Avaliação da biblioteca escolar

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Avaliação da biblioteca escolar"

Transcrição

1 Avaliação da biblioteca escolar B. Leitura e literacia Avaliação D. Gestão da biblioteca escolar Avaliação D.1 Articulação da BE com a escola/agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE D.2 Condições humanas e materiais para a prestação dos serviços D.3 Gestão da colecção/da informação C. Projetos, parcerias e atividades livres e de abertura à comunidade Avaliação C.1 Apoio a atividades livres, extra-curriculares e de enriquecimento curricular C.2 Projetos e parcerias A. Apoio ao desenvolvimento curricular Avaliação A.1 Articulação curricular da BE com as estruturas de coordenação educativa e supervisão pedagógica e os docentes A.2 Promoção das literacias da informação, tecnológica e digital Observações -- Avaliação Recomendações do conselho pedagógico O relatório apresentado está conforme a vivência escolar. É louvável o trabalho desenvolvido pela BE nos vários domínios, assumindo-se como um dos pilares de todo o Agrupamento. A BE tem todo o apoio e confiança deste Órgão. Mais uma vez, se ressalta a importância da biblioteca como núcleo central na dinâmica escolar. Data de apresentação à direção/ conselho pedagógico 2013/7/17 A. Currículo literacias e aprendizagem 1- Necessidade de maior articulação entre a BE e o trabalho dos docentes de alguns grupos disciplinares; 2- Reduzido número de atividades de formação de utilizadores com turmas/grupos /alunos, no âmbito do uso das tecnologias digitais e da Internet como recurso de aprendizagem. 1- Aumento das atividades planeadas e partilhadas com a biblioteca escolar 2- Aumento das ações de formação de utilizadores no âmbito das TIC realizadas com equipamentos informáticos da BE, de forma crítica e construtiva. A.1 Apoio ao currículo e formação para as literacias da informação e dos média. 1- Realizar trabalho articulado com docentes, nomeadamente das áreas disciplinares até aqui menos envolvidas em trabalho articulado com a BE, 1/7

2 propondo atividades, recursos, ferramentas de trabalho de forma a facilitar o processo ensino e aprendizagem; 2- Produzir/reformular e divulgar guiões e outros materiais de apoio à pesquisa e utilização da informação pelos alunos. : 1. Plano Anual de Atividades do Agrupamento; Boletim Informativo/Blogue e Facebook da BE; questionários aos alunos e professores; Planos de Trabalho das turmas. 2. Planos de Trabalho das turmas; registos de atividades; questionários aos alunos e professores. : 1- Registos de atividades; planificações das turmas e BE; 2- Quantidade de materiais de apoio produzidos e divulgados (pelo menos 4 materiais de apoio para alunos); número de materiais de apoio publicados na disciplina Biblioteca Escolar na plataforma Moodle (pelo menos 4); Questionário a alunos e professores; Grau de satisfação dos alunos e professores. 1- Coordenadora da Biblioteca Escolar e alguns professores dos departamentos de Línguas/ Ciências Sociais e Humanas / Matemática e Ciências experimentais/ Expressões. 2- Coordenadora da BE; Equipa da BE; Órgão de Administração e Gestão. A.2 Uso das tecnologias digitais e da Internet como ferramentas de acesso, produção e comunicação de informação e como recurso de aprendizagem. 1- Realizar trabalho colaborativo com os docentes, integrando as tecnologias no planeamento e desenvolvimento de atividades conjuntas. strumentos de avaliação 1.Boletim Informativo da Biblioteca, Blogue, Facebook da BE; Planos de Trabalho das turmas, nomeadamente do Curso Vocacional; atas dos departamentos; registos de actividades; grelhas de observação, questionários aos alunos e professores. 1. Aumento do número de atividades conjunta, utilizando as tecnologias de informação (no mínimo 4) 1. Coordenadora da BE; Equipa da BE; Docentes dos Departamentos envolvidos. B. Leitura e literacia 1. Reduzido número de atividades que envolvam sobretudo alunos do Ensino Secundário, do Curso Vocacional e da Educação Especial, no âmbito promoção da competência leitora e dos hábitos de leitura. 2. Falta de integração de hábitos de leitura dos alunos do Agrupamento, em particular, os do Ensino Secundário. 1. Aumento do gosto e dos hábitos de leitura dos alunos do agrupamento, sobretudo para os alunos do Ensino Secundário. 2. Valorização e integração da leitura na vida pessoal e escolar dos alunos, em particular, os do Ensino do Secundário. B.1 Criação e promoção da competência leitora e dos hábitos de leitura. 2/7

3 1. Desenvolvimento de atividades de partilha de leituras de livros ou de textos de tipologia diversa, produzidos pelos alunos: realização de sessões Chá & Bolinhos com Leituras, na BE, dinamizadas por alunos das diferentes turmas, sob a coordenação do respectivo professor de Português e abertas à comunidade educativa; Realização de tertúlias na BE, destinadas a encarregados de educação e comunidade em geral (pelo menos duas: uma dinamizada por alunos de Educação Especial envolvidos no projecto da BE dinâmicas ; alunos do Ensino Secundário, sob a coordenação da respectiva professora de Português). 1- Plano Anual de Atividades do Agrupamento; Boletim Informativo/ Blogue e Facebook da BE; Planos de Trabalho das turmas; atas das reuniões do Conselho Pedagógico; questionários aos alunos e professores. 1- Registo do número de atividades de leitura- Chá & Bolinhos com Leituras; grau de satisfação dos alunos; registo do número de atividades com os EE ou outros elementos da comunidade educativa. 1- Coordenadora da BE; Equipa da BE; Docentes sobretudo dos Departamentos de Línguas e de Educação Especial; Órgão de Administração e Gestão B. 2 Atividades e projetos de treino e melhoria das capacidades associadas à leitura. 1- Criar redes de leitura na escola, trabalhando a leitura como domínio transversal ao currículo e envolvendo professores das diferentes áreas disciplinares. 2- Integra os pais, encarregados de educação e outros elementos da comunidade educativa nas atividades de incentivo à leitura. 1- Plano Anual de Atividades do Agrupamento; estatísticas de utilização da BE; Boletim Informativo da Biblioteca; Blogue e Facebook da BE; atas dos departamentos; questionários aos alunos e professores. 2- Plano Anual de Atividades da BE; Boletim Informativo /blogue e Facebook da BE. 1- Registo do número de atividades de partilha de leituras (no mínimo 3 turmas/3 docentes); avaliação das atividades pelos alunos, expressando o seu grau de satisfação face à atividade dinamizada (valores qualitativos). 2- Registo do número de atividades integrando pais e encarregados de educação e elementos da comunidade educativa; avaliação das atividades pelos alunos, expressando o seu grau de satisfação face à atividade dinamizada (valores qualitativos). 1- Coordenadora da BE, Equipa da BE, Docentes dos Departamentos, sobretudo do pré-escolar, do 1.º CEB e de Línguas; Órgão de Administração e Gestão. 2- Coordenadora da BE, Equipa da BE, Docentes dos Departamentos, sobretudo do pré-escolar, do 1.º CEB e de Línguas; Órgão de Administração e Gestão. C. Projetos, parcerias e atividades de abertura à comunidade 1- Reduzida articulação de atividades/ projectos com outras escolas/ bibliotecas da Rede Concelhia; 2- Reduzida participação em projectos e parcerias com entidades exteriores à escola; 3- Reduzida adesão dos pais, encarregados de educação e família em atividades de promoção da leitura e das literacias. 3/7

