Teleconferência de Resultados 3T15

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Teleconferência de Resultados 3T15"

Transcrição

1 Teleconferência de Resultados

2 PRIORIDADES 1 Transformação Operacional 2 Venda de Ativo 3 Reequilíbrio da Estrutura de Capital 4 Turnaround Operacional 5 Crescimento Sustentável 2

3 RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA Receita líquida total (R$MM) Receita líquida no Brasil (R$MM) -5,5% -15,2% -10,0% -23,2% 879,4 821,8-3,7% 791, , ,8 710,7 600,1-9,0% 546, , ,4 9M14 9M15 9M14 9M15 Receita líquida na América do Sul, ex-brasil (R$MM) Quebra da receita líquida por serviço 168,5 +45,4% +10,5% 221,8 245,1 481,8 +36,9% 659,4 TIC 2% Trade Marketing 4% Recup. de crédito 6% CRM 16% Outros serviços 6% Atendimento e e-care 66% 3 9M14 9M15 No, a Receita Operacional Líquida (ROL) atingiu R$ 791,1 MM, representando uma redução de 10,0% na comparação anual e 3,7% na comparação trimestral. A Receita Operacional Líquida total das atividades no Brasil foi de R$ 546,0 MM no, redução de 23% na comparação com e de 9% em relação ao. A Receita Operacional Líquida das operações internacionais atingiu R$ 245,1 MM no, um aumento de R$ 76,6 MM ou 45,4% (ou R$ 40,4 MM, 20,0% em moeda funcional) em relação ao. Em relação ao, houve aumento de R$ 23,3 MM ou 10,5% (ou R$ 8,7 MM, 4% em moeda funcional).

4 CUSTOS E MARGEM OPERACIONAL BRUTA Custos dos Serviços Prestados (R$ MM) Lucro Bruto (R$MM,% ROL) Custos de adequação* Custos dos Serviços Prestados Margem Bruta (ajustada) Lucro Bruto Custos de adequação* +0,3% 701,6 24,8-1,8% 688,9 28,3 686,5 676,8 660,6 21,9% 192,9 17,7% 145,0 24,8 16,5% 130,5 28,3 120,2 102,2 Os Custos dos Serviços Prestados, somaram R$ 688,9 MM no, praticamente estáveis em relação ao e ao. Ajustando os custos de adequação no resultado do trimestre, os Custos totalizaram R$ 660,6 MM no. Excetuando-se este efeito, as principais variações são explicadas pela redução de custos com Pessoal no período. A margem bruta da Companhia foi de 12,9% no, apresentando redução de 1,7 p.p. e 9,0 p.p. em relação ao e, respectivamente. Desconsiderando os efeitos de adequação de capacidade, a margem bruta ajustada foi de 16,5% no. 4 * Custos de adequação incluem gastos incorridos no processo de ajuste da capacidade da Companhia. No, excepcionalmente, esse impacto incluiu um efeito positivo de R$ 31,4M referente ao aprimoramento das estimativas de provisão para contingências trabalhistas.

5 CG&A E EBITDA Despesas Comerciais, Gerais & Administrativas (R$ MM, % ROL) EBITDA (R$ MM, % ROL) CG&A (% da ROL) Custos de adequação CG&A Margem EBITDA Custos de adequação EBITDA 10,2% 89,4 9,1% 78,6 3,9 74,8 10,9% 90,9 4,5 86,5 12,6% 101,8 11,8% 97,3 28,7 68,6 5,8% 45,5 32,8 12,7 As Despesas Comerciais, Gerais e Administrativas (CG&A) no totalizaram R$ 90,9 MM, estáveis em relação ao e um aumento de 16% sobre. A despesa CG&A representou 11,5% da ROL, em comparação a 10,2% no e 9,6% no. Em relação ao, o crescimento se deu principalmente nas linhas de (i) contingências trabalhistas e (ii) pessoal. Ajustando os efeitos de adequação de capacidade no período, a linha de CG&A foi de R$ 86,5 MM. A variação observada em Despesas Totais é devida às receitas auferidas na forma de despesas recuperadas reconhecidas no trimestre anterior. A margem EBITDA atingiu 1,6% no, redução de 10,0 p.p. sobre o e de 6,7 p.p. em relação ao. Ajustando os efeitos de adequação do trimestre, o EBITDA o foi de R$ 45,5 MM, com margem de 5,8%. 5

6 EBITDA, EBIT E LUCRO LÍQUIDO EBIT (R$ MM, % ROL) EBITDA, EBIT e Lucro Líquido (R$ MM, % ROL) Custos de adequação EBIT Indicadores Custos de adequação 59,9 58,2 28,7 29,5-8,0-32,8 45,5 32,8 12,7-8,0-32,8-43,2-40,8-40,8-21,7-64,8 EBITDA EBIT Lucro Líquido A Companhia registrou Prejuízo Líquido de R$ 64,8 MM no, em comparação a Lucro Líquido de R$ 19,6 MM no e prejuízo de R$ 8,0 MM no. Em relação ao, este resultado foi ocasionado pela redução do Lucro Bruto do Grupo no trimestre, que foi impactado por (i) redução da receita e (ii) custos incorridos no processo de adequação da estrutura iniciado em Na comparação trimestral, a piora no resultado líquido é consequência de (i) efeito positivo de reversões de provisões para contingências trabalhistas reconhecidas no, (ii) redução de Lucro bruto e (iii) aumento dos custos e despesas com depreciação. Ajustando os custos de adequação mencionados, o prejuízo líquido no trimestre foi de R$ 43,2 milhões. 6

7 OCIOSIDADE E CAPEX Índice de Ociosidade ( %) PAs Ativas Capex (R$ MM, % ROL) Ociosidade - PAs Ativas Capex/ROL Capex 6,0% 3,8% 3,9% 17,5% 20,0% 21,4% 22,9% 22,7% 53,2 31,4 30,8 4T14 1T15 A redução de volume ocasionou uma ociosidade adicional na operação da Companhia, efeito que será corrigido pelo processo de readequação operacional do segmento de Contact Center & BPO no Brasil. A Companhia realizou uma revisão detalhada de sua estrutura, o que ampliou o escopo das ações relacionadas aos custos de adequação. Este trabalho resultará na desmobilização de uma base maior de sites em relação à prevista anteriormente. Conforme abordado anteriormente, tais iniciativas mitigarão os efeitos dessa redução de volume, visando à recuperação de um patamar adequado de rentabilidade. No, os investimentos totalizaram R$ 30,8 MM em comparação a R$ 53,2 MM no e R$ 31,4 MM no. Os investimentos do período foram destinados principalmente a projetos de tecnologia, tais como aquisição e renovação de licenças de software e infraestrutura de ERP. 7

