Processos Organizacionais, Operacionais e Motivacionais

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Processos Organizacionais, Operacionais e Motivacionais"

Transcrição

1 Processos Organizacionais, Operacionais e Motivacionais CURSO: Gestão de Pessoas nas Organizações UNIDADE: Marte PROF.: Hélio Senna TÓPICOS: Retenção de Potenciais - Remuneração - Benefícios Auditoria de RH São Paulo, Mai/2008 1

2 RETENÇÃO DE POTENCIAIS REMUNERAÇÃO REMUNERAÇÃO FIXA PRÓS Padroniza os salários dentro da organização e facilita o equilíbrio externo (consistência dos salários da organização com os do mercado). Facilita a administração dos salários e o seu controle centralizado. Permite uma base lógica e racional para a distribuição dos salários. Afeta diretamente os custos fixos da organização CONTRAS Não apresenta motivação intrínseca. Não incentiva o espírito empreendedor, nem a aceitação de riscos e responsabilidades. Funciona como elemento de conservação da rotina e do status quo. Remunera as pessoas em função do tempo disponibilizado e não pelo desempenho ou pelo alcance de metas ou resultados. REMUNERAÇÃO VARIÁVEL PRÓS Ajusta a remuneração às diferenças individuais das pessoas, ao seu desempenho e ao alcance de metas e resultados. Funciona como motivação intrínseca, ou seja, como fator motivacional, dando ênfase à autorealização pessoal. Premia o bom desempenho e incentiva o desempenho excepcional. Focaliza os resultados e o alcance de objetivos. Permite uma auto-avaliação de cada pessoa, pois funciona como feed-back. Estabelece uma remuneração adicional e contingencial. Não produz impacto sobre os custos fixos da organização. CONTRAS Requer uma certa des-administração salarial. Altera as estruturas salariais lógica e rigidamente estabelecidas, instalando a contingência em função do desempenho. Quebra a isonomia dos ganhos dentro da organização. Reduz o controle centralizado dos salários. Pode provocar queixas dos funcionários não-beneficiados. 2

3 3

4 4

5 5

6 REMUNERAÇÃO POR COMPETÊNCIA A remuneração por competência é uma forma de remuneração relacionada com o grau de informação e o nível de capacitação de cada pessoa. O sistema premia certas habilidades técnicas ou comportamentais do funcionário. O foco principal passa a ser a pessoa e não mais o cargo. Isso significa que a remuneração não está relacionada com as exigências do cargo, mas com as qualificações de quem desempenha as tarefas. O funcionário polivalente leva a melhor. Por competência, as empresas entendem vários atributos, como capacidade técnica, personalidade, criatividade, inovação e conhecimento. Na remuneração por competência, os funcionários que ocupam o mesmo cargo podem receber salários diferentes conforme a competência de cada um. O objetivo é remunerar de maneira personalizada cada funcionário. Um passo importante é a discussão interna para saber quais são as competências necessárias para a realização de certo trabalho. PRÓS Facilita a identificação dos pontos fortes e fracos de cada funcionário. O treinamento torna-se útil para cada funcionário, por ser específico e ter objetivos definidos. Os funcionários sentem-se mais motivados. Funcionários com potencial inexplorado podem crescer na empresa. CONTRAS Funcionários menos competentes podem sentir-se inseguros. A possível diferença salarial entre funcionários que ocupam o mesmo cargo pode gerar insatisfação. A motivação pode desaparecer ao longo do tempo se o incentivo se rotinizar Entraves legais (artigo 461 da CLT) e reclamações trabalhistas. BENEFÍCIOS Benefícios são certas regalias e vantagens concedidas pelas organizações, a título de pagamento adicional dos salários. Constituem um pacote de benefícios e serviços que faz parte integrante da remuneração do pessoal. No passado, os benefícios estavam fortemente atrelados ao partenalismo existente nas organizações. Hoje os benefícios fazem parte dos atrativos com que as organizações retêm seus talentos. Os benefícios podem ser classificados em legais ou espontâneos, monetários ou não monetários. Assinalar com X a natureza dos benefícios abaixo: Legais Espontâneos Monetários Não monetários Férias 13º salário Seguros de acidentes Auxílio doença Salário família Salário maternidade Gratificações Refeições Transporte Previdência privada Assistência méd/odonto Clube/Áreas de lazer Cooperativa alimentação Escola/creche 6

7 AUDITORIA DE RH Auditoria de RH ou avaliação de RH é um sistema de revisão e controle para informar a administração sobre a eficiência e eficácia do programa em desenvolvimento. Seu propósito é mostrar como o programa está funcionando, localizando práticas e condições que são prejudiciais à organização ou que não estão compensando o seu custo, ou ainda, práticas e condições que devam ser acrescentadas. Em relação à sua empresa, comente cada item abaixo: 1) Nível de cooperação do órgão de RH com os demais da organização. 2) Grau de abertura e disponibilidade do RH a todos os funcionários para lidar com problemas ou explicar políticas da organização. 3) Atitude e confiança dos funcionários do RH. 4) Rapidez e eficácia das respostas para as questões encaminhadas para o RH. 5) Avaliação da qualidade do serviço oferecido pelo RH. 6) Satisfação ou insatisfação dos clientes-gerentes de linha e funcionários. 7) Resultados em relação à práticas relacionadas com qualidade de vida. 8) Tempo de resposta para atender às solicitações. 9) Investimento em treinamento 10) Plano de carreira. 11) Programa de avaliação de desempenho 12) Adequação dos treinamentos às realidades/necessidades da empresa 13) Política de remuneração e benefícios 7

Apresentação SOBRE REMUNERAÇÃO. Clayton dos Reis Richardelle Joaquim A. Carlette Filho Renan Bellon. Psicologia Cachoeiro, 05 de Maio de 2010.

