CMM. Model: : Um Modelo para Melhoria do Processo (de Produção) de Software. Capability. Maturity. Odisnei Galarraga

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CMM. Model: : Um Modelo para Melhoria do Processo (de Produção) de Software. Capability. Maturity. Odisnei Galarraga odisnei@atlas.unisinos."

Transcrição

1 CMM Capability Maturity Model: : Um Modelo para Melhoria do Processo (de Produção) de Software Odisnei Galarraga 8/3/2002 Pró-Reitoria de Administração - Diretoria de Serviços de Informação 1

2 Objetivos z Explorar os conceitos básicos de qualidade de software z Ter uma visão geral do Capability Maturity Model (CMM) quanto a filosofia, estrutura e componentes do modelo z Rápido comparativo com normas ISO equivalentes/complementares 8/3/2002 2

3 Tópicos z Origem do CMM z Conceitos básicos de Qualidade de Software z CMM - Estrutura e seus componentes z Modelo IDEAL z Team Software Process (TSP) & Personal Software Process (PSP) 8/3/2002 3

4 Tópicos z Últimas mudanças (CMMs) z CMM x ISO z Futuro z Para mais informações... 8/3/2002 4

5 Origem Software Engineering Institute (SEI) Carnegie Mellon University Pittsburgh - PA Baseado nas idéias de Watts S. Humphrey MATURIDADE CAPACIDADE DO PROCESSO 8/3/2002 5

6 Juntando as partes B A C D Procedimentos e métodos definindo o relacionamento das tarefas Processo Pessoas com habilidades, treinamento e motivação Ferramentas e equipamentos 8/3/2002 6

7 Previsibilidade Melhorando a previsibilidade Probabilidade Alvo Probabilidade Alvo Medida de tempo/custo/qualidade/... Medida de tempo/custo/qualidade/... 8/3/2002 7

8 Controle Probabilidade Alvo Melhorando o controle Probabilidade Medida de tempo/custo/qualidade/... Alvo Medida de tempo/custo/qualidade/... 8/3/2002 8

9 Efetividade Melhorando a efetividade Probabilidade Alvo Probabilidade Alvo Medida de tempo/custo/qualidade/... Medida de tempo/custo/qualidade/... 8/3/2002 9

10 Níveis de maturidade Processo disciplinado Processo previsível Processo padronizado, consistente 2 3 Melhoria contínua Repetível 4 Definido 5 Gerenciado Otimização 1 Inicial 8/3/

11 Visibilidade 4 In Out 3 In Out 2 In Out 1 In Out 8/3/

12 Visibilidade 5 In Out 8/3/

13 Nível de maturidade = capacidade Probabilidade 2 Alvo N+a Tempo/$/... Os planos baseados na performance do passado são mais realistas em organizações Nível 2 Probabilidade 1 Alvo N Tempo/$/... O Cronograma e a previsão de custos normalmente estouram em organizações Nível 1 8/3/

14 Nível de maturidade = capacidade Probabilidade Probabilidade 3 2 Alvo N-x Alvo N+a Tempo/$/... Tempo/$/... Com processos bem definidos, a performance aumenta em organizações Nível 3 Os planos baseados na performance do passado são mais realistas em organizações Nível 2 8/3/

15 Nível de maturidade = capacidade Probabilidade 4 Alvo N-y Tempo/$/... Com base na análise quantitativa do processo e do produto, a performance continua a evoluir em organizações Nível 4 Probabilidade 3 Alvo N-x Tempo/$/... Com processos bem definidos, a performance aumenta em organizações Nível 3 8/3/

16 Nível de maturidade = capacidade Probabilidade 5 Alvo N-z Tempo/$/... A performance evolui continuamente em organizações Nível 5 Probabilidade 4 Alvo N-y Tempo/$/... Com base na análise quantitativa do processo e do produto, a performance continua a evoluir em organizações Nível 4 8/3/

17 Estrutura Indicam Capacidade do processo Níveis de maturidade Metas Atingem Contêm Key process areas Levam a São organizadas por Common features Contêm Implementação ou institucionalização Descrevem Key practices Atividades ou infra-estrutura 8/3/

18 Processo disciplinado Níveis de maturidade (vistos anteriormente) Processo previsível Processo padronizado, consistente 2 3 Melhoria contínua Repetível 4 Definido 5 Gerenciado Otimização 1 Inicial 8/3/

19 Estrutura Indicam Capacidade do processo Níveis de maturidade Metas Atingem Contêm Key process areas Levam a São organizadas por Common features Contêm Implementação ou institucionalização Descrevem Key practices Atividades ou infra-estrutura 8/3/

20 Key process areas 2 Repetível Gerenciamento de requisitos Planejamento de projeto de software Acompanhamento e supervisão de projeto de software Gerenciamento de subcontratação (terceiros) Garantia da qualidade de software Gerenciamento de configuração de software 1 Inicial 8/3/

21 Key process areas 3 Definido Foco nos processos da organização Definição dos processos da organização Programa de treinamento Gerenciamento integrado de software Engenharia de produto de software Coordenação interequipes Revisão por pares 2 Repetitivo 8/3/

22 Key process areas Gerenciado 4 Gerenciamento quantitativo dos processos Gerenciamento da qualidade de software 3 Definido 8/3/

23 Key process areas 5 Otimização Prevenção de defeitos Gerenciamento de mudanças tecnológicas Gerenciamento de mudanças no processo 4 Gerenciado 8/3/

24 Estrutura Indicam Capacidade do processo Níveis de maturidade Metas Atingem Contêm Key process areas Levam a São organizadas por Common features Contêm Implementação ou institucionalização Descrevem Key practices Atividades ou infra-estrutura 8/3/

25 z Nível 2 Metas: exemplo Key process area: Planejamento de projeto de software z Meta 1: Estimativas estão documentadas para uso no planejamento e acompanhamento do projeto de software z Meta 2: Atividades e compromissos do projeto de software estão planejados e documentados z Meta 3: Grupos e indivíduos envolvidos concordam com seus compromissos relativos ao projeto de software 8/3/

26 Estrutura Indicam Capacidade do processo Níveis de maturidade Metas Atingem Contêm Key process areas Levam a São organizadas por Common features Contêm Implementação ou institucionalização Descrevem Key practices Atividades ou infra-estrutura 8/3/

27 Common features z Compromisso de Executar (Commitment to Perform) z Capacidade para Executar (Ability to Perform) z Atividades Executadas (Activities Performed) z Medição e Análise (Measurement and Analysis) z Verificação da Implementação (Verifying Implementation) 8/3/

28 Common features z Compromisso de Executar (Commitment to Perform) Descreve as ações que a organização deve adotar para garantir que o processo está estabelecido e vai perdurar. Normalmente envolve políticas organizacionais e liderança. 8/3/

