Lista de Documentos o Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de alimentos Documentos para estabelecimentos comerciais (pessoa física)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Lista de Documentos o Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de alimentos Documentos para estabelecimentos comerciais (pessoa física)"

Transcrição

1 Lista de Dcuments Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de aliments Dcuments para estabeleciments cmerciais (pessa física) 1) Ficha de Inscriçã Cadastral, preenchida na própria VISA; 2) Cópia de RG; 3) Cópia d CPF; 4) Cópia d cmprvante d IPTU d endereç cmercial; 5) Requeriment de vistria assinad pel representante legal. Obs: alvará smente será liberad após a realizaçã da vistria e aprvaçã d fiscal. Dcuments para estabeleciments cmerciais (pessa jurídica) 1) Inscriçã Municipal; 2) Cópia d cntrat scial; 3) Cópia d CNPJ; 4) Requeriment de vistria assinad pel representante legal. Obs: alvará smente será liberad após a realizaçã da vistria e aprvaçã d fiscal. Dcuments para Indústrias de Aliments, Czinhas Industriais, Hipermercads, e utrs estabeleciments de acrd cm avaliaçã técnica 1) Prjet Arquitetônic (planta baixa) e memrial descritiv das 2) Inscriçã Municipal; 3) Cópia d cntrat scial; 5) Cópia d cntrat de serviç cm Respnsável Técnic; 6) Certificad u diplma em curs que cntemple as Bas Práticas de Fabricaçã de Aliments para Respnsável Técnic; 7) Requeriment de vistria assinad pel representante legal. Obs: alvará smente será liberad após a realizaçã da vistria e aprvaçã d fiscal. Abertura de empresas das áreas de: Medicaments, Csmétics, Crrelats e Saneantes. Drgarias, Distribuidras de Medicaments, Distribuidras e Atacadistas de Crrelats (Prduts e Equipaments Médic Hspitalar), Transprtadra de Medicaments e Prduts

2 Farmquímics, Indústrias de Csmétics, Indústrias de Csmétics, Indústrias de Saneantes, Farmácias de Manipulaçã 1) Prjet Arquitetônic (planta baixa) e memrial descritiv das 2) Requeriment para expediçã de alvará, preenchid e assinad pel 3) Cópia d cntrat scial e alterações; 4) Númer da Inscriçã Municipal; 5) Cópia d CNPJ; 6) Cópia d cntrat de prestaçã de serviçs (expedid pel respectiv cnselh de classe), carteira de trabalh e carteira prfissinal d Respnsável Técnic R.T (se R.T fizer parte d a sciedade, apresentar cópia da carteira prfissinal e declaraçã d respectiv cnselh de classe cnstand hrári de assistência; 7) Prva da habilitaçã legal d R.T expedid pel respectiv cnselh de classe (certificad de regularidade); 8) Guia de prcediments sbre s prduts a serem transprtads (smente para Transprtadras); 9) Pasta plindas para arquiv de balançs (excet Transprtadras, e Indústrias de Csmétics e Saneantes); Observaçã (nã se aplica a Drgarias e Farmácias de Manipulaçã): O Alvará smente será liberad após a apresentaçã da autrizaçã de funcinament emitid pela ANVISA Trazer cópia da autrizaçã de funcinament quand publicad n Diári Oficial da Uniã D.O.U. Quand se tratar de filial, trazer cópia da autrizaçã de funcinament da matriz. Cmérci Varejista de Óculs de Sl 1) Requeriment para expediçã de alvará, preenchid e assinad pel 5) Cntrat de prestaçã de serviç cm respnsável técnic (ótic); 6) Diplma de ótic d respnsável técnic; 7) Certificad de regularidade técnica expedid pel Cnselh Reginal de Ótica CROO. Cmérci Varejista de Tintas, Tiner e Verniz

3 1) Requeriment para expediçã de alvará, preenchid e assinad pel 5) Cadastr de cmérci assinad pel representante legal e carimbad cm CNPJ. Gráficas Que Cnfeccinam Receituáris Médics 1) Requeriment para expediçã de alvará, preenchid e assinad pel 5) Cadastr de gráfica preenchid e assinad pel representante legal e carimbad cm CNPJ. Cmérci varejista de crrelats, saneantes e csmétics 1) Requeriment para expediçã de alvará, preenchid e assinad pel Abertura de estabeleciments assistenciais de saúde Estabeleciments de Saúde 1) Prjet Arquitetônic (planta baixa) e memrial descritiv das 2) Requeriment para expediçã de alvará, preenchid e assinad pel 4) Cópia d Cntrat Scial e alterações (pessa jurídica); 5) Cópia da Identidade Prfissinal e CPF d Respnsável Técnic RT; 6) Certificad d cmprvante de regularidade d R.T. junt a seu cnselh de classe; 7) Cópia d Certificad de Registr da Empresa n Cnselh de Classe (para clínicas dntlógicas); Labratóris Clínics e Psts de Cleta

4 1) Prjet Arquitetônic (planta baixa) e memrial descritiv das 2) Requeriment para expediçã de alvará, preenchid e assinad pel 3) Cópia d cntrat scial e alterações; 4) Númer da Inscriçã Municipal; 5) Cópia d Certificad de Registr da Empresa n Cnselh de Classe; 6) Listagem ds prfissinais: nme, funçã, hrári de trabalh, registr em cnselh de classe; 7) Cópia d Certificad d Respnsável Técnic n respectiv cnselh de classe (Obs: De acrd cm a RDC 302 de 13/10/2005, cada prfissinal só pderá ser respnsável pr duas unidades. Exempl: labratóri matriz e um pst de cleta, u dis psts de cleta). 8) Cópia d Plan de Gerenciament de Resídus, segund RDC 306 de 07/12/2004; {http://e-legis.anvisa.gv.br/leisref/public/shwact.php?id=13554} Certificad de Vistria de para Veículs 1) Requeriment de Vistria assinad pel respnsável da empresa; 2) Dcumentaçã d veícul 3) Alvará de Autrizaçã Sanitária da empresa, cnstand a atividade crrespndente a categria de prduts a ser transprtada (aliments, medicaments, crrelats, saneantes, csmétics) 4) Cntrat de prestaçã de serviçs (se veícul particular); 5) Laud de desinsetizaçã d veícul; 6) Publicaçã n Diári Oficial da(s) autrizaçã(ões) de funcinament da ANVISA para as atividades slicitadas cnfrme categria de prduts. (smente para medicaments, crrelats, saneantes e csmétics); Alvará de Autrizaçã Sanitária {ver text em azul, que deverá apntar para links específics} Abertura Para emissã d Alvará de Autrizaçã Sanitária, interessad deverá apresentar s dcuments necessáris para sua atividade {link para Lista de Dcuments }, preencher frmulári de Requeriment de Vistria para Liberaçã de Alvará Sanitári, marcand X em Abertura n camp Mtiv da Vistria, pagar a taxa de vistria, e aguardar a visita de um fiscal. Durante a visita, fiscal irá cnferir se lcal atende as nrmas sanitárias previstas para respectiv ram de atividade (cnsulte áreas de autuaçã) {link para áreas de atuaçã}, e smente depis dessa cnstataçã será emitid laud autrizand a emissã d alvará. De psse desse laud, interessad deverá cmparecer à Divisã de Expediçã de Alvará Sanitári para retirar seu certificad.

