Química. A matéria, suas transformações e a energia Unidade 2

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Química. A matéria, suas transformações e a energia Unidade 2"

Transcrição

1 Química A matéria, suas transformações e a energia Unidade 2

2 Matéria (p.23) É tudo aquilo que tem massa, volume e, por isso, ocupa um lugar no espaço. Não é possível compartilhar o espaço com outra porção da matéria. Exemplos de matéria: o ar que respiramos, o local onde estamos e até o nosso próprio corpo são alguns exemplos.

3 Massa e volume são propriedades gerais da matéria. Unidades de massa: grama (g) quilograma (kg) miligrama (mg) toneladas (t) Unidades de volume: litro (L) mililitro (ml) centímetro cúbico (cm 3 ) metro cúbido (m 3 ) decímetro cúbico (dm 3 )

4 Estados Físicos da Matéria Sólido: moléculas permanecem em posições fixas, compactadas; o corpo possui tanto forma quanto volume definidos. Líquido: moléculas não se encontram compactadas; se movimentam com certa liberdade; o corpo possui apenas volume definido. Gasoso: as moléculas se movimentam em todas as direções, com alta velocidade e grande liberdade; o corpo não apresenta nem forma nem volume definidos.

5 Mudanças de estados físicos (p. 19) A influência de fatores externos, como pressão e temperatura faz com que a matéria se apresente ora em um, ora em outro estado físico. Se você resfriar a água contida em um recipiente ela pode transformar-se em gelo, por outro lado, se a aquecer, pode se transformar em vapor. As mudanças de um estado físico para outro recebem denominações específicas:

6 Sublimação Fusão Vaporização Sólido Líquido Gasoso (vapor) Solidificação Liquefação (condensação) Sublimação ou ressublimação

7 Organizando as idéias A vaporização (passagem do estado líquido para o vapor) pode ocorrer de maneiras diferentes: Evaporação: é a passagem de líquido a vapor de forma lenta, à temperatura ambiente, e sem a formação de bolhas no interior do líquido. Ela ocorre na superfície do líquido. Exemplo: a evaporação da água de uma roupa molhada estendida no varal, sob a ação do vento e do sol.

8 Ebulição: e a passagem violenta de líquido a vapor, que ocorre com a formação de bolhas no interior do líquido. É conhecida popularmente como fervura. Exemplo: a água de uma panela levada ao fogo, após certo tempo, ferve violentamente, formando bolhas no interior do líquido.

9 Ponto de fusão e ponto de ebulição Ponto de fusão (PF): a temperatura constante na qual uma espécie de matéria passa do estado sólido para o estado líquido. Ponto de ebulição (PE): a temperatura constante na qual uma espécie de matéria para do estado líquido para o estado de vapor. Substância PF (ºC) PE (ºC) Água Mercúrio Alumínio

10 Representação gráfica dos PF e PE Temperatura (ºC) F TE D Ebulição (l + v) E vapor TF B Fusão (s + l) C líquido sólido A Tempo

11 O trecho AB indica que a substância sólida está sendo aquecida. No ponto B, existe somente substância sólida (início da fusão). O trecho BC indica a presença de sólido misturado com líquido. À medida que caminhamos de B para C, a quantidade de sólido diminui e a de líquido aumenta, porém a temperatura permanece inalterada. No ponto C, temos apenas líquido, indicando o final da fusão.

12 O trecho CD indica que o líquido está sendo aquecido. No pondo D, existe apenas líquido; temos o início da ebulição. O trecho DE indica a presença de líquido misturado com vapor. À medida que caminhamos de D para E, a quantidade de líquido diminui e a de vapor aumenta; porém a temperatura permanece inalterada. No ponto E, existe somente substância no estado de vapor, indicando o fim da ebulição.

13 Densidade (p. 25) Conceito que informa quanto de massa existe em um certo volume de matéria. Matematicamente, representa-se a densidade da seguinte forma: d = m/v d = densidade da substância (g/cm 3 ; g/ml; g/l ou kg/l); m = massa; V = volume. Exemplo: d água = 1 g/cm 3 (Num volume igual a 1 cm 3 a massa de água é igual a 1 g)

14 Densidade e flutuação A comparação entre as densidades permite prever se um corpo irá afundar ou flutuar em um certo líquido. Imagine, por exemplo, que uma bolinha de gude, densidade 2,7 g/ml e um pedaço de isopor com densidade igual a 0,03 g/ml sejam colocados num frasco com azeite de oliva, cuja densidade é 0,92 g/ml. O que se pode prever? O pedaço de isopor, menos denso que o azeite, irá flutuar nele. E a bolinha de gude, mais densa que ele, irá afundar. isopor (0,03 g/cm 3 ) azeite de oliva (0,92 g/cm 3 ) bola de gude (2,7 g/cm 3 )

15 Alguns fatores que afetam a densidade Material considerado. Alguns valores considerados aparecem na tabela a seguir: Matéria Densidade (g/cm 3 ) 25ºC Isopor 0,03 Cortiça 0,32 Azeite de oliva 0,92 Água 1,00 Chumbo 11,3

16 Alguns fatores que afetam a densidade A densidade varia com a temperatura, pois o volume de um corpo muda de acordo com a temperatura, embora a massa permaneça a mesma. Por isso, é importante que, em informações científicas, se expresse, por exemplo, que a densidade do chumbo é 11,34 g/cm 3 a 20 ºC. Mudanças de estado físico provocam mudanças na densidade de uma substância. Exemplo: água líquida (d = 1 g/cm 3 ) e a água sólida (d = 0,92 g/cm 3 )

17 Na prática: Densidade de líquidos Densímetro: Trata-se de um tubo de vidro com uma certa quantidade de chumbo na base, responsável pelo seu corpo. Na parte de cima do tubo há uma escala desenhada. Ao mergulhar o densímetro no líquido, ele afunda até deslocar um volume de fluido cujo peso se iguale ao dele. A superfície do líquido indica determinado ponto na escala, isto é, sua densidade. Esses instrumentos são muito usados em postos de gasolina para verificar por meio da densidade o grau de pureza do álcool usado como combustível.

18 Densidade de sólidos Deslocamento Material necessário: proveta (100 ml) e balança analítica. Pesa-se o sólido e anota-se sua massa. Acrescenta-se 50 ml de água na proveta e anota-se esse volume. Coloca-se dentro da proveta o sólido e anota-se o volume de água deslocado. Calcula-se o volume do sólido: V sólido = V final V inicial Calcula-se a densidade do sólido: d = m/v

19 Fenômenos físicos e químicos Fenômenos físicos (transformações físicas): quaisquer transformações sofridas por um material sem que haja alteração de sua constituição íntima, ou seja, a matéria é a mesma antes e após a transformação. Exemplos: Um pedaço de fio de cobre pode ser dobrado e não se transforma em outra substância; o ferro fundido ainda é ferro; a dilatação de um metal pelo calor; a dissolução de uma substância em um líquido; a expansão de um gás.

