Guia de Importação Brasil

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Guia de Importação Brasil"

Transcrição

1 Guia de Imprtaçã Brasil Para Clientes DHL Express A agilidade que leva seu prdut e também a sua prduçã

2 Índice Intrduçã Curier Mdalidades de Envi Dcuments necessáris Prcess aduaneir Impsts e Taxas Flux peracinal Sluçã Carga Aérea Expressa Mdalidades de Envi Dcuments necessáris Prcess aduaneir Impsts e Taxas DHL Custms Services / Links relevantes Dcumentaçã (carga aérea expressa e curier) Fatura cmercial/cmmercial Invice Cnheciment de embarque (WayBill) Packing List Sluções Online Check List Incterms 2

3 Intrduçã Curier Sluçã Carga Aérea Expressa mdalidade frmal Dcumentaçã packing list sluções nline Check List Incterms intrduçã Imprtar qualquer item exige um cnheciment prévi sbre a mdalidade da imprtaçã. Especialmente n Brasil, nde a legislaçã tem uma série de regras específicas,é precis saber quais sã s prcediments necessáris para que sua remessa chegue crretamente a destin. N País, td envi cm destinaçã cmercial, independente d valr declarad, deve ser imprtad cm carga aérea expressa cm a mdalidade frmal, a cntrári d que acntece em muits utrs países, ns quais apenas valr declarad determina se a remessa deve ser tratada na mdalidade curier u carga aérea expressa frmal. Imprtante destacar que a mdalidade esclhida impacta diretamente n temp de liberaçã da sua remessa, já que tds s envis que chegam a país pdem ser avaliads minucisamente pela Receita Federal. Cm a DHL Express, vcê pde imprtar suas remessas tant na mdalidade curier quant na mdalidade frmal, pr mei da Sluçã Carga Aérea Expressa da DHL Express. Estarems à dispsiçã para infrmá-l sbre a melhr esclha em cada cas. Ba leitura. Estarems à dispsiçã para infrmá-l sbre a melhr esclha em cada cas. Para um resum das principais infrmações cntidas neste material, acesse nss Guia Rápid 3

4 Intrduçã Curier Sluçã Carga Aérea Expressa mdalidade frmal Dcumentaçã packing list sluções nline Check List Incterms curier Vcê sabia que a mdalidade curier é principalmente utilizada n Brasil para transprte de dcuments e amstras? Cnfira mais detalhes a seguir: O QUE PODE SER LIBERADO NA MODALIDADE COURIER 2» Material imprtad pr pessa jurídica cm/sem cbertura cambial u para pessa física sem cbertura cambial, de até US$ ,2 ;» Livrs, revistas e jrnais até US$3.000³ imprtads pr pessa jurídica para revenda» Itens em quantidade que nã caracterize cmercializaçã u revenda;» Amstras: Quantidade suficiente apenas para cnheciment d prdut n valr aduaneir de até US$ (sujeit à interpretaçã d Fiscal Aduaneir);» itens para us pessal. Dcuments necessáris» Cnheciment de Embarque Way- Bill (deve cnstar CNPJ d imprtadr u CPF n cas de pessa física) 4» Fatura Cmercial. Prcess aduaneir» Nã é necessári cntratar despachante aduaneir. Impsts e taxas 2» Impst de Imprtaçã: 60% d Valr Aduaneir;» ICMS: em média 18%, variand de acrd cm Estad ( cálcul pr dentr ).» Cmpras pela internet: valr d frete deverá ser infrmad na fatura cmercial (invice) independente d mesm ter sid pag pel exprtadr. 3 Flux peracinal Entenda cm funcina flux de imprtaçã via curier: É precis ter em mãs númer de CPF u CNPJ, e que ele seja válid 5 1 O primeir pass é remetente cmpletar WayBill e a fatura cmercial; 4 Após a taxaçã ds impsts, sua remessa é liberada para entrega final* * sujeit à análise alfandegária. 2 Agra, remetente entra em cntat cm a DHL Express e agenda a sua cleta; 3 Sua remessa é embarcada e chega a Brasil cm imprtaçã na mdalidade curier; 1 Será taxad cm impsts 2 Valr aduaneir = smatóri d valr da mercadria + frete internacinal + segur internacinal 3 É permitid fechament cambial para remessas de até US$ que nã caracterizem vendas. 4 Em cas cntrári, a remessa será psterirmente retrnada à rigem * A remessa está sujeita à revalraçã pela Alfândega cm aplicaçã de multa 4

5 Intrduçã Curier Sluçã Carga Aérea Expressa mdalidade frmal Dcumentaçã packing list sluções nline Check List Incterms que pde ser liberad liberaçã alfandegária sluçã carga aérea expressa O serviç de carga aérea expressa para imprtaçã fi desenvlvid para empresas que precisam fazer esse tip de peraçã cm finalidade cmercial, sem deixar de lad a rapidez e agilidade d serviç de transprte da mdalidade curier da DHL Express. O QUE PODE SER LIBERADO NA MODALIDADE FORMAL, COM A SOLUÇÃO CARGA AÉREA EXPRESSA» Bagagem desacmpanhada 1 ;» Material para revenda u cm cbertura cambial, independente d valr declarad;» Itens de valr declarad cm valr aduaneir 2 mair que US$ 3 mil;» Dações (apenas para rganizações credenciadas pel Gvern);» Materiais para expsições em feiras;» Material que requeira licença de imprtaçã, cm bebida alcólica e tabac. A lista cmpleta está n Siscmex em NCM (Nmenclatura Cmum d Mercsul). Dcuments necessáris 3» Cnheciment de Embarque Waybill: deve cnstar CNPJ d imprtadr u CPF para pessa física;» Fatura cmercial e Packing List: riginais e assinads;» Licença Prévia de Imprtaçã: deve ser deferida antes da cleta pela DHL Express n país de rigem (para prduts específics). Essa licença só é necessária se fr exigida pela NCM;» CPF/CNPJ válid: dcument precisa estar em situaçã regular junt à Receita Federal. Prcess aduaneir» REQUISITO PRINCIPAL: Registr d Imprtadr perante a Receita Federal (RADAR);» Cntrate nss serviç de despach aduaneir para cnduzir prcess. Impsts e taxas» Impst de Imprtaçã: basead na classificaçã tarifária da mercadria (NCM/HS);» ICMS: varia de acrd cm cada Estad, em média 18%» IPI (prduts industrializads): basead na classificaçã tarifária da mercadria (NCM/HS);» COFINS: 7,65% d valr declarad;» PIS: 1,65% d valr declarad;» Taxa de Armazenagem (Infraer); 1 A bagagem será desacmpanhada pel imprtadr n aerprt de entrada da mercadria (Guarulhs u Viracps) send entregue psterirmente em qualquer parte d Brasil. 2 Valr aduaneir = smatóri d valr da mercadria + frete internacinal + segur internacinal. 3 Multas pdem ser aplicadas pela Receita Federal para dcuments fra de cnfrmidade. 5