4 1- Aumento da articulação concelhia com outras BE 2- Amento da participação da BE em projetos/parcerias exteriores à escola 3- Incremento do envolvimento dos pais e EE nas atividades de promoção da leitura e da literacia. C.1 Desenvolvimento de atividades e serviços colaborativos com outras escolas/ bibliotecas. 1- Desenvolver atividades e projetos com outras escolas/bibliotecas, nomeadamente as dos Agrupamentos de Escolas dos Marrazes e Dr. Correia Mateus, no âmbito da promoção da leitura e das literacias; 2- Rentabilizar recursos interbibliotecas, através do empréstimo e partilha. 1- Ficha síntese de atividades; sumários das turmas; exposição dos trabalhos dos alunos na BE; Plano de trabalho das turmas; atas das reuniões dos conselhos de turmas. 2- Registo de empréstimos em diferentes suportes: Bibliobase; dossiê próprio. 1- Número de atividade/projetos realizados pelos alunos e desenvolvidos em articulação com outras bibliotecas (no mínimo 1); alunos envolvidos na atividade (1 turma) 2- Número de requisições / matérias partilhados interbibliotecas (no mínimo três) 1- Coordenadora da BE, Coordenador da BE dos Agrupamentos de Marrazes e Correia Mateus. 2- Coordenadora da BE, Equipa da BE, Assistentes operacionais da BE; Aluno estagiário na BE (Cenfor); Coordenador de outra biblioteca escolar. C.2 Participação em projetos e parcerias com entidades exteriores à escola. 1- Reforçar e implementar parcerias com entidades exteriores à escola, nomeadamente editoras, associações e escritores, tais como: Amnistia Internacional; Banco Alimentar, Associação Mulheres Séculos XXI, Escola Segura; Porto editora; Raiz Editora; Livrarias Americana e Boa Leitura; jornalista da Revista Sábado; escritores Nuno Matos Valente; Rui Matos e Leonor Lourenço ( ). 2- Participar em projetos de âmbito regional e nacional, nomeadamente no Encontro Concelhio de Bibliotecas Escolares; Maratona de Cartas da Amnistia Internacional; campanha Papel por alimentos do Banco Alimentar; Semana da Leitura; Concurso "7 dias, 7 dicas sobre os media"; entre outras. 1-Registo das atividades em parceria com outras entidades; Plano de Atividades da BE; Registo de reuniões e contactos; síntese de Atividades; Boletim Informativo da BE; Planos de Trabalho das turmas; questionários aos alunos e professores. 2- Registo das atividades em parcerias com outras entidades, Plano de Atividades, Registo de reuniões e contactos, Síntese de Atividades, Boletim Informativo da BE, Planos de Trabalho das turmas, atas dos departamentos e subdepartamentos, planificações, Ficha síntese de atividades, questionários aos alunos. 1- Aumento do número de atividades realizadas em parceria com as entidades exteriores (no mínimo 5) e aumento do número de intervenientes envolvidos nos projetos (no mínimo 6 turmas); 2- Aumento do número de participações em projectos de nível regional e Nacional, realizadas em parceria com as entidades exteriores (no mínimo 4) e aumento do número de intervenientes envolvidos nos projetos (no mínimo 6 turmas) 1- Coordenadora da BE, Equipa da Biblioteca, Docentes dos Departamentos, áreas disciplinares e projectos; Órgão de gestão e Administração. 2- Coordenadora da BE, Equipa da Biblioteca, Docentes dos Departamentos, áreas disciplinares e projectos; Órgão de gestão e Administração. 4/7

5 C.3 Envolvimento e mobilização dos pais, encarregados de educação e famílias. 1- Estimular o empréstimo domiciliário por parte dos pais, encarregados de educação e famílias dos alunos/docentes/assistentes operacionais. 2- Fomentar a participação/ envolvimento dos pais e encarregados de educação em atividades promovidas pela BE, nomeadamente na actividade Ler consigo, inserida na Semana da Leitura, do livro e dos leitores ; e nas tertúlias literárias. 1- Registo de pais, encarregados de educação e famílias; estatísticas de utilização da BE, requisição domiciliária. 2- Registos das participações de encarregados de educação em atividades promovidas pela BE; Planos das Turmas; Boletim informativo / blogue e facebook da BE. 1- Número de pais, encarregados de educação e famílias inscritos como utilizadores da BE; 2- Questionários de avaliação relativamente ao grau de satisfação, aplicados aa alunos/ professores e pais/ encarregados de educação. 1- Coordenadora da BE; Equipa da BE; Órgão de Administração e Gestão; Assistentes operacionais da Biblioteca. 2- Coordenadora da BE; Equipa da BE; professores de Português; Órgão de Administração e Gestão. D. Gestão da biblioteca escolar Nota: o processo de submissão do é irreversível, pelo que se recomenda a sua verificação antes de efetuar o procedimento. 1. Espaço da biblioteca exíguo, nomeadamente nas áreas de trabalho individual e de leitura informal; 2. Parque informático que carece de alguma actualização: número insuficiente de equipamentos tecnológicos que respondam adequadamente às crescentes solicitações dos alunos; 3. Inexistência de um número elevado de obras referenciadas pela Educação Literária (Metas Curriculares de Português). 1- Melhoria das condições de espaço da BE; Melhoria da qualidade dos serviços prestados e dos recursos disponibilizados. 2- Melhoria do parque informático da BE e consequentemente melhoria da qualidade dos serviços prestados e dos recursos disponibilizados. 3- Enriquecimento da coleção da BE com obras de referência, nomeadamente das Metas Curriculares de Português, proporcionando o aumento do índice de leitura dos alunos. D.1 Recursos humanos, materiais e financeiros adequados às necessidades de gestão, funcionamento e dinamização da biblioteca escolar. 1- Reestruturação das áreas da biblioteca, sobretudo das áreas de trabalho individual e de leitura informal; 2- Substituição e manutenção de alguns equipamentos informáticos, para permitir aos alunos uma utilização adequada e profícua na pesquisa e tratamento da informação, de forma a optimizar os métodos de aprendizagem; 3- Aquisição de mais equipamentos tecnológicos que permitam responder mais adequadamente às inúmeras solicitações dos alunos. : 1 - Autoavaliação /Plano de Melhoria do Agrupamento; Boletim Informativo/ blogue e facebook da BE; 2- Inventário da BE; Base de dados da RBE; Estatísticas de utilização; Questionários aos alunos e aos docentes. 3- Inventário da BE; Base de dados da RBE; Estatísticas de utilização; Questionários aos alunos e aos docentes; Contrato de Autonomia do 5/7

