MANUAL DE EXPORTAÇÃO DO ARQUIVO DIRF 2013 ANO BASE 2012 FORTES AC PESSOAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DE EXPORTAÇÃO DO ARQUIVO DIRF 2013 ANO BASE 2012 FORTES AC PESSOAL"

Transcrição

1 MANUAL DE EXPORTAÇÃO DO ARQUIVO DIRF 2013 ANO BASE 2012 FORTES AC PESSOAL

2 1. DETALHES NO LAYOUT DA DIRF Abono Pecuniário e Salário Família; Na DIRF 2013 os valores de Abono pecuniário e Salário Família deverão ser informados no campo Rendimentos Insetos e o sistema já leva os valores automaticamente. 1.2 Valores pagos a operadoras de Plano de Saúde; Os valores referentes aos planos de saúde, seja do Beneficiário ou Dependente, devem ser informados no campo Plano privado de assistência à saúde Coletivo empresarial juntamente com a Identificação da operadora. A DIRF2013 pede que seja informado o CPF ou a data de nascimento (se menor), nome, relação de dependência e valor pago no ano para cada dependente. No caso do Beneficiário Titular, deverá ser informado o valor anual do plano de saúde do mesmo, registrado em seu CPF. Obs: O sistema AC Pessoal já envia para a DIRF os valores de plano titular e dependente separadamente, através da Ferramenta de Controle de Plano de Saúde. 2. ALTERAÇÕES NO LAYOUT DA DIRF Telefone Foi incluso na DIRF mais um dígito no campo de telefone, ficando agora com 9 dígitos. 3. GERAÇÃO DO ARQUIVO DENTRO DO SISTEMA Para gerar o arquivo para a DIRF, dentro do sub-sistema Setor Pessoal, acesse a empresa desejada, vá ao menu Movimentos>>Obrigações Anuais>>Dirf, na tela da geração do arquivo, preencha as informações que serão pedidas (Figura1): (Figura 1)

3 Estabelecimento: Clique na seta e selecione o estabelecimento da empresa o qual deseja gerar o arquivo (esse campo deve ser preenchido obrigatoriamente com o estabelecimento Matriz, que será o centralizador dessas informações); Ano-Base: preencha com o ano-base a ser gerado, no caso 2012 ; Tipo: clique na seta abaixo e selecione entre as opções Original ou Retificadora. A opção Original deve ser selecionada caso seja a primeira vez que esteja gerando e enviando o arquivo para o ano base em questão, já a opção Retificadora deve ser selecionada caso já tenha transmitido anteriormente o arquivo do ano base em questão dessa empresa, para a Receita Federal, e queira fazer retificações das informações anteriores; CPF (Resp. pelo CNPJ): preencha com o número do CPF do sócio ou responsável pela empresa; Nº Último Rec.: Obrigatório o preenchimento desse campo somente para declarações do Tipo Retificadora, nesse caso preencha o campo com o nº do último recibo de transmissão. Responsável pelas informações (Figura 1) CNPJ/CPF (Resp. Entrega): preencha com o número do CNPJ ou CPF da pessoa responsável pelo envio das informações; CPF (Resp. Preenchimento): preencha com o número do CPF da pessoa responsável pela digitação das informações da empresa; Nome (Resp. Preenchimento): preencha com o nome da pessoa responsável pela digitação das informações da empresa; DDD e Fone: preencha com o número do telefone do responsável pelo envio das informações; preencha com o do responsável pelo envio das informações. Informações do Declarante (Figura 1) Marcar a/as opções que deseja incluir na declaração. Todos: O sistema levará para o arquivo todos os empregados que tenham pelo menos 0,01 centavo de BC tributável para fins de IRRF; Assalariados: Com rendimentos anuais a partir de R$ ,65, com isso o sistema irá levar todos os empregados que tiveram retenção de IR e/ou tiveram rendimentos anuais a partir de R$ ,65 ; Sem vínculo Empregatício: Com rendimentos anuais a partir de R$ 6.000,00. Apenas com Imposto retido na Fonte: O sistema levará para o arquivo apenas os empregados que tiveram imposto retido na fonte. Após o preenchimento dessas informações clique no botão AVANÇAR. Na próxima tela, o campo Diretório Destino, clique no botão salvar o arquivo (Figura 2). e selecione o diretório onde desejar

4 (Figura 2) 4. IMPORTAÇÃO DO ARQUIVO NO SISTEMA DIRF 2013 Acesse o programa DIRF 2013 e feche a primeira tela que irá surgir. Na próxima tela (Figura 3), selecione Importar dados (ou vá ao menu Declaração>>Importar dados) e pressione o botão OK. Na tela seguinte, clique no botão Avançar. Irá surgir outra tela conforme a figura abaixo (Figura 4), e clicado no botão para que seja informado o diretório onde se encontra o arquivo gerado pelo Fortes AC Pessoal (Figura 5). (Figura 3)

5 (Figura 4) (Figura 5) Selecionado o arquivo, clique no botão ABRIR. Na tela seguinte, clicando novamente em AVANÇAR, serão mostrados os Dados da declaração para importação (Figura 6):

6 (Figura 6) Clique em AVANÇAR, para que o arquivo seja importado e em seguida, aparecerá um resumo da importação realizada. Clique então no botão CONCLUIR (Figura 7): (Figura 7)

7 5. CONFERÊNCIA DO ARQUIVO NO DIRF 2013 No sistema DIRF 2013, acesse o menu Declaração>>Abrir, selecione a empresa importada e clique no botão OK (Figura 8): (Figura 8) Irá surgir uma tela com as informações da empresa (Declarante, Plano privado de assistência à saúde Coletivo empresarial, Comprovante de rendimentos); selecione a opção Beneficiários e confira os valores de cada um deles comparando com o relatório de Ficha Financeira(*) no Fortes AC Pessoal. Obs: Clique na opção selecionada em vermelho para passar empregado a empregado. (Figura 9): (Figura 9)