8 ENDIVIDAMENTO CONSOLIDADO Quebra da Dívida Bruta () Dívida Bruta Saldo % BNDES 292,2 19% Debênture 1ª Emissão, 1ª Série Debênture 1ª Emissão, 2ª Série 222,0 14% 253,4 17% Debênture - 2ª Emissão 249,8 17% Debênture - 3ª Emissão 313,6 20% Debênture - CTX 19,2 1% Outros 184,9 12% Total 1.535,1 Dívida líquida / EBITDA Dívida líquida 1.9x 2.1x 2.1x 1.9x 1.8x 1.8x Dívida líquida / EBITDA LTM 2.5x 2.6x 2.8x 4.0x 1,042 1, ,028 2T13 3T13 4T13 1T14 2T14 4T14 1T15 A Dívida Bruta alcançou R$ 1.535,1 MM no, um aumento de R$ 96,8 MM em relação ao e R$ 139,1 MM em relação ao, decorrente principalmente da captação de montante correspondente a R$ 116,2 MM realizada no período por meio de subsidiária na Colômbia. Deliberações AGDs 12/11/2015 Como parte do processo de alongamento do seu endividamento junto aos credores, muitas interações foram realizadas com os principais credores da Companhia, sendo que a primeira AGD ocorreu no dia 12 de novembro de 2015, na qual foram deliberadas, principalmente a dispensa de atendimento dos covenants financeiros relativos às demonstrações financeiras do 3º trimestre de 2015, com aprovação de pagamento, pela Companhia, do Waiver Fee aos Debenturistas em 28 de fevereiro de 2016, em montante equivalente a 10 (dez) bps. Ademais, a Companhia pretende obter, a curto prazo, um amplo consenso sobre o alongamento do perfil de seu endividamento de modo a adequá-lo às suas perspectivas operacionais. 8

9 Esta apresentação contém determinadas projeções do mercado que não são resultados financeiros reportados, nem informação histórica. Estas projeções são sujeitas a riscos e incertezas, os resultados futuros reais podem diferir materialmente daqueles projetados Muitos destes riscos e incertezas relacionam-se aos fatores que estão além da capacidade da Contax em controlar precisamente ou estimar, como condições de mercado futuro, flutuações de moeda corrente, o comportamento de outros participantes do mercado, as ações de reguladores governamentais, a habilidade da companhia de continuar a obter o financiamento, mudanças na estrutura política e social em que a companhia opera ou em tendências ou condições econômicas, incluindo flutuações de inflação e confiança de consumidor, em uma base global, regional ou nacional Os leitores são advertidos a não confiarem, plenamente, nestas projeções. A Contax não tem nenhuma obrigação de publicar qualquer revisão a estas projeções que reflitam eventos ou circunstâncias após esta apresentação José Roberto Beraldo Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Daniel de Andrade Gomes Diretor de Tesouraria e RI Alexandre Freire Gerente de RI +55 (11) (11) ri.contax.com.br

Resultados do ano de 2015

Resultados do ano de 2015 Resultados do ano de 2015 2 de março de 2016 Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T16

Divulgação de Resultados 1T16 São Paulo - SP, 29 de Abril de 2016. A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private equity

Leia mais

Destaques do Período. CADE aprova a fusão No dia 7 de novembro o CADE aprovou a fusão sem restrições.

Destaques do Período. CADE aprova a fusão No dia 7 de novembro o CADE aprovou a fusão sem restrições. 1 Considerações Gerais Considerações referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas de crescimento da B2W, eventualmente expressas neste

Leia mais

Apresentação de Resultados 4T11. 1º de Março de 2012

Apresentação de Resultados 4T11. 1º de Março de 2012 Apresentação de Resultados 4T11 1º de Março de 2012 Contax Visão Geral GRUPO CONTAX Operação em 4 países: Brasil, Colômbia, Argentina e Peru Líder na América Latina em serviços de relacionamento com consumidores

Leia mais

Teleconferência de resultados

Teleconferência de resultados Teleconferência de resultados 2 Aviso importante Este material foi preparado pela Linx S.A. ( Linx ou Companhia ) e pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros.

Leia mais

PRINCIPAIS INDICADORES FINANCEIROS E OPERACIONAIS

PRINCIPAIS INDICADORES FINANCEIROS E OPERACIONAIS Resultados positivos, apesar do período adverso Receita Líquida de R$ 194 milhões EBITDA Ajustado de R$ 143 milhões (Margem de 73,5%) Lucro Líquido Ajustado de R$ 102 milhões (Margem de 52,6%) Rio de Janeiro,

Leia mais

ULTRAPAR PARTICIPAÇÕES S.A.

ULTRAPAR PARTICIPAÇÕES S.A. ULTRAPAR PARTICIPAÇÕES S.A. (BOVESPA:UGPA4/NYSE: UGP) INFORMAÇÕES E RESULTADOS DO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2006 (São Paulo, Brasil, 10 de maio de 2006) Diversas iniciativas gerenciais de contenção de custos

Leia mais

Comentário de desempenho 3T15

Comentário de desempenho 3T15 Comentário de desempenho 3T15 04/11/2015 1 Comentário de desempenho Senhoras e Senhores Acionistas, Submetemos à apreciação de V.Sas. as demonstrações financeiras da FPC Par Corretora de Seguros S.A.,

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T16. 06 de Maio de 2016

Divulgação de Resultados 1T16. 06 de Maio de 2016 Divulgação de Resultados 06 de Maio de 2016 Aviso Importante Algumas das afirmações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam ocasionar variações

Leia mais

AGENDA DESEMPENHO FINANCEIRO NOSSO NEGÓCIO VANTAGENS COMPETITIVAS OPORTUNIDADES

AGENDA DESEMPENHO FINANCEIRO NOSSO NEGÓCIO VANTAGENS COMPETITIVAS OPORTUNIDADES Dezembro de 2015 1 DISCLAIMER Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira

Leia mais

A Vigor Alimentos S.A. divulga os resultados do 3T13

A Vigor Alimentos S.A. divulga os resultados do 3T13 A Vigor Alimentos S.A. divulga os resultados do 3T13 São Paulo, 12 de novembro de 2013 - A Vigor Alimentos S.A. (BM&FBovespa: VIGR3) anuncia hoje os resultados do terceiro trimestre de 2013 (3T13). As

Leia mais

Crescimento de 18,3% do EBITDA no 2T13 vs 2T12.