29 Common features z Capacidade para Executar (Ability to Perform) Descreve as pré-condições que devem existir no projeto ou organização para implementar o processo de software de forma competente. Normalmente envolve recursos, estruturas organizacionais e treinamento. 8/3/

30 Common features z Atividades Executadas (Activities Performed) Descreve as atividades, papéis e procedimentos necessários para implementar a key process area. Normalmente envolve estabelecer planos e procedimentos, executar o trabalho, acompanhá-lo, e tomar ações corretivas quando necessário. 8/3/

31 Common features z Medição e Análise (Measurement and Analysis) Descreve as práticas básicas de medição que são necessárias para determinar um status relativo ao processo. Essas medições são usadas para controlar e melhorar o processo. Normalmente inclui exemplos de medidas que poderiam ser obtidas. 8/3/

32 Common features z Verificação da Implementação (Verifying Implementation) Descreve as etapas para assegurar que as atividades são executadas de acordo com o processo que foi estabelecido. Normalmente abrange revisões e auditorias pela gerência e garantia da qualidade de software. 8/3/

33 Estrutura Indicam Capacidade do processo Níveis de maturidade Metas Atingem Contêm Key process areas Levam a São organizadas por Common features Contêm Implementação ou institucionalização Descrevem Key practices Atividades ou infra-estrutura 8/3/

34 Key practices: : exemplo z Nível 2 Key process area: Acompanhamento e supervisão de projeto de software z Common feature: Medição e análise Key practice: São feitas e usadas medições para determinar o status das atividades de acompanhamento e supervisão de software 8/3/

35 Estrutura: visão geral CMM 5 níveis de maturidade KPAs por nível de maturidade 5 common features por KPA com 1-n práticas cada KPA KPA KPA KPA KPA KPA n 1-n 1-n 1-n 1-n Meta Atividades que implementam os requisitos processuais e de infra-estrutura para institucionalizar o processo = 18 KPAs = 52 metas 2-4 metas por KPA = 316 key practices 8/3/

36 Abordagem IDEAL Leveraging Acting Initiating Diagnosing Establishing 8/3/

37 Motivos... z z z z z Initiate (Iniciar) Diagnose (Diagnosticar) Establish (Estabelecer) Act (Agir) Leverage (Influenciar) Uma jornada de milhas começa com nada mais do que um simples passo. Se você não sabe onde está, um mapa não vai ajudá-lo. Se você não sabe para onde está indo, qualquer caminho serve. Se você não confere a rota, não saberá quando estiver fora do curso. Se os pioneiros não relatam que o caminho é seguro, os colonizadores não vão segui-los. 8/3/

38 Modelo IDEAL Learning Propose Future Actions Analyze and Validate Implement Solution Refine Solution Stimulus for Change Set Context Build Sponsorship Charter Infrastructure Acting Initiating Diagnosing Characterize Current & Desired States Develop Recommendations Pilot/Test Solution Create Solution Set Priorities Develop Approach Plan Actions 8/3/ Establishing

39 Team Software Process & Personal Software Process CMM TSP PSP 8/3/

40 Últimas mudanças ATÉ AGORA: CMM (versão 1.1) EM ELABORAÇÃO: SW-CMM (versão 2.0) P-CMM SA-CMM SE-CMM IPD-CMM CMMI 8/3/

41 Os CMMs z CMMI: CMM Integration z SW-CMM: Capability Maturity Model for Software z P-CMM: People Capability Maturity Model z SA-CMM: Software Acquisition Capability Maturity Model 8/3/

42 Os CMMs z SE-CMM: Systems Engineering Capability Maturity Model z IPD-CMM: Integrated Product Development Capability Maturity Model 8/3/

43 CMMI P-CMM CMMI SE-CMM SW-CMM SA-CMM IPD-CMM 8/3/

44 TQM e os CMMs Organização Software Projeto A Projeto B Projeto C Projeto X Sistema Hardware Aquisição Fornecedor SE-CMM SA-CMM TQM Pessoas Software SW-CMM P-CMM 8/3/

45 CMM x ISO/IEC CMM (1.1) 2 3 KPA13 KPA9 KPA6 KPA5 KPA3 4 KPA15 KPA12 KPA8 KPA2 5 KPA18 KPA17 KPA16 KPA11 KPA4 KPA14 KPA10 KPA7 KPA1 8/3/

46 CMM x ISO/IEC Níveis de Capacitação ISO (SPICE) 2 1 A B C D E F P Processos 4 1 8/3/

47 ISO/IEC x Níveis de Capacitação (ISO 15504) Harmonização A B C D E F P Processos do Ciclo de Vida (ISO 12207) 8/3/

48 Futuro z SW-CMM (CMM v 2.0) compatível com a ISO z ISO harmonizada com a ISO z ISO 9000 versão 2000 harmonizada com a ISO /3/

49 Para mais informações z Site do SEI/CMU - z Site de José Barreto Jr. (Ceará) - 8/3/

50 Bibliografia GOLDESON Dennis R. HERBSLEB James D. After the appraisal: a systematic survey of process improvement its benefits, and factors that influence success. Pittsburgh: SEI/Carnegie Mellon University, HAYES, Will. ZUBROW, Dave. Moving ou up: data and experience doing CMM-based process improvement. Pittsburgh: SEI/Carnegie Mellon University, /3/

51 Bibliografia HERBSLEB, James et al. Benefits of CMM-based Software process improvement: initial results. Pittsburgh: SEI/Carnegie Mellon University, NBR ISO/IEC Tecnologia de informação - Processos de cliclo de vida de software. Rio de Janeiro: ABNT, /3/

52 Bibliografia McFEELEY, Bob. IDEAL: a user s guide for software process improvement. Pittsburgh: SEI/Carnegie Mellon University, PAULK, Mark C. et al. The capability maturity model: guidelines for improving the software process. Pittsburgh: Addison Wesley, /3/

53 Bibliografia PAULK, Mark C. et al. Capability maturity model for software, version 1.1. Pittsburgh: SEI/Carnegie Mellon University, Introduction to the capability maturity model. Pittsburgh: SEI/Carnegie Mellon University. 8/3/

54 Bibliografia WINTERS, George R. Executive overview of CMM based software process improvement. SEI/Carnegie Mellon University, Pittsburgh, WINTERS, George R. Software process improvement overview. SEI/Carnegie Mellon University, Pittsburgh, /3/

QUALIDADE DE SOFTWARE AULA N.7

QUALIDADE DE SOFTWARE AULA N.7 QUALIDADE DE SOFTWARE AULA N.7 Curso: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Disciplina: Qualidade de Software Profa. : Kátia Lopes Silva 1 CMM: DEFINIÇÃO Capability Maturity Model Um modelo que descreve como as práticas

Leia mais

www.asrconsultoria.com.br

www.asrconsultoria.com.br www.asrconsultoria.com.br Melhores Práticas para Melhoria do Processo de Software 22 de maio de 2006 Agenda Introdução Motivações para a Melhoria de Processos e sua importância Modelos de Qualidade de