8 * Para imprimir ou visualizar a Ficha Financeira dos empregados no Fortes AC Pessoal, vá no menu Relatórios>>Acessórios>>Ficha Financeira. Na opção Comprovante de Rendimentos, é possível visualizar as informações da Declaração de Rendimentos que será emitida pelo programa da DIRF (Figura 10). Para imprimir a Declaração de Rendimentos pela DIRF, clique na opção. Obs: Para visualizar o restante das informações, corra a barra de rolagem destacada em vermelho (Figura 10). A Declaração de rendimentos também pode ser impressa pelo sistema AC Pessoal, no menu Relatórios>>Obrigações Anuais>>Declaração de Rendimentos. (Figura 10) Na opção Declarante>>Beneficiário>>Rendimentos isentos, serão destacados os valores referente a Abono Pecuniário e Salário-Família (Figura 11): (Figura 11)

9 Na opção Declarante>>Plano privado de Assistencia à Saúde Coletivo Empresarial constará as informações das Operadoras de Plano de Saúde, e seus respectivos beneficiários, demonstrando o valor anual do Plano de Saúde do titular, e o valor do Plano de Saúde referente a cada dependente Obs! Essa separação de Titular e Dependente só será realizada caso o cliente utilize a ferramenta detalhada de Controle de Plano de Saúde. (Figura 12): (Figura 12) 6. VALIDAÇÃO DO ARQUIVO NO DIRF ANO BASE 2012 Para fazer a validação do arquivo (verificar pendências que possam existir no mesmo), vá ao menu Declaração>>Verificar Pendências (Figura 13), ou clique no ícone, onde o sistema irá apresentar uma tela com o resumo da verificação feita (Figura 14). Após a validação caso não exista nenhum erro, a declaração está pronto para se gravada e transmitida para a Receita Federal. (Figura 13)

10 (Figura 14)

INSTRUÇÕES PARA GERAÇÃO E TRANSMISSÃO DA DIRF 2014 A DIRF2014 DEVERÁ SER GERADA NO SISTEMA DA FOLHA2015.

INSTRUÇÕES PARA GERAÇÃO E TRANSMISSÃO DA DIRF 2014 A DIRF2014 DEVERÁ SER GERADA NO SISTEMA DA FOLHA2015. Porto Feliz- 19 de Janeiro de 2015. INSTRUÇÕES PARA GERAÇÃO E TRANSMISSÃO DA DIRF 2014 A DIRF2014 DEVERÁ SER GERADA NO SISTEMA DA FOLHA2015. PARA FAZER A GERAÇÃO DA DIRF 2014 O SISTEMA DA FOLHA2015 DEVERÁ

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA GERAÇÃO E TRANSMISSÃO DA DIRF 2017

INSTRUÇÕES PARA GERAÇÃO E TRANSMISSÃO DA DIRF 2017 Porto Feliz- 01 de Fevereiro de 2017. INSTRUÇÕES PARA GERAÇÃO E TRANSMISSÃO DA DIRF 2017 A DIRF DEVERÁ SER GERADA NO SISTEMA DA FOLHA2017. PARA FAZER A GERAÇÃO DA DIRF 2017, O SISTEMA DA FOLHA2017 DE PAGAMENTO

Leia mais

Caro Responsável pelo Departamento de Pessoal,

Caro Responsável pelo Departamento de Pessoal, Caro Responsável pelo Departamento de Pessoal, Seguindo os moldes de atualizações passadas, segue abaixo, orientações para os procedimentos a serem seguidos referente a DIRF 2017 (ano-base 2016) a respeito

Leia mais

Fechamento Anual / Geração da DIRF

Fechamento Anual / Geração da DIRF Fechamento Anual / Geração da DIRF Fechamento Anual / Dirf Nesta versão está disponível a geração do arquivo para a entrega da Dirf 2017 (referente ao ano calendário 2016), com data de entrega até dia

Leia mais

- Orientações para preenchimento da DIRF na Instrução Normativa nº 1.587, de 15 de setembro de 2015 através do link abaixo:

- Orientações para preenchimento da DIRF na Instrução Normativa nº 1.587, de 15 de setembro de 2015 através do link abaixo: Caro Responsável pelo Departamento de Pessoal, Seguindo os moldes de atualizações passadas, segue abaixo, o link para instalação da DIRF 2016 e também rotinas para a geração e importação do arquivo. Antes

Leia mais

Versão 10.0A-06. Versão da Apostila de Novidades: 1

Versão 10.0A-06. Versão da Apostila de Novidades: 1 Versão 10.0A-06 Versão da Apostila de Novidades: 1 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda.

Leia mais

Título: Como realizar a importação do Cadastro de Empresas pelo arquivo do SPED ECF?

Título: Como realizar a importação do Cadastro de Empresas pelo arquivo do SPED ECF? Título: Como realizar a importação do Cadastro de Empresas pelo arquivo do SPED ECF? A partir desta ferramenta, é possível realizar a importação dos dados cadastrais de empresas Clientes do Escritório

Leia mais

Jd Soft Informática Ltda F o n e : ( )

Jd Soft Informática Ltda F o n e : ( ) INFORMATIVO DPPH Nº 007 14/02/2012. MANTER EM DIA AS ATUALIZAÇÕES O programa DOWNLOAD JD é o nosso portal oficial onde são publicadas as versões e os manuais de atualização e de informação para o usuário.

Leia mais

SADP FAQ 82. Facilitando seu dia a dia. Geração de DIRF 2016 ano base 2015 e RAIS FAQ82 Geração de DIRF e RAIS

SADP FAQ 82. Facilitando seu dia a dia. Geração de DIRF 2016 ano base 2015 e RAIS FAQ82 Geração de DIRF e RAIS SADP Geração de DIRF 2016 ano base 2015 e RAIS 2015 FAQ 82 Facilitando seu dia a dia FAQ82 Geração de DIRF e RAIS Prezado cliente, Esta FAQ 82 tem como objetivo orientá-lo sobre a geração da DIRF 2016

Leia mais

ROTEIRO DO SIMPLES NACIONAL

ROTEIRO DO SIMPLES NACIONAL ROTEIRO DO SIMPLES NACIONAL Explicação: Empresas enquadradas no regime de tributação do Simples Nacional poderão apurar o imposto seguindo as rotinas apresentadas abaixo. 1. Cadastro de empresa 2. Parâmetros

Leia mais

Usando a geração de boletos

Usando a geração de boletos Usando a geração de boletos O sistema permite que sejam gerados boletos de cobrança, os boletos podem ser impressos ou enviados por e-mail. O sistema permite a geração de carteiras do tipo Não registrada,