6 Agrupamento. : 1- Aumento do grau de satisfação dos alunos e dos docentes; 2- Aumento do número de requisições do equipamento informático. 3- Estatísticas de utilização de equipamentos informáticos. 1- Coordenadora da BE; Equipa da BE; Órgão de Gestão e Administração. 2- Coordenadora da BE; Equipa da BE; docentes de informática; Órgão de Gestão e Administração; Assistentes técnicos. 3- Órgão de Gestão e Administração; Assistentes técnicos. D.2 Integração e valorização da biblioteca na escola. 1-Desenvolvimento de atividades com docentes e alunos de diferentes valências, nomeadamente: Pré-Escolar; 1.º e 2.º Ciclos; Ensino Secundário; Cursos vocacionais; Educação Especial. 2-Realizar atividades em colaboração com os docentes para os alunos da Educação Especial, prestando apoio aos alunos, nomeadamente através dos projetos seguintes: Leituras.tic.net e leituras dinâmicas. 1- Projeto Educativo; Plano Anual de Atividades da BE, Boletim Informativo / Blogue /Facebook da BE; atas dos departamentos; planos das turmas; registos de actividades; questionários aos alunos e docentes. 2- Plano Anual de Atividades da BE, Boletim Informativo / Blogue /Facebook da BE; atas dos departamentos; planos das turmas; questionários aos alunos e docentes. : 1- Registo do número de turmas, docentes envolvidos nas atividades promovidas pela ou em articulação com a biblioteca; (no mínimo todas as turmas do préescolar, do 1.º e 2.º ciclos e pelo menos 4 turmas da Escola-Sede); 2- Registo do número de actividades desenvolvidas e/ou promovidas pela BE para alunos da Educação Especial, sobretudo no que diz respeito a atividades no âmbito da promoção da leitura, no espaço da biblioteca ou tendo por base os seus recursos. 1- Coordenadora da BE; Equipa da BE; professores das diferentes valências escolares; Órgão de Gestão e Administração. 2- Coordenadora da BE; Equipa da BE; professores da Educação Especial; Órgão de Gestão e Administração. D.3 Desenvolvimento, organização, difusão e uso da coleção. 1- Aquisição de um número significativo de títulos de Educação Literária (Metas Curriculares) de todos os ciclos de ensino, e outros títulos, que correspondam às necessidades de docentes e alunos; 2- Reforço na atualização periódica da coleção, apresentando as novidades editoriais nacionais e estrangeiras, tendo sempre em conta a priorização dos recursos necessários. 1- Questionários aos alunos e docentes; documentos relativos ao apetrechamento da Biblioteca; registo do número de requisições; atas das reuniões de Conselho Pedagógico. 2- Documentos relativos ao apetrechamento da Biblioteca. 1-Grau de satisfação dos docentes, alunos e assistentes operacionais e restante comunidade educativa; aumento de títulos (no mínimo 150 livros) e do número de requisições domiciliárias e para leitura em presença na sala de aula (títulos do PNL e das Metas Curriculares). 2- Aquisição de novidades editoriais (pelo menos 2 títulos por mês); jogos didáticos (no mínimo 1), DVD (no mínimo 2); Grau de satisfação dos docentes, alunos e assistentes operacionais e restante comunidade educativa. 1-Coordenadora da BE, Órgão de Gestão e Administração, Docentes dos diferentes Departamentos Curriculares; Assistentes técnicos. 6/7

7 2- Coordenadora da BE, Órgão de Gestão e Administração; Assistentes técnicos. Professor bibliotecário Helena Maria de Jesus Teodoro Duarte Silva 7/7

Avaliação da biblioteca escolar

Avaliação da biblioteca escolar Avaliação da biblioteca escolar 29-213 21 B. Leitura e literacia Avaliação 3 211 D. Gestão da biblioteca escolar Avaliação D.1 Articulação da BE com a escola/agrupamento. Acesso e serviços prestados pela

Leia mais

Avaliação da biblioteca escolar

Avaliação da biblioteca escolar Avaliação da biblioteca escolar 29-213 21 Avaliação -- -- 211 D. Gestão da biblioteca escolar Avaliação D.1 Articulação da BE com a escola/agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE. 2.83 D.2 Condições

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Zona Urbana da Figueira da Foz PLANO DE MELHORIA B I B L I O T E C A E S C O L A R D R. J O Ã O D E B A R R O S

Agrupamento de Escolas da Zona Urbana da Figueira da Foz PLANO DE MELHORIA B I B L I O T E C A E S C O L A R D R. J O Ã O D E B A R R O S Agrupamento de Escolas da Zona Urbana da Figueira da Foz PLANO DE MELHORIA B I B L I O T E C A E S C O L A R D R. J O Ã O D E B A R R O S 2013/2017 Índice A. Currículo literacias e aprendizagem 3 Problemas

Leia mais

Plano de melhoria (2015/16)

Plano de melhoria (2015/16) Plano de melhoria (2015/16) Introdução Agrupamento Vertical de Portel Escola EB 2,3 de D. João de Portel Quatro domínios de ação da Biblioteca Escolar: A. Currículo, literacias e aprendizagem B. Leitura

Leia mais

Avaliação da biblioteca escolar. A. Currículo literacias e aprendizagem. Avaliação

Avaliação da biblioteca escolar. A. Currículo literacias e aprendizagem. Avaliação Avaliação da biblioteca escolar Avaliação 2014-2015 Recomendações do conselho pedagógico Alargar a colaboração curricular a outras áreas disciplinares, nomeadamente Inglês e Ciências Naturais. Aprofundar

Leia mais

Processo de melhoria. Informação escolar. Processo de avaliação. Relatório de execução do plano de melhoria

Processo de melhoria. Informação escolar. Processo de avaliação. Relatório de execução do plano de melhoria Processo de melhoria Relatório de execução do plano de melhoria 2013-2014 Recomendações do conselho pedagógico -- Data de apresentação à direção/ conselho pedagógico 2015/7/14 Informação escolar Designação

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Águeda PLANO DE ATIVIDADES Biblioteca Escolar 2013/2014 PLANO DE ATIVIDADES 2013/2014

Agrupamento de Escolas de Águeda PLANO DE ATIVIDADES Biblioteca Escolar 2013/2014 PLANO DE ATIVIDADES 2013/2014 PLANO DE ATIVIDADES 2013/2014 1 DOMÍNIO A Apoio ao desenvolvimento curricular SUBDOMÍNIO: A.1. Curricular da BE com as Estruturas de Coordenação Educativa e Supervisão Pedagógica e os Docentes Escola/comunid.