20 Fenômenos químicos (transformações químicas ou reações químicas): são mais significativas do que as transformações físicas. Nestas transformações, substâncias são destruídas e outras, novas, são formadas. As substâncias que desaparecem durante estas transformações são chamadas reagentes, e aquelas formadas são chamadas de produto. Exemplos: A exposição de um prego de ferro ao ar livre e à chuva, causa uma transformação química, porque o ferro é combinado quimicamente com o oxigênio e à água da atmosfera. Se esta exposição for longa, este desaparece e em seu lugar é encontrada uma nova substância, a ferrugem.

21 Outros exemplos: queima da madeira, a acidez do leite, a explosão de dinamite, o cozimento do pão. Devemos ainda acrescentar que a própria vida dos animais e vegetais é resultado de uma série de reações químicas: Nos animais, a digestão dos alimentos é uma série de reações químicas; Os vegetais crescem à custa das reações que envolvem os minerais e a água e a energia solar e o gás carbônico absorvido pelas suas folhas.

22 É fácil reconhecer uma transformação química? Liberação de energia (calor, luz, explosão) queima do carvão Liberação de gases efervescência de um comprimido antiácido na água; mau cheiro de ovo podre.

23 Mudança de cor folha de árvore amarelecendo, um fruto apodrecendo, uma grade de ferro enferrujando. Formação de um precipitado (aparecimento de um sólido ou turvação de uma solução líquida) nitrato de chumbo + iodeto de potássio.

24 Sistemas Quando estudamos uma determinada porção de matéria, essa porção é denominada sistema. O que estiver ao redor, até mesmo o recipiente que contém tal porção de matéria, é chamado ambiente ou meio ambiente. Classificação dos sistemas sistemas: a) de acordo com o número de sustâncias que compõe o sistema: substância pura ou mistura b) De acordo com a constância ou não das propriedades do sistema: sistema homogêneo ou sistema heterogêneo.

25 Substância Pura Uma única substância com composição característica e definida e com um conjunto definido de propriedades. Entre essas propriedades estão o ponto de fusão, o ponto de ebulição, a densidade, o fato de ser inflamável ou não, a cor, o odor, etc. Exemplo: água, sal, enxofre, ferro. Água, líquido incolor com PF 0ºC e PE = 100 ºC, d = 1 g/cm 3 Cloreto de sódio, sólido branco com PF = 801 ºC, PE = 1465 ºC, d = 2,7 g/cm 3

26 Misturas Consiste em duas ou mais substâncias fisicamente misturadas. Exemplo: água com açúcar (H 2 O + C 12 H 22 O 11 ); ar atmosférico (N 2 + O 2 ). Algumas misturas podem ser identificadas por simples observação visual (ex.: granito). Outras requerem o uso de lupas ou microscópios para individualização dos seus componentes (ex.: leite). Outras são difíceis de serem caracterizadas (água salgada).

27 Exemplos Mistura Leite Madeira Aço Álcool hidratado Amalgama Ouro 18 quilates Ar atmosférico Composição Água, gorduras, proteínas, açúcares Celulose e muitos outros compostos orgânicos Ferro e carbono Álcool e água Mercúrio e outro metal Ouro e cobre Nitrogênio e oxigênio

28 Características das substâncias puras Apresentam composição fixa; não podem ser desdobradas por processos físicos. Temperatura (ºC) TE Ebulição (l + g) vapor Apresentam temperatura constante durante uma mudança de estado. TF sólido Fusão (s + l) líquido SUBSTÂNCIA PURA Tempo

29 Características das misturas Apresentam composição variável. Exemplo: salmoura 10% de sal; 90% de água. salmoura 5% de sal; 95% de água. Não podem ser representadas por uma única fórmula química. Podem ser desdobradas por processos físicos. Apresentam temperatura variável durante uma mudança de estado.

30 Exemplo: Temperatura (ºC) final da ebulição início da ebulição final da fusão início da fusão S L intervalo de fusão G intervalo de ebulição MISTURA Tempo

31 Casos Especiais de Misturas Mistura Azeotrópica: apresenta temperatura de ebulição constante. Exemplo: etanol (96%) + água (4%), TE = 78,15 ºC TE TF S Fusão L Ebulição G Mistura eutética: Apresenta temperatura de fusão constante. Exemplo: cádmio (60%) e bismuto (40%), TF = 140 ºC TE TF S MISTURA AZEOTRÓPICA G Ebulição L Fusão Tempo MISTURA EUTÉTICA Tempo

32 Sistemas Homogêneo Apresenta as mesmas propriedades em toda a sua extensão é visualmente uniforme. Água Água + sal

33 Sistema heterogêneo Não apresenta as mesmas propriedades em toda a sua extensão não é visualmente uniforme. Água e gelo Água e óleo

34 Fases e Componentes Fases: cada parte homogênea de um sistema. Todo sistema homogêneo é monofásico (1 fase). Todo sistema heterogêneo é polifásicos (duas ou mais fases) As fases podem ser: sólida, líquida ou gasosa. Não é necessário que uma fase seja contínua. Exemplo: vários cubos de gelo constituem uma única fase. Componentes: cada substância pura que participa de um sistema. O número de fases não é obrigatoriamente igual ao número de componentes. Exemplo: água, gelo e óleo (3 fases e 2 componentes)

35 Sistema Exemplos: Número de fases Número de componentes Água 1 1 Água salgada 1 2 (água e sal) Água e areia 2 2 (água e areia) Óleo, água líquida e gelo 3 2 (água e óleo) Oxigênio, Nitrogênio, Gás carbônico 1 3 (O 2, N 2, CO 2 ) Água, gelo, vapor 3 1 componente (água) Óleo, gelo, água salgada e granito 6 6 (água, óleo, sal, quartzo, feldspato, mica)

36 Análise dos sistemas de acordo com o estado físico Sistema formado por gases sempre homogêneo Sistema formado por sólidos geralmente heterogêneo. Exemplo: granito (feldspato, quartzo e mica). Alguns são homogêneos. Exemplo: ouro 18 quilates (ouro e cobre). Sistema formado por líquidos depende da solubilidade dos líquidos. Exemplos: água e álcool (homogêneo); água e gasolina (heterogêneo)

Conhecimento. Senso comum Religioso Filosófico Cientifico. Química. A matéria. propriedades. gerais funcionais específicas

Conhecimento. Senso comum Religioso Filosófico Cientifico. Química. A matéria. propriedades. gerais funcionais específicas Conhecimento Senso comum Religioso Filosófico Cientifico Química A matéria propriedades gerais funcionais específicas físicas químicas organolépticas Estados de agregação da matéria Estado sólido Forma

Leia mais

https://edsonnossol.wordpress.com

https://edsonnossol.wordpress.com https://edsonnossol.wordpress.com enossol@ufu.br Classificação da matéria Química Fundamental I Prof. Edson Nossol Uberlândia, 12/04/2017 Matéria: é tudo aquilo que ocupa espaço e tem massa Química: estudo