Apresentação SOBRE REMUNERAÇÃO. Clayton dos Reis Richardelle Joaquim A. Carlette Filho Renan Bellon. Psicologia Cachoeiro, 05 de Maio de 2010. Apresentação SOBRE REMUNERAÇÃO Clayton dos Reis Richardelle Joaquim A. Carlette Filho Renan Bellon Psicologia Cachoeiro, 05 de Maio de 2010. IREMOS COMEÇAR EM 2 minutos CONCEITO DE REMUNERAÇÃO REMUNERAÇÃO

Leia mais

1 - Programas de Incentivos

1 - Programas de Incentivos 1 - Programas de Incentivos BANOV, Márcia Regina. Recrutamento, seleção e competências. São Paulo: Atlas, 2010. BITENCOURT, Claudia (Org.). Gestão contemporânea de pessoas: novas práticas, conceitos tradicionais.

Leia mais

Gestão de Pessoas. Autora: Érica Brito. Tema 06 Recompensas e Remuneração Estratégica

Gestão de Pessoas. Autora: Érica Brito. Tema 06 Recompensas e Remuneração Estratégica Gestão de Pessoas Autora: Érica Brito Tema 06 Recompensas e Remuneração Estratégica Tema 06 Recompensas e Remuneração Estratégica seções Como citar este material: BRITO, Érica. Gestão de Pessoas: Recompensas

Leia mais

Noções Básicas do Processo de Recompensar Pessoas (Integração)

Noções Básicas do Processo de Recompensar Pessoas (Integração) Noções Básicas do Processo de Recompensar Pessoas (Integração) Unidade 5 Rosemeri da Silva Paixão 97 Sumário Introdução... 99 Objetivos... 100 Estrutura da Unidade... 100 Unidade 5: Tópico 1: Processo

Leia mais

A seguir faremos algumas breves definições para elucidar conceitos: Salário: valor para ao trabalhador pelo trabalho desenvolvido na organização;

A seguir faremos algumas breves definições para elucidar conceitos: Salário: valor para ao trabalhador pelo trabalho desenvolvido na organização; Módulo 15 Recompensar pessoas Recompensar pessoas é um dos subsistemas de Gerenciamento de Pessoas mais delicado, haja visto que interfere diretamente no aspecto motivacional não só do trabalhador, mas

Leia mais

Remuneração Estratégica a Busca por Resultados e Motivação Interna

Remuneração Estratégica a Busca por Resultados e Motivação Interna Remuneração Estratégica a Busca por Resultados e Motivação Interna Celso Bazzola Ou você tem uma estratégia própria, ou então é parte da estratégia de alguém Alvin Toffler 1 TENDÊNCIAS DE MERCADO O RH

Leia mais

11/04/2017. Aula 9. Gestão de Recursos Humanos. Agenda. Seminário 7. Gestão de RH

11/04/2017. Aula 9. Gestão de Recursos Humanos. Agenda. Seminário 7. Gestão de RH Aula 9 Gestão de Recursos Humanos Agenda Seminário 7 Gestão de RH 2 1 Gestão de RH Gestão de Recursos Humanos O conjunto de políticas, práticas e programas que tem por objetivo atrair, selecionar, socializar,

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ AULA - TURMA 5- ADN-1-1º SEMESTRE/2010

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ AULA - TURMA 5- ADN-1-1º SEMESTRE/2010 CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ AULA - TURMA 5- ADN-1-1º SEMESTRE/2010 CURSO : ADMINISTRAÇÀO DISCIPLINA: ADMINISTRAÇÃO DE RH PROF: NAZARÉ FERRÀO TURMAS: 5-ADN-1 I- BENEFÍCIOS E SERVIÇOS A remuneração

Leia mais

MBA GESTÃO DE PESSOAS E RESULTADOS

MBA GESTÃO DE PESSOAS E RESULTADOS MBA GESTÃO DE PESSOAS E RESULTADOS 1) OBJETIVO O curso objetiva promover a capacitação e a atualização profissional, integrando conhecimentos e práticas consagrados na área de gestão de pessoas, com visão

Leia mais

MBA em Gestão de Pessoas e Resultados

MBA em Gestão de Pessoas e Resultados 1) OBJETIVO O curso objetiva promover a capacitação e a atualização profissional, integrando conhecimentos e práticas consagrados na área de gestão de pessoas, com novas perspectivas e abordagens. Também

Leia mais

Recursos Humanos I. Administração de Salários Planos de Benefícios Sociais

Recursos Humanos I. Administração de Salários Planos de Benefícios Sociais Recursos Humanos I Administração de Salários Planos de Benefícios Sociais Administração de Salários Recursos Naturais + Dinheiro Acumulado + Trabalho = Riqueza ou Capital Processo Produtivo = Participação

Leia mais

Administração e Organização II

Administração e Organização II Administração e Organização II Agregar Pessoas Prof. Dr. Marco Antonio Pereira marcopereira@usp.br Agregar Pessoas Recrutamento / Seleção Imagem: http://blog.acelerato.com/gestao/recrutamento-e-selecao-otimizando-o-processo-nas-organizacoes/

Leia mais

INSTRUMENTO DE APOIO GERENCIAL

INSTRUMENTO DE APOIO GERENCIAL INSTRUMENTO DE APOIO GERENCIAL 0461 61 IDENTIFICAÇÃO : Título: CAPACITAÇÃO DOS COLABORADORES. Atributo: COMPATIBILIDADE DE PERFIL. Processo: CAPACITAÇÃO DE PESSOAL. O QUE É: Instrumento que se presta a

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento

Treinamento e Desenvolvimento Aula 8 Treinamento e Desenvolvimento Agenda 1 2 Seminário T&D e Estratégia de RH 3 4 Treinamento & Desenvolvimento Desenvolvimento de Lideranças 1 Seminário 3 The Young and the Clueless Bunker, K. A.;