6 Intrduçã Curier Sluçã Carga Aérea Expressa mdalidade frmal Dcumentaçã packing list sluções nline Check List Incterms que pde ser liberad liberaçã alfandegária sluçã carga aérea expressa LIBERAÇÃO ALFANDEGÁRIA COM DHL CUSTOMS SERVICES A ptar pela sluçã carga aérea expressa, a legislaçã brasileira permite que uma pessa física u jurídica tenha a pçã de fazer liberaçã alfandegária através de despachante aduaneir. Atenta às suas necessidades, a DHL Express lhe ferece DHL Custms Services. Nssa peraçã permite que uma cópia da dcumentaçã de embarque esteja dispnível antes da chegada da carga a país, e nssa agilidade faz cm que cliente ganhe temp n prcess de liberaçã alfandegária. Mais Facilidade, Mens Burcracia - Eficiência n prcess, destacand exatamente s dcuments necessáris para a liberaçã alfandegária. - Avis antecipad de descaracterizaçã da remessa, já slicitand s dcuments necessáris - Oferecems serviçs pcinais, cm Radar Fee, emissã de LI e muits utrs para auxiliar cliente em qualquer prcess de imprtaçã. Veja a seguir s principais serviçs ferecids:» Assessria cmpleta relacinada à dcumentaçã;» Garantia d cumpriment nrmativ;» Pré-ntificaçã da chegada da carga: antes da chegada da remessa a DHL Custms já realiza a análise antecipand a infrmaçã se a remessa será descaracterizada» Liberaçã de remessa descaracterizadade curier para frmal;» Entrega em qualquer endereç atendid pela DHL Express após a liberaçã;» Infrmações cmpletas em tdas as etapas d prcess;» Prtfóli de Prduts pcinais atendend diversas necessidades de sua empresa.» Antecipa-se a slicitaçã de numerári Para cntratar DHL Custms Services basta ligar para (11) (grande Sã Paul) u (demais lcalidades). LINKS RELEVANTES Alguns endereçs dispníveis na internet trazem infrmações úteis para quem precisa imprtar uma remessa. Pr esta razã dispnibilizams a seguir alguns destes links, que pdem ser acessads para cnsultas e dúvidas cm referência de pesquisa. Nã deixe de acessá-ls:» Nrmativa Expressa: Receita Federal Clique e acesse» Nrmativa de Carga Aérea: Clique e acesse» Licença de Imprtaçã Clique e acesse» Simuladr Tributári para Imprtaçã de Carga Aérea Clique e acesse 6

7 Intrduçã Curier Sluçã Carga Aérea Expressa mdalidade frmal Dcumentaçã packing list sluções nline Check List Incterms Envis na mdalidade frmal exclusiv para as cidades de Manaus e Bel Hriznte Cada Estad Brasileir ferece benefícis fiscais para estabeleciment industrial e também para s estabeleciments cmerciais cm a isençã fiscal e crédit tributári a ICMS. Para sua empresa usufruir deste benefíci fiscal, se faz necessária a liberaçã alfandegária n Estad de Destin, cas a cntrári, estabeleciment terá que arcar cm s impsts aplicads n Estad de Sã Paul. Este nv serviç express Prta- -Aerprt, é realizad diretamente* d país de rigem para as cidades de Manaus e Bel Hriznte, e após a chegada da remessa, dispnibilizams a dcumentaçã para seu despachante de cnfiança. Esse prcess permite que tds s trâmites de Desembaraç Aduaneir sejam efetuads em seu Estad de destin, de md a manter pssíveis incentivs e benefícis fiscais as clientes.» Dr t airprt - Cleta em qualquer lugar d mund até Estad Brasileir.» Temp de trânsit cmpetitiv - mais rápid que s Agentes de Carga» Nã há cnslidaçã de Carga - carga é embarcada n mesm dia da cleta malha direta diária.» Visibilidade cmpleta - Pré-alerta e mnitria das remessas * Para alguns destins pde acntecer a remçã de carga a invés d envi diret. Cnsulte seu representante de vendas e saiba mais sbre a cntrataçã deste serviç. 7

8 Intrduçã Curier Sluçã Carga Aérea Expressa mdalidade frmal Dcumentaçã packing list sluções nline Check List Incterms dcumentaçã (carga aérea expressa e curier) FATURA COMERCIAL OU COMMERCIAL INVOICE Trata-se d dcument cmercial que frmaliza a transferência de prpriedade de um bem para um cmpradr. Tda remessa sujeita à tributaçã n país de destin precisa estar acmpanhada deste dcument. Para preencher dcument é muit simples:» Para cmeçar, é precis preenchê-l em 4 vias (uma riginal e 3 cópias), tdas assinadas;» Preencha valr unitári e ttal em dólar*;» Quantidade de cada item, pes brut e líquid;» Valr d Frete (smente quand fr pag pel exprtadr (fabricante) na rigem);» Cndições de pagament e Terms da Imprtaçã, bem cm Incterm negciad. fatura cmercial cnheciment de embarque» Infrme país de rigem d prdut e s dads detalhads d remetente e d destinatári (incluind númer de CNPJ/CPF de ambs);» Descreva detalhadamente s prduts, incluind a NCM (Nmenclatura Cmum d Mercsul)/HS (Códig Harmnizad); * É ideal que n dcument esteja cnstand valr ttal em dólar e também em real. 8

9 Intrduçã Curier Sluçã Carga Aérea Expressa mdalidade frmal Dcumentaçã packing list sluções nline Check List Incterms dcumentaçã fatura cmercial cnheciment de embarque CONHECIMENTO DE EMBARQUE (WayBill) Trata-se d cntrat de pstagem emitid pela cmpanhia transprtadra, que atesta recebiment da carga, as cndições de transprte e a brigaçã da entrega das mercadrias a destinatári legal, n pnt de destin pré-estabelecid, cnferind a psse das mercadrias. Para preencher um WayBill basta:» Infrmar tds s dads d remetente e d destinatári;» Além da descriçã de cnteúd, mencinar FORMAL IMPORT n camp de descriçã da mercadria n cas de remessas enviadas cm carga aérea expressa; Para preenchiment de um cnheciment de embarque (waybill), a DHL Express ferece ferramentas eletrônicas aut explicativas e fáceis de serem utilizadas. Vcê ecnmiza temp a salvar uma agenda de endereçs, pde rastrear suas remessas e ainda salvar dads de um embarque para repetí-ls sempre que necessári. Prcure a ferramenta eletrônica que mais se adequa à sua necessidade em nss site Infrmar valr da mercadria n camp Valr declarad ;» Cas frete seja pag n destin e destinatári tenha um númer de cnta cm a DHL Express, este númer de cnta deverá ser infrmad n camp Custs de Transprte. 9

10 Intrduçã Curier Sluçã Carga Aérea Expressa mdalidade frmal Dcumentaçã packing list sluções nline Check List Incterms Packing List O Packing List é um dcument que cntém a relaçã das mercadrias e sua finalidade é cmplementar a fatura cmercial, destinada a auxiliar a identificaçã e a fiscalizaçã de vlumes e desembaraçs aduaneirs.» Para fazer Packing List basta clcar s mesms dads d exprtadr e imprtadr da Cmercial Invice» Descriminar tdas as mercadrias embarcadas, u tds s cmpnentes de uma mesma mercadria em quantas partes estiver fracinada. A DHL Express ferece serviçs de imprtaçã expressa cm pções de entregas da DHL: a partir de crngramacrític garantid para próxim dia às pções de entregas para dias específics mens urgentes. Vcê tem uma sluçã exclusiva para facilitar e agilizar a liberaçã de remessas anuentes, u cargas aéreas expressas para as remessas cm finalidade cmercial. Acesse nss site e saiba mais sbre estes serviçs: imprtaca.html» O dcument é indispensável para as remessas enviadas cm carga aérea expressa 10

