Caro Responsável pelo Departamento de Pessoal,

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Caro Responsável pelo Departamento de Pessoal,"

Transcrição

1 Caro Responsável pelo Departamento de Pessoal, Seguindo os moldes de atualizações passadas, segue abaixo, orientações para os procedimentos a serem seguidos referente a DIRF 2017 (ano-base 2016) a respeito das rotinas para a geração, conferência e importação das informações. Versão

2 Sumário Prazo... 2 Programas necessários / download... 2 Conferência... 3 Informações no Cadastro... 5 Inclusão do Processo Anual... 5 Gerando Arquivo de importação no Depart. De Pessoal... 8 Importando Arquivo para o sistema da DIRF... 8 Gerando Arquivo de importação na Contabilidade

3 1 PRAZOS De acordo instrução normativa RFB nº 1.671, de 22 de novembro de 2016 em seu art. 9 A DIRF 2017, relativa ao ano-calendário de 2016, deverá ser apresentada até as 23h59min59s (vinte e três horas, cinquenta e nove minutos e cinquenta e nove segundos), horário de Brasília, de. (prazo determinado pela IN RFB 1.686/2017). De preferência evitar a transmissão para os últimos dias, pois os servidores da receita podem ficar congestionados, impedindo seu envio, e assim ficar sujeito a multas 2 Programas / Downloads Faça download da DIRF através do link abaixo: Para transmissão da Dirf 2017 das pessoas jurídicas, exceto para as optantes pelo Simples Nacional, é obrigatória a assinatura digital da declaração mediante utilização de certificado digital válido, inclusive no caso de pessoas jurídicas de direito público. Considera-se válido o certificado digital que não tenha sido revogado, que esteja dentro de seu prazo de validade e seja emitido no âmbito da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil), conforme a legislação pertinente. Faça download do Receitanet através do link abaixo: A versão do sistema de Departamento Pessoal deve ser XX ou superior 2

4 3 - Conferência Rotinas para Geração no módulo de Departamento de Pessoal SH3 e exportação do arquivo DIRF 2016/2017: Antes de executar o processo de fechamento anual é necessário: Conferir se os funcionários que são aposentados estão com a Situação = APOSENTADO e com a data de aposentadoria preenchida. Esses aposentados são os que recebem pela prefeitura diretamente, não se enquadrando neste caso os aposentados que recebem pelo INSS. Conferir se os funcionários que recebem o benefício de pensão por morte estão marcados com a opção Pensionista na aba Complementar. Conferir o cadastro de códigos e cadastro da folha seguindo os passos abaixo: 1. Selecione o menu Cadastro, opção Códigos; 2. Na janela Cadastro de Códigos Clique no botão Imprimir. Verifique se os códigos que na coluna DIRF recebem o S (marcação SIM), realmente deverão ser enviados a DIRF. Todos os códigos de proventos que são base de IRRF deverão estar marcados. Descontos de pagamentos indevidos e faltas também devem estar marcados tanto para DIRF, quanto para RAIS; Importante: O processo de fechamento anual será usado tanto para a DIRF quanto para a RAIS, portanto confira também a marcação na coluna da RAIS. Atenção especial deve ser dada aos códigos de: Férias indenizadas ou pagas em rescisão 3

5 Abono Pecuniário de Férias; Pensões Alimentícias; Horas extras (50%, 80%, ou 100%); Plano de Saúde;

6 Planos de Saúde Preencher correspondente ao localizado no Menu Cadastro, opção Plano de Saúde. localize em Nesta versão da Dirf 2017 é necessário que o Beneficiário de Pensão Alimentícia (Alimentandos) esteja cadastro com seu respectivo CPF, bem como o Tipo de Dependência. Selecione o Tipo de Dependência a qual o beneficiário se enquadra. 5

7 3.1 Informações no cadastro As informações do Declarante devem estar atuais e apropriadas, para isto deve-se realizar a verificação no cadastro da Folha. 1-Selecione o menu Cadastro - Folha; 2-Localize a Folha (Empresa) que será declarante. 3-Preencha o campo CPF do Resp. do CNPJ:, com o CPF do Responsável pelo CNPJ junto a Receita Federal; 4-Preencha os campos Telefone, Fax e ; Essas informações são usadas no preenchimento da DIRF. Com os cadastros conferidos, podemos fazer a inclusão do processo da DIRF. 3.2 Inclusão do Processo anual Fazendo a inclusão do processamento anual da DIRF: 1. Selecione o menu Prestação de Contas DIRF/RAIS - DIRF; 2. Verifique se o processo de 2015 já se encontra fechado - se estiver em aberto é necessário fechá-lo; 3. Clique no botão Incluir; 4. Digite no campo Ano: 2016; 5. Clique em Gravar; Essa rotina gera o movimento anual de 2016, possibilitando a geração dos arquivos da DIRF e deverá ser feita em todas as Folhas. Caso desejar realizar a abertura de todas as folhas (empresas) que possuem o mesmo CNPJ, tal opção será demonstrada no momento da inclusão. 1. Clique no botão Digitação; 2. Na nova janela clique sobre o botão Localizar, e dê um duplo clique sobre um dos funcionários. Observe que todos os funcionários da empresa foram incluídos com seus movimentos. Essa janela se assemelha bastante à da DIRF, justamente para facilitar a visualização. Navegue entre as guias para verificar os valores. Utilize também o Botão Contra-Cheque para verificar os recebimento mensais do funcionário. 6

8 4 - Gerando o Arquivo no Departamento Pessoal Gerando o Arquivo da DIRF: 1.Clique sobre o botão ; 2.Preencha os dados necessários, como nome e CPF do Responsável pelo preenchimento da DIRF. 3.No campo Rendimentos acima de: para que gere de todos deverá ser preenchido com R$ 0,00. 4.Deverá ser marcado totalizar empresas; Selecionar esta opção para Unificar todas as empresas independentemente do CNPJ. Selecionar esta opção para Unificar no arquivo somente as empresas que estão cadastradas com o mesmo CNPJ. 5.Em destino deverá ser preenchido com o caminho onde será salvo o arquivo da DIRF. Com esse processo será possível gerar o arquivo para importação na DIRF , que consolida os valores recebidos em Importando o arquivo Importando o arquivo para o programa da DIRF Com o programa da DIRF 2017 aberto; 2. Selecione o menu declaração opção Importar dados; 3. Abrirá uma tela Analise/Importação de arquivos; 5. Selecione o caminho onde foi salvo o arquivo da DIRF feito no sistema da SH3; 6. Clique em avançar; 7. Verifique no Nome/Nome empresarial corresponde aos dados do município; 8. Observe que na importação para o aplicativo da Receita Federal o Ano-Calendário deve ser informado como 2016; 9. Clique em avançar; 10. Na tela apresentada serão listadas as informações sobre o arquivo, marque as opções se necessário; 11. Clique em avançar para finalizar a importação. 7