5 Renvaçã Para renvaçã, interessad deverá cmparecer à Divisã de Expediçã de Alvará Sanitári munid d Alvará de Autrizaçã Sanitária referente a exercíci d an anterir e slicitar sua renvaçã. Deverá apresentar s seguintes dcuments 1) Requeriment para expediçã de Alvará de Autrizaçã Sanitária assinad pel 2) Cópia d Cntrat Scial e alterações; 3) Cópia d CNPJ; 4) Cópia d últim Alvará de Autrizaçã Sanitária. Baixa Para realizar encerrament das atividades, interessad deverá cmparecer à Vigilância Sanitária, munid ds seguintes dcuments: Hmlgaçã de baixa Declaraçã d Impst de Renda (empresa inativa) Alteraçã Para alterar, incluir u excluir uma u mais atividades cnstantes n certificad de Alvará de Autrizaçã Sanitária, u ainda, para alterar endereç da empresa, interessad deverá cmparecer à Divisã de Expediçã de Alvará Sanitári munid da respectiva lista de dcuments e realizar s passs descrits ns prcediments para Abertura. Lista de Dcuments para Alteraçã: 1) Requeriment para expediçã de Alvará de Autrizaçã Sanitária assinad pel representante legal, assinaland a pçã ALTERAÇÃO n camp mtiv da inspeçã; 2) Cópia d Cntrat Scial e alterações cntratuais; 3) Cópia d CNPJ, já devidamente alterad; 4) Inscriçã Municipal, já cm a devida alteraçã na Secretaria Municipal de Finanças;

Legenda da Guia de Tratamento Odontológico

Legenda da Guia de Tratamento Odontológico Legenda da Guia de Tratament Odntlógic Term Registr NS Nº da n prestadr Num. d Camp na Númer da principal 3 Data da autrizaçã Senha senha 1 2 4 5 6 Nme d camp na Registr NS Númer da n prestadr Númer da

Leia mais

Legenda da Mensagem de Resposta à Verificação de Elegibilidade (respostaelegibilidade)

Legenda da Mensagem de Resposta à Verificação de Elegibilidade (respostaelegibilidade) Legenda da Mensagem de Respsta à Verificaçã de Elegibilidade (respstaelegibilidade) Mensagem : Respta à verificaçã de elegibilidade (respstaelegibilidade) - Flux : Operadra para Prestadr Códig da mensagem

Leia mais

Manual de Operação WEB SisAmil - Gestão

Manual de Operação WEB SisAmil - Gestão Manual de Operaçã WEB SisAmil - Gestã Credenciads Médics 1 Índice 1. Acess Gestã SisAmil...01 2. Autrizaçã a. Inclusã de Pedid...01 b. Alteraçã de Pedid...10 c. Cancelament de Pedid...11 d. Anexs d Pedid...12

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS I - ANEXAR: -REQUERIMENTO DE INSPECAO SANITARIA, MARCADO O CAMPO ABERTURA, ASSINADO PELO RESPONSAVEL LEGAL.

LISTA DE DOCUMENTOS I - ANEXAR: -REQUERIMENTO DE INSPECAO SANITARIA, MARCADO O CAMPO ABERTURA, ASSINADO PELO RESPONSAVEL LEGAL. LISTA DE DOCUMENTOS Assunto: PRIMEIRO ALVARA SANITARIO Titulo: ABERTURA DE EMPRESA SUJEITA A FISCALIZACAO SANITARIA I - ANEXAR: -REQUERIMENTO DE INSPECAO SANITARIA, MARCADO O CAMPO ABERTURA, ASSINADO PELO

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS PARA EMISSÃO DE ALVARÁ SANITÁRIO

LISTA DE DOCUMENTOS PARA EMISSÃO DE ALVARÁ SANITÁRIO LISTA DE DOCUMENTOS PARA EMISSÃO DE ALVARÁ SANITÁRIO I - ABERTURA DE EMPRESA: EMPRESA DE PESSOA JURÍDICA 1- CÓPIA DE DOCUMENTOS DOS SÓCIOS (RG E CPF); 2- CÓPIA DO ENDERECO COMERCIAL; 3- VISTORIA DO CORPO

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MANUAL DE PROCEDIMENTOS Etapa 3 Cadastr d Prcess Seletiv O Presidente da CRM cadastra s dads d prcess n sistema. O prcess seletiv é a espinha drsal d sistema, vist que pr mei dele regem-se tdas as demais

Leia mais

CAE Rev_3: 74900 e 71120 LICENCIAMENTO DE EMPRESAS PARA O EXERCÍCIO DE ACTIVIDADES DE PRODUÇÃO E RENOVAÇÃO DE CADASTRO PREDIAL

CAE Rev_3: 74900 e 71120 LICENCIAMENTO DE EMPRESAS PARA O EXERCÍCIO DE ACTIVIDADES DE PRODUÇÃO E RENOVAÇÃO DE CADASTRO PREDIAL O cnteúd infrmativ dispnibilizad pela presente ficha nã substitui a cnsulta ds diplmas legais referenciads e da entidade licenciadra. FUNCHAL CAE Rev_3: 74900 e 71120 LICENCIAMENTO DE EMPRESAS PARA O EXERCÍCIO

Leia mais

PROCESSO EXTERNO DE CERTIFICAÇÃO

PROCESSO EXTERNO DE CERTIFICAÇÃO 1 de 7 1. OBJETIVO Este prcediment estabelece prcess para cncessã, manutençã, exclusã e extensã da certificaçã de sistema de segurança cnfrme ABNT NBR 15540. 2. DOCUMENTOS COMPLEMENTARES - ABNT NBR 15540:2013:

Leia mais

Procedimento Operacional Padrão FMUSP - HC. Faculdade de Medicina da USP Diretoria Executiva da FMUSP e Diretoria Executiva dos LIMs

Procedimento Operacional Padrão FMUSP - HC. Faculdade de Medicina da USP Diretoria Executiva da FMUSP e Diretoria Executiva dos LIMs 1. OBJETIVOS: fixar nrma para realizaçã ds prcediments de cleta interna de carcaças de animais de experimentaçã n Sistema FMUSP-HC, bservand-se as devidas cndições de higiene e segurança. 2. ABRANGÊNCIA:

Leia mais

Inscrição do Candidato ao Processo de Credenciamento

Inscrição do Candidato ao Processo de Credenciamento Inscriçã d Candidat a Prcess de Credenciament O link de inscriçã permitirá que candidat registre suas infrmações para participar d Prcess de Credenciament, cnfrme Edital. Após tmar ciência de td cnteúd

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE VISEU ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE LAMEGO EDITAL

INSTITUTO SUPERIOR POLITÉCNICO DE VISEU ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE LAMEGO EDITAL EDITAL CANDIDATURA AOS CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS (CTeSP) 2015 CONDIÇÕES DE ACESSO 1. Pdem candidatar-se a acess de um Curs Técnic Superir Prfissinal (CTeSP) da ESTGL tds s que estiverem

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E DO GRUPO FAMILIAR (fotocópia).