11 Intrduçã Curier Sluçã Carga Aérea Expressa mdalidade frmal Dcumentaçã packing list sluções nline Check List Incterms sluções nline DHL IMPORT EXPRESS ON-LINE DHL WEB SHIPPING As suas imprtações ficaram mais fáceis cm DHL Imprt Express Online. A DHL Express ferece prcess de imprtaçã em uma ferramenta web, que facilita a cmunicaçã entre imprtadres e frnecedres, cntrle ttal das imprtações e visibilidade cmpleta d prcess de envi, desde a cleta até a entrega. Cm DHL Imprt Express Online, s imprtadres precisam ter apenas uma cnta de imprtaçã da DHL Express para criar facilmente as instruções de embarque pr . A grande vantagem é que seu frnecedr, seja lá em qual pais estiver nã precisa ter cnta cm a DHL Express. Basta acessar e preencher s dads d envi e prnt seu frnecedr estará cm cnheciment de embarque e tda a dcumentaçã necessári para envi em mãs. O DHL IMPORT EXPRESS ON-LINE trna pssível a cmunicaçã entre imprtadres e exprtadres, de nde quer que vcê esteja, diretamente pela Internet. Veja algumas pssibilidades de us da ferramenta:» Facilidade: preparar instruções de remessa cm pucs cliques para seu frnecedr em qualquer lugar d mund.» Segurança: sua cnta de Imprtaçã é mantida em sigil, u seja, seus frnecedres nã tem acess a sua cnta de imprtaçã.» Cmunicaçã assertiva: cmunicaçã rápida e fácil entre vcê, imprtadr e exprtadr através de ntificações de s» Agilidade: imprtadr pde dispnibilizar a fatura cmercial e utrs dcuments e até arquivs, tud pela ferramenta.» Infrmaçã de Temp de trânsit e tarifas de acrd cm serviç dispnível.» Visibilidade cmpleta d prcess em qualquer lugar d mund. Dispnível 24/7 cm agenda ilimitada de dads salvs e históric ds últims 90 dias Para mais infrmações, acesse 11

12 Intrduçã Curier Sluçã Carga Aérea Expressa mdalidade frmal Dcumentaçã packing list sluções nline Check List Incterms sluções nline DHL IMPORT EXPRESS ON-LINE DHL WEB SHIPPING DHL WEB SHIPPING auxilia n prepar e manusei de remessas expressas nacinais* e internacinais através da internet. Cm DHL WEB SHIPPING vcê pde:» imprimir etiquetas» agendar cletas» salvar endereçs» rastrear arquivs Através d clique de um btã DHL WEB SHIPPING é fácil de ser utilizad. O sistema indica de acrd cm material a ser enviad, se uma remessa destinada a Brasil deve ser enviada na mdalidade de liberaçã alfandegária curier u frmal. Em cas de dúvidas sbre a mdalidade d envi, basta clicar n link >ajuda lcalizad próxim a lcal de esclha d tip de serviç, na página de detalhes d Web Shipping. Curier (liberaçã alfandegária infrmal) Envis cm valr CIF até US$3.000,00 destinads para us pessal (e nã para venda). Carga Aérea Expressa (liberaçã alfandegária frmal) Envis cm valr CIF superir a US$ 3.000,00 destinads para vendas, dações, u que necessitem de licença para imprtaçã. Acesse DHL WEB SHIPPING através d link diret aqui. 12

13 Intrduçã Curier Sluçã Carga Aérea Expressa mdalidade frmal Dcumentaçã packing list sluções nline Check List Incterms checklist IMPORTAÇAO PESSOAS FÍSICAS NÃO PERMITIDO mdalidade curier MODALIDADE FORMAL COM CARGA AÉREA EXPRESSA IMPORTAÇAO Pessa Jurídica NÃO PERMITIDO mdalidade curier MODALIDADE FORMAL COM CARGA AÉREA EXPRESSA Certifique-se de que vcê seguiu tdas as instruções dessa lista de verificaçã crretamente. LIVROS, jrnais e revistas DOCuments COMPRAS/presentes (ACIMA DE USD 3000) LIVROS, jrnais e revistas DOCuments COMPRAS/presentes (ACIMA DE USD 3000) COMPRAS/PRESENTES (ABAIXO DE USD 3000) COMPRAS/PRESENTES (ABAIXO DE USD 3000) BAGAGEM DESACOMPANHada BAGAGEM DESACOMPANHADA AMOSTRAS (ATÉ USD 3000) AMOSTRAS (ATÉ USD 3000) PRODUTO PARA REVENDA (QUALQUER VALOR) PRODUTO PARA REVENDA (QUALQUER VALOR) DOAÇÕES DOAÇÕes PRODUTO QUE REQUER LICENÇA DE IMPORTAÇÃO PRODUTO QUE REQUER LICENÇA DE IMPORTAÇÃO PRODUTO USADO PRODUTO USADO BEBIDAS ALCOÓLICAS E TABACO BEBIDAS ALCOÓLICAS E TABACO DINHEIRO DINHEIRO 13

14 Intrduçã Curier Sluçã Carga Aérea Expressa mdalidade frmal Dcumentaçã packing list sluções nline Check List Incterms incterms Os incterms (Internatinal Cmmercial Terms) sã um cnjunt de regras que ajudam a simplificar a definiçã ds direits e brigações nas negciações internacinais. Sã representads pelas letras E (partida - EXW), F (transprte internacinal nã pag - FCA, FAS, FOB), C (transprte internacinal pag - CFR, CIF, CPT, CIP), e D (chegada - DAP, DAT, DDP). N ttal há nze incterms, send que n transprte aére aplicam-se sete. A DHL Express pera smente cm três incterms, pis cm ferece um serviç Express Prta a Prta, utiliza terms sb s quais u a rigem/vendedr u destin/cmpradr pagam tds s custs de transprte. Sã eles:» EXW (Ex Wrks) - Tds s custs sã pags pel destin/cmpradr;» DAP (Delivered At Place - Duties & Taxes Unpaid) - Tds s custs de transprte sã pags pela rigem/ vendedr. Os impsts e as taxas sã pags pel destin/cmpradr;» DDP (Delivered Duty Paid) - Td transprte, as taxas e s impsts ficam pr cnta da rigem/vendedr. Serviç dispnível apenas para mdalidade curier. Cnfira a seguir a tabela cmpleta de incterms. Em cada um deles, s itens preenchids em vermelh indicam que fica a carg d vendedr/rigem, enquant s amarels sã as respnsabilidades d cmpradr/destin. CUSTOS EXW FCA FAS FOB CFR CIF CPT CIP Dat DaP DDP Embalagem e marcaçã Carregament Transprte Intern (País d Exprtadr) Desembaraç Aduaneir na Exprtaçã (Partida) Mvimentaçã em Terminal (Partida) Segur da Viagem Principal Transprte da Viagem Principal Mvimentaçã em Terminal (Chegada) Desembaraç Aduaneir na Imprtaçã (Chegada) Transprte Intern n Destin Descarga n Destin Transferência de Riscs (d Vendedr para Cmpradr) O O O O O O O O O N Lcal designad na rigem Na entrega a transprtadr INdicad pel cmpradr N cstad d navi, n cais d prt de embarque A cruzar a amurada d navi, n prt de embarque Na entrega a transprtadr cntratad pel vendedr N cais d prt de destin DDP (Delivered Duty Paid) Dispnível apenas para a mdalidade curier. As taxas e impsts d trans prte ficam pr cnta da rigem vendedr Cmpradr vendedr / Cmpradr O pcinal 14

15 Ligue para a DHL Express Sã Paul: (11) Demais lcalidades:

Novo Sistema Almoxarifado

Novo Sistema Almoxarifado Nv Sistema Almxarifad Instruções Iniciais 1. Ícnes padrões Existem ícnes espalhads pr td sistema, cada um ferece uma açã. Dentre eles sã dis s mais imprtantes: Realiza uma pesquisa para preencher s camps

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA Manual de Us (Para Detentres de Bens) Infrmações adicinais n Prtal da Crdenaçã de Patrimôni: www.cpa.unir.br 2013 Cnteúd O que papel Detentr de Bem pde fazer?... 2 Objetiv...