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES DA BIBLIOTECA Ano letivo

PLANO DE ATIVIDADES DA BIBLIOTECA Ano letivo PLANO DE ATIVIDADES DA BIBLIOTECA Ano letivo 2016-2017 Meta(s) e/ou Finalidade(s) e/ou Objetivos do Projeto Educativo do Agrupamento / Escola não agrupada Reforçar e cimentar práticas colaborativas e de

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Águeda PLANO DE ATIVIDADES Biblioteca Escolar 2012/2013. BibliotecaEscolar Agrupamento deescolasdeágueda

Agrupamento de Escolas de Águeda PLANO DE ATIVIDADES Biblioteca Escolar 2012/2013. BibliotecaEscolar Agrupamento deescolasdeágueda 1 Escola/comunid. Família/Comunid. DOMÍNIO A Apoio ao desenvolvimento curricular SUBDOMÍNIO: A.1. Curricular da BE com as Estruturas de Coordenação Educativa e Supervisão Pedagógica e os Docentes A.1.1

Leia mais

PLANO DE MELHORIA DA MEDIATECA PARA 2015/2016

PLANO DE MELHORIA DA MEDIATECA PARA 2015/2016 Agrupamento de Escolas de Santiago do Cacém Escola Secundária Manuel da Fonseca PLANO DE MELHORIA DA MEDIATECA PARA 2015/2016 A. Currículo, literacias e aprendizagem Problemas identificados Insuficientes

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR

PLANO DE ACÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ÁGUEDA PLANO DE ACÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR / a / Dezembro de Profª Bibliotecária: Maria Clara Nogueira de Almeida DEFINIÇÃO Documento que apresenta as linhas orientadoras para

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MOSTEIRO E CÁVADO 2009/2013

PLANO DE ACÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MOSTEIRO E CÁVADO 2009/2013 PLANO DE ACÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MOSTEIRO E CÁVADO 2009/2013 O plano da acção que se apresenta pretende ser um documento orientador das acções a desenvolver pela Biblioteca

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MOSTEIRO E CÁVADO 2009/2013

PLANO DE ACÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MOSTEIRO E CÁVADO 2009/2013 PLANO DE ACÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MOSTEIRO E CÁVADO 2009/2013 O plano da acção que se apresenta pretende ser um documento orientador das acções a desenvolver pela Biblioteca

Leia mais

Resumo do relatório de auto-avaliação da biblioteca escolar 2009/2010. A. Apoio ao desenvolvimento curricular

Resumo do relatório de auto-avaliação da biblioteca escolar 2009/2010. A. Apoio ao desenvolvimento curricular Resumo do relatório de auto-avaliação da biblioteca escolar 2009/2010 A. Apoio ao desenvolvimento curricular A.1 Articulação curricular da BE com as estruturas de coordenação educativa e supervisão pedagógica

Leia mais

MABE Domínio A Currículo, literacias e aprendizagem

MABE Domínio A Currículo, literacias e aprendizagem A.1 Apoio ao currículo e formação para as literacias da informação e dos média A.2 Uso das tecnologias e da internet como ferramentas de acesso, produção e comunicação de informação e como recurso de aprendizagem

Leia mais

DOMÍNIO: APOIO AO DESENVOLVIMENTO CURRICULAR

DOMÍNIO: APOIO AO DESENVOLVIMENTO CURRICULAR Desenvolver a articulação curricular da biblioteca com as estruturas pedagógicas e os docentes - Desenvolver atividades interdisciplinares, fomentando o espírito de cooperação e de partilha DOMÍNIO: APOIO

Leia mais

Processo de melhoria. Informação escolar. Processo de avaliação. Relatório de execução do plano de melhoria

Processo de melhoria. Informação escolar. Processo de avaliação. Relatório de execução do plano de melhoria Processo de melhoria Relatório de execução do plano de melhoria 2013-2014 Recomendações do conselho pedagógico O Conselho Pedagógico considerou a criação de um grupo de monitores como uma mais-valia no

Leia mais

Plano de Actividades da Biblioteca Escolar

Plano de Actividades da Biblioteca Escolar Prioridades da acção Implementar o projecto aler+ Elaborar um plano de promoção de leitura para o Agrupamento que vá de encontro aos objectivos do Plano Nacional de Leitura. Implementar o plano de leitura

Leia mais

Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares

Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares Professora Bibliotecária: Isabel Mota 2009/2010 A Escola, a Biblioteca e a Auto-Avaliação A Biblioteca: É um recurso fundamental para o ensino e aprendizagem

Leia mais

PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES 2014/15

PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES 2014/15 Subdomínios Apoio ao currículo e formação para as literacias da informação e dos média Atividades Visitas guiadas à BE com os alunos do 5º ano e respetivos Encarregados de Educação Formação de utentes

Leia mais

Biblioteca de Escola Secundária/3ºC de Vendas Novas. Plano de acção Nota introdutória

Biblioteca de Escola Secundária/3ºC de Vendas Novas. Plano de acção Nota introdutória Biblioteca de Escola Secundária/3ºC de Vendas Novas Plano de acção 2009-2013 Nota introdutória O plano de acção é um documento orientador onde se conceptualizam e descrevem as metas a atingir num período

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Mafra Plano de Acção das Bibliotecas Escolares (Quadriénio )

Agrupamento de Escolas de Mafra Plano de Acção das Bibliotecas Escolares (Quadriénio ) Agrupamento de Escolas de Mafra Plano de Acção das Bibliotecas Escolares (Quadriénio 2009-2013) Nota explicativa O presente Plano de Acção, visa a gestão integrada das quatro bibliotecas existentes no

Leia mais

BIBLIOTECAS ESCOLARES

BIBLIOTECAS ESCOLARES PLANO DE AÇÃO BIBLIOTECAS ESCOLARES Agrupamento de Escolas da Moita 1 As Bibliotecas Escolares assumem, para além das funções informativa, educativa, cultural e recreativa, o papel de adjuvante do aluno,

Leia mais

BIBLIOTECA ESCOLAR PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Escola Portuguesa Ruy Cinatti 2014/2015

BIBLIOTECA ESCOLAR PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Escola Portuguesa Ruy Cinatti 2014/2015 O Pl Anual de Atividades segue as linhas de orientação propostas pela RBE. Este documento descreve a ação da Biblioteca Escolar e tem como objetivo último tornar os alunos autónomos e eficientes nas diversas

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro Bibliotecas Escolares

Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro Bibliotecas Escolares grupamento de Escolas de Eugénio de Castro ibliotecas Escolares Professoras bibliotecárias: Paula Fidalgo e Maria João Olaio Plano de acção 2009- Página 0 grupamento de Escolas de Eugénio de Castro ibliotecas

Leia mais

DOMÍNIO A ATIVIDADES OBJETIVOS DATA DINAMIZADORES PÚBLICO-ALVO. - setembro. - Alunos de 5º ano de 5º ano para formação de.

DOMÍNIO A ATIVIDADES OBJETIVOS DATA DINAMIZADORES PÚBLICO-ALVO. - setembro. - Alunos de 5º ano de 5º ano para formação de. DOMÍNIO A - Visita à biblioteca de todos os alunos - Dar a conhecer o espaço/ - setembro - Alunos de 5º ano de 5º ano para formação de recursos da BE utilizadores. - Apoio/orientação na pesquisa e - Desenvolver

Leia mais

Questionário aos alunos

Questionário aos alunos Questionário aos alunos Distribuição das respostas, de escolha fechada, aos questionários recebidos pelo sistema informático e no formulário de registo de dados agrupados. 1. Identificação Masculino: 38:

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES

PLANO DE ATIVIDADES Domínio A Currículo, literacias e aprendizagem Desenvolver atividades curriculares com os docentes de História e Português trabalhando de forma transversal as literacias da informação e dos média constantes

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES

PLANO DE ATIVIDADES 201617 201617 Calendarização D 1 Atividades Objetivos Promotores Público alvo Recursos setembro A Receção aos pais e alunos do 5º ano Incentivar para o uso da biblioteca. Prestar informações sobre o funcionamento

