3T11 RESULTADOS. Inovadoras em TI

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "3T11 RESULTADOS. Inovadoras em TI"

Transcrição

1 RESULTADOS 3T11 Uberlândia MG, Novembro de 2011 A Algar Telecom, Companhia completa e integrada de telecomunicações e TI, detentora da marca CTBC, divulga seus resultados do 3º Trimestre de 2011 (3T11). As informações financeiras e operacionais consolidadas da Companhia foram elaboradas de acordo com os Padrões Internacionais de Demonstrações Financeiras (International Financial Reporting Standards IFRS) e em Reais brasileiros (R$) de acordo com a Lei das Sociedades Anônimas do Brasil. As comparações, exceto quando indicado o contrário, são feitas em relação ao 3º trimestre de 2010 (3T10). Principais destaques no 3T11: Algar Telecom alcança, em setembro, a nota máxima de 100 pontos no IDA Índice de Receita líquida consolidada cresce 13,6% e atinge R$ 425,2 milhões; Desempenho no Atendimento da Anatel (categorias telefonia fixa, longa distância nacional e móvel) resultado de sua atuação Lucro líquido consolidado soma R$ 38,9 milhões, com margem de 9,2%; diferenciada; Unidades Geradoras de Receitas crescem 13,8% impulsionadas pela performance de todos os serviços; Soluções de voz e dados na área de autorização e serviços de BPO e TI crescem à taxa de 33,1%; Crescimento sustentado: Algar Telecom é considerada uma das 20 empresas mais verdes do Brasil e recebe o Prêmio Época Verde- 2011; Inovadora : Algar Telecom está entre as 100 empresas mais inovadoras em TI do Brasil e recebe Prêmio It Mídia Inovadoras em TI 1

2 A ALGAR TELECOM A ALGAR TELECOM é uma Companhia completa e integrada de telecomunicações e TI com foco na qualidade de atendimento e relacionamento com os clientes. Seu portfólio completo de produtos e serviços está distribuído em 3 segmentos de negócios. O de TELECOM reúne os serviços de telefonia fixa, internet banda larga, comunicação de dados, telefonia celular e TV por assinatura. O segundo é o de RELACIONAMENTO COM O CLIENTE/BPO e TI. Por fim, o de NEGÓCIOS COMPLE - MENTARES concentra os serviços de engenharia de telecomunicações e de listas e guias telefônicos. No 3T11 estes segmentos de negócios representaram 77%, 18% e 5% da receita bruta consolidada, respectivamente. TELECOM ÁREAS DE ATUAÇÃO Concessão Autorização Banda H TELECOM Os serviços de telecomunicações são prestados em regiões distintas. A Concessão, onde a Companhia opera há 57 anos, é formada por 87 municípios distribuídos nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Goiás e Mato Grosso do Sul. Nesta região a Algar Telecom oferta serviços de telefonia fixa, celular, dados e TV ao mercado residencial e corporativo. A área de Autorização, por sua vez, teve início em 2003, quando a Companhia recebeu a autorização da Anatel para prestar serviços de telefonia fixa e dados em todo o País. Selecionou, inicialmente, as regiões de maior interesse comercial em torno de seu backbone. Atualmente está presente em São Paulo, Campinas, Ribeirão Preto, Araraquara, São Carlos, São José do Rio Preto, Goiânia, Brasília, Belo Horizonte, Divinópolis, Juiz de Fora, Rio de Janeiro e Curitiba. Nesta área, de importante potencial de crescimento, o foco da Companhia são ofertas de voz e dados ao mercado corporativo. 2

3 Por fim, a área da banda H se refere à última faixa de freqüência da telefonia celular 3G, cuja licença foi adquirida no final de Esta área passará a ser atendida gradativamente seguindo cronograma estratégico. RELACIONAMENTO COM O CLIENTE/BPO e TI A Algar Tecnologia, subsidiária integral da Companhia, atua no mercado corporativo há mais de 12 anos oferecendo soluções em tecnologia para processos de negócios, por meio de infraestrutura de TI, serviços gerenciados, aplicações de negócios, gestão de negócios e relacionamento com o cliente. Em infraestrutura de TI, a empresa possui 3 data centers estrategicamente localizados, que servem a todo o Brasil e exterior. Já em serviços gerenciados, a empresa oferece soluções de service desk, gestão de ativos de TI, entre outros. Completa ainda o portfólio de TI, soluções de aplicações de negócios, com licenciamento, sustentação, consultoria e fábrica de software. Em gestão de negócios, a empresa oferece a implantação e sustentação de ERP SAP e Oracle, e na linha de relacionamento com o cliente, atendimento, televendas, gestão de risco e gestão da experiência do cliente. Tudo isso, com o apoio de 7,5 mil posições de trabalho e um time de mais de 12 mil profissionais. 3

4 NEGÓCIOS COMPLEMENTARES Por meio da Engeset, fundada há 20 anos, a Companhia oferece soluções completas em infraestrutura de tecnologia da informação e telecomunicações. Com diversas unidades de negócios espalhadas por todo o país, visando garantir um atendimento ágil e eficiente aos clientes, a Engeset tem mais de 20 mil km de rotas ópticas implantadas e mais de 23 mil km sob sua manutenção, além dos certificados e premiações conquistadas ao longo dos anos. A subsidiária Algar Mídia, por sua vez, dispõe de veículos de comunicação como a lista telefônica Sabe e o Guia Sei, além de versão online, o Netsabe site de buscas com os conteúdos das listas e guias. Produz, também, os jornais Correio de Uberlândia - versões impressa e on-line, e o TudoJá. Vale mencionar, ainda, a Rede Alooh, rede de mídia outof-home, uma nova frente de negócio com atuação on-line e off-line. 4

5 DESEMPENHO OPERACIONAL TELECOM Telecom: Unidades Geradoras de Receitas (UGR) (mil) T10 13,8% Telefonia fixa Telefonia celular Banda larga T11 36,6% 16,1% 13,7% 10,9% Ao final do 3T11, a Algar Telecom apresentava 1,9 milhão de unidades geradoras de receitas (UGR) em seu segmento de TELECOM, um crescimento de 13,8% em relação ao 3T10 alavancado pela performance de todos os serviços. Ressalta-se, ainda, o crescimento, de 33,1%, nas receitas de voz e dados ao mercado corporativo da área de autorização da Companhia, cujos resultados têm sido crescentes. Telefonia Fixa Em 30 de setembro de 2011, o número de linhas fixas era de 856 mil, 10,9% maior que o do 3T10 refletindo um crescimento do serviço tanto na autorização quanto na concessão. Na área de autorização, o aumento do número de terminais foi de 33,6%, resultado da oferta de soluções conjuntas de voz e dados a clientes corporativos, cujo crescimento de receita foi de 33,1% no período. Na concessão, as linhas fixas somavam 655 mil ao final do 3T11, 5,4% superiores às do 3T10 impulsionadas pela oferta de pacotes que combinam telefonia fixa, banda larga e TV por assinatura estratégia esta que tem propiciado um aumento da base de clientes enquanto o setor apresenta queda. TV Telefonia Celular A base de clientes de telefonia celular alcançou 633 mil no 3T11, 13,7% superior à do 3T10 refletindo os resultados das campanhas que concedem acesso grátis à internet, cotas de SMS e bônus a serem usados intra-rede. Com isto, o número de clientes pré-pagos passou de 374 mil no 3T10 para 434 mil no 3T11, um aumento de 16,2%. Os clientes póspagos, por sua vez, cresceram 8,7%, passando de 182 mil para 198 mil. O ARPU do 3T11 foi de R$ 33,40, 23,1% menor que o do 3T10 em 5

6 razão do acirramento da concorrência e consequente reposicionamento das ofertas da Companhia, com uma queda no preço médio do minuto. Apesar da queda, a Algar Telecom continua apresentando o maior ARPU do mercado e o maior percentual de clientes alocados em planos pós-pagos 31%. Banda Larga O número de clientes banda larga atingiu 310 mil no 3T11 ante 267 mil no 3T10, um aumento de 16,1%. A banda larga fixa (ADSL) cresceu 14,2%, impulsionada pelos pacotes que conjugam banda larga, telefonia fixa e TV via satélite. A banda larga móvel (3G), por sua vez, apresentou um crescimento de 14,2% no trimestre e de 27,8% no comparativo anual. O maior crescimento no período recente é explicado por campanhas que concedem descontos a clientes que já possuem ADSL. TV por assinatura Ao final do 3T11 o número de clientes de TV por assinatura era de 93 mil, sendo 60 mil de TV via satélite e 33 mil de TV a cabo. O número total é 38,6% maior que o do 3T10 em razão da venda de pacotes que conjugam a TV por assinatura com telefonia fixa e banda larga. Dados na autorização A oferta de produtos de dados ao mercado corporativo da área de autorização da Companhia demonstrou, mais uma vez, crescimento acelerado. Compondo a solução de voz e dados, o aumento desta receita foi de 33,1% em relação ao 3T10. Na área de autorização, que abrange as principais cidades do sudeste do País, a Algar Telecom oferta produtos que garantem velocidade e qualidade no tráfego mantendo, sempre, um estreito relacionamento com seus clientes. 6

7 RELACIONAMENTO COM O CLIENTE/BPO e TI No 3T11, a Algar Tecnologia apresentou crescimento tanto pela ampliação de escopo de serviços prestados aos atuais clientes quanto pela conquista de novos clientes. Esta combinação propiciou uma receita 33,1% maior que a do 3T10. NEGÓCIOS COMPLEMENTARES Nos últimos 12 meses, o negócio de engenharia de telecomunicações apresentou crescimento importante decorrente de novos contratos firmados para serviços de manutenção, implantação e gerenciamento de projetos. O negócio de listas e guias telefônicos, por sua vez, continua apresentando crescimento em seus serviços tradicionais e trabalhando para o fortalecimento dos meios digitais, uma nova frente de negócio que integra ferramentas on-line e off-line. 7