Leia mais

BIMESTRAL QUÍMICA - 1ºBIMESTRE

BIMESTRAL QUÍMICA - 1ºBIMESTRE BIMESTRAL QUÍMICA - 1ºBIMESTRE Série: 3ªEM Gabarito Questão 01) O vapor obtido pela ebulição das seguintes soluções: I. água e sal II. água e açúcar III. água e álcool é constituído de água pura apenas:

Leia mais

INTRODUÇÃO À QUÍMICA

INTRODUÇÃO À QUÍMICA INTRODUÇÃO À QUÍMICA O QUE É QUÍMICA? É a ciência que estuda a matéria, suas propriedades, transformações e interações, bem como a energia envolvida nestes processos. QUAL A IMPORTÂNCIA DA QUÍMICA? Entender

Leia mais

2-Nos sistemas abaixo, diga quantos átomos, elementos, moléculas e substâncias estão representados:

2-Nos sistemas abaixo, diga quantos átomos, elementos, moléculas e substâncias estão representados: LISTA DE EXERCÍCIOS- 1 1-Classifique os processos em físicos ou químicos: a) Sublimação do gelo seco b) Solidificação da água c) Queima da gasolina d) Roupa secando no varal e) Amassar papel - f) Combustão

Leia mais

EXERCÍCIOS DE CIÊNCIAS PARA O 9 ANO. 1- Considere as temperaturas de fusão e ebulição (pressão = 1 atm) de quatro compostos dados na tabela abaixo.

EXERCÍCIOS DE CIÊNCIAS PARA O 9 ANO. 1- Considere as temperaturas de fusão e ebulição (pressão = 1 atm) de quatro compostos dados na tabela abaixo. EXERCÍCIOS DE CIÊNCIAS PARA O 9 ANO 1- Considere as temperaturas de fusão e ebulição (pressão = 1 atm) de quatro compostos dados na tabela abaixo. Com base nos dados da tabela, responda as questões a seguir.

Leia mais

Substâncias e Misturas

Substâncias e Misturas ESTADO DE SANTA CATARINA EEB DR JORGE LACERDA Substâncias e Misturas Profª Luiza P. R. Martins Química 1º ano Estados físicos (de agregação) da matéria Vapor Características microscópicas 2 Ebulição, Vaporização

Leia mais

TRABALHO DE RECUPERAÇÃO 1º TRIMESTRE - QUÍMICA 9º ANO Nome: Turma:

TRABALHO DE RECUPERAÇÃO 1º TRIMESTRE - QUÍMICA 9º ANO Nome: Turma: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO 1º TRIMESTRE - QUÍMICA 9º ANO Nome: Turma: ROTEIRO E INSTRUÇÕES: Estados físicos da matéria. Mudanças de estado físico. Substâncias e misturas. O trabalho deve ser respondido à

Leia mais

AULA 1 FRENTE 1. Por causa do lançamento, na atmosfera, de grande quantidade de gás carbônico, causador do efeito estufa.

AULA 1 FRENTE 1. Por causa do lançamento, na atmosfera, de grande quantidade de gás carbônico, causador do efeito estufa. Exercícios propostos AULA 1 FRENTE 1 1 Assinale na coluna da esquerda para causa e na coluna da direita para consequência do efeito estufa: I I Queimadas nas florestas II II Degelo das calotas polares

Leia mais

Lista de Exercício. 1- Observe a representação dos sistemas I, II e III e seus componentes. Qual o número de fases em cada sistema?

Lista de Exercício. 1- Observe a representação dos sistemas I, II e III e seus componentes. Qual o número de fases em cada sistema? Professor: Cassio Pacheco Disciplina: Química 1 Ano Data de entrega: 07/04/2016 Lista de Exercício 1- Observe a representação dos sistemas I, II e III e seus componentes. Qual o número de fases em cada

Leia mais

AULA 1 FRENTE 1. Por causa do lançamento, na atmosfera, de grande quantidade de gás carbônico, causador do efeito estufa.

AULA 1 FRENTE 1. Por causa do lançamento, na atmosfera, de grande quantidade de gás carbônico, causador do efeito estufa. Exercícios propostos AULA 1 FRENTE 1 1 Assinale na coluna da esquerda para causa e na coluna da direita para consequência do efeito estufa: I I Queimadas nas florestas II II Degelo das calotas polares

Leia mais

Apostila de Química 12 A Matéria

Apostila de Química 12 A Matéria Apostila de Química 12 A Matéria 1.0 Átomo x Elemento Átomo é uma partícula fundamental que compõe toda a matéria. Elemento químico é um conjunto de átomos quimicamente iguais (com o mesmo número atômico).

Leia mais

A Matéria. Profº André Montillo

A Matéria. Profº André Montillo A Matéria Profº André Montillo www.montillo.com.br Substância: É a combinação de átomos de elementos diferentes em uma proporção de um número inteiro. O átomo não é criado e não é destruído, as diferentes

Leia mais

Atividade extra. Questão 1 Cecierj Questão 2 Cecierj Ciências da Natureza e suas Tecnologias Química

Atividade extra. Questão 1 Cecierj Questão 2 Cecierj Ciências da Natureza e suas Tecnologias Química Atividade extra Questão 1 Cecierj - 2013 Desenhe uma esfera de ferro e outra de chumbo que tenham massas iguais. Para isso, considere as seguintes densidades: densidade do ferro = 7,9 g/cm3 densidade do

Leia mais

Sistemas, Substâncias puras e Misturas Separação de Misturas

Sistemas, Substâncias puras e Misturas Separação de Misturas INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO Campus Valença Sistemas, Substâncias puras e Misturas Separação de Misturas Professor: José Tiago Pereira Barbosa 1 Sistemas Para facilitar a

Leia mais

A Matéria. Profº André Montillo

A Matéria. Profº André Montillo A Matéria Profº André Montillo www.montillo.com.br Substância: É a combinação de átomos de elementos diferentes em uma proporção de um número inteiro. O átomo não é criado e não é destruído, as diferentes

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE IFRN CAMPUS MOSSORÓ PROFESSOR: ALBINO DISCIPLINA: QUÍMICA II

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE IFRN CAMPUS MOSSORÓ PROFESSOR: ALBINO DISCIPLINA: QUÍMICA II INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE IFRN CAMPUS MOSSORÓ PROFESSOR: ALBINO DISCIPLINA: QUÍMICA II ESTRUTURA DA MATÉRIA O termo matéria refere-se a todos os materiais

Leia mais

02- Quais das propriedades a seguir são as mais indicadas para verificar se é pura uma certa amostra sólida de uma substância conhecida?

