A INTERNET DAS COISAS E OS NOVOS PARADIGMAS DO CONSUMO 1

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A INTERNET DAS COISAS E OS NOVOS PARADIGMAS DO CONSUMO 1"

Transcrição

1 A INTERNET DAS COISAS E OS NOVOS PARADIGMAS DO CONSUMO 1 Claudir Segura 2 Hermes Renato Hildebrand 3 Resumo: Internet, tecnologia, sensores, miniaturização, comunicação remota via novo protocolo de internet ipv6 traçam um novo cenário para o mercado consumidor. A sociedade de consumo que tinha suas necessidades levantadas e analisadas pelo marketing, através das pesquisas quantitativas e qualitativas, ultrapassam as barreiras das informações mediadas apenas pelos homens e, agora, passa por uma revolução silenciosa que está sendo conduzida por um tipo de tecnologia emergente que permite monitorar e receber informações por meio de sensores que se comunicam e transmitem dados e informações por meio das máquinas. As novas tendências tecnológicas, incluindo-se a nuvem na rede (cloud computing), mobilidade computacional e Big Data, aumentarão substancialmente o poder de processamento e a nova economia que passa a existir neste cenário. As empresas passarão a compartilhar suas informações com governos, mercados e até mesmo com seus concorrentes de maneira silenciosa, graças ao acesso facilitado e permitido por essas mudanças dos parâmetros tecnológicos. No próximo movimento, e, em uma nova onda, o crescimento da internet, virá da somatória e da interação e convergência de processos, dados, pessoas, coisas, e meio ambiente. Esta é a Internet das Coisas (Internet of Things). Este é um novo caminho para o consumo. Palavras-Chave: Internet das Coisas. Sistemas Conectados. Marketing. Tecnologia Emergente. Ecossistema Tecnológico. Abstract: Internet, technology, sensors, miniaturization, remote communication via new IPv6 protocol outline a new scenario for the consumer market. The consumer society that had pointed their wishes and needs and analyzed by marketing through research, pushed the boundaries of information mediated by man and now go through a silent revolution to be improved by a technology that allows it to monitor and receive information provided by sensors that communicate and transmit information to machines. Trends in technology, including yourself cloud computing and mobility, big data, will substantially increase the processing power and the new economy that begins to exist in this scenario. Companies will share their information with governments, industry and even competitors silently thanks to the 1 Trabalho apresentado no Seminário Temático Políticas de Mercado e a Indústria de Entretenimento Audiovisual, durante a I Jornada Internacional GEMInIS, realizada entre os dias 13 e 15 de maio de 2014, na Universidade Federal de São Carlos. 2 Doutorando em Tecnologia da Inteligência e do Design Digital pela PUC-SP, Mestre em Design pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, na USP. É Pós Graduado e Graduado em Marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing. Atualmente é Professor na PUC-SP, Fundação Armando Álvares Penteado - FAAP, INPG, e SUSTENTARE. 3 Doutor em comunicação e semiótica pela PUCSP, professor na área de tecnologias emergentes na UNICAMP e na PUCSP. É coordenador do Programa de Pós-Graduação TIDD Tecnologia de Inteligência e Design Digital e coordenador associado do Curso de Graduação em Comunicação com ênfase em Midialogia. 1

2 easy access and still permitted by this changing technical parameters. In the next move, a new wave, the growth of the internet, will come from the sum of interaction and convergence of processes, data, people, things, and the environment. This is the Internet of Things. This is a new path for consumption. Keywords: Internet of Things. Connected Systems. Marketing. Emerging Technology. Technological Ecosystem. 1. Introdução O desenvolvimento tecnológico avança a passos largos e as empresas estão se antecipando às necessidades e desejos dos consumidores que estão ávidos por novas experiências e produtos. Esta não é uma visão futurista, é, simplesmente, uma previsão de cenário que percebemos para o século em que vivemos e que está alicerçado pela Internet das Coisas, ou como é conhecida, Internet of Things (IoT). Peter Friess, membro belga da Comissão Europeia de Pesquisa, afirma que a grande maioria dos governos europeus, asiáticos e americanos, hoje, considera que a Internet das Coisas é uma área de inovação e em crescimento. Porém, não podemos ser simplistas e pensar e tratar apenas das coisas. Friess considera também que temos um ambiente em processo e com um potencial ainda a ser explorado quando estamos tratando de olhar as coisas objetos, dispositivos, e sensores conectados entre si e nas redes - dialogando sob um novo protocolo de comunicação (ipv6). Considerando as coisas conectadas aos sensores e computadores por meio das redes e dos mecanismos de radiofrequencia, podemos observar que os sistemas e ecossistemas que olham para a Internet das Coisas estão em processo de transformação e, mais precisamente, estão modificando nossas relações com o mundo ao nosso redor. São as cidades inteligentes e as regiões monitoradas por sensores que captam informações sobre umidade do ar, temperatura e luminosidade, veículos inteligentes que monitoram e fornecem informações sobre ele mesmo e sobre os seus condutores identificando aspectos como distâncias e posições através da geolocalização, residências inteligentes com milhares de dispositivos que dão informações sobre nossas moradias auxiliando a resolver os problemas e as demandas cotidianas, por fim, encontramos sistemas inteligentes nas áreas de segurança pública, energia, proteção ambiental, agricultura, turismo, indústria, enfim, em praticamente tudo que conhecemos. 2

3 Na verdade, estamos falando de um imenso sistema de monitoramento de dados e informações onde, eventualmente, até mesmo o meio-ambiente é um fornecedor de informação para sistemas de grande massa de dados (Big Data) que está auxiliando as pessoas em suas decisões sobre lazer, entretenimento, negócios, consumo, política, etc. Dados recentes levantados pela empresa de CISCO 4 (2013) comprovam que 99,4% dos objetos físicos estão, atualmente, desconectados das redes, mas que, em algum momento, estarão aptos a fazer parte da Internet das Coisas. Hoje, existem a nossa disposição, sensores, atuadores e dispositivos em tamanhos praticamente invisíveis ao olhar humano que podem, perfeitamente, serem incorporados ao nosso dia-a-dia sem que notemos e sem alterar em nenhum momento a nossa rotina. Atualmente, em números aproximados, temos que 10 bilhões de coisas, de um total de 1,5 trilhões, encontram-se conectadas. Estima-se que temos 200 coisas conectáveis por pessoa no mundo. Por esta pesquisa da empresa CISCO, constatamos que no ano de 2000 existiam em torno de 200 milhões de coisas conectadas à internet e, graças aos avanços tecnológicos e com a criação das mídias móveis e a portabilidade dos sistemas, a previsão para o ano de 2020 é que atingiremos cerca de 50 bilhões de dispositivos conectados na rede. Graças a essa análise, podemos afirmar que essa onda de crescimento expressivo na internet acontecerá pelas mãos da convergência entre pessoas, processos, dados e coisas que estão sendo classificadas de Internet de Tudo (Internet of Everything). 4 Empresa norte americana que pesquisa, desenvolve e fabrica produtos para redes e dispositivos e que atualmente tem se dedicado a pesquisa sobre a Internet das Coisas. 3

