias Educativas e Pedagógicas... 6 4. Atividades Sócio-Educativas... 7

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO JOÃO DO ESTORIL

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO JOÃO DO ESTORIL AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO JOÃO DO ESTORIL Escola Secundária de DEPARTAMENTO: 1º CICLO - ATIVIDADES COMUNS ao longo do ano ATIVIDADES 15 Minutos de Leitura Crescer a Ler Levar a Ler CMC 15 de Leitura

Leia mais

---------- 23. - Presente à reunião proposta do Vereador José Maria Magalhães do seguinte teor:

---------- 23. - Presente à reunião proposta do Vereador José Maria Magalhães do seguinte teor: - Conselho Municipal de Educação de Vila Real - Proposta de Regulamento ---------- 23. - Presente à reunião proposta do Vereador José Maria Magalhães do seguinte teor: A Lei de Bases do Sistema Educativo

Leia mais

METAS DE APRENDIZAGEM (3 anos)

METAS DE APRENDIZAGEM (3 anos) METAS DE APRENDIZAGEM (3 anos) 1. CONHECIMENTO DO MUNDO Revelar curiosidade e desejo de saber; Explorar situações de descoberta e exploração do mundo físico; Compreender mundo exterior mais próximo e do

Leia mais

Plano Nacional de Leitura

Plano Nacional de Leitura Agrupamento de Escolas das Taipas Plano Nacional de Leitura 1. Estrutura organizacional Coordenador: Carlos Monteiro Grupo de Recrutamento: 300 Departamento: Línguas Composição do grupo de trabalho: docentes

Leia mais

Perguntas frequentes. 20142015 Rede de Bibliotecas Escolares Plano Nacional de Leitura Direção Geral da Saúde

Perguntas frequentes. 20142015 Rede de Bibliotecas Escolares Plano Nacional de Leitura Direção Geral da Saúde Perguntas frequentes 20142015 Rede de Bibliotecas Escolares Plano Nacional de Leitura Direção Geral da Saúde lista de perguntas Projeto SOBE Trabalhar no projeto Saúde Oral, Bibliotecas Escolares (SOBE)

Leia mais

AEC PROJETOS LÚDICO EXPRESSIVOS. Proposta de Planificação. 1.º Ciclo do Ensino Básico

AEC PROJETOS LÚDICO EXPRESSIVOS. Proposta de Planificação. 1.º Ciclo do Ensino Básico ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LETIVO 2013/2014 AEC PROJETOS LÚDICO EXPRESSIVOS Proposta de Planificação 1.º Ciclo do Ensino Básico PLE Proposta de Plano Anual 2013/2014 1. Introdução A atividade

Leia mais

Relatório do Plano Anual de Atividades - 1º Período -

Relatório do Plano Anual de Atividades - 1º Período - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE EIXO 2014-2015 Relatório do Plano Anual de Atividades - 1º Período - Índice 1 Introdução... 3 2 Cumprimento das atividades propostas... 4 3 Proponentes e destinatários das atividades...

Leia mais

Colaborar com as várias estruturas da escola nas tarefas inerentes ao cargo.

Colaborar com as várias estruturas da escola nas tarefas inerentes ao cargo. Atualizar e divulgar a composição da equipa. Divulgar as atividades. Atualizar e divulgar diversos materiais. ano lectivo Informação/divulgação dos serviços especializados na página da escola /EE Representar

Leia mais

PROJETO DE INTERVENÇÃO

PROJETO DE INTERVENÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AMARES CANDIDATURA A DIRETOR PROJETO DE INTERVENÇÃO (2013-2017) Pedro Paulo da Costa Cerqueira Amares, maio de 2013 As organizações, tal como os organismos vivos, têm os seus

Leia mais

ÁREAS DE CONTEÚDO: O QUE SÃO? COMO SE DEFINEM?

ÁREAS DE CONTEÚDO: O QUE SÃO? COMO SE DEFINEM? ÁREAS DE CONTEÚDO: O QUE SÃO? COMO SE DEFINEM? As Áreas de Conteúdo são áreas em que se manifesta o desenvolvimento humano ao longo da vida e são comuns a todos os graus de ensino. Na educação pré-escolar

Leia mais

PROJETO CURRICULAR DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS FREI JOÃO DE VILA DO CONDE

PROJETO CURRICULAR DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS FREI JOÃO DE VILA DO CONDE PROJETO CURRICULAR DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS FREI JOÃO DE VILA DO CONDE ÍNDICE 1. Introdução 2. O Agrupamento 2.1 População Escolar (número de alunos por estabelecimento de ensino) 2.2 Recursos Humanos