02- Quais das propriedades a seguir são as mais indicadas para verificar se é pura uma certa amostra sólida de uma substância conhecida? PROFESSOR: EQUIPE DE QUÍMICA BANCO DE QUESTÕES - QUÍMICA - 9º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= 01- Massa, extensão

Leia mais

Química B Semiextensivo V. 1

Química B Semiextensivo V. 1 Química B Semiextensivo V. 1 Exercícios 01) A 02) C 03) A 04) E d = m v Densidade e massa são diretamente proporcionais, ou seja, quanto maior a massa da substância, maior será sua densidade. Já o volume

Leia mais

4.1. Propriedades físicas e propriedades químicas dos materiais

4.1. Propriedades físicas e propriedades químicas dos materiais Ciências Físico-químicas - 7º ano de escolaridade Unidade 4 O MUNDO MATERIAL 4.1. Propriedades físicas e propriedades químicas dos materiais - Propriedades físicas e químicas dos materiais - Densidade

Leia mais

Transformações da matéria: qualquer modificação que ocorra com a matéria é considerada uma fenômeno. Ex: H 2 O (l) H 2 O (g)

Transformações da matéria: qualquer modificação que ocorra com a matéria é considerada uma fenômeno. Ex: H 2 O (l) H 2 O (g) Aula 04 1/abr Marcelo Conteúdo EXTRA-classe: Transformações da matéria: qualquer modificação que ocorra com a matéria é considerada uma fenômeno. Ex: H 2 O (l) H 2 O (g) Fenômeno físico: não altera a natureza

Leia mais

CIÊNCIAS PROVA 3º BIMESTRE 9º ANO PROJETO CIENTISTAS DO AMANHÃ

CIÊNCIAS PROVA 3º BIMESTRE 9º ANO PROJETO CIENTISTAS DO AMANHÃ PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO CIÊNCIAS PROVA 3º BIMESTRE 9º ANO PROJETO CIENTISTAS DO AMANHÃ 2010 01. A tabela

Leia mais

A MATÉRIA. O que é matéria? MATÉRIA: tudo que tem massa e ocupa espaço, isto é, volume.

A MATÉRIA. O que é matéria? MATÉRIA: tudo que tem massa e ocupa espaço, isto é, volume. Disciplina: Química Prof.: Guilherme Turma: IU 16/ 03/2017 Tema da aula: A Matéria e suas Propriedades A MATÉRIA O que é matéria? MATÉRIA: tudo que tem massa e ocupa espaço, isto é, volume. - Massa e volume

Leia mais

Professores: Alinne Borges Tiago Albuquerque Sandro Sobreira. Vídeos. Matéria. Energia. Gabaritos

Professores: Alinne Borges Tiago Albuquerque Sandro Sobreira. Vídeos. Matéria. Energia. Gabaritos Professores: Alinne Borges Tiago Albuquerque Sandro Sobreira Vídeos Matéria Energia Gabaritos Pesquise Exercícios Matéria, corpo e objeto Matéria É tudo que tem massa e ocupa um lugar no espaço. Corpo

Leia mais

COLÉGIO SÃO JOSÉ. Gabarito - TAREFÃO DE CIÊNCIAS 6º Ano - nº1

COLÉGIO SÃO JOSÉ. Gabarito - TAREFÃO DE CIÊNCIAS 6º Ano - nº1 Gabarito - TAREFÃO DE CIÊNCIAS 6º Ano - nº1 1. Se furarmos uma bola de futebol, o ar nela contido se espalhará. A propriedade do ar que explica este fato é denominada: a) Peso. b) Elasticidade. c) Expansibilidade.

Leia mais

ATIVIDADES RECUPERAÇÃO PARALELA

ATIVIDADES RECUPERAÇÃO PARALELA ATIVIDADES RECUPERAÇÃO PARALELA Nome: Nº Ano: 6º Data: / /2012 Bimestre: 2 Professor: Vanildo Disciplina: Química Orientações para estudo: O que estudar (Conteúdo) Transformações e energia. Fenômenos físicos

Leia mais

Sistemas, Substâncias puras e Misturas Separação de Misturas

Sistemas, Substâncias puras e Misturas Separação de Misturas INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO Campus Valença Sistemas, Substâncias puras e Misturas Separação de Misturas Professor: José Tiago Pereira Barbosa 1 Sistemas Para facilitar a

Leia mais

Unidade Propriedades da matéria

Unidade Propriedades da matéria Unidade 1 1. Propriedades da matéria O que é matéria? O que é matéria? Tudo que ocupa lugar no espaço é feito de matéria. Ex: Mesas, cadeiras, animais, plantas e até o ar que respiramos! Chamamos de corpo

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE IFRN CAMPUS MOSSORÓ PROFESSOR: ALBINO DISCIPLINA: QUÍMICA EXPERIMENTAL

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE IFRN CAMPUS MOSSORÓ PROFESSOR: ALBINO DISCIPLINA: QUÍMICA EXPERIMENTAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE IFRN CAMPUS MOSSORÓ PROFESSOR: ALBINO DISCIPLINA: QUÍMICA EXPERIMENTAL ESTRUTURA DA MATÉRIA O termo matéria refere-se a todos os

Leia mais

FÍSICA PROFº JAISON MATTEI

FÍSICA PROFº JAISON MATTEI FÍSICA PROFº JAISON MATTEI A MATÉRIA E SUAS TRANSFORMAÇÕES As mudanças de estado físico da água. Diagrama de mudanças de estado físico. 01. Um cientista recebeu uma substância desconhecida, no estado sólido,

Leia mais

III OLIMPÍADA DE QUÍMICA DO GRANDE ABC - 03/06/2017

III OLIMPÍADA DE QUÍMICA DO GRANDE ABC - 03/06/2017 III OLIMPÍADA DE QUÍMICA DO GRANDE ABC - 03/06/2017 ENSINO FUNDAMENTAL 9. o ano - FASE 2 INSTRUÇÕES: 1. A prova consta de 3 questões discursivas (5 pontos cada) e de 17 questões objetivas (1 ponto cada),

Leia mais

Química Geral PROF. LARISSA ROCHA ALMEIDA - CURSINHO VITORIANO 1

Química Geral PROF. LARISSA ROCHA ALMEIDA - CURSINHO VITORIANO 1 Química Geral AULA 1 PROPRIEDADES GERAIS DA MATÉRIA E CONCEITOS INICIAIS PROF. LARISSA ROCHA ALMEIDA - CURSINHO VITORIANO 1 Tópicos Matéria Energia Diagrama de Mudança de Fases Ciclo da Água Universo e

Leia mais

Exercitando Ciências Tema: Transformações físicas e o conceito de densidade

Exercitando Ciências Tema: Transformações físicas e o conceito de densidade Exercitando Ciências Tema: Transformações físicas e o conceito de densidade Esta lista de exercícios aborda o conteúdo curricular: transformações físicas e o conceito de densidade. 1. O naftaleno, comercialmente

Leia mais

O Que é Química? Pra que serve a Química?²

O Que é Química? Pra que serve a Química?² O Que é Química? Ciência que estuda as propriedades das substâncias e as leis que regem as suas combinações e decomposições ¹ Pra que serve a Química?² 1 Dicionário Michaelis 2 Figuras retiradas da Web

Leia mais

Qui. fevereiro. Allan Rodrigues Xandão (Victor Pontes)

Qui. fevereiro. Allan Rodrigues Xandão (Victor Pontes) 06 10 fevereiro Allan Rodrigues Xandão (Victor Pontes) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

Leia mais

Tarefa 09 à 12 Professor Willian. Com base no gráfico, assinale a alternativa que apresenta a afirmativa CORRETA.

