Plano Nacional de Leitura

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Plano Nacional de Leitura"

Transcrição

1 Plano Nacional de Leitura 1

2 I. O que motivou o projeto? Centralidade da leitura Leitura como ponto de partida para: - Aprender (competência transversal ao currículo) - Colaborar - Interagir / socializar - Partilhar - Crescer 2

3 Estratégia de resposta às metas do Projeto Educativo da Escola: - Consolidar e ampliar as aprendizagens dos alunos - Melhorar as relações interpessoais - Desenvolver a cooperação escola comunidade local sociedade 3

4 Aposta da biblioteca nas dimensões: - Promoção de hábitos de leitura - Promoção do trabalho colaborativo - Abertura à comunidade 4

5 II. Dinâmicas e equipas de intervenção Seleção das turmas participantes - Interesse revelado pelos alunos após auscultação - Compatibilidade com o programa de 10º ano - Diagnóstico de alguma falta de hábitos de leitura e de algumas lacunas nas competências de leitura 5

6 Problemas identificados junto do público adolescente na sua relação com a leitura Preocupação Os adolescentes leem pouco. Os adolescentes revelam falta de curiosidade. Os adolescentes manifestam dificuldades na compreensão. Os adolescentes apresentam dificuldades de concentração. Verifica-se falta de gosto pela leitura. Verifica-se falta de hábitos de leitura. Porque leem pouco? Pergunta Quais os fatores implicados na falta de curiosidade? Até que ponto a dificuldade de compreensão contribui para a desmotivação face à leitura? Que trabalho pode ser feito para ajudar os jovens a melhorar a sua capacidade de concentração? O que pode contribuir para que se adquira o gosto pela leitura? Como é que a escola pode atuar no sentido de promover e manter o hábito da leitura? 6

7 II. Dinâmicas e equipas de intervenção Operacionalização / dinamização - Seleção do tema e planificação - Divulgação do projeto (escola, blogue, página e jornal) - Preparação das sessões - Dinamização das sessões 7

8 - Preparação das sessões: Pré-leitura Pesquisa e tratamento de informação sobre o tema da sessão Biblioteca / sala de aula Pesquisa, leitura e seleção de textos Biblioteca / sala de aula Professora de Português / Professora bibliotecária Professora de Português / Professora bibliotecária 8

9 - Preparação das sessões: Leitura Treino de competências de leitura (interpretação, leitura expressiva, competências de oralidade) Sala de aula Professora de Português 9

10 - Preparação das sessões: Pós-leitura Elaboração do guião da sessão de leitura Produção de material de divulgação Produção de material de motivação das sessões Biblioteca / Sala de aula Biblioteca / Sala de aula Sala de aula Professora de Português / Prof. bibliotecária Professora de Português / Prof. bibliotecária Professora de Português 10

11 - Dinamização das sessões: Pré-leitura - Motivação para o tema com recursos produzidos pelos alunos (vídeo, apresentação PPT). Leitura - Leitura expressiva de diferentes tipos de texto. Pós-leitura - Incentivo à participação do público-alvo / debate. ALUNOS leitores dinamizadores interlocutores 11

12 III. Envolvimento da comunidade Estratégias de mobilização - Contacto com as instituições e apresentação do projeto - Estabelecimento de parceria com a Biblioteca Municipal - Articulação com os responsáveis pelas instituições, psicólogos e animadores 12

13 Entidades envolvidas - Lar de Santa Teresa - Lar de Nossa Senhora da Piedade (Santa Casa da Misericórdia de Viana do Castelo) - Biblioteca Municipal de Viana do Castelo (iniciativa Partilha de Histórias ) 13

14 IV. Orçamento Recursos materiais - Fundo documental (livros, recursos audiovisuais) - financiamento PNL - Material de papelaria financiamento PNL - Equipamento tecnológico (computadores, videoprojectores, máquina fotográfica ) 14

15 V. Recolha de informação Identificação de indicadores relativos aos hábitos e gostos de leitura dos alunos - Diagnóstico (auscultação em sala de aula / avaliação diagnóstica) - Reflexão sobre os resultados da avaliação diagnóstica - Elaboração do documento Problemas identificados junto do público jovem relativamente aos hábitos de leitura - Formulação de questões / problemas a resolver 15

16 Avaliação das sessões - Recolha de opiniões do público-alvo - Recolha de opiniões dos responsáveis pelas instituições 16

17 Avaliação intermédia do projeto - Construção a aplicação aos alunos de um instrumento de recolha de informação (inquérito por questionário) 17

18 VI. Avaliação - Cumprimento dos objetivos - Cumprimento da planificação (número de sessões de leitura e temáticas) - Feedback positivo por parte dos alunos - Excelente recetividade por parte do público-alvo - Manifestação de interesse na continuidade do projeto por parte das instituições - Avaliação muito positiva da parceria com a Biblioteca Municipal 18

19 Pontos fortes e constrangimentos identificados Pontos fortes Grande envolvimento dos alunos Promoção de hábitos de leitura Contacto com diferentes tipologias de texto Desenvolvimento de capacidade de iniciativa, criatividade e responsabilidade Interação entre gerações Constrangimentos Dificuldade em conciliar a calendarização com o cumprimento do programa curricular Alunos muito centrados nas classificações Articulação com o programa curricular 19

20 20

Avaliação da biblioteca escolar. A. Currículo literacias e aprendizagem. Avaliação

Avaliação da biblioteca escolar. A. Currículo literacias e aprendizagem. Avaliação Avaliação da biblioteca escolar Avaliação 2014-2015 Recomendações do conselho pedagógico Alargar a colaboração curricular a outras áreas disciplinares, nomeadamente Inglês e Ciências Naturais. Aprofundar

Leia mais

Atividades Período Calendarização Dinamizadores Parcerias Colaborações Objetivos Eixos Orçam. Diretores de turma. Diretores de turma.