Leia mais

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE RECURSOS HUMANOS

VERSÃO 1 RESPOSTAS PROVA DE RECURSOS HUMANOS UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE DE RIBEIRÃO PRETO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE ORGANIZAÇÕES PROCESSO SELETIVO MESTRADO-EDITAL FEA-RP-PPGAO

Leia mais

Remuneração e Recompensa

Remuneração e Recompensa Remuneração e Recompensa Disciplina: Gestão por Competências Prof. Joel Dutra Alunas: Cristina Leme Elizângela de Jesus Oliveira Fernanda Ferrari Agenda Contexto / Conceitos Apresentação Empresa Objeto

Leia mais

Facebook.com/concursovirtual Gestão de pessoas Trabalho em equipe O que é um grupo? Grupo primário x Grupo Secundário Os grupos podem ser formais ou informais. Formais - designados pela organização. Criados

Leia mais

10/8/2011. Administração de Recursos Humanos TREINAMENTO: DESENVOLVIMENTO: Concluindo: T&D é o processo educacional aplicado de

10/8/2011. Administração de Recursos Humanos TREINAMENTO: DESENVOLVIMENTO: Concluindo: T&D é o processo educacional aplicado de TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL Administração de Recursos Humanos É o processo de desenvolver qualidades nos RHs para habilitá-los a serem mais produtivos e contribuir melhor para o alcance dos

Leia mais

Modelo SESI de Sustentabilidade no Trabalho

Modelo SESI de Sustentabilidade no Trabalho Modelo SESI de Sustentabilidade no Trabalho O QUE É O MODELO O Modelo SESI de Sustentabilidade no Trabalho é uma ferramenta de diagnóstico e auto-avaliação que propõe às indústrias brasileiras uma reflexão

Leia mais

Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento

Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento Habilidade, métodos, políticas, técnicas e práticas QUEM SOMOS Somos uma empresa jovem com a visão de valorização do recurso humano como impulso

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PÁGINA: Página 1 de 11 1 - OBJETIVO Definição da sistemática de remuneração e de benefícios dos colaboradores do Grupo Núcleos. 2 REFERÊNCIAS NBR ISO 9000/2005 Sistemas de Gestão da Qualidade Fundamentos

Leia mais

INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS

INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS INTRODUÇÃO À ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS Prof. Ms. Marco A. Arbex marco.arbex@fatecourinhos.edu.br Introdução ARH (Administração de Recursos Humanos) é a função na organização que está relacionada

Leia mais

PLANO DE ENSINO semestre. Apresentar conceitos modernos de Gestão de Pessoas. Apresentar conceitos modernos de Gestão de.

PLANO DE ENSINO semestre. Apresentar conceitos modernos de Gestão de Pessoas. Apresentar conceitos modernos de Gestão de. PLANO DE ENSINO - 2016.2 DISCIPLINA: SU-B0065 Gestão de PROFESSOR: ANDERSON LOPES CARGA HORÁRIA: 60 HORAS TURMA: DF05-N101 SALA: 07 DATA Nº. MÓDU CONTEÚDO OBJETIVO METODOLOGIA RECURSO AULA LO 08/08/2016

Leia mais

REMUNERAÇÃO APLICÁVEL AOS ÓRGÃOS DE ADMINISTRAÇÃO

REMUNERAÇÃO APLICÁVEL AOS ÓRGÃOS DE ADMINISTRAÇÃO POLÍTICA CORPORATIVA Política de Remuneração de Administradores POLITICA CORPORATIVA Versão: 1 POLÍTICA DE REMUNERAÇÃO DE ADMINISTRADORES I. OBJETIVOS O objetivo da presente Política de Remuneração de

Leia mais

remuneração Dalia Derner

remuneração Dalia Derner Processo de valorização de pessoas: remuneração Dalia Derner Objetivos Definir os conceitos de remuneração fixa, variável e por competência Definir os tipos de remuneração variável Descrever o sistema

Leia mais

Fórum de Empresas Estatais Federais Plano de Cargos, Salários e Remuneração Capacitação de RH para Inovação

Fórum de Empresas Estatais Federais Plano de Cargos, Salários e Remuneração Capacitação de RH para Inovação Fórum de Empresas Estatais Federais Plano de Cargos, Salários e Remuneração Capacitação de RH para Inovação A prática de remuneração variável e gestão por competências no setor público brasileiro Agenda

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento

Treinamento e Desenvolvimento Treinamento e Desenvolvimento Aprendizagem organizacional e gestão do conhecimento Resolução sistemática de problemas; Experiências realizadas por outros. Circulação de conhecimento; Garvin (1993) Experimentação;

Leia mais

LIDERANÇA E COMPORTAMENTO HUMANO NO TRABALHO. Caps. 11 e 12 (11ª ed.) Cap. 12 (14ª ed)

LIDERANÇA E COMPORTAMENTO HUMANO NO TRABALHO. Caps. 11 e 12 (11ª ed.) Cap. 12 (14ª ed) LIDERANÇA E COMPORTAMENTO HUMANO NO TRABALHO Caps. 11 e 12 (11ª ed.) Cap. 12 (14ª ed) Profa. Dra. Adriana Cristina Ferreira Caldana Thiago Ferreira Quilice Liderança O que faz um líder? Quais são os atributos

Leia mais

1 Conceitos da qualidade

1 Conceitos da qualidade 1 Conceitos da qualidade Modelo de excelência Escola Superior de Saúde do Vale do Sousa/Escola Superior do Vale do Ave European Foundation of Quality Management 2 MODELO EFQM DE EXCELÊNCIA NA GESTÃO -Como

Leia mais

OBJETIVOS DA AREA DE RECURSOS HUMANOS. RH É a parte fundamental das organizações atuais; Interesses das Organizações x Interesses dos Funcionários;