Leia mais

PMBok & CMM + CMMi Resumo

PMBok & CMM + CMMi Resumo PMBok & CMM + CMMi PMBok & CMM + CMMi Resumo Mauro Sotille, PMP mauro.sotille@pmtech.com.br www.pmtech.com.br Fontes SEI/Carnegie Mellon University Apresentação: Gerência de Projetos de Software, José

Leia mais

O que é CMMI? Base do CMMI. Melhorando o processo é possível melhorar-mos o software. Gerais. Processo. Produto

O que é CMMI? Base do CMMI. Melhorando o processo é possível melhorar-mos o software. Gerais. Processo. Produto Gerais Processo Produto Propostas NBR ISO 9000:2005 define principios e vocabulário NBR ISO 9001:2000 define exigências para sistema de gerência de qualidade NBR ISO 9004:2000 apresenta linha diretivas

Leia mais

AS CARACTERÍSTICAS DO CMM E O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE COM QUALIDADE

AS CARACTERÍSTICAS DO CMM E O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE COM QUALIDADE REVISTA ELETRÔNICA DE ADMINISTRAÇÃO ISSN 1676-6822 PERIODICIDADE SEMESTRAL EDIÇÃO NÚMERO 8 JUNHO DE 2005 AS CARACTERÍSTICAS DO CMM E O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE COM QUALIDADE Kleber ALMEIDA Docente da

Leia mais

CMMI (Capability Maturity Model Integration) Thiago Gimenez Cantos. Bacharel em Sistemas de Informação

CMMI (Capability Maturity Model Integration) Thiago Gimenez Cantos. Bacharel em Sistemas de Informação CMMI (Capability Maturity Model Integration) Thiago Gimenez Cantos Bacharel em Sistemas de Informação Faculdade de Informática de Presidente Prudente Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) thiago@visioncom.com.br;

Leia mais

21. Qualidade de Produto ou Qualidade de Processo de Software?

21. Qualidade de Produto ou Qualidade de Processo de Software? 21. Qualidade de Produto ou Qualidade de Processo de Software? Qualidade de software é uma preocupação real e esforços têm sido realizados na busca pela qualidade dos processos envolvidos em seu desenvolvimento

Leia mais

Delfraro Rodrigues Douglas M Gandini José Luiz CMM. Capability Maturity Model

Delfraro Rodrigues Douglas M Gandini José Luiz CMM. Capability Maturity Model Delfraro Rodrigues Douglas M Gandini José Luiz CMM Capability Maturity Model O que é o CMM? Modelo para avaliação da maturidade dos processos de software de uma organização Identificação das práticas chave

Leia mais

Processo de Desenvolvimento de Software

Processo de Desenvolvimento de Software Unidade IV Introdução aos Padrões de PDS Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo da Unidade 1. CMM / CMMI 2. SPICE 3. ISO 12207 4. MPS/BR CMM - Capability Maturity Model CMM Capability

Leia mais

F U N D A Ç Ã O E D U C A C I O N A L S Ã O J O S É. MODELOS DE MATURIDADE CMMI Capability Maturity Model Integration (CMMI)

F U N D A Ç Ã O E D U C A C I O N A L S Ã O J O S É. MODELOS DE MATURIDADE CMMI Capability Maturity Model Integration (CMMI) 1 MODELOS DE MATURIDADE CMMI Capability Maturity Model Integration (CMMI) Teresinha Moreira de Magalhães 1 Lúcia Helena de Magalhães 2 Fernando Machado da Rocha 3 Resumo Este trabalho visa apresentar uma

Leia mais

CMM CMMI Principais conceitos, diferenças e correlações www.asrconsultoria.com.br

CMM CMMI Principais conceitos, diferenças e correlações www.asrconsultoria.com.br 30 de outubro de 2003 CMM CMMI Principais conceitos, diferenças e correlações Renato Luiz Della Volpe Sergio Massao Jomori Ana Cecília Peixoto Zabeu www.asrconsultoria.com.br 1 Agenda Introdução Evolução

Leia mais

Fatores humanos de qualidade CMM E CMMI

Fatores humanos de qualidade CMM E CMMI Fatores humanos de qualidade CMM E CMMI Eneida Rios¹ ¹http://www.ifbaiano.edu.br eneidarios@eafcatu.gov.br Campus Catu 1 Curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas Conteúdos Fatores humanos de qualidade

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Tecnologia da Informação. CMMI Visão Geral

Especialização em Gestão Estratégica de Tecnologia da Informação. CMMI Visão Geral Especialização em Gestão Estratégica de Tecnologia da Informação CMMI Visão Geral Agenda Um histórico dos modelos CMM e CMMI Modelo CMMI Suíte do modelo Representações Níveis de maturidade Áreas de processo

Leia mais

www.asrconsultoria.com.br

www.asrconsultoria.com.br www.asrconsultoria.com.br Agenda Introdução - apresentação Maturidade do Processo de Software Qualidade de software no Brasil e no mundo CMM - Overview Utilizando o CMM Melhoria Contínua do Modelo CMMI

Leia mais

Qualidade de Software Aula 6 / 2010. luis@garcia.pro.br www.garcia.pro.br

Qualidade de Software Aula 6 / 2010. luis@garcia.pro.br www.garcia.pro.br Qualidade de Software Aula 6 / 2010 Prof. Dr. Luís Fernando Garcia luis@garcia.pro.br www.garcia.pro.br Introdução As três dimensões críticas Introdução Começando MAL CMMI Impeditivos CMMI Desculpas CMMI

Leia mais

CMM - Capability Maturity Model

CMM - Capability Maturity Model Tema da Aula Normas e Padrões de Qualidade em II CMM Prof. Cristiano R R Portella portella@widesoft.com.br CMM - Capability Maturity Model Desenvolvido pelo SEI (Instituto de Engenharia de ) Carnegie Mellon

Leia mais

QUALIDADE NA INDÚSTRIA DE SOFTWARE ATRAVÉS DAS NORMAS ISO E DO MODELO CMM

QUALIDADE NA INDÚSTRIA DE SOFTWARE ATRAVÉS DAS NORMAS ISO E DO MODELO CMM QUALIDADE NA INDÚSTRIA DE SOFTWARE ATRAVÉS DAS NORMAS ISO E DO MODELO CMM Carlos Henrique Rodrigues Sarro UNIMEP Universidade Metodista de Piracicaba Mestrado Profissional em Sistemas de Informação Rodovia

Leia mais

Qualidade do Processo de Software

Qualidade do Processo de Software CBCC Bacharelado em Ciência da Computação CBSI Bacharelado em Sistemas de Informação Qualidade do Processo de Software Prof. Dr. Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira srbo@ufpa.br www.ufpa.br/srbo Tópicos Especiais