Leia mais

Inscrição do Candidato ao Processo de Credenciamento

Inscrição do Candidato ao Processo de Credenciamento Inscriçã d Candidat a Prcess de Credenciament O link de inscriçã permitirá que candidat registre suas infrmações para participar d Prcess de Credenciament, cnfrme Edital. Após tmar ciência de td cnteúd

Leia mais

SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA

SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA O prcess de cntrle de estque de gôndla fi desenvlvid cm uma prcess de auxili a cliente que deseja cntrlar a quantidade de cada item deve estar dispnível para venda

Leia mais

MTur Sistema Artistas do Turismo. Manual do Usuário

MTur Sistema Artistas do Turismo. Manual do Usuário MTur Sistema Artistas d Turism Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 9 4.1. CADASTRAR REPRESENTANTE... 9 4.2. CADASTRAR

Leia mais

Acesso ao menu da presença de Carga Exportação WEB

Acesso ao menu da presença de Carga Exportação WEB Manual de Utilizaçã Presença de Carga Exprtaçã WEB Acess a menu da presença de Carga Exprtaçã WEB Acessar site d TECON RG (HTTP://www.tecn.cm.br); Clicar em Tecn Online; Infrmar usuári e senha de acess

Leia mais

Manual do Novo Pátio. Revenda. Versão 2.0

Manual do Novo Pátio. Revenda. Versão 2.0 Manual d Nv Páti Revenda Versã 2.0 1 Cnteúd INTRODUÇÃO... 3 1.LOGIN... 4 2.ANUNCIANTE... 4 2.1 Listar Usuáris... 4 2.2 Criar Usuári... 5 2.2.1 Permissões:... 6 3.SERVIÇOS... 7 3.1 Serviçs... 7 3.2 Feirã...

Leia mais

Roteiro de Implantação Estoque

Roteiro de Implantação Estoque Rteir de Implantaçã Estque Revisã: 23/07/2004 Abrangência Versã 7.10 Cadastrs Básics Dicas: Explique a necessidade d preenchiment ds brigatóris (camps na cr azul). Verifique se cliente necessita que mais

Leia mais

O que é sucessão de responsabilidades?

O que é sucessão de responsabilidades? GLOSSÁRIO DO EMPREENDEDOR O que é capital inicial? É capital de gir necessári para iniciar as atividades de seu negóci e "rdar" as perações até cmeçar a gerar receita suficiente para equilibrar este capital.

Leia mais

Artigo 12 Como montar um Lava Jato

Artigo 12 Como montar um Lava Jato Artig 12 Cm mntar um Lava Jat Antigamente era cmum bservar as pessas, n final de semana, cm seus carrs, bucha e sabã nas mãs. Apesar de ainda haver pessas que preferem fazer serviç suj szinhas, s lava

Leia mais

Guia de importação formal. Para clientes.

Guia de importação formal. Para clientes. Guia de importação formal. Para clientes. Um cliente nos EUA recebe um pedido de envio para o Brasil não A remessa deve ser enviada como courier? sim O remetente preenche o AWB e a fatura comercial O remetente

Leia mais

Requisitos técnicos de alto nível da URS para registros e registradores

Requisitos técnicos de alto nível da URS para registros e registradores Requisits técnics de alt nível da URS para registrs e registradres 17 de utubr de 2013 Os seguintes requisits técnics devem ser seguids pels peradres de registr e registradres para manter a cnfrmidade

Leia mais

Manual. Autorizador da UNIMED

Manual. Autorizador da UNIMED Manual Prtal Autrizadr da UNIMED Pass a Pass para um jeit simples de trabalhar cm Nv Prtal Unimed 1. Períd de Atualizaçã Prezads Cperads e Rede Credenciada, A Unimed Sul Capixaba irá atualizar seu sistema

Leia mais

Operação Metalose orientações básicas à população

Operação Metalose orientações básicas à população Operaçã Metalse rientações básicas à ppulaçã 1. Quem é respnsável pel reclhiment de prduts adulterads? As empresas fabricantes e distribuidras. O Sistema Nacinal de Vigilância Sanitária (Anvisa e Vigilâncias

Leia mais

CRC-MG Central de Registro Civil de Minas Gerais Certidão Online - Serventia. Manual do usuário

CRC-MG Central de Registro Civil de Minas Gerais Certidão Online - Serventia. Manual do usuário CRC-MG Central de Registr Civil de Minas Gerais Certidã Online - Serventia Manual d usuári Prefáci Data: 30/01/2015 Versã dcument: 1.0 1. COMO ACESSAR O MÓDULO DA CERTIDÃO ONLINE... 04 2. OPÇÕES DE PEDIDOS

Leia mais

MANUAL DO PRODUTO GERGERAISISTÊNCI SEGURO APP INVEST

MANUAL DO PRODUTO GERGERAISISTÊNCI SEGURO APP INVEST MANUAL DO PRODUTO GERGERAISISTÊNCI SEGURO APP INVEST A MANUAL DO PRODUTO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS DE PASSAGEIROS E/OU TRIPULANTE (APP) INVEST O presente Manual d Prdut cntém: SEGURO APP INVEST 1. VANTAGENS

Leia mais

Contabilidade Martins

Contabilidade Martins DOCUMENTOS PARA CONTABILIDADE Visand melhrar nss intercâmbi administrativ e s serviçs prestads pr este escritóri, remetems instruções cm relaçã a sua mvimentaçã mensal, dand ênfase a cntrle de arquivs,

Leia mais

GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisão: 000

GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisão: 000 GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisã: 000 A Mercur S.A., empresa estabelecida desde 1924, se precupa em cnduzir as suas relações de acrd cm padrões étics e cmerciais, através d cumpriment da legislaçã

Leia mais

GUIA PRÁTICO DE APOIO ÀS EXPORTAÇÕES

GUIA PRÁTICO DE APOIO ÀS EXPORTAÇÕES GUIA PRÁTICO DE APOIO ÀS EXPORTAÇÕES 1. Aspectos operacionais 1.1 Roteiro para exportação 1º Passo Efetuar o registro de exportador na Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento,

Leia mais

Anexo V. Software de Registro Eletrônico em Saúde. Implantação em 2 (duas) Unidades de Saúde

Anexo V. Software de Registro Eletrônico em Saúde. Implantação em 2 (duas) Unidades de Saúde Anex V Sftware de Registr Eletrônic em Saúde Implantaçã em 2 (duas) Unidades de Saúde Índice 1 INTRODUÇÃO... 3 2 ESTRATÉGIAS E PROCEDIMENTOS DE IMPLANTAÇÃO... 3 4 INFRAESTRUTURA NAS UNIDADES DE SAÚDE -

Leia mais

Orientações para a Escrituração Contábil Digital (Sped Contábil) Versão 14.01 Soluções SPDATA

Orientações para a Escrituração Contábil Digital (Sped Contábil) Versão 14.01 Soluções SPDATA 2015 Orientações para a Escrituraçã Cntábil Digital (Sped Cntábil) Versã 14.01 Sluções SPDATA Equipe SAT Análise Desenvlviment e Qualidade de Sftware 07/04/2015 Sumári Objetiv... 3 Cnsiderações gerais...