OBJETIVOS DA AREA DE RECURSOS HUMANOS. RH É a parte fundamental das organizações atuais; Interesses das Organizações x Interesses dos Funcionários; OBJETIVOS DA AREA DE RECURSOS HUMANOS RH É a parte fundamental das organizações atuais; Interesses das Organizações x Interesses dos Funcionários; Organizações atuais - DP trabalhando em paralelo com o

Leia mais

PSICOLOGIA E GERENCIAMENTO DE PESSOAS. DISCIPLINA: RELACIONAMENTO INTERPESSOAL Prof. Dr. Márcio Magalhães Fontoura

PSICOLOGIA E GERENCIAMENTO DE PESSOAS. DISCIPLINA: RELACIONAMENTO INTERPESSOAL Prof. Dr. Márcio Magalhães Fontoura PSICOLOGIA E GERENCIAMENTO DE PESSOAS DISCIPLINA: RELACIONAMENTO INTERPESSOAL Prof. Dr. Márcio Magalhães Fontoura Psicologia Objeto de Estudo Psique = alma + logos = estudo Grécia berço da Psicologia Desejo

Leia mais

Motivação Página 1. Motivação

Motivação Página 1. Motivação Motivação Página 1 Objetivo: Entender o processo de motivação; descrever as teorias da motivação mais antigas e explicar como as teorias contemporâneas sobre motivação se completam mutuamente. Referências:

Leia mais

Prova de Psicologia Organizacional

Prova de Psicologia Organizacional 1. O treinamento é um processo cíclico e contínuo composto por quatro etapas. Qual a alternativa correta que apresenta as etapas citadas acima: (A) Diagnóstico, Desempenho, Implementação e Avaliação. (B)

Leia mais

A moderna Gestão de Pessoas

A moderna Gestão de Pessoas A moderna Gestão de Pessoas RH Aula 4 Professor Douglas Pereira da Silva 1 Aspectos fundamentais da moderna Gestão de Pessoas 1. As pessoas como seres humanos. Dotados de personalidade própria e profundamente

Leia mais

IV WORKSHOP GESTÃO DA QUALIDADE COM FOCO EM CLÍNICA DE DIÁLISE

IV WORKSHOP GESTÃO DA QUALIDADE COM FOCO EM CLÍNICA DE DIÁLISE IV WORKSHOP GESTÃO DA QUALIDADE COM FOCO EM CLÍNICA DE DIÁLISE 18 e 19 de março de 2011 RECIFE/PE A IMPORTÂNCIA DA GESTÃO COM PESSOAS PARA O SUCESSO NA IMPLANTAÇÃO DO MODELO DE GESTÃO Ana Paula Penido

Leia mais

Capítulo 8 Avaliação e Gerenciamento do Desempenho

Capítulo 8 Avaliação e Gerenciamento do Desempenho Capítulo 8 Avaliação e Gerenciamento do Desempenho slide 1 Objetivos de aprendizagem 1. Explicar o propósito da avaliação de desempenho. 2. Responder à pergunta: Quem deve fazer a avaliação?. 3. Discutir

Leia mais

PALESTRA COMO DESVENDAR E RETER TALENTOS. educare

PALESTRA COMO DESVENDAR E RETER TALENTOS. educare PALESTRA COMO DESVENDAR E RETER TALENTOS Maria de Lourdes Nogueira Psicóloga, Mestre Administração de Empresas e Pós-Graduada em ADM.RH e Psicologia Organizacional. É professora do curso de Pós - Graduação

Leia mais

Orientações Consultoria De Segmentos Empregada Afastada de Licença Maternidade deve receber Adicional de Periculosidade

Orientações Consultoria De Segmentos Empregada Afastada de Licença Maternidade deve receber Adicional de Periculosidade receber Adicional de Periculosidade 17/03/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 4 5. Informações Complementares...

Leia mais

POLÍTICA CARGOS E REMUNERAÇÃO

POLÍTICA CARGOS E REMUNERAÇÃO 1 / 13 1. OBJETIVO 1.1 Geral Estabelecer uma política eficaz para a ascensão profissional dos seus colaboradores, de acordo com suas aptidões e desempenho; assim como subsidiar o desenvolvimento no plano

Leia mais

Gestão baseada no desempenho

Gestão baseada no desempenho Gestão baseada no desempenho Enquadramento conceptual do modelo em aplicação no Centro Hospitalar de Lisboa Central Daniel Ferro 7.12.2007 Modelo de Gestão do desempenho Permite: aumento da produtividade

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Matriz Curricular do Curso Superior de Tecnologia em

Leia mais

Clientes fidelizados e satisfeitos

Clientes fidelizados e satisfeitos GESTÃO DE PESSOAS NAS EMPRESAS CONTÁBEIS Uma abordagem prática O QUE TODO EMPRESÁRIO SONHA... Pessoas qualificadas, motivadas e produtivas Baixa rotatividade Clientes fidelizados e satisfeitos PLANEJAMENTO

Leia mais

Administração. Conceitos Básicos de Comportamento Organizacional. Professor Rafael Ravazolo.

Administração. Conceitos Básicos de Comportamento Organizacional. Professor Rafael Ravazolo. Administração Conceitos Básicos de Comportamento Organizacional Professor Rafael Ravazolo www.acasadoconcurseiro.com.br Administração Aula XX COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL O C.O. é o campo de estudo que

Leia mais

Avaliação de Desempenho Organizacional

Avaliação de Desempenho Organizacional Avaliação de Desempenho Organizacional O que é avaliar? Avaliar significa julgar alguma atitude ou atividade de forma qualitativa, podendo-se transcrever essa percepção com o auxílio de informações quantitativas

Leia mais

Lista de exercícios. Recrutamento e Seleção. Prof. Carlos Xavier.