9 ATENÇÃO: 1º) Na ficha Rendimentos Recebidos Acumuladamente devem ser declarados no código 1889 e devem constar o rendimento pago de forma acumulada (art. 12-A da Lei nº 7.713, de 1988), relativo a anos-calendário anteriores ao do pagamento, decorrentes de: a) aposentadoria, pensão, transferência para a reserva remunerada ou reforma, pagos pela Previdência Social da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios; ou ainda b) os provenientes do trabalho, inclusive aqueles oriundos das decisões das Justiças do Trabalho, Federal, Estaduais e do Distrito Federal; 6 - Gerando a DIRF na Contabilidade: 1. Altere o exercício para Verifique se a versão do seu executável da contabilidade é ou superior; 3. Verifique se nos cadastros dos credores que vão para DIRF: a. O campo DIRF está marcado, e b. Se os CNPJ s e CPF s estão preenchidos corretamente, sendo que esses campos não podem estar preenchidos com Para Gerar o arquivo da DIRF na Contabilidade ir em: Relatório > DIRF > Relação de Empenhos com Desconto de IRRF; Campo Data preencher com: 01/01/2016 a 31/12/2016 Campo Valor Limite preencher com R$ 0,00. Contas de DESPESA que devem ser geradas: (PF) (PF) (PJ) (PJ) (PJ) 8 Importante: Caso exista alguma outra conta de despesa em que houve pagamento de pessoa jurídica ou física, também deverá ser gerada.

10 Marcar somente as opções: Filtrar os Valores pelo CNPJ. Gerar arquivo da DIRF; Preencher com o nome do Responsável e CPF pela empresa; Clicar em OK. *Para realizar a Importação do arquivo gerado, proceder como no item 5. 9

11 Para maiores esclarecimentos, favor entrar em contato com a equipe de consultores de suporte do Departamento de Pessoal da SH3 Informática, através do acesso remoto (Menu Ajuda opção Suporte ) ou pelo telefone (32) Equipe de consultores de Suporte. Contatos: vanessa_63 samuel_sh3 diones_sh3 10

- Orientações para preenchimento da DIRF na Instrução Normativa nº 1.587, de 15 de setembro de 2015 através do link abaixo:

- Orientações para preenchimento da DIRF na Instrução Normativa nº 1.587, de 15 de setembro de 2015 através do link abaixo: Caro Responsável pelo Departamento de Pessoal, Seguindo os moldes de atualizações passadas, segue abaixo, o link para instalação da DIRF 2016 e também rotinas para a geração e importação do arquivo. Antes

Leia mais

Atente-se também para as funções dos servidores aposentados, autônomos, pensionistas e estagiários onde CNAE não deverá ser preenchido.

Atente-se também para as funções dos servidores aposentados, autônomos, pensionistas e estagiários onde CNAE não deverá ser preenchido. 0 Versão 2.1 2016 Correlação A partir da versão do Departamento de Pessoal EXE:2016.23.04 todas as Funções existentes no sistema SH3 já estarão cadastradas com o CNAE 8411-6/00 (Administração Pública em

Leia mais

Menu Cadastro > opção Códigos.

Menu Cadastro > opção Códigos. 0 Versão 1.0 2016 A Gratificação Natalina, mais conhecida como 13º Salário, consiste no pagamento de uma gratificação salarial ao trabalhador. Um direito garantido a que o servidor faz jus na proporção

Leia mais

MANUAL DE EXPORTAÇÃO DO ARQUIVO DIRF 2013 ANO BASE 2012 FORTES AC PESSOAL

MANUAL DE EXPORTAÇÃO DO ARQUIVO DIRF 2013 ANO BASE 2012 FORTES AC PESSOAL MANUAL DE EXPORTAÇÃO DO ARQUIVO DIRF 2013 ANO BASE 2012 FORTES AC PESSOAL 1. DETALHES NO LAYOUT DA DIRF 2013 1.1 Abono Pecuniário e Salário Família; Na DIRF 2013 os valores de Abono pecuniário e Salário

Leia mais

Jd Soft Informática Ltda F o n e : ( )

Jd Soft Informática Ltda F o n e : ( ) INFORMATIVO DPPH Nº 007 14/02/2012. MANTER EM DIA AS ATUALIZAÇÕES O programa DOWNLOAD JD é o nosso portal oficial onde são publicadas as versões e os manuais de atualização e de informação para o usuário.

Leia mais

DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES DO ESTADO DE MINAS GERAIS- DBV

DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES DO ESTADO DE MINAS GERAIS- DBV DECLARAÇÃO DE BENS E VALORES DO ESTADO DE MINAS GERAIS- DBV SUMÁRIO 1. CADASTRO INICIAL... 1 2. ACESSO AO SISTEMA... 3 2.1. Preenchimento de Novo Formulário... 4 2.1.1. Declaração de Dependentes... 5 2.1.2

Leia mais

1. DMED Ficha Técnica da DMED Instalação do Aplicativo DMED Como gerar o arquivo da DMED no X-Clinic?

1. DMED Ficha Técnica da DMED Instalação do Aplicativo DMED Como gerar o arquivo da DMED no X-Clinic? 1. DMED............................................................................................. 2 1.1 Ficha Técnica da DMED...........................................................................