Atividades Período Calendarização Dinamizadores Parcerias Colaborações Objetivos Eixos Orçam. Diretores de turma. Diretores de turma. Plano Anual de Atividades Bibliotecas Coordenação das Bibliotecas do Agrupamento (24 atividades) Atividades Período Calendarização Dinamizadores Parcerias Colaborações Objetivos Eixos Orçam. Formação de

Leia mais

MABE Domínio A Currículo, literacias e aprendizagem

MABE Domínio A Currículo, literacias e aprendizagem A.1 Apoio ao currículo e formação para as literacias da informação e dos média A.2 Uso das tecnologias e da internet como ferramentas de acesso, produção e comunicação de informação e como recurso de aprendizagem

Leia mais

Fundamentação da atividade Um tesouro a descobrir!

Fundamentação da atividade Um tesouro a descobrir! Fundamentação da atividade Um tesouro a descobrir! A atividade surgiu no sentido de dar resposta a um dos pontos fracos identificados no último relatório de avaliação da biblioteca escolar no caso do domínio

Leia mais

2016/2017 [PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - BIBLIOTECA ESCOLAR]

2016/2017 [PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - BIBLIOTECA ESCOLAR] Projeto / Atividade Objetivos Intervenientes Recursos/ materiais BE - Vamos Partilh@r (Divulgação/marketing BE através da página, das redes sociais, rádio escolar, jornal escolar) Concurso Nacional de

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Zona Urbana da Figueira da Foz PLANO DE MELHORIA B I B L I O T E C A E S C O L A R D R. J O Ã O D E B A R R O S

Agrupamento de Escolas da Zona Urbana da Figueira da Foz PLANO DE MELHORIA B I B L I O T E C A E S C O L A R D R. J O Ã O D E B A R R O S Agrupamento de Escolas da Zona Urbana da Figueira da Foz PLANO DE MELHORIA B I B L I O T E C A E S C O L A R D R. J O Ã O D E B A R R O S 2013/2017 Índice A. Currículo literacias e aprendizagem 3 Problemas

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES DA BIBLIOTECA Ano letivo

PLANO DE ATIVIDADES DA BIBLIOTECA Ano letivo PLANO DE ATIVIDADES DA BIBLIOTECA Ano letivo 2016-2017 Meta(s) e/ou Finalidade(s) e/ou Objetivos do Projeto Educativo do Agrupamento / Escola não agrupada Reforçar e cimentar práticas colaborativas e de

Leia mais

Questionário aos alunos

Questionário aos alunos Questionário aos alunos Distribuição das respostas, de escolha fechada, aos questionários recebidos pelo sistema informático e no formulário de registo de dados agrupados. 1. Identificação Masculino: 38:

Leia mais

Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2018/2019

Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2018/2019 Plano Anual de Atividades da Biblioteca 2018/2019 As atividades delineadas neste Este Plano visam, essencialmente, a prestação de contributos para a promoção do sucesso educativo. Neste sentido, as atividades

Leia mais

Processo de melhoria. Informação escolar. Processo de avaliação. Relatório de execução do plano de melhoria

Processo de melhoria. Informação escolar. Processo de avaliação. Relatório de execução do plano de melhoria Processo de melhoria Relatório de execução do plano de melhoria 2013-2014 Recomendações do conselho pedagógico -- Data de apresentação à direção/ conselho pedagógico 2015/7/14 Informação escolar Designação

Leia mais

PLANO DE MELHORIA DA MEDIATECA PARA 2015/2016

PLANO DE MELHORIA DA MEDIATECA PARA 2015/2016 Agrupamento de Escolas de Santiago do Cacém Escola Secundária Manuel da Fonseca PLANO DE MELHORIA DA MEDIATECA PARA 2015/2016 A. Currículo, literacias e aprendizagem Problemas identificados Insuficientes

Leia mais

BIBLIOTECA ESCOLAR PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Escola Portuguesa Ruy Cinatti 2014/2015

BIBLIOTECA ESCOLAR PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Escola Portuguesa Ruy Cinatti 2014/2015 O Pl Anual de Atividades segue as linhas de orientação propostas pela RBE. Este documento descreve a ação da Biblioteca Escolar e tem como objetivo último tornar os alunos autónomos e eficientes nas diversas

Leia mais

6. Participar em atividades (efemérides, palestras, eventos de leitura, sessões formativas, projetos, clubes, outras)

6. Participar em atividades (efemérides, palestras, eventos de leitura, sessões formativas, projetos, clubes, outras) os 10 QA Questionário aos alunos s 10 Escola: 1 Identificação: Data: Masculino 2 Frequentas o: Feminino Ensino Básico: 3.º 4.º 5.º 6.º 7.º 8.º 9.º Outros cursos Ensino Secundário: 10.º 11.º 12.º Curso

Leia mais

ESCOLA BÁSICA PADRE FRANCISCO SOARES Ano Letivo 2018/2019. Plano Anual de Atividades - BECRE

ESCOLA BÁSICA PADRE FRANCISCO SOARES Ano Letivo 2018/2019. Plano Anual de Atividades - BECRE ESCOLA BÁSICA PADRE FRANCISCO SOARES Ano Letivo 2018/2019 Pl Anual de Atividades - BECRE CÓDIGO DA ATIVIDADE B-D-G 651 B-F 652 ATIVIDADE A DESENVOLVER OBJETIVOS DESCRIÇÃO RESPONSÁVEIS DESTINATÁRIOS DATA

Leia mais

BIBLIOTECA ESCOLAR. Anual de Atividades. Agrupamento de Escolas Professor Abel Salazar. Ronfe Guimarães 2017/2018

BIBLIOTECA ESCOLAR. Anual de Atividades. Agrupamento de Escolas Professor Abel Salazar. Ronfe Guimarães 2017/2018 Agrupamento de Escolas Professor Abel Salazar Ronfe Guimarães. BIBLIOTECA ESCOLAR Plano 2017/2018 Anual de Atividades Biblioteca Escolar: Plano Anual de Atividades 2017/2018 P á g i n a 1 10 Agrupamento