Leia mais

Gerência de Risco em Processos de Qualidade de Software: uma Análise Comparativa

Gerência de Risco em Processos de Qualidade de Software: uma Análise Comparativa Gerência de Risco em Processos de Qualidade de Software: uma Análise Comparativa Cristine Martins Gomes de Gusmão, Hermano Perrelli de Moura Centro de Informática Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Leia mais

MODELO SPICE Software Improvement and Capacibilty Determination Avalia o software com foco na melhoria de seus processos (identifica pontos fracos e

MODELO SPICE Software Improvement and Capacibilty Determination Avalia o software com foco na melhoria de seus processos (identifica pontos fracos e MODELO SPICE Software Improvement and Capacibilty Determination Avalia o software com foco na melhoria de seus processos (identifica pontos fracos e fortes, que serão utilizados para a criação de um plano

Leia mais

Gerência de Projetos de Software CMM & PMBOK

Gerência de Projetos de Software CMM & PMBOK Gerência de Projetos de Software CMM & PMBOK http://www.sei.cmu.edu/ Prefácio do CMM Após várias décadas de promessas não cumpridas sobre ganhos de produtividade e qualidade na aplicação de novas metodologias

Leia mais

Qualidade de Software

Qualidade de Software Início Qualidade de Software Álvaro Rocha amrocha@ufp.pt http://www.ufp.pt/~amrocha Início>Tópicos Tópicos 1. Fundamentos 2. Qualidade e Maturidade do Processo de SW ISO 9000, ISO 12207, SW-CMM, TRILLIUM;

Leia mais

SEQUÊNCIA: TIPOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. PROF. MARTIUS V R Y RODRIGUEZ, DSc TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO

SEQUÊNCIA: TIPOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. PROF. MARTIUS V R Y RODRIGUEZ, DSc TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO TIPOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1 Prof. Martius Vicente Rodriguez y Rodriguez, DSc - 1 TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO 1. TIPOS DE 2. ARQUITETURAS DE SISTEMAS - CRM 3. KNOWLEDGE DISCOVERY IN DATABASE 4. SISTEMAS

Leia mais

Departamento de Produção POLI

Departamento de Produção POLI Departamento de Produção POLI Marcelo Pessoa Mauro Spinola Sarah Kohan Fevereiro 2004 Multiplicidade de Modelos Por que usar um modelo? Modelos atuam como referência para a obtenção de níveis adequados

Leia mais

Qualidade de. Software. Definições. Qualidade do Produto ISO 9126. Processo de. Software. Modelo de Processo de. Software CMM SPICE ISO 12207

Qualidade de. Software. Definições. Qualidade do Produto ISO 9126. Processo de. Software. Modelo de Processo de. Software CMM SPICE ISO 12207 Qualidade de : Visão Geral ISO 12207: Estrutura s Fundamentais Aquisição Fornecimento s de Apoio Documentação Garantia de Qualidade Operação Desenvolvimento Manutenção Verificação Validação Revisão Conjunta

Leia mais

Unidade VI GOVERNANÇA DE TI. Profa. Gislaine Stachissini

Unidade VI GOVERNANÇA DE TI. Profa. Gislaine Stachissini Unidade VI GOVERNANÇA DE TI Profa. Gislaine Stachissini Capability Maturity Model Integration CMMI SW-CMM (Software Capability Maturity Model): prove informações para o aprimoramento de processos de desenvolvimento

Leia mais

ALESSANDRO PEREIRA DOS REIS PAULO CESAR CASTRO DE ALMEIDA ENGENHARIA DE SOFTWARE - CAPABILITY MATURITY MODEL INTEGRATION (CMMI)

ALESSANDRO PEREIRA DOS REIS PAULO CESAR CASTRO DE ALMEIDA ENGENHARIA DE SOFTWARE - CAPABILITY MATURITY MODEL INTEGRATION (CMMI) ALESSANDRO PEREIRA DOS REIS PAULO CESAR CASTRO DE ALMEIDA ENGENHARIA DE SOFTWARE - CAPABILITY MATURITY MODEL INTEGRATION (CMMI) APARECIDA DE GOIÂNIA 2014 LISTA DE TABELAS Tabela 1 Áreas de processo por

Leia mais

Processo de Software

Processo de Software Processo de Software Uma importante contribuição da área de pesquisa de processo de software tem sido a conscientização de que o desenvolvimento de software é um processo complexo. Pesquisadores e profissionais

Leia mais

Proposta de Implementação de Qualidade de Software na Organização

Proposta de Implementação de Qualidade de Software na Organização Proposta de Implementação de Qualidade de Software na Organização Daniel Gonçalves Jacobsen 1 Faculdade Dom Bosco de Porto Alegre Porto Alegre RS Brasil daniel@flete.com.br Abstract. This article describes

Leia mais

Estudo do CMM e do CMMI

Estudo do CMM e do CMMI Estudo do CMM e do CMMI Autores Félix Carvalho Rodrigues fcrodrigues@inf.ufrgs.br Georgina Reategui gg@inf.ufrgs.br Manuela Klanovicz Ferreira mkferreira@inf.ufrgs.br Motivação Grande quantidade de projetos

Leia mais

RESUMO. Assunto - CAPACITAÇÃO EM PROCESSOS DE SOFTWARE MODELOS DE CAPACITAÇÃO

RESUMO. Assunto - CAPACITAÇÃO EM PROCESSOS DE SOFTWARE MODELOS DE CAPACITAÇÃO RESUMO Assunto - CAPACITAÇÃO EM PROCESSOS DE SOFTWARE MODELOS DE CAPACITAÇÃO Consiste em um programa de melhoria de processos nas empresas que deve refletir o acervo de experiência dos profissionais e

Leia mais

Capítulo 5: CMM, o Capability Maturity Model

Capítulo 5: CMM, o Capability Maturity Model Capítulo 5: CMM, o Capability Maturity Model Capítulo 1: Introdução Capítulo 2: Conceitos Básicos Capítulo 3: Qualidade de Produto (ISO9126) Capítulo 4: ISO9001 e ISO9000-3 Capítulo 5: CMM Capítulo 6:

Leia mais

PEDRO HENRIQUE DE OLIVEIRA E SILVA MESTRE EM MODELAGEM MATEMÁTICA E COMPUTACIONAL E-MAIL: PEDROHOLI@GMAIL.COM CMM E CMMI

PEDRO HENRIQUE DE OLIVEIRA E SILVA MESTRE EM MODELAGEM MATEMÁTICA E COMPUTACIONAL E-MAIL: PEDROHOLI@GMAIL.COM CMM E CMMI PEDRO HENRIQUE DE OLIVEIRA E SILVA MESTRE EM MODELAGEM MATEMÁTICA E COMPUTACIONAL E-MAIL: PEDROHOLI@GMAIL.COM CMM E CMMI INTRODUÇÃO Aumento da Importância do Software Software está em tudo: Elemento crítico