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES Bibliotecas escolares do Agrupamento de escolas Mosteiro e Cávado

PLANO DE ATIVIDADES Bibliotecas escolares do Agrupamento de escolas Mosteiro e Cávado 20152016 Bibliotecas escolares do Agrupamento de escolas Mosteiro e Cávado 20152016 Domínio A Currículo, literacias e aprendizagem Intervenientes Público alvo Datas Desenvolver atividades curriculares

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES DAS BE

PLANO DE ATIVIDADES DAS BE DAS E 201617 201617 Calendarização D 1 Atividades Objetivos Promotores Público alvo Recursos setembro A Receção aos pais e alunos do 5.º Incentivar para o uso da biblioteca. Prestar informações sobre o

Leia mais

MODELO DE AUTO-AVALIAÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR - INSTRUMENTO PEDAGÓGICO DE MELHORIA CONTÍNUA

MODELO DE AUTO-AVALIAÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR - INSTRUMENTO PEDAGÓGICO DE MELHORIA CONTÍNUA MODELO DE AUTO-AVALIAÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR - INSTRUMENTO PEDAGÓGICO DE MELHORIA CONTÍNUA Luísa Correia. Modelos e práticas de Auto-avaliação de Bibliotecas Escolares RBE Outubro/Dezembro 2010 Pressupostos

Leia mais

MEDIATECA. Plano de Atividades 2012/2013. Introdução

MEDIATECA. Plano de Atividades 2012/2013. Introdução , Santiago do Cacém pág. 1/6 Introdução A Mediateca estrutura-se como um setor essencial do desenvolvimento do currículo escolar e as suas atividades deverão estar integradas nas restantes atividades da

Leia mais

Processo de melhoria. Informação escolar. Processo de avaliação. Relatório de execução do plano de melhoria 2015/ 2016

Processo de melhoria. Informação escolar. Processo de avaliação. Relatório de execução do plano de melhoria 2015/ 2016 Processo de melhoria Relatório de execução do plano de melhoria 2015/ 2016 Recomendações do conselho pedagógico Perante o relatório de execução do plano de melhoria 2015/16 apresentado ao conselho pedagógicoas

Leia mais

ORGÃO / ESTRUTRURA EDUCATIVA:

ORGÃO / ESTRUTRURA EDUCATIVA: ORGÃO / ESTRUTRURA EDUCATIVA: Biblioteca Escolar/Centro de Recursos Educativos Base estruturante do PEA: ECOSSISTEMA SOCIAL E HUMANO Eixos: 1. Aprender a aprender; 2. Aprender a construir estilos de vida

Leia mais

Conservatório de Música Calouste Gulbenkian Plano Anual de Atividades da Biblioteca 2017/2018 DOMÍNIO A CURRÍCULO, LITERACIAS E APRENDIZAGEM

Conservatório de Música Calouste Gulbenkian Plano Anual de Atividades da Biblioteca 2017/2018 DOMÍNIO A CURRÍCULO, LITERACIAS E APRENDIZAGEM Este Plano de Atividades visa contribuir para a meta deste Conservatório que pretende que os alunos se assumam como pessoas potencialmente autónomas, empreendedoras e responsáveis, com projetos de vida

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES 2011/2012

PLANO DE ATIVIDADES 2011/2012 1º Período BibliotecaEscolar Agrupamento de Escolasde Águeda PLANO DE ATIVIDADES 2011/2012 Ações/Atividades Responsáveis/ dinamizadores Público alvo Avaliação/ Evidências Domínios/ subdomínios setembro/

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Trafaria Escola Básica 2,3 da Trafaria Plano de Acção da BE -2009/2013

Agrupamento de Escolas da Trafaria Escola Básica 2,3 da Trafaria Plano de Acção da BE -2009/2013 Para a elaboração do Plano de Acção foram considerados os documentos/instrumentos propostos pela RBE. O documento elaborado para a BE da Escola - sede deverá ser adoptado na BE da Escola EB1/JI, com as

Leia mais

Biblioteca Escolar. 1ºPeríodo. Dinamização BE EB23. BE das Escolas do AECC. Equipa das BE. BE das Escolas do AECC. Equipa das BE.

Biblioteca Escolar. 1ºPeríodo. Dinamização BE EB23. BE das Escolas do AECC. Equipa das BE. BE das Escolas do AECC. Equipa das BE. Plano Anual de s 211/212 Biblioteca Escolar 1ºPeríodo Objetivo do PEA (nº) 2,3 11 Receção aos alunos do 5º ano A2 Apresentação da aos EE dos alunos do 5º ano B, C2 Objetivo da utilização da pelos alunos

Leia mais

PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES

PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES Departamento: BIBLIOTECA ESCOLAR Eio de Intervenção: (Nº) 1;2 Plano Melhoria: Ação/Atividade Objetivos Coordenador/ Colaboradores Público-alvo Calendarização Actividade CNL Actividade

Leia mais

Escola Básica Integrada de Apúlia

Escola Básica Integrada de Apúlia 1. Uma melhor integração do aluno na escola. Escola Básica Integrada de Apúlia Projecto Educativo 2009.2013 Princípios/Valores /Objectivos Gerais 2. Elevar o nível de motivação e satisfação dos alunos

Leia mais

Conservatório de Música Calouste Gulbenkian Plano Anual de Atividades da Biblioteca 2017/2018 DOMÍNIO A CURRÍCULO, LITERACIAS E APRENDIZAGEM

Conservatório de Música Calouste Gulbenkian Plano Anual de Atividades da Biblioteca 2017/2018 DOMÍNIO A CURRÍCULO, LITERACIAS E APRENDIZAGEM Este Plano de Atividades visa contribuir para a meta deste Conservatório que pretende que os alunos se assumam como pessoas potencialmente autónomas, empreendedoras e responsáveis, com projetos de vida

Leia mais

2016/2017 [PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - BIBLIOTECA ESCOLAR]

2016/2017 [PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - BIBLIOTECA ESCOLAR] Projeto / Atividade Objetivos Intervenientes Recursos/ materiais BE - Vamos Partilh@r (Divulgação/marketing BE através da página, das redes sociais, rádio escolar, jornal escolar) Concurso Nacional de

Leia mais

Plano de Acção da Biblioteca Escolar 2009/2013 Isabel Fonseca 2009/2010

Plano de Acção da Biblioteca Escolar 2009/2013 Isabel Fonseca 2009/2010 Escola Secundária do Padrão da Légua (402412) Plano de Acção da Biblioteca Escolar 2009/2013 Isabel Fonseca 2009/2010 Plano de Acção Nota introdutória O plano de acção é um documento orientador onde se

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES

PLANO DE ATIVIDADES DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES Agrupamento de Escolas de Grândola PLANO DE ATIVIDADES DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES 2015/2016 Pág.1/ 7 INTRODUÇÃO O Plano Anual de das s Escolares do Agrupamento de Escolas de Grândola atende à especificidade

Leia mais

Agrupamento de Escolas D. Afonso Henriques PLANO DE ATIVIDADES DA BIBLIOTECA ESCOLAR /2016