8 Tabela 1: Dados Operacionais (mil) Dados Operacionais 3T10 3T11 Var. TELEFONIA FIXA Por área de atuação ,9% Autorização ,6% Concessão ,4% Por perfil de plano ,9% Pré-pago ,5% Pós-pago ,2% ARPU (com ADSL)- R$ 80,2 71,2-11,3% BANDA LARGA ,1% ADSL ,2% Móvel ,8% TELEFONIA CELULAR Total de clientes ,7% Pré-pago ,2% Pós-pago ,7% ARPU - R$ 43,4 33,4-23,1% TV POR ASSINATURA ,6% ARPU: receita média mensal por usuário. 8

9 Tabela 2: Demonstrações de resultado consolidado (em R$ milhões) 3T10 3T11 Var. 9M10 9M11 Var. RECEITA BRUTA 484,9 545,3 12,5% 1.406, ,4 13,1% Telecom 388,5 418,1 7,6% 1.132, ,9 9,0% BPO e TI 76,0 101,1 33,1% 224,2 288,3 28,6% Negócios Complementares 20,4 26,1 27,9% 50,4 69,3 37,4% Impostos e deduções (110,6) (120,1) 8,6% (320,7) (349,6) 9,0% RECEITA LÍQUIDA 374,3 425,2 13,6% 1.086, ,8 14,3% CUSTOS E DESPESAS (276,2) (324,9) 17,6% (802,8) (941,6) 17,3% OPERACIONAIS Pessoal (115,8) (140,2) 21,1% (323,2) (402,3) 24,5% Materiais (5,1) (6,0) 18,3% (18,1) (17,9) -1,4% Serviços de terceiros (64,6) (76,9) 19,1% (181,2) (228,9) 26,3% Interconexão (55,8) (53,3) -4,4% (162,7) (158,2) -2,8% Meios de Conexão - EILD (8,1) (10,7) 32,7% (21,3) (28,7) 34,6% Propaganda e Marketing (5,6) (7,1) 26,5% (20,3) (20,4) 0,6% PCLD (1,1) (4,9) 346,2% (10,6) (15,1) 42,7% Outros (16,2) (20,2) 24,8% (49,3) (55,9) 13,5% Custo das Mercadorias Vendidas (3,9) (5,4) 38,0% (16,0) (14,1) -11,7% OUTRAS RECEITAS (DESPESAS) 2,3 0,2-90,1% (0,0) (3,1) - OPERACIONAIS EBITDA 100,4 100,6 0,2% 283,3 297,0 4,9% Margem % 26,8% 23,7% - 26,1% 23,9% - Depreciações e amortizações (36,9) (34,0) -7,8% (109,1) (103,3) -5,3% Leasing (0,4) (0,2) -59,1% (0,7) (0,6) -14,3% EBIT 63,2 66,5 5,2% 173,5 193,2 11,3% Financeiras, líquidas (16,8) (20,0) 18,7% (49,5) (58,7) 18,7% LUCRO ANTES DOS IMPOSTOS 46,3 46,5 0,3% 124,0 134,4 8,4% Imposto de renda e contribuição social (10,5) (7,6) -28,3% (35,5) (24,4) -31,2% LUCRO LÍQUIDO 35,8 38,9 8,7% 88,5 110,0 24,3% Margem % 9,6% 9,2% - 8,1% 8,9% - EBITDA é o resultado operacional adicionado de depreciações e amortizações. O EBITDA não é uma medida utilizada nas práticas contábeis adotadas no Brasil, não representando o fluxo de caixa para os períodos apresentados e não deve ser considerado como sendo uma alternativa ao lucro líquido na qualidade de indicador do nosso desempenho operacional ou como uma alternativa ao fluxo de caixa na qualidade de indicador de liquidez. O EBITDA não tem um significado padronizado e nossa definição de EBITDA pode não ser comparável ao EBITDA ou EBITDA ajustado conforme definido por outras companhias. Ainda que o EBITDA não forneça, de acordo com as práticas contábeis utilizadas no Brasil uma medida do fluxo de caixa operacional, nossa Administração o utiliza para mensurar nosso desempenho operacional. Adicionalmente, entendemos que determinados investidores e analistas financeiros utilizam o EBITDA como indicador do desempenho operacional de uma companhia e/ou de seu fluxo de caixa. 9

10 RECEITA BRUTA CONSOLIDADA A receita bruta consolidada da Companhia atingiu R$ 545,3 milhões no 3T11, um aumento de 12,5% em relação ao 3T10. Os principais vetores de crescimento foram as ofertas de voz e dados na área de autorização, os serviços de BPO e TI, a TV por assinatura e os serviços de engenharia de redes de telecom, cujas variações foram de 33,1%, 33,1% e 153,9% e 44,8% respectivamente. Distribuição da Receita Bruta Consolidada R$ milhões 3T10 3T % 20 4% % Voz fixa % 26 5% % 8 2% Voz móvel Banda larga Dados 20 4% 88 18% 53 11% 70 14% TV BPO e TI Outros % 54 10% 69 13% Ao final do 3T11 menos da metade das receitas totais da Companhia eram oriundas de voz (43%); 30% já eram originárias de dados e banda larga, 4% de TV, 18% de BPO e TI, e 5% de outros serviços. Estes resultados evidenciam a capacidade de execução da estratégia da Algar Telecom de diversificar a sua receita e desenvolver novos negócios e serviços. 10

11 Tabela 3: Receita Operacional Consolidada (em R$ milhões) 3T10 3T11 Var. 9M10 9M11 Var. RECEITA BRUTA 484,9 545,3 12,5% 1.406, ,4 13,1% TELECOM 388,5 418,1 7,6% 1.132, ,9 9,0% TELEFONIA FIXA 239,9 242,4 1,0% 712,4 727,9 2,2% Telefonia Local 84,5 81,4-3,7% 252,3 246,7-2,2% Longa Distância 37,4 32,8-12,3% 110,8 102,6-7,4% Cartões 16,5 12,4-25,1% 57,4 43,2-24,7% Voz corporativa 11,4 18,9 65,7% 28,3 51,2 81,1% Interconexão 16,9 17,2 2,0% 46,9 53,0 12,9% Banda larga 45,5 47,1 3,5% 132,5 139,5 5,3% Dados concessão 24,9 29,8 19,5% 75,2 83,3 10,8% Serviços Adicionais 2,8 2,8 0,3% 9,0 8,3-7,3% TELEFONIA CELULAR 77,7 75,5-2,9% 221,1 224,4 1,5% Serviços 74,9 71,2-5,0% 213,5 211,7-0,9% Seviços de Voz 47,5 47,5 0,1% 139,0 139,9 0,6% Banda larga 5,8 5,3-9,4% 17,4 15,5-10,9% Interconexão 18,1 16,4-9,5% 46,9 46,8-0,3% Serviço Valor Agregado 2,0 1,6-22,8% 5,6 7,3 30,1% Outros Serviços 1,6 0,5-68,1% 4,6 2,3-51,0% Material de Revenda (aparelhos) 2,8 4,3 54,2% 7,6 12,7 67,7% TV POR ASSINATURA 8,0 20,3 153,9% 20,1 58,2 189,3% DADOS AUTORIZAÇÃO 62,9 79,9 27,2% 178,5 223,3 25,1% BPO e TI 76,0 101,1 33,1% 224,2 288,3 28,6% NEGÓCIOS COMPLEMENTARES 20,4 26,1 27,9% 50,4 69,3 37,4% Redes de telecom 10,6 15,3 44,8% 29,1 45,2 55,3% Listas e guias telefônicos 9,8 10,7 9,7% 21,3 24,1 13,0% Impostos e Deduções (110,6) (120,1) 8,6% (320,7) (349,6) 9,0% RECEITA LÍQUIDA 374,3 425,2 13,6% 1.086, ,8 14,3% 11

12 TELEFONIA FIXA No 3T11 a receita bruta consolidada de telefonia fixa foi de R$ 242,4 milhões, 1,0% superior à do 3T10 impulsionada por maiores receitas de voz corporativa - principal oferta de voz comercializada na área de autorização juntamente com os produtos de dados, receitas de dados na concessão e banda larga, as quais foram superiores à queda das receitas de cartões e chamadas, de longa distância e locais. No acumulado do ano a telefonia fixa contabilizou uma receita de R$ 727,9 milhões, 2,2% maior que a do mesmo período de Telefonia local A receita bruta de telefonia local contabilizou R$ 81,4 milhões no 3T11, uma queda de 3,7% em relação à do 3T10 em razão de menores receitas de chamadas fixo-móvel e de assinaturas. Esta queda foi parcialmente compensada por receitas de tráfego local. Este movimento é explicado pela substituição de planos com assinatura por planos de franquia, em que o valor pago pelo cliente é todo convertido em minutos. No acumulado as receitas de serviços locais somaram R$ 246,7 milhões, 2,2% menores que as do mesmo período de 2010 em razão das mesmas razões citadas. Longa distância No 3T11, as receitas de chamadas de longa distância foram de R$ 32,8 milhões, uma queda de 12,3% em relação ao 3T10 devido principalmente à migração dos serviços de voz fixa para voz móvel (aumento da planta móvel do País) e do uso de outras tecnologias. Esta queda foi, em parte, contrabalanceada por receitas de voz avançada (DDG 0800) maiores em R$ 0,7 milhão. Nos 9M11 as receitas de longa distância foram de R$ 102,6 milhões, 7,4% inferiores às dos 9M10. Cartões (públicos e pré-pagos) As receitas de cartões contabilizaram R$12,4 milhões no 3T11, uma queda de 25,1% se comparadas às do 3T10. A queda destas receitas é decorrente da combinação de: (i) receitas de cartões pré-pagos menores em 21,6% - fruto da estratégia adotada pela Companhia de substituir a oferta de planos pré-pagos por planos alternativos com franquia; e (ii) de receitas de cartões públicos menores em 33,9% resultado principalmente do aumento das plantas fixa e móvel do País. No acumulado dos 9 meses do ano estas receitas foram de R$ 43,2 milhões, 24,7% menores que as dos 9 meses de