Tarefa 09 à 12 Professor Willian. Com base no gráfico, assinale a alternativa que apresenta a afirmativa CORRETA. 9º ano Química Tarefa 09 à 12 Professor Willian 01. Dois materiais sólidos, A e B, são aquecidos a uma velocidade de 10ºC.min 1. A figura a seguir representa o diagrama de aquecimento desses dois materiais.

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE QUÍMICA 1 o BIMESTRE DE 2016

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE QUÍMICA 1 o BIMESTRE DE 2016 ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE QUÍMICA 1 o BIMESTRE DE 2016 Nome: N o 9 o Ano Data: / / 2016 Professor(a): Andreza / Priscila Nota: ( Valor: 1,0 ) I. Introdução Neste bimestre, sua média foi inferior a 6,0

Leia mais

Composição Densidade (g/mol) Carvão 0,3 0,6 Ossos 1,7 2,0 Areia 2,0 2,4 Solo 2,6 2,8 Pedras 2,6 5,0

Composição Densidade (g/mol) Carvão 0,3 0,6 Ossos 1,7 2,0 Areia 2,0 2,4 Solo 2,6 2,8 Pedras 2,6 5,0 QUÍMICA Arqueologistas usam diferenças de densidade para separar as misturas que eles obtêm por escavação. Indique a opção correta para uma mostra que contém a seguinte composição: Composição Densidade

Leia mais

Propriedades gerais da mate ria. Química

Propriedades gerais da mate ria. Química Propriedades gerais da mate ria Química Antes de começarmos a falar sobre Química, é necessário responder uma importante pergunta: "O que é Química?" Química é a ciência que estuda as estruturas internas,

Leia mais

Curso Pré-ENEM. Química. Profª M.ª Juliana Silva Leite

Curso Pré-ENEM. Química. Profª M.ª Juliana Silva Leite Curso Pré-ENEM Química Profª M.ª Juliana Silva Leite O Que é Química? Química é uma Ciência Experimental que estuda a estrutura, composição e a transformação da matéria. O Método Científico OBSERVAÇÕES

Leia mais

SIMPLES SUBSTÂNCIA PURA COMPOSTA HOMOGÊNEO MISTURA HOMOGÊNEA SISTEMA SUBSTÂNCIA PURA HETEROGÊNEO MISTURA HETEROGÊNEA

SIMPLES SUBSTÂNCIA PURA COMPOSTA HOMOGÊNEO MISTURA HOMOGÊNEA SISTEMA SUBSTÂNCIA PURA HETEROGÊNEO MISTURA HETEROGÊNEA Sistemas materiais HOMOGÊNEO SUBSTÂNCIA PURA? SIMPLES MISTURA HOMOGÊNEA? COMPOSTA SISTEMA? HETEROGÊNEO SUBSTÂNCIA PURA MISTURA HETEROGÊNEA Sistema É parte do universo físico que contenha ou não matéria,

Leia mais

C m Q C T T 1 > T 2 T 1 T 2. 1 cal = 4,184 J (14,5 o C p/ 15,5 o C) 1 Btu = 252 cal = 1,054 kj

C m Q C T T 1 > T 2 T 1 T 2. 1 cal = 4,184 J (14,5 o C p/ 15,5 o C) 1 Btu = 252 cal = 1,054 kj A teoria do calórico (~1779) Para atingir o estado de equilíbrio térmico, T 1 T 2 T 1 > T 2 -Substância fluida - invisível - peso desprezível T a quantidade de calórico Esta teoria explicava um grande

Leia mais

Mistura: material formado por duas ou mais substâncias, sendo cada uma destas denominada componente.

Mistura: material formado por duas ou mais substâncias, sendo cada uma destas denominada componente. SOLUÇÕES Mistura: material formado por duas ou mais substâncias, sendo cada uma destas denominada componente. Fase: numa mistura, é cada uma das porções que apresenta aspecto homogéneo ou uniforme. CLASSIFICAÇÃO

Leia mais

t RESOLUÇÃO COMECE DO BÁSICO

t RESOLUÇÃO COMECE DO BÁSICO t RESOLUÇÃO COMECE DO BÁSICO - o processo I sugere a evaporação (transformação física) dos componentes do medicamento. - a decomposição das substâncias (transformação química) que constituem o princípio

Leia mais

EXERCÍCIOS SUBSTÂNCIAS E MISTURAS

EXERCÍCIOS SUBSTÂNCIAS E MISTURAS EXERCÍCIOS SUBSTÂNCIAS E MISTURAS 1- Considere o sistema e responda as questões: A) Quantos átomos estão representados? B) Quantos elementos químicos há no sistema? C) Quantas moléculas estão representadas

Leia mais

IMPORTÂNCIA DA QUÍMICA Promover transformações químicas; Produzir novas substâncias; Descobrir novos elementos; Melhorar a qualidade de vida das pesso

IMPORTÂNCIA DA QUÍMICA Promover transformações químicas; Produzir novas substâncias; Descobrir novos elementos; Melhorar a qualidade de vida das pesso REVISÃO DE QUÍMICA QUÍMICA A e B 1ª SÉRIES PROFESSORA CIBELI TAQUES IMPORTÂNCIA DA QUÍMICA Promover transformações químicas; Produzir novas substâncias; Descobrir novos elementos; Melhorar a qualidade

Leia mais

Química B Intensivo V. 1

Química B Intensivo V. 1 1 Química B Intensivo V. 1 Exercícios 01) B 02) B a) Falsa. O leite in natura é uma mistura heterogênea e não apresenta as mesmas propriedades em toda a extensão da amostra. b) Verdadeira. A gelatina é

Leia mais

Atividade complementar de Química. Transformações físicas - Mudanças de estados físicos

Atividade complementar de Química. Transformações físicas - Mudanças de estados físicos Atividade complementar de Química Transformações físicas - Mudanças de estados físicos Educação de Jovens e Adultos Neste material serão revisadas as mudanças de estados físicos da matéria, relacionando-as

Leia mais

Roteiro de estudos para recuperação trimestral

Roteiro de estudos para recuperação trimestral Roteiro de estudos para recuperação trimestral Disciplina: Professor (a): QUIMICA DAIANE LIMA Conteúdo: Referência para estudo: Propriedades da matéria, densidade, mudanças de fase da matéria, substâncias

Leia mais

Disciplina: Química Professor: Cassio Pacheco Turma: 1 Ano

Disciplina: Química Professor: Cassio Pacheco Turma: 1 Ano Disciplina: Química Professor: Cassio Pacheco Turma: 1 Ano Roteiro de Estudos 1- A queima da gasolina; a sublimação da naftalina; o enferrujamento do prego e o derretimento de um bloco de gelo são respectivamente,

Leia mais

DIAGRAMA DE FASES. 4) (ITA) Considere as seguintes afirmações relativas aos sistemas descritos a seguir, sob

DIAGRAMA DE FASES. 4) (ITA) Considere as seguintes afirmações relativas aos sistemas descritos a seguir, sob DIAGRAMA DE FASES 1) O gráfico abaixo apresenta a variação das pressões de vapor do sulfeto de carbono, metanol, etanol e água em função da temperatura. De acordo com o gráfico, assinale a afirmativa INCORRETA.