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES

PLANO DE ATIVIDADES DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES Agrupamento de Escolas de Grândola PLANO DE ATIVIDADES DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES 2015/2016 Pág.1/ 7 INTRODUÇÃO O Plano Anual de das s Escolares do Agrupamento de Escolas de Grândola atende à especificidade

Leia mais

Plano de melhoria (2015/16)

Plano de melhoria (2015/16) Plano de melhoria (2015/16) Introdução Agrupamento Vertical de Portel Escola EB 2,3 de D. João de Portel Quatro domínios de ação da Biblioteca Escolar: A. Currículo, literacias e aprendizagem B. Leitura

Leia mais

Uma história lida por uma história contada

Uma história lida por uma história contada Projeto Uma história lida por uma história contada O projeto Uma história lida por uma história contada surgiu de uma atividade desenvolvida pelo Clube de Leitura dinamizado pela Biblioteca Escolar e foi

Leia mais

Processo de melhoria. Informação escolar. Processo de avaliação. Relatório de execução do plano de melhoria 2015/ 2016

Processo de melhoria. Informação escolar. Processo de avaliação. Relatório de execução do plano de melhoria 2015/ 2016 Processo de melhoria Relatório de execução do plano de melhoria 2015/ 2016 Recomendações do conselho pedagógico Perante o relatório de execução do plano de melhoria 2015/16 apresentado ao conselho pedagógicoas

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro Bibliotecas Escolares

Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro Bibliotecas Escolares grupamento de Escolas de Eugénio de Castro ibliotecas Escolares Professoras bibliotecárias: Paula Fidalgo e Maria João Olaio Plano de acção 2009- Página 0 grupamento de Escolas de Eugénio de Castro ibliotecas

Leia mais

2017/2018 [PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - BIBLIOTECA ESCOLAR]

2017/2018 [PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - BIBLIOTECA ESCOLAR] Projeto / Atividade Objetivos Intervenientes Recursos/ materiais BE - Vamos Partilh@r (Divulgação/marketing BE através da página, das redes sociais, rádio escolar, jornal escolar) Concurso Nacional de

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MOSTEIRO E CÁVADO 2009/2013

PLANO DE ACÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MOSTEIRO E CÁVADO 2009/2013 PLANO DE ACÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MOSTEIRO E CÁVADO 2009/2013 O plano da acção que se apresenta pretende ser um documento orientador das acções a desenvolver pela Biblioteca

Leia mais

Questionários aos docentes

Questionários aos docentes Questionários aos docentes Distribuição das respostas, de escolha fechada, aos questionários recebidos pelo sistema informático e no formulário de registo de dados agrupados. Grupo de recrutamento 200

Leia mais

Avaliação da biblioteca escolar

Avaliação da biblioteca escolar Avaliação da biblioteca escolar 29-213 21 B. Leitura e literacia Avaliação 3 211 D. Gestão da biblioteca escolar Avaliação D.1 Articulação da BE com a escola/agrupamento. Acesso e serviços prestados pela

Leia mais

PLANO DE MELHORIA DO AGRUPAMENTO

PLANO DE MELHORIA DO AGRUPAMENTO 2016-2018 PLANO DE MELHORIA DO AGRUPAMENTO (Relatório de Avaliação Externa 2016) INTRODUÇÃO O Plano de Melhoria do Agrupamento (PMA) foi elaborado de acordo com a Recomendação nº 1/2011, de 7 de janeiro,

Leia mais

Leitura sobre rodas. Projecto ao abrigo do Apoio a Bibliotecas Escolares do Ensino Secundário, da Fundação Calouste Gulbenkian

Leitura sobre rodas. Projecto ao abrigo do Apoio a Bibliotecas Escolares do Ensino Secundário, da Fundação Calouste Gulbenkian Leitura sobre rodas Projecto ao abrigo do Apoio a Bibliotecas Escolares do Ensino Secundário, da Fundação Calouste Gulbenkian Leitura sobre rodas Projecto ao abrigo do Apoio a Bibliotecas Escolares do

Leia mais

PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES 2014/15

PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES 2014/15 Subdomínios Apoio ao currículo e formação para as literacias da informação e dos média Atividades Visitas guiadas à BE com os alunos do 5º ano e respetivos Encarregados de Educação Formação de utentes

Leia mais

Questionários aos docentes

Questionários aos docentes Questionários aos docentes Distribuição das respostas, de escolha fechada, aos questionários recebidos pelo sistema informático e no formulário de registo de dados agrupados. Grupo de recrutamento 200

Leia mais

Objetivos Descricao Responsaveis Destinatários Data Recursos Linhas Orientação

Objetivos Descricao Responsaveis Destinatários Data Recursos Linhas Orientação - a quinta-feira, 27 de outubro de 2016 09:53:01, H ormação de utilizadores -promover as valências da biblioteca escolar e estimular a sua utilização - mo3var para o seu uso -esclarecer a sua forma de

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Pinhal de Frades. PLANO DE PROMOÇÃO DA LEITURA Quadriénio

Agrupamento de Escolas de Pinhal de Frades. PLANO DE PROMOÇÃO DA LEITURA Quadriénio Agrupamento de Escolas de Pinhal de Frades PLANO DE PROMOÇÃO DA LEITURA Quadriénio 2014-18 Aprender a ler e ler para aprender é uma questão central no ensino e na aprendizagem. Os programas e metas do

Leia mais

7. Participar em atividades (efemérides, palestras, eventos de leitura, sessões formativas, projetos, clubes, outras)

7. Participar em atividades (efemérides, palestras, eventos de leitura, sessões formativas, projetos, clubes, outras) QA Questionário aos alunos 17 Escola: 1 Identificação: Data: Masculino 2 Frequentas o Feminino Ensino Básico: 3.º 4.º 5.º 6.º 7.º Outros cursos Ensino Secundário: 10.º 11.º 12.º Curso profissional Outros