4 Figura 1 Tabela com a evolução da Computação Fixa à Internet de Tudo. Antes de avaliarmos os impactos da Internet das Coisas é importante diferenciar o que chamamos de soluções M2M Máquina a Máquina e a Internet das Coisas propriamente dita. São conceitos com significados diferentes. Observemos que não são apenas pessoas que se utilizam da internet para a comunicação, mas, as máquinas que nos rodeiam também fazem uso deste processo, há algum tempo. O significado da comunicação entre máquinas (Máquina a Máquina) pressupõe a utilização de recursos da rede e de suas infraestruturas como hardwares, softwares e aplicativos remotos, para fins de monitoramento e controle das máquinas e do ambiente. Por outro lado, o potencial de conexão entre objetos inteligentes e a forma pela qual interagimos com eles e com o nosso ambiente, hoje, vem se modificando significativamente, denominamos este fenômeno de Internet das Coisas. Mais do que comunicação entre máquinas, estamos falando de um ecossistema tecnológico que pode ser dividido em 3 grupos. De acordo com o modelo de ecossistema proposto por Daniel Kellmereit e Daniel Obodovski (2013, p. 29) a comunicação M2M está dividida em três partes que se integram: aquisição, transporte e análise de dados: 4

5 Figura 2 Ecossistema Tecnológico elaborado por Daniel Kellmereit e Daniel Obodovski. Por mais complexo que este sistema possa parecer, notamos que, de forma colaborativa, as trocas de informações entre ambientes tornam-se perfeitamente simples de serem realizadas. Entretanto, ponderamos que o sucesso da IoT dependerá da utilização das tecnologias M2M para solucionar os problemas e, assim, possibilitar sua aplicação e ampliação, onde o mundo físico estabelece fusão com o mundo digital. Nas últimas duas décadas, indubitavelmente, a Internet provocou profundas mudanças entre nós, particularmente, na nossa forma de consumo. Desde o surgimento da Arpanet conectando computadores de maneira remota, até a criação do protocolo de internet TCP/IP e, posteriormente, os serviços de na internet (World Wide Web), o mundo, como o conhecemos, foi gradativamente se modificando. Pelas redes locais e globais trafegam dados e informações em velocidade crescente de comunicação e os homens e as coisas passaram a estar conectadas, praticamente, em tempo real. Portanto, estamos em um momento onde a utilização dessas soluções, M2M e IoT serão muito requisitadas. Conforme observa Holler (2014, p.469), três fatores podem ser destacados quando analisamos este fenômeno, 1) O aumento da necessidade para compreensão do ambiente físico em suas diversas formas, a partir de instalações industriais, através dos espaços públicos e de acordo com as exigências dos consumidores. Estes requisitos são muitas vezes impulsionados por melhorias da eficiência dos sistemas, com objetivo de sustentabilidade, ou pela melhoria da saúde e da segurança; 2) A melhoria e aperfeiçoamento da tecnologia e dos recursos das redes por si só; 5

6 3) A redução do custo de componentes e a capacidade de captar dados e informações de maneira mais barata para serem analisados e para verificação das informações que estes dados podem produzir. Ainda, na visão de Holler (2014), o que faz os mercados de M2M e de IoT sofrerem grandes transformações é o encontro das necessidades que capacitam as tecnologias a um custo adequado. 2. Tecnologia e novos caminhos de consumo? Muito além do que o ambiente M2M possa proporcionar aos homens, devemos questionar quais focos, além dos tecnológicos, empresas e corporações devem observar. Começando pelos aspectos das experiências que provocam nos usuários, pelos modelos de negócio que geram, pelos canais de vendas que criam, pela logísticas que implementam, enfim, por diversas variáveis que podem ser notadas. Podemos observar que boa parte das indústrias e prestadoras de serviço - companhias de seguro, bancos, varejistas, transportadoras, fabricantes dos mais variados produtos - encontram-se dispostas a lançar serviços de M2M a fim de facilitar a vida de seus usuários. A agilização de processos e automação de tarefas e o armazenamento de dados filtrados e mais precisos são apenas algumas das inúmeras possibilidades da IoT, que vem marcando seus passos desde Podemos verificar este aspecto no roteiro de tecnologia proposto abaixo pela consultoria americana em inteligência de negócios SRI. 6

7 Figura 03 Tipos de Produtos e Serviços que utilizam Internet das Coisas Automóveis que começam a funcionar com a presença de seu proprietário, transportadoras que mostram o caminho da carga aos seus clientes em tempo real, refrigeradores que controlam prazos de validade dos produtos e avisam os consumidores quando devem descarta-los. Estes são apenas alguns dos exemplos desta revolução tecnológica que já está acontecendo de forma silenciosa. Também podemos acrescentar a eles, aspectos que ainda envolvem outras áreas, como a medicina, que tem se mostrado como forte alavanca para essas aplicações. O processo de prescrição de medicamentos por médicos, nos Estados Unidos, é um processo demorado e requer muito tempo para que a consulta seja realizada e para que o remédio seja prescrito e para que o paciente vá até a farmácia e o compre munido de sua receita. Graças à IoT, hoje, pacientes americanos podem ler os códigos de barras de seu medicamento, com um aplicativo de smartphone e usando uma senha para autenticação, podem até gerar um novo pedido de compra de medicamento que será enviado de volta para o sistema de prescrição, sem correr o risco de que qualquer informação pessoal fique armazenada em seu próprio telefone celular. 7

8 Numa entrevista de Stephen Miles para um artigo do MIT News, ele disse que, hoje, nas redes de farmácias americanas Walgreens 40% dos clientes fazem seus pedidos de produtos farmacêuticos com o uso de aplicativo do smartphones. 3. Ambientes competitivos e os comportamentos do Mercado Como já afirmamos, não podemos tratar o cenário da Internet das Coisas de forma isolada. De fato, nas composições estratégicas e competitivas das empresas, o ambiente tecnológico configura-se como uma das partes integrantes do Conceito de Inteligência Competitiva (YANAZE, 2006). Ele pode ser compreendido diante da coleta, processamento e análise de informações externas com finalidades estratégicas, onde as empresas poderão participar do ambiente competitivo, concorrencial e organizacional do mercado em que atua. De acordo com Yanaze (2006, p. 204) quando aplicamos o sistema de Inteligência Competitiva nas empresas, estamos buscando atingir os seguintes objetivos: Atualização mercadológica; Descoberta de concorrentes novos e potenciais; Aprendizagem sobre novas tecnologias; Previsão de mudanças no cenário competitivo; Eliminação ou redução de surpresas; Redução do tempo de reação; Manutenção das vantagens competitivas já conquistadas; Auxílio da tomada de decisão estratégica; Hoje, observamos que a tomada de decisão e a análise de dados estão se tornando, cada vez mais, fatores determinantes para o nosso dia a dia. Passamos a entender que quanto maiores forem os volumes de dados, e logicamente, quanto maiores forem os critérios para selecioná-los, maiores serão as opções que teremos de escolha para guiar nossas estratégias e decisões. Também podemos notar que, a partir das milhões de compras realizadas pelos consumidores, hoje, verificamos que elas podem se transformar em informações nos estabelecimentos comerciais. Cada compra registrada pode informar tamanhos, cores, horários, valores, unidades de medida, sobre a aquisição, e, agora, progressivamente podemos monitorar, rastrear e coletar de dados que podem ser avaliados e analisados sobre qual é o comportamento e perfil de nossos consumidores, isso incrementa volume de dados aos nosso sistemas que são gerados por esses meios. Ryan Calo (2013, p.70) pondera que: 8