Leia mais

PROJETO CLUBE EUROPEU

PROJETO CLUBE EUROPEU ESCOLAS BÁSICA DE EIXO PROJETO CLUBE EUROPEU Título: CLUBE EUROPEU Responsáveis: Maria de Lurdes Silva Maria Isaura Teixeira Páginas: 5 Ano letivo: 2014-2015 Escola Básica de Eixo Impresso a 12.11.14 Conteúdo

Leia mais

Plano Anual de Atividades do Colégio 2015/2016 1

Plano Anual de Atividades do Colégio 2015/2016 1 Plano Anual de Atividades do Colégio 2015/2016 1 1.. 2 3 2. 3. 4 5 6 PLANO DE ATIVIDADES SÓCIO PEDAGÓGICAS COLÉGIO BOMFIM 2015/2016 Datas Atividades Objetivos Responsável Recursos Envolvimento da comunidade

Leia mais

Resposta Social de Creche

Resposta Social de Creche Plano Anual de Avenida da Quinta da Prata, Edifício 2, 7150-154 Borba Telefone: 268 891 607 Telemóvel: 967 178 675 Fax: 268 891 608 Correio eletrónico: geral@scmborba.pt Facebook: www.facebook.com/scmborba

Leia mais

Gestor de Atividades e Recursos Educativos AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. CORREIA MATEUS

Gestor de Atividades e Recursos Educativos AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. CORREIA MATEUS Escola: Escola do 1º CEB dos Andrinos/Jardim de Infância do Campo Amarelo/Jardim de Infância do Soutocico/Jardim de Infância dos Andrinos/Jardim de Infância dos /Direção/Programa "O melhor do mundo são

Leia mais

Crianças Educadores Comunidade Educativa. Enc. de Educação do Pré- Escolar e 1.º Ciclo

Crianças Educadores Comunidade Educativa. Enc. de Educação do Pré- Escolar e 1.º Ciclo 1.º PERÍODO PROMOTORES CALENDARIZAÇÃO ATIVIDADES POPULAÇÃO ALVO OBJETIVOS Educação Pré-escolar Centro de Saúde e Município Início de setembro 3 e 5/09 Reuniões com pais/ Encarregados de educação; Receção

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES 2014-2015. Bibliotecas escolares do Agrupamento de escolas Mosteiro e Cávado

PLANO DE ATIVIDADES 2014-2015. Bibliotecas escolares do Agrupamento de escolas Mosteiro e Cávado 20142015 Bibliotecas escolares do Agrupamento de escolas Mosteiro e Cávado 20142015 Domínio A Currículo, literacias e aprendizagem Intervenientes Público alvo Datas Desenvolver atividades curriculares

Leia mais

Departamento: Ciências 2

Departamento: Ciências 2 Setembro Outubro Novembro Dezembro Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS 2 Ano Letivo: 2013/14 PLANIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES A CONSTAR DO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Departamento:

Leia mais

DEPARTAMENTO DA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E NOVAS TECNOLOGIAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS FISICAS E NATURAIS

DEPARTAMENTO DA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E NOVAS TECNOLOGIAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS FISICAS E NATURAIS Governo dos Açores Escola Básica e Secundária de Velas DEPARTAMENTO DA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E NOVAS TECNOLOGIAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS FISICAS E NATURAIS Ano Letivo: 2014/2015

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL II OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA LIXA - FELGUEIRAS PLANO DE ARTICULAÇÃO CURRICULAR

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA LIXA - FELGUEIRAS PLANO DE ARTICULAÇÃO CURRICULAR AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA LIXA - FELGUEIRAS PLANO DE ARTICULAÇÃO CURRICULAR AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA LIXA, FELGUEIRAS PLANO DE ARTICULAÇÃO CURRICULAR DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA LIXA, FELGUEIRAS 1 Índice

Leia mais

Matemática Aplicada às Ciências Sociais

Matemática Aplicada às Ciências Sociais DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA Matemática Aplicada às Ciências Sociais Ensino Regular Curso Geral de Ciências Sociais e Humanas 10º Ano Planificação 2014/2015 Índice Finalidades... 2 Objectivos e competências

Leia mais

Perguntas frequentes. 20152016 Rede de Bibliotecas Escolares Plano Nacional de Leitura Direção Geral da Saúde

Perguntas frequentes. 20152016 Rede de Bibliotecas Escolares Plano Nacional de Leitura Direção Geral da Saúde Perguntas frequentes 20152016 Rede de Bibliotecas Escolares Plano Nacional de Leitura Direção Geral da Saúde lista de perguntas Projeto SOBE Trabalhar no projeto Saúde Oral, Bibliotecas Escolares (SOBE)

Leia mais