Leia mais

Transformações físicas e químicas

Transformações físicas e químicas Transformações físicas e químicas Metas 4.1 Associar transformações físicas a mudanças nas substâncias sem formação de novas substâncias. 4.2 Identificar mudanças de estado físico e concluir que são transformações

Leia mais

O ALUNO DEVERÁ VIR PARA A AULA DE RECUPERAÇÃO COM A LISTA PRONTA PARA TIRAR DÚVIDAS.

O ALUNO DEVERÁ VIR PARA A AULA DE RECUPERAÇÃO COM A LISTA PRONTA PARA TIRAR DÚVIDAS. Lista de exercícios para a prova de recuperação final 1º ano EM Conteúdo. O ALUNO DEVERÁ VIR PARA A AULA DE RECUPERAÇÃO COM A LISTA PRONTA PARA TIRAR DÚVIDAS. - Misturas e substâncias - Tabela e propriedades

Leia mais

Aquecimento de um sistema

Aquecimento de um sistema Aquecimento de um sistema Aquecimento de diferentes quantidades de água Quando se fornece, num dado intervalo de tempo, a mesma quantidade de energia a dois sistemas, A e B, que diferem apenas na sua massa.

Leia mais

O interesse da Química é analisar as...

O interesse da Química é analisar as... O interesse da Química é analisar as... PROPRIEDADES CONSTITUINTES SUBSTÂNCIAS E MATERIAIS TRANSFORMAÇÕES ESTADOS FÍSICOS DOS MATERIAIS Os materiais podem se apresentar na natureza em 3 estados físicos

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE QUÍMICA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE QUÍMICA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE QUÍMICA Nome: Nº Série: 9º EFII Data: / /2015 Professor: Gustavo/Priscila Anual I. Introdução Caro aluno, Neste ano de 2015 você não obteve o mínimo de pontos e, por isso

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSORA: Núbia de Andrade. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

GOIÂNIA, / / PROFESSORA: Núbia de Andrade. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2017 PROFESSORA: Núbia de Andrade DISCIPLINA: SÉRIE:1º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: - É fundamental

Leia mais

SUBSTÂNCIAS E MISTURAS

SUBSTÂNCIAS E MISTURAS Físico-química - 7º ano de escolaridade SUBSTÂNCIAS E MISTURAS Substâncias e misturas de substâncias Tipos de misturas Composição das soluções Substâncias e Misturas de substâncias Físico-química Docente:

Leia mais

PROPRIEDADES DA MATÉRIA. Em relação aos três estados físicos de agregação da matéria: sólido, líquido e gasoso, é correto afirmar que

PROPRIEDADES DA MATÉRIA. Em relação aos três estados físicos de agregação da matéria: sólido, líquido e gasoso, é correto afirmar que LISTA: 02 1ª série Ensino Médio Professor(a): Leonardo Gomes Turma: A ( ) / B ( ) Aluno(a): Segmento temático: PROPRIEDADES DA MATÉRIA DIA: MÊS: 02 2017 Questão 01 - (IFGO/2015) Em relação aos três estados

Leia mais

1. Estados físicos da matéria Mudanças de estado Substâncias puras Misturas 4 Exercícios Densidade 6 1.

1. Estados físicos da matéria Mudanças de estado Substâncias puras Misturas 4 Exercícios Densidade 6 1. 1. Estados físicos da matéria 3 1.1 Mudanças de estado 3 1.2 Substâncias puras 4 1.3 Misturas 4 Exercícios 5 1.4 Densidade 6 1.5 Transformação da matéria 6 1.6 Alotropia 6 1.7 Diagramas de fases 6 1.8

Leia mais

Disciplina: Química Goiânia, / / 2014

Disciplina: Química Goiânia, / / 2014 Lista de Exercícios Aluno (a): Nº. Professora: Núbia de Andrade Disciplina: Química Goiânia, / / 2014 Série: 1º ano (Ensino médio) Turma: Química Geral 1. As frases a seguir foram tiradas de livros didáticos

Leia mais

A diversidade de materiais e a sua utilização

A diversidade de materiais e a sua utilização Classificação dos materiais É enorme a diversidade de materiais que nos rodeia, daí a necessidade de os classificarmos. Existem, no entanto, diferentes classificações para o mesmo conjunto de materiais

Leia mais

3ªHumanas e Master - Química Prof os João Lins e Alexandre Estevão

3ªHumanas e Master - Química Prof os João Lins e Alexandre Estevão 3ªHumanas e Master - Química Prof os João Lins e Alexandre Estevão 1) Um sistema heterogêneo, S, é constituído por uma solução colorida e um sólido branco. O sistema foi submetido ao seguinte esquema de

Leia mais

Química é uma Ciência Experimental que estuda a estrutura, composição e a transformação da matéria.

Química é uma Ciência Experimental que estuda a estrutura, composição e a transformação da matéria. O Que é Química? Química é uma Ciência Experimental que estuda a estrutura, composição e a transformação da matéria. O Método Científico OBSERVAÇÕES PROBLEMA HIPÓTESE(S) EXPERIMENTOS CONCLUSÕES CIÊNCIA:

Leia mais

04) (Unicap-PE) Julgue os itens abaixo:

04) (Unicap-PE) Julgue os itens abaixo: 01) (UNB-DF) Julgue os itens abaixo, indicando aqueles que se referem a propriedades químicas das substâncias e, aqueles que se referem a propriedades físicas das substâncias. 1) A glicose é um sólido

Leia mais

Termodinâmica e Sistemas Térmicos. Prof. M.Sc. Guilherme Schünemann

Termodinâmica e Sistemas Térmicos. Prof. M.Sc. Guilherme Schünemann Termodinâmica e Sistemas Térmicos Prof. M.Sc. Guilherme Schünemann Introdução o que é termodinâmica Termo refere-se ao calor Dinâmica força ou movimento Atualmente é uma ciência que trata da transformação

Leia mais

LISTA DE QUÍMICA ESTADOS FÍSICOS

LISTA DE QUÍMICA ESTADOS FÍSICOS LISTA DE QUÍMICA ESTADOS FÍSICOS 01. (IFGO) Em relação aos três estados físicos de agregação da matéria: sólido, líquido e gasoso, é correto afirmar que: a) todas as substâncias no estado sólido possuem

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS: TRANSFORMAÇÕES FÍSICAS E QUÍMICAS PROPRIEDADES FÍSICAS E QUÍMICAS ALGARISMOS SIGNIFICATIVOS ESTEQUIOMETRIA