Leia mais

SADP FAQ 82. Facilitando seu dia a dia. Geração de DIRF 2016 ano base 2015 e RAIS FAQ82 Geração de DIRF e RAIS

SADP FAQ 82. Facilitando seu dia a dia. Geração de DIRF 2016 ano base 2015 e RAIS FAQ82 Geração de DIRF e RAIS SADP Geração de DIRF 2016 ano base 2015 e RAIS 2015 FAQ 82 Facilitando seu dia a dia FAQ82 Geração de DIRF e RAIS Prezado cliente, Esta FAQ 82 tem como objetivo orientá-lo sobre a geração da DIRF 2016

Leia mais

Imposto de Renda Anual e DIMOB Sami ERP++

Imposto de Renda Anual e DIMOB Sami ERP++ Imposto de Renda Anual e DIMOB Sami ERP++ Atualize o módulo do Aluguel (ALUGUEL.EXE) para efetuar os processos necessários para acúmulo dos valores do IRRF e posteriormente a geração do arquivo para importação

Leia mais

Sumário. 1- Conferência e Cadastramento dos arquivos. 1.1 Arquivo IDE Identificação da Remessa Arquivo PESSOA Pessoas Físicas...

Sumário. 1- Conferência e Cadastramento dos arquivos. 1.1 Arquivo IDE Identificação da Remessa Arquivo PESSOA Pessoas Físicas... Para a transmissão das informações do módulo da folha de pagamento para o SICOM será necessária a conferência e cadastro de informações obrigatórias segundo o leiaute disponibilizado pelo Tribunal de Contas

Leia mais

Atentar-se para os meses em que há o pagamento das férias, pois neste mês os valores demonstrados na DIRF não estarão dentro do padrão.

Atentar-se para os meses em que há o pagamento das férias, pois neste mês os valores demonstrados na DIRF não estarão dentro do padrão. PERGUNTAS E RESPOSTAS DIRF/INFORME DE RENDIMENTOS Como faço para conferir minha DIRF? Antes de qualquer coisa se faz necessário confirmar qual a forma de tributação do imposto de renda adotado na empresa

Leia mais

Caso tenha alguma dificuldade nesta etapa, procure um técnico de informática para auxiliá-lo.

Caso tenha alguma dificuldade nesta etapa, procure um técnico de informática para auxiliá-lo. Preenchimento da SEFIP para gerar a GFIP e imprimir as guias do INSS e FGTS Você, Microempreendedor Individual que possui empregado, precisa preencher a SEFIP, gerar a GFIP e pagar a guia do FGTS até o

Leia mais

Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários

Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários Secretaria De Estado de Fazenda Superintendência de Gestão da Informação Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários DECLARAÇÃO DE COMPRA

Leia mais

DSPJ INATIVA Regras para Apresentação. Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 15/01/2013. Sumário:

DSPJ INATIVA Regras para Apresentação. Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 15/01/2013. Sumário: DSPJ INATIVA 2013 - Regras para Apresentação Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 15/01/2013. Sumário: 1 - INTRODUÇÃO 2 - OBRIGATORIEDADE DE APRESENTAÇÃO 3 - ENTREGA DA DECLARAÇÃO 3.1 -

Leia mais

IMPOSTO DE RENDA ANUAL E DIMOB. Sami ERP Imobiliário

IMPOSTO DE RENDA ANUAL E DIMOB. Sami ERP Imobiliário IMPOSTO DE RENDA ANUAL E DIMOB Sami ERP Imobiliário Atualize o módulo do Aluguel (ALUGUEL.EXE) para efetuar os processos necessários para acúmulo dos valores do IRRF e posteriormente a geração do arquivo

Leia mais

Para iniciar o processo de geração da RAIS, verificar as configurações abaixo:

Para iniciar o processo de geração da RAIS, verificar as configurações abaixo: Passo a Passo para interface da RAIS Para iniciar o processo de geração da RAIS, verificar as configurações abaixo: 1- Ir em opções, configurações, configurar ambiente, verificar se nos campos códigos

Leia mais

Manual de Instruções do Movimento de Caixa

Manual de Instruções do Movimento de Caixa Manual de Instruções do Movimento de Caixa 1 Sumário MANUAL DO MOVIMENTO DE CAIXA 3 Cadastrando o Plano de Contas 3 Cadastrando as Contas Bancárias/Caixa 4 Cadastrando um Tipo Contábil pelo Athenas3000

Leia mais

SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Cadastro e Habilitação Declaração de Inocorrência

SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Cadastro e Habilitação Declaração de Inocorrência SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras Cadastro e Habilitação Declaração de Inocorrência Sumário ORIENTAÇÕES GERAIS... 3 O que são Pessoas Obrigadas... 4 O que é o SISCOAF... 4 Quem deve

Leia mais

Principais Novidades Dezembro/ 2012 a Março/2013

Principais Novidades Dezembro/ 2012 a Março/2013 Principais Novidades Dezembro/ 2012 a Março/2013 Sumário 1. Alterações nos menus Relatórios e Gráficos... 3 2. Resgate do orçamento para cálculo de rateio de condomínio... 4 3. Alteração em Permissões

Leia mais

Para preencher clique no campo e pressione as teclas + simultaneamente.

Para preencher clique no campo e pressione as teclas <CTRL> + <ENTER> simultaneamente. MANUAL DE INTEGRAÇÃO RAIS 2007 Considerações Importantes: 1 A partir da RAIS de 2005, foram acrescentadas informações adicionais como por exemplo a Contribuição Sindical Patronal, Contribuição Sindical

Leia mais

2) Como localizar o Comprovante de Rendimentos? Para localizar o Comprovante de Rendimentos o servidor deve proceder da seguinte forma:

2) Como localizar o Comprovante de Rendimentos? Para localizar o Comprovante de Rendimentos o servidor deve proceder da seguinte forma: Comprovante de Rendimentos Perguntas Frequentes 1) O que é Comprovante de Rendimentos? Comprovante de Rendimentos é um documento disponibilizado ao servidor pela Secretaria de Estado da Administração contendo

Leia mais

Índice O Que é ISS Digital?