Crescimento de 18,3% do EBITDA no 2T13 vs 2T12. Crescimento de 18,3% do EBITDA no 2T13 vs 2T12. Itatiba, 14 de Agosto de 2013 A Concessionária Rota das Bandeiras S.A. ( Companhia ) divulga hoje seus resultados referentes ao segundo trimestre de 2013

Leia mais

Este documento pode conter projeções, declarações e estimativas a respeito de circunstâncias ou eventos ainda não ocorridos.

Este documento pode conter projeções, declarações e estimativas a respeito de circunstâncias ou eventos ainda não ocorridos. Declaração de Projeções Este documento pode conter projeções, declarações e estimativas a respeito de circunstâncias ou eventos ainda não ocorridos. Estas projeções e estimativas têm embasamento, em grande

Leia mais

AGENDA: Destaques Desempenho Operacional Mercado de Capitais Estratégias e Perspectivas

AGENDA: Destaques Desempenho Operacional Mercado de Capitais Estratégias e Perspectivas 0 Disclaimer Nossas estimativas e declarações futuras têm por embasamento, em grande parte, expectativas atuais e projeções sobre eventos futuros e tendências financeiras que afetam ou podem afetar o nosso

Leia mais

3º Trimestre de 2008. Teleconferência de Resultados. Lançamentos de 2008. Viver São J. Pinhais (São J. Pinhais-PR) 2T08

3º Trimestre de 2008. Teleconferência de Resultados. Lançamentos de 2008. Viver São J. Pinhais (São J. Pinhais-PR) 2T08 3º Trimestre de 2008 Teleconferência de Resultados Lançamentos de 2008 La Vita (Vitoria-ES) 2T08 Beach Park Wellness Resort (Aquiraz-CE) 1T08 Viver Caxias (Caxias do Sul-RS) 3T08 Viver São J. Pinhais (São

Leia mais

Esta apresentação poderá conter certas projeções e tendências que não são resultados financeiros realizados, nem informação histórica.

Esta apresentação poderá conter certas projeções e tendências que não são resultados financeiros realizados, nem informação histórica. Resultados do 4T07 Aviso Esta apresentação poderá conter certas projeções e tendências que não são resultados financeiros realizados, nem informação histórica. Estas projeções e tendências estão sujeitas

Leia mais

Resultados do 1T16. Rogério Melzi Presidente Pedro Thompson Diretor Financeiro e DRI

Resultados do 1T16. Rogério Melzi Presidente Pedro Thompson Diretor Financeiro e DRI Resultados do Rogério Melzi Presidente Pedro Thompson Diretor Financeiro e DRI Captação Graduação Crescimento da captação presencial (+1,9%) Penetração FIES apenas 8,4% da captação de graduação presencial,

Leia mais

Resultados de 2003: Quarto Trimestre

Resultados de 2003: Quarto Trimestre Resultados de 2003: Quarto Trimestre (Rio de Janeiro - 13 de janeiro de 2004) As informações operacionais e financeiras da Aracruz (Bovespa: ARCZ6) são apresentadas com base em números consolidados e em

Leia mais

Telefônica Brasil S.A. 10.05.2012. Resultados 1T12

Telefônica Brasil S.A. 10.05.2012. Resultados 1T12 10.05.2012 Resultados 1T12 Disclaimer Para fins de comparabilidade, os números do 1T11 foram elaborados de forma combinada. Desta forma, as variações anuais aqui apresentadas podem diferir i daquelas informadas

Leia mais

Expomoney São Paulo. Setembro de 2012

Expomoney São Paulo. Setembro de 2012 Expomoney São Paulo Setembro de 2012 Contax Visão Geral Contact Center Brasil Resultados Financeiros Contax Visão Geral GRUPO CONTAX Principais serviços: Atendimento, Cobrança, Televendas, Retenção, Trade

Leia mais

Teleconferência sobre os Resultados do 1º Trimestre de 2011. 10 mai 2011

Teleconferência sobre os Resultados do 1º Trimestre de 2011. 10 mai 2011 Teleconferência sobre os Resultados do 1º Trimestre de 2011 Sergio Lulia Jacob Diretor Vice-Presidente Financeiro Alexandre Sinzato, CFA Head de Relações com Investidores 10 mai 2011 1 Destaques O Lucro

Leia mais

Grupo Pão de Açúcar e Viavarejo. 24 de julho de 2013

Grupo Pão de Açúcar e Viavarejo. 24 de julho de 2013 Grupo Pão de Açúcar e Viavarejo 24 de julho de 2013 GPA Consolidado Destaques: Foco na expansão: abertura de 33 novas lojas. No 1S13, foram abertas 58 lojas, o que representou 2,2% de aumento de área de

Leia mais

B2W Companhia Digital Divulgação de Resultados 2T13

B2W Companhia Digital Divulgação de Resultados 2T13 Estar Mais Próximo do Cliente B2W Companhia Digital Divulgação de Resultados 2T13 RESULTADOS CONSOLIDADOS 2T13 Receita Bruta R$ 1.369,8 MILHÕES +24% Receita Líquida R$ 1.210,5 MILHÕES +22% Lucro Bruto

Leia mais

Resultados da Mills no 1T16

Resultados da Mills no 1T16 Resultados da Mills no 1T16 Relações com Investidores BM&FBOVESPA: MILS3 Rio de Janeiro, 5 de maio de 2016 - A Mills Estruturas e Serviços de Engenharia S.A. (Mills) apresenta os seus resultados referentes

Leia mais

Grande base de clientes, com CRM visando a fidelização e retenção de clientes

Grande base de clientes, com CRM visando a fidelização e retenção de clientes 1 Pilares Estratégicos 1 Forte cultura corporativa, cujo principal foco é a valorização das pessoas 2 Plataforma de vendas integrada, com múltiplos canais de venda 3 Grande base de clientes, com CRM visando