LISTA DE EXERCÍCIOS: TRANSFORMAÇÕES FÍSICAS E QUÍMICAS PROPRIEDADES FÍSICAS E QUÍMICAS ALGARISMOS SIGNIFICATIVOS ESTEQUIOMETRIA UNIVERSIDADE FEDERAL D ESTAD D RI DE JANEIR (UNIRI) INSTITUT DE BICIÊNCIAS DEP. DE CIÊNCIAS NATURAIS DISCIPLINA: QUÍMICA GERAL E INRGÂNICA 2/2015 PRFª.: CLAUDIA JRGE D NASCIMENT LISTA DE EXERCÍCIS: MATÉRIA

Leia mais

1 Conceito de calorimetria. 2 Introdução. 3 Definição de caloria. 4 Calor específico. 5 Calorímetro (interativo) 6 Tabela de calores específicos

1 Conceito de calorimetria. 2 Introdução. 3 Definição de caloria. 4 Calor específico. 5 Calorímetro (interativo) 6 Tabela de calores específicos 1 Conceito de calorimetria 2 Introdução 3 Definição de caloria 4 Calor específico 5 Calorímetro (interativo) 6 Tabela de calores específicos 7 Capacidade térmica 8 Trocas de calor 9 Calor latente 10 Curva

Leia mais

Como o átomo é um sistema eletricamente neutro, o número de prótons é sempre igual ao número de elétrons.

Como o átomo é um sistema eletricamente neutro, o número de prótons é sempre igual ao número de elétrons. Apostila de Química (3º bimestre-2009) Professor: Eduardo Mesquita 9º ano Ensino Fundamental A estrutura da matéria A concepção moderna do átomo Como o átomo é um sistema eletricamente neutro, o número

Leia mais

Resoluções das Atividades

Resoluções das Atividades Resoluções das Atividades Sumário Módulo 1 Substâncias puras, misturas e sistemas Análise imediata... 1 Módulo 2 Cálculos químicos... 3 Módulo 3 úmero de oidação (o) idação e redução (redo)... 6 Módulo

Leia mais

Resoluções dos exercícios propostos

Resoluções dos exercícios propostos 1 P.109 p a) AB corresponde a uma fusão (passagem da Sólido F fase sólida para a fase líquida). A B Líquido G b) B corresponde a uma vaporização E (passagem da fase líquida para a fase de D Vapor vapor).

Leia mais

2. Considere um bloco de gelo de massa 300g á temperatura de 20 C, sob pressão normal. Sendo L F

2. Considere um bloco de gelo de massa 300g á temperatura de 20 C, sob pressão normal. Sendo L F 1. Considere um bloco de gelo de massa 300g encontra-se a 0 C. Para que todo gelo se derreta, obtendo água a 0 C são necessárias 24.000 cal. Determine o calor latente de fusão do gelo. 2. Considere um

Leia mais

09) Considere a tabela de pontos de fusão e ebulição das substâncias a seguir, a 1 atm de pressão:

09) Considere a tabela de pontos de fusão e ebulição das substâncias a seguir, a 1 atm de pressão: 01) Indique a alternativa que completa corretamente as lacunas do seguinte período: Um elemento químico é representado pelo seu..., é identificado pelo número de... e pode apresentar diferentes números

Leia mais

INSTITUTO GEREMARIO DANTAS COMPONENTE CURRICULAR: QUÍMICA EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARCIAL 2016

INSTITUTO GEREMARIO DANTAS COMPONENTE CURRICULAR: QUÍMICA EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARCIAL 2016 INSTITUTO GEREMARIO DANTAS Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Fone: (21) 21087900 Rio de Janeiro RJ www.igd.com.br Aluno(a): 9º Ano: Nº Professora: Lúcia Nascimento COMPONENTE CURRICULAR: QUÍMICA

Leia mais

TERMODINÂMICA. Aula 2 Introdução à Termodinâmica Sistema Fase Substância Equilíbrio

TERMODINÂMICA. Aula 2 Introdução à Termodinâmica Sistema Fase Substância Equilíbrio TERMODINÂMICA Aula 2 Introdução à Termodinâmica Sistema Fase Substância Equilíbrio INTRODUÇÃO Ampla área de aplicação: organismos microscópicos aparelhos domésticos até veículos sistemas de geração de

Leia mais

LISTA B QUÍMICA TONI ATITUDE

LISTA B QUÍMICA TONI ATITUDE LISTA B QUÍMICA TONI ATITUDE Site: www.sosprofessor.xpg.com.br Lei da conservação (lei de Lavoisier)= em um sistema fechado a massa total não varia Lei da proporção constante (lei de Proust)= os elementos

Leia mais

NOME: N CADERNO DE REC. PARALELA DE QUÍMICA I - TURMA 212 PROFª MARICLEIDE 1º BIMESTRE

NOME: N CADERNO DE REC. PARALELA DE QUÍMICA I - TURMA 212 PROFª MARICLEIDE 1º BIMESTRE DATA: / / 1925 *** COLÉGIO MALLET SOARES *** 2017 92 ANOS DE TRADIÇÃO, RENOVAÇÃO E QUALIDADE DEPARTAMENTO DE ENSINO NOTA: NOME: N CADERNO DE REC. PARALELA DE QUÍMICA I - TURMA 212 PROFª MARICLEIDE 1º BIMESTRE

Leia mais

Química Analítica I Tratamento dos dados analíticos Soluções analíticas

Química Analítica I Tratamento dos dados analíticos Soluções analíticas Química Analítica I Tratamento dos dados analíticos Soluções analíticas Profª Simone Noremberg Kunz 2 Mol Medidas em química analítica É a quantidade de uma espécie química que contém 6,02x10 23 partículas

Leia mais

Transformações físicas e químicas

Transformações físicas e químicas Gabaritos Professores: Alinne Borges Tiago Albuquerque Sandro Sobreira Josiane Reação química Pesquise Momento Sheldon Exercícios Transformações físicas e químicas Vídeos Leis de Lavoisier e Proust Transformações

Leia mais

1) O que aconteceu com o cubo de gelo no béquer 1? Que conclusão você tira desse resultado?...

1) O que aconteceu com o cubo de gelo no béquer 1? Que conclusão você tira desse resultado?... Nº da Prática: 01 Data: / / Título da Prática: Qual o líquido é mais denso: a água líquida ou o álcool? S Comparar as densidades da água líquida, do gelo e do álcool. 2 cubos de gelo; álcool; água. Coloque

Leia mais

Módulo inicial Materiais: Diversidade e Constituição. Química 10.º ano Ano lectivo 2007/2008

Módulo inicial Materiais: Diversidade e Constituição. Química 10.º ano Ano lectivo 2007/2008 Química 10.º ano Ano lectivo 2007/2008 Escola Secundária José Saramago Marta Paulino e Ângela Patrício O que é um Material? É algo que tem massa e ocupa espaço. Classificação Materiais: Componentes Origem

Leia mais

9º Ano/Turma: Data / /2014 VELOCIDADE MÉDIA

9º Ano/Turma: Data / /2014 VELOCIDADE MÉDIA Estudante: Educadora: Daiana Araújo 9º Ano/Turma: Data / /2014 C. Curricular: Ciências Naturais/ Química 1. O quadro seguinte mostra a velocidade média de corrida de alguns animais. ANIMAIS cavalo coelho