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E DO GRUPO FAMILIAR (fotocópia). DOCUMENTAÇÃO PARA O PROUNI Cmprvaçã de dcuments Ensin Médi; Ficha de Inscriçã, Identificaçã d Candidat e d Grup Familiar; Cmprvaçã de Endereç d Candidat e d Grup Familiar; Cmprvaçã de renda d Candidat

Leia mais

Ficha Cadastro Pessoa Física

Ficha Cadastro Pessoa Física Ficha Cadastr Pessa Física Grau de sigil #00 Em se tratand de mais de um titular, preencher uma ficha para cada um. Cas necessári, utilize utra ficha para cmpletar s dads. Dads da Cnta na CAIXA Cód. agência

Leia mais

PROPOSTA DE DESENVOLVIMENTO

PROPOSTA DE DESENVOLVIMENTO R.M. Infrmática Cmérci e Serviç Ltda CNPJ: 04.831.742/0001-10 Av. Rdrig Otávi, 1866, Módul 22 Distrit Industrial - Manaus - AM Tel./Fax (92) 3216-3884 http://www.amaznit.cm.br e-mail: amaznit@amaznit.cm.br

Leia mais

PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA CONTÁBIL 002/2013. Item 01. Requisitos básicos com justificação

PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA CONTÁBIL 002/2013. Item 01. Requisitos básicos com justificação PROJETO BÁSICO DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA CONTÁBIL 002/2013 Item 01. Requisits básics cm justificaçã a. Serviç a ser licitad:. Escrituraçã mensal d livr diári; Escrituraçã mensal d livr

Leia mais

Manual do Novo Pátio. Revenda. Versão 2.0

Manual do Novo Pátio. Revenda. Versão 2.0 Manual d Nv Páti Revenda Versã 2.0 1 Cnteúd INTRODUÇÃO... 3 1.LOGIN... 4 2.ANUNCIANTE... 4 2.1 Listar Usuáris... 4 2.2 Criar Usuári... 5 2.2.1 Permissões:... 6 3.SERVIÇOS... 7 3.1 Serviçs... 7 3.2 Feirã...

Leia mais

1. COMO SE CADASTRAR JUNTO AO CADASTRO UNIFICADO DE FORNECEDORES DO ESTADO - CADFOR?

1. COMO SE CADASTRAR JUNTO AO CADASTRO UNIFICADO DE FORNECEDORES DO ESTADO - CADFOR? Criad em 27.01.2014 Revisad em 19.02.2015 1. COMO SE CADASTRAR JUNTO UNIFICADO DE FORNECEDORES DO ESTADO - CADFOR? Para se cadastrar junt a Cadastr Unificad de Frnecedres d Estad CADFOR/SEGPLAN-GO, a entidade

Leia mais

Contabilidade Martins

Contabilidade Martins DOCUMENTOS PARA CONTABILIDADE Visand melhrar nss intercâmbi administrativ e s serviçs prestads pr este escritóri, remetems instruções cm relaçã a sua mvimentaçã mensal, dand ênfase a cntrle de arquivs,

Leia mais

MTur Sistema Artistas do Turismo. Manual do Usuário

MTur Sistema Artistas do Turismo. Manual do Usuário MTur Sistema Artistas d Turism Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 9 4.1. CADASTRAR REPRESENTANTE... 9 4.2. CADASTRAR

Leia mais

Ficha Cadastro Pessoa Física

Ficha Cadastro Pessoa Física Ficha Cadastr Pessa Física Grau de sigil #00 Em se tratand de mais de um titular, preencher uma ficha para cada um. Cas necessári, utilize utra ficha para cmpletar s dads. ads da Cnta na CAIXA Cód. agência

Leia mais

FIES - Documentação comprobatória

FIES - Documentação comprobatória FIES - Dcumentaçã cmprbatória OBS: Devem ser apresentads riginais e cópias ds dcuments relacinads. COMPROVANTES DE RESIDÊNCIA DO ESTUDANTE: O estudante deverá cmparecer à CPSA e psterirmente a agente financeir

Leia mais

Operação Metalose orientações básicas à população

Operação Metalose orientações básicas à população Operaçã Metalse rientações básicas à ppulaçã 1. Quem é respnsável pel reclhiment de prduts adulterads? As empresas fabricantes e distribuidras. O Sistema Nacinal de Vigilância Sanitária (Anvisa e Vigilâncias

Leia mais

Cm Criar Seu Própri Empreg em Apenas 5 Passs 1 1º Pass: A IDEIA 2º Pass: O CONTACTO COM VÁRIAS INSTITUIÇÕES E ENTIDADES 3º Pass: PLANO DE NEGÓCIOS 4º Pass: CRIAÇÃO DA EMPRESA E INÍCIO DE ACTIVIDADE 5º

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment de Mercad para Prcediment de Cmercializaçã. Inserid

Leia mais

VISTORIA PREVIA ALVARÁ DE FUNCIONAMENTO (INICIO DE ATIVIDADE)

VISTORIA PREVIA ALVARÁ DE FUNCIONAMENTO (INICIO DE ATIVIDADE) VISTORIA PREVIA REQUERIMENTO PREENCHIDO E ASSINADO PELO REPRESENTANTE LEGAL DA EMPRESA DECLARACAO A PROPRIO PUNHO INFORMANDO O RAMO DE ATIVIDADE GUIA DE IPTU DO ULTIMO ANO QUITADA LISTA DE DOCUMENTOS DISPONIVEL

Leia mais

Workshop Nova Legislação que regula a aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos (PF)

Workshop Nova Legislação que regula a aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos (PF) Wrkshp Nva Legislaçã que regula a aplicaçã de Prduts Fitfarmacêutics (PF) Quinta d Vallad, Vilarinh ds Freires Branca Teixeira 23 de mai de 2013 Nva Legislaçã Lei nº26/2013 de 11 de abril Regula as actividades