Lista de exercícios. Recrutamento e Seleção. Prof. Carlos Xavier. INSTITUTO DE GESTÃO, ECONOMIA E POLÍTICAS PÚBLICAS Lista de exercícios Recrutamento e Seleção 1. (CESPE/STJ/Analista/2012) A seleção de pessoas procura solucionar dois problemas básicos nas organizações:

Leia mais

TREINO. Transmissão de informações

TREINO. Transmissão de informações Treino nas Organizações Recrutamento e Selecção As quatro classes de mudança do comportamento Transmissão de informações Aumentar o conhecimento das pessoas Informação sobre a organização, seus produtos

Leia mais

PROCESSOS ADMINISTRATIVOS

PROCESSOS ADMINISTRATIVOS Educar Virtual PROCESSOS ADMINISTRATIVOS Motivação Tópicos ADMINISTRAÇÃO PLANEJAMENTO ORGANIZAÇÃO DIREÇÃO Motivação CONTROLE OBJETIVO E EVOLUÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO As pessoas costumam dizer que a motivação

Leia mais

Capital Humano. Programa de Desenvolvimento em. Um novo Mercer College para você!

Capital Humano. Programa de Desenvolvimento em. Um novo Mercer College para você! Programa de Desenvolvimento em Capital Humano Um novo College para você! O College mudou para se adequar à sua necessidade e de sua empresa. Muito mais completo e flexível, nosso programa apresenta os

Leia mais

Administração de Cargos e Salários

Administração de Cargos e Salários Administração de Cargos e Salários Professor : Glauco Zambonini Bibliografia base: Pontes, Benito Rodrigues Administração de cargos e salários / Benito Rodrigues Pontes. 12 ed. São Paulo : LTr, 2007 ISBN

Leia mais

Normas e Procedimentos de Funcionamento do Sistema de Administração de Cargos e Salários ABCZ

Normas e Procedimentos de Funcionamento do Sistema de Administração de Cargos e Salários ABCZ Normas e Procedimentos de Funcionamento do Sistema de Administração de Cargos e Salários ABCZ Os salários serão administrados dentro das faixas salariais de cada classe de cargos. A determinação dos salários

Leia mais

GESTÃO SUSTENTÁVEL IMPACTOS DA LEGISLAÇÃO TRABALHISTA NA SUSTENTABILIDADE DO NEGÓCIO GEP BRASIL 2015 RIBEIRÃO PRETO JUNHO 2015

GESTÃO SUSTENTÁVEL IMPACTOS DA LEGISLAÇÃO TRABALHISTA NA SUSTENTABILIDADE DO NEGÓCIO GEP BRASIL 2015 RIBEIRÃO PRETO JUNHO 2015 GESTÃO SUSTENTÁVEL IMPACTOS DA LEGISLAÇÃO TRABALHISTA NA SUSTENTABILIDADE DO NEGÓCIO GEP BRASIL 2015 RIBEIRÃO PRETO JUNHO 2015 SUMÁRIO PROBLEMAS LEGISLAÇÃO AMBIENTE SOLUÇÕES PROBLEMAS CULTURA HISTÓRIA

Leia mais

SISTEMAS DE RECOMPENSA FINANCEIROS

SISTEMAS DE RECOMPENSA FINANCEIROS AMAD Consultoria e Treinamento SISTEMAS DE RECOMPENSA FINANCEIROS 16 de dezembro de 2014 ESTRATÉGIAS DE SISTEMAS DE RECOMPENSA Salário fixo../70 80/90 2000... Benefícios Remuneração Variável CURTO PRAZO

Leia mais

ENGAJANDO DA CABEÇA AO CORAÇÃO. ELTON MORAES APAS - Maio, 2016

ENGAJANDO DA CABEÇA AO CORAÇÃO. ELTON MORAES APAS - Maio, 2016 ENGAJANDO DA CABEÇA AO CORAÇÃO ELTON MORAES APAS - Maio, 2016 1. O QUE DIRECIONA ENGAJAMENTO? 2. PORQUE VALE A PENA INVESTIR? TENDÊNCIAS E PRÁTICAS DE RH 2016 3. RAZÕES Fevereiro, PARA 2016 ACREDITAR O

Leia mais

Sumário. Parte I - O contexto de gestão de pessoas 1. Parte 11- Recrutamento e seleção 35

Sumário. Parte I - O contexto de gestão de pessoas 1. Parte 11- Recrutamento e seleção 35 Sumário Parte I - O contexto de gestão de pessoas 1 Capítulo 1: Planejamento estratégico de pessoal 3 Evolução histórica da gestão de pessoas 3 Missão, visão, objetivos e estratégia organizacional 7 Planejamento

Leia mais

Implantação e Gestão de Política de RH

Implantação e Gestão de Política de RH Implantação e Gestão de Política de RH Ribeirão Preto 2012 Abordagens Pessoas / Gente Política de Recursos Humanos Resultados Esclarecimentos Sugestões Bibliográficas Base do Nosso Encontro O ÓBVIO: Pessoas

Leia mais

"DESENVOLVIMENTO E RETENÇÃO DE TALENTOS EM TEMPOS DE ALTA DEMANDA POR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL"

DESENVOLVIMENTO E RETENÇÃO DE TALENTOS EM TEMPOS DE ALTA DEMANDA POR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL "DESENVOLVIMENTO E RETENÇÃO DE TALENTOS EM TEMPOS DE ALTA DEMANDA POR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL" Gestão Engajamento e Retenção nas Mãos das Lideranças Pessoas: O ativo mais importante das organizações?!?!

Leia mais

Objetivo: Demonstrar ao aluno como identificar, medir e administrar o desempenho humano nas organizações.