Leia mais

Vensis Manutenção. Rua Américo Vespúcio, 71 Porto Alegre / RS (51) 3012-4444 comercial@vensis.com.br www.vensis.com.br

Vensis Manutenção. Rua Américo Vespúcio, 71 Porto Alegre / RS (51) 3012-4444 comercial@vensis.com.br www.vensis.com.br Vensis Manutençã Vensis Manutençã É módul que permite gerenciament da manutençã de máquinas e equipaments. Prgramaçã de manutenções preventivas u registr de manutenções crretivas pdem ser feits de frma

Leia mais

Supply Chain Game. EXERCÍCIOS PRÁTICOS DE LOGÍSTICA E CADEIA DE SUPRIMENTOS Autor: Prof. Dr. Daniel Bertoli Gonçalves

Supply Chain Game. EXERCÍCIOS PRÁTICOS DE LOGÍSTICA E CADEIA DE SUPRIMENTOS Autor: Prof. Dr. Daniel Bertoli Gonçalves Supply Chain Game EXERCÍCIOS PRÁTICOS DE LOGÍSTICA E CADEIA DE SUPRIMENTOS Autr: Prf. Dr. Daniel Bertli Gnçalves Exercíci Prátic 1 Simuland uma Cadeia e planejand seus estques Lcal: em sala de aula Material

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalaçã Prdut: n-hst Versã d prdut: 4.1 Autr: Aline Della Justina Versã d dcument: 1 Versã d template: Data: 30/07/01 Dcument destinad a: Parceirs NDDigital, técnics de suprte, analistas de

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MANUAL DE PROCEDIMENTOS Etapa 3 Cadastr d Prcess Seletiv O Presidente da CRM cadastra s dads d prcess n sistema. O prcess seletiv é a espinha drsal d sistema, vist que pr mei dele regem-se tdas as demais

Leia mais

SDK (Software Development Kit) do Microsoft Kinect para Windows

SDK (Software Development Kit) do Microsoft Kinect para Windows SDK (Sftware Develpment Kit) d Micrsft Kinect para Windws Os presentes terms de licença cnstituem um acrd entre a Micrsft Crpratin (u, dependend d lcal n qual vcê esteja dmiciliad, uma de suas afiliadas)

Leia mais

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO UC_REQ-MK_ACF-001 27/01/2015 00 1 / 12 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 Objetiv... 2 Públic Alv... 2 Escp... 2 Referências... 2 DESCRIÇÃO GERAL DO PRODUTO... 2 Características d Usuári... 2 Limites, Supsições e

Leia mais

Plano Promocional de Fornecimento de Infra-estrutura de Acesso a Serviços Internet de Banda Estreita Dial Provider 1

Plano Promocional de Fornecimento de Infra-estrutura de Acesso a Serviços Internet de Banda Estreita Dial Provider 1 Sã Paul, 26 de dezembr de 2005 Plan Prmcinal de Frneciment de Infra-estrutura de Acess a Serviçs Internet de Banda Estreita Dial Prvider 1 Telecmunicações de Sã Paul S.A - TELESP. ( Telesp ), tend em vista

Leia mais

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário MTUR Sistema FISCON Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 5 4.1. CADASTRAR CONVENENTE... 5 4.2. INSERIR FOTOS DOS CONVÊNIOS...

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE CONFIGURAÇÃO PARA WINDOWS

GUIA RÁPIDO DE CONFIGURAÇÃO PARA WINDOWS GUIA RÁPIDO DE CONFIGURAÇÃO PARA WINDOWS CONTEÚDO 1. Intrduçã... 3 2. Requisits de Sftware e Hardware:... 3 3. Usuári e Grups:... 3 3.1. Cnfigurand cm Micrsft AD:... 3 3.2. Cnfigurand s Grups e Usuáris:...

Leia mais

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário MTUR Sistema FISCON Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 5 4.1. CADASTRAR CONVENENTE... 5 4.2. INSERIR FOTOGRAFIAS/IMAGENS

Leia mais

1 Criando uma conta no EndNote

1 Criando uma conta no EndNote O EndNte Basic (anterirmente cnhecid pr EndNte Web), é um sftware gerenciadr de referências desenvlvid pela Editra Thmsn Reuters. Permite rganizar referências bibligráficas para citaçã em artigs, mngrafias,

Leia mais

Manual de Operação WEB SisAmil - Gestão

Manual de Operação WEB SisAmil - Gestão Manual de Operaçã WEB SisAmil - Gestã Credenciads Médics 1 Índice 1. Acess Gestã SisAmil...01 2. Autrizaçã a. Inclusã de Pedid...01 b. Alteraçã de Pedid...10 c. Cancelament de Pedid...11 d. Anexs d Pedid...12

Leia mais

Manual do DEC Domicílio Eletrônico do Contribuinte

Manual do DEC Domicílio Eletrônico do Contribuinte GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA FAZENDA Crdenadria da Administraçã Tributária Diretria Executiva da Administraçã Tributária Manual d DEC Dmicíli Eletrônic d Cntribuinte Manual DEC (dezembr

Leia mais

Supply Chain Game. EXERCÍCIOS PRÁTICOS DE LOGÍSTICA E CADEIA DE SUPRIMENTOS Autor: Prof. Dr. Daniel Bertoli Gonçalves

Supply Chain Game. EXERCÍCIOS PRÁTICOS DE LOGÍSTICA E CADEIA DE SUPRIMENTOS Autor: Prof. Dr. Daniel Bertoli Gonçalves Supply Chain Game EXERCÍCIOS PRÁTICOS DE LOGÍSTICA E CADEIA DE SUPRIMENTOS Autr: Prf. Dr. Daniel Bertli Gnçalves Exercíci Prátic Simuland Cadeias de Supriments v2.0 Lcal: em sala de aula Material Necessári:

Leia mais

Regulamento do programa de bolsas de estudos

Regulamento do programa de bolsas de estudos Regulament d prgrama de blsas de estuds Unidades Ri de Janeir e Sã Paul Data de publicaçã: 13/05/2015 Regulament válid até 30/08/2015 1 1. Sbre prgrama Através de um prcess seletiv, prgrama de blsas de

Leia mais

Guia Sphinx: Instalação, Reposição e Renovação

Guia Sphinx: Instalação, Reposição e Renovação Guia Sphinx: Instalaçã, Repsiçã e Renvaçã V 5.1.0.8 Instalaçã Antes de instalar Sphinx Se vcê pssuir uma versã anterir d Sphinx (versões 1.x, 2.x, 3.x, 4.x, 5.0, 5.1.0.X) u entã a versã de Demnstraçã d

Leia mais

Sua Empresa Tem Um Contrato Com Uma Grande Empresa QUE Exige Uma Garantia, Caução ou Fiança? Garantia do Executante Construtor (PERFORMANCE BOND)

Sua Empresa Tem Um Contrato Com Uma Grande Empresa QUE Exige Uma Garantia, Caução ou Fiança? Garantia do Executante Construtor (PERFORMANCE BOND) Segur Garantia O que é Segur Garantia? Sua Empresa Participa de Cncrrência Pública? Sua Empresa Tem Um Cntrat Cm Uma Grande Empresa QUE Exige Uma Garantia, Cauçã u Fiança? Partes Intervenientes Garantia

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações SAZONALIZAÇÃO DE CONTRATO INICIAL E DE ENERGIA ASSEGURADA PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment de Mercad para

Leia mais

INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR

INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR A pertinência e valr demnstrad das valências d Cartã de Saúde Cfre, em razã d flux de adesões e pedids de esclareciment, trnam essencial dar evidência e respsta a algumas situações

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Escrituração Contábil Digital ECD

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Escrituração Contábil Digital ECD Parecer Cnsultria Tributária Segments Escrituraçã Cntábil Digital ECD 23/12/2013 Parecer Cnsultria Tributária Segments Títul d dcument Sumári Sumári... 2 1. Questã... 3 2. Nrmas Apresentadas Pel Cliente...