13 Voz Corporativa As receitas de voz corporativa atingiram R$ 18,9 milhões no 3T11, um aumento de 65,7% se comparadas ao 3T10. Este crescimento foi impulsionado pela oferta de soluções de voz e dados ao mercado corporativo da área de autorização, cujo aumento foi de 33,1%, onde a Companhia oferece uma venda consultiva, ágil e de qualidade, entendendo as necessidades dos clientes e criando soluções que contribuam para seus negócios. No acumulado do ano, as receitas de voz corporativa atingiram R$ 51,2 milhões, 81,1% maiores que as do mesmo período de Remuneração pelo uso de rede interconexão No 3T11 as receitas de interconexão totalizaram R$ 17,2 milhões, 2,0% maiores que as do 3T10 em razão do aumento de encaminhamento de tráfego oriundo de outras operadoras. No acumulado do ano estas receitas foram 12,9% maiores que as dos 9M10. Banda Larga As receitas de banda larga fixa (ADSL I e II) foram de R$ 47,1 milhões no 3T11, um aumento de 3,5% em relação ao 3T10. Este crescimento é fruto da combinação entre uma base de clientes 14,2% maior e da queda no ticket médio decorrente da tendência de mercado de aumento da velocidade disponível com redução do preço. No acumulado do ano estas receitas foram 5,3% superiores ao mesmo período de Dados na Concessão As receitas de serviços de dados na área de concessão da Companhia totalizaram R$ 29,8 milhões no 3T11, 19,5% maiores que as do 3T10 em razão de atualizações retroativas de preços. Houve adicionalmente, um maior volume de vendas dos produtos Internet Link conexão exclusiva de alta velocidade para empresas, e Rede Privada Virtual VPN. Nos 9M11 as receitas de dados na área de concessão foram de R$ 83,3 milhões, 10,8% maiores que as dos 9M10. 13

14 Serviços adicionais As receitas provenientes de serviços adicionais foram de R$ 2,8 milhões no 3T11, praticamente estáveis em relação ao 3T10 (0,3%). No acumulado do ano a variação foi de - 7,3% em razão de menores receitas com aluguel de infraestrutura. TELEFONIA CELULAR No 3T11 a receita bruta consolidada do negócio telefonia celular totalizou R$ 75,5 milhões, uma queda de 2,9% em relação ao 3T10 refletindo receitas de serviços menores em 5,0%, parcialmente compensadas por receitas de venda de materiais (aparelhos e chips) maiores 54,2%. No acumulado do ano a receita de telefonia celular foi de R$ 224,4 milhões, 1,5% maior que a do mesmo período do ano anterior. Serviços de voz As receitas de serviços de voz somaram R$ 47,5 milhões no 3T11, estáveis em relação ao 3T10 (0,1%). Este resultado decorre da seguinte combinação: (i) aumento de 10% nas receitas dos planos pré-pagos, influenciado pelo plano Rede Jovem, que concede cotas de SMS, acesso grátis à internet e minutos grátis para ligações entre clientes com o mesmo plano; (ii) queda de 5% nas receitas de ligações locais dos planos pós-pagos - ocasionadas por uma diminuição de 3% na quantidade de minutos falados e de 2% no preço médio do minuto fruto dos planos com tarifa zero para ligações intra-rede. No acumulado do ano as receitas de serviços de voz foram de R$ 139,9 milhões, 0,6% maiores que as do mesmo período do ano anterior. Banda larga móvel (3G) No 3T11 as receitas de banda larga móvel atingiram R$ 5,3 milhões, 9,4% menores que as do 3T10. Esta queda, apesar do aumento de 27,8% no número de clientes, é decorrente do reposicionamento do produto no mercado e de campanhas comerciais que oferecem 3 meses de mensalidade grátis para a degustação pelo cliente. No acumulado do ano estas receitas contabilizaram R$ 15,5 milhões, 10,9% menores que as dos 9M10. 14

15 Remuneração pelo uso de rede móvel - interconexão No 3T11 as receitas de remuneração pelo uso de rede totalizaram R$ 16,4 milhões, uma queda de 9,5% em relação ao 3T10 em razão de uma queda de 6,5% no tráfego entrante. Nos 9M11 estas receitas somaram R$ 46,8 milhões, uma variação de -0,3%. Serviços de valor agregado As receitas de serviços de valor agregado somaram R$ 1,6 milhão no trimestre, ante R$ 2,0 milhões no 3T10. A queda, de 22,8%, resulta do menor tráfego 3G excedente em relação ao limite contratado excedente este que é contabilizado neste grupo de receitas. Esta queda é consequência da acomodação, por parte dos clientes, em planos mais adequados ao seu perfil. No acumulado do ano estas receitas foram de R$ 7,3 milhões, 30,1% superiores às do mesmo período do ano passado. Outros serviços No 3T11 as receitas de outros serviços foram de R$ 0,5 milhão, ante R$ 1,6 milhão no 3T10 devido a menores receitas com aluguel de infraestrutura. No acumulado do ano estas receitas foram de R$ 2,3 milhões 51,0% menores que as do mesmo período do ano anterior. Aparelhos As receitas com a venda de aparelhos totalizaram R$ 4,3 milhões no 3T11, ante R$ 2,8 milhões no 3T10. Este aumento, de 54,2%, é resultado do aumento do portfólio de produtos aliado a boas condições comerciais oferecidas aos clientes. Nos 9M11 estas receitas foram de R$ 12,7 milhões, 67,7% maiores que as do mesmo período de TV POR ASSINATURA As receitas de TV por assinatura atingiram R$ 20,3 milhões no 3T11, um crescimento de 153,9% em relação ao 3T10 quando somaram R$ 8,0 milhões. Este crescimento foi impulsionado pelo serviço de TV via satélite - lançado em maio de 2010, vendido em pacotes que combinam também planos de telefonia fixa e banda larga. No acumulado do ano estas receitas foram de R$ 58,2 milhões 189,3% maiores que as do mesmo período do ano anterior. 15

16 DADOS NA AUTORIZAÇÃO A receita bruta dos serviços de dados ofertados na área de autorização da Companhia continuou em expansão. Somada à oferta de voz para este mercado, a receita alcançou R$ 98,8 milhões, um crescimento de 33,1% em relação ao 3T10. Esta evolução vem sendo sustentada pela forma de atuação da Algar Telecom, que busca entender e solucionar as necessidades de seus clientes ofertando tráfego de dados, de forma ágil e segura, por meio de moderna rede IP. Nos 9M11 estas receitas de voz e dados atingiram R$ 274,6 milhões, um aumento de 32,8% em relação aos 9M10. RELACIONAMENTO COM O CLIENTE/BPO E TI No 3T11 a receita bruta consolidada do negócio de BPO e TI atingiu R$ 101,1 milhões, um crescimento de 33,1% em relação ao 3T10. Este crescimento foi influenciado tanto pelos serviços de TI, cujo aumento foi de 59%, quanto de BPO 18% maiores. Nos 9M11 o aumento da receita destes serviços foi de 28,6%. NEGÓCIOS COMPLEMENTARES A receita bruta consolidada gerada pelos negócios complementares da Algar Telecom somou R$ 26,1 milhões no 3T11 ante R$ 20,4 milhões no 3T10, um aumento de 27,9%. Este aumento é fruto principalmente da melhor performance do negócio de engenharia de redes de telecom, cuja variação foi de 44,8%, apoiada em novos contratos firmados a partir do 3T10. A receita de listas e guias telefônicos, por sua vez, apresentou aumento de 9,7% decorrente do crescimento de 12% na receita de listas e guias e de 45% na de serviços online. No acumulado de 2011 as receitas de negócios complementares foram 37,4% superiores às do mesmo período de RECEITA LÍQUIDA CONSOLIDADA 16 A receita líquida consolidada da Algar Telecom atingiu R$ 425,2 milhões, 13,6% maior que a do 3T10, quando somou R$ 374,3 milhões. No acumulado do ano a receita cresceu 14,3% se comparada ao mesmo período do ano anterior, atingindo R$ 1.241,8 milhões.