9 Nós deixamos uma trilha digital daquilo que compramos, quando e onde compramos e o que pagamos. Essas informações são combinadas com outros detalhes e comportamento como, por exemplo, os sites que visitamos ou até com quem estamos conectados. Assim, notamos que as decisão agora tem como aliada a tecnologia que é responsável por armazenar e classificar informações, e que a IoT e os processos M2M norteiam os gestores em suas análises. Mitsuru Yanaze observa que (2006, p.205): é imprescindível o suporte que a Tecnologia da Informação (TI) deve proporcionar ao Sistema de Inteligência Competitiva, para que funcione conforme o esperado. Um outro pré-requisito fundamental para que os dados dispersos sejam transformados em conhecimento estratégico para a organização, é o processo ser feito com base em quatro pilares: Pessoas (envolvimento), processos (organização), informação (coleta e interpretação) e tecnologia (integração). A empresa CISCO estima que 14,4 trilhões de dólares é o valor que está em jogo para as companhias e indústrias, e que, entre 2013 e 2022 esta somatória deverá aumentar significativamente. Pelos dados apresentados, constatamos que estas informações tornarão os processos competitivos entre empresas ainda mais acirrados. Os dados são, em sua grande maioria, fornecidos para diversas bases de dados que poderão estar disponíveis para muitas corporações. Estas informações geradas pela tecnologia da mobilidade, pelos sensores e dispositivos trarão consequências importantes para as empresas. O valor da inovação, a vantagem competitiva e a capitalização da empresa na transição para este mercado da Internet das Coisas, cria um consumo cada vez mais seletivo, filtrado e elaborado por parâmetros tecnológicos que agora passam da ser dado pelas coisas. Conclusão De fato, as máquinas conectadas às máquinas acessam dados dos sensores e dos dispositivos eletrônicos em quantidades e proporções incalculáveis. Por outro lado, elas também podem ser invisíveis ao olho humano. E, assim, a Internet das Coisas instala-se como uma grande inovação para nossas vidas e, ao mesmo tempo, praticamente invisível aos nossos olhos. Não podemos imaginar essa conectividade sem considerar os dispositivos que fornecem informações às pessoas e aos gestores de negócios. Hoje, a tarefa de avaliar o 9

10 volume de informações que transita entre máquinas é parte integrante do que podemos chamar de ecossistema tecnológico. Coisas interagem e respondem para coisas, e, com a intervenção humana, possibilitam que a tomada de decisões seja modificada impactando na eficiência, produtividade, e qualidade de nossas ações, negócios e produções. Cifras que ultrapassam a casa de trilhão são aquelas esperadas quando da adoção das novas tecnologias aqui abordadas, já que a otimização dos processos e o aumento expressivo da qualidade, particularmente, dos negócios propiciarão ao homem mudanças importantes na sua vida. Por outro lado e, particularmente, para o mercado consumidor e para os negócios, devemos observar que o Marketing deve começar a atuar estrategicamente neste ambiente que está imerso em tecnologia. E, assim, ele abastecerá gestores com informações cada vez mais precisas e pontuais extraídas dos dados depositados na nuvem (cloud computing). Longe da ausência de foco em relação a seus mercados de atuação, as corporações poderão criar novos negócios e modificar as formas de tratamento com seus consumidores, usuários e até concorrentes. De fato, hoje, a Internet das Coisas veio para modificar significativamente os nossos paradigmas de percepção, produção e distribuição do mundo capitalista. Referências Bibliográficas FRIESS, P. The Internet of Things: Archetetura. Disponível em Acessado em 30/08/2014. CALO, R. Consumer Subject Review Boards: A Thought Experiment. In: 66 Stanford Law Review Online, Seattle, Setembro 3, p , CISCO. Embracing the Internet of Everything: To Capture Your Share of $14.4 Trillion. Disponível em Acessado em 30/08/2014. HOLLER, J. et al. From Machine to Machine to the Internet of Things: Introduction to a New Age of Intelligence. Waltham, MA: Academic Press Elsevier, STEPHENSON, W. D. Smart Stuff: An Introduction to the Internet of Things. Ebook, KELLMEREIT, D.; OBODOVSKI, D. The Silent Intelligence: The Internet of Things. San Francisco: Kindle Edition,

11 DACOSTA, F. Rethinking the Internet of Things: A Scalable Approach to Connecting Evertything. New York: Apress, KOTLER, P. et al. Marketing 3.0: From Products to Customers to the Human Spirit, John Willey & Sons, MILES S. The MIT News: On Campus Around the World. Boston: MIT, YANAZE, M. et al. Gestão de Marketing e Comunicação: Avanços e Aplicações. São Paulo: Saraiva,

www.brasilitplus.com

www.brasilitplus.com www.brasilitplus.com (((internetdascoisas))) BRASSCOM Inteligência de Mercado www.brasscom.org.br BRASSCOM Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação 1 (Seu carro com

Leia mais

Internet of Things. utilizá-la em diversos tipos de negócios.

Internet of Things. utilizá-la em diversos tipos de negócios. Internet of Things 10 formas de utilizá-la em diversos tipos de negócios. INTRODUÇÃO As interfaces Machine to Machine (M2M) estão facilitando cada vez mais a comunicação entre objetos conectados. E essa

Leia mais

Predictions Brasil 2015 Acelerando a Inovação na 3 a Plataforma

Predictions Brasil 2015 Acelerando a Inovação na 3 a Plataforma Predictions Brasil 2015 Acelerando a Inovação na 3 a Plataforma 1 IDC - Equipe Pietro Delai Reinaldo Sakis João Paulo Bruder Luciano Ramos Gerente de Pesquisa e Consultoria -Enterprise Gerente de Pesquisa

Leia mais

Computação em Nuvem: Riscos e Vulnerabilidades

Computação em Nuvem: Riscos e Vulnerabilidades Computação em Nuvem: Riscos e Vulnerabilidades Bruno Sanchez Lombardero Faculdade Impacta de Tecnologia São Paulo Brasil bruno.lombardero@gmail.com Resumo: Computação em nuvem é um assunto que vem surgindo

Leia mais

Projeto de Monitoração e Melhoria Contínua com Six-Sigma, IoT e Big Data

Projeto de Monitoração e Melhoria Contínua com Six-Sigma, IoT e Big Data Projeto de Monitoração e Melhoria Contínua com Six-Sigma, IoT e Big Data Contexto As pressões do mercado por excelência em qualidade e baixo custo obrigam as empresas a adotarem sistemas de produção automatizados

Leia mais

Internet of Things. Diretoria de Estratégia e Frentes de Transformação. Rio de Janeiro, Maio de 2014 CONFIDENCIAL

Internet of Things. Diretoria de Estratégia e Frentes de Transformação. Rio de Janeiro, Maio de 2014 CONFIDENCIAL CONFIDENCIAL Internet of Things Diretoria de Estratégia e Frentes de Transformação Rio de Janeiro, Maio de 2014 Este documento é classificado como confidencial. Os direitos de reprodução pertencem à Oi.