Leia mais

ALTERAÇÕES NO SISTEMA ORION

ALTERAÇÕES NO SISTEMA ORION ALTERAÇÕES NO SISTEMA ORION Orin Versã 7.74 TABELAS Clientes Na tela de Cadastr de Clientes, fi inserid btã e um camp que apresenta códig que cliente recebeu após cálcul da Curva ABC. Esse btã executa

Leia mais

Legenda da Mensagem de Resposta à Verificação de Elegibilidade (respostaelegibilidade)

Legenda da Mensagem de Resposta à Verificação de Elegibilidade (respostaelegibilidade) Legenda da Mensagem de Respsta à Verificaçã de Elegibilidade (respstaelegibilidade) Mensagem : Respta à verificaçã de elegibilidade (respstaelegibilidade) - Flux : Operadra para Prestadr Códig da mensagem

Leia mais

Perguntas frequentes sobre o Programa Banda Larga nas Escolas

Perguntas frequentes sobre o Programa Banda Larga nas Escolas Perguntas frequentes sbre Prgrama Banda Larga nas Esclas 1. Qual bjetiv d Prgrama Banda Larga nas Esclas? O Prgrama Banda Larga nas Esclas tem cm bjetiv cnectar tdas as esclas públicas à internet, rede

Leia mais

Boletim Comercial. Tema: BC003 Plano de Disponibilidade Ilimitada de Recursos UV. Introdução

Boletim Comercial. Tema: BC003 Plano de Disponibilidade Ilimitada de Recursos UV. Introdução Bletim Cmercial Tema: BC003 Plan de Dispnibilidade Ilimitada de Recurss UV Intrduçã Sistemas de cura UV sã cada vez mais presentes em indústrias que imprimem grandes vlumes de materiais, independente d

Leia mais

PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP 2014

PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP 2014 QUALIDADE RS PGQP PROGRAMA GAÚCHO DA QUALIDADE E PRODUTIVIDADE PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP 2014 GUIA PARA CANDIDATURA SUMÁRIO 1. O PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP... 3 1.1 Benefícis... 3 2. PREMIAÇÃO... 3 2.1 Diretrizes

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO VIAGEM DOS SONHOS COM CEAV JR

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO VIAGEM DOS SONHOS COM CEAV JR REGULAMENTO DA PROMOÇÃO VIAGEM DOS SONHOS COM CEAV JR Este srtei nã se enquadra nas dispsições da Lei 5.768/71 e suas respectivas regulamentações e, prtant, nã está sujeita as seus terms, inclusive n que

Leia mais

Manual de Procedimentos do Correspondente no País

Manual de Procedimentos do Correspondente no País Manual de Prcediments d Crrespndente n País Manual de Prcediments d Crrespndente n País A BV Financeira elabru este manual para rientar e esclarecer seus parceirs cmerciais, de frma simples e bjetiva,

Leia mais

WEBSITE LOJAS JOMÓVEIS

WEBSITE LOJAS JOMÓVEIS WEBSITE LOJAS JOMÓVEIS Manual d Usuári Elabrad pela W3 Autmaçã e Sistemas Infrmaçã de Prpriedade d Grup Jmóveis Este dcument, cm tdas as infrmações nele cntidas, é cnfidencial e de prpriedade d Grup Jmóveis,

Leia mais

SGCT - Sistema de Gerenciamento de Conferências Tecnológicas

SGCT - Sistema de Gerenciamento de Conferências Tecnológicas SGCT - Sistema de Gerenciament de Cnferências Tecnlógicas Versã 1.0 09 de Setembr de 2009 Institut de Cmputaçã - UNICAMP Grup 02 Andre Petris Esteve - 070168 Henrique Baggi - 071139 Rafael Ghussn Can -

Leia mais

ISO 9001:2008 alterações à versão de 2000

ISO 9001:2008 alterações à versão de 2000 ISO 9001:2008 alterações à versã de 2000 Já passaram quase it ans desde que a versã da ISO 9001 d an 2000 fi publicada, que cnduziu à necessidade de uma grande mudança para muitas rganizações, incluind

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÕES ON-LINE N prcess de renvaçã de matrículas para an lectiv 2010/2011, e na sequência d plan de melhria cntínua ds serviçs a dispnibilizar as aluns, IPVC ferece, pela

Leia mais

ORIENTAÇÕES AOS CANDIDATOS CONTEMPLADOS NO

ORIENTAÇÕES AOS CANDIDATOS CONTEMPLADOS NO ORIENTAÇÕES AOS CANDIDATOS CONTEMPLADOS NO Prezad(a) Alun(a) A mbilidade acadêmica internacinal é uma prtunidade valisa para seu cresciment individual, acadêmic e prfissinal. Nã permita que a falta de

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment de Mercad para Prcediment de Cmercializaçã. Inserid

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO ÍNDICE QUE VALORES [MASTERSAF DFE] TRAZEM PARA VOCÊ? 1. VISÃO GERAL E REQUISITOS PARA INSTALAÇÃO... 2 1.1. AMBIENTE... 2 1.2. BANCO DE DADOS... 4 2. BAIXANDO OS INSTALADORES DO DFE MASTERSAF... 5 3. INICIANDO

Leia mais

Boletim Técnico. CAGED Portaria 1129/2014 MTE. Procedimento para Implementação. Procedimento para Utilização

Boletim Técnico. CAGED Portaria 1129/2014 MTE. Procedimento para Implementação. Procedimento para Utilização Bletim Técnic CAGED Prtaria 1129/2014 MTE Prdut : TOTVS 11 Flha de Pagament (MFP) Chamad : TPRQRW Data da criaçã : 26/08/2014 Data da revisã : 12/11/2014 País : Brasil Bancs de Dads : Prgress, Oracle e

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO EVENTOS

MANUAL DO USUÁRIO EVENTOS SISTEMA DE INFORMAÇÃO E GESTÃO INTEGRADA POLICIAL Elabrad: Equipe SAG Revisad: Data: 17-09-2008 Data: Aprvad: Data: A autenticaçã d dcument cnsta n arquiv primári da Qualidade Referencia: Help_Online_Events.dc

Leia mais

Agenda. A interface de Agendamento é encontrada no Modulo Salão de Vendas Agendamento Controle de Agendamento, e será apresentada conforme figura 01.

Agenda. A interface de Agendamento é encontrada no Modulo Salão de Vendas Agendamento Controle de Agendamento, e será apresentada conforme figura 01. Agenda Intrduçã Diariamente cada um ds trabalhadres de uma empresa executam diversas atividades, muitas vezes estas atividades tem praz para serem executadas e devem ser planejadas juntamente cm utras

Leia mais

Número de cédula profissional (se médico); Nome completo; 20/06/2014 1/7

Número de cédula profissional (se médico); Nome completo; 20/06/2014 1/7 Mdel de Cmunicaçã Sistema Nacinal de Vigilância Epidemilógica Âmbit d Dcument O presente dcument traduz mdel de cmunicaçã entre Centr de Suprte da SPMS e clientes d Sistema Nacinal de Vigilância Epidemilógica.

Leia mais

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE RESOLUÇÃO N 379, DE 19 DE OUTUBRO DE 2006 Cria e regulamenta sistema de dads e infrmações sbre a gestã flrestal n âmbit d Sistema Nacinal

Leia mais

GESTÃO DE PROJETOS. Uma visão geral Baseado nas diretrizes do PMI

GESTÃO DE PROJETOS. Uma visão geral Baseado nas diretrizes do PMI GESTÃO DE PROJETOS Uma visã geral Bead n diretrizes d PMI 1 Intrduçã Objetiv da Apresentaçã O bjetiv é frnecer uma visã geral ds prcesss de Gestã de Prjets aplicads à Gestã de Empreendiments. O que é Prjet?

Leia mais

Processo TCar Balanço Móbile

Processo TCar Balanço Móbile Prcess TCar Balanç Móbile Tecinc Infrmática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Centr Cascavel PR 1 Sumári Intrduçã... 3 Funcinalidade... 3 1 Exprtaçã Arquiv Cletr de Dads (Sistema TCar)... 4 1.1 Funcinalidade...