Índice O Que é ISS Digital? Índice O Que é ISS Digital? 1.0 Cadastro de Empresas Contribuintes 1.1 Cadastro On-line de Prestadores 1.2 Consulta ao CEC (ConCEC) 1.3 Empresas de Fora do Município 1.4 Consulta ao CEF (ConCEF) 1.5 Tomadores:

Leia mais

MANUAL SEFINNET / SEFINNET WEB FLORIANÓPOLIS SC VERSÃO 3.0 ( )

MANUAL SEFINNET / SEFINNET WEB FLORIANÓPOLIS SC VERSÃO 3.0 ( ) MANUAL SEFINNET / SEFINNET WEB FLORIANÓPOLIS SC VERSÃO 3.0 (3.00.0001) SERVIÇOS PRESTADOS - GIF PJ - DES CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA SUMÁRIO 2 Importação dos arquivos BGR 3 Cadastro de Talonários 5 Configuração

Leia mais

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO

MANUAL VTWEB CLIENT URBANO MANUAL VTWEB CLIENT URBANO Conteúdo... 2 1. Descrição... 3 2. Cadastro no sistema... 3 2.1. Pessoa Jurídica... 3 2.2. Pessoa Física... 5 2.3. Concluir o cadastro... 6 3. Acessar o sistema... 6 3.1. Autenticar

Leia mais

Manual DIMOF (Declaração de Informação sobre Movimentação Financeira)

Manual DIMOF (Declaração de Informação sobre Movimentação Financeira) Manual DIMOF (Declaração de Informação sobre Movimentação Financeira) JUNHO/2013 Sumário Sumário... 2 1. Introdução... 3 2. Funcionalidade... 4 3. Navegação no Sistema... 4 3.1. Autenticação de Usuário...

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema FaciliTiss Guia de Consulta

Manual de Utilização do Sistema FaciliTiss Guia de Consulta Manual de Utilização do Sistema FaciliTiss Guia de Consulta Versão 1 - ABR/2015 1 SUMÁRIO 1. Site...3 2. Login...4 3. Complemento de Cadastro...4 4. Cadastro Operadora, Solicitante e Executante...5 5.

Leia mais

1º Passo - *O sistema E-Cidades é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox.

1º Passo - *O sistema E-Cidades é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox. Para responder ao questionário, será necessário ter em mãos: Carteira de Identidade; CPF; Comprovante de Residência; Certidão de Casamento ou outro que ateste o estado civil; Certidão de Nascimento dos

Leia mais

Manual do Usuário - Novo SCDP Universidade Federal de Alagoas

Manual do Usuário - Novo SCDP Universidade Federal de Alagoas Manual do Usuário - Novo SCDP Universidade Federal de Alagoas 1 Janeiro de 2014 1. Acesso... 02 1.1 Usuários Novos. 03 1.2 Token. 05 2. Solicitação de Viagem. 08 2.1. Cadastrar. 08 2.2 Reserva de Passagem...

Leia mais

Usando a geração de boletos

Usando a geração de boletos Usando a geração de boletos O sistema permite que sejam gerados boletos de cobrança, os boletos podem ser impressos ou enviados por e-mail. O sistema permite a geração de carteiras do tipo Não registrada,

Leia mais

Prefeitura Municipal De Morro Redondo/RS. Manual Contribuinte Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-e

Prefeitura Municipal De Morro Redondo/RS. Manual Contribuinte Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-e Prefeitura Municipal De Morro Redondo/RS Manual Contribuinte Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-e Fly e-nota Importante: Antes de iniciar o manual cabe lembrar que em todos esses processos existe a

Leia mais

SPED Contábil - Versão 3.1.9

SPED Contábil - Versão 3.1.9 SPED Contábil - Versão 3.1.9 A Escrituração Contábil Digital (ECD) é parte integrante do projeto SPED e tem por objetivo a substituição da escrituração em papel pela escrituração transmitida via arquivo,

Leia mais

Guia de pagamento mensal do Microempreendedor Individual (DAS) 1 CM. Contribuições Mensais 1 CM 10 CM 12 CM 12 CM 180 CM.

Guia de pagamento mensal do Microempreendedor Individual (DAS) 1 CM. Contribuições Mensais 1 CM 10 CM 12 CM 12 CM 180 CM. Guia de pagamento mensal do Microempreendedor Individual (DAS) Você, Microempreendedor Individual que se formalizou e não quer perder os benefícios no INSS nem ficar inadimplente, precisa pagar as guias

Leia mais

Neste bip. Dicas para resolver erros do Seguro Desemprego. Você Sabia? Edição 68 Abril de 2016

Neste bip. Dicas para resolver erros do Seguro Desemprego. Você Sabia? Edição 68 Abril de 2016 Neste bip Dicas para resolver erros do Seguro Desemprego... 1 Geração dos recibos de vale transporte... 2 Horário de Trabalho... 3 Dicas para resolver erros do Seguro Desemprego O validador do arquivo

Leia mais

Cálculo de Hora Extra:

Cálculo de Hora Extra: Cálculo de Hora Extra: Confira como resolver, em poucos passos, um cálculo com o aplicativo Debit Trabalhista. Este cálculo contém: Horas Extras (hora + adicional) 13º salário Férias Aviso prévio Multa

Leia mais

Manual de Acesso ao SIGEPE

Manual de Acesso ao SIGEPE Manual de Acesso ao SIGEPE Fonte: Decanto de Gestão de Pessoas UnBǁ Elaboração: Divisão de Administração de Pessoal Prezado (a) Servidor (a), O Governo Federal, por meio de seu Ministério do Planejamento,

Leia mais

Importar e Receber NF-e

Importar e Receber NF-e Importar e Receber NF-e Procedimentos prévios para importar: 1. Caso ainda não tenha sido criada, criar na área de trabalho o atalho para a pasta RECEBER. Para isso vá no SGL e clique no menu CADASTRO

Leia mais

Folhamatic Folha de Pagamento

Folhamatic Folha de Pagamento 1 Caro Cliente, Nesta versão foram disponibilizadas as seguintes alterações e implementações: 1. Menu Diversos/DCN Documento de Cadastramento do NIS No Menu Diversos, foi incluída a opção DCN Documento

Leia mais

Manual de orientações sobre a geração e envio do arquivo de cadastramento do PIS em Lote

Manual de orientações sobre a geração e envio do arquivo de cadastramento do PIS em Lote Manual de orientações sobre a geração e envio do arquivo de cadastramento do PIS em Lote A partir de 31/10/2014 a versão em papel do DCN Documento de Cadastramento do PIS não será mais aceito. Com isso,

Leia mais

PORÉM ESTÁ SUJEITA Á MULTA.