Leia mais

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO CONTINUADA 2º semestre / 2012 O Prgrama de Educaçã Cntinuada da trna públic, para cnheciment

Leia mais

NORMATIVA ADMINISTRATIVA

NORMATIVA ADMINISTRATIVA Assunt: DIRETRIZES PARA COMPRA E APROVEITAMENTO DE Data de Emissã: Data de Revisã: De: 18/12/2013 Assunts Estratégics Tdas as áreas d 1. OBJETIVO E CAMPO DE APLICAÇÃO Estabelecer regras e parâmetrs que

Leia mais

TEXTOS COMPLEMENTARES 1 DESTACAMENTO DE TRABALHADORES

TEXTOS COMPLEMENTARES 1 DESTACAMENTO DE TRABALHADORES TEXTOS COMPLEMENTARES 1 DESTACAMENTO DE TRABALHADORES 2.7. Destacament de Trabalhadres Frma e cnteúd de cntrat cm trabalhadr estrangeir u apátrida N art.º 5 d CT (Capítul II - Lei 7/2009 de 12/02) cntrat

Leia mais

1. OBJETIVO Prestar atendimento ao cidadão de maneira rápida, eficiente e eficaz, de acordo com os requisitos especificados pelo cliente.

1. OBJETIVO Prestar atendimento ao cidadão de maneira rápida, eficiente e eficaz, de acordo com os requisitos especificados pelo cliente. Sistema de Gestão do Programa Vapt Vupt SUPERINTENDÊNCIA DE VAPT VUPT E ATENDIMENTO AO PÚBLICO INSTRUÇÃO DE TRABALHO VAPT VUPT EMPRESARIAL PREFEITURA DE GOIANIA Responsável: Rosana Mérola Martins Cópia

Leia mais

Software Utilizado pela Contabilidade: Datasul EMS 505. itens a serem inventariados com o seu correspondente registro contábil;

Software Utilizado pela Contabilidade: Datasul EMS 505. itens a serem inventariados com o seu correspondente registro contábil; TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS DE ANÁLISE DA REDUÇÃO AO VALOR RECUPERÁVEL DE ATIVO PARA CÁLCULOS DO VALOR DO IMPAIRMENT E VIDA ÚTIL RESIDUAL, EM CONFORMIDADE COM O DISPOSTO

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL Intrduçã O presente Regulament cnstitui um dcument intern d curs de Ciências Cntábeis e tem pr bjetiv reger as atividades relativas a Estági de Iniciaçã

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE

FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE (Prt. MEC nº 797/14, de 11/09/2014, publicada n DOU em 12/09/2014) EDITAL 2015 PROCESSO SELETIVO O Diretr Geral da Faculdade de Educaçã em Ciências da Saúde (FECS),

Leia mais

WEBSITE LOJAS JOMÓVEIS

WEBSITE LOJAS JOMÓVEIS WEBSITE LOJAS JOMÓVEIS Manual d Usuári Elabrad pela W3 Autmaçã e Sistemas Infrmaçã de Prpriedade d Grup Jmóveis Este dcument, cm tdas as infrmações nele cntidas, é cnfidencial e de prpriedade d Grup Jmóveis,

Leia mais

H. Problemas/outras situações na ligação com a Segurança Social;

H. Problemas/outras situações na ligação com a Segurança Social; Mdel de Cmunicaçã Certificads de Incapacidade Temprária Âmbit d Dcument O presente dcument traduz mdel de cmunicaçã entre Centr de Suprte da SPMS e clientes n âmbit ds CIT Certificads de Incapacidade Temprária.

Leia mais

AGÊNCIA VIRTUAL GUIA DE SERVIÇOS WEB

AGÊNCIA VIRTUAL GUIA DE SERVIÇOS WEB AGÊNCIA VIRTUAL GUIA DE SERVIÇOS WEB ALTERAR: NOME DA RUA, NÚMERO DO IMÓVEL OU NOME DO CLIENTE Onde Slicitar? Regiã Metrplitana de Sã Paul Interir e Litral Telefne: 0800 0119911 - de segunda à sexta-feira,

Leia mais

EDITAL Nº 034/2014 ESCOLA JUDICIAL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO PROGRAMA DE APERFEIÇOAMENTO DE SERVIDORES

EDITAL Nº 034/2014 ESCOLA JUDICIAL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO PROGRAMA DE APERFEIÇOAMENTO DE SERVIDORES EDITAL Nº 034/2014 ESCOLA JUDICIAL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO PROGRAMA DE APERFEIÇOAMENTO DE SERVIDORES Trna pública a abertura de inscrições para Curs PJE VARAS CÍVEIS Módul Servidres, destinad

Leia mais

MANUAL DO PRODUTO GERGERAISISTÊNCI SEGURO APP INVEST

MANUAL DO PRODUTO GERGERAISISTÊNCI SEGURO APP INVEST MANUAL DO PRODUTO GERGERAISISTÊNCI SEGURO APP INVEST A MANUAL DO PRODUTO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS DE PASSAGEIROS E/OU TRIPULANTE (APP) INVEST O presente Manual d Prdut cntém: SEGURO APP INVEST 1. VANTAGENS

Leia mais

Manual do DEC Domicílio Eletrônico do Contribuinte

Manual do DEC Domicílio Eletrônico do Contribuinte GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA FAZENDA Crdenadria da Administraçã Tributária Diretria Executiva da Administraçã Tributária Manual d DEC Dmicíli Eletrônic d Cntribuinte Manual DEC (dezembr

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSARIOS PARA REQUERER ALVARÁ SANITÁRIO

DOCUMENTOS NECESSARIOS PARA REQUERER ALVARÁ SANITÁRIO DOCUMENTOS NECESSARIOS PARA REQUERER ALVARÁ SANITÁRIO PESSOA JURIDICA. Cópia CNPJ; Nº Inscrição estadual; Nº telefone; Comprovante de endereço; Cópia RG e CPF resp. Legal; Cópia RG e CPF resp. Técnico;

Leia mais

Adesão à CCEE. Versão 1 -> Versão 2

Adesão à CCEE. Versão 1 -> Versão 2 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações Adesã à CCEE Versã 1 -> Versã 2 Versã 2 METODOLOGIA DO Text em realce refere-se à inserçã de nva redaçã Text tachad refere-se à exclusã de redaçã. Alterações

Leia mais

Regulamento do programa de bolsas de estudos

Regulamento do programa de bolsas de estudos Regulament d prgrama de blsas de estuds Unidades Ri de Janeir e Sã Paul Data de publicaçã: 13/05/2015 Regulament válid até 30/08/2015 1 1. Sbre prgrama Através de um prcess seletiv, prgrama de blsas de