Leia mais

Conservatório de Música Calouste Gulbenkian Plano Anual de Atividades da Biblioteca 2017/2018 DOMÍNIO A CURRÍCULO, LITERACIAS E APRENDIZAGEM

Conservatório de Música Calouste Gulbenkian Plano Anual de Atividades da Biblioteca 2017/2018 DOMÍNIO A CURRÍCULO, LITERACIAS E APRENDIZAGEM Este Plano de Atividades visa contribuir para a meta deste Conservatório que pretende que os alunos se assumam como pessoas potencialmente autónomas, empreendedoras e responsáveis, com projetos de vida

Leia mais

Resumo do relatório de auto-avaliação da biblioteca escolar 2009/2010. A. Apoio ao desenvolvimento curricular

Resumo do relatório de auto-avaliação da biblioteca escolar 2009/2010. A. Apoio ao desenvolvimento curricular Resumo do relatório de auto-avaliação da biblioteca escolar 2009/2010 A. Apoio ao desenvolvimento curricular A.1 Articulação curricular da BE com as estruturas de coordenação educativa e supervisão pedagógica

Leia mais

Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2017/2018

Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2017/2018 Plano Anual de Atividades da Biblioteca 2017/2018 As atividades delineadas neste Plano visam, essencialmente, a prestação de contributos para a promoção do sucesso educativo. Desta forma, as atividades

Leia mais

Plano de Actividades da Biblioteca Escolar 2010/2011 Isabel Fonseca 2010/2011

Plano de Actividades da Biblioteca Escolar 2010/2011 Isabel Fonseca 2010/2011 Escola Secundária do Padrão da Légua (402412) Plano de Actividades da Biblioteca Escolar 2010/2011 Isabel Fonseca 2010/2011 DOMÍNIO A. Apoio ao Desenvolvimento Curricular ACTIVIDADE OBJECTIVOS PÚBLICO

Leia mais

Plano de Melhoria. Avaliação Externa IGEC. 13 a 16 de abril 2015

Plano de Melhoria. Avaliação Externa IGEC. 13 a 16 de abril 2015 Plano de Melhoria Avaliação Externa IGEC 13 a 16 de abril 2015 Agosto de 2015 1 ÍNDICE Introdução 3 Metodologia usada 3 Pontos fortes e áreas de melhoria. 3 Plano de melhoria 6 Nota relativa a crédito

Leia mais

Escola Superior de Educação João de Deus

Escola Superior de Educação João de Deus Relatório de Autoavaliação às Unidades Curriculares EDUCAÇÃO BÁSICA (Licenciatura) - 2016/2017 1.º Semestre 1. Introdução A avaliação está intimamente ligada ao processo de qualidade, de desenvolvimento

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALHANDRA, SOBRALINHO E SÃO JOÃO DOS MONTES PLANO DE MELHORIA IGEC

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALHANDRA, SOBRALINHO E SÃO JOÃO DOS MONTES PLANO DE MELHORIA IGEC AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALHANDRA, SOBRALINHO E SÃO JOÃO DOS MONTES PLANO DE MELHORIA IGEC SETEMBRO DE 2013 FUNDAMENTOS DO PLANO DE MELHORIA 2013/2015 O Agrupamento assume-se como construtor de uma visão

Leia mais

Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2017/2018

Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2017/2018 Pl Anual de Atividades da Biblioteca 2017/2018 As atividades delineadas neste Pl visam, essencialmente, a prestação de contributos para a promoção do sucesso educativo. Desta forma, as atividades previstas

Leia mais

Escola Superior de Educação João de Deus. Relatório de Autoavaliação às Unidades Curriculares º semestre

Escola Superior de Educação João de Deus. Relatório de Autoavaliação às Unidades Curriculares º semestre Relatório de Autoavaliação às Unidades Curriculares 2018-2019 1.º semestre Mestrado em ENSINO DO 1.º CICLO DO ENSINO BÁSICO E DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS NATURAIS NO 2.º CICLO DO ENSINO BÁSICO Mestreado em

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA ESCOLAR

REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA ESCOLAR 1. A BIBLIOTECA ESCOLAR REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA ESCOLAR 1.1. DEFINIÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR A Biblioteca Escolar (BE) constitui um espaço que proporciona a democratização do acesso a uma variada

Leia mais

Escola Superior de Educação João de Deus. Relatório de Autoavaliação às Unidades Curriculares

Escola Superior de Educação João de Deus. Relatório de Autoavaliação às Unidades Curriculares Relatório de Autoavaliação às Unidades Curriculares Promoção de Atividades Educativas, Socias e Culturais (CTeSP) 2016-2017 2.º Semestre 1. Introdução A avaliação está intimamente ligada ao processo de

Leia mais

Avaliação da biblioteca escolar

Avaliação da biblioteca escolar Avaliação da biblioteca escolar 2009-2013 2010 B. Leitura e literacia Avaliação 4 2011 D. Gestão da biblioteca escolar Avaliação D.1 Articulação da BE com a escola/agrupamento. Acesso e serviços prestados

Leia mais

Escola Superior de Educação João de Deus. Relatório de Autoavaliação às Unidades Curriculares MESTRADO EM EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR

Escola Superior de Educação João de Deus. Relatório de Autoavaliação às Unidades Curriculares MESTRADO EM EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Relatório de Autoavaliação às Unidades Curriculares MESTRADO EM EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR 2016-2017 2.º Semestre 1. Introdução A avaliação está intimamente ligada ao processo de qualidade, de desenvolvimento

Leia mais

PROJETO DE LEITURA DO AGRUPAMENTO

PROJETO DE LEITURA DO AGRUPAMENTO PROJETO DE LEITURA A G R U P A M E N T O D E E S C O L A S D E M O U R E DO AGRUPAMENTO PROJETO-PILOTO DE PROMOÇÃO DE LEITURA QUIOSQUE DE LEITURAS P R O P O S T A D A S B I B L I O T E C A S E S C O L