Agrupamento de Escolas D. Afonso Henriques PLANO DE ATIVIDADES DA BIBLIOTECA ESCOLAR /2016 Agrupamento de Escolas D. Afonso Henriques PLANO DE ATIVIDADES DA BIBLIOTECA ESCOLAR - 2015 /2016 A. Currículo, literacias e aprendizagem A.1 Apoio ao currículo e formação para as literacias da informação

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE S. PEDRO DO SUL

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE S. PEDRO DO SUL AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE S. PEDRO DO SUL REGULAMENTO INTERNO 2014 PARTE IV BIBLIOTECA ESCOLAR/CENTRO DE RECURSOS (BE/CR) Índice Artigo 1º - Constituição... 3 Artigo 2º - Definição... 3 Artigo 3º - Enquadramento

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTO ANTÓNIO PLANO DE ACÇÃO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTO ANTÓNIO PLANO DE ACÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTO ANTÓNIO PLANO DE ACÇÃO Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas de Santo António Lectivo 2009/2010 DOMÌNIO D 2009/2010 2010/2011 2011/2012 2012/2013 D1. Articulação

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTO ANTÓNIO PLANO DE ACÇÃO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTO ANTÓNIO PLANO DE ACÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTO ANTÓNIO PLANO DE ACÇÃO Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas de Santo António Lectivo 2009/2010 DOMÌNIO D 2009/2010 2010/2011 2011/2012 2012/2013 D1. Articulação

Leia mais

Promoção da articulação curricular entre ciclos e da sequencialidade / transversalidade de conteúdos

Promoção da articulação curricular entre ciclos e da sequencialidade / transversalidade de conteúdos BIBLIOTECA ESCOLAR PLANO ANUAL DE ACTIVIDADES 2008/2009 ÁREAS DE INTERVENÇÃO (projecto educativo): Ligação da escola à comunidade Prevenção do risco de abandono e insucesso escolar Promoção da articulação

Leia mais

MODELO DE AVALIAÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR (MABE)

MODELO DE AVALIAÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR (MABE) Agrupamento de Escolas Agualva Mira Sintra EB D. Domingos Jardo MODELO DE AVALIAÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR (MABE) Ano letivo 2012/2013 Profª bibliotecária Lígia Freitas Domínio Avaliado: C. Projetos, parcerias

Leia mais

RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR - RBE

RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR - RBE RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR - RBE 1 A. CURRÍCULO, LITERACIAS E APRENDIZAGEM A.1 Apoio ao currículo e formação para as literacias da informação e dos media. - Colaboração sistemática

Leia mais

Plano Anual de Atividades Biblioteca Escolar da Cruz da Areia

Plano Anual de Atividades Biblioteca Escolar da Cruz da Areia Plano de Atividades 2015-2016 Biblioteca Escolar da Cruz da Areia Nome da atividade Calendarização Dinamizadores Descrição da atividade Objetivos Público Alvo Dar a conhecer a BE Atividades de formação

Leia mais

Resumo do relatório de autoavaliação da biblioteca escolar 2012/2013

Resumo do relatório de autoavaliação da biblioteca escolar 2012/2013 Agrupamento de Escolas do Vale de Ovil Resumo do relatório de autoavaliação da biblioteca escolar 2012/2013 C. Projetos, parcerias e atividades livres e de abertura à comunidade C.1 Apoio a atividades

Leia mais

Relatório de avaliação. Contexto e caracterização 1. Contexto. 1.1 Escola/agrupamento Escola Básica de Solum, Coimbra

Relatório de avaliação. Contexto e caracterização 1. Contexto. 1.1 Escola/agrupamento Escola Básica de Solum, Coimbra Contexto e caracterização 1. Contexto 1.1 Escola/agrupamento 1.2 Endereço Rua Infanta D. Maria 3030-330 Coimbra 1.3 Oferta Curricular Currículo: Português, Estudo do Meio, Matemática, Expressões, Área

Leia mais

Questionários aos docentes

Questionários aos docentes Questionários aos docentes Distribuição das respostas, de escolha fechada, aos questionários recebidos pelo sistema informático e no formulário de registo de dados agrupados. Grupo de recrutamento 200

Leia mais

AVALIAÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MARQUÊS DE MARIALVA CANTANHEDE. Bibliotecas Escolares

AVALIAÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MARQUÊS DE MARIALVA CANTANHEDE. Bibliotecas Escolares AVALIAÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MARQUÊS DE MARIALVA CANTANHEDE Bibliotecas Escolares EB Marquês de Marialva EB1 Cantanhede Sul EB1 Ançã EB1 Cadima 1 Áreas de intervenção q A. Currículo, literacias e aprendizagem

Leia mais

Questionários aos docentes

Questionários aos docentes Questionários aos docentes Distribuição das respostas, de escolha fechada, aos questionários recebidos pelo sistema informático e no formulário de registo de dados agrupados. Grupo de recrutamento 100

Leia mais

DOMÍNIO: APOIO AO DESENVOLVIMENTO CURRICULAR

DOMÍNIO: APOIO AO DESENVOLVIMENTO CURRICULAR DOMÍNIO: APOIO AO DESENVOLVIMENTO CURRICULAR Específicos Desenvolver a articulação curricular da biblioteca com as estruturas pedagógicas e os docentes Promover o desenvolvimento da Literacia de informação

Leia mais

PAA BE-EB 2,3 Aradas Ano Letivo 2016 / 2017

PAA BE-EB 2,3 Aradas Ano Letivo 2016 / 2017 PAA BE-EB 2,3 Aradas Ano Letivo 2016 / 2017 - Ao longo do ano - Manutenção do blogue da BE - Divulgar as actividades no blogue - Promover a integração da BE na Escola -Difusão da informação educativa -

Leia mais

Relatório de avaliação. Contexto e caracterização 1. Contexto. 1.1 Escola/agrupamento Escola Básica de Solum-Sul, Coimbra

Relatório de avaliação. Contexto e caracterização 1. Contexto. 1.1 Escola/agrupamento Escola Básica de Solum-Sul, Coimbra Contexto e caracterização 1. Contexto 1.1 Escola/agrupamento 1.2 Endereço Rua Monsenhor Nunes Pereira 3030-482 Coimbra 1.3 Oferta Curricular Currículo: Português, Estudo do Meio, Matemática, Expressões,

Leia mais

Questionários aos docentes

Questionários aos docentes Questionários aos docentes Distribuição das respostas, de escolha fechada, aos questionários recebidos pelo sistema informático e no formulário de registo de dados agrupados. Grupo de recrutamento 200

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTO ANTÓNIO PLANO DE ACÇÃO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTO ANTÓNIO PLANO DE ACÇÃO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTO ANTÓNIO PLANO DE ACÇÃO Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas de Santo António Lectivo 2009/2010 DOMÌNIO A Apoio ao Desenvolvimento Curricular A.1 Articulação Curricular

Leia mais

2017/2018 [PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - BIBLIOTECA ESCOLAR]

2017/2018 [PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - BIBLIOTECA ESCOLAR] Projeto / Atividade Objetivos Intervenientes Recursos/ materiais BE - Vamos Partilh@r (Divulgação/marketing BE através da página, das redes sociais, rádio escolar, jornal escolar) Concurso Nacional de