Leia mais

1. ROTEIRO DAS ATIVIDADES A SEREM EXECUTADAS NO SISTEMA SODPESSOAL-DOS 1.1. PROCESSAR TODOS OS TRABALHADORES

1. ROTEIRO DAS ATIVIDADES A SEREM EXECUTADAS NO SISTEMA SODPESSOAL-DOS 1.1. PROCESSAR TODOS OS TRABALHADORES 1. ROTEIRO DAS ATIVIDADES A SEREM EXECUTADAS NO SISTEMA SODPESSOAL-DOS 1.1. PROCESSAR TODOS OS TRABALHADORES a) A partir do menu: Processamento-> DIRF-> Lancamento-> Funcionario/Socio/Autonomo; b) No campo

Leia mais

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE:

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: O procedimento de impressão da Guia de Contribuição Sindical Urbana (GRCSU) Obrigatória, só será possível de forma eficiente utilizando o navegador Microsoft Internet Explorer (versão

Leia mais

Título: Como realizar a importação do Cadastro de Empresas pelo arquivo do SPED Fiscal?

Título: Como realizar a importação do Cadastro de Empresas pelo arquivo do SPED Fiscal? Título: Como realizar a importação do Cadastro de Empresas pelo arquivo do SPED Fiscal? A partir desta ferramenta, é possível realizar a importação dos dados cadastrais de empresas Clientes do Escritório

Leia mais

Conheça a nova ferramenta da Amil Proposta Online. amil.com.br

Conheça a nova ferramenta da Amil Proposta Online. amil.com.br Conheça a nova ferramenta da Amil Proposta Online amil.com.br Índice 1. Introdução 2. Como Acessar o Proposta Online 3. Visão Geral 4. Busca por Empresa 5. Nova Simulação 6. Preenchimento de Propostas

Leia mais

MANUAL DE SUBSMISSÃO DO PIBIC

MANUAL DE SUBSMISSÃO DO PIBIC MANUAL DE SUBSMISSÃO DO PIBIC 1º PASSO: Acesse o Site do Sistema PIBIC, www.pibic.ufpa.br, preferencialmente pelo navegador Firefox Irá aparecer está tela abaixo: 2º PASSO Clique no menu Seleção PIBIC

Leia mais

Sistema Corporativo DIRF 2016

Sistema Corporativo DIRF 2016 www.benner.com.br Atualizado em 3/2/2016 Copyright 2016 Benner Software de Gestão de Negócios Todos os direitos reservados. É proibido qualquer tipo de reprodução total ou parcial desta publicação, sem

Leia mais

ÍNDICE MANUAL: OPERADOR LOGÍSTICO REVISÃO: 02 DATA: 22/01/2016 PÁGINA: 1/11

ÍNDICE MANUAL: OPERADOR LOGÍSTICO REVISÃO: 02 DATA: 22/01/2016 PÁGINA: 1/11 1/11 ÍNDICE 1. CONFIGURAÇÃO... 2 1.1 COMO CONFIGURAR... 2 2. ESTOQUE... 3 2.1 COMO PROCEDER... 3 3. ENTRADA... 7 3.1 COMO PROCEDER... 7 4. EMITIDA... 10 4.1 COMO PROCEDER... 10 5. HISTÓRICO DAS ALTERAÇÕES...

Leia mais

OBSERVAÇÂO:- As Datas que constam nas telas dos sistemas abaixo são meramente ilustrativas, sendo que a data correta será 2016.

OBSERVAÇÂO:- As Datas que constam nas telas dos sistemas abaixo são meramente ilustrativas, sendo que a data correta será 2016. Porto Feliz, 07 de Março de 2017. OBSERVAÇÂO:- As Datas que constam nas telas dos sistemas abaixo são meramente ilustrativas, sendo que a data correta será 2016. INSTRUÇÕES PARA GERAÇÃO E TRANSMISSÃO DA

Leia mais

BECOMEX Melhores Práticas

BECOMEX Melhores Práticas BECOMEX Melhores Práticas REINTEGRA Procedimento para Importar os Arquivos Necessários para Preenchimento dos Dados de NCM, Notas e DE Procedimento para Importar os Arquivos Necessários para Preenchimento

Leia mais

Configuração para calcular Rescisão Complementar - tipo de complemento Acordo Coletivo.

Configuração para calcular Rescisão Complementar - tipo de complemento Acordo Coletivo. Configuração para calcular Rescisão Complementar - tipo de complemento Acordo Coletivo. Os dados a seguir foram elaborados para demonstrar a rotina para calcular Rescisão Complementar com o tipo de complemento

Leia mais

Configuração para calcular Rescisão Complementar - tipo de complemento Convenção Coletiva.

Configuração para calcular Rescisão Complementar - tipo de complemento Convenção Coletiva. Configuração para calcular Rescisão Complementar - tipo de complemento Convenção Coletiva. Os dados a seguir foram elaborados para demonstrar a rotina para calcular Rescisão Complementar com o tipo de

Leia mais

Manual Emissor Legal Atualizado 10/08/2016. Cadastro de Clientes

Manual Emissor Legal Atualizado 10/08/2016. Cadastro de Clientes Manual Emissor Legal Atualizado 10/08/2016 1.0 Menu superior Para utilizar o menu superior, clique com o mouse em cima da palavra que deseja abrir. No exemplo acima foi clicado na palavra cadastros, assim

Leia mais

Manual de Processamento da DIRF

Manual de Processamento da DIRF Manual de Processamento da DIRF Pág. 1/29 Informações Importantes:...2 1. Geração dos dados da DIRF e Informe de Rendimentos...4 1.1. Filtro de Funcionários (Selecionar Autônomos)...5 1.2. Fato gerador

Leia mais

Filiais, sucursais ou representações de pessoas jurídicas com sede no exterior;

Filiais, sucursais ou representações de pessoas jurídicas com sede no exterior; O que é a Dirf? A Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte Dirf é a declaração feita pela fonte pagadora, com o objetivo de informar à Secretaria da Receita Federal do Brasil os rendimentos

Leia mais

Configuração para calcular Rescisão Complementar - Tipo de complemento Dissídio.