Leia mais

Ficha de Avaliação Sumativa 4

Ficha de Avaliação Sumativa 4 Ficha de Avaliação Sumativa 4 DISCIPLINA: Física e Química 7 ºAno de escolaridade 2015/2016 Data: Nome: Turma: N.º Classificação: (%) A Docente: E. E: As respostas às questões deste enunciado devem ser

Leia mais

Diagramas de fases. Antes de estudar o capítulo PARTE I

Diagramas de fases. Antes de estudar o capítulo PARTE I PARTE I Unidade C 6 Capítulo Diagramas de fases Seções: 61 Diagrama de fases 62 Equilíbrio sólido-líquido Fusão e solidificação 63 Equilíbrio líquido- Ebulição e condensação 64 Pressão máxima de Isotermas

Leia mais

Lista de Exercícios - Professor facebook.com/profrodrigoartuso. Grandezas Químicas e Estequiometria

Lista de Exercícios - Professor facebook.com/profrodrigoartuso. Grandezas Químicas e Estequiometria Grandezas Químicas e Estequiometria Criando base 1 - Em 100 gramas de alumínio, quantos átomos deste elemento estão presentes? Dados: M(Al) = 27 g/mol 1 mol = 6,02 x 10 23 átomos a) 3,7 x 10 23 b) 27 x

Leia mais

Pb 2e Pb E 0,13 v. Ag 2e Ag E +0,80 v. Zn 2e Zn E 0,76 v. Al 3e Al E 1,06 v. Mg 2e Mg E 2,4 v. Cu 2e Cu E +0,34 v

Pb 2e Pb E 0,13 v. Ag 2e Ag E +0,80 v. Zn 2e Zn E 0,76 v. Al 3e Al E 1,06 v. Mg 2e Mg E 2,4 v. Cu 2e Cu E +0,34 v QUÍMICA 1ª QUESTÃO Umas das reações possíveis para obtenção do anidrido sulfúrico é a oxidação do anidrido sulfuroso por um agente oxidante forte em meio aquoso ácido, como segue a reação. Anidrido sulfuroso

Leia mais

QUÍMICA Profº JAISON

QUÍMICA Profº JAISON QUÍMICA Profº JAISON Determine o número atômico e o número de massa dos átomos A e B, que são isóbaros e apresentam a seguinte representação: 10+x 5x A 11+x 4x+8 B Afinal, o que é matéria? Chamamos de

Leia mais

2. São exemplos de misturas heterogêneas, EXCETO: a) água e óleo b) gelo e água c) água e areia d) hexano e água

2. São exemplos de misturas heterogêneas, EXCETO: a) água e óleo b) gelo e água c) água e areia d) hexano e água 1. Na tentativa de explicar a natureza da matéria, várias teorias surgiram ao longo do tempo, sendo uma delas criada por Empédocles, por volta do século V a.c. Segundo ele, tudo que existe no universo

Leia mais

EXERCÍCIOS DE QUÍMICA

EXERCÍCIOS DE QUÍMICA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA QUÍMICA FENÔMENOS FÍSICOS E QUÍMICOS SUBSTÂNCIAS PURAS E MISTURAS ATOMICIDADE - ALOTROPIA 1. (UFPE) Em quais das passagens a seguir está ocorrendo transformação química? (1) O reflexo

Leia mais

- Propriedades físicas e químicas dos materiais

- Propriedades físicas e químicas dos materiais Ciências Físico-químicas - 7º ano de escolaridade COMPETÊNCIAS 4.1. Propriedades físicas e propriedades químicas dos materiais - Propriedades físicas e químicas dos materiais - Densidade ou massa volúmica

Leia mais

Separação de misturas

Separação de misturas Separação de misturas Filtração: A separação se faz através de uma superfície porosa chamada filtro; o componente sólido ficará retido sobre a sua superfície, separando-se assim do líquido que atravessa.

Leia mais

ESCOLA SALESIANA DE MANIQUE TESTE DE AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS ANO LECTIVO 2010/2011

ESCOLA SALESIANA DE MANIQUE TESTE DE AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS ANO LECTIVO 2010/2011 ESCOLA SALESIANA DE MANIQUE TESTE DE AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS ANO LECTIVO 2010/2011 Nome: 7.º Ano Turma Nº: Encarregado de Educação: Classificação: Professor: 1. Assinale como verdadeiras

Leia mais

MASSA ATÔMICA. 1u corresponde a 1, g, que equivale aproximadamente à massa de um próton ou de um nêutron.

MASSA ATÔMICA. 1u corresponde a 1, g, que equivale aproximadamente à massa de um próton ou de um nêutron. Cálculos Químicos MASSA ATÔMICA Na convenção da IUPAC (União Internacional de Química Pura e Aplicada) realizada em 1961, adotou-se como unidade padrão para massa atômica o equivalente a 1/12 da massa

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2014 Disciplina: QUÍMICA Ano: 1º Professora: Maria Luiza ENSINO MÉDIO Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Lista de exercícios Aulas 01 e 02

Lista de exercícios Aulas 01 e 02 Lista de exercícios Aulas 01 e 02 Prof. Fernanda Dias 1) (Unicamp) Três frascos não rotulados encontram-se na prateleira de um laboratório. Um contém benzeno; outro, tetracloreto de carbono e o terceiro,

Leia mais

Na Terra encontra-se água em três estados físicos: estado líquido, estado sólido e estado gasoso (ou de vapor).

Na Terra encontra-se água em três estados físicos: estado líquido, estado sólido e estado gasoso (ou de vapor). Lee Prince/Shutterstock/Glow Images Na Terra encontra-se água em três estados físicos: estado líquido, estado sólido e estado gasoso (ou de vapor). Como ocorrem as transformações de um estado para o outro?

Leia mais

SIMULADO de QUÍMICA 1 os anos 2008 TODOS COLÉGIOS

SIMULADO de QUÍMICA 1 os anos 2008 TODOS COLÉGIOS SIMULADO de QUÍMICA 1 os anos 2008 TODOS COLÉGIOS 1) Em relação às partículas atômicas, a alternativa falsa é: a) a massa do próton é igual a massa do elétron. b) a massa do elétron é menor que a massa

Leia mais

VII Olimpíada Catarinense de Química Etapa I - Colégios

VII Olimpíada Catarinense de Química Etapa I - Colégios VII Olimpíada Catarinense de Química 2011 Etapa I - Colégios Fonte: Chemistryland Segunda Série 1 01 200 ml de uma solução de hidróxido de alumínio são diluídos em água destilada até a sua concentração

Leia mais

Física Geral e Experimental III. Dilatação

Física Geral e Experimental III. Dilatação Física Geral e Experimental III Dilatação 6. Em um dia quente em Las Vegas um caminhão-tanque foi carregado com 37.000 L de óleo diesel. Ele encontrou tempo frio ao chegar a Payson, Utha, onde a temperatura

Leia mais