Leia mais

PLANO DE MELHORIA

PLANO DE MELHORIA 2013 2015 INTRODUÇÃO O Plano Estratégico de Melhoria do Agrupamento de Vila Nova de Poiares foi elaborado para os anos letivos de 2013/2014 e 2014/2015, depois de ouvidos os diferentes órgãos de direção,

Leia mais

Plano de Atividades da Rede de Bibliotecas de Mealhada Ano Letivo

Plano de Atividades da Rede de Bibliotecas de Mealhada Ano Letivo Plano de Atividades da Rede de Bibliotecas de Mealhada Ano Letivo 2017-2018 Setembro 2017 Domínio de Intervenção: 1. Planeamento e Gestão 1.1. Cooperação / Articulação Inter-bibliotecas Grupo de Trabalho

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES Definir um currículo para o desenvolvimento das literacias da informação adequado aos diferentes anos de escolaridade;

PLANO DE ATIVIDADES Definir um currículo para o desenvolvimento das literacias da informação adequado aos diferentes anos de escolaridade; Acções de melhoria Definir um currículo para o desenvolvimento das literacias da informação adequado aos diferentes s de escolaridade; Criar uma bolsa de recursos para o desenvolvimento das atividades

Leia mais

Escola Básica de Saboia nº1, Odemira ESCOLA BÁSICA DE SABÓIA Nº1, ODEMIRA PLANO ANUAL DE ATIVIDADES DA BIBLIOTECA ESCOLAR 2012 / 2013

Escola Básica de Saboia nº1, Odemira ESCOLA BÁSICA DE SABÓIA Nº1, ODEMIRA PLANO ANUAL DE ATIVIDADES DA BIBLIOTECA ESCOLAR 2012 / 2013 ESCOLA BÁSICA DE SABÓIA Nº1, ODEMIRA PLANO ANUAL DE ATIVIDADES DA BIBLIOTECA ESCOLAR 2012 / 2013 Introdução Tendo em conta a importância da Biblioteca Escolar no processo ensino/aprendizagem, bem como

Leia mais

MEDIATECA PLANO DE ACTIVIDADES 2011/2012

MEDIATECA PLANO DE ACTIVIDADES 2011/2012 Mediateca Plano de Actividades 2011/2012 pág. 1/6 Introdução MEDIATECA PLANO DE ACTIVIDADES 2011/2012 A Mediateca estrutura-se como um sector essencial do desenvolvimento do currículo escolar e as suas

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA ESCOLAR

REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA ESCOLAR 1. A BIBLIOTECA ESCOLAR REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA ESCOLAR 1.1. DEFINIÇÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR A Biblioteca Escolar (BE) constitui um espaço que proporciona a democratização do acesso a uma variada

Leia mais

PLANO DE ACTIVIDADES DA BIBLIOTECA ESCOLAR. Ano lectivo de 2013 2014

PLANO DE ACTIVIDADES DA BIBLIOTECA ESCOLAR. Ano lectivo de 2013 2014 PLANO DE ACTIVIDADES DA BIBLIOTECA ESCOLAR Ano lectivo de 2013 2014 A Biblioteca Escolar / Centro de Recursos Educativos, de acordo com o que está definido no Projecto educativo, deste agrupamento (...)

Leia mais

Plano de Melhoria. Agrupamento de Escolas Joaquim Inácio da Cruz Sobral

Plano de Melhoria. Agrupamento de Escolas Joaquim Inácio da Cruz Sobral Agrupamento de Escolas Joaquim Inácio da Cruz Sobral julho 2015 Introdução O presente Plano de Melhoria insere-se no âmbito do Relatório elaborado pela Equipa de Avaliação Externa da IGEC, em resultado

Leia mais

Plano de Actividades da Biblioteca Escolar de Valongo do Vouga

Plano de Actividades da Biblioteca Escolar de Valongo do Vouga Plano de Actividades da Biblioteca Escolar de Valongo do Vouga Plano de Actividades da Biblioteca Escolar de Valongo do Vouga A BE deve ser complemento e núcleo da vida da escola, um recurso indispensável

Leia mais

REGIMENTO INTERNO. Centro Escolar de Arruda dos Vinhos

REGIMENTO INTERNO. Centro Escolar de Arruda dos Vinhos REGIMENTO INTERNO Centro Escolar de Arruda dos Vinhos 1 Artigo 1.º Definição 1. A Biblioteca Escolar Luísa Ducla Soares situa-se no Centro Escolar de Arruda dos Vinhos, do Agrupamento de Escolas de Arruda

Leia mais

Plano Anual de Atividades

Plano Anual de Atividades Promoção de Obras e Autores Livro da semana na Biblioteca de Apresentação de autores convidados: Fernanda Santos - "O rapaz que ouvia o acordar das águas" (3 de novembro de 06) Beatriz Lamas Oliveira -

Leia mais

Plano de Intervenção

Plano de Intervenção Plano de Intervenção 201415 Os agrupamentos de escolas que já integram a Rede aler+ são convidados a apresentarem um Plano de Intervenção que evidencie a centralidade da leitura e envolva os jardins de

Leia mais

Avaliação Interna da Escola Agrupamento de Escolas do Vale de Ovil

Avaliação Interna da Escola Agrupamento de Escolas do Vale de Ovil Avaliação Interna da Escola Agrupamento de Escolas do Vale de Ovil Comissão Interna de Avaliação Equipa da Biblioteca Escolar Novembro de 2009 Campo de Trabalho Áreas de Incidência da Avaliação Interna

Leia mais

Informação geral. Recursos materiais: espaço e equipamentos. A1. Informação geral. A2. Informação: escola. B1. Organização do espaço

Informação geral. Recursos materiais: espaço e equipamentos. A1. Informação geral. A2. Informação: escola. B1. Organização do espaço Informação geral A1. Informação geral DGEstE/ DSR Norte Concelho Moimenta da Beira Agrupamento Escolas de Moimenta da Beira Código da escola sede 1807935 Escola Escola Básica de Moimenta da Beira Código

Leia mais

DOMÍNIO: APOIO AO DESENVOLVIMENTO CURRICULAR

DOMÍNIO: APOIO AO DESENVOLVIMENTO CURRICULAR DOMÍNIO: APOIO AO DESENVOLVIMENTO CURRICULAR Escola/Família/ Específicos Desenvolver a articulação curricular da biblioteca com as estruturas pedagógicas e os docentes Promover o desenvolvimento da Literacia

Leia mais

Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2017/2018

Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2017/2018 Plano Anual de Atividades da Biblioteca 2017/2018 As atividades delineadas neste Plano visam, essencialmente, a prestação de contributos para a promoção do sucesso educativo. Desta forma, as atividades

Leia mais

Relatório de avaliação. Contexto e caracterização 1. Contexto. 1.1 Escola/agrupamento Escola Básica Eugénio de Castro, Coimbra

Relatório de avaliação. Contexto e caracterização 1. Contexto. 1.1 Escola/agrupamento Escola Básica Eugénio de Castro, Coimbra Contexto e caracterização 1. Contexto 1.1 Escola/agrupamento 1.2 Endereço Rua Almirante Gago Coutinho 3030-326 COIMBRA 1.3 Oferta Curricular Currículo normal dos 2º e 3º ciclos; Oferta Curricular no 3º