Leia mais

MEDIATECA. Plano de Atividades 2012/2013. Introdução

MEDIATECA. Plano de Atividades 2012/2013. Introdução , Santiago do Cacém pág. 1/6 Introdução A Mediateca estrutura-se como um setor essencial do desenvolvimento do currículo escolar e as suas atividades deverão estar integradas nas restantes atividades da

Leia mais

BIBLIOTECAS ESCOLARES PLANIFICAÇÃO DE ATIVIDADES 2014 / 2015

BIBLIOTECAS ESCOLARES PLANIFICAÇÃO DE ATIVIDADES 2014 / 2015 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS VIEIRA DE ARAÚJO ESCOLA EB/S VIEIRA DE ARAÚJO VIEIRA DO MINHO BIBLIOTECAS ESCOLARES PLANIFICAÇÃO DE ATIVIDADES / 2015 PROJETO EDUCATIVO Lacunas ao nível da articulação entre ciclos,

Leia mais

Equipa de Avaliação Interna: Isabel M. Menezes Pinto - coordenadora docente. Alexandre Ribeiro - docente. Joaquina Dias - docente

Equipa de Avaliação Interna: Isabel M. Menezes Pinto - coordenadora docente. Alexandre Ribeiro - docente. Joaquina Dias - docente Plano de Acção AVALIAÇÃO INTERNA Escola Secundária de Lousada 2009-2010 Plano de Trabalho a desenvolver pela Equipa de Avaliação Interna da Escola Equipa de Avaliação Interna: Isabel M. Menezes Pinto -

Leia mais

ACOMPANHAMENTO DA AÇÃO EDUCATIVA RELATÓRIO DA 2ª INTERVENÇÃO

ACOMPANHAMENTO DA AÇÃO EDUCATIVA RELATÓRIO DA 2ª INTERVENÇÃO ACOMPANHAMENTO DA AÇÃO EDUCATIVA RELATÓRIO DA 2ª INTERVENÇÃO Área territorial da IGEC SUL Agrupamento ou Escola Código 171591 Designação Agrupamento de Escolas do Algueirão Data da intervenção Início 18.01.2017

Leia mais

Biblioteca de Escola Secundária/3ºC de Vendas Novas. Plano de acção Nota introdutória

Biblioteca de Escola Secundária/3ºC de Vendas Novas. Plano de acção Nota introdutória Biblioteca de Escola Secundária/3ºC de Vendas Novas Plano de acção 2009-2013 Nota introdutória O plano de acção é um documento orientador onde se conceptualizam e descrevem as metas a atingir num período

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES Bibliotecas escolares do Agrupamento de escolas Mosteiro e Cávado

PLANO DE ATIVIDADES Bibliotecas escolares do Agrupamento de escolas Mosteiro e Cávado 20152016 Bibliotecas escolares do Agrupamento de escolas Mosteiro e Cávado 20152016 Domínio A Currículo, literacias e aprendizagem Intervenientes Público alvo Datas Desenvolver atividades curriculares

Leia mais

Escola Superior de Educação João de Deus. Relatório de Autoavaliação às Unidades Curriculares º semestre

Escola Superior de Educação João de Deus. Relatório de Autoavaliação às Unidades Curriculares º semestre Relatório de Autoavaliação às Unidades Curriculares 2018-2019 1.º semestre Mestrado em EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Mestrado em EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR E ENSINO DO 1.º CICLO DO ENSINO BÁSICO Dados estruturantes

Leia mais

Modelo de autoavaliação (RBE)

Modelo de autoavaliação (RBE) Modelo de autoavaliação (RBE) B I B L I O T E C A S D O A G R U P A M E N T O D E E S C O L A S D E E U G É N I O D E C A S T R O E S C O L A B Á S I C A D E E U G É N I O D E C A S T R O Índice 2 1. Pertinência

Leia mais

PAA BE-EB 2,3 Aradas Ano Letivo 2016 / 2017

PAA BE-EB 2,3 Aradas Ano Letivo 2016 / 2017 PAA BE-EB 2,3 Aradas Ano Letivo 2016 / 2017 - Ao longo do ano - Manutenção do blogue da BE - Divulgar as actividades no blogue - Promover a integração da BE na Escola -Difusão da informação educativa -

Leia mais

ORGÃO / ESTRUTRURA EDUCATIVA:

ORGÃO / ESTRUTRURA EDUCATIVA: ORGÃO / ESTRUTRURA EDUCATIVA: Biblioteca Escolar/Centro de Recursos Educativos Base estruturante do PEA: ECOSSISTEMA SOCIAL E HUMANO Eixos: 1. Aprender a aprender; 2. Aprender a construir estilos de vida

Leia mais

Avaliação Interna da Escola Agrupamento de Escolas do Vale de Ovil

Avaliação Interna da Escola Agrupamento de Escolas do Vale de Ovil Avaliação Interna da Escola Agrupamento de Escolas do Vale de Ovil Comissão Interna de Avaliação Equipa da Biblioteca Escolar Novembro de 2009 Campo de Trabalho Áreas de Incidência da Avaliação Interna

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALAPRAIA. AUTOAvaliação

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALAPRAIA. AUTOAvaliação AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALAPRAIA AUTOAvaliação METODOLOGIA DE TRABALHO INSTRUMENTOS DE RECOLHA DE INFORMAÇÃO Questionários Autoavaliação do agrupamento Avaliação do PE Público alvo Pessoal docente /não

Leia mais

BIBLIOTECAS ESCOLARES

BIBLIOTECAS ESCOLARES PLANO DE AÇÃO BIBLIOTECAS ESCOLARES Agrupamento de Escolas da Moita 1 As Bibliotecas Escolares assumem, para além das funções informativa, educativa, cultural e recreativa, o papel de adjuvante do aluno,