Leia mais

BENEFÍCIO AUXÍLIO CUIDADOR DO IDOSO

BENEFÍCIO AUXÍLIO CUIDADOR DO IDOSO BENEFÍCIO AUXÍLIO CUIDADOR DO IDOSO O QUE É O BENEFÍCIO AUXÍLIO CUIDADOR DO IDOSO? É um auxíli financeir que tem cm bjetiv cntribuir para, u pssibilitar, a cntrataçã de um cuidadr para auxiliar beneficiáris

Leia mais

CARTILHA PARA ORIENTAÇÃO ACERCA DAS OBRIGAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS PARA O PERÍODO ELEITORAL

CARTILHA PARA ORIENTAÇÃO ACERCA DAS OBRIGAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS PARA O PERÍODO ELEITORAL MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL SECRETARIA DA RECEITA PREVIDENCIÁRIA - SRP DEPARTAMENTO DE FISCALIZAÇÃO - DEFIS CARTILHA PARA ORIENTAÇÃO ACERCA DAS OBRIGAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS PARA O PERÍODO ELEITORAL

Leia mais

SELEÇÃO PARA ESPECIALIZANDO EM ORL DA CLINICA SOS OTORRINO. (Credenciada pela Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial)

SELEÇÃO PARA ESPECIALIZANDO EM ORL DA CLINICA SOS OTORRINO. (Credenciada pela Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial) SELEÇÃO PARA ESPECIALIZANDO EM ORL DA CLINICA SOS OTORRINO (Credenciada pela Assciaçã Brasileira de Otrrinlaringlgia e Cirurgia Cérvic-Facial) MANUAL DO CANDIDATO 2013 2 SOS OTORRINO Crdenadr da Residencia

Leia mais

Atualizada.: 25/07/2013 4 MÉDIA COMPLEXIDADE ANEXO 1 G- DISTRIBUIDORAS

Atualizada.: 25/07/2013 4 MÉDIA COMPLEXIDADE ANEXO 1 G- DISTRIBUIDORAS 4 MÉDIA COMPLEXIDADE ANEXO 1 G- DISTRIBUIDORAS Drogarias; Ervanária, posto de medicamento, dispensário de medicamentos; Distribuidora com fracionamento de cosmético, perfume, produtos de higiene; Distribuidora

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA Manual de Us (Para Detentres de Bens) Infrmações adicinais n Prtal da Crdenaçã de Patrimôni: www.cpa.unir.br 2013 Cnteúd O que papel Detentr de Bem pde fazer?... 2 Objetiv...

Leia mais

8. Regularização do Negócio

8. Regularização do Negócio 8. Regularização do Negócio Conteúdo 1. Forma Jurídica das Empresas 2. Consulta Comercial 3. Busca de Nome Comercial 4. Arquivamento do contrato social/requerimento de Empresário 5. Solicitação do CNPJ

Leia mais

Todo candidato que tenha se declarado como beneficiário da ação afirmativa, definida pela Lei nº /2012, deverá entregar os seguintes documentos:

Todo candidato que tenha se declarado como beneficiário da ação afirmativa, definida pela Lei nº /2012, deverá entregar os seguintes documentos: A) AMPLA CONCORRÊNCIA Carteira de identidade Cadastr de Pessa Física CPF Certidã de nasciment u de casament (Prtaria MEC N 33 de 02/08/1978) Certidã de Quitaçã Eleitral (Lei4.737/1965) Cmprvante de quitaçã

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Faculdade de Tecnlgia SENAI Flrianóplis e Faculdade de Tecnlgia SENAI Jaraguá d Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduaçã Lat Sensu MBA em Gestã de Prjets A Faculdade de Tecnlgia SENAI/SC em Flrianóplis

Leia mais

UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC UNIDADE DE CHAPECÓ Aviso Público Nº 08/Unoesc/2012

UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC UNIDADE DE CHAPECÓ Aviso Público Nº 08/Unoesc/2012 UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA UNOESC UNIDADE DE CHAPECÓ Avis Públic Nº 08/Unesc/2012 O Magnífic Reitr da Universidade d Oeste de Santa Catarina - Unesc, pessa jurídica de direit privad, mantida

Leia mais

RESOLUÇÃO COMPLEMENTAR N o 01/2007 De 8 de novembro de 2007 Reedita as Normas para Reconhecimento de Títulos de Pós-Graduação, revogando a

RESOLUÇÃO COMPLEMENTAR N o 01/2007 De 8 de novembro de 2007 Reedita as Normas para Reconhecimento de Títulos de Pós-Graduação, revogando a RESOLUÇÃO COMPLEMENTAR N 01/2007 De 8 de nvembr de 2007 Reedita as Nrmas para Recnheciment de Títuls de Pós-Graduaçã, revgand a Resluçã Cmplementar n 02/93, de 25 de junh de 1993. O CONSELHO DE ENSINO,

Leia mais

EDITAL BOLSA SOCIOECONÔMICA. Seleção de Bolsistas para o Programa de Bolsa Socioeconômica para o período de 2014

EDITAL BOLSA SOCIOECONÔMICA. Seleção de Bolsistas para o Programa de Bolsa Socioeconômica para o período de 2014 EDITAL BOLSA SOCIOECONÔMICA Seleçã de Blsistas para Prgrama de Blsa Sciecnômica para períd de 2014 O Reitr d Centr Universitári Tled Unitled, ns terms d Regulament aprvad pel CONSEPE, cm vistas à seleçã

Leia mais

Novo Sistema Almoxarifado

Novo Sistema Almoxarifado Nv Sistema Almxarifad Instruções Iniciais 1. Ícnes padrões Existem ícnes espalhads pr td sistema, cada um ferece uma açã. Dentre eles sã dis s mais imprtantes: Realiza uma pesquisa para preencher s camps

Leia mais

Guia Prático do Estágio. Seu Estágio em 5 Passos

Guia Prático do Estágio. Seu Estágio em 5 Passos Guia Prátic d Estági Seu Estági em 5 Passs O que é Estági? A atividade de estági é um fatr significativ na frmaçã d prfissinal, pr prprcinar a interaçã d alun cm a realidade da prfissã e a cmplementaçã

Leia mais

CPF: IDENTIDADE: ORGÃO EXPEDIDOR DATA NASC.: NATURALIDADE: IDADE: SE SEPARADO (A), PAGA OU RECEBE PENSÃO:

CPF: IDENTIDADE: ORGÃO EXPEDIDOR DATA NASC.: NATURALIDADE: IDADE: SE SEPARADO (A), PAGA OU RECEBE PENSÃO: FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO PROUMIN BOLSA UNIVERSITÁRIA DE MINEIROS FOTO 3X4 INCLUSÃO RENOVAÇÃO 1 INFORMAÇÕES SOBRE O(A) CANDIDATO(A) SEXO CPF: IDENTIDADE: ORGÃO EXPEDIDOR DATA NASC.: NATURALIDADE: IDADE:

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Faculdade de Tecnlgia SENAI Flrianóplis e Faculdade de Tecnlgia SENAI Jaraguá d Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduaçã Lat Sensu em Gestã da Segurança da Infrmaçã em Redes de Cmputadres A Faculdade

Leia mais

Âmbito do Documento. Modelo de Comunicação. Modelo de Comunicação. Prescrição Eletrónica Médica - Aplicação

Âmbito do Documento. Modelo de Comunicação. Modelo de Comunicação. Prescrição Eletrónica Médica - Aplicação Mdel de Cmunicaçã Prescriçã Eletrónica Médica - Aplicaçã Âmbit d Dcument O presente dcument traduz mdel de cmunicaçã entre Centr de Suprte da SPMS e clientes da aplicaçã de Prescriçã Eletrónica Médica

Leia mais

SERVIÇOS DISPONÍVEIS ATRAVÉS DO BANRISUL OFFICE BANKING

SERVIÇOS DISPONÍVEIS ATRAVÉS DO BANRISUL OFFICE BANKING SERVIÇOS DISPONÍVEIS ATRAVÉS DO BANRISUL OFFICE BANKING EXTRATOS: Cnta Crrente: sald d dia, extrat mês atual, extrat de cheques, extrat d mês anterir e extrat n períd. Empréstims/Crédits Cnta Investiment:

Leia mais

Anexo 01 - Mapeamento Documentos ISO. Mapeamento dos Documentos ISO. Pasta/ forma Sala Supervisão. Pasta documentos da ISO

Anexo 01 - Mapeamento Documentos ISO. Mapeamento dos Documentos ISO. Pasta/ forma Sala Supervisão. Pasta documentos da ISO Item 01 02 03 04 05 06 Refere a dcument PQN-02 PQN-02 07 PQN-05 08 09 10 Identificaçã Nme d registr Cntrle de emissã e distribuiçã de dcuments Matriz ds registrs da qualidade Ficha de cntrle de atualizações

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA CONTÁBIL Cntratante: O CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL - 12º REGIÃO, pessa jurídica de direit públic cnstituída sb a frma de autarquia fiscalizadra,

Leia mais

O Certificado é um dos documentos exigidos para solicitar as seguintes isenções de contribuições sociais:

O Certificado é um dos documentos exigidos para solicitar as seguintes isenções de contribuições sociais: PROCEDIMENTOS PARA CERTIFICAÇÃO E/OU RENOVAÇÃO DO CEBAS CNAS CERTIFICAÇÃO/RENOVAÇÃO O Certificad é um ds dcuments exigids para slicitar as seguintes isenções de cntribuições sciais: Parte patrnal da cntribuiçã

Leia mais

CAE Rev_3: 47990 VENDAS AUTOMÁTICAS (VENDING)

CAE Rev_3: 47990 VENDAS AUTOMÁTICAS (VENDING) O cnteúd infrmativ dispnibilizad pela presente ficha nã substitui FUNCHAL CAE Rev_3: 47990 VENDAS AUTOMÁTICAS (VENDING) ÂMBITO A atividade de venda autmática deve bedecer à legislaçã aplicável à venda

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações SAZONALIZAÇÃO DE CONTRATO INICIAL E DE ENERGIA ASSEGURADA PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment de Mercad para

Leia mais

Promover a obtenção de AIM (Autorização de Introdução no Mercado) no estrangeiro de medicamentos criados e desenvolvidos em Portugal.

Promover a obtenção de AIM (Autorização de Introdução no Mercado) no estrangeiro de medicamentos criados e desenvolvidos em Portugal. SIUPI SISTEMA DE INCENTIVOS À UTILIZAÇÃO DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL FICHA DE MEDIDA Apia prjects que visem estimular investiment em factres dinâmics de cmpetitividade, assciads à invaçã tecnlógica, a design

Leia mais

DIRETRIZES PARA APRESENTAÇÃO DE REDES E CRONOGRAMAS SUMÁRIO 1 OBJETIVO...2 2 ELABORAÇÃO...2 2.1 PLANEJAMENTO...2

DIRETRIZES PARA APRESENTAÇÃO DE REDES E CRONOGRAMAS SUMÁRIO 1 OBJETIVO...2 2 ELABORAÇÃO...2 2.1 PLANEJAMENTO...2 1 / 5 SUMÁRIO 1 OBJETIVO...2 2 ELABORAÇÃO...2 2.1 PLANEJAMENTO...2 2.1.1 CRITÉRIOS PARA ELABORAÇÃO E APRESENTAÇÃO DO CRONOGRAMA DE BARRAS TIPO GANTT:...2 2.1.2 CRITÉRIOS PARA ELABORAÇÃO E APRESENTAÇÃO

Leia mais

CADASTRAMENTO DE EMPRESAS PERGUNTAS FREQUENTES

CADASTRAMENTO DE EMPRESAS PERGUNTAS FREQUENTES CADASTRAMENTO DE EMPRESAS PERGUNTAS FREQUENTES 1 Quais são os sujeitos que devem ser cadastrados e o que cada um representa no cadastro da empresa?...2 2 Como fazer para cadastrar uma empresa?...3 3 Cliquei

Leia mais

Atualizada.: 19/04/2012 ANEXO 1 E

Atualizada.: 19/04/2012 ANEXO 1 E COORDENADORIA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA E AMBIENTAL MEDIA COMPLEXIDADE ANEXO 1 E Ótica; Creches; Instituições de longa permanência para idosos; Instituições que prestem serviços de atenção a pessoas com

Leia mais

As cópias dos contratos, assim como outros documentos do projeto, a seguir relacionados serão fornecidos após celebração do contrato dos serviços:

As cópias dos contratos, assim como outros documentos do projeto, a seguir relacionados serão fornecidos após celebração do contrato dos serviços: Term de Referência para cntrataçã de Auditres Externs A Rede Nrte-Sul http://www.nrd-sued-netz.de é um departament da DGB Bildungswerk BUND, instituiçã educacinal pertencente à Cnfederaçã ds Sindicats

Leia mais

INSTITUTO DE ARQUITETOS DO BRASIL DEPARTAMENTO DO RIO DE JANEIRO

INSTITUTO DE ARQUITETOS DO BRASIL DEPARTAMENTO DO RIO DE JANEIRO 52ª PREMIAÇÃO ANUAL IAB RJ EDITAL 2014 INTRODUÇÃO O Institut de Arquitets d Brasil - IAB-RJ cnvca arquitets e urbanistas a participarem da 52ª Premiaçã Anual ds Arquitets que, em 2014, agrega às categrias

Leia mais

Plano de Formação 2012

Plano de Formação 2012 1 INSTITUTO DO EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, IP DELEGAÇÃO REGIONAL DO ALGARVE Plan de Frmaçã 2012 Centr de Empreg e Frmaçã Prfissinal de Prtimã 2 APRENDIZAGEM nível IV SAÍDA PROFISSIONAL INICIO FINAL

Leia mais

Manual de Procedimentos do Correspondente no País

Manual de Procedimentos do Correspondente no País Manual de Prcediments d Crrespndente n País Manual de Prcediments d Crrespndente n País A BV Financeira elabru este manual para rientar e esclarecer seus parceirs cmerciais, de frma simples e bjetiva,

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos para autuar os processos destinados às Varas Cíveis integrantes do Modelo de Gestão.