Configuração para calcular Rescisão Complementar - Tipo de complemento Dissídio. Configuração para calcular Rescisão Complementar - Tipo de complemento Dissídio. Os dados a seguir foram elaborados para demonstrar a rotina para calcular Rescisão Complementar com o tipo de complemento

Leia mais

MOVIMENTO DIARIO ECF 2014 AOB SOFTWARE

MOVIMENTO DIARIO ECF 2014 AOB SOFTWARE 2 Tabela de Conteúdo Introdução 3 Instalação TED e TED-PAF-ECF 4 Cadastrando Empresa no TED-PAF-ECF 5 Validando Arquivo de Movimento ECF 8 Enviando Arquivo TED 13 Introdução 1 3 Introdução Manual para

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR

1. IDENTIFICAÇÃO FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR 1 1 2 1. IDENTIFICAÇÃO FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR Razão Social: FUNDAÇÃO FIAT SAÚDE E BEM ESTAR CNPJ: 12.838.821/0001-80 Registro ANS: 41828-5 Inscrição Municipal: 130973/001-6 Inscrição Estadual:

Leia mais

Secretaria de Finanças, Planejamento e Orçamento NOVO SISTEMA DMISS. Manual do Usuário

Secretaria de Finanças, Planejamento e Orçamento NOVO SISTEMA DMISS. Manual do Usuário NOVO SISTEMA DMISS Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 12/01/201 5 1.0 Criação do documento Waldinar Fortes Marques Página 3 de 22 Sumário 1. Introdução 1.1 Finalidade 2. Interface Acesso

Leia mais

Para preencher clique no campo e pressione as teclas + simultaneamente.

Para preencher clique no campo e pressione as teclas <CTRL> + <ENTER> simultaneamente. MANUAL DE INTEGRAÇÃO RAIS 2007 Considerações Importantes: 1 A partir da RAIS de 2005, foram acrescentadas informações adicionais como por exemplo a Contribuição Sindical Patronal, Contribuição Sindical

Leia mais

Título: Como configurar folha professor categoria Aulista?

Título: Como configurar folha professor categoria Aulista? Título: Como configurar folha professor categoria Aulista? Os dados a seguir foram elaborados para demonstrar a rotina para configuração da folha professor. 1 PARÂMETROS 1.1 Acesse o menu CONTROLE, clique

Leia mais

SAO-WEB Manual do Usuário

SAO-WEB Manual do Usuário Documento SAO-WEB Manual do Usuário 1 Referência: SAO-WEB Sistema SAO-WEB Módulo Geral Responsável Trion Data 05/2010 Objetivo Descrever o funcionamento do SAO WEB. O SAO-WEB é uma forma de acesso ao SAO-ERP

Leia mais

Guia de Consulta Rápida

Guia de Consulta Rápida Guia de Consulta Rápida Exportação de dados Modelo de Preenchimento Importar Planilha Modelo de Planilha de Importação Exportação de dados: Relatório Pessoa Planilha de Endereçamento: Na seção Mala Direta,

Leia mais

Imposto de Renda Anual e DIMOB Sami ERP++

Imposto de Renda Anual e DIMOB Sami ERP++ Imposto de Renda Anual e DIMOB Sami ERP++ Atualize o módulo do Aluguel (ALUGUEL.EXE) para efetuar os processos necessários para acúmulo dos valores do IRRF e posteriormente a geração do arquivo para importação

Leia mais

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS Origem: ProUrbano Data de Criação: 22/03/2010 Ultima alteração: Versão: 1.3 Tipo de documento: PRO-V1. 0 Autor: Adriano

Leia mais

MANUAL DO KIT ON-LINE

MANUAL DO KIT ON-LINE MANUAL DO KIT ON-LINE Criado em: Novembro/2006 Alteração realizada: 15/12/2006 Versão do Manual: 1.0 Alteração realizada: 08/07/2009 Versão do Manual: 2.0 Alteração realizada: 27/01/2010 Versão do Manual:

Leia mais

Conheça a nova ferramenta da Amil Proposta Online. amil.com.br

Conheça a nova ferramenta da Amil Proposta Online. amil.com.br Conheça a nova ferramenta da Amil Proposta Online amil.com.br Índice 1. Introdução 2. Como Acessar o Proposta Online 3. Visão Geral 4. Busca por Empresa 5. Nova Simulação 6. Preenchimento de Propostas

Leia mais

Manual Pessoa Jurídica DATAPROM DATAPROM. Sistema de Bilhetagem Eletrônica. Revisão 01 / Março Manual de Pessoa Jurídica. Pág.

Manual Pessoa Jurídica DATAPROM DATAPROM. Sistema de Bilhetagem Eletrônica. Revisão 01 / Março Manual de Pessoa Jurídica. Pág. Manual de Pessoa Jurídica Sistema de Bilhetagem Eletrônica DATAPROM Manual Pessoa Jurídica DATAPROM Revisão 01 / Março 2015 www.dataprom.com Pág. 1 Índice Introdução... 3 1. Login, Senha e Cadastro...

Leia mais

SUBMISSÃO/INSCRIÇÃO DO SEU FORMULÁRIO ELETRÔNICO

SUBMISSÃO/INSCRIÇÃO DO SEU FORMULÁRIO ELETRÔNICO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO CNPq / MINISTÉRIO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MOÇAMBIQUE PROCESSO DE INSCRIÇÃO 2013 COMO PREENCHER O FORMULÁRIO ELETRÔNICO DE INSCRIÇÃO SUBMISSÃO/INSCRIÇÃO DO SEU FORMULÁRIO ELETRÔNICO

Leia mais

GUIA SOBRE A GERAÇÃO DO ARQUIVO DIRF NO SISTEMA INTEGRADO DE PESSOAL - SIP

GUIA SOBRE A GERAÇÃO DO ARQUIVO DIRF NO SISTEMA INTEGRADO DE PESSOAL - SIP Atualização: Original........................ Página: 1 GUIA SOBRE A GERAÇÃO DO ARQUIVO DIRF NO SISTEMA INTEGRADO DE PESSOAL - SIP 1- Geração da DIRF por meio do SIP Depto. Técnico (*) (Jan 2016) Anualmente,

Leia mais

Título: Como realizar a configuração do posto de combustível pelo movimento de combustíveis?