17 17 Tabela 4: Tabela Custos 4: e despesas Custos e despesas operacionais operacionais consolidados consolidados (em R$ milhões) (em R$ milhões) milhões) RECEITA LÍQUIDA 374,3 425,2 13,6% 1.086, ,8 14,3% CUSTOS DOS SERVIÇOS E MERCADORIAS (218,3) (259,0) 18,7% (635,6) (742,6) 16,8% Serviços (214,4) (253,6) 18,3% (619,6) (728,5) 17,6% Pessoal (75,9) (94,6) 24,6% (210,3) (270,3) 28,5% Materiais (4,4) (5,4) 21,9% (16,2) (15,9) -1,8% Serviços de terceiros (24,1) (43,2) 79,4% (71,8) (119,7) 66,7% Interconexão (55,8) (53,3) -4,4% (162,7) (158,2) -2,8% Meios de Conexão - EILD (8,1) (10,7) 32,7% (21,3) (28,7) 34,6% Outros (13,1) (16,7) 27,6% (38,8) (45,4) 17,2% Depreciação e amortização (32,8) (29,5) -10,0% (98,0) (89,7) -8,5% Leasing (0,2) (0,2) -18,1% (0,5) (0,6) 19,9% Venda de mercadorias (3,9) (5,4) 38,0% (16,0) (14,1) 11,7% LUCRO BRUTO 156,1 166,2 6,5% 450,4 499,1 10,8% DESPESAS COMERCIAIS (55,7) (62,3) 11,8% (166,4) (181,6) 9,1% Pessoal (25,1) (28,7) 14,5% (69,7) (83,8) 20,2% Materiais (0,5) (0,4) -18,5% (1,5) (1,2) 18,8% Serviços de terceiros (21,2) (18,4) -13,4% (56,2) (53,2) -5,5% Propaganda e Marketing (5,6) (7,1) 26,5% (20,3) (20,4) 0,6% PCLD (1,1) (4,9) 346,2% (10,6) (15,1) 42,7% Outros (1,7) (2,2) 29,4% (6,4) (6,1) -4,6% Depreciação e amortização (0,5) (0,6) 17,3% (1,7) (1,8) 8,3% Leasing 0,0 0,0-0,0 0,0 - DESPESAS GERAIS E ADMINISTRATIVAS (39,5) (37,7) -4,7% (110,3) (121,2) 9,9% Pessoal (14,8) (16,9) 14,0% (43,2) (48,3) 11,8% Materiais (0,2) (0,3) 30,9% (0,4) (0,7) 81,1% Serviços de terceiros (19,3) (15,3) -20,6% (53,2) (56,1) 5,4% Outros (1,6) (1,3) -18,8% (4,1) (4,4) 6,9% Depreciação e amortização (3,6) (3,9) 8,2% (9,4) (11,8) 25,0% Leasing 0,0 0,0 - (0,2) 0,0 - OUTRAS RECEITAS (DESPESAS) OPERACIONAIS 2,3 0,2 90,1% (0,0) (3,1) - Amortização de ágio 0,0 0,0-0,0 0,0 - Outras 2,3 0,2-90,1% (0,0) (3,1) - EBIT 63,2 66,5 5,2% 173,7 193,2 11,2% CUSTOS E DESPESAS OPERACIONAIS (273,9) (324,6) 18,5% (802,8) (944,7) 17,7% Pessoal (115,8) (140,2) 21,1% (323,2) (402,3) 24,5% Materiais (9,0) (11,4) 26,8% (34,1) (32,0) -6,2% Serviços de terceiros (64,6) (76,9) 19,1% (181,2) (228,9) 26,3% Interconexão (55,8) (53,3) -4,4% (162,7) (158,2) -2,8% Meios de Conexão - EILD (8,1) (10,7) 32,7% (21,3) (28,7) 34,6% Propaganda e Marketing (5,6) (7,1) 26,5% (20,3) (20,4) 0,6% PCLD (1,1) (4,9) 346,2% (10,6) (15,1) 42,7% Outros* (13,9) (20,0) 44,0% (49,3) (59,0) 19,8% * Inclui outras receitas/despesas operacionais. 3T10 3T11 Var. 9M10 9M11 Var. 3T10 3T11 Var. 9M10 9M11 Var.

18 Os custos e despesas operacionais consolidados (excluindo amortização, depreciação e leasing) totalizaram R$ 324,6 milhões no 3T11, um aumento de 18,5% em relação ao 3T10 quando somaram R$ 273,9 milhões. As principais causas das variações são analisadas a seguir: Os custos e despesas com pessoal foram de R$ 140,2 milhões, um aumento de R$ 24,4 milhões (21,1%) em relação aos do 3T10. Este aumento foi decorrente basicamente de: (i) custos e despesas de pessoal do negócio de BPO e TI maiores em R$ 18,7 milhões em razão do incremento de 11,2% no quadro de pessoal para o atendimento a clientes, dos efeitos do acordo coletivo e da adequação da estrutura para a prestação dos serviços de TI; (ii) despesas de pessoal do segmento de Telecom maiores em R$ 3,4 milhões em razão principalmente dos impactos do acordo coletivo. É importante mencionar que, em 2011, houve alteração na data do acordo em alguns Estados nos quais a Companhia atua, passando do mês de dezembro para setembro. Com isto, a comparação do 3T10 com o 3T11 fica prejudicada. No acumulado do ano, os custos e despesas com pessoal somaram R$ 402,3 milhões, 24,5% maior que o mesmo período do ano passado. Os custos e despesas com materiais foram de R$ 11,4 milhões, ante R$ 9,0 milhões no 3T10 em razão de maiores vendas de aparelhos e acessórios, conforme já demonstrado nas receitas. Nos 9M11 estes custos somaram R$ 32,0 milhões, 6,2% menores que os dos 9M10. Os custos e despesas com serviços de terceiros (excluindo propaganda, marketing e PCLD), contabilizaram R$ 76,9 milhões no 3T11, um crescimento de 19,1% em relação ao 3T10. Este aumento é composto, sobretudo, de: (i) R$ 6,2 milhões com a programação e manutenção da transmissão da TV via satélite produto lançado em maio de 2010; (ii) R$ 5,9 milhões de despesas relacionadas à expansão dos serviços de BPO e TI, incluindo despesas com mão-de-obra temporária e manutenção das novas filiais; (ii) R$ 1,8 milhão de gastos pontuais com consultoria estratégica para atualização do portfólio de ofertas da Companhia e com treinamento para a entrada em novas áreas geográficas de Minas Gerais cuja licença foi adquirida no final de 2010 (banda H) ; e (iv) R$ 1,1 milhão de custos de banda IP para prestar os serviços de dados. No acumulado do ano estes custos e despesas foram de R$ 228,9 milhões, 26,3% maiores que os do mesmo período de

19 Os custos de interconexão totalizaram R$ 53,3 milhões no 3T11, 4,4% inferiores aos do 3T10 em razão da redução do tráfego cursado e de menores despesas de roaming - fruto da negociação de tarifas com algumas operadoras. Nos acumulado dos 9 meses do ano, estes custos contabilizaram R$ 158,2 milhões, uma queda de 2,8% em relação ao mesmo período do ano anterior. Os custos e despesas com EILD, por sua vez, foram de R$ 10,7 milhões no 3T11, um crescimento de 32,7% em relação aos do 3T10 ocasionado pelo aumento de 33% no número de circuitos contratados de terceiros para a prestação de serviços de voz e dados na área de autorização da Companhia. Nos acumulado dos 9 meses do ano, estes custos contabilizaram R$ 28,7 milhões, 34,6% maiores que os dos 9 primeiros meses de As despesas com propaganda e marketing contabilizaram R$ 7,1 milhões no 3T11, um aumento de 26,5% se comparadas às do 3T10 em razão principalmente da intensificação das campanhas mercadológicas no segmento corporativo. No acumulado do ano estas despesas foram estáveis (0,6%) em relação ao mesmo período do ano passado. As despesas com provisão para créditos de liquidação duvidosa PCLD encerraram o trimestre em R$ 4,9 milhões, um aumento de 3,8 milhões em relação ao 3T10. Este aumento é resultado do crescimento da receita e de fator pontual que afetou positivamente o resultado do 3T10 em R$ 1,1 milhão. A relação PCLC/receita bruta do 3T11 foi de 0,9%, um dos melhores do mercado. No acumulado do ano estas despesas foram de R$ 15,1 milhões, 42,7% maiores que as do 3T10 pelas mesmas razões já mencionadas. EBITDA 19 O EBITDA do segmento de Telecom atingiu R$ 88,4 milhões no 3T11, 4,7% maior que o do 3T10. A margem foi de 28,4%, ante 29,1%, uma queda de 0,7 pp. Esta queda é explicada por gastos pontuais com consultoria estratégica e treinamento, conforme mencionado na análise de custos e despesas, em decorrência da preparação da Companhia para o crescimento no varejo e pelo impacto pontual da mudança da data do acordo coletivo em alguns Estados. No acumulado do ano o EBITDA atingiu R$ 264,9 milhões com margem de 28,8%, estável em relação ao mesmo período de 2010.

20 O segmento de BPO e TI apresentou EBITDA de R$ 8,2 milhões no 3T11, ante R$ 13,2 milhões no 3T10, com margens de 7,5% e 15,5% respectivamente. A queda na margem é decorrente principalmente de (i) ativação de grandes operações de serviços de contact center/bpo que geram resultados em rampa; (ii) expansão de operações de TI em novas geografias as quais demandam gastos de start up; (iii) desmobilização de alguns contratos que não geravam rentabilidade adequada e apresentavam baixa perspectiva de recuperação. Para fazer frente ao período de estabilização dos novos start ups bem como para fortalecer a transição de seu portfólio de receitas que prevê uma maior participação de serviços de TI, a Algar Tecnologia deu início a um plano de eficiência operacional que visa otimizar custos e despesas e aumentar a rentabilidade. O EBITDA dos negócios complementares foi de R$ 4,0 milhões no 3T11, 9,2% superior ao do 3T10. A margem EBITDA foi de 13,8% no trimestre, ante 10,7% no mesmo período do ano passado, um ganho de 3,1 pp em razão de contratos do negócio de engenharia de redes de telecom firmados no 2T11. O EBITDA consolidado da Algar Telecom totalizou R$ 100,6 milhões, ante R$ 100,4 milhões no 3T10. A margem EBITDA consolidada foi de 23,7% no trimestre e 26,8% no 3T10. EBITDA e margem 3T10 3T11 Var. 9M10 9M11 Var. Telecom 84,4 88,4. 4,7% 243,9 264,9 8,6% margem 29,1% 28,4% - 28,9% 28,8% - BPO/TI e Consultoria 13,2 8,2-37,8% 33,0 25,3-23,4% margem 15,5% 7,5% - 13,8% 8,4% - Negócios complementares 3,7 4,0 9,2% 6,3 7,0 10,8% margem 10,7% 13,8% - 7,4% 5,7% - EBITDA CONSOLIDADO 100,4 100,6 0,2% 283,3 297,0 4,9% margem 26,8% 23,7% - 26,1% 23,9% - 20