Leia mais

Teleconferência de Resultados do 1T16

Teleconferência de Resultados do 1T16 Teleconferência de Resultados do 1T16 04/ 05 / 2016 1 Destaques & Portfólio Destaques do 1T16 Properties registra no trimestre receita líquida de R$127,0 milhões e EBITDA ajustado de R$102,1 milhões A

Leia mais

3T14 CRESCIMENTO DA RECEITA, DO EBITDA E DO LUCRO CAIXA

3T14 CRESCIMENTO DA RECEITA, DO EBITDA E DO LUCRO CAIXA CRESCIMENTO DA RECEITA, DO EBITDA E DO LUCRO CAIXA São Paulo, 6 de novembro de 2014. A Linx S.A. (BOVESPA: LINX3; Bloomberg: LINX3:BZ e Reuters: LINX3.SA), líder em tecnologia de gestão empresarial para

Leia mais

Resultados 1T08 (Webcast).

Resultados 1T08 (Webcast). Resultados 1T08 (Webcast). Aviso Importante Este material foi preparado pela Odontoprev S.A. ("Companhia") e pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros. Essas

Leia mais

São Paulo, 17 de Agosto de 2012

São Paulo, 17 de Agosto de 2012 São Paulo, 17 de Agosto de 2012 Discurso do Presidente do Banco Central do Brasil, Alexandre Tombini, no 22º Congresso da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores - Fenabrave Senhoras

Leia mais

Teleconferência de Resultados. 4T12 e 2012

Teleconferência de Resultados. 4T12 e 2012 Teleconferência de Resultados e 2012 28 de fevereiro de 2013 Aviso Legal Algumas das informações aqui contidas se baseiam nas hipóteses e perspectivas atuais da administração da Companhia que poderiam

Leia mais

Certificado de Recebíveis Imobiliários CRI

Certificado de Recebíveis Imobiliários CRI Renda Fixa Certificado de Recebíveis Imobiliários CRI Certificado de Recebíveis Imobiliários - CRI O produto O Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI) é um título que gera um direito de crédito ao

Leia mais

EARNINGS RELEASE 3T11

EARNINGS RELEASE 3T11 A Receita Operacional Líquida de hotelaria totalizou R$ 42,3 mm no trimestre, 20,8% superior ao ano passado. O EBITDA Hoteleiro e Consolidado atingiram as marcas de R$ 14,1 mm e R$ 10,6 mm no 3T11, respectivamente,

Leia mais

Resultados 2T08 15 DE AGOSTO DE 2008

Resultados 2T08 15 DE AGOSTO DE 2008 Apresentação Resultados 2T08 15 DE AGOSTO DE 2008 Participantes Jorge Cury - Diretor Presidente Marco Mattar - Diretor Vice Presidente Financeiro e Diretor Técnico Rebeca Ouro-Preto - Diretora de Relações

Leia mais

Mensagem aos Acionistas

Mensagem aos Acionistas Relatório da Administração Senhores Acionistas, A Administração da CTX Participações S.A. ( CTX ou Companhia ) apresenta o Relatório da Administração, que acompanha as demonstrações financeiras individuais

Leia mais

Resultados 3T12. 8 de novembro de 2012

Resultados 3T12. 8 de novembro de 2012 Resultados 3T12 8 de novembro de 2012 Resumo do trimestre Melhoria nas margens de rentabilidade do 3T12 ano-a-ano: margem líquida de 6,0% (+1,9 p.p.) e margem EBITDA de 17,8% (+1,8 p.p.); Consistente expansão

Leia mais

RELATÓRIO SOBRE A GESTÃO DE RISCOS BANCO ABN AMRO S.A. Setembro de 2013

RELATÓRIO SOBRE A GESTÃO DE RISCOS BANCO ABN AMRO S.A. Setembro de 2013 RELATÓRIO SOBRE A GESTÃO DE RISCOS BANCO ABN AMRO S.A. Setembro de 2013 SP Rua Leopoldo Couto de Magalhães Júnior, 700, 4º andar Itaim Bibi São Paulo SP CEP: 04542000 Tel: (11) 30737400 Fax: (11) 30737404

Leia mais

Formulário de Referência. 08 de maio de 2015. Versão 6 Localiza Rent a Car S.A. CNPJ/MF: 16.670.085/0001 55

Formulário de Referência. 08 de maio de 2015. Versão 6 Localiza Rent a Car S.A. CNPJ/MF: 16.670.085/0001 55 Formulário de Referência 08 de maio de 2015 Versão 6 Localiza Rent a Car S.A. CNPJ/MF: 16.670.085/0001 55 Índice 1. Responsáveis pelo formulário 1.1 - Declaração e Identificação dos responsáveis 1 2. Auditores

Leia mais

Em setembro de 2011, ocorreu a cisão parcial de 99,99% de seu patrimônio líquido.

Em setembro de 2011, ocorreu a cisão parcial de 99,99% de seu patrimônio líquido. NUMERAL 80 PARTICIPAÇÕES S.A. NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS PARA OS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2012 E DE 2011 (Valores expressos em milhares de reais - R$) 1. CONTEXTO OPERACIONAL

Leia mais

INSTITUTO COMUNITÁRIO GRANDE FLORIANÓPOLIS - ICOM

INSTITUTO COMUNITÁRIO GRANDE FLORIANÓPOLIS - ICOM INSTITUTO COMUNITÁRIO GRANDE FLORIANÓPOLIS - ICOM DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REFERENTES AO EXERCÍCIO FINDO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2007 E PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES A BDO International é uma rede mundial

Leia mais

Como avaliar a real rentabilidade das empresas de energia?

Como avaliar a real rentabilidade das empresas de energia? Audiência Pública 004/2007 da ANEEL Segunda Revisão Tarifária Periódica da Coelce Como avaliar a real rentabilidade das empresas de energia? Cláudio J. D. Sales Presidente Instituto Acende Brasil Auditório

Leia mais

Confab Anuncia Resultados para o Primeiro Trimestre de 2008

Confab Anuncia Resultados para o Primeiro Trimestre de 2008 Confab Anuncia Resultados para o Primeiro Trimestre de 2008 São Paulo, 30 de abril de 2008. Confab Industrial S.A. (BOVESPA:CNFB4), uma empresa Tenaris, anunciou hoje os resultados correspondentes ao primeiro

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTO PEIXE PILOTO PARA CLUBES DE INVESTIMENTOS 2009-2011. Vitória, 26 de agosto de 2009.