PORÉM ESTÁ SUJEITA Á MULTA. RAIS Ano Base 2011 Prazo e Local para Entrega das Informações: Prazo: INÍCIO : 17 de Janeiro de 2012. TÉRMINO : 9 de Março de 2012 Notas: I - Após o dia 9 de Março de 2012 a entrega da declaração continua

Leia mais

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Programa Bolsa Família Manual de Operação 10/Abril/2011 Aplicado

Leia mais

Manual do Visual Practice

Manual do Visual Practice Manual do Visual Practice Cálculo de Rescisão Para efetuar cálculo de rescisão, acessar o menu Cálculos / Folha normal / rescisão. Informar Empresa e Funcionário e clicar no ícone Rescisão ou (ALT+R),

Leia mais

1 SOBRE A ÁREA RESTRITA EMPRESA

1 SOBRE A ÁREA RESTRITA EMPRESA Sumário 1 Sobre a área restrita Empresa...3 1.1 Apresentação...3 1.2 Acessando a área restrita Empresa...3 1.3 Acesso contribuintes aptos...4 1.4 Acesso contribuintes não aptos...5 1.5 Pesquisar contribuinte...5

Leia mais

GERANDO O ARQUIVO HOMOLOGNET DENTRO DO ATHENAS 1º Passo: Após a rescisão de contrato ter sido calculada e efetivada o usuário deverá verificar quais

GERANDO O ARQUIVO HOMOLOGNET DENTRO DO ATHENAS 1º Passo: Após a rescisão de contrato ter sido calculada e efetivada o usuário deverá verificar quais GERANDO O ARQUIVO HOMOLOGNET DENTRO DO ATHENAS 1º Passo: Após a rescisão de contrato ter sido calculada e efetivada o usuário deverá verificar quais as verbas que compõe o seu cálculo, lembrando que deve

Leia mais

Gerabyte AFV (Automação de Força de Venda) Manual do Aplicativo

Gerabyte AFV (Automação de Força de Venda) Manual do Aplicativo Gerabyte AFV (Automação de Força de Venda) Manual do Aplicativo Versão do Manual: 2.4 Versão do Aplicativo: 2.17.2 Conteúdo 1. Instalação do AFV...03 2. Configurações...04 3. Recebendo as tabelas...05

Leia mais

Manual de Processamento da DIRF

Manual de Processamento da DIRF Manual de Processamento da DIRF Pág. 1/29 Informações Importantes:...2 1. Geração dos dados da DIRF e Informe de Rendimentos...4 1.1. Filtro de Funcionários (Selecionar Autônomos)...5 1.2. Fato gerador

Leia mais

Agendamento de Entregas

Agendamento de Entregas Agendamento de Entregas MT-212-00143 - 2 Última Atualização 24/11/2014 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: Solicitar um Agendamento de Entregas de Materiais; Acompanhar o andamento

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITUIUTABA

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITUIUTABA PREFEITURA MUNICIPAL DE ITUIUTABA ITUIUTABA MINAS GERAIS 2011 Manual do Sistema de Arrecadação Tributária SIAT Online ÍNDICE 1 - SIAT ONLINE Considerações Gerais 1.1 - Benefícios Pessoas Físicas. 1.2 -

Leia mais

2º passo: Cadastrar o Boleto de cobrança. Cadastros Financeiros Bancários Cobrança - Boletos

2º passo: Cadastrar o Boleto de cobrança. Cadastros Financeiros Bancários Cobrança - Boletos A seguir, vamos mostrar como configurar, cadastrar, gerar boletos e gerar/ receber remessas de boletos bancários. Os boletos bancários poderão ser gerados para qualquer lançamento de contas a receber.

Leia mais

DO USUÁRIO. Relatórios de Atividades da Lei Pilhas e Baterias Fabricante Nacional

DO USUÁRIO. Relatórios de Atividades da Lei Pilhas e Baterias Fabricante Nacional MANUAL DO USUÁRIO Relatórios de Atividades da Lei 10.165 Pilhas e Baterias Fabricante Nacional IBAMA INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATU- RAIS RENOVAVÉIS Elaborado por Priscila Pivante

Leia mais

TUTORIAL PORTAL MAIS EMPREGO

TUTORIAL PORTAL MAIS EMPREGO TUTORIAL PORTAL MAIS EMPREGO TRABALHADOR WEB Esse tutorial tem como objetivo instruir o trabalhador para se cadastrar no Portal Mais Emprego, verificar as vagas disponíveis e se autoencaminhar para vagas

Leia mais

Capítulo 1. Importação de Dados de Instituições Financeiras - Arquivo TXT 3

Capítulo 1. Importação de Dados de Instituições Financeiras - Arquivo TXT 3 Sumário Capítulo 1. Importação de Dados de Instituições Financeiras - Arquivo TXT 3 Capítulo 2. Importação de Dados de Instituições Financeiras - Arquivo XML 12 Capítulo 1. Importação de Dados de Instituições

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando o sistema

Leia mais

Recursos Humanos Rescisão Complementar

Recursos Humanos Rescisão Complementar Recursos Humanos Rescisão Complementar 1/18 Índice 1. RESCISÃO COMPLEMENTAR... 3 2. RESCISÃO COMPLEMENTAR POR ACORDO/CONVENÇÃO/DISSIDIO... 4 1.1. 1.2. 1.3. 1.4. 1.5. 1.6. PARÂMETROS... 4 SALÁRIOS RETROATIVOS

Leia mais

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS

SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA PROCEDIMENTOS VTWEB CLIENT PROCEDIMENTOS Origem: ProUrbano Data de Criação: 22/03/2010 Ultima alteração: Versão: 1.3 Tipo de documento: PRO-V1. 0 Autor: Adriano

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO SECRETARIA DE FINANÇAS

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO SECRETARIA DE FINANÇAS MANUAL PARA O PROCESSO DE RETENÇÃO DE SERVIÇO O processo de retenção de serviço ocorre quando o tomador de serviço é o responsável pelo recolhimento do ISS. O tomador deverá escriturar a nota recebida

Leia mais

Como exportar os arquivos NFP via Web-Service - FS127

Como exportar os arquivos NFP via Web-Service - FS127 Como exportar os arquivos NFP via Web-Service - FS127 Sistema: Futura Server Caminho: Fiscal> NFP Web-service>Exportação de arquivos Referência: FS127 Versão: 2016.2.15 Como Funciona: Esta tela é utilizada

Leia mais

ITQ InPrint Cobrança. Manual do Usuário Atualizado em: 27/02/2012.