Título: Como realizar a configuração do posto de combustível pelo movimento de combustíveis? Título: Como realizar a configuração do posto de combustível pelo movimento de combustíveis? 1 PARÂMETROS EMPRESA 1.1 Acesse o menu CONTROLE, clique em PARÂMETROS; 1.2 Clique no botão [Nova Vigência];

Leia mais

Carnê leão Obrigatoriedade Pessoa Física

Carnê leão Obrigatoriedade Pessoa Física Carnê leão Obrigatoriedade Pessoa Física Se você é autônomo, ou recebe rendimentos vindos de pessoas físicas é fundamental se informar sobre o Carnê leão, um imposto mensal obrigatório extremamente importante.

Leia mais

DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES DO ESTADO DE MINAS GERAIS- DBV

DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES DO ESTADO DE MINAS GERAIS- DBV DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES DO ESTADO DE MINAS GERAIS- DBV SUMÁRIO 1. CADASTRO INICIAL... 1 2. ACESSO AO SISTEMA... 3 2.1. Preenchimento de Novo Formulário... 4 2.1.1. Declaração de Dependentes... 5 2.1.2

Leia mais

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO MANUAL VTWEB CLIENT URBANO Conteúdo... 2 1. Descrição... 3 2. Cadastro no sistema... 3 2.1. Pessoa Jurídica... 3 2.2. Pessoa Física... 5 2.3. Concluir o cadastro... 6 3. Acessar o sistema... 6 3.1. Autenticar

Leia mais

Configuração para realizar controle de Vale Transporte individual ou em grupo

Configuração para realizar controle de Vale Transporte individual ou em grupo Configuração para realizar controle de Vale Transporte individual ou em grupo Os dados a seguir foram elaborados para a configuração sobre as informações de vale transporte individualmente ou para vários

Leia mais

Como emitir a nota? Emitir Nova NFS-e

Como emitir a nota? Emitir Nova NFS-e Aqui se dá o começo do processo de criação da nota fiscal de serviço eletrônica. Como a Prefeitura é que gera a NFS-e, o que será feito é um RPS, com todas as informações da nota, que serão enviadas à

Leia mais

Título: Como considerar descontos obtidos como receita financeira para cálculo do PIS e COFINS?

Título: Como considerar descontos obtidos como receita financeira para cálculo do PIS e COFINS? Título: Como considerar descontos obtidos como receita financeira para cálculo do PIS e COFINS? 1- PARÂMETROS 1.1 Acesse o menu CONTROLE, clique em PARÂMETROS; 1.2 Na guia GERAL, opção IMPOSTOS, verifique

Leia mais

SPED CONTÁBIL ECD (Geração e transmissão)

SPED CONTÁBIL ECD (Geração e transmissão) SPED CONTÁBIL ECD (Geração e transmissão) Conteúdo: 1. Dados do responsável e contabilista 2. Emissão de balancete para conferência 3. Gerando arquivo ECD no sistema JOTEC 4. Utilizando o programa validador

Leia mais

Contas a Receber. Índice. 1. Adicionando uma Receita Manual

Contas a Receber. Índice. 1. Adicionando uma Receita Manual Contas a Receber Gerencie suas contas a receber com o VHSYS, sistema integrado e boletos, com registro, sem registro e duplicadas em apenas alguns cliques. Índice 1. Adicionando uma Receita Manual 2. Gerenciando

Leia mais

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Programa Bolsa Família Manual de Operação 10/Abril/2011 Aplicado

Leia mais

Manual de Cadastro de Instituições de Ensino. MPE Meia Passagem Estudantil

Manual de Cadastro de Instituições de Ensino. MPE Meia Passagem Estudantil Manual de Cadastro de Instituições de Ensino MPE 1. OBJETIVO......... 3 2. ETAPAS......... 3 3.1. Acesso ao Portal para cadastro...... 3 3.2. Alteração de d Senha......... 5 3.3. Envio dos documentos obrigatórios

Leia mais

RAIS Relação Anual de Informações Sociais

RAIS Relação Anual de Informações Sociais MANUAL DE ORIENTAÇÃO RAIS Relação Anual de Informações Sociais Geração e Importação do Arquivo Ano-Base 2013 e Genérica 1976 a 2012 1 COMUNICADO IMPORTANTE A partir desta versão 3.82.0 do sistema Folha

Leia mais

1. DMED Ficha Técnica da DMED Instalação do Aplicativo DMED Como gerar o arquivo da DMED no X-Clinic?

1. DMED Ficha Técnica da DMED Instalação do Aplicativo DMED Como gerar o arquivo da DMED no X-Clinic? 1. DMED............................................................................................. 2 1.1 Ficha Técnica da DMED...........................................................................

Leia mais

Título: Como informar e quais as considerações do sistema para o código CEST no cadastro do produto?

Título: Como informar e quais as considerações do sistema para o código CEST no cadastro do produto? Título: Como informar e quais as considerações do sistema para o código CEST no cadastro do produto? A partir da versão '8.2C08' o cliente poderá informar o código CEST no cadastro do produto. 1 CADASTRO

Leia mais

Manual de Instruções do Movimento de Caixa

Manual de Instruções do Movimento de Caixa Manual de Instruções do Movimento de Caixa 1 Sumário MANUAL DO MOVIMENTO DE CAIXA 3 Cadastrando o Plano de Contas 3 Cadastrando as Contas Bancárias/Caixa 4 Cadastrando um Tipo Contábil pelo Athenas3000

Leia mais

Como gerar o arquivo SEFIP

Como gerar o arquivo SEFIP Como gerar o arquivo SEFIP Geração do arquivo SEFIP... 2 1. Dados Principais... 2 1.1. Dados p/ Exportação... 3 1.1.1. Seleção... 3 1.1.2. Exporta valores de 13º Salário... 4 1.1.3. Mês/Ano da Competência...

Leia mais

PEDIDO DE VIABILIDADE. Pedido de Viabilidade. Página 1 / 49

PEDIDO DE VIABILIDADE. Pedido de Viabilidade. Página 1 / 49 Pedido de Viabilidade Página 1 / 49 ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 3 PEDIDO DE VIABILIDADE INSCRIÇÃO DE PRIMEIRO ESTABELECIMENTO.. 4 Dados do Solicitante e da Pessoa Jurídica... 5 Quadro Societário... 8 Nome Empresarial,

Leia mais

SAÚDE CONNECT FATURAMENTO ODONTOLOGIA

SAÚDE CONNECT FATURAMENTO ODONTOLOGIA SAÚDE CONNECT 3.010 FATURAMENTO ODONTOLOGIA FATURAMENTO ODONTOLOGIA... 3 1. DIGITAR GUIAS... 3 1.1 GUIA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO... 4 1.2 CONSULTAR OU ALTERAR GUIA... 5 2. LOTE DE GUIAS... 7 2.1 ENVIAR

Leia mais

Índice O Que é ISS Digital?