Leia mais

Tendências na adoção de Big Data & Analytics: Inovação em tempo real para empresas que precisam de transformação

Tendências na adoção de Big Data & Analytics: Inovação em tempo real para empresas que precisam de transformação Tendências na adoção de Big Data & Analytics: Inovação em tempo real para empresas que precisam de transformação Luciano Ramos Coordenador de Pesquisas de Software IDC Brasil A América Latina enfrenta

Leia mais

C O N S U L T O R I A E G E S T Ã O P A R A E S T R A T É G I A D E R E D E S S O C I A I S

C O N S U L T O R I A E G E S T Ã O P A R A E S T R A T É G I A D E R E D E S S O C I A I S C O N S U L T O R I A E G E S T Ã O P A R A E S T R A T É G I A D E R E D E S S O C I A I S A MELHOR OPORTUNIDADE PARA O SEU NEGÓCIO ESTÁ AO SEU ALCANCE NAS REDES SOCIAIS... O MUNDO É FEITO DE REDES SOCIAIS

Leia mais

O Mercado americano de Tecnologia 2014/2015

O Mercado americano de Tecnologia 2014/2015 O Mercado americano de Tecnologia 2014/2015 1. Considerações Gerais Os Estados Unidos, maior potência mundial e tecnológica, apresenta projeções cada vez mais otimistas. Desde 2008, no estouro da crise

Leia mais

Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo

Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo Economia Móvel América Latina 2013 A GSMA representa os interesses da indústria mundial de comunicações móveis. Presente em mais de 220 países, a GSMA

Leia mais

MBA EM ARQUITETURA E GESTÃO DE INFRAESTRUTURA DE TI

MBA EM ARQUITETURA E GESTÃO DE INFRAESTRUTURA DE TI MBA EM ARQUITETURA E GESTÃO DE INFRAESTRUTURA DE TI Novas tecnologias e tendências surgem a cada dia, como Big Data, Cloud Computing, Internet of Things, entre outras. A curva de adoção dessas tecnologias

Leia mais

IPv6 e a Internet das Coisas

IPv6 e a Internet das Coisas III Semana da Infraestrutura da Internet no Brasil IPv6 e a Internet das Coisas Lucas Pinz Gerente Sênior de Tecnologia lucas.pinz@br.promonlogicalis.com São Paulo, 05 de Dezembro de 2013 Copyright 2013

Leia mais

Tendências da 3ª Plataforma de Tecnologia e Big Data

Tendências da 3ª Plataforma de Tecnologia e Big Data Tendências da 3ª Plataforma de Tecnologia e Big Data GUGST Maio 2014 Alexandre Campos Silva IDC Brazil Consulting Director (11) 5508 3434 - ( (11) 9-9292-2414 Skype: AlexandreCamposSilva Twitter: @xandecampos

Leia mais

Adapte. Envolva. Capacite.

Adapte. Envolva. Capacite. Adapte. Envolva. Capacite. Ganhe produtividade em um Ambiente de trabalho digital #DigitalMeetsWork Os benefícios de um ambiente de trabalho digital têm impacto na competitividade do negócio. Empresas

Leia mais

Internet das (de todas as) coisas

Internet das (de todas as) coisas Internet das (de todas as) coisas O que é? A Internet das coisas (IoT) é definida como a rede de objetos físicos que contém tecnologia embutida para se comunicar e sentir ou interagir com o ambiente externo

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SOBRE O CURSO A tecnologia ocupa papel de destaque no atual cenário socioeconômico mundial, presente em todos os setores e atividades econômicas. Essa revolução transformou o mundo

Leia mais

MBA EM BIG DATA (DATA SCIENCE)

MBA EM BIG DATA (DATA SCIENCE) MBA EM BIG DATA (DATA SCIENCE) Você já pensou que seu carro, seu celular, seu perfil nas redes sociais e até mesmo os sensores ao seu redor estão constantemente gerando dados? Segundo o IDC, em breve,

Leia mais

Como se preparar para o fenômeno da Consumerização

Como se preparar para o fenômeno da Consumerização Como se preparar para o fenômeno da Consumerização Anderson B. Figueiredo Gerente Pesquisa & Consultoria IDC Brasil Agosto/2013 2 Presença em mais de 110 países ao redor do mundo; Mais de 1.000 analistas

Leia mais

MOBILE STRATEGIES CORPORATE. 2ª Edição. 27 de Maio de 2014 HB Hotels Ninety - São Paulo

MOBILE STRATEGIES CORPORATE. 2ª Edição. 27 de Maio de 2014 HB Hotels Ninety - São Paulo MOBILE STRATEGIES CORPORATE 2ª Edição 27 de Maio de 2014 HB Hotels Ninety - São Paulo Patrocínio Gold Apoio Realização Perfil dos Participantes Gestores de TI, Gerentes e Profissionais das áreas de Desenvolvimento

Leia mais

COMUNICAÇÃO NA ERA DO BIG DATA

COMUNICAÇÃO NA ERA DO BIG DATA COMUNICAÇÃO NA ERA DO BIG DATA Sorria, você está sendo monitorado Numa sociedade em que praticamente tudo é digital, nossos passos podem e são rastreados, monitorados, compilados e analisados para fins,

Leia mais

MBA EM BUSINESS INTELLIGENCE

MBA EM BUSINESS INTELLIGENCE MBA EM BUSINESS INTELLIGENCE Como a sua empresa estrutura informações estratégicas? Como as decisões são tomadas? São considerados, dados, informações e tendências, de macroambientes? O quanto você conhece

Leia mais

A TERCEIRA ONDA DA INTERNET A PERSONALIZAÇÃO EM MASSA A TECNOLOGIA, O PODER PÚBLICO E AS EMPRESAS À SERVIÇO DAS PESSOAS TÍTULO

A TERCEIRA ONDA DA INTERNET A PERSONALIZAÇÃO EM MASSA A TECNOLOGIA, O PODER PÚBLICO E AS EMPRESAS À SERVIÇO DAS PESSOAS TÍTULO A TERCEIRA ONDA DA INTERNET A PERSONALIZAÇÃO EM MASSA A TECNOLOGIA, O PODER PÚBLICO E AS EMPRESAS À SERVIÇO DAS PESSOAS TÍTULO A TERCEIRA ONDA DA INTERNET A PERSONALIZAÇÃO EM MASSA A TECNOLOGIA, O PODER

Leia mais

Inovação Social Com Big Data. Marcelo Sales CTO HDS América Latina

Inovação Social Com Big Data. Marcelo Sales CTO HDS América Latina Inovação Social Com Big Data Marcelo Sales CTO HDS América Latina POR QUE ESTAMOS FALANDO DE BIG DATA? BIG QUIZ Qual é o número de hits quando se pesquisa no Google pelo termo BIG DATA? BIG QUIZ RESPOSTA

Leia mais

Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio. slide 1

Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio. slide 1 Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio slide 1 Objetivos de estudo Quais os principais componentes das redes de telecomunicações e quais as principais tecnologias de rede? Quais os principais

Leia mais

IMPACTOS DA LOGÍSTICA DE SERVIÇOS NA ECONOMIA BRASILEIRA E A CONTRIBUIÇÃO DAS FACULDADES

IMPACTOS DA LOGÍSTICA DE SERVIÇOS NA ECONOMIA BRASILEIRA E A CONTRIBUIÇÃO DAS FACULDADES IMPACTOS DA LOGÍSTICA DE SERVIÇOS NA ECONOMIA BRASILEIRA E A CONTRIBUIÇÃO DAS FACULDADES Ednilson Zanini 1 O serviço logístico tornou-se uma ferramenta importante para o desenvolvimento de relacionamentos

Leia mais

Divulgação Portal - METROCAMP. Você não quer exercer a profissão mais importante do futuro (Bill Gates)?