Leia mais

Tópicos para elaboração da candidatura ao concurso de Projectos de Produção de Conteúdos Educativos lançado pelo Ministério da Educação

Tópicos para elaboração da candidatura ao concurso de Projectos de Produção de Conteúdos Educativos lançado pelo Ministério da Educação Tópicos para elaboração da candidatura ao concurso de Projectos de Produção de Conteúdos Educativos lançado pelo Ministério da Educação Cento de competência Nónio ESE Viseu - 06/12/2005 Âmbito do Concurso

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Águeda PLANO DE ATIVIDADES Biblioteca Escolar 2012/2013. BibliotecaEscolar Agrupamento deescolasdeágueda

Agrupamento de Escolas de Águeda PLANO DE ATIVIDADES Biblioteca Escolar 2012/2013. BibliotecaEscolar Agrupamento deescolasdeágueda 1 Escola/comunid. Família/Comunid. DOMÍNIO A Apoio ao desenvolvimento curricular SUBDOMÍNIO: A.1. Curricular da BE com as Estruturas de Coordenação Educativa e Supervisão Pedagógica e os Docentes A.1.1

Leia mais

PLANO DE PROMOÇAO DA LEITURA

PLANO DE PROMOÇAO DA LEITURA PLANO DE PROMOÇAO DA LEITURA 2016-17 1.Apresentação do plano 2. Objetivos gerais 3. Orientações 4. Objetivos específicos 5. Atividades 6. Avaliação 7. Aneos A leitura um bem essencial Para viver com autonomia,

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES DAS BE

PLANO DE ATIVIDADES DAS BE AS O Pl Anual de Atividades das Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas Mosteiro e Cávado é um documento orientador das ações a desenvolver pela Biblioteca Escolar Mosteiro e Cávado e Biblioteca

Leia mais

Plano de Formação da Biblioteca Escolar

Plano de Formação da Biblioteca Escolar Agrupamento de Escolas de Santo António Plano de Formação da Biblioteca Escolar Literacias da Informação e Tecnológica Contextualização Perante as necessidades de um contexto informativo mais complexo,

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO. Ano Letivo 2018 / º ano de escolaridade

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO. Ano Letivo 2018 / º ano de escolaridade CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO Ano Letivo 2018 / 2019 1º ano de escolaridade Áreas de competência (Perfil dos Alunos à saída da escolaridade obrigatória) A - Linguagens e Textos C - Raciocínio e Resolução

Leia mais

2014/2015 [PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - BIBLIOTECA ESCOLAR]

2014/2015 [PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - BIBLIOTECA ESCOLAR] Projeto / Atividade Objetivos Intervenientes Recursos/ materiais BE - Vamos Partilh@r (Divulgação/marketing BE através da página, blogues, rádio escolar, catálogo online) Dinamizar os blogues das várias

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES

PLANO DE ATIVIDADES 201617 201617 Calendarização D 1 Atividades Objetivos Promotores Público alvo Recursos setembro A Receção aos pais e alunos do 5º ano Incentivar para o uso da biblioteca. Prestar informações sobre o funcionamento

Leia mais

Plano de Melhoria

Plano de Melhoria Plano de Melhoria 1 Enquadramento O presente Plano de Melhoria resulta, simultaneamente, das orientações emanadas da Inspeção-Geral da Educação e Ciência, que assentam nas sugestões do Conselho Nacional

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES DAS BE

PLANO DE ATIVIDADES DAS BE DAS E 201617 201617 Calendarização D 1 Atividades Objetivos Promotores Público alvo Recursos setembro A Receção aos pais e alunos do 5.º Incentivar para o uso da biblioteca. Prestar informações sobre o

Leia mais

Autonomia e inovação curricular: olhares diferenciados

Autonomia e inovação curricular: olhares diferenciados Conferência parlamentar Autonomia e inovação curricular: olhares diferenciados 16 de Maio de 2012 CONSTITUIÇÃO DO AGRUPAMENTO Nome escola Número alunos Número turmas EB1/JI S. Roque 96 5 EB1 Oliveira

Leia mais

Projeto E.M.A. (Estímulo à Melhoria das Aprendizagens) Tejo: Um rio de Conhecimento

Projeto E.M.A. (Estímulo à Melhoria das Aprendizagens) Tejo: Um rio de Conhecimento Projeto E.M.A. (Estímulo à Melhoria das Aprendizagens) Tejo: Um rio de Conhecimento Objetivo Geral Desenvolver nos alunos competências relacionadas com a prática experimental que reforcem a motivação,

Leia mais

Escola Superior de Educação João de Deus

Escola Superior de Educação João de Deus Relatório de Autoavaliação às Unidades Curriculares MESTRADO EM EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR E ENSINO DO 1.º CICLO DO ENSINO BÁSICO- 2016/2017 1. Introdução A avaliação está intimamente ligada ao processo de qualidade,

Leia mais

Plano de Melhoria. Agrupamento de Escolas Pintor José de Brito

Plano de Melhoria. Agrupamento de Escolas Pintor José de Brito 2015 2017 Agrupamento de Escolas Pintor José de Brito Na sequência da Avaliação Externa ao Agrupamento de Escolas Pintor José de Brito, em abril de 2015 e com a auditoria realizada em março de 2015 no

Leia mais

A Coordenadora da Biblioteca Escolar: Maria de Fátima Nunes. Agrupamento de Escolas de Sines

A Coordenadora da Biblioteca Escolar: Maria de Fátima Nunes. Agrupamento de Escolas de Sines O projeto LCD - Ler, Criar, Dramatizar, tem por base a atividade desenvolvida em articulação com os Departamentos de 1º ciclo e de Línguas e com o Serviço Educativo e Cultural do Centro de Artes de Sines,