Estabelecer critérios e procedimentos para autuar os processos destinados às Varas Cíveis integrantes do Modelo de Gestão. Códig: MAN-VCIV-003 Versã: 00 Data de Aprvaçã: 18/01/2011 Elabrad pr: Magistrads e servidres da 8ª e 14ª Varas Cíveis Aprvad pr: Presidente d TJPB 1 Objetiv Estabelecer critéris e prcediments para autuar

Leia mais

Cartilha ALVARÁ L OCALIZAÇÃO E F UNCIONAMENTO

Cartilha ALVARÁ L OCALIZAÇÃO E F UNCIONAMENTO Cartilha ALVARÁ L OCALIZAÇÃO E F UNCIONAMENTO I NTRODUÇÃO Caro empreendedor, elaboramos esta cartilha com o objetivo de auxiliá-lo na abertura de novas empresas, licenciamentos e renovações de alvarás.

Leia mais

Definir e padronizar os procedimentos para o planejamento e a execução de atividades de cerimonial no âmbito do Poder Judiciário do Estado do Acre.

Definir e padronizar os procedimentos para o planejamento e a execução de atividades de cerimonial no âmbito do Poder Judiciário do Estado do Acre. Códig: MAP-SERPU-001 Versã: 00 Data de Emissã: 01/01/2013 Elabrad pr: Secretaria de Relações Públicas e Cerimnial Aprvad pr: Presidência 1 OBJETIVO Definir e padrnizar s prcediments para planejament e

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO- Nº 0030-2015. CARGO: Instrutor II Engenharia Mecatrônica / Tecnólogo MANAUS. SENAI - Amazonas

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO- Nº 0030-2015. CARGO: Instrutor II Engenharia Mecatrônica / Tecnólogo MANAUS. SENAI - Amazonas COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO- Nº 0030-2015 CARGO: Instrutr II Engenharia Mecatrônica / Tecnólg MANAUS SENAI - Amaznas O Departament de Gestã de Pessas d Sistema Federaçã das Indústrias d Estad d Amaznas

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE. Técnicos de Instalação e Manutenção de Edifícios e Sistemas. (TIMs)

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE. Técnicos de Instalação e Manutenção de Edifícios e Sistemas. (TIMs) MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA REGISTO DE Técnics de Instalaçã e Manutençã de Edifícis e Sistemas (TIMs) NO SISTEMA INFORMÁTICO DO SISTEMA NACIONAL DE CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA NOS EDIFÍCIOS (SCE) 17/07/2014

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE SANTA EFIGÊNIA DE MINAS

ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE SANTA EFIGÊNIA DE MINAS ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE SANTA EFIGÊNIA DE MINAS AUXILIAR DE SECRETARIA Organizar e manter atualizad serviç de escrituraçã esclar. Redigir fícis, expsições de mtivs, atas, declarações, certidões de cntagem

Leia mais

Vensis Manutenção. Rua Américo Vespúcio, 71 Porto Alegre / RS (51) 3012-4444 comercial@vensis.com.br www.vensis.com.br

Vensis Manutenção. Rua Américo Vespúcio, 71 Porto Alegre / RS (51) 3012-4444 comercial@vensis.com.br www.vensis.com.br Vensis Manutençã Vensis Manutençã É módul que permite gerenciament da manutençã de máquinas e equipaments. Prgramaçã de manutenções preventivas u registr de manutenções crretivas pdem ser feits de frma

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS REALIZAR MANUTENÇÃO PREDIAL

MANUAL DE PROCEDIMENTOS REALIZAR MANUTENÇÃO PREDIAL Códig: MAP-DILOG-002 Versã: 00 Data de Emissã: 01/01/2013 Elabrad pr: Gerência de Instalações Aprvad pr: Diretria de Lgística 1 OBJETIVO Estabelecer cicl d prcess para a manutençã predial crretiva e preventiva,

Leia mais

Processo/Instruções de Pagamento para Aplicação no Programa de Sustentabilidade de Pequenas Empresas

Processo/Instruções de Pagamento para Aplicação no Programa de Sustentabilidade de Pequenas Empresas Prcess/Instruções de Pagament para Aplicaçã n Prgrama de Sustentabilidade de Pequenas Empresas Requisits de Elegibilidade 1. A empresa deve estar lcalizada em znas de cnstruçã activa na Alum Rck Avenue

Leia mais

DOSSIER ACISAT Março, 2012 1

DOSSIER ACISAT Março, 2012 1 DOSSIER ACISAT Març, 2012 1 Licenciament Zer O Licenciament Zer, apresentad pel Decret-Lei n.º 48/2011, vem cntribuir para aument da cmpetitividade de cada um ds cncelhs, d País, e da Uniã Eurpeia. Os

Leia mais

Farmácia Clínica no Brasil: passado, presente e futuro

Farmácia Clínica no Brasil: passado, presente e futuro Marcs histórics/marcs legais 1950 Prcess de mdernizaçã ds serviçs de farmácia hspitalar Santas Casas de Misericórdia Hspital das Clínicas/USP 1962 Criaçã d 1º Centr de Infrmaçã sbre Medicaments Universidade

Leia mais

Art. 2º. Trata-se de uma promoção de caráter exclusivamente de estimulo cultural, profissional e acadêmico sem vínculo com sorteios.