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração

Manual de Instalação e Configuração Manual de Instalaçã e Cnfiguraçã Prdut:n-ReleaserEmbedded fr Lexmark Versã 1.2.1 Versã d Dc.:1.0 Autr: Lucas Machad Santini Data: 14/04/2011 Dcument destinad a: Clientes e Revendas Alterad pr: Release

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO ANTECEDENTES CRIMINAIS

MANUAL DO USUÁRIO ANTECEDENTES CRIMINAIS SISTEMA DE INFORMAÇÃO E GESTÃO INTEGRADA POLICIAL Elabrad: Equipe SAG Revisad: Aprvad: Data: 11/09/2008 Data: 10/10/2008 Data: A autenticaçã d dcument cnsta n arquiv primári da Qualidade Referencia: Help_Online_Antecedentes_Criminais.dc

Leia mais

FKcorreiosg2_cp1 - Complemento Transportadoras

FKcorreiosg2_cp1 - Complemento Transportadoras FKcrreisg2_cp1 - Cmplement Transprtadras Instalaçã d módul Faça dwnlad d arquiv FKcrreisg2_cp1.zip, salvand- em uma pasta em seu cmputadr. Entre na área administrativa de sua lja: Entre n menu Móduls/Móduls.

Leia mais

Lista de Documentos o Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de alimentos Documentos para estabelecimentos comerciais (pessoa física)

Lista de Documentos o Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de alimentos Documentos para estabelecimentos comerciais (pessoa física) Lista de Dcuments Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de aliments Dcuments para estabeleciments cmerciais (pessa física) 1) Ficha de Inscriçã Cadastral, preenchida na própria VISA; 2) Cópia

Leia mais

Sistema: Jera Store & Service Versão : 2.5 Release: 2.5.1.928 Banco de Dados: Firebird - Versão: 2.5.3 Data: 05/04/2015

Sistema: Jera Store & Service Versão : 2.5 Release: 2.5.1.928 Banco de Dados: Firebird - Versão: 2.5.3 Data: 05/04/2015 Sistema: Jera Stre & Service Versã : 2.5 Release: 2.5.1.928 Banc de Dads: Firebird - Versã: 2.5.3 Data: 05/04/2015 O sistema cntempla s móduls abaix. Os móduls adicinais (cmercializads a parte) estã destacads:

Leia mais

NORMATIVA ADMINISTRATIVA

NORMATIVA ADMINISTRATIVA Assunt: DIRETRIZES PARA COMPRA E APROVEITAMENTO DE Data de Emissã: Data de Revisã: De: 18/12/2013 Assunts Estratégics Tdas as áreas d 1. OBJETIVO E CAMPO DE APLICAÇÃO Estabelecer regras e parâmetrs que

Leia mais

Agenda: 2015 Sage Software, Inc. All rights reserved. 2/1/2016 3 2015 Sage Software, Inc. All rights reserved. 2/1/2016 5

Agenda: 2015 Sage Software, Inc. All rights reserved. 2/1/2016 3 2015 Sage Software, Inc. All rights reserved. 2/1/2016 5 Agenda: Event Sage AEBB Legislaçã inventári permanente (reduçã ds limites) Cnfigurações inventári permanente (ligaçã à CTB) O inventári a 31 de dezembr (imprtância d cntrl stcks, sage inventáris cntagem

Leia mais

PRÊMIO AUTOMAÇÃO - CATEGORIA DE JORNALISMO

PRÊMIO AUTOMAÇÃO - CATEGORIA DE JORNALISMO PRÊMIO AUTOMAÇÃO - CATEGORIA DE JORNALISMO REGULAMENTO 1. DOS OBJETIVOS DO PRÊMIO O PRÊMIO NA CATEGORIA DE JORNALISMO tem cm bjetiv premiar matérias veiculadas na imprensa nacinal relativas a temas ligads

Leia mais

SEGURANÇA NO TRABALHO CONTRATADOS E TERCEIROS DO CLIENTE

SEGURANÇA NO TRABALHO CONTRATADOS E TERCEIROS DO CLIENTE Flha 1 de 8 Rev. Data Cnteúd Elabrad pr Aprvad pr 0 16/06/2004 Emissã inicial englband a parte técnica d GEN PSE 004 Luiz C. Sants Cmitê da Qualidade 1 31/01/2006 Revisã geral Luiz C. Sants Cmitê da Qualidade

Leia mais

Âmbito do Documento. Modelo de Comunicação. Modelo de Comunicação. Prescrição Eletrónica Médica - Aplicação

Âmbito do Documento. Modelo de Comunicação. Modelo de Comunicação. Prescrição Eletrónica Médica - Aplicação Mdel de Cmunicaçã Prescriçã Eletrónica Médica - Aplicaçã Âmbit d Dcument O presente dcument traduz mdel de cmunicaçã entre Centr de Suprte da SPMS e clientes da aplicaçã de Prescriçã Eletrónica Médica

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO FINANCEIRO

MANUAL DO USUÁRIO FINANCEIRO SIGIO Sistema Integrad de Gestã de Imprensa Oficial MANUAL DO USUÁRIO FINANCEIRO S I G I O M A N U A L D O U S U Á R I O P á g i n a 2 Cnteúd 1 Intrduçã... 3 2 Acess restrit a sistema... 4 2.1 Tips de

Leia mais

Todos os direitos reservados Versão 1.2

Todos os direitos reservados Versão 1.2 Guia de Relatóris Tds s direits reservads Versã 1.2 1 Guia de Relatóris Índice 1 Pedids... 3 1.1 Mnitr de Pedids... 3 1.2 Pedids... 4 1.3 Estatísticas de Pedids... 5 1.4 Acess e Cnsum... 7 1.5 Pedids pr

Leia mais

Ontologias: da Teoria à Prática

Ontologias: da Teoria à Prática Ontlgias: da Teria à Prática I Escla de Ontlgias UFAL-USP Endhe Elias e Olav Hlanda Núcle de Excelência em Tecnlgias Sciais - NEES Universidade Federal de Alagas UFAL Rteir Mtivaçã Ontlgias Engenharia

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Faculdade de Tecnlgia SENAI Flrianóplis e Faculdade de Tecnlgia SENAI Jaraguá d Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduaçã Lat Sensu MBA em Gestã de Prjets A Faculdade de Tecnlgia SENAI/SC em Flrianóplis

Leia mais

Versão 14.0 Junho 2015 www.psr-inc.com Contato: sddp@psr-inc.com. Representação mais detalhada da operação em cada estágio: 21 blocos

Versão 14.0 Junho 2015 www.psr-inc.com Contato: sddp@psr-inc.com. Representação mais detalhada da operação em cada estágio: 21 blocos Versã 14.0 Junh 2015 www.psr-inc.cm Cntat: sddp@psr-inc.cm SDDP VERSÃO 14.0 Nvidades Representaçã mais detalhada da peraçã em cada estági: 21 blcs Tradicinalmente, a peraçã de cada estági (semana u mês)

Leia mais

INDICE DE PREÇOS TURISTICO. Desenvolvido no quadro do Programa Comum de Estatística CPLP com o apoio técnico do INE de Portugal

INDICE DE PREÇOS TURISTICO. Desenvolvido no quadro do Programa Comum de Estatística CPLP com o apoio técnico do INE de Portugal INDICE DE PREÇOS TURISTICO Desenvlvid n quadr d Prgrama Cmum de Estatística CPLP cm api técnic d INE de Prtugal Estrutura da Apresentaçã INTRODUÇÃO. METODOLOGIA. FORMA DE CÁLCULO. PROCESSO DE TRATAMENTO.