Leia mais

NA MATEMÁTICA TU CONTAS

NA MATEMÁTICA TU CONTAS PLANO AÇÃO ESTRATÉGICA 41ª MEDIDA NA MATEMÁTICA TU CONTAS OBJETIVO Melhorar o sucesso em Matemática. ANO(S) ESCOLARIDA A ABRANGER - Do 1.º ao 9.º de escolaridade. ATIVIDAS A SENVOLVER NO ÂMBITO DA MEDIDA:

Leia mais

Melhorar a organização escolar, estabelecendo redes e promovendo as boas práticas

Melhorar a organização escolar, estabelecendo redes e promovendo as boas práticas Melhorar a organização escolar, estabelecendo redes e promovendo as boas práticas REDE ESCXEL - SESSÃO DE DIVULGAÇÃO DE BOAS PRÁTICAS 1ª Sessão 30 de janeiro de 2015 Powerpoint Templates IDEIAS CHAVE DO

Leia mais

PLANO DE AÇÃO DO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS

PLANO DE AÇÃO DO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS PLANO DE AÇÃO DO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS OBJETIVOS EDUCAR EM CIDADANIA 1. RESULTADOS ESCOLARES Alcançar os resultados esperados de acordo com o contexto do agrupamento. Melhorar

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE S. PEDRO DO SUL

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE S. PEDRO DO SUL AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE S. PEDRO DO SUL REGULAMENTO INTERNO 2014 PARTE IV BIBLIOTECA ESCOLAR/CENTRO DE RECURSOS (BE/CR) Índice Artigo 1º - Constituição... 3 Artigo 2º - Definição... 3 Artigo 3º - Enquadramento

Leia mais

Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar do Agrupamento

Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar do Agrupamento mails da BE bibsmz@gmail.com / smz@bibliotecasescolares.pt blogue da BE http://www.bibsmz.blogspot.pt/ facebook da BE http://www.facebook.com/smzbe Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar do Agrupamento

Leia mais

Avaliação da biblioteca escolar

Avaliação da biblioteca escolar Avaliação da biblioteca escolar 29-213 21 Avaliação -- -- 211 D. Gestão da biblioteca escolar Avaliação D.1 Articulação da BE com a escola/agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE. 2.83 D.2 Condições

Leia mais

Terceiro Ciclo da Avaliação Externa das Escolas. Campos de análise Referentes Indicadores

Terceiro Ciclo da Avaliação Externa das Escolas. Campos de análise Referentes Indicadores Quadro de referência Domínios, campos de análise, referentes e indicadores O quadro de referência do terceiro ciclo da Avaliação Externa das Escolas estrutura-se em quatro domínios Autoavaliação, Liderança

Leia mais

Escola Superior de Educação João de Deus. Escola Superior de Educação João de Deus. Relatório de Autoavaliação às Unidades Curriculares

Escola Superior de Educação João de Deus. Escola Superior de Educação João de Deus. Relatório de Autoavaliação às Unidades Curriculares Escola Superior de Educação João de Deus Relatório de Autoavaliação às Unidades Curriculares LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO BÁSICA 2017/2018 1.º Semestre Ano letivo: 2017/2018 1.º Semestre 1 1. Introdução A

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MOSTEIRO E CÁVADO 2009/2013

PLANO DE ACÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MOSTEIRO E CÁVADO 2009/2013 PLANO DE ACÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MOSTEIRO E CÁVADO 2009/2013 O plano da acção que se apresenta pretende ser um documento orientador das acções a desenvolver pela Biblioteca

Leia mais

Promoção da articulação curricular entre ciclos e da sequencialidade / transversalidade de conteúdos

Promoção da articulação curricular entre ciclos e da sequencialidade / transversalidade de conteúdos BIBLIOTECA ESCOLAR PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES 2008/2009 ÁREAS DE INTERVENÇÃO (projecto educativo): Ligação da escola à comunidade Prevenção do risco de abandono e insucesso escolar Promoção da articulação

Leia mais

P L A N O DE A Ç Ã O E S T R A T É G I C A

P L A N O DE A Ç Ã O E S T R A T É G I C A CÓDIGO 15199 Desenvolvimento sustentável P L A N O DE A Ç Ã O E S T R A T É G I C A 2 0 1 8 2 0 2 0 1 Para um desenvolvimento sustentável, vamos Medida 1 - promover a compreensão da leitura e do cálculo;

Leia mais

Plano de Intervenção

Plano de Intervenção Plano de Intervenção 201415 Os agrupamentos de escolas que já integram a Rede aler+ são convidados a apresentarem um Plano de Intervenção que evidencie a centralidade da leitura e envolva os jardins de

Leia mais

e-colab: concordas ou não?

e-colab: concordas ou não? e-colab: concordas ou não? Ana Almeida Eugénia Cordeiro Laboratórios de Aprendizagem 14 de novembro de 2018 Roteiro 2. 3. Interesse educativo 4. Orientação para a ação Enquadramento Enquadramento Público-alvo:

Leia mais

TIC e Inovação Curricular História de algumas práticas

TIC e Inovação Curricular História de algumas práticas TIC e Inovação Curricular História de algumas práticas Era uma vez um processo de investigação Agora vão a www.pensamentocritico.com e clicam em Respostas!!! AVALIAÇÃO FORMATIVA E APRENDIZAGEM DA LÍNGUA

Leia mais

CIDADANIA E DES. Plano de DOMÍNIO BIBLIO ATIVIDADES OBJETIVOS DINAMIZADORES PÚBLICO ALVO C E E A B C D. Interculturalida

CIDADANIA E DES. Plano de DOMÍNIO BIBLIO ATIVIDADES OBJETIVOS DINAMIZADORES PÚBLICO ALVO C E E A B C D. Interculturalida OUTUBRO Média Saúde; desenvolvimento sustentável SETEMBRO Interculturalida de Acolhimento aos novos alunos Fomentar o gosto pela leitura e pela frequência da Biblioteca Escolar (BE). Sensibilizar os encarregados

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MONÇÃO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES ANO LETIVO 2018/2019 DINAMIZAÇÃO/ ORGANIZAÇÃO. Fernando Magalhães

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MONÇÃO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES ANO LETIVO 2018/2019 DINAMIZAÇÃO/ ORGANIZAÇÃO. Fernando Magalhães AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MONÇÃO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES ANO LETIVO 2018/2019 Nº 1 2 ATIVIDADES/ CALENDARIZAÇÃO Integração da BE nas estruturas de coordenação educativa e supervisão

Leia mais

DOMÍNIO A ATIVIDADES OBJETIVOS DATA DINAMIZADORES PÚBLICO-ALVO. - setembro. - Alunos de 5º ano de 5º ano para formação de.