Índice O Que é ISS Digital? Índice O Que é ISS Digital? 1.0 Cadastro de Empresas Contribuintes 1.1 Cadastro On-line de Prestadores 1.2 Consulta ao CEC (ConCEC) 1.3 Empresas de Fora do Município 1.4 Consulta ao CEF (ConCEF) 1.5 Tomadores:

Leia mais

Fechamento Anual/ Geração da RAIS

Fechamento Anual/ Geração da RAIS Fechamento Anual/ Geração da RAIS A Relação Anual de Informações Anual (RAIS) tem por objetivo: o suprimento às necessidades de controle da atividade trabalhista no País, o fornecimento de dados para a

Leia mais

MANUAL DE NF-e. Rua Donato Vissechi, 417 (11) Centro José Bonifácio SP (21) CEP (61)

MANUAL DE NF-e. Rua Donato Vissechi, 417 (11) Centro José Bonifácio SP  (21) CEP (61) 1 MANUAL DE NF-e 2 Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CADASTRO DE CLIENTES... 3 3. CADASTRO DE PRODUTOS... 5 IMPOSTOS... 11 4. EMISSAO DA NF-e... 14 5. EXPORTANDO ARQUIVO XML... 19 6. CARTA DE CORREÇÃO DA NF-e...

Leia mais

Passo a Passo para Solicitação de Reembolso do Benefício Farmácia - Ex-empregado ou dependente

Passo a Passo para Solicitação de Reembolso do Benefício Farmácia - Ex-empregado ou dependente Passo a Passo para Solicitação de Reembolso do Benefício Farmácia - Ex-empregado ou dependente Página 1 Introdução Os beneficiários da AMS que não se encontram como empregados ativos na Petrobras ou subsidiárias

Leia mais

Como realizar rotina do vale alimentação

Como realizar rotina do vale alimentação Como realizar rotina do vale alimentação Os dados a seguir foram elaborados para a configuração sobre as informações do vale alimentação. Lembramos que o cadastro deverá ser realizado por empresa. 1 CADASTRAR

Leia mais

ACESSO AO PORTAL. Para acessar o Portal entre no site Área Restrita Portal de Pedidos

ACESSO AO PORTAL. Para acessar o Portal entre no site  Área Restrita Portal de Pedidos Manual Portal 1 ACESSO AO PORTAL 2 Para acessar o Portal entre no site www.latinex.com.br Área Restrita Portal de Pedidos Insira Usuário e Senha, selecione LATINEX no quadro abaixo e clique em ACESSAR

Leia mais

1. Tela de Acesso pg Cadastro pg Abas de navegação pg Abas dados cadastrais pg Aba grupo de usuários pg.

1. Tela de Acesso pg Cadastro pg Abas de navegação pg Abas dados cadastrais pg Aba grupo de usuários pg. Sumário 1. Tela de Acesso pg. 2 2. Cadastro pg. 3 3. Abas de navegação pg. 5 4. Abas dados cadastrais pg. 5 5. Aba grupo de usuários pg. 6 6. Aba cadastro de funcionários pg. 7 7. Pedidos pg. 12 8. Cartões

Leia mais

Ressaltamos caso não esteja aberta no banco de dados da prefeitura a Unidade Câmara ou a Unidade Município os seguintes passos deverão ser seguidos:

Ressaltamos caso não esteja aberta no banco de dados da prefeitura a Unidade Câmara ou a Unidade Município os seguintes passos deverão ser seguidos: Manual da Prestação de Contas do SiaceLRF Primeiro Bimestre Dentro do Sistema da SH3 o primeiro passo é fazer a consolidação dos dados da prefeitura e da Câmara dentro do Município, para os municípios

Leia mais

PLANO DE ENSINO EXPORTAÇÃO DE MATERIAIS DO EUREKA E IMPORTAÇÃO PARA O BLACKBOARD

PLANO DE ENSINO EXPORTAÇÃO DE MATERIAIS DO EUREKA E IMPORTAÇÃO PARA O BLACKBOARD PLANO DE ENSINO EXPORTAÇÃO DE MATERIAIS DO EUREKA E IMPORTAÇÃO PARA O BLACKBOARD Você sabia que é possível exportar alguns arquivos do Eureka para uma sala de disciplina no ambiente Blackboard? Neste tutorial,

Leia mais

Manual prático de Ajuizamento de Iniciais Portal Processo Eletrônico Nova rotina de anexação de peças

Manual prático de Ajuizamento de Iniciais Portal Processo Eletrônico Nova rotina de anexação de peças 2014 Manual prático de Ajuizamento de Iniciais Portal Processo Eletrônico Nova rotina de anexação de peças Orientações gerais para ajuizar iniciais com base na nova rotina de anexação de peças. TRIBUNAL

Leia mais

Manual Ilustrado Faturamento para Convênios

Manual Ilustrado Faturamento para Convênios Abril - 2014 Indíce Título do documento 1. Introdução... 3 2. Objetivos... 3 3. Faturamento para Convênios... 4 3.1. Faturamento... 4 3.2. Refaturamento... 9 3.3. Reprocessamento... 13 2 Versão 1.0 1.

Leia mais

SISTEMAS JURÍDICOS SAG SISTEMA DE APOIO AOS GABINETES

SISTEMAS JURÍDICOS SAG SISTEMA DE APOIO AOS GABINETES E Recurso Edição De Modelos (Versão 1.1) 04 de Junho de 2012 CONFECÇÕES DE MODELOS DE DESPACHOS E VOTOS A confecção de modelos dos despachos e votos do Gabinete deverá ser o primeiro passo para se utilizar

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DIRF CARTÃO 2017 PROGRAMA PARA IMPORTAÇÃO DE DADOS DE CARTÕES DE CRÉDITO NA DIRF 2017 VERSÃO COM IMPORTAÇÃO EM LOTE DE COMPROVANTES