21 DESPESAS FINANCEIRAS LÍQUIDAS No 3T11 as despesas financeiras líquidas totalizaram R$ 20,0 milhões, ante R$ 16,8 milhões no 3T10, um aumento de 18,7%. Este resultado é fruto, principalmente, de uma maior taxa média do CDI no período e uma maior dívida média resultado das captações realizadas para financiar os projetos de expansão da Companhia. LUCRO LÍQUIDO DO PERÍODO O lucro líquido consolidado foi de R$ 38,9 milhões no 3T11, ante R$ 35,8 milhões no 3T10, um aumento de 8,7%. A margem líquida foi de 9,2% no trimestre e 9,6% no 3T10. INVESTIMENTOS No 3T11 os investimentos somaram R$ 100,6 milhões. Dentre os destinos dos recursos destacam-se os produtos de dados e voz (33%) - para a expansão dos serviços principalmente na área de autorização da Companhia, os produtos de banda larga (15%), o segmento de BPO e TI (14%) e o CTBC i-você programa de migração das redes para redes de próxima geração NGN (8%). No acumulado do ano os investimentos somam R$ 257,7 milhões, ante R$ 132, 1 milhões no mesmo período de TV por assinatura 2,1 2% Banda H 1,6 2% Outros 5,8 6% CTBC i-você 8,2 8% BPO e TI 14,4 14% Dados/Voz 33,1 33% Banda larga 15,2 15% Continuidade da operação 20,2 20% 21

22 ENDIVIDAMENTO Ao final de setembro de 2011, a Algar Telecom apresentava uma dívida bruta consolidada de R$ 770,7 milhões, 15,5% superior à de dezembro de 2010 em razão das captações efetuadas para financiar os investimentos para a expansão dos serviços da Companhia. A dívida líquida, por sua vez, encerrou o 3T11 em R$ 581,5 milhões, ante R$ 471,5 milhões em dezembro de É importante ressaltar a adequada distribuição do vencimento da dívida, compatível com a geração de caixa da Companhia. Dez/10 Set/11 R$ milhões % R$ milhões % Em 1 ano 179,1 26,8% 190,9 24,8% De 1 a 2 anos 129,6 19,4% 184,8 24,0% De 2 a 3 anos 128,0 19,2% 175,3 22,7% De 3 a 4 anos 122,8 18,4% 100,0 13,0% Após 4 anos 107,9 16,2% 119,7 15,5% Total 667,5 100% 770,7 100% Caixa e equivalentes 190,0 187,5 Créditos com partes relacionadas 5,9 1,7 Dívida líquida 471,5 581,5 22

23 INFORMAÇÕES NÃO REVISADAS PELOS AUDITORES INDEPENDENTES O Comentário do Desempenho inclui informações relacionadas a investimentos projetados e realizados, dados operacionais tais como unidades geradoras de receita, linhas em serviço e número de clientes, os quais não fazem parte do escopo de revisão das Informações Contábeis Intermediárias e conseqüentemente não foram examinadas pela KPMG Auditores Independentes. As afirmações contidas neste documento relacionadas a perspectivas sobre os negócios, projeções sobre resultados operacionais e financeiros e aquelas relacionadas a perspectivas de crescimento da Algar Telecom são meramente projeções e, como tais, são baseadas exclusivamente nas expectativas da Companhia sobre o futuro dos negócios. Essas expectativas dependem, substancialmente, de mudanças nas condições de mercado, do desempenho da economia brasileira, do setor e dos mercados internacionais e, portanto, sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Os resultados futuros das operações da Companhia podem divergir das atuais expectativas e o leitor não deve se basear exclusivamente nas posições aqui realizadas. Estas previsões emitem a opinião unicamente na data em que são feitas e a Algar Telecom não se obriga a atualizá-las à luz de novas informações ou de seus desdobramentos futuros. Relações com Investidores Diretora: Tatiane de Souza Lemes Panato - Analista: Érika Marques Andrade Tel: (34) Website de RI: 23 Endereço: Rua José Alves Garcia, Uberlândia - MG.

1T11 RESULTADOS. Relações com Investidores. Uberlândia MG, Maio de 2011 A Algar Telecom, Empresa integrada de telecomunicações

1T11 RESULTADOS. Relações com Investidores. Uberlândia MG, Maio de 2011 A Algar Telecom, Empresa integrada de telecomunicações RESULTADOS 1T11 Uberlândia MG, Maio de 2011 A Algar Telecom, Empresa integrada de telecomunicações Algar Telecom com Comentário um portfólio de completo Desempenho de serviços, Consolidado divulga seus

Leia mais

EBITDA da Algar Telecom registra crescimento de 15,8% no 3T12, com margem de 26,1%

EBITDA da Algar Telecom registra crescimento de 15,8% no 3T12, com margem de 26,1% EBITDA da Algar Telecom registra crescimento de 15,8% no 3T12, com margem de 26,1% DESTAQUES DO 3T12 Adição de 316 mil UGRs, totalizando mais de 2,2 milhões de unidades, crescimento de 16,5% em relação

Leia mais

COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO

COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO Uberlândia MG, Maio de 2014 A Algar Telecom, Companhia completa e integrada de telecomunicações e TI, divulga seus resultados do 1º Trimestre de 2014 (1T14). As informações

Leia mais

3T16 DESTAQUES DO 3T16. Crescimento de 43% nos acessos de ultra banda larga (acima de 10MB); Evolução de 9% na receita bruta consolidada;

3T16 DESTAQUES DO 3T16. Crescimento de 43% nos acessos de ultra banda larga (acima de 10MB); Evolução de 9% na receita bruta consolidada; DESTAQUES DO 3T16 Crescimento de 43% nos acessos de ultra banda larga (acima de 10MB); Evolução de 9% na receita bruta consolidada; EBITDA do negócio Telecom aumenta 10,5% e margem atinge 36%. Uberlândia

Leia mais

1T17 DESTAQUES DO 1T17. Crescimento de 36% nos acessos de ultra banda larga (acima de 10MB); Evolução de 9% na receita bruta consolidada;

1T17 DESTAQUES DO 1T17. Crescimento de 36% nos acessos de ultra banda larga (acima de 10MB); Evolução de 9% na receita bruta consolidada; DESTAQUES DO 1T17 Crescimento de 36% nos acessos de ultra banda larga (acima de 10MB); Evolução de 9% na receita bruta consolidada; EBITDA do negócio Telecom aumenta 9,3%; Conclusão da 6ª emissão pública

Leia mais

2T17 DESTAQUES DO 2T17. Crescimento de 34,1% nos acessos de ultra banda larga (acima de 10MB);

2T17 DESTAQUES DO 2T17. Crescimento de 34,1% nos acessos de ultra banda larga (acima de 10MB); DESTAQUES DO 2T17 Crescimento de 34,1% nos acessos de ultra banda larga (acima de 10MB); Evolução de 16,8% no EBITDA consolidado, impulsionada pelo EBITDA do negócio Telecom, com margem de 38%; Lucro líquido

Leia mais

Release de Resultados 1T19

Release de Resultados 1T19 Release de Resultados 1T19 1 +8,5% +20% Número de clientes corporativos cresce 20% 41% Margem EBITDA de Telecom atinge 41% +9% Receita de dados dos clientes B2B cresce 9% Uberlândia MG, Maio de 2019 A

Leia mais

A receita de uso de rede diminuiu 6,1% em relação ao 3T11 e apenas 0,6% em relação ao 2T12, principalmente em função da redução da VU-M.

A receita de uso de rede diminuiu 6,1% em relação ao 3T11 e apenas 0,6% em relação ao 2T12, principalmente em função da redução da VU-M. RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA Receita Líquida Móvel 5.340,9 5.128,2 4,1 4.923,2 8,5 15.574,6 14.326,7 8,7 Receita de serviço móvel 5.078,2 4.959,7 2,4 4.697,9 8,1 14.962,1 13.535,4 10,5 Franquia e utilização

Leia mais

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 27 de outubro de 2009.

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 27 de outubro de 2009. Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 27 de outubro de 2009. Embratel Participações S.A. ( Embrapar ) (BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,2 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ), 100,0

Leia mais

R$ milhões Consolidado Consolidado Combinado 1T12 4T11 % 1T11 % Receita Líquida Móvel 5.105, ,4 (2,9) 4.671,1 9,3

R$ milhões Consolidado Consolidado Combinado 1T12 4T11 % 1T11 % Receita Líquida Móvel 5.105, ,4 (2,9) 4.671,1 9,3 RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA Receita Líquida Móvel 5.105,6 5.260,4 (2,9) 4.671,1 9,3 Receita de serviço móvel 4.924,2 5.097,4 (3,4) 4.367,2 12,8 Franquia e utilização 2.599,8 2.660,5 (2,3) 2.322,6 11,9

Leia mais

Release de Resultados 4T18

Release de Resultados 4T18 Release de Resultados 4T18 1 +8,5% +24% Número de clientes corporativos cresce 24% 39% Margem EBITDA recorrente de Telecom atinge 39% +11% Lucratividade recorrente é de 11% Uberlândia MG, Março de 2019

Leia mais

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 24 de julho de 2009.

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 24 de julho de 2009. Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 24 de julho de 2009. Embratel Participações S.A. ( Embrapar ) (BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,2 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ), 100,0

Leia mais

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 13 de fevereiro de 2009.

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 13 de fevereiro de 2009. Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 13 de fevereiro de 2009. Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,2 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

NEGÓCIO MÓVEL RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA

NEGÓCIO MÓVEL RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA NEGÓCIO MÓVEL RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA Receita Líquida Móvel 5.758,7 6.086,3 (5,4) 5.636,3 2,2 Receita de serviço móvel 5.446,1 5.762,7 (5,5) 5.270,5 3,3 Franquia e utilização 2.833,7 2.891,4 (2,0)

Leia mais

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 28 de abril de 2009.