Art. 2º. Trata-se de uma promoção de caráter exclusivamente de estimulo cultural, profissional e acadêmico sem vínculo com sorteios. Prêmi Data Pint de Criatividade e Invaçã - 2011 N an em que cmpleta 15 ans de atuaçã n mercad de treinament em infrmática, a Data Pint ferece à cmunidade a prtunidade de participar d Prêmi Data Pint de

Leia mais

Tutorial Sistema Porto Sem Papel

Tutorial Sistema Porto Sem Papel Tutrial Sistema Prt Sem Papel 8 ESTADIA CONVENCIONAL: A estadia cnvencinal é aquela em que a embarcaçã deseja executar uma peraçã de carga, descarga, carga/descarga, embarque/desembarque de passageirs

Leia mais

Sistema OnixNet / TrucksNet Contagem de Estoque pelas oficinas

Sistema OnixNet / TrucksNet Contagem de Estoque pelas oficinas Versã: 3.0.0.48 Empresa: TrucksCntrl Slicitante: Diretria Respnsável: Fernand Marques Frma de Slicitaçã: e-mail/reuniã Analista de Negóci: Fábi Matesc Desenvlvedr: Fabian Suza Data: 24/09/2012 Sistema

Leia mais

Processos de Apoio do Grupo Consultivo 5.5 Suporte Informático Direito de Acesso à Rede

Processos de Apoio do Grupo Consultivo 5.5 Suporte Informático Direito de Acesso à Rede Prcesss de Api d Grup Cnsultiv 5.5 Suprte Infrmátic Direit de Acess à Rede Suprte Infrmátic - Dcuments 5.5 Âmbit e Objectiv Frmuláris aplicáveis Obrigatóris Obrigatóris, se aplicável Frmulári de Mapa de

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO

INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO 01. Instruções para recadastrament Pessa Física IN CVM 301/2001 e 463/2008 1. Pr favr preencha tds s camps ds frmuláris, aqueles que nã frem preenchids, pr gentileza, bliterá-ls u invalidá-ls; 2. Imprima

Leia mais

Catálogo de Licenças Online

Catálogo de Licenças Online Catálg de Licenças Online Licença n.º 244 Licença de Taxi www.cm-freixespadacinta.pt Pág. 1 de 11 1. Qual a finalidade? (preencher só quand a infrmaçã fr diferente da infrmaçã geral presente n Catálg de

Leia mais

Secretaria Municipal de Saúde Diretoria de Vigilância à Saúde Vigilância Sanitária

Secretaria Municipal de Saúde Diretoria de Vigilância à Saúde Vigilância Sanitária LICENCIAMENTO DE ESTABELECIMENTOS QUE COMERCIALIZAM ARTIGOS DE CONVENIÊNCIA E PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EM FARMÁCIAS E DROGARIAS - "DRUGSTORE" Dispositivo legal: Lei Federal 5991/73 alterada pela Lei 9069/95,

Leia mais

INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR

INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR A pertinência e valr demnstrad das valências d Cartã de Saúde Cfre, em razã d flux de adesões e pedids de esclareciment, trnam essencial dar evidência e respsta a algumas situações

Leia mais

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1

PM 3.5 Versão 2 PdC Versão 1 Prcediment de Cmercializaçã Cntrle de Alterações SAZONALIZAÇAO DE CONTRATO DE LEILÃO DE VENDA EDITAL DE LEILÃO Nº 001 / 2002 - MAE PM 3.5 Versã 2 PdC Versã 1 Alterad Layut d dcument. Alterad term de Prcediment

Leia mais

WORKSHOP ANCORD AUTORREGULAÇÃO ABERTURA

WORKSHOP ANCORD AUTORREGULAÇÃO ABERTURA Organizaçã: Parceria: I WORKSHOP ANCORD AUTORREGULAÇÃO ABERTURA EXAMES DE CERTIFICAÇÃO DE AGENTES AUTÔNOMOS DE INVESTIMENTO A ANCORD já certificu mais de 14.000 Agentes Autônms de Investiment. Obs.: A

Leia mais

INSTALAÇÃO DE GASES ESPECIAIS, GLP E AR COMPRIMIDO

INSTALAÇÃO DE GASES ESPECIAIS, GLP E AR COMPRIMIDO Labratóri de Bicmbustíveis Avançads da FEQ INSTALAÇÃO DE GASES ESPECIAIS, GLP E AR COMPRIMIDO Para se habilitarem para frneciment de Materiais e Mã de Obra para a execuçã d prjet de instalaçã de gases

Leia mais

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário

MTUR Sistema FISCON. Manual do Usuário MTUR Sistema FISCON Manual d Usuári Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 3. ACESSAR O SISTEMA... 4 4. UTILIZANDO O SISTEMA... 5 4.1. CADASTRAR CONVENENTE... 5 4.2. INSERIR FOTOGRAFIAS/IMAGENS

Leia mais

CTH - ALERT REFERRAL NOVAS FUNCIONALIDADES/Perfil Administrativo Centro de Saúde

CTH - ALERT REFERRAL NOVAS FUNCIONALIDADES/Perfil Administrativo Centro de Saúde Cnsulta a Temp e Hras CTH - ALERT REFERRAL NOVAS FUNCIONALIDADES/Perfil Administrativ Centr de Saúde 2013 ALERT Life Sciences Cmputing, S.A.. Tds s direits reservads. A ALERT Life Sciences Cmputing, S.A.

Leia mais

PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP 2014

PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP 2014 QUALIDADE RS PGQP PROGRAMA GAÚCHO DA QUALIDADE E PRODUTIVIDADE PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP 2014 GUIA PARA CANDIDATURA SUMÁRIO 1. O PRÊMIO INOVAÇÃO PGQP... 3 1.1 Benefícis... 3 2. PREMIAÇÃO... 3 2.1 Diretrizes

Leia mais

SEGURANÇA NO TRABALHO CONTRATADOS E TERCEIROS DO CLIENTE

SEGURANÇA NO TRABALHO CONTRATADOS E TERCEIROS DO CLIENTE Flha 1 de 8 Rev. Data Cnteúd Elabrad pr Aprvad pr 0 16/06/2004 Emissã inicial englband a parte técnica d GEN PSE 004 Luiz C. Sants Cmitê da Qualidade 1 31/01/2006 Revisã geral Luiz C. Sants Cmitê da Qualidade

Leia mais

O QUE É? Assinatura mensal Andante especialmente vocacionada para indivíduos e agregados familiares com menores recursos económicos.

O QUE É? Assinatura mensal Andante especialmente vocacionada para indivíduos e agregados familiares com menores recursos económicos. SOCIAL + O QUE É? Assinatura mensal Andante especialmente vcacinada para indivídus e agregads familiares cm menres recurss ecnómics. QUANTO CUSTA? Oferece um descnt de 25% face a preç da assinatura nrmal.

Leia mais

Lista de Verificação Norma de Referência Selo de Qualificação ABPM Categoria Pleno

Lista de Verificação Norma de Referência Selo de Qualificação ABPM Categoria Pleno Lista de Verificaçã Nrma de Referência Sel de Qualificaçã ABPM Categria Plen REGRAS GERAIS SOBRE A AUDITORIA E USO DA LISTA DE VERIFICAÇÃO Esta lista de verificaçã aplica-se smente às auditrias para Categria

Leia mais