ITQ InPrint Cobrança. Manual do Usuário Atualizado em: 27/02/2012. ITQ InPrint Cobrança Manual do Usuário Atualizado em: 27/02/2012 http://www.itquality.com.br Sumário Introdução...2 Características do Sistema...3 Antes de Instalar...3 Instalando o Sistema...3 Acessando

Leia mais

RAIS 2013 Ano Base PEGASUS Build: ou superior Data: 15/12/2012

RAIS 2013 Ano Base PEGASUS Build: ou superior Data: 15/12/2012 RAIS 2013 Ano Base 2012 --------------------------------- PEGASUS Build: 2.0.0.1253 ou superior Data: 15/12/2012 - O que é RAIS? Relação Anual de Informações Sociais - RAIS. Instituída pelo Decreto nº

Leia mais

Manual Emissor Legal Atualizado 10/08/2016. Cadastro de Clientes

Manual Emissor Legal Atualizado 10/08/2016. Cadastro de Clientes Manual Emissor Legal Atualizado 10/08/2016 1.0 Menu superior Para utilizar o menu superior, clique com o mouse em cima da palavra que deseja abrir. No exemplo acima foi clicado na palavra cadastros, assim

Leia mais

Sumário 1. Inicializando o Sistema Arquitetura do Sistema Consulta Rápida de Veículos Informações Gerais...

Sumário 1. Inicializando o Sistema Arquitetura do Sistema Consulta Rápida de Veículos Informações Gerais... 1 Sumário 1. Inicializando o Sistema... 3 2. Arquitetura do Sistema... 5 2.1. Menu... 5 2.1.1. Detalhamento do Menu e Submenu... 5 2.2. Barra de Ferramentas... 6 2.2.1. Ações... 6 2.2.2. Crédito Disponível...

Leia mais

Comparativo das Principais e 2016

Comparativo das Principais e 2016 Comparativo das Principais alterações entre as RAIS ano-base 2015 e 2016 PRINCIPAIS ALTERAÇÕES DA RAIS ANO-BASE 2015 E 2016 RAIS 2015 - PORTARIA MTE N 2.027/2013 RAIS 2016 - PORTARIA MTPS N 269/2015 Informações

Leia mais

Concessão - Aposentadoria

Concessão - Aposentadoria Concessão - Aposentadoria 1. Módulo Cadastro 1.1. Cadastro de Pessoa Acesse o menu Cadastro/Pessoa/Informações Gerais. A seguinte janela se abrirá. Para incluir uma nova pessoa, vá paraa a primeira aba,

Leia mais

CADASTRO DE EXCEÇÕES PIS/COFINS

CADASTRO DE EXCEÇÕES PIS/COFINS Apresentação Este tutorial descreve sobre o processo para cadastro de exceções de tributação de PIS/COFINS e orientações gerais de execução da rotina 1000 Processamentos Fiscais para o recálculo de PIS/COFINS.

Leia mais

1 ACESSANDO O SPC BRASIL

1 ACESSANDO O SPC BRASIL 1 ACESSANDO O SPC BRASIL Para ter acesso ao sistema de consultas é necessário acessar www.acedv.com.br após isso clique no link: CONSULTA SPC Preencha corretamente os campos abaixo, com os dados fornecidos

Leia mais

DEPARTAMENTO DE RECURSOS DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DRTI DIVISÃO DE DESENVOLVIMENTO E PROGRAMAÇÃO - DIDP

DEPARTAMENTO DE RECURSOS DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DRTI DIVISÃO DE DESENVOLVIMENTO E PROGRAMAÇÃO - DIDP DEPARTAMENTO DE RECURSOS DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DRTI DIVISÃO DE DESENVOLVIMENTO E PROGRAMAÇÃO - DIDP SISTEMA DE AUTOMAÇÃO DE PRODUTIVIDADE - SAP MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO 1.2 Este manual tem por objetivo

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO FERREIRA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO FERREIRA PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO FERREIRA Prestadores de Serviços Tomadores de Serviços GUIA DO USUARIO FISCALIZAÇÃO DE RENDAS MUNICIPAIS 1 SUMÁRIO Pág. 1. INTRODUÇÃO 03 2. RECURSOS DO SISTEMA 03 2.1 Tela

Leia mais

Manual Sistema de Gerenciamento dos Auxiliares da Justiça

Manual Sistema de Gerenciamento dos Auxiliares da Justiça 2016 Manual Sistema de Gerenciamento dos Auxiliares da Justiça MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE GERENCIAMENTO DOS AUXILIARES DA JUSTIÇA PÚBLICO EXTERNO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO STI

Leia mais

SISTEMA DE FOLHA DE PAGAMENTO SFP40H

SISTEMA DE FOLHA DE PAGAMENTO SFP40H SISTEMA DE FOLHA DE PAGAMENTO SFP40H Especializada em softwares para a gestão pública. Trabalhamos para atender nossos clientes da maneira mais eficiente possível. Estamos aqui para encontrar soluções!

Leia mais

09/11/ :24:09 Manual do Portal de Serviços

09/11/ :24:09 Manual do Portal de Serviços ÍNDICE 1 -SIAT ONLINE Considerações Gerais 1.1 - Benefícios Pessoas Físicas. 1.2 - Benefícios Pessoas Jurídicas. 1.3 - Tela Inicial anônimos 1.4 Acesso Restrito Direcionado a Empresas 2 - Consulta Débito

Leia mais

Manual do Sistema Certidão CNJ

Manual do Sistema Certidão CNJ Manual do Usuário Manual do Sistema Certidão CNJ Certidão CNJ Template Versão 1.1 SUMÁRIO 1. Acesso ao sistema... 3 2. Emissão da Certidão... 5 3. Validação da Certidão CNJ... 8 Por Numeração da Certidão...