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 28 de abril de 2009. Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 28 de abril de 2009. Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,2 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

AlgarTelecom. Gente Servindo Gente. Assessoria de Comunicação, Marca e Sustentabilidade maio 2013

AlgarTelecom. Gente Servindo Gente. Assessoria de Comunicação, Marca e Sustentabilidade maio 2013 AlgarTelecom Gente Servindo Gente 2013 Grupo Algar (desde 1929) Negócios Algar Setor TI/Telecom Setor Agro Setor Serviços Turismo Solidez e presença Presença geográfica Destaques 2012 Algar Telecom Algar

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) % Var Ano

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) % Var Ano Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 01 de fevereiro de 2008 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (BOVESPA:EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 1T06 4T06 1T07

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 1T06 4T06 1T07 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 24 de abril de 2007 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (NYSE:EMT;BOVESPA:EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

Receita Líquida Móvel 5.540, ,3 (1,7) 5.128,3 8, , ,0 9,2

Receita Líquida Móvel 5.540, ,3 (1,7) 5.128,3 8, , ,0 9,2 NEGÓCIO MÓVEL RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA Receita Líquida Móvel 5.540,4 5.636,3 (1,7) 5.128,3 8,0 11.176,7 10.234,0 9,2 Receita de serviço móvel 5.219,2 5.270,5 (1,0) 4.959,8 5,2 10.489,7 9.884,2 6,1 Franquia

Leia mais

Relações com Investidores 4T ÁUDIO CONFERÊNCIA. Fevereiro 2013

Relações com Investidores 4T ÁUDIO CONFERÊNCIA. Fevereiro 2013 Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA Fevereiro 2013 4T12 2012 EstratégiA RESIDENCIAL MOBILIDADE PESSOAL EMPRESARIAL CORPORATIVO Convergência de serviços com crescimento de Banda Larga e TV Paga

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 4T04 3T05 4T05

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 4T04 3T05 4T05 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 09 de fevereiro de 2006. Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (NYSE:EMT; BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

Release de Resultados 3T18

Release de Resultados 3T18 Release de Resultados 3T18 1 +8,5% +8,5% Receita bruta de Telecom com clientes B2B cresce 8,5%. +7,7% Receita de banda larga fixa, principal oferta do B2C, aumenta 7,7% com planos de alta velocidade. +17,9%

Leia mais

(Todos os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas em Legislação Societária Brasileira )

(Todos os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas em Legislação Societária Brasileira ) Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 18 de abril de 2005 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou a Companhia ou Embratel ) detém 98,8% da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ).

Leia mais

Receita Líquida Móvel 5.636, ,6 (3,2) 5.105,7 10,4

Receita Líquida Móvel 5.636, ,6 (3,2) 5.105,7 10,4 NEGÓCIO MÓVEL RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA Receita Líquida Móvel 5.636,3 5.822,6 (3,2) 5.105,7 10,4 Receita de serviço móvel 5.270,5 5.474,3 (3,7) 4.924,4 7,0 Franquia e utilização 2.784,4 2.908,1 (4,3)

Leia mais

Resultados 2T07 14 de agosto de 2007

Resultados 2T07 14 de agosto de 2007 PUBLICIDADE CAIXA CRESCEU 80% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 31% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados do 2T07. As demonstrações financeiras da Companhia são elaboradas de

Leia mais

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2000

TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2000 Contatos: Tele Nordeste Celular Participações S.A. Mario Gomes 0xx81.216.2592 Fabíola Almeida 0xx81.216.2594 Octavio Muinz 0xx81.216.2593 TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. ANUNCIA OS RESULTADOS

Leia mais

ÁUDIO CONFERÊNCIA2T11

ÁUDIO CONFERÊNCIA2T11 ÁUDIO CONFERÊNCIA2T11 AGOSTO 2011 Ofertas por segmento Desempenho operacional Desempenho financeiro 2 Ofertas por segmento Desempenho operacional Desempenho financeiro 3 Ofertas por Segmento DESTAQUES

Leia mais

COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO

COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO Uberlândia MG, Maio de 2013 A Algar Telecom, Companhia completa e integrada de telecomunicações e TI, detentora da marca CTBC, divulga seus resultados do 1º Trimestre

Leia mais

1. Destaques. Índice:

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 18 de abril de 2008 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (BOVESPA:EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A.

Leia mais

Embratel Participações Divulgação de Resultado Resultado do Terceiro Trimestre de

Embratel Participações Divulgação de Resultado Resultado do Terceiro Trimestre de Embratel Participações Divulgação de Resultado Resultado do Terceiro Trimestre de 2004 1 Rio de Janeiro, Brasil 18 de outubro de 2004 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou a Empresa ou

Leia mais

Release de Resultados 2T18

Release de Resultados 2T18 Release de Resultados 2T18 +8,8% Receita bruta de Telecom com clientes B2B cresce 8,8%. 43,1% Margem EBITDA Normalizado atinge 43,1% em Telecom e 34,2% no consolidado. +22,5% Lucro líquido consolidado

Leia mais

Release de Resultados 3T17

Release de Resultados 3T17 Release de Resultados 3T17 +7,0% Crescimento de 7,0% nas receitas de Telecom. +17,5% Evolução de 17,5% no EBITDA do segmento Telecom, com margem de 40% no 3T17 +28,1% Lucro líquido aumenta 28,1% e atinge

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T19

Divulgação de Resultados 1T19 Divulgação de Resultados Agenda Destaques do Trimestre Cenário de Venda de Veículos Novos e Usados Resultados Operacionais Resultados Financeiros Perguntas e Respostas 2 Agenda Destaques do Trimestre Cenário

Leia mais

Divulgação dos Resultados. 3 Trimestre de 2018

Divulgação dos Resultados. 3 Trimestre de 2018 Divulgação dos Resultados 3 Trimestre de 2018 Agenda Destaques do Trimestre Cenário de Venda de Veículos Novos e Usados Resultados Operacionais Resultados Financeiros Perguntas e Respostas 2 Agenda Destaques

Leia mais

Teleconferência de Resultados 4T14

Teleconferência de Resultados 4T14 Teleconferência de Resultados DESTAQUES A Receita Operacional Líquida (ROL) atingiu R$ 3.452,2 MM em. Forte crescimento das operações Contact Center na América Latina (ex-brasil), que totalizaram uma receita

Leia mais

Release de Resultados 4T17

Release de Resultados 4T17 Release de Resultados 4T17 +8,0% Crescimento de 8,0% nas receitas de Telecom. 38,0% EBITDA de Telecom atinge 38,0%. +10,8% Lucro líquido cresce 10,8%. Uberlândia MG, Fevereiro de 2018 A Algar Telecom,

Leia mais

ÁUDIO CONFERÊNCIA 4T11

ÁUDIO CONFERÊNCIA 4T11 ÁUDIO CONFERÊNCIA 4T11 MARÇO 2012 Resultado 2011 da Oi S.A. Com a aprovação da reestruturação societária, em 27/02/2012, tanto TNL, quanto Coari e os acionistas de TMAR foram incorporados pela Oi S.A.,

Leia mais

Relações com Investidores. Áudio Conferência 1T12. Maio 2012

Relações com Investidores. Áudio Conferência 1T12. Maio 2012 Relações com Investidores Áudio Conferência Maio 2012 1T12 Performance EBITDA Pro-forma 1T11 1T12 4T11 1T12 2.012 29,6% 2.012 29,6% 1.985 28,6% 1.838 26,4% EBITDA e Margem EBITDA apresentam crescimento

Leia mais

1. DESEMPENHO ECONÔMICO-FINANCEIRO Os principais indicadores financeiros se apresentaram conforme a seguir:

1. DESEMPENHO ECONÔMICO-FINANCEIRO Os principais indicadores financeiros se apresentaram conforme a seguir: COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE As informações a seguir estão apresentadas de forma consolidada. Os valores estão apresentados de acordo com as normas expedidas pela CVM Comissão de

Leia mais

Press Release. Resultados do 1º Trimestre de 2004

Press Release. Resultados do 1º Trimestre de 2004 Press Release Resultados do 1º Trimestre de 2004 2003 - página 2 de 2 Contatos Paulo Roberto Cruz Cozza Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Joana Dark Fonseca Serafim Relações com Investidores

Leia mais

Operadora: Indicadores econômico-financeiros

Operadora: Indicadores econômico-financeiros Número 02 São Paulo, 24 de julho de 2013 Operadora: Indicadores econômico-financeiros RESUMO Maior empresa de telecomunicações no segmento de telefonia móvel pré-paga no Brasil, e segundo lugar no mercado

Leia mais

Resultados 4T07 e de fevereiro de 2008

Resultados 4T07 e de fevereiro de 2008 RECEITA DE PUBLICIDADE E OUTRAS CRESCEU 28% BASE DE ASSINANTES BANDA LARGA CRESCEU 23% São Paulo, O UOL (BOVESPA: UOLL4) anuncia hoje os resultados consolidados do 4T07 e de 2007. As Informações Trimestrais

Leia mais

SOMOS Educação DR 3T17

SOMOS Educação DR 3T17 SOMOS Educação DR 3T17 São Paulo, 10 de novembro de 2017 A SOMOS Educação S.A. (BM&FBOVESPA: SEDU3) divulga seus resultados do 3º trimestre de 2017 ( 3T17 ) e dos nove meses de 2017 ( 9M17 ). Os comentários

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T de Julho de 2017

Teleconferência de Resultados 2T de Julho de 2017 Teleconferência de Resultados 2T17 25 de Julho de 2017 Agenda Destaques do Trimestre Cenário Setorial Resultados Operacionais Resultados Financeiros Perguntas e Respostas 2 Agenda Destaques do Trimestre

Leia mais

EARNINGS RELEASE 3T17

EARNINGS RELEASE 3T17 Recuperação do Lucro Líquido e margem EBITDA crescendo em torno de 10 p.p.. São Paulo, 31 de Outubro de 2017 - A Inbrands S.A. ( Inbrands ou Companhia ), uma empresa brasileira consolidadora e operadora

Leia mais

Águas Guariroba S.A. Companhia Aberta CNPJ nº / NIRE: Código CVM

Águas Guariroba S.A. Companhia Aberta CNPJ nº / NIRE: Código CVM Águas Guariroba S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 04.089.570/0001-50 NIRE: 54.300.003.638 Código CVM 02344-2 Receita Líquida* no 1T15 atinge R$87,0 milhões, alta de 19,0% em comparação com o mesmo período