Divulgação Portal - METROCAMP. Você não quer exercer a profissão mais importante do futuro (Bill Gates)? Divulgação Portal - METROCAMP Você não quer exercer a profissão mais importante do futuro (Bill Gates)? Torne se um Trabalhador de Conhecimento (Kowledge Worker) de Werner Kugelmeier WWW.wkprisma.com.br

Leia mais

Desafios da convergência em um mundo totalmente IP. Sidney Longo

Desafios da convergência em um mundo totalmente IP. Sidney Longo Desafios da convergência em um mundo totalmente IP Sidney Longo 13 de abril de 2011 Agenda O CPqD Cenário Roadmap Tecnológico Tendências Tecnológicas Computação em Nuvem Mobilidade e Redes Sociais Multiplos

Leia mais

Pós-Graduação em Gestão de Negócios com Ênfase em Mercado Farmacêutico

Pós-Graduação em Gestão de Negócios com Ênfase em Mercado Farmacêutico Pós-Graduação em Gestão de Negócios com Ênfase em Mercado Farmacêutico Manual do Curso São Paulo Educação Executiva 2015 Apresentação O Sindusfarma deseja oferecer aos seus associados à possibilidade de

Leia mais

EMBRATEL ENTREVISTA: Pietro Delai IDC Brasil DATA CENTER VIRTUAL - DCV

EMBRATEL ENTREVISTA: Pietro Delai IDC Brasil DATA CENTER VIRTUAL - DCV EMBRATEL ENTREVISTA: Pietro Delai IDC Brasil DATA CENTER VIRTUAL - DCV DATA CENTER VIRTUAL - DCV Em entrevista, Pietro Delai, Gerente de Pesquisa e Consultoria da IDC Brasil relata os principais avanços

Leia mais

Tendências Tecnológicas: Como monetizar em oportunidades emergentes?

Tendências Tecnológicas: Como monetizar em oportunidades emergentes? : Como monetizar em oportunidades emergentes? 23 de Julho 2013 Confidencial Mercados emergentes têm previsão de crescimento de 2-3 vezes maiores do que mercados maduros em tecnologia nos próximos 2 anos.

Leia mais

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo

Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE. Prof. Luís Rodolfo Unidade III PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Luís Rodolfo Vantagens e desvantagens de uma rede para a organização Maior agilidade com o uso intenso de redes de computadores; Grandes interações

Leia mais

Fábrica Digital - Como a Tecnologia da Informação suporta a Inovação. Daniel Bio SAP Brasil

Fábrica Digital - Como a Tecnologia da Informação suporta a Inovação. Daniel Bio SAP Brasil Fábrica Digital - Como a Tecnologia da Informação suporta a Inovação Daniel Bio SAP Brasil Atuação e presença em +120 países, 37 idiomas Cerca de 54.000 funcionários 7 Centros Globais de Suporte, oferecendo

Leia mais

Tendências em Qualidade de Software. Robert Pereira Pinto robert@base2.com.br

Tendências em Qualidade de Software. Robert Pereira Pinto robert@base2.com.br Tendências em Qualidade de Software Robert Pereira Pinto robert@base2.com.br Tendências Tecnológicas Computação nas nuvens Análises avançadas para simulação e otimização de processos Aplicações RIA Social

Leia mais

Eficiência em TI e Criação de Valor. Anderson Itaborahy Diretoria de Tecnologia do Banco do Brasil

Eficiência em TI e Criação de Valor. Anderson Itaborahy Diretoria de Tecnologia do Banco do Brasil Eficiência em TI e Criação de Valor Anderson Itaborahy Diretoria de Tecnologia do Banco do Brasil FEBRABAN Abril/2013 Eficiência EFICIÊNCIA é a permanente otimização dos recursos disponíveis para a criação

Leia mais

O Geomarketing na fronteira da inteligência de negócios: fundamentos e tendências

O Geomarketing na fronteira da inteligência de negócios: fundamentos e tendências O Geomarketing na fronteira da inteligência de negócios: fundamentos e tendências Agenda O passado e presente As forças de transformação Dentro para Fora (internas) Fora para Dentro (externas) Cenários

Leia mais

I D C T E C H N O L O G Y S P O T L I G H T

I D C T E C H N O L O G Y S P O T L I G H T I D C T E C H N O L O G Y S P O T L I G H T C o m o a t i n g i r o equilíbr i o na infraestrutura de n u ve m h í b r i d a p a r a as pr i n c i p a is cargas de t r a b a l h o d e uma empresa Julho

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: Redes de Computadores MISSÃO DO CURSO Com a modernização tecnológica e com o surgimento destes novos serviços e produtos, fica clara a necessidade de profissionais

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO @ribeirord FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br Sistemas de Informação Sistemas de Apoio às Operações Sistemas

Leia mais

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br PREZADO (A) SENHOR (A) Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso

Leia mais

A confluência dos vídeos e a Internet

A confluência dos vídeos e a Internet WHITEPAPER A confluência dos vídeos e a Internet Por que sua empresa deveria investir em vídeos em 2013 e como a Construção Civil pode utilizar os vídeos como diferencial competitivo. 1 Saiba como os vídeos

Leia mais

"CRM para Inteligência de Mercado

CRM para Inteligência de Mercado "CRM para Inteligência de Mercado Patricia Rozenbojm patricia@consumer-voice.com.br CONSUMER Agenda A Empresa Conceitos CRM como ferramenta para Inteligência de Mercado Benefícios Melhores Práticas A Empresa

Leia mais

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br

Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas comercial@trecsson.com.br PREZADO (A) SENHOR (A) Agradecemos seu interesse em nossos programas de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso

Leia mais

Convergência TIC e Projetos TIC

Convergência TIC e Projetos TIC TLCne-051027-P1 Convergência TIC e Projetos TIC 1 Introdução Você responde essas perguntas com facilidade? Quais os Projetos TIC mais frequentes? Qual a importância de BI para a venda de soluções TIC (TI

Leia mais

CONVERTA OS OBJETIVOS DE SUA EMPRESA EM UM PLANO EXECUTÁVEL

CONVERTA OS OBJETIVOS DE SUA EMPRESA EM UM PLANO EXECUTÁVEL CONVERTA OS OBJETIVOS DE SUA EMPRESA EM UM PLANO EXECUTÁVEL SERVIÇOS PROFISSIONAIS DA MOTOROLA PARA OPERAÇÕES EMPRESARIAIS O DESAFIO NECESSIDADES URGENTE. TECNOLOGIAS MUTÁVEIS. SOLUÇÕES COMPLEXAS. A maioria

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES SERVICOS DE REDE LOCAL Na internet, cada computador conectado à rede tem um endereço IP. Todos os endereços IPv4 possuem 32 bits. Os endereços IP são atribuídos à interface

Leia mais

Estudo de Caso. O Fator Wow! : Um Exemplo Perfeito do Uso de Analítica de Negócios e Computação em Nuvem para Criar Valor de Negócios

Estudo de Caso. O Fator Wow! : Um Exemplo Perfeito do Uso de Analítica de Negócios e Computação em Nuvem para Criar Valor de Negócios Estudo de Caso O Fator Wow! : Um Exemplo Perfeito do Uso de Analítica de Negócios Introdução Este Estudo de Caso é sobre como uma corporação (IBM) encontrou uma maneira de extrair valor de negócios adicional

Leia mais

Computação em nuvem. Mudança da função e da importância das equipes de TI O PONTO DE VISTA DOS EXECUTIVOS SOBRE A NUVEM.