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Faculdade de Tecnlgia SENAI Flrianóplis e Faculdade de Tecnlgia SENAI Jaraguá d Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduaçã Lat Sensu em Gestã da Segurança da Infrmaçã em Redes de Cmputadres A Faculdade

Leia mais

SEMINÁRIO FINANÇAS EFINANCIAMENTO VIABILIZANDO INVESTIMENTO NAS PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS 17 DE NOVEMBRO, 2014

SEMINÁRIO FINANÇAS EFINANCIAMENTO VIABILIZANDO INVESTIMENTO NAS PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS 17 DE NOVEMBRO, 2014 SEMINÁRIO FINANÇAS EFINANCIAMENTO VIABILIZANDO INVESTIMENTO NAS PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS 17 DE NOVEMBRO, 2014 ESTRATÉGIA DESEGMENTAÇÃO ESTRATÉGIA DE SEGMENTAÇÃO Estrutura segmentada vltada a estratégia

Leia mais

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA 2º semestre / 2012 O Prgrama de Educaçã Cntinuada da trna públic, para cnheciment

Leia mais

Plano de aulas 2010 1ª série 1ª aula 2ª etapa

Plano de aulas 2010 1ª série 1ª aula 2ª etapa Plan de aulas 2010 1ª série 1ª aula 2ª etapa Escla Clégi Eng Juarez Wanderley Prfessr Fernand Nishimura de Aragã Disciplina Infrmática Objetivs Cnstruçã de um website pessal para publicaçã de atividades

Leia mais

Os novos usos da tecnologia da informação nas empresas Sistemas de Informação

Os novos usos da tecnologia da informação nas empresas Sistemas de Informação Os nvs uss da tecnlgia da infrmaçã nas empresas Sistemas de Infrmaçã Prf. Marcel da Silveira Siedler siedler@gmail.cm SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Planejament

Leia mais

Apresentação do Curso

Apresentação do Curso At endi m ent acl i ent e Apr es ent aç ãdc ur s Apresentaçã d Curs O curs Atendiment a Cliente fi elabrad cm bjetiv de criar cndições para que vcê desenvlva cmpetências para: Identificar s aspects que

Leia mais

Copyright 1999-2006 GrupoPIE Portugal, S.A. Manual Utilizador

Copyright 1999-2006 GrupoPIE Portugal, S.A. Manual Utilizador Reprts Relatóris à sua Medida Reprts Cpyright 1999-2006 GrupPIE Prtugal, S.A. Reprts 1. WinREST Reprts...5 1.1. Licença...6 1.2. Linguagem...7 1.3. Lgin...7 1.4. Página Web...8 2. Empresas...9 2.1. Cm

Leia mais

2. COMO IMPORTAR 1 PLANEJAMENTO 2 CONTATOS COM POTENCIAIS FORNECEDORES 3 IDENTIFICAR NCM, TRATAMENTO ADMINISTRATIVO E TRIBUTÁRIO.

2. COMO IMPORTAR 1 PLANEJAMENTO 2 CONTATOS COM POTENCIAIS FORNECEDORES 3 IDENTIFICAR NCM, TRATAMENTO ADMINISTRATIVO E TRIBUTÁRIO. 1 2 2. COMO IMPORTAR 2.1. FLUXOGRAMA DE IMPORTAÇÃO 1 PLANEJAMENTO A fase de planejamento das importações é geralmente parte integrante do planejamento geral da empresa para atender sua necessidade de máquinas,

Leia mais

Manual do Licitante Pregão Eletrônico - SIAG ÍNDICE DE REVISÃO

Manual do Licitante Pregão Eletrônico - SIAG ÍNDICE DE REVISÃO ÍNDICE DE REVISÃO Data Versã Descriçã Páginas 2/75 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 5 2. ÁREA DO LICITANTE 5 3. ACESSANDO O SISTEMA 5 2.1 Pregões 6 2.1.1 Em Andament 6 Assistind Pregã 7 2.1.2 Futurs 10 2.1.3 Lançar

Leia mais

SCPI 8.0 - Módulo Compras

SCPI 8.0 - Módulo Compras SCPI 8.0 - Módul Cmpras Guia d usuári Junh / 2014 Versã: 8.21.14.1396 script: 7116 Firilli Sc. Civil Ltda. Sftware Assistência e Cnsultria Municipal. Av. Marginal, 65 Distrit Industrial CEP 15.140-000

Leia mais

^i * aesíqn e=> ~omunícc3ç:c30

^i * aesíqn e=> ~omunícc3ç:c30 ^i * aesíqn e=> ~munícc3ç:c30 CONTRATO DE LICENÇA DE USO DO SISTEMA - SUBMIT CMS Web Site da Prefeitura de Frei Martinh - Paraíba 1. IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES CONTRATANTE Prefeitura Municipal de Frei Martinh

Leia mais

Ficha Cadastro Pessoa Física

Ficha Cadastro Pessoa Física Ficha Cadastr Pessa Física Grau de sigil #00 Em se tratand de mais de um titular, preencher uma ficha para cada um. Cas necessári, utilize utra ficha para cmpletar s dads. Dads da Cnta na CAIXA Cód. agência

Leia mais

Perguntas e Respostas mais Freqüentes IMPORTA FÁCIL CIÊNCIA

Perguntas e Respostas mais Freqüentes IMPORTA FÁCIL CIÊNCIA Perguntas e Respostas mais Freqüentes IMPORTA FÁCIL CIÊNCIA 1. O Que é? O Importa Fácil Ciência é destinado a pesquisadores/entidades de pesquisa cientifica ou tecnológica, devidamente credenciadas no

Leia mais

PROPOSTA DE DESENVOLVIMENTO

PROPOSTA DE DESENVOLVIMENTO R.M. Infrmática Cmérci e Serviç Ltda CNPJ: 04.831.742/0001-10 Av. Rdrig Otávi, 1866, Módul 22 Distrit Industrial - Manaus - AM Tel./Fax (92) 3216-3884 http://www.amaznit.cm.br e-mail: amaznit@amaznit.cm.br

Leia mais

Aliança Estratégica com a Delta Dezembro, 2011. Uma Consistente História de Investimento

Aliança Estratégica com a Delta Dezembro, 2011. Uma Consistente História de Investimento Aliança Estratégica cm a Delta Dezembr, 2011 Uma Cnsistente História de Investiment 1 Agenda Resum da Operaçã 1 Benefícis da Operaçã 2 2 Disclaimer O material a seguir é uma apresentaçã cnfidencial cntend

Leia mais

Tutorial de criação de um blog no Blogger

Tutorial de criação de um blog no Blogger Tutrial de criaçã de um blg n Blgger Bem-vind a Blgger! Este guia pde ajudar vcê a se familiarizar cm s recurss principais d Blgger e cmeçar a escrever seu própri blg. Para cmeçar a usar Blgger acesse

Leia mais

Manual de Configuração

Manual de Configuração Manual de Cnfiguraçã Pnt de Venda (PDV) Versã: 1.1 Índice 1 EASYASSIST PONTO DE VENDA (PDV)... 3 1.1 INSTALANDO O TERMINAL EASYASSIST PONTO DE VENDA (PDV)... 3 1.2 CAPTURANDO O NÚMERO DE SÉRIE E O GT DO

Leia mais

APRESENTAM: OPERAÇÃO MARÉ VERMELHA

APRESENTAM: OPERAÇÃO MARÉ VERMELHA APRESENTAM: OPERAÇÃO MARÉ VERMELHA BYSOFT História Desenvlvedra de Sluções em Sistemas para Cmérci Exterir, fundada em1991. Pineira n desenvlviment de sistemas para api as peradres lgístics, imprtadres

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E DE ÉTICA POLÍTICA SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO

CÓDIGO DE CONDUTA E DE ÉTICA POLÍTICA SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO CÓDIGO DE CONDUTA E DE ÉTICA POLÍTICA SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO POLÍTICA SOBRE PRESENTESE ENTRETENIMENTO Oferecer u receber presentes cmerciais e entreteniment é frequentemente uma frma aprpriada

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO DA VERSÃO

DOCUMENTAÇÃO DA VERSÃO DOCUMENTAÇÃO DA VERSÃO V2.04 S4 Página 1 de 14 INDICE ALTERAÇÕES IMPLEMENTADAS NA VERSÃO 2.04 DO SST...3 ITENS DE MENU CRIADOS PARA A VERSÃO 2.04...3 PRESTADOR...3 Relatóri de Metas...3 CLIENTE...4 Tela

Leia mais