Leia mais

BASCODE CLOUD BUSINESS APPLICATIONS

BASCODE CLOUD BUSINESS APPLICATIONS CLOUD BUSINESS APPLICATIONS Sistema de Gestão Empresarial Emissão Notas Fiscais Eletrônicas (Fornecedor/Consumidor) Controle de Estoque Emissão de Pedidos / Serviços Fluxo de Caixa / A Pagar e A Receber

Leia mais

Na seção de serviços, encontre a opção SIGEPE SERVIDOR. Clica-se na mesma para se ter acesso a uma segunda tela.

Na seção de serviços, encontre a opção SIGEPE SERVIDOR. Clica-se na mesma para se ter acesso a uma segunda tela. Manual do SIGEPE O Governo Federal, por meio de seu Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão vem desenvolvendo o sistema SIGEPE, em substituição ao antigo Siapenet. Através dele, é possível a retirada

Leia mais

A1 Manual Certificado Digital A1 no Windows

A1 Manual Certificado Digital A1 no Windows A1 Manual Certificado Digital A1 no Windows Sumário Introdução 3 Requisitos para emissão do certificado digital A1 ICP-Brasil 4 Acessando o Certificado Digital pelo Internet Explorer 5 Acessando o Certificado

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e)

NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Declaração de Serviços Sistema desenvolvido por Tiplan Tecnologia em Sistema de Informação. Todos os direitos reservados. http://www.tiplan.com.br Página 2 de 22 Índice ÍNDICE... 2 1. CONSIDERAÇÕES

Leia mais

SAÚDE CONNECT FATURAMENTO ODONTOLOGIA

SAÚDE CONNECT FATURAMENTO ODONTOLOGIA SAÚDE CONNECT 3.010 FATURAMENTO ODONTOLOGIA FATURAMENTO ODONTOLOGIA... 3 1. DIGITAR GUIAS... 3 1.1 GUIA DE TRATAMENTO ODONTOLÓGICO... 4 1.2 CONSULTAR OU ALTERAR GUIA... 5 2. LOTE DE GUIAS... 7 2.1 ENVIAR

Leia mais

DIRF. Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte DIRF 2014. Ano Base:2013. Copyright 2013 1

DIRF. Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte DIRF 2014. Ano Base:2013. Copyright 2013 1 DIRF Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte DIRF 2014 Ano Base:2013 Copyright 2013 1 O que é DIRF? Declaração de Imposto de Renda Retido na Fonte: É a declaração feita pela FONTE PAGADORA [Empresa],

Leia mais

Ministério da Fazenda SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL. Instrução Normativa nº 632, de 17 de março de 2006

Ministério da Fazenda SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL. Instrução Normativa nº 632, de 17 de março de 2006 Ministério da Fazenda SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL Instrução Normativa nº 632, de 17 de março de 2006 DOU de 20.3.2006 Aprova o Programa Gerador de Documentos do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica -

Leia mais

Service Center Manual para Envio de Documentos Fiscais de Serviços

Service Center Manual para Envio de Documentos Fiscais de Serviços Service Center Manual para Envio de Documentos Fiscais de Serviços (01/09/2016) 1 2 Introdução Envio de Documentos Fiscais Objetivo O envio de documentos fiscais de serviços, através do Service Center,

Leia mais

Para facilitar o entendimento do processo de geração da DIRF 2010 nos Sistemas Cordilheira, a equipe de Suporte Técnico da EBS Sistemas

Para facilitar o entendimento do processo de geração da DIRF 2010 nos Sistemas Cordilheira, a equipe de Suporte Técnico da EBS Sistemas Para facilitar o entendimento do processo de geração da DIRF 2010 nos Sistemas Cordilheira, a equipe de Suporte Técnico da EBS Sistemas disponibilizou este pequeno manual que contém dicas importantes sobre

Leia mais

Configuração de Conta de no Outlook 2003 / 2007 e Backup de Segurança dos s

Configuração de Conta de  no Outlook 2003 / 2007 e Backup de Segurança dos  s Configuração de Conta de E-mail no Outlook 2003 / 2007 e Backup de Segurança dos E-mails 1. Após abrir o Microsoft Office Outlook, clicar no menu de Ferramentas e seguir os passos para a configuração da

Leia mais

Manual do Usuário. Sistema Registro Digital

Manual do Usuário. Sistema Registro Digital Sistema Registro Digital Manual do Usuário Sistema Registro Digital Elaborado pela GTI - JUCEMG À Junta Comercial do Estado Belo Horizonte, MG NOVEMBRO/2015 Sumário 1. Apresentação... 4 2. Pré-requisitos...

Leia mais

Portal CPE - Cartório Postal Eletrônico. Manual de Utilização

Portal CPE - Cartório Postal Eletrônico. Manual de Utilização Manual de Utilização Utilizar o Portal CPE (Cartório Postal Eletrônico) Para utilizar o Portal, acessar o link https://cartoriopostaleletronico.com.br/ Conforme Figura 1, o Portal pode ser acessado através

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE CREDENCIADOS - SGC

SISTEMA DE GESTÃO DE CREDENCIADOS - SGC SISTEMA DE GESTÃO DE - SGC MANUAL DO CANDIDATO SISTEMA DE GESTÃO DE - SGC PROFISSIONAL AUTÔNOMO SISTEMA DE GESTÃO DE - SGC Identificação do Edital Para fazer a inscrição, o candidato deve acessar o site

Leia mais

Cotação Eletrônica no FórmulaCerta

Cotação Eletrônica no FórmulaCerta Cotação Eletrônica no FórmulaCerta Processos para executar o envio da cotação (VERSÃO CLIENTE) Relação de arquivos FAGRON_PRODUTOS.TXT PharmaNostra.txt ViaPharmaV11092014.txt 1 Procedimentos Para ajudar