MANUAL DO USUÁRIO DIRF CARTÃO 2017 PROGRAMA PARA IMPORTAÇÃO DE DADOS DE CARTÕES DE CRÉDITO NA DIRF 2017 VERSÃO COM IMPORTAÇÃO EM LOTE DE COMPROVANTES V8.03 DE 01/02/2017 PROGRAMA PARA IMPORTAÇÃO DE DADOS DE CARTÕES DE CRÉDITO NA DIRF 2017 MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO COM IMPORTAÇÃO EM LOTE DE COMPROVANTES DE RENDIMENTOS DAS ADMINISTRADORAS VISANET/CIELO

Leia mais

DIRF. Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte DIRF 2014. Ano Base:2013. Copyright 2013 1

DIRF. Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte DIRF 2014. Ano Base:2013. Copyright 2013 1 DIRF Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte DIRF 2014 Ano Base:2013 Copyright 2013 1 O que é DIRF? Declaração de Imposto de Renda Retido na Fonte: É a declaração feita pela FONTE PAGADORA [Empresa],

Leia mais

1. Página Inicial. 2. Validação de Beneficiário. 3. Planos atendidos. 4. Autorizações. 5. Faturamento Digitação do Faturamento

1. Página Inicial. 2. Validação de Beneficiário. 3. Planos atendidos. 4. Autorizações. 5. Faturamento Digitação do Faturamento manual manual sumário 1. Página Inicial 2. Validação de Beneficiário 3. Planos atendidos 4. Autorizações 5. Faturamento 5.1. Digitação do Faturamento 5.2. Envio de Arquivo XML 5.3. Informe de Rendimento

Leia mais

Configuração de Vale Transporte no cadastro do empregado e estagiário

Configuração de Vale Transporte no cadastro do empregado e estagiário Configuração de Vale Transporte no cadastro do empregado e estagiário Os dados a seguir foram elaborados para a configuração sobre as informações de vale transporte no cadastro do empregado 1 CADASTRO

Leia mais

Sistema de Pedidos Antilhas

Sistema de Pedidos Antilhas Sistema de Pedidos Antilhas 1. Login 2. Menu Principal 3. Pedidos a. Formulário de pedidos b. Informações Complementares c. Confirmação do Pedido d. Impressão do Pedido 4. Dados Cadastrais 5. Informativos

Leia mais

MANUAL OPERACIONAL EFD CONTRIBUIÇÕES FINANCEIRAS E ASSEMELHADAS

MANUAL OPERACIONAL EFD CONTRIBUIÇÕES FINANCEIRAS E ASSEMELHADAS MANUAL OPERACIONAL EFD CONTRIBUIÇÕES FINANCEIRAS E ASSEMELHADAS SUMÁRIO Introdução... 1 Sobre o Suporte Técnico... 1 EFD Contribuições Financeiras e Assemelhadas...2 Contrib Retida Fonte F600... 2 Receitas

Leia mais

Principais Novidades Dezembro/ 2012 a Março/2013

Principais Novidades Dezembro/ 2012 a Março/2013 Principais Novidades Dezembro/ 2012 a Março/2013 Sumário 1. Alterações nos menus Relatórios e Gráficos... 3 2. Resgate do orçamento para cálculo de rateio de condomínio... 4 3. Alteração em Permissões

Leia mais

Manual de Instruções. Cadastro de Contribuinte e Configuração de usuário para emissão de NFS-e. SapiturISSQN Versão 1.0 1

Manual de Instruções. Cadastro de Contribuinte e Configuração de usuário para emissão de NFS-e. SapiturISSQN Versão 1.0 1 Manual de Instruções Cadastro de Contribuinte e Configuração de usuário para emissão de NFS-e 1 1. Cadastro de Novo Prestador de Serviço. Quando o usuário acessar o sistema de NFS-e Sapitur ISSQN, vai

Leia mais

REQUERIMENTO ELETRÔNICO. Requerimento Eletrônico. Página 1 / 34

REQUERIMENTO ELETRÔNICO. Requerimento Eletrônico. Página 1 / 34 Requerimento Eletrônico Página 1 / 34 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 REQUERIMENTO ELETRÔNICO DE CONSTITUIÇÃO... 4 Novo Requerimento de Constituição... 5 Dados da Pessoa Jurídica... 7 Qualificação dos Sócios e

Leia mais

CARTILHA DE UTILIZAÇÃO DO SIGISS E DO SIGIPM

CARTILHA DE UTILIZAÇÃO DO SIGISS E DO SIGIPM CARTILHA DE UTILIZAÇÃO DO SIGISS E DO SIGIPM SISTEMA INTEGRADO DE GERENCIAMENTO DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS.::Perguntas Mais Frequentes::..::Help Desk::..::Download::. Licenciado para Prefeitura Municipal

Leia mais

NOTA DE IMPORTAÇÃO (INCLUSÃO MANUAL) ELIINFIM

NOTA DE IMPORTAÇÃO (INCLUSÃO MANUAL) ELIINFIM NOTA DE IMPORTAÇÃO (INCLUSÃO MANUAL) ELIINFIM Explicação: Com os impostos devidamente cadastrados e vinculados nas classificações fiscais, ao inserir o produto, automaticamente o sistema sugere os valores

Leia mais

Cartórios de Registro de Imóveis

Cartórios de Registro de Imóveis Cartórios de Registro de Imóveis A Central Nacional de Indisponibilidade é um sistema que integra ordens judiciais e administrativas sobre indisponibilidade de bens. Para acessar a Central Nacional de

Leia mais

Título: Configuração para emissão das Certidões Negativas de Débito - CND.

Título: Configuração para emissão das Certidões Negativas de Débito - CND. Título: Configuração para emissão das Certidões Negativas de Débito - CND. 1 LIBERAÇÃO DE USUÁRIOS DO ESCRITÓRIO: 1.1- Acesse o menu ATENDIMENTO, opção CONTROLE, opção USUÁRIOS e clique em USUÁRIOS DO

Leia mais

Conheça a nova ferramenta da Amil Proposta Online. amil.com.br

Conheça a nova ferramenta da Amil Proposta Online. amil.com.br Conheça a nova ferramenta da Amil Proposta Online amil.com.br Índice 1. Introdução 4 2. Como Acessar o Proposta Online 8 3. Visão Geral 11 4. Busca por Empresa 18 5. Nova Simulação 22 6. Preenchimento

Leia mais

CASH SALES Automação da Força de Vendas MANUAL DE INSTALAÇÃO 1.0

CASH SALES Automação da Força de Vendas MANUAL DE INSTALAÇÃO 1.0 CASH SALES Automação da Força de Vendas MANUAL DE INSTALAÇÃO 1.0 www.essystem.com.br contato@essystem.com.br (19) 3408-0161 / 3408-0160 www.twitter.com/essystem_br www.facebook.com/essystemautomacao O

Leia mais

MANUAL PARA CADASTROS ONLINE

MANUAL PARA CADASTROS ONLINE MANUAL PARA CADASTROS ONLINE 1 I. LOGIN E CADASTRO INICIAL 1. Acesse o site do São Bernardo Saude, passe o mouse sobre o ícone clientes e clique no link Imposto de Renda. 2. Efetue o login informando o

Leia mais

Título: Como realizar configuração de múltiplos vínculos para empregados?