POLÍTICA DE INVESTIMENTO PEIXE PILOTO PARA CLUBES DE INVESTIMENTOS 2009-2011. Vitória, 26 de agosto de 2009. POLÍTICA DE INVESTIMENTO PEIXE PILOTO PARA CLUBES DE INVESTIMENTOS 2009-2011 Vitória, 26 de agosto de 2009. ÍNDICE 1. OBJETIVO.... 3 2. ORIENTAÇÃO DA GESTÃO DOS INVESTIMENTOS E PRÁTICAS DE GOVERNANÇA....

Leia mais

EXPO MONEY INTERNACIONAL SÃO PAULO 23 DE SETEMBRO DE 2011

EXPO MONEY INTERNACIONAL SÃO PAULO 23 DE SETEMBRO DE 2011 EXPO MONEY INTERNACIONAL SÃO PAULO 23 DE SETEMBRO DE 2011 ECORODOVIAS ESTRUTURA SOCIETÁRIA A EcoRodovias é uma das maiores empresas de infraestrutura logística integrada do Brasil, cujo foco é operar ativos

Leia mais

Resultados 2T15. EBITDA Ajustado recorde de R$ 3,3 bilhões nos últimos 12 meses findos em junho de 2015. Destaques do 2T15

Resultados 2T15. EBITDA Ajustado recorde de R$ 3,3 bilhões nos últimos 12 meses findos em junho de 2015. Destaques do 2T15 Resultados 2T15 São Paulo, 12 de agosto de 2015. Suzano Papel e Celulose (Bovespa: SUZB5), uma das maiores produtoras integradas de celulose e papel da América Latina, anuncia hoje os resultados consolidados

Leia mais

LFG MAPS. 2 - ( Prova: CESPE - 2012 - Polícia Federal - Agente da Polícia Federal / Contabilidade Geral / Contabilidade -

LFG MAPS. 2 - ( Prova: CESPE - 2012 - Polícia Federal - Agente da Polícia Federal / Contabilidade Geral / Contabilidade - Escrituração Contábil 05 questões Noções Gerais; Escrituração Contábil ) Considere os eventos de I a V listados abaixo. I aquisição de veículo à vista para uso na atividade operacional II baixa de bem

Leia mais

C O M E N T Á R I O S S O B R E O D E S E M P E N H O 1T15

C O M E N T Á R I O S S O B R E O D E S E M P E N H O 1T15 Senhores (as) Acionistas, A BM&FBOVESPA S.A. Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros ( BM&FBOVESPA, Bolsa ou Companhia ) submete à apreciação de V.Sas. os Comentários da Administração referentes às atividades

Leia mais

AVALIAÇÃO DO FUNDO CLIMA. REUNIÃO DE PARES 29 de março de 2016

AVALIAÇÃO DO FUNDO CLIMA. REUNIÃO DE PARES 29 de março de 2016 AVALIAÇÃO DO FUNDO CLIMA REUNIÃO DE PARES 29 de março de 2016 Lei 12.114/2009 Lei 12.114/2009 Art. 5º Os recursos do FNMC serão aplicados: I - em apoio financeiro reembolsável mediante concessão de empréstimo,

Leia mais

Odebrecht Serviços e Participações S.A. CNPJ/MF n. 10.904.193/0001-69. Companhia Fechada FATO RELEVANTE

Odebrecht Serviços e Participações S.A. CNPJ/MF n. 10.904.193/0001-69. Companhia Fechada FATO RELEVANTE Odebrecht S.A. CNPJ/MF n. 11.105.588/0001-15 Companhia Fechada Petróleo Brasileiro S.A. Petrobras CNPJ/MF n. 33.000.167/0001-01 Companhia Aberta Braskem S.A. CNPJ/MF n. 42.150.391/0001-70 Companhia Aberta

Leia mais

Lucratividade: Crescer, Sobreviver ou Morrer

Lucratividade: Crescer, Sobreviver ou Morrer Lucratividade: Crescer, Sobreviver ou Morrer Foco da Palestra Orientar e esclarecer os conceitos de Lucratividade e a importância para existência e sucesso das empresas. Proporcionar aos participantes

Leia mais

GLOBEX UTILIDADES S.A. CNPJ n o. 33.041.260/0001-64 NIRE: 333001-41073

GLOBEX UTILIDADES S.A. CNPJ n o. 33.041.260/0001-64 NIRE: 333001-41073 GLOBEX UTILIDADES S.A. CNPJ n o. 33.041.260/0001-64 NIRE: 333001-41073 Resultados do 1º Trimestre de 2006 Rio de Janeiro, 18 de maio de 2006 Globex Utilidades S.A. (BOVESPA: GLOB4, GLOB3; OTC: GBXPY),

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental Sulcredi São Miguel

Política de Responsabilidade Socioambiental Sulcredi São Miguel Política de Responsabilidade Socioambiental Sulcredi São Miguel SÃO MIGUEL DO OESTE, JUNHO DE 2015. POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL SULCREDI SÃO MIGUEL 1 ABRANGÊNCIA Esta política orienta o

Leia mais

2 trimestre de 2011. Análise Gerencial da Operação e Demonstrações Contábeis Completas. Itaú Unibanco Holding S.A.