Objetivo: Demonstrar ao aluno como identificar, medir e administrar o desempenho humano nas organizações. GESTÃO DE EQUIPES Objetivo: Demonstrar ao aluno como identificar, medir e administrar o desempenho humano nas organizações. Nesta aula: Conceitos Dimensões Condução de programa de gestão de desempenho

Leia mais

BALANCED SCORECARD. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP

BALANCED SCORECARD. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP BALANCED SCORECARD Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP Gestão Estratégica e BSC Balanced Scoredcard GESTÃO ESTRATÉGICA GESTÃO

Leia mais

Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar..." Guimarães Rosa

Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar... Guimarães Rosa Clima organizacional Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar..." Guimarães Rosa Conceitos básicos Clima Organizacional é o potencial de energia disponível para alavancar resultados. Perfil

Leia mais

Av. Inocêncio Seráfico, Centro Carapicuíba SP /

Av. Inocêncio Seráfico, Centro Carapicuíba SP / 0 Av. Inocêncio Seráfico, 146 - Centro Por quer terceirizar com a FULL TIME? A Full Time Soluções em Recrutamento e Terceirização de Serviços oferece soluções inteligentes, aprimorando as necessidades

Leia mais

Gestão de pessoas e desempenho organizacional

Gestão de pessoas e desempenho organizacional Aula 12 Gestão de pessoas e desempenho organizacional Agenda 1 Seminário 2 Medindo a performance do RH 1 Seminário 5 Competing on talent analytics. Davenport, Harris & Shapiro. Harvard Business Review,

Leia mais

A força de trabalho em 2020

A força de trabalho em 2020 A força de trabalho em 2020 A iminente crise de talentos Visão geral Preparar a força de trabalho para 2020 é uma ação decisiva quando o que está em jogo é a estratégia, o crescimento e o desempenho dos

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO DE PESSOAS

POLÍTICA DE GESTÃO DE PESSOAS POLÍTICA DE GESTÃO DE PESSOAS POLÍTICA DE GESTÃO DE PESSOAS A Política de Gestão de Pessoas da Unimed define as estratégias relacionadas às ações destinadas aos seus colaboradores; baseia-se na Missão,

Leia mais

Seminário GVcev. Gestão de Pessoas no Varejo: Gestão e Atitude como Diferenciais. Sentir, Pensar e Agir: Em busca do gestor integral e integrado

Seminário GVcev. Gestão de Pessoas no Varejo: Gestão e Atitude como Diferenciais. Sentir, Pensar e Agir: Em busca do gestor integral e integrado Seminário GVcev Gestão de Pessoas no Varejo: Gestão e Atitude como Diferenciais Sentir, Pensar e Agir: Em busca do gestor integral e integrado Leopoldo Antonio de Oliveira Neto Sentir, pensar, agir...

Leia mais

Gestão de Pessoas: Fases Evolutivas

Gestão de Pessoas: Fases Evolutivas Gestão de Pessoas: Fases Evolutivas Transição: de Operacional para Estratégico Fischer (2002) 4 fases correntes teóricas: Departamento pessoal até 20s controle, eficiência, taylorismo, fordismo; Gestão

Leia mais

Lista de exercícios. Liderança. Prof. Carlos Xavier.

Lista de exercícios. Liderança. Prof. Carlos Xavier. INSTITUTO DE GESTÃO, ECONOMIA E POLÍTICAS PÚBLICAS Lista de exercícios Liderança 1. (CESPE/STJ/Técnico/2008) O gestor de recursos humanos que utiliza a liderança centrada nas pessoas se preocupa em passar

Leia mais

Técnicas de pesquisa de clima organizacional. 1 Profª Carminha Lage

Técnicas de pesquisa de clima organizacional. 1 Profª Carminha Lage Técnicas de pesquisa de clima organizacional 1 Profª Carminha Lage Técnicas de pesquisa de clima organizacional Profª Carminha Lage 1 ª- Questionário - mais utilizado Permite aplicação maciça, mesmo para

Leia mais

17/04/2017 ANDREA RIBAS GESTÃO DE PESSOAS TÉCNICO JUDICIÁRIO AREA ADMINISTRATIVA

17/04/2017 ANDREA RIBAS GESTÃO DE PESSOAS TÉCNICO JUDICIÁRIO AREA ADMINISTRATIVA ANDREA RIBAS GESTÃO DE PESSOAS TÉCNICO JUDICIÁRIO AREA ADMINISTRATIVA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Livro: Gestão de Pessoas para Concursos Ed. Alumnus. 4ª edição. Autores Andréia Ribas e Cassiano Salim Noções

Leia mais

6 Conclusões e Recomendações

6 Conclusões e Recomendações 93 6 Conclusões e Recomendações Este capítulo pretende relacionar as informações do referencial teórico com os resultados da pesquisa realizada com as duas pequenas empresas familiares no ramo do comércio.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS As ações da UFAL para apoio aos funcionários, visando sua capacitação externa (participação em eventos e cursos fora da UFAL), são... Página 1141 de 1590 As ações da UFAL para assistência aos funcionários,

Leia mais

Recompensar Pessoas: Cargos e Salários PROFESSORA DACIANE DE OLIVEIRA

Recompensar Pessoas: Cargos e Salários PROFESSORA DACIANE DE OLIVEIRA Recompensar Pessoas: Cargos e Salários PROFESSORA DACIANE DE OLIVEIRA Cargos e salários (C&S) R P E R C O U D R U S T O S Relação indivíduo X organização = troca Indivíduo = trabalho Organização = dinheiro

Leia mais

SOLUÇÕES E ESTRATÉGIAS EM REMUNERAÇÃO. RHUMO Nossa diferença São nossos consultores

SOLUÇÕES E ESTRATÉGIAS EM REMUNERAÇÃO. RHUMO Nossa diferença São nossos consultores SOLUÇÕES E ESTRATÉGIAS EM REMUNERAÇÃO RHUMO Nossa diferença São nossos consultores Nossos Agradecimentos Sérgio Campos, Consultor Organizacional e de Recursos Humanos mestre em Business Administration