Leia mais

MODELO CMM MATURIDADE DE SOFTWARE

MODELO CMM MATURIDADE DE SOFTWARE MODELO CMM MATURIDADE DE SOFTWARE O modelo CMM Capability Maturity Model foi produzido pelo SEI (Software Engineering Institute) da Universidade Carnegie Mellon (CMU), em Pittsburgh, EUA, por um grupo

Leia mais

Tutorial SEPG Software Engineering Process Group

Tutorial SEPG Software Engineering Process Group SIMPROS 2003 Tutorial SEPG Software Engineering Process Group Recife, 3-5 de Novembro de 2003 Renato Luiz Della Volpe www.asrconsultoria.com.br 1 Agenda Introdução Definições e Conceitos Estrutura do CMM

Leia mais

MBA em Gestão de Empreendimentos Turísticos

MBA em Gestão de Empreendimentos Turísticos Prof. Martius V. Rodriguez y Rodriguez, DSc martius@kmpress.com.br MBA em Gestão de Empreendimentos Turísticos Gestão do Conhecimento e Tecnologia da Informação Gestão do Conhecimento evolução conceitual.

Leia mais

Padrões de Qualidade de Software

Padrões de Qualidade de Software Universidade Federal do Vale do São Francisco Padrões de Qualidade de Software Engenharia de Software I Aula 4 Ricardo Argenton Ramos Agenda da Aula Introdução (Qualidade de Software) Padrões de Qualidade

Leia mais

Uma Arquitetura de Processos para ISO 9001:2000 e SW- CMM Nível 3

Uma Arquitetura de Processos para ISO 9001:2000 e SW- CMM Nível 3 Uma Arquitetura de Processos para ISO 9001:2000 e SW- CMM Nível 3 Carlo Giovano Pires, Fabiana Marinho, Gabriela Telles, Márcia Sampaio Instituto Atlântico, Rua Chico Lemos, 946, 60822-780, Fortaleza -

Leia mais

APOSTILAS: NORMAS; ABNT NBR ISO; MPS BR

APOSTILAS: NORMAS; ABNT NBR ISO; MPS BR APOSTILAS: NORMAS; ABNT NBR ISO; MPS BR Fonte: http://www.softex.br/mpsbr/_home/default.asp Apostilas disponíveis no site 1 NORMAS: NBR ISO NBR ISO/IEC CMM SPICE Continuação... 2 NORMAS VISÃO GERAL NBR

Leia mais

Engenharia de Software II

Engenharia de Software II Engenharia de Software II Aula 2 http://www.ic.uff.br/~bianca/engsoft2/ Aula 2-26/04/2006 1 Ementa Processos de desenvolvimento de software Estratégias e técnicas de teste de software Métricas para software

Leia mais

CMM Capability Maturity Model. Silvia Regina Vergilio

CMM Capability Maturity Model. Silvia Regina Vergilio CMM Capability Maturity Model Silvia Regina Vergilio Histórico O DoD patrocinou a fundação do SEI (Software Engineering Institute) na Universidade de Carnegie Mellon (Pittsburg) com o objetivo de propor

Leia mais

Qualidade de Software

Qualidade de Software Programa de Qualidade Qualidade de Software Prof. Gerson Prando gprando@unisanta.br Mai/06 A Qualidade, como Programa de Gestão, teve seu início no Japão do pós-guerra, nascido da necessidade de reconstrução

Leia mais

Visão Geral do SW-CMM Capability Maturity Model for Software

Visão Geral do SW-CMM Capability Maturity Model for Software Visão Geral do SW-CMM Capability Maturity Model for Software Renato Luiz Della Volpe Renato Luiz Della Volpe Formado em 1983 em Engenharia Mecânica pela FEI Pós graduação em Administração Industrial pela

Leia mais

Objetivos. Histórico. Out/11 2. Out/11 3

Objetivos. Histórico. Out/11 2. Out/11 3 Objetivos Histórico Evolução da Qualidade Princípios de Deming CMMI Conceitos Vantagens Representações Detalhamento Gerenciamento Comparação Out/11 2 Histórico SW-CMM (Software Capability Maturity Model):

Leia mais

Carlos Henrique Santos da Silva, MSc, PMP

Carlos Henrique Santos da Silva, MSc, PMP Carlos Henrique Santos da Silva, MSc, PMP Especializações Certificações Mestre em Informática na área de Sistemas de Informação UFRJ/IM Pós-Graduado em Análise, Projeto e Gerência de Sistemas PUC Pós-Graduado

Leia mais

Qualidade de software

Qualidade de software Qualidade de software É cada dia maior o número de empresas que buscam melhorias em seus processos de desenvolvimento de software. Além do aumento da produtividade e da diminuição do retrabalho, elas buscam

Leia mais

Institucionalização da Gerência de Configuração no Desenvolvimento de Software de uma Organização

Institucionalização da Gerência de Configuração no Desenvolvimento de Software de uma Organização Institucionalização da Gerência de Configuração no Desenvolvimento de uma Organização Rodrigo Duran, Marcelo Mendes Marinho, Rejane M. da Costa Figueiredo, Káthia Marçal de Oliveira Pró-Reitoria de Pós-Graduação

Leia mais

3. Metodologias de Gerenciamento de Riscos

3. Metodologias de Gerenciamento de Riscos 3. Metodologias de Gerenciamento de Riscos A complexidade que caracteriza a implantação de um sistema ERP é uma das maiores preocupações das organizações que pretendem desenvolver projetos desta natureza.

Leia mais

Introdução CMMI. Qualidade e Teste de Software CMMI 1

Introdução CMMI. Qualidade e Teste de Software CMMI 1 Introdução CMMI O propósito da qualidade é estabelecer um diferencial competitivo, através de contribuições como redução de defeitos, redução de custos, redução de retrabalho e aumento da produtividade,

Leia mais

Capítulo 6: PSP. Capítulo 6: PSP Personal Software Process

Capítulo 6: PSP. Capítulo 6: PSP Personal Software Process Capítulo 6: PSP Personal Software Process Capítulo 1: Introdução Capítulo 2: Conceitos Básicos Capítulo 3: Qualidade de Produto (ISO9126) Capítulo 4: ISO9001 e ISO9000-3 Capítulo 5: CMM Capítulo 6: PSP

Leia mais

Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Agrárias CCA-UFES Departamento de Computação

Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Agrárias CCA-UFES Departamento de Computação Centro de Ciências Agrárias Departamento de Computação Visão Geral do Processo de Desenvolvimento de Software Introdução à Ciência da Computação Introdução à Ciência da Computação COM06850-2015-II Prof.

Leia mais

Qualidade de Software: Visão Geral

Qualidade de Software: Visão Geral Qualidade de Software: Visão Geral Engenharia de Software 1 Aula 05 Qualidade de Software Existem muitas definições de qualidade de software propostas na literatura, sob diferentes pontos de vista Qualidade

Leia mais

CMM Capability Maturity Model

CMM Capability Maturity Model CMM Capability Maturity Model Grupo: Espedito Anderson Américo Jean Pós-graduação Lato Sensu em Software Livre Auditoria e Segurança em Software Livre Laerte Peotta Agenda Introdução CMM CMMI CoBIT Conclusão

Leia mais

Padrões de Qualidade de Software e Métricas de Software

Padrões de Qualidade de Software e Métricas de Software Universidade Federal do Vale do São Francisco Padrões de Qualidade de Software e Métricas de Software Engenharia de Software I Aula 3 e 4 Ricardo Argenton Ramos Agenda da Aula Introdução (Qualidade de

Leia mais

CMMI Capability Maturity Model Integration

CMMI Capability Maturity Model Integration www.asrconsultoria.com.br CMMI Capability Maturity Model Integration Visão Geral Capability Maturity Model and CMMI are registered in the U.S. Patent and Trademark Office 1 Agenda Introdução Maturidade

Leia mais

TESTE DE SOFTWARE E QUALIDADE DE SOFTWARE: UMA VISÃO GERAL

TESTE DE SOFTWARE E QUALIDADE DE SOFTWARE: UMA VISÃO GERAL 1 TESTE DE SOFTWARE E QUALIDADE DE SOFTWARE: UMA VISÃO GERAL Renato de Oliveira Moraes Faculdades Tibiriçá Lab. de Engenharia de Software - E-mail: renato.moraes@peceptron.com.br Rua Pe Benedito Maria

Leia mais

Perfil das Empresas de Software na Adoção do CMM Capability Maturity Model

Perfil das Empresas de Software na Adoção do CMM Capability Maturity Model Perfil das Empresas de Software na Adoção do CMM Capability Maturity Model Fábio Alexandrini¹ fabalex@unidavi.edu. br Diego Adriano Sieves¹ diegobsn@gmail.co m Evandro Meurer¹ vandomeurer@yaho o.com.br

Leia mais

www.asrconsultoria.com.br SEPG Software Engineering Process Group

www.asrconsultoria.com.br SEPG Software Engineering Process Group www.asrconsultoria.com.br SEPG Software Engineering Process Group Agenda Introdução Definições e Conceitos Estrutura do CMM Processo de Software Ciclo de Melhoria de Processo Melhoria de Processo de Software

Leia mais

Introdução à Qualidade de Software

Introdução à Qualidade de Software FACULDADE DOS GUARARAPES Introdução à Qualidade de Software www.romulocesar.com.br Prof. Rômulo César (romulodandrade@gmail.com) 1/41 Objetivo do Curso Apresentar os conceitos básicos sobre Qualidade de

Leia mais

ções de Processos Informaçã ção o e Inovaçõ Grinaldo Lopes de Oliveira Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

ções de Processos Informaçã ção o e Inovaçõ Grinaldo Lopes de Oliveira Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Aula 4 Metodologia para Gestão o Estratégica da Informaçã ção o e Inovaçõ ções de Processos Grinaldo Lopes de Oliveira Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Agenda Conceito

Leia mais

QUALIDADE DE SOFTWARE

QUALIDADE DE SOFTWARE QUALIDADE DE SOFTWARE MODULO 3 SISTEMA DE GARANTIA DA QUALIDADE CONTEÚDO 3.1 A ABORDAGEM NBR ISO 9000 3.2 MODELOS DE QUALIDADE DE PRODUTO DE SOFTWARE 3.2.1 NBR ISO/IEC 9126 (SOFTWARE) 3.2.2 NBR ISO/IEC

Leia mais

Implantação e Implementação do SW-CMM - Capability Maturity Model Uma Visão Prática. setembro/2002. Renato Luiz Della Volpe

Implantação e Implementação do SW-CMM - Capability Maturity Model Uma Visão Prática. setembro/2002. Renato Luiz Della Volpe Implantação e Implementação do SW-CMM - Capability Maturity Model Uma Visão Prática setembro/2002 Renato Luiz Della Volpe Renato Luiz Della Volpe Formado em 1983 em Engenharia Mecânica pela FEI Pós graduação

Leia mais

Práticas Recomendadas para a Melhoria do Processo de Software

Práticas Recomendadas para a Melhoria do Processo de Software 167 Práticas Recomendadas para a Melhoria do Processo de Software Josiane Banov Russo 1, Ettore Bresciani Filho 2 1 Gerente da Qualidade Instituto de Pesquisas Eldorado Rod. Campinas Mogi-Mirim, km 118,5

Leia mais

Normas e Padrões de Qualidade em Software - I

Normas e Padrões de Qualidade em Software - I Tema da Aula Normas e Padrões de Qualidade em - I Prof. Cristiano R R Portella portella@widesoft.com.br Certificação da Qualidade Certificações emitidas por entidades públicas conceituadas: 9 ABIC Selo

Leia mais

GESTÃO DA QUALIDADE DE SOFTWARE

GESTÃO DA QUALIDADE DE SOFTWARE GESTÃO DA QUALIDADE DE SOFTWARE Fernando L. F. Almeida falmeida@ispgaya.pt Principais Modelos Capability Maturity Model Integration (CMMI) Team Software Process and Personal Software Process (TSP/PSP)

Leia mais

CAPABILITY MATURITY MODEL INTEGRATION. Prof. Késsia R. C. Marchi

CAPABILITY MATURITY MODEL INTEGRATION. Prof. Késsia R. C. Marchi CAPABILITY MATURITY MODEL INTEGRATION Prof. Késsia R. C. Marchi Modelos de maturidade Um modelo de maturidade é um conjunto estruturado de elementos que descrevem características de processos efetivos.

Leia mais

Engenharia de Software Qualidade de Software

Engenharia de Software Qualidade de Software Engenharia de Software Qualidade de Software O termo qualidade assumiu diferentes significados, em engenharia de software, tem o significado de está em conformidade com os requisitos explícitos e implícitos

Leia mais

Políticas de Qualidade em TI

Políticas de Qualidade em TI Políticas de Qualidade em TI Prof. www.edilms.eti.br edilms@yahoo.com Aula 03 CMMI Capability Maturity Model Integration Parte I Agenda Processos CMMI Definição Histórico Objetivos Características Representações

Leia mais

IMPLEMENTANDO MÉTODOS DE ESTIMATIVA DE PROJETO DE SOFTWARE NO DOTPROJECT PROPOSTA DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO

IMPLEMENTANDO MÉTODOS DE ESTIMATIVA DE PROJETO DE SOFTWARE NO DOTPROJECT PROPOSTA DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CENTRO DE INFORMÁTICA IMPLEMENTANDO MÉTODOS DE ESTIMATIVA DE PROJETO DE SOFTWARE NO DOTPROJECT PROPOSTA DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO Aluno:

Leia mais

SIMPROS 2003. Tutorial SEPG Software Engineering Process Group

SIMPROS 2003. Tutorial SEPG Software Engineering Process Group Tutorial SEPG Software Engineering Process Group www.simpros.com.br Recife, 3-5 de Novembro de 2003 Agenda Introdução Definições e Conceitos Estrutura do CMM Processo de Software Ciclo de Melhoria de Processo

Leia mais

Modelos de Maturidade. Porque estudar um Modelo de Maturidade? Descrevem as características de processos efetivos;

Modelos de Maturidade. Porque estudar um Modelo de Maturidade? Descrevem as características de processos efetivos; Versão 1.1 - Última Revisão 16/08/2006 Porque estudar um Modelo de Maturidade? Segundo o Standish Group, entidade americana de consultoria empresarial, através de um estudo chamado "Chaos Report", para

Leia mais

CMM Portal de Entrada para o Mercado Internacional

CMM Portal de Entrada para o Mercado Internacional CMM Portal de Entrada para o Mercado Internacional Roger Eustaquio Batista, Ronaldo Castro de Oliveira. Pós Graduação em Banco de Dados Centro Universitário do Triângulo (UNITRI) 38411-106 Uberlândia MG

Leia mais

CMMI: Capability Maturity Model Integration

CMMI: Capability Maturity Model Integration CMMI: Capability Maturity Model Integration Adriano J. Holanda http://holanda.xyz 21/10/2015 Adriano J. Holandahttp://holanda.xyz CMMI: Capability Maturity Model Integration CMMI: Capability Maturity Model

Leia mais

Profa. Dra. Ana Paula Gonçalves Serra prof.anapaula@saojudas.br

Profa. Dra. Ana Paula Gonçalves Serra prof.anapaula@saojudas.br Modelos de Processo Pessoal e de Equipe na Melhoria da Qualidade em Produção de Software Profa. Dra. Ana Paula Gonçalves Serra prof.anapaula@saojudas.br Agenda Importância das Pessoas / Constatações Compromisso

Leia mais

Qualidade de Software. Anderson Belgamo

Qualidade de Software. Anderson Belgamo Qualidade de Software Anderson Belgamo Qualidade de Software Software Processo Produto Processo de Software Pessoas com habilidades, treinamento e motivação Processo de Desenvolvimento Ferramentas e Equipamentos

Leia mais

Universidade de Passo Fundo Ciência da Computação

Universidade de Passo Fundo Ciência da Computação Universidade de Passo Fundo Ciência da Computação Visão Geral de Qualidade Década de 90 - Fator Qualidade Necessidade básica na luta pelo mercado Qualidade de Software Prof Alexandre Lazaretti Zanatta

Leia mais

C.M.M. Capability Maturity Model Modelo de Maturidade da Capacidade

C.M.M. Capability Maturity Model Modelo de Maturidade da Capacidade UNISUL Universidade do Sul de Santa Catarina. Campus da Grande Florianópolis Pedra Branca. CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ENGENHARIA DE SOFTWARE ALUNO: Volnei A. Caetano Palhoça 02 de Junho de 2000 C.M.M. Capability

Leia mais

Pós Graduação Engenharia de Software

Pós Graduação Engenharia de Software Pós Graduação Engenharia de Software Ana Candida Natali COPPE/UFRJ Programa de Engenharia de Sistemas e Computação FAPEC / FAT Estrutura do Módulo QUALIDADE DE SOFTWARE - PROCESSO Introdução: desenvolvimento

Leia mais

Iniciando a implementação do modelo CMMI em uma Fábrica de Software: Um processo para a elaboração do diagnóstico e plano de ação

Iniciando a implementação do modelo CMMI em uma Fábrica de Software: Um processo para a elaboração do diagnóstico e plano de ação Iniciando a implementação do modelo CMMI em uma Fábrica de Software: Um processo para a elaboração do diagnóstico e plano de ação Regina Yoneko Asato (UNIP) ryoneko.mes.engprod@unip.br Mauro Mesquita Spinola

Leia mais

Uma proposta de uso do TMM para melhoria da capacidade nas áreas de Verificação e Validação do CMMI

Uma proposta de uso do TMM para melhoria da capacidade nas áreas de Verificação e Validação do CMMI Uma proposta de uso do TMM para melhoria da capacidade nas áreas de Verificação e Validação do CMMI Nielso Cândido de Oliveira únior 1 1 Centro de Informática Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DA ÁREA DE PROCESSO FOCO NO PROCESSO ORGANIZACIONAL DO NÍVEL 3 DO CMMI EM UMA FÁBRICA DE SOFTWARE CERTIFICADA NÍVEL 2

IMPLANTAÇÃO DA ÁREA DE PROCESSO FOCO NO PROCESSO ORGANIZACIONAL DO NÍVEL 3 DO CMMI EM UMA FÁBRICA DE SOFTWARE CERTIFICADA NÍVEL 2 IMPLANTAÇÃO DA ÁREA DE PROCESSO FOCO NO PROCESSO ORGANIZACIONAL DO NÍVEL 3 DO CMMI EM UMA FÁBRICA DE SOFTWARE CERTIFICADA NÍVEL 2 Diraci Junior Trindade da Silva 1 Heitor Boeira dos Reis Filho 2 RESUMO

Leia mais

QUALIDADE DE SOFTWARE

QUALIDADE DE SOFTWARE QUALIDADE DE SOFTWARE - 02 Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Questão 1 A ISO 9000-3 é um guia para a aplicação da ISO 9001 para o desenvolvimento, fornecimento e manutenção de software.

Leia mais

Dificuldades no desenvolvimento de software Características do mercado de software A participação de Minas Gerais no cenário nacional

Dificuldades no desenvolvimento de software Características do mercado de software A participação de Minas Gerais no cenário nacional Promovendo a Melhoria de Processos e a Qualidade de Software em Minas Gerais Ana Liddy Cenni de Castro Magalhães, Fernando Silva Parreiras, Frederico Faria Comitê Gestor do SPIN-BH Direitos reservados

Leia mais

Conhecendo o CMMI. Alessandro Almeida

Conhecendo o CMMI. Alessandro Almeida Conhecendo o CMMI Alessandro Almeida Agenda Objetivos Por que pensar nestas coisas? Conhecendo o CMMI Uma empresa que poderia ser a sua Objetivos Apresentar de uma forma prática e divertida o modelo CMMI,

Leia mais

Capítulo 5: CMMI, o Capability Maturity Model Integration

Capítulo 5: CMMI, o Capability Maturity Model Integration Capítulo 5: CMMI, o Capability Maturity Model Integration Capítulo 1: Introdução Capítulo 2: Conceitos Básicos Capítulo 3: Qualidade de Produto (ISO9126) Capítulo 4: ISO9001 e ISO90003 Capítulo 5: CMMI

Leia mais

Processo de Desenvolvimento de Software em Conformidade com o Nível G do Modelo de Referência MPS.BR

Processo de Desenvolvimento de Software em Conformidade com o Nível G do Modelo de Referência MPS.BR Processo de Desenvolvimento de Software em Conformidade com o Nível G do Modelo de Referência MPS.BR Cristiano Lehrer Instituto Centro-Oeste de Desenvolvimento de Software (ICODES) Rua Herculano Lobo,

Leia mais

www.asrconsultoria.com.br

www.asrconsultoria.com.br www.asrconsultoria.com.br Renato Luiz Della Volpe Sócio Diretor da ASR Consultoria e Assessoria em Qualidade Ltda. Formado em 1983 em Eng. Mecânica pela FEI e Pós-graduação em Administração pela USP 2001.

Leia mais

Relato da Experiência do Processo de Institucionalização do Modelo CMMI na Dataprev

Relato da Experiência do Processo de Institucionalização do Modelo CMMI na Dataprev Artigos técnicos selecionados Relato da Experiência do Processo de Institucionalização do Modelo CMMI na Dataprev Rosana Fernandes Osório, Guilherme Tavares Motta Coordenação Geral de Qualidade de Software

Leia mais

AVALIAÇÃO DE UM PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DE PRODUTOS DE SOFTWARE QUANTO A SUA ADERÊNCIA AO CMMI FOR SERVICE

AVALIAÇÃO DE UM PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DE PRODUTOS DE SOFTWARE QUANTO A SUA ADERÊNCIA AO CMMI FOR SERVICE AVALIAÇÃO DE UM PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DE PRODUTOS DE SOFTWARE QUANTO A SUA ADERÊNCIA AO CMMI FOR SERVICE Autoria: Natércia Ponte Nogueira, Andreia Rodrigues, Adriano Albuquerque, Alessandro Câmara RESUMO.

Leia mais

www.asrconsultoria.com.br

www.asrconsultoria.com.br www.asrconsultoria.com.br Garantia da Qualidade de Processo e Produto Direitos de Uso do Material Material desenvolvido pela ASR Consultoria e Assessoria em Qualidade Ltda. É permitido o uso deste material

Leia mais

VANTAGENS DA APLICAÇÃO DO PROGRAMA DE MELHORIA DE PROCESSO DE SOFTWARE BRASILEIRO MPS.BR NOS AMBIENTES DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

VANTAGENS DA APLICAÇÃO DO PROGRAMA DE MELHORIA DE PROCESSO DE SOFTWARE BRASILEIRO MPS.BR NOS AMBIENTES DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE 1 VANTAGENS DA APLICAÇÃO DO PROGRAMA DE MELHORIA DE PROCESSO DE SOFTWARE BRASILEIRO MPS.BR NOS AMBIENTES DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE Elvis Ferreira da Silva* Msc. Marta Alves de Souza** Msc. Helder

Leia mais

Universidade Federal de Goiás Instituto de Informática Sistemas de Informação Código da Matriz Curricular: 109P1NB

Universidade Federal de Goiás Instituto de Informática Sistemas de Informação Código da Matriz Curricular: 109P1NB Universidade Federal de Goiás Instituto de Informática Sistemas de Informação Código da Matriz Curricular: 109P1NB Plano de Disciplina Ano Letivo: 2013-1 º Semestre Dados da Disciplina Código Disc. Nome

Leia mais

Gerência de Projetos de Software Modelos de gerência. CMM: Capability Maturity Model ITIL: Information Technology Infrastructure Library MPS BR

Gerência de Projetos de Software Modelos de gerência. CMM: Capability Maturity Model ITIL: Information Technology Infrastructure Library MPS BR Modelos de gerência CMM: Capability Maturity Model ITIL: Information Technology Infrastructure Library MPS BR Modelo de maturidade: CMM CMM (Capability Maturity Model) é um modelo subdividido em 5 estágios

Leia mais

ATENDENDO À KPA REQUISITOS DO CMM ATRAVÉS DO RUP E FERRAMENTAS RATIONAL

ATENDENDO À KPA REQUISITOS DO CMM ATRAVÉS DO RUP E FERRAMENTAS RATIONAL TERRA E CULTURA, ANO XX, Nº 39 145 ATENDENDO À KPA REQUISITOS DO CMM ATRAVÉS DO RUP E FERRAMENTAS RATIONAL RESUMO * Fábio Luiz Gambarotto 1 ** Ademir Morgenstern Padilha O CMM, Modelo de Capacidade e Maturidade,

Leia mais

UNIVERSIDADE METODISTA DE PIRACICABA MAPSW: UM MÉTODO DE AUTO-AVALIAÇÃO DE PROCESSOS DE SOFTWARE FRENTE AO CMMI NÍVEL 2

UNIVERSIDADE METODISTA DE PIRACICABA MAPSW: UM MÉTODO DE AUTO-AVALIAÇÃO DE PROCESSOS DE SOFTWARE FRENTE AO CMMI NÍVEL 2 UNIVERSIDADE METODISTA DE PIRACICABA FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA MESTRADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MAPSW: UM MÉTODO DE AUTO-AVALIAÇÃO DE PROCESSOS DE SOFTWARE FRENTE AO CMMI NÍVEL 2 THIAGO

Leia mais

HERON VIEIRA AGUIAR PEPP: PROCESSO DE SOFTWARE PARA EMPRESAS DE PEQUENO PORTE BASEADO NO MODELO CMMI

HERON VIEIRA AGUIAR PEPP: PROCESSO DE SOFTWARE PARA EMPRESAS DE PEQUENO PORTE BASEADO NO MODELO CMMI HERON VIEIRA AGUIAR PEPP: PROCESSO DE SOFTWARE PARA EMPRESAS DE PEQUENO PORTE BASEADO NO MODELO CMMI Monografia apresentada ao Departamento de Ciência da Computação da Universidade Federal de Lavras como

Leia mais

efagundes com GOVERNANÇA DE TIC Eduardo Mayer Fagundes Aula 3/4

efagundes com GOVERNANÇA DE TIC Eduardo Mayer Fagundes Aula 3/4 GOVERNANÇA DE TIC Eduardo Mayer Fagundes Aula 3/4 1 CobIT Modelo abrangente aplicável para a auditoria e controle de processo de TI, desde o planejamento da tecnologia até a monitoração e auditoria de

Leia mais

O Modelo de Maturidade de Processos: como maximizar o retorno dos investimentos em melhoria da qualidade e produtividade.

O Modelo de Maturidade de Processos: como maximizar o retorno dos investimentos em melhoria da qualidade e produtividade. O Modelo de Maturidade de Processos: como maximizar o retorno dos investimentos em melhoria da qualidade e produtividade. Jairo Siqueira 1 Resumo Este estudo apresenta um modelo para avaliação do grau

Leia mais