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T15

Teleconferência de Resultados 2T15 Teleconferência de Resultados DESTAQUES - RECEITA A Receita Operacional Líquida (ROL) atingiu R$ 821,8 MM no, uma redução de 5% em relação ao e de 1% sobre. Conforme divulgado anteriormente, houve uma

Leia mais

Teleconferência de Resultados de Março de 2018

Teleconferência de Resultados de Março de 2018 Teleconferência de Resultados 2017 27 de Março de 2018 Agenda Fusão Locamerica-Unidas Destaques do Trimestre Cenário Setorial Resultados Operacionais Resultados Financeiros Perguntas e Respostas 2 Agenda

Leia mais

RESULTADOS DO 2º TRIMESTRE DE 2012 EM IFRS

RESULTADOS DO 2º TRIMESTRE DE 2012 EM IFRS RESULTADOS DO 2º TRIMESTRE DE 2012 EM IFRS Vitória, 15 de agosto de 2012 - As informações operacionais e financeiras da Empresa, exceto quando de outra forma indicadas, são apresentadas com base em números

Leia mais

TIM Participações S.A. Resultados do 1T07. 4 de Maio de 2007

TIM Participações S.A. Resultados do 1T07. 4 de Maio de 2007 TIM Participações S.A. Resultados do 1T07 4 de Maio de 2007 1 Destaques Desempenho do Mercado Estratégia Comercial Desempenho Financeiro 2 1T07: Crescimento Contínuo em um Mercado cada vez Mais Desafiador

Leia mais

Teleconferência de Resultados 3T15

Teleconferência de Resultados 3T15 Teleconferência de Resultados PRIORIDADES 1 Transformação Operacional 2 Venda de Ativo 3 Reequilíbrio da Estrutura de Capital 4 Turnaround Operacional 5 Crescimento Sustentável 2 RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA

Leia mais

SOMOS Educação DR 2T17

SOMOS Educação DR 2T17 SOMOS Educação DR 2T17 São Paulo, 14 de agosto de 2017 A SOMOS Educação S.A. (BM&FBOVESPA: SEDU3) divulga seus resultados do 2º trimestre de 2017 ( 2T17 ) e do primeiro semestre de 2017 ( 1S17 ). Os comentários

Leia mais

TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE E DO ANO DE 2007

TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO QUARTO TRIMESTRE E DO ANO DE 2007 232 220 211 208 213 979 1.037 1.080 1.104 1.204 André Machado Mastrobuono Diretor Presidente, Financeiro e de Relações com Investidores Ricardo Antunes Agostini Diretor Executivo de Finanças Renata Pantoja

Leia mais

2º TRIMESTRE E 1º SEMESTRE DE 2014 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS

2º TRIMESTRE E 1º SEMESTRE DE 2014 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS Lucro Líquido atingiu R$ 187 milhões no 2T14, crescimento de 98%1 São Caetano do Sul, SP, Brasil, 22 de julho de 2014. A Via Varejo S.A. [BM&FBOVESPA: VVAR11 e VVAR3] divulga os resultados do 2º trimestre

Leia mais

COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE

COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE As informações a seguir estão apresentadas de forma consolidada. Os valores estão apresentados de acordo com as normas expedidas pela CVM Comissão de

Leia mais

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 2T15

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 2T15 TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 2T15 RESULTADOS FINANCEIROS CONSOLIDADOS RECEITA LÍQUIDA 294,5 378,5 28,5% 594,6 739,6 24,4% EBITDA¹ 55,7 75,3 35,2% 112,2 144,0 28,3% MARGEM EBITDA AJUSTADO ² 18,4% 19,4%

Leia mais

TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO TERCEIRO TRIMESTRE DE 2001

TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. DIVULGA O RESULTADO DO TERCEIRO TRIMESTRE DE 2001 TELE NORTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. João Cox VP de Finanças e Diretor de Relações com Investidores Jcox@telepart.com.br 0XX61-429-5600 Leonardo Dias Gerente de Relações com Investidores Ldias@telepart.com.br

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T14

Teleconferência de Resultados 1T14 Teleconferência de Resultados 1T14 RESULTADOS - CONSOLIDADO RECEITA LÍQUIDA 267,3 300,1 12,3% EBITDA AJUSTADO¹ 50,0 56,5 13,0% MARGEM EBITDA AJUSTADO ² 17,9% 17,9% 0,0 p.p. LUCRO LÍQUIDO AJUSTADO 3 28,7

Leia mais

IN 371/2002 Estudo de Viabilidade (Claro Telecom Participações S.A)

IN 371/2002 Estudo de Viabilidade (Claro Telecom Participações S.A) IN 371/2002 Estudo de Viabilidade (Claro Telecom Participações S.A) São Paulo, SP 30 de Setembro de 2014 1 IN CVM 371/2002 CPC 32 Planos de Longo Prazo 2014-2024 Ativos Fiscais Diferidos Realização Ativos

Leia mais

A Frota da Companhia registrou aumento de 15,4%, passando de veículos no 4T12 para veículos no 4T13.

A Frota da Companhia registrou aumento de 15,4%, passando de veículos no 4T12 para veículos no 4T13. São Paulo, 27 de fevereiro de 2014 - A Unidas S.A. ( Companhia ou Unidas ) anuncia os seus resultados do quarto trimestre de 2013 () e do ano de 2013. As informações financeiras são apresentadas em milhões

Leia mais

SENHORES ACIONISTAS: 1. MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO

SENHORES ACIONISTAS: 1. MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO SENHORES ACIONISTAS: A Administração da Algar Telecom ( Companhia, Empresa, ou Algar Telecom 2) tem a satisfação de submeter à sua apreciação o Relatório da Administração e as Demonstrações Financeiras

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Senhores acionistas, A CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens S.A., ( CVC ou Companhia ) apresenta, a seguir, seu Relatório da Administração e as demonstrações financeiras

Leia mais

Resultados 3T11. Telefônica Brasil S.A. São Paulo, 10 de Novembro de Relações com Investidores Telefónica do Brasil

Resultados 3T11. Telefônica Brasil S.A. São Paulo, 10 de Novembro de Relações com Investidores Telefónica do Brasil Resultados 3T11 Telefônica Brasil S.A. São Paulo, 10 de Novembro de 2011. Disclaimer Para fins de comparabilidade, os números do 3T10, acumulado 2011 e 2010 foram elaborados de forma combinada. Desta forma,

Leia mais

EARNINGS RELEASE 1T17

EARNINGS RELEASE 1T17 Recuperação da Margem bruta São Paulo, 22 de Maio de 2017 - A Inbrands S.A. ( Inbrands ou Companhia ), uma empresa brasileira consolidadora e operadora de marcas ícones de moda e lifestyle, anuncia hoje

Leia mais

3T14 Apresentação de Resultados

3T14 Apresentação de Resultados 3T14 Apresentação de Resultados 21 de Outubro de 2014 Aviso Importante Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar

Leia mais

Apresentação de resultados. Algar Telecom 3T10

Apresentação de resultados. Algar Telecom 3T10 Apresentação de resultados Algar Telecom Destaques do Lucro Líquido consolidado de R$ 32,8 milhões, 49,5% maior que o do. Margem de 8,6% no, ante 6,2% no. Algar Telecom inicia oferta de varejo (voz, banda

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE As informações a seguir estão apresentadas de forma consolidada. Os valores estão apresentados de acordo com as normas expedidas pela CVM Comissão de

Leia mais

Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16

Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16 Divulgação de Resultados 3T16 e 9M16 Destaques 3T16 Receita líquida - Aluguel de Carros (R$ milhões) Receita líquida - Gestão de Frotas (R$ milhões) 317,1 362,5 154,1 163,5 3T15 3T16 3T15 3T16 Evolução

Leia mais

Teleconferência de Resultados Desempenho do 4T15/2015. MAHLE Metal Leve S.A. 22 de março de h00 (horário de Brasília) 1 MAHLE

Teleconferência de Resultados Desempenho do 4T15/2015. MAHLE Metal Leve S.A. 22 de março de h00 (horário de Brasília) 1 MAHLE Teleconferência de Resultados Desempenho do 4T15/2015 MAHLE Metal Leve S.A. 22 de março de 2016 12h00 (horário de Brasília) 1 Destaques 2015/4T15 Receita Líquida de Vendas de R$ 2.433,1 milhões em 2015,

Leia mais

2T17. Divulgação de Rsultados 2T17 e 1S17. carros

2T17. Divulgação de Rsultados 2T17 e 1S17. carros 2T17 Divulgação de Rsultados 2T17 e 1S17 carros Divulgação de Resultados 2T17 e 1S17 Frota em 30/06/2017: 151.750 carros Destaques Operacionais Diárias - Aluguel de Carros (mil) Destaques Financeiros Receita

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ ALGAR TELECOM S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ ALGAR TELECOM S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T12 15 de maio de 2012

Teleconferência de Resultados 1T12 15 de maio de 2012 Teleconferência de Resultados 15 de maio de 2012 Destaques e Expectativas para os Próximos Trimestres Indicadores Financeiros Indicadores Operacionais 2 Destaques do Iniciativas e Conquistas Crescimento

Leia mais

3º TRIMESTRE DE 2014 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS

3º TRIMESTRE DE 2014 DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS O lucro líquido ajustado atingiu R$ 227 milhões, com margem de 4,3% e crescimento de 24,3% São Caetano do Sul, SP, Brasil, 29 de outubro de 2014. A Via Varejo S.A. [BM&FBOVESPA: VVAR11 e VVAR3] divulga