Leia mais

TBL Gestão de Pessoas

TBL Gestão de Pessoas TBL Gestão de Pessoas SLIDES DE APOIO FABIO PATRUS Questão-chave: Diante do contexto apresentado, como desenvolver e engajar pessoas? Gestão de Competências a evolução do conceito Evolução do conceito

Leia mais

Human Opus ng eti mark

Human Opus ng eti mark Assessment Assessment Ferramenta Conhecer com maior eficiência e critério as pessoas, avaliar competências, buscar o autoconhecimento e o desenvolvimento. As melhores ferramentas de análise de perfil comportamental

Leia mais

Desenvolvimento de pessoas e de organizações

Desenvolvimento de pessoas e de organizações Desenvolvimento de pessoas e de organizações www.profsaravalli.com GESTÃO DE CONCEITOS E NOMENCLATURAS ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL A Gestão de Pessoas (GP) é responsável por um conjunto de políticas e práticas

Leia mais

Atendimento a Empresas. Como a Voitto pode acelerar os resultados da sua empresa por meio do Desenvolvimento de Pessoas.

Atendimento a Empresas. Como a Voitto pode acelerar os resultados da sua empresa por meio do Desenvolvimento de Pessoas. Atendimento a Empresas Como a Voitto pode acelerar os resultados da sua empresa por meio do Desenvolvimento de Pessoas. 1. Programa de Atendimento Corporativo Voitto Fundada em Maio de 2008, a Voitto é

Leia mais

Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report

Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report Perfil Caliper de Especialistas The Inner Potential Report Avaliação de: Sr. Antônio Modelo Preparada por: Consultor Caliper consultor@caliper.com.br Data: Página 1 Perfil Caliper de Especialistas The

Leia mais

1. DADOS DA EMPRESA. Nome do contato: do contato: Telefone do contato: Nome da Empresa: Endereço: Cidade: CEP:

1. DADOS DA EMPRESA. Nome do contato:  do contato: Telefone do contato: Nome da Empresa: Endereço: Cidade: CEP: PANORAMA DO TREINAMENTO NO BRASIL - 2015 Dados, informações, fatos, análises. Este questionário em PDF é para auxiliar na coleta de dados. As perguntas devem ser respondidas no link: www.cmpesquisa.com.br/t&d

Leia mais

DECLARAÇÃO ESTRATÉGICA MAIS DE 18 ANOS DE EXPERIÊNCIA, ALIADOS À ÉTICA + determinação + profissionalismo

DECLARAÇÃO ESTRATÉGICA MAIS DE 18 ANOS DE EXPERIÊNCIA, ALIADOS À ÉTICA + determinação + profissionalismo HISTÓRIA Em março de 1999, iniciaram-se as atividades do escritório Jacó Coelho Advogados fundado pelo sócio Jacó Carlos Silva Coelho, que atua, desde então, com espírito empreendedor e acreditando num

Leia mais

COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL. Prof. Saravalli OBJETIVOS 08/03/2016

COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL. Prof. Saravalli OBJETIVOS 08/03/2016 COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL Prof. Saravalli ademir_saravalli@yahoo.com.br O comportamento organizacional é um campo de estudos que investiga o impacto que indivíduos, grupos e a estrutura têm sobre o

Leia mais

DATA DE PAGAMENTO DE SALÁRIO O pagamento dos salários permanecerá no último dia útil do mês.

DATA DE PAGAMENTO DE SALÁRIO O pagamento dos salários permanecerá no último dia útil do mês. Itu, 21 de Julho de 2015. ACORDO COLETIVO 2015/2016 REGIME DE TRABALHO ESTATUTÁRIO Cláusula 1ª INCORPORAÇÃO Os empregadores promoverão estudos para a incorporação do valor pago como vantagem pecuniária

Leia mais

SOLUÇÕES E ESTRATÉGIAS EM REMUNERAÇÃO. RHUMO Nossa diferença São nossos consultores

SOLUÇÕES E ESTRATÉGIAS EM REMUNERAÇÃO. RHUMO Nossa diferença São nossos consultores BOM DIA!!! SOLUÇÕES E ESTRATÉGIAS EM REMUNERAÇÃO RHUMO Nossa diferença São nossos consultores Sérgio Campos, Consultor Organizacional e de Recursos Humanos mestrando em Business Administration pela FCU

Leia mais

Palestra Palestrante Simone Nascimento

Palestra Palestrante Simone Nascimento Palestra Inovação para Sustentabilidade da Marcenaria Palestrante Simone Nascimento Jornalista, especialista em Gestão de Projetos de Inovação pela USP e MBA Gestão Educacional Ganhadora 4º Prêmio FGV

Leia mais

* Expectativa e Instrumentalidade.

* Expectativa e Instrumentalidade. P á g i n a 1 MOTIVAÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES INTRODUCÃO A motivação é um aspecto intrínseco ás pessoas, pois ninguém pode motivar ninguém. Portanto, motivação é pessoal, mas pode ser influenciada por objetivos

Leia mais

POLÍTICAS DE RECURSOS HUMANOS CONHECENDO UM POUCO MAIS...