Computação em nuvem. Mudança da função e da importância das equipes de TI O PONTO DE VISTA DOS EXECUTIVOS SOBRE A NUVEM. O PONTO DE VISTA DOS EXECUTIVOS SOBRE A NUVEM O ponto de vista dos executivos sobre a nuvem Janeiro de 2015 Computação em nuvem Mudança da função e da importância das equipes de TI Janeiro de 2015 1 Capacitação

Leia mais

A sociedade conectada: smartphone e tablet banking

A sociedade conectada: smartphone e tablet banking Perspectivas, impactos e desafios Nilton Omura (nilton.omura@br.ey.com) Abril, 2012 As condições estruturais para viabilizar a massificação de smartphones e tablets no Brasil estão criadas, e irão transformar

Leia mais

Alta gerência líderes

Alta gerência líderes Alta gerência líderes Manual de um As melhores práticas de um líder empresarial, assim como as tendências tecnológicas e de mercado, foram alguns dos temas desenvolvidos por John Chambers, presidente-executivo

Leia mais

A mudança na aquisição de soluções de tecnologia da informação. O que significa para a TI e a linha de negócios (LOB)

A mudança na aquisição de soluções de tecnologia da informação. O que significa para a TI e a linha de negócios (LOB) A mudança na aquisição de soluções de tecnologia da informação Maio de 2014 O novo comprador de tecnologia e a mentalidade de aquisição Existe hoje um novo comprador de tecnologia da informação Esse comprador

Leia mais

E SE VOCÊ PUDESSE EXTRAIR INTELIGÊNCIA DO CONTEÚDO PRODUZIDO SOBRE SUA MARCA OU PRODUTO NAS MÍDIAS SOCIAIS?

E SE VOCÊ PUDESSE EXTRAIR INTELIGÊNCIA DO CONTEÚDO PRODUZIDO SOBRE SUA MARCA OU PRODUTO NAS MÍDIAS SOCIAIS? E SE VOCÊ PUDESSE EXTRAIR INTELIGÊNCIA DO CONTEÚDO PRODUZIDO SOBRE SUA MARCA OU PRODUTO NAS MÍDIAS SOCIAIS? COM SOCIAL MEDIA RESEARCH VOCÊ PODE UMA NOVA METODOLOGIA QUE PARTE DO CRUZAMENTO ENTRE AS MELHORES

Leia mais

4G / WIFI Abordagens para melhor acesso à internet no campus

4G / WIFI Abordagens para melhor acesso à internet no campus 4G / WIFI Abordagens para melhor acesso à internet no campus EMBRATEL É PARTE DA AMÉRICA MÓVIL INSTITUCIONAL UM DOS MAIORES GRUPOS EMPRESARIAIS DO MUNDO E LÍDER NA OFERTA DE SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES

Leia mais

A Telefonica Vivo no mercado de M2M. Gerente Sr. Marketing e Desenvolvimento de Negócios 06.05.2014

A Telefonica Vivo no mercado de M2M. Gerente Sr. Marketing e Desenvolvimento de Negócios 06.05.2014 A Telefonica Vivo no mercado de M2M Gerente Sr. Marketing e Desenvolvimento de Negócios 06.05.2014 Índice 1. M2M & a junção das indústrias conectadas_ 2. Posicionamento da Telefonica Vivo_ 3. Principais

Leia mais

Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão e Tecnologia da Informação - Turma 25 20/03/2015. Big Data Analytics:

Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão e Tecnologia da Informação - Turma 25 20/03/2015. Big Data Analytics: Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão e Tecnologia da Informação - Turma 25 20/03/2015 Big Data Analytics: Como melhorar a experiência do seu cliente Anderson Adriano de Freitas RESUMO

Leia mais

Objectivos de aprendizagem

Objectivos de aprendizagem Capítulo 6 1 Telecomunicações e redes 2 Objectivos de aprendizagem ƒ Identificar as principais tendências e os grandes desenvolvimentos nas empresas, nas tecnologias e nas aplicações de negócio, das telecomunicações

Leia mais

Convergência tecnológica em sistemas de informação

Convergência tecnológica em sistemas de informação OUT. NOV. DEZ. l 2006 l ANO XII, Nº 47 l 333-338 INTEGRAÇÃO 333 Convergência tecnológica em sistemas de informação ANA PAULA GONÇALVES SERRA* Resumo l Atualmente vivemos em uma sociedade na qual o foco

Leia mais

COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR?

COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR? COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR? Descubra os benefícios que podem ser encontrados ao se adaptar as novas tendências de mercado ebook GRÁTIS Como o investimento em TI pode

Leia mais

TI no Século XXI. Cesar Bezerra Teixeira 2006

TI no Século XXI. Cesar Bezerra Teixeira 2006 TI no Século XXI Cesar Bezerra Teixeira 2006 Sumário Propósito; Histórico; Tendências Atuais; O Futuro; 2 Propósito Cesar Bezerra Teixeira 2006 3 Propósito Apresentar um histórico da TI e as tendências

Leia mais

1 Introdução. 1.1 A Nova Era Digital

1 Introdução. 1.1 A Nova Era Digital 11 1 Introdução Com o advento da nova era da internet, conhecida com web 2.0, e o avanço das tecnologias digitais, o consumidor passa a ter maior acesso à informação bem como à facilidade de expressar

Leia mais

O Impacto Sócio-Econômico da Banda Larga

O Impacto Sócio-Econômico da Banda Larga Instituto de Inovação com TIC O Impacto Sócio-Econômico da Banda Larga [ Flávia Fernandes Julho/2010] Banda Larga Internet A Internet supera a produtividade combinada do telefone, transporte e eletricidade

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1.1 2003 by Prentice Hall Sistemas de Informação José Celso Freire Junior Engenheiro Eletricista (UFRJ) Mestre em Sistemas Digitais (USP) Doutor em Engenharia de Software (Universit(

Leia mais

Introdução do Jornalismo Móvel

Introdução do Jornalismo Móvel Introdução do Jornalismo Móvel Semana 1: Visão geral das plataformas móveis, tendências e futuro Instrutor Técnico Móvel: Will Sullivan Instrutora Brasileira: Lorena Tárcia http://visual.ly/reaching-50-million-users

Leia mais

Pós-Graduação Lato Sensu em ENGENHARIA DE MARKETING

Pós-Graduação Lato Sensu em ENGENHARIA DE MARKETING Pós-Graduação Lato Sensu em ENGENHARIA DE MARKETING Inscrições Abertas: Início das aulas: 28/03/2016 Término das aulas: 10/12/2016 Dias e horários das aulas: Segunda-Feira 18h30 às 22h30 Semanal Quarta-Feira