Leia mais

7. Participar em atividades (efemérides, palestras, eventos de leitura, sessões formativas, projetos, clubes, outras)

7. Participar em atividades (efemérides, palestras, eventos de leitura, sessões formativas, projetos, clubes, outras) QA Questionário aos alunos 17 Escola: 1 Identificação: Data: Masculino 2 Frequentas o Feminino Ensino Básico: 3.º 4.º 5.º 6.º 7.º Outros cursos Ensino Secundário: 10.º 11.º 12.º Curso profissional Outros

Leia mais

BIBLIOTECA ESCOLAR. Anual de Atividades. Agrupamento de Escolas Professor Abel Salazar. Ronfe Guimarães 2017/2018

BIBLIOTECA ESCOLAR. Anual de Atividades. Agrupamento de Escolas Professor Abel Salazar. Ronfe Guimarães 2017/2018 Agrupamento de Escolas Professor Abel Salazar Ronfe Guimarães. BIBLIOTECA ESCOLAR Plano 2017/2018 Anual de Atividades Biblioteca Escolar: Plano Anual de Atividades 2017/2018 P á g i n a 1 10 Agrupamento

Leia mais

Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2018/2019

Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2018/2019 Plano Anual de Atividades da Biblioteca 2018/2019 As atividades delineadas neste Este Plano visam, essencialmente, a prestação de contributos para a promoção do sucesso educativo. Neste sentido, as atividades

Leia mais

6. Participar em atividades (efemérides, palestras, eventos de leitura, sessões formativas, projetos, clubes, outras)

6. Participar em atividades (efemérides, palestras, eventos de leitura, sessões formativas, projetos, clubes, outras) os 10 QA Questionário aos alunos s 10 Escola: 1 Identificação: Data: Masculino 2 Frequentas o: Feminino Ensino Básico: 3.º 4.º 5.º 6.º 7.º 8.º 9.º Outros cursos Ensino Secundário: 10.º 11.º 12.º Curso

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO 2013/2014

PLANO ESTRATÉGICO 2013/2014 PLANO ESTRATÉGICO 2013/2014 Após a leitura dos pareceres elaborados pelos diferentes departamentos, procedeu-se ao levantamento de dados referentes a situações-problemas e foram delineadas estratégias

Leia mais

Mod Página 1 de 6

Mod Página 1 de 6 Página 1 de 6 De 17 a 30 de setembro Outubro Receção aos Projeto Educar para a Cidadania Mês Internacional da Biblioteca Escolar Tema: Why I Love My School Library" Formação de utilizadores Visitas orientadas

Leia mais

Plano de Melhoria. Agrupamento de Escolas Pintor José de Brito

Plano de Melhoria. Agrupamento de Escolas Pintor José de Brito 2015 2017 Agrupamento de Escolas Pintor José de Brito Na sequência da Avaliação Externa ao Agrupamento de Escolas Pintor José de Brito, em abril de 2015 e com a auditoria realizada em março de 2015 no

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES

PLANO DE ACÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE OLIVEIRA DO BAIRRO PLANO DE ACÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES Nota introdutória O plano de acção constitui-se como um documento orientador de linhas de acção estratégicas, a desenvolver

Leia mais

PLANO DE PROMOÇAO DA LEITURA

PLANO DE PROMOÇAO DA LEITURA PLANO DE PROMOÇAO DA LEITURA 2016-17 1.Apresentação do plano 2. Objetivos gerais 3. Orientações 4. Objetivos específicos 5. Atividades 6. Avaliação 7. Aneos A leitura um bem essencial Para viver com autonomia,

Leia mais

Plano Anual de Atividades

Plano Anual de Atividades Plano Anual de Atividades do O Plano Anual de Atividades (PAA) d (BE) centra a sua ação nos quatro domínios representativos do funcionamento d BE, concorrendo para a consecução dos objetivos do Plano de

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Biblioteca do Trigal CAMPOS INTERVENÇÃO PROJETO EDUCATIVO CPI 3 CPI 5 CPI 6 ATIVIDADES OBJETIVOS RESPONSÁVEIS DATA LOCAL DESTINATÁRIOS Receção aos novos alunos e formação de utilizadores Comemoração do

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MÃES D ÁGUA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MÃES D ÁGUA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MÃES D ÁGUA REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA ESCOLAR Página 1 Direcção Regional de Lisboa e Vale do Tejo MÃES D ÁGUA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA ESCOLAR

Leia mais

Plano anual de atividades

Plano anual de atividades Biblioteca Escolar Centro de Recursos Educativos Plano anual de atividades 201/2014 Agrupamento de Escol de Real Bibliotec Escolares O Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar/Centro de Recursos

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. FR ANCISCO FERNANDES LOPES BIBLIOTECA ESCOLAR PLANO DE ACÇÃO

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. FR ANCISCO FERNANDES LOPES BIBLIOTECA ESCOLAR PLANO DE ACÇÃO ESCOLA SECUNDÁRIA DR. FR ANCISCO FERNANDES LOPES BIBLIOTECA ESCOLAR PLANO DE ACÇÃO 2009-2013 Introdução O Plano de Acção da Biblioteca Escolar para o quadriénio 2009/2013 encontra-se dividido em quatro

Leia mais

Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2017/2018

Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2017/2018 Pl Anual de Atividades da Biblioteca 2017/2018 As atividades delineadas neste Pl visam, essencialmente, a prestação de contributos para a promoção do sucesso educativo. Desta forma, as atividades previstas

Leia mais

Objetivos Descricao Responsaveis Destinatários Data Recursos Linhas Orientação

Objetivos Descricao Responsaveis Destinatários Data Recursos Linhas Orientação - a quinta-feira, 27 de outubro de 2016 09:53:01, H ormação de utilizadores -promover as valências da biblioteca escolar e estimular a sua utilização - mo3var para o seu uso -esclarecer a sua forma de

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MONÇÃO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES ANO LETIVO 2018/2019 DINAMIZAÇÃO/ ORGANIZAÇÃO. Fernando Magalhães

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MONÇÃO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES ANO LETIVO 2018/2019 DINAMIZAÇÃO/ ORGANIZAÇÃO. Fernando Magalhães AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MONÇÃO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES ANO LETIVO 2018/2019 Nº 1 2 ATIVIDADES/ CALENDARIZAÇÃO Integração da BE nas estruturas de coordenação educativa e supervisão

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES DAS BE

PLANO DE ATIVIDADES DAS BE AS O Pl Anual de Atividades das Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas Mosteiro e Cávado é um documento orientador das ações a desenvolver pela Biblioteca Escolar Mosteiro e Cávado e Biblioteca

Leia mais

Informação geral. Recursos materiais: espaço e equipamentos. A1. Informação geral. A2. Informação: escola. B1. Organização do espaço

Informação geral. Recursos materiais: espaço e equipamentos. A1. Informação geral. A2. Informação: escola. B1. Organização do espaço Informação geral A1. Informação geral Direção Regional de Educação Norte Distrito Porto Concelho Gondomar Agrupamento Escolas de Valbom, Gondomar Código 151970 Código da escola sede 1304806 Escola Escola

Leia mais