POLÍTICAS DE RECURSOS HUMANOS CONHECENDO UM POUCO MAIS... POLÍTICAS DE RECURSOS HUMANOS CONHECENDO UM POUCO MAIS... As avaliações e premiações são consideradas salários indiretos que tem como principal objetivo motivar, reter e consequentemente garantir bons

Leia mais

Cargos e Salários Professor Douglas

Cargos e Salários Professor Douglas 27 Uma das questões mais polêmicas referentes a salário é se este funcionaria como um fator de motivação para os funcionários. Se estudarmos a evolução do pensamento administrativo, detendo-nos, primeiramente,

Leia mais

INTRODUÇÃO À METODOLOGIA GRUPOSER PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL

INTRODUÇÃO À METODOLOGIA GRUPOSER PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL INTRODUÇÃO À METODOLOGIA GRUPOSER PARA PESQUISA DE CLIMA ORGANIZACIONAL O que é Clima mesmo? Clima é a percepção coletiva que as pessoas têm da empresa, através da vivência de práticas, políticas, estrutura,

Leia mais

Qualidade de Vida no Trabalho

Qualidade de Vida no Trabalho Qualidade de Vida no Trabalho Alunas: Mireli Basilio R.A: 198019 Pâmela Oliveira 204015 Jhuenner Guareis 203006 Profª: Gisele Sailler A qualidade de vida no trabalho proporciona uma maior participação

Leia mais

1 Conceitos da qualidade

1 Conceitos da qualidade CURSOS DE NEUROFISIOLOGIA/ CARDIOPNEUMOLOGIA 1 Conceitos da qualidade Modelo de excelência Escola Superior de Saúde do Vale do Ave 2 1 Conceitos da qualidade MODELO EFQM DE EXCELÊNCIA NA GESTÃO -Como uma

Leia mais

Anderson Barbosa / Eleni Gentil / Telefone: /3878

Anderson Barbosa / Eleni Gentil   / Telefone: /3878 P-34 Desenvolvimento da Liderança para a Cultura da Excelência ML - Sabesp Anderson Barbosa / Eleni Gentil E-mail: andersonab@sabesp.com.br / egentil@sabesp.com.br Telefone: 2681.3796 /3878 PERFIL ML Características

Leia mais

Métodos contemporâneos para avaliação de desempenho

Métodos contemporâneos para avaliação de desempenho Métodos contemporâneos para avaliação de desempenho Gestão do desempenho Prof. Marco A. Arbex Gestão x avaliação O termo gestão do desempenho surge nos últimos anos como conceito alternativo para as técnicas

Leia mais

EDITAL Nº 024/ PROCESSO DE BUSCA PARA PREENCHIMENTO DE UMA VAGA PARA FUNÇÃO GRATIFICADA DE COORDENADOR DE RECURSOS HUMANOS

EDITAL Nº 024/ PROCESSO DE BUSCA PARA PREENCHIMENTO DE UMA VAGA PARA FUNÇÃO GRATIFICADA DE COORDENADOR DE RECURSOS HUMANOS EDITAL Nº 024/2012 - PROCESSO DE BUSCA PARA PREENCHIMENTO DE UMA VAGA PARA FUNÇÃO GRATIFICADA DE COORDENADOR DE RECURSOS HUMANOS O Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá IDSM está selecionando

Leia mais

TOTAL GERAL 1.000 ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO (OPTATIVA)

TOTAL GERAL 1.000 ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO (OPTATIVA) ORGANIZAÇÃO CURRICULAR TÉCNICO EM RECURSOS HUMANOS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA DC 4021 19/12/2013 Rev. 01 1. Dados Legais Autorizado pelo Parecer 469 de 24/11/2009. DECRETO No 2.929, de 21 de dezembro de

Leia mais

E-BOOK: 4 PILARES PARA A CONSTRUÇÃO DE UM PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS ESTRATÉGICO

E-BOOK: 4 PILARES PARA A CONSTRUÇÃO DE UM PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS ESTRATÉGICO E-BOOK: 4 PILARES PARA A CONSTRUÇÃO DE UM PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS ESTRATÉGICO Sumário Introdução 02 Diagnóstico Inicial 03 Funcionalidade 04 Definição de Carreiras 06 Remuneração 08 Agradecimentos 09

Leia mais

Websérie Eventials. Luís Testa

Websérie Eventials. Luís Testa Websérie Eventials Luís Testa De Thomas Case à SEEK Pioneirismo em Recrutamento Online no Brasil Catho RH Consultoria Aquisição da Tiger Global Management SEEK assume controle e gestão da companhia 1970

Leia mais

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*.

EMENTÁRIO. Princípios de Conservação de Alimentos 6(4-2) I e II. MBI130 e TAL472*. EMENTÁRIO As disciplinas ministradas pela Universidade Federal de Viçosa são identificadas por um código composto por três letras maiúsculas, referentes a cada Departamento, seguidas de um número de três

Leia mais

Questionário Simplificado

Questionário Simplificado Contrato BNDES/FINEP/FUJB Arranjos e Sistemas Produtivos Locais e as Novas Políticas de Desenvolvimento Industrial e Tecnológico Questionário Simplificado A ser aplicado nas pequenas empresas Fevereiro/2000

Leia mais

Capítulo 1. Introdução à administração e às organizações. Administração: teoria e prática no contexto brasileiro 2008 Pearson Prentice Hall

Capítulo 1. Introdução à administração e às organizações. Administração: teoria e prática no contexto brasileiro 2008 Pearson Prentice Hall Capítulo 1 Introdução à administração e às organizações Conteúdo do capítulo Introdução à administração e às organizações As organizações e a administração O processo de administração As áreas funcionais

Leia mais

HABILIDADES COMPORTAMENTAIS EM UM MERCADO ALTAMENTE COMPETITIVO!!

HABILIDADES COMPORTAMENTAIS EM UM MERCADO ALTAMENTE COMPETITIVO!! PALESTRA MOTIVACIONAL ENCON SUL 2017 XXI ENCONTRO DE CONTABILIDADE DO TOCANTINS HABILIDADES COMPORTAMENTAIS EM UM MERCADO ALTAMENTE COMPETITIVO!! PROFESSOR: PAULO CESAR ROMÃO BOMFIM FORMAÇÃO PAULO CESAR

Leia mais

Motivação Conceito e Aplicações

Motivação Conceito e Aplicações Motivação Conceito e Aplicações Cap. 6 e 7 (11º edição) Cap. 7 e 8 (14º edição) Profª. Drª. Adriana Cristina Ferreira Caldana Motivação Origem Etimológica: (Latim: Movere), noção de dinâmica ou de ação

Leia mais