Leia mais

APLICATIVOS CORPORATIVOS

APLICATIVOS CORPORATIVOS Sistema de Informação e Tecnologia FEQ 0411 Prof Luciel Henrique de Oliveira luciel@uol.com.br Capítulo 3 APLICATIVOS CORPORATIVOS PRADO, Edmir P.V.; SOUZA, Cesar A. de. (org). Fundamentos de Sistemas

Leia mais

PAINEL: Visões e Perspectivas Gabriel Antonio Marão

PAINEL: Visões e Perspectivas Gabriel Antonio Marão SEMINÁRIO: INTERNET DAS COISAS: OPORTUNIDADES E PERSPECTIVAS DA NOVA REVOLUÇÃO DIGITAL PARA O BRASIL Agenda 1 2 3 4 5 O QUE É IOT IOT NO MUNDO IOT NO BRASIL FÓRUM BRASILEIRO DE IoT ATIVIDADES VISÕES E

Leia mais

Introdução. A Internet de Todas as Coisas está pronta para gerar pelo menos US$ 613 bilhões em lucros empresariais mundiais no. ano de 2013.

Introdução. A Internet de Todas as Coisas está pronta para gerar pelo menos US$ 613 bilhões em lucros empresariais mundiais no. ano de 2013. Internet de Todas as Coisas (IoE). 10 principais descobertas da Pesquisa Índice de valor da IoE da Cisco com 7.500 responsáveis pela tomada de decisão em 12 países Joseph Bradley Jeff Loucks Andy Noronha

Leia mais

CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO PROGRAMA PÓS-FLEX 2016

CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO PROGRAMA PÓS-FLEX 2016 CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO PROGRAMA PÓS-FLE 2016 CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO PROGRAMA PÓS-FLE 2016 ÁREAS DE NEGÓCIOS E ENGENHARIA O Programa Pós-Flex da Universidade Positivo possui 15 cursos voltados para

Leia mais

Serviços IBM de Resiliência:

Serviços IBM de Resiliência: Serviços IBM de Resiliência: Sempre disponível, em um mundo sempre conectado Como chegamos até aqui? Dois profissionais de TI estão sofrendo com interrupções de negócios frequentes, os problemas estão

Leia mais

Associação Brasileira de Automação GS1 Brasil

Associação Brasileira de Automação GS1 Brasil Associação Brasileira de Automação GS1 Brasil Estudo o uso do código de barras no Brasil 30 de junho de 2015 Consumidor e o Código de Barras 2 Consumidor e o Código de Barras - Perfil 45% - HOMENS 55%

Leia mais

A GAMA TECNOLOGIA E SEGURANÇA PATRIMONIAL

A GAMA TECNOLOGIA E SEGURANÇA PATRIMONIAL A GAMA TECNOLOGIA E SEGURANÇA PATRIMONIAL, entendendo a necessidade do mercado em serviços relacionados a segurança e proteção do patrimônio, reúne as melhores tecnologias em soluções de segurança e geolocalização.

Leia mais

Resumo da solução SAP SAP Technology SAP Afaria. Gestão da mobilidade empresarial como vantagem competitiva

Resumo da solução SAP SAP Technology SAP Afaria. Gestão da mobilidade empresarial como vantagem competitiva da solução SAP SAP Technology SAP Afaria Objetivos Gestão da mobilidade empresarial como vantagem competitiva Simplifique a gestão de dispositivos e aplicativos Simplifique a gestão de dispositivos e aplicativos

Leia mais

Caso de sucesso. Impacto no Negócio. A Empresa

Caso de sucesso. Impacto no Negócio. A Empresa Escola disponibiliza acesso wireless de qualidade para alunos, funcionários e visitantes, e contribui para um aprendizado cada vez mais dinâmico. Com o objetivo de aperfeiçoar a iniciativa BYOD (Bring

Leia mais

O Balanced Scorecard BSC e a gestão do desempenho estratégico nas organizações do terceiro setor.

O Balanced Scorecard BSC e a gestão do desempenho estratégico nas organizações do terceiro setor. 1 São Paulo, 06 de junho do 2003 O Balanced Scorecard BSC e a gestão do desempenho estratégico nas organizações do terceiro setor. Peter Drucker (2001 p.67), fez a seguinte afirmação ao se referir ao terceiro

Leia mais

Soluções Inteligentes para regulamentações e negócios em aplicações SAP

Soluções Inteligentes para regulamentações e negócios em aplicações SAP Soluções Inteligentes para regulamentações e negócios em aplicações SAP Uma nova visão no Gerenciamento da Aplicação INDICE 1. A Union IT... 3 2. A importância de gerenciar dinamicamente infra-estrutura,

Leia mais

fornecendo valor com inovações de serviços de negócios

fornecendo valor com inovações de serviços de negócios fornecendo valor com inovações de serviços de negócios A TI é grande. Tantos bits no universo digital quanto estrelas em nosso universo físico. é arriscada. Dois terços dos projetos de TI estão em risco,

Leia mais

1. COORDENAÇÃO ACADÊMICA. Prof. RONALDO RANGEL Doutor - UNICAMP Mestre PUC 2. APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA PÓS-MBA

1. COORDENAÇÃO ACADÊMICA. Prof. RONALDO RANGEL Doutor - UNICAMP Mestre PUC 2. APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA PÓS-MBA 1. COORDENAÇÃO ACADÊMICA SIGA: PMBAIE*08/00 Prof. RONALDO RANGEL Doutor - UNICAMP Mestre PUC 2. APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA PÓS-MBA As grandes questões emergentes que permeiam o cenário organizacional exigem

Leia mais

Nosso Planeta Mobile: Brasil

Nosso Planeta Mobile: Brasil Nosso Planeta Mobile: Brasil Como entender o usuário de celular Maio de 2013 1 Resumo executivo Os smartphones se tornaram indispensáveis para nosso cotidiano. A difusão dos smartphones atinge 26 % da

Leia mais

#Fluxo. da Mobilidade de Informação na. Indústria da Construção Civil: Pesquisa e resultados recentes

#Fluxo. da Mobilidade de Informação na. Indústria da Construção Civil: Pesquisa e resultados recentes #Fluxo da Mobilidade de Informação na Indústria da Construção Civil: Pesquisa e resultados recentes introdução Muitas foram as áreas da indústria que se beneficiaram dos avanços tecnológicos voltados ao

Leia mais

Agosto. São Paulo Brasil. connectedsmartcities.com.br

Agosto. São Paulo Brasil. connectedsmartcities.com.br 03 a 05 Agosto 2015 São Paulo Brasil connectedsmartcities.com.br Por que Connected Smart Cities? As grandes e modernas cidades são, talvez, as mais importantes realizações do homem, por serem responsáveis,

Leia mais

GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE

GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE GUIA ATS INFORMÁTICA: GESTÃO DE ESTOQUE SUMÁRIO O que é gestão de estoque...3 Primeiros passos para uma gestão de estoque eficiente...7 Como montar um estoque...12 Otimize a gestão do seu estoque...16

Leia mais

as cinco principais batalhas do monitoramento e como você pode vencê-las

as cinco principais batalhas do monitoramento e como você pode vencê-las DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA Setembro de 2012 as cinco principais batalhas do monitoramento e como você pode vencê-las agility made possible sumário resumo executivo 3 efetivo do servidor: 3 difícil e piorando