2 trimestre de 2011. Análise Gerencial da Operação e Demonstrações Contábeis Completas. Itaú Unibanco Holding S.A. 2 trimestre de 2011 Análise Gerencial da Operação e Demonstrações Contábeis Completas Itaú Unibanco Holding S.A. Itaú Unibanco Índice Análise Gerencial da Operação 1 Demonstrações Contábeis Completas 55

Leia mais

Apresentação Corporativa. Bradesco BBI - Dezembro de 2011

Apresentação Corporativa. Bradesco BBI - Dezembro de 2011 Apresentação Corporativa Bradesco BBI - Dezembro de 2011 Contax Visão Geral Contax - Core Business Estratégia e Tendências de Mercado Resultados Financeiros Contax Visão Geral CONTAX OVERVIEW Companhia

Leia mais

MODELAGENS. Modelagem Estratégica

MODELAGENS. Modelagem Estratégica Material adicional: MODELAGENS livro Modelagem de Negócio... Modelagem Estratégica A modelagem estratégica destina-se à compreensão do cenário empresarial desde o entendimento da razão de ser da organização

Leia mais

Resultados 4º Trimestre de 2015

Resultados 4º Trimestre de 2015 Resultados 4º Trimestre de 2015 24 de Fevereiro de 2016 Principais Destaques do Resultado do 1 2 Ganho de market share no mercado total no, com Receita Líquida totalizando R$ 5,461 bilhões - regressão

Leia mais

VALE RIO DOCE S/A. No resultado de 2013 a receita líquida da companhia tinha a seguinte divisão:

VALE RIO DOCE S/A. No resultado de 2013 a receita líquida da companhia tinha a seguinte divisão: VALE RIO DOCE S/A Empresa: A companhia é uma das maiores mineradoras do mundo, sendo a maior das Américas, baseada na capitalização de mercado. É a maior produtora mundial de minério de ferro e pelotas

Leia mais

TIM Participações S.A. Resultados do 4T06 e 2006. 06 de Março de 2007

TIM Participações S.A. Resultados do 4T06 e 2006. 06 de Março de 2007 TIM Participações S.A. Resultados do 4T06 e 2006 06 de Março de 2007 1 Destaques Desempenho do Mercado Estratégia Comercial Desempenho Financeiro 2 4T06: Forte crescimento e sólida performance financeira

Leia mais

RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre de 2011. RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre 2011

RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre de 2011. RESULTADOS BRASIL BROKERS 3º Trimestre 2011 3º Trimestre 2011 Esta apresentação não constitui uma oferta, convite ou pedido de qualquer forma, para a subscrição ou compra de ações ou qualquer outro instrumento financeiro, nem esta apresentação ou

Leia mais

Indicador Trimestral de PIB do Espírito Santo

Indicador Trimestral de PIB do Espírito Santo SUMÁRIO EXECUTIVO O Produto Interno Bruto (PIB) do estado do Espírito Santo é calculado anualmente pelo Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) em parceria com o Instituto eiro de Geografia e Estatística

Leia mais

4T04 INFORMAÇÕES E RESULTADOS CONSOLIDADOS (NÃO AUDITADOS) RIO DE JANEIRO, 03 DE MARÇO DE 2005 DO QUARTO TRIMESTRE E ANO DE 2004

4T04 INFORMAÇÕES E RESULTADOS CONSOLIDADOS (NÃO AUDITADOS) RIO DE JANEIRO, 03 DE MARÇO DE 2005 DO QUARTO TRIMESTRE E ANO DE 2004 INFORMAÇÕES E RESULTADOS CONSOLIDADOS DO QUARTO TRIMESTRE E ANO DE 2004 (NÃO AUDITADOS) RIO DE JANEIRO, 03 DE MARÇO DE 2005 TNL Participações Ações ex-tesouraria (M): 379.803 TNLP3: R$ 46,59 TNLP4: R$

Leia mais

ESTATAIS FEDERAIS ALTERNATIVAS DE REESTRUTURAÇÃO SOCIETÁRIA ESTUDO PRELIMINAR DATAPREV SERPRO TELEBRAS

ESTATAIS FEDERAIS ALTERNATIVAS DE REESTRUTURAÇÃO SOCIETÁRIA ESTUDO PRELIMINAR DATAPREV SERPRO TELEBRAS ESTATAIS FEDERAIS ALTERNATIVAS DE REESTRUTURAÇÃO SOCIETÁRIA ESTUDO PRELIMINAR DATAPREV SERPRO TELEBRAS Serpro é a maior empresa em número de empregados e Ativos. Dataprev apresenta maior lucro e melhores

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P A B R I L, 2 0 1 6 D E S T A Q U E S D O M Ê S São Paulo, 27 de maio de 2016 Crédito imobiliário alcança R$ 3,5 bilhões em abril

Leia mais

Destaques do Período. Crescimento de dois dígitos em Reservas Confirmadas e Embarcadas, EBITDA e Lucro Líquido Ajustado no 2T15

Destaques do Período. Crescimento de dois dígitos em Reservas Confirmadas e Embarcadas, EBITDA e Lucro Líquido Ajustado no 2T15 Santo André, 05 de Agosto de 2015: CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens S.A. (BM&FBOVESPA: CVCB3), maior operadora de turismo das Américas, informa aos seus acionistas e demais participantes do mercado

Leia mais

B2W DIGITAL Reunião Pública 2013

B2W DIGITAL Reunião Pública 2013 Estar Mais Próximo do Cliente B2W DIGITAL Reunião Pública 2013 B2W DIGITAL Venda¹ R$ 6,4 Bi Região América Latina Margem Bruta Posição 26,2% (RL) #1 LatAm Categorias Diversas Crescimento¹ 31% +24% Setor

Leia mais

INDRA BRASIL SOLUÇÕES E SERVIÇOS TECNOLÓGICOS S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013

INDRA BRASIL SOLUÇÕES E SERVIÇOS TECNOLÓGICOS S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 INDRA BRASIL SOLUÇÕES E SERVIÇOS TECNOLÓGICOS S.A. 1ª. EMISSÃO PÚBLICA DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2013 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2014. Prezados Senhores Debenturistas,

Leia mais

NOÇÕES BÁSICAS DE CONTABILIDADE

NOÇÕES BÁSICAS DE CONTABILIDADE NOÇÕES BÁSICAS DE CONTABILIDADE Prof. Wanderson S. Paris, M.Eng. prof@cronosquality.com.br NOÇÕES DE CONTABILIDADE DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADO BALANÇO PATRIMONIAL DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS X ATIVIDADES

Leia mais

ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE SANTA MARINHA DO ZÊZERE (FUNDADA EM 20 DE OUTUBRO DE 1988) APARTADO 11 4640 SANTA MARINHA DO

ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE SANTA MARINHA DO ZÊZERE (FUNDADA EM 20 DE OUTUBRO DE 1988) APARTADO 11 4640 SANTA MARINHA DO ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE SANTA MARINHA DO ZÊZERE (FUNDADA EM 20 DE OUTUBRO DE 1988) APARTADO 11 4640 SANTA MARINHA DO ZÊZERE RELATÓRIO E CONTAS No cumprimento das disposições

Leia mais

Resultados do 1T13. 02 de Maio de 2013

Resultados do 1T13. 02 de Maio de 2013 Resultados do 02 de Maio de 2013 2 Grupo Eucatex Fundada em 1951 Segmentos Indústria Moveleira, Revenda, Construção Civil e Exportação Subsidiária em Atlanta EUA 72 Fazendas de Eucalipto Total de 45,8

Leia mais

Nivelamento de Conceitos Contábeis

Nivelamento de Conceitos Contábeis Nivelamento de Conceitos Contábeis Demonstrações Contábeis Balanço Patrimonial - BP Demonstração de Resultado do Exercício - DRE Demonstração dos Fluxos de Caixa DFC Substituiu a Demonstração das Origens

Leia mais

ROSSI RESIDENCIAL S. A. COMENTÁRIOS SOBRE O DESEMPENHO CONSOLIDADO NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2.003

ROSSI RESIDENCIAL S. A. COMENTÁRIOS SOBRE O DESEMPENHO CONSOLIDADO NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2.003 ROSSI RESIDENCIAL S. A. COMENTÁRIOS SOBRE O DESEMPENHO CONSOLIDADO NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2.003 PRODUTOS, LANÇAMENTOS E PERFORMANCE COMERCIAL: Durante o primeiro trimestre de 2003, a Rossi Residencial

Leia mais

RELATÓRIO DE REVISÃO DOS AUDITORES INDEPENDENTES Aos Acionistas e Administradores da IESA Projetos, Equipamentos e Montagens S.A. Araraquara - SP Introdução Revisamos as informações contábeis intermediárias,

Leia mais

CENÁRIO ECONÔMICO PLANO UNIFICADO 2º TRI/2015

CENÁRIO ECONÔMICO PLANO UNIFICADO 2º TRI/2015 CENÁRIO ECONÔMICO PLANO UNIFICADO 2º TRIMESTRE DE 2015 1 CENÁRIO ECONÔMICO O segundo trimestre do ano de 2015 demonstrou uma aceleração da deterioração dos fatores macroeconômicos no Brasil, com aumento

Leia mais

VIVER INCORPORADORA E CONSTRUTORA S.A. 4ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015

VIVER INCORPORADORA E CONSTRUTORA S.A. 4ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 VIVER INCORPORADORA E CONSTRUTORA S.A. 4ª EMISSÃO DE DEBÊNTURES RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2015 Rio de Janeiro, 29 de Abril de 2016. Prezados Senhores Debenturistas, Na qualidade

Leia mais

GRUPO CONTAX. Grupo Contax: MAIOR EMPRESA DE RELACIONAMENTO COM O CONSUMIDOR DA AMÉRICA LATINA

GRUPO CONTAX. Grupo Contax: MAIOR EMPRESA DE RELACIONAMENTO COM O CONSUMIDOR DA AMÉRICA LATINA Visão Geral 2 GRUPO CONTAX Operação em 4 países: Brasil, Colômbia, Argentina e Peru Servimos via off-shore Chile, Panamá, EUA, Canadá e Espanha Principais serviços: Atendimento, Cobrança, Televendas, Retenção,

Leia mais

COMUNICADO AO MERCADO

COMUNICADO AO MERCADO VALE FERTILIZANTES COMUNICADO AO MERCADO VALE FERTILIZANTES S.A. Uberaba, 24 de março de 2011. A Vale Fertilizantes S.A. ( Companhia ) disponibiliza a seus acionistas, investidores e ao mercado, a complementação

Leia mais

SONDAGEM INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO

SONDAGEM INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO Indicadores CNI ISSN 2317-7322 Ano 7 Número 3 março de SONDAGEM INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO Condições financeiras pioram no primeiro trimestre A indústria da construção tem sido fortemente impactada pela atual

Leia mais

Sondagem do Setor de Serviços

Sondagem do Setor de Serviços Sondagem do Setor de Serviços % Setor 2004 2005 2006 2007 2008 2009 Agropecuária 5,9 4,9 4,7 4,8 5,0 5,2 Indústria 25,8 25,1 24,7 23,9 23,3 21,8 Serviços 54,1 55,8 56,5 57,3 56,8 58,9 Impostos líquidos

Leia mais

LUCRO LÍQUIDO ATINGE R$3,5 BILHÕES EM 2015 E VOLUME FINANCEIRO CRESCE 5,9% NO ANO

LUCRO LÍQUIDO ATINGE R$3,5 BILHÕES EM 2015 E VOLUME FINANCEIRO CRESCE 5,9% NO ANO LUCRO LÍQUIDO ATINGE R$3,5 BILHÕES EM 2015 E VOLUME FINANCEIRO CRESCE 5,9% NO ANO Barueri, 01 de Fevereiro de 2016 A Cielo S.A. (BM&FBOVESPA: CIEL3 / OTCQX: CIOXY) anuncia hoje seus resultados do quarto

Leia mais

Companhia de Bebidas das Américas AmBev

Companhia de Bebidas das Américas AmBev Companhia de Bebidas das Américas AmBev Bovespa: AMBV4 & AMBV3 / ABV & ABVc Pedro Aidar Gerente de Relações com Investidores Março 2005 VISÃO GERAL AMBEV 3 UNIDADES DE NEGÓCIO América do Norte Canadá:

Leia mais

Resultados do Terceiro Trimestre de 2005

Resultados do Terceiro Trimestre de 2005 Resultados do Terceiro Trimestre de 2005 28 de outubro de 2005 Mensagem do Panorama do Mercado Resultados Financeiros Ambiente Regulatório Conclusão Mensagem do A TIM Participações está crescendo em um

Leia mais

Banco Santander (Brasil) S.A.

Banco Santander (Brasil) S.A. Banco Santander (Brasil) S.A. Resultados em BR GAAP 4T14 3 de Fevereiro de 2015 INFORMAÇÃO 2 Esta apresentação pode conter certas declarações prospectivas e informações relativas ao Banco Santander (Brasil)

Leia mais

Auditoria de Meio Ambiente da SAE/DS sobre CCSA

Auditoria de Meio Ambiente da SAE/DS sobre CCSA 1 / 8 1 OBJETIVO: Este procedimento visa sistematizar a realização de auditorias de Meio Ambiente por parte da SANTO ANTÔNIO ENERGIA SAE / Diretoria de Sustentabilidade DS, sobre as obras executadas no

Leia mais

11. Ciclo de Gestão do Governo Federal

11. Ciclo de Gestão do Governo Federal Marco Legal: Constituição de 1988 11. Ciclo de Gestão do Governo Federal Instrumentos: Planejamento Orçamento Finanças Controle LDO PPA LOA Elementos Normativos: Plano Plurianual - PPA, Lei de Diretrizes

Leia mais

Analítico do Comparativo Proforma

Analítico do Comparativo Proforma Analítico do Comparativo Proforma São Paulo, 24 de Novembro de 2009 Prezados Analistas e Investidores, Conforme acordado em nosso conference call, estamos encaminhando-lhes a reconciliação detalhada do

Leia mais

Na trilha da confiança. 32 KPMG Business Magazine

Na trilha da confiança. 32 KPMG Business Magazine 32 KPMG Business Magazine Na trilha da confiança A preocupação das empresas com as boas práticas de governança corporativa aumenta a cada ano no Brasil e fortalece a relação com os investidores O mercado

Leia mais

Resultados 2T12 FLRY 3. Agosto / 2012

Resultados 2T12 FLRY 3. Agosto / 2012 Resultados 2T12 FLRY 3 Agosto / 2012 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2012 Aviso Legal Esta apresentação pode conter informações sobre eventos futuros. Tais informações não seriam apenas fatos históricos,

Leia mais

Estácio Anuncia Resultados Consolidados: Lucro Líquido ajustado sobe 36% em 2007, para R$81 milhões; EBITDA atinge R$101 milhões.

Estácio Anuncia Resultados Consolidados: Lucro Líquido ajustado sobe 36% em 2007, para R$81 milhões; EBITDA atinge R$101 milhões. Estácio Anuncia Resultados Consolidados: Lucro Líquido ajustado sobe 36% em 2007, para R$81 milhões; EBITDA atinge R$101 milhões. Resultados 4T07 DESTAQUES 19 de Março de 2008 (não-auditados) Considerando

Leia mais

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS Disciplina: Matemática Financeira 10 h/a Ementa: O valor do dinheiro no tempo. Conceitos de juros, taxas de juros, principal,

Leia mais

Marisa Lojas S.A. RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2012

Marisa Lojas S.A. RESULTADOS DO 1º TRIMESTRE DE 2012 Dados de Negociação AMAR3 em 31/mar/12: Preço por ação: R$ 24,85 Número de ações: 185.301.230 Valor de mercado: R$4.605 milhões Teleconferência de Resultados do 1T12: Data: 4 de maio de 2012 Horário: 14:00

Leia mais

Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente

Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - O que são os FUNDOS DE DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE? São recursos públicos mantidos em contas bancárias específicas. Essas contas têm a finalidade de receber repasses orçamentários e depósitos

Leia mais

REUNIÃO NÚCLEO DE PLANEJAMENTO E MODERNIZAÇÃO DA GESTÃO

REUNIÃO NÚCLEO DE PLANEJAMENTO E MODERNIZAÇÃO DA GESTÃO REUNIÃO NÚCLEO DE PLANEJAMENTO E MODERNIZAÇÃO DA GESTÃO 15 DE AGOSTO DE 2012 NÚCLEO DE PLANEJAMENTO E MODERNIZAÇÃO DA GESTÃO 15/08/12 PAUTA 1. AGENDA PLANEJAMENTO II SEMESTRE 2012 2. ESCRITÓRIO DE PROJETOS

Leia mais

Reunião APIMEC - 3T13. dri@santosbrasil.com.br +55 11 3897-1111

Reunião APIMEC - 3T13. dri@santosbrasil.com.br +55 11 3897-1111 Reunião APIMEC - 3T13 dri@santosbrasil.com.br +55 11 3897-1111 Ressalvas sobre considerações futuras As afirmações contidas neste documento quanto a perspectivas de negócios para a Santos Brasil Participações

Leia mais

Teleconferência de Resultados do 4T15 e 2015

Teleconferência de Resultados do 4T15 e 2015 Teleconferência de Resultados do 4T15 e 2015 17 / 02 / 2016 1 Destaques & Portfólio Destaques do 4T15 e 2015 BR Properties registra EBITDA Ajustado de R$ 614 milhões com margem de 86% em 2015 No mês de

Leia mais

Divulgação de Resultados 1T15

Divulgação de Resultados 1T15 São Paulo - SP, 06 de Maio de 2015. A Tarpon Investimentos S.A. ( Tarpon ou Companhia ), por meio de suas subsidiárias, realiza a gestão de fundos e carteiras de investimentos em bolsa e private equity

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental da PREVI

Política de Responsabilidade Socioambiental da PREVI 1.1. A PREVI, para o cumprimento adequado de sua missão administrar planos de benefícios, com gerenciamento eficaz dos recursos aportados, buscando melhores soluções para assegurar os benefícios previdenciários,

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O HSBC FIC REF DI LP EMPRESA 04.044.634/0001-05 Informações referentes a Abril de 2013

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O HSBC FIC REF DI LP EMPRESA 04.044.634/0001-05 Informações referentes a Abril de 2013 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o HSBC FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO REFERENCIADO DI LONGO PRAZO. As informações completas sobre esse fundo podem

Leia mais

A empresa quantifica aspectos socioambientais nas projeções financeiras de:

A empresa quantifica aspectos socioambientais nas projeções financeiras de: Os trechos em destaque encontram-se no Glossário. Dimensão Econômica Critério I - Estratégia Indicador 1 - Planejamento Estratégico 1. Assinale os objetivos que estão formalmente contemplados no planejamento

Leia mais

Discussão dos Resultados 1T10. 07 de Maio de 2010

Discussão dos Resultados 1T10. 07 de Maio de 2010 Discussão dos Resultados 1T10 07 de Maio de 2010 0 Aviso Esta apresentação poderá conter certas projeções e tendências que não são resultados financeiros realizados, nem informação histórica. Estas projeções

Leia mais