Leia mais

Manual do Aposentado e Pensionista

Manual do Aposentado e Pensionista Manual do Aposentado e Pensionista 1 SUMÁRIO Qual é o significado de Aposentado e Pensionista?...3 Quando é realizado o pagamento do Benefício?...3 Quais as formas de recebimento dos Benefícios?...3 Quando

Leia mais

SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO CND CND PORTAL DE RELACIONAMENTO Cadastro CND Painel de Controle

SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO CND CND PORTAL DE RELACIONAMENTO Cadastro CND Painel de Controle Sage CND SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 1 2. CND... 2 1.1. 1.2. Cadastro CND... 2 Painel de Controle... 6 3. CND PORTAL DE RELACIONAMENTO.... 10 1. Apresentação A Plataforma Sage visa dinamizar os negócios

Leia mais

Declaração de Serviços Tomados

Declaração de Serviços Tomados Declaração de Serviços Tomados O que é isto? O que isto faz? Por meio desta página, qualquer contribuinte pode realizar a declaração dos serviços tomados para gerar as guias de Retenção. Nesta página,

Leia mais

Manual RAIS 2012 Atualizada em Pág. 1

Manual RAIS 2012 Atualizada em Pág. 1 Pág. 1 O QUE É A RAIS? Todo estabelecimento deve fornecer ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), por meio da Relação Anual de Informações Sociais RAIS, as informações referentes a cada um de seus empregados,

Leia mais

Instruções para utilização da Agenda Médica Eletrônica

Instruções para utilização da Agenda Médica Eletrônica Instruções para utilização da Agenda Médica Eletrônica Sumá rio 1. Acesso aos Serviços Exclusivos...3 2. Acesso à Agenda...4 3. Inclusão de Horários de Atendimento...6 4. Informação de Ausência...10 5.

Leia mais

ECF: A Geração do Arquivo

ECF: A Geração do Arquivo ECF: A Geração do Arquivo 1 Sumário Apresentação... 3 É importante saber... 3 Configurar o Relatório do Livro Caixa... 4 Configurar a ECF... 5 Como configurar o layout?... 6 É importante saber II... 9

Leia mais

TCI Sistemas Integrados

TCI Sistemas Integrados TCI Sistemas Integrados Manual Gera arquivo Prefeitura 1 Índice 1 - Cadastros obrigatórios para Gerar Arquivo para Prefeitura...3 2 Gerar Arquivo...8 3 Retorno Arquivo Prefeitura...19 2 1 Cadastros obrigatórios

Leia mais

Junho Utilização do CCS

Junho Utilização do CCS Utilização do CCS Acesso O acesso à tela de login deve ser feito por meio da página principal do Banco Central na internet, www.bcb.gov.br, clicando-se no menu vertical de opções (parte esquerda), em Sistema

Leia mais

Passo a Passo Contribuição Sindical Patronal 2017

Passo a Passo Contribuição Sindical Patronal 2017 Passo a Passo Contribuição Sindical Patronal 2017 1º passo Verifique o CNAE Antes de dar início, observe se sua empresa se enquadra nas classificações indicadas a seguir. Somente os contribuintes com o(s)

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO. POP Procedimento Operacional Padrão ATIVIDADE POP N VERSÃO Nº FOLHA N EMISSÃO DE GUIAS DE IMPOSTOS 001 00 1 / 16

SISTEMA DE GESTÃO. POP Procedimento Operacional Padrão ATIVIDADE POP N VERSÃO Nº FOLHA N EMISSÃO DE GUIAS DE IMPOSTOS 001 00 1 / 16 SISTEMA DE GESTÃO EMISSÃO DE GUIAS DE IMPOSTOS 001 00 1 / 16 1. OBJETIVO Orientar os funcionários do Setor Financeiro quanto à emissão de guias de impostos. 2. APLICAÇÃO Setor Financeiro 3. REFERÊNCIAS

Leia mais

Manual Escrituração Contábil Digital (ECD)

Manual Escrituração Contábil Digital (ECD) Manual Escrituração Contábil Digital (ECD) JUNHO/2013 Sumário 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema ECD... 3 3. Gerar Arquivo... 5 3.1. Anexar Arquivo RTF... 7 3.2. Gerando Arquivo... 8 4. Signatários...

Leia mais

SUMÁRIO. Como entrar no Portal de Serviços 02. Solicitar Autenticação do Livro 03. Editar solicitação 14. Assinar Solicitação 15

SUMÁRIO. Como entrar no Portal de Serviços 02. Solicitar Autenticação do Livro 03. Editar solicitação 14. Assinar Solicitação 15 Pré-Requisitos para utilização do Livro Digital: Java e Mozilla Firefox Atualizados; Certificado Digital e-cpf A3, previamente instalado e configurado no computador; Arquivo no formato PDF/A, com o tamanho

Leia mais

Módulo Administrativo enota NFS-e

Módulo Administrativo enota NFS-e Módulo Administrativo enota NFS-e Sistema Administrativo de NFS-e do Município Manual do Administrador Criado por: Informática Educativa Índice 1. Sistema Administração... 03 2. Prestadores... 04 3. RPS...

Leia mais

Quitação de Documento em Grupo

Quitação de Documento em Grupo Quitação de Documento em Procedimentos para realizar quitação do movimento de contas a pagar. Copyright 2010 flexlife todos diretos reservados www. flexlife.com.br Versão 1.1 20/01/2016 1. Quitação de

Leia mais

1. No Configurador (SIGACFG) acesse Base de Dados/Dicionário/ Base de Dados. Configure o(s) campo(s) a seguir:

1. No Configurador (SIGACFG) acesse Base de Dados/Dicionário/ Base de Dados. Configure o(s) campo(s) a seguir: GIM Guia Informativa Mensal ICMS Distrito Federal Produto : Microsiga Protheus Livros Fiscais, Versão 11 Chamado : TEEBVL-TPIEVQ Data da publicação : 29/04/14 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos

Leia mais

Sistema Aula. Motivos para o acesso ser negado:

Sistema Aula. Motivos para o acesso ser negado: Sumário 1. Acesso ao Sistema Aula. 2. Da Identificação do Módulo Coordenação e respectivos programas. 3. Registro de Ocorrências dos Alunos 4. Tipos de Ocorrências 5. Dossiê do Aluno 6. Registro das informações

Leia mais