DOMÍNIO A ATIVIDADES OBJETIVOS DATA DINAMIZADORES PÚBLICO-ALVO. - setembro. - Alunos de 5º ano de 5º ano para formação de. DOMÍNIO A - Visita à biblioteca de todos os alunos - Dar a conhecer o espaço/ - setembro - Alunos de 5º ano de 5º ano para formação de recursos da BE utilizadores. - Apoio/orientação na pesquisa e - Desenvolver

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2015-2016 BIBLIOTECA ESCOLAR

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES 2015-2016 BIBLIOTECA ESCOLAR 2015-2016 PLANO ANUAL DE ATIVIDADES BIBLIOTECA ESCOLAR DIRETORA DA BIBLIOTECA ESCOLAR, ANA CARVALHO EXTERNATO D. AFONSO HENRIQUES Largo da Igreja, nº 81 4660-227 Resende Índice 1. Introdução... 2 2. Domínio

Leia mais

Biblioteca Escolar. 1ºPeríodo. Dinamização BE EB23. BE das Escolas do AECC. Equipa das BE. BE das Escolas do AECC. Equipa das BE.

Biblioteca Escolar. 1ºPeríodo. Dinamização BE EB23. BE das Escolas do AECC. Equipa das BE. BE das Escolas do AECC. Equipa das BE. Plano Anual de s 211/212 Biblioteca Escolar 1ºPeríodo Objetivo do PEA (nº) 2,3 11 Receção aos alunos do 5º ano A2 Apresentação da aos EE dos alunos do 5º ano B, C2 Objetivo da utilização da pelos alunos

Leia mais

Quimicamente pensando, Fisicamente falando!

Quimicamente pensando, Fisicamente falando! Agrupamento de Escolas Engº Fernando Pinto de Oliveira Quimicamente pensando, Fisicamente falando! Ano letivo 2017/18 1. Fundamentação O projeto Ciências em ação é um projeto no âmbito da disciplina de

Leia mais

Plano Anual de Atividades Biblioteca Escolar

Plano Anual de Atividades Biblioteca Escolar Pl Anual Ativi Biblioteca Escolar Ano Letivo 2016-2017 Nota introdutória O Pl Anual Ativi é o documento orientador linhas ação estratégicas a senvolver num período equivalente ao letivo em curso, com o

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. FR ANCISCO FERNANDES LOPES BIBLIOTECA ESCOLAR PLANO DE ACÇÃO

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. FR ANCISCO FERNANDES LOPES BIBLIOTECA ESCOLAR PLANO DE ACÇÃO ESCOLA SECUNDÁRIA DR. FR ANCISCO FERNANDES LOPES BIBLIOTECA ESCOLAR PLANO DE ACÇÃO 2009-2013 Introdução O Plano de Acção da Biblioteca Escolar para o quadriénio 2009/2013 encontra-se dividido em quatro

Leia mais

Agrupamento de Escolas D. Afonso Henriques PLANO DE ATIVIDADES DA BIBLIOTECA ESCOLAR /2016

Agrupamento de Escolas D. Afonso Henriques PLANO DE ATIVIDADES DA BIBLIOTECA ESCOLAR /2016 Agrupamento de Escolas D. Afonso Henriques PLANO DE ATIVIDADES DA BIBLIOTECA ESCOLAR - 2015 /2016 A. Currículo, literacias e aprendizagem A.1 Apoio ao currículo e formação para as literacias da informação

Leia mais

PLANO TIC E DUCAÇÃO P RÉ-ESCOLAR E 1 º C ICLO

PLANO TIC E DUCAÇÃO P RÉ-ESCOLAR E 1 º C ICLO PLANO TIC E DUCAÇÃO P RÉ-ESCOLAR E 1 º C ICLO DO E NSINO B ÁSICO 2011-2012 O Coordenador TIC Antónia Manuela Pinho Carvalho CARACTERIZAÇÃO DA ESCOLA IDENTIFICAÇÃO DO COORDENADOR TIC Antónia Manuela Pinho

Leia mais

Plano Anual de Atividades Biblioteca Escolar da Cruz da Areia

Plano Anual de Atividades Biblioteca Escolar da Cruz da Areia Plano de Atividades 2015-2016 Biblioteca Escolar da Cruz da Areia Nome da atividade Calendarização Dinamizadores Descrição da atividade Objetivos Público Alvo Dar a conhecer a BE Atividades de formação

Leia mais

PADRÕES de DESEMPENHO DOCENTE

PADRÕES de DESEMPENHO DOCENTE ESCOLA SECUNDÁRIA DO RESTELO 402679 PADRÕES de DESEMPENHO DOCENTE 2010-2011 Desp.n.º 16034-2010, ME (20 Out.) VERTENTE PROFISSIONAL, SOCIAL E ÉTICA Compromisso com a construção e o uso do conhecimento

Leia mais

BIBLIOTECA ESCOLAR Plano Anual de Atividades Escola Portuguesa Ruy Cinatti

BIBLIOTECA ESCOLAR Plano Anual de Atividades Escola Portuguesa Ruy Cinatti DOMÍNIO A. Apoio ao Desenvolvimento Curricular - Desenvolver a articulação curricular da biblioteca com as estruturas pedagógicas e os docentes Promover o desenvolvimento da literacia de informação Incentivar

Leia mais