Título: Como realizar configuração de múltiplos vínculos para empregados? Título: Como realizar configuração de múltiplos vínculos para empregados? Os dados a seguir foram elaborados para demonstrar a configuração com múltiplos vínculos. Para o cálculo de múltiplos vínculos,

Leia mais

Título: Como importar as informações do registro P300 referente ao cálculo do IRPJ?

Título: Como importar as informações do registro P300 referente ao cálculo do IRPJ? Título: Como importar as informações do registro P300 referente ao cálculo do IRPJ? Esta opção estará disponível somente para empresas com forma de tributação de lucro: Lucro Presumido. 1 IMPORTAÇÃO SPED

Leia mais

Caso tenha alguma dificuldade nesta etapa, procure um técnico de informática para auxiliá-lo.

Caso tenha alguma dificuldade nesta etapa, procure um técnico de informática para auxiliá-lo. Preenchimento da SEFIP para gerar a GFIP e imprimir as guias do INSS e FGTS Você, Microempreendedor Individual que possui empregado, precisa preencher a SEFIP, gerar a GFIP e pagar a guia do FGTS até o

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA SYSCBB ACESSO PARA AS FEDERAÇÕES

MANUAL DO SISTEMA SYSCBB ACESSO PARA AS FEDERAÇÕES 1) COMO ENTRAR NO SYSCBB MANUAL DO SISTEMA SYSCBB ACESSO PARA AS FEDERAÇÕES Para acessar ao sistema SYSCBB, abra o browser (internet Explorer, Firefox e outros). Na barra de endereço digite o endereço

Leia mais

OS - Cadastrar Ordem de Serviço

OS - Cadastrar Ordem de Serviço OS - Cadastrar Ordem de Serviço Objetivo Cadastrar ordem de serviço para clientes sem que seja necessário efetuar uma venda (semelhante ao orçamento, a diferença é que a ordem de serviço nos permite informar

Leia mais

Manual do Usuário Versão 7. NOTIVISA - Sistema Nacional de Notificações para a Vigilância Sanitária - Módulo de Notificação

Manual do Usuário Versão 7. NOTIVISA - Sistema Nacional de Notificações para a Vigilância Sanitária - Módulo de Notificação Versão 7 NOTIVISA - Sistema Nacional de Notificações para a Vigilância Sanitária - Módulo de Notificação SUMÁRIO COMO ESTÁ ORGANIZADO O MANUAL... 4 1. INTRODUÇÃO... 4 2. OBJETIVOS... 4 3. FUNCIONALIDADES

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO PORTAL DO CLIENTE MAN ATD 001 VERSÃO 07

MANUAL DE UTILIZAÇÃO PORTAL DO CLIENTE MAN ATD 001 VERSÃO 07 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PORTAL DO CLIENTE MAN ATD 001 VERSÃO 07 ÍNDICE PORTAL DE CLIENTES Selecione o tópico desejado para obter ajuda Esqueci minha senha Alterar idioma Alterar senha Acessar portal Como

Leia mais

Boletim Informativo Técnico BIT041 12/2016

Boletim Informativo Técnico BIT041 12/2016 COBRANÇA ESCRITURAL O processo de Cobrança Escritural é usado pelas empresas que optam pela utilização da cobrança escritural magnética, na qual é o banco quem faz as cobranças do contas a receber. O sistema

Leia mais

Entendendo o Funcionamento do SIOPE

Entendendo o Funcionamento do SIOPE Solução em Gestão Municipal Solução em Gestão Municipal Entendendo o Funcionamento do SIOPE O SIOPE atualmente está exigindo dos municípios informações referentes a execução orçamentária no que se refere

Leia mais

Copyright Padrão ix Sistemas Abertos S/A. Todos os direitos reservados.

Copyright Padrão ix Sistemas Abertos S/A. Todos os direitos reservados. MANUAL DO USUÁRIO Copyright 2000-2017 Padrão ix Sistemas Abertos S/A. Todos os direitos reservados. As informações contidas neste manual estão sujeitas a alteração sem aviso prévio. Os nomes e dados fornecidos

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO FERREIRA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO FERREIRA PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO FERREIRA Prestadores de Serviços Tomadores de Serviços GUIA DO USUARIO FISCALIZAÇÃO DE RENDAS MUNICIPAIS 1 SUMÁRIO Pág. 1. INTRODUÇÃO 03 2. RECURSOS DO SISTEMA 03 2.1 Tela

Leia mais

Título: Como regerar os lançamentos contábeis referente ao pagamento?

Título: Como regerar os lançamentos contábeis referente ao pagamento? Título: Como regerar os lançamentos contábeis referente ao pagamento? Os dados a seguir foram elaborados para demonstrar como regerar os lançamentos contábeis referentes ao pagamento. 1 PARÂMETROS CONTABILIDADE

Leia mais

Manual de Processamento da DIRF

Manual de Processamento da DIRF Pág. 1/41 Informações Importantes:... 2 1. Geração dos dados da DIRF e Informe de Rendimentos... 4 1.1. Filtro de Funcionários (Selecionar Autônomos)... 5 1.2. Fato gerador Forma de Pagamento... 5 1.2.1.

Leia mais

Título: Como deduzir o IR e CSLL pago em meses anteriores, apurados antes das deduções?

Título: Como deduzir o IR e CSLL pago em meses anteriores, apurados antes das deduções? Título: Como deduzir o IR e CSLL pago em meses anteriores, apurados antes das deduções? Através desta opção, o sistema irá considerar como Pago em meses anteriores, os valores de IR e CSLL calculados antes

Leia mais