Leia mais

Agregando valor com Business Service Innovation

Agregando valor com Business Service Innovation Agregando valor com Business Service Innovation A TI é enorme. Existem tantos bits no universo digital quanto estrelas em nosso universo físico. é arriscada. Dois terços dos projetos de TI estão em risco,

Leia mais

Índice. 03 A Empresa. 04 Missão Visão Valores 05 Nossos Eventos 23 Corpbusiness - Patrocínio 24 Divulgação 25 Expediente

Índice. 03 A Empresa. 04 Missão Visão Valores 05 Nossos Eventos 23 Corpbusiness - Patrocínio 24 Divulgação 25 Expediente MÍDIA KIT 2014 Índice 03 A Empresa 04 Missão Visão Valores 05 Nossos Eventos 23 Corpbusiness - Patrocínio 24 Divulgação 25 Expediente A empresa Fundada em 2007, a empresa possui uma grade anual com diversos

Leia mais

O desafio do Administrador em tempos de grandes transformações

O desafio do Administrador em tempos de grandes transformações O desafio do Administrador em tempos de grandes transformações Ricardo Pelegrini General Manager IBM Latin America Global Technology Services 2014 International Business Machines Corporation 2014 IBM 1

Leia mais

TECNOLOGIA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA POSTO DOURADÃO LTDA RESUMO

TECNOLOGIA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA POSTO DOURADÃO LTDA RESUMO TECNOLOGIA E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UM ESTUDO DE CASO NA EMPRESA POSTO DOURADÃO LTDA Hewerton Luis P. Santiago 1 Matheus Rabelo Costa 2 RESUMO Com o constante avanço tecnológico que vem ocorrendo nessa

Leia mais

Eficiência operacional no setor público. Dez recomendações para cortar custos

Eficiência operacional no setor público. Dez recomendações para cortar custos Eficiência operacional no setor público Dez recomendações para cortar custos 2 de 8 Introdução Com grandes cortes no orçamento e uma pressão reguladora cada vez maior, o setor público agora precisa aumentar

Leia mais

Projeto: GUGST 2015 Relevância de Temas. Fevereiro 2015

Projeto: GUGST 2015 Relevância de Temas. Fevereiro 2015 Projeto: GUGST 2015 Relevância de Temas Fevereiro 2015 O GUGST Grupo de Usuários de Gestão de Serviços de Terceiros foi idealizado no ano de 2009 como um fórum aberto e gratuito, para discussão e troca

Leia mais

AUTOR(ES): MAITHÊ CORSI DA SILVA, FERNANDO TEIXEIRA CARVALHO, RENAN GUSTAVO MOLINA

AUTOR(ES): MAITHÊ CORSI DA SILVA, FERNANDO TEIXEIRA CARVALHO, RENAN GUSTAVO MOLINA TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DO E-COMMERCE NAS PEQUENAS EMPRESAS CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE JAGUARIÚNA AUTOR(ES): MAITHÊ CORSI DA

Leia mais

O Brasil e a Internet Ubíqua: Avanços e Perspectivas

O Brasil e a Internet Ubíqua: Avanços e Perspectivas ARTIGO O Brasil e a Internet Ubíqua: Avanços e Perspectivas AUTORES Antonio Eduardo Ripari Neger Presidente da Associação Brasileira de Internet (ABRANET). Engenheiro formado pela Unicamp, advogado formado

Leia mais

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice

7 Passos Para a Criação de Uma Boa Loja Virtual. Índice 2 Índice Introdução... 3 Passo 1 Entender o que é Venda Online e E-commerce... 4 Passo 2 Entender o Mercado de Comércio Eletrônico... 5 Passo 3 Canais de Venda... 6 Passo 4 Como identificar uma Boa Plataforma

Leia mais

Unidade IV GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello

Unidade IV GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello Unidade IV GERENCIAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Roberto Marcello SI - Tecnologia da informação SI - Tecnologia da informação Com a evolução tecnológica surgiram vários setores onde se tem informatização,

Leia mais

Sistemas de Informação Gerencial SUPPLY CHAIN MANAGEMENT

Sistemas de Informação Gerencial SUPPLY CHAIN MANAGEMENT CIÊNCIAS CONTÁBEIS e ADMINISTRAÇÃO Sistemas de Informação Gerencial SUPPLY CHAIN MANAGEMENT maio/2014 APRESENTAÇÃO Em um ambiente onde a mudança é a única certeza e o número de informações geradas é desmedido,

Leia mais

O USO DA NUVEM PELOS GOVERNOS AS OFERTAS DO MERCADO. André Loureiro andre.loureiro@oi.net.br (11) 96030-0716

O USO DA NUVEM PELOS GOVERNOS AS OFERTAS DO MERCADO. André Loureiro andre.loureiro@oi.net.br (11) 96030-0716 O USO DA NUVEM PELOS GOVERNOS AS OFERTAS DO MERCADO André Loureiro andre.loureiro@oi.net.br (11) 96030-0716 Inflação acima do teto da meta, baixo crescimento e taxa de juros em elevação, são pontos que

Leia mais

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br

Prezado(a) Sr.(a.) Atenciosamente, Sárgom Ceranto Marketing e Soluções Corporativas. comercial@trecsson.com.br Prezado(a) Sr.(a.) Agradecemos seu interesse em nossos programa de ensino e lhe cumprimentamos pela iniciativa de buscar o seu aperfeiçoamento profissional. Você está recebendo o programa do curso de Pós-MBA

Leia mais

Ferramentas Web para controle e supervisão: o que está por vir

Ferramentas Web para controle e supervisão: o que está por vir Artigos Técnicos Ferramentas Web para controle e supervisão: o que está por vir Marcelo Salvador, Diretor de Negócios da Elipse Software Ltda. Já faz algum tempo que ouvimos falar do controle e supervisão

Leia mais

INFORMAÇÕES AOS USUÁRIOS

INFORMAÇÕES AOS USUÁRIOS INFORMAÇÕES AOS USUÁRIOS O Catálogo de Periódicos é uma publicação que visa divulgar a toda comunidade acadêmica do Instituto de Estudos Superiores da Amazônia IESAM, o acervo de periódicos adquiridos

Leia mais

Graduado em Tecnologia da Computação pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA).

Graduado em Tecnologia da Computação pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Mobilidade Corporativa: Você já adotou a sua estratégia? Este tutorial tem por objetivo propor às corporações a adoção de uma estratégia para o uso da mobilidade corporativa integrada com os seus processos

Leia mais

Computação nas nuvens (Vantagens)

Computação nas nuvens (Vantagens) Computação em Nuvem Computação em nuvem O conceito de computação em nuvem (em inglês, cloud computing) refere-se à possibilidade de utilizarmos computadores menos potentes que podem se conectar à Web e

Leia mais

BIG DATA Armazenamento e Gerenciamento de grandes volumes de dados

BIG DATA Armazenamento e Gerenciamento de grandes volumes de dados BIG DATA Armazenamento e Gerenciamento de grandes volumes de dados Carlos Marques Business Development Manager, Data Connectivity and Integration Latin America & Caribbean Market (CALA) O que veremos hoje?

Leia mais