Leia mais

TIM Participações S.A. Resultados do 3T de Novembro de 2006

TIM Participações S.A. Resultados do 3T de Novembro de 2006 TIM Participações S.A. Resultados do 06 de Novembro de 2006 1 1 Destaques Desempenho do Mercado Estratégia Comercial Desempenho Financeiro 2 2 Destaques Forte crescimento e melhoria da qualidade da base

Leia mais

1T10 RESULTADOS. Fitch ratings eleva de A para A+(bra) o Rating Nacional de Longo Prazo da Algar Telecom

1T10 RESULTADOS. Fitch ratings eleva de A para A+(bra) o Rating Nacional de Longo Prazo da Algar Telecom RESULTADOS 1T10 Uberlândia MG, Maio de 2010 A Algar Telecom, Empresa integrada de telecomunicações com um portfólio completo de serviços, divulga seus resultados do 1º Trimestre de 2010 (1T10). As Informações

Leia mais

FORJAS TAURUS S.A. 3T11

FORJAS TAURUS S.A. 3T11 FORJAS TAURUS S.A. 3T11 Cotações (30-09-11): FJTA3 R$ 1,91 FJTA4 R$ 1,79 Porto Alegre, 11 de novembro de 2011 - A Forjas Taurus S.A. (Bovespa: FJTA3, FJTA4), maior produtora de armas curtas da América

Leia mais

Teleconferência de Resultados 3T12 13 de novembro de 2012

Teleconferência de Resultados 3T12 13 de novembro de 2012 Teleconferência de Resultados 13 de novembro de 2012 Destaques Indicadores Financeiros Indicadores Operacionais Expectativas para o 4T12 e para 2013 2 Destaques do Iniciativas e Conquistas Crescimento

Leia mais

RESULTADOS BRASIL BROKERS. Ano de 2008 e 4º Trimestre 2008

RESULTADOS BRASIL BROKERS. Ano de 2008 e 4º Trimestre 2008 RESULTADOS BRASIL BROKERS Ano de 2008 e 4º Trimestre 2008 2009 Brasil 2009 Brokers Brasil Brokers Todos os Direitos Todos os Reservados Direitos Reservados Esta apresentação não constitui uma oferta, convite

Leia mais

Brasil Brokers divulga seus resultados do 3º Trimestre de 2010

Brasil Brokers divulga seus resultados do 3º Trimestre de 2010 Brasil Brokers divulga seus resultados do 3º Trimestre de 2010 Rio de Janeiro, 11 de novembro de 2010. A Brasil Brokers Participações S.A. (BM&FBovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no mercado

Leia mais

Release de Resultados 1T18

Release de Resultados 1T18 Release de Resultados 1T18 +8,2% Receita bruta de Telecom com clientes B2B cresce 8,2%. 39,1% Margem EBITDA atinge 39,1% em Telecom e 29,8% no consolidado. +68,5% Lucro líquido consolidado cresce 68,5%.

Leia mais

Apresentação de Resultados 1T13

Apresentação de Resultados 1T13 Apresentação de Resultados 1T13 16 de Maio de 2013 Teleconferência Português Data: 16/05/13 10:00 Brasília (09:00 NY) Tel: (11) 2188-0155 Password: Qualicorp Webcast: www.qualicorp.com.br/ri Inglês Data:

Leia mais

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T17

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T17 TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T17 Resultados Financeiros Consolidados Receita Líquida (R$ milhões) EBITDA (R$ milhões) 15% 16% 18% 15% 14% 15% 14% 44 48 46 417 59 44 59 69 7 75 6 50 69 50 Lucro Líquido

Leia mais

COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE

COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE As informações a seguir estão apresentadas de forma consolidada. Os valores estão apresentados de acordo com as normas expedidas pela CVM Comissão de

Leia mais

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A.

TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. Dados de Mercado em 09 de Maio de 2000: TCSL3: R$ 5,00 /1000 ações TCSL4: R$ 6,21 / 1000ações TSU: US$ 35,00 (ADR = 10.000 ações PN) Valor de Mercado: R$ 1.926 milhões

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T18

Teleconferência de Resultados 1T18 Teleconferência de Resultados 1T18 Agenda Fusão Locamerica-Unidas Destaques do Trimestre Cenário Setorial Resultados Operacionais Resultados Financeiros Perguntas e Respostas 2 Agenda Fusão Locamerica-Unidas

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE As informações a seguir estão apresentadas de forma consolidada. Os valores estão apresentados de acordo com as normas expedidas pela CVM Comissão de

Leia mais

Brasil Telecom S.A. Ex-Telecomunicações do Paraná S.A. - Telepar

Brasil Telecom S.A. Ex-Telecomunicações do Paraná S.A. - Telepar Brasil Telecom S.A. Ex-Telecomunicações do Paraná S.A. - Telepar Informações Relevantes ao Mercado 2 o Trimestre de 2000 Não Auditadas Brasília, 02 de agosto de 2000 CONTATOS BRASIL TELECOM PARTICIPAÇÕES

Leia mais

EARNINGS RELEASE. 3T12 e 9M12

EARNINGS RELEASE. 3T12 e 9M12 EARNINGS RELEASE 3T12 e 9M12 São Paulo, 01 de abril de 2013 - A Inbrands S.A. ( Inbrands ou Companhia ), uma empresa de consolidação e gestão de marcas de lifestyle e moda premium do Brasil, anuncia hoje

Leia mais

A GRU Airport anuncia EBITDA ajustado de R$ 252,6 milhões com margem de 61,6% no 1T17.

A GRU Airport anuncia EBITDA ajustado de R$ 252,6 milhões com margem de 61,6% no 1T17. A GRU Airport anuncia EBITDA ajustado de R$ 252,6 milhões com margem de 61,6% no 1T17. São Paulo, 10 de maio de 2017 As informações trimestrais (1TR) e as demonstrações financeiras padronizadas (DFP) são

Leia mais

Resultados. Telefônica Brasil S.A

Resultados. Telefônica Brasil S.A Resultados 4T11 e 2011 16.02.2012 Disclaimer Para fins de comparabilidade, os números do 4T10, acumulado 2011 e 2010 foram elaborados de forma combinada. Desta forma, as variações trimestrais e anuais

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T13

Teleconferência de Resultados 2T13 Teleconferência de Resultados 2T13 RESULTADOS - CONSOLIDADO (R$ MILHÕES) 2T 12 2T 13 Var.% 6M 12 6M 13 Var.% RECEITA LÍQUIDA 229,9 275,3 19,7% 448,8 542,5 20,9% EBITDA AJUSTADO¹ 58,6 40,7-30,5% 110,8 90,7-18,1%

Leia mais

Resultados 4T17 e Rio de Janeiro 27 de fevereiro de 2018

Resultados 4T17 e Rio de Janeiro 27 de fevereiro de 2018 Resultados 4T17 e 2017 Rio de Janeiro 27 de fevereiro de 2018 Aviso Legal As demonstrações financeiras individuais e consolidadas foram elaboradas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil,

Leia mais

UBS CEO CONFERENCE. 21 de março de 2006

UBS CEO CONFERENCE. 21 de março de 2006 UBS CEO CONFERENCE 21 de março de 2006 1 Disclaimer Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas

Leia mais

Destaques Financeiros do 1T19 (R$ mil)

Destaques Financeiros do 1T19 (R$ mil) Resultado do 1º Trimestre de 2019 Destaques do 1T19 R$ 29,6 milhões Receita Líquida +4,5%* R$ 23,7 milhões Receita de ITO +11,3%* *% de crescimento comparado com o mesmo período de 2018(1T18) Rio de Janeiro,

Leia mais

Teleconferência. Resultados do 2T de Agosto de 2011

Teleconferência. Resultados do 2T de Agosto de 2011 Teleconferência Resultados do 2T11 1 12 de Agosto de 2011 AVISO LEGAL Esta apresentação poderá conter considerações referentes as perspectivas futuras do negócio, estimativas de resultados operacionais

Leia mais

RECEITA LÍQUIDA ATINGE R$ 97,9 MILHÕES (+10,2%) NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2013 Tráfego, em eixos equivalentes, cresceu 5,2% no período

RECEITA LÍQUIDA ATINGE R$ 97,9 MILHÕES (+10,2%) NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2013 Tráfego, em eixos equivalentes, cresceu 5,2% no período RECEITA LÍQUIDA ATINGE R$ 97,9 MILHÕES (+10,2%) NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2013 Tráfego, em eixos equivalentes, cresceu 5,2% no período Itu (SP), 15 de maio de 2013 A Rodovias das Colinas S.A. ( Companhia

Leia mais

1. DESEMPENHO ECONÔMICO-FINANCEIRO Os principais indicadores financeiros se apresentaram conforme a seguir:

1. DESEMPENHO ECONÔMICO-FINANCEIRO Os principais indicadores financeiros se apresentaram conforme a seguir: COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE As informações a seguir estão apresentadas de forma consolidada. Os valores estão apresentados de acordo com as normas expedidas pela CVM Comissão de

Leia mais

Considerações Gerais

Considerações Gerais Considerações Gerais Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira e internacional.

Leia mais

Proveitos Operacionais da Reditus atingem 88,4 milhões de euros de nos primeiros nove meses de 2015

Proveitos Operacionais da Reditus atingem 88,4 milhões de euros de nos primeiros nove meses de 2015 Proveitos Operacionais da Reditus atingem 88,4 milhões de euros de nos primeiros nove meses de 2015 Proveitos Operacionais de 88,4 milhões de euros (vs. 89,9 milhões de euros) EBITDA de 6,9 milhões de

Leia mais

ULTRAPAR PARTICIPAÇÕES S.A.

ULTRAPAR PARTICIPAÇÕES S.A. MD&A - ANÁLISE DOS RESULTADOS CONSOLIDADOS Primeiro Trimestre 2012 (1) Informações financeiras selecionadas: (R$ milhões) 1º Tri 12 1º Tri 11 4º Tri 11 Variação 1T12 X 1T11 Variação 1T12 X 4